Você está na página 1de 6

Trabalho de Português - 10º C

Livro: O Tatuador de Auschwitz de Heather Morris


Edição ou reimpressão: 02-2018
Editor: Editorial
Encadernação: Capa mole Páginas: 232
Coleção: Grandes Narrativas
Classificação Temática: Livros em Português - Literatura - Romance
Tema: Holocausto
Enquadramento Histórico

Os campos de concentração nazistas foram desenvolvidos entre 1933 e


1945 e ficaram particularmente conhecidos por abrigar e executar judeus
durante o Holocausto, na Segunda Guerra Mundial. Os campos de
concentração eram muito conhecidos por aproveitarem-se do trabalho dos
judeus e por colocá-los em situações desumanas, sendo mal alimentados,
vítimas de maus-tratos e todo tipo de abuso.
Sobre o Autor

Heather Morris Nasceu na Nova Zelândia. Durante vários anos,


enquanto trabalhava num hospital público em Melbourne, estudou e escreveu
argumentos para cinema.
Em 2003, Heather foi apresentada a um homem já idoso que “tinha uma
história que valia a pena contar” esse homem era Lale, foi assim que Heather
Morris criou este livro “O Tatuador de Auschwitz”
Sobre o Livro

O tatuador de Auschwitz é mais uma obra incluída na temática que versa


sobre o Holocausto. Este romance foi escrito por Heather Morris e relata a
história de amor e sobrevivência de dois prisioneiros judeus em Auschwitz, Lale
e Gita.

Em 1942, Lale Skolov o “Tatuador de Auschwitz” chega a Auschwitz-


Birkenau, é ali que começa a sua tarefa de tatuar os prisioneiros marcados
para sobreviver escrevendo, com tinta uma sequência de números nos braços
de outras vítimas como ele próprio, criando assim aquilo que se veio a tornar
um dos símbolos mais poderosos do Holocausto.

Á espera na fila pela sua vez de ser tatuada, aterrorizada a tremer,


encontra-se Gita, a futura mulher de Lale. Lale, conhecido por seduzir as
mulheres, foi amor á primeira vista, o amor era tanto que ele pretendia lutar
pela vida de ambos.
Personagens Principais

Ludwing Eisenberg - Lale


Nasceu a 28 de outubro de 1916 em Krompachy, na Eslováquia. Foi levado
para Auschwitz a 23 de abril de 1942 e tatuado com o número 32407.

Gisela Fuhrmannova - Gita


Nasceu a 11 de março de 1925 em Vranov nad Topl´ou, na Eslováquia. Foi
levada para Auschwitz a13 de abril de 1942 e tatuada com o número 34902,
que lhe foi novamente tatuado por Lale em julho, ao transferirem-na de
Auschwitz para Birkenau.
Opinião sobre o Livro

Como todas as histórias que já ouvi sobre o Holocausto, os murros no


estomago estão sempre presentes. Muitas das cenas narradas são cruéis e há
alturas em que tinha de parar a leitura. Não foi uma leitura fácil de fazer, mas
necessária para não deixar esquecer o passado.
A história de Gita e Lale inspira e faz-nos acreditar que no meio da tragédia há
sempre espaço para o amor e para a esperança. Uma grande luta pela
sobrevivência.
Será com certeza uma viagem que pretendo fazer um dia – visitar na Polónia
este campo de horrores que perpetua a história de todas as vítimas que por lá
passaram.
Leitura mais do que recomendada.

Francisco Carneiro nº9

Você também pode gostar