Você está na página 1de 64

Fundamentos de

Comércio Electrónico
arsenio.crdoso@gmail.com
cardoso_arsenio@hotmail.com
arsenio_cardoso@yahoo.com.br
Objectivos

 Conceituar o comércio electrónico e seus principais tipos e


operações
 Discutir os benefícios do comércio electrónico para as empresas e
consumidores
 Conhecer as principais formas de comércio elctrónico: B2C, B2B,
C2C, B2G, G2B, G2C
Visão geral do Comércio
Eletrónico
 Comércio eletrónico é o processo de comprar, vender ou trocar
produtos, serviços e informações através da rede mundial de
computadores
 Caracteriza-se pelo uso de meios digitais para a realização de
transacções on-line
 Meios usados:
 Computadores
 Celulares
 Smartphones
 Tablets
 Um meio moderno e eficiente de se realizar compras, vendas,
serviços, troca de produtos e informações através da internet, o que
possibilita a expansão do sector comercial
Visão geral do Comércio
Eletrónico
 O comércio eletrónico surgiu como um novo conceito de mercado,
oferecendo uma oportunidade de negócios na forma de comércio
virtual
 Proporciona maior comodidade, segurança e credibilidade no
momento de efectuar uma compra, seja de um produto ou serviço real
(físico) ou virtual
 Com a grande evolução e expansão da rede mundial de computadores,
o comércio eletrónico ou e-commerce tem se tornando uma das
aplicações mais promissoras da internet, o que possibilita que
continue se expandindo de forma diferenciada, proporcionando
negociação de bens e serviços entre empresas, governo e público em
geral
 Comprar faz parte das principais actividades diárias humanas
Visão geral do Comércio Eletrónico

 O uso da internet por um número cada vez maior de usuários, surgiu o interesse
pela compra e venda on-line em diversas áreas, como: serviços de Tecnologia
da Informação (TI), calçados, vestuário, eletrónicos além do interesse por
filmes e livros
 Para além do comércio eletrónico, também chamado e-commerce, existe o e-
business que possui uma definição mais ampla de comércio eletrónico,
incluindo os seguintes serviços:
 Prestação de serviços a clientes
 Realização de negócios eletrônicos nas organizações
 Colaboração com parceiros de negócios
 O e-business é considerado um empreendimento variável e dinâmico, pois está
diariamente sofrendo alterações, ou seja, mudando de sites isolados e criando
parcerias com portais, extranets e mercados digitais
 Estas mudanças são consequência da pressão pela redução de custos, aumento
na produtividade e o constante aperfeiçoamento do relacionamento com
parceiros e usuários finais
e-business

 São negócios do mundo real que estão conectados on-line


 Através dessas conexões on-line é possível que computadores
possam despachar automaticamente produtos e fazer a
localização de stocks
 Os clientes, podem verificar os processos de compra nas Bases de
Dados
Diferença entre Comércio Eletrónico e
E-business
 Diferença entre Comércio Eletrónico e E-business

E-business Comércio Eletrónico


Descreve o negócio viabilizado tecnologicamente É o processo de realizar transações eletrónicas
que possui certas características de tecnologia e através da internet, como compras, vendas ou
negócio troca de produtos, serviços e informações através
da rede mundial de computadores
E-business não é necessariamente comércio É um subconjunto do e-business
eletrónico
É um ciclo de comércio completo, que vai desde a Nas transações estão inclusos o EDI (Intercâmbio
pesquisa de produtos, selecção, transacções, até o Eletrônico de Dados), pagamento de contas,
suporte pós-vendas realização de pedidos e interação com o cliente
Os princípios dos e-businesses concentram-se na Caracteriza-se pelo uso de meios digitais para a
integração perfeita entre o cliente e a empresa, comercialização de produtos e serviços on-line
entre sistemas internos e de atendimento pessoal e
entre a empresa, seus fornecedores e seus
parceiros
e-business

