Você está na página 1de 10

DOCUMENTO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL - POP

GO - POP 22 DATA EMISSÃO: 27/10/2020 REVISÃO: 05 Página 2 de 10


NOME: Utilização do carro de apoio veículos leves e EXECUTANTE: Todos os colaboradores que
utilitários. conduzem veículos.

Documento de autorização para conduzir veículos nas áreas do Projeto.


2.2 Condições Gerais
Aplica-se a todos os veículos de frota leve, automóveis alugados ou de propriedade da
Makro Engenharia e suas coligadas.
2.3 Responsabilidades

2.3.1 Gestores de contrato e lideranças

Garantir os recursos necessários à implementação, cumprimento e monitoramento deste


procedimento nas operações sob sua responsabilidade.
2.3.2 Condutores de veículos automotores

Conhecer e cumprir a legislação brasileira de trânsito e as instruções contidas neste


documento.

Assumir responsabilidade financeira sobre qualquer infração de trânsito provocada sob sua
condução. (Desconto, conforme formulário Termo de Autorização de Desconto).

Assumir responsabilidade financeira sobre quaisquer avaria no veículo, causada sob sua
condução e julgada de sua responsabilidade, por órgãos oficiais ou por investigação interna
de dano ao patrimônio. (Desconto, conforme formulário Termo de Autorização de Desconto).

OBS¹: Toda avaria/incidente que ocorra com veículo Makro, sublocado e/ou veículo de
terceiros, tem que ser reportado a sua liderança imediatamente (em até 3 horas conforme
cartilha de segurança). O não cumprimento desse item poderá gerar aplicação de medida
administrativa.

OBS²: Em caso de veículos rastreados que possuam teclado, é obrigatório identificar-se por
meio de Login/Logout. Caso o sistema não esteja permitindo a operação o CCO deverá ser
comunicado imediatamente.

É terminantemente proibido utilizar login e senha de outro colaborador no equipamento (login


e senha é de uso pessoal e intransferível).

Todos os equipamentos e dispositivos de segurança dos veículos automotores deveram ser


projetados, fabricados, adquiridos conforme o previsto na legislação, possuir padrões

Este documento quando impresso passa a ser cópia não controlada.


DOCUMENTO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL - POP

GO - POP 22 DATA EMISSÃO: 27/10/2020 REVISÃO: 05 Página 3 de 10


NOME: Utilização do carro de apoio veículos leves e EXECUTANTE: Todos os colaboradores que
utilitários. conduzem veículos.

técnicos e especificações do fabricante.

É expressamente proibido modificações em equipamentos ou em medidas de controle dos


veículos automotores, salvo mediante aprovação do fabricante ou a partir de um projeto
formal elaborado por um profissional habilitado. Para cliente Vale.

3. Procedimento
3.1 Pré-operação
 A Solicitação de Liberação de Veículos Leves deve ser encaminhada ao Setor de Logística
da Unidade (caso a Unidade não possua setor de Logística o Gerente da Unidade tem que
indicar o responsável pelo controle de frota) por e-mail, a Logística terá o prazo de 24 h
para informar a frota disponível, em casos de urgência deverá ser autorizado pelo o Gestor
da Unidade.
 O condutor deve realizar blitz de equipamento pelo makro mobile, sempre antes de utilizar
o veículo em caso de veículos próprios da Makro.
 Em caso de condutores que irão para o mesmo local será disponibilizado apenas um
veiculo para tal destino.
 Checar se estão no carro todos os documentos e acessórios obrigatórios conforme código
de trânsito brasileiro.

 Não são permitidas alterações ou modificações que descaracterizem as condições


originais dos veículos automotores, exceto mediante laudo técnico do fabricante,
profissional habilitado ou necessidade da atividade/veículo;

 Em caso de deslocamentos com bagagens, as mesmas devem ser devidamente


acondicionadas ou afixadas de modo a garantir a segurança dos ocupantes em caso de
acidentes, não sendo permitido transportar objeto sobre os bancos;

 É proibida a condução de veículos automotores sob o efeito de álcool, substâncias


psicoativas ou medicamentos que causem distúrbios do sistema nervoso central. Mesmo
que o funcionário não esteja a serviço da empresa (utilizando o veículo fora do horário de
expediente), é terminantemente proibido o consumo de álcool/drogas, por menor que seja
a quantidade ingerida.

Este documento quando impresso passa a ser cópia não controlada.


DOCUMENTO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL - POP

GO - POP 22 DATA EMISSÃO: 27/10/2020 REVISÃO: 05 Página 4 de 10


NOME: Utilização do carro de apoio veículos leves e EXECUTANTE: Todos os colaboradores que
utilitários. conduzem veículos.

