Você está na página 1de 236

J. B.

Siqueira e
Vitor Motta

Português
para concursos

4a edição

Rio de Janeiro
ÍNDICE

1. INTRODUÇÃO À GRAMÁTICA  1 CLASSIFICAÇÃO DOS VERBOS:


irregulares; anômalos; defectivos;
abundantes  37
2. FONOLOGIA  3
IMPERATIVO  49
ENCONTROS VOCÁLICOS
(ditongo, tritongo e hiato)  3 LOCUÇÃO VERBAL
(tempos compostos)  52
ENCONTROSCONSONANTAIS  3
VOZES VERBAIS: ativa; passiva
DÍGRAFOS (vocálicos e
(sintética e analítica); reflexiva  53
consonantais)  3
SEPARAÇÃO SILÁBICA  7 6. CLASSES GRAMATICAIS
(diferenciação e locuções)
3. ACENTUAÇÃO GRÁFICA  11
SUBSTANTIVO  61
CLASSIFICAÇÃO DAS PALAVRAS
ADJETIVO  61
QUANTO À ACENTUAÇÃO TÔNICA  11
PREPOSIÇÃO  61
REGRAS DE ACENTUAÇÃO
GRÁFICA  11 ADVÉRBIO  68
PROSÓDIA  12 PRONOME: pessoal (reflexivo,
recíproco, tratamento); possessivo;
4. MORFOLOGIA  19 demonstrativo; indefinido;
interrogativo; relativo  72
ESTRUTURA DAS PALAVRAS  19
MORFEMAS NOMINAIS: radical; 7. CONCORDÂNCIA NOMINAL  85
vogais temáticas nominais; afixos  19
PROCESSOS DE FORMAÇÃO DE 8. ANÁLISE SINTÁTICA
PALAVRAS  19 SUJEITO (TIPOS DE SUJEITO):
DERIVAÇÕES: prefixal; sufixa; simples; composto, oculto
prefixal e sufixal; parassintética; ‘desinencial’, indeterminado,
imprópria; regressiva  19 inexistente ‘verbos impessoais’)  93
COMPOSIÇÕES: aglutinação e CONCORDÂNCIA VERBAL  99
justaposição  20 PREDICAÇÃO VERBAL
HIBRIDISMO  20 (transitividade)  105
REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL  112
5. VERBOS  33
PREDICADO (TIPOS DE
ESTRUTURA DO VERBO  33 PREDICADO)  122
MORFEMAS VERBAIS: radical; VERBAL  122
vogais temáticas verbais;
NOMINAL (verbo de ligação e
desinências (modo-temporais;
predicativo do sujeito)  122
número-pessoais; verbo-nominais)  33
VERBO-NOMINAL (predicativo do
objeto)  122

III
TERMOS INTEGRANTES  127
COMPLEMENTOS VERBAIS
(objetos)  127
COMPLEMENTO NOMINAL  127
AGENTE DA PASSIVA  127
TERMOS ACESSÓRIOS  127
ADJUNTO ADVERBIAL  127
ADJUNTO ADNOMINAL  128
APOSTO E VOCATIVO  133
MORFOSSINTAXE  139

9. CRASE  141

10. CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES  147


SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS  148
COORDENADAS SINDÉTICAS E
ASSINDÉTICAS  148
SUBORDINADAS ADJETIVAS  149
SUBORDINADAS ADVERBIAIS  149
ORAÇÕES REDUZIDAS  149

11. PONTUAÇÃO  163

12. FIGURAS DE LINGUAGEM:


(metáfora, metonímia, hipérbole,
eufemismo, prosopopeia,
antítese.)  173

13. DISCURSOS  181

APÊNDICE
1. ORTOGRAFIA E SEMÂNTICA  189
2. SUBSTANTIVO E ADJETIVO
(classificação e flexão)  205
3. COLOCAÇÃO DE PRONOMES
OBLÍQUOS
PRÓCLISE (fatores proclíticos)  227
ÊNCLISE  227
MESÓCLISE  227

IV
CAPÍTULO 1

INTRODUÇÃO À GRAMÁTICA

FONOLOGIA: Estudo dos fonemas, isto é, os sons da fala: encontros vocálicos (diton-
go, tritongo e hiato); encontros consonantais; dígrafos, sílabas; acentuação tônica (síla-
ba mais forte).

ORTOGRAFIA: O conjunto das regras que estabelecem a grafia correta das palavras:
acentuação gráfica; emprego adequado de letras “x/ch”, “s/ss/c/ç”...

MORFOLOGIA: Estrutura e formação de palavras: prefixação; sufixação; flexão de gênero


e número; flexão verbal (desinências); classes gramaticais (substantivo, adjetivo, pronome,
numeral, artigo, verbo, advérbio, conjunção, preposição)

SINTAXE (/cs/ ou /ss/): Relação das palavras (termos) na frase (oração), bem como a
relação das orações entre si: classificações sintáticas (sujeito, predicado, objetos, adjun-
tos...); classificação das orações (principal, subordinadas, coordenadas).

Oração (período): Frase que apresenta verbo.

Obs: A frase que apresenta uma única oração é chamada de período simples, no
entanto, se houver duas ou mais orações (verbos), ocorrerá o período composto.

SEMÂNTICA: Significação das palavras e da representação do sentido dos enunciados


(contextos), interpretação, compreensão textual: sinônimos, antônimos, denotação, cono-
tação (sentido figurado)...

1
Capítulo 2

FONOLOGIA

FONEMA: Unidade mínima (indivisível) que 2- TRITONGO: Encontro de semivogal +


não possui significado (unidade sonora). Pode vogal + semivogal
ser: consonantal; vocálico; semivogal.
3- HIATO: Encontro de vogal + vogal.
SEMIVOGAL: Apresenta um som mais fra-
co (átono) em relação à vogal e depende da Encontro Consonantal: Encontro de con-
vogal para existir, com isso, formará sílaba soantes em uma mesma palavra.
obrigatoriamente com vogal(is):
Dígrafos: Encontro de duas letras que re-
FONEMAS: /Y/, /W/ presentam um único fonema. Podem ser:
LETRAS: i, u, e, o, m, n. Consonantais: ch, lh, nh, rr, ss, sç, sc, xc,
qu, gu.
Obs: As letras “m, n” serão semivogais no
final das palavras após as vogais “a, e”.
Obs: Os encontros “sc, xc, qu, gu” só se-
Exceção: Quando ocorrer derivação sufixal rão dígrafos antes das vogais “e, i”.
junto a uma palavra terminada em semivo-
gal, a letra “n” será semivogal no meio da Vocálicos: am, an, em, en, im, in, om, on,
palavra. Ex: benzinho um, un.

FICA LIGADO!!! Obs: Os encontros “am, em, en” NÃO SE-


RÃO DÍGRAFOS no final da palavra, pois
Obs1: As letras “m, n” NÂO serão semivo- as letras “m, n” serão semivogais.
gais no final das palavras após a vogal “O”.
Ex: “batom, próton” não possuem semivo-
gal, consequentemente, não têm ditongo. DISTINÇÃO ENTRE O NÚMERO DE LETRAS E
Obs2: A letra “L” em final de sílaba apre- FONEMAS.
senta som da semivogal /w/, no entanto,
em um concurso militar, prevalecem as le- A letra “H” não representa fonema.
tras supracitadas, isto é, tal letra não será A letra “X” pode representar dois fonemas
semivogal em um concurso militar. (dífono).
Nº de letras - Nº de dígrafos = Nº de fone-
Encontros Vocálicos: mas
1- DITONGO: Encontro de vogal e semivo-
gal ou vice-versa. Pode ser:
Crescente: SV + V ou Decrescente: V + SV EXERCÍCIO
Oral ou Nasal: Mediante presença de si-
nais nasalizadores (~, m, n) exceção: 1. (CESD/14) Assinale a alternativa em que
“muito”. ocorre ditongo.
Obs: As letras “m, n” serão sinais nasa- a) iguais
lizadores no final da palavra ou no meio
b) rainha
da palavra quando estiverem anteceden-
do uma consoante. c) ciente
d) gratuito

3
Introdução à Gramática

2. (EEAr/13) Leia: 6. (CESD/12) Marque a alternativa em que a


palavra apresenta hiato.
“Sete anos de pastor Jacó servia
a) constrói b) partiu
Labão, pai de Raquel, serrana bela.” (Ca-
mões) c) país d) louco
As palavras servia e pai apresentam,
respectivamente, 7. (EEAr 1/11) Leia:

a) ditongo crescente e hiato. Fui à janela indagar da noite por que ra-
zão os sonhos hão de ser assim tão tê-
b) hiato e ditongo crescente. nues que se esgarçam ao menor abrir de
c) hiato e ditongo decrescente. olhos. Nesse momento os morros pale-
javam de luar e o espaço morria de si-
d) ditongo decrescente e ditongo cres-
lêncio.
cente.
Os encontros vocálicos dos termos
3. (EEAr/13 B) Observe: destacados no texto acima recebem,
respectivamente, os nomes de
• fre-ar: contém hiato
• pou-co: contém ditongo oral decres- a) tritongo, ditongo crescente e ditongo
cente decrescente.
b)
ditongo crescente, ditongo decres-
Em qual alternativa a palavra não apre- cente e hiato.
senta nenhuma das classificações acima?
c)
ditongo decrescente, ditongo cres-
a) aorta b) miolo cente e hiato.
c) vaidade d) quatro d) hiato, tritongo e ditongo crescente.

4. (CFC/13) O encontro vocálico do termo 8. (EAGS 2/10 B) Leia:


Hungria é o mesmo da palavra
As operárias concorreram ao chamado
a) secretária. b) poética. da abelha rainha.
c) ânsia. d) água.
Na palavra em negrito acima, há um
5. (EAGS/12 B) Observe: hiato. Em qual palavra que se segue
há um exemplo desse mesmo tipo de
A vida é o dia de hoje, encontro vocálico?
A vida é o ai que mal soa,
a) coelho
A vida é sombra que foge,
b) reizinho
A vida é nuvem que voa.
c) paisagem
Quanto aos encontros vocálicos, os d) psicológico
termos acima destacados apresen-
tam, respectivamente, 9. (EAGS 1/10 B) Em qual alternativa desta-
ca-se um tritongo?
a) ditongo crescente e hiato.
a) maio
b) hiato e ditongo crescente.
b) veia
c) ditongo decrescente e hiato.
c) coroei
d) hiato e ditongo decrescente.
d) deságuam

4
Fonologia

10. (EAGS 1/10 A) Coloque 13. (EAGS 1/09 B) No vocábulo “fiéis”


ocorrem dois tipos de encontro vocálico:
D = Ditongo H = Hiato
um hiato e um ditongo. Assinale a alterna-
e, a seguir, assinale a alternativa com a tiva em cuja palavra se verifica o mesmo
sequência correta. fenômeno.
( ) joelho a) pastéis
( ) saudade b) folião
( ) ruim c) espólio
( ) tênue d) deleite

a) H, D, D, H b) D, H, H, H 14. (CFC/09) Leia:


c) H, D, H, D d) D, D, H, D Aos oito anos, ele perdeu o pai. Sua
mãe partiu e deixou- o com os avós.
11. (EEAr BCT/10) Observe as palavras em
destaque: Qual tipo de encontro vocálico está pre-
“Adriana trabalhava numa firma de re- sente nas palavras destacadas nas fra-
presentantes de roldanas e, como errava ses acima?
demais na datilografia, o chefe lhe co-
municou que iria despedi-la, deixando o a) ditongo oral decrescente
serviço nas mãos de Glória. Ela saiu e b) ditongo oral crescente
resolveu assistir a um espetáculo criati-
vo no Teatro Municipal.” c) tritongo
d) hiato
Classificam-se como ditongos:
15. (EEAr/08 BCT) Em “Durante três dias
a) mãos, datilografia inteiros, ele perseguiu o javali que era qua-
se do tamanho de um boi”, os encontros
b) comunicou, demais
vocálicos das palavras destacadas classi-
c) criativo, saiu ficam-se, respectivamente, como:
d) Teatro, Glória a) ditongo – hiato – hiato
b) hiato – tritongo – ditongo
12. (CFC/10) “Numa prova escolar, solici-
tou-se que os alunos identificassem e clas- c) hiato – ditongo – ditongo
sificassem os encontros vocálicos presen- d) ditongo – tritongo – hiato
tes na palavra meteorologia.”
Assinale a alternativa com a resposta
correta que deveria ser dada pelos es-
tudantes.

a) dois hiatos: o primeiro e – o (me- te – o);


o segundo i- a (me- te- o- ro- lo- gi- a).
b) um ditongo crescente eo (me- teo) e
um hiato i- a (me- teoro- lo- gi- a).
c) um hiato e- o (me-te-o) e um ditongo
crescente ia (me-te-oro-lo-gia).
d) dois ditongos: o primeiro ditongo é
decrescente eo (me- teo); o segundo,
crescente ia (me- teo- ro- lo-gia).

5
Introdução à Gramática

16. (CFC/08) Observe: 19. (CFC/07) Observe:


“Para ser grande, sê inteiro: nada “O céu estava na rua?
Teu exagera, ou exclui A rua estava no céu?
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és Mas o olhar mais azul
No mínimo que fazes.” Foi só ela quem me deu!”
(Mário Quintana)
Marque a alternativa que apresenta uma
afirmação correta. Os termos destacados apresentam, res-
pectivamente, os seguintes encontros
a) As palavras que e quanto apresentam vocálicos:
ditongo crescente.
b) Inteiro e coisa apresentam ditongo a)
ditongo crescente, ditongo decres-
decrescente. cente, hiato
c) Em Teu, aparece um ditongo crescente. b)
ditongo crescente, ditongo decres-
cente, ditongo decrescente
d) Há um ditongo nasal em grande.
c)
ditongo decrescente, hiato, ditongo
17. (EAGS/07 B modificada) Quanto aos vo- decrescente
cábulos das alternativas abaixo, pode-se d) ditongo decrescente, hiato, hiato
dizer que tanto em
a) “Quero” quanto em “esqueci” ocorre 20. (EAGS/06 B) Numere (1) ditongo de-
ditongo. crescente, (2) ditongo crescente, (3) hiato,
nos vocábulos abaixo e, a seguir, assinale a
b) “Rasguei” quanto em “fiquei” ocorre
alternativa com a sequência correta.
tritongo.
( ) afoito
c) “Fui” quanto em “pátria” ocorre ditongo.
( ) coeso
d)
“Saudades” quanto em “estropiado”
ocorre hiato. ( ) gratuito
( ) guaraná
18. (EEAr/07 BCT)
( ) criatura
“Amou daquela vez como se fosse má-
quina a) 1, 3, 1, 2, 3

Beijou sua mulher como se fosse lógico b) 3, 1, 3, 2, 3

Ergueu no patamar quatro paredes flá- c) 2, 3, 1, 1, 2


cidas.” d) 1, 2, 3, 2, 1

O texto acima contém: 21. (EEAr 2/06 B) Observe:


a) 5 ditongos, 1 hiato, nenhum tritongo “Tomou-me pelo braço, entramos na
biblioteca, serena, acolhedora. Corri os
b) 3 ditongos, 2 hiatos, 1 tritongo
olhos pelas prateleiras encadernadas.
c) 5 ditongos, nenhum hiato, 1 tritongo Como as criaturas de Carlinhos, into-
d) 3 ditongos, 2 hiatos, nenhum tritongo cadas!”

6
Fonologia

Nas palavras destacadas há, respectiva- 24. (EEAr 1/03 A) Assinale a alternativa cor-
mente, reta.
a) Na palavra gratuito, ocorre 1 encontro
a)
ditongo decrescente, hiato, ditongo consonantal e 1 hiato.
crescente, hiato.
b) A palavra ruim é monossilábica e pos-
b) ditongo crescente, hiato, hiato, diton- sui 1 dígrafo nasal.
go decrescente
c) Na palavra gaiola, há encontro vocáli-
c)
ditongo crescente, ditongo decres- co caracterizado pelo encontro de vo-
cente, hiato, ditongo crescente gal e semivogal.
d)
ditongo decrescente, hiato, ditongo d) Em arguimos há, respectivamente, 1
decrescente, hiato dígrafo e 1 encontro consonantal.

22. (EAGS/04) Assinale a alternativa em


que todas as palavras possuem ditongo. GABARITO
a) fantasia – boa
01. D 07. C 13.B 19. C
b) feita – qualidade 02. C 08. A 14. A 20. A
c) boa – feita 03. D 09. D 15. C 21. D
04. B 10. C 16. B 22. B
d) qualidade – papel 05. C 11. B 17. C 23. D
06. C 12. A 18. A 24. C
23. (EAGS/03) Assinale a alternativa em
que não há dígrafo vocálico nas palavras
grifadas. SEPARAÇÃO SILÁBICA
a) “Quando nasci, um anjo torto
Classificação das palavras quanto ao nú-
desses que vivem na sombra mero de sílabas:
disse: ‘Vai, Carlos! Ser gauche na vida.’ MONOSSÍLABO: possui uma sílaba.
” (Carlos Drummond de Andrade) DISSÍLABO: possui duas sílabas.
b) “Chove chuva choverando TRISSÍLABO: possui três sílabas.
Que a cidade de meu bem POLISSÍLABO: possui quatro ou mais sí-
Está toda se lavando.” (Oswald de An- labas.
drade)
Obs: O número de sílabas é igual ao nú-
c) “Não morrerá cem poetas nem solda- mero de vogais do ponto de vista fonético,
dos pois toda sílaba só pode apresentar uma
A língua em que cantaste rudemente única vogal foneticamente falando.
As armas e os barões assinalados.” São inseparáveis:
(Manuel Bandeira)
d) “Tu não verás, Marília, cem cativos Ditongo, Tritongo

tirarem o cascalho e a rica terra, Dígrafos: ch, lh, nh, qu, gu

ou dos cercos dos rios caudalosos Encontros Consonantais Perfeitos (estáveis,


próprios) = Apresentam “L” ou “R” como se-
ou da minada serra.” (Tomás Antônio gunda (última) consoante do encontro.
Gonzaga)

7
Introdução à Gramática

São separáveis: 3. (EAGS/02) Apenas uma das alternativas


abaixo está correta quanto à separação si-
Hiato lábica. Assinale-a.
Dígrafos: rr, ss, sç, sc, xc a) mne-mô-ni-co; de-lin-quiu
Encontros Consonantais Imperfeitos (instá- b) am-bí-gu-o; vin-he-do
veis, impróprios)
c) ins-ci-en-te; sa-guõ-es
Regras de prefixos: d) qua-is; e-qui-va-lên-cia
1- Se um prefixo terminado em consoante
4. (EAGS/00) “Subindo ao alto da serra
se juntar a uma palavra iniciada por vogal,
haverá a formação de uma sílaba com a (Serra que hoje é lembrança)
consoante do prefixo e a vogal da palavra.
na ventania chegava-me
2- Se um prefixo terminado em consoante
se juntar a uma palavra ou radical inicia- essa canção de bonança”.
dos por “l ou r”, não haverá a formação (C. D. Andrade)
de uma cova sílaba, isto é, será respeita-
ra a integridade fonética do prefixo. Observar as afirmações sobre alguns vocá-
bulos do texto acima:
I- ventania, por conter um hiato, assim se
separam as sílabas: ven-ta-ni-a
II- por tratar-se de dígrafo assim se separa
EXERCÍCIO a sílaba de serra: se-rra.
III- o m de lembrança forma um encontro
1. (CESD/14) Assinale a alternativa em que
consonantal com o b.
ocorre diton 1. (EEAr 1/16 B) Marque a alter-
nativa correta quanto à separação silábica. IV- há um ditongo nasal em canção.
a) ca-u-le/ quais-quer/ so-cie-da-de/ sa- Está correto o que se afirma em:
ú- de a) I e IV b) III apenas
b) gai-o-la/ a-ve- ri- guou/ du-e-lo/ e-nig- c) II e III d I, II, III, IV
-ma
c) ân-sia/ des- mai-a-do/ ma-li-gno/ im- 5. (EEAr 2/03 A) Qual dos ditados abaixo
-bui-a possui o maior número de sílabas.
d) gno-mo/ e-cli-pse/ sos-se-go/ sub- a) Gato escaldado tem medo de água.
-ma-ri-no
b) Em casa de ferreiro, o espeto é de pau.
2. (EAGS/08 B) Assinale a alternativa que c) O uso do cachimbo faz a boca torta.
apresenta uma inadequação com relação d) Águas passadas não movem moinho.
às regras de separação silábica.
a) as-sun-to; nas-cen-ça; ba-lões 6. (EEAr 1/03 A) Observe:
b) fa-ís-ca; is-quei-ro; gra-tu-i-to I- decapitar – de-ca-pi-tar
c) pa-pa-gai-o; la-ran-jei-ra; gno-mo II- captar – cap-tar
d) fu-zi-la-ri-a; in-cóg-ni-ta; ma-qui-a-vé- III- subescrever – sub-es-cre-ver
-li-co Assinale a alternativa que indica qual(is) das
grafias e separações silábicas das palavras
acima não apresenta(m) erro.
a) II apenas b) I e II apenas
c) I e III apenas d) I, II e III

8
Fonologia

7. (EEAr 1/02 A) Assinale a alternativa em 11. (EEAr 2/98 B) Assinalar a alternativa


que a palavra destacada apresenta correta com a afirmação correta quanto a separa-
divisão silábica. ção silábica.
a) “Tal luta interestadual sempre existiu.” a) Por conter um hiato, assim se separam
– in-ter-es-ta-du-al as sílabas de virtualmente: vir-tual-
-men-te.
b) “Vai subalugar a sala a um senhor ido-
so.” – su-ba-lu-gar b) Por se tratar do dígrafo ss, não pode-
mos separar assim as sílabas de su-
c) Sublocou uma casa em Ubatuba a um
pressão: su-pres-são.
amigo. – su-blo-cou
c)
Levando-se em conta que adquire
d) “Como bom filho do século 19, supe-
contém um encontro consonantal no
restimava as possibilidades da Ciên-
início da palavra, a separação correta
cia.” – su-per-es-ti-ma-va
é ad-qui-re.
8. (EEAr 1/01 B) Assinalar a opção em que d) Levando-se em conta que existe um di-
a separação silábica de todos os vocábulos tongo na palavra expansões, as sílabas
obedece às normas do Sistema Ortográfico devem ser assim separadas: ex-
vigente: -pan-sõ-es.
a) in-ap-to, fi-a-dor, ne-nhum.
12. (CFT/03) Dadas as palavras
b) ob-je-ti-va-ção, felds-pa-to, ig-nó-bil.
1- sub-es-ti-mar
c) mag-nó-li-a, in-ters-tí-cio, gra-tu-i-to.
2- tun-gs-tê-nio
d) in-trans-po-ní-ve-is, sub-sis-tên-cia,
3- su-pe-res-ti-mar
si-gno.
4- pneu-mo-co-ni-o-se
9. (EEAr 1/01 B) Quanto à fonética, assinalar constatamos que a separação silábica está
a alternativa correta. correta em
a) Na palavra prognostiquei há um tri- a) 1 e 2 b) 1 e 4 c) 2 e 3 d) 3 e 4
tongo e quatro sílabas.
b) Em frouxamente existe um ditongo 13. (EEAr 1/97 B) Assinalar a alternativa que
decrescente e onze fonemas. contém um trissílabo, um monossílabo e
um dissílabo, respectivamente.
c) A palavra aguei possui duas sílabas e
um tritongo. a) alegria, sois, tinta
d) No vocábulo tranquilizou ocorrem b) sérios, são, árvore
dois dígrafos e um ditongo.
c) lâmpada, vêem, tensão

10. (EEAr 2/99 A) Assinalar as alternativas d) Taubaté, quão, quaisquer.


em que todas as palavras estão separadas
corretamente. 14. (EEAr 1/97 B) Assinalar a alternativa cor-
reta quanto à separação silábica:
a) a-ssim, cu-rio-sa, pas-se, con-vic-to,
ca-ri-nho. a) ob-ses-são, la-bio-den-tais, pa-ra-í-so
b) con-vi-cto, as-sim, res-quí-ci-os, pa- b) di-nhei-ro, ca-be-lei-re-i-ro, ti-re-ói-de
-u-ta, sor-riem. c) que-i-ji-nho, as-ses-so-ri-a, al-ve-o-la-
c) sor-ri-em, fi-a-pos, pau-ta, dis-pli-cen- -res
-te, res-quí-cios. d) a-lhea-men-to, ex-tin-guir, ob-sce-ni-
d) lu-a, cres-cen-te, fia-pos, cu-ri-o-sa, -da-de
fa-mi-li-a-ri-da-de.

9
Introdução à Gramática

GABARITO
01. B 05. B 09. C 13. D
02. B 06. B 10. C 14. A
03. A 07. B 11. C
04. A 08. B 12. D

10
Capítulo 3

ACENTUAÇÃO

REGRAS DE ACENTUAÇÃO GRÁFICA REGRAS FUNDAMENTAIS:


1. MONOSSÍLABOS TÔNICOS: Termina-
ACENTUAÇÃO TÔNICA dos em: a, e, o seguidos ou não de “s”.

Quanto à acentuação tônica (sílaba mais Ex. já, pé(s), nó(s)...


forte), as palavras recebem as seguintes
classificações: 2. OXÍTONAS: Terminadas em: a, e, o, em
seguidas ou não de “s”.
1. OXÍTONAS: A última sílaba é a tônica.
Ex. urubu, motel, marajá... Ex. cajá(s), jacaré (s), cipó(s), Belém, pa-
rabéns...
OBS: Uma palavra para ser oxítona tem que
apresentar duas ou mais sílabas. 3. PAROXÍTONAS: Só não receberão acen-
to as que terminarem em a, e, o, em segui-
2. PAROXÍTONAS: A penúltima sílaba é a das ou não de “s”. A regra das paroxítonas
tônica. Ex. cigarro, janela, lápis... é o oposto das oxítonas.

3. PROPAROXÍTONAS: a antepenúltima Ex. bíceps, bônus, próton, biquíni, ál-


sílaba é a tônica. Ex. gramática, tóxi- bum, órgão, ímã, repórter, ônix, hífen,
co, semântica... amável...

As palavras monossilábicas são classifica- OBS1: Quando terminadas em ditongo tam-


das como: bém serão acentuadas: cópia, espécie, re-
lógio...
1. MONOSSÍLABOS TÔNICOS: Apresen-
tam autonomia fonética, isto é, não depen- OBS2: Os verbos flexionados na 3ª pessoa
dem de outras palavras para existirem. São do plural, embora paroxítonos, só receberão
eles: substantivo, adjetivo, verbo, nume- acento gráfico ao se enquadrarem na regra
ral, interjeição, advérbio e determinados especial de hiato ou quando a tônica estiver
pronomes. antecedendo “guam; quam, guem”

Ex. pão, bom, dar, dez, ai, sim, tu... Ex: (eles) saíam, construíram, atribuí-
ram...ou águam, águem...
2. MONOSSÍLABOS ÁTONOS: Depen-
dem de outras palavras para existirem. 4. PROPAROXÍTONAS: Todas serão acen-
São eles: artigo(depende do substantivo), tuadas.
preposição(depende de dois termos, pois Ex. fósforo, partícula, álibi...
serve para ligar), conjunção(liga termos ou
orações) e pronomes pessoais do caso
oblíquo átono, e o relativo “que”. REGRAS ESPECIAIS
Ex. o(a)(s), de, em, que, me, lhe... 1. DITONGOS ABERTOS: éi, éu, ói segui-
dos ou não de “s”no final da palavra.
Serão acentuados graficamente os seguin- Ex. troféu(s), céu(s), herói(s), dói...
tes vocábulos:

11
Introdução à Gramática

2. HIATOS: As vogais “i”, “u” receberão ◆◆arquétipo


acento agudo quando forem segunda vogal ◆◆azáfama
tônica de hiato e estiverem constituindo sí-
laba sozinhas ou acompanhadas de “s”. ◆◆bávaro
Ex. baía, faísca, baú, balaústre... ◆◆bímano
◆◆biótipo
EXCEÇÕES: Tal regra não ocorrerá se “i”, ◆◆cômputo (s.)
“u” estiverem:
◆◆édito(ordem judicial)
- antecedendo o dígrafo “nh”.
◆◆égide
Ex: rainha, moinho, campainha... ◆◆elétrodo

- após ditongos decrescentes nas pala- ◆◆êmbolo


vras paroxítonas. ◆◆epíteto (s.)
Ex: bocaiuva, feiura, feiudo... ◆◆etíope
◆◆idólatra (s.)
ACENTOS DIFERENCIAIS: Ocorrem para ◆◆ínterim
fazer a distinção entre determinadas pala-
vras homônimas (idênticas): ◆◆ímprobo
1. Os verbos ter, vir, quando conjugados ◆◆lêvedo (adj.)
na terceira pessoa do plural do presente do ◆◆munícipe
indicativo, receberão acento circunflexo em
◆◆ômega
diferenciação à terceira pessoa do singular.
◆◆pároco
Ex. (eles) têm, vêm
◆◆plêiade
OBS: Tal regra estende-se também aos ◆◆protótipo
seus derivados: deter, conter, manter, ad- ◆◆quadrúmano
vir, intervir...
◆◆trânsfuga
Ex. (eles) detêm, intervêm
2. São paroxítonas as palavras:
2- (ele) pôde (pretérito perfeito) – pode
(presente do indicativo) ◆◆avaro
◆◆austero
3- pôr (verbo) – por (preposição) ◆◆batavo
◆◆beribéri
PROSÓDIA = PRONÚNCIA CORRETA DAS
PALAVRAS ◆◆cartomancia
Eis algumas palavras que podem oferecer ◆◆ciclope
dúvida quanto à localização exata do acen- ◆◆cível
to tônico (sílaba mais forte):
◆◆clímax
1. São proparoxítonas as palavras:
◆◆córtex
◆◆aerólito ◆◆decano
◆◆álacre ◆◆díspar
◆◆álibi ◆◆dúplex
◆◆âmago ◆◆filantropo
◆◆anátema ◆◆fluido (s.)
◆◆antífona ◆◆fluído (v.)
◆◆antífrase ◆◆edito(lei,decreto)
◆◆aríete

12
Acentuação

◆◆ibero ◆◆Réptil ou reptil


◆◆impio (cruel) ◆◆Sóror ou soror
◆◆ímpio (incrédulo) ◆◆Transístor ou transistor
◆◆índex ◆◆Xérox ou xerox
◆◆levedo (s.) ◆◆Zângão ou zangão
◆◆maquinaria
◆◆meteorito
◆◆misantropo EXERCÍCIO
◆◆necropsia
◆◆nenúfar 1. (EEAr 2/16 B) Assinale a alternativa cuja
◆◆Normandia palavra em destaque é classificada como
paroxítona.
◆◆pudico
◆◆quiromancia a) O Diretor chegou atrasado à formatu-
ra, de maneira sutil, e sentou-se na úl-
◆◆recorde tima fileira de cadeiras.
◆◆rubrica
b) Em um aeroporto de uma cidadezinha
◆◆táctil do interior, o empresário guardava seu
◆◆tulipa avião no hangar.
c) A situação dele não era a melhor após
3. São oxítonas as palavras: o acidente, toda posição na cama era
◆◆Cateter ruim.
◆◆condor d) Todos foram avisados que a rubrica
◆◆Gibraltar deveria ser feita no canto inferior direi-
to do documento.
◆◆masseter
◆◆mister 2. (EEAr 2/16 B) Marque a alternativa que
◆◆Nobel apresenta, correta e respectivamente, as
◆◆hangar palavras que completam as lacunas do
fragmento de texto abaixo.
◆◆obus
◆◆ruim Poucos ____ consciência de que, quando
ainda era jovem, ele ____ decidir ____ que
◆◆ureter caminho seguir.

4. Há palavras que apresentam pronúncia a) têm, pôde, por.


oscilante. Nesse caso, as duas formas são b) tem, pode, por.
consideradas corretas:
c) têm, pôde, pôr
◆◆Acróbata ou acrobata
d) tem, pôde, por
◆◆Ambrósia ou ambrosia
◆◆Anídrido ou anidrido 3. (EEAr 1/16 B) Assinale a alternativa em
◆◆Boêmia ou boemia que a acentuação gráfica foi empregada
◆◆Crisântemo ou crisantemo incorretamente.
◆◆Elétrodo ou eletrodo a) Os ítens de prova foram revisados.
◆◆Oceânica ou Oceania b) Eles têm acesso ao banco de dados.
◆◆Ortoépia ou ortoepia c) Ontem a enfermeira não pôde atender.
◆◆Projétil ou projetil d) Dirija-se àquela seção de identificação
primária.
13
Introdução à Gramática

4. (EAGS/16 B) Leia o texto a seguir e, na 6. (EAGS/15 B) Todas as palavras contêm


sequência, assinale a alternativa correta hiato em qual alternativa?
quanto à acentuação gráfica das palavras
(Obs.: Os acentos gráficos foram retirados
nele contidas.
propositadamente.)
Obs.: visando à resolução da questão, os
a) gratuito, fluido, Camboriu
acentos gráficos foram propositalmente re-
tirados. b) distraido, atribuir, peixada
“Quando te aproximas do mundo, Mira-Ce- c) egoismo, jesuita, saude
li, / Sinto a sarça de Deus arder, em circulos, d) ruivo, jamais, circuito
sobre mim; / então mil demônios nomades
fogem nos ultimos barcos. / Quando, po- 7. (EAGS/15 B) Assinale a alternativa em
rem, te afastas, os homens se combatem que todas as palavras recebem acento grá-
(...) / a vida se torna um museu de passa- fico devido ao mesmo princípio.
ros empalhados (...) / infelizes crianças, que
nasceram em bordeis, escondem-se atras a) vídeo, freguês, exótico
dos moveis (...) / paira no ar um cheiro de b) planície, anzóis, papéis
mulher recem-poluida (...) “
c) sábio, nódoa, espontâneo
a) Recém é prefixo de palavra e, assim
como porém, recebe acento por ser d) pêssego, possível, privilégio
oxítona terminada em em.
8. (EEAr/15 B) Leia:
b) Círculo, último e pássaros são a to-
talidade de palavras proparoxítonas O Sol era a referência de direção para
no texto; todas as proparoxítonas são deixar aquele inferno e caminhar, meu
acentuadas. Deus, mas em direção a quê?

c) Atrás recebe acento por ser monossí- Em relação aos vocábulos em destaque
laba tônica terminada em a; e poluída, no texto acima, é correto afirmar que
por haver i como segunda vogal tônica a) todos são tônicos.
de hiato.
b) apenas para é átono.
d) Demônios, bordéis e móveis rece-
c) para e mas são átonos.
bem acento por serem paroxítonas
terminadas em ditongo crescente. d) para e quê são tônicos.

5. (EAGS/16 A) Leia: 9. (EEAr/15 A) Considere as palavras em


destaque quanto às regras de acentuação
“A ciência é o meu maior ofício. Já concluí
gráfica e assinale a alternativa com a justi-
inúmeros estudos. E continuarei a resolver
ficativa incorreta.
o mundo do conhecimento em busca de
descobertas.” a) Um inquérito foi aberto para a apura-
ção do caso. (Todas as proparoxítonas
Assinale a regra que não contempla ne-
são acentuadas.)
nhuma das palavras acentuadas na frase
acima. b) Colaborei com muitos pesquisadores
do setor ambiental. (Não se acentua
a) Monossílabo tônico.
paroxítona terminada em ditongo.)
b) Paroxítona terminada em ditongo.
c) Recebi quadros valiosos e vou expô-los
c) Paroxítona terminada em r, x, n, l. no museu. (Acentuam-se as oxítonas
d) Vogal i tônica formando hiato com a terminadas em -o seguido ou não de s.)
vogal anterior. d) O vendedor de doce de amendoim
era famoso na cidade. (Não se acen-
tua o i tônico em hiato quando forma
sílaba com letra que não seja s.)

14
Acentuação

10. (EEAr BCT/15) No texto abaixo, todas as a) gratuito – crisantemo


palavras em destaque foram acentuadas.
b) fluido – interim
No entanto, em apenas uma o emprego do
acento gráfico está correto. Assinale a al- c) latex – rubrica
ternativa que apresenta essa palavra. d) Nobel – condor
“O monumento do centro da metrópole foi
construído há décadas. Seu criador, quan- 14. (EEAr/14 B) Relacione as colunas quan-
do o construíu, quis levá-lo para a perifería, to às regras de acentuação gráfica, saben-
mas foi legalmente impedido. Compulsó- do que haverá repetição de números. Em
riamente, o artista acatou a decisão.” seguida, assinale a alternativa com a sequ-
ência correta.
a) compulsóriamente
(1) Põe-se acento agudo no i e no u tô-
b) construído
nicos que formam hiato com a vogal an-
c) construíu terior.
d) perifería (2) Acentua-se paroxítona terminada em i
ou u seguidos ou não de s.
11. (CFT/15) A mesma regra de acentuação
(3) Todas as proparoxítonas devem ser
gráfica da palavra infância observa-se em
acentuadas.
a) saída.
(4) Oxítona terminada em e ou o, segui-
b) heróis. dos ou não de s, é acentuada.
c) instantâneo. ( ) íris
d) quilômetros. ( ) saída
( ) compraríamos
12. (EAGS/14 B) Nos períodos abaixo, o nú-
mero de palavras que devem receber acen- ( ) vendê-lo
to gráfico está corretamente indicado em ( ) bônus
qual alternativa?
( ) viúvo
a) Suas atitudes egoistas de ontem não
( ) bisavôs
tem relação alguma com minha deci-
são em demiti-lo. (1 palavra) a) 2 – 1 – 3 – 4 – 2 – 1 – 4
b) Espere o sol se por para ver a magia b) 1 – 2 – 3 – 4 – 1 – 1 – 4
da noite; assim entendera a essencia
do poeta. (3 palavras) c) 4 – 1 – 1 – 2 – 2 – 3 – 2
c) Os pezinhos da linda princesa fizeram- d) 2 – 2 – 3 – 4 – 2 – 1 – 3
-no refem, e ele ficou caido de amores
por ela. (3 palavras) 15. (EEAr/14 A) Assinale a alternativa cuja
palavra em destaque recebeu corretamen-
d) Como ele pode dizer tão estupidas pa-
te o acento gráfico.
lavras para a juiza ontem? (2 palavras)
a) Ficou alí sozinha e desamparada.
13. (EAGS/14 B) Assinale a alternativa que b) O juíz deliberou por muitas horas.
contém o par de palavras cujas sílabas tô-
nicas estão corretamente destacadas. c) O dinheiro? Melhor distribuí-lo aos
necessitados.
Obs.: O acento gráfico de algumas pala-
vras foi tirado propositadamente. d)
Não concordaram com o primeiro
ítem da proposta.

15
Introdução à Gramática

16. (EEAr BCT/14) Atentando para a acen- Propositalmente, algumas palavras do tex-
tuação gráfica, assinale a alternativa que to tiveram o acento gráfico omitido. Assi-
completa corretamente os espaços do tex- nale a alternativa que apresenta todas es-
to abaixo. sas palavras devidamente acentuadas.
Dias vão, dias ____,
a) partí-lo, vêm
E nada consegue apagar
b) distribuí-los, pôr
A dor que deles _____.
c) distribuí-los, pôr, vêm
E vou seguindo meu caminho
d) partí-lo, distribuí-los, pôr
Buscando em vago _________
Driblar as mágoas que a contêm. 20. (EAGS/12 B) Leia:
I - Os bandidos fizeram doze reféns.
a) vêm – advém – redemoinho
II - Chequei todos os tréns de pouso.
b) vem – advém – redemoínho
III - Guardava-se soja nos armazéns.
c) vem – advêm – redemoínho
Com relação à acentuação das palavras
d) vêm – advêm – redemoinho em negrito, estão corretas

17. (CFC/14) Em qual das alternativas a síla- a) I, II e III. b) apenas I e III.


ba destacada não é tônica?
c) apenas II e III. d) apenas I e II.
a) O candidato julgou ruim o resultado
do processo seletivo. 21. (CFT/13) Assinale a alternativa em que a
b) O Prêmio Nobel de Literatura não foi palavra em destaque está acentuada cor-
atribuído ao escritor francês. retamente.

c) O candidato esqueceu-se de colocar a a) Durante o concurso de admissão, foi


rubrica na prova de Português. exigida dos candidatos a rúbrica em
todas as provas.
d) Havia um item da prova de Português
que estava com duplo sentido. b) A Prefeitura mandou podar as árvores
cujas raízes prejudicam a estrutura da
calçada.
18. (CESD/14) Assinale a alternativa em que
todas as palavras devem ser acentuadas. c) A peça teatral dirigida pelo diretor
Marcos Paulo bateu récorde de bilhe-
a) sozinho – magoa – substantivo
teria nesta semana.
b) polen – adolescencia – chapeu
d) Não estava ruím o espetáculo, no en-
c) jovens – raiz – paises tanto algumas pessoas preferiram ir
d) fluido – urubu – latex para casa mais cedo.

19. (EEAr/13) Leia: 22. (EAGS/13 B) Assinale a alternativa que


traz a correta justificativa para a acentuação
“Teresa está feliz. Hoje é seu aniversá- da palavra em destaque no trecho abaixo.
rio. Ela ganhou um bolo da mãe e pre-
tende parti-lo à noite. Não sabe ainda o O aligatorídeo é uma espécie de jacaré.
que fará com os convidados. Como dis-
a) Palavra oxítona terminada em o.
tribui-los no espaço tão pequeno de sua
casa? Será preciso por cadeiras na cal- b) Palavra paroxítona terminada em hiato.
çada. Deve agir rápido. Os amigos vem
c) Palavra paroxítona terminada em di-
às dezoito horas.”
tongo crescente.
d) Palavra proparoxítona terminada em
ditongo crescente.
16
Acentuação

23. (EEAr BCT/13) Relacione as colunas 27. (EEAr 2/11 B) A ausência do acento grá-
considerando as regras de acentuação fico pode modificar a classe gramatical de
gráfica e, em seguida, assinale a alternati- uma palavra. Em qual das alternativas há
va com a sequência correta. uma palavra que, se não for acentuada,
deixa de ser um substantivo e passa a ser
1- quilômetro – déssemos
um verbo?
2- pôr – pôde
a) inocência, ignorância, frequência
3- faísca – reúne
b) carência, fragrância, polícia
4- será – pajé
c) comício, fascínio, decência
( ) vocábulos oxítonos
d) palácio, domínio, ciência
( ) vocábulos com acento diferencial
( ) vocábulos proparoxítonos 28. (EAGS/11 B) Considere o seguinte pe-
ríodo:
( ) hiatos
O Ministério da Alegria adverte:
a) 4 – 2 – 1 – 3 b) 2 – 4 – 3 – 1
Mau humor é prejudicial à saúde.
c) 1 – 3 – 4 – 2 d) 3 – 1 – 2 – 4
É incorreto afirmar que
24. (CESD/13) Assinale a alternativa em a) ocorrem encontros vocálicos em mau e
que todas as palavras estão corretamente em saúde, porém o primeiro se trata de
acentuadas. um ditongo e o segundo de um hiato.
a) vôlei, aquí b) ímã, hífens b) Ministério, Alegria e prejudicial classi-
c) éter, moínho d) faísca, cáries ficam-se, quanto à tonicidade, como
paroxítonas.
25. (CFC/12) Observe: c) Ministério e saúde obedecem a regras
Por que a unica saida foi procura-lo a pe? diferentes de acentuação gráfica.

