Você está na página 1de 5

AULA DE MATEMÁTICA FINANCEIRA

Prof. Dra. Ana Paula Stroher

DESCONTO SIMPLES

Olá alunos! Hoje falaremos sobre Descontos, importante tópico da matemática


financeira.
Trata-se de um dos temas mais importantes da matemática financeira, por isso
a importância de estudarmos a fundo a definição, as fórmulas utilizadas e vários
exemplos resolvidos.
Bons estudos!

DEFINIÇÃO
Você deve estar se perguntando: como ocorre essa operação de desconto?
Para entender melhor, vamos para um exemplo prático:
Suponhamos que a empresa A tenha efetuado uma venda à empresa B no valor
de R$ 10.000,00, a ser paga através de uma duplicata com prazo de vencimento
para 3 meses após a venda. Um mês após, precisando de dinheiro, a empresa
A procurou um banco para descontar a duplicata. O banco aceitou a proposta e
ofereceu R$ 9.000,00 pela mesma, ou seja, cobrou R$ 1.000,00 de juros.
Esse tipo de operação, onde o banco antecipa o valor de uma duplicata e cobra
juros por isto é chamada de Desconto de Título.
Neste caso dizemos que o valor do título (R$ 10.000,00) é o valor nominal (que
aqui vamos simbolizar por S), enquanto o valor pago pelo banco (R$ 9.000,00)
é o valor atual do título (aqui vamos simbolizar por P). Já a diferença entre
os dois (R$ 1.000,00) é chamada de desconto (vamos simbolizar por D).
O desconto simples tem esse nome justamente porque ele tem por base o
regime de juros simples (mais adiante veremos também o desconto composto).
Podemos dizer então que desconto é a diferença entre o valor futuro de um título
(S) e o seu valor atual na data da operação (P). O valor do desconto está sempre
associado a uma taxa e a determinado período. Dessa forma temos as seguintes
relações:

D=S–P

P=S–D

S=P+D

Onde:

D = valor monetário do desconto

S= valor futuro do título (valor assumido pelo título na data do vencimento)

P = valor atual ou valor presente do título na data da operação.

1. Desconto simples: Como já falamos anteriormente, ele é obtido em função


de cálculos lineares (capitalização simples). São conhecidos dois tipos de
desconto simples:

- Desconto por fora (bancário ou comercial)

- Desconto por dentro (racional)

Vamos então na aula de hoje falar sobre o desconto por fora também conhecido
como bancário ou comercial.

1.1 Desconto por fora (bancário ou comercial):

Para Cálculo do Valor do Desconto (D): D = S.d.n

D= valor do desconto

S= valor nominal ou valor futuro do título

d = taxa de desconto

n = prazo/período da antecipação
Observação: aqui valem aquelas regras que vocês já conhecem: taxa e período
devem estar na mesma unidade; caso não estiverem deve-se fazer a
transformação conforme aprendemos na Capitalização Simples.

Vamos para alguns exercícios:

1. Qual o valor do desconto simples “por fora” de um título de R$ 2.000,00


com vencimento para 90 dias, à taxa de 2,5% a.m.?

Solução: Primeiramente vamos extrair os dados do problema:

S= R$ 2000,00 (que é o valor nominal do título)

n = 90 dias ( que é o período que iremos antecipar) = 3 meses

d= 2,5% a.m. = 0,025 a.m.( que é a taxa de desconto da operação)

D=? (quero descobrir o valor do desconto)

Fórmula do desconto simples por fora:

D= S.d.n

Substituindo os valores temos:

D = 2000,00 x 0,025 x 3

D= R$ 150,00 (que é o valor do Desconto que o problema pediu)

Veja agora como calculamos a Taxa de Desconto: partindo da fórmula


anterior, basta isolarmos “d” e obtemos:

𝑫
Cálculo da taxa de desconto (d): d=
𝑺.𝒏

2. Uma pessoa descontou um título de valor de R$ 1.650,00 a 20 meses antes


do seu vencimento e recebeu a quantia de R$ 1.386,00. Se foi utilizado o
desconto simples por fora, a taxa mensal de desconto foi igual a quanto?

Solução: Vamos primeiramente extrair os dados do problema

S= R$ 1650,00 (valor nominal do título)


n = 20 meses (período de antecipação)

P = R$ 1386,00 (que é o valor atual, com o desconto, devido a antecipação)

d = ? queremos descobrir a taxa de desconto.

Para usar a fórmula da taxa de desconto, precisamos saber o valor do Desconto


(D)

Então: D= S – P = 1650,00 – 1386,00 = R$264,00

Substituindo então na fórmula da taxa de desconto temos:

𝑫
d=
𝑺.𝒏

d = 264,00 / (1650,00 x 20) = 0,008 a.m. ou 0,8% a.m.

Vejamos agora como se calcula o prazo/ período de antecipação.


Novamente partimos da fórmula inicial do Desconto (D) e isolamos n:

𝑫
Cálculo do prazo (n): n =
𝑺.𝒅

3. Uma duplicata no valor de R$ 6.800,00 é descontada por um banco, gerando


um crédito de R$ 6.000,00 na conta do cliente. Sabendo-se que a taxa cobrada
pelo banco é de 3,2% a.m., determinar o prazo de vencimento da duplicata.

Solução:

S= R$ 6.800,00 (valor nominal da duplicata)

P = R$ 6.000,00 (valor atual devido a antecipação)

d = 3,2% a.m. = 0,032 a.m

Observe que para usarmos a fórmula do período precisamos conhecer D, então

D = 6800,00 – 6000,00 = 800,00

Agora substituindo na fórmula:


n = 800,00/ (6800,00 x 0,032) = 3,7 meses ( pq nossa taxa é ao mês)

ATENÇÃO: PARA FIXAÇÃO DESTE CONTEÚDO DE DESCONTO SIMPLES


POR FORA VCS DEVEM FAZER A ATIVIDADE PROPOSTA NA TAREFA
DESSE CONTEUDO!

Você também pode gostar