Você está na página 1de 22

15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 1 de 22

DOM3315

ANO VIII – Nº DOM3315 – PARNAMIRIM, RN, 15 DE ABRIL DE 2021 – R$ 0,50

Art. 2º. Esta Portaria retroage seus efeitos a quatro de dezembro de


dois mil e vinte.

Publique-se. Cumpra-se.

ROSANO TAVEIRA DA CUNHA


Prefeito

PORTARIA Nº.1271, de 13 de abril de 2021.


PORTARIA Nº.1269, de 13 de abril de 2021.
O Prefeito Municipal de Parnamirim/RN, no uso de suas atribuições
O Prefeito Municipal de Parnamirim/RN, no uso de suas atribuições legais que lhe são conferidas no inciso XII, do artigo 73, da Lei
legais que lhe são conferidas no inciso XII, do artigo 73, da Lei Orgânica do Município de Parnamirim/RN, e nos termos do Art. 1º da
Orgânica do Município de Parnamirim/RN, e nos termos do Art. 1º da Lei nº 1.471/2009, alterada pela Nº 1.752, de 30 de novembro de 2015
Lei nº 1.471/2009, alterada pela Nº 1.752, de 30 de novembro de 2015 e Lei Complementar nº 168/2019, de 24 de dezembro de 2019, bem
e Lei Complementar nº 168/2019, de 24 de dezembro de 2019, bem como demais dispositivos legais aplicáveis ao presente caso;
como demais dispositivos legais aplicáveis ao presente caso;
Resolve:
Resolve:
Art. 1º. Conceder à servidora Dayane Medeiros Dantas, a
Art. 1º. Conceder à servidora Danielle Rezende Ferreira, a Gratificação de Atenção a Urgência e Emergência - GAUE, lotada na
Gratificação de Atenção a Urgência e Emergência - GAUE, lotada na Unidade de Pronto Atendimento - UPA, vinculada a Secretaria
Unidade de Pronto Atendimento - UPA, vinculada a Secretaria Municipal de Saúde – SESAD.
Municipal de Saúde – SESAD.
Art. 2º. Esta Portaria retroage seus efeitos a vinte e dois de dezembro
Art. 2º. Esta Portaria retroage seus efeitos a quatro de dezembro de de dois mil e vinte.
dois mil e vinte.
Publique-se. Cumpra-se.
Publique-se. Cumpra-se.
ROSANO TAVEIRA DA CUNHA
ROSANO TAVEIRA DA CUNHA
Prefeito Prefeito

PORTARIA Nº.1270, de 13 de abril de 2021. PORTARIA Nº.1272, de 13 de abril de 2021.

O Prefeito Municipal de Parnamirim/RN, no uso de suas atribuições O Prefeito Municipal de Parnamirim/RN, no uso de suas atribuições
legais que lhe são conferidas no inciso XII, do artigo 73, da Lei legais que lhe são conferidas no inciso XII, do artigo 73, da Lei
Orgânica do Município de Parnamirim/RN, e nos termos do Art. 1º da Orgânica do Município de Parnamirim/RN, e nos termos do Art. 1º da
Lei nº 1.471/2009, alterada pela Nº 1.752, de 30 de novembro de 2015 Lei nº 1.471/2009, alterada pela Nº 1.752, de 30 de novembro de 2015
e Lei Complementar nº 168/2019, de 24 de dezembro de 2019, bem e Lei Complementar nº 168/2019, de 24 de dezembro de 2019, bem
como demais dispositivos legais aplicáveis ao presente caso; como demais dispositivos legais aplicáveis ao presente caso;

Resolve: Resolve:

Art. 1º. Conceder à servidora Maria Diva Azevedo de Lima, a Art. 1º. Conceder à servidora Yngrid Rayanne de Araújo Costa
Gratificação de Atenção a Urgência e Emergência - GAUE, lotada na Ferreira, a Gratificação de Atenção a Urgência e Emergência -
Unidade
15/04/2021 de Pronto Atendimento - UPA, vinculada a Secretaria GAUE,
Diário Oficial do Município lotada na Unidade de Pronto Atendimento - UPA, vinculada
de Parnamirim/RN Página 1 de 22
Municipal de Saúde – SESAD. DOM3315a Secretaria Municipal de Saúde – SESAD.
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 2 de 22
DOM3315

Art. 2º. Esta Portaria retroage seus efeitos a vinte e dois de janeiro de PORTARIA Nº.1275, de 13 de abril de 2021.
dois mil e vinte e um.
O Prefeito Municipal de Parnamirim/RN, no uso de suas atribuições
Publique-se. Cumpra-se. legais que lhe são conferidas no inciso XII, do artigo 73, da Lei
Orgânica do Município de Parnamirim/RN, e nos termos do Art. 1º da
ROSANO TAVEIRA DA CUNHA
Lei nº 1.471/2009, alterada pela Nº 1.752, de 30 de novembro de 2015
Prefeito e Lei Complementar nº 168/2019, de 24 de dezembro de 2019, bem
como demais dispositivos legais aplicáveis ao presente caso;

Resolve:

Art. 1º. Conceder à servidora Rayssa Barbosa Maciel, a


PORTARIA Nº.1273, de 13 de abril de 2021. Gratificação de Atenção a Urgência e Emergência - GAUE, lotada na
Unidade de Pronto Atendimento - UPA, vinculada a Secretaria
O Prefeito Municipal de Parnamirim/RN, no uso de suas atribuições Municipal de Saúde – SESAD.
legais que lhe são conferidas no inciso XII, do artigo 73, da Lei
Orgânica do Município de Parnamirim/RN, e nos termos do Art. 1º da Art. 2º. Esta Portaria retroage seus efeitos a vinte e dois de dezembro
Lei nº 1.471/2009, alterada pela Nº 1.752, de 30 de novembro de 2015 de dois mil e vinte.
e Lei Complementar nº 168/2019, de 24 de dezembro de 2019, bem
como demais dispositivos legais aplicáveis ao presente caso; Publique-se. Cumpra-se.

Resolve: ROSANO TAVEIRA DA CUNHA


Prefeito
Art. 1º. Conceder à servidora Nathalia Caroline Lopes Ferreira
Santander, a Gratificação de Atenção a Urgência e Emergência -
GAUE, lotada na Unidade de Pronto Atendimento - UPA, vinculada
a Secretaria Municipal de Saúde – SESAD. PORTARIA Nº.1276, de 13 de abril de 2021.

Art. 2º. Esta Portaria retroage seus efeitos a vinte e quatro de O Prefeito Municipal de Parnamirim/RN, no uso de suas atribuições
fevereiro de dois mil e vinte e um. legais que lhe são conferidas no inciso XII, do artigo 73, da Lei
Orgânica do Município de Parnamirim/RN, e nos termos do Art. 1º da
Publique-se. Cumpra-se.
Lei nº 1.471/2009, alterada pela Nº 1.752, de 30 de novembro de 2015
e Lei Complementar nº 168/2019, de 24 de dezembro de 2019, bem
ROSANO TAVEIRA DA CUNHA
como demais dispositivos legais aplicáveis ao presente caso;
Prefeito
Resolve:

Art. 1º. Conceder à servidora Leila Cristina Peixoto da Silva


Campelo, a Gratificação de Atenção a Urgência e Emergência -
GAUE, lotada na Unidade de Pronto Atendimento - UPA, vinculada
PORTARIA Nº.1274, de 13 de abril de 2021.
a Secretaria Municipal de Saúde – SESAD.

O Prefeito Municipal de Parnamirim/RN, no uso de suas atribuições Art. 2º. Esta Portaria retroage seus efeitos a vinte e dois de dezembro
legais que lhe são conferidas no inciso XII, do artigo 73, da Lei de dois mil e vinte.
Orgânica do Município de Parnamirim/RN, e nos termos do Art. 1º da
Lei nº 1.471/2009, alterada pela Nº 1.752, de 30 de novembro de 2015 Publique-se. Cumpra-se.
e Lei Complementar nº 168/2019, de 24 de dezembro de 2019, bem
como demais dispositivos legais aplicáveis ao presente caso; ROSANO TAVEIRA DA CUNHA
Prefeito
Resolve:

Art. 1º. Conceder à servidora Lenilze Cristina da Silva Dias, a


Gratificação de Atenção a Urgência e Emergência - GAUE, lotada na PORTARIA Nº.1277, de 13 de abril de 2021.
Unidade de Pronto Atendimento - UPA, vinculada a Secretaria
Municipal de Saúde – SESAD. O Prefeito Municipal de Parnamirim/RN, no uso de suas atribuições
legais que lhe são conferidas no inciso XII, do artigo 73, da Lei
Art. 2º. Esta Portaria retroage seus efeitos a quinze de março de dois
Orgânica do Município de Parnamirim/RN, e nos termos do Art. 1º da
mil e vinte e um.
Lei nº 1.471/2009, alterada pela Nº 1.752, de 30 de novembro de 2015
e Lei Complementar nº 168/2019, de 24 de dezembro de 2019, bem
Publique-se. Cumpra-se.
como demais dispositivos legais aplicáveis ao presente caso;
ROSANO TAVEIRA DA CUNHA
Prefeito Resolve:

Art. 1º. Conceder à servidora Jeanne Pereira da Silva, a Gratificação


de Atenção a Urgência e Emergência - GAUE, lotada na Unidade de
Pronto Atendimento - UPA, vinculada a Secretaria Municipal de
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN
Saúde – SESAD. Página 2 de 22
DOM3315
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 3 de 22
DOM3315

Art. 2º. Esta Portaria retroage seus efeitos a onze de janeiro de dois Resolve:
mil e vinte e um.
Art. 1º. Tornar sem efeito a Portaria nº. 1136, de 22 de março de 2021,
Publique-se. Cumpra-se. publicada no Diário Oficial do Município nº 3295, de 23 de março de
2021, que nomeou VINICIUS VICTOR SILVA MARTINS, para
ROSANO TAVEIRA DA CUNHA exercer o cargo em comissão de Assessor Técnico Nível I, lotado na
Prefeito Assessoria de Ciência e Tecnologia da Informação – ASCTI do
Gabinete Civil – GACIV.

Art. 2º. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.


PORTARIA Nº.1283, de 14 de abril, de 2021.
Publique-se. Cumpra-se.
O Prefeito do Município de Parnamirim/RN, no uso de suas
ROSANO TAVEIRA DA CUNHA
atribuições legais e em conformidade com o Ofício nº 234/2020 -
Prefeito
SEMUR, expedido pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente e do
Desenvolvimento Urbano,

Resolve:
PORTARIA Nº. 1286, de 14 de abril de 2021.
Art. 1º. Colocar à disposição da Secretaria Municipal do Meio
Ambiente e do Desenvolvimento Urbano - SEMUR, a Servidora O Prefeito do Município de Parnamirim/RN, no uso de suas
RUTHE HELENA MARQUES CORREIA DE MELO GURGEL, atribuições legais que lhe são conferidas nos incisos XII e XIV, do
matrícula nº 7405, Professora, pertencente ao Quadro Pessoal desta artigo 73, da Lei Orgânica do Município de Parnamirim e em
Municipalidade, com ônus para o órgão cessionário, pelo período de 12 conformidade às disposições das Leis Complementares Nºs. 022, de 27
(doze) meses. de fevereiro de 2007; 030, de 12 de maio de 2009; 0144, de 31 de
dezembro de 2018; 0164, de 19 de dezembro de 2019; 178, de 21 de
Art. 2º. Esta Portaria retroage a trinta e um de março de dois mil e dezembro de 2020 e alterações posteriores,
vinte e um.
Resolve:
Publique-se. Cumpra-se.
Art. 1º. Nomear VINICIUS VICTOR SILVA MARTINS, para
ROSANO TAVEIRA DA CUNHA exercer o cargo em comissão de Assessor Técnico Nível I, lotado na
Prefeito Assessoria de Ciência e Tecnologia da Informação – ASCTI do
Gabinete Civil – GACIV.

Art. 2º. Esta Portaria retroage seus efeitos a doze de abril de dois mil e
PORTARIA Nº.1284, de 14 de abril, de 2021. vinte e um.

O Prefeito do Município de Parnamirim/RN, no uso de suas Publique-se. Cumpra-se.


atribuições legais e em conformidade com o Ofício nº 233/2020 -
ROSANO TAVEIRA DA CUNHA
SEMUR, expedido pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente e do
Prefeito
Desenvolvimento Urbano,

Resolve:

Art. 1º. Colocar à disposição da Secretaria Municipal do Meio PORTARIA Nº. 1287, de 14 de abril de 2021.
Ambiente e do Desenvolvimento Urbano - SEMUR, a Servidora
O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE PARNAMIRIM/RN, no uso
KELLY STEFANNY DINIZ DE LIMA, matrícula nº 8580,
das atribuições que lhe confere o art. 73, incisos VI e XII, da Lei
Professora, pertencente ao Quadro Pessoal desta Municipalidade, com
Orgânica do Município,
ônus para o órgão cessionário, pelo período de 12 (doze) meses.
Resolve:
Art. 2º. Esta Portaria retroage a trinta e um de março de dois mil e
vinte e um. Art. 1º. Designar o Servidor FRANCISCO COSTA MIRANDA,
matricula nº 4610, para, no período de 19 de abril a 03 de maio de
Publique-se. Cumpra-se.
2021, substituir o Servidor HAROLDO GOMES DA SILVA,
ROSANO TAVEIRA DA CUNHA matrícula nº 10.818, no cargo de Diretor Presidente da Fundação
Prefeito Parnamirim de Cultura, à vista de seu impedimento legal, por férias.