Colocando-se o acento gráfico obriga- d) há duas palavras oxítonas e quatro pa-


tório em algumas palavras dessa frase, roxítonas.
tem-se como incorreta a alternativa:
29. (EEAr 1/11 B) Leia:
a) Existe uma proparoxítona. Tapsia é um gênero de plantas herbáce-
b) Há uma oxítona terminada em a. as nativas da região do Mediterrâneo.
c) Há um i tônico que forma hiato com a Sabendo-se que a palavra em negrito
vogal anterior. acima não é oxítona e considerando-se
que nela não há hiato, então sua corre-
d)
Existem dois monossílabos tônicos
ta grafia é
terminados em e.
a) Tapsia mesmo. b) Tápsia.
26. (CESD/12) Em qual alternativa todas as c) Tapsía. d) Tapsiá.
palavras estão acentuadas corretamente?
a) hélice, órfã 30. (CFC/11) Estão corretamente acentua-
das as duas palavras da alternativa:
b) táxi, ítem
a) parabéns, júri b) ítem, refém
c) substântivo, clímax
c) sací, país d) baú, Itú
d) facílmente, ambulância

17
Introdução à Gramática

31. (CFT/11 B) Considerando-se paroxíto- 35. (CFC/10) Assinale a alternativa em que


nas todas as palavras das alternativas abai- todas as palavras estão acentuadas corre-
xo, assinale aquela que, segundo as regras tamente.
da língua portuguesa, deve ser acentuada.
a) O relatório apresenta alguns ítens que
a) arsenopirita b) pascoinha precisam ser revistos, por isso o res-
c) tamarix d) totem ponsável pelo projeto têm que aceitar
as sugestões dos colegas.
32. (CFC/10) Assinale a alternativa em que b) O relatório apresenta alguns itens que
todas as palavras estão corretamente precisam ser revistos, por isso o res-
acentuadas. ponsável pelo projeto tem que aceitar
as sugestões dos colegas.
a) hífens, ruím, álcool, rubrica
c) O relatório apresenta alguns ítens que
b) látex, hífen, ítem, rubrica
precisam ser revistos, por isso o res-
c) aquí, hífens, táxi, nobél ponsável pelo projeto tem que aceitar
d) sótão, vírus, grátis, hífen as sugestões dos colegas.
d) O relatório apresenta alguns itens que
33. (EAGS 2/10 B) Assinale a alternativa em precisam ser revistos, por isso o res-
que todas as palavras são proparoxítonas. ponsável pelo projeto têm que aceitar
as sugestões dos colegas.
Obs.: o acento gráfico de algumas pala-
vras foi retirado propositadamente.
36. (EAGS 2/09 B) Assinale a alternati-
a) exodo – municipe – interim va cuja palavra em destaque classifica-se
apenas como oxítona.
b) recorde – rubrica – interim
a) Foi encontrado um projetil na cena do
c) omega – interim – rubrica
crime.
d) recorde – municipe – interim
b) Este procedimento cirúrgico é feito por
cateter.
34. (EEAr 2/10 B) Em todas as alternativas,
há uma palavra cujo acento gráfico foi omi- c) Anexamos ao currículo xerox de nos-
tido. Assinale aquela em que o emprego do sos documentos originais.
acento gráfico ou a omissão dele nessa pa- d) A sucuri é um reptil das regiões de
lavra pode alterar o sentido da frase. grandes rios e pântanos do Brasil.
a) Aquela secretaria é exemplo de orga-
nização. Todos os documentos a ela
enviados são encaminhados no prazo GABARITO
determinado.
b) Se o orador fosse mais seguro, seu 01. D 15. C 29. B
discurso teria fluido com mais clareza 02. A 16. A 30. A
e não teria sido tão cansativo. 03. A 17. B 31. C
04. A 18. B 32. D
c) Não sei se seria valido investir tanto di- 05. C 19. C 33. A
nheiro naquele projeto. 06. C 20. B 34. A
d) O sabia sabia que os filhotes ficariam 07. C 21. B 35. B
doentes. 08. C 22. C 36. B
09. B 23. A
10. B 24. D
11. C 25. D
12. B 26. A
13. D 27. B
14. A 28. B

18
Capítulo 4

MORFOLOGIA

ESTRUTURA DAS PALAVRAS 5) Vogal e consoante de ligação: desprovi-


das de significado, servem à eufonia, isto é,
Morfemas: unidade indivisível que apresen- à pronuncia das palavras.
ta um significado ou função gramatical.
PROCESSOS DE FORMAÇÃO DE PALAVRAS
MORFEMAS NOMINAIS
Os processos que prevalecem são a deri-
1) Radical: parte mais importante da pala- vação e a composição:
vra, responsável por seu significado.
1. DERIVAÇÃO: Consiste basicamente na
Obs: a extração do radical será feita geral- formação de palavras através do acrésci-
mente através da redução da palavra a uma mo de afixos (prefixos ou sufixos) ao radical.
de menor extensão (palavra primitiva). Podem ser:
1.1- PREFIXAL: Acréscimo de prefixo ao ra-
Cognatas: palavras que apresentam o dical: ex. infeliz, desnecessário, escorrer...
mesmo radical.
1.2- SUFIXAL: Acréscimo de sufixo ao radi-
cal: ex. felicidade, necessariamente...
2) Vogal temática nominal: apresenta como
função básica ligar a desinência ou o sufixo 1.3- PREFIXAL e SUFIXAL: Acréscimo de
ao radical. As vogais temáticas nominais são prefixo e sufixo separadamente ao radical.
representadas pelas letras, a, e, o, átonas.
Ex. infelicidade, desnecessariamente, imo-
ralidade...
Obs: as vogais temáticas serão identifica-
das na palavra primitiva. 1.4- PARASSINTÉTICA: Prefixo e sufixo
são postos simultaneamente junto ao ra-
Obs: geralmente quando a desinência ou dical.
sufixo iniciar-se por vogal, a vogal temática Ex. ajoelhar, anoitecer, enquadrar, endu-
é retirada. recer...

3) Desinências nominais: são responsáveis OBS: Em palavras como empobrecimento


pela variação (flexão) das palavras. São elas: poderá caracterizar a derivação sufixal (su-
3.1- De gênero: -a (feminino x masculino). fixo –mento) ou parassintética, haja vista
que tal palavra é derivada de empobrecer.
3.2- De numero: -s (plural x singular).
1.5- REGRESSIVA: Consiste basicamente
4) Afixos: são postos junto ao radical para na formação de substantivos a partir de ver-
acrescer algo ao seu significado ou caracte- bos, através da retirada da desinência “-r”
rizar a classe gramatical da palavra. de infinitivo.
4.1- Prefixo: são postos antes do radical Ex:a pesca (derivado do verbo pescar)
para acrescer algo ao seu significado.
o combate (derivado do verbo combater)
4.2- Sufixo: são postos após o radical. Apre-
sentam como função básica caracterizar a o choro (derivado do verbo chorar)
classe gramatical da palavra.

19
Introdução à Gramática

1.6- DERIVAÇÃO IMPRÓPRIA (CONVER- compõe a nova palavra tem sua pronúncia
SÃO): Ocorre esta derivação sem que se al- alterada.
tere a palavra primitiva. Este processo con-
Ex. planalto (plano + alto), aguardente (água
siste na mudança da classe gramatical da
+ ardente)
palavra.
Ex:de verbos a substantivos: O andar dela HIBRIDISMO: Consiste em formar palavras
é sensual. novas utilizando elementos de línguas dife-
de adjetivos a substantivos: O azul do céu e rentes. São hibridismos ou palavras híbri-
do mar encanta. das:
de adjetivos a advérbios: A cerveja que grego e latim: automóvel; monocultura; te-
desce redondo. levisão; monóculo..
latim e grego: bígamo; altímetro; sociolo-
2. COMPOSIÇÃO: É o processo através do gia; decímetro...
qual se criam palavras novas pela junção
outras línguas: alcalóide (árabe e grego);
de palavras ou de radicais já existentes.
alcoômetro (árabe e grego); abreugrafia
(português e grego); Fernandópolis (portu-
2.1. COMPOSIÇÃO POR JUSTAPOSIÇÃO: guês e grego); zincografia (alemão e grego);
Quando cada elemento que compõe a nova microondas (grego e português)...
palavra mantém sua pronúncia.
Ex. guarda-chuva, passatempo, vaivém, A linguagem coloquial também utiliza, com
sexta-feira, malmequer frequência, o hibridismo:
sambódromo (português e grego); descon-
2.2. COMPOSIÇÃO POR AGLUTINAÇÃO: fiômetro (português e grego); olhômetro
Quando pelo menos um dos elementos que (português e grego)...

I. RADICAIS
1. Radicais Gregos
e. Primeiro elemento da composição
FORMA SENTIDO EXEMPLOS
aero- ar aerografia, aeronave
anemo- vento anemógrafo, anemômetro
antropo- homem antropófago, antropologia
arqueo- antigo arqueografia, arqueologia
auto- de si mesmo autobiografia, autógrafo
biblio- livro bibliografia, biblioteca
bio- vida biografia, biologia
caco- mau cacofonia, cacografia
cali- belo califasia, caligrafia
ciclo- círculo ciclometria, ciclotímico
cito- cavidade, célula citologia, citoplasma
cosmo- mundo cosmógrafo, cosmologia
criso- ouro crisógrafo, crisólita
cromo- cor cromolitografia, cromos-
somo
crono- tempo cronologia, cronômetro
da(c)tilo dedo dactilografia, dactiloscopia
deca- dez decaedro, decalitro

20
Morfologia

demo- povo democracia, demagogo


di- dois dipétale, dissílabo
ele(c)tro- (âmbar) eletrici- eletroímã, eletroscopia
dade
enca- nove encágono, encassílabo
etno- povo, raça etnografia, etnologia
farmaco- medicamento farmacologia, farmacopéia
filo- amigo filologia, filomático
fisio- natureza fisiologia, fisionomia
fono- voz, som fonógrafo, fonologia
foto- fogo, luz fotômetro, fotosfera
gastro- estômago gastrocolite, gastrônomo
geo- terra geografia, geologia
helio- sol heliografia, helioscópio
hemi- metade hemisfério, hemistíquio
hemo- hemoglobina
sangue
hemato- hematócrito
hepta- sete heptágono, heptassílabo
hetero- outro heterodoxo, heterogêneo
hexa- seis hexágono, hexâmetro
hidro- água hidrogênio, hidrografia
hipo- cavalo hipódromo, hipopótamo
hom(e)o- semelhante homeopatia, homófono
ictio- peixe ictiófago, ictiologia
iso- igual isócrono, isóscele
lito- pedra litografia, litogravura
macro- grande, longo macróbio, macrodáctilo
mega(lo)- grande megatério, megalomaníaco
melo- canto melodia, melopéia
meso- meio mesóclise, mesopotâmia
micro- pequeno micróbio, microscópio
miria- dez mil, nume- miriâmetro, miríade
roso
miso- que odeia misógino, misantropo
mito- fábula mitologia, mitômano
mono- um só monarca, monótono
necro- morto necrópole, necrotério
neo- novo neolatino, neologismo
neuro- neurologia, neurastenia
nervo
nevro- nevrotomia, nevralgia
octo- oito octossílabo, octaedro
odonto- dente odontologia, odontalgia
oftalmo- olho oftamologia, oftalmoscópio
onomato- nome onomatologia, onomatopéia
oro- montanha orogenia, orografia
orto- reto, justo ortografia, ortodoxo
oxi- agudo, pene- oxígono, oxítono
trante

21
Introdução à Gramática

paleo- antigo paleografia, paleontologia


pan- todos, tudo panteísmo, pan-americano
pato- (sentimento) do- patogenético, patologia
ença
ped(o)- criança pediatria, pedologia
penta- cinco pentágono, pentâmetro
piro- fogo pirosfera, pirotecnia
pluto- riqueza plutocrata, plutomania
poli- muito poliglota, polígono
potamo- rio potamografia, potamologia
proto- primeiro protótipo, protozoário
pseudo- falso pseudônimo, pseudo-esfera
psico- alma, espírito psicologia, psicanálise
quilo- mil quilograma, quilômetro
quiro- mão quiromancia, quiróptero
rino- nariz rinoceronte, rinoplastia
rizo- raiz rizófilo, rizotônico
sídero- ferro siderólito, siderurgia
taqui- rápido taquicardia, taquigrafia
tecno- arte, ciência tecnografia, tecnologia
tele- longe telefone, telegrama
teo- deus teocracia, teólogo
termo- quente termômetro, termoquímica
tetra- quatro tetrarca, tetraedro
tipo- figura, marca tipografia, tipologia
topo- lugar topografia, toponímia
tri- três tríade, trissílabo
xeno- estrangeiro xenofobia, xenomania
xilo- madeira xilógrafo, xilogravura
zoo- animal zoógrafo, zoologia

b. Segundo elemento da composição

FORMA SENTIDO EXEMPLOS


-agogo que conduz demagogo, pedagogo
-algia dor cefalalgia, nevralgia
-arca que comanda heresiarca, monarca
-arquia comando, governo autarquia, monarquia
-astenia debilidade neurastenia, psicastenia
-céfalo cabeça dolicocéfalo, microcéfalo
-cracia poder democracia, plutocracia
-doxo que opina heterodoxo, ortodoxo
-dromo lugar para correr hipódromo, velódromo
-edro base, face pentaedro, poliedro
-fagia ato de comer aerofagia, antropofagia
-fago que come antropófago, necrófago
-filia amizade bibliofilia, lusofilia
-fobia inimizade, ódio, temor fotofobia, hidrofobia
-fobo que odeia, inimigo xenófobo, zoófobo

22
Morfologia

-foro que leva ou conduz electróforo, fósforo


-gamia casamento monogramia, poligamia
-gamo que casa bígamo, polígamo
-gêneo que gera heterogêneo, homogêneo
-glota poliglota
língua
-glossa isoglossa
-gono ângulo pentágono, polígono
-grafia escrita, descrição ortografia, geografia
-grafo que escreve calígrafo, polígrafo
-grama escrito, peso telegrama, quilograma
-latria culto idolatria, zoolatria
-logia discurso, tratado, ci- arqueologia, filologia
ência
-logo que fala ou trata diálogo, teólogo
-mancia adivinhação necromancia, quiromancia
-mania loucura, tendência megalomania, monomania
-mano louco, inclinado bibliômano, mitômano
-maquia combate logomaquia, tauromaquia
-metria medida antropometria, biometria
-metro que mede hidrômetro, pentâmetro
-morfo que tem a forma antropomorfo, polimorfo
-nomia lei, regra agronomia, astronomia
-nomo que regula autônomo, metrônomo
-péia ato de fazer melopéia, onomatopéia
-pode pé gastrópode, miriópode
-polis Petrópolis
cidade
-pole metrópole
-ptero que tem asas díptero, helicóptero
-scopia ato de ver macroscopia, microscopia
-scópio instrumento para ver microscópio, telescópio
-sofia sabedoria filosofia, teosofia
-stico verso dístico, monóstico
-teca lugar onde se guarda biblioteca, discoteca
-terapia cura fisioterapia, hidroterapia
-tomia corte, divisão dicotomia, nevrotomia
-tono tensão, tom barítono, monótono

2. Radicais Latinos

a. Primeiro Elemento da Composição

FORMA ORIGEM LATINA SENTIDO EXEMPLOS


agri- ager, agri campo agricultura
ambi- ambo ambos ambidestro
arbori- arbor, -oris árvore arborícola
avi- avis, -is ave avifauna
bis- bisavô
bis duas vezes
bi- bípede
calori- calor, -oris calor calorífero
cruci- crux, -ucis cruz crucifixo

23
Introdução à Gramática

curvi- curvus, -a, -um curvo curvilíneo


equi- aequus, -a, -um igual equidistante
ferri- ferrífero
ferrum, -i ferro
ferro- ferrovia
igni- ignis, -is fogo ignívomo
loco- locus, -i lugar locomitiva
morti- mors, mortis morte mortífero
multi- multus, -a, -um muito multiforme
olei- oleígeno
olcum, -i azeite, óleo
oleo- oleoduto
oni- omnis, -e todo onipotente
pedi- pes, pedis pé pedilúvio
pisci- piscis, -is peixe piscicultor
pluri- plus, pluris muitos, vários pluriforme
quadri- quadrimotor
quattuor quatro
quadru- quadrúpede
radio- radius, -ii raio radiografia
reti- rectus, -a, -um reto retilíneo
semi- semi metade semicírculo
sesqui- sesqui um e meio sesquicentená
tri- tres, tria três tricolor
uni- unus, -a, -um um uníssono
vermi- vermis, -is verme vermífugo

FORMA SENTIDO EXEMPLOS


-cida que mata regicida, suicida
-cola que cultiva, ou habita vitícola, arborícola
-cultura ato de cultivar apicultura, piscicultura
-fero que contém, ou produz aurífero, flamífero
-fico que faz, ou produz benéfico, frigorífico
-forme que tem forma de cuneiforme, floriforme
-fugo que foge, ou faz fugir centrífugo, febrífugo
-gero que contém, ou produz armígero, belígero
-paro que produz multíparo, ovíparo
-pede pé palmípede, velocípede
-sono que soa horríssono, uníssomo
-vomo que expele fumívono, ignívomo
-voro que come carnívoro, herbívoro

II. PREFIXOS
1. Prefixos de origem grega

PREFIXO SENTIDO EXEMPLOS


an- (a-) privação, negação anarquia, ateu
ana- ação ou movimento inverso, anagrama, anáfora
repetição
anfi- de um e outro lado, em anfíbio, anfiteatro
torno

24
Morfologia

anti- oposição, ação contrária antiaéreo, antípoda


apo- afastamento, separação apogeu, apóstata
arqui-(arc-) arquiduque, arcanjo
superioridade
arque-(arce-) arquétipo, arcebispo
cata- movimento de cima para catadupa, cataplasma
baixo, oposição
dia-(di-) movimento através de, afas- diagnóstico, diocese
tamento
dis- dificuldade, privação dispnéia, disenteria
ec-(ex-) movimento para fora eclipse, êxodo
en- (em-, e-) posição interior encéfalo, emplastro,
elipse
endo- (end-) posição interior, movimento endotérmico, endosmose
para dentro
epi- (ep-) posição superior, movimen- epiderme, epônimo
to para, posterioridade
eu- (ev-) bem, bom eufonia, evangelho
hiper- posição superior, excesso hipérbole, hipertensão
hipo- posição inferior, escassez hipodérmico, hipotensão
meta- (met-) posterioridade, mudança metacarpo, metátese
para- (par-) proximidade, ao lado de paradigma, parasita
peri- posição ou movimento em perímetro, perífase
torno
pro- posição em frente, anterior prólogo, prognóstico
sin- (sim-, si-) simultaneidadem, compa- sinfonia, simpatia, sílaba
nhia

2. Prefixos de Origem Latina

PREFIXO SENTIDO EXEMPLOS


ab- abdicar, abjurar
abs- afastamento, separação abster, abstrair
a- amovível, aversão
ad- adjunto, adventício
aproximação, direção
a- (ar-, as-) abeirar, arribar, assentir
ante- anterioridade antebraço, antepor
circum- circum-adjacente
movimento em torno
(circun-) circunvagar
cis- posição aquém cisalpino, cisplatino
com- (con-) compor, conter
contiguidade, companhia
co- (cor-) cooperar, corroborar
contra- oposição, ação conjunta contradizer, contra-assinar
de- movimento de cima para decair, decrescer
baixo
des- separação, ação contrária desviar, desfazer
dis- separação, movimento dissidente, distender
di- (dir-) para diversos lados, ne- dilacerar, dirimir
gação

25
Introdução à Gramática

ex- exportar, extrair


movimento para fora,
es- escorrer, estender
estado anterior
e- emigrar, evadir
extra- posição exterior (fora de) extra-oficial, extraviar
in- (im-) ingerir, impelir
i- (ir-) movimento para dentro imigrar, irromper
em- (en-) embarcar, enterrar
in- (im-) inativo, impermeável
negação privação
i- (ir-) ilegal, irrestrito
inter- internacional, interromper
posição intermediária
entre- entreabrir, entrelinha
intra- posição interior intramuscular, intravenoso
intro- movimento para dentro introduzir, intrometer
justa- posição ao lado justapor, justalinear
ob- posição em frente, opo- ob-reptício, obstáculo
o- sição ocorrer, opor
per- movimento através percorrer, perfurar
pos- posterioridade pospor, postônico
pre- anterioridade prefácio, pretônico
pro- movimento para frente progresso, prosseguir
re- movimento para trás, refluir, refazer
repetição
retro- movimento mais para trás retroceder, retrospectivo
soto- soto-mestre, soto-soberania
posição inferior
sota- sota-vento, sota-voga
sub- subclasse, subdelegado
sus- suspender, suster
movimento de baixo para
su- suceder, supor
cima, inferioridade
sob- sobestar, sobpor
so- soerguer, soterrar
super- superfície, superpovoado
posição em cima, excesso
sobre- sobrepor, sobrecarga
supra- posição acima, excesso supracitado, supra-sumo
trans- transpor, transalpino
tras- movimento para além de, trasladar, traspassar
tra- posição além de tradição, traduzir
tres- tresloucado, tresmalhar
ultra- posição além do limite ultrapassar, ultra-sensível
vice- vice-reitor, vice-cônsul
substituição, em lugar de
vis- (vizo-) visconde, vizo-rei

26
Morfologia

III. SUFIXOS — Filhinho, vem cá!


— Já vou, paizão!
Há três tipos de sufixos:
— Aquele cantorzinho fez sucesso.
a) nominal - forma substantivos e adjetivos:
Quem diria!
crueldade - resistente
— Esse filme não passa de um dramalhão.
b) verbal - forma verbos:
c) Sufixos formadores de substantivos
dedilhar - chuviscar coletivos

c) adverbial - forma advérbios: -ada: cachorrada

ferozmente - mansamente -agem: plumagem, ramagem


-aria: livraria
1. Principais sufixos nominais
-edo: arvoredo
a) Sufixos aumentativos
-al: milharal
-ão - mulherão
-eiro: formigueiro
-alhão : medalhão
-ama: dinheirama
-aço: balaço
-alha: gentalha
-aça: barcaça
-io: mulherio
-azio: copázio
-arra: bocarra sufixos substantivadores
-orra: cabeçorra
a) Sufixos indicadores de profissão, agente
-anzil: corpanzil
-ário: escriturário
-aréu: povaréu
-(d)or: vendedor, comprador
b) Sufixos diminutivos -(t)or: escultor
-inho, -inha: mocinho, mocinha -(s)or: professor
-zinho: -zinha: pezinho, florzinha -ciro: verdureiro
-acho: riacho -nte: pedinte
-ejo: vilarejo
-ucho: papelucho b) Sufixos indicadores de lugar
-ebre: casebre -ário: vestiário
-ico: namorico -douro: ancoradouro
-ela: viela -eiro: viveiro
-eto, -eta: livreto, saleta -tório: lavatório
-(z)ito, -(z)ita: cãozito, casita
c) Sufixos indicadores de ação, estado
-ote, -ota: fracote, velhota ou qualidade
-isco: chuvisco -agem: aprendizagem
-ola: fazendola -aria: pirataria

Obs: Os sufixos aumentativos e diminutivos -dade: bondade


podem ser utilizados para expressar cari- -ada: cartada
nho ou depreciação:

27
Introdução à Gramática

-ez, -eza: sensatez, beleza 2. Principais sufixos verbais


-ice, -ície: burrice, calvície A terminação -ar (vogal temática + desi-
nência r do infinito impessoal) uma das
-dão: escuridão
mais empregadas na formação dos ver-
-ança: festança, cobrança bos em português. Tal determinação
-ância: tolerância tem funcionado, na prática, como sufixo.
Exemplos: plantar, deletar, olhar etc.
-ência: influência
Outros sufixos verbais:
-ção: admiração
-ear: folhear
-são: ascensão
-entar: amamentar
-mento: casamento
-ejar: velejar
-ude: quietude
-ficar: glorificar
-ume: negrume
-icar: bebericar
-ura: doçura
-iscar: chuviscar
d) Sufixos indicadores de ciência, arte, -itar: saltitar
doutrina, sistema, política ou religioso
-ilhar: dedilhar
-ia: economia, astronomia, trigonometria
-inhar: engatinhar
-ismo: materialismo, socialismo, calvinis-
-izar: moralizar
mo, realismo
3. Sufixo adverbial
sufixos adjetivadores
O único sufixo adverbial existente em
a) Sufixos indicadores de origem, natu- português é -mente. Esse sufixo é
ralidade acrescentado ao feminino dos adjetivos,
se houver: bondosamente, antigamente,
-ano: sergipano
alegremente etc.
-ão: bretão
-eiro: brasileiro
-ês, -esa: camponês, camponesa
-ense: paranaense
EXERCÍCIO
-eu: hebreu 1. (EEAr 2/16 B) Assinale a alternativa que
-ino: latino apresenta a palavra destacada formada
pelo processo de derivação parassintética.
b) Sufixos indicadores de abundância a) O jogador foi incapaz de explicar o
(provido ou cheio de) motivo de sua ausência no treinamen-
-oso: bondoso, afetuoso to de quarta-feira.
-udo: cabeludo, barbudo b) Ao se alistar na Força Aérea Brasileira,
o jovem ficou entusiasmado.
c) Sufixo indicador de possibilidade, pas- c) Após horas de sofrimento, Xavier en-
sível de, digno de praticar ou sofrer algo controu um dentista para atendê-lo.
-vel: amável, compreensível d) O choro da criança perturbava toda vi-
zinhança.

28
Morfologia

2. (EAGS/16 B) Em qual alternativa todas as a) inútil – desalmado


palavras são formadas pelo processo de
b) manhoso – disputa
derivação parassintética?
c) choro – desordem
a) desocupar, emudece
d) empobrecer – erro
b) liberalismo, tendinite
c) incoerente, refeitório 6. (EEAr/14 B) Quanto ao processo de for-
d) alinhar, abreviar mação de palavras, relacione as duas colu-
nas e, a seguir, assinale a alternativa com a
sequência correta.
3. (EAGS/15 B) Assinale a alternativa em
que a palavra é formada pelo processo de ( 1 ) sufixação ou derivação sufixal
composição por aglutinação.
( 2 ) prefixação ou derivação prefixal
a) finalmente
( 3 ) composição por justaposição
b) semicírculo
( 4 ) composição por aglutinação
c) vinagre
( 5 ) parassíntese
d) girassol
( ) entristecer
4. (EEAr/15 B) Assinale a alternativa em que ( ) imoral
a indicação do processo de formação de
( ) hidrelétrico
palavras colocado entre parênteses está
correta em relação à palavra em destaque ( ) passatempo
na frase. ( ) sapataria
a) Seu João era homem sério; não gosta-
va das amolações dos moleques. (re- a) 1 – 2 – 4 – 3 – 5
dução) b) 5 – 2 – 4 – 3 – 1
b) O mundo ficou boquiaberto com a c) 2 – 5 – 4 – 3 – 1
ousadia da ação terrorista daquele
grupo radical. (hibridismo) d) 5 – 1 – 3 – 2 – 4

c) O tique-taque do relógio parecia uma 7. (EEAR BCT/14) Leia:


bomba sobre a cabeça do homem in-
sone e cheio de remorso. (justaposi- “A vida é combate,
ção) Que os fracos abate,
d) O acontecimento da tarde, principal- Que os fortes, os bravos,
mente para as mulheres, era a inaugu-
ração da bela sapataria com vitrines Só pode exaltar.” (Gonçalves Dias – I Ju-
convidativas. (parassíntese) ca-Pirama)
O mesmo processo de formação da pa-
5. (EAGS/14 B) Leia: lavra em destaque no texto ocorre em
qual palavra também destacada abaixo?
As inundações provocadas pelas fortes
chuvas foram o assunto do debate dos a) “Oh! Que doce era aquele sonhar!”
candidatos à prefeitura.
b) “Os bons vi sempre passar/ No mundo
Em qual alternativa as palavras são for- graves tormentos.”
madas, respectivamente, pelo mesmo
processo encontrado nas palavras des- c) “Não sei o que há de vago/ No voo em
tacadas no texto acima? que divago/ à tua busca, amor!”
d) “Já é noite em teu bairro/ e as moci-
nhas de calças compridas desceram
para a porta/ após o jantar.”
29
Introdução à Gramática

8. (CFC/14) A palavra pré-história é forma- 12. (EEAr/13) As palavras contrapor, ajoe-


da pelo mesmo processo da palavra lhar, busca são formadas, respectivamente,
pelo processo de derivação
a) cinema. b) feijoada.
a) imprópria, parassintética e regressiva.
c) retrovisor. d) para-raios.
b) prefixal, parassintética e regressiva.
9. (CESD/14) Em qual alternativa todas as c) imprópria, sufixal e imprópria.
palavras são formadas pelo processo de
composição por justaposição? d) prefixal, sufixal e imprópria.

a) passatempo, mandachuva
13. (EEAr/13 B) Leia:
b) cor-de-rosa, pernilongo
“Nas horas mortas da noite
c) planalto, boquiaberto
Como é doce o meditar
d) vinagre, saca-rolhas
Quando as estrelas cintilam

10. (EAGS/13 B) Em qual das alternativas a Nas ondas quietas do mar.”


palavra destacada é formada por prefixa-
O mesmo processo de formação de pala-
ção?
vras, em destaque no texto acima, ocor-
a) Sedentos, aqueles pobres homens re em:
caminhavam pela areia quente do de-
a) “Discreta e formosíssima Maria
serto.
Enquanto estamos vendo a qualquer
b) O chefe, embora tivesse um semblante
hora,
muito sisudo, possuía um enorme co-
ração. Em teus olhos e boca o Sol e o dia (...)”
c) A desocupação daquele local exigiu do b) “Se Deus dá o seu sol e a sua chuva
Prefeito e do Governador atitudes de- aos bons e aos maus, aos maus que
sumanas. se quiserem fazer bons, como negará?”
d) Dizem as pesquisas recentes que mais c) “Entre os semeadores do Evangelho há
de 98% da plantação de caju encontra- uns que saem a semear, há outros que
-se no Nordeste, cujo solo é arenoso. semeiam sem sair (...)”
d) “A cada canto um grande conselheiro,
11. (EAGS/13 B) Em qual alternativa o subs-
tantivo em destaque classifica-se como Que nos quer governar cabana e vinha
composto? (...)”

a) Na floreira, havia muitas rosas bran- 14. (EEAr/13 A) Relacione as colunas e, em


cas e vermelhas. seguida, assinale a alternativa com a sequ-
b) A florista vendia lírios e crisântemos ência correta.
na avenida central. (1) boiada
c) Florada é o nome de um doce de ovos (2) pesca
com a forma de flores.
(3) vaivém
d) No dia dos namorados, a floricultura
exibia cores e aromas que alegravam (4) miar
os olhos das pessoas.
( ) composição por justaposição
( ) derivação sufixal
( ) onomatopeia
( ) derivação regressiva

30
Morfologia

a) 1, 2, 4, 3 b) 2, 1, 3, 4 18. (EAGS/12 B) Leia:


c) 4, 3, 1, 2 d) 3, 1, 4, 2 O sol amarelado
Apontou no descampado
15. (EEAr BCT/13) Assinale a alternativa
em que a palavra destacada é formada por E no corre-corre do dia
composição. Nem foi admirado
a) “É o lobisomem ... – e avançou num
As palavras em destaque nos versos aci-
pulo.”
ma foram formadas, respectivamente,
b) “Quantos anos levaria até envelhecer pelos processos de
de novo?”
a) prefixação, aglutinação e justaposição.
c) “Incapaz de se mover para apanhar
suas compras, Ana se aprumava pálida.” b) sufixação, derivação parassintética e
aglutinação.
d) “Eu, Marília, não sou algum vaqueiro,
c) derivação parassintética, justaposição
Que viva de guardar alheio gado”
e prefixação.
16. (CFC/13) Leia: d) sufixação, derivação parassintética e
justaposição.
“Viver no zoológico é triste. E não quero
ser triste. Crocodilo é bicho de rio grande
19. (EEAr/12 B) Observe as palavras desta-
(...). Logo eu que sou bicho caçador, ar-
cadas no texto abaixo e, em seguida, assi-
diloso, maldoso.”
nale a alternativa com a afirmação correta.
Quanto à palavra destacada no texto,
“Descubra se você está preparado para
analise as assertivas abaixo:
entrar no mundo virtual. Mande uma
I- É derivado do verbo caçar. mensagem e fique despreocupado. Ela
II- É formado por derivação prefixal. se apaga automaticamente.”

III- É formado por derivação regressiva. a) A palavra preparado é formada pelo


processo de derivação prefixal.
Está correto o que se afirma em
b) O advérbio automaticamente é forma-
a) I e III. b) II e III. do pelo acréscimo do sufixo -mente.
c) I apenas. d) II apenas. c) A palavra mensagem é formada pelo
sufixo -agem, o que dá a esse subs-
17. (EAGS/12 B) Em qual das alternativas tantivo a noção de coletivo.
o adjetivo em negrito é classificado como d) Na palavra despreocupado, o radical é
composto? preocupa-, e -do é desinência verbal.
a) O juiz determinou medidas socializan-
tes ao adolescente. 20. (EEAr BCT/12) Derivação regressiva, de-
rivação sufixal, derivação prefixal e sufixal
b) Deve-se estudar bem a realidade so-
são fenômenos de formação de palavras
ciocultural do Brasil.
que correspondem, respectivamente, à se-
c) O membro do partido socialista apre- guinte sequência de palavras:
sentou sua proposta.
a) pátria, patriotismo, expatriar
d) O homem não é o único ser sociável a
b) igual, igualdade, desigualdade
viver nesse planeta.
c) sustento, sustentação, insustentável
d) escola, escolarizar, subescolarização

31
Introdução à Gramática

21. (CFC/12) No trecho “Como encerador, ( ) burocracia


não ia lá muito bem das pernas. (...) depois
( ) empobrecer
do seu trabalho, minha mãe ficava passe-
ando com uma flanelinha debaixo de cada ( ) disputa
pé(...)”, os termos destacados são formados, ( ) petróleo
respectivamente, pelos seguintes processos:
a) parassíntese – sufixação a) 1, 2, 3, 4
b) derivação imprópria – prefixação b) 4, 1, 2, 3
c) derivação regressiva – parassíntese c) 3, 4, 2, 1
d) prefixação e sufixação – aglutinação d) 2, 3, 4, 1

22. (CFC/11) Assinale a alternativa com a 25. (CFT/11 B) Leia:


classificação incorreta quanto ao tipo de Numa folha qualquer
formação da palavra.
Eu desenho um sol amarelo
a) cartão-postal (justaposição)
b) florescer (parassíntese) Assinale a alternativa que apresenta uma
palavra formada pelo mesmo proces-
c) pernalta (aglutinação) so empregado na em negrito nos versos
d) prateado (sufixação) acima.

a) Passa o tempo com velocidade impla-


23. (EEAr BCT/11) Observe:
cável.
Onde estão os meus verdes?
b) Gira sol, gira lua, o Mundo gira o mundo.
Os meus azuis?
c) É triste ver uma criança malcomportada.
As palavras destacadas acima sofreram d) Uma moto é mais econômica que um
o mesmo processo de formação. Em carro.
qual das palavras destacadas nas alter-
nativas esse processo também ocorre? 26. (EAGS 1/09 B) Marque a opção em que
há correta correspondência entre as pala-
a) O fumar é prejudicial à saúde. vras e seu processo de formação.
b) Gostei das duas camisas, mas prefiro a a) ataque / dispor – derivação regressiva.
verde.
b) pichação / imparcial – derivação sufixal
c) Não há nada mais comovente do que o
choro de uma criança. c) engordar / enlouquecer – derivação
parassintética
d) Oh, noite enluarada! És a companheira
inseparável dos poetas solitários. d)
desigualdade / ajoelhar – derivação
prefixal e sufixal
24. (CFC/11) Relacione as colunas quanto à
formação das palavras e, em seguida, assi- GABARITO
nale a alternativa com a sequência correta.
01. B 08. C 15. A 22. B
(1) parassíntese 02. D 09. A 16. C 23. A
(2) derivação regressiva 03. C 10. C 17. B 24. B
04. A 11. D 18. D 25. C
(3) composição por aglutinação
05. B 12. B 19. B 26. C
(4) hibridismo 06. B 13. B 20. C
07. C 14. D 21. A

32
Capítulo 5

VERBOS

ESTRUTURA DO VERBO (MORFEMAS OBS: Nos pretéritos imperfeito e mais-que-


VERBAIS): -perfeito, e no futuro do pretérito, a vogal
“a” da desinência transformar-se-á em “e”
RADICAL + VOGAL TEMÁTICA + DESINÊN- na 2ª pessoa do plural (vós).
CIA MODO-TEMPORAL + DESINÊNCIA
NÚMERO-PESSOAL. MODO SUBJUNTIVO:

1- RADICAL OBS: O modo subjuntivo vem acompanha-


OBS1: O radical regular do verbo será co- do de conjunções subordinativas ou advér-
nhecido no infinitivo, através da retirada da bio de dúvida (talvez), pois caracteriza pos-
desinência “-r” e da vogal temática. sibilidade, hipótese, desejo, dúvida.

2- VOGAIS TEMÁTICAS VERBAIS: PRESENTE -e (1ª conj); -a (2ª e 3ª conj.)

“a” 1ª conjugação; “e” 2ª conj.; “i” 3ª conj. PRETÉRITO IMPERFEITO -sse

OBS: As vogais temáticas verbais serão co- FUTURO -r


nhecidas no infinitivo, porque, geralmente,
quando a desinência começa por vogal, a 4- DESINÊNCIAS NÚMERO-PESSOAIS:
vogal temática é retirada.
EU não tem
Exceção: verbo “pôr” (e seus derivados)
que pertence a 2ª conjugação, isto é, pos- TU -s
sui a vogal temática “e”. ELE não tem
NÓS -mos
3- DESINÊNCIAS MODO-TEMPORAIS:
VÓS -is
MODO INDICATIVO:
ELES -m
PRESENTE e PRETÉRITO PERFEITO (não
possuem) ALOMORFIAS (VARIAÇÃO DE DESINÊN-
PRETÉRITO IMPERFEITO -va (1ª conj.); -ia CIAS): Determinados tempos apresentam
(2ª e 3ª conj.) algumas desinências diferentes das expos-
tas acima, em determinadas pessoas. Eis
OBS: Algumas Gramáticas consideram as variações:
como desinência somente -a ocasionando
-i como vogal temática. PRESENTE DO INDICATIVO
EU -o
PRETÉRITO MAIS-QUE-PERFEITO -ra (áto- OBS: Os verbos irregulares por, vir, ir, rir,
no) ter, ver, ler, conjugados na 2ª pess. do
FUTURO DO PRESENTE -rá (tônico) (tu, plural (vós), apresentam desinência -des:
ele(s)); -re (eu, nós, vós) pondes, vindes, ides, rides, tendes, ve-
des, ledes
FUTURO DO PRETÉRITO -ria

33
Introdução à Gramática

PRETÉRITO PERFEITO 3. (CESD/14) Assinale a alternativa que


EU -i completa corretamente as lacunas do tex-
to abaixo nos tempos indicados no modo
TU -ste indicativo.
ELE -u
No romance Senhora, de José de Alen-
VÓS -stes car, a principal personagem é Aurélia
ELES -ram Camargo, moça pobre que __________
(receber – pretérito perfeito) uma gran-
OBS: Os verbos de 1ª conjugação apresen- de herança e passou a frequentar a alta
tam uma variação de vogal temática (alo- sociedade. Ela desprezava a todos os
morfia) nas 1ª e 3ª pessoas do singular. pretendentes e se casou com um an-
Ex: (eu) cantei; (ele) cantou. tigo namorado, o qual, na mocidade, a
__________ (trocar – pretérito mais-
FUTURO DO PRESENTE -que-perfeito) por uma noiva que lhe
_________ (dar – futuro do pretérito)
EU -i
um bom dote.
ELES -ão
a) recebera – trocava – dera
FUTURO DO SUBJUNTIVO
b) recebeu – trocara – daria
TU -es
c) recebeu – trocou – daria
VÓS -des
d) recebe – trocara – dará
ELES -em
4. (EAGS/12 B) Leia o trecho a seguir:
A evidência de que a terra era habitada
EXERCÍCIO 1 não impediu que os marujos recém-de-
sembarcados gravassem seus nomes e
1. (EEAr/14 B) Se eu correr em busca dos o de seus navios nas árvores e nas ro-
meus sonhos, talvez consiga encontrá- chas costeiras e, a seguir, imprimissem
-los bem próximo a mim. o dia, o mês e o ano de seu desembar-
que (...)
Na frase acima, os verbos destacados
encontram-se, respectivamente, no Passe os verbos em destaque no texto
acima para o presente, observando o
a) infinitivo pessoal e presente do indicativo.
modo. Em seguida, assinale a alterna-
b) infinitivo pessoal e presente do sub- tiva correta.
juntivo.
a) impede – gravem – imprimam
c) futuro do subjuntivo e presente do in-
dicativo. b) impeça – gravam – imprimam
d)
futuro do subjuntivo e presente do c) impede – gravem – imprimem
subjuntivo. d) impeça – gravam – imprimem

2. (CFC/14) Marque a alternativa em que o


verbo destacado está no modo indicativo.
a) Cantem com entusiasmo.
b) Cantou com entusiasmo.
c) Se eu cantasse, seria com entusiasmo.
d) Quando cantares, demonstra entu-
siasmo.

