Você está na página 1de 26

Artigo

Biossensores e Bebidas - Revisão


Porfírio, F. F. O.; Giarola, J. F.; Pereira, A. C.*
Rev. Virtual Quim., 2016, 8 (5), 1366-1391. Data de publicação na Web: 26 de outubro de 2016
http://rvq.sbq.org.br

Biosensor and Beverages - Review


Abstract: In the beverages industry the challenge is to eliminate chemical and biological contaminants
such as pesticides, antibiotics, and several microorganisms that may be present in food. The use of new
legislations by responsible agencies generates an increase in the quality control of industrial products
being evaluated through periodic chemical and microbiological analysis, as beverages. Thus, this review
aimed to evaluate the application of biosensors in beverages samples and the progress of analytical
methodology nowadays. An interesting alternative for carrying out these analyzes is the use of
biosensors, because the advantages of these over conventional techniques are not only sensitive and
selective, but also dispense a pre-treatment of samples, providing speed in analysis, minimum reagents
cost and thus, reducing the financial cost. Biosensors are devices that combine the selectivity of
a biological recognition element with the sensitivity of a transducer. The main objective is to produce a
measurable signal proportional to the concentration of a specific compound or a group compounds
which have interacted with the biological component. Despite the enormous research diversity involving
biosensors for the industry, the application in the beverages for any compound is still restricted.
Keywords: Biosensor; Chemical Compound; Beverages.

Resumo
Na indústria de bebidas o grande desafio é eliminar as contaminações químicas e biológicas como
defensivos agrícolas, antibióticos, e micro-organismos diversos, que podem estar presentes nos
alimentos. A adoção de novas legislações pelos órgãos responsáveis gera um aumento do controle da
qualidade dos produtos industrializados, sendo avaliadas por meio de análises químicas e
microbiológicas periódicas, como os biossensores. Assim, a presente revisão tem como objetivo avaliar a
aplicação de biossensores em amostras de bebidas e o progresso dessa metodologia analítica na
atualidade. Uma alternativa interessante para a realização dessas análises é o emprego de biossensores,
pois as vantagens destes para os métodos convencionalmente utilizados não são somente a
sensibilidade e seletividade, mas também dispensar um pré-tratamento das amostras, proporcionando
rapidez nas análises, uso reduzido de reagentes e, consequentemente, redução do custo financeiro. Os
biossensores são dispositivos que combinam a seletividade de um elemento biológico ativo com a
sensibilidade de um transdutor. O principal objetivo é produzir um sinal mensurável proporcional à
concentração de um determinado analito ou grupo de analitos que tenham interagido com o
componente biológico. Apesar da enorme diversidade de pesquisas envolvendo biossensores para a
indústria, a sua aplicação na área de alimentos, para qualquer analito é ainda restrita.
Palavras-chave: Biossensor; Componente Químico; Bebidas.
* Universidade Federal de São João del-Rei, Departamento de Ciências Naturais, Campus Dom Bosco,
36.301-160, São João del-Rei-MG, Brasil.
arnaldocsp@yahoo.com
DOI: 10.21577/1984-6835.20160097

Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391| 1366


Volume 8, Número 5 Setembro-Outubro 2016

Revista Virtual de Química


ISSN 1984-6835

Biossensores e Bebidas - Revisão


Flávia F. O. Porfírio, Juliana de Fátima Giarola, Arnaldo César Pereira*
Universidade Federal de São João del-Rei, Departamento de Ciências Naturais, Campus Dom
Bosco, 36.301-160, São João del-Rei-MG, Brasil.
* arnaldocsp@yahoo.com

Recebido em 23 de novembro de 2015. Aceito para publicação em 11 de outubro de 2016

1. Introdução
2. Materiais e Método
3. Resultados e Discussão
3.1. Biossensores
3.2. A indústria de bebidas
3.3. Aplicações de biossensores na indústria de bebidas
3.4. Biossensores comerciais
4. Conclusão

1. Introdução todo o sistema de produção. Em 1963 a


Organização Mundial da Saúde (OMS) e a
Organização das Nações Unidas para
Atualmente o sistema alimentar mundial é Alimentação e Agricultura (FAO - Food and
altamente complexo. Ele emprega milhões de Agriculture Organization) estabeleceram um
pessoas em todo o mundo, desde pequenos órgão intergovernamental (Comissão do
produtores até as grandes corporações, que Codex Alimentarius) para desenvolver
produzem, processam, transportam e códigos de conduta e recomendações com o
fornecem alimentos diariamente para o objetivo de controlar os surtos de doenças
consumidor.1 causadas pelos alimentos.1

Um dos grandes desafios deste sistema é O Codex Alimentarius é referência


evitar a contaminação química e biológica. mundial no setor de segurança alimentar e
Esses contaminantes podem entrar em possui uma extensa coleção de
contato com os alimentos em qualquer ponto recomendações. O sistema mais utilizado
do sistema de produção e são responsáveis para o controle do processo de produção
por inúmeros problemas de saúde.1,2 pelas indústrias é a Análise de perigos e
pontos críticos de controle (APPCC), que se
O grande número e a frequência de crises baseia em princípios técnicos e científicos de
mundiais relacionadas aos alimentos, prevenção, adotado pela comissão do Codex
levaram alguns governos a estabelecerem Alimentarius desde 2003.1,3,4
novas leis e melhorarem a infraestrutura de
Apesar disso, pesquisas feitas

1367 Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391|


Porfírio, F. F. O. et al.

recentemente mostraram que as doenças tabulados no programa Microsoft Excel 2010


transmitidas por alimentos ainda são um a fim de permitir a análise qualitativa.
problema de saúde pública. Em países
desenvolvidos cerca de 30% da população é
afetada anualmente e esses números são 3. Resultados e Discussão
ainda maiores em países em
desenvolvimento. Dados da OMS mostram
que em países de baixa renda doenças como 3.1. Biossensores
gastroenterite, febre tifoide, febre entérica,
botulismo, colite hemorrágica dentre outras,
são a segunda maior causa de mortalidade O controle da qualidade é feito por meio
ficando a frente da síndrome da de análises periódicas, a partir de métodos
imunodeficiência adquirida (AIDS), doenças capazes de fornecer informações precisas dos
cardíacas, malária e tuberculose.1 padrões de identidade e qualidade do
Com isso, desde a década de 90, há um alimento. Essas análises são realizadas
aumento da necessidade de novas normalmente por técnicas clássicas
metodologias analíticas para a determinação (titulação) ou instrumentais
de compostos específicos na indústria (espectrofotometria, eletroforese capilar,
alimentícia.5,6 cromatografia líquida de alta eficiência
(CLAE) e cromatografia gasosa (CG)).
Diante do exposto, esse trabalho teve Entretanto, essas técnicas apresentam
como objetivo aprofundar o assunto acerca algumas desvantagens consideráveis como
de biossensores desenvolvidos para a custo elevado, longo tempo de análise, alto
indústria de bebidas não-alcoólicas e consumo de reagentes e a necessidade de
alcoólicas, de forma a sintetizar os preparo prévio da amostra, quando
conhecimentos sobre o tema. comparadas com as técnicas eletroquímicas.
Tais técnicas são sensíveis, rápidas e baratas,
podendo então, serem uma alternativa viável
2. Materiais e Método para aplicação segura no controle da
qualidade de alimentos.6,7
Dentre as técnicas eletroquímicas
Esta pesquisa tratou-se de uma revisão de
destaca-se o uso de sensores, que são
literatura, tendo como base periódicos com
dispositivos capazes de fornecer informações
temática sobre biossensores. Foram
em tempo real sobre o sistema estudado,
priorizados os artigos, sites e livros
apresentando elevada sensibilidade,
publicados nos últimos cinco anos, em um
portabilidade, baixo custo, facilidade de
total de 153 exemplares, utilizando os
automação e possibilidade de miniaturização.
seguintes descritores: biossensores,
A Figura 1 ilustra os principais componentes
componentes químicos e bebidas.
de um sensor, em que o analito alvo é
Construiu-se um formulário de coleta de reconhecido de maneira seletiva pelo
dados, obtendo informações sobre analito, reconhecedor e a energia gerada por essa
matriz, composto biológico, transdutor, faixa interação, é transformada em um sinal
linear de resposta e identificação do mensurável pelo transdutor. Esse sinal é
exemplar por autores. transportado pelo comunicador até um
instrumento apropriado de medida.8,9
Os artigos foram analisados de forma
sistematizada. Os dados foram inseridos e

Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391| 1368


Porfírio, F. F. O. et al.

Figura 1. Esquema dos principais componentes de um sensor

O desempenho do sensor depende Basicamente os biossensores podem ser


diretamente da capacidade do reconhecedor classificados quanto ao transdutor ou quanto
de interagir com o composto de interesse de ao elemento biológico de reconhecimento. A
forma seletiva. Quando o agente modificador escolha conjunta de ambos depende do
é de origem biológica o dispositivo é analito alvo e a combinação determinará a
denominado biossensor. O biossensor sensibilidade e seletividade do biossensor.7
combina a seletividade do composto
biológico (enzima, anticorpo, DNA) com a
sensibilidade do transdutor (óptico, térmico, 3.1.1. Transdutores
eletroquímico) gerando assim uma análise
complexa, porém de fácil execução.10 Os
biossensores são importantes ferramentas Os transdutores possuem a função de
para a análise de matrizes complexas, como transformar a energia gerada pela interação
amostras reais e, o procedimento para a entre o reconhecedor biológico e o analito
construção desses dispositivos está descrito alvo em um sinal mensurável. Sua
em vários trabalhos na literatura 11-15, sendo classificação depende do tipo de energia
as aplicações distribuídas em diferentes gerada por essa interação, podendo ser:16
áreas: clínica, ambiental, agrícola e
biotecnológica.6
a) Eletroquímico: a interação entre o
Na indústria alimentícia, os biossensores composto biológico e o receptor gera ou
têm como função a determinação do grau de consome elétrons, que produz o sinal
contaminação dos alimentos e o controle dos eletroquímico. Existem três tipos de
processos de fermentação e produção. transdutores eletroquímicos: amperométrico,
Apesar dos inúmeros dispositivos potenciométrico e condutimétrico.6,17,18
desenvolvidos nos últimos anos suas
aplicações em processos de produção real Nos amperométricos o fluxo de corrente é
ainda são muito restritas. A estabilidade e a gerado pela oxidação ou redução das
durabilidade são as principais desvantagens espécies eletroativas presentes na cela
dos biossensores, que necessitam de eletroquímica quando o potencial é mantido
condições moderadas de temperatura e pH constante, logo, é proporcional à
para manter a atividade do elemento concentração do analito alvo. Nos
biológico.6 potenciométricos mede-se o potencial no
eletrodo de trabalho em relação ao eletrodo
1369 Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391|
Porfírio, F. F. O. et al.