Art. 2º. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Publique-se. Cumpra-se.
PORTARIA Nº. 1285, de 14 de abril de 2021.
ROSANO TAVEIRA DA CUNHA
O Prefeito do Município de Parnamirim/RN, no uso de suas Prefeito
atribuições legais que lhe são conferidas nos incisos XII e XIV, do
artigo 73, da Lei Orgânica do Município de Parnamirim,
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 3 de 22
DOM3315
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 4 de 22
DOM3315

PORTARIA Nº. 1292, de 14 de abril, de 2021.

O Prefeito do Município de Parnamirim/RN, no uso de suas


atribuições legais que lhe são conferidas nos incisos XII e XIV, do
artigo 73, da Lei Orgânica do Município de Parnamirim e em
conformidade às disposições das Leis Complementares Nºs. 022, de 27
de fevereiro de 2007; 030, de 12 de maio de 2009; 0144, de 31 de
dezembro de 2018; 0164, de 19 de dezembro de 2019; 178, de 21 de
dezembro de 2020 e alterações posteriores,
PORTARIA Nº 041/SEMOP, DE 14 DE ABRIL DE 2021
RESOLVE:
O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE OBRAS PÚBLICAS E
Art. 1º. Conceder ao Servidor JOSÉ VIEIRA RÉGIS, mat. 1223, a SANEAMENTO do município de Parnamirim/RN, no uso das
Função Gratificada III – FG3, lotado na Secretaria Municipal de Meio atribuições legais que lhe são conferidas e, de acordo com o Art. 67 da
Ambiente e do Desenvolvimento Urbano – SEMUR. Lei Federal nº 8.666/93, e;

Art. 2º. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. Considerando a formalização do CONTRATO Nº 004/2021, celebrado
entre a Secretaria Municipal de Obras Públicas e Saneamento e a IM
Publique-se. Cumpra-se. ENGENHARIA LTDA, cujo objeto a contratação de empresa para
construção de 3 (três) caminhódromos nos bairros de Cajupiranga
ROSANO TAVEIRA DA CUNHA (Loteamento Caminho do Atlântico), Liberdade e Boa Esperança e
Prefeito pavimentação da Rua 1° de Maio, no Município de Parnamirim/RN,
sendo cada caminhódromo executado em lotes distintos, Lote 3:
Caminhódromo Caminho do Atlântico.

RESOLVE:

Art. 1º - Destituir GABRIEL DE OLIVEIRA AMURIM, Matrícula


Nº 19080, da função de fiscal do contrato acima citado;

Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação.

EXTRATO QUARTO TERMO ADITIVO AO CONTRATO N.° JOÃO ALBÉRICO FERNANDES DA ROCHA JÚNIOR
03/2019/PMP - CONTRATANTES: MUNICÍPIO DE Secretário Municipal de Obras Públicas e Saneamento
PARNAMIRIM através da SECRETARIA MUNICIPAL DE
SERVIÇOS URBANOS - SEMSUR / EIP -SERVIÇOS
ILUMINAÇÃO LTDA - CNPJ n.º 03.834.750/0001-57- OBJETO: O
presente termo Aditivo tem por finalidade a prorrogação do contrato nº
03/2019,ficam alterados, na forma de reequilíbrio econômico-
PORTARIA Nº 042/SEMOP, DE 14 DE ABRIL DE 2021
financeiro, os valores constante na CLAUSULA QUARTA -Do Preço e
Condições de pagamento VALOR GLOBAL ESTIMADO: R$ O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE OBRAS PÚBLICAS E
15.283.863,16 (quinze milhões, duzentos e oitenta e três mil, oitocentos
SANEAMENTO do município de Parnamirim/RN, no uso das
e sessenta e três reais e dezesseis centavos) -VIGÊNCIA: O atribuições legais que lhe são conferidas e, de acordo com o Art. 67 da
reequilíbrio econômico –financeiro de que se trata este instrumento Lei Federal nº 8.666/93, e;
aditivo tem sua vigência desde 05 de novembro de 2011, data em que
foi protocolado o pedido. MODALIDADE DE LICITAÇÃO: Pregão Considerando a formalização do CONTRATO Nº 002/2021, celebrado
Eletrônico - SRP nº 56/2019 RECURSOS: 16200000 – Receitas da entre a Secretaria Municipal de Obras Públicas e Saneamento e a IM
COSIP; 02.081 – Secretaria Municipal de Serviços Urbanos; ENGENHARIA LTDA, cujo objeto a contratação de empresa para
15.452.018.2048 – Eficientização energética da iluminação de vias e construção de 3 (três) caminhódromos nos bairros de Cajupiranga
prédios públicos, Elemento de Despesa: 3.3.90.39 - Outros Serviços de
(Loteamento Caminho do Atlântico), Liberdade e Boa Esperança e
Terceiros – Pessoa Jurídica; 15.452.018.2044 – Ampliação e pavimentação da Rua 1° de Maio, no Município de Parnamirim/RN,
manutenção da rede de Iluminação pública, Elemento de Despesa: sendo cada caminhódromo executado em lotes distintos, Lote 1:
3.3.90.39 - Outros Serviços de Terceiros – Pessoa Jurídica; Caminhódromo de Boa Esperança e Pavimentação da Rua 1° de Maio.
15.452.018.2045 – Iluminação festiva, gambiarras e refletores em
períodos diversos, Elemento de Despesa: 3.3.90.39 - Outros Serviços RESOLVE:
de Terceiros – Pessoa Jurídica; 15.452.018.2046 – Iluminação natalina,
Elemento de Despesa: 3.3.90.39 - Outros Serviços de Terceiros – Art. 1º - Destituir GABRIEL DE OLIVEIRA AMURIM, Matrícula
Pessoa Jurídica; 15.452.018.2047 – Iluminação festiva – Carnaval e Nº 19080, da função de fiscal do contrato acima citado;
São João, Elemento de Despesa: 3.3.90.39 - Outros Serviços de
Terceiros – Pessoa Jurídica; FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Lei Nº Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação.
8.666/93 e Art. 65-I-b.
JOÃO ALBÉRICO FERNANDES DA ROCHA JÚNIOR
Parnamirim/RN, 14 de abril de 2021. Secretário Municipal de Obras Públicas e Saneamento

CHARLES CASAS DE QUADROS


Secretário Municipal de Serviços Urbanos.
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 4 de 22
DOM3315
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 5 de 22
DOM3315

PORTARIA Nº 040/SEMOP, DE 14 DE ABRIL DE 2021 Estágio Probatório - CACEP, formalizado por meio do
processo nº 201915915443 - SEARH, assim como, do pedido
O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE OBRAS PÚBLICAS E de instauração pela Assessoria Especial de Recursos Humanos
SANEAMENTO do município de Parnamirim/RN, no uso das - AERH, acostado às fls. 70 dos aludidos autos;
atribuições legais que lhe são conferidas e, de acordo com o Art. 67 da
Lei Federal nº 8.666/93, e; Considerando por fim, as atribuições da Comissão
Permanente de Processo Administrativo Disciplinar - COPAD,
Considerando a formalização do CONTRATO Nº 03/2021, celebrado instituída através do Decreto Municipal nº 5.834, de 22 de
entre a Secretaria Municipal de Obras Públicas e Saneamento e a R De março de 2017;
Paula Construções Ltda Me, cujo objeto a contratação de empresa para
construção de 3 (três) caminhódromos nos bairros de Cajupiranga RESOLVE:
(Loteamento Caminho do Atlântico), Liberdade e Boa Esperança e
pavimentação da Rua 1° de Maio, no Município de Parnamirim/RN, Art. 1º. Determinar, com fundamento na Lei Municipal nº 140/69,
sendo cada caminhódromo executado em lotes distintos, Lote 2: assim como, subsidiariamente na Lei 8.112/90 e legislação de regência,
Caminhódromo de Liberdade. a prorrogação por mais 60 (sessenta) dias do prazo para conclusão do
Processo Administrativo Disciplinar, instaurado em razão de denúncias,
RESOLVE: formalizadas de acordo com os fatos descritos nos autos do processo nº
201915915443.
Art. 1º - Destituir GABRIEL DE OLIVEIRA AMURIM, Matrícula
Nº 19080, da função de fiscal do contrato acima citado; Art. 2º. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, com
efeitos retroativos à data de 31 de março de 2021.
Art. 2º - Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação.
Homero Grec Cruz Sá
JOÃO ALBÉRICO FERNANDES DA ROCHA JÚNIOR Secretário Municipal de Administração e Recursos Humanos.
Secretário Municipal de Obras Públicas e Saneamento

COMISSÃO PERMANENTE DE ACÚMULO DE CARGO


PÚBLICO - COPAC
EDITAL Nº 070/2021 em 13 de abril de 2021.
PORTARIA Nº. 227, de 14 de Abril de 2021 A COMISSÃO PERMANENTE DE ACÚMULO DE CARGO
PÚBLICO - COPAC, constituída pela Portarias nº 0957, de 19 de
A ASSESSORA ESPECIAL DE RECURSOS HUMANOS, no uso
fevereiro de 2021, do Município de Parnamirim/RN, Secretaria
de suas atribuições legais e de conformidade com o Decreto nº 6.197,
Municipal de Administração e Recursos Humanos – SEARH,
de 11 de Março de 2020, e em conformidade com o parecer jurídico da
NOTIFICA e CONVOCA o(a) servidor(a) abaixo relacionado(a) para
Procuradoria Geral do Município constante no Processo n°
comparecer no dia 20/04/2021 (terça-feira), no horário das 10h às
20202818478,
12h, atendimento por ordem de chegada, a Secretaria de Administração
RESOLVE: e Recursos Humanos – SEARH, situado no Edifício Cartier – 3º andar
– sala 311, Rua Altino Vicente de Paiva, nº 210 - Monte Castelo –
Conceder Licença-prêmio a servidora SANDRA SUELI DA SILVA, Parnamirim/RN, telefone para contato: (84) 3645-7163, para tratar do
matrícula nº 14651, ocupante do cargo de Agente Comunitária de processo de acúmulo de cargos públicos (Processo Administrativo de
Saúde, lotada na Secretaria Municipal de Saúde, com efeitos a partir de Acumulação de Cargos – Ofício nº 029/2017 – 6ª PmJP, Inquérito
03/05/2021 a 31/07/2021, referente ao quinquenio 20/06/2001 a Civil nº 022/2016, encaminhado pela Recomendação nº 002/2017):
20/06/2006, com amparo nos artigos 124 e 125 da Lei nº 140/69, do
Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Parnamirim.
PROTOCOLONº
INTERESSADO(A) CPF CARGO
MARA TATYANE GERMANO CÂMARA FONSECA PROCESSO Nº
Assessora Especial de Recursos Humanos DEOCLÉCIO
373916 250.962.XXX-
MARQUES DE MÉDICO
68/2017 XX
LUCENA FILHO

PORTARIA Nº 180/2021 – SEARH, de 05 de abril de 2021.


Na oportunidade, diante dos fatos identificados por esta Comissão, será
O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO E necessário:
RECURSOS HUMANOS, no uso de suas atribuições legais, com
1. PRESTAR ESCLARECIMENTOS, sob pena de
fundamento no Estatuto dos Servidores Públicos do Município de
suspensão dos vencimentos.
Parnamirim – Lei nº 140/69, no Decreto Municipal nº 5.834/17, assim
como, na Lei nº 8.112/90 e demais normas regentes, aqui utilizadas Parnamirim/RN, 13 de abril de 2021.
como legislação subsidiária, e;
Anderson Augusto da Silva Primo
Considerando as informações encaminhadas pela Comissão Mat. Nº 13467
15/04/2021 Permanente de Análise ao Acúmulo de Cargos
DiárioeOficial do Município
Avaliação de de Parnamirim/RN Página 5 de 22
DOM3315 Presidente da COPAC
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 6 de 22
DOM3315

fevereiro de 2021, do Município de Parnamirim/RN, Secretaria


Municipal de Administração e Recursos Humanos – SEARH, no uso de
suas atribuições legais, mediante a homologação de seus atos,
DECIDE:

ARQUIVAR o processo do(a) servidor(a) abaixo relacionado quanto à


COMISSÃO PERMANENTE DE ACÚMULO DE CARGO acumulação de cargos, tendo em vista análise, homologação e
transito em julgado administrativo do RECURSO, acompanhado
PÚBLICO - COPAC
EDITAL Nº 071/2021 em 13 de abril de 2021. ainda de parecer exarado pela Procuradoria Geral – PROGE, desta
Municipalidade, e acato do Secretário Municipal de Administração e
A COMISSÃO PERMANENTE DE ACÚMULO DE CARGO Recursos Humanos – SEARH, anexados aos autos deste processo:
PÚBLICO - COPAC, constituída pela Portaria nº 0957, de 19 de

PROTOCOLO Nº
INTERESSADO(A) CPF CARGO
PROCESSO Nº

373911 MARIA DE FÁTIMA CÉSAR


096.364.XXX-XX MÉDICO
64/2017 XAVIER

DECISÃO Nº 0057/2021

A COMISSÃO PERMANENTE DE ACÚMULO DE CARGO


Na oportunidade, comunicamos a COORDENADORIA DE GESTÃO PÚBLICO - COPAC, constituída pela Portaria nº 0957, de 19 de
DE PESSOAS - SEARH, que o(a) servidor(a) acima, está com sua fevereiro de 2021, do Município de Parnamirim/RN, Secretaria
declaração de acumulação de cargos devidamente apreciada por Municipal de Administração e Recursos Humanos – SEARH, no uso de
esta Comissão. suas atribuições legais, mediante a homologação de seus atos,
DECIDE:
Parnamirim/RN, 13 de abril de 2021.
ARQUIVAR os processos dos servidores abaixo relacionados quanto à
Anderson Augusto da Silva Primo
acumulação de cargos, tendo em vista análise, homologação e
Mat. Nº 13467 transito em julgado administrativo, acompanhados ainda de parecer
Presidente da COPAC exarado pela Procuradoria Geral – PROGE, desta Municipalidade, e
acato do Secretário Municipal de Administração e Recursos Humanos –
SEARH, anexados aos autos destes processos:
COMISSÃO PERMANENTE DE ACÚMULO DE CARGO
PÚBLICO - COPAC
EDITAL Nº 072/2021 em 13 de abril de 2021.