34
Verbos

5. (CFC/12) Em qual alternativa o verbo Ela pensou um pouco e respondeu:


destacado está conjugado no pretérito
— Hum... Acho melhor não.
perfeito do indicativo?
Com relação às duas vezes em que o
a) Nós sempre queremos as verdades
verbo aceitar foi empregado no discurso
dos fatos.
do advogado, é correto afirmar que
b) Elas precisarão de muita paciência
a) as duas formas verbais estão erradas.
para obter sucesso.
c) Apesar de bem preparados, eles não b) as duas formas verbais estão corre-
quiseram competir. tas, devido à dependência verbal entre
elas.
Àquela noite escura, precisávamos
d)
estar muito atentos. c) na primeira vez, o verbo deveria ter
sido flexionado no modo subjuntivo.
6. (CFC/11) Observe os verbos do indicati- d) a segunda forma verbal está correta,
vo destacados nas frases abaixo. pois o presente do indicativo se sobre-
1- O aluno escrevia sempre um texto ótimo. põe aos demais modos.
2- Ele chegava cedo todos os dias.
9. (EAGS/08 B) Leia:
3- As escolas proibiam celulares na sala
de aula. “Os homens não amam as cidades que
os oprimem, mas aquelas que parecem
Quanto ao tempo, estão no moldadas às suas necessidades.”
Substituindo-se os verbos destacados
a) pretérito imperfeito.
pelo pretérito perfeito do indicativo, te-
b) pretérito perfeito. remos:
c) futuro do pretérito. a) amariam; oprimiriam; pareceriam
d) pretérito mais-que-perfeito b) amaram; oprimiram; pareceram
c) amavam; oprimiam; pareciam
7. (EAGS 2/10 B) Coloque C (certo) ou E (er-
rado) para a flexão de tempo e modo dos d) amarão; oprimirão; parecerão
verbos destacados e, a seguir, assinale a
alternativa com a sequência correta. 10. (CFC/08) Relacione a 1a. coluna à 2a.,
( ) Quando vocês lhes derem essa boa quanto à conjugação do verbo estudar no
notícia, eles não desistirão do curso. (fu- modo indicativo. Em seguida, assinale a al-
turo do subjuntivo) ternativa com a sequência correta.
( ) Não é necessário que ele se aborre- (1) estudaria (2) estudará
ça por ter ela evitado o último encontro.
(3) estudara (4) estudava
(presente do indicativo)
( ) Enquanto o cientista não obtiver to- ( ) Ela _________ (pretérito imperfeito)
dos os dados, não terminará a pesquisa. de manhã, pois à tarde ia ao clube.
(futuro do pretérito do indicativo) ( ) Ele _________ (futuro do pretérito)
mais, se houvesse tempo suficiente.
a) C, E, E b) E, C, C
( ) José _________ ( pretérito mais-que-
c) C, C, E d) E, E, C -perfeito) pouco, por isso não obteve êxito.

8. (CFT/09) Leia: ( ) João _________ (futuro do presente)


para o concurso com seus amigos.
O advogado, na esperança de ganhar
mais uma cliente, disse à dona da loja: a) 4, 1, 3, 2 b) 3, 1, 4, 2
— Se a senhora quiser que eu aceito a c) 4, 2, 3, 1 d) 1, 3, 4, 2
sua causa, eu aceito.

35
Introdução à Gramática

11. (CFC/07) O modo da forma verbal des- a) V, F, F, V b) V, V, F, F


tacada está incorretamente indicado em:
c) F, F, V, V d) F, V, V, F
a) Se você ao menos provasse o doce!
(subjuntivo) 15. (EAOF/05) Em relação à estrutura da
b) Assim que o localizar, transmitirei o palavra “louvássemos”, é correto afirmar
recado. (indicativo) que
c) Quando eles permitirem, iremos sair. a) “louva” é o radical
(indicativo)
b) “a” é vogal temática
d) Espero que ela estude para o concur-
so. (subjuntivo) c) “sse” é desinência número-pessoal
d) “mos” é desinência modo-temporal
12. (EAGS/05 B) Fazendo-se a associação
do verbo destacado com o tempo do indi- 16. (EEAr 2/03 A) Na forma verbal desco-
cativo entre parênteses, a alternativa que nhece (presente do indicativo):
apresenta erro é:
a) a vogal temática -e- aparece em todas
a) Meus amigos alugavam casas na
as pessoas gramaticais.
praia. (pretérito imperfeito)
b) O presidente não nomeou qualquer b) a desinência número-pessoal da pri-
funcionário. (pretérito perfeito) meira pessoa é idêntica à da terceira
pessoa.
c) Em que pensas, minha princesinha?
(presente) c) a desinência número-pessoal da se-
gunda pessoa do plural é –s.
d) Se eu fosse rico, conheceria o mun-
do. (pretérito mais-que-perfeito) d) a desinência modo-temporal é ausen-
te em todas as pessoas gramaticais.
13. (EAGS/05 B) A forma verbal destacada
está no modo indicativo em: 17. (CFT/02) Assinale a alternativa em que o
a) Esclareça o problema com ela, pois elemento mórfico em destaque está incor-
só assim o caso será resolvido. retamente analisado
b) Era preciso que obedecêssemos a a) amávamos – desinência número-pes-
todas as leis. soal
c) Quando chegarem as férias, divirtam- b) amariam – desinência modo-temporal
-se bastante. – futuro do pretérito do indicativo.
d) Conversaremos com os políticos a c) amásseis – desinência modo-tempo-
respeito do problema ambiental. ral – pretérito imperfeito do subjuntivo

14. (CFC/05) Coloque V (verdadeiro) ou F d) gasômetro – vogal temática nominal


(falso) para os tempos verbais do indicativo
destacados e depois assinale a alternativa 18. (CESD/07) Leia:
com a sequência correta. “...por que felicidade não tem verbo? (...)
( ) “Gastaria mil anos para te conhe- (eu feliço, tu feliças, ele feliça, nós feli-
cer...” (futuro do pretérito) çamos, vós feliçais, eles feliçam)? Fica
( ) “Eu amava como amava um pesca- inventado o verbo feliçar...” (Artur da Tá-
dor...” (pretérito perfeito) vola)

( ) “A paz invadiu o meu coração...” Assinale a alternativa correta a respeito


(pretérito mais-que-perfeito) do verbo “feliçar” criado pelo autor do
texto.
( ) “Escrevia rangendo os dentes...”
(pretérito imperfeito)

36
Verbos

a) Segue modelo de conjugação de verbo modos indicativo e subjuntivo são deriva-


regular. dos desses.
b) Segue modelo de conjugação de verbo
irregular.
TEMPOS PRIMITIVOS E DERIVADOS
c) Está conjugado no modo imperativo,
exprime sugestão. Presente do indicativo –1a pessoa sem
a desinência “o”. Derivado: Presente do
d) Expressa atitude de certeza, relativa ao subjuntivo (exceções: ser, haver , estar
modo subjuntivo. , querer , ir dar , saber)

Pretérito perfeito - 3a pessoa plural


VERBOS IRREGULARES Derivados:
Apresentam variação no radical (ou na de- Pretérito mais-que-perfeito (sem a letra “m”)
sinência) ao serem conjugados. Futuro do subjuntivo (sem “am")
Pretérito imperfeito do subjuntivo(-sse)
OBS1: A irregularidade será evidenciada no
(sem a desinência “ram")
presente ou pretérito perfeito do indicativo
(tempos primitivos), sendo que, a grande
maioria dos verbos apresentará irregu- Infinitivo – radical regular
laridade na 1ª pessoa do singular do pre- Derivados:
sente do indicativo.
Pretérito imperfeito do indicativo (exce-
ções: ser, ter, pôr, vir);
OBS2: O radical para se conjugar um verbo
irregular será extraído no presente, pretéri- Futuros do pretérito e do presente do in-
to perfeito do indicativo (tempos primitivos) dicativo (exceções: fazer , dizer e trazer).
ou infinitivo, pois os demais tempos dos

PRINCIPAIS VERBOS IRREGULARES:

CABER
PRESENTE DO INDICATIVO PRETÉRITO PERFEITO
EU CAIBO COUBE
TU CABES COUBESTE
ELE CABE COUBE
NÓS CABEMOS COUBEMOS
VÓS CABEIS COUBESTES
ELES CABEM COUBERAM

(DES)CRER
PRESENTE DO INDICATIVO PRETÉRITO PERFEITO
EU CREIO CRI
TU CRÊS CRESTE
ELE CRÊ CREU
NÓS CREMOS CREMOS
VÓS CREDES CRESTES
ELES CRÊEM CRERAM

37
Introdução à Gramática

DIZER
PRESENTE DO PRETÉRITO FUTURO DO FUTURO DO
INDICATIVO PERFEITO PRESENTE PRETÉRITO
EU DIGO DISSE DIREI DIRIA
TU DIZES DISSESTE DIRÁS DIRIAS
ELE DIZ DISSE DIRÁ DIRIA
NÓS DIZEMOS DISSEMOS DIREMOS DIRÍAMOS
VÓS DIZEIS DISSESTES DIREIS DIRÍEIS
ELES DIZEM DISSERAM DIRÃO DIRIAM

ESTAR
PRESENTE DO PRETÉRITO PERFEITO PRESENTE DO
INDICATIVO SUBJUNTIVO
EU ESTOU ESTIVE ESTEJA
TU ESTÁS ESTIVESTE ESTEJAS
ELE ESTÁ ESTEVE ESTEJA
NÓS ESTAMOS ESTIVEMOS ESTEJAMOS
VÓS ESTAIS ESTIVESTES ESTEJAIS
ELES ESTÃO ESTIVERAM ESTEJAM

FAZER
PRESENTE DO PRETÉRITO FUTURO DO FUTURO DO
INDICATIVO PERFEITO PRESENTE PRETÉRITO
EU FAÇO FIZ FAREI FARIA
TU FAZES FIZESTE FARÁS FARIAS
ELE FAZ FEZ FARÁ FARIA
NÓS FAZEMOS FIZEMOS FAREMOS FARÍAMOS
VÓS FAZEIS FIZESTES FAREIS FARÍEIS
ELES FAZEM FIZERAM FARÃO FARIAM

HAVER
PRESENTE DO PRETÉRITO PERFEITO PRESENTE DO
INDICATIVO SUBJUNTIVO
EU HEI HOUVE HAJA
TU HÁS HOUVESTE HAJAS
ELE HÁ HOUVE HAJA
NÓS HAVEMOS/HEMOS HOUVEMOS HAJAMOS
VÓS HAVEIS/HEIS HOUVESTES HAJAIS
ELES HÃO HOUVERAM HAJAM

38
Verbos

IR
PRESENTE DO PRETÉRITO PERFEITO PRESENTE DO
INDICATIVO SUBJUNTIVO
EU VOU FUI VÁ
TU VAIS FOSTE VÁS
ELE VAI FOI VÁ
NÓS VAMOS FOMOS VAMOS
VÓS IDES FOSTES VADES
ELES VÃO FORAM VÃO

OUVIR
PRESENTE DO INDICATIVO PRETÉRITO PERFEITO
EU OUÇO OUVI
TU OUVES OUVISTE
ELE OUVE OUVIU
NÓS OUVIMOS OUVIMOS
VÓS OUVIS OUVISTES
ELES OUVEM OUVIRAM

PODER
PRESENTE DO INDICATIVO PRETÉRITO PERFEITO
EU POSSO PUDE
TU PODES PUDESTE
ELE PODE PÔDE
NÓS PODEMOS PUDEMOS
VÓS PODEIS PUDESTES
ELES PODEM PUDERAM

PÔR
PRESENTE DO PRETÉRITO PRETÉRITO IMPERFEITO
INDICATIVO PERFEITO DO INDICATIVO
EU PONHO PUS PUNHA
TU PÕES PUSESTE PUNHAS
ELE PÕE PÔS PUNHA
NÓS POMOS PUSEMOS PÚNHAMOS
VÓS PONDES PUSESTES PÚNHEIS
ELES PÕEM PUSERAM PUNHAM

ASSIM SE CONJUGAM INTERPOR ,COMPOR, SOBREPOR, DISPOR,


SUPOR... .

39
Introdução à Gramática

(DES)PROVER (abastecer, dotar, possuir)


PRESENTE DO INDICATIVO PRETÉRITO PERFEITO
EU PROVEJO PROVI
TU PROVÊS PROVESTE
ELE PROVÊ PROVEU
NÓS PROVEMOS PROVEMOS
VÓS PROVEDES PROVESTES
ELES PROVÊEM PROVERAM

QUERER
PRESENTE DO PRETÉRITO PERFEITO PRESENTE DO
INDICATIVO SUBJUNTIVO
EU QUERO QUIS QUEIRA
TU QUERES QUISESTE QUEIRAS
ELE QUER QUIS QUEIRA
NÓS QUEREMOS QUISEMOS QUEIRAMOS
VÓS QUEREIS QUISESTES QUEIRAIS
ELES QUEREM QUISERAM QUEIRAM

REQUERER
PRESENTE DO INDICATIVO PRETÉRITO PERFEITO
EU REQUEIRO REQUERI
TU REQUERES REQUERESTE
ELE REQUER REQUEREU
NÓS REQUEREMOS REQUEREMOS
VÓS REQUEREIS REQUERESTES
ELES REQUEREM REQUERERAM

OBS: Embora derivado do verbo “querer”, não se conjuga como esse. Haja vista que o ver-
bo “requerer” só apresenta irregularidade na 1ª pessoa do singular do presente do indicati-
vo e, conseqüentemente, no presente do subjuntivo.

REAVER
PRESENTE DO INDICATIVO PRETÉRITO PERFEITO
EU REOUVE
TU REOUVESTE
ELE REOUVE
NÓS REAVEMOS REOUVEMOS
VÓS REAVEIS REOUVESTES
ELES REOUVERAM

OBS: Embora seja derivado do verbo “haver”, tal verbo só se conjuga nas pessoas nas
quais o verbo “haver” possui a letra “V”.

40
Verbos

SABER
PRESENTE DO PRETÉRITO PERFEITO PRESENTE DO
INDICATIVO SUBJUNTIVO
EU SEI SOUBE SAIBA
TU SABES SOUBESTE SAIBAS
ELE SABE SOUBE SAIBA
NÓS SABEMOS SOUBEMOS SAIBAMOS
VÓS SABEIS SOUBE STES SAIBAIS
ELES SABEM SOUBERAM SAIBAM

SER
PRESENTE DO PRETÉRITO PRETÉRITO PRESENTE DO
INDICATIVO PERFEITO IMPERFEITO SUBJUNTIVO
EU SOU FUI ERA SEJA
TU ÉS FOSTE ERAS SEJAS
ELE É FOI ERA SEJA
NÓS SOMOS FOMOS ÉRAMOS SEJAMOS
VÓS SOIS FOSTES ÉREIS SEJAIS
ELES SÃO FORAM ERAM SEJAM

TER
PRESENTE DO PRETÉRITO PRETÉRITO IMPERFEITO
INDICATIVO PERFEITO
EU TENHO TIVE TINHA
TU TENS TIVESTE TINHAS
ELE TEM TEVE TINHA
NÓS TEMOS TIVEMOS TÍNHAMOS
VÓS TENDES TIVESTES TÍNHEIS
ELES TÊM TIVERAM TINHAM

ASSIM SE CONJUGAM: ABSTER-SE, ATER-SE, CONTER, DETER, ENTRETER, MAN-


TER, OBTER, RETER, SUSTER.

TRAZER
PRESENTE DO PRETÉRITO FUTURO DO FUTURO DO
INDICATIVO PERFEITO PRESENTE PRETÉRITO
EU TRAGO TROUXE TRAREI TRARIA
TU TRAZES TROUXESTE TRARÁS TRARIAS
ELE TRAZ TROUXE TRARÁ TRARIA
NÓS TRAZEMOS TROUXEMOS TRAREMOS TRARÍAMOS
VÓS TRAZEIS TROUXESTES TRAREIS TRARÍEIS
ELES TRAZEM TROUXERAM TRARÃO TRARIAM

41
Introdução à Gramática

VER
PRESENTE DO INDICATIVO PRETÉRITO PERFEITO
EU VEJO VI
TU VÊS VISTE
ELE VÊ VIU
NÓS VEMOS VIMOS
VÓS VEDES VISTES
ELES VÊEM VIRAM

ASSIM SE CONJUGAM: PREVER, REVER, ANTEVER, ENTREVER.


OBS: Os verbos PRECAVER-SE e PROVER não se conjugam pelo verbo “ver”.

VIR
PRESENTE DO PRETÉRITO PERFEITO PRETÉRITO IMPERFEITO
INDICATIVO
EU VENHO VIM VINHA
TU VENS VIESTE VINHAS
ELE VEM VEIO VINHA
NÓS VIMOS VIEMOS VÍNHAMOS
VÓS VINDES VIESTES VÍNHEIS
ELES VEM VIERAM VINHAM

ASSIM SE CONJUGAM: CONVIR, INTERVIR, PROVIR, ADVIR, SOBREVIR.

OBS: Todos os verbos terminados em “-ear” são irregulares: passear, frear, pentear...

No entanto, todos os verbos terminados em “-iar” são regulares: copiar, negociar, ar-
riar... Exceções: mediar, ansiar, remediar, incendiar, odiar (MARIO). Tais verbos serão
conjugados de forma idêntica aos verbos terminados em “-ear”; porém, nas formas arri-
zotônicas (nós, vós), todos os verbos citados nesta “OBS” serão regulares.

VERBOS DEFECTIVOS
São verbos que não possuem conjugação completa.

OBS: Todos os verbos defectivos não podem ser conjugados na 1ª pessoa do singular
do presente do indicativo.

Os verbos defectivos podem ser subdivididos em três grupos. São eles:


1. Verbos que só não possuem a 1ª pessoa do presente do indicativo: abolir, aturdir, ba-
nir, bramir, colorir, comedir, demolir, desmedir, emergir, esculpir, extorquir, exaurir,
explodir, fremir, fundir, haurir, imergir, puir, retorquir, ruir, ungir... .

42
Verbos

2. Verbos que, no presente do indicativo, só


se conjugam nas 1ª e 2ª pessoa do plural:
EXERCÍCIO 2
PRECAVER-SE
PRESENTE DO INDICATIVO
EU 1. (EEAr 1/16 B) Marque a alternativa que
apresenta forma verbal bem empregada de
TU
acordo com a gramática.
ELE
a) Coubestes tu em meu coração. Dizia o
NÓS nos precavemos colega de trabalho a sua companheira
VÓS vos precaveis que se sentia esquecida.
ELES b) Tu cabeis em cada vão. Dizia a lagarti-
xa para a mosca fujona.
OBS: Assim se conjugam os verbos reaver, c) Vós cabes todos juntos no mesmo ele-
adequar, falir, combalir, florir, remir, res- vador?
sarcir... . d) Eu caibo muito bem nesse espaço.

3. Verbos que só se conjugam na 3ª pessoa 2. (EEAr BCT/15) Assinale a alternativa in-


(impessoais e unipessoais): correta em relação à flexão do verbo em
destaque.
3.1. Os que caracterizam ação ou estado
peculiar aos animais: latir, ladrar, rosnar, a) Você creu em tudo o que ouviu?
trotar, zumbir, coaxar...
b) Quando vocês virem o presidente,
3.2. Os que caracterizam fenômeno da na- deem o recado a ele.
tureza: amanhecer, anoitecer, chover, ne-
var, ventar... . c) O juiz interveio na discussão a fim de
acalmar o advogado e o promotor.
3.3. Os denominados unipessoais: ur-
gir, convir, acontecer, ocorrer, suceder, d) Em Conservatória, a cidade de onde
doer, ... eles proveem, são feitas até hoje se-
3.4. Os denominados impessoais: haver restas e serenatas.
(no sentido de existir, ocorrer), fazer (carac-
terizando tempo decorrido), ser (caracteri- 3. (CFT/15) Leia:
zando tempo)... .
“Uma raposa faminta viu algumas uvas lin-
das e suculentas. Como não conseguiu apa-
OBS: Há verbos que, em detrimento da eu- nhá-las, disse que elas estavam verdes.”
fonia ou homonímia com outros verbos, Assinale a alternativa que contém a corre-
apresentam conjugação completa e não são ta mudança dos verbos destacados acima
defectivos: caber(caibo), valer(valho), redi-
para o pretérito mais-que-perfeito do indi-
mir(redimo), polir(pulo), sortir(surto), rir(rio),
escapulir(escapulo), entupir(entupo), sacu- cativo.
dir (sacudo), verbos nos quais a vogal “e” do a) via – conseguia – dizia
radical transforma-se em “i”: aderir(adiro),
advertir, compelir, competir, consentir, b) viria – conseguiria – diria
digerir, discernir, ingerir, repelir, agredir, c) vira – conseguira – dissera
denegrir, regredir..
d) visse – conseguisse – dissesse

43
Introdução à Gramática

4. (EAGS/15 B) Complete as lacunas abaixo 7. (EEAr/13 A) Complete as lacunas com as


com os verbos nos tempos e modos indi- formas verbais e, a seguir, assinale a alter-
cados entre parênteses, depois assinale a nativa com a sequência correta.
alternativa com a sequência correta.
Os funcionários____ os presentes de ani-
I- Quando você __________ ao Brasil, versário para a presidente na próxima se-
traga-me uma bandeira do seu país. (vir mana. Talvez eu ____ filmar essa festa! É
– futuro do subjuntivo) possível que não a ____ mais hoje, mas
certamente nesse dia ela não faltará.
II- No dia em que você __________ tu-
ristas eufóricos diante da Estátua da Li-
a) trarão, possa,vejamos
berdade, saberá que são brasileiros. (ver
– futuro do subjuntivo) b) trariam, pudesse, vimos
III- Muitos turistas italianos _________ ao c) trazem, posso, víssemos
Brasil na Copa do Mundo. (vir – presente d) trouxeram, poderia, veríamos
do indicativo)
8. (EEAr BCT/13) Leia:
a) vier – vir – vêm
“O tempo fora afastando aquelas amar-
b) vir – vir – vêm
gas lembranças de minha memória. Se
c) vir – ver – vem não fosse assim, hoje estaria morto em
d) vier – ver – vem vida.”

Os verbos destacados nas frases acima


5. (EEAr/13) Complete a lacuna com a forma
estão conjugados, respectivamente, no
verbal adequada e, em seguida, assinale a
alternativa correta. a) futuro do presente do indicativo – pre-
“Se você ____ que não vai dar tempo de sente do subjuntivo – futuro do presen-
chegar à reunião no horário combinado, te do indicativo.
ligue para mim imediatamente.” b)
pretérito imperfeito do subjuntivo –
pretérito imperfeito do subjuntivo – fu-
a) vir b) ver c) vier d) vires
turo do subjuntivo.

6. (CFT/13) Assinale a alternativa que com- c) pretérito perfeito do indicativo – preté-


pleta as lacunas com os verbos nos tempos rito imperfeito do indicativo – futuro do
e modos indicados abaixo. pretérito do indicativo.

Berilo tinha direito de se sentir triste co- d) pretérito mais-que-perfeito do indicati-


nosco, mas tudo aquilo __________ (ser vo – pretérito imperfeito do subjuntivo
– pretérito mais-que-perfeito do indicati- – futuro do pretérito do indicativo.
vo) necessário para seu crescimento. Se
ele __________ (ter – pretérito imperfeito 9. (CFC/13) Em qual alternativa a segunda
do subjuntivo) de viver a situação outra forma está incorreta como plural da pri-
vez, nós não __________ (tomar – futu- meira?
ro do pretérito do indicativo) atitude di- a) Ele tem - eles têm
ferente.
b) Ele vem - eles veem
a) foi – tiver – tomamos c) Eu vejo - nós vemos
b) era – teria – tomaremos d) Eu nomeio - nós nomeamos
c) será – tinha – tomávamos
d) fora – tivesse – tomaríamos

44
Verbos

10. (EAGS/12 B) Leia: a) consegue, tomamos, possemos, impe-


dem
Os alienígenas vêm em missão de paz e
trazem presentes. b) consiga, tomemos, possamos, impe-
çam
Mantendo-se o mesmo tempo e modo
c) consegue, tomemos, possemos, impe-
dos verbos, a transcrição do período aci-
dem
ma para a primeira pessoa do plural re-
sulta em: d) consiga, tomamos, possamos, impe-
çam
a) Nós, alienígenas, viemos em missão de
paz e trazemos presentes. 13. (EEAr BCT/11) Leia:
b) Nós, alienígenas, vimos em missão de “E como ontem estivesse chovendo, tive a
paz e trazemos presentes. infeliz ideia, ao sair à rua, de calçar um ve-
c) Nós, alienígenas, vemos em missão de lho par de galochas. Já me desacostuma-
paz e trouxemos presentes. ra delas, e me sentia a carregar nos pés
algo pesado, viscoso e desagradável.”
d) Nós, alienígenas, vimos em missão de
paz e trouxemos presentes Os verbos destacados acima estão, res-
pectivamente, no
11. (EEAr 2/11 B) Observe:
a) pretérito perfeito do indicativo / pre-
Os policiais investigaram uma tentati-
térito imperfeito do subjuntivo / futuro
va de sequestro e, antes que ocorresse
do presente do indicativo / presente do
o fato, não se demoraram em questões
subjuntivo.
burocráticas: anteciparam a prisão dos
suspeitos. b) pretérito imperfeito do subjuntivo / pre-
térito imperfeito do indicativo / pretéri-
Substituindo-se os verbos destacados, to perfeito do indicativo / pretérito im-
respectivamente, por supor, advir e de- perfeito do indicativo.
ter, e mantendo o mesmo tempo e modo
c) pretérito perfeito do indicativo / pre-
verbais, obtêm-se, corretamente,
térito perfeito do indicativo / pretérito
a) suporam – advisse – deteram. mais-que-perfeito do indicativo / pre-
térito perfeito do indicativo.
b) suporam – advisse – detiveram.
d) pretérito imperfeito do subjuntivo / pre-
c) supuseram – adviesse – deteram. térito perfeito do indicativo / pretérito
d) supuseram – adviesse – detiveram. mais-que-perfeito do indicativo / pre-
térito imperfeito do indicativo.
12. (EEAr 1/11 B) Qual sequência de verbos
no presente do subjuntivo completa corre- 14. (CFC/11) Assinale a alternativa cujos
tamente as lacunas das frases abaixo? verbos preenchem corretamente as lacu-
nas em:
1- Quem sabe ela ______ reverter a situa-
ção desagradável pela qual passou. 1. Talvez ela _______ lá para me proteger.
2- Possivelmente _____ o trem lotado, 2. Nada terei a temer sempre que
fato que não nos deve irritar jamais. ________ a verdade.
3- Os técnicos esperam que _____ chegar
logo para a competição de futebol de salão. a) esteje, disser b) esteja, dizer

4- Talvez os juízes _____ qualquer tentati- c) esteja, disser d) esteje, dizer


va de suborno durante as apurações dos
fatos.

45
Introdução à Gramática

15. (EAGS 1/10 B) Coloque (R) regular e (I) a) freamos, tremo


irregular nos parênteses abaixo, de acordo
b) é, pensar
com a classificação do verbo destacado. A
seguir, assinale a alternativa com a sequên- c) tremo, pensar
cia correta. d) freamos, receamos
( ) Diga-me uma coisa, mas fale a verda-
de, não quero disfarce. 18. (CFC/10) Indique a alternativa em que o
( ) Sempre folheio um livro, uma revista, verbo está corretamente conjugado.
antes de levá-los para casa. a) Ele reveu todas as questões da prova.
( ) Se ele trouxesse os relatórios, nós b) O comerciante reaveu o dinheiro con-
pensaríamos no projeto. fiscado.
( ) A saudade é como Sol no Inverno: ilu- c) O policial interviu a favor do motorista
mina sem aquecer. do ônibus.

a) I, I, I, R b) I, R, I, R d) O aluno requereu uma segunda via do


documento.
c) R, I, R, I d) R, R, R, I
19. (EEAr 2/09 B) Em qual das alternativas
16. (EEAr 1/10 B) Classifique os verbos da abaixo o verbo em destaque está correta-
estrofe abaixo em regulares ou irregulares mente flexionado?
e assinale a sequência correta.
a) Os grevistas se manteram na entrada
“Cavaleiro das armas escuras, da fábrica durante todo o horário do
Onde vais pelas terras impuras? expediente.
Com a espada sanguenta na mão? b) É bom que creiamos em todas as in-
formações enviadas pelo médico de
Por que brilham teus olhos ardentes plantão.
E gemidos nos lábios frementes c) Os professores interviram em defesa
Vertem fogo do teu coração?” do aluno que foi punido injustamente.
d) Quem se propor a fazer esse trabalho
a) regular - irregular - irregular
tem que ser muito competente.
b) irregular - regular - irregular
c) irregular - regular - regular 20. (EEAr 1/09 B) Assine a alternativa em
que o verbo indicado entre parênteses não
d) regular - irregular - regular está conjugado corretamente.

17. (EEAr BCT/10) Observe: a) Se os pais satisfizessem todas as von-


tades dos filhos, não conseguiriam im-
“Sempre que freamos o carro brusca- por-lhes limites. (satisfazer)
mente, receamos que algo grave acon-
teça, mas quase sempre é apenas motivo b) As testemunhas se contradisseram no
de susto. Ainda bem, pois tremo só em momento em que prestaram depoi-
pensar na possibilidade de um acidente.” mento. (contradizer)
c) Ele previu que algo ruim poderia acon-
Entre os verbos destacados, classificam- tecer durante aquela viagem. (prever)
-se como irregulares:
d) Os professores, indignados, interviam
a favor do aluno. (intervir)

46
Verbos

21. (CFC/09) Entre as formas verbais em 24. (CFT/09) Assinale a alternativa que
destaque nas frases a seguir, apenas uma apresenta a correta conjugação dos verbos
está corretamente flexionada. Marque a al- em destaque.
ternativa em que ela se apresenta. a) Durante todo o sequestro, o crimino-
a) Carlos reaveu todo o dinheiro roubado so manteu a vítima sob a mira de uma
dos cofres públicos. pistola.
b) Elas requeriram um novo armário para b) Dominado pela emoção, o deputado
a sala de aula. não reteu as palavras coléricas sobre
seu adversário.
c) A polícia interveio e deteve os ladrões
procurados. c) Como iria ficar três meses longe de
casa, o pai, responsável como era,
d) Se eu não obter seu apoio, desistirei
proveu sua família com tudo o que se-
da festa.
ria de mais necessário para o período.

22. (EAGS/05 BET) Assinale alternativa d) A chegada daquela mulher simples,


cujos verbos preenchem, correta e res- prendada e misteriosamente discre-
pectivamente, as lacunas em “Quando ele ta cabeu de maneira perfeita em seus
a _______, ficará feliz, pois nesse dia lhe anseios.
_________ juras de amor.”
25. (EEAr 1/08 B) Classifique, respectiva-
a) vir – dirá
mente, os verbos destacados em:
b) ver – diria
“A verdade é que o marinheiro não mor-
c) vir – dizia rera. No dia seguinte, alguns compa-
d) ver – dirá nheiros bateram-lhe no ombro e pedi-
ram-lhe notícias de Genoveva, se estava
mais bonita, se não sentira muito a au-
23. (CFC/09) Observe as frases:
sência dele.”
I. Se Joana refizesse a conta, encontra-
ria o erro. a) regular – irregular – regular
II. Se a empresa retesse o pagamento, b) irregular – regular – regular
haveria protestos. c) regular – irregular – irregular
III. Se os atletas mantiverem o ritmo, es- d) irregular – regular – irregular
tarão classificados.
IV. Se ele impor sua vontade, tudo se re- 26. (EEAr/08 BCT) Quanto à conjugação dos
solverá. verbos destacados nas frases abaixo, colo-
que C (certo) ou E (errado) e, a seguir, assi-
Estão conjugadas corretamente as for- nale a alternativa com a sequência correta.
mas verbais destacadas em:
( ) A guerra no Oriente não terá trégua se
a) I e III b) II e III c) III e IV d) apenas IV as partes interessadas na questão man-
terem sua posição radical.
( ) Aqueles que revirem seus planos de
vida estarão sendo inteligentes e maleáveis.
( ) O choque entre pais e filhos adoles-
centes adviram de traumas da infância.

a) E, C, E b) E, E, C
c) C, C, E d) C, E, C

47
Introdução à Gramática

27. (EEAr/08 BCT) Em “A casa não era rica 31. (EEAr/07 BCT) Os verbos destacados
nem alegre, mas já tivera dias de glória quan- em
do a frequentavam os barões do café.” os ver-
“Quando a indesejada das gentes chegar
bos destacados estão conjugados no modo
indicativo, respectivamente, no pretérito (Não sei se dura ou coroável),
a) imperfeito e imperfeito. Talvez eu tenha medo.
b) perfeito e mais-que-perfeito. Talvez sorria, ou diga:
c) imperfeito e mais-que-perfeito. - Alô, iniludível!”
d) mais-que-perfeito e imperfeito. estão conjugados, respectivamente, no

28. (EEAr 1/08 B) Assinale a série correta a) presente do indicativo / pretérito im-
quanto ao verbo destacado em: “Tinham perfeito do subjuntivo
nas faces o branco das areias que bordam b) pretérito perfeito do indicativo / pretéri-
o mar, e nos olhos o azul triste das águas to imperfeito do subjuntivo
profundas.”
c) pretérito perfeito do indicativo / pre-
a) regular; presente do indicativo sente do subjuntivo
b) irregular; pretérito imperfeito do indicativo d) presente do indicativo / presente do
c) regular; presente do subjuntivo subjuntivo
d) irregular; pretérito imperfeito do sub-
juntivo 32. (EEAr 2/03 A) Escolha a opção em que
todos os verbos são defectivos.
29. (EAGS/08 B) Assinale a alternativa in- a) trovejar – miar – abolir.
correta quanto ao emprego das formas b) falir – entregar – chover.
verbais.
c) magoar – nevar – rir.
a) Quando eles a virem, não a reconhecerão.
d) latir – reaver – pedir.
b) O juiz interveio a favor do time adversário.
c)
Pagarei todas as contas atrasadas 33. (CFT/05) Assinale a alternativa em que
quando reaver o dinheiro. os verbos estão adequados à pessoa do
d) Se vocês satisfizerem todas as suas discurso.
vontades, ela se tornará uma criança a) Ai, palavras, ai, palavras/ que estranha
mimada. potência a vossa!
Ai, palavras, ai, palavras/ sois de vento,
30. (EAGS/07 B) Assinale a alternativa em ides no vento!
que o verbo em destaque está corretamen-
te conjugado. b) Ai, palavras, ai, palavras/ que estranha
potência a vossa!
a) Quando era jovem, meu pai não pode
desfrutar da liberdade que eu tenho Ai, palavras, ai, palavras/ és de vento,
agora. vais no vento,
b) Pessoas fiéis mantém vivos os relacio- c) Ai, palavras, ai, palavras/ que estranha
namentos. potência a sua!
c) Quando eu vir você de novo na rua, Ai, palavras, ai, palavras/ sois de vento,
não deixarei de cumprimentá-lo festi- vão no vento,
vamente. d) Ai, palavras, ai, palavras/ que estranha
d) Se nós pormos o orgulho de lado, te- potência a tua!
remos a alma mais leve. Ai, palavras, ai, palavras/ és de vento,
ides no vento,

48
Verbos

MODO IMPERATIVO 2. (EEAr/15 B) Relacione as colunas quan-


to à conjugação dos verbos em destaque
Caracteriza uma ordem, um pedido ou um e, em seguida, assinale a alternativa com a
conselho. sequência correta.

OBS: O modo imperativo é um modo deri- 1- O garoto olhou pela janela a noite en-
vado, isto é, não possui conjugação própria. luarada.
Além de não apresentar variação temporal. 2- Havia tempo para mais uma conver-
É subdividido em: sa séria.
Afirmativo: As duas segundas pessoas são 3- Se buscarmos respostas, certamente
derivadas do presente do indicativo (tu, vós)
as acharemos.
sem a letra “s”; e as demais pessoas deriva-
das do presente do subjuntivo. 4-Não desistas de teus objetivos.
Exceção: verbo “ser” = sê tu; sede vós 5- Eu jamais imaginaria encontrá-lo ou-
tra vez.
Negativo: Totalmente derivado do presente
do subjuntivo. ( ) futuro do pretérito do indicativo
( ) futuro do subjuntivo
( ) pretérito perfeito do indicativo

EXERCÍCIO 3 ( ) pretérito imperfeito do indicativo


( ) imperativo negativo

1. (EAGS/16 B) Leia: a) 3 – 5 – 2 – 4 – 1

“Não esqueçais o passado, mas pensai b) 5 – 3 – 2 – 1 – 4


também no futuro.” c) 3 – 4 – 2 – 5 – 1
Os verbos da frase acima estão na segun- d) 5 – 3 – 1 – 2 – 4
da pessoa do plural, no modo imperativo.
Assinale a opção incorreta quanto à trans- 3. (EAGS/14 B) Leia:
posição da frase para outras pessoas gra-
maticais. Troque seus pontos por momentos que
você não troca por nada.
a) 1.ª pessoa do plural: “Não esqueçamos
o passado, mas pensemos também no Assinale a alternativa correta quanto às
futuro.” formas verbais acima destacadas.
b) 2.ª pessoa do singular: “Não esqueças
a) No texto, as formas verbais estão para
o passado, mas penses também no fu-
pessoas diferentes: troque você/ troca tu.
turo.”
b) “Troque” está no modo imperativo, en-
c) 3.ª pessoa do plural: “Não esqueçam o
quanto “troca”, no indicativo.
passado, mas pensem também no fu-
turo.” c) A forma verbal “troque” indica a 3.ª
pessoa do subjuntivo.
d) 3.ª pessoa do singular: “Não esqueça o
passado, mas pense também no futu- d) Ambas as formas estão no modo indi-
ro.” cativo.

49
Introdução à Gramática

4. (EAGS/14 B) O emprego do pronome 8. (EEAr/12 B) Leia:


destacado está incorreto em qual alterna-
“Amigo, abraça tuas quedas e tira delas
tiva?
o conhecimento. Não te deixes abater.”
a) Compra o tal carro.
Optando-se pela forma você em vez da
b) Compra o meu carro.
forma tu, a alternativa que contém a cor-
c) Compra você o carro. reta conjugação verbal é
d) Compra o carro quem?
a) Abrace suas quedas e tire delas o co-
nhecimento. Não se deixe abater.
5. (CFC/14) Assinale a alternativa que pre-
enche, correta e respectivamente, as lacu- b) Abraçai suas quedas e tirai delas o
nas do período abaixo. conhecimento. Não se deixai abater.

Se você o _____ na escola, _____-lhe as c) Abraça suas quedas e tire delas o co-
apostilas, pois amanhã haverá prova. nhecimento. Não se deixa abater.
d) Abrace suas quedas e tira delas o co-
a) vir, entregue b) ver, entrega nhecimento. Não se deixa abater.
c) vir, entregai d) ver, entregue
9. (EAGS/11 B) Em qual das alternativas
6. (CFC/13) A forma negativa que corres- abaixo a flexão dos verbos está de acordo
ponde a “Escuta teus amigos” é: com a norma culta?
a) Não escuta teus amigos. a) Prova que você tem bom caráter: devol-
va o dinheiro que você retirou do cofre!
b) Não escutes teus amigos.
b) Em caso de dúvida, não tome nenhu-
c) Não escutas teus amigos.
ma iniciativa: chame o responsável
d) Não escutais teus amigos. pelo setor.
c) Clica neste link e confira os resulta-
7. (EEAr BCT/12) Assinale a alternativa em dos de todos os jogos do Campeonato
que o verbo destacado está flexionado no Brasileiro.
modo subjuntivo.
d) Siga o conselho de nossos pais: eco-
a) “Procuremos somente a Beleza, que nomiza hoje para garantir uma velhice
a vida/ É um punhado infantil de areia tranquila.
ressequida/ Um som de água ou de
bronze e uma/ sombra que passa...”
10. (CFC/11) Marque a alternativa em que a
(Eugênio de Castro)
forma verbal em destaque está no presente
b) “Amor, então,/ também acaba?/ Não, do subjuntivo.
que eu saiba./ O que sei/ é que se
a) Todos aqui são conscientes do dever!
transforma/ numa matéria-prima/ que
a vida se encarrega/ de transformar em b) A multidão tem cantado um novo canto.
rima.” (Paulo Leminski) c) Seja solidário, compreensivo e menos
c) “Andam nascendo os perfumes/ na egoísta.
seda crespa dos cravos/ Brota o sono d) Fim da fome: para que haja no mundo
dos canteiros/ como cristal dos orva- menos dor.
lhos.” (Cecília Meireles)
d) “E, então, incoercível, suave, ela insi-
nuou em si mesma: não dê as rosas,
elas são lindas.” (Clarice Lispector)

50
Verbos

11. (EEAr 2/10 B) Leia: 13. (CESD/10) Assinale a alternativa em que


há erro na conjugação do verbo irregular.
“Ilumina/ Ilumina/ Ilumina,/ Meu peito,
canção,/ Dentro dele/ Mora um anjo/ Que a) Finalmente reouveria o tempo perdido.
ilumina/ O meu coração”
b) Traze incontinênti tua “lista de sonhos”.
Quanto a pessoa, tempo e modo do ver- c) Sem perdão: o casal requereu o des-
bo iluminar pode-se afirmar: quite.
d) Durante a vida, creu apenas na força
a) Nas quatro vezes em que aparece no
da razão.
texto estão no modo imperativo.
b) No sétimo verso, o verbo está conjuga- 14. (EAGS 1/09 B) Leia:
do no presente do indicativo.
I- Quando ele trazer os documentos, en-
c) Todas as formas estão conjugadas de caminharei seu processo.
acordo com a 3ª pessoa do singular.
II- Quando o vires, entrega-lhe os do-
d) As formas de 2ª pessoa (tu) e terceira cumentos que serão necessários para a
(você) estão empregadas corretamen- matrícula.
te: as três primeiras referentes ao vo-
cativo ‘canção’ e a quarta referente ao III- Se você pôr os documentos na mesa
sujeito anjo. antes do intervalo do café, eu os guar-
darei.
12. (EEAr 2/10 A) Assinale a alternativa em IV- Traga os seus documentos para que
que todos os verbos estão conjugados cor- possamos efetuar sua matrícula no pró-
retamente na segunda pessoa do singular ximo curso.
do modo imperativo.
A sequência que apresenta frases cujas
a) Não ande nos bares
formas verbais estão empregadas incor-
Esqueça os amigos retamente é
Não pare nas praças
a) II e III b) I e III c) III e IV d) I e IV
Não corra perigo
b) Não andes nos bares 15. (EEAr 2/07 B) No texto

Esquece os amigos “Anda, Luzia

Não pares nas praças Pega o pandeiro

Não corras perigo E vem para o carnaval.”

c) Não ande nos bares as formas verbais destacadas estão no


Esquece os amigos mesmo modo e pessoa:

Não para nas praças a) indicativo, terceira pessoa do singular


Não corras perigo b) indicativo, segunda pessoa do singular
d) Não andas nos bares c) imperativo, terceira pessoa do singular
Esqueça os amigos d) imperativo, segunda pessoa do singular
Não pares nas praças
Não corre perigo

51
Introdução à Gramática

16. (CFC/06) No texto PARTICÍPIO REGULAR -ado(1ªconj.) e –


ido(2ª e 3ª conj.)
“Tu, que dormes, espírito sereno,
Posto à sombra dos cedros seculares, OBS1: Alguns gramáticos consideram
Acorda! É tempo!” como desinência de particípio somente
“-do”, e, consequentemente, as vogais “a,
Os verbos destacados estão respectiva- i” como vogais temáticas.
mente no modo
OBS2: Determinados verbos não apresen-
a) indicativo – imperativo tam as desinências de particípio regular.
Tais verbos apresentam o chamado PARTI-
b) subjuntivo – indicativo CÍPIO IRREGULAR:
c) subjuntivo – imperativo “-to”: fazer/feito; abrir/aberto; escrever/es-
crito...
d) indicativo – subjuntivo
“-so”: prender/preso; acender/aceso...
17. (EEAr 2/05 B) Os tempos e modos verbais
estão incorretamente identificados em: OBS3: Há verbos que apresentam os dois
particípios e são denominados verbos
a) “Meu povo, preste atenção, abundantes
Na roda que eu te fiz.” (presente do in-
dicativo/ pretérito imperfeito do indica- PRINCIPAIS VERBOS AUXILIARES
tivo)
VERBOS QUE CARACTERIZAM ESTADO
b) “Ele considera que muros não resol- (de ligação): ser, estar, permanecer, ficar
vem problemas...” (presente do indica- continuar, parecer... .
tivo/ presente do indicativo)
c) “Não diga que a canção está perdida INÍCIO DA AÇÃO: começar, pôr-se, ini-
ciar, passar...
Tenha fé em Deus, tenha fé na vida.”
(imperativo negativo/ imperativo afir-
DESENVOLVIMENTO DA AÇÃO: andar, vir,
mativo) ir, viver, costumar... .
d) Vasculhou minha gaveta
TÉRMINO DA AÇÃO: acabar, deixar, pa-
me chamava de perdida.” (pretérito
rar... .
perfeito do indicativo/ pretérito imper-
feito do indicativo)
REINÍCIO DA AÇÃO: voltar, recomeçar,
reiniciar... .