 Com a utilização deste arrojado meio de compra e venda de


produtos e serviços, o mercado nacional e internacional mudou
seu conceito sobre marketing, voltando seus clientes para as
compras virtuais, alternando com o modelo tradicional de efectuar
suas vendas, como por exemplo: quando o cliente necessita de se
deslocar de sua casa até o estabelecimento comercial para adquirir
um calçado, uma roupa, um eletrodoméstico ou alugar um DVD
 No comércio eletrónico, é necessário realizar algumas transacções
para que a compra e venda de itens seja efectivada
 Actualmente, as principais transacções que os servidores de
comércio eletrónico realizam são: a disponibilidade de
produtos ou serviços, elaboração de pedidos de compra,
comprovação de pagamento e suporte pós-venda ao consumidor
e-business

 Um aspecto importante a ser considerado nos sistemas de comércio eletrónico é


a qualidade do serviço no período em que o cliente está com uma transacção
em curso
 Caso essa operação seja interrompida, vários prejuízos poderão ser causados a
esse cliente
 Um dos principais factores ligados à interrupção de uma transacção é o
servidor sobrecarregado quando vários usuários estão realizando acessos à
mesma página
 Consequentemente, o servidor não consegue atender a todas essas requisições
 Automaticamente alguns ou todos os serviços que estão sendo solicitados serão
perdidos
 Caso isso ocorra, o cliente perde a confiança nos serviços prestados e
provavelmente irá evitar novo acesso ao mesmo site de comércio eletrónico
 Esse seria um dos factores negativos da qualidade do serviço
e-business

 Outra preocupação importante que o consumidor precisa observar no momento


em que realiza uma transação eletrônica de compra de produtos ou serviços é
relativa a segurança das informações trafegadas
 É muito importante que o protocolo utilizado para realizar a conexão entre o
navegador do clientee o servidor de comércio eletrónico seja um protocolo
seguro, com algum nível de criptografia
 Uma forma de verificar a existência de criptografia nas requisições de um site é
observar se existe um cadeado localizado no canto superior esquerdo da janela
(navegador)
 Se o cadeado for visualizado, conforme mostra a Figura 1.1, temos um site
seguro
 Isto é, quando este cadeado estiver aparecendo, significa que se trata de uma
página de comércio eletrónico confiável e não uma página falsa, pois as
informações são protegidas por um certificado digital, o que garante que a
transação será efetivada com segurança e os dados fornecidos terão total
integridade
Segurança do Site
 Na Figura 1.1 observe que há uma imagem no corpo da página (no
canto inferior direito)
 Neste caso, a figura foi adicionada pelos desenvolvedores da
mesma e não significa necessariamente que a página é segura
 O importante para validar a existência de uma conexão segura é a
visualização do cadeado na barra de endereços do navegador ou
então a utilização do protocolo “https” antes do endereço fornecido
Figura 1.1
Comércio Electrónicos

 No comércio eletrónico existe uma diversidade enorme de produtos e serviços que


podem ser comercializados. No entanto, podemos dividir os produtos em duas
grandes categorias:
 Reais
 Virtuais
 Produtos de tipo real são aqueles que também são vendidos na forma tradicional, ou
seja, são caracterizados por produtos físicos, como:
 Notebooks
 Celulares
 Calçados
 Livros
 DVD’s
 Produtos de natureza virtual são aqueles que só existem no modo digital e não são
comercializados de forma tradicional, ou seja, são encontrados somente na internet,
como por exemplo e-books (livros digitais), softwares e jogos
Histórico do Comércio Eletrónico