PROTOCOLO Nº
INTERESSADO(A) CPF CARGO
PROCESSO Nº
20202422061 JANILSON GOMES DA SILVA 077.564.XXX-XX PROFESSOR
DECISÃO Nº 0047/2021
381263 AGUINALDO VIEIRA DOS
009.575.XXX-XX GERENTE
313/2017 SANTOS JÚNIOR
DECISÃO Nº 0050/2021
390928 CRISTIANE DA SILVA VAN DER
021.072.XXX-XX TÉCNICO EM ENFERMAGEM
981/2017 LINDEN
DECISÃO Nº 0059/2021
374512 PATRÍCIA NOELLY DE MELO
032.829.XXX-XX AUXILIAR DE ENFERMAGEM
209/2017 COSTA
DECISÃO Nº 0060/2021

Na oportunidade, comunicamos a COORDENADORIA DE GESTÃO


DE PESSOAS - SEARH, que os servidores acima, estão com sua COMISSÃO PERMANENTE DE ACÚMULO DE CARGO
declaração de acumulação de cargos devidamente apreciada por PÚBLICO - COPAC
esta Comissão. EDITAL Nº 073/2021 em 13 de abril de 2021.

Parnamirim/RN, 13 de abril de 2021. A COMISSÃO PERMANENTE DE ACÚMULO DE CARGO


PÚBLICO - COPAC, constituída pela Portaria nº 0957, de 19 de
Anderson Augusto da Silva Primo fevereiro de 2021, do Município de Parnamirim/RN, Secretaria
15/04/2021 Mat. Nº 13467 Municipal
Diário Oficial do Município de Administração e Recursos Humanos – SEARH,Página
de Parnamirim/RN no uso de22
6 de
Presidente da COPAC DOM3315
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 7 de 22
DOM3315

suas atribuições legais, mediante a homologação de seus atos, acompanhados ainda de parecer exarado pela Procuradoria Geral –
DECIDE: PROGE, desta Municipalidade, e acato do Secretário Municipal de
Administração e Recursos Humanos – SEARH, anexados aos autos
DECLARAR LÍCITA a situação funcional dos servidores abaixo destes processos:
relacionados quanto à acumulação de cargos, tendo em vista análise,
homologação e transito em julgado administrativo do RECURSO,

PROTOCOLO Nº
INTERESSADO(A) CPF CARGO
PROCESSO Nº
391059
JOAS SILVA DA COSTA 355.274.XXX-XX TÉCNICO EM ENFERMAGEM
1040/2017
DECISÃO Nº 0043/2021
MARIA JURACI DE OLIVEIRA
201916336537 011.057.XXX-XX ENFERMEIRO – ESF
LIMA
DECISÃO Nº 0044/2021
THIAGO ROBERTO CAMAROTTI
20201635305 053.329.XXX-XX AUDITOR EM SERVIÇOS DE SAÚDE
COSTA DO REGO BARROS
DECISÃO Nº 0045/2021
390886 ABILENE FERREIRA DE
027.672.XXX-XX TÉCNICA EM ENFERMAGEM
946/2017 OLIVEIRA
DECISÃO Nº 0042/2021

A COMISSÃO PERMANENTE DE ACÚMULO DE CARGO


Na oportunidade, comunicamos a COORDENADORIA DE GESTÃO PÚBLICO - COPAC, constituída pela Portaria nº 0957, de 19 de
DE PESSOAS - SEARH, que os servidores acima, estão com sua fevereiro de 2021, do Município de Parnamirim/RN, Secretaria
declaração de acumulação de cargos devidamente apreciada por Municipal de Administração e Recursos Humanos – SEARH, no uso de
esta Comissão. suas atribuições legais, mediante a homologação de seus atos,
DECIDE:
Parnamirim/RN, 13 de abril de 2021.
DECLARAR LÍCITA a situação funcional dos servidores abaixo
Anderson Augusto da Silva Primo relacionados quanto à acumulação de cargos, tendo em vista análise,
Mat. Nº 13467 homologação e transito em julgado administrativo, acompanhados
Presidente da COPAC ainda de parecer exarado pela Procuradoria Geral – PROGE, desta
Municipalidade, e acato do Secretário Municipal de Administração e
Recursos Humanos – SEARH, anexados aos autos destes processos:
COMISSÃO PERMANENTE DE ACÚMULO DE CARGO
PÚBLICO - COPAC
EDITAL Nº 074/2021 em 13 de abril de 2021.

PROTOCOLO Nº
INTERESSADO(A) CPF CARGO
PROCESSO Nº
ROSELAYNE DA SILVA
20202422485 091.973.XXX-XX PROFESSOR DE MATEMÁTICA
BARBOSA
DECISÃO Nº 0046/2021
PROFESSOR DE ENSINO
20202422036 IZABELE FIRMINO CACHINA 059.749.XXX-XX
FUNDAMENTAL
DECISÃO Nº 0048/2021
CRISTINARA FERREIRA DOS PROFESSOR DE LÍNGUA
20202422494 036.300.XXX-XX
SANTOS PORTUGUESA
DECISÃO Nº 0052/2021
JACKECILENE LINDOLFO PROFESSOR DE ENSINO
201916336218 014.183.XXX-XX
BARBOSA FUNDAMENTAL
DECISÃO Nº 0049/2021
ADRIANO EDUARDO LÍVIO
20202422493 010.186.XXX-XX PROFESSOR DE GEOGRAFIA
ALVES
DECISÃO Nº 0054/2021
PATRÍCIA CAMILA MEDEIROS PROFESSOR DE ENSINO
20202422042 014.243.XXX-XX
DA CUNHA SILVEIRA FUNDAMENTAL
DECISÃO Nº 0053/2021
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 7 de 22
FRANCISCO DAS CHAGAS DOM3315
20202421991 009.804.XXX-XX PROFESSOR DE GEOGRAFIA
NASCIMENTO FERREIRA
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 8 de 22
DOM3315
NASCIMENTO FERREIRA
DECISÃO Nº 0055/2021

LOCAL E DATA: Extremoz/RN, 02 de fevereiro de 2021.


Na oportunidade, comunicamos a COORDENADORIA DE GESTÃO
DE PESSOAS - SEARH, que os servidores acima, estão com sua ASSINATURAS: José Eliê Ribeiro – Secretário Municipal de
declaração de acumulação de cargos devidamente apreciada por Educação de Extremoz / RN e Justina Iva de Araújo Silva –
esta Comissão. Secretária Municipal de Educação e Cultura de Parnamirim / RN.

Parnamirim/RN, 13 de abril de 2021.

Anderson Augusto da Silva Primo


Mat. Nº 13467
Presidente da COPAC

PORTARIA Nº 088/DAD/SESAD, de 15 de abril de 2021.


EXTRATO DO SEXTO TERMO ADITIVO AO CONTRATO
041/2018 - SEMEC. Processo Administrativo nº: A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE do município de
2021251127. CONTRATANTES: SECRETARIA MUNICIPAL DE Parnamirim/RN, no uso das atribuições legais que lhe são conferidas,
EDUCAÇÃO E CULTURA - SEMEC / CONSTRUTORA SOLARES de acordo com o Art. 67 da Lei Federal nº 8.666/93 e;
LTDA- CNPJ n.° 02.773.312/0001-63. OBJETO: Renova por 6 (seis)
meses o prazo de vigência do contrato de prestação de serviços de mão- Considerando a conclusão do PREGÃO ELETRÔNICO Nº 010/2020
de-obra sob regime de trabalhode 44 horas semaais para realizar que trata da aquisição de medicamentos injetáveis para atender as
limpeza, asseio e conservação das instalações físicas e mobiliárias da necessidades da Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF) do
Secretaria Municipal de Edcação e Cultura e das unidades educacionais Município de Parnamirim/RN, resultando na formalização do contrato
da Rede Pública Municipal. VIGÊNCIA: 01 de abril de 2021 à 31 de constante no quadro abaixo:
setembro de 2021. DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: Unidade -
02.061 - Secretaria Municipal de Educação e Cultura; Ações:
12.361.0010.2813 - Manutenção do Ensino Infantil - Demais
Profissionais. 12.365.0011.2811 - Manutenção do Ensino Fundamental Nº CONT. CONTRATADO
- Demais Profissionais, e 12.365.0011.2909 - Manutenção e
Funcionamento da Unidade. ELEMENTO DE DESPESA: 3.3.90.34 –
DISTRIBUIDORA DE MEDICAMENTOS PRÓ
Outras Despesas Desp. Pessoal Decor. Cont. Terceirização. FONTE:
096/2021 SAÚDE LTDA
11110000 – Receitas de Impostos e Transferências de Impostos -
CNPJ: 08.676.370/0001-55
Educação. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Art. 57, II, da Lei Federal
n° 8.666/93.

Parnamirim/RN, 31 de março de 2021. RESOLVE:

Justina Iva de Araújo Silva Art. 1º - Designar Cinthia Kaline Medeiros Rolim Viveiros, Mat.
Secretária Municipal de Educação e Cultura 6.851, CPF: 009.728.454-88 para, sem prejuízo de suas atribuições,
exercer a função de FISCAL dos contratos relacionados;

Art. 2º - Designar Rennie Lima Soares, Mat. 11.267, CPF nº


EXTRATO DO TERMO DE COOPERAÇÃO MÚTUA Nº 002 - 082.412.194-58 para, sem prejuízo de suas atribuições, exercer a
2021. função de FISCAL SUBSTITUTO dos contratos relacionados;

PARTÍCIPES: O Município de Extremoz /RN - Secretaria Municipal Art. 3º - Designar Tânia Mara da Silva Gouveia, Mat. 4.717, CPF nº
de Educação e o Município de Parnamirim/RN - Secretaria Municipal 490.711.652-72 para, sem prejuízo de suas atribuições, exercer a função
de Educação e Cultura. de GESTOR do contrato relacionado;

OBJETO: O presente Termo de Cooperação tem por finalidade regular Art. 4º - Ao FISCAL do contrato cabem as seguintes competências:
os critérios para a permuta/cessão de professores/servidores municipais,
Acompanhar a execução objeto do contrato, tendo em vista
estabelecendo relações mútuas entre a Secretaria Municipal de
garantir que estejam de acordo com as normas nele
Educação de Extremoz/RN e a Secretaria Municipal de Educação e
Cultura de Parnamirim /RN. estabelecidas;
Fiscalizar se a contratada mantém durante a vigência do
VIGÊNCIA: 02 (dois) anos, de 02.02.2021 a 02.02.2023. contrato, as condições de habilitação para contratar com a
Administração Pública apresentando, sempre que exigido, os
RECURSOS
15/04/2021 FINANCEIROS: O presente Termo de Cooperação não comprovantes de regularidade fiscal;
Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 8 de 22
envolve a transferência de recursos financeiros. DOM3315
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 9 de 22
DOM3315

Acompanhar o pagamento dos produtos efetivamente


fornecidos;
Prestar as informações e os esclarecimentos que venham a ser
solicitados pela contratada, durante o prazo de vigência do
contrato, facilitando a obtenção dos dados técnicos necessários
PREFEITURA DE PARNAMIRIM
à elaboração dos documentos imprescindíveis ao cumprimento
SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE
das obrigações assumidas pela contratada;
Autorizar o acesso dos empregados da contratada às instalações JUSTIFICATIVA DA EXCEPCIONALIDADE QUEBRA DE
da contratante, quando se fizer necessário, realização de ORDEM CRONOLÓGICA DE PAGAMENTO
entrega de materiais e/ou prestação de serviços;
Notificar a contratada, quando da ocorrência e/ou CONSIDERANDO o comando do Art. 5º, da Lei Federal nº 8.666/93,
anormalidades relacionadas com a execução do contrato, que que cada unidade da Administração, no pagamento das obrigações
resultem na inexecução parcial ou total do objeto do contrato, relativas a fornecimento de bens, locações, realizações de obras e
para que sejam adotadas as providências cabíveis; prestações de serviços, obedeça para cada fonte de recursos, a estrita
Rejeitar, no todo ou em parte, serviço ou fornecimento ordem cronológica das datas de suas exigibilidades, salvo quando
executado em desacordo com o contrato; presentes relevantes razões de interesse público e mediante prévia
Anotar em registro próprio todas as ocorrências relacionadas justificativa da autoridade competente, devidamente publicada;
com a execução do contrato, determinando o que for necessário
à regularização das faltas ou defeitos observados; CONSIDERANDO a regulamentação da obrigatoriedade de
observância da ordem cronológica de pagamentos, por meio da
Art. 5º - Ao GESTOR do contrato cabem as seguintes competências: Resolução n° 032/2016 – TCE, de 01 de Novembro de 2016;

