Você está na página 1de 2

Como os escravos africanos são caros

demais para quem possui terras e a


demanda por mão de obra só aumenta,
a escravidão indígena se tornou uma
opção. Os produtores passaram a
escravizar os índios por meio de
expedições chamadas de “Bandeira de
Prisão”.

No entanto, as barreiras legais começaram a aparecer no século XVI. De


acordo com a lei, os índios só podem ser escravizados no contexto de uma
"guerra justa", ou seja, quando são hostis aos colonos.

Somente o rei pode declarar uma "guerra justa" contra a tribo, embora o
governador tenha feito o mesmo.

Além disso, outra forma de adquirir escravos indígenas é comprar


prisioneiros em conflitos intertribais durante guerras intertribais por meio do
chamado “recibo”.

A mão de obra indígena era muito valorizada na povoação do território ou para


ocupar fronteiras. Era utilizada em larga escala em combates, para conter
escravos africanos ou para auxiliar os capitães do mato na captura de
escravos fugidos.

Por fim, a escravidão indígena foi suplantada pela africana, pois se acreditava
que os índios não suportavam o trabalho forçado e acabavam morrendo.

Isso acontecia em decorrência do trabalho pesado ou vítimas de epidemias


contraídas do contato com o homem branco, gripe, sarampo e varíola.

Atualmente, sabe-se que os indígenas eram muito rebeldes, mesmo quando


eram punidos, além da possibilidade de fugirem para a mata, onde conheciam
o território melhor que o colonizador.

Glossário Bibliografia

• Intertribais: Relação entre https://www.todamateria.com.br/escrav


tribos ou sociedades tribais. idao-indigena-no-brasil-colonial/

• Suplantada: Suplantado é https://pt.wikipedia.org/wiki/Escravid%


C3%A3o_ind%C3%ADgena_no_Brasil
sinônimo de: substituído,
derrotado, batido, vencido.
• Decorrência: ato ou efeito de
decorrer 'suceder'.
Escravidão
Indígena no
Brasil Colonial
Nome: Lucas Badin
Turma: 201

Abstract

At the beginning of colonization, indigenous labor was used to extract pau-brazil. She was
rewarded for exchanging some objects, such as machetes and mirrors or even cognac.
Later, the Indians began to be captured and used in small fields or in the collection of “sertão
drugs”.

Desde que Portugal iniciou seu domínio colonial no Brasil, a escravidão indígena existiu,
especialmente entre 1540 e 1570. Durante todo o período colonial brasileiro, foi uma
alternativa à mão de obra africana.
No entanto, como os povos indígenas são considerados súditos da coroa portuguesa, a
escravização deles é polêmica. Mesmo assim, era legalmente possível e não era uma
prática regular até o final do século XVIII.