Você está na página 1de 4

AULA ATIVIDADE TUTOR Psicologia social

AULA
ATIVIDADE
TUTOR

Curso: Serviço Social


AULA ATIVIDADE TUTOR Psicologia social

Disciplina: Psicologia social


Teleaula: 04

Objetivos da Atividade:
Compreender os principais aspectos das Instituições e explanar sobre a Instituição
Família.

Caro Tutor,

Por favor, oriente os alunos para que leiam a atividade e realize a discussão sobre
os principais aspectos das Instituições e sobre a instituição Família.

ATIVIDADE:

Abaixo, existe um pequeno resumo sobre o tema abordado. Leiam o mesmo e, em


seguida, façam uma breve discussão para responder à questão.

TEXTO (RESUMO):

O que é uma família. Nos dicionários comuns consta que é o conjunto das
pessoas relacionadas, por criação ou geneticamente, a alguém. Pai, mãe, filhos,
avôs etc. Na etimologia, provém do Latim familia, que significa o conjunto das
propriedades de alguém, incluindo escravos e parentes; familia vem de famulus, que
significa escravo doméstico. Historicamente, a família é a instituição mais antiga
entre os seres humanos. É o tipo de organização que predominou em muitas
culturas. Desde os Mongóis, passando pela África e Europa e chegando na América.
Ao longo dos tempos muitas outras instituições surgiram, mas nenhuma
substituiu a família. Porém, tal instituição tem um significado social que vai além da
questão genética. Muitas famílias se tornaram verdadeiras organizações comerciais
e políticas. Basta observar a formação das máfias. Muito bem exemplificado pela
trilogia “O Poderoso Chefão”, a família patriarcal, em que o homem mais velho e
mais experiente controla e protege todos aqueles que pertencem aquele grupo.
Integrando parentes sanguíneos e pessoas aceitas, o objetivo principal da instituição
família é a união e proteção mútua.
Uma característica comum de tal instituição é que, socialmente falando, existe
uma questão de escolha ou adaptação. Se um indivíduo não se identifica, ou não é
aceito, pela família, ele pode escolher outra que o acolha. Ou mais, ele pode formar
a sua própria família, de acordo com princípios próprios. Uma família, enquanto
AULA ATIVIDADE TUTOR Psicologia social

instituição social, não é limitada à consanguinidade, heterossexualidade, nível


socioeconómico. O que faz de uma família uma família, é a união, o respeito, a
compreensão.
Existem instituições familiares extremamente bem organizadas e coerentes.
São aquelas em que a convivência é regida pelo respeito mútuo, compreensão e
proteção. São famílias em que o mais importante é a união, e que criam seu próprio
conjunto de normas e padrões morais que valorizam a harmonia e o respeito acima
de tudo. Existem outras altamente conservadoras, tradicionalistas, e incoerentes que
se orientam por padrões morais externos. Por uma honra imposta por aquilo que as
outras famílias pensam ou julgam. Existem também famílias desmanteladas. Que
não compartilham espaços, confraternizações ou mesmo consideração afetiva.
A instituição familiar, para ser forte e coerente, necessita de determinadas
virtudes tais como ética, flexibilidade às diferenças, orientações teóricas e práticas,
acompanhamento e instrução dos mais velhos para os mais novos. Presença
constante nas fases de transformação e formação da personalidade, sempre
disposto a lidar com choques de gerações. Ao contrário, o que temos visto são
“famílias” que se limitam ao sustento material. Dar comida, roupa, objetos, e, quando
muito, pagar os estudos. E quando surgem os conflitos pais e mães dizem aos seus
filhos, “ora, mas eu te criei e você me devolve isso?” Não se lembram que, para pai
e mãe criar é obrigação, e não favor.
Tabus culturais e valores morais são grandes desestabilizadores de famílias.
Existem muitos casos de moradores de rua, suicídios, envolvimento com drogas e
crimes que resultaram de exclusão e rejeição familiar. Homossexualidade,
transtornos psicossociais, déficits intelectuais estão entre os motivos que levam a
tais problemas. Mas, como já citado, a instituição familiar, muitas vezes pode ser
reestruturada ou reconstruída. Quando ocorre a rejeição, por motivos diversos, é
comum que se busque construir ou integrar novas instituições.
A principal questão é que, a instituição social “família”, é a mais importante. É
dela que partem os valores éticos e morais que introduzem a consciência cidadã, o
respeito à diversidade e consciência social. Mesmo que ocorra o contrário em muitos
casos. E quando isso ocorre, é melhor que se busque formar ou integrar outras
instituições.

QUESTÃO:
Diante do trecho citado, analise com seus colegas a questão proposta:
“A Família é reconhecida como a Instituição social mais antiga e mais
importante que existe, por quê? Justifique sua resposta tomando por base os
conteúdos trabalhados na aula”.

GABARITO: A família é a nossa primeira instituição, pois somos inseridos nela sem
que possamos escolher, assim, ocupamos um lugar pré-estabelecido, com papel
AULA ATIVIDADE TUTOR Psicologia social

determinado, antes mesmo de nascermos. A família nos coloca alguns valores


simbólicos, antes mesmo de nascermos, sem que tenhamos direito de escolha.
Assim, é na família que teremos todo o nosso referencial e aprenderemos a viver em
grupo.

OBSERVAÇÃO:
Como sugestão, peça aos alunos que utilizem o livro didático da disciplina
pág. 91-93:

SANTOS, Mayra Campos Frâncica dos. Psicologia social. Londrina: Editora e


Distribuidora Educacional, 2019, ISBN 9788552214823.

E o texto em anexo:

CARVALHO, Alan. A família como instituição. Disponível em:


http://meuartigo.brasilescola.uol.com.br/sociologia/a-familia-como-instituicao.htm.
Acesso em: 03 out. de 2019.

Caro Tutor,
Aproveite para enviar contribuições dos alunos pelo Chat Atividade para que o
professor possa discuti-las.

Bom Trabalho!
Profª Mayra C. Frâncica dos Santos