LOCUÇÃO VERBAL DÚVIDA, DESEJO OU NECESSIDADE EM


RELAÇÃO À AÇÃO: dever, precisar, po-
Sequência de dois ou mais verbos que equi- der, querer, desejar, necessitar, buscar,
valem a um único verbo. pretender, tentar, conseguir... .
OBS: O último verbo da locução verbal
virá em uma das formas nominais (infini- VERBOS ter e haver.
tivo, gerúndio ou particípio) e será cha-
mado principal; e os demais verbos serão OBS: Para simplificar a locução verbal,
denominados auxiliares. conjuga-se o verbo principal de acordo
com o primeiro verbo auxiliar.
FORMAS NOMINAIS DO VERBO: São ca-
racterizadas pelas desinências verbo-no- LOCUÇÕES FORMADAS COM PARTICÍPIO:
minais.
1- TEMPO COMPOSTO: auxiliares TER ou
INFINITIVO -r HAVER.

GERÚNDIO -ndo

52
Verbos

OBS: Se os verbos “ter ou haver” estiverem VERBOS PRONOMINAIS: São verbos que
no presente, será caracterizado o pretérito vêm acompanhados de pronome pessoal
perfeito composto. E se estiverem no pre- do caso oblíquo na condição de Parte In-
térito imperfeito, será caracterizado o pre- tegrante do Verbo (PIV). Eis alguns verbos
térito mais-que-perfeito composto. pronominais: zangar-se, suicidar-se, apai-
xonar-se, lembrar-se, tornar-se, partir-se,
2- VOZ PASSIVA ANALÍTICA: auxiliares afogar-se... .
SER, ESTAR, FICAR.
FLEXÃO:
OBS1: Na voz passiva, o sujeito sofre a Eu suicido-me
ação (sujeito paciente) a qual será praticada
por um termo preposicionado denominado Tu te suicidas
agente da passiva (pelo, por, de) que po- Ele suicida-se
derá vir indeterminado (subentendido).
Nós nos suicidamos
OBS2: A comprovação da voz passiva se Vós vos suicidais
dará mediante a transformação para a voz Eles suicidam-se
ativa, para isso, o agente da passiva será
transformado em sujeito; e o sujeito da voz
VERBOS ABUNDANTES
passiva será transformado em objeto direto
na voz ativa.
São verbos que apresentam duas ou mais
formas equivalentes.
OBS3: Na voz passiva, o particípio concor-
da em gênero e número com o sujeito.
Principais verbos abundantes:
OBS4: Se o agente da passiva estiver in- PARTICÍPIO PARTICÍPIO
determinado (por alguém), ao passar para INFINITIVO
REGULAR IRREGULAR
a voz ativa, o verbo ficará obrigatoriamente aceitar aceitado aceito
na 3ª pessoa do plural caracterizando sujei-
acender acendido aceso
to indeterminado.
anexar anexado anexo
assentar assentado assento
VOZES VERBAIS benzer benzido bento
corrigir corrigido correto
Caracterizam a relação do sujeito com o
desenvolver desenvolvido desenvolto
verbo. Podem ser:
dispensar dispersado disperso
distinguir distinguido distinto
1- ATIVA: SUJEITO PRATICA A AÇÃO
eleger elegido eleito
encher enchido cheio
2- PASSIVA: SUJEITO SOFRE A AÇÃO.
entregar entregado entregue
envolver envolvido envolto
PODE SER:
enxugar enxugado enxuto
ANALÍTICA: presença de locução verbal erigir erigido ereto
(verbos ‘SER, ESTAR, FICAR’ como auxiliar expelir expelido expulso
de verbo no PARTICÍPIO). expressar expressado expresso
expulsar expulsado expulso
SINTÉTICA(PRONOMINAL): presença da extinguir extinguido extinto
Partícula (ou Pronome) Apassivadora (PA)
findar findado findo
- “SE”
fixar fixado fixo
fritar fritado frito
3- REFLEXIVA: SUJEITO PRATICA E SO-
FRE A AÇÃO SIMULTANEAMENTE: presen- imergir imergido imerso
ça de Pronomes Reflexivos ou Recípro- imprimir imprimido impresso
cos. incorrer incorrido incurso
isentar isentado isento

53
Introdução à Gramática

juntar juntado junto 2. (EEAr 2/16 B) Marque a alternativa que


limpar limpado limpo apresenta forma verbal reflexiva.
malquerer malquerido malquisto a) Suicidou-se.
matar matado morto
b) Enganou-se com sua namorada.
misturar misturado misto
morrer morrido morto c) Debatia-se para a morte a pobre ave.
murchar murchado murcho d) Lavei-me com as águas puras da verdade.
nascer nascido nato
ocultar ocultado oculto 3. (EEAr 2/16 B) Leia:
omitir omitido omisso
I. O pobre animal foi sacrificado pelo pe-
prender prendido preso
cuarista.
romper rompido roto
salvar salvado salvo II. O pecuarista sacrificou o pobre animal.
secar secado seco Houve mudança de voz verbal expressa na
segurar segurado seguro sentença II em relação a I. Marque a opção
soltar soltado solto que apresenta verbo que não possa com-
sujeitar sujeitado sujeito por, de acordo com a gramática, sentenças
suprimir suprimido supresso similares a I, em relação à voz verbal.
suspender suspendido suspenso
a) Morrer b) Matar
tingir tingido tinto
vagar vagado vago c) Abater d) Eliminar

4. (EEAr 1/16 A) Relacione as frases às vo-


OBS1: Determinados particípios irregulares
zes verbais. Em seguida, assinale a alterna-
agem exclusivamente como adjetivos.
tiva com a sequência correta.
OBS2: Se o verbo apresenta dois particí- (1) As ruas serão enfeitadas no carnaval.
pios, emprega-se o particípio regular no
(2) Entregaram-se as notas aos candidatos.
tempo composto (com ter ou haver); e o
particípio irregular na voz passiva (com (3) Sacrifiquei-me por todos nós.
ser, estar, ficar).
(4) O navio agitava as águas.
( ) ativa
( ) reflexiva
EXERCÍCIO
( ) passiva analítica
( ) passiva pronominal
VOZES VERBAIS
a) 3 – 4 – 2 – 1
1. (EEAr 2/16 A) Leia: b) 4 – 3 – 1 – 2
I. O pobre animal foi sacrificado pelo pe- c) 2 – 1 – 4 – 3
cuarista.
d) 4 – 2 – 3 – 1
II. O pecuarista sacrificou o pobre animal.
Houve mudança de voz verbal expressa na 5. (EEAr 1/16 B) Assinale a alternativa em
sentença II em relação a I. Marque a opção que há presença de verbo na voz passiva.
que apresenta explicação correta em rela- a) O atirador novato acertou a ave.
ção às sentenças apresentadas. b) Organizou-se nova atividade para os
a) Voz passiva analítica: I alunos.
b) Voz passiva pronominal: I c) Os animais comeram toda a ração dis-
ponível.
c) Voz passiva: II
d) Os professores de gramática ensinam
d) Voz ativa: I jovens sedentos de conhecimento.

54
Verbos

6. (EAGS/16 B) Em relação à voz do verbo, 9. (EAGS/15 B) Assinale a alternativa em


coloque (A) para voz ativa e (P) para voz que a frase não condiz com o tipo de voz
passiva. Em seguida, assinale a alternativa verbal mencionado.
com a sequência correta.
a)'Ativa: Eles tinham chegado a tempo.
I. ( ) Cortaram-se os galhos e os troncos
b)'Reflexiva: Clemente banhou-se na-
serrados.
quele rio.
II. ( ) Cortaram os galhos e os troncos
c)'Passiva analítica: Foi tudo devida-
serrados.
mente esclarecido.
III. ( ) A favela era cercada de policiais.
d)'Passiva pronominal: Vida e morte di-
IV. ( ) Cercaram os policiais a favela. gladiam-se constantemente.
a) A – A – P – A
10. (EAGS/15 B) Em qual alternativa o ver-
b) P – P – A – A bo não possui mais de uma forma para o
c) P – A – P – A particípio?
d) A – A – P – P a) tingir b) chegar
c) matar d) suspender
7. (EAGS/16 B) Leia:
“O amor nos liga à natureza toda.” 11. (EAGS/14 B) Leia:
A frase acima está reescrita de várias for- Suas atitudes inescrupulosas eram criti-
mas nas alternativas abaixo. Assinale aque- cadas pelos colegas de trabalho.
la que, sem alterar o sentido da frase ori-
ginal, contém, entre seus termos, o agente Transpondo a oração acima para a voz
da passiva. ativa, obtém-se, segundo a norma culta,
a forma verbal
a) Nossa ligação com a natureza está no
amor. a) criticam.
b) O nosso amor é ligado pela natureza b) criticavam.
toda.
c) criticaram.
c) À natureza toda somos ligados pelo
d) são criticadas.
amor.
d) Liga-nos à natureza toda o amor. 12. (EEAr BCT/14) Marque a alternativa em
que o verbo está na voz passiva.
8. (EAGS/16 B) Assinale a alternativa em
a) “De repente, senti um bafo quente no
que a classificação do verbo grifado na fra-
rosto.”
se está correta.
b) “Quanto aos discos, obedecerão às
a) Regular: “Deus semeou d’alma o uni-
nossas preferências.”
verso todo.”
c) “A bem da verdade, ela jamais me de-
b) Regular: “O ânimo moral não deve
sagravou com atitudes hostis.”
adequar-se à natureza do apoucado.”
d) “Os fios telegráficos foram inventados
c) Abundante: “Chegou-se a ele e bateu-
para a propagação do exagero.”
-lhe brandamente no ombro.”
d) Irregular: “Nenhum dos recrutas abra-
çou amigos e familiares; os adeuses
trocaram-se com os olhos e com a
mão, de longe.”

55
Introdução à Gramática

13. (CFC/14) Relacione as colunas quanto à 17. (EEAr/13 B) Leia:


classificação da voz verbal. Em seguida, as-
I - Praticamente nos intoxicamos com as
sinale a alternativa com a sequência correta.
notícias diárias de violência.
(1) ativa
II - Organizam-se projetos ineficientes em
(2) passiva quase todos os setores da vida pública.
(3) reflexiva III - As pessoas são atacadas de surpresa
nos grandes centros urbanos.
( ) O apartamento foi alugado por um
jovem casal. Estão na voz passiva as orações
( ) O operário feriu-se no serviço.
a) I e II.
( ) O time do interior derrotou o adversário.
b) I e III.
a) 3, 1, 2 b) 1, 3, 2 c) 2, 3, 1 d) 1, 2, 3 c) II e III.
d) I, II e III.
14. (CESD/14) Assinale a alternativa em que
o verbo está na voz passiva.
18. (EEAr/13 B) Leia:
a) Novos desafios ele enfrentou.
“Por longos anos, o pobre homem tinha
b) No início da noite, a festa começou. se abstido da felicidade. Agora ela es-
tava tão escancaradamente próxima! Sa-
c) A multidão enfurecida invadiu o edifício.
beria aceitá-la?”
d) Outros estagiários foram admitidos no
escritório. Assinale a alternativa que não corres-
ponde à expressão verbal em destaque.
15. (EEAr/13) Leia o mesmo fato em man-
chetes de jornais diferentes: a) O pronome se liga-se ao verbo ter; a
forma abstido não se conjuga como
“Vasco derrotou o Palmeiras.” pronominal.
“O Palmeiras foi derrotado pelo Vasco.” b) Apresenta forma nominal que compõe
tempo composto.
As formas verbais derrotou e foi derro-
tado estão flexionadas, respectivamente, c) Abstido é verbo principal da conjuga-
na voz ção composta.
d) A forma do particípio deriva do verbo ter.
a) ativa e passiva sintética.
b) ativa e passiva analítica. 19. (CESD/13) Em qual alternativa o verbo
c) passiva analítica e passiva sintética. está na voz passiva?

d) passiva sintética e passiva analítica. a) Não queremos envolvimento com pes-


soas estranhas.
16. (EAGS/13 B) Assinale a alternativa em b) Admitem-se vigilantes para trabalhos
que o verbo está na voz passiva analítica. noturnos.
a) O escritório fora invadido por bandidos c) Ela finalmente encontrou um namorado.
encapuzados.
d) Sofreu muito aquele pobre rapaz.
b) A moça penteou seus lindos cabelos
antes da partida.
c) Durante a palestra, ouviam-se vozes ir-
ritadas e insistentes.
d) Naquele local bucólico, os dois amigos
de infância abraçaram-se.

56
Verbos

20. (EAGS/12 B) Observe: 23. (EEAr 2/11 B) Em qual alternativa há for-


ma verbal na voz passiva sintética?
O prefeito recompensou os funcionários
com uma gratificação no final do ano. a) Nas férias, vive-se feliz e despreocupa-
do ao ar livre!
Em qual das alternativas a voz passiva man- b) O amor é semeado no vento, nas estre-
tém o mesmo sentido da oração acima? las e no eclipse.
a) No final do ano, os funcionários foram c) No desespero de um abraço mudo, en-
contraram a felicidade.
recompensados pelo prefeito com uma
gratificação. d) Pela fria madrugada, ouvia-se ainda o
estridente cantar das aves noturnas.
b) Os funcionários recompensaram o pre-
feito com uma gratificação no final do 24. (EAGS/11 B) Em qual alternativa o verbo
ano. se encontra na voz ativa?
c) O prefeito foi recompensado pelos fun- a) Em nossas escolas, não se incentiva a
cionários com uma gratificação no final proteção do meio ambiente.
do ano.
b) A proteção do meio ambiente deve ser
d) No final do ano, recompensou-se o incentivada pelos governantes.
prefeito com uma gratificação. c) A proteção do meio ambiente não tem
entrado na pauta dos atuais governantes.
21. (EEAr/12 B) Assinale a alternativa em d) O assunto de proteção ao meio am-
que há voz passiva sintética. biente raramente é discutido nas esco-
a) “A voz dela me chega aos ouvidos.” las públicas.
b)
“Sob o luar, abraçaram-se vento e 25. (EEAr 1/11) Observe:
rosa.”
I- Precisava-se de maior número de brasi-
c) “Suporta-se com paciência a cólica do leiros participando das Olimpíadas de 2010.
próximo.”
II- Eram realizados verdadeiros espetá-
d) “(...) ela (...) fora criada por uma ma- culos pelos dançarinos naquelas pistas
drasta má.” de gelo.
III- Aplaudia-se fortemente a equipe de
22. (CESD/12) Em qual alternativa o(s) verbo(s) patinação quando ela entrou no estádio.
destacado(s) está(ão) na voz passiva?
IV- Os atletas cumprimentavam-se amis-
a) Luísa penteou-se antes de sair de tosamente após cada competição.
casa.
b) A mãe arrependeu-se de ter castiga- Estão na voz passiva os verbos das ora-
do o filho. ções:

c) Os serviços domésticos são feitos a) I e II b) II e III


pela filha mais velha. c) III e IV d) I, II, III e IV
d) Depois de muitos anos, ele voltou a fa-
lar com os irmãos. 26. (CFC/11) O texto “A população toda,
após a decisão de que as hortaliças seriam
destruídas, e não doadas aos pobres, en-
trou na horta e devastou a bela plantação.”
contém verbos destacados na voz
a) ativa e ativa.
b) ativa e passiva.
c) passiva e passiva
d) passiva e reflexiva.

57
Introdução à Gramática

27. (EEAr BCT/10) O verbo em “Finalmente, 31. (EAGS 1/10 A) Quanto à voz verbal, co-
abriram-se as pesadas portas do templo” loque (P) voz passiva, (A) voz ativa e (R) voz
está na voz reflexiva para as frases abaixo. A seguir, as-
a) ativa. sinale a alternativa com a seqüência correta.

b) passiva analítica. ( ) O petróleo é formado da decomposi-


ção de matérias orgânicas, como animais e
c) passiva sintética. plantas soterrados.
d) reflexiva. ( ) Com a descoberta do petróleo, cria-
ram-se máquinas movidas a óleo, gasolina
28. (EAGS 2/09) Em e querosene.
“Mudam-se os tempos, mudam-se as ( ) Vários países neste século têm se es-
verdades, forçado na busca de alternativas para a es-
Muda-se o ser, muda-se a confiança cassez de petróleo.

E todo o Mundo é composto de mu- ( ) Devido ao crescente consumo mun-


danças dial de petróleo, os países superpopulosos
já se vêem à margem do desenvolvimento.
Com várias e novas qualidades.”
a) A – R – P – R
o verso destacado encontra-se na voz b) P – A – R – P
a) ativa. b) reflexiva. c) A – R – R – A
c) passiva analítica. d) passiva sintética d) P – P – A – R

29. (EAGS 2/10 B) Leia: 32. (EAGS 1/10 B) Leia:


I- Foi anunciado ontem o aumento do álcool. “Encerraram-se, depois de um mês, as bus-
cas ao corpo do jornalista da TV Globo Tim
II- Anunciaram ontem o aumento do álcool. Lopes. Depois de analisarem os fragmentos
III- Anunciou-se ontem o aumento do álcool. de ossos, precisou-se, apenas, de uma cos-
tela para o DNA do repórter. Confirmou-se,
Com relação à voz dos verbos das frases
assim, a morte de Lopes aos 51 anos.”
acima, é correto afirmar que em
No texto acima, há:
a) I e III, o verbo está na voz passiva ana-
lítica e sintética respectivamente. a) Duas formas verbais na voz passiva e
duas na ativa.
b) I, o verbo está na voz passiva sintética,
e, em III, está na voz passiva analítica. b) Três formas verbais na voz passiva e
uma na ativa.
c) III, o verbo está na voz passiva analítica.
c) Três formas verbais na voz ativa e uma
d) II, o verbo não está na voz ativa.
na passiva.
30. (EEAr 2/10 B) Indique a alternativa em d) Uma forma verbal na voz passiva, uma
que o verbo não está na voz passiva. na ativa e duas na reflexiva.
a) Não se celebram mais as datas cívicas
nesta cidade.
b) O tesoureiro desonesto foi atormenta-
do pelo remorso.
c) Aquela senhora levou um tombo na
calçada de minha casa.
d) As pessoas egoístas foram criticadas
pelos membros do grupo.

58
Verbos

33. (EAGS 1/09 B) Assinale a alternativa 36. (EAGS 2/09 B) Coloque C (certo) ou E
cuja forma verbal em negrito se encontra (errado) para o uso do particípio dos ver-
na voz reflexiva. bos, depois assinale a alternativa com a se-
a) A diretoria, sempre compreensiva, dis- quência correta.
pensou-nos das aulas naquele dia. ( ) Os jornais foram impressos na gráfica
b) Enquanto conversávamos na sala, in- da escola.
terromperam-nos três vezes. ( ) O agricultor fora expulso das terras que
c) Disseram-nos que não encontraríamos ocupava ilegalmente.
dificuldades no trabalho. ( ) O advogado havia entregue o docu-
d) Para comprar a casa nova, endivida- mento nas mãos certas.
mo-nos até o pescoço. ( ) O novo carro foi benzido pelo padre da
minha comunidade.
34. (EEAr 1/10 B) Observe as seguintes a) C, E, E, C
manchetes de jornal:
b) E, C, C, E
I- Os traficantes invadiram as escolas do bairro.
c) E, E, C, C
II- As escolas do bairro foram invadidas pe-
los traficantes. d) C, C, E, E
Quanto à flexão de voz dos verbos que apare-
cem nas duas frases, é incorreto afirmar que GABARITO
a) as duas manchetes dão a mesma in- EXERCÍCIO 1
formação, apesar de estarem os ver-
bos de cada uma delas empregados 01. D 06. A 11. C 16. D
em vozes verbais diferentes. 02. B 07. A 12. D 17. D
03. B 08. C 13. D 18. A
b) na primeira oração, o verbo está na voz
04. A 09. B 14. A
ativa, e o sujeito os traficantes é agente
05. C 10. A 15. B
(pratica a ação).
c) o sujeito da segunda oração recebe a EXERCÍCIO 2
ação (é paciente); o verbo está, portan-
01. D 10. D 19. B 28. B
to, na voz passiva.
02. D 11. D 20. D 29. C
d) quem pratica a ação na voz ativa não 03. C 12. B 21. C 30. C
continua praticando na voz passiva. 04. A 13. D 22. A 31. D
05. A 14. C 23. A 32. A
35. (CFC/10) Observe: 06. D 15. C 24. C 33. A
07. A 16. C 25. C
A chuva destruiu a cidade.
08. D 17. D 26. A
Transpondo a oração acima para a voz pas- 09. B 18. D 27. C
siva analítica, é incorreto afirmar que
EXERCÍCIO 3
a) quem pratica a ação na voz ativa conti-
nua praticando na voz passiva. 01. B 07. B 13. A
b) quem recebe a ação na voz ativa conti- 02. D 08. A 14. B
nua recebendo na voz passiva. 03. B 09. B 15. D
04. C 10. D 16. A
c) o verbo da voz ativa assume, na voz 05. A 11. B 17. A
passiva analítica, a forma de particípio. 06. B 12. B
d) na voz passiva analítica, o particípio do
verbo da voz ativa não concorda em
gênero e número com o sujeito.

59
Introdução à Gramática

EXERCÍCIO 4
01. A 13. C 25. B
02. D 14. D 26. C
03. A 15. B 27. C
04. B 16. A 28. C
05. B 17. C 29. A
06. C 18. A 30. C
07. C 19. B 31. D
08. B 20. A 32. A
09. D 21. C 33. D
10. B 22. C 34. D
11. B 23. D 35. D
12. D 24. C 36. D

60
Capítulo 6

CLASSES GRAMATICAIS

(CLASSIFICAÇÕES MORFOLÓGICAS) 3. ADJETIVO: Caracteriza ou qualifica um


substantivo (pronome).
São elas:
Obs1: Na diferenciação entre o substantivo
Invariáveis: Preposição, conjunção, inter- e o adjetivo, de acordo com a ordem dire-
jeição e advérbio. ta, primeiro vem o substantivo e depois o
Variáveis: Substantivo, artigo, adjetivo, adjetivo.
numeral, pronome e verbo. Obs2: O adjetivo completa “Ele(a)(s) é(são)
tão adjetivo”; o substantivo completa “O(a)
Obs: A interjeição e o numeral não são mui- (s) meu(a)(s) substantivo”.
to explorados em concursos; e a conjunção
Obs3: No contexto, o adjetivo pode exercer
será estudada junto às orações subordina-
a função de advérbio de modo.
das.
Obs4: À sequência de palavras que equiva-
1. SUBSTANTIVO: Classe gramatical nu- lem a uma única classe gramatical, dá-se o
clear e subordinante. nome de locução.

Obs1: O artigo e o adjetivo estarão sem- Obs5: O termo preposicionado ligado a um


pre subordinados ao substantivo (pronome), substantivo (pronome) poderá ser uma lo-
consequentemente concordarão em gênero cução adjetiva (adjunto adnominal).
e número com tal substantivo.
4. PREPOSIÇÃO: Serve para ligar (subordi-
Obs2: O pronome e numeral podem acom-
nar) um termo a outro.
panhar ou equivaler a um substantivo.
Preposições Essenciais: a, ante, após, até,
2. ARTIGO: Define ou indefine um substanti- com, contra, de, desde, em, entre, para,
vo ou palavra substantivada. per, perante, por, sem, sob, sobre, trás.

Definido: o(a)(s) / Indefinido: um(a)(s) Obs: Será identificada basicamente atra-


vés das locuções adjetiva e adverbial (se-
Obs1: O artigo é uma classe substantivado-
mântica); e dos objetos indiretos e comple-
ra, isto é, após um artigo virá obrigatoria-
mentos nominais (regência). Além das ora-
mente um substantivo ou palavra substanti-
ções reduzidas de infinitivo.
vada, porém, não necessariamente, o subs-
tantivo virá imediatamente após o artigo.
Algumas preposições podem combinar-se
Obs2: Exercerá sempre a função sintática com outras palavras, formando um vocábu-
de adjunto adnominal. lo único. Exemplos:

61
Introdução à Gramática

de em
de + o = do em + o = no
de + ele = dele em + ele = nele
de + este = deste em + este = neste
de + isto = disto em + isto = nisto
de + esse = desse em + esse = nesse
de + isso = disso em + isso = nisso
de + aquele = daquele em + aquele = naquele
de + aqui = daqui em + um = num
de + ali = dali

per a
per + o = pelo a + a(s) = à(s)
per + a = pela a + aquele(s) = àquele(s)
per + os = pelos a + o(s) = ao(s)s
per + as = pelas a + onde= aonde

Obs: A crase (que é representada pelo sinal grave “à”) sempre evidencia a presença da
preposição “a”.

Locuções Prepositivas:
CARACTERÍSTICA: Terminam sempre em preposição. São elas: em frente a, dentro de,
abaixo de, através de, em vez de, depois de, acima de, além de , ao lado de, devido
a, junto a(de,com), apesar de... .

EXERCÍCIOS

DIFERENCIAÇÃO DE CLASSES 2. (EEAr 1/16 B) Leia o texto e, a seguir,


marque a alternativa correta.
1. (EEAr 2/16 B) Marque a opção em que a A Dengue é uma doença terrível. Como
expressão destacada possui valor adjetivo. pode um mosquitinho de nada fazer o es-
a) Com medo, enfiou-se sob a mesa. trago que faz no corpo humano! Papai me
disse para ir rapidinho ao posto, caso eu
b) Sem piedade, os romanos aniquila-
sentisse algum dos sintomas da doença.
ram reinos vizinhos.
Ele me disse isso no leito de morte, pobre-
c) Os cientistas, com a mesma cautela zinho papai! Morreu de Dengue.
de sempre, negaram a existência de
Das palavras destacadas no texto, pode-se
seres de outros planetas.
afirmar, sobre sua classificação, que são,
d) Descobri que, na vida, por conta da ig- respectivamente,
norância, os homens sem educação
a) substantivo, adjetivo, adjetivo.
oferecem maior resistência às novas
ideias. b) substantivo, advérbio, adjetivo.
c) adjetivo, adjetivo, adjetivo.
d) adjetivo, advérbio, adjetivo.

62
Classes gramaticais

3. (EEAr BCT/15) Assinale a alternativa em a) quatro b) cinco


que não há adjetivo.
c) três d) seis
a) “Olhem pelas portas e janelas:
o cata-vento está de pernas para o mar. 6. (EAGS/14 B) Leia:

São ideias novas que põem o mundo De noite


pra rodar.” Vai ter cantoria
b) “O gato Serafim Está chegando o povo do samba
Foi pra aula de bordado É a Vila
Pra bordar um belo manto Chão da poesia
De céu estrelado.” Celeiro de bambas
c) “Eu vi um passarinho
Assinale a alternativa em que, no texto
Entre a folhagem do meu jardim, acima, todas as expressões são locu-
Pequeno e gorduchinho ções adjetivas.

Brincando entre as flores de cetim.” a) o povo, de noite, da poesia


d) “Numa manhã b) a Vila, do samba, de bambas
Enquanto comia maçã c) de noite, da poesia, de bambas
Vi uma barata d) do samba, da poesia, de bambas
Sair de trás de uma lata.”
7. (EEAr/14 B) Leia:
4. (EAGS/15 B) Leia: Vestido azul, longo e bonito
Quando for dia de festa meias da cor da pele,
Você veste o seu vestido de algodão sapato de meio salto prateado
Quebro meu chapéu na testa batom e esmalte discretos
Para arrematar as coisas no leilão tudo como convém a uma garota,

Assinale a alternativa em que as duas ex- a uma linda garota para ser exata.
pressões são locuções adjetivas.
Coloque F para Falso ou V para Verda-
a) de festa – no leilão deiro para as afirmações sobre os adje-
tivos que aparecem nos versos acima e,
b) na testa – no leilão a seguir, assinale a alternativa com a se-
c) de algodão – na testa quência correta.
d) de festa – de algodão ( ) Há adjetivo em todos os versos.
( ) Todos os adjetivos do texto são termi-
5. (EEAr/15 A) Leia:
nados em vogal e flexionam-se no plural
As plantas carnívoras capturam e dige- acrescentando-se s ao singular.
rem seres vivos. Mas você não precisa
( ) Quanto ao gênero, o adjetivo prateado
ter medo. Elas são tão pequenas e de-
classifica-se como biforme.
licadas que não oferecem perigo para
nós. Existem cerca de 550 espécies des- ( ) No primeiro verso, os três adjetivos
sas plantas no mundo. A maioria se ali- que caracterizam o substantivo vestido
menta de animais minúsculos. são primitivos e simples.
a) F – F – V – V b) F – F – V – F
Quantos adjetivos há no trecho acima?
c) V – F – F – V d) V – V – F – V
63
Introdução à Gramática

8. (CFC/14) Leia: 11. (EEAr/13 B) Marque a alternativa em


que se destacam locução adjetiva e adje-
Numa aparente contradição à famosa
tivo nas frases.
lei da oferta e da procura, o livro é caro
porque o brasileiro não lê. a) “Certa hora da tarde era mais perigo-
sa.”
Quanto aos termos destacados no tex-
b) “Desceu a íngreme escada, apegan-
to, há
do-se às cordas.”
a) duas locuções adjetivas. c) “Um dia, ao pino do sol, ela repousava
b) três locuções adjetivas. em um claro da floresta.”

c) apenas dois adjetivos. d) “Houve um momento de silêncio: to-


dos os rostos empalideceram (...)”
d) quatro adjetivos.
12. (CESD/13) Leia:
9. (EAGS/13 B) Leia:
“Nos tempos pioneiros da Fórmula 1, um
O verde da bandeira brasileira repre- piloto vencia por demonstrar perícia, co-
senta nossas matas, nossa vegetação. O ragem, audácia, enfim, sangue-frio. Na
brasileiro não tem noção da importância Fórmula 1 atual, inteiramente dominada
dessa riqueza natural, por isso não de- por alta tecnologia, com complexas tá-
fende nosso território. ticas de corrida, composições secretas
de combustíveis e computador de bor-
De acordo com o contexto, qual das pa-
do, não basta o piloto ser corajoso para
lavras em destaque classifica-se como
se tornar um vencedor. Eis a nova era.”
adjetivo?
Não é adjetivo a seguinte palavra retira-
a) verde b) riqueza
da do texto:
c) brasileiro d) brasileira
a) secretas.
10. (EAGS/13 B) Em qual alternativa o ter- b) corajoso
mo destacado não é locução adjetiva?
c) pioneiros
a) “A excelente dona Inácia era mestra
na arte de judiar de crianças. Vinha da d) sangue-frio
escravidão, fora senhora de escravos
– e daquelas ferozes.” 13. (EAGS/12 A) Em qual alternativa a pala-
vra móvel é um substantivo?
b) “(...) o trem maior do mundo, tomem
a) A telefonia móvel se expandiu muito
nota – foge minha serra, vai em nosso país.
deixando no meu corpo e na paisagem b) Na superfície do aparelho, há um dis-
mísero pó de ferro, e este não passa.” positivo móvel.
c) “(...) c) Um bem imóvel tem muito mais valor
que um bem móvel.
Vão chegando as burguezinhas pobres,
d) O móvel é antigo e está na nossa
E as criadas das burguezinhas ricas,
família há muitas gerações.
E mulheres do povo, e as lavadeiras
da redondeza. (...)”
d) “(...)
Os dois apenas, entre céu e terra,
Sentimos o espetáculo do mundo (...)”

64
Classes gramaticais

14. (EEAr BCT/12) Em todas as alternativas 17. (CFC/11) Assinale a alternativa em que
abaixo, a palavra em negrito é um adjetivo a palavra em destaque não se classifica
derivado, exceto em: como adjetivo.
a) O professor apresentou um teorema a) Pela primeira vez, sinto-me livre.
simplificado.
b) Um claro raio de sol entrava pela janela.
b) O guitarrista estava usando um boné
c) Colocava sua camisa verde e torcia
esverdeado.
pelo time.
c) Nosso bar oferece um cardápio dife-
d) O velho lia sua revista no banco da
renciado de filés.
praça central.
d) Lídia teve de esperar um bom bocado
pelas bagagens. 18. (EAGS 1/10 B) Observe os textos:
I) Eu não tinha este rosto de hoje,
15. (EEAr 2/11 B) Leia:
assim calmo, assim triste, assim magro
Faça piadas velhas para pessoas novas
e piadas novas para pessoas velhas. (Jô – Em que espelho ficou perdida a minha
Soares) face?

Considerando o texto acima, assinale a II) A maior pena que eu tenho,


alternativa incorreta. punhal de prata,
a) Se o termo novas fosse colocado an- não é de me ver morrendo,
tes de pessoas, o sentido do texto po-
mas de saber quem me mata.
deria ser alterado: Faça piadas velhas
para novas pessoas. III) De repente, não mais que de repente
b) Como o autor repete as palavras novas Fez-se triste o que se fez amante
e velhas, elas deixaram de ser adjetivos
E de sozinho o que se fez contente
e passaram a ter valor de substantivo.
c) Nas duas situações, as palavras novas IV) Ah! Enquanto os destinos impiedosos
e velhas são adjetivos, pois caracteri- Não voltam contra nós a face irada,
zam os substantivos piadas e pessoas.
Façamos, sim façamos, doce amada,
d) O autor faz um jogo com os adjetivos
Os nossos breves dias mais ditosos.
novas e velhas e com os substantivos
piadas e pessoas. Isso torna o texto A locução adjetiva está presente apenas
criativo. em:

16. (EAGS/11 B) Leia: a) I e II b) II e III c) III e IV d) IV


Ó solidão do boi no campo!
O navio-fantasma passa
Em silêncio na rua cheia.
Se uma tempestade de amor caísse!

Em relação às palavras destacadas nos


versos acima, é correto afirmar que há

a) duas locuções adjetivas.


b) dois adjetivos biformes.
c) dois adjetivos compostos.
d) uma locução adjetiva apenas.
65
Introdução à Gramática

19. (CFT/10 B) Leia: 21. (CESD/10) Assinale a alternativa em que


um adjetivo, pelo contexto, exerce função
“Segundo pesquisas, os jovens têm
de advérbio de modo.
como exemplo de vida pessoas mais ve-
lhas bem-sucedidas financeiramente. O a) “O engenheiro pensa o mundo justo.”
objetivo da juventude no futuro é uma
b) A águia voava alto, e seus sonhos iam
vida tranquila, preocupada apenas em
naquelas asas.
aproveitar os prazeres de uma nova eta-
pa. A fase jovem da vida será a época de c) “Pedro afastou (...) o grupo, postou-se
plantar. Depois, quando a juventude for calado diante da jaula.”
apenas uma velha amiga, será a época d) A criança, olhos brilhantes, correu feliz
de colher.” para os braços de sua mãe.
Marque a alternativa que apresenta a
correta sequência da classificação dos 22. (CESD/07) Leia:
nomes destacados. “O poder de nomear significa para os an-
a) substantivo – adjetivo – adjetivo – adjetivo tigos hebreus dar às coisas a sua verda-
deira natureza ou reconhecê-la. Esse po-
b) adjetivo – substantivo – substantivo – der é o fundamento da linguagem e, por
substantivo extensão, o fundamento da poesia.”
c)
substantivo – adjetivo – adjetivo –
substantivo Assinale a alternativa em que todas as
palavras, no texto, são substantivos.
d) adjetivo – substantivo – substantivo –
adjetivo a) poder, antigos, coisas, natureza, lin-
guagem
20. (EEAr 2/09 B) Leia: b) nomear, hebreus, verdadeira, funda-
Homens grandes nem sempre são gran- mento, poesia
des homens. c) poder, hebreus, natureza, linguagem,
Analisando a afirmação acima, não se poesia
pode afirmar que d) antigos, coisas, verdadeira, extensão,
a) há um jogo de palavras em que são fundamento
utilizados adjetivos e substantivos.
23. (EAGS/06 B) Observe:
b) a mudança de posição do adjetivo em
relação ao substantivo não altera o I- No verão foge o verde e domina o
sentido da frase. seco.
c) a inversão entre o substantivo e o adje- II- Houve um comício caloroso antes da
tivo não muda as classes gramaticais eleição.
de homens e grandes. III- Devemos colaborar para que não te-
d)
“homens grandes” faz referência à nhamos um mar poluído.
composição física, e “grandes ho- IV- Na palestra pediram-lhe que falasse
mens” refere-se ao caráter do homem. alto.

Em quais orações os adjetivos destaca-


dos adquirem um outro valor.

a) I e IV b) II e III c) I e III d) II e IV

66
Classes gramaticais

24. (EAGS/06 B) Assinale a alternativa que 27. (CFT/05) Há adjetivo composto em:
contém todas as locuções adjetivas do se-
a) “... a noite
guinte texto:
vem baixando,
“Tênue luz fria da manhã
nas várzeas ao lusco-fusco.”
perpassa a janela
b) “São pirilampos ariscos
e reflete auréolas na cabeça dos meninos,
que acendem pisca-piscando
feérico momento.
as suas verdes lanternas.”
Eterniza-se espaço/tempo da memória,
c) “Andorinha (...)
Cria-se o texto.”
cochichou com o sino,
a) da manhã, dos meninos
E o sino bem alto:
b) na cabeça, da memória
Delém-dem!”
c) da manhã, dos meninos, da memória
d) “Superar a pobreza depende
d) na cabeça, da manhã, dos meninos
de investimentos político-econômicos.”
25. (EAGS/05 B) Indique a alternativa em
que a expressão destacada classifica-se
como locução adjetiva. GABARITO
a) Muitas pessoas, no Brasil, não con- 01. D
cordam com o horário de verão. 02. B
b) A população do campo sofreu com as 03. D
fortes chuvas de janeiro. 04. D
05. B
c) Seres de consciência colocam a ho- 06. D
nestidade acima de tudo. 07. A
d) As pessoas da cidade cuidam muito 08. A
bem da natureza. 09. D
10. A
26. (EAGS/05 B) Assinale a alternativa em 11. A
que as duas palavras destacadas se classi- 12. D
ficam como adjetivo. 13. D
14. D
a) Ele se comportou de forma amigável 15. B
ao receber o prêmio. 16. A
b) O povo brasileiro é famoso por sua 17. D
alegria. 18. A
19. A
c) O homem dedicado à família pode tor- 20. B
ná-la feliz. 21. B
d) O conferencista mostrou-se inteli- 22. C
gente. 23. A
24. C
25. B
26. C
27. D

67
Introdução à Gramática

5. ADVÉRBIO OBS1: Segundo algumas Gramáticas, o ad-


jetivo e o advérbio podem também ser mo-
Classe gramatical invariável que acresce dificados por advérbio de modo.
uma circunstância ao verbo ou intensifica
um adjetivo ou outro advérbio. OBS2: Tanto os advérbios como as locu-
ções adverbiais classificam-se de acordo
com a circunstância que expressam.

PRINCIPAIS CIRCUNSTÂNCIAS ADVERBIAIS

Circunstância Advérbio Locução adverbial

1. Afirmação sim, certamente, deveras, real- com certeza, por certo, sem
mente, incontestavelmente etc. dúvida, de fato, decerto etc.
2. Dúvida talvez, acaso, porventura, pro-
vavelmente, quiçá etc.
3. Intensidade bastante, bem, demais, mais, de muito, de pouco, de todo,
menos, muito, pouco, assaz, em demasia, em excesso, por
quase, quanto, tanto, tão, completo etc.
demasiado, meio, todo, com-
pletamente, demasiadamente,
excessivamente, apenas etc.
4. Lugar abaixo, acima, adiante, aí, aqui, à direita, à esquerda, à distân-
além, ali, aquém, cá, acolá, cia, ao lado, de longe, de perto,
atrás, através, dentro, fora, per- para dentro, por aqui, em cima,
to, longe, junto, onde, defronte, por fora, para onde, por ali, por
detrás etc. dentro etc.
5. Modo assim, bem, mal, debalde, de- às cegas, às claras,
pressa, devagar, pior, melhor, à toa, à vontade, às
como, alerta, suavemente, pressas, a pé, ao
lentamente, e muitos advérbios léu, às escondidas,
terminados em -mente. em geral, em vão,
passo a passo, de
cor, frente a frente,
lado a lado, etc.
6. Negação não de forma alguma, de jeito al-
gum, de modo algum, de jeito
nenhum etc.
7. Tempo hoje, ontem, amanhã, agora, à noite, à tarde, às vezes, de
depois, antes, já, anteontem, repente, de manhã, de vez em
sempre, nunca, tarde, jamais, quando, de súbito, de quando
outrora, raramente, sucessiva- em quando, em breve, de tem-
mente, presentemente etc. pos em tempos, vez por outra,
hoje em dia etc.