de referência e, as informações fornecidas macromoléculas, imobilizadas na superfície


são sobre a atividade iônica em uma reação do sensor. Dentre os mais utilizados, estão os
eletroquímica. A concentração do analito é enzimáticos (uma ou várias enzimas) e os
fornecida pela equação de Nernst. Os celulares (bactérias, fungos e organelas).17
condutimétricos baseiam-se na habilidade da
 enzimas são proteínas constituídas
solução eletrolítica em conduzir corrente. A
por uma sequência de vinte ou mais
concentração do analito de interesse é
aminoácidos que possuem atividade
proporcional a condutância gerada pelo
catalítica. Logo, a enzima acelera a conversão
consumo de espécies iônicas.18,19
do substrato em seu(s) respectivo(s)
produto(s) ao reduzir a energia de ativação,
ocorrendo a baixas temperaturas (abaixo de
b) Óptico: podem ser de fibra óptica, guia
de onda planar ou ressonância de superfície 50 ºC) e no intervalo de pH de 5,0 a 8,0. Essas
plana (SPR). A quantificação das espécies é reações são muito eficientes e podem ser
realizada pela medida do índice de refração, seletivas a uma classe de compostos. A
pelas propriedades fluorescentes das escolha da enzima a ser imobilizada na
moléculas analisadas, pela quantidade de luz camada modificadora é de acordo com o
absorvida ou por meio de um transdutor analito alvo e o sucesso no desenvolvimento
químico-óptico.20 do dispositivo, depende exatamente da
imobilização da enzima de forma
conveniente para que haja contato direto
c) Calorimétrico: mede-se o calor entre a enzima e a superfície do eletrodo
produzido ou consumido durante uma reação gerando respostas estáveis. Biossensores que
específica. Esse calor é proporcional a utilizam esses compostos são os mais comuns
entalpia molar e ao número de moléculas e possuem o maior potencial para serem
formadas como produto de reação.21 comercializados.22,23
 biossensores celulares empregam
células inteiras como receptores, sendo
d) Pizoelétricos: baseia-se na imobilização usados na determinação de um composto ou
do receptor em um cristal piezoelétrico e na de um grupo de compostos. Dentre os
imersão deste na solução contendo o analito. elementos biológicos utilizados como
A interação específica entre o receptor receptores neste dispositivo se encontram as
biológico e o analito pode ser monitorada por bactérias, as algas e as leveduras. Esses
meio de oscilações do cristal no líquido onde compostos são capazes de metabolizar uma
ele se encontra submerso. A diferença entre grande quantidade de compostos químicos,
a frequência de oscilação do cristal sem o não necessitam de isolamento e/ou
analito ligado aos sítios e a frequência após purificação antes da imobilização na
as ligações é diretamente proporcional ao superfície, visto que a célula inteira é
aumento de massa do cristal. imobilizada e são menos sensíveis à mudança
de pH e temperatura quando comparados
com os biossensores enzimáticos. Entretanto,
3.1.2. Classificação do biocomposto o uso dessas células apresentam algumas
desvantagens como: exigência de um
controle rigoroso do meio, a fim de manter
Existem duas classificações para os
as condições naturais da célula e garantir que
biossensores que dependem da natureza do
o metabolismo celular seja mantido
evento que ocorre entre o reconhecedor
continuamente; a imobilização na superfície
biológico e o analito alvo:17
do sensor deve ser realizada sem alterar as
funções biológicas; e a durabilidade do
a) biossensor biocatalítico: nestes biossensor é dependente do tempo de vida
dispositivos as reações são catalisadas por da célula.24,25

Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391| 1370


Porfírio, F. F. O. et al.

b) biossensor por bioafinidade: nestes rapidamente nos últimos anos (bebidas


dispositivos os componentes biológicos são esportivas, energéticos, bebidas com baixo
anticorpos, antígenos e ácidos nucleicos teor calórico dentre outras).29-31
(fragmentos de DNA). Esses receptores
A produção mundial de bebidas é
promovem uma interação seletiva ou
controlada pela FAO e, de acordo com
específica com o analito formando um
estudos realizados, sua disponibilidade
complexo termodinamicamente estável. Os
cresceu 40% nos últimos anos. A bebida mais
dispositivos mais comuns são:6,17
consumida mundialmente é o chá, em que
 imunossensores: utilizam anticorpos, cerca de 45 litros por pessoa são consumidos
que são produzidos por organismos vivos a anualmente, seguido pelo leite (42 litros) e
fim de reconhecer um composto específico cerveja (30 litros).30,32
(antígeno), podendo reconhecer vírus e O aumento do consumo de bebidas
bactérias. Os imunossensores podem ser tradicionais, o desenvolvimento de novos
empregados na determinação de uma grande produtos e a necessidade de manutenção do
variedade de proteínas, vírus e bactérias. No controle da qualidade, estimulou o
mercado há imonussensores com uma desenvolvimento de tecnologias capazes de
grande variedade de anticorpos, porém facilitar o processo de produção. Neste
muitos deles possuem um custo elevado, contexto, as pesquisas dedicadas ao
instabilidade inerente ao anticorpo e limitada desenvolvimento de novos biossensores
reversibilidade da ligação antígeno- cresceram de forma considerável.33
13,26,27
anticorpo.
• genossensores e aptassensores:
combinam ácidos nucleicos com um 3.3. Aplicações de biossensores na
transdutor apropriado e possuem indústria de bebidas
desempenho relacionado às propriedades
físicas do DNA e do RNA como pureza e
comprimento da cadeia. As informações Em geral as características e composição
genéticas são armazenadas nas bases dos alimentos são analisadas por diversos
nitrogenadas adenina, guanina, timina e propósitos incluindo a construção de tabelas
citosina para o DNA e, adenina, guanina, nutricionais, padrões de qualidade,
uracila e citosina para o RNA. Essas bases se rotulagem de alimentos, entre outros. As
combinam em pares específicos e a análises são realizadas de forma contínua na
sequência produzida é utilizada para gerar linha de produção em diferentes pontos do
um sinal monitorado, fazendo destes processamento.34 Os riscos podem ser:35
dispositivos uma excelente ferramenta para
detectar vírus, bactérias, agentes
carcinogênicos, drogas e poluentes  Componentes naturais da matéria-
mutagênicos, mesmo em matrizes prima que são propriamente tóxicos;
complexas, podendo ser utilizados ainda para  Contaminantes ambientais
detectar sequências específicas de mutações associados à matéria prima;
genéticas associadas a diversas
22,26,28  Microbiológicos;
doenças.
 Contaminação do produto na
colheita, transporte, processamento,
3.2. A indústria de bebidas armazenamento ou empacotamento;
 Compostos alergênicos.
As bebidas podem ser alcoólicas e não
alcoólicas. As opções de bebidas cresceram

1371 Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391|


Porfírio, F. F. O. et al.

3.3.1. Bebidas não alcoólicas: leite e degradação e não são afetados por
bebidas lácteas tratamentos térmicos como a pasteurização
ou a diminuição do pH decorrente do
processo de fermentação.37
O leite é um fluido biológico complexo
Os contaminantes mais encontrados são:
secretado pelas glândulas mamárias de
mamíferos, em que se encontram diversas
moléculas em vários estados de dispersão. Os
 contaminantes ambientais: alguns
componentes majoritários do leite podem ser
exemplos são os furanos, as dioxinas, as
facilmente isolados e estudados.
bifenilas policloradas (PCB), os metais
Tipicamente o leite bovino é composto por
pesados e alguns radionuclídeos. A presença
aproximadamente 87% de água, 3,7-3,9% de
de metais tóxicos (As3+, As5+, Cd2+, Pb2+ e Hg3+)
lipídeos, 3,2-3,5% de proteínas, 4,8-4,9% de
no solo contamina a produção agrícola, e as
glicídios e 0,7% de minerais.36
fontes de água potável. 38 O risco para a
Tanto o leite como seus derivados são população é a ingestão de grandes
vulneráveis ao crescimento microbiano quantidades dos compostos citados acima,
rápido que pode ser benéfico (probióticos) pois eles tendem a ser bioacumulativos e
ou não. Os laticínios em geral estão sujeitos à cancerígenos.37
contaminação por fontes biológicas, químicas
e físicas e a identificação e eliminação destas

fontes de contaminação são de grande contaminantes industriais: o
interesse para a indústria alimentícia.1,36 processamento pode contaminar o alimento
ao produzir substâncias como: acrilamida,
benzeno, aminas biogênicas, cloropropanóis,
a) contaminação microbiana: furano, N-nitrosaminas, hidrocarbonetos
os vírus e bactérias chegam ao leite por aromáticos policíclicos, bisfenol A e outros
meio da alimentação do animal, do ambiente contaminantes provenientes do processo de
em que foi mantido, dos equipamentos de empacotamento do produto.1
ordenha, de armazenamento do produto e
outras fontes de contaminação presentes na
fazenda. Como o leite é uma matriz orgânica • contaminantes biológicos:
que facilita a sobrevivência e reprodução de micotoxinas são metabólitos secundários da
micro-organismos, a contaminação inicial ação de fungos na decomposição de
pode resultar em um aumento significativo alimentos que, quando ingeridos, inalados ou
na população bacteriana, dependendo da absorvidos pela pele, pode causar doenças ou
temperatura de armazenamento. 37 até a morte. Essa classe de compostos
apresenta os quatro tipos básicos de
As espécies mais comuns de bactérias toxicidade: aguda, crônica, mutagênica e
encontradas no leite são: Salmonella, teratogênica. As espécies de micotoxinas
Campylobacter, Escherichia coli, mais importantes são: aflatoxina, ocratoxina
Staphylococcus aureus, Listeria A, fumonisinas e zearalenona.1
monocytogenes, Mycobacterium bovis,
37
Brucella abortus e Brucella melitensis.
• defensivos agrícolas: durante a
segunda metade do século XX foram
b) contaminação química: desenvolvidos vários novos defensivos
é de origem antropogênica (resíduos da agrícolas com o objetivo de melhorar a
agricultura e das indústrias) que estão produtividade como os herbicidas, fungicidas
presentes na água ou na alimentação do e inseticidas. São em geral compostos
animal. Na maioria dos casos os resíduos tóxicos, bioacumulativos e provocam
químicos e contaminantes são resistentes à diversos problemas de saúde na população,

Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391| 1372


Porfírio, F. F. O. et al.