 Veículos automotores tipo batedor: deverá ser conduzido por profissional treinado,
capacitado e autorizado pelo projeto. Deverá trafegar com os faróis e pisca alerta ligados.
O motorista responsável pelo batedor deverá conduzir os demais veículos/equipamentos
dando total segurança no traslado cumprindo com as normas internas, sinalização e
distância segura;

 NOTA: Poderá ser requisitado pela Makro, de forma aleatória, testes de bafômetro e
droga para os condutores de veículos a serviço da empresa.

 Em caso de sonolência, o condutor não deverá em hipótese alguma conduzir o veículo,


informando imediatamente ao seu gestor.

3.2 Autorizações
 O uso do veículo nos dias e horários abaixo só pode ser feito mediante autorização do
Gerente da Unidade através de e-mail com cópia o CCO e Gerencia Corporativa da
Logística, justificando a necessidade de uso da frota:
 Em dias de expediente após as 21:00hs (quando a frota não tem autorização para
rodar 24 horas);
 Em casos onde a jornada do condutor ultrapasse 13 horas diárias.
 Em dias que não sejam de expediente normal.

 É expressamente proibido e passível de demissão por justa causa a utilização dos


veículos da empresa para uso particular (a liberação da frota para este fim tem que ser
autorizado pela Diretoria, por meio de e-mail para o CCO)

 É expressamente proibido e passível de demissão por justa causa a autorização de


condução de veiculo de propriedade da Makro e/ou sublocada por pessoas não habilitadas
ou por terceiros (pessoas que não façam parte do quadro da empresa), mesmo que
habilitados.

 A Portaria (este item é aplicável apenas na Matriz) só deve liberar a saída de veículos de
propriedade Makro se o condutor for o mesmo descrito no aplicativo Makro Mobile portaria.
(CNH na validade e treinamento de direção defensiva na validade e termo de ciência das
regras de velocidade Makro assinado)

Este documento quando impresso passa a ser cópia não controlada.


DOCUMENTO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL - POP

GO - POP 22 DATA EMISSÃO: 27/10/2020 REVISÃO: 05 Página 5 de 10


NOME: Utilização do carro de apoio veículos leves e EXECUTANTE: Todos os colaboradores que
utilitários. conduzem veículos.

 Para os casos em que seja necessário pernoitar com o veículo fora das instalações da
Makro ou fora de onde a Makro esteja operando, devem ser cumpridos os critérios abaixo:

 Onde não estiver autorizado, deve haver autorização expressa do Gerente da


Unidade ao motorista devendo o mesmo dar o conhecimento ao responsável da
Logística da Unidade, a Gerencia Corporativa da Logística, bem como ao CCO via
e-mail sobre esta liberação.
 Autorizações com tempo superior a 5 dias de ausência do veículo só pode ser
autorizado pela Diretoria (via email) a Gerencia Corporativa da Logística com cópia
para o Gerente da Unidade e para o CCO.
3.3 Uso de veículos de apoio:
1. Obedecer aos limites de velocidade estabelecidos pelo CCO e/ou vias;
2. Todos os ocupantes do veículo devem obrigatoriamente utilizar cinto de segurança;
3. Manter portas e vidros fechados durante a sua utilização (quando o mesmo dispor de
sistema de ar condicionado) e manter fechadas ao estacionar;
4. Realizar o check list do veículo conforme regras e normas já estabelecidas para este fim;
5. Manter o veículo limpo e organizado;
6. Utilizar o veículo somente a serviço da empresa, exceto se autorizado pelo seu Gerente
da Unidade ao CCO (são considerados canais de autorização: E-mail, WhatsApp, SMS);
7. Manter distância adequada dos veículos durante a sua utilização (ex: ação em frenagens
bruscas, projeção de detritos provocado por veículos a frente, etc);
8. Não usar o celular/rádios comunicadores enquanto dirige (exceto os motoristas de
escoltas podem utilizar comunicação quando estão realizando escolta);
9. Proibido dar carona a terceiros e/ou colaboradores Makro (é caracterizado carona
quando a necessidade de deslocamento da pessoa não esta relacionada a sua atividade
fim). Não dirigir após jornada de trabalho onde o trajeto for superior a 110km de distancia
entre o ponto de partida e chegada.
10. Veículos que trafegam exclusivamente na área do cliente só podem sair desta área com
autorização do Gerente da Unidade ao CCO e a Gerencia Corporativa da Logística (são
considerados canais de autorização: e-mail, WhatsApp, SMS).
11. Autorização de transitar com veículos 24 horas devem ter autorização da Gerencia

Este documento quando impresso passa a ser cópia não controlada.