Sugerir eventuais modificações contratuais; CONSIDERANDO que a referida resolução prevê em seu Art. 15,
Comunicar a falta de materiais e recusar o serviço se for o Inciso VI, a possibilidades de quebra da ordem cronológica de
caso, subsidiado pelas anotações do fiscal do contrato; pagamentos por relevante interesse público, mediante deliberação
Manter o(a) Secretário(a) da respectiva pasta, informado(a) de expressa e fundamentada do ordenador de despesas;
todas as ocorrências relativas ao contrato, com o auxílio do
Fiscal do contrato para adoção do procedimento administrativo CONSIDERANDO a previsão do §3º, Art. 15, do Decreto Municipal
próprio, quando ocorrer a inexecução parcial ou total do nº 6.048, de 18 de julho de 2019, que se considera relevante razão de
contrato nos termos dos Arts. 77 e 78, e atendidos os requisitos interesse público o pagamento de contrato cujo objeto seja
do Art. 87 da Lei nº 8.666/93. imprescindível para assegurar a integridade do patrimônio público ou
Assinar o Relatório de Acompanhamento da Execução dos para manter o funcionamento das atividades essenciais e finalísticas do
Serviços Contratados / Recebimento de Materiais, conforme Município ou de determinado órgão vinculado ao Poder Executivo
orientações da administração; Municipal, quando demonstrado o risco de descontinuidade da
prestação de um serviço público de relevância ou o de não
Art. 6º - Em respeito ao princípio da segregação de funções, o servidor cumprimento da missão institucional;
ora designado não se enquadra nas seguintes situações de impedimento:
CONSIDERANDO que o direito à saúde, Art. 196 da Constituição
Se responsável pela execução do próprio contrato; Federal, é um dos direitos fundamentais sociais, mostrando-se como
Figurar como pregoeiro ou ser membro de comissão de requisito indispensável para a própria cidadania;
licitação;
Possuir condição que enseje conflito de interesses que CONSIDERANDO que os pagamentos de algumas despesas que por
importem em óbice à designação como Gestor de Contrato. natureza e essencialidade não possam sofrer demora no pagamento, sob
pena de imediato dano ou risco de descontinuidade no regular
Art. 7º - Na ausência justificada do fiscal ou gestor do contrato, o chefe desenvolvimento da atividade fim desta Pasta de Saúde;
imediato ou Coordenador do setor encontra-se autorizado a atestar as
notas fiscais / faturas, devendo este estar ciente da prestação do serviço CONSIDERANDO que o Contrato nº 060/2021 formalizado entre a
/ recebimento do material. Secretaria Municipal de Saúde e a empresa JOAQUIM F. NETO
EIRELI, inscrita no CNPJ sob nº 40.783.060/0001-42, que tem por
Art. 8º - A função de fiscal de contrato administrativo não será objeto a aquisição de material de limpeza para atender as necessidades
remunerada, ficando a função de gestor de contrato administrativo da Secretaria Municipal de Saúde de Parnamirim/RN;
orientada pela Lei Municipal nº 164 de 19 de dezembro de 2019;
CONSIDERANDO que a Secretaria Municipal de Saúde, é
Art. 9º - Esta portaria entra em vigor, a partir de sua publicação no encarregada de atuar na prestação de serviços públicos do SUS,
Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN, com efeitos retroativos trabalhando e cuidando da saúde da população, e com o advento
ao início da vigência do referido contrato. internacional da pandemia da COVID-19, faz-se necessário realizar a
aquisição de insumos de prevenção, higiene e limpeza, para proteção da
TEREZINHA GUEDES RÊGO DE OLIVEIRA população e principalmente dos profissionais da saúde, suprindo assim
Secretária Municipal de Saúde as necessidades constantes de asseio e salubridade das unidades básicas
e serviços de referência da SESAD, proporcionando assim a
continuidade e a ampliação na prestação dos serviços dos mesmos,
caracterizando o relevante interesse público, e admitindo-se nesse caso
a quebra da ordem cronológica, na forma da legislação citada;

AUTORIZO a quebra da ordem cronológica de pagamento da NOTA


15/04/2021
FISCAL DE Nº 1836 referente ao processo de número 2021285901.
Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 9 de 22
DOM3315
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 10 de 22
DOM3315

Parnamirim/RN, 15 de abril de 2021. g. Rejeitar, no todo ou em parte, serviço ou fornecimento


executado em desacordo com o Contrato;
TEREZINHA GUEDES RÊGO DE OLIVEIRA h. Anotar em registro próprio todas as ocorrências relacionadas
Secretária Municipal de Saúde com a execução do Contrato, determinando o que for
necessário à regularização das faltas ou defeitos observados;
a. Manter o Secretário Municipal da Administração e dos
Recursos Humanos informado de todas as ocorrências relativas
ao Contrato, para doção do procedimento administrativo
próprio, quando ocorrer a inexecução parcial ou total do
Contrato, nos termos dos Arts. 77 e 78, e atendidos os
requisitos do Art. 87 e seguintes, todos da Lei de Licitações.

Art. 3°- A atribuição do Fiscal de Contrato não será remunerada, nem


poderá ser recusada, salvo nos casos de impedimento legal.
PORTARIA N° 020/2021 - SEMUR
Art. 4º- Esta portaria retroage seus efeitos a vinte de março de dois mil
Parnamirim/RN, 12 de Abril de 2021.
e vinte e um.
A Secretaria Municipal do Meio Ambiente e do Desenvolvimento
MARIA DE FÁTIMA ALENCAR CABRAL
Urbano - SEMUR, no uso de suas atribuições legais, e de acordo com
Secretária Municipal do Meio ambiente e do Desenvolvimento Urbano
o Art. 67 da Lei Federal n° 8.666/93, RESOLVE:

Art. 1°- Designar o Servidor FLÁVIO CÉSAR SANTOS


CAVALCANTE, matrícula N° 14308 para, sem prejuízo de suas
atribuições, exercer a função de FISCAL DO CONTRATO abaixo
listado, celebrado pela Prefeitura Municipal de Parnamirim, através da
Secretaria Municipal do Meio Ambiente e do Desenvolvimento
Urbano – SEMUR:

CONTRATO RESOLUÇÃO CMS nº 049, DE 26 DE MARÇO DE 2021


EMPRESA OBJETO

Empresa especializada O Plenário do Conselho Municipal de Saúde de Parnamirim/RN,
na prestação de serviços em sua 14ª Reunião Extraordinária, realizada no dia 26 de março de
de gerenciamento do 2021, no uso de suas competências regimentais e atribuições conferidas
TRIVALE
abastecimento da frota pela Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, pela Lei nº 8.142, de 28
ADMINISTRAÇÃO
de veículos pertecentes a de dezembro de 1990 e pela Lei complementar nº 179, de 21 de
001/2021 LTDA
SEMUR, contidas no dezembro de 2020,
CNPJ n° 00.604.122/0001-
Processo Administrativo
97 RESOLVE:
n° 20202416595 -
Pregão Eletrônico nº
Aprovar o Regimento Interno do Conselho Municipal de Saúde de
27/2020.
Parnamirim/RN.
Art. 2°- O Fiscal do Contrato possui competência para:
CARLOS JOSÉ MENEZES DE SÁ BARRETO
Presidente do Conselho Municipal de Saúde
a. Acompanhar a execução objeto do Contrato, tendo em vista
garantir que estejam de acordo com as normas nele
estabelecidas;
b. Fiscalizar se a Contratada mantém durante a vigência do Homologo a Resolução CMS nº 049, de 26 de março de 2021, nos
Contrato, as condições de habilitação para contratar com a termos do Anexo I.
Administração Pública, apresentando sempre que exigido os
comprovantes de regularidade fiscal;
c. Acompanhar o pagamento dos produtos efetivamente
fornecidos; TEREZINHA GUEDES RÊGO DE OLIVEIRA
d. Prestar as informações e os esclarecimentos que venham m a Secretária Municipal de Saúde
ser solicitados pela CONTRATADA, durante o prazo de
vigência do Contrato, facilitando a obtenção dos dados técnicos
necessários à elaboração dos documentos imprescindíveis ao
ANEXO I da Resolução CMS nº 049, de 26 de março de 2021
cumprimento das obrigações assumidas pela CONTRATADA;
e. Autorizar o acesso dos empregados da CONTRATADA às REGIMENTO INTERNO DO CONSELHO MUNICIPAL DE
instalações da CONTRATANTE, sempre que se fizer SAÚDE DE PARNAMIRIM/RN
necessário, exclusivamente para o fornecimento do material;
f. Notificar à CONTRATADA, quando da ocorrência e/ou
anormalidades relacionadas com a execução do Contrato, que
resultem na inexecução parcial ou total do objeto do Contrato, Capítulo I - Do Conselho Municipal de Saúde
15/04/2021 para que sejam adotadas as providências cabíveis;
Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 10 de 22
DOM3315
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 11 de 22
DOM3315

Art. 1º O Conselho Municipal de Saúde de Parnamirim/RN – CMS, III – Vinte e cinco por cento (25%) representantes de entidades
órgão colegiado de caráter permanente e deliberativo, integrante da de prestadores de serviços de saúde e da gestão do SUS, todos
estrutura regimental da Secretaria Municipal de Saúde, conforme indicados pelos seus respectivos dirigentes.
determinação do inciso III do art. 198 da Constituição Federal, da Lei
nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, e da Lei nº 8.142, de 28 de a) 1 (um) representante titular da Secretaria Municipal
dezembro de 1990, Lei Complementar 179, de 21 de dezembro de de Saúde, devendo prioritariamente ser o/a próprio/a
2020, é composto por representantes do governo, dos prestadores de Secretário/a Municipal da Saúde ou alguém por ele/a
serviços, dos profissionais de saúde e dos usuários, cujas decisões, indicado e um suplente;
quando consubstanciadas em resoluções, são homologadas pelo b) 1 (um) representante titular e suplente, da Secretaria
Secretário/a Municipal de Saúde. Municipal de Assistência Social, Habitação e
Regularização Fundiária, indicados pela respectiva
Art. 2° O CMS Parnamirim/RN, tem por finalidade atuar na Pasta;
formulação e no controle da execução da Política Municipal de Saúde, c) 1 (um) representante titular e suplente, da Secretaria
inclusive nos aspectos econômicos e financeiros, nas estratégias e na Municipal de Educação, indicados pela respectiva
promoção do processo de controle social em toda a sua amplitude, no Pasta.
âmbito dos setores público e privado. d) 1 (um) representante titular e um suplente das
entidades de prestadores de serviços de saúde Público
Art. 3º Para efeito de aplicação deste Regimento definem-se como: ou Privado;
e) 1 (um) representante titular e um suplente do Núcleo
I. - Entidades e Movimentos Sociais de Usuários do Sistema RN do Ministério da Saúde.
Único de Saúde – SUS aqueles que tenham atuação e
representação estadual, ou municipal em, pelo menos, três § 1º – Somente os órgãos, as entidades e os
Regiões de Saúde do RN (entidade estadual) ou, em pelo movimentos sociais organizados com base
menos, um Distrito Sanitário de Saúde. de acordo com a municipal e ou estadual podem indicar
divisão regional adotada pelo município, (entidade municipal); representantes para os fins expressos no caput
II. - Entidades Estadual ou Municipal de Profissionais de Saúde, deste artigo.
aquelas que tenham atuação e representação em, pelo menos,
três Regiões de Saúde do RN (entidade estadual) ou em pelo § 2º – Os representantes, respeitada a
menos, um Distrito Sanitário de Saúde de acordo com a divisão autonomia dos procedimentos de suas
regional adotada pelo município (entidade municipal), vedada a escolhas pelos respectivos órgãos, entidades
participação de entidades de representantes de especialidades ou movimentos sociais e as normas
profissionais; estabelecidas por essa lei, terão suas
III. - Entidades estadual (com atuação no município) e municipal indicações encaminhadas à presidência do
de prestadores de serviços de saúde - aquelas que congreguem Conselho Municipal de Saúde, acompanhadas
hospitais, estabelecimentos e serviços de saúde privados, com de ofício, ou da ata da reunião, em que se
ou sem fins lucrativos, e que tenham atuação e representação processou a respectiva escolha.
em, pelo menos, três Regiões de Saúde do RN (prestador
estadual), ou, em pelo menos, um Distrito Sanitário de Saúde § 3º – A nomeação dos representantes
de acordo com a divisão regional adotada pelo município, indicados na forma deste artigo, será efetuada
(prestador municipal); e no prazo de dez dias corridos, a contar da data
da eleição, devendo, ainda, ser realizada a
Parágrafo único. Consideram-se colaboradores do CMS devida publicidade oficial.
Parnamirim/RN, as universidades e as demais entidades de
âmbito municipal, representativas de profissionais e usuários Art. 5º A representação dos órgãos, das entidades e dos movimentos
de serviços de saúde. sociais inclui um membro titular e suplente, vinculados, ainda que não
sejam da mesma entidade ou órgão.

Parágrafo único. Na presença do membro titular, o membro


Seção I - Da Composição e da Organização suplente não terá direito a voto nas reuniões.

Art. 4º O CMS Parnamirim/RN, é composto por vinte membros Art. 6º Os representantes indicados pelas entidades e pelos
titulares e vinte suplentes, sendo: movimentos sociais dos usuários do SUS, pelas entidades de
profissionais de saúde e comunidade científica, pelas entidades
I – Cinquenta por cento (50%) de representantes de entidades e empresariais com atividades na área da saúde e pelas entidades dos
movimentos sociais de usuários do Sistema Único de Saúde, prestadores de serviços de saúde, todas eleitas, terão o mandato de 3
eleitos em processo eleitoral direto; (três) anos, permitida apenas uma recondução.