OBS3: As circunstâncias adverbiais expostas são básicas, pois, ao se estudar a função


sintática do advérbio (adjunto adverbial), tais circunstâncias serão acrescidas pelas ideias
de causa, assunto, companhia, meio...

68
Classes gramaticais

3. (EEAr/15 B) Não há advérbio ou locução


adverbial em:
EXERCÍCIOS a) “Esta página, imaginamo-la profunda-
mente emocionante e trágica.”
1. (EAGS/16 B) Assinale a alternativa em b) “Eu vou tirar você de mim/ Assim que
que o advérbio destacado não se classifica descobrir/ Com quantos nãos se faz
como advérbio de modo. um sim.”
a) “O canto do galo solou cheio, melodio- c) “...Sua feição era triste, distante... mas
samente, dentro da noite clara.” essa feição nunca me pareceu tão dis-
b) “Lânguida, flutua como os caminhos tinta, tão altiva.”
troçados pelos amantes. / (...) olha do- d) “A raça humana risca, rabisca, pinta/ A
cemente pelo sono da humanidade.” tinta, a lápis, carvão ou giz/ O rosto da
c) “... a obstinação da criança irritava-o. saudade/ que traz do gênesis.”
Certamente esse obstáculo miúdo não
era culpado, mas dificultava a marcha, 4. (EAGS/14 B) Assinale a alternativa em
e o vaqueiro precisava chegar (...)” que a palavra em destaque é advérbio.
d) “A mãe cantarolava e fitava o filho. Es- a) A mãe falou séria com o filho.
tava cansada... Cantava e esperava b) Estávamos meio nervosos naquele dia.
que delicadamente os sonhos invadis-
sem os olhos inocentes e os doridos.” c) O professor tem uma fala pausada e
agradável.
2. (EAGS/15 B) Leia: d) Você fez um mau negócio ao comprar
A primeira montanha-russa invertida do aquela casa.
Brasil está deixando muita gente de cabelo
em pé. Na viagem de apenas um minuto e 5. (EAGS/14 A) Em “Ela saltou em meio da
meio, a 100 quilômetros por hora, os pas- roda, com os braços na cintura, (...) bam-
sageiros permanecem com as pernas sus- boleando a cabeça (...)”, a locução adver-
pensas, já que o trilho fica sobre a cabeça. bial destacada exprime a circunstância de
a) modo. b) tempo.
Assinale a alternativa em que os termos
classificam-se, respectivamente, como c) afirmação. d) intensidade.
locução adverbial de modo e locução
adverbial de lugar. 6. (EEAr BCT/14) Leia:
“Já brilha o fogo, companheiro (1) da noi-
a) na viagem de apenas um minuto e
te. Correm lentas, silenciosas no azul (2)
meio – de cabelo em pé
do céu as estrelas. Martim se embala (3)
b) a primeira montanha russa – sobre a docemente. (4) Por certo o espera a vir-
cabeça gem loura dos castos afetos.” (José de
c) os passageiros – com as pernas sus- Alencar, adaptado)
pensas
Assinale a alternativa que contém a nu-
d) de cabelo em pé – sobre a cabeça meração correspondente às palavras ou
expressões destacadas no texto classifi-
cadas como advérbio ou locução adver-
bial.

a) 1 e 2 b) 1 e 3
c) 3 e 4 d) 2 e 4

69
Introdução à Gramática

7. (EEAr/13) Leia: a) modo, intensidade e finalidade.


I. Aqui as crianças estudam a flora e a b) negação, lugar e intensidade.
fauna ao vivo. c) modo, modo e intensidade.
II. Em Pernambuco, as mudanças come- d) negação, modo e negação.
çaram em 1984.
III. Alunos fazem livro em Florianópolis. 10. (EAGS/13 B) Assinale a alternativa em
que a expressão destacada não se classi-
Em relação a essas frases, assinale a alter- fica como locução adverbial.
nativa que apresenta a afirmação correta. a) Solitário andava a esmo.
a) Em I, II e III aparecem locuções adver- Muitas crianças ainda morrem de
b)
biais que expressam circunstância de fome devido à desnutrição.
lugar. c) As políticas salariais sempre benefi-
b) Em II, aparecem duas locuções adver- ciam os trabalhadores de maior po-
biais: de lugar, Em Pernambuco, e de der aquisitivo.
tempo, em 1984. d) Um dos preceitos do estatuto familiar,
c) Em I, aparece uma locução adverbial: em minha casa, era que rapazes não
aqui, que expressa circunstância de deveriam ficar à toa, por tempo ne-
lugar. nhum e a nenhum pretexto.
d) Em III, há locução adverbial de modo.
11. (EEAr BCT/13) Coloque C para certo
ou E para errado em relação à classifica-
8. (CFT/13) Leia:
ção das circunstâncias expressas pelo ad-
Amor é dado de graça, vérbio ou pela locução adverbial em des-
é semeado no vento, taque. Em seguida, assinale a alternativa
com a sequência correta.
na cachoeira, no eclipse.
I- “Quero ser feliz/ Nas ondas do mar.”
Amor foge a dicionários (modo)
e a regulamentos vários. II- “Se és fogo, como passas branda-
mente?” (lugar)
As locuções adverbiais em destaque ex-
pressam, respectivamente, circunstân- III- “Vinham todos em manada/ um sim-
cias de ples, outro doutete.” (modo)
IV “Triste Bahia! Oh quão dessemelhan-
a) modo e tempo. te/ Estás, e estou do nosso antigo esta-
b) tempo e tempo. do!” (modo)
c) lugar e modo. a) E – E – C – E b) C – C – C – E
d) modo e lugar. c) E – E – E – C d) E – C – E – C

9. (EAGS/13 B) Leia: 12. (CESD/13) Em qual alternativa o advér-


bio em destaque indica tempo?
“Viramundo estranhamente se recusa-
va a comer. Afastarase e contemplava a) Possivelmente irei assistir às Olimpí-
em silêncio a paisagem. Havia nela algo adas em 2016.
vagamente familiar”. b) Os times brevemente irão comemorar
suas vitórias.
Os advérbios destacados acima indicam, c) Os exercícios físicos foram executa-
respectivamente, as circunstâncias de dos cuidadosamente.
d) Alguns participantes da corrida che-
garam demasiadamente atrasados.
70
Classes gramaticais

13. (EEAr/12 B) Marque a alternativa em que 16. (EAGS/12 B) Em qual alternativa o par
a classificação do advérbio em destaque de advérbios em destaque não indica a
está incorreta. mesma circunstância?
a) “Provavelmente sinhá Vitória não es- a) Como bem e não durmo mal.
tava regulando.” (dúvida)
b) Em verdade, pouco apareço e menos
b) “Os bons vi sempre passar/No mundo falo.
graves tormentos” (tempo)
c) Enfim, agora, como outrora, há aqui o
c) “Os rios que correm aqui / têm água mesmo contraste da vida anterior.
vitalícia.” (lugar)
d) Às vezes, cantarolava, sem abrir a
d) “Declarei muito verdadeiro e grande o boca, algum trecho ainda mais idoso
amor que eu tinha a ela.” (modo) que ele.

14. (CFC/13) Assinale a alternativa em que o 17. (EEAr 2/11 B) Leia:


termo destacado classifica-se como locu-
A bela moça estava na rodoviária, num
ção adverbial.
dia claro de verão, encostada em uma
a) Apareceu de súbito, assustando a to- grade. Vestia uma saia azul e blusa bran-
dos. ca e tinha no pescoço uma gargantilha
preta. Segurava um livro velho e amare-
b) Apareceu, ou melhor, despencou do
lado. Era uma figura misteriosa.
nada.
c) Apareceu na vila como homem de co- No texto acima, há quatro locuções adver-
ragem. biais. Assinale a alternativa que apresenta,
correta e respectivamente, as circunstân-
d) Apareceu para ela, durante muito tem-
cias que essas locuções expressam.
po, em sonhos.
a) lugar, tempo, lugar, lugar.
15. (CFC/12) Assinale a alternativa em que o ad-
vérbio de intensidade modifica outro advérbio. b) lugar, lugar, lugar, tempo.

a) “A época do ano favorecia. As pessoas c) tempo, lugar, tempo, lugar.


passavam umas pelas outras tão solí- d) tempo, tempo, lugar, tempo.
citas, que parecia o espírito de Natal se
fazer presente.” 18. (EAGS/11 B) Leia esta estrofe:
b) “No dia seguinte almoçamos num res- Alma minha gentil que te partiste
taurante (...); depois, num bar, fiquei a
alisar ternamente a sua mão fina, de Tão cedo desta vida descontente
veias azuis.” Repousa lá no céu eternamente
c)
“O momento da despedida chega- E viva eu cá na terra sempre triste.
ra. Ela queria ficar mais, abraçar-lhe...
(Luís de Camões)
Mas, contida, muito perto disse adeus
– e se foi.” É correto afirmar que
d)
“Diante de olhares boquiabertos, o a) a estrofe possui três advérbios de tem-
grandioso monumento desmoronou po.
fragorosamente.”
b) não há advérbio de intensidade na
estrofe.
c) há, na estrofe, dois advérbios de lugar
e um de modo.
d) tão cedo, desta vida, no céu e na terra
são locuções adverbiais.

71
Introdução à Gramática

19. (EEAr 1/10 B) Leia: 6. PRONOMES


Alma minha gentil, que te partiste Acompanham ou substituem o substanti-
vo, caracterizando as pessoas do discurso,
Tão cedo desta vida descontente isto é, pessoa que fala (1ª), com quem se
Repousa lá no Céu eternamente, fala (2ª) ou de quem se fala (3ª).
E viva eu cá na terra sempre triste
OBS: Quando o pronome acompanha o
substantivo é denominado pronome adje-
Assinale a alternativa que apresenta uma
tivo (adjunto adnominal); quando substitui,
afirmação incorreta sobre os termos é pronome substantivo.
destacados no texto.

a) O advérbio cedo exprime o mesmo CLASSIFICAÇÕES:


tipo de circunstância que os advérbios
eternamente e sempre. 1. PESSOAIS:
b) lá e triste são advérbios: o primeiro ex- CASO RETO: Exercem essencialmente a
prime circunstância de lugar, e o se- função de sujeito; no entanto quando pre-
gundo, de modo. posicionados, exercerão a função de com-
c) tão é um advérbio de intensidade que plemento (nominal ou verbal) e tornar-se-ão
está modificando o advérbio de tempo pronomes pessoais do caso oblíquo tônico.
cedo. Singular plural
d) lá e cá são advérbios que exprimem 1ª pessoa EU NÓS
circunstância de lugar.
2ª “ TU VÓS
20. (CFC/03) Em “Pesquisamos aqueles as- 3ª “ ELE (A) ELE (A) (S)
suntos passo a passo”, a expressão desta-
cada classifica-se como locução CASO OBLÍQUO: Exercem basicamente a
a) adverbial b) verbal função de complemento.

c) adjetiva d) substantiva Átonos (sem preposição)


1ª ME NOS

GABARITO 2ª TE VOS
3ª LHE, SE, O (A) LHES, SE, OS (A)
01. C 13. D
02. D 14. A OBS1: Os pronomes “o(a)(s)” só po-
03. B 15. C dem substituir termos sem preposição.
04. B 16. D Quando postos após verbo terminado em r,
05. A 17. A s, z, retira-se tais consoantes, e se acres-
06. C 18. A ce junto aos pronomes a consoante l.; se
07. B 19. B postos após verbos terminados em m ou
08. D 20. A ão, acresce-se a consoante n junto a tais
09. C pronomes.
10. C
11. A
OBS2: O pronome “lhe(s)” só pode subs-
12. B
tituir termo preposicionado equivalente
à pessoa, isto é, não pode substituir coisa.

OBS3: Tais pronomes exercerão a função


de sujeito de verbo no infinitivo quando es-
tiverem contextualizados com verbos cau-

72
Classes gramaticais

sativos (deixar, mandar, fazer) ou sensitivos ◆◆VOSSA MAGNIFICÊNCIA


(ver, ouvir, sentir). reitores de universidades.

Tônicos (com preposicão) ◆◆VOSSA MAJESTADE


MIM, COMIGO reis e imperadores.
CONOSCO, NÓS
◆◆VOSSA EXCELÊNCIA REVERENDÍS-
TI, CONTIGO SIMA
CONVOSCO, VÓS bispos e arcebispos
SI, CONSIGO, ELE(A)
◆◆VOSSA PATERNIDADE
SI, CONSIGO, ELES(A) abades e superiores de conventos.

OBS1: Os pronomes “eu/tu” serão utilizados ◆◆VOSSA REVERÊNCIA


após a preposição quando forem sujeitos de
(REVERENDÍSSIMA)
verbo no infinitivo(r); pois os pronomes “mim/
ti” não podem agir como sujeito, isto é, não sacerdotes.
podem praticar ação expressa por verbo.
◆◆VOSSA SANTIDADE
OBS2: As formas desenvolvidas “com papa.
nós/vós” podem ser utilizadas quando es-
tiverem antecedendo os denominados ter- ◆◆VOSSA SENHORIA
mos reforçativos (todos, ambos, mesmos, funcionários públicos, graduados e ofi-
próprios, outros, qualquer numeral...). ciais até coronel.

1.1. PRONOMES REFLEXIVOS: Caracte- ◆◆VOCÊ (oriundo de VOSSA MERCÊ)


rizam que o sujeito pratica e sofre a ação tratamento informal, familiar.
simultaneamente. São representados por
pronomes pessoais do caso oblíquo, com
exceção de lhe(s), o(a)(s). ◆◆SENHOR(A).
Mulheres casadas ou pessoas mais velhas.
1.2. PRONOMES RECÍPROCOS: Caracteri-
zam troca de ação, isto é, ação mútua entre ◆◆SENHORITA
duas ou mais pessoas.
Mulheres solteiras.
OBS: Os pronomes “si, consigo” serão
obrigatoriamente reflexivos ou recíprocos, OBS1: Utilizamos SUA em lugar de VOSSA
por isso só aceitarão sujeito de 3ª pessoa. para caracterizar ausência da autoridade,
isto é, quando se fala com alguém a respei-
to da autoridade.
1.3. PRONOMES DE TRATAMENTO: Forma
cerimoniosa com a qual se tratam determi- OBS2: Em referência a um pronome de tra-
nadas autoridades: tamento, o verbo e os pronomes possessi-
vo e pessoal devem ser de terceira pessoa.
◆◆VOSSA ALTEZA
2. POSSESSIVOS:
príncipes, duques.
Singular Plural
◆◆VOSSA EMINÊNCIA 1ª pessoa MEU(A)(S) NÓSSO(A)(S)
cardeais.
2ª “ TEU(A)(S) VÓSSO(A)(S)
◆◆VOSSA EXCELÊNCIA 3ª “ SEU(A)(S)
altas autoridades do governo e oficiais
generais.

73
Introdução à Gramática

OBS: Os pronomes me, te, lhe, nos, vos, a) mim, eu, mim, eu
lhes são caracterizados como possessi-
vos, quando estiverem dando idéia de pos- b) eu, mim, eu, mim
se em relação a um substantivo. Tal fato c) eu, mim, mim, eu
ocorre geralmente em referência à parte
do corpo ou objeto de uso pessoal. Nes- d) mim, eu, eu, mim
se caso exercerão a função sintática de ad-
junto adnominal. 4. (CFC/13) Assinale a alternativa que
preenche correta e respectivamente as la-
cunas em Devolvo- ____ estas cartas para
comprovar que não existe mais nada entre
____ e ____.
EXERCÍCIOS a) te – eu – ti b) lhe – eu – tu
c) te – mim – ti d) lhe – mim – tu
1. (CFT/15) Observe:
I. Não pode haver segredos entre mim e ti. 5. (EEAr BCT/12) Assinale a alternativa em
que o emprego do pronome em destaque
II. Sou amigo de Ana há anos. Conheci ela
está incorreto.
na infância.
a) Para mim viajar é sempre um prazer.
III. Não gostava mais do marido: queria ver
ele sofrendo. b) De vez em quando surgem divergên-
cias entre ti e ela.
IV. Meu pai orientava-me constantemente e
dizia para eu levar a vida mais a sério. c) Durante as apresentações, é difícil dei-
xarem eu expressar meu raciocínio.
De acordo com a norma culta, o emprego
dos pronomes pessoais em destaque está d) O chefe realizou uma reunião extraor-
correto apenas em dinária para falar com nós todos.
a) I e II. b) I e IV. c) II e III. d) III e IV.
6. (CFC/12) Assinale a alternativa que
preenche corretamente as lacunas do tre-
2. (EEAr/14 A) Em que frase há o correto
cho.
emprego do pronome pessoal, de acordo
com a norma culta? Não trouxe o dinheiro _____. Entre _____
e ele havia desconfiança.
a) Não saia sem eu.
b) Ele é contra mim participar do grupo. a) com si, mim b) consigo, mim
c) Não há nenhum segredo entre mim e c) com ele, eu d) consigo, eu
você.
7. (CESD/12) Em qual alternativa o pronome
d) Ele terá de ir com nós para o baile de
pessoal oblíquo não está empregado de
formatura.
acordo com a norma culta da língua?
3. (CFC/14) Leia: a) Entre mim e você, existem assuntos
mal resolvidos.
Ela pediu para ______ não procurá-la
mais, porém, entre ______ e ela, há alguns b) Para mim, nada justifica sua atitude
detalhes que precisam ser esclarecidos. violenta.
Para ______, a discussão ainda não se c) Empresta teu livro de Matemática para
encerrou, mas algumas pessoas disseram mim.
para ______ não tocar mais no assunto.
d) Empresta teu livro de História para mim
Qual das alternativas completa, correta ler.
e respectivamente, as lacunas do texto
acima?

74
Classes gramaticais

8. (EEAr 2/11 B) Considere os pronomes 11. (EAGS 2/09 B) Coloque C (certo) ou E


das frases: (errado) para o emprego dos pronomes
pessoais, segundo a norma culta. A seguir,
I- Senhor Ministro, gostaria de vos colo-
assinale a alternativa com a sequência cor-
car uma pergunta: Sua Excelência acre-
reta.
dita realmente que Vossa Majestade, a
rainha, aceitará as denúncias? ( ) O chefe retirou-se da sala para eu
apresentar o novo trabalho à equipe.
II- Devo alertar-te que, devido à falta de
confiança entre mim e ti, tivemos muitas ( ) Assim que cheguei ao cinema, man-
falhas no ensaio da peça teatral. daram-me entrar, pois o filme estava co-
meçando.
III- Pediram para mim marcar a data da via-
gem ao México, mas antes quero encon- ( ) Se você chegar cedo para o trabalho,
trar os amigos para combinar os detalhes. eu vou te ajudar.
( ) Vossa Excelência apresentará vosso
Está (ão) de acordo com o padrão culto
projeto na Assembleia Legislativa hoje?
da língua apenas
a) E, E, C, C
a) I e II. b) II e III. c) I d) II.
b) C, C, E, E
9. (EAGS 1/10 B) Com relação ao emprego c) E, C, E, C
correto dos pronomes em destaque, marque
d) C, E, C, E
C para certo, E para errado e, em seguida, as-
sinale a alternativa com a sequência correta.
12. (EEAr BCT/09) Assinale a alternativa em
( ) Meu pai trouxe chocolates para mim que não ocorre erro quanto ao emprego
comer. dos pronomes destacados.
( ) A professora ficou aborrecida com a) Levaram-os à delegacia e prenderam-
nós todos. -os.
( ) É melhor que não pairem dúvidas en- b) Ninguém interfira na discussão. Isso é
tre ti e ele. entre mim e a Lúcia.
( ) Esse dinheiro é para ti pagares tua c) Esperem um pouquinho; vamos se ar-
faculdade. rumar em dez minutos.
a) C-E-E-C b) E-C-C-E d) Carlos, você trouxe aquele elogiado ro-
mance para mim ler?
c) C-E-C-E d) E-E-C-C
13. (EEAr 2/08 B) Assinale a alternativa em
10. (CFT/10 B) Assinale a alternativa em que
que o pronome oblíquo está incorreta-
o uso do pronome em destaque está incor-
mente empregado, segundo a norma culta.
reto, segundo a norma culta.
a) Eles saíram com nós à hora do almoço.
a) O gerente da empresa pediu para eu
participar da reunião de diretoria. b) Na aula, não houve dúvidas para eu sa-
nar.
b) Entre você e mim, há enormes diferen-
ças com relação à postura diante dos c) Entre mim e você há uma relação pro-
problemas. fissional.
c) Não se preocupe com meu desempe- d) Compraram os livros e guardaram-nos
nho, pois eu estou dando o melhor de na estante por muito tempo.
si neste trabalho.
d) Não devemos apenas nos preocupar
com nós mesmos; precisamos ajudar
os que nos cercam.

75
Introdução à Gramática

14. (EAGS/08 B) Assinale a alternativa incor- 18. (CFC/06) Complete as lacunas com os
reta com relação ao emprego do pronome. pronomes pessoais adequados e assinale a
alternativa com a sequência correta.
a) As instruções do formulário diziam que
era para mim assinar. As crianças irão _________ para a aula.
b) Para mim discutir futebol é perda de Ela só fala de _________ mesma.
tempo.
Leonor trouxe um presente para
c) De mim todos esperavam sempre o _________.
melhor.
a) conosco, si, nós
d) Tudo ficou resolvido entre mim e ela.
b) com nós, ela, nos

15. (CFC/08) Observe o diálogo abaixo: c) com eles, ela, nós

– Luís, você coloca uma música clássica d) consigo, si, nos


para ___ ouvir enquanto ___ arrumo?
19. (EAGS/05 BET) Assinale a alternativa
– Ótima idéia, Sílvia. Ouvir música vai ser
em que está correto o emprego do prono-
bom para ___ também; assim vou relaxar,
me segundo a norma culta.
pois a discussão entre ___ e meu chefe
foi estressante. a) Esperem-nos um minuto que vamos se
vestir e já voltamos.
Marque a alternativa com a sequência
b) As crianças só poderão viajar com nós
que preenche corretamente, de acordo
todos.
com a língua culta, as lacunas acima.
c) Não mais nada pendente entre eu e ele.
a) mim, se, eu, eu
d) O professor pediu para mim ler dois li-
b) eu, me, eu, mim vros por mês para melhorar a escrita.
c) mim, se, mim, eu
20. (EEAr 1/05 B) De acordo com a norma
d) eu, me, mim, mim culta, coloque C (certo) ou E (errado) para
os pronomes pessoais nas orações abai-
16. (EEAr 1/07 B) Os termos destacados xo e assinale a alternativa com a sequência
em “ Minha casa nova é tão bonita quan- correta.
to aquela em que nasci.”classificam – se ,
1- Entre mim e você poderá surgir uma
respectivamente, como pronomes.
grande amizade.
a) substantivo – substantivo
2- Aquele documento seria para mim as-
b) substantivo – adjetivo sinar.
c) adjetivo – adjetivo 3- Os sobrinhos dela sempre viajam com
d) adjetivo - substantivo nós todos.
4- Ana pediu para eu devolver o livro à
17. (CFC/07) Assinale a alternativa em que biblioteca.
a sequência corretamente as lacunas em:
“Quando saíres, leva-me ______ , pois nos- a) E – C – C – E b) E – E – C – C
so pai deixou uma grande quantia para c) C – C – E – E d) C – E – C – C
______ depositar.Será que não é melhor o
motorista ir ______ dois?”.
a) consigo, eu, conosco
b) contigo, mim, com nós
c) consigo, mim, conosco
d) contigo, eu, com nós

76
Classes gramaticais

21. (CFC/05) De acordo com a norma cul- 3. DEMONSTRATIVOS:


ta, o pronome destacado foi empregado in-
corretamente em: 1ª pessoa ESTE(A)(S); ISTO
a) Vocês querem ir com nós? 2ª “ ESSE(A)(S); ISSO
b) Esse fato não será esquecido por mim. 3ª “ AQUELE(A)(S); AQUILO

c) Não havia nada para eu fazer nas fé- O(A)(S) (geralmente antecedendo o prono-
rias. me relativo que ou a preposição de).
d) Aqueles rapazes vivem discutindo en- MESMO/PRÓPRIO; TAL/SEMELHANTE
tre si.
EMPREGO DOS DEMONSTRATIVOS
22. (CFT/05) Leia: Os pronomes demonstrativos podem
“De ti, meu grande amigo, ser empregados nas seguintes situa-
ções(planos):
Eu nunca esquecerei (...)
3.1. PLANO ESPACIAL: Situam o substan-
A ti, meu grande amigo, tivo ao qual se referem de acordo com as
Dou uma rosa com ardor. pessoas do discurso:
ESTE(A)(S), ISTO: objeto próximo à pessoa
Espero que essa rosa
que fala (aqui).
Seja o fruto do nosso amor.” ESSE(A)(S), ISSO: objeto próximo à pessoa
com quem se fala (aí).
Assinale a alternativa que contém so-
mente os pronomes que no texto têm AQUELE(A)(S), AQUILO: objeto afastado
função de pronomes adjetivos. das duas pessoas do diálogo (lá, ali, acolá).

a) eu – ti – meu 3.2. PLANO TEMPORAL: Situam a ação no


presente, no pretérito ou no futuro.
b) meu – essa – nosso
ESTE(A)(S); ISTO: presente.
c) eu – essa – nosso
ESSE(A)(S); ISSO: passado ou futuro próximo
d) meu – nosso – ti
AQUELE(A)(S); AQUILO: passado distan-
te(geralmente acompanhado de palavras
como época, tempo).
GABARITO
01. B 17. D 3.3. PLANO CONTEXTUAL: Substituem algo
02. C 18. A que está citado no mesmo contexto.
03. C 19. B ESTE(A)(S); ISTO: Substituem algo citado
04. C 20. D após o pronome.
05. C 21. A ESSE(A)(S); ISSO: Substituem algo citado
06. B 22. B antes do pronome.
07. D AQUELE(A)(S); AQUILO: É utilizado junto
08. D com ESTE(A)(S); ISTO em referência a dois
09. B termos separadamente. Tal pronome subs-
10. C tituirá o 1º termo citado (o mais afastado).
11. B
12. B 4.INDEFINIDOS: ALGUM(A)(S), ALGUÉM,
13. A ALGO, BASTANTE(S),CADA, CERTO(A)
14. A (S), DEMAIS, MAIS, MUITO(A)(S), NADA,
15. D NENHUM(A)(S), NINGUÉM, OUTRO(A)(S),
16. D OUTREM, POUCO(A)(S), QUE, QUAL(S),
QUANTO(A)(S), QUALQUER(S),TANTO(A)

77
Introdução à Gramática

(S), TODO(A)(S), TUDO, VÁRIO(A)(S)... “CUJO(A)(S)”


LOCUÇÕES PRONOMINAIS: CADA UM(-
QUAL), QUALQUER UM, TODO AQUELE OBS1: O pronome “cujo” não aceita artigo
QUE, UM OU(E) OUTRO, SEJA QUAL(- junto a ele e concorda com o substantivo
QUEM) FOR... . que vem após.
OBS2: Tal pronome, ao ser substituído por
5.INTERROGATIVOS (INDEFINIDOS): São seu termo antecedente, o termo virá regido
empregados em frases interrogativas direta pela preposição “de”, pois dará a ideia de
ou indireta: QUE, QUEM, QUAL, QUANTO. posse em relação ao substantivo que vem
após ele, além do que o termo anteceden-
6.RELATIVOS: Substituem um substantivo te será colocado após o substantivo junto
ou pronome anteriormente citado (chama- ao qual concede a ideia de posse no ato do
do termo antecedente) em um período com- desenvolvimento da 2ª oração.
posto porque ligam orações, isto é, agem OBS3: Segundo algumas Gramáticas, só
como conectivo. São eles: exercerá a função de “adjunto adnominal”; no
INVARIÁVEIS: QUE, QUEM, ONDE. entanto, na Língua Portuguesa, poderá exer-
cer a função de “complemento nominal”.
VARIÁVEIS: O QUAL, QUANTO, CUJO.
OBS4: Ao se transformar dois períodos
OBS1: As palavras COMO e QUANDO tam- simples em um período composto, será
bém podem ser caracterizadas como pro- obrigatório o emprego de “cujo” quando o
nomes relativos, nessa condição, exercerão termo semelhante a ser substituído estiver
a função de adjunto adverbial de modo e de regido pela preposição “de” relacionado a
tempo respectivamente. um substantivo.

OBS2: Os pronomes “cujo, o qual” serão


exclusivamente pronomes relativos.

OBS3: Os pronomes “que, quem”, na condi-


EXERCÍCIOS
ção de pronome relativo, aceitarão substitui-
ção por “o(a)(s) qual(is)”. Exceção: Quando 1. (EEAr 2/16 B) Assinale a opção que com-
o termo antecedente do pronome “que” for o pleta correta e respectivamente as lacunas
pronome demonstrativo “o(a)(s)”. da frase seguinte.
OBS4: O pronome relativo tem como função “Os artistas populares e o fã formam
básica evitar a repetição de termos seme- uma relação de amor não correspondido:
lhantes. Diante de tal característica, serve ______ representam a pessoa mais amada
para transformar dois períodos simples que da relação, por outro lado, ______ repre-
apresentam termos semelhantes em um senta a parte que ama e se anula em rela-
único período composto por duas orações. ção ao outro.”
OBS5: O pronome “quem” virá obrigato- a) estes - este b) aqueles - este
riamente regido por preposição, com isso, c) estes - aquele d) aqueles - esse
não poderá exercer a função de sujeito e, ao
completar o sentido de um verbo transitivo
direto, será objeto direto preposicionado. 2. (EEAr 1/16 A) No trecho “Fiz todo o traba-
lho com a máxima força de que era capaz.”,
OBS6: O pronome “onde” aceitará a subs- o termo grifado é classificado como
tituição por “em que/ no(a)(s) qual(is)” e
a) pronome relativo.
exercerá sempre a função de adjunto adver-
bial de lugar o que justifica a presença obri- b) conjunção subordinativa.
gatória da preposição “em”.
c) conjunção coordenativa.
OBS7: O pronome “quanto”, na condição d) pronome interrogativo.
de pronome relativo, terá como termo ante-
cedente um pronome indefinido.

78
Classes gramaticais

3. (EEAr 1/16 B) Assinale a alternativa em 6. (EAGS/15 B) As frases das alternativas


que o pronome grifado não modifica um abaixo compõem um trecho de um poema
nome. de Drummond. Assinale a única que con-
tém pronome.
a) Ninguém voltou para dar satisfação.
a) Penetra surdamente no reino das pa-
b) Todo dia ela vem com essa conversa.
lavras.
c) As crianças ficaram ali por pouco tempo.
b) Lá estão os poemas que esperam ser
d) Convocaram a mesma equipe para o escritos.
torneio.
c) Estão paralisados, mas não há deses-
pero.
4. (EAGS/16 B) Qual a classificação dos
pronomes destacados na frase abaixo? d) Há calma e frescura na superfície intata.
“Era uma luta enorme a que ia se travar;
7. (EEAr BCT/14) Leia:
o índio o sabia, e esperou tranquilamente,
como da primeira vez.” (J. Alencar) “Tudo nela era atenuado e passivo. O
próprio rosto era mediano, nem boni-
a) Demonstrativos.
to nem feio. Era o que chamamos uma
b) Oblíquos átonos. pessoa simpática. Não dizia mal de nin-
c) Demonstrativo e oblíquo átono, res- guém, perdoava tudo. Não sabia odiar;
pectivamente. pode ser até que não soubesse amar.”

d) Oblíquo átono e demonstrativo, res- (Machado de Assis, Missa do galo)


pectivamente.
Qual das classificações abaixo não se
refere a nenhum dos pronomes destaca-
5. (EEAr BCT/15) Assinale a alternativa que
dos no texto?
completa, correta e respectivamente, as la-
cunas. a) Relativo b) Indefinido
I. Entre ____ e ____, não há qualquer possi- c) Possessivo d) Demonstrativo
bilidade de reconciliação.
II. O aluno ____ redação continha muitas in- 8. (EEAr BCT/14) Leia:
coerências foi desclassificado.
A cidade de Aparecida, onde foi encon-
III. ____ livro que trago nas mãos é o ro- trada a imagem de Nossa Senhora, à
mance A mulher que escreveu a Bíblia, de qual são atribuídos muitos milagres, fica
Moacyr Scliar. intransitável na festa da Padroeira do
Brasil, que ocorre no dia doze de outubro.
IV. No sobrado ____ morava, havia duas
janelas ovaladas as quais pareciam olhos Em relação aos pronomes relativos em
que nos espiavam. destaque, é correto afirmar que
V. Ao circular pela obra, o pedreiro cons- a) “onde” está empregado incorretamen-
tatou que, sobre as bancadas, havia ferra- te, pois ele não pode representar um
mentas ____ dono ele desconhecia. lugar, espaço físico.
a) eu, tu, cuja, Este, onde, cujo o b) “que” está corretamente empregado
e representa o antecedente “festa da
b) mim, ti, cuja, Este, onde, cujo
Padroeira do Brasil”.
c) eu, ti, que a, Esse, aonde, que o
c) a preposição “em” deveria preceder
d) mim, tu, que a, Esse, aonde, que o o “que”, por isso há erro no emprego
desse pronome.
d) “à qual” está corretamente empregado
e representa o antecedente “A cidade
de Aparecida”.
79
Introdução à Gramática

9. (CESD/14) Leia: 12. (CESD/13) Observe:


Visitei a igreja. Você se casou naquela 1- Trouxe hoje a pesquisa que prometi a
igreja. você.
2- A vida é tão bela que chega a dar
Ao unir, com pronome relativo, as ora-
medo.
ções acima, fica incorreta a alternativa.
3- Os pensamentos que não caminham,
a) Visitei a igreja onde você se casou. ficam doentes.
b) Visitei a igreja em que você se casou. 4.- Vá caminhando rápido, que eu não
c) Visitei a igreja na qual você se casou. demoro.

d) Visitei a igreja em quem você se casou. Em quais frases acima a palavra “que”
classifica-se como pronome relativo?
10. (EAGS/13 B) Assinale a alternativa in-
correta em relação ao emprego do prono- a) 1 e 3. b) 1 e 4. c) 2 e 3. d) 2 e 4.
me relativo onde.
13. (EEAr/13 B) O pronome indefinido está
a) Na Bolívia oriental, onde o jaguar é um
em destaque em:
bicho comum, os homens ainda hoje
partem para a caça desse animal, ar- a) “Todos aguardavam sua chegada. E
mados unicamente com uma lança de eis! Menos jovial que a imagem con-
madeira. gelada na lembrança.”
b) Há uma crença onde se acredita que b) “Com a lupa em punho, levei um susto:
alguns homens possam se transformar então essa era a cara de um inseto de-
em jacarés. baixo da lente?”
c) O prédio onde morava fora demolido, c) “A moça para quem entregaria seu co-
pois sua construção era irregular. ração passara por ele reluzente; tanta
beleza deixava-o tonteado.”
d) Já foi terminada a casa onde ficaremos
alojados até o final do curso. d) “Inclino a cabeça para o segredo que
ela vai me contar; sou invadida por
11. (EAGS/13 B) Em que alternativa a pala- sentimentos... Alguns são leves; ou-
vra em destaque é classificada como pro- tros, difíceis!”
nome?
14. (EEAr BCT/13) Marque a alternativa em
a) Aquela questão da prova não estava
que o pronome em destaque está correta-
certa.
mente empregado na frase.
b) Mudanças certas não ocorrem em ho-
a) Entre eu e ele nunca mais existirá con-
ras certas.
fiança.
c) Certas cidades oferecem excelente
b) Durante toda minha vida, eu sempre se
educação pública.
virei sozinho.
d) As decisões certas nas horas certas
c) Meu desejo é este: garantir com ho-
facilitam o trabalho cotidiano.
nestidade o sustento de nossa família.
d) – Sua Excelência, posso opinar sobre
o assunto? – perguntou o funcionário.

80
Classes gramaticais

15. (EEAr BCT/13) Leia: tram os caminhos que não devem voltar
a ser trilhados.”
As televisões 3D já chegaram ao merca-
do brasileiro.
São pronomes indefinidos
A tecnologia dessas televisões atrai mui-
tos consumidores. a) muitos, outros e todos.
b) porque, muitos e certos.
Transformando os períodos simples num
período composto por subordinação c) maior, sempre e outros.
(oração principal + oração adjetiva), tem- d) todos, certos e sempre.
-se a construção correta na alternativa:
18. (CFC/11) Relacione as colunas quanto
a) As televisões 3D, que a tecnologia atrai
à classificação dos pronomes destacados.
muitos consumidores, já chegaram ao
Em seguida, assinale a alternativa com a
mercado brasileiro.
sequência correta.
b) As televisões 3D, cuja tecnologia atrai
(1) interrogativo
muitos consumidores, já chegaram ao
mercado brasileiro. (2) demonstrativo
c) As televisões 3D, as quais a tecnologia (3) possessivo
atrai muitos consumidores, já chega- (4) relativo
ram ao mercado brasileiro.
d) As televisões 3D, onde a tecnologia ( ) O moço de quem gosto viajou.
atrai muitos consumidores, já chega- ( ) Não sei quem esteve aqui.
ram ao mercado brasileiro.
( ) Ser livre é o que importa.
16. (EAGS/11 B) Leia: ( ) Voltarei para minha rede.
Camilo pegou-lhe nas mãos, e olhou a) 1, 3, 4, 2 b) 3, 2, 1, 4
para ela sério e fixo. Jurou que lhe queria
muito, que os seus sustos pareciam de c) 4, 1, 2, 3 d) 2, 4, 3, 1
criança; em todo caso, quando tivesse
algum receio, a melhor cartomante era 19. (EAGS 2/10 A) Observe:
ele mesmo. Do Caeté a Vila Rica
Com relação ao número de pronomes tudo ouro e cobre!
destacados no texto acima, é correto O que é nosso vão levando
afirmar que há
E o povo aqui sempre pobre!
a) três possessivos.
Os pronomes em destaque classificam-
b) dois indefinidos. -se, respectivamente, como:
c) dois demonstrativos.
a) demonstrativo, pessoal, interrogativo
d) quatro pessoais do caso reto.
b) demonstrativo, relativo, interrogativo
17. (EEAr BCT/11) Leia: c) indefinido, demonstrativo, relativo
“Albert Einstein, Ernest Rutherford e mui- d) indefinido, pessoal, relativo
tos outros são gênios não porque esti-
vessem certos sempre, mas porque suas
certezas mudaram o rumo da ciência.
Thomas Edison, o maior inventor de to-
dos os tempos, dizia que os erros mos-

81
Introdução à Gramática

20. (CFT/02) Assinale a alternativa em que a a) Eu li um livro de ficção científica o qual


palavra em destaque é pronome. me levou a pensar no futuro.
a) O homem que chegou é meu amigo. b) Eu li um livro de ficção científica no
b) Notei um quê de tristeza em seu rosto. qual me levou a pensar no futuro.

c) Disse que não chegaria a tempo. c) Eu li um livro de ficção científica onde


me levou a pensar no futuro
d) Ela tem que dar uma resposta até amanhã.
d) Eu li um livro de ficção científica por
que me levou a pensar no futuro.
21. (EAGS 1/10 B) Em qual alternativa a
classificação do pronome destacado está
incorreta? 24. (EAGS 1/09 B) Em qual das alternativas
o pronome destacado foi empregado in-
a) Estão querendo saber qual foi o resul- corretamente?
tado do jogo. (interrogativo)
a) Este é o projeto, que será desenvolvido
b) Homem algum precisa apenas de di- no próximo ano.
nheiro para viver. (indefinido)
b) Visitei a cidade cujo prefeito foi preso
c) Tais queixas, certamente todos já as fi- por atentado ao pudor.
zeram.
c) Os alunos visitaram a cidade onde Eu-
(demonstrativo) clides da Cunha construiu uma ponte.
d) A vida é um cárcere, cuja chave é a d) Seu olhar se fixou no corrimão da es-
morte. (pessoal) cada, onde degraus não voltaria a pi-
sar jamais.
22. (EAGS 2/09 B) Leia:
“Preso a canções 25. (CFC/09) Observe:
Entregue a paixões “Meu caminho pelo mundo
Que nunca tiveram fim Eu mesmo faço
Vou me encontrar Quem sabe de mim sou eu
Longe do meu lugar Aquele abraço.”
Eu, caçador de mim.” Em qual das alternativas os pronomes
em destaque estão correta e respectiva-
Assinale a alternativa com o número cor- mente classificados?
reto de tipos de pronome presentes no
trecho de música acima. a) possessivo, demonstrativo, pessoal do
caso oblíquo, pessoal do caso reto
a) 3 pessoais, 1 relativo, 1 possessivo
b) pessoal do caso oblíquo, possessivo,
b) 2 pessoais, 2 relativos, 1 possessivo demonstrativo, pessoal do caso reto
c) 4 pessoais, 1 indefinido, 1 demonstrativo c) demonstrativo, pessoal do caso oblíquo,
d) 5 pessoais, 2 demonstrativos, 1 indefinido pessoal do caso reto, demonstrativo
d) possessivo, pessoal do caso reto, de-
23. (EAGS 2/09 A) Leia: monstrativo, pessoal do caso oblíquo
Eu li um livro de ficção científica. O livro
me levou a pensar no futuro.

Transformando-se os dois períodos aci-


ma em um só, assinale a alternativa que
faz o correto uso do pronome relativo.