DOCUMENTO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL - POP

GO - POP 22 DATA EMISSÃO: 27/10/2020 REVISÃO: 05 Página 6 de 10


NOME: Utilização do carro de apoio veículos leves e EXECUTANTE: Todos os colaboradores que
utilitários. conduzem veículos.

Corporativa da Logística ao Gerente da Unidade com copia ao CCO por e-mail.


12. Veículos que necessitarem pernoitar com o colaborador, devem ter autorização por e-
mail) da Diretoria a Gerencia Corporativa da Logística com cópia para o Gerente da
Unidade e para o CCO.
13. Identificação das frotas (logomarca) deverá ser através de adesivo e não através de
mantas magnéticas.
14. É proibido permanecer dentro do veículo quando o mesmo estiver sendo abastecido
(manter distancia de no mínimo 7 metros do local).

3.4 Manutenção de frota

As manutenções das frotas devem seguir o cronograma elaborado pelo setor de


Manutenção com base no sistema de controle “Frotaweb”. As manutenções podem ser
preventivas e corretivas.

As manutenções preventivas deverão ocorrer a cada 10.000 km, 20.000 km ou 50.000 km


rodados, conforme estabelecido no Manual da Manutenção. A manutenção deve alertar o
setor operacional para a disponibilizar a frota para a manutenção preventiva.

4 RAC – Requisitos de Atividades Criticas

5.1 Plano de trânsito interno deve ser respeitado pelos colaboradores que conduzem
veículos nas áreas do projeto S11D;
5.2. Os condutores devem realizar Inspeções pré-uso e periódicas nos veículos;
5.3 devem ser realizadas verificações e testes dos equipamentos para liberação antes do
primeiro uso;
5.4. As Manutenções dos pneus deverá ser respeitado conforme especificações dos
fabricantes;
5.5. As capacidades de carga dos veículos automotores, minivans, vans, micro-ônibus,
ônibus, veículos utilitários, pick-ups, transportadores de pessoas devem ser respeitadas;
5.6. Todos os veículos devem ter o freio de estacionamento acionado e seu motor
desligado antes que o motorista saia da direção do mesmo, exceto quando um
procedimento operacional de segurança for autorizado pelo gerente da área;

Este documento quando impresso passa a ser cópia não controlada.


DOCUMENTO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL - POP

GO - POP 22 DATA EMISSÃO: 27/10/2020 REVISÃO: 05 Página 7 de 10


NOME: Utilização do carro de apoio veículos leves e EXECUTANTE: Todos os colaboradores que
utilitários. conduzem veículos.

5.7. As bagagens quanto transportadas em veículos deverão ser devidamente


acondicionadas ou afixadas de modo a garantir a segurança dos ocupantes;
5.8. As vans, micro-ônibus e ônibus quando estacionados devem ser ter seu movimento
bloqueado por calços nos pneus ou por depressão/saliência no piso;
5.9. Os faróis devem ser mantidos acesos durante todo o tempo quando o veículo estiver
em operação.
5.10. É proibido soldar ou aquecer rodas com os pneus inflados;
OBS: Os critérios para locação de veículos e uso de táxis deverá seguir o plano de
Transito da Vale. ( Obs. não usamos esses serviços de TAXÍ)
5.11. É proibido utilizar veículos com caixa de marchas tipo “CAIXA SECA”.
5.12. É terminantemente proibido a condução de veículos sem estar portando passaporte
de S&S, carteira de habilitação e/ou os mesmos estando vencidos;
5.13. O condutor deverá manter o foco na via e nos cenários em volta do veículo, não
utilizando qualquer dispositivo que impossibilite a utilização das mãos no volante ou que
cause sua distração;
5.14. Deverá ser utilizado dispositivos de amarração e fixação de cargas no transporte de
cargas a fim de prevenir que as mesmas se desloquem, movam ou tombem, garantido
que os veículos sejam compatíveis com a carga a ser transportada;

5.15. Os cintos de segurança devem ser utilizados todo o tempo por todos os ocupantes
do veículo durante a movimentação;

5.16. Os limites de velocidade devem ser rigorosamente respeitados, caso contrário,


estará sujeito a penalidades;

Garantir o cumprimento do programa de gestão de fadiga;

5.17. O Plano de Emergência deve conter todas as informações necessárias para


direcionar os envolvidos nas atividades críticas quanto à ocorrência de acidentes.
Exemplo: tipos de cenários que envolvem a atividade, telefone de contato de emergência
(hospitais), telefone dos responsáveis das atividades, locais para encaminhamento do
acidentado, recursos materiais necessários, etc;
O Plano de Emergência deve ser seguindo o PAE local da Makro.
Nota 01:

Este documento quando impresso passa a ser cópia não controlada.