 Os primeiros conceitos de comércio eletrónico surgiram no início da década de


70, quando foram realizadas as primeiras transferências eletrónicas de dinheiro
por instituições financeiras
 Com o passar dos anos houve um significativo aumento no interesse pelo
acesso à internet e nos anos 90, por ela ter se tornado um meio comercial,
passou-se a utilizar o termo eletronic-commerce (e-commerce)
 Esta denominação deve-se à grande expansão das redes de computadores,
softwares e o aumento da competitividade nos negócios
 Com essa abrangência do comércio eletrônico, actualmente, as empresas de
médio porte possuem sites diversificados para divulgar suas marcas, seus
produtos e serviços
 Já as empresas de grande porte possuem portais mais abrangentes
 Isso possibilita exportá-las virtualmente para o mundo inteiro com um simples
acesso à internet
Histórico do comércio eletrónico

 TEF (Transferência Eletrónica de Fundos)


 EDI (Intercâmbio Eletrónico de Dados)
TEF (Transferência Eletrónica de
Fundos)
 TEF significa Transferência Eletrónica de Fundos e trata-se
basicamente de um mecanismo pelo qual empresas trocam
informações entre si, possibilitando a realização de transacções
financeiras
 Quando você vai até a padaria para comprar um lanche e resolve fazer
o pagamento com um cartão de débito, por exemplo, o que você está
fazendo é uma transferência eletrónica de fundos entre a sua conta e a
conta da padaria
 O TEF é largamente utilizado como forma de pagamento em
transacções computadorizadas
 No comércio eletrónico, ele auxilia e possibilita que as transacções
sejam feitas com maior controlo
 Por meio do TEF realiza-se uma transferência eletrónica de crédito
entre bancos sendo que as informações ou fundos vão directo do
sacado para o sacador, instantaneamente no mesmo dia
TEF (Transferência Eletrónica de
Fundos)
 A automação comercial de qualquer estabelecimento
normalmente utilizará o TEF como opção de pagamento, portanto
este tipo de recurso é válido tanto para estabelecimentos de
comércio tradicional como estabelecimentos de comércio
eletrónico
 Através dele podemos realizar o pagamento de forma eletrónica,
o conhecido “dinheiro de plástico”
 No caso do comércio eletrónico ele constitui-se como uma das
principais opções de pagamento que os clientes dispõem
EDI (Intercâmbio Eletrónico de
Dados)
 Em um cenário económico de grande concorrência e que ao mesmo
tempo necessita de uma maior integração entre as empresas surge o
EDI (Eletronic Data Interchange) também denominado Intercâmbio
Eletrónico de Dados ou Troca Eletrónica de Dados
 É considerado um modelo de tecnologia com a finalidade de estreitar
o relacionamento entre empresas, proporcionando maior facilidade
nas transacções diárias como:
 A transferência eletrónica de documentos
 Facturas
 Pagamentos
 Pedidos
 Entrega de mercadorias entre as organizações
EDI (Intercâmbio Eletrónico de
Dados)
 Por ser considerado um fluxo eletrónico e padronizado de dados,
o EDI permite que a relação entre as empresas torne-se mais
segura e eficiente
 Proporciona economia de tempo e evita gastos excessivos com
papéis, visto que, com esta tecnologia é possível melhorar
significativamente os resultados com a padronização dos dados,
permitindo que sistemas de informação empresariais se conectem
de forma a iniciarem e concluírem com sucesso suas transacções
EDI (Intercâmbio Eletrónico de
Dados)
 A seguir, serão apresentadas as principais vantagens
proporcionadas pelo Intercâmbio Eletrónico de Dados
(EDI) quando este é utilizado com o propósito de melhorar
o relacionamento empresarial:
 Maior rapidez na transferência de dados entre empresas
 Processamento de informações de maneira mais
eficiente e com uma pequena margem de erro
 Maior interação entre empresas e consumidores
 Significativo aumento nas vendas e na produtividade
Tipos de Comércio
Eletrónico
Introdução

 O temo comércio electrónico (ou e-Commerce) se refere o uso


de meio electrónico para realizar transacções comerciais
 A maioria das vezes faz referência a venda de produtos e serviços
pela Internet, mas o termo comércio electrónico também abarca
mecanismos de compra pela Internet (de empresa a empresa)
 Os cleintes que compram na Internet se denominam
ciberconsumidores
Introdução

