Você está na página 1de 4

Metodologia | Consulado da Mulher http://consuladodamulher.org.br/o-que-e-o-consulado/principios-metod...

10 anos do Instituto Consulado da Mulher

Quem Somos
Parceiros
Notícias do Consulado
Imprensa
Contato
Doe agora

Pessoas beneficiadas

00032137

Nossa missão

Assessorar empreendimentos populares protagonizados por mulheres, com aporte de conhecimentos e recursos que viabilizem geração de
renda e qualidade de vida.

Siga o @consulado

O resultado do concurso será divulgado em nossa fan page, no dia 12/11! Fiquem ligados: http://t.co/Fq09LgKC Em 31 de outubro
from web
Agradecemos a todos que participaram ou ajudaram a divulgar o concurso cultural "10 Anos, 10 Primaveras" do Consulado da
Mulher! Em 31 de outubro from web
AMUPI e Arte Nativa da Amazônia vencem Prêmio de Empreendedorismo Comunitário ~ http://t.co/aXrImftJ Em 31 de outubro
from web
Seguir @consulado 224 seguidores

Receba nossas informações

Você deseja receber as últimas notícias e atualizações do site Consulado da Mulher por e-mail? Basta se cadastrar!

Digite aqui seu e-mail:

Ação social

1 de 4 05/11/2012 12:42
Metodologia | Consulado da Mulher http://consuladodamulher.org.br/o-que-e-o-consulado/principios-metod...

Metodologia
Home / O que é o Consulado / Metodologia

No Consulado da Mulher, todo o trabalho de assessoria para geração de renda está fortemente ligado à melhoria da qualidade de vida das
pessoas beneficiadas pela iniciativa. Isso é possível graças aos Princípios Metodológicos da nossa atuação, que contemplam a Educação em
Gênero, Economia Solidária e Comércio Justo, conceitos que, incorporados ao processo de assessoria, tornam questões como segurança no
trabalho e resolução de conflitos tão importantes quanto a geração de renda em si.

Em 2009, sua Metodologia de Gestão de Empreendimentos Solidários por meio de Indicadores foi reconhecida pela Fundação Banco do Brasil,
UNESCO e KPMG como uma tecnologia social, replicável, inovadora, eficaz e que entrega os resultados aos quais se propõe considerando a
participação da comunidade em seu processo. Em 2011, esta metodologia foi recertificada, comprovando sua relevância social na criação de
oportunidades para mulheres brasileiras. Todos os conhecimentos acumulados ao longo dos 10 anos de atuação foram sistematização em um
guia básico de assessoria a empreendimentos populares e solidários, a ser publicado em 2012.

Seja no Programa Mulher Empreendedora ou no Programa Usinas do Trabalho, o Consulado da Mulher utiliza ferramentas práticas que
facilitam e guiam o trabalho da assessoria aos empreendimentos formados por mulheres. Uma das mais importantes é a Gestão de
Empreendimentos Populares por Indicadores, que nasceu da necessidade de criar um roteiro que permitisse não somente a assessoria dos
empreendimentos assessorados, mas também a aplicação e replicação dessas práticas em diversas locais, com diversos públicos, pela própria
equipe do Consulado da Mulher – por meio do programa Mulher Empreendedora – ou por organizações parceiras – beneficiadas pelo Programa
Usinas do Trabalho.

Construída a partir da consultoria de universidades e instituições de pesquisa parceiras, das contribuições da própria equipe do Consulado da
Mulher e das experiências das mulheres beneficiadas pela iniciativa, a Gestão de Empreendimentos Populares por Indicadores é aplicada na
forma de uma planilha composta por 33 indicadores, agrupados nos seguintes índices temáticos:

2 de 4 05/11/2012 12:42
Metodologia | Consulado da Mulher http://consuladodamulher.org.br/o-que-e-o-consulado/principios-metod...