II – Vinte e cinco por cento (25%) de representantes de § 1° Será dispensado, automaticamente, o/a
entidades de profissionais de saúde, eleitos em processo conselheiro/a que deixar de comparecer a três
eleitoral direto; reuniões consecutivas ou a seis reuniões
intercaladas, sem justificativa, por escrito, no
1. Cinco entidades titulares e cinco suplentes, ou
período de um ano civil, sendo a entidade
representações classistas (Conselhos de Classe,
representada orientada a nomear um/a novo/a
Associações, Federações ou Sindicatos) que representante dentro do prazo de 5 dias úteis;
representem categorias de profissionais de saúde.
§ 2º As justificativas de ausências deverão ser
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 11 de 22
DOM3315 apresentadas por via física ou eletrônica na
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 12 de 22
DOM3315

Secretaria-Executiva do Conselho Municipal II. - Estabelecer diretrizes à serem observadas na elaboração dos
de Saúde até quarenta e oito horas, após a planos de saúde, em razão das características epidemiológicas e
reunião. da organização dos serviços;
III. - Aprovar os critérios e os valores para remuneração de
§ 3º Fica a cargo das entidades ou dos serviços e os parâmetros de cobertura de assistência;
movimentos sociais a indicação dos IV. - Propor critérios para a definição de padrões e parâmetros
respectivos representantes para o exercício do assistenciais;
mandato, bem como a sua substituição, a V. - Acompanhar e controlar a atuação do setor privado da área da
qualquer tempo, excetuando-se os casos saúde, credenciado mediante contrato ou convênio;
previstos nos § 1º e 3º deste artigo. VI. - Acompanhar o processo de desenvolvimento e incorporação
científica e tecnológica na área de saúde, visando à observação
§ 4º A recondução de que trata o caput deste de padrões éticos compatíveis com o desenvolvimento sócio-
artigo somente se aplica aos membros cultural do Município; e
representantes das entidades ou dos VII. - Fortalecer a participação e o controle social no SUS.
movimentos sociais que tiverem sido reeleitos.

Art. 7º O CMS Parnamirim/RN tem a seguinte organização:


Subseção II - Do Plenário
I - Plenário;
Art. 11º Compete ao Plenário do CMS Parnamirim/RN:
II- Mesa Diretora
I. - Dar operacionalidade às competências do CMS descritas no
III - Comissões. art. 10º deste
§ 1º O CMS Parnamirim/RN poderá contar
Regimento;
com Grupos de Trabalho, instituídos na forma
deste Regimento, os quais fornecerão II. - Deliberar sobre os modelos de atenção à saúde da população
subsídios de ordem política, técnica, e de gestão do SUS;
administrativa, econômico-financeira e III. - Definir prioridades, métodos e estratégias para a formação e
jurídica, podendo ter a participação de educação permanente dos trabalhadores, gestores, prestadores
conselheiros e colaboradores que não integrem de serviços e usuários do SUS;
a composição do Conselho. IV. - Aprovar a proposta setorial da saúde, no Plano Plurianual, Lei
de Diretrizes Orçamentárias e no Orçamento Geral do
§ 2º O CMS Parnamirim/RN conta, também, Município, após análise anual dos planos de metas,
com uma Secretaria-Executiva como suporte compatibilizando-a com os planos de metas previamente
técnico-administrativo às suas atribuições. aprovados, observado o princípio do processo de planejamento
e orçamento ascendente;
Art. 8º O Plenário do CMS Parnamirim/RN é o fórum de deliberação
V. - A qualquer tempo, criar, modificar, suspender
plena e conclusiva, configurado por reuniões ordinárias e
temporariamente as atividades e extinguir Comissões
extraordinárias, de acordo com requisitos de funcionamento
Intersetoriais, integradas pelas secretarias, órgãos competentes
estabelecidos neste Regimento.
e por entidades, instituições e movimentos
Art. 9º A Mesa Diretora do CMS Parnamirim/RN observará, no estaduais/municipais representativos da sociedade civil e
desenvolvimento do seu trabalho, os seguintes princípios e diretrizes: Grupos de Trabalho compostos por Conselheiros do CMS
Parnamirim/RN, por maioria qualificada de votos dos
I. – O exercício da democracia, da transparência, da cooperação, conselheiros;
da solidariedade, do respeito às diferenças e diferentes na busca VI. - Deliberar sobre propostas de normas básicas municipais para
da Equidade; operacionalização do SUS;
II. - A valorização do CMS Parnamirim/RN para o fortalecimento VII. - Estabelecer diretrizes gerais e aprovar parâmetros municipais
e a integração do Controle Social nas três instâncias de quanto à política de recursos humanos para a saúde;
governo, observando padrões éticos necessários ao VIII. - Definir diretrizes e fiscalizar a movimentação e aplicação dos
desenvolvimento sócio-cultural do município; e recursos financeiros do SUS, em âmbito municipal, com base
III. - O respeito e o fortalecimento aos princípios e diretrizes no cumprimento dos percentuais definidos na legislação
norteadores do SUS. vigente sobre o tema;
IX. - Aprovar a organização e as normas de funcionamento da
Conferência Municipal de Saúde, reunida ordinariamente a
cada quatro anos, e convocá-la extraordinariamente, se
Seção II - Das Competências necessário, na forma prevista pela Lei nº 8.142, de 28 de
Subseção I - Do Conselho Municipal de Saúde de Parnamirim/RN dezembro de 1990;
X. - Incrementar e aperfeiçoar o relacionamento sistemático com
os poderes constituídos, o Ministério Público, o Judiciário, a
Câmara Municipal e a mídia, bem como com setores relevantes
Art. 10º Compete ao CMS Parnamirim/RN:
não representados no Conselho;
I. - Atuar na formulação de estratégias e no controle da execução XI. - Definir ações de integração com outros conselhos setoriais
da Política Municipal de Saúde, na esfera do Governo com o propósito de cooperação mútua e de estabelecimento de
Municipal, inclusive nos aspectos econômicos e financeiros; estratégias comuns para o fortalecimento do sistema de
15/04/2021 participação e controle social;
Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 12 de 22
DOM3315
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 13 de 22
DOM3315

XII. - Decidir sobre impasses ocorridos nos Conselhos Locais de VII. - Decidir, quando necessário, pelo convite a especialistas,
Saúde na condição de instância recursal; visando a esclarecimentos de assuntos, matérias e informações
XIII. - Aprovar a indicação do nome do/a Secretário/a-Executiva do referentes a temas de interesse do CMS;
CMS Parnamirim/RN, bem como solicitar ao/a Secretário/a de VIII. - Receber da Secretaria-Executiva do CMS Parnamirim/RN
Saúde a sua substituição diante de situações que a justifiquem, matérias, processos, denúncias, pareceres e sugestões, inclusive
ambas por deliberação da maioria absoluta do Plenário do os provenientes do Conselho Nacional, Estadual e Locais de
CMS; Saúde, para análise e encaminhamentos cabíveis;
XIV. - Deliberar acerca de instruções e ações que favoreçam o IX. - Encaminhar e monitorar as deliberações do Plenário,
exercício das atribuições legais dos Conselhos Locais e garantindo o cumprimento dos prazos fixados por este;
Municipal de Saúde; X. - Articular-se com os Coordenadores das Comissões e dos
XV. - Deliberar ações para divulgação do CMS Parnamirim/RN nos Grupos de Trabalho visando atender às deliberações do
meios próprios de comunicação social, sem prejuízo das Plenário, assim como receber os resultados dos trabalhos para
normas estabelecidas pela Assessoria de Comunicação Social - ser enviados ao CMS, garantindo os prazos fixados;
ASCOM; XI. - Proceder à seleção de temas para a composição da pauta das
XVI. - Eleger o Presidente e o Vice-presidente do CMS, bem como Reuniões Ordinárias e das Reuniões Extraordinárias do CMS,
os demais membros da Mesa Diretora; priorizando aquelas deliberadas em reunião anterior,
XVII. - Elaborar e aprovar o Regimento Eleitoral da eleição das observando os seguintes critérios, estabelecidos pelo Pleno,
entidades e dos movimentos sociais dos usuários do SUS, das que levam em consideração a:
entidades de profissionais de saúde, das entidades de
prestadores de serviços de saúde, no prazo de sessenta dias a. pertinência (inserção clara nas atribuições legais do Conselho);
anteriores à data estabelecida para as eleições, de acordo com a b. relevância (inserção nas prioridades temáticas definidas pelo
Resolução CES nº 186 de 04 de fevereiro de 2015; e Conselho);
XVIII. - Aprovar representação junto ao Ministério Público quando as c. tempestividade (inserção no tempo oportuno e hábil);
competências e decisões do Conselho forem desrespeitadas ou d. precedência (ordem da entrada da solicitação);
ocorrer ameaça de grave lesão à saúde pública, por maioria
qualificada de votos. XII. - Tomar outras providências, visando ao cumprimento de suas
atribuições;
XIII. - Cumprir e fazer cumprir o Regimento Interno do CMS,
submetendo os casos omissos à apreciação do Plenário; e
a. entende-se por maioria simples o número inteiro XIV. - Convocar reuniões com os Coordenadores e Coordenadores
imediatamente superior à metade dos membros presentes; Adjuntos das Comissões, aprovadas previamente pelo Plenário
e constantes na LC nº 179/2020.
b. entende-se por maioria absoluta o número inteiro
imediatamente superior à metade do total de membros do
Conselho; e
c. entende-se por maioria qualificada 2/3 (dois terços) do total Seção III - Das Atribuições –
dos membros do Conselho. Subseção I - Do Presidente

Art. 13º São atribuições do Presidente do CMS Parnamirim/RN:

Subseção III - Da Mesa Diretora I. - Convocar e coordenar as Reuniões Ordinárias e


Extraordinárias do CMS;
Art. 12º Compete à Mesa Diretora: II. - Representar o CMS em suas relações internas e externas;
III. - Estabelecer interlocução com órgãos da Secretaria Municipal
I. - Articular, junto ao Poder Executivo, as condições necessárias de Saúde e demais órgãos do governo e com instituições
para o pleno funcionamento do CMS Parnamirim/RN, públicas ou entidades privadas, com vistas ao cumprimento das
incluindo a execução do planejamento e o monitoramento das deliberações do CMS;
ações; IV. - Representar o CMS junto ao Ministério Público, quando as
II. - Promover articulações políticas com órgãos e instituições, atribuições e deliberações do CMS ou assuntos relativos ao
internos e externos, com vistas a garantir a intersetorialidade do direito à saúde forem desrespeitados ou ocorrer ameaça de
controle social e a articulação com outros conselhos de grave lesão à saúde pública, desde que aprovado por, no
políticas públicas com o propósito de cooperação mútua e de mínimo, a maioria qualificada dos seus membros;
estabelecimento de estratégias comuns para o fortalecimento da V. - Assinar as Resoluções aprovadas pelo Plenário;
participação da sociedade na formulação, implementação e no VI. - Decidir, ad referendum, acerca de assuntos emergenciais,
controle das políticas públicas; quando houver impossibilidade de consulta ao Plenário,
III. - Elaborar e encaminhar ao Plenário do CMS relatórios submetendo o seu ato à deliberação do Plenário em reunião
mensais sucintos das suas atividades, assim como submeter, subsequente;
anualmente, ao Plenário, relatório de gestão; VII. - Expedir atos decorrentes de deliberações do CMS;
IV. - Responsabilizar-se pelo acompanhamento da execução VIII. - Convocar e coordenar as reuniões da Mesa Diretora;
orçamentária do CMS Parnamirim/RN e sua prestação de IX. - Delegar atribuições a outros representantes da Mesa Diretora
contas ao Plenário; e Demais Conselheiros, sempre que se fizer necessário;
V. - Responsabilizar-se pelo encaminhamento de todas as matérias X. - Promover o pleno acesso às informações relevantes para o
para deliberação do CMS; SUS para fins de deliberação do Plenário; e
VI. - Analisar o relatório de frequência dos Conselheiros nas XI. - Cumprir e fazer cumprir o Regimento Interno, submetendo os
reuniões do CMS para deliberação do Plenário e demais casos omissos à apreciação do Plenário.
15/04/2021 providências regimentais; Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 13 de 22
DOM3315
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 14 de 22
DOM3315