DOCUMENTO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL - POP

GO - POP 22 DATA EMISSÃO: 27/10/2020 REVISÃO: 05 Página 8 de 10


NOME: Utilização do carro de apoio veículos leves e EXECUTANTE: Todos os colaboradores que
utilitários. conduzem veículos.

 Este procedimento se aplica a caminhões, sendo que os requisitos aplicáveis aos


mesmos estão estabelecidos na PTP 00813 - Instrução para Requisitos de Atividades
Críticas, Anexo 1 – Equipamentos Móveis.

Nota 02:
Todos os veículos automotores deverão fazer parte de um plano de manutenção onde a
empresa deverá fornecer uma cópia deste para fiscalização no ato da inspeção inicial de
liberação/mobilização para aprovação e acompanhamento de suas manutenções.
Nota 03: O uso de Taxi no projeto ferro Carajás S11D deve ser mediante solicitação da
empresa, mediante autorização, os taxistas que atendem os projetos devem estar
munidos de treinamento de RAC 02. O Acesso de taxis ao projeto por solicitação da
Makro será acompanhado por batedor até o local da atividade. (Nota Exclusiva ao S11D e
CARAJÁS)
NOTA 04: Nos acessos eventuais de curto período, os empregados que executam
atividades com veículos automotores receberão orientação com regras gerais de
segurança da unidade e possuirão registros de treinamento para demonstrar conformidade
com a legislação, incluindo procedimentos de emergência, e ainda ter disponível ART
(Analise de risco da tarefa) com participação de todos os envolvidos

Observação: O condutor deverá realizar inspeção visual ao redor do veículo todas as


vezes que parar e precisar manobrar em marcha ré, principalmente em locais de vias de
fluxo intenso, estacionamentos, esquinas de ruas, avenidas e passagens, próximo de
escolas e locais com grande aglomeração de pessoas.

As medidas de Segurança devem ser implementadas de acordo com a hierarquia


dos riscos conforme abaixo;

Este documento quando impresso passa a ser cópia não controlada.


DOCUMENTO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL - POP

GO - POP 22 DATA EMISSÃO: 27/10/2020 REVISÃO: 05 Página 9 de 10


NOME: Utilização do carro de apoio veículos leves e EXECUTANTE: Todos os colaboradores que
utilitários. conduzem veículos.

6. OCORRÊNCIA NO TRÂNSITO

Nos casos de ocorrências de acidentes que resultam em danos pessoais ou materiais, o


condutor e envolvidos deverão comunicar imediatamente ao seu superior imediato, ao gestor
do contrato, à área de Segurança do Trabalho e Medicina da empresa e fiscalização.
O colaborador envolvido em ocorrência de trânsito deverá se dirigir a uma delegacia mais
próxima para registar um boletim de ocorrência.
O veículo não deverá ser removido do local exato da ocorrência antes da liberação pelo
Supervisor da área envolvida, exceto nos casos em que após a ocorrência de um acidente
haja possibilidade de agravamento das condições, como risco de incêndio, explosão,
colisões.

7. TROCA DE PNEUS
As trocas de Pneus devem ser realizadas por borracheiro qualificado para realização da
atividade de forma segura, vale ressaltar que o borracheiro preenche uma ART com o Passo
a Passo das atividade e mapeamento dos riscos existentes, e mitigação do mesmo, na
ausência do Borracheiro essa troca poderá ser realizada pelo condutor desde que o mesmo
siga as instruções da ART que deve está disposta no interior do veiculo.

5 Registros
Termo de Autorização de Desconto

Este documento quando impresso passa a ser cópia não controlada.


DOCUMENTO DO SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL - POP

GO - POP 22 DATA EMISSÃO: 27/10/2020 REVISÃO: 05 Página 10 de 10


NOME: Utilização do carro de apoio veículos leves e EXECUTANTE: Todos os colaboradores que
utilitários. conduzem veículos.

AÇÕES EM CASOS DE NÃO CONFORMIDADE

1. Os incidentes ocupacionais e ambientais devem ser registrados conforme estabelecido no


procedimento operacional “Comunicação, Registro, Investigação e Análise de Incidentes”.

Este documento quando impresso passa a ser cópia não controlada.