 O Comércio Electrónico não se limita as vendas on-line, se não


também abarca:
 A preparação de pressupostos on-line
 As consultas dos usuários
 O suministro de catálogos electrónicos
 Os planos de acceso aos pontos de venda
 A gestão de tempo real da disponibilidade dos produtos (existências)
 Os pagamentos on-line
 O rastreo das entregas
 Os serviços pós venda
Introdução

 Em alguns casos, o comércio electrónico permite personalizar os


produtos de manera significativa, em especial se o site de
comércio electrónico está vinculado com o sistema de produção
da empresa (por exemplo tarjetas comerciais, produtos
personalizados como camisetes, taças, gorros, etc.)
 Por último, no que respeita a serviços e produtos (arquivos
MP3, programas de software, livros electrónicos, etc.), o
comércio electrónico permite receber as compras em tempo real
ou de imediato
Tipos de Comércio Electrónico

 B2C – Business-to-Consumer
 B2B – Business-to-Business
 C2C – Consumer-to-Consumer (eBay!)
 B2G – Business-to-Government
 G2B – Government-to-Business (leilão)
 G2C – Government-to-Citizens (Receita, Informações)
B2C - Business to Consumer
 Este tipo de comércio é realizado quando a empresa vai negociar
diretamente com o seu consumidor final
 Este tipo de comércio esta se tornando a melhor forma de comercialização
no Brasil e mundo, pois consegue reduzir consideravelmente o valor do
produto por causa na diminuição de custos
 B2C envolve interação e transação entre uma empresa e seus
consumidores
 Seu foco é o marketing e a venda de produtos e serviços para o
consumidor
 Muitas pessoas já conhecem ou utilizaram este sistema na internet
 Empresas, tais como Lojas Americanas, Submarino, entre outras que
possuem sites de venda aos consumidores
 Com alguns cliques do mouse, as pessoas compram passagens aéreas,
flores, livros, cds, entre outros
 O aliado do comércio eletrónico direcionado ao cliente é a facilidade de
uso aliado a economia de tempo e dinheiro para a compra de um
determinado produto, substituído pela forma “tradicional”, ou seja, a
locomoção até a localização física de determinada loja
BUSINESS – TO – CUSTOMER (B2C)
 Definição:
 Este tipo de comércio se efectua entre uma empresa e um consumidor
final que consume o bem ou serviço, isto é, não o transforma em algo
distinto para vender ou traspassa-lo a outro actor do ciclo de negócios
 Tipos
 São os siguintes tipos de comércio electrónico B2C:
 Intermediarios on-line: Se trata de companhías que facilitam as transacções
entre compradores e vendedores em troca de uma contraprestação
económica em forma de percentagem
 Modelos baseados na publicidade: Publicidade baseada no sistema,
onde as empresas têm sites web dum inventário, que vendem as partes
interessadas
 Modelos baseados na comunidade: As empresas facultam aos usuários
para interactuar, em todo o mundo, em áreas similares de interesse
 Modelos baseados em tarifas: Num sistema de pagamento baseado no
sistema. Neste caso a empresa cobra uma tarifa de subscrição para ver seu
conteúdo
BUSINESS – TO – CUSTOMER (B2C)

 Vantagens do B2C para as empresas


 Os portais B2C contam com algumas vantagens que os tornam
atractivos para as empresas:
 Redução de Custos: a nível de infraestructura, ao ter que abrir
delegações
 Expansão geográfica do mercado (Internacionalização): através do
B2C, essas empresas chegam a um maior número de consumidores
 Melhor gestão dos stocks: diminuindo o nível do inventário, ao poder
fazer pedidos aos provedores em função das demandas concretas
dos consumidores
 Prestação dum melhor serviço ao cliente: elevando o nível de vendas e
ingressos.
BUSINESS – TO – CUSTOMER (B2C)