como danos ao sistema nervoso, pulmões, desenvolvimento de novos processos de


órgãos reprodutivos, sistemas imunológicos e tratamento do leite e novas legislações
endócrinos, malformação congênita e mudaram o panorama da indústria de
câncer.37 laticínios.37
No Brasil a regulamentação do leite é feita
pelo Centro Integrado de Monitoramento da
• aditivos alimentares: os aditivos
Qualidade dos Alimentos (Cquali – Leite) que
podem ser naturais (ácido ascórbico) ou
é uma iniciativa conjunta da Agência Nacional
sintéticos e estão presentes em pequenas
de Vigilância Sanitária (Anvisa), do
quantidades nos alimentos, geralmente não
Departamento de Proteção e Defesa do
oferecendo risco à saúde humana devido à
Consumidor (DPDC), do Ministério da Justiça
baixa toxicidade. Eles são adicionados ao
e do MAPA a fim de integrar as ações dos
produto por diversos motivos: regular a
órgãos envolvidos no controle de alimentos e
acidez, reduzir a formação de espuma,
fortalecer as medidas de prevenção e
melhorar a textura, aumentar o prazo de
combate a desvios da qualidade, incluindo
validade do produto ao suprimir o
irregularidades e fraudes. 39 Os regulamentos
crescimento de micro-organismos, entre
técnicos em vigor no Brasil são baseados nas
outros. 1
normas, diretrizes ou recomendação do
Codex Alimentarius da União Europeia, do
FDA e de outros órgãos reconhecidos
• resíduos de remédios: fármacos
internacionalmente.40
administrados em animais lactantes podem
estar presentes nos produtos de origem Apesar da melhora no processamento do
animal em pequenas concentrações. Estes leite, a sua qualidade ainda é um fator
remédios são administrados para prevenir preocupante, uma vez que surtos de doenças
infecções e manter saudável o animal. A transmitidas por leite ainda ocorrem por
retirada do leite após a administração do pasteurização inadequada. 41
remédio só deve ser realizada depois de um
Um dos trabalhos mais citados publicados
período determinado para que a
na década de 90 sobre a aplicação de
concentração do composto atinja níveis
biossensores em laticínios descreve a
aceitáveis. 1,37 utilização de eletrodos impressos (screen
printed) também chamados de eletrodos
des artáveis, o as e zi as β-galactosidase
c) contaminação física: trata-se da
e glicose oxidase co-imobilizadas por ligação
inclusão acidental de algum material
cruzada para a determinação de lactose. O
(fragmentos de plástico ou metais, insetos,
biossensor amperométrico foi utilizado em
unha, joias, botões, ente outros) no alimento
um sistema de análise por injeção em
nas etapas de processamento do produto.
batelada (BIA). Não foi detectado nenhum
tipo de interferente e não foi necessário o
No século XIX, os laticínios eram uma preparo prévio das amostras, com faixa linear
fonte de transmissão de várias doenças de 2x10-6 a 2,5x10-3 mol L-1 e sensibilidade de
incluindo o antraz, difteria, febre tifóide, 250 nA mmol L-1. O biossensor possui o
escarlatina e tuberculose. Essa situação mecanismo catalítico mostrado abaixo, onde
começou a mudar após a aplicação do o H2O2 é a espécie monitorada.42
processo de pasteurização. O

1373 Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391|


Porfírio, F. F. O. et al.

�−���� � � �
��� + �2 � → � − � �� +�− ��
��� � ��� �
�− �� + �2 → �− � � − � − �� � + �2 �2
��
�2 �2 → �2 + �2 �

O biossensor apresentou estabilidade por galactosidase e glicose oxidase co-


três meses e foi aplicado em leite, iogurte e imobilizadas em fibra de alginato de cálcio e
outros derivados com resultados similares ao em amine modified nanosized mesoporous
teste de referência. sílica (AMNM) para a determinação de
lactose. As duas primeiras etapas do
Em 2010 outros pesquisadores 43
mecanismo catalítico são iguais as Equações
desenvolveram um biossensor enzimático e
1 e 2, a última etapa ocorre de acordo com a
óptico para análise em fluxo com mecanismo
Equação 4.
si ilar ao des rito a terior e te. Co a β-

���
� + �2 �2 + �� − → � � �� + ℎ�

Durante a reação enzimática a lactose dispositivo foi aplicado em amostras de leite


produz o equivalente em mols de H2O2, que com resultados satisfatórios.
reage com o luminol em soluções básicas. A
Em 201245 foi publicado um artigo
concentração da amostra é determinada pela
que descreve a utilização de enzimas
intensidade da luminescência produzida.
modificadas geneticamente
Alguns interferentes foram descritos assim
(acetylcholinesterase (AChE) enzimas B394,
como a necessidade de centrifugação da
B4 e B131) para determinação de pesticidas
amostra de leite. A faixa linear encontrada foi
organofosfatos em um sistema de análise em
de 8,0x10-8 g mL-1 a 4,0×10-6 g mL-1 e o
fluxo. O tempo total de análise foi de 15
dispositivo apresentou certa estabilidade por
minutos com uma faixa linear de trabalho de
cerca de 2 meses.
5×10−12 mol L-1 a 5×10−6 mol L-1, sem a
Em 2004 estudiosos 44 desenvolveram o necessidade de preparo da amostra e não
primeiro imunossensor automatizado foram detectados nenhum tipo de
(denominado PASA - conjunto de sensores de interferente.
afinidade em paralelo) capaz de detectar
Os trabalhos citados acima descrevem
simultaneamente dez antibióticos. Os
dispositivos que possuem viabilidade para
anticorpos específicos para penicilina G,
aplicação em processos reais devido aos
cloxacillin, cefapirina, sulfadiazina,
curtos tempos de análise, à possibilidade de
sulfametazina, estreptomicina, gentamicina,
análises simultâneas, miniaturização e
neomicina, eritromicina e tilosina permitiram
automação do sistema além da alta
a análise simultânea dos respectivos analitos.
especificidade e sensibilidade. A Tabela 1
Todo o processo foi totalmente automatizado
apresenta outros biossensores desenvolvidos
e o tempo médio de cada análise foi de cinco
nos últimos cinco anos com o objetivo de
i utos o li ites de dete ção de , μg
-1 quantificar contaminantes em laticínios.
L efapiri a a μg L-1 (neomicina). O

Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391| 1374


Porfírio, F. F. O. et al.

Tabela 1. Biossensores empregados na análise de laticínios


Composto Faixa linear de
Analito Matriz Transdutor Ref.
Biológico resposta
Ureia Leite Urease Óptico - 46
23.85 a 203.28
Ocratoxina A Leite Peroxidase Amperométrico 47
nmol L-1
5×10−6 a 5×10−12
Organofosfatos Leite acetilcolinasterase Amperométrico 45
mol L-1
1,3×10-2 CFU mL-
Nisin Leite Bactéria Óptico 1 48
, a μ ol L-
Lisina Leite Lisina oxidase Amperométrico 1 49
0,1 a 0,8 mmol L-
Glicose Leite Glicose oxidase Amperométrico 1 50
Patogênicos e B linfócitos Ped-
Leite Óptico - 51
toxinas 2E9 cellline
Lactobacillus 0,5 e 5,0 mmol L-
Catecol, Leite Amperométrico 1 52
acidophilus
β-galactosidase e
Lactose Leite Amperométrico 0,1 a 14 mmol L-1 53
Glicose oxidase
Celobiose 1 a 150×10−6 mol
Lactose Leite Amperométrico 54
desidrogenase L-1
herpesvirus-1 Leite ELISA Amperométrico - 55
1,0x10-3 a
Salmonella
Leite Anticorpo SA Condutimétrico 1,0x10-7 CFU mL- 56
typhimurium (SA) 1

Anticorpo 0,5 a 100 ng


Cloranfenicol Leite Piezoelétrico 57
cloranfenicol mL−1
1.0×10−7 a
Colina Leite Colina oxidase Óptico 58
5×10−4 mol L-1
Ureia Leite Urease Térmico 1 a 200 mmol L-1 59
Acetilcolina
4,84x10-5 a 4,84
Organofosfatos Leite esterase e colina Óptico 60
μ ol L-1
oxidase
0,25 a 5,00
Glicose Leite Glicose oxidase Amperométrico 61
mmol L-1
Colina oxidase e
Colina Leite Óptico 0,0005 a 2 mM 62
peroxidase
Aflatoxina M1 6,25 a 100 pg
Leite Anticorpo AFM1 Condutimétrico 63
(AFM1) mL−1
Estafilococos e
enterotoxina A Leite Anticorpo SEA Piezoelétrico 0,05 a 1 mg L−1 64
(SEA)
Ácido fólico Leite Anticorpo Óptico 1 a 10 ng mL-1 65
Sulfadiazina Leite Anticorpo Piezoelétrico a μg kg-1 66
Peróxido de
Leite Catalase Amperométrico - 67
hidrogênio
Catalase Leite Aptâmero Óptico (SPR) 5 a 1000 nmol L-1 68

1375 Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391|


Porfírio, F. F. O. et al.

Potenciométrico
Íon chumbo Leite Urease , a , μM 69
e colorimétrico
Listeria
1,0×102 a
monocytogenes Leite Anticorpo LM Amperométrico 70
1,0×106 CFU mL-1
(LM)
Sulfamethoxazole 5×10−7 a 5×10−4
Leite Anticorpo SMX Amperométrico 71
(SMX) mg mL−1
Enrofloxacina ,
Cloranfenicol e Leite Anticorpo Óptico (SPR) - 72
Sulfapiridina
Staphylococcus Anticorpo S. 1.5x102 a
Leite Colorimétrico 73
Aureus (S. aureus), aureus 1.5x106 CFU mL−1
Listeria
Monocytogenes Leite Anticorpo LM Piezoelétrico - 74
(LM)
Aptâmero Anti- , a μ ol L-
Bisfenol A (BPA) Leite Amperométrico 1 75
BPA
Fragmento de
Aflatoxina M1 Leite Condutimétrico 1 a 14 ng mL-1 76
DNA
DNA e 0,01x10-12 a
Enterobacteriaceae Leite Amperométrico 77
Exonuclease III 1x10-9 mol L-1
0,5 a 5,0x10-6 g
Tetraciclina Leite Aptâmero Eletroquímico 15
mL-1
Biotina (vitamina
Leite Anticorpo biotina Óptico 2,5 a 75 ng mL-1 78
B8)
Mycobacterium Fragmento de
Leite Amperométrico - 79
bovis DNA IS6110
Melanina Leite Anticorpo Óptico , a , μg L-1 80
, μg L-1 a 10
Staphylococcal
μg L-1 e
Enterotoxina B Leite Anticorpo SEB Piezoelérico 81
10−9 μg L-1 a
(SEB)
, μg L-1
Leite
Glicose sem Glicose oxidase Amperométrico - 82
lactose
Bifidobacterium
bifidum e 104 a 107 CFU
Leite Anticorpo BSA Piezoelético 83
Lactobacillus mL-1
acidophilus
Anticorpo , a , μg
Diclofenaco Leite Óptico 84
diclofenaco L−1
, μM a μM
Peróxido de
Leite Peroxidase Amperométrico e 85
Hidrogênio
μM a , M
Clostridium
ELISA e immuno-
botulinum Leite Piezoelétrico - 86
PCR
neurotoxinas A e B
Clivagem
Neurotoxina 1 pg/mL a
Leite específica no Amperométrico 87
botulínica A 1 ng/mL
substrato de

Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391| 1376


Porfírio, F. F. O. et al.