82
Classes gramaticais

26. (CFC/09) Observe o emprego dos pro- a) Aquela é Juliana, por quem fui apaixo-
nomes nas frases: nado.
I- Os velhos amigos vivem discutindo en- b) Aquela é Juliana, que fui apaixonado.
tre si. c) Aquela é Juliana, a qual fui apaixonado.
II- Este é o plano: descobrir o segredo d) Aquela é Juliana, por cuja fui apaixonado.
do cofre.
III- As crianças foram com nós dois ao 29. (EAGS/07 B) Assinale a alternativa em
parque ontem. que ocorre o adequado emprego dos pro-
nomes destacados.
IV- Lá encontrei a moça cujo o pai é um
famoso escritor. a) Na sala entraram a mãe e seu filho:
esse gemia de dor; aquela chorava.
Quanto à norma culta, está(ão) incorre-
b)
Travou-se um terrível diálogo entre
to(s) apenas:
mim e o diretor.
a) I b) IV c) II e III d) III e IV c) Não há mais nada para mim ler à noite.
d) Quem vive aqui nesse nosso Brasil de
27. (CFT/09) Complete as lacunas com as
instável economia não pode fazer mui-
formas adequadas dos pronomes e, em
tos planos.
seguida, assinale a alternativa que contém
a sequência correta.
30. (EAGS/06 B) Observe a s frases seguin-
I- Termino por_________ reflexão: a so- tes:
berania e as leis não são mais do que a
I- O autor deste livro é desconhecido.
soma das pequenas porções de liberda-
de que cada um cedeu à sociedade. II- Este livro desperta no leitor curiosida-
de e indignação.
II- Quem poderia ter dado aos homens
o direito de decidir sobre a vida de seus Transformando estes dois períodos sim-
semelhantes? _________ direito não tem ples num período composto por subordi-
a mesma origem que as leis que prote- nação, a alternativa correta é:
gem o cidadão.
III- A sociedade verdadeiramente iguali- a) Este livro cujo autor é desconhecido
tária permanecerá como um sonho ina- desperta no leitor curiosidade e indig-
tingível enquanto não forem compreen- nação.
didas como fenômenos interdependen- b) Este livro de autor desconhecido des-
tes liberdade e legislação. _________ perta no leitor curiosidade e indigna-
deve ser o sustentáculo incorruptível so- ção.
bre o qual aquela deve repousar sobe-
rana. c) Este livro cujo é desconhecido desper-
ta no leitor curiosidade e indignação.
a) esta; Esse; Esta b) essa; Esse; Essa
d) Este livro que o autor é desconhecido
c) esta; Este; Essa d) esta; Este; Esta desperta no leitor curiosidade e indig-
nação.
28. (EEAr 1/08 B)
I- Aquela é Juliana.
II- Fui apaixonado por Juliana.
Se juntarmos as duas orações empre-
gando pronome relativo, a construção
correta do período é:

83
Introdução à Gramática

31. (EAGS/05 BET) Em “Adquirimos os li- 34. (CFT/02) Assinale a alternativa em que a
vros que nos indicaram, mas não conse- palavra em destaque é pronome.
gui os de literatura francesa, pois não os
a) O homem que chegou é meu amigo.
encontrei.”, os termos destacados classifi-
cam-se, respectivamente, em pronomes b) Notei um quê de tristeza em seu rosto.
a) indefinido e relativo c) Disse que não chegaria a tempo.
b) pessoal e indefinido d) Ela tem que dar uma resposta até ama-
nhã.
c) demonstrativo e pessoal
d) relativo e demonstrativo .
GABARITO
32. (EEAr 1/04) Observe:
I- Este é o livro. 01. B 13. D 25. A
02. A 14. C 26. B
II- Escrevi seu nome nas páginas do livro. 03. A 15. B 27. A
04. A 16. B 28. A
Juntando as duas orações num só perí-
05. B 17. A 29. B
odo, usando um pronome relativo, tere-
06. B 18. C 30. A
mos, de acordo com a Norma Culta:
07. C 19. C 31. C
a) Este é o livro em cujas as páginas es- 08. B 20. A 32. B
crevi seu nome. 09. D 21. D 33. C
10. B 22. A 34. A
b) Este é o livro em cujas páginas escrevi 11. C 23. A
seu nome. 12. A 24. D
c) Este é o livro sobre cujas as páginas
escrevi seu nome.
d) Este é o livro no qual, em suas páginas,
escrevi seu nome.

33. (EAGS/03) Assinale a alternativa em que


se observa o uso de um pronome relativo
que tenha, em qualquer contexto, função
exclusiva de pronome relativo.
a) Esperam-se soluções que sejam efica-
zes no combate ao analfabetismo.
b) Referiu-se ao escritor por quem de-
monstrava total admiração.
c) Não somos capazes de resolver os
problemas os quais garantiriam nossa
aprovação no vestibular.
d)
Parecia que havia esquecido tudo
quanto fora dito na reunião.

84
Capítulo 7

CONCORDÂNCIA NOMINAL

1. Adjetivo em referência a dois ou mais ADJUNTO ADNOMINAL


substantivos.Esse tipo de concordância re-
cebe dois nomes específicos: a) Depois dos substantivos: Nesse caso a con-
cordância é facultativa, isto é, tanto faz a lógica
*LÓGICA (RÍGIDA, GRAMATICAL): A con-
quanto a atrativa (dupla concordância).
cordância se dará com todos os substanti-
vos, isto.é, o adjetivo vai para o plural. Ex: O carro e a casa bonitos OU O carro e a
casa bonita.
Ex: O homem e a mulher honestos vencem.
b) Antes dos substantivos: Nesse caso pre-
OBS: Na concordância lógica, havendo um valece a concordância atrativa.
único substantivo masculino dentre outros Ex: Estudiosa aluna e aluno.
femininos, o adjetivo ficará obrigatoriamen-
te no masculino. Boa comida e vinho.

Ex: Comprou fogão, geladeira, cama e te- OBS: No entanto se o adjetivo estiver re-
levisão novos. lacionado a substantivos que caracterizam
nomes próprios ou parentescos, o plural far-
*ATRATIVA: O adjetivo concorda com o -se-á obrigatório.
substantivo mais próximo.
Ex: Os talentosos Renato Russo e Cazuza.
Ex: O homem e a mulher honesta vencem.
Os educados filho e sobrinho dela.
OBS: A concordância do adjetivo está con-
2. Adjetivos compostos (ligados por hífen):
dicionada a função sintática que esse este-
Varia somente o último adjetivo.
ja exercendo, a qual pode ser de predicati-
vo ou adjunto adnominal. Ex: Crises político-econômicas.
Mulheres luso-brasileiras.
PREDICATIVO Exceção: “surdo-mudo” variam ambos.
a) Depois dos substantivos: Nesse caso pre- Ex: Meninas surdas-mudas.
valece a concordância lógica
Ex: O carro e a casa são bonitos. (predicati- 3. Dois ou mais adjetivos no singular em re-
vo do sujeito) ferência a um substantivo

Considero o carro e a casa bonitos. (predi- a) O substantivo fica no plural se não houver
artigo junto ao último adjetivo.
cativo do objeto)
Ex: Os jogadores brasileiros derrotaram as
b) Antes dos substantivos: Nesse caso a
seleções alemã e italiana.
concordância é facultativa, isto é, tanto faz
a lógica quanto a atrativa (dupla concordân- Há uma grande diferença entre as culturas
cia). africana e oriental.
Ex: É estudiosa a aluna e o aluno. OU São b) O substantivo fica no singular somente se
estudiosos a aluna e o aluno. houver artigo antes do último adjetivo.
Considero boa a comida e o vinho. OU Ex: Os jogadores brasileiros derrotaram a
Considero bons a comida e o vinho. seleção alemã e a italiana.

85
Introdução à Gramática

Há uma grande diferença entre a cultura Obs: Quando houver mais de um substan-
africana e a oriental. tivo no contexto, tais palavras concordarão
geralmente com o substantivo (pronome)
4. Cores: As cores são adjetivos morfologi- não-preposicionado.
camente; no entanto, se um substantivo es- Ex: Todos estão com o José quites.
tiver exercendo tal função ficará invariável.
-Muito obrigada, agradeceu às profes-
Ex: Camisas vinho. soras a aluna.
Saias rosa. Seguem anexas à fotocópia do docu-
Ternos cinza. (não esquecendo que cinza é mento as observações.
o que resta após o fogo, consequentemen-
te, um substantivo.) 6. Alerta e menos: São invariáveis.
Ex: Os soldados estão alerta.
Obs: Após a expressão “cor de” vem sem-
pre um substantivo, por isso ficará invari- Mais amor e menos guerra.
ável.
Obs: “Menas” não existe na Língua Por-
Ex: Calças cor-de-rosa.
tuguesa.
Capas cor-de-abóbora.
7. Caro e barato: Se ligado ao verbo, fica
*Compostos: invariável (advérbio); se ligado ao substanti-
vo, concorda com esse em gênero e núme-
Ex: Peles moreno-claras.
ro (adjetivo).
Roupas verde-escuras.
Ex: As roupas custaram barato.
Segundo elemento um substantivo: Comprei roupas caras.
Ex: Paredes branco-gelo. Paguei caro, as roupas baratas.
Sandálias amarelo-ouro.
8. Só: Se igual a “somente, apenas” fica in-
variável (advérbio); se igual a “sozinho” (ad-
Obs: azul-marinho e azul-celeste ficam jetivo) concorda com o substantivo (prono-
sempre invariáveis. me).
Ex: Calças azul-marinho. Ex: Elas só(apenas) falavam coisas sérias.

5. Quite, leso, obrigado, incluso, anexo: Elas ficaram sós(sozinhas).


Concordam sempre com o substantivo Elas só queriam ficar sós.
(pronome) ao qual se referem.
Ex: Nós estamos quites; Maria está quite co- Obs: A expressão “a sós” fica sempre in-
migo. variável.
Lesa-pátria; leso-patriotismo. Ex: Eu precisava ficar a sós.
-Muito obrigadas, disseram as meninas;
9. Junto: Concorda com o substantivo(pro-
-Obrigados, agradeceram os rapazes.
nome).
Enviarei as notas inclusas; Os livros es-
Ex: Elas irão à praia juntas.
tão inclusos.
Seguem anexas as folhas; Anexos vão Obs: Se tal palavra estiver antecedendo as
os documentos. preposições “a, com, de”, dando idéia de
companhia, ficará invariável.
Obs: A expressão “em anexo” é sempre in-
Ex: Elas irão à praia junto com o (do, ao)
variável.
pai. (acompanhadas do pai)
Seguem em anexo as folhas; Em anexo vão
os documentos.

86
Concordância nominal

10. É proibido, é bom, é necessário...: Tais 2. (EEAr 1/16 B) Assinale a alternativa cor-
expressões ficam invariáveis se o substan- reta quanto à concordância do predicativo
tivo ao qual se referem não estiver antece- com o sujeito.
dido de artigo(pronome, numeral).
a) É proibido a pesca nesta lagoa.
Ex: Água é bom.
b) Estavam molhadas as calças e os sa-
É proibido entrada.
patos.
*No entanto, se o substantivo estiver an-
tecedido de artigo (pronome, numeral), c) O mar e o céu, no inverno, estavam es-
haverá concordância com ele. curo.

Ex: A água é boa. d) Vossa Excelência está enganada, Se-


nhor Ministro.
É proibida a entrada.
É necessária nossa contribuição. 3. (EAGS/16 A) Leia:
“Recordo-me bem dos bairros e ruas ve-
Obs: Havendo a presença de mais de um
substantivo, tais expressões farão referên- lhos da minha infância já distante... Trago
cia ao substantivo não preposicionado. ainda no peito um amor e saudade gran-
diosos por tudo que vivi. No meu tempo de
Ex: É proibido à mulher entrada. moleque, andava descalço naquelas ruas
É proibida a consulta ao caderno. de terra e ficava com os pés e mãos en-
cardidos. Muito agradável para mim foram
11. Possível: Quando antecedido de o mais, aqueles momentos do pretérito mais que
o menos, o maior, o menor, o pior, o melhor perfeito da minha existência.”
(expressões superlativas), tal adjetivo só irá
para o plural se o artigo que antecede essas No texto acima, está incorreta a concor-
expressões estiver no plural. dância nominal do adjetivo
Ex: Abordava assuntos o mais diversos pos- a) velhos.
sível. OU Abordava assuntos os mais diver- b) grandiosos
sos possíveis.
c) encardidos
Recebemos a pior das notícias possí-
vel. OU São veiculadas as piores notícias d) agradável
possíveis nos jornais.
4. (EAGS/15 B) Assinale a alternativa que
completa, correta e respectivamente, as la-
cunas abaixo.
EXERCÍCIOS Os dias estão ______ quentes.
Jean está ____ com o serviço militar.
1. (EEAr 2/16 B) Assinale a alternativa que
completa correta e respectivamente as la- Essa pimenta não é ______ para tempe-
cunas do seguinte fragmento de texto. rar peixe.

“O diretor avisou _____ vezes que, para a Depois de cair da escada, a mulher ficou
entrada na sala de multimídias, é _____ a _____ tonta.
identificação do aluno. Ele informou tam-
a) bastante – quite – boa – meio
bém que a sala será fechada a partir do
meio dia e _____.” b) bastante – quite – bom – meia
a) bastantes, necessária, meia c) bastantes – quites – boa – meio
b) bastantes, necessário, meio d) bastantes – quites – bom – meia
c) bastante, necessário, meio
d) bastante, necessária, meia

87
Introdução à Gramática

5. (EAGS/15 A) Quanto à concordância no- 9. (EEAr/13) Com relação à concordância


minal, assinale a alternativa incorreta se- nominal das frases abaixo, assinale a alter-
gundo a norma culta. nativa incorreta.
a) Conversamos bastantes vezes sobre a) São teimosas a mãe e o filho.
clonagem.
b) No momento, dedico-me ao estudo
b) Os adolescentes, em geral, têm bas- das línguas francesa e inglesa.
tantes amigos.
c) Seriam entregues prêmios também ao
c) Não há bastantes informações sobre sexto e sétimo classificado.
o desaparecimento dos dinossauros.
d) A ginástica diária fez com que ele ficas-
d) Com a proximidade das férias, os pro- se com braços e pernas musculosos.
fessores ficam bastantes eufóricos.
10. (CFT/13) Qual alternativa está incorre-
6. (EAGS/14 B) Assinale a alternativa em ta, segundo a norma culta, quanto à con-
que a concordância nominal está incorre- cordância nominal?
ta em relação à norma culta.
a) Vestido e blusa exótica eram comuns
a)
Somos bastante competentes para na década de 80.
passar no concurso.
b) Blusa e vestido exótico eram comuns
b) Há candidatos bastantes inteligentes na década de 80.
para preencher as vagas do concurso.
c) Vestido e blusa exóticos eram comuns
c) Existem bastantes razões para você na década de 80.
obter resultados positivos no concurso.
d) Blusa e vestido exóticas eram comuns
d) Não há motivos bastantes para você na década de 80.
achar que será reprovado no concurso.
11. (EAGS/13 B) Em relação à concordância
7. (CFC/14) Em qual das alternativas a con- nominal, assinale a alternativa correta.
cordância nominal está incorreta?
a) As donas de casa estão meias confu-
a) Mamãe, após o lanche, agradeceu às sas em relação à lei que proíbe a dis-
filhas: “Muito obrigadas!” tribuição de sacolinhas plásticas.
b) Mamãe comprou trezentos gramas de b) Não é necessário a distribuição de sa-
queijo para o lanche da tarde. colinhas plásticas nos supermercados
a partir de 2012.
c) Mamãe comprou bastantes frutas para
o lanche da tarde. c) Bastantes sacolinhas plásticas ainda
são distribuídas e vendidas em super-
d) Mamãe, após o lanche, estava meio
mercados.
cansada e triste.
d) Estão anexo ao processo as cópias
8. (CESD/14) Assinale a alternativa que da lei que proíbe o uso de sacolinhas
apresenta incorreção, quanto ao plural do plásticas.
adjetivo em destaque.
a) Homens adultos dificilmente compram
camisas laranjas.
b) As araras azuis estão ameaçadas de
extinção.
c) Goiabas brancas nã o são muito sa-
borosas.
d) As rosas vermelhas são as mais bonitas.

88
Concordância nominal

12. (EEAr/13 B) Leia: 15. (CESD/12) Em qual alternativa a con-


cordância nominal não obedece à Norma
“Um discurso de metafísica política apai-
padrão?
xona naturalmente (...), chama os apartes
e as respostas.” a) Durante a aula de Francês, os alunos
Reescrevendo o trecho acima, do conto Te- tiveram muitas dúvidas.
oria do Medalhão, de Machado de Assis, e b)
Os candidatos acharam fáceis as
a ele acrescentando um, ou mais, adjetivo questões da prova.
com função de adjunto adnominal, temos
c) A gasolina e o etanol no Brasil custam
como incorreta a seguinte alternativa:
muito caro.
a)
Um discurso de metafísica políti- d) A noiva e o noivo deixaram a festa can-
ca apaixona naturalmente, chama os sado.
apartes e as respostas contrafeitos.
b)
Um discurso de metafísica políti- 16. (EAGS/11 B) Assinale a alternativa em
ca apaixona naturalmente, chama os que a concordância nominal está incorreta.
apartes contrafeito e favorável. a) No meu bairro, foi inaugurada duas
c)
Um discurso de metafísica política praças de recreação para as crianças.
apaixona naturalmente, chama aparte b)
Como o álcool tem custado caro,
e alegação contrafeitas. abasteço meu carro somente com ga-
d)
Um discurso de metafísica política solina.
apaixona naturalmente, chama contra- c)
Quando vou à feira, aos sábados,
feito aparte e resposta. compro bastantes frutas, especial-
mente as da época.
13. (EAGS/12 B) Todas as concordâncias
d) Sempre digo a meus filhos que é ne-
nominais estão corretas, exceto:
cessária nossa participação nas ativi-
a) Segundo as estatísticas, elas são bas- dades do clube.
tante inteligentes.
b) Para emagrecer, devemos sempre in- 17. (EEAr BCT/11) Observe:
gerir menos gordura. 1- Decepção é __________ para fortale-
c) É preciso várias medidas de urgência cer o sentimento patriótico.
para acabar com a fome. 2- Apesar da superpopulação do aloja-
d) Envio-lhe anexas a esta receita as fo- mento, havia acomodações _________
tos que vão enfeitá-la. para os homens.
3- Enviamos, no dia seguinte, _________
14. (CFC/12) A concordância do termo des- as cópias de dois poemas.
tacado está incorreta em:
Qual sequência preenche correta e res-
a) É proibido a entrada de pessoas es-
pectivamente as lacunas acima?
tranhas neste local.
b) Há menos crianças no cinema da pra- a) boa, bastantes, anexas
ça hoje. b) bom, bastante, anexos
c) Ela está meio ansiosa por uma linda c) boa, bastante, anexos
viagem.
d) bom, bastantes, anexas
d) Entregamos bastantes documentos a
ele.

89
Introdução à Gramática

18. (CFC/11) Assinale a alternativa incorre- 22. (CFC/10) Considere estas frases:
ta quanto à concordância nominal.
I- Eles parecem bastante preocupados.
a) Não há recursos bastantes para o tér-
II- Havia bastantes pessoas na festa on-
mino da obra.
tem.
b) Para realizar a obra, são necessários
III- Serão distribuídos bastantes livros
poucos recursos.
aos participantes.
c) Segue anexa ao relatório do engenhei-
ro a planta da obra. Quanto à concordância nominal, está
correta a palavra destacada
d) A gasolina necessária aos operários
da obra custa cara. a) em I, II e III
b) apenas em I e II.
19. (CFC/11) Coloque C (certo) ou E (erra-
do) quanto à concordância nominal e, a se- c) apenas em I e III.
guir, assinale a alternativa com a sequência d) apenas em II e III.
correta.
( ) É necessário a sua presença aqui. 23. (CFT/10 B) Assinale a alternativa que
( ) Alguns adolescentes apresentam completa adequadamente as lacunas da
bastante problemas. seguinte frase:

( ) Neste recinto, é permitida a perma- A professora já avisou ______ vezes que,


nência apenas dos funcionários. para a retirada de livros da biblioteca, é
_______ a apresentação de documento
a) E, E, C b) C, E, C de identidade. Ela informou também que
o empréstimo do acervo pode ser fei-
c) E, C, E d) C, C, E
to, todos os dias, a partir do meio-dia e
______ .
20. (EAGS 1/10 B) Em qual das alternativas
a concordância nominal está correta? a) bastantes, necessária, meia
a) Quando chegamos ao museu, já esta- b) bastante, necessário, meio
vam aberto as portas e os portões.
c) bastante, necessária, meia
b) Seguem incluso as fichas de avaliação
d) bastantes, necessário, meio
de aptidão física e o novo relatório.
c) É necessário os uniformes de inverno 24. (CESD/10) Assinale a alternativa em que
para os alunos este mês. há erro de concordância nominal.
d) Feitos todos os exercícios, entregou- a) Os turistas pagaram caro as joias in-
-os à professora. dianas.
b) À noite, estavam desertos a praça e o
21. (EEAr 1/10 B) Coloque certo (C) ou er-
coreto.
rado (E) quanto à concordância nominal
nas orações “A padaria proporcionava aos c) Visitamos um vilarejo e uma cidade
clientes torta e café saborosos ( ). Por pacatos.
isso, eram sempre elogiados talentoso co- d)
O Conselho de Escola considerou
zinheiro e cozinheira ( ).” A seguir, assina- mentirosas a explicação e o pedido de
le a sequência correta. desculpas do aluno.
a) C – E b) E – C c) C – C d) E – E

90
Concordância nominal

25. (EAGS 2/09 B) Qual alternativa comple-


ta correta e respectivamente as lacunas no
texto abaixo?
__________ com os primeiros raios de
sol, as mulheres chegaram à loja, pois
todas queriam aproveitar os preços
__________ convidativos, e puderam
comprar o maior número __________ de
vestidos __________.

a) Junto, bastante, possível, vinho


b) Juntas, bastantes, possível, vinhos
c) Juntas, bastantes, possíveis, vinho
d) Junto, bastante, possíveis, vinhos

26. (EEAr 2/09 B) A frase em que a concor-


dância nominal está correta é:
a) Os jogadores ainda acreditavam na
vitória, apesar de estarem bastantes
cansados.
b) Não são útil aquelas plantas exóticas
que ele cultiva em sua chácara.
c) Esses livros não são meus, mas consi-
dero-os importante para a pesquisa.
d) Conheci ontem os famosos Caetano
Veloso e Roberto Carlos.

GABARITO
01. A 20. A
02. B 21. D
03. D 22. A
04. A 23. A
05. B 24. D
06. B 25. A
07. C 26. B
08. B 27. A
09. D 28. A
10. B 29. B
11. C 30. A
12. A 31. C
13. D 32. B
14. C 33. C
15. B 34. A
16. B
17. A
18. C
19. C

91
Capítulo 8

ANÁLISE SINTÁTICA

CLASSIFICAÇÕES MORFOLÓGICAS TERMOS SINTÁTICOS


(CLASSES GRAMATICAIS)
ESSENCIAIS:
Invariáveis: Preposição, Conjunção, Inter-
jeição e advérbio. OBS: Teoricamente, as orações podem ser
subdivididas em sujeito e predicado, logo,
Variáveis: Substantivo, artigo, adjetivo, os demais termos sintáticos (integrantes e
numeral, pronome e verbo. acessórios) estarão contidos nos denomina-
dos termos essenciais. No entanto, se o su-
OBS: Todas as classes exercem uma fun- jeito for oculto, indeterminado ou inexis-
ção sintética; exceto: preposição, conjun- tente, toda a oração será o predicado.
ção e interjeição. Embora a preposição não 1. SUJEITO: Apresenta como núcleo um
exerça uma função sintática específica, tal substantivo ou pronome sem preposi-
classe terá presença obrigatória em deter- ção com o qual o verbo concorda.
minadas funções (complemento nominal,
agente da passiva, objeto indireto...). TIPOS DE SUJEITO
CLASSIFICAÇÕES SINTÁTICAS 1.1 SIMPLES: Apresenta um único núcleo.

Termos Essenciais: 1.2 COMPOSTO: Apresenta dois ou mais


Sujeito núcleos.
Predicado
1.3 OCULTO (DESINENCIAL, DETERMINA-
Predicativo DO, SIMPLES, ELÍPTICO, IMPLÍCITO): É re-
Do Sujeito presentado basicamente por um pronome
pessoal do caso reto identificado através
Do Objeto do verbo.
Termos Integrantes:
OBS1: O pronome “eles” caracterizará su-
Complemento Verbal jeito indeterminado.
Objeto Direto
Objeto Indireto OBS2: Segundo algumas Gramáticas, em
um período no qual haja mais de uma ora-
Complemento Nominal ção (verbo), o verbo na 3ª pessoa do plural
Agente da Passiva (eles) caracterizará sujeito oculto quando
o sujeito for determinado junto a outro ver-
Termos Acessórios bo no próprio contexto.
Aposto
OBS3: Os sujeitos simples, composto e
Adjunto oculto são também considerados sujeitos
Adnominal determinados.
Adverbial
Vocativo

93
Introdução à Gramática

1.4 INDETERMINADO: É caracterizado 3. (EEAr 1/16 B) De acordo com a frase


quando não se sabe ou não se quer infor- “Está na hora das onças beberem água.”,
mar o sujeito. assinale a opção que apresenta aborda-
Há duas maneiras de indeterminar o su- gem gramatical em relação à sintaxe.
jeito: a) O sujeito nunca é regido por preposi-
1.4.1. Verbo na terceira pessoa do plural ção. No caso em questão, houve con-
sem sujeito explícito (acréscimo do prono- tração da preposição com o sujeito
me “eles”). por questões de eufonia.
1.4.2. Verbo na terceira pessoa do singular b) O verbo “estar”, indicando tempo, é
acompanhado da partícula “se” na função pessoal, conforme ocorrência na frase.
de Partícula (ou Índice) de Indeterminação
do Sujeito. c) O trecho “das onças”, classificado com
adjunto adnominal, não é, gramatical-
1.5 INEXISTENTE (ou Oração Sem Sujei- mente, regido por preposição. Nesse
to): É caracterizado pelos denominados caso, ocorreu a fusão de uma preposi-
verbos impessoais. ção com ele por questões de eufonia.
d)
Para evitar a cacofonia, fundem-se
OBS: Os principais verbos impessoais es-
preposições e conjunções, conforme
tão citados em concordância verbal
visto na frase, embora a gramática
normativa não aceite tais fusões.

4. (EEAr 1/16 B) Assinale a alternativa em que


EXERCÍCIOS a oração apresenta sujeito indeterminado.
a) Chegaram os convites para o baile.
1. (EEAr 2/16 B) Marque a opção em que
não houve omissão do pronome sujeito. b) Morrem os vícios para que nasçam as
virtudes.
a) Sou um animal sentimental (Renato
Russo). c) Choveram pétalas, enquanto o cortejo
passava.
b) Ando devagar porque já tive pressa
(Almir Sater/Renato Teixeira). d) Devolveram a liderança para o grupo
de apoio.
c) Eu fico com a pureza das respostas
das crianças (Gonzaguinha).
5. (EAGS/16 B) Leia:
d) Gosto muito de te ver, leãozinho/Cami-
nhando sob o Sol (Caetano Veloso). “Cavaleiro das armas escuras,
Onde vais pelas trevas impuras
2. (EEAr 2/16 A) Marque a alternativa em Com a espada sanguenta na mão?
que o termo destacado exerce a função de Por que brilham teus olhos ardentes
sujeito. E gemidos nos lábios frementes
a) Ouviram do Ipiranga as margens plá- Vertem fogo do teu coração?”
cidas/ de um povo heroico o brado re- Assinale a alternativa que identifica corre-
tumbante. tamente o termo retirado do texto acima e
b) Salve o lindo pendão da esperança. que pode ser classificado como sujeito.
c) Especialista, avante ao ar! a) Tu – sujeito oculto
d) Por mais terra que eu percorra. b) A espada sanguenta – sujeito simples
c) Cavaleiro das armas escuras – sujeito
simples
d) Teus olhos ardentes e gemidos nos lá-
bios frementes – sujeito composto

94
Análise sintática

6. (EAGS/16 A) Há sujeito composto em: Quanto à classificação dos sujeitos das


orações acima, é correto afirmar que
a) “Chovia / Chovia uma triste chuva de
resignação / Como contraste e conso-
a) em I e II, os sujeitos são ocultos.
lo ao calor tempestuoso da noite.”
b) em I e II, os sujeitos são indeterminados.
b) “A terra é mui graciosa (...) / Tem goia-
ba, melancias, / Banana que nem chu- c) em I, o sujeito é simples e determinado
chu” (novos professores) e, em II, o sujeito é
indeterminado.
c) “Um e outro é semear: a terra semea-
da de trigo, o céu semeado de estre- d) Em I, o sujeito é indeterminado e, em II,
las.” o sujeito é simples: ninguém.
d) “Não tinha havido pássaro nem flores
10. (CFT/13) Leia:
o ano inteiro.”
No momento do acidente, eram duas ho-
7. (CFT/15) Leia: ras da madrugada.
“Ao contrário do que sugerem os críticos Na frase acima,
da gestão do facebook, a rede hoje é um
fenômeno global, e não apenas norte-ame- a) há sujeito indeterminado.
ricano.”
b) há sujeito composto.
O sujeito do verbo em destaque classifica-
c) há sujeito oculto.
-se como
d) não há sujeito.
a) indeterminado.
b) composto. 11. (EEAr BCT/14) Relacione as colunas
c) simples. quanto aos tipos de sujeito. Em seguida,
assinale a alternativa com a sequência cor-
d) oculto. reta.

8. (EAGS/15 B) Em qual alternativa o sujeito (1) indeterminado


é indeterminado? (2) simples
a) São muitos os problemas das grandes (3) composto
cidades.
(4) oculto
b) Vive-se muito bem em alguns países
europeus. ( ) João da Cruz e Sousa nasceu no Des-
terro, atual Florianópolis, em 1861.
c) Há pessoas muito contraditórias no
atual cenário político. ( ) Deixaram a biblioteca limpa e arru-
mada.
d)
Vamos votar com responsabilidade
nas próximas eleições. ( ) Nas palavras daquele texto, perma-
neci imerso por horas.
9. (EEAr/14 B) Observe: ( ) Glauceste Satúrnio e Dirceu são os
I. Precisou-se de novos professores para pseudônimos de dois grandes líricos da
elaborar a prova. poesia arcádica brasileira.
II. Ninguém se candidatou à presidência a) 3, 1, 4, 2 b) 2, 4, 3, 1
do grêmio.
c) 2, 1, 4, 3 d) 3, 4, 2, 1

95
Introdução à Gramática

12. (CFC/14) Leia: 15. (EEAr/13 B) Leia:


Na adolescência, a jovem mais bela da “Da chaminé de tua casa
cidade despertava o desejo de todos os
Uma a uma
garotos do colégio.
Vão brotando as estrelinhas...”
O núcleo do sujeito da oração acima é
No texto acima, o sujeito é classificado
a) jovem. b) desejo. como
c) cidade. d) garotos.
a) oculto. b) simples.

13. (CESD/14) Quanto à classificação do c) composto. d) indeterminado.


sujeito das frases abaixo, coloque (1) para
simples; (2) para composto; (3) para inde- 16. (EEAr BCT/13) Assinale a alternativa
terminado; (4) para inexistente. Depois as- que apresenta a correta classificação do
sinale a alternativa com a sequência cor- sujeito na frase.
reta. a) Desconfiaram da idoneidade daquela
( ) Um grupo de manifestantes, ontem, empresa. (sujeito oculto)
levou desordem para as ruas da cidade. b)
Grandes contradições econômicas
( ) Na frente da câmara municipal, havia atingem nosso país. (sujeito composto)
policiais e vigilantes à espera dos mani- c) Exercia influência somente em pesso-
festantes. as menos atentas. (sujeito indetermi-
( ) Tratava-se de uma manifestação con- nado)
tra o aumento das passagens de ônibus. d) No mundo, existem várias organiza-
( ) Nas mãos de muitos manifestantes, ções preocupadas com a preservação
existiam pedras e pedaços de madeira. do meio ambiente. (sujeito simples)
a) 1 – 4 – 3 – 2 b) 3 – 2 – 1 – 4
17. (CFC/13) Assinale a alternativa em que
c) 4 – 1 – 3 – 2 d) 1 – 3 – 2 – 4 o termo destacado classifica-se como su-
jeito.
14. (EAGS/13 B) Leia:
a) Quando o dinheiro é pouco, precisa-
“Conta a lenda que dormia mos economizar.
Uma Princesa encantada b) Que se vendam os ovos pela sua pura
e simples aparência de ovos.
A quem só despertaria
c) Mas, me diga aqui, amigo – pensando
Um Infante, que viria
bem, por que vender ovos?
De além do muro da estrada.”
d) Eu posso reduzir a figura e os dizeres.
Os sujeitos dos verbos destacados aci-
ma são, respectivamente, 18. (CESD/13) O termo em destaque é su-
jeito em:
a) a lenda, Uma Princesa encantada e
a) “A história vai ter uns sete persona-
Um Infante.
gens...”
b) Uma Princesa encantada, Um Infante
b) “Assim, os senhores sabem mais que
e a lenda.
imaginam...”
c) Uma Princesa encantada, a lenda e
c) “Eu, Rodrigo S. M. P., não quero ser
Um Infante.
modernoso.”
d) a lenda, a lenda e Uma Princesa en-
d) “...peguei no ar o sentimento de per-
cantada.
dição no rosto de uma moça.”

96
Análise sintática

19. (EAGS/12 A) Marque a alternativa em 22. (EEAr BCT/12) Leia:


que o sujeito da forma verbal em destaque
Estou suspeitando de todos os morado-
tem a mesma classificação do sujeito da
res do condomínio.
forma verbal destacada em "Não se é feliz
sem um grande amor". Ao transcrevermos o período acima para
a) Logo no início do curso, fizeram muitas a terceira pessoa do plural, é correto afir-
recomendações aos alunos novatos. mar-se que
b) Discutiram-se os projetos apresenta- a) o sujeito continuará sendo o mesmo
dos pelos deputados. do verbo estou.
c) Conhece-se uma pessoa por suas ati- b) a oração passará a ter sujeito determi-
tudes. nado composto.
d) Felicidade não se compra. c) o novo sujeito será classificado como
sujeito simples.
20. (EEAr/12 B) Leia os versos abaixo e, em
d)
o tipo de sujeito será classificado
seguida, assinale a alternativa que apre-
como indeterminado
senta a sequência correta com relação aos
tipos de sujeito.
23. (CFC/12) Leia:
“ Faz tempo sim que não te escrevo,
“Oetzi, o homem pré-histórico que viveu
Ficaram velhas todas as notícias. há 53 mil anos e cujo corpo foi encontra-
Eu mesmo envelheci.” do congelado em uma geleira nos Alpes
italianos em 1991, pode não ter morrido
a) simples, simples, indeterminado, oculto de fome e frio como se pensava.”
b) simples, oculto, indeterminado, simples
Considerando os termos da oração, Oet-
c)
sujeito inexistente, oculto, simples, zi classifica-se como
simples
a) aposto – termo acessório.
d) sujeito inexistente, oculto, indetermi-
nado, oculto b) sujeito – termo essencial.
c) vocativo – termo acessório.
21. (EEAr/12 A) Leia o texto abaixo e, em
d) vocativo – termo integrante.
seguida, assinale a alternativa com a afir-
mação incorreta.
24. (CFC/12) Observe:
“A mulher conquistou seu espaço no
mercado de trabalho. Os mais exigentes “Vais de novo para o bote
chefes também já se renderam à compe- navegam fome e cansaço
tência feminina. Hoje há muitas mulhe-
nas águas turbulentas e negras dos rios”
res, inclusive, em cargos de chefia.”
a) A primeira e segunda orações apre- No texto acima, os sujeitos se classifi-
sentam, respectivamente, como nú- cam correta e respectivamente como
cleos do sujeito: mulher e chefes.
a) simples e indeterminado
b) A forma verbal se renderam, da se-
gunda oração, não tem sujeito deter- b) oculto e indeterminado
minado expresso. c) simples e simples
c) Na primeira oração, a forma verbal d) oculto e composto
conquistou apresenta sujeito simples,
determinado.
d) O último período apresenta uma ora-
ção sem sujeito.

97
Introdução à Gramática

25. (CESD/12) Leia: 28. (CFC/11) Assinale a alternativa que


apresenta sujeito indeterminado.
Flechas sorrateiras
a) Compraram todo o estoque de enfei-
Cheias de veneno
tes de Natal.
Querem atingir
b) Chamei meus amigos para a festa de
O meu coração fim de ano.

Qual o sujeito do verbo destacado nos c) O vasinho, sobre a mesa, está repleto
versos acima? de rosas.
d) Brilha no céu tão imponente o sol.
a) atingir
b) de veneno 29. (CFC/11) Nos versos
c) o meu coração A estrada está deserta.
d) flechas sorrateiras Vou caminhando sozinha.
Ninguém me espera no caminho.
26. (EEAr 2/11 B) Leia:
Ninguém acende a luz.
Nos últimos tempos, a ocorrência de bri-
gas tem prejudicado o aprendizado dos a) há oração sem sujeito.
alunos.
b) não há oração com sujeito oculto.
Assinale a alternativa que apresenta o c) há mais de uma oração com sujeito
sujeito do período acima e sua classifi- simples determinado.
cação.
d) não há orações com sujeitos represen-
a) últimos tempos – sujeito determinado tados por pronomes.
simples
30. (EEAr BCT/11) Qual alternativa contém
b) a ocorrência de brigas – sujeito deter-
uma informação correta quanto ao sujeito
minado simples
da oração?
c) a ocorrência de brigas – sujeito deter-
a) Pede-se silêncio após o toque de re-
minado composto
colher no quartel. (determinado)
d) o aprendizado dos alunos – sujeito de-
b) No inverno a Caverna do Diabo anoite-
terminado composto
cia rápido. (oração sem sujeito)

27. (EEAr 1/11 B) Leia: c) Soa um toque áspero e fino na escuri-


dão. (indeterminado)
“Inundava-se de ternura meu espírito aos
acordes do manhoso violão.” d) Como podia haver tanta gente na fes-
ta? (oculto)
Assinale a alternativa cuja oração apre-
senta o mesmo tipo de sujeito observado 31. (CESD/10) Assinale a alternativa em que
na frase acima. o se é índice de indeterminação do sujeito.

a) É-se fantasioso na infância. a) É-se bastante egoísta nesses casos.

b) Grita-se muito em uma partida de futebol. b) O discípulo sempre se perguntou isso.

c) Tratam-se como inimigos os dois ir- c) Se a raiva o desgraçara nunca soube!


mãos. d) O pequeno artista, então, trancava-se
d) Dançou-se com animação na festa de no quarto, aos prantos.
ontem.

98
Análise sintática

GABARITO CONCORDÂNCIA VERBAL


01. C 13. A 25. D SUJEITO SIMPLES
02. A 14. A 26. B
03. A 15. B 27. C 1. EXPRESSÕES PARTITIVAS (QUANTI-
04. D 16. D 28. A TATIVAS): GRANDE NÚMERO DE, GRAN-
05. A 17. A 29. C DE PARTE DE, A MAIORIA DE, PARTE DE...:
06. C 18. B 30. A O verbo fica no singular ou concorda com
07. C 19. A 31. A o substantivo que vem após a preposição.
08. B 20. C
09. D 21. A 2. MAIS DE UM: O verbo fica no singular.
10. D 22. D Obs: No entanto se tal expressão estiver
11. C 23. B caracterizando reciprocidade, isto é, tro-
ca de ação (pronome “SE”) o verbo ficará,
12. A 24. D
obrigatoriamente, no plural.

3. PRONOMES INDEFINIDO OU INTER-


ROGATIVO antecedendo DE NÓS OU DE
VÓS: QUAL DE NÓS; ALGUNS DE VÓS;
QUEM DE NÓS; QUANTOS DE VÓS... .
3.1- Se o pronome indefinido ou interrogati-
vo estiver no plural o verbo poderá concor-
dar com tais pronomes ou com os prono-
mes nós ou vós.
3.2- Se o pronome indefinido ou interroga-
tivo estiver no singular o verbo ficará obri-
gatoriamente no singular

4. PRONOMES RELATIVOS (INDEFINI-


DOS):
4.1- “QUE”: Verbo concorda com o termo
antecedente.
4.2- “QUEM”: Verbo fica na terceira pes-
soa do singular.

5. SUBSTANTIVOS PRÓPRIOS UTILIZA-


DOS NO PLURAL: ESTADOS UNIDOS, MI-
NAS GERAIS, OS LUSÍADAS, AMAZONAS
(rio), CAMPOS (sobrenome)...: O verbo fica
no singular; no entanto, se tais substanti-
vos estiverem antecedidos de artigo, o ver-
bo concorda com esse.

6. PRONOMES DE TRATAMENTO: Verbo


obrigatoriamente na terceira pessoa.

CONCORDÂNCIA IDEOLÓGICA (SILEP-


SE): Consiste em concordar o verbo com a
ideia (sentido) que se quer retratar em de-
trimento de regras gramaticais. Pode ser:
de número ou de pessoa.

99
Introdução à Gramática

SUJEITO COMPOSTO o verbo). No entanto a concordância dar-


-se-á com o sujeito se esse for um subs-
REGRA GERAL: Se estiver antecedendo o tantivo personificado (pessoa).
verbo, esse irá para o plural; no entanto, se
o sujeito estiver após o verbo, esse poderá Obs1: Segundo algumas gramáticas, tal
ir para o plural ou concordar com o núcleo verbo concorda preferencialmente com o
mais próximo (dupla concordância). termo no plural.
Obs2: Tal verbo jamais concordará com o
CASOS ESPECIAIS: pronome “quem”.
1. PRONOMES PESSOAIS DO CASO Obs3: Quando for impessoal (indicando
RETO: Se houver pronome de 1ª pessoa hora, data), tal verbo concorda com o nu-
(eu), o verbo concorda com esse; na au- meral (predicativo).
sência da 1ª pessoa, o verbo concorda
com a 2ª (tu).
4. VERBOS IMPESSOAIS: Ficam sempre
na 3ª pessoa do singular (com exceção
2. APOSTO RESUMITIVO: Resume os nú- do verbo “ser” conforme supracitado na
cleos do sujeito anteriormente citado. obs2). São eles:
Obs: O aposto resumitivo é geralmente 4.1- HAVER: No sentido de existir,
caracterizado por um pronome indefinido ocorrer(acontecer) ou caracterizando tem-
(tudo, nada...) po decorrido.
3. CONJUNÇÃO “OU” 4.2- FAZER: Caracterizando tempo decor-
rido ou fenômeno da natureza.
3.1- Se estiver dando a idéia de exclusão
ou escolha, o verbo fica obrigatoriamente 4.3- VERBOS QUE CARACTERIZAM FE-
no singular. NÔMENOS DA NATUREZA: CHOVER,
TROVEJAR, NEVAR, AMANHECER, ANOI-
3.2- No entanto se aceitar a idéia de soma TECER...
(substituição pela conjunção “e”) o verbo
irá para o plural. Obs: Os verbos SER, ESTAR podem ser
utilizados para caracterizarem tais fenôme-
nos.
VERBO FICA PREFERENCIALMENTE NO
SINGULAR: Obs: Os verbos que caracterizam fenôme-
no da natureza poderão ser utilizados com
1. SINONÍMIA: Quando os núcleos apre-
sentido figurado, nesse caso apresentarão
sentam significados semelhantes.
sujeito.
2. GRADAÇÃO DE IDEIAS: Quando os nú-
cleos estão ordenados consecutivamente
do mais abrangente para o menos abran-
gente ou vice-versa. EXERCÍCIOS

VERBOS ESPECIAIS 1. (EEAr 2/16 A) Leia:


I- O filho caçula foi um dos que desperta-
1. DAR, BATER E SOAR: Tais verbos,
quando estiverem indicando hora, concor- ram mais cedo.
dam com o numeral caso não haja subs- II- A maior parte dos torcedores respeitava
tantivo sem preposição (geralmente “re- o técnico da seleção brasileira.
lógio”) na função de sujeito.
III- A maioria dos formandos contava o dia
2. PARECER + INFINITIVO: Qualquer um para a formatura.
dos dois verbos pode concordar com o su- Quanto à concordância verbal, estão cor-
jeito (concordância facultativa) retas.