Subseção II - Do Vice-presidente deverá ser comunicada à Mesa no decorrer da


reunião.
Art.14º São atribuições do Vice-presidente do CMS Parnamirim/RN:
§7º Em caso de ausência, tanto do titular
I – Substituir o Presidente em suas respectivas ausências ou quanto do suplente, dever-se-á apresentar à
renúncias; Secretaria-Executiva justificativa por via física
ou eletrônica, até 48 (quarenta e oito) horas
II – Auxiliar e colaborar com o presidente, sempre que após a reunião.
demandado for;
§8º As reuniões do CMS Parnamirim podem
ocorrer por meio presencial, remoto ou misto,
da maneira como a Mesa Diretora avaliar que
Subseção III - Dos Conselheiros
seja mais condizente com o momento.
Art. 15º São atribuições dos/as Conselheiros/as:
Art. 16º As Reuniões Ordinárias e Extraordinárias do CMS serão
I. - Zelar pelo pleno e total desenvolvimento das ações do CMS; presididas pelo Presidente e, no seu impedimento, pelo Vice-presidente,
II. - Estudar e relatar, nos prazos preestabelecidos, matérias que ou por um membro da Mesa Diretora ou um Conselheiro por ele
lhes forem distribuídas, podendo valer-se de assessoramento designado.
técnico e administrativo;
Parágrafo único. O Plenário poderá indicar, para presidir a
III. - Apreciar as matérias submetidas ao CMS para votação;
reunião, um Conselheiro não integrante da Mesa Diretora,
IV. - Apresentar Moções, Recomendações, Resoluções ou outras
quando avaliar que a especificidade do assunto a ser tratado
proposições sobre assuntos de interesse da saúde;
assim justificar.
V. - Requerer votação de matéria em regime de urgência;
VI. - Acompanhar e verificar o funcionamento dos serviços de Art.17º A pauta da Reunião Ordinária ou Extraordinária será elaborada
saúde no âmbito do SUS, dando ciência ao Plenário quando
pela Mesa Diretora, remetida para os/as Conselheiros/as com, no
necessário;
mínimo, cinco dias de antecedência e composta por:
VII. - Apurar denúncias sobre matérias afetas ao CMS,
apresentando relatório da missão, sem prejuízo das I. - Aprovação da ata da reunião anterior;
competências dos demais órgãos da Administração Pública; II. - Expediente no qual devem constar os informes, as indicações
VIII. - Desempenhar outras atividades necessárias ao cumprimento e o relatório da reunião da Mesa Diretora;
de suas atribuições e do funcionamento do CMS; III. - Ordem do dia na qual devem constar os temas previamente
IX. - Pedir vistas em assuntos submetidos à análise do CMS, definidos e preparados pela Mesa Diretora, para apresentação e
quando julgar necessário; e debate, explicitando os que serão objeto de deliberação; e
X. - Representar o CMS perante as instâncias e fóruns da IV. - Encerramento.
sociedade e do governo quando for designado pelo Plenário.
Art.18º A ata da reunião anterior será remetida com antecedência
mínima de cinco dias Aos/às Conselheiros/as, dispensada a sua leitura
em Plenário.
Seção IV - Do Funcionamento
Art.19º Aprovada a ata, o Plenário iniciará seus trabalhos apreciando a
Art. 15 O CMS Parnamirim/RN reunir-se-á, ordinariamente, doze
matéria do expediente e, em seguida, a ordem do dia.
vezes por ano e, extraordinariamente, de ofício, por convocação do
Presidente ou por deliberação do Plenário, a requerimento de qualquer
Conselheiro.
Subseção I - Do Expediente
§ 1º O calendário do ano subsequente será
definido na Reunião Ordinária ou Art. 20º O expediente destina-se ao tratamento de:
Extraordinária do mês de dezembro.
I. -Comunicações da Secretaria-Executiva;
§ 2º O quórum de instalação do Conselho é de II. - Pedidos de licença e justificação de faltas dos Conselheiros;
maioria absoluta. III. - Pedidos de inclusão de matéria na ordem do dia da próxima
Reunião Ordinária do CMS;
§ 3º Cada membro terá direito a um voto. IV. - Pedido de inclusão, na ordem do dia, de assunto emergencial,
devidamente justificado e aprovado por maioria;
§ 4º A qualquer momento, poderá ser V. - Apresentação de convidados, bem como de novos/as
solicitada a verificação de quórum e, não conselheiros/as ao Plenário; e
havendo, a reunião será suspensa, VI. - Manifestação ou pronunciamento dos/as conselheiros/as
temporariamente, até o restabelecimento do inscritos para falar, depois de esgotados os assuntos referidos
quórum ou, definitivamente, quando não for nos incisos I a V deste artigo.
possível a recuperação do quórum mínimo
previsto no § 2º deste artigo. §1º Os informes não comportam discussão e
votação, mas somente esclarecimentos,
§5º O Plenário do CMS é composto por vinte devendo o/a conselheiro/a que desejar
membros vinte titulares e vinte suplentes. apresentar informe inscrever-se no momento
em que for aberto este ponto durante a
§6º Em caso de ausência, o titular será
15/04/2021 Diário reunião.
substituído pelo suplente, e aOficial do Município de Parnamirim/RN
substituição Página 14 de 22
DOM3315
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 15 de 22
DOM3315

§2° Não se tratará, no Expediente, de que aprovadas pelo Plenário, sendo notificada
nenhuma matéria constante da ordem do dia. a alteração de pauta e distribuído material
sobre o assunto aos/às conselheiros/as.

Art. 23 O/A coordenador/a da sessão plenária, por sua iniciativa ou em


Subseção II - Da Ordem do Dia atendimento a pedido de qualquer conselheiro/a, sempre mediante
justificativa aceita pelo Plenário, poderá declarar prejudicada a matéria
Art.21º A ordem do dia é a fase da reunião destinada à apresentação, pendente de deliberação do CMS, retirando-a de pauta, antes de
debate e deliberação de temas, conforme o caso, devendo constar de concluída a discussão, nas seguintes condições:
cada tema pautado a respectiva indicação da condição do caso.
I. - Por haver perdido a oportunidade;
§1º Deverão constar da ordem do dia, II. - Em virtude de decisão anterior do Plenário sobre a matéria;
preferencialmente, matérias que já tenham
ou
sido apreciadas pela comissão permanente
III. - Por força de fato superveniente.
pertinente ao assunto, ou por conselheiro/a-
relator/a designado/a pelo Plenário ou pela § 1º Mediante justificação aceita pelo
Mesa Diretora. Plenário, qualquer matéria poderá ser retirada
de pauta para reestudo ou instrução
§2º Para cada tema será destinado um tempo complementar, por iniciativa do/a Presidente
preestabelecido cuja duração definirá o ou a pedido de qualquer conselheiro/a.
número de conselheiros/as inscritos para
intervenção. § 2º A matéria retirada de pauta nos termos do
§ 1º deste artigo deverá retornar ao Plenário na
§3º Cada conselheiro/a inscrito disporá de primeira Reunião Ordinária seguinte e a sua
tempo previamente acordado para sua não inclusão na ordem do dia será justificada
intervenção, sendo que a ré-inscrição só será pela Secretária-Executiva do CMS ou por
concedida se o tempo destinado ao tema assim seu/sua Presidente, cabendo ao Plenário
o permitir, havendo precedência de novas decidir sobre a prorrogação de prazo.
inscrições sobre as ré-inscrições.

§4° Caso a discussão de um tema não seja


concluída no tempo preestabelecido, o tema Subseção III - Do Pedido de Vista
será automaticamente remetido para a próxima
reunião, exceto se o Plenário entender que o Art. 24º Apresentado o tema, qualquer conselheiro/a poderá pedir vista
assunto tratado é de extrema relevância e/ou para melhor avaliação do ponto de pauta, cabendo ao/à conselheiro/a
urgência que não permita o seu adiamento, ser relator/a do processo, remetendo-se a discussão sobre o tema para a
devendo, nesse caso, ser retirado de pauta e Reunião Ordinária subsequente, conforme calendário aprovado no § 1º
remetido para outro momento durante a do art. 15 deste Regimento.
reunião, destinando tempo necessário para a
conclusão da discussão. § 1º Ocorrendo o pedido de vista da matéria,
a discussão ficará suspensa automaticamente.
Art. 22 As matérias da ordem do dia são aquelas aprovadas pelo
Plenário para a agenda anual ou na reunião anterior, cabendo à Mesa
Diretora a inclusão de outras julgadas de relevante interesse e aquelas § 2º A matéria retirada da ordem do dia, em
resultantes de estudos promovidos pelas Comissões ou Grupo de virtude de pedido de vista, será devolvida à
Trabalho. Secretaria-Executiva até sete dias antes da
reunião subsequente, para ser disponibilizada
§ 1º As propostas de matérias pautadas, após o ao CMS, acompanhada do parecer emitido
processo de exame prévio preparatório da pelo/a conselheiro/a que pediu vista.
Mesa Diretora, serão encaminhadas aos/às
conselheiros/as, por escrito ou via e-mail, com § 3º Havendo pedido de vista, o/a Presidente
antecedência mínima de cinco dias e, no dia da consultará o Plenário quanto ao interesse de
reunião, apresentadas ao Pleno, seguindo-se à mais algum/a conselheiro/a utilizar-se do
discussão e, quando for o caso, à deliberação. mesmo direito, uma vez que não haverá novo
pedido de vista.
§ 2° Cabe à Secretaria-Executiva a preparação
de cada tema pautado na ordem do dia § 4º Quando mais de um/a conselheiro/a pedir
definida pela Mesa Diretora, com documentos vista de uma matéria, o prazo para
e informações disponíveis, inclusive destaques apresentação dos pareceres será o mesmo
aos pontos recomendados para deliberação, a previsto no §2º deste artigo, devendo a
serem distribuídos pelo menos uma semana Secretaria Executiva fornecer o material
antes da reunião, sem o que, salvo a critério do disponível para a elaboração dos seus
Plenário, não poderá ser votado. pareceres.

§ 3º As matérias relevantes, com caráter de § 5º O/A conselheiro/a perde o direito de


urgência, supervenientes à elaboração da apresentação e apreciação do seu parecer, nas
15/04/2021 pauta, poderão constar da Diário
ordemOficial
do dia,dodesde
Município de Parnamirim/RN seguintes situações: Página 15 de 22
DOM3315
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 16 de 22
DOM3315

I - Não cumprimento do prazo estabelecido no §2º deste artigo; Plenária, antes do processo de votação, sendo concedido tempo
e máximo de três minutos para manifestação.

II - Não comparecimento na reunião designada para tal fim.

§ 6º É vedado ao/à conselheiro/a relator/a Subseção IV - Do Aparte


designar a outro/a a apresentação do seu
parecer. Art. 31º Considera-se aparte a interrupção da intervenção de um/a
conselheiro/a para indagação ou esclarecimento relativo à matéria em
discussão, não podendo o/a conselheiro/a ultrapassar um minuto.

Seção V - Da Condução dos Trabalhos no Plenário § 1º O/A conselheiro/a só poderá apartear se


houver permissão do/a orador/a.
Art. 25º Matérias sujeitas à deliberação podem ser objeto de
esclarecimentos, encaminhamentos e defesa. § 2º O aparte está incluído no tempo
estabelecido ao/à conselheiro/a.
Parágrafo único. As matérias não sujeitas à deliberação
admitem apenas questões de encaminhamento e § 3º Não será permitido aparte nas seguintes
esclarecimento, cabendo ao/à Coordenador/a da Sessão situações: I - por ocasião da apresentação do
Plenária alertar os/as conselheiros/as quando estiverem expediente;
utilizando indevidamente as formas de intervenções previstas.
II. - Em regime de votação;
III. - Quando o/a orador/a declarar, previamente, que não o
concederá;
Subseção I - Da Questão de Ordem IV. - Quando se tratar de questão de ordem;
V. - Quando o tempo restante da intervenção for inferior a um
Art. 26º Considera-se questão de ordem toda dúvida sobre a minuto; e
interpretação, aplicação ou inobservância do Regimento Interno do VI. – Quando já tiver concedido um aparte na mesma intervenção.
CMS ou outro dispositivo legal.

§ 1º As questões de ordem serão formuladas


com clareza, brevidade e com indicação Subseção V - Da Votação
precisa das disposições que se pretende
elucidar ou cuja inobservância é patente. Art. 32 Encerrada a discussão, será iniciado imediatamente o processo
de votação.
§ 2º Podem ser formuladas questões de ordem
somente as que dizem respeito à matéria que § 1º O/A Coordenador/a da Sessão Plenária
esteja sendo discutida ou votada. consultará o Plenário sobre a necessidade de
defesa da proposta em regime de votação.
§ 3º Caberá ao/à Coordenador/a da Sessão
Plenária resolver as questões de ordem. § 2º Sendo considerada pelo Plenário a
necessidade de defesa de proposta, o/a
§ 4º O tempo de apresentação de questão de Coordenador/a da Sessão Plenária concederá a
ordem será de no máximo três minutos. palavra para defesas favoráveis e contrárias
até que o Plenário tenha sido totalmente
esclarecido para a votação.

Subseção II - Da Questão do Encaminhamento § 3º O prazo de intervenção da defesa de


proposta sempre será de três minutos
Art. 27º A questão de encaminhamento é a manifestação do/a
improrrogáveis.
conselheiro/a quanto ao processo de condução do tema tratado no
momento, com vista ao melhor andamento da Reunião. Art. 33º A matéria extensa que abranja vários assuntos ou processos
poderá ser votada em bloco, desde que não haja pedido de destaque e a
Art. 28º A questão de encaminhamento deverá ser formulada por
documentação pertinente tenha sido distribuída aos/às conselheiros/as
conselheiro/a ao/à Coordenador/a da Sessão Plenária em termos claros
com a antecedência prevista neste Regimento.
e precisos, com tempo de exposição de, no máximo, três minutos,
podendo ser concedido igual tempo para o conjunto de intervenções § 1º Quando o assunto comportar vários
para contra-argumentação. aspectos, o/a Coordenador/a da Sessão
Plenária poderá separá-los para discussão e
Art. 29 Não serão concedidas questões de encaminhamento durante o
votação.
regime de votação de matéria, ou antes, da apresentação de um
encaminhamento pelo/a Coordenador/a da Sessão Plenária. § 2º Havendo prévia concordância do
Plenário, uma matéria ou parte dela poderá ser
considerada automaticamente aprovada se não
houver pedido de destaque.
Subseção III - Da Questão de Esclarecimento

Art. 30º É o instrumento que o/a conselheiro/a poderá utilizar para Art. 34º O processo de votação poderá ser nominal ou simbólico por
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN
meio do levantamento do braço ou pela manifestação porPágina
voz,16nos
de 22
esclarecimento de dúvidas, dirigida ao/à Coordenador/a da Sessão DOM3315
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 17 de 22
DOM3315

casos de reunião em formato remoto. II. - se a matéria exigir deliberação por maioria simples e não tiver
quórum, a sessão será encerrada, devendo a matéria não votada
§ 1º As matérias não destacadas da ordem do ser apreciada, prioritariamente, na reunião subsequente.
dia serão votadas, globalmente, pelo processo
simbólico, antes da apreciação dos destaques
solicitados e das propostas apresentadas.
Subseção VI - Da Declaração de Voto
§ 2º O processo comum de votação será o
simbólico, salvo quando algum/a Art. 41º Terá direito de declaração de voto o/a conselheiro/a que se
conselheiro/a requerer votação nominal. abstiver da votação.