SNAP-25-GFP pela
toxina alvo
Pontos quânticos
β-hidroxibutirato 8,0 μM a
Leite modificados com Óptico 88
βHBA 1000 mM
NAD+
Membrana
lipídica
3,34 × 10−3 ng/L
Penicilina G Leite modificada com Amperométrico 89
a 3,34 × 103 ng/L
nanopartículas de
ouro
Anticorpo 10 ng mL−1a
BSA Leite Óptico 90
anti-BSA 1000 ng mL−1
ELISA - Enzyme-Linked Immunosorbent Assay/ BlaR-CTD - carboxy-terminal of penicillin-
recognizing protein BlaR/ CFU - Unidades formadoras de colônias/ SPR- ressonância de
superfície plana

3.3.2. Bebidas alcoólicas Portarias.40 As principais aplicações de


metodologias analíticas são:38

As bebidas alcoólicas são parte  monitorar o processo de produção e


garantir a qualidade do produto;
importante da vida cotidiana. O consumo
moderado destes produtos é comum em  determinar a autenticidade da
todas as classes sociais. O princípio das bebida;
bebidas alcoólicas é a fermentação, em que o
 detectar aditivos fraudulentos;
açúcar é convertido em etanol e outros
produtos secundários. Essa conversão pode  assegurar que o produto cumpra as
ser realizada por diversos fungos e bactérias exigências regulamentares;
que imprimem as suas características ao
 caracterizar novos componentes;
processo de fermentação produzindo bebidas
de sabores característicos. Os contaminantes  investigar a existência de poluentes,
encontrados em bebidas alcoólicas são toxinas naturais e seus metabólicos.
defensivos agrícolas, contaminantes
No monitoramento do processo de
orgânicos industriais, metabólitos fúngicos,
produção se destacam os biossensores
materiais inorgânicos e outras substâncias
de o i ados de ariz e lí gua
formadas ou adicionadas às bebidas no
eletrônica, que são sistemas compostos por
processo de fermentação.38
um conjunto de sensores e um sistema de
A concentração destes contaminantes análise de dados. O objetivo destes
deve ser controlada regularmente, dispositivos é o de reconhecer características
respeitando as quantidades máximas do produto, como sabor e valores
especificadas por lei. 38 No Brasil, a qualidade nutricionais, fazendo uma estimativa dos
das bebidas alcoólicas e não alcoólicas é componentes chaves e comparando os
fiscalizada pelo MAPA. A regulamentação valores encontrados com uma base de
para padronização, classificação, registro, dados.91
inspeção, produção e fiscalização encontram-
Em 2011 pesquisadores 92 desenvolveram
se nas leis n°8.918/1994 e n°7.678/1998, nos
u a lí gua ioeletrô i a o a e zi a
decretos regulamentadores n° 6.871/2009 e
tirosinase e uso de fitalocianinas como
n°99.066/1990 e em Instruções normativas e
mediador de elétrons para avaliar as
mudanças que ocorrem durante o processo

1377 Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391|


Porfírio, F. F. O. et al.

de envelhecimento da cerveja. A capacidade Vários trabalhos descrevem dispositivos


do biossensor está relacionada com a capazes de monitorar a qualidade do
mudança da concentração de compostos produto. Em 2011 estudiosos 94 descreveram
fenólicos, mais precisamente dos o uso conjunto de biossensores enzimáticos
flavonoides. As amostras de diferentes (glicose oxidase, glicose desidrogenase,
marcas de cerveja estudadas foram glicoamilase, frutose desidrogenase, álcool
previamente analisadas pelo conjunto de desidrogenase, peroxidase, glicerol quinase,
biossensores usando a voltametria cíclica. Os sarcosina oxidase e creatinase) no controle
dados obtidos foram utilizados na análise do dos níveis de açúcar (maltose, maltotriose,
componente principal (PCA - Principal glicose e frutose) e álcool (etanol e glicerol)
Component Analysis) e na análise no processo de fermentação da cerveja. Os
discriminante linear (LDA - Linear resultados encontrados para os biossensores
Discriminant Analysis), que são foram comparados com os da CLAE e os da
procedimentos matemáticos com finalidade espectrofotometria. Os pesquisadores
de analisar os dados visando sumarizar os concluíram que para o monitoramento de
resultados que possuem muitas variáveis 93. maltose e maltotriose apenas a CLAE
Após os tratamentos matemáticos os apresentou resultados satisfatórios. Porém,
resultados mostraram que o conjunto de os biossensores e a espectrofotometria
biossensores foi capaz de fornecer mostraram resultados consideráveis
informações claras a respeito das bebidas demonstrando a diminuição dos níveis de
analisadas. Os resultados foram confirmados açúcar durante todo o processo e foram
pelos tratamentos matemáticos de rede capazes de detectar baixas concentrações de
neural probabilística (PNN -Probabilistic glicose e frutose, mesmo em estágios mais
Neural Networks), funções de base radial avançados de fermentação. Para o etanol e o
(RBF - Radial Basis Functions) e Redes glicerol, todos os métodos se mostraram
Feedforward e Backpropagation (BP - adequados. Neste caso, os biossensores
FeedForward Networks with representaram a melhor opção no que diz
Backpropagation). O biossensor proposto foi respeito ao custo e tempo de análise. A
capaz de discriminar e classificar diferentes Tabela 2 apresenta os biossensores
amostras de cerveja. desenvolvidos nos últimos anos para
aplicações em bebidas alcoólicas.

Tabela 2. Biossensores empregados na análise da qualidade de bebidas alcoólicas


Faixa linear de
Analito Matriz Composto Biológico Transdutor Ref.
resposta
Componentes
Cerveja Tirosinase Amperométrico - 95
da cerveja
Ocratoxina A Cerveja Peroxidase Amperométrico 0,24 a 2,06 nM 96
2,5×10−7 a 9,2×10−5 e
Catecol e ácido
Cerveja Tirosinase Amperométrico 2,5×10−7 a 4,7×10−4 97
caféico
mol L-1
Polifenol e
dióxido de Cerveja Lacase Amperométrico - 98
enxofre
Ocratoxina A Cerveja Aptâmero Amperométrico - 99
Tiramina Cerveja Tiramina oxidase Amperométrico 0,37 a 0,78 mM 100
Putrescina Cerveja Putrescina oxidase Amperométrico 0,01 a 0,25 mmol L-1 101
Vinho e Peroxidase e Álcool
Etanol Amperométrico - 102
cerveja desidrogenase

Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391| 1378


Porfírio, F. F. O. et al.

Amina Vinho e
Diamina oxidase Amperométrico 25 a 20000 ng ml-1 103
Biogênica Cerveja
Glicose oxidase,
Glicose, 0,02 a 0,7 mmol L-1
Álcool oxidase e
frutose e Vinho Amperométrico 0,05 a 0,5 mmol L-1 e 104
D-frutose
etanol 0,05 a 0,5 mmol L-1
desidrogenase
Methylobacterium
Etanol Vinho Amperométrico 0,050 a 7,5 mmol L-1 105
organophilium
Gene GAP1m-F e
Nitrogênio Vinho Óptico - 106
DAL4m-F
Ocratoxina A
Vinho Anticorpo OTA Óptico - 107
(OTA)
Ácido lático Vinho L-lactato oxidase Amperométrico 5 a 340 mmol L-1 108
Bebidas
Glicose Glicose oxidase Amperométrico a μL 109
alcoólicas
Compostos
Vinho Lacase Amperométrico - 110
fenólicos
Glucono-bacter
Quitosana Vodka Amperométrico 0,5 a 2,0 mM 111
oxydans
Álcool
Etanol Cerveja Amperométrico 15 a 120 g L-1 112
desidrogenase
Anticorpo policlonal 0,3 a 10 µg mL-1 e 0,5
Ovalbumina Vinho Óptico 113
anti-OVA a 40 µg mL-1
Lisozyma Vinho Aptâmero Óptico 1 a 100 μg mL-1 114

3.3.3. Outras bebidas não alcoólicas contaminantes químicos (defensivos


agrí olas, dio i as, PCB’s e o postos
policíclicos aromáticos) e microbiológicos.1
Podem ou não ser de fontes naturais
As cascas das frutas também podem
como refrigerantes, energéticos, água de
abrigar uma grande variedade de fungos e
coco, suco de fruta, infusos, dentre outros. O
bactérias. Os micro-organismos normalmente
suco de fruta natural é um produto não
encontrados são as bactérias (Enterobacter,
fermentado obtido da fruta fresca, sendo um
Shigella, Salmonella, Escherichia coli
alimento extremamente saudável e rico em
0157:H7, Bacillus cereus), certos vírus
vitaminas e minerais. As frutas, no entanto,
(Hepatite A, Rotavírus e vírus Norwalk),
podem ser contaminadas por micro-
fungos (Rhizopus, Aspergillus, Penicillum,
organismos como vírus e bactérias e os
Eurotium, Wallemia) e leveduras
diversos contaminantes químicos. Além
(Saccharomyces, Zygosaccharomyces,
disso, o componente principal destas bebidas
Hanseniaspora, Candida, Debaryomyces e
é a água, logo, a qualidade das frutas
Pichia sp). 115
depende de um fornecimento adequado de
água potável.1 Um biossensor enzimático para
determinação de glicose em amostras de
As contaminações comuns em água são:
vinho e suco de fruta, utilizando um sensor
concentração de minerais, acima ou abaixo
de fibra óptica acoplado ao sistema por
do ideal podem causar problemas de saúde;
injeção em fluxo (FIA) foi desenvolvido em
presença de metais pesados, devido a ações
1989.116 O sistema apresentou faixa linear de
naturais ou antropogênicas; outros
resposta de 0,1 a 500 mmol L-1, capacidade
1379 Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391|
Porfírio, F. F. O. et al.

de análise de 60 amostras por hora e Um biossensor potenciométrico para


estabilidade de 400 horas em análise determinação de Escherichia coli em
contínua. amostras de suco de frutas e leite foi
desenvolvido em 2010 118. O composto
Em 2007 pesquisadores117 publicaram um
biológico (aptâmero) foi imobilizado em
artigo em que descreviam um biossensor
nanotubos de carbono de parede simples. O
amperométrico, descartável e
sistema apresentou alta sensibilidade e
enantiosseletivo para determinação de D-
seletividade, com faixa linear de resposta de
aminoácidos. O biossensor foi construído
104 UFC mL-1(unidades formadoras de
imobilizando a enzima D-aminoácido oxidase -1
colônias mL ). O biossensor é de fácil
na superfície do eletrodo descartável que
construção, porém, só possui estabilidade
continha grafeno modificado com azul da
para cinco análises. A Tabela 3 apresenta
Prússia e Nafion. O dispositivo apresentou
outros biossensores desenvolvidos para
alta seletividade e faixa de resposta linear de
análise de bebidas não alcoólicas.
5 a 200 μ ol L-1, com resultados semelhantes
ao método padrão.

Tabela 3. Biossensores aplicados na análise de suco de frutas e outras bebidas não alcoólicas

Composto Faixa linear de


Analito Matriz Transdutor Ref.
Biológico resposta
Anticorpo
Vitamina B5 Suco de fruta Óptico (SPR) 10 a 5000 ng mL-1 119
vitamina B5
Leite, suco
Peróxido de Tionina e
de fruta, leite Amperométrico 0,1 mM a 2,3 mM 120
hidrogênio catalase
de coco
Anticorpo
Leite e suco ocratoxina e
Ocratoxina A Óptico - 121
de Frutas Anticorpo
aflatoxina
Ácido Suco de Fragmento de
Amperométrico - 122
ascórbico Fruta DNA
Carbamato
Suco de Anticorpo
pesticida- Piezoelétrico 0,1 a 50,0 mg L−1 123
Fruta metolcarbe
metolcarbe
Suco de
Frutas e Frutose
Frutose Amperométrico 0,1 a 5 mmol L-1 124
Bebidas desidrogenase
energéticas
Adenina 0,005 a
Adenina Chá Amperométrico 125
deaminase 0,1 mmol L-1
Suco de L-aminoácido 0,001 a
L-aminoácido Amperométrico 126
Fruta oxidase 70 mmol L-1
Ácido Suco de Ascorbato
Amperométrico - 127
Ascórbico Laranja oxidase

Glicose Energil C, Glicose Amperométrico 128


Energéticos, oxidase e 0,05 e 6,0 mg mL–1
Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391| 1380
Porfírio, F. F. O. et al.