 Vantagens do B2C para os consumidores


 O B2C não só resulta atractivo para as empresas. Também os usuários
contam com algumas vantagens que podem tornar mais atractivo o B2C frente
aos canaies de comércio tradicionais:
 Redução do preço: os menores custos para as empresas repercutem no usuário
final, que adquire os produtos a um preço inferior ao que pudem ter no mercado
 Maior comodidade: os usuários não têm que desplazarse físicamente nas lojas para
adquirir os produtos
 Melhor serviço, mais, personalizado: possibilidade de verificar o estado das
compras, recomendação de produtos similares pelo própio portal, etc.
 Análises e comparação: todavia, o B2C permite ao usuário realizar comparações
entre os preços do produto que deve-se adquirir nos diferentes portais do B2C.
 Assim mesmo, uma vez realizada a compra, posibilita o acceso ao estado em que se
encontra
 Acesso aos mercados: o B2C permite aos usuários o acesso a produtos e serviços que
em muitas ocasiões não se poderíam obter por outros meios em seu lugar de
residência
O que significa B2B?

 Integração de processos e operações entre empresas


 É o nome dado ao comércio associado a operações de
compra e venda, de informações, de produtos e de serviços
através da Internet ou através da utilização de redes
privadas partilhadas entre duas empresas, substituindo
assim os processos físicos queenvolvemas transacções
comerciais
BUSINESS – TO – BUSINESS (B2B)

 Definição
 Business to Business (B2B) São os negócios de Comércio realizados
entre Empresas Contratos EDI (entre empresas, contratando modelos
económicos, contratos Asp)
 Por exemplo: a entrega da contabilidade a outra empresa, uma
empresa realiza pedidos de materia prima a seus provedores pela Internet
 É o negócio orientado entre diversas empresas que operam através da
Internet
 Características
 Experiência no mercado concreto
 A oferta deve ser um valor añadido
 Evitar falhas de produção, logística e distribuição
BUSINESS – TO – BUSINESS (B2B)

 Vantagens:
 Reducção de custos
 Ampliação de mercado
 Aumento da velocidade
 Centralização da oferta e procura
 Informação de compradores, vendedores, produtos e preços num
lugar comum
 Maior control das compras
Exemplos de transações eletrónicas B2B

 A empresa realiza leilão para escolher a fornecedora de matéria-


prima, nas condições solicitadas, com o menor preço; ou participa
do leilão como candidata a fornecedora
 Nesse método, chamado de leilão reverso, os lances vão sendo
dados pelos participantes cadastrados até que se chegue ao menor
valor final
Vantagens e Desvantagens

 Vantagens do e-commerce (B2B)


 Diminuição de custo
 Melhor para Fidelizar o cliente
 Trabalham 24 horas, todos os dias da semana
 Desvantagens do e-commerce
 Falta de preparo por falta das empresas
 Logística
 Seguranças
C2B - Consumer to Business

 Transações feitas entre o consumidor e a empresa:


 O comprador define preço, prazo, recebimento do produto e a
empresa analisa as melhores ofertas
 Um exemplo é um leilão de passagens aéreas
Consumer-to-business (C2B) (consumidor-
empresa)

 Definição:
 O comércio C2B é um modelo de negócio em que os consumidores
(pessoas físicas) criam valor que é consumido por empresas
 É quando os consumidores oferecem produtos e serviços às empresas
e estas pagam por eles
 Este modelo é o contrário do que as pessoas estão acostumadas a ver,
ou seja, é o consumidor vendendo para as empresas e não as
empresas para os consumidores
 Um exemplo de comércio C2B são usuários que tentam vender seus
serviços através da internet e para isso, enviam seu currículo para
diversas empresas para buscar novas oportunidades de trabalho
C2C - Consumer to Consumer