Art. 35º Na votação simbólica, o/a Coordenador/a da Sessão Plenária Parágrafo único. A declaração de voto será feita após a
solicitará aos/às conselheiros/as que se manifestem favoráveis, proclamação do resultado.
contrários/as ou abstenham-se, e o resultado será proclamado por
contraste ou pela contagem de votos. Art. 42º Durante a declaração de voto, não serão permitidos apartes.

§ 1º Havendo dúvida quanto ao resultado


proclamado, e se for requerida a verificação da
Subseção VII - Da Ata de Sessão
votação, a recontagem de votos será realizada
imediatamente pelo processo simbólico ou
Art. 43º As reuniões do Plenário devem ser gravadas e das atas devem
quando solicitada pelo processo nominal.
constar:
§ 2 º O/A conselheiro/a que se abstiver e I. - A relação dos/as participantes, seguida do nome de cada
manifestar o desejo de fazer declaração de membro com a menção da condição se, titular ou suplente, e do
voto poderá, após a votação, fazê-lo pelo órgão ou entidade que representa;
prazo máximo de um minuto, ou entregá-la II. - Resumo de cada informe, onde conste de forma sucinta o
por escrito, durante a sessão, à Secretaria- nome do/a conselheiro/a e o assunto ou sugestão apresentada;
Executiva para registro em ata e arquivamento III. - Relação dos temas abordados na ordem do dia com indicação
da íntegra do pronunciamento para eventual dos responsáveis pela apresentação e a inclusão de alguma
consulta futura. observação quando expressamente solicitada por conselheiro/a;
IV. - As deliberações tomadas, inclusive quanto à aprovação da ata
Art. 36º Na votação nominal, os/as conselheiros/as responderão “sim”,
da reunião anterior, aos temas a serem incluídos na pauta da
“não” ou “abstenção” à chamada feita pelo/a coordenador/a da mesa,
reunião seguinte, registrando-se o número de votos contrários e
que anotará as respostas e proclamará o resultado final.
favoráveis e as abstenções, incluindo a votação nominal
Parágrafo único. A folha de votação ficará arquivada na quando solicitada; e
Secretaria-Executiva. V. - Inteiro teor de manifestações em Plenário transcritas, caso
haja solicitação de conselheiro/a.
Art. 37º Será considerada aprovada a matéria que obtiver a maioria dos
§ 1° O teor integral das matérias tratadas nas
votos favoráveis, salvo nos casos em que o número de abstenções for
reuniões do CMS deverá ficar disponível na
maior que o somatório dos votos favoráveis e contrários ou nos casos
Secretaria-Executiva em gravação e em cópia
especiais previstos neste Regimento, observado sempre o quórum
impressa.
mínimo da Sessão Plenária.

Art. 38º Terminada a votação, o/a Presidente proclamará seu resultado, § 2° A Secretaria-Executiva providenciará a
especificando os votos favoráveis e os contrários e as abstenções. remessa de cópia da ata (em papel ou por via
eletrônica) de modo que cada conselheiro/a
Art. 39º Cada conselheiro/a, na condição de titular, terá direito a um possa recebê-la, com antecedência mínima de
voto, não sendo aceitos votos por procuração. cinco dias, antes da reunião em que a ata será
apreciada.
Art. 40 Ressalvados os casos em que se exija quórum especial, o
quórum de deliberação do Conselho é de maioria simples, respeitado o § 3° As emendas e correções à ata serão
quórum de instalação. entregues pelo/a conselheiro/a na Secretaria
Executiva até o início da reunião que a
§ 1º Quando for verificada falta de quórum apreciará.
para deliberar, será suspensa a sessão até
recomposição do quórum necessário.

§ 2º Persistindo a falta de quórum por uma Capítulo II - Da Secretaria-Executiva do Conselho Municipal de


hora, o/a Presidente ou o/a Coordenador/a da Saúde
Sessão Plenária fará o seguinte
encaminhamento: Art. 44 O CMS disporá de uma Secretaria-Executiva que funcionará
como suporte técnico-administrativo às suas atribuições.
I. - Se a votação exigir quórum especial e tiver apenas maioria
Parágrafo único. A Secretaria-Executiva é órgão vinculado
simples, a matéria será remetida para a reunião subsequente,
ao CMS, tendo por finalidade a promoção do necessário apoio
devendo ser prioritariamente apreciada, dando-se
técnico-administrativo ao CMS, às suas Comissões e Grupos
15/04/2021
prosseguimento à Sessão Plenária para discussão dos outros
Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 17 de 22
itens da pauta, se houver; e DOM3315
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 18 de 22
DOM3315

de Trabalho, fornecendo as condições para o cumprimento das §1º. As Comissões terão a composição,
competências expressas neste Regimento. objetivos, processo de avaliação e plano de
trabalho apreciados e aprovados pelo Pleno, e
devem analisar as políticas e os programas de
suas respectivas áreas, bem como acompanhar
Seção I - Da Competência as suas implementações, e emitir pareceres e
relatórios para subsidiar posicionamento do
Art. 45º Compete à Secretaria-Executiva:
Pleno;
I. - Assistir ao Conselho Municipal de Saúde na formulação de
§2º. As Comissões poderão realizar, quando
estratégias e no controle da execução da Política Municipal de
solicitado pelo Pleno, debates específicos
Saúde em âmbito municipal;
para subsidiar a análise do CMS.
II. - Organizar os processos de demandas oriundas dos/as
conselheiros/as e da secretaria de saúde para deliberação do §3°. As Comissões poderão ter suas reuniões e
Pleno;
atividades temporariamente suspensas pelo
III. - Promover a divulgação das deliberações do CMS; Pleno do CMS após considerar a sua agenda
IV. - Organizar o processo eleitoral do CMS; de prioridades, o planejamento do CMS e a
seleção de temas ao longo do ano para a
V. - Participar da organização da Conferência Municipal de Saúde
composição da pauta das Reuniões Ordinárias,
e das Conferências Temáticas;
conforme artigo 12, inciso XI deste regimento.
VI. - Promover e praticar os atos de gestão administrativa
necessários ao desempenho das atividades do CMS e das
unidades organizacionais integrantes de sua estrutura; Art. 49 - As Comissões serão compostas por até 8 (oito) entidades,
VII. - Encaminhar ao/à Secretário/a de Saúde a relação dos/as instituições e movimentos, sendo 4 (quatro) titulares incluídos o/a
conselheiros/as para designação, conforme a legislação; e Coordenador/a e Coordenador/a-Adjunto/a, ambos/as conselheiros/as,
VIII. - Promover, coordenar e participar do mapeamento e sendo pelo menos um/a deles/as conselheiro/a titular e 4 (quatro)
recolhimento de informações e análises estratégicas produzidas membros suplentes.
nos vários órgãos e entidades dos Poderes Executivo,
Legislativo e Judiciário, do Ministério Público e da sociedade, §1º O Plenário poderá, de acordo com as
processando-as e fornecendo-as aos/às conselheiros/as na necessidades e especificidades de determinada
forma de subsídios para o cumprimento das suas competências Comissão, e mediante justificativa
legais. fundamentada, aprovar composição diferente
da prevista no caput deste artigo, quanto ao
número de membros.
Seção II - Das Atribuições da Secretaria-Executiva §2º - As Comissões poderão convidar
representantes das áreas Técnicas da
Art. 46º São atribuições da Secretária–Executiva:
Secretaria de Saúde e outras Secretarias, e do
I. - Planejar, coordenar e orientar a execução das atividades do COSEMS (Conselho de Secretarias
Conselho Municipal de Saúde; Municipais de Saúde), especialistas indicados
II. - Dar encaminhamento às demandas do Conselho Municipal de pelo CMS e, a partir da aprovação do Pleno,
Saúde após a deliberação do Pleno. constituir Assessoria Técnica Especializada de
III. - Tornar públicas as deliberações do CMS; acordo com as necessidades e especificidades
IV. - Providenciar todo o material necessário para o processo da própria comissão.
eleitoral do CMS;
§3º As indicações das entidades para comporem cada Comissão devem
V. - Participar e promover o apoio técnico-administrativo
ser de acordo com os seus objetivos e ser submetidas ao Plenário para
necessário para a realização das Conferências;
deliberação.
VI. - Atuar desempenhando atos gestacionais junto ao CMS como
um todo; Art. 50º Serão Coordenadores/as e Coordenadores/as Adjuntos/as das
VII. - Encaminhar, para designação por meio de portaria, a relação Comissões somente conselheiros/as, titulares ou suplentes, que tenham
dos/as conselheiros/as eleitos/as para a Secretaria Municipal de afinidades com a temática da Comissão, indicados pelo Plenário ou
Saúde; pelos integrantes das Comissões e referendados/as pelo Plenário.

Art. 51º Serão considerados/as membros titulares e suplentes das


Comissões, de acordo com as suas especificidades, conselheiros/as do
Capítulo III - Das Comissões
CMS, titulares e suplentes, especialistas e representantes de
Art. 47º As Comissões são organismos de assessoria ao Plenário do instituições/entidades e movimentos sociais, a fim de garantir a
CMS, que resgatam e reiteram os princípios do SUS e do controle intersetorialidade.
social.

Seção II - Do Funcionamento
Seção I - Da Composição e Organização
Art. 52º As Comissões têm o seguinte funcionamento:
"Art. 48 - As Comissões têm como objetivo articular políticas e
15/04/2021 I - As Comissões se reunirão de acordo com as necessidades
Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 18 de 22
programas de interesse para a saúde.” DOM3315debatidas e aprovadas pelo Pleno e seus planos de trabalho devem estar
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 19 de 22
DOM3315

em consonância com o planejamento do I. – Os/As conselheiros/as poderão participar de, no máximo, três
GT’s;
Conselho Municipal de Saúde; II. – Os/As integrantes dos GT’s poderão ser substituídos/as, caso
deixem de justificar ausência em uma reunião no período de
II. - Cada Comissão deverá elaborar memória da sua reunião para vigência do referido grupo;
ser encaminhada III. - Cada GT deverá elaborar relatório ou memória da reunião,
para ser encaminhado ao Plenário do CMS e à Mesa Diretora,
ao Plenário do CMS e à Mesa Diretora, imediatamente após o término
imediatamente após o término da reunião, a fim de garantir a
da reunião, a fim de garantir a socialização das informações e o
socialização das informações e o acompanhamento das ações;
acompanhamento das ações;
IV. – A periodicidade de reuniões dos GT’s será definida de acordo
III - cada conselheiro/a poderá participar de até duas Comissões com as necessidades e especificidades dos GT’s; e
como membro titular, coordenador/a ou coordenador/a adjunto/a ou V. - Ao finalizar os trabalhos, os GT’s deverão enviar relatórios
suplente; ou pareceres, de acordo com a solicitação do Plenário do CMS,
para aprovação e, posteriormente, divulgá-los nos meios
V. – O/A Coordenador/a e o/a Coordenador/a Adjunto/a terão um eletrônicos do Conselho.
mandato de dezoito meses, podendo ser reconduzidos/a, a
critério do Plenário, respeitado o prazo de três anos previstos
na Lei Complementar 179, de 21 de dezembro de 2020;
Capítulo V - Dos Atos Emanados do Conselho Municipal de Saúde
VI. – Os/As membros das Comissões poderão ser substituídos caso
deixem de justificar sua ausência em duas reuniões
Seção I - Das Deliberações
consecutivas ou em quatro reuniões intercaladas, no período de
um ano civil; Art. 57º As deliberações do CMS, observado o quórum estabelecido
VII. - Os relatórios da avaliação das atividades serão enviados são consubstanciadas em:
anualmente ao Plenário do CMS e divulgados em sua página;
I - Resolução;
IX - Caberá às Comissões acompanharem a execução do orçamento
e financiamento da respectiva política ou programa; II - Recomendação; e III - Moção.