Tampico, peroxidase
Gatorade,
Suco de
Laranja
Tecido de
cogumelo
Suco de (Agaricus
Tioureia Térmico 1 a 20 μmol L-1 14
Fruta bisporus) e
polifenol
oxidase
Suco de
Fruta, 0,02 a
Xanthine 0,06 μmol L-1 e
Xantina Bebidas Amperométrico 129
oxidase
energéticas e 1 a 7,5 μmol L-1
vinho
Suco de Glicose
Glicose Amperométrico 0,25 a 2,0 mmol L-1 130
Fruta e Chá oxidase
Suco de Arginine
L-arginina Potenciométrico 1×10-9 a 1 M 131
Fruta deiminase
Células de
leveduras
Cobre Água potável Óptico 1 a 100 μM 132
geneticamente
modificadas

3.4. Biossensores comerciais biológicos e são capazes de detectar


centenas de compostos de forma rápida e
sensível. Apesar disso, a quantidade de
Nos últimos anos diversos trabalhos que biossensores comerciais ainda é muito
descrevem a construção de biossensores com limitada. A Tabela 4 apresenta alguns dos
potencial para aplicação em processos reais biossensores comerciais disponíveis no
foram publicados na literatura. Eles mercado.
empregam diversos tipos de compostos

Tabela 4. Biossensores comerciais para análise de bebidas


Nome do
Analito Aplicação Empresa Ref.
Biossensor
Etanol, Latato, Glicose, Glicerol, Metanol, Bebidas Am2, Am3, Am5,
Analox 133
Sucrose e Lactose alcoólicas Gl10, Gl16
BDEVIA48,
Bacillus Diarrhoeal enterotoxina,
BP0298500,
Campylobacter sp, Escherichia coli, Bebidas
Listeria spp, Pseudomonas spp, alcoólicas, não BP0120500, 3M 134
Saumonella aureus, Salmonella spp, alcoólicas e leite
BP0253500,
Staphylococcal Enterotoxins A-E
TPEBMED500,

1381 Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391|


Porfírio, F. F. O. et al.

TSGMED500,
SALVIA96,
SETVIA48
Bacillus spp., Campylobacter jejuni / lari /
coli
Clostridium perfringens, Cronobacter
sakazakii Veredus
Listeria spp., Salmonella spp., Leite VereFood or e™ Laboratory 135
Pte. Ltd.
Escherichia coli, Shigella spp.
Staphylococcus aureus, Vibrio cholera
Vibrio parahaemolyticus, stx1A gene
Gwent
Glicose Bebidas Answer 8000 136
sensors

Lactato Microzyme Biosentec 137


Leite
Vinho,
Glicose, Lactato, Malato Senzytech one Tectronik 138
Suco de fruta
Yellow
NH4+, Ca2+, Cl-, I-, NO3-, K+, S2-, Na+ Indústria YSI TruLine Ion springs 139
Alimentícia Selective
instruments

O primeiro biossensor comercial foi miniaturização, automação e facilidade de


lançado em 1974 pela Yellow Springs operação que faz com que eles possam ser
Instrument, e detectava glicose por meio da empregados em processos reais a um preço
enzima glicose oxidase imobilizada sobre um competitivo e ainda justifique os
141
eletrodo de platina. As pesquisas sobre o investimentos iniciais necessários.
desenvolvimento de novos biossensores para
A necessidade de novas metodologias
glicose cresceram e hoje cerca de 90% do
cresce anualmente junto com novas
mercado de biossensores são destinados a
legislações e regulamentos.142 As análises em
determinação de glicose no sangue.140
alimentos devem ser feitas de forma a
A viabilidade da comercialização de um satisfazer as solicitações básicas da indústria
biossensor depende da versatilidade e do e dos órgãos governamentais. Além disso, a
baixo custo. Um dos principais problemas diversidade de alimentos disponíveis, a
encontrados deve-se ao fato de que o adição de nutrientes, a adulteração acidental
dispositivo deve funcionar continuamente ou deliberada e a demanda por produtos
por longos períodos de tempo e a maioria mais saudáveis por parte do consumidor
dos biossensores não cumpre esse requisito contribuem para o desenvolvimento das
devido à fragilidade do reconhecedor pesquisas em biossensores.142
biológico, sendo então o mercado limitado
Novas tecnologias específicas como
para análise de apenas um composto. Em
biossensores acoplados a celulares 144,
contrapartida, o biossensor permite a troca
utilização de novas matrizes para o suporte
do reconhecedor biológico imobilizado na
dos componentes biológicos associados a
superfície, possuindo a possibilidade de

Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391| 1382


Porfírio, F. F. O. et al.

novas técnicas de imobilização 111,145,146, Para a indústria de bebidas em especial,


desenvolvimento de genossensores, e esses dispositivos podem analisar os
aptassensores 147, dispositivos que contaminantes presentes de forma rápida e
44,148,149
promovem análises simultâneas , sem a necessidade de longos processos de
microeletrodos e eletrodos preparo da amostra.
descartáveis 55,96,150 foram desenvolvidas para
esse mercado nos últimos anos e são capazes
de fornecer informações específicas sobre Referências Bibliográficas
possíveis contaminações como defensivos
agrícolas, metais pesados, poluentes e 1
compostos tóxicos, além da qualidade do Motarjemi, Y. Public Health Measures:
produto final. 151-153 Modern Approach to Food Safety
Management: An Overview. Encyclopedia of
Food Safety 2014, 4, 1. [CrossRef]
2
4. Conclusão Nielsen, S.; Food Analysis, 4a. ed., Springer
Science, 2010.
3
Heredia, N. L.; Wesley, I. V.; Garcia, J. S.;
Microbiologically Safe Foods, Wiley: New
Foi possível verificar que o uso dos
Jersey, 2009.
biossensores na análise de alimentos tem por 4
Mortari, A.; Lorenzelli, L. Recent sensing
objetivo facilitar o controle da qualidade dos
technologies for pathogen detection in milk:
produtos permitindo uma análise rápida,
A review. Biosensors & Bioelectronics 2014,
eficiente e confiável. Um dos principais
60, 8 [CrossRef] [PubMed]
problemas na aplicação de biossensores em 5
Luong, J. H.; Bouvrette, P.; Male, K. B.
processos reais é a durabilidade do
Developments and applications of biosensors
dispositivo, apesar de alguns biossensores
in food analysis. Trends in Biotechnology,
apresentarem dispositivos com a estabilidade
1997, 15, 369. [CrossRef] [PubMed]
de até três meses. Em geral, os biossensores 6
Mello, L. D.; Kubota, L. T. Review of the use
ainda não possuem a estabilidade exigida
of biosensors as analytical tools in the food
para uma aplicação prática. No entanto,
and drink industries. Food Chemistry 2002,
características únicas como alta seletividade
77, 237. [CrossRef]
e sensibilidade, tempo rápido de análise e 7
Thakur, M. S.; Ragavan, K. V. Biosensors in
baixo custo de construção justificam o
food processing. Journal of Food Science and
emprego destes dispositivos.
Technology 2013, 50, 625. [CrossRef]
8
Os biossensores enzimáticos são os mais Lowinsohn, D.; Bertotti, M. Electrochemical
empregados para análise de contaminantes sensors: Fundamentals and applications in
por possuírem maior durabilidade e potencial microenvironments. Química Nova 2006, 29,
para aplicação em processos reais. O leite e 1318. [CrossRef]
9
seus derivados também possuem o maior Guth, U.; Vonau, W.; Zosel, J. Recent
número de aplicações de biossensores, visto developments in electrochemical sensor
que é uma das bebidas mais consumidas no application and technology-a review.
mundo. Measurement Science & Technology 2009,
20. [CrossRef]
A diversidade dos trabalhos publicados 10
Turner, A. P. Biosensors: sense and
nos últimos anos representa a versatilidade
sensibility. Chemical society Reviews 2013,
dos biossensores devido a possibilidade de
42, 3184. [CrossRef] [PubMed]
combinar os receptores biológicos com 11
Davis, J.; Vaughan, D. H.; Cardosi, M. F.
diferentes tipos de transdutores, os novos
Elements of biosensor construction. Enzyme
materiais desenvolvidos, o uso conjunto de
biossensores para análise simultânea e ainda and Microbial Technology 1995, 17, 1030.
poder acoplá-los com os sistemas FIA e BIA. [CrossRef]

1383 Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391|


Porfírio, F. F. O. et al.