 Conhecido pelo mundo da Internet como C2C, abreviação


simplificada de “Consumer to Consumer”, é uma transação on-
line realizada entre pessoas físicas, no início dos negócios na
Internet, predominaram as transações entre empresas; em um
segundo momento, assistimos a um forte crescimento das
transações entre a empresa e o consumidor, e agora começa a se
destacar também o comércio eletrônico realizado diretamente
entre pessoas físicas. A partir do momento em que as pessoas
físicas ganharam confiança na Internet, começaram a transacionar
com as empresas e também diretamente com outras pessoas. Na
Internet, a grande líder do mercado C2C é a empresa Mercado
Livre, mas também existe outros, como: BomNegocio e Olx
C2C - Consumer to Consumer

 Os negócios C2C são realizados por meio de uma plataforma


eletrônica na Internet e intermediados por uma empresa que
oferece a infraestrutura tecnológica e administrativa
 Tanto o comprador quanto o vendedor devem estar cadastrados no
sistema e podem ser avaliados por todos os membros da
comunidade de negócios pela quantidade de transações que já
realizaram e pelas notas que receberam em cada transação, numa
espécie de ranking dos bons negociadores
CUSTOMER - TO – CUSTOMER (C2C)

 Definição
 É o sistema de rede em que os arquivos se repartem em diferentes
computadores, os usuários acedem a este de um ou outro em vez de
ser pelo servidor central
 Se faz por meio de e-mail ou Internet.
 Principales razões de este éxito crecente de C2C, são as seguintes:
 A possibilidade de ingressos adicionais para os que vendem
 Ofertas a preços baixos para os que compram
CUSTOMER - TO - CUSTOMER (C2C)

 As operações se realizam com três modalidades principais, que


são:
 Leilão: é a transacção mais comum no site. Vendedor põe um preço
de saída e uma duração determinada para o anúncio e enqunato dure
esse período de tempo, os compradores oferecerão por ela. O
licitante mais alto leva o artigo, baixo as condiçoes de entrega e
devoluções impostas pelo vendedor
 Compra-o já: o vendedor estabelece um preço fixo e, se eu pago,
sera seu
 Anúncio classificado: venda de artigos segundo o anúncio, no onde
se expõem as características do artigo em questão e seu preço
CUSTOMER - TO - CUSTOMER
(C2C)

 Política de pagamento
 PayPal, cartão de crédito, transferência bancária ou contra
reembolso no momento da recepção do pedido e assim se faz constar
no anúncio
 EBay cobra uma comissão ao licitante em caso de venda, em
proporções ao preço final da venda
Vantagens

 Reduz os custos de publicação e divulgação do


produto ou serviço
 O gerenciamento de venda e compra dos
consumidores é facilitado por sistemas
fornecidos pelos intermediários
 É passível de um contato direto com o vendedor
que pode customizar o produto ou negociar as
formas de pagamento
Desvantagens

 O vendedor muitas vezes não oferece garantias ou documentação


legal sobre o produto, uma vez que os produtos em sua grande
maioria são usados ou o vendedor não possui peças de reposição
 O vendedor também não possui controle direto sobre os meios de
entrega, normalmente é utilizada uma empresa terceirizada,
privada ou estatal
 Toda a negociação é baseada em confiança ou através de métricas
definidas pelo intermediário, caso haja algum problema, em
primeira instância, cabem ao vendedor e o comprador resolver
algum impasse ou problema
G2G (Government to Government)

 Relações entre governos da mesma esfera ou não


 Compartilhamento ou integração de bancos de dados
 Orçamento do Estado
 Cadastro de pareceres jurídicos e jurisprudência
 Sistema de remoção e transferência de presos
 Atestado de Antecedentes
B2G - Business to Government

 Prestação de serviços de uma empresa para o governo


 Utilização da internet para realização de concursos públicos
 Compras de materiais variados para o governo
BUSINESS - TO – GOVERNMENT