3. SER: Concorda basicamente com o pre- a) I, II e III b) apenas I


dicativo (termo que vem comumente após c) II e III d) I e III

100
Análise sintática

2. (EEAr 1/16 B) Marque a opção que apre- 5. (EEAr BCT/15) Assinale a alternativa em
senta corretamente exemplo de concor- que a forma verbal destacada está errada
dância verbal. quanto à concordância verbal, de acordo
com a norma culta.
a) Haviam motivos diversos para ser feliz.
a) Devem fazer uns oito anos que não
b) Deve existir formas de cálculos mais
vejo meus irmãos.
fáceis.
b) Um grupo de mulheres agitadas e
c) Podem haver meios mais fáceis para
agressivas chegou à delegacia.
ser feliz.
c) O amor e a paixão inundava minha
d) Podia haver meios mais fáceis de in-
alma por completo naquela noite.
gressar na Aeronáutica.
Paulo ou Cláudio ocupará a única
d)
3. (EAGS/16 B) Assinale a frase correta vaga para secretário do clube de cam-
quanto à concordância verbal. po Bela Vista.

a) Roberto Gomes Bolaños foi velado no 6. (EAGS/15 B) Está incorreta a concor-


estádio Azteca, onde foi montado dois dância verbal da seguinte frase:
telões com imagem do comediante.
a) Se todos ajudassem, poderiam haver
b) Se não houverem problemas mais mais investimentos.
sérios, o transporte das mercadorias
b) Sempre se buscam explicações para
será feito ainda hoje. atitudes como essa.
c) A maioria das pessoas não concordou c) As pesquisas mostram que houve
com a explanação apresentada pelo mais contratações.
palestrante.
d) Algum de nós precisava dar o depoi-
d) Computadores, mesas, armários, tudo mento.
nesta sala estavam sob minha respon-
sabilidade. 7. (EEAr/15 B) Em relação aos verbos em
destaque abaixo, assinale a alternativa em
4. (CFT/15) Em relação à concordância dos que há erro de concordância.
verbos em destaque nas frases abaixo, co-
a) Está havendo muitas manifestações
loque, nos parênteses, C para certo e E públicas em nosso país.
para errado. Em seguida, assinale a alter-
nativa com a sequência correta. b) No cartaz, o aviso era bem claro: “Não
se pode cortar as árvores desta área
( ) Hoje acontece, em nosso planeta, mui- verde.”
tos desastres naturais.
c) Os 80% dos alunos do colégio partici-
( ) Ele chegou quando soou, no relógio da param ativamente das reivindicações
igreja, quatro horas da manhã. para mudança do horário escolar.
( ) Tu e ele permitireis que isso continue d) Ele tinha um bom emprego, uma casa
acontecendo? confortável, uma bela família, ótimos
amigos, nada, porém, parecia ajudá-
a) E, E, C
-lo a sair do estado de depressão em
b) C, C, E que se encontrava.
c) E, C, C
d) C, E, E

101
Introdução à Gramática

8. (EAGS/14 B) Assinale a alternativa em 11. (CESD/14) Assinale a alternativa correta


que a concordância da forma verbal em quanto à concordância verbal, segundo a
destaque está correta. norma culta.
a) Faziam muitos meses que ele procu- a) Hoje fazem quinze anos que abando-
rava emprego. nei meu país para viver na França.
b) Devem haver muitos casos de precon- b) Os Estados Unidos participa da Orga-
ceito racial nas empresas privadas.
nização das Nações Unidas há vários
c) Abriram as portas para os recém-for- anos.
mados a fábrica de sacolas e embala-
gens plásticas. c) A maioria dos estudantes de Química
reivindicava mais aulas no laboratório
d) Metade dos desempregados do bairro
da faculdade.
disputou uma única vaga para o cargo
de faxineiro. d) Paulo ou Olavo ocuparão aquela vaga
de diretor executivo da empresa de la-
9. (EEAr/14 B) Assinale a frase com erro de ticínios.
concordância verbal.
a) No mesmo dia, faleceu um político e 12. (CFT/13) Assinale a alternativa em que
um músico. ocorre erro de concordância verbal.

b) Desse produto foi fabricado, no ano a) O anúncio de baixos preços em servi-


passado, dez modelos. ços estéticos atrai muitas consumido-
ras preocupadas com a beleza.
c) Desapareceram misteriosamente o li-
vro e a revista que estavam aqui. b) O maior atrativo na compra de pacotes
d) É importante que esses assuntos se- de serviços estéticos é o parcelamen-
jam discutidos reservadamente. to no cartão de crédito.
c) A fumaça dos cigarros pode provocar
10. (EEAr BCT/14) Observe: o aparecimento de tosse e pigarro em
não fumantes.
“O jovem padre permanece, já por al-
guns anos, na paróquia, sofrendo a rejei- d) A ingestão das substâncias químicas
ção dos tradicionais devotos do vilarejo.” do cigarro trazem danos ao sistema
respiratório.
As alternativas seguintes apresentam a
reescrita da frase acima. Assinale a que 13. (EEAr/13) Assinale a alternativa em que
tem o verbo em destaque com a correta a frase não aceita duas formas de concor-
concordância verbal. dância.
a) Há alguns anos, o jovem padre perma- a) Um bando de papagaios _________
nece na paróquia sofrendo a rejeição no laranjal. (pousou/pousaram)
dos tradicionais devotos do vilarejo. b) A maioria dos turistas já ________ a
b) Já se passou alguns anos, e o jovem Cidade Maravilhosa. (deixou/deixaram)
padre permanece na paróquia sofren- c) Mais de um ciclista__________ dos jo-
do a rejeição dos tradicionais devotos gos pan-americanos. (participou/par-
do vilarejo. ticiparam)
c) Fazem alguns anos que o jovem padre
d) __________-lhe coragem e delicadeza
permanece na paróquia sofrendo a rejei-
para lidar com o problema. (Faltou/Fal-
ção dos tradicionais devotos do vilarejo.
taram)
d) Transcorreu alguns anos, e o jovem
padre permanece na paróquia sofren-
do a rejeição dos tradicionais devotos
do vilarejo.

102
Análise sintática

14. (EAGS/13 B) Leia: 17. (EEAr BCT/13) Marque a alternativa com


as formas verbais que completam correta-
Ao contrário do que a juventude dos anos
mente as lacunas do texto abaixo.
60 viveu, os rapazes e as moças de hoje
tem estabelecido com os pais uma rela- ______ ao time, para vencer o campeo-
ção de proximidade e amizade. Os temo- nato, mais algumas contratações. A dire-
res que havia por parte dos filhos agora toria consultou a torcida e cerca de 40%
estão sendo dissipados. dos torcedores ______ jogadores mais
jovens no time. ______ alguns meses
Considerando os verbos em destaque,
que o clube está adiando as mudanças.
de acordo com a norma culta, pode-se
dizer que a concordância do(s) a) Basta – quer – Faz
a) dois verbos está correta. b) Basta – quer – Fazem
b) dois verbos está incorreta. c) Bastam – querem – Faz
c) 1º verbo está correta, apenas.
d) Bastam – querem – Fazem
d) 2º verbo está correta, apenas.
18. (CESD/13) Observe as orações:
15. (EEAr/13 A) Coloque (C) Certo ou (E) Erra-
I- Não constam em nossos arquivos os
do para a concordância dos verbos em des-
nomes que você procura.
taque nas frases abaixo e, em seguida, as-
sinale a alternativa com a sequência correta. II- Chove reclamações sobre as condi-
ções do atendimento hospitalar.
( ) Resulta do consumismo – que conta-
minou a maioria das pessoas – vários pro- III- Já fazem mais de duas semanas que
blemas que hoje atingem a sociedade. o curso terminou.
( ) Quanto mais se consome o supérfluo, Quanto à concordância verbal, está(ão)
mais se fortalece, com toda a certeza, correta(s):
aqueles que lucram com o consumismo
vigente. a) I.
( ) Não bastam, para justificar esse con- b) III.
sumo exagerado, argumentos baseados
nas conquistas tecnológicas e científicas. c) I e II.

a) C, C, E d) II e III.

b) E, C, E 19. (EAGS/12 B) Leia:


c) C, E, C Quando expressa o amor, mesmo as
d) E, E, C mais duras palavras de uma língua apazi-
gua os ânimos.
16. (CFC/13) Assinale a frase que contém
concordância verbal correta. A análise gramatical do período acima
revela que houve desvio quanto às nor-
a) Estrelas há. Sempre existem. mas de
b) A cavalo dado não se olha os dentes.
a) concordância nominal.
c) Ambos parece ter um jeito de me ignorar.
b) concordância verbal.
d) Passou-se milênios desde que grandes
répteis existiram sobre a Terra. c) regência nominal.
d) regência verbal.

103
Introdução à Gramática

20. (EEAr/12 B) Assinale a alternativa que 23. (EEAr 1/11 B) Quanto à concordância do
apresenta a correta concordância da forma verbo ser, qual alternativa está incorreta?
verbal destacada.
a) Tudo eram lamentações naquele triste lar.
a) Ocorreu fatos, na vida daquele ho- b) Mil reais será pouco para se viver na
mem, que o tornaram uma pessoa capital.
amarga.
c) Quando chove, o coração do seu carro
b) Houve razões para que aquele homem são os limpadores do pára-brisa.
se tornasse uma pessoa amarga.
d) Vinte minutos foram muito tempo para
c) Aquele homem é uma pessoa amarga, se chegar ao palco das comemorações.
porque as circunstâncias tornou-o as-
sim. 24. (EEAr BCT/11) Assinale a alternativa em
d) Motivos existiu para que ele se tornas- que não há erro de concordância verbal.
se uma pessoa amarga. a) Tudo eram ruínas naquela cidade, meu
amigo. Que tristeza!
21. (CFC/12) Leia as orações:
b) De longe, percebia-se os sinais de in-
I- A ti, que cantastes no coral, demos mi- sanidade daquela jovem.
lhões de aplausos.
c) O rapaz era um anjo da guarda, que,
II- Caberiam naquela pequena igreja tan- com suas asas, protegiam a todos.
tos convidados?
d)
Ao amanhecer, o canto sereno dos
III- Somente faltou eu e você na cerimô- pássaros fazem o papel do desperta-
nia de casamento. dor no sertão.

A concordância verbal está correta em 25. (EAGS/11 B) Leia os trechos a seguir


e considere as afirmações relativas a eles
a) II e III. b) I e III. c) II. d) I.
quanto à concordância verbal.

22. (EAGS/11 B) Leia: I- ... mas para um sentir a mão do outro


precisam se agarrar ambos a qualquer
“Naquela época, o salário dos funcionários velha besteira: você se lembra daquela
daquelas indústrias eram reajustados to- tarde... — de acordo com a norma pa-
dos os meses de acordo com a inflação.” drão, o verbo destacado obrigatoria-
mente deveria flexionar-se no singular.
Considerando a norma culta da língua,
assinale a alternativa incorreta. II- Os analistas acreditam que, se não exis-
tirem turbulências na economia mundial, o
a) Por se tratar de sujeito composto, o desemprego continuará em queda ao lon-
verbo, obrigatoriamente, flexiona-se no go do ano. — a substituição de existirem
plural. Dessa forma, o período obede- por houverem manteria a frase correta.
ce às regras de concordância.
III- O péssimo estado de conservação
b) Apesar de haver um erro de concor- de muitas rodovias brasileiras causam
dância verbal, o salário dos funcioná- prejuízos de milhões de reais ao país. —
rios daquelas indústrias é sujeito sim- nesse caso, é facultativa a concordân-
ples do verbo eram. cia verbal: no plural, o verbo concorda
c) Há um erro de concordância, pois o nú- com muitas rodovias brasileiras, e no
cleo do sujeito simples está no singular, singular, o verbo passa a concordar
por isso o verbo deveria estar no singular. com O péssimo estado de conservação.

d) Não haveria desvio da norma culta se o Está(ão) incorreta(s) a(s) afirmação(ões) em


núcleo do sujeito estivesse no plural ou a) I, II e III. b) I apenas.
se o sujeito fosse composto.
c) II apenas. d) II e III apenas.

104
Análise sintática

26. (EEAr 2/10 B) Assinale a alternativa em PREDICAÇÃO VERBAL (transitividade):


que a concordância verbal está incorreta. Classificação sintática dos verbos. Pode
ser:
a) Mais de uma garota se abraçou antes
do resultado do concurso. 1 Transitivo Direto: Vem acompanhado de
um complemento que é representado por
b) Mais de quinhentas pessoas participa- um substantivo(pronome) sem preposição
ram da manifestação. (objeto direto)
c) Mais de uma criança se agrediram no
pátio do colégio. OBS: Embora tal verbo não solicite a pre-
sença de preposição, há determinados ob-
d) Mais de um candidato pediu revisão da jetos diretos que solicitam ou aceitam a
prova. regência da preposição e são denomina-
dos “OBJETOS DIRETOS PREPOSICIONA-
27. (EEAr 2/10 A) Leia: DOS”. Os principais casos estão expostos
nos termos integrantes (complemento ver-
A candidatura daquele homem foi possí- bal).
vel porque se podia aceitá-la e justificá-la
sem ver seus resultados. 2 Transitivo Indireto: Vem acompanhado
de um complemento que é representado
Na reescrita da frase acima, a alternativa por um substantivo(pronome) preposicio-
que apresenta o uso incorreto da forma nado (objeto indireto)
verbal destacada é:
3 Transitivo Direto e Indireto: Vem acom-
a) Existiram razões para que a candida- panhado de dois complementos, sendo um
tura daquele homem fosse possível: sem (objeto direto) e outro com preposição
ela podia ser aceita e justificada sem (objeto indireto).
que seus resultados fossem vistos.
b) Ocorreu razões que tornaram possí- 4 Intransitivo: Não solicita complemento
ou vem acompanhado somente de adjun-
vel a candidatura daquele homem: ela
to adverbial.
podia ser aceita e justificada sem que
seus resultados fossem vistos.
OBS: As principais circunstâncias expres-
c) Houve razões que tornaram a candida- sas pelos adjuntos adverbiais (função sin-
tura possível: ela podia ser aceita e jus- tática dos advérbios e locuções adverbiais)
tificada sem que seus resultados fos- estão expostas nos termos acessórios.
sem vistos.
d) Podia-se aceitar e justificar a candida-
tura daquele homem sem ver seus re-
sultados, por isso ela foi possível. EXERCÍCIOS

GABARITO 1. (EEAr 2/16 B) Marque a opção em que


haja objeto direto preposicionado.
01. A 11. C 21. C
a) De vinho tinto ele gostava muito.
02. D 12. D 22. A
03. C 13. C 23. D b) Perdi um filho a quem muito amava.
04. A 14. D 24. A c) Assistimos ao jogo que fazias conosco.
05. A 15. D 25. A
06. A 16. A 26. A d) Sua vida pertencia aos políticos da re-
07. B 17. C 27. B gião
08. D 18. A
09. B 19. B
10. A 20. B

105
Introdução à Gramática

2. (EEAr 2/16 A) Marque a opção em que 6. (EAGS/16 B) Indique a alternativa em


haja objeto direto. que o termo em destaque não correspon-
a) De vinho tinto ele gostava muito. de com a função sintática indicada nos pa-
rênteses.
b) Perdi um filho a quem muito amava.
a) A imprensa está denunciando muitos
c) Assistimos ao jogo ontem. casos de corrupção. (objeto direto)
d) Sua vida pertencia aos políticos da re- b) Ela quebrou todos os protocolos du-
gião rante a cerimônia. (objeto direto)
c) Confessou todos os pecados ao sa-
3. (EEAr 1/16 B) Em “Eu nasci em Guaratin-
cerdote. (objeto indireto)
guetá, pequena cidade do interior paulista
que marcou minha vida. Lá, a infância e mi- d) Pessoas organizadas não gostam de
nha alegria de menino, assim como os avi- imprevistos. (objeto indireto)
ões da Escola de Especialistas, passaram
rapidinho.”, os termos grifados, do ponto 7. (EAGS/16 B) Assinale a alternativa em
de vista sintático, são classificados, res- que os pronomes oblíquos substituem, cor-
pectivamente, como: reta e respectivamente, os termos em des-
a) adjunto adverbial, adjunto adverbial. taque nas orações abaixo.

b) adjunto adnominal, adjunto adverbial. I. Devolva os livros na biblioteca.

c) adjunto adverbial, adjunto adnominal. II. Apresentei a eles uma nova proposta
pedagógica.
d) adjunto adnominal, adjunto adnominal.
III. Peça desculpas aos seus pais.
4. (EEAr 1/16 B) No trecho “Essa era a casa IV. Emprestou o carro para o amigo.
em que havia passado meus melhores a) os, lhes, as, lhe b) os, a, lhes, lhe
anos.”, em relação ao uso do pronome re-
lativo, pode-se afirmar que o termo grifado c) lhes, o, as, os d) as, os, lhes, a
exerce a função sintática de
8. (EEAr BCT/15) Leia:
a) sujeito.
“Procurei desesperadamente por meu ir-
b) objeto indireto.
mãozinho, que havia se perdido na multi-
c) adjunto adverbial. dão. Finalmente, perto do palanque dos ju-
d) complemento nominal. rados, encontrei- ___ chorando muito.”
Assinale a alternativa que contém o termo
5. (EEAr 1/16 B) Leia: cuja função sintática é a de objeto direto.
“O Major Cavalcanti, que saltou à porta de a) o b) os c) lhe d) lhes
Monte Cristo num carro de aluguel, apre-
sentou-se ao conde à hora combinada.” 9. (EEAr BCT/15) Assinale a alternativa cujo
(DUMAS, Alexandre. O Conde de Monte Cristo. Rio termo em destaque não é adjunto adverbial.
de Janeiro: Ediouro, 2002, p.90).
a) “Tinha dezessete anos; pungia-me
Quanto à sintaxe, os termos destacados, um buçozinho que eu forcejava por tra-
no período acima, são classificados, res- zer a bigode.”
pectivamente, como
b) “A bem da verdade, ela jamais me de-
a) sujeito e aposto. sagradou com atitudes hostis.”
b) complemento nominal e sujeito. c) “Um dia, um professor comovido fala-
c) adjunto adnominal e objeto direto. va-me de árvores.”
d) adjunto adnominal e objeto indireto. d) “Em um sarau todo o mundo tem que
fazer.”

106
Análise sintática

10. (EEAr BCT/15) Leia o poema seguinte. 13. (EAGS/15 B) Assinale a alternativa em
que o termo destacado é objeto indireto.
Não nasci no começo deste século:
a) “Quem faz um poema abre uma jane-
Nasci no plano do eterno, la.” (Mário Quintana)
Nasci de mil vidas superpostas, b) “Toda gente que eu conheço e que fala
Nasci de mil ternuras desdobradas. comigo / Nunca teve um ato ridículo /
Nunca sofreu enxovalho (...)” (Fernando
Vim para conhecer o mal e o bem Pessoa)
E para separar o mal do bem. c) “Quando Ismália enlouqueceu / Pôs-se
Classifica-se como objeto indireto o termo na torre a sonhar / Viu uma lua no céu,
/ Viu uma lua no mar.” (Alphonsus de
a) de mil vidas superpostas. Guimarães)
b) no começo deste século. d) “Mas, quando responderam a Nhô Au-
c) no plano do eterno. gusto: ‘– É a jagunçada de seu João-
zinho Bem-Bem, que está descendo
d) o mal e o bem. para a Bahia.’ – ele, de alegre, não se
pôde conter.” (Guimarães Rosa)
11. (CFT/15) Quanto à classificação dos ob-
jetos em destaque, coloque C para correto 14. (EEAr/15 B) Assinale a alternativa em que
e E para errado. Em seguida, assinale a al- o verbo passar é transitivo direto e indireto.
ternativa com a sequência correta.
a) “Passarão as profecias, também todas
( ) “A Literatura, não responde às pergun- as línguas; a ciência um dia acabará.”
tas, fechando-as, porque as amplia, multi-
b) “Embora passassem privações no cor-
plica suas respostas.” (objeto direto).
po, as almas dos homens enchiam-se da
( ) “O Romantismo viu no elemento indíge- esperança de vislumbrar a nova pátria.”
na uma possibilidade de afirmação especí- c) “A Eletropaulo adverte: jogar tênis ve-
fica do caráter nacional, por isso o ideali- lhos nos fios dos postes pode causar
zou.” (objeto indireto) curto-circuito e passar chulé para a
( ) “O romance Memórias de um Sargento rede elétrica.” (texto de grafitagem)
de Milícias promove algumas relações dia- d) “E a garota ficava a imaginar a fada,
lógicas.” (objeto direto) que passava pelo buraco da fechadu-
( ) “O Modernismo retomou a temática in- ra, magicamente, num cortejo de lu-
dígena a fim de valorizar a arte primitiva.” zinhas, tomando forma e levando seu
(objeto indireto) pequenino dente para sempre.
a) E, E, E, E b) E, E, C, E
15. (EEAr/15 A) Observe:
c) C, C, C, C d) C, C, E, E Em Santos, minha mãe me lia histórias.
Meu pai gostava de declamação de po-
12. (EAGS/15 B) Leia: esias (...) Inocência, de Taunay, é minha
Andam nascendo os perfumes mais remota lembrança de romance
brasileiro. Essa obra me ensinou a leitu-
Na seda crespa dos cravos
ra de romances.
Nos versos acima, o termo em destaque Em relação aos termos em destaque no
exerce função sintática de texto acima, assinale a alternativa com a
correta classificação sintática.
a) aposto.
a) me – objeto direto
b) vocativo.
b) de poesias – objeto indireto
c) adjunto adverbial.
c) de romance brasileiro – objeto indireto
d) adjunto adnominal.
d) a leitura de romances – objeto direto
107
Introdução à Gramática

16. (EAGS/14 B) Assinale a alternativa em 19. (CFC/14) Leia:


que o termo em destaque é objeto indireto.
O vento ventão com voz de trovão
a) A enfermeira confirmou que o pacien- acende um clarão de medo
te não precisava de nada naquele mo-
no meu coração.
mento.
b) Ela sentiu necessidade de apoio du- O termo em destaque acima tem a fun-
rante a apresentação do seminário. ção de

c) A confiança na justiça, na ordem e no a) adjunto adverbial de lugar.


progresso não deve perecer.
b) complemento nominal.
d) Todos estão ansiosos pelo concurso
c) adjunto adnominal.
que será realizado domingo.
d) objeto indireto.
17. (EAGS/14 B) Leia:
20. (CFC/14) Assinale a alternativa em que o
Os brasileiros sabem que a pirataria é cri-
termo destacado tem a função de objeto in-
me e que a compra de produtos pirateados,
direto.
falsificados e contrabandeados causa de-
semprego, lesa direitos, diminui a receita a) Obedece todos os dias, enfim, ao pai o
de impostos e alimenta o crime organizado. filho amado.
b) Viveu José Joaquim Alves vida tran-
Os termos em destaque classificam-se
quila e patriarcal.
como
c) A morte traz sempre a todo ser huma-
a) objeto indireto e objeto indireto. no uma amarga lição.
b) objeto direto e objeto indireto. d) Em toda parte, andava acesa a esperan-
c) objeto indireto e objeto direto. ça de que haveria um novo reencontro.

d) objeto direto e objeto direto. 21. (CESD/14) Leia:

18. (EEAr/14 B) Leia: Escrito em 1868, Navio Negreiro, poema


de Castro Alves, retrata a trágica condi-
A seleção brasileira derrotou o time ar- ção dos negros africanos durante uma
gentino na noite de ontem. Essa vitória viagem de navio.
deu ao Brasil uma boa vantagem. Para ir
à final, os jogadores brasileiros poderão Qual dos termos retirados do texto acima
até perder o segundo jogo por um gol de classifica-se como objeto direto?
diferença. Nossa seleção vive tempos de a) a trágica condição dos negros africanos
glória.
b) poema de Castro Alves
No texto acima, há quatro termos que c) uma viagem de navio
funcionam como objeto direto. Marque
a alternativa em que eles se apresentam. d) Navio Negreiro

a) A seleção brasileira – o time argentino 22. (EEAr BCT/13) Assinale a alternativa em


– ao Brasil – tempos de glória que a frase contém a seguinte sequência: su-
b) o time argentino – ao Brasil – uma boa jeito + verbo + objeto indireto + objeto direto.
vantagem – o segundo jogo a) O amor maduro traz à alma paz.
c) uma boa vantagem – à final – o segun- b) O amor maduro traz em paz a alma.
do jogo – tempos de glória
c) O amor maduro traz em paz na alma.
d) o time argentino – uma boa vantagem –
d) O amor maduro traz paz para a alma.
o segundo jogo – tempos de glória

108
Análise sintática

23. (EEAr/13) Leia: 26. (EAGS/13 B) Leia:


Pensou nos urubus, nas ossadas, coçou “Hoje, segues de novo... Na partida
a barba ruiva e suja, irresoluto, exami-
Nem o pranto os teus olhos umedece
nou os arredores.
Nem te comove a dor da despedida.”
Os termos destacados classificam-se,
respectivamente, como objeto De acordo com a transitividade verbal,
nos versos acima, há
a) indireto, indireto e direto.
a) somente um verbo transitivo direto.
b) direto, direto e indireto.
b) dois verbos transitivos diretos.
c) indireto, direto, direto.
c) um verbo transitivo indireto.
d) direto, indireto, direto.
d) dois verbos intransitivos.
24. (CFT/13) Leia:
27. (EAGS/13 B) O termo destacado abaixo
Os moradores de países ricos usam mais
exerce a função sintática de objeto indire-
o Google para pesquisar sobre aconteci-
to em
mentos futuros. Já as pessoas de países
pobres se interessam mais pelo passado. a) “– Que bom que vocês puderam vir à
Suíça Brasileira!”
O termo destacado classifica-se, sintati-
b) “Entreguei-te meu coração para toda a
camente, como
eternidade.”
a) complemento nominal. c) “Ela já me aguardava andando pelo
gramado.”
b) predicativo do sujeito.
d) “Quero antes o lirismo dos loucos.”
c) objeto indireto.
d) objeto direto. 28. (EAGS/12 B) Em qual alternativa o ter-
mo destacado exerce a função de adjunto
25. (EAGS/13 B) Coloque (1) para adjunto adverbial?
adnominal e (2) para adjunto adverbial. De-
a) A poesia dele parecia um manjar dos
pois assinale a alternativa com a sequência
deuses.
correta.
Aquela infeliz criatura precisava de
b)
( ) Na placa estava escrito: Preferência
sincero apoio.
para pessoas com criança de colo.
c) A felicidade se resume em ouvir o chia-
( ) A criança, no colo, sorria a todos os
do das caatingas.
que passavam.
d) Os personagens dos livros românticos
( ) Do colo, a criança sorria a todos que
morriam de amor.
passavam.
a) 1, 2, 2 b) 2, 1, 1
c) 1, 2, 1 d) 2, 2, 1

109
Introdução à Gramática

29. (EEAr/13 B) Leia: Entre os tipos de adjunto adverbial em


destaque no texto acima, há
“Muitos homens choravam (...) Só Capitu,
amparando a viúva, não se desesperou.
a) dois de modo.
Consolava a outra, queria arrancá-la dali.
Ela confessou-me que não conseguia b) dois de tempo.
chorar e que iria desdobrar-se em cuida- c) apenas um de causa.
dos para com a amiga.”
d) apenas um de lugar.
No texto, os termos que se classificam
como objeto direto são: 32. (EEAr BCT/13) Leia:
“No final do ano, você sempre fala para
a) a viúva, a outra, -la
você mesmo tudo o que quer mudar.
b) muitos homens, Ela Neste ano faça isso antes.”
c) para com a amiga, -la
Em relação à classificação sintática dos
d) Capitu, -se, -me termos em destaque, assinale a alterna-
tiva correta.
30. (EEAr/13 B) Coloque, nos parênteses
que seguem os termos em destaque no tre- a) objeto indireto e objeto direto
cho abaixo, CN para complemento nominal b) sujeito e complemento nominal
e OI para objeto indireto e assinale a alter-
nativa com a sequência correta. c) objeto indireto e complemento nominal

“Creio no mundo ( ) como num malmequer, d) complemento nominal e predicativo do


sujeito
Porque o vejo. Mas não penso nele ( )
Porque pensar é não compreender ... 33. (CFC/13) Observe:
O Mundo não se fez para pensarmos nele “Pensem nas meninas
(pensar é estar doente dos olhos)” ( ) Cegas inexatas
a) CN, CN, OI b) OI, CN, CN Mas oh não se esqueçam
c) OI, OI, CN d) CN, OI, OI Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroxima...”
31. (EEAr/13 B) Observe:
O termo em destaque acima classifica-
“Que barulho estranho -se como
vem de fora
a) sujeito.
vem de dentro?!...
b) predicativo.
E o menino encolhe
c) objeto direto.
e se embrulha nas cobertas,
d) objeto indireto.
enfia a cabeça no travesseiro
e devagar,
sem segredo,
vem o sono.”

110
Análise sintática

34. (CESD/13) Coloque C (certo) ou E (erra- 37. (EEAr/12 B) Observe:


do) para a classificação sintática dos ter-
“O pai dirige-se ao filho, explicando ao
mos em destaque e, a seguir, assinale a al-
filho que as regras da casa impediam o
ternativa com a sequência correta.
filho de sair após o jantar.”
( ) A poluição destrói florestas naturais
e degrada as águas. – objeto direto Para se evitarem as repetições das pa-
lavras destacadas no período, devem
( ) Muitos biólogos confiam nas leis de
ser feitas, de acordo com a língua cul-
preservação e criam animais em extin-
ta, respectivamente, as seguintes subs-
ção. – complemento nominal
tituições:
( ) A seca prolongada provocou intensos
prejuízos à lavoura. – objeto indireto a) explicando-lhe, impediam-lhe
b) explicando-lhe, impediam-no
a) E, C, C. b) C, C, E.
c) explicando-o, impediam-lhe
c) C, E, E. d) E, E, C.
d) explicando-o, impediam-o
35. (EAGS/12 B) Assinale a alternativa na
qual o pronome oblíquo em negrito foi em-
pregado corretamente. GABARITO
a) Lúcio soube que não o entregariam o
livro a tempo. 01. B 14. C 27. B
02. B 15. D 28. D
b) Lúcio soube que não lhe entregariam o 03. A 16. A 29. A
livro a tempo. 04. C 17. D 30. C
c) Lúcio soube que não entregariam-lo o 05. D 18. D 31. A
livro a tempo. 06. C 19. A 32. A
07. B 20. A 33. D
d) Lúcio soube que não entregariam-no o 08. A 21. A 34. C
livro a tempo. 09. A 22. A 35. B
10. A 23. C 36. C
36. (EAGS/12 B) Coloque C (certo) ou E (er- 11. B 24. C 37. B
rado) para a função sintática dos termos 12. C 25. A
destacados e, a seguir, assinale a alterna- 13. D 26. B
tiva com a sequência correta.
( ) Por ocasião da formatura, escolhe-
ram-me para orador da turma. (objeto in-
direto)
( ) A dedicação a ela foi o único mérito
em sua vida. (objeto indireto)
( ) Ninguém nos viu desfilando neste
carnaval. (objeto direto)
( ) Com certeza não me pertencem os
sonhos alheios. (objeto indireto)

a) C – C – E – E b) E – C – E – C
c) E – E – C – C d) C – E – C – E

111
Introdução à Gramática

REGÊNCIA VERBAL 3- objeto indireto + predicativo do objeto.


4- objeto indireto + prep. “de” + predicativo
É caracterizada pela correta transitividade do objeto.
de determinados verbos e/ou a adequada
preposição solicitada por eles.
5. Chegar, Ir: Intransitivos (prep “a”)
OBS: Muitos verbos apresentam problema
de regência porque existe uma defasagem 6. Custar
entre a gramática herdada de Portugal (con-
siderada como padrão pela norma culta da 6.1- Transitivo indireto (prep. “a”): demorar,
língua) e a língua usada de fato pelos bra- ser difícil, custoso. Nesse caso, o verbo virá
sileiros. na 3ª pessoa do singular e o sujeito será re-
presentado por uma oração reduzida de in-
Segue uma lista de alguns verbos que apre- finitivo.
sentam problemas de regência.
6.2- Transitivo direto e indireto (prep. “a”):
1. Agradar acarretar, ter como consequência. “alguma
1.1- Transitivo direto: contentar, fazer cari- coisa a alguém”
nho, fazer agrado.
1.2- Transitivo indireto (prep. “a”): satisfazer. 7. Esquecer e lembrar
Esses verbos admitem as seguintes cons-
2. Aspirar truções:
2.1-Transitivo direto: sorver, inalar, inspirar, 7.1- Transitivo direto.
cheirar. 7.2- Transitivo indireto (prep. “de”): Verbo
2.2- Transitivo indireto (prep. “a”): preten- Pronominal
der, desejar, almejar. 7.3- Transitivo indireto (prep “a”) + sujeito:
Esquecer: Fugir da memória
3. Assistir
Lembrar: Vir à memória.
3.1- Transitivo indireto (prep. “a”): ver, pre-
senciar.
8. Implicar
3.2- Transitivo indireto (prep. “a”): caber,
pertencer. 8.1- Transitivo direto: acarretar, causar.
3.3- Transitivo direto: ajudar, prestar assis- 8.2- Transitivo indireto (prep. “com”): ser
tência, socorrer. contrário, ter implicância.
3.4- Intransitivo (prep. “em”) adjunto adver- 8.3- Transitivo direto e indireto (prep. “em”):
bial de lugar: morar, residir, habitar. envolver alguém em alguma coisa

4. Chamar 9. Informar
4.1- Transitivo direto: convocar, fazer vir, Transitivo direto e indireto
solicitar a presença. Admite duas construções:
4.2- Transitivo indireto (prep. “por, pelo”): in- 9.1- informar alguém de (sobre) alguma coi-
vocar, clamar. sa
4.3- Transitivo direto ou transitivo indireto: 9.2- informar alguma coisa a alguém
considerar, julgar, apelidar, qualificar, isto é,
quando for transobjeto (solicitar predicativo OBS: Seguem a mesma regência os verbos
do objeto). avisar, comunicar, noticiar, cientificar,
Nesse caso, admitirá quatro construções notificar, certificar.
com um mesmo significado. São elas:
1- objeto direto + predicativo do objeto. 10. (Des) Obedecer: Transitivos indiretos
(prep. “a”).
2- objeto direto + prep. “de” + predicativo
do objeto.

112
Análise sintática

OBS: A grande maioria dos verbos que REGÊNCIA NOMINAL


exprimem sentimento, estima, apreço
são transitivos diretos. Eis alguns desses É caracterizada pela preposição adequada
verbos: amar, adorar; beijar; estimar; que rege um complemento nominal, a qual
louvar; namorar; perceber; respeitar; será solicitada por um substantivo abstrato,
sentir... adjetivo, advérbio.
1. Acostumado - a, com:
11. Pagar, Perdoar e Agradecer: Transiti-
vos direto e indireto (prep “a”): alguma coi- Já estávamos acostumados a (com) tantos
sa a(prep) alguém. obstáculos.

OBS: Se o complemento desses verbos for 2. Acessível – a


representado por “coisa”, será um obje- O estudo deve ser acessível a todos.
to direto. Se o complemento for “pessoa”
será um objeto indireto. 3. Admiração – a, por:

12. Preferir: Transitivo direto e indireto Tinha admiração a(por) tudo.


(prep. “a”).
4. Aflito - com, por:
13. Proceder Fiquei tão aflito com a notícia que comecei
13.1- Transitivo indireto (prep. “a”): realizar, a gritar.
executar. Fiquei muito aflito por receber tal notícia.
13.2- Intransitivo: ter fundamento ou com-
portar-se, agir,. 5. Alheio – a, de:
13.3- Transitivo Indireto ou Intransitivo (prep Alheio ao barulho, ele continuava escrevendo.
“de”): originar-se, provir.
6. Alusão(Alusivo) - a:
14. Querer Fazia às iniciativas do ministro.
14.1- Transitivo direto: desejar, almejar, pre-
tender. 7. Analogia - com, de, entre:
14.2- Transitivo indireto (prep “a”): estimar, A analogia com fenômenos conhecidos aju-
gostar, ter carinho. dou-o a entender tudo.
Não há qualquer analogia entre esses dois
15. Simpatizar: Transitivo indireto (prep. fenômenos.
“com”)
OBS: Tal verbo não poderá ser pronominal 8. Análogo - a:
Seu discurso era análogo a um sermão
16. Visar eclesiástico.
16.1- Transitivo direto: dar visto (assinar) ou
mirar. 9. Ansioso – de, para, por:
16.2- Transitivo indireto (prep. “a”): desejar, Estamos ansiosos para (por) fazer a prova.
almejar, pretender.
Encontramos as pessoas ansiosas de di-
versão, na noite.

10. Ânsia – de, por:


Temos ânsia pela aprovação.

11. Antipatia – a, contra, por:


Tenho antipatia contra políticos.

113
Introdução à Gramática

12. Apto - a, para: 25. Desejo, Desejoso – de:


O aluno considerava-se apto para (a)os Somos desejosos do sucesso.
exames.
26. Desprezo – a, de, por:
13. Atencioso – com, para com:
Temos desprezo pela corrupção!
O professor era muito atencioso com os
alunos. 27. Devido – a:
Devido aos acontecimentos, resolveu partir.
14. Aversão – a, para, por:
Tinha aversão à(por) injeção. 28. Dúvida - acerca de, de, em, sobre
Não pode haver dúvidas nas questões gra-
15. Ávido - de:
maticais
Era ávido de fama.
29. Duvidoso – de, em:
16. Bacharel – em:
Estava duvidoso em crer naquilo.
O rapaz era bacharel em Direito.
30. Escasso – de:
17. Capaz / Capacidade – de, para:
No momento, estamos escassos de recur-
Vocês são capazes de vencer! sos!

18. Coerente – com: 31. Grato – a, por:


Tomarei uma atitude coerente com os meus Sou grato a você pelo favor.
princípios.
32. Hábil – em:
19. (in) Compatível – com:
O militar é hábil em táticas de guerra.
O meu comportamento é compatível com
o teu. 33. Indulgente – com, para com:
Somos muito indulgentes com os políticos.
20. Contemporâneo - a, de:
Meu avô era contemporâneo dos (aos) seus 34. Junto – a, com, de:
pais.
Estava sempre junto da namorada.
21. Contente – em, de, com, por:
35. Justo – com, em, para com:
Fiquei contente em (de) ficar sozinho.
Era sempre justo para com os amigos.
Todos estão contentes pela (com) sua vitó-
ria..
36. Medo - a, de:
22. Contíguo - a: O medo à morte levou-o a mudar de pro-
fissão.
Num sobrado contíguo ao meu morava Inácia.
Não tenho medo de ladrões.
23. Contrário - a
37. Passível - de:
Todos são contrários aos seus atos.
Todos estes projetos são passíveis de mo-
24. Curioso – de, por: dificação.

Era um adolescente curioso das descober-


tas científicas.

114
Análise sintática

38. Preferível - a:
A vida é preferível à morte.
EXERCÍCIOS
39. Prejudicial – a:
Fumar é prejudicial à saúde. 1. (EEAr 1/16 B) Marque a alternativa que
completa, correta e respectivamente, as la-
40. Propício – a: cunas das sentenças a seguir.
Aquele espaço não era propício ao show. I- O enfermeiro assistia ___ doente em seu
leito, diariamente.
41. Próximo - a, de: II- Aspirei ___ posto de Oficial durante seis
Estarei sempre a (de) você. meses de minha vida militar.
III- Quando foi chamada, a professora aten-
42. Residente (Residência) - em: deu ___ alunos com brevidade.
Pessoas residentes em ruas centrais so-
a) ao – ao – aos b) o – o – aos
frem com o barulho do trânsito.
c) ao – ao – os d) o – ao – os
43. Respeito – a, com, para com, por:
Tenho muito respeito por vocês. 2. (EAGS/16 B) Em qual das alternativas a
regência do verbo pagar não obedece à
O respeito com os pais é fundamental. Norma Culta?