12 25
Indyk, H. E. Development and application Banica, F. G.; Chemical Sensors and
of an optical biosensor immunoassay for Biosensors: Fundamentals and Applications,
alpha-lactalbumin in bovine milk. Wiley, 2012. [CrossRef]
26
International Dairy Journal 2009, 19,36. Yoon, J. Y. Introduction to Biosensors: From
[CrossRef] Electric Circuits to Immunosensors, Springer,
13
Pancrazio, J. J.; Whelan, J. P.; Borkholder, 2012.
27
D. A.; Ma W.; Stenger, D. A. Development Robinson, G. A. Optical immunosensing
and application of cell-based biosensors. systems-meeting the market needs.
Annals of Biomedical Engineering 1999, 27, Biosensors & Bioelectronics 1991, 6, 183.
697. {PubMed} [CrossRef] [PubMed]
14 28
Sezgintürk, M. K.; Dinçkaya, E. Edwards, G. A.; Bergren, A. J.; Porter, M. D.
Development of a Biosensor for Controlling Em Handbook of Electrochemistry; Zoski, C.
of Thiourea in Fruit Juices. Food and G., ed.; Elsevier: Amsterdam, 2007, cap. 8.
29
Bioprocess Technology 2010, 3, 128. Potter, N. N.; Hotchkiss, J. H. Em Food
[CrossRef] Science; Potter, N. N.; Hotchkiss, J. H., eds.;
15
Chen, D.; Yao, D.; Xie, C.; Liu, D. Springer US, 1995, cap. 19.
30
Development of an aptasensor for Wolf, A.; Bray, G. A.; Popkin, B. M. A short
electrochemical detection of tetracycline. history of beverages and how our body treats
Food Control 2014, 42, 109. [CrossRef] them. Obesity Reviews 2008, 9, 151.
16
Mehrvar, M.; Abdi, M. Recent [CrossRef] [PubMed]
31
developments, characteristics, and potential Paquin, P. Functional and Speciality
applications of electrochemical biosensors. Beverage Technology, Elsevier Science, 2009.
32
Analytical Sciences 2004, 20, 1113. [CrossRef] Sítio da Organização das Nações Unidas
[PubMed] para a Alimentação e a Agricultura.
17
Thévenot, D. R.; Toth, K., Durst, R. A.; Disponível em: <https://www.fao.org.br/>.
Wilson, G. S. Electrochemical biosensors: Acesso em: 1 novembro 2014.
33
recommended definitions and classification. Taylor, S.; Advances in Food and Nutrition
Biosensors & Bioelectronics 2001, 16, 121. Research, v. 62., Elsevier Science, 2011.
34
[CrossRef] [PubMed] Hui, Y. H. Handbook of Food Science,
18
Sethi, R. S. Transducer aspects of Technology, and Engineering, v. 4., Taylor &
biosensors. Biosensors and Bioelectronics Francis: Boca Raton, 2006.
35
1994, 9, 243. [CrossRef] Baxter, E. D.; Hughes, P. S. Beer: Quality,
19
Grieshaber, D.; MacKenzie, R.; Vörös, J.; Safety and Nutritional Aspects, Royal Society
Reimhult, E. Electrochemical biosensors - of Chemistry, 2001. [CrossRef]
36
Sensor principles and architectures. Sensors Fernandes, R. Microbiology Handbook:
2008, 8, 1400. [CrossRef] [PubMed] Dairy Products, 3a. ed., Royal Society of
20
Homola, J.; Yee, S. S.; Gauglitz, G. Surface Chemistry, 2009. [CrossRef].
37
plasmon resonance sensors: review. Sensors Tamine, A. Y. Milk Processing and Quality
and Actuators B: Chemical 1999, 54, 3. Management, Wiley-Blackwell, 2009.
38
[CrossRef] Buglass, A. J. Handbook of Alcoholic
21
Ramanathan, K. Danielsson, B. Principles Beverages: Technical, Analytical and
and applications of thermal biosensors. Nutritional Aspects, v. 2, Wiley: New York,
Biosensors & Bioelectronics 2001, 16, 417. 2011.
39
[CrossRef] [PubMed] Sítio da C Qualis Leite. Disponível em:
22
Wang, J. Analytical Electrochemistry, 3a. <http://www.cquali.gov.br/data/Pages/MJ63
ed., Wiley–VCH: New York, 2006. 68FB74ITE
23
Evtugyn, G. Biosensors: Essentials, MID93F359BA4EAB4B37AB55378AF60C18E4
Springer: Berlin, 2013. PTBRNN.htm>. Acesso em: 16 outubro 2014.
24 40
Liu, Q.; Wang, P. Cell-based Biosensors: Sítio do Ministério da Agricultura.
Principles and Applications.1a ed., Artech Disponível em:
House, Incorporated, 2009. <http://www.agricultura.gov.br/

Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391| 1384


Porfírio, F. F. O. et al.

vegetal/qualidade-seguranca-alimentos- platinum nanoparticles modified Au


bebidas/bebidas/legislacao>. Acesso em: 18 electrode for detection of lysine. Enzyme and
outubro 2014. Microbial Technology, 2013, 52, 265
41
Gran, H. M.; Wetlesen, A.; Mutukumira, A. [CrossRef] [PubMed]
50
N.; Rukure, G.; Narvhus, J. A. Occurrence of Grassino, A. N.; Milardovic, S.; Grabaric, Z.;
pathogenic bacteria in raw milk, cultured Grabaric, B. S. Amperometric assessment of
pasteurised milk and naturally soured milk glucose electrode behaviour in mixed
produced at small-scale dairies in Zimbabwe. solvents and determination of glucose in
Food Control 2003, 14, 539.[CrossRef] dairy products. Food Chemistry 2011, 125,
42
Jager, A.; Bilitewski, U. Screen-printed 1335. [CrossRef]
51
enzyme electrode for the determination of Banerjee, P.; Bhunia, A. K. Cell-based
lactose. Analyst 1994, 119, 1251. [CrossRef] biosensor for rapid screening of pathogens
43
Yang, C.; Zhang, Z.; Shi, Z.; Xue, P.; Chang, and toxins. Biosensors & Bioelectronics 2010,
P.; Yan, R. Application of a novel co-enzyme 26, 99. [CrossRef] [PubMed]
52
reactor in chemiluminescence flow-through Sagiroglu, A.; Paluzar, H.; Ozcan, H. M.;
biosensor for determination of lactose. Okten, S.; Sen, B. A novel biosensor based on
Talanta, 2010, 82, 319. [CrossRef] [PubMed] Lactobacillus acidophilus for determination of
44
Knecht, B. G.; Strasser, A.; Dietrich, R.; phenolic compounds in milk products and
Martlbauer, E.; Niessner, R.; Weller, M. G. wastewater. Preparative Biochemistry &
Automated microarray system for the Biotechnology 2011, 41, 321. [CrossRef]
simultaneous detection of antibiotics in milk. [PubMed]
53
Analytical Chemistry 2004, 76, 646. Ammam, M.; Fransaer, J. Two-enzyme
[CrossRef] [PubMed] lactose biosensor based on beta-
45
Mishra, R. K.; Dominguez, R. B.; Bhand, S.; galactosidase and glucose oxidase deposited
Muñoz, R.; Marty, J. L. A novel automated by AC-electrophoresis: Characteristics and
flow-based biosensor for the determination performance for lactose determination in
of organophosphate pesticides in milk. milk. Sensors and Actuators B-Chemical,
Biosensors & Bioelectronics, 2012, 32, 56. 2010, 148, 583. [CrossRef]
54
[CrossRef] [PubMed] Tasca, F.; Ludwig, R.; Gorton, L.; Antiochia,
46
Nikoli, G. P.; Nikolelis, D. P.; Methenitis, C. R. Determination of lactose by a novel third
Construction of a simple optical sensor based generation biosensor based on a cellobiose
on air stable lipid film with incorporated dehydrogenase and aryl diazonium modified
urease for the rapid detection of urea in milk. single wall carbon nanotubes electrode.
Analytica Chimica Acta 2010, 675, 58. Sensors and Actuators B: Chemical 2013, 177,
[CrossRef] [PubMed] 64. [CrossRef]
47 55
Alonso-Lomillo, M. A.; Domínguez-Renedo, Cork, J.; Jones, R. M.; Sawyer, J. Low cost,
O.; Román Ldel, T.; Arcos-Martínez, M. J. disposable biosensors allow detection of
Horseradish peroxidase-screen printed antibodies with results equivalent to ELISA in
biosensors for determination of Ochratoxin 15 min. Journal of Immunological Methods,
A. Analytica Chimica Acta, 2011, 688, 49. 2013, 387, 140. [CrossRef] [PubMed]
56
[CrossRef] [PubMed] Dong, J.; Zhao, H.; Xu, M.; Ma, Q.; Ai, S. A
48
Virolainen, N.; Guglielmetti, S.; Arioli, S.; label-free electrochemical impedance
Karp, M. Bioluminescence-based immunosensor based on AuNPs/PAMAM-
identification of nisin producers - A rapid and MWCNT-Chi nanocomposite modified glassy
simple screening method for nisinogenic carbon electrode for detection of Salmonella
bacteria in food samples. International typhimurium in milk. Food Chemistry 2013,
Journal of Food Microbiology 2012, 158, 126. 141, 1980. [CrossRef] [PubMed]
57
[CrossRef] [PubMed] Karaseva, N. A.; Ermolaeva, T. N. A
49
Chauhan, N; Narang, J.; Sunny, Pundir, C. S. piezoelectric immunosensor for
Immobilization of lysine oxidase on a gold-

1385 Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391|


Porfírio, F. F. O. et al.

chloramphenicol detection in food. Talanta International Conference on Sensing


2012, 93, 44. [CrossRef] [PubMed] Technology 2012, 672. [CrossRef]
58 67
Dai, H.; Chi, Y.; Wu, X.; Wang, Y.; Wei, M.; Futo, P.; Markus, G.; Kiss, A.; Adánvi, N.
Chen, G. Biocompatible Development of a Catalase-Based
electrochemiluminescent biosensor for Amperometric Biosensor for the
choline based on enzyme/titanate Determination of Increased Catalase Content
nanotubes/chitosan composite modified in Milk Samples. Electroanalysis 2012, 24,
electrode. Biosensors & Bioelectronics 2010, 107. [CrossRef]
68
25, 1414. [CrossRef] [PubMed] Ashley, J.; Li, S. F. An aptamer based
59
Mishra, G. K.; Mishra, R. K.; Bhand, S. Flow surface plasmon resonance biosensor for the
injection analysis biosensor for urea analysis detection of bovine catalase in milk.
in adulterated milk using enzyme thermistor. Biosensors & Bioelectronics 2013, 48, 126.
Biosensors & Bioelectronics 2010, 26, 1560. [CrossRef] [PubMed]
69
[CrossRef] [PubMed] Kaur, H.; Kumar, S.; Verma, N. Enzyme-
60
Gao, X.; Tang, G.; Su, X. Optical detection based Colorimetric and Potentiometric
of organophosphorus compounds based on Biosensor for Detecting Pb (II) Ions in Milk.
Mn-doped ZnSe d-dot enzymatic catalytic Brazilian Archives of Biology and Technology
sensor. Biosensors & Bioelectronics 2012, 36, 2014, 57, 613. [CrossRef]
70
75. [CrossRef] [PubMed] Cheng, C.; Peng, Y.; Bai, J.; Zhang, X.; Liu, Y.;
61
Dalmasso, P. R.; Pedano, M. L.; Rivas, G. A. Fan, X.; Ning, B.; Gao, Z. Rapid detection of
Supramolecular architecture based on the Listeria monocytogenes in milk by self-
self-assembling of multiwall carbon assembled electrochemical immunosensor.
nanotubes dispersed in polyhistidine and Sensors and Actuators B: Chemical 2014, 190,
glucose oxidase: Characterization and 900. [CrossRef]
71
analytical applications for glucose biosensing. Cai, M.; Zhu, L.; Ding, Y.; Wang, J.; Li, J.; Du,
Biosensors & Bioelectronics 2013, 39, 76. X. Determination of sulfamethoxazole in
[CrossRef] [PubMed] foods based on CeO2/chitosan
62
Pal, S.; Sharma, M. K.; Danielsson, B.; nanocomposite-modified electrodes.
Willander, M.; Chatterjee, R.; Bhand, S. A Materials Science & Engineering C-Materials
miniaturized nanobiosensor for choline for Biological Applications 2012, 32, 2623.
analysis. Biosensors & Bioelectronics 2014, [CrossRef]
72
54, 558. [CrossRef] [PubMed] Fernández, F.; Hegnerová, K.; Piliarik, M.;
63
Kanungo, L; Bacher, G.; Bhand, S. A label- Sanchez-Baeza, F.; Homola, J.; Marco, M. P. A
free silver wire based impedimetric label-free and portable multichannel surface
immunosensor for detection of aflatoxin M1 plasmon resonance immunosensor for on site
in milk. Sensors and Actuators B-Chemical analysis of antibiotics in milk samples.
2012, 168, 223. [CrossRef] [PubMed] Biosensors & Bioelectronics 2010, 26, 1231.
64
Salmain, M.; Ghasemi, M.; Boujday, S.; [CrossRef] [PubMed]
73
Pradier, C. M. Elaboration of a reusable Sung, Y. J.; Suk, H. J.; Sung, H. Y.; Li, T.; Poo,
immunosensor for the detection of H.; Kim, M. G. Novel antibody/gold
staphylococcal enterotoxin A (SEA) in milk nanoparticle/magnetic nanoparticle
with a quartz crystal microbalance. Sensors nanocomposites for immunomagnetic
and Actuators B: Chemical 2012, 173, 148. separation and rapid colorimetric detection
[CrossRef] of Staphylococcus aureus in milk. Biosensors
65
Indyk, H. E. The determination of folic acid & Bioelectronics 2013, 43, 432. [CrossRef]
in milk and paediatric formulae by optical [PubMed].
74
biosensor assay utilising folate binding Sharma, H.; Mutharasan, R. Rapid and
protein. International Dairy Journal 2010, 20, sensitive immunodetection of Listeria
106. [CrossRef] monocytogenes in milk using a novel
66
Mishra, G.; Bhand, S. FIA-EQCN biosensor piezoelectric cantilever sensor. Biosensors &
for analysis of sulphadiazine residues in milk.

Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391| 1386


Porfírio, F. F. O. et al.

82
Bioelectronics 2013, 45,158. [CrossRef] Graça, J. S.; Oliveira, R. F.; Moraes, M. L.;
[PubMed] Ferreira, M. Amperometric glucose biosensor
75
Zhou, L.; Wang J.; Li, D.; Li, Y. An based on layer-by-layer films of
electrochemical aptasensor based on gold microperoxidase-11 and liposome-
nanoparticles dotted graphene modified encapsulated glucose oxidase.
glassy carbon electrode for label-free Bioelectrochemistry 2014, 96, 37. [CrossRef]
detection of bisphenol A in milk samples. [PubMed]
83
Food Chemistry 2014, 1,34. [CrossRef] Szalontaia, H.; Adányib, N.; Kissa, A.
[PubMed] Development of Piezoelectric Immunosensor
76
Di çka a, E.; Kı ık, O.; “ezgi türk, M. K.; for the Detection of Probiotic Bacteria.
Altuğ, C.; Akko a, A. Development of an Analytical Letters 2012, 45, 1214. [CrossRef]
84
impedimetric aflatoxin M1 biosensor based Rau, S.; Hilbig, U.; Gauglitz, G. Label-free
on a DNA probe and gold nanoparticles. optical biosensor for detection and
Biosensors and Bioelectronics 2011, 26, 3806. quantification of the non-steroidal anti-
[CrossRef] [PubMed] inflammatory drug diclofenac in milk without
77
Luo, C.; Tang, H.; Cheng, W.; Yan, L.; Zhang, any sample pretreatment. Analytical and
D.; Ju, H.; Ding, S. A sensitive electrochemical Bioanalytical Chemistry 2014, 406, 3377.
DNA biosensor for specific detection of [CrossRef] [PubMed]
85
Enterobacteriaceae bacteria by Exonuclease Cui, Y.; Zhang, B.; Liu, B.; Chen, H.; Chen,
III-assisted signal amplification. Biosensors G.; Tang, D. Sensitive detection of hydrogen
and Bioelectronics 2013, 48, 132. [CrossRef] peroxide in foodstuff using an organic–
[PubMed] inorganic hybrid multilayer-functionalized
78
Indyka, H. E.; Gilla, B. D.; Woolardb, D. C. graphene biosensing platform. Microchimica
Biotin content of paediatric formulae, early Acta 2011, 174, 137. [CrossRef]
86
lactation milk and seasonal bovine milk Rajkovic, A.; Moualij, B. E.; Fikri, Y.; Dierick,
powders by biosensor immunoassay. K.; Zorzi, W.; Heinen, E.; Uner, A.;
International Dairy Journal 2014, 35, 25. Uyttendaele, M. Detection of Clostridium
[CrossRef] botulinum neurotoxins A and B in milk by
79
Lermo, A.; Liébana, S.; Campoy, S.; Fabiano, ELISA and immuno-PCR at higher sensitivity
S.; García, M. I.; Soutullo, A.; Zumárraga, M. than mouse bio-assay. Food Analytical
J.; Alegret, S.; Pividori, M. I. A novel strategy Methods 2012, 5, 319. [CrossRef]
87
for screening-out raw milk contaminated Chan, C. Y.; Guo, J. B.; Sun, C.; Tsang, M. K.;
with Mycobacterium bovis on dairy farms by Tian, F.; Hao, J. H.; Chen, S.; Yang, M., A
double-tagging PCR and electrochemical reduced graphene oxide-Au based
genosensing. International Microbiology electrochemical biosensor for ultrasensitive
2010, 13, 91. [CrossRef] [PubMed] detection of enzymatic activity of botulinum
80
Fodey, T. L.; Thompson, C. S.; Traynor, I. neurotoxin A. Sensors and Actuator B:
M.; Haughey, S. A.; Kennedy, D. G.; Crooks, S. Chemistry 2015, 220, 131. [CrossRef]
88
R. H. Development of an Optical Biosensor Weng, X.; Chen, L.; Neethirajan, S.;
Based Immunoassay to Screen Infant Formula Duffield, T., Development of quantum dots-
Milk Samples for Adulteration with based biosensor towards on-farm detection
Melamine. Analytical Chemistry 2011, 83, of subclinical ketosis. Biosensors &
5012. [CrossRef] [PubMed] Bioelectronics 2015, 72, 140. [CrossRef]
81 89
Han, J. H.; Him, H. J.; Sudheendra, L.; Gee, Li, H.; Xu, B.; Wang, D.; Zhou, Y.; Zhang, H.;
S. J.; Hammock, B. D.; Kennedy, I. M. Xia, W.; Xu, S.; Li, Y., Immunosensor for trace
Photonic Crystal Lab-On-a-Chip for Detecting penicillin G detection in milk based on
Staphylococcal Enterotoxin B at Low supported bilayer lipid membrane modified
Attomolar Concentration. Analytical with gold nanoparticles. Journal of
Chemistry 2013, 85, 3104. [CrossRef] Biotechnology 2015, 203, 97. [CrossRef]
[PubMed]

1387 Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391|


Porfírio, F. F. O. et al.

90
Indyk, H. E.; Gill, B. D.; Woollard, D. C., An Development of an automated flow-based
optical biosensor-based immunoassay for the electrochemical aptasensor for on-line
determination of bovine serum albumin in detection of Ochratoxin A. Sensors and
milk and milk products. International Dairy Actuators B: Chemical 2013, 176, 1160.
Journal 2015, 47, 72. [CrossRef] [CrossRef]
91 100
Ciosek, P.; Wróblewski, W. Potentiometric Batra, B.; Lata, S.; Devi, R.; Yadav, S.;
electronic tongues for foodstuff and Pundir, C. S. Fabrication of an amperometric
biosample recognition--an overview. Sensors tyramine biosensor based on immobilization
2011, 11, 4688. [CrossRef] [PubMed] of tyramine oxidase on AgNPs/l-Cys-modified
92
Ghasemi-Varnamkhasti, M.; Rodríguez- Au electrode. Journal of Solid State
Méndez, M. L.; Mohtasebi, S. S.; Apetrei, C.; Electrochemistry 2012, 16, 3869. [CrossRef]
101
Lozano, J.; Ahmadi, H.; Razavi, S. H.; Antonio Bóka B.; Adányi N.; Szamos J.; Virág D.;
de Saja, J. Monitoring the aging of beers Kiss A. Putrescine biosensor based on
using a bioelectronic tongue. Food Control putrescine oxidase from Kocuria rosea.
2012, 25, 216. [CrossRef] Enzyme and microbial technology 2012, 51,
93
Wold, S.; Esbensen, K.; Geladi, P. Principal 258. [CrossRef] [PubMed]
102
component analysis. Chemometrics and Pisoschi, A. M. Improvement of Alcohol
Intelligent Laboratory Systems 1987, 2, 37. Dehydrogenase and Horseradish Peroxidase
[CrossRef] Loadings in Ethanol Determination by a
94
Monosik, r.; Stredansky, M.; Tkac, J.; Bienzyme Sensor. Letters in Organic
Sturdik, E. Application of Enzyme Biosensors Chemistry 2013, 10, 611. [Link]
103
in Analysis of Food and Beverages. Food Di Fusco, M.; Federico, R.; Boffi, A.;
Analytical Methods 2012, 5, 40. [CrossRef] Macone, A.; Favero, G.; Mazzei, F.
95
Ghasemi-Varnamkhasti, M.; Mohtasebi, S. Characterization and application of a diamine
S.; Rodríguez-Méndez, M. L.; Siadat, M.; oxidase from Lathyrus sativus as component
Ahmadi, H.; Razavi, S. H. Electronic and of an electrochemical biosensor for the
bioelectronic tongues, two promising determination of biogenic amines in wine
analytical tools for the quality evaluation of and beer. Analytical and Bioanalytical
non-alcoholic beer. Trends in Food Science & Chemistry 2011, 401, 707. [CrossRef]
Technology 2011, 22, 245. [CrossRef] [PubMed]
96 104
Alonso, M. A. L.; Domínguez, O. R.; Piermarini, S.; Volpe, G.; Esti, M.;
Ferreira, L. G.; Arcos, M. J. M. Sensitive Simonetti, M.; Palleschi, G. Real time
enzyme-biosensor based on screen-printed monitoring of alcoholic fermentation with
electrodes for Ochratoxin A. Biosensors & low-cost amperometric biosensors. Food
Bioelectronics 2010, 25, 1333. [CrossRef] Chemistry 2011, 127, 749. [CrossRef]
[PubMed] [PubMed]
97 105
Wang, B.; Zheng, J.; He, Y.; Sheng, Q., A Wen, G.; Li, Z.; Choi, M. M. F., Detection of
sandwich-type phenolic biosensor based on ethanol in food: A new biosensor based on
tyrosinase embedding into single-wall carbon bacteria. Journal of Food Engineering 2013,
nanotubes and polyaniline nanocomposites. 118, 56. [CrossRef]
106
Sensors and Actuators B: Chemical 2013, 186, Gutiérrez, A.; Chiva, R.; Beltran, G.; Mas,
417. [CrossRef] A.; Guillamon, J. M. Biomarkers for detecting
98
Martinez-Periñan, E.; Hernández-Artiga, M. nitrogen deficiency during alcoholic
P.; Palacios-Santander, J. M.; ElKaoutit, M.; fermentation in different commercial wine
Naranjo-Rodriguez, I.; Bellido-Milla, D., yeast strains. Food Microbiology 2013, 34,
Estimation of beer stability by sulphur dioxide 227. [CrossRef] [PubMed]
107
and polyphenol determination. Evaluation of Prieto-Simón, B.; Karube, I.; Saiki, H.
a Laccase-Sonogel-Carbon biosensor. Food Sensitive detection of ochratoxin A in wine
Chemistry 2011, 127, 234. [CrossRef] and cereals using fluorescence-based
99
Rhouati, A.; Hayat, A.; Hernandez, D. B.; immunosensing. Food Chemistry 2012, 135,
Meraihi, Z.; Munoz, R.; Marty, J.-L., 1323. [CrossRef]

Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391| 1388


Porfírio, F. F. O. et al.