 “B2G é a abreviatura de Business - to - Government e consiste


em optimizar os processos de negócio entre empresas e o
governo através da Internet
 Se aplica em sites ou portais especializados na relação com a
administração pública
 Em elas as instituições oficiais (conselhos...) podem se colocar
em contacto com seus provedores, e estes podem agrupar ofertas
ou serviços podemos chama-los de “Empresa - a -
Administração”
BUSINESS - TO – GOVERNMENT

 Importância
 Permite que as empresas estableçam relações comercias ou legais com as
Entidades Governamentais, fornecer produtos e serviços aos governos
 Características:
 Transparencia no desenvolvimiento de convocatorias e licitações
 Maior rapidez em desenvolver os tramites
 O governo pode encontrar os melhores preços e condições de pagamentos
 Ventagens:
 Ajuda as Administrações Públicas a honrar tempo e dinheiro
 Maior transparência de mercado, acedendo eficientemente a oferta
dos provedores, comparando produtos e realizando pedidos
 Processo simples e padrão
BUSINESS - TO – GOVERNMENT

 Aplicações:
 Se aplica a sites ou portais especializados na relação com a
administração pública. Em elas as instituções oficiais, (fazenda,
contratações públicas,…etc.) podel colocar-se em contacto com
seus provedores, e estes podem agrupar ofertas e serviços
 Exemplo:
 Relações comerciais (especialmente tributárias) entre o Estado e
os contribuintes. Grande, medio e pequeno. Tecido social baseado
em redes de informação
BUSINESS - TO – GOVERNMENT

 Normas e implicações:
 Vedas unicamente a governos locais, municipais e estatais
 Aplica regras muito particulares para la licitação de contratos
ou a enagenharia de bens e serviços
 O volume e montagem de vendas é o principal atractivo
G2G – Government - to -
Government
 Transações entre Governos. Correspondem a funções que
integram ações do Governo, seja horizontalmente (entre os
vários poderes do Governo, por exemplo), seja
verticalmente (relações entre Governo Central e Provincial,
ou deste com os municípios
G2B – Government – to - Business

 Negócios entre governo e empresas, por exemplo: as compras


pelo Estado através da internet por meio de licitações, tomada de
preços, etc.
C2G - Citizen to Government

 O governo proporciona um serviço online aos cidadãos. Contem


informações como benefícios, políticas, impostos e etc
 Licenciamentos de veículos
 Petições eletrônicas
 Disque Detran
 Posto de Atendimento ao Trabalhador
B2E - business to employee

 comunicação de novos projetos


 Mudanças na empresa
 Conhecimento sobre RH
 Glossário técnico
 Anúncio de compra e venda
Benefícios do Comércio Eletrónico

 A utilização do comércio eletrónico nos permite obter muitos benefícios tanto para
compradores, quanto para vendedores
 Dado os recursos e ferramentas que são disponibilizados, ele possibilita a expansão
do mercado de vendas
 Desenvolver um site que gere um grande montante de dinheiro por ano, nos dias de
hoje, não é uma tarefa tão difícil
 Com a facilidade de acesso à tecnologia da informação e suas ferramentas para
desenvolvimento web, tornou-se muito mais fácil gerar oportunidades,
principalmente para as pessoas envolvidas com a compra e venda de produtos e
serviços através da internet
 Outro aspecto muito relevante para o comércio eletrônico é a extensão territorial
 que muitas vezes obriga as pessoas a comprarem pela internet
 Ex.: se uma pessoa quiser comprar uma roupa, um livro ou até mesmo móveis para
sua casa em alguma loja do outro lado do país, a primeira alternativa que esta pessoa
encontra é a compra on-line, sem ser necessário se deslocar de sua casa até a loja
 Comprando através do comércio eletrónico, o consumidor é beneficiado pela
comodidade, podendo adquirir um produto de uma loja localizada a centenas de
quilómetros de sua casa
Benefícios do Comércio
Eletrónico
 Benefícios para organizações
 Benefícios para o consumidor
Benefícios para organizações