X - Serão desenvolvidas, em todas as Comissões, ações transversais Parágrafo único. As deliberações podem ser
relacionadas à comunicação e informação em saúde e à educação apresentadas durante a ordem do dia por qualquer
permanente para o controle social; conselheiro/a, por escrito ou verbalmente, sendo
identificadas de acordo com o seu tipo e numeradas
XI - As Comissões deverão ter a composição, frequência de seus/suas correlativamente após aprovação.
componentes nas reuniões, funcionamento e as atribuições avaliadas e
publicizadas anualmente pelo Pleno do CMS, que deliberará pela sua
manutenção, suspensão temporária das atividades, alteração ou
extinção; Subseção I - Das Resoluções

Parágrafo Único: Para a criação de uma Comissão é Art. 58º A Resolução é ato geral, de caráter normativo.
necessário que esta atenda aos objetivos previstos nos art. 10 e
11 deste Regimento. §1º A redação da Resolução obedecerá às
determinações contidas no Manual de
Redação da Presidência da República e no
Decreto nº 4.176, de 28 de março de 2002.
Capítulo IV - Dos Grupos de Trabalho
§2º As deliberações do CMS serão assinadas
Art. 53º Os Grupos de Trabalho - GT são organismos instituídos pelo pelo/a seu/sua Presidente e aquelas
Plenário para assessoramento temporário ao CMS ou às Comissões, consubstanciadas em Resoluções e
com objetivos definidos e prazo para o seu funcionamento fixado em homologadas pelo/a Secretário/a Municipal de
até seis meses. Saúde, sendo publicadas no Diário Oficial do
Município - DOM, no prazo máximo de trinta
Parágrafo único. Os GT’s terão como finalidade fornecer
dias, após sua aprovação.
subsídios de ordem política, técnica, administrativa,
econômico-financeira e jurídica. §3° A Resolução aprovada pelo CMS que não
for homologada pelo/a Secretário/a Municipal
Art. 54º Os GT’s serão compostos por até quatro conselheiros/as, de Saúde, no prazo de até trinta dias após sua
incluindo o/a Coordenador/a, garantindo, preferencialmente, a aprovação, deverá retornar ao Plenário do
representação de todos os segmentos do CMS. CMS na reunião seguinte, acompanhada de
justificativa e proposta alternativa, se de sua
Art. 55º Os GT’s poderão convidar especialistas, representantes das
conveniência, para avaliação do Pleno que
áreas técnicas da Secretaria de Saúde e de outras Secretarias, assim
poderá acatar as justificativas revogando,
como representantes de outras entidades, instituições e movimentos
modificando ou mantendo a Resolução que,
sociais de acordo com suas necessidades e especificidades.
nos dois últimos casos, será reencaminhada
Art. 56º Os GT’s terão o seguinte funcionamento: ao/à Secretário/a Municipal de Saúde para
homologação.
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 19 de 22
DOM3315
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 20 de 22
DOM3315

§4° Se novamente o/a Secretário/a Municipal Art. 63º O processo eleitoral a que se refere o art. 61 deste Regimento
de Saúde não homologar a Resolução, nem se para a escolha das entidades que indicarão representantes em
manifestar sobre a mesma em até trinta dias substituição aos atuais membros do CMS, será realizado em até
após o seu recebimento, ela retornará ao sessenta dias anteriores ao final do mandato dos atuais Conselheiros,
Plenário do CMS para os devidos em conformidade com o Regimento Eleitoral a ser aprovado pelo
encaminhamentos. Plenário do CMS, homologado pelo/a Secretário/a de Saúde e
publicado no Diário Oficial do Município em forma de Resolução.
§5º As Resoluções do Conselho Municipal de
Saúde somente poderão ser revogadas pelo Parágrafo único. Concluída a eleição referida no
Plenário. caput e designados os/as novos/as representantes do
CMS, caberá ao/à Presidente do CMS convocar e
presidir a reunião em que tomarão posse os
Conselheiros e em que se realizará a eleição do/a
Subseção II - Das Recomendações Presidente do Conselho, Vice e Mesa Diretora.
Art. 59º A Recomendação é uma sugestão, advertência ou aviso a
respeito do conteúdo ou forma de execução de políticas e estratégias
setoriais ou sobre a conveniência ou oportunidade de se adotar Seção II – Do/a Presidente, do/a Vice-presidente e da Mesa
determinada providência. Diretora

Parágrafo único. As Recomendações serão sobre Art. 64º A eleição do/a Presidente, do/a Vice-presidente e da Mesa
temas ou assuntos específicos que não seja Diretora do CMS será coordenada por uma Comissão Eleitoral,
habitualmente de responsabilidade direta do CMS, mas paritária, composta de quatro Conselheiros/a titulares, escolhidos entre
que são relevantes e necessários dirigidos a sujeitos aqueles/as que não forem disputar cargo para a Mesa Diretora.
institucionais de quem se espera ou se solicita
determinada conduta ou providência. Parágrafo único. A constituição da Comissão
Eleitoral será o primeiro item da pauta do primeiro dia
da reunião em que será aprovado Regimento Eleitoral.

Subseção III - Das Moções


Art. 65 A inscrição para eleição do/a Presidente, do/a Vice-presidente e
Art. 60º A Moção é uma forma de manifestar aprovação, da Mesa Diretora do Conselho Municipal de Saúde será feita mediante
reconhecimento ou repúdio a respeito de determinado assunto ou fato. apresentação de candidatura por chapa, sendo facultado a qualquer
conselheiro/a titular candidatar-se.

Art. 66º A inscrição das candidaturas será feita na primeira hora da


Capítulo VI - Do Processo Eleitoral
reunião em que tomarão posse os/as novos/as conselheiros/a.
Seção I - Das Entidades e dos Movimentos Sociais
Art. 67º A eleição do/a Presidente e dos/das demais membros da Mesa
Art. 61º A eleição das entidades e dos movimentos sociais para
Diretora ocorrerá mediante votação secreta ou aclamação.
comporem o CMS será coordenada por uma Comissão Eleitoral
composta de quatro membros indicados pelos respectivos segmentos e §1º A eleição do/a Presidente e seu/sua
aprovada pelo Conselho Municipal de Saúde com a seguinte respectivo/a Vice precede a eleição dos/as
composição: demais membros da Mesa Diretora.
I. – Dois/duas representantes do segmento dos/as usuários/as; Art. 68º Na eleição dos/as membros da Mesa Diretora, deverá ser
II. – Um/a representante do segmento dos/das profissionais de garantida a paridade.
saúde; e
III. – Um/a representante do segmento gestor/prestador. Art. 69º O/A Presidente e o/a Vice do CMS, assim como os/as
membros da Mesa Diretora serão eleitos/as pelo Plenário e a Mesa
§1º As entidades e os movimentos sociais que Diretora será composta por conselheiros/as titulares.
indicarem pessoas para compor a Comissão
Eleitoral serão elegíveis. §1º A Mesa Diretora do CMS será paritária e
composta por seis conselheiros/as, incluído/a
§2º Constituída a Comissão Eleitoral, esta será o/a Presidente e o/a Vice do CMS.
divulgada nos meios eletrônicos do CMS e
afixada na Secretaria-Executiva do Conselho §2º O/A Presidente do CMS será o/a
Municipal de Saúde. coordenador/a da Mesa Diretora.

Art. 62º A escolha das entidades e dos movimentos sociais de §3º O mandato dos/as membros da Mesa
usuários/as do SUS, das entidades de profissionais de saúde e das Diretora, será de três anos, observado término
entidades de prestadores de serviços de saúde será feita por meio de do mandato.
processo eleitoral, a ser realizado a cada três anos.
§4º O adiamento da eleição do/a Presidente,
Parágrafo único. Somente poderão participar do Vice e da Mesa Diretora só poderá ser
processo Eleitoral as entidades que tenham, no definido por maioria qualificada dos/as
mínimo, dois anos de comprovada existência. membros do CMS, devendo ser ainda
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 20 de 22
DOM3315 estabelecido o período do próximo mandato.
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 21 de 22
DOM3315

§5º A Mesa Diretora desenvolverá o seu visando subsidiar o exercício das suas competências, tendo como
trabalho de forma colegiada. relator/a um/a ou mais conselheiros/as por ele designado/a.

Art. 70º O resultado da eleição do/a Presidente, Vice-presidente e da Art. 75º O Plenário, no prazo de trinta dias, deverá elaborar orientações
Mesa Diretora será transcrito na ata de eleição e posse. para emissão de pareceres por parte das Comissões a fim de não
inviabilizar o plano de trabalho da referida comissão.

Art. 76º Os casos omissos e as dúvidas surgidas na aplicação do


Seção III - Da Comissão Eleitoral presente Regimento Interno serão dirimidas pelo Plenário do CMS.

Art. 71º As Comissões Eleitorais de que tratam os arts. 65º e 68º deste Art. 77º O presente Regimento Interno entrará em vigor na data da sua
Regimento terão um/a Presidente, um/a Vice-Presidente, um/a publicação, só podendo ser modificado por quórum qualificado de dois
Secretário/a e um/a Secretário/a-Adjunto/a, que serão escolhidos/as terços dos/as membros ou quatorze conselheiros/as do CMS.
entre os/as seus/suas membros na primeira reunião após sua
constituição. Art. 78º Fica revogado o Regimento Interno Anterior do CMS
Parnamirim/RN, bem como todas as disposições em contrário ao
Art. 72º Caberá à Comissão Eleitoral das Entidades e dos Movimentos disposto neste atual Regimento.
Sociais:

I. - Conduzir e supervisionar o processo eleitoral e deliberar, em


última instância, sobre questões a ele relativas;
II. - Dar conhecimento público das candidaturas inscritas;
III. - Requisitar ao CMS todos os recursos necessários para a
realização do processo eleitoral;

IV. - Instruir, qualificar e julgar, em grau de recurso, decisões do/a


presidente relativas ao registro de candidatura e outros
assuntos;
V. - Indicar e instalar as Mesas Eleitorais em número suficiente
com a função de disciplinar, organizar, receber e apurar votos;
VI. - Proclamar o resultado eleitoral;
AVISO DE LICITAÇÃO
VII. - Apresentar ao CMS relatório do resultado do pleito, bem
como observações que possam contribuir para o PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇO N.º
aperfeiçoamento do processo eleitoral, no prazo de até trinta 001/2021
dias após a proclamação do resultado;
VIII. - Indicar a mesa coordenadora das sessões plenárias dos A Câmara Municipal de Parnamirim/RN, através de sua Pregoeira
segmentos, composta por um/a coordenador/a, um/a Oficial, torna público que realizará a licitação acima epigrafada,
secretário/a e um/a relator/a; conforme:
IX. - Indicar um/a relator/a para acompanhar as discussões dos
fóruns próprios ou grupos nas sessões plenárias dos segmentos;
e DATA E HORA DE 09H:00M DO DIA 15/04/2021
X. X - apurar os votos. INICIO DAS (HORÁRIO DE BRASÍLIA).
PROPOSTAS:
Art. 73º À Comissão Eleitoral para escolha do/a Presidente; Vice e da DATA E HORA LIMITE 09H:00M DO DIA 26/04/2021
Mesa Diretora do CNS caberá: PARA (HORÁRIO DE BRASÍLIA).
IMPUGNAÇÃO:
I. - Receber as inscrições dos/as candidatos/as à Presidência, Vice
e à Mesa Diretora e das entidades e/ou dos movimentos sociais; DATA E HORA FINAL 09H:00M DO DIA 29/04/2021
II. - Credenciar um/a fiscal indicado/a pelas entidades e/ou pelos DAS (HORÁRIO DE BRASÍLIA).
movimentos sociais que se candidataram para PROPOSTAS:
acompanhamento da eleição; DATA DE ABERTURA 09H:01M DO DIA 29/04/2021
III. - Coordenar a apresentação da defesa dos/as candidatos/as, DAS (HORÁRIO DE BRASÍLIA).
quando houver inscrição de mais de um/a, que deverá ocorrer PROPOSTAS – SESSÃO
até uma hora antes do início da votação; PÚBLICA:
IV. - Dar início ao processo de votação, mediante convocação
nominal por lista dos/as conselheiros/as titulares em ordem OBJETO: Registro de Preços para Contratação de empresa para
alfabética; e fornecimento de materiais de expediente para suprir as
V. - Proclamar o resultado e dar posse imediata ao/à Presidente, necessidades da Câmara Municipal de Parnamirim/RN –
Vice e à Mesa Diretora. Parágrafo único. Caberá à Secretaria- Esclarecimentos e o Edital no horário das 08h:00min às 13h:00min
Executiva, quando houver inscrição de mais de uma horas, na Sala do Setor de Licitações, localizado na Sede da Câmara
candidatura, confeccionar as cédulas e providenciar a urna. Municipal de Parnamirim/RN, situada na Av. Castor Vieira Regis, s/n,
Cohabinal, Parnamirim/RN, CEP: 59.140-670 – pelo e-mail:
pregao@parnamirim.rn.leg.br, Fone: 84-3645-4188,
http://parnamirim.rn.leg.br/, opção “Transparência – Licitações”,
Capítulo VII - Das Disposições Gerais e Transitórias ou pelo site do Portal de Compras Públicas onde será conduzido o
presente certame www.portaldecompraspublicas.com.br.
Art. 74º O CMS poderá organizar mesas-redondas,Diário
15/04/2021 oficinas de trabalho
Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 21 de 22
DOM3315
e outros eventos que congreguem áreas do conhecimento e tecnologia,
15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 22 de 22
DOM3315

Parnamirim/RN, 14 de abril de 2021. DATA DE ABERTURA DAS 09H:01M DO DIA 30/04/2021


PROPOSTAS – SESSÃO (HORÁRIO DE BRASÍLIA).
Alexkelly Pinheiro Moreira
PÚBLICA:
Pregoeira
OBJETO: Registro de Preços para Contratação de Microempresa
(ME) ou Empresa de Pequeno Porte (EPP) ou equiparada para
Contratação de empresa para fornecimento de materiais de
limpeza para suprir as necessidades da Câmara Municipal de
AVISO DE LICITAÇÃO Parnamirim/RN – Esclarecimentos e o Edital no horário das
08h:00min às 13h:00min horas, na Sala do Setor de Licitações,
PREGÃO ELETRÔNICO PARA REGISTRO DE PREÇO N.º localizado na Sede da Câmara Municipal de Parnamirim/RN, situada na
002/2021 Av. Castor Vieira Regis, s/n, Cohabinal, Parnamirim/RN, CEP: 59.140-
670 – pelo e-mail: pregao@parnamirim.rn.leg.br, Fone: 84-3645-
A Câmara Municipal de Parnamirim/RN, através de sua Pregoeira 4188, http://parnamirim.rn.leg.br/, opção “Transparência –
Oficial, torna público que realizará a licitação acima epigrafada, Licitações”, ou pelo site do Portal de Compras Públicas onde será
conforme: conduzido o presente
certame www.portaldecompraspublicas.com.br.

DATA E HORA DE INICIO 09H:00M DO DIA 15/04/2021 Parnamirim/RN, 14 de abril de 2021.


DAS (HORÁRIO DE BRASÍLIA).
PROPOSTAS: Alexkelly Pinheiro Moreira
DATA E HORA LIMITE 09H:00M DO DIA 27/04/2021 Pregoeira
PARA (HORÁRIO DE BRASÍLIA).
IMPUGNAÇÃO:
DATA E HORA FINAL DAS 09H:00M DO DIA 30/04/2021
PROPOSTAS: (HORÁRIO DE BRASÍLIA).

15/04/2021 Diário Oficial do Município de Parnamirim/RN Página 22 de 22


DOM3315

Você também pode gostar