108 118
Mo ošík, R.; “treďa ský, M.; Greif, G.; Zelada-Guillén, G. A.; Bhosale, S. V.; Riu, J.;
Šturdík, E., A rapid ethod for deter i atio Rius, F. X. Real-time potentiometric detection
of l-lactic acid in real samples by of bacteria in complex samples. Analytical
amperometric biosensor utilizing Chemistry 2010, 82, 9254. [CrossRef]
nanocomposite. Food Control 2012, 23, 238. [PubMed]
119
[CrossRef] Haughey, S. A.; Elliott, C. T.; Oplatowska,
109
Grassi o, A. N.; Milardović, “.; Gra arić, ).; M.; Stewart, L. D.; Frizzell, C.; Connolly, L.,
Gra arić, B. “., “i ple a d relia le iose sor Production of a monoclonal antibody and its
for determination of glucose in alcoholic application in an optical biosensor based
beverages. Food Research International 2012, assay for the quantitative measurement of
47, 368. [CrossRef] pantothenic acid (vitamin B5) in foodstuffs.
110
Gil, D. M. A.; Rebelo, M. J. F. Evaluating Food Chemistry 2012, 134, 540. [CrossRef]
120
the antioxidant capacity of wines: a laccase- Zhang, B.; Cui, Y.; Chen, H.; Liu, B.; Chen,
based biosensor approach. European Food G.; Tang, D. A New Electrochemical Biosensor
Research and Technology 2010, 231, 303. for Determination of Hydrogen Peroxide in
[CrossRef] Food Based on Well-Dispersive Gold
111
Habib, O.; Demirkol, D. O.; Timur, S. Sol- Nanoparticles on Graphene Oxide.
Gel/Chitosan/Gold Nanoparticle-Modified Electroanalysis 2011, 23, 1821. [CrossRef]
121
Electrode in Mediated Bacterial Biosensor. Todescato, F.; Antognoli, A.; Meneghello,
Food Analytical Methods 2012, 5, 188. A.; Cretaio, E.; Signorini, R.; Bozio, R.
[CrossRef] Sensitive detection of Ochratoxin A in food
112
Polan, V.; Eisner, A.; Vytras, K., Simple and and drinks using metal-enhanced
Rapid Determination of Ethanol Content in fluorescence. Biosensors & Bioelectronics
Beer Using an Amperometric Biosensor. 2014, 57, 125. [CrossRef]
122
Chemosensors 2015, 3, 169. [CrossRef] Wang, X.; Jiao, C.; Yu, Z., Electrochemical
113
Pilolli, R.; Visconti, A.; Monaci, L., Rapid biosensor for assessment of the total
and label-free detection of egg allergen antioxidant capacity of orange juice beverage
traces in wines by surface plasmon resonance based on the immobilizing DNA on a poly l-
biosensor. Analytical and Bioanalytical glutamic acid doped silver hybridized
Chemistry 2015, 407, 3787. [CrossRef] membrane. Sensors and Actuators B:
114
Mihai, L.; Vezeanu, A.; Polonschii, C.; Albu, Chemical 2014, 192, 628. [CrossRef]
123
C.; Radu, G. L.; Vasilescu, A., Label-free Pan, M.; Kong, L.; Liu, B.; Qian, K.; Fang,
detection of lysozyme in wines using an G.; Wang, S., Production of multi-walled
aptamer based biosensor and SPR detection. carbon nanotube/poly(aminoamide)
Sensors and Actuator B: Chemical. 2015, 206, dendrimer hybrid and its application to
198. [CrossRef] piezoelectric immunosensing for metolcarb.
115
Sinha, N.; Sidhu, J.; Barta, J.; Wu, J.; Cano, Sensors and Actuators B: Chemical 2013, 188,
M. P. Handbook of fruits and fruit processing, 949. [CrossRef]
124
2 ed., Wiley-Blackwell: New York, 2012. Antiochia, R.; Vinci, G.; Gorton, L. Rapid
116
Dremel, B. A. A.; Schaffar, B. P. H.; Schmid, and direct determination of fructose in food:
R. D., Determination of glucose in wine and a new osmium-polymer mediated biosensor.
fruit juice based on a fibre-optic glucose Food Chemistry 2013, 140, 742. [CrossRef]
125
biosensor and flow-injection analysis. Bóka, B.; Adányi, N.; Virág, D.; Frebort, I.;
Analytica Chimica Acta 1989, 225, 293. Kiss, A. Enzyme Based Amperometric
[CrossRef] Biosensor for Adenine Determination.
117
W isło, M.; Compagnone, D.; Trojanowicz, Electroanalysis 2013, 25, 237. [CrossRef]
126
M. Enantioselective screen-printed Lata, S.; Pundir, C. S. L-amino acid
amperometric biosensor for the biosensor based on L-amino acid oxidase
determination of d-amino acids. immobilized onto NiHCNFe/c-
Bioelectrochemistry 2007, 71, 91. [CrossRef] MWCNT/PPy/GC electrode. International

1389 Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391|


Porfírio, F. F. O. et al.

137
Journal of Biological Macromolecules 2013, Sítio da empresa BioSenTec. Disponível
54, 250. [CrossRef] [PubMed] em:
127
Barberis, A.; Spissu, Y.; Bazzu, G.; Fadda, <http://www.biosentec.fr/fr/produits.html>.
A.; Azara, E.; Sanna, D.; Schirra, M.; Serra, P. Acesso em: 16 novembro 2015.
138
A. Development and characterization of an Sítio da empresa Tectronik. Disponível em:
ascorbate oxidase-based sensor-biosensor <http://www.tectronik.it/en/senzytec.php>.
system for telemetric detection of AA and Acesso em: 16 novembro 2015.
139
antioxidant capacity in fresh orange juice. Sítio da empresa YSI a xylem brand.
Analytical Chemistry 2014, 86, 8727. Disponível em: <https://www.ysi.com/>.
[CrossRef] [PubMed] Acesso em: 16 novembro 2015.
128 140
Lopes, F. M.; Batista, K. A.; Batista, G. L. A.; Adley, C. C. Past, Present and Future of
Fernandes, K. F. Biosensor for determination sensors in food production. Foods 2014, 3,
of glucose in real samples of beverages. Food 491. [CrossRef]
141
Science and Technology (Campinas), 2012, Luong, J. H.; Male, K. B.; Glennon, J. D.
32, 65. [CrossRef] Biosensor technology: technology push
129
Anik, U.; Çubukçu, M. Application of versus market pull. Biotechnology advances
Bismuth(III)-Entrapped XO Biosensing System 2008, 26, 492. [CrossRef] [PubMed]
142
for Xanthine Determination in Beverages. Alocilja, E. C.; Radke, S. M. Market analysis
Food Analytical Methods 2012, 5, 716. of biosensors for food safety. Biosensors &
[CrossRef] Bioelectronics 2003, 18, 841. [CrossRef]
130
Ozdemir, C.; Akca, O.; Medine, E. I.; [PubMed]
143
Demirkol, D. O.; Unak, P.; Timur, S. Scott, A. Biosensors for Food Analysis,
Biosensing Applications of Modified Core– Woodhead Publishing: 2005.
144
Shell Magnetic Nanoparticles. Food Analytical Zhu, H.; Sikora, U.; Ozcan, A. Quantum dot
Methods 2012, 5, 731. [CrossRef] enabled detection of Escherichia coli using a
131
Verma, N.; Singh, A. K.; Kaur, P., Biosensor cell-phone. Analyst 2012, 137, 2541.
Based on Ion Selective Electrode for [CrossRef] [PubMed]
145
Detection of L-Arginine in Fruit Juices. Journal Shtelzer, S.; Braun, S. An optical biosensor
Analytical Chemistry 2015, 70, 1111. based upon glucose oxidase immobilized in
[CrossRef] sol-gel silicate matrix. Biotechnology and
132
Vopálenská, I.; Váchová, L.; Palková, Z., Applied Biochemistry 1994, 19, 293.
New biosensor for detection of copper ions in [CrossRef] [PubMed]
146
water based on immobilized genetically Moyo, M.; Okonkwo, J. O.; Agyei, N. M.
modified yeast cells. Biosensors & Recent advances in polymeric materials used
Bioelectronics 2015, 72, 160. [CrossRef] as electron mediators and immobilizing
133
Sítio da empresa Analox Instruments. matrices in developing enzyme electrodes.
Disponível em: Sensors (Basel) 2012, 12, 923. [CrossRef]
<http://www.analox.com/analysers/am1>. [PubMed]
147
Acesso em: 16 novembro 2015. Palecek, E.; Jelen, F. Em Perspectives in
134
Sítio da empresa 3M. Disponível em: Bioanalysis; Palecek, E.; Wang, J., ed.; v. 1.
<http://www.3m.co.uk/3M/en_GB/consume Elsevier, 2005, p. 73-173.
148
r-uk/>. Acesso em: 16 novembro 2015. Bauer. L. C.; Santana, D. A.; Macedo, M. S.;
135
Sítio da empresa veredus laboratories Torres, A. G.; Souza, N. E.; Simionato, J. I.
Disponível em: Method Validation for Simultaneous
<http://vereduslabs.com/products/specialty- Determination of Cholesterol and Cholesterol
markets/verefoodborne/>. Acesso em: 16 Oxides in Milk by RP-HPLC-DAD. Journal
novembro 2015. Brazilian Chemical Society 2014, 25, 161.
136
Sítio da empresa Gwent Group Advanced [CrossRef]
149
Material Systems. Disponível em: Mentana, A.; Palermo, C.; Nardiello, D.;
<http://www.gwent.org/home.html>. Acesso Quinto, M.; Centonze, D. Simultaneous and
em: 16 novembro 2015. accurate real-time monitoring of glucose and

Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391| 1390


Porfírio, F. F. O. et al.

ethanol in alcoholic drinks, must, and T.; Rea, G.; Berra, B. eds. Landes Bioscience
biomass by a dual-amperometric biosensor. and Springer Science: 2010, p. 267-281.
152
Journal Agricultural and Food Chemistry Terry, L. A.; White, S. F.; Tigwell, L. J. The
2013, 61, 61. [CrossRef] [PubMed] application of biosensors to fresh produce
150
Nagatani, N.; Takeuchi, A.; Anwar Hossain, and the wider food industry. Journal
M.; Yuhi, T.; Endo, T.; Kerman, K.; Takamura, Agricultural and food chemistry 2005, 53,
Y.; Tamiya, E., Rapid and sensitive visual 1309. [CrossRef] [PubMed]
153
detection of residual pesticides in food using Thusu, R. Medical Strong Growth
acetylcholinesterase-based disposable predicted biosensors market. Disponível em:
membrane chips. Food Control 2007, 18, 914. <http://www.sensorsmag.com/specialty-
[CrossRef] markets/medical/strong-growth-predicted-
151
Levecchia, T.; Tibuzzi, A.; Giardi, M. T. Em biosensors-market-7640>. Acesso em: 16
Bio-Farms for Nutraceuticals: Functional Food novembro 2015.
and Safety Control by Biosensors; Giardi, M.

1391 Rev. Virtual Quim. |Vol 8| |No. 5| |1366-1391|