 Para as empresas, o crescimento do comércio eletrónico contribui


para um salto nas vendas, pois com um custo muito baixo é
possível conquistar de forma fácil e rápida um número cada vez
maior de clientes
 O comércio eletrónico contribui significativamente para a redução
de custos para as empresas, pois todo o processo de criação,
armazenamento e informações arquivadas em papel não serão
mais necessárias
 Outros benefícios que também podem ser citados é a vantagem
competitiva diante de empresas concorrentes e a diminuição de
problemas com excesso de stock
Benefícios para organizações

 Os principais benefícios que o comércio eletrónico oferece aos consumidores


são:
 O baixo custo
 Rapidez na entrega
 Por ser um serviço disponibilizado 24 horas por dia, durante os 7 dias da
semana, o comércio eletrónico permite que os consumidores realizem suas
compras com mais comodidade, sem sair de casa
 A enorme variedade de itens e serviços oferecidos, onde o cliente pode ter
acesso às especificações detalhadas do produto, em questão de segundos
 O consumidor também pode realizar comparações de preços de forma muito
rápida e sem nenhum custo
 Vale ressaltar que a integração das Bases de Dados das empresas com alguns
sites facilita a busca/pesquisa pelo melhor preço
 Exemplo destes serviços são o Buscapé e o Bondfaro.
Vantagens do comercio eletrónico

 Maior comodidade para o cliente


 Segurança e rapidez no pagamento das mercadorias
 Diminuição dos impostos
 Aumento dos lucros da empresa
 Pesquisa de preço do produto
 Redução da mão-de-obra
 Comercialização em âmbito global
Desvantagens do comercio
eletrónico
 Aumento do número de desemprego
 Diminuição da qualidade dos produtos entregues aos clientes
 A principal desvantagem do Comércio Eletrónico ainda é a
Segurança
Actividades de aprendizagem

 1. O que você entende por comércio eletrónico e e-business?


 2. Quais os principais benefícios em utilizar o comércio
eletrónico na compra e venda de produtos e serviços na internet?
 3. Sabe-se que os servidores de comércio eletrónico são
responsáveis por todas as actividades realizadas no momento de
uma transacção de compra e venda on-line. Descreva quais são as
principais transacções que os servidores realizam.
Atividades de aprendizagem

 4. Teste seus conhecimentos sobre o comércio eletrónico assinalando V para verdadeiro e F para
falso nas afirmações a seguir:

 ( ) O comércio eletrónico não é caracterizado pelo uso de meios digitais para a realização de
transações comerciais on-line.

 ( ) A qualidade de serviço é um factor importante a ser considerado no momento de efetuar uma


compra virtual, pois garante que as transações ocorram de forma satisfatória.

 ( ) Produtos do tipo real são vendidos na forma tradicional e os produtos do tipo virtual são
aqueles que só existem no mundo digital.

 ( ) Quando uma página web exibe um cadeado durante uma compra on-line significa que o site
não é seguro, oferecendo riscos de segurança ao consumidor.

 ( ) Os portais não são um meio eficiente de divulgação de marcas, produtos e serviços, pois não
possibilitam a expansão de informações, restringindo-se apenas a notícias.

 ( ) O certificado digital tem a função de documentar uma página web, garantindo proteção
durante as transacções on-line e comprovando que a página é realmente verdadeira.
Atividades de aprendizagem

 5. Coloque nos itens abaixo a alinea correspondente


 a) EDI
 b) TEF
 c) B2B
 d) B2C
 e) C2B
 f) C2C
 ( ) empresa-empresa
 ( ) consumidor-consumidor
 ( ) intercâmbio eletrónico de dados
 ( ) consumidor-empresa
 ( ) empresa-consumidor
 ( ) transferência eletrónica de fundos
Dúvidas ou questionamentos?

Você também pode gostar