Você está na página 1de 6

Chagas – DEE / UFCG

UFCG / CEEI / Departamento de Engenharia Elétrica

Circuitos Elétricos II – 2a Lista de Exercícios

Unidade II – Amplificadores Operacionais

Problema 1 – Determinar os valores de vo, va, io e ia no circuito da Fig. 1. Resp.: va = – 0,4 V; vo


= – 6,8 V; ia = 20 µA; io = 111,67 µA.

Fig. 1

Problema 2 – Calcular vo no circuito da Fig. 2. Resp. – 5 V.

Fig. 2

Problema 3 – Calcular io no circuito da Fig. 3. Resp. – 3,1 mA.

Fig. 3
Chagas – DEE / UFCG

Problema 4 – O engenheiro que projetou o circuito da Fig. 4 afirma que a tensão vo varia de 5
V a – 5 V quando a tensão vg varia de 0 a 5 V. Faça um gráfico de vo em função de vg para 0 ≤
vg ≤ 5 V e responda: quais são os reais limites de variação de vo? Resp. 3,5 V a – 5 V.

Fig. 4

Problema 5 – Em relação ao circuito da Fig. 5, (a) determinar o intervalo em que deve se


situar o parâmetro  para que o amp-op não fique saturado; (b) calcular o valor de io para  =
0,12. Resp. (a) 0 ≤  ≤ 0,2; (b) 200 µA.

Fig. 5

Problema 6 – No circuito da Fig. 6 tem-se va = 18 V, vb = 6 V, vc = -15 V, e vd = 8 V. (a) Qual o


menor valor de Rf para que o amplificador fique saturado? (b) Quando Rf tem o valor
calculado no item (a), qual o valor da corrente de saída do amplificador? Resp. (a) 415,22 kΩ;
(b) – 650,4 µA.

Problema 7 – É suposto que o amplificador operacional da Fig. 7 esteja operando na região


linear. (a) Calcular a potência dissipada no resistor de 16 kΩ; (b) repetir o item (a) com o
amplificador retirado do circuito, isto é, com o resistor de 16 kΩ ligado em série com a fonte
de tensão e o resistor de 48 kΩ; (c) determinar a razão entre as potências calculadas nos
itens (a) e (b); (d) a inserção do amp-op entre a fonte e a carga tem alguma utilidade?
Explique. Resp. (a) 6,4 µW; (b) 0,4 µW; (c) 16; (d) sim, pois torna vo independente da carga.
Chagas – DEE / UFCG

Fig. 6

Fig. 7

Problema 8 – O resistor Rf do circuito da Fig. 8 é ajustado para que o amp-op fique


exatamente no ponto de saturação. Determinar o valor de Rf. Resp. 46,1 kΩ.

Fig. 8

Problema 9 – Calcular os valores de vo1 e vo2 no circuito da Fig. 9. Resp. vo1 = 15,85 V; vo2 =
13,6 V.

Problema 10 – Calcular os valores de vo e io no circuito da Fig. 10. Resp. c = – 4 V; io = 3,6 mA.

Problema 11 – No circuito da Fig. 11, determinar (a) vo em função de , , vg1 e vg2, supondo
que os amplificadores operam na região linear; (b) descrever o comportamento do circuito
quando  =  = 1; (c) descrever o comportamento do circuito quando  =  = 0. Resp. (b)
Amplificador somador inversor de ganho 0,5; (c) amplificador somador não inversor de
ganho 0,5.
Chagas – DEE / UFCG

Fig. 9

Fig. 10

Fig. 11
Chagas – DEE / UFCG

Problema 12 – No circuito da Fig. 12, a tensão vg é aplicada ao amplificador inversor indicado.


Esboçar o gráfico de vo em função do tempo. Quais são os limites de variação de vo? Resp. – 6
V a 6 V.

Fig. 12

Problema 13 – Determinar vo no circuito da Fig. 13. Resp. – 21,6 mV.

Fig. 13

Problema 14 – Determinar vo no circuito da Fig. 14. Resp. – 4 V.

Problema 15 – Determinar vo no circuito da Fig. 15. Resp. – 17,143 mV.

Problema 16 – Determinar vo no circuito da Fig. 16. Resp. 10,8 V.


Chagas – DEE / UFCG

Fig. 14

Fig. 15

Fig. 16

Você também pode gostar