A aplicação dessa ferramenta é realizada periodicamente, na forma de um questionário, que apresenta, para cada um dos indicadores, quatro
etapas de desenvolvimento. O objetivo dessa prática é a de estabelecer uma espécie de “diagnóstico” do empreendimento assessorado. Com
essas informações, é possível definir o grau de desenvolvimento da atividade e traçar um plano de ação para o fortalecimento de demandas
consideradas como prioridade. Esse plano de ação é avaliado por um processo chamado de PDCA (planejamento, desenvolvimento, checagem e
avaliação) – ferramenta de identificação de melhorias utilizada no 2º setor e adaptada para empreendimentos sociais. Vale ressaltar que todo esse
processo, incluindo as decisões estratégicas, conta sempre com a participação ativa das participantes do empreendimento assessorado.

Educação em Gênero

Ao trabalhar com mulheres de baixa renda, a atuação do Consulado da Mulher deve ser sensível para as necessidades e questões que fazem parte
de seus cotidianos dessas mulheres.

Cuidados com os filhos, acúmulo de atividades domésticas e até mesmo casos de violência moral e física são situações que, se não forem
consideradas, dificultam e até mesmo impedem a participação dessas mulheres no processo de assessoria para geração de renda.

A Educação em Gênero, presente em todas as atividades do Consulado da Mulher, principalmente em seu processo de assessoria para geração
de renda, procura justamente transpor essas situações. Ao envolver as mulheres assessoradas e suas famílias em todo o processo de geração de
renda, são abordadas questões como a divisão igualitária de tarefas domésticas, as relações de poder estabelecidas entre homens e mulheres –
que muitas vezes oprimem e desestimulam a realização de atividade remunerada. Muitas outras práticas são adotadas nos empreendimentos e
passam também fazer parte das práticas das famílias beneficiadas, contribuindo com a melhoria das relações e da qualidade de vida dessas
pessoas.

Além da Educação em Gênero presente em suas práticas, o Consulado da Mulher conta também com uma grande rede de parcerias que
oferecem um importante suporte nesse processo de desconstrução das relações de poder entre homens e mulheres, além de acompanhamento
adequado em casos de violência moral ou física.

Economia Solidária

Um jeito diferente de produzir, vender, comprar e trocar o que é preciso para viver. Sem explorar os outros, sem querer levar vantagem, sem
destruir o ambiente. Cooperando e fortalecendo o grupo, cada um pensando no bem de todos e no próprio bem. No Brasil, a principal
representação desse movimento é a Secretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES), órgão vinculado ao Ministério do Trabalho e
Emprego (MTE), do Governo Federal, responsável pela elaboração de políticas públicas de incentivo à Economia Solidária no Brasil.

Gerar renda é uma necessidade básica de qualquer pessoa. Mas isso não significa que é tarefa fácil. O desemprego é uma ameaça, seja pela falta
de vagas ou por um mercado cada vez mais exigente, que fecha as portas para muitas pessoas quando o assunto é emprego com carteira
assinada.

Com a necessidade de gerar renda, ou complementar o orçamento da família, alguns optam por criar seu próprio negócio, um caminho que pode
ser ainda mais difícil do que um emprego formal.

O que muita gente não sabe é que há muitas formas de criar e expandir esse negócio. Será que vale a pena montarmos um empreendimento e
esquecermos a nossa qualidade de vida e do respeito ao nosso trabalho, reproduzindo as mesmas práticas do mercado que deixa milhares de
pessoas desempregadas todos os anos? Ou não seria melhor unir pessoas com interesses e habilidades em comum, para tornar a tarefa de gerar
renda uma atividade coletiva, com benefícios para todos?

3 de 4 05/11/2012 12:42
Metodologia | Consulado da Mulher http://consuladodamulher.org.br/o-que-e-o-consulado/principios-metod...

No Instituto Consulado da Mulher, estimulamos a geração de renda por meio da Economia Solidária, do Comércio Justo, e da igualdade entre
homens e mulheres. Por esse caminho, o respeito ao trabalho e ao meio ambiente, o preço justo e a divisão de cargos e tarefas iguais entre
homens e mulheres são tão importantes quanto a geração de renda.

Você pode nos ajudar!

Agora que você já conhece o trabalho do Instituto Consulado da Mulher, faça sua doação e nos ajude a transformar a vida de muitas
famílias. Doe agora

Empreendimentos

Home
Contato
Acesso ao Webmail
Acesso ao sistema Siga.Arrivati

© 2012 Consulado da Mulher. Uma ação social da Consul.


TOPO

4 de 4 05/11/2012 12:42

Você também pode gostar