44. Satisfeito – com, de, em, por: a) Algumas empreiteiras não pagam os
pedreiros nem os serventes os direitos
Ninguém está satisfeito com o que tem. exigidos pela lei.
45. Sensível (insensível) – a: b) Algumas patroas de São Paulo não pa-
gam às empregadas os direitos exigi-
Sejamos (in)sensíveis aos problemas alheios.
dos pela lei.
46. Simpatia – a, para com, por: c) O governo este ano não investirá na
Saúde, pois pagará toda a dívida ao
Temos muita simpatia para com os artistas.
FMI.
47. Útil - a, em, para: d) As empreiteiras não pagaram aos pe-
dreiros o acordo feito no início da obra.
A leitura é extremamente útil ao(para o) co-
nhecimento.
3. (EAGS/16 B) Assinale a alternativa que
48. Vazio – de completa, correta e respectivamente, as
lacunas do texto abaixo.
As suas palavras são vazias de emoção.
O candidato parece apto _____ o cargo.
49. Vizinho - a, de, com: Tem capacidade _____ exercer a função,
e seu perfil profissional é coerente _____
Moro em prédio vizinho ao dele.
a ideologia da instituição. Além disso, seu
Estavam escondidos num quarto vizinho do apartamento fica próximo _____ nossa em-
meu. presa.
a) para, com, com, de
b) com, para, com, a
c) com, de, para, a
d) para, de, com, a

115
Introdução à Gramática

4. (EEAr BCT/15) Assinale a alternativa cuja O pronome está corretamente emprega-


frase obedece à norma culta quanto à re- do em
gência dos verbos em destaque.
a) I e II.
a) Ele preferiu partir para a eternidade
que viver no sofrimento. b) II e III.
b) Em caso de discriminação racial, não é c) I, somente.
raro o ofendido perdoar ao ofensor. d) III, somente.
c) Durante a Copa de 2014, inúmeros te-
lespectadores assistiram as partidas 8. (EEAr/15 B) Marque a alternativa corre-
no mundo todo. ta quanto à regência nominal em destaque.
d) O trabalhador em início de carreira as- a) Esta atitude é passível a cárcere pri-
pira o sucesso profissional e uma re- vado.
muneração acima da média. b) O evento será propício da permanên-
cia dos funcionários na empresa.
5. (CFT/15) A regência verbal não está de
acordo com a norma culta em qual alter- c) O desprezo com bens materiais aju-
nativa? dou-o na superação da tragédia.

a) O lugar ao qual ela mais apreciava era d) Residente na avenida principal, convi-
a praia. via diariamente com o barulho do trân-
sito intenso.
b) Gerência e supervisão são funções a
que eu não aspiro. 9. (EAGS/14 B) Em qual das alternativas
c) Preferi suas sinceras críticas àquele abaixo o verbo querer é transitivo direto e
falso elogio do chefe. exprime a ideia de desejar, ter vontade de,
cobiçar?
d) O professor assistiu, com entusiasmo,
à videoconferência. a) Ele quer ao tio tanto quanto quer ao pai.
b) Aquela mulher quer muito aos filhos.
6. (EAGS/15 B) Assinale a alternativa em
que a regência verbal não está de acordo c) Ela não o quer para marido.
com a norma culta. d) Quero-lhe muito bem.
a) Esqueci-me completamente do nome
de sua esposa. 10. (EEAr/14 B) Leia:
b) Lembrei-me de você na semana pas- Em sua carreira profissional, o sargento
sada. da FAB deve aspirar ___ um padrão de
qualidade em tudo que faz. Trabalhos
c) Lembrei que tudo na vida é passageiro. malfeitos podem implicar ___ consequ-
d) Esqueci do dia da sua formatura. ências graves. Por isso, sempre que che-
gar ___ seu setor de trabalho, proceda
7. (EAGS/15 B) Atente para o emprego dos ___ ofícios de forma idônea.
pronomes nas frases abaixo. Considerando a regência verbal, assinale
I- Eu sempre quis agradecê-lo a amiza- a alternativa que completa corretamente
de sincera. os espaços da frase acima.
II - Filho, nós lhe amamos imensamente. (Obs.: O símbolo Ø significa que o espa-
ço deve ficar em branco.)
III- As pessoas querem preveni-la do pe-
rigo. a) a – Ø – a – aos
b) Ø – em – a – os
c) a – em – em – os
d) Ø – Ø – em – aos
116
Análise sintática

11. (EEAr/14 B) Assinale a alternativa em 14. (CESD/14) Segundo a norma culta da


que o pronome relativo foi corretamente língua, a regência verbal está incorreta em
empregado. qual alternativa?
a) Os monitores são peças fundamentais a) Crianças que obedecem os pais tor-
das pesquisas com as quais eu cola- nam-se bons cidadãos.
boro.
b) Quando chegamos ao estacionamen-
b) Os monitores são peças fundamentais to, nosso carro não estava lá.
das pesquisas de que eu colaboro.
c) Fiquei muito tempo na cozinha e es-
c) Os monitores são peças fundamentais queci a hora da reunião de condomínio.
das pesquisas que eu colaboro.
d) Durante as férias, assisti a vários fil-
d) Os monitores são peças fundamentais mes românticos.
cujas pesquisas eu colaboro.
15. (EEAr/13 B) Assinale a alternativa em
12. (EEAr/14 B) Observe: que a regência verbal está de acordo com a
norma culta vigente.
I. Os alunos obedeceram o professor
sem contestações. a) Nunca aspirei o seu cargo público.
II. O bairro em que chegamos fica afas- b) Nunca me simpatizei com pessoas fa-
tado. lantes.
III. Ele me lembrou de minhas obriga- c) Com olhar curioso, a menina assistia
ções. aos filmes antigos que herdara da avó.
d) Preferimos a tranquilidade das cidades
De acordo com a norma culta, a regência do interior do que a agitação dos gran-
verbal está correta em des centros.

a) III apenas.
16. (EEAr BCT/13) Em relação à regência
b) II apenas. nominal e à verbal, assinale a alternativa
c) I apenas. que não está de acordo com a norma culta.

d) I, II e III. a) A sua falta à prova foi justificada.


b) Não suportava às dores de cabeça.
13. (CFC/14) Considerando a regência ver- c) Álvares de Azevedo foi contemporâneo
bal, complete as lacunas da frase seguin- de Junqueira Freire e Fagundes Varela.
te e assinale a alternativa com a sequência
correta. d) Apesar de toda a comemoração em
sua homenagem, ainda era necessária
Para passear, prefiro a praia ___ campo, a confirmação de sua presença.
pois nela lembro-me ___ infância, quan-
do assistia, com meus pais, ___ maravi-
17. (CFC/13) Assinale a alternativa em que a
lhoso pôr do sol.
regência verbal não está de acordo com a
a) do que o, da, o norma culta.

b) do que o, a, ao a) Em certos ambientes, aspiramos a fu-


maça dos cigarros.
c) ao, da, ao
b) À noite, algumas pessoas não obede-
d) ao, a, o cem o farol vermelho.
c) Finalmente o cônsul brasileiro visou to-
dos os passaportes.
d) Durante o festival de cinema brasileiro,
assistimos a ótimos filmes.

117
Introdução à Gramática

18. (CESD/13) Assinale a alternativa em que 21. (EEAr BCT/12) Leia:


a mudança da regência do verbo altera o
Existem dois tipos de mulher: as que os
sentido da frase.
homens desejam muito e as que os ho-
a) 1. Chamou o amigo com insistência. mens amam.
2. Chamou pelo amigo com insistência.
A substituição dos verbos desejar e
b) 1. A Diretora presidiu uma bela cerimô- amar pelo verbo querer, mantendo-se
nia na escola. os sentidos dos verbos originais confor-
me a norma culta, resulta em:
2. A Diretora presidiu a uma bela ceri-
mônia na escola.
a) ...as que os homens querem muito e às
c) 1. Maria não precisou a quantia de doces que os homens querem.
para a festa, por isso eles acabaram.
b) ...às que os homens querem muito e as
2. Maria não precisou da quantia de que os homens querem.
doces para a festa; havia demais.
c) ...as que os homens querem muito e as
d) 1. Cidadão é o que exerce seus direitos que os homens querem.
e cumpre seus deveres.
d) ...às que os homens querem muito e às
2. Cidadão é o que exerce seus direitos que os homens querem.
e cumpre com seus deveres.
22. (CESD/12) Em qual alternativa a regên-
19. (EAGS/12 B) Em qual alternativa a re- cia do verbo destacado está incorreta?
gência dos verbos destacados não segue
a) Preferiu jogar a comida fora a doá-la
a norma culta?
para os necessitados.
a) Cuidado com a fumaça! Quem fica per-
b) Aspirou ao perfume da amiga e come-
to de fumante é obrigado a aspirá-la.
çou a espirrar.
b) Quando estávamos no estádio, cha-
c) Gostava de aspirar o cheiro puro do
mei-o em voz alta, mas ele não olhou
campo.
para trás.
d) Ele assistiu ao filme duas vezes.
c) Considere os clientes e sempre lhes
informe de que os preços já não são
23. (CESD/12) Todos os adjetivos destaca-
os mesmos.
dos nas frases abaixo regem a preposição
d) Infelizmente a atitude vil procede do de- “de”, exceto:
sejo de vingança que assola sua alma. a) Vivemos numa sociedade ávida ____
informação.
20. (EAGS/12 A) Observe:
b) Aquela escola da periferia ainda era
No primeiro contato com os selvagens, bastante escassa ____ recursos tec-
que medo nos dá de infringir os rituais, nológicos.
de violar um tabu! É todo um meticulo-
c) Desejoso ____ publicitários mais cria-
so cerimonial, cuja infração eles não nos
tivos, o chefe da agência promoveu um
perdoam.
concurso literário.
No texto acima, os termos grifados exer- d) O Ministério da Saúde adverte que o
cem respectivamente a função de consumo exagerado de bebidas alco-
ólicas é prejudicial _____ saúde.
a) objeto direto e objeto indireto.
b) objeto direto e objeto direto.
c) sujeito e objeto indireto.
d) sujeito e objeto direto.

118
Análise sintática

24. (EEAr 2/11 B) Assinale a alternativa que 27. (EEAr 1/11 B) Considerando o sentido
apresenta, de acordo com a norma culta da frase, qual alternativa não aceita a se-
formal, um erro de regência verbal. gunda opção entre parênteses em substi-
a) Infelizmente, os jovens preferem aos tuição aos elementos em negrito?
jogos de computador do que a leitura a) Resolvi assistir ao filme. / (lhe assistir)
de um bom livro.
b) Quero a você acima de tudo. / (quero-
b) As crianças obedeciam ao pai sem ne- -lhe)
nhuma contestação.
c) O invento custou a ele anos de pes-
c) Aspirei muita poeira quando limpei o quisa. / (lhe custou)
velho tapete.
d) Não mais serviria a ela aquela amiza-
d) Preciso visar meu passaporte ainda hoje. de. / (lhe serviria)

25. (EAGS/11 B) Leia:


28. (EEAr BCT/11) Leia:
Prefiro as rosas, meu amor, à Pátria.
I- Paula __________ documentos no ôni-
E antes as magnólias amo bus. (esquecer)
Que a glória e a virtude. II- A secretária __________ comandos
Obs.: texto original alterado para a elabo- sem discutir. (obedecer)
ração da questão. III- Meu colega __________ cargo de
chefia. (aspirar)
Se substituirmos o verbo amar pelo ver-
bo querer (no sentido de estimar, amar), Qual das alternativas completa as lacu-
os dois últimos versos serão estes: nas acima, respeitando a norma culta,
quanto à regência verbal?
a) E antes às magnólias quero
Que à glória e à virtude. a) esqueceu dos / obedeceu os / aspira um
b) E antes as magnólias quero b) esqueceu os / obedeceu os / aspira a um
Que à glória e à virtude. c) esqueceu os / obedeceu aos / aspira a um
c) E antes as magnólias quero d) esqueceu-se dos / obedeceu aos / as-
Que a glória e a virtude. pira um
d) E antes às magnólias quero
29. (CFC/11) Leia:
Que à glória e a virtude.
Meus pais foram ao cinema, assistiram
o filme em homenagem ao Presidente e
26. (EEAr 1/11 B) Assinale a alternativa em não apreciaram a atuação do protago-
que a ocorrência da crase não depende da nista. Simpatizaram-se, entretanto, com
regência da palavra destacada em "O réu o enredo.
parecia insensível..."
a) ... às vezes, sem o mínimo arrependi- No texto acima, os verbos destacados
mento. que estão em desacordo com a Norma
Culta em relação à regência são, respec-
b) ... às perguntas do promotor de Justiça. tivamente,
c) ... à comoção provocada pela mídia.
a) assistiram e simpatizaram.
d) ... à manifestação do público.
b) foram e simpatizaram.
c) simpatizaram e foram.
d) apreciaram e foram.

119
Introdução à Gramática

30. (CFC/11) De acordo com a norma pa- No texto acima, há um erro de regência
drão, coloque C (certo) ou E (errado) quanto verbal. Que alternativa apresenta a pas-
à regência verbal. Em seguida, assinale a sagem com esse erro?
alternativa com a sequência correta.
a) “... assistiram ao debate.”
( ) O ideal a que aspiramos é conheci-
do de todos. b) “... implica uma sociedade melhor.”
( ) A plateia assistiu uma excelente peça c) “... assistiu ou ouviu o horário políti-
teatral. co...”
( ) Ela não obedeceu o regulamento. d) “... deve lembrar que ele pode decidir
uma eleição.”
a) E, C, E b) C, E, C
c) C, E, E d) C, C, E 34. (EEAr BCT/10) Segundo a norma culta,
qual alternativa apresenta erro de regência
verbal?
31. (EAGS 2/10 B) Em qual das alternativas
a regência nominal não obedece à Norma a) Queríamos perdoar as maldades aos
Culta? malfeitores, mas era difícil.
a) Aquele funcionário não estava apto a b) Durante muito tempo, ele aspirou o
exercer a função de assessor. descanso eterno.
b) O diretor tinha certeza de que não ha- c)
Os embaixadores sempre assistem
veria reposição das aulas. aos discursos da ONU.
c) A obediência para com os pais traz a d) Agradeci ao meu pai a grata surpresa
sua origem desde o berço. no Natal.
d) Líncon mantinha sempre acesa no co-
ração a ânsia pelo progresso de seu 35. (CFC/10) Em todas as alternativas, a re-
país. gência verbal está correta, exceto em:
a)
Que pena! Esqueci-me do livro na
32. (EAGS 2/10 B) Leia: mesa da sala.
I- O autor com cujas ideias não concor- b) A resposta do funcionário implicou sua
damos irá ao Congresso. demissão da fábrica.
II- O diretor gostou e aprovou o novo pro- c) Somente alguns políticos não respon-
jeto da equipe de esportes. deram aos insultos do nervoso público.
III- Simpatizo com a Linguística Textual, d) Aspirei ao delicioso perfume daquela
mas tenho estudado muito pouco suas mulher e tornei-me seu cativo pelo res-
teorias. to da vida.

Conforme a Norma Culta, está(ão) 36. (EAGS 1/09 B) Assinale a alternativa em


correta(s) quanto à regência verbal, apenas que a regência verbal não obedece à nor-
ma culta.
a) I. b) II. c) III. d) I e III.
a) A professora lembrou-se de que não
33. (EEAr 1/10 B) Leia: haveria prova.

“Apenas 20% do eleitorado assistiram ao b) Quando chegar o pagamento, ele com-


debate entre os dois candidatos. O elei- prará o livro de que precisa.
tor que, alguma vez, já assistiu ou ouviu c) Seus beijos e seus carinhos são coisas
o horário político deve lembrar que ele de que jamais me esqueço.
pode decidir uma eleição. O voto cons-
d) O futuro para a Educação brasileira que
ciente implica uma sociedade melhor.”
os professores aspiram está muito longe.

120
Análise sintática

37. (CFT/09) Em qual das alternativas a re- 40. (CFC/09) Assinale a alternativa que pre-
gência verbal não obedece à Norma Culta? enche corretamente as lacunas em:
a) Teresa, não mais simpatizo com você. “Devemos ter respeito ____ todos, pres-
Sua prepotência nos deixou distantes. tar obediência ____ certos mandamen-
tos e ser vazios ____ ganância.”
b) Não a quero, Teresa, como a queria
tempos atrás. Nossa amizade se diluiu.
a) por, a, de b) com, de, a
c) Ela sempre se esqueceu da data de
c) a, por, com d) de, com, por
aniversário de nosso casamento.
d) Teresa, minha esposa, gosta bem mais 41. (CFC/09) Assinale a alternativa que pre-
de cinema do que de teatro. enche corretamente as lacunas da frase
abaixo.
38. (EEAr 1/09 B) Qual par de frases não
“Quando chegou ____ Salvador, foi para
apresenta erro de regência verbal?
o hotel de táxi e pagou ____ motorista ra-
a) I- A mãe agradou ao filho choroso no pidamente. Queria esquecer ____ pro-
colo. blemas do dia-a-dia, aproveitar o carna-
val e assistir ____ desfile dos blocos.”
II- As palavras do orador agradaram ao
público.
a) em, ao, dos, o b) em, o os, ao
b) I- A professora chamou-o de inteligente.
c) a, ao, os, ao d) a, o , dos, o
II- O técnico chamou ao jogador de in-
disciplinado. 42. (CFC/08) Assinale a alternativa que
c) I- O garoto queria muito bem ao pai. apresenta erro de regência verbal.

II- “Não lhe quero mais aqui”, bradou a a) O lançamento do novo livro na última
moça enfurecida. Bienal agradou ao público.

d) I- Ela sempre o perdoa as palavras ru- b) Eu me lembro com saudade daquela


des. época da infância.

II- Perdoamos aos empregados todas c) A aluna responsável sempre obedece


as dívidas. ao regulamento.
d) Preferi o cargo de supervisor do que o
39. (EEAr 1/09 A) Em que alternativa há uma de presidente.
frase com erro de regência verbal?
a) Vi o jogo pela TV.
GABARITO
Assisti ao jogo pela TV.
01. D 15. C 29. A
b) Sempre desejou uma casa nova.
02. A 16. B 30. C
Sempre aspirou a uma casa nova. 03. D 17. B 31. C
c) O jogador mirou o ângulo do gol. 04. B 18. C 32. D
05. A 19. C 33. C
O jogador visou o ângulo do gol. 06. D 20. A 34. B
d) As mulheres gostam mais dos filmes 07. D 21. A 35. D
românticos do que jogos de futebol. 08. D 22. B 36. D
09. C 23. D 37. B
As mulheres preferem mais filmes ro- 10. A 24. A 38. B
mânticos do que jogos de futebol. 11. A 25. A 39. D
12. A 26. A 40. A
13. C 27. A 41. C
14. A 28. C 42. D

121
Introdução à Gramática

PREDICADO ESTRUTURAS DOS PREDICADOS:


VERBAL: verbos INTR., TD, TI ou TDI
É tudo aquilo que se declara do sujeito de-
terminado ou indeterminado. Se a oração NOMINAL: VL e PREDICATIVO DO SUJ.
não possuir sujeito, toda ela será o predi- VERBO-NOMINAL: verbos INTR, TD, TI ou
cado. TDI e PREDICATIVO DO SUJ.

Obs: Se o sujeito for simples ou composto, VTD e PREDICATIVO DO OBJ.


basta retirar o sujeito e tudo o que sobrar
será o predicado; no entanto, se o sujeito
for indeterminado, inexistente, ou oculto,
toda a oração será o predicado.
EXERCÍCIOS
TIPOS DE PREDICADO
1 VERBAL: Apresenta como núcleo um 1. (EEAr 1/16 B) Quanto ao tipo de predica-
verbo TRANSITIVO ou INTRANSITIVO. do, coloque (1) para verbal, (2) para nomi-
nal, (3) para verbo-nominal e, em seguida,
2 NOMINAL: Apresenta como núcleo um assinale a sequência correta.
PREDICATIVO DO SUJ. ( ) Os pássaros entoavam canções aos
demais animais.
OBS: O predicado nominal terá obrigatoria-
mente a presença de um VERBO DE LIGA- ( ) Em casa, a mulher ficava quieta.
ÇÃO: Serve para ligar um estado ou quali- ( ) Eu acho Português fácil.
dade, isto é, um predicativo ao sujeito. Os
verbos de ligação podem atribuir ao sujeito ( ) Ficamos abatidos.
os seguintes estados: a) 2 – 1 – 3 – 1
Permanente: SER, VIVER. b) 1 – 3 – 2 – 2
Transitório (passageiro): ESTAR, ANDAR,
c) 1 – 2 – 3 – 2
ENCONTRAR-SE.
Mutatório (mudança de estado): FICAR, VI- d) 1 – 2 – 3 – 3
RAR, TORNAR-SE, CAIR, FAZER-SE.
2. (EAGS/16 B) Complete a oração abaixo,
Continuativo: CONTINUAR, PERMANE-
CER. acrescendo ao sujeito predicado nominal,
expresso em uma das alternativas.
Aparente: PARECER.
As palavras ...
PREDICATIVO: Termo que caracteriza ou a) ... persistem esperançosas de olhos
qualifica o sujeito ou o objeto. ávidos de beleza.
b) ... conduzem a história de todos os ho-
3 VERBO-NOMINAL:Apresenta como nú-
cleos um verbo TRANSITIVO ou INTRAN- mens.
SITIVO simultaneamente com um PREDI- c) ... chegam esvaziadas a almas distraí-
CATIVO DO SUJEITO ou DO OBJETO. das.

VERBOS TRANSOBJETOS: São verbos d) ... quebram silêncio e segredos.


transitivos diretos que solicitam a presença
de um predicativo do objeto: JULGAR, NO-
MEAR, ELEGER, CONSIDERAR, DECLA-
RAR, ACHAR, FAZER, DEIXAR, TORNAR,
CHAMAR... . Do ponto de vista semântico,
tais verbos caracterizam uma qualidade
atribuída ao objeto pelo sujeito.

122
Análise sintática

3. (EAGS/16 B) Assinale a alternativa em 6. (EEAr BCT/15) Observe:


que o(s) termo(s) destacado(s) é (são) pre-
Viajou sozinha a filha em busca do mundo.
dicativo do objeto.
A mãe permaneceu preocupada na peque-
a) “Olhou para as suas terras e viu-as in- na cidade. Seu anjo voara para o desco-
cultas e maninhas.” nhecido.
b) “As virtudes são econômicas, mas os Analise as afirmações:
vícios, dispendiosos.”
I. O predicado da primeira oração classifi-
c) “A fraqueza de Pilatos é enorme, a fe- ca-se como verbo-nominal.
rocidade dos algozes inexcedível.”
Ele é formado pelo verbo de ação viajou e o
d) “Quando se é menino, nosso espírito é predicativo do sujeito sozinha.
inteiramente receptivo, crédulo, es-
II. Na segunda oração, temos o verbo de li-
perançoso.”
gação permaneceu e o predicativo do su-
jeito preocupada, o que caracteriza o pre-
4. (EAGS/16 A) Leia: dicado nominal.
A mulher do fim do mundo III. Na última oração, o predicado é formado
Chama a luz com um assobio, pelo verbo de ação voara e pelo predicativo
do sujeito desconhecido, o que caracteriza
Faz a virgem virar pedra,
o predicado verbo-nominal.
Cura a tempestade (...)
Está correto o que se afirma apenas em
O termo destacado nos versos acima exer-
a) II e III. b) I e III. c) I e II. d) I.
ce a função de
a) objeto direto. 7. (CFT/15) Assinale a alternativa em que o
b) predicativo do sujeito. termo destacado é predicativo do sujeito.

c) predicativo do objeto. a) Nomearam Fernando representante


dos professores.
d) complemento nominal.
b) O delegado julgou acertada a opinião
5. (EEAr BCT/15) Assinale a alternativa em das testemunhas.
que o termo destacado classifica-se como c) Os manifestantes invadiram furiosos a
predicativo do sujeito. Câmara dos Deputados durante a ma-
a) Os funcionários acharam comoventes drugada.
as palavras do palestrante. d)
O engenheiro, durante a inspeção,
b) As palavras comoventes do pales- considerou algumas construções ex-
trante mexeram com a emoção dos tremamente frágeis.
funcionários.
8. (EAGS/15 B) Assinale a alternativa em
c) Os funcionários saíram muito como- que o termo destacado é predicativo do su-
vidos com as palavras do palestrante jeito.
naquela tarde.
a) Os médicos julgaram inevitável a ci-
d) Os emocionados funcionários saíram da rurgia.
palestra com lágrimas nos olhos na-
quela tarde. b) Com o calor, aquela estrada parecia
sem fim.
c) O eleitor considerou desonesto aque-
le candidato a deputado.
d) A população de São Paulo achou im-
próprio o momento da paralisação.

123
Introdução à Gramática

9. (EAGS/15 B) Em relação à classificação a) Os homens e as mulheres é sujeito


do predicado, coloque (C) para certo e (E) composto.
para errado. Em seguida, assinale a alter-
b) É um palco é predicado verbo-nominal.
nativa com a sequência correta.
c) Meros artistas é predicado verbal.
I- ( ) Encontramos enferrujadas as ferra-
mentas. (predicado verbo-nominal) d) Muitos papéis é sujeito simples.
II- ( ) O professor considerou Amadeu in-
12. (EAGS/14 B) Assinale a alternativa em
teligente. (predicado verbo-nominal)
que o predicado da oração é classificado
III- ( ) Antigamente as avós contavam como verbal.
muitas histórias belas para os netos.
a) Os alunos retornaram da excursão ani-
(predicado nominal)
madíssimos.
IV- ( ) Os convidados julgaram o dia da
b) O patrão considerou incompetente o
confraternização inoportuno. (predicado
seu funcionário.
verbal)
c) O rapaz e a namorada entraram na sala
a) C – C – C – C repentinamente.
b) C – E – E – E d) Muitos grevistas mantiveram-se cala-
c) C – C – E – E dos durante a passeata.

d) E – E – E – E 13. (EAGS/14 B) Assinale a alternativa em


que o termo destacado é predicativo do ob-
10. (EEAR/15 A) Predicativo é o termo que jeto.
confere ao sujeito ou ao objeto um atributo,
um estado ou modo de ser. Assim, assinale a) O candidato ficou frustrado com o re-
a alternativa em que o termo em destaque sultado das eleições.
tem essa função. b) O povo anda preocupado com o pre-
a) “Luz fria, seus cabelos têm tristeza de ço dos alimentos.
néon.” Os alunos voltaram exaustos do
c)
b) “Separam-se contentes, ele ainda acampamento.
mais que ela.” d) Encontraram machucado o garoto.
c) “Todo homem é mortal, porém o ho-
mem todo não é mortal.” 14. (EEAr/14 B) Coloque 1 para predicado
nominal, 2 para verbal e 3 para verbo-nomi-
d) “Foram tantos os sonhos engendra- nal. Em seguida, assinale a alternativa com
dos, que não podia permitir que os a sequência correta.
destruíssem.”
( ) Ficou realmente feliz com o resultado
11. (EEAR/15 B) Considere os versos seguintes. da prova.

O mundo é um palco; os homens e as ( ) Ao fim do jogo, ele saiu de campo mui-


mulheres, to frustrado.

meros artistas, que entram nele e saem. ( ) Os próprios habitantes fabricavam ali-
mentos e remédios.
Muitos papéis cada um tem no seu tempo;
sete atos, sete idades. a) 3 – 1 – 2 b) 1 – 2 – 3
c) 1 – 3 – 2 d) 2 – 3 – 1
Assinale a alternativa correta quanto à
classificação sintática dos termos.

124
Análise sintática

15. (EEAr BCT/14) Leia: 18. (CFC/14) Relacione as colunas conside-


rando o tipo de predicativo em destaque.
“Eu também já fui brasileiro / moreno
Em seguida, assinale a alternativa com a
como vocês. / Ponteei viola, guiei forde /
sequência correta.
e aprendi na mesa dos bares / que o na-
cionalismo é uma virtude.” (1) predicativo do sujeito
(2) predicativo do objeto
Em relação à oração a que pertence, é
correto afirmar que
( ) As ondas do mar estavam agitadas.
a) brasileiro é predicativo do objeto. ( ) O vilarejo julgou milagroso o fato
b) moreno é predicativo do sujeito. ( ) Os desejos tornam as pessoas cegas.
c) nacionalismo é objeto direto. ( ) Por descaso, o riacho e a plantação
d) viola é sujeito. ficaram poluídos.

16. (EEAr BCT/14) Considere as seguintes a) 1, 2, 1, 2 b) 1, 2, 2, 1


frases: c) 2, 1, 2, 1 d) 2, 1, 1, 2
I- Na milésima segunda noite, Scheraza-
de degolou o sultão. 19. (CESD/14) Assinale a alternativa em que
o predicado classifica-se como verbo-no-
II- Angustiado estou com sua indiferença.
minal.
III- Saímos curiosos da apresentação.
a) Os invasores deixaram o campo de ba-
Quanto ao predicado, pode-se firmar que talha pela manhã.

a) II é nominal e III é verbo-nominal. b) O exército inimigo destruiu todas as


praças da cidade.
b) I é verbo-nominal e II é verbal.
c) O sargento ficou chocado diante da-
c) I é verbal e II é verbo-nominal. quela tragédia.
d) III é verbal. d) Depois do confronto, muitos soldados
voltaram feridos para o quartel.
17. (CFC/14) Leia:
I - Os alunos estão felizes no acampa- 20. (EEAr/13) Observe as frases abaixo:
mento. I. As questões de inglês estão difíceis.
II - Os alunos chegaram ontem do acam-
II. O artista deu uma entrevista àquele re-
pamento.
pórter.
III - Os alunos chegaram ontem felizes do
III. O aluno saiu do exame cansadíssimo.
acampamento.
Os predicados nas três frases são
É correto afirmar que há predicado
verbo-nominal em:
a) todos verbais.
a) III apenas.
b) todos nominais.
b) II apenas.
c) verbo-nominal, nominal, verbal, res-
c) II e III. pectivamente.
d) I e II. d)
nominal, verbal, verbo-nominal, res-
pectivamente.

125
Introdução à Gramática

21. (EEAr/13) Classifica-se como predica- 24. (EAGS/13 B) Leia:


tivo do objeto o termo destacado em que
I. O acampamento deixou cansados os
oração?
novos alunos.
a) O professor saiu cansado no final da
II. Cansados, os novos alunos deixaram
aula.
o acampamento.
b) Os atletas participaram do torneio ani-
III. Os novos alunos deixaram cansados
mados.
o acampamento.
c) Consideramos apropriadas as reivin-
dicações dos operários. Há predicativo do objeto em
d) Durante a viagem, olhávamos admira- a) I. b) II. c) II e III. d) I, II e III.
dos aquela bucólica paisagem.
25. (EAGS/12 B) Em qual das alternativas o
22. (EEAr BCT/13) Leia: termo em destaque exerce a função de pre-
“Não tenham medo de mim, que eu não dicativo do sujeito?
sou nenhum papa crianças, nem eu ve- a) “Amar é um deserto e seus temores”
nho desmanchar prazeres de ninguém.”
b) “Atravessamos o deserto do Saara...”
No trecho acima, há c) “O deserto que atravessei ninguém
me viu passar”
a) dois predicados nominais e um predi-
cado verbal. d) “Você me deixa a rua deserta quando
atravessa e não olha pra trás”
b) dois predicados verbais e um predica-
do nominal.
26. (EEAr BCT/12) Leia:
c) três predicados verbais e um predica-
I- As crianças do colégio Dom Casmurro
do verbo-nominal.
voltaram de Paris enjoadas.
d) um predicado verbal, um predicado no-
II- Enjoadas, as crianças do colégio Dom
minal e um predicado verbo-nominal.
Casmurro voltaram de Paris.
23. (EAGS/13 B) Leia: III- As enjoadas crianças do colégio Dom
Casmurro voltaram de Paris.
O veículo elétrico não emite gás carbô-
nico ou nenhum outro tipo de gás no- Há predicativo do sujeito em:
civo ao meio ambiente.
a) I e II b) II e III c) I, II e III d) I apenas
Assinale a alternativa em que o predica-
do destacado classifica-se como o pre-
dicado presente no trecho em destaque
na frase acima. GABARITO

a) A fabricação de veículos elétricos será 01. C 10. B 19. D


importante para a preservação do 02. A 11. A 20. D
meio ambiente. 03. A 12. C 21. C
04. B 13. D 22. B
b) Fabricar veículos elétricos ficará cada 05. C 14. C 23. C
vez mais oneroso para as montado- 06. C 15. B 24. A
ras nacionais. 07. C 16. A 25. A
c) Somente pessoas de alto poder aquisi- 08. B 17. A 26. A
tivo comprarão veículos elétricos. 09. C 18. B
d) O custo dos veículos elétricos é muito
elevado.

126
Análise sintática

INTEGRANTES: OBJETOS PLEONÁSTICOS: São repre-


sentados por pronomes pessoais do
1. COMPLEMENTO VERBAL (objeto): caso oblíquo que retomam o objeto ante-
Completa o sentido de um verbo transiti- riormente citado.
vo.
2. COMPLEMENTO NOMINAL: Termo
1.1. OBJETO DIRETO: Termo (substan- preposicionado que completa o sentido
tivo ou pronome) sem preposição que de um substantivo abstrato, adjetivo ou
completa o sentido de um verbo transiti- advérbio.
vo direto.
3. AGENTE DA PASSIVA: Termo preposi-
OBS: Há determinados objetos diretos que cionado (pelo, por, de) que pratica a ação
solicitam ou aceitam a regência da prepo- expressa por uma locução verbal (ser, es-
sição e são denominados OBJETOS DIRE- tar, ficar + particípio) na voz passiva.
TOS PREPOSICIONADOS:
ACESSÓRIOS:
CASOS OBRIGATÓRIOS
1. ADJUNTO ADVERBIAL: Função sintática
◆◆PRONOMES PESSOAIS DO CASO exercida por um advérbio ou locução ad-
OBLÍQUO TÔNICO: verbial.
Sempre ouvi a ti. Principais circunstâncias expressas pelo
adjunto adverbial
◆◆PRONOME RELATIVO “QUEM”:
Conheci a mulher a quem você amou. ◆ assunto: Falavam sobre futebol. (ou de
◆◆DESFAZER AMBIGUIDADE: futebol, ou a respeito de futebol)
Matou ao caçador o leão.
◆ causa: “Morrer ou matar de fome, de rai-
va e de sede ... .” (Caetano Veloso)
CASOS FACULTATIVOS
Trabalhava por amor.
◆◆OBJETO DIRETO DESLOCADO, ISTO É, Tremia de medo.
ANTECEDENDO O VERBO:
Ao barulho ouviu dali! ◆ companhia: “Minha mulher fugiu com o
◆◆SUBSTANTIVOS (OU PRONOMES) dono da venda.” (C. B. de Holanda)
PERSONIFICADOS: Com quem você saiu?
Não odeio a ninguém. Quero dançar contigo.
◆◆NOMES RELIGIOSOS:
Louvemos a Deus. ◆ conformidade: Fez tudo conforme o
combinado. (ou segundo o combinado)
◆◆APÓS A CONJUNÇÃO “COMO”:
Amo-o como a um irmão. ◆ instrumento: Fez o corte com a faca.
◆◆PARTE DE UM TODO (PREP “DE”): Criava seus desenhos a lápis.
Comi do bolo.
◆ lugar: Vou à cidade.
◆◆VERBOS QUA EXPRIMEM SENTIMEN-
TO (amar, adorar; estimar; beijar...): Estou em casa.
Amo à solidão. Vive nas montanhas.
Sentou-se à mesa.
1.2. OBJETO INDIRETO: Termo (subs-
Entrou na loja.
tantivo ou pronome) preposicionado que
completa o sentido de um verbo transitivo
indireto.

127
Introdução à Gramática

◆ matéria: Compunha-se de substâncias a) objeto indireto e objeto indireto.


estranhas. b) complemento nominal e adjunto adno-
Fizeram ótimo vinho com aquelas uvas. minal.
c) adjunto adnominal e complemento no-
◆ meio: Viajarei de trem.
minal.
Enriqueceram mediante fraude.
d) complemento nominal e complemento
Andávamos de bicicleta. nominal.
Sempre nos falávamos por telefone.
3. (EAGS/16 B) Leia:
◆ modo: Foram recrutados a dedo.
Não serei o poeta de um mundo caduco
Fiquem à vontade.
Também não cantarei o mundo futuro.
◆ tempo: O escritório funcionará das 8h às Estou preso à vida e olho meus compa-
18h. nheiros.
Casarão em junho. Os termos destacados, no texto acima,
exercem respectivamente a função de
2. ADJUNTO ADNOMINAL: Termo que vem a) adjunto adnominal e objeto indireto.
diretamente relacionado ao substantivo.
b) complemento nominal e objeto indireto.
c) complemento nominal e adjunto adno-
minal.

EXERCÍCIOS d) adjunto adnominal e complemento no-


minal.

ADN, CN e AGP 4. (EEAr BCT/15) Qual é o total de adjuntos


adnominais da frase abaixo?
Um motivo que atraiu a indústria cinemato-
1. (EEAr 1/16 A) Assinale a opção em que o
gráfica para Hollywood foi o clima califor-
termo grifado se liga, sintaticamente, a um
niano.
nome.
a) 6 b) 5
a) Antes do meio dia, voltaram para a seção.
c) 4 d) 3
b) O governo decidiu pela defesa da pátria.
c) O método precisa, urgentemente, de 5. (EAGS/15 B) Em qual alternativa o ter-
divulgação. mo destacado exerce função sintática de
d) Ainda que chova, não precisaremos agente da passiva?
das viaturas. a) Durante os protestos, a violência foi
deixando suas marcas pelo caminho.
2. (EAGS/16 B) Leia:
b) Pouco a pouco, aquele vilarejo foi to-
“O livre-comércio é, do ponto de vista aca- mado pela escuridão.
dêmico, associado de maneira inequívoca
c) Seremos eternamente gratos por toda
ao progresso. Mas, no meio político, isso
essa gentileza.
nem sempre é verdade. O livre-comércio é
visto como uma ameaça ao emprego e à d) Alugam-se apartamentos por preço
estrutura produtiva do país.” baixo.
Os termos destacados, no texto acima,
exercem, respectivamente, a função de

128
Análise sintática

6. (EAGS/15 B) Leia: 9. (EAGS/14 B) Complete a frase abaixo


com o termo que tem função de comple-
Hoje, estima-se que o Brasil seja o quar-
mento nominal:
to país responsável pelas mudanças cli-
máticas por causa das queimadas. “As críticas _______ surtiram efeitos qua-
se que imediatos na revisão do projeto
O termo destacado no texto acima é um orçamentário.”

a) objeto direto. a) às claras b) da mídia


b) objeto indireto. c) impiedosas d) ao governo
c) agente da passiva.
10. (EAGS/14 B) Assinale a alternativa que
d) complemento nominal.
traz a correta classificação do termo em
destaque em: “Positiva ou negativamente,
7. (EEAr/15 B) Observe: às vezes é necessária à intervenção do Es-
I. O gosto que Ana tinha pelos livros era tado na economia”.
conhecido por todos. a) complemento nominal
II. Você está cercado de amigos com b) adjunto adnominal
quem poderá contar pela vida inteira.
c) adjunto adverbial
III. O dinheiro foi tirado do caixa eletrôni-
co pela mulher misteriosa que estava d) objeto indireto
com uma mala preta.
11. (EAGS/14 B) Em qual alternativa o ter-
Os termos acima em destaque classifi- mo destacado classifica-se como agente
cam-se como agente da passiva em da passiva?

a) III apenas. a) A defesa da Pátria é responsabilidade


das Forças Armadas.
b) II e III.
b) Confiantes na vitória, os combatentes
c) I e III. permaneceram em frente ao quartel.
d) I e II. c) Minha escola de samba foi aplaudida
pela multidão do início ao fim do desfile.
8. (EEAr/15 B) Assinale a alternativa em que
d) No domingo, os foliões desfilaram por
o termo em destaque é complemento no-
toda a cidade com bastante animação.
minal.
a) Aquele administrador distribuiu dinhei- 12. (EEAr BCT/14) Leia:
ro público a seus familiares.
“Há um cemitério de bêbados na minha
b) O sistema público de educação neces- cidade. Nos fundos do mercado de pei-
sita de reformas urgentes e eficazes. xe e à margem do rio ergue-se o velho in-
c) A construção dos estádios para a gazeiro ali os bêbados são felizes. A po-
Copa do Mundo trará alguns prejuízos pulação considera os animais sagrados,
para os cofres públicos. provê suas necessidades de cachaça e
peixe (...). No trivial contentam-se com as
d) O grande poeta Manoel de Barros sobras do mercado.” (Dalton Trevisan)
evidencia a complexidade das coisas
simples em sua obra. Dos termos destacados no trecho aci-
ma, qual se classifica como complemen-
to nominal?

a) do rio b) de bêbados
c) do mercado d) de cachaça e peixe

129
Introdução à Gramática

13. (EEAr/14 B) Assinale a alternativa que No texto acima, há dois complementos


apresenta em destaque o complemento nominais. Assinale a alternativa que con-
nominal. tém esses complementos.
a) Herdou tão somente o verde casaco
a) a seus princípios, com todos
de lã.
b) de Ana, a seus princípios
b) O céu de estrelas encantava-o desde
menino. c) com todos, dele
Esta jovem é uma profissional de
c) d) dele, na jovem
consciência.
17. (CFT/13) Leia:
d) A família mudou-se para longe da ci-
dade grande. Uma recente pesquisa realizada numa ci-
dade dos Estados Unidos apontou que
14. (CFC/14) Observe os termos em desta- consumir uma maçã diariamente ajuda
que: na diminuição do colesterol ruim no or-
ganismo. Várias mulheres que participa-
I - O atleta estava confiante na vitória.
ram da pesquisa apresentaram resulta-
II - A casa da mãe era seu único refúgio. dos positivos consumindo uma maçã de-
sidratada. A vantagem para os brasileiros
III - Considerou-se o candidato inapto
é que há nas prateleiras dos supermer-
para o trabalho.
cados uma grande variedade de maçãs.
Há complemento nominal em:
Qual dos termos em destaque, no texto
a) II e III. b) I e III. acima, classifica-se como complemento
nominal?
c) I e II. d) III apenas.
a) dos Estados Unidos
15. (EEAr/13) Observe:
b) dos supermercados
“O amor é um ato de fé,
c) do colesterol ruim
e todo aquele que tem pouca fé também
d) da pesquisa
tem pouco amor.”
18. (EEAr BCT/13) Observe:
Nos versos acima, as palavras desta-
cadas classificam-se, respectivamente, I- Todos da cidade ficaram admirados
como adjunto com a queima de fogos.
II- Os pais da vítima ficaram satisfeitos
a) adnominal e adverbial. com a condenação da assassina.
b) adnominal e adnominal. III- A criação de novos cargos na empre-
c) adverbial e adnominal. sa era necessária.
d) adverbial e adverbial. IV- O discurso do professor emocionou
todos os alunos.
16. (EEAr/13) Leia:
Considerando os termos destacados,
“A foto de Ana deixava-o saudoso. Moça classificam-se como complemento no-
fiel a seus princípios, Anita, como era minal os que estão em
chamada, sempre foi tolerante com to-
dos. Seu coração bondoso acolhia quem a) I, II e III apenas.
dele precisasse. Os amigos confiavam na
b) III e IV apenas.
jovem...”
c) I e II apenas.
d) I, II, III e IV.

130
Análise sintática

19. (EAGS/13 B) Em qual alternativa o termo 22. (CFC/13) Em “A mesa do bolo estava
destacado é complemento nominal? cercada de olhinhos arregalados”, o ter-
mo em destaque classifica-se como:
a) “O branco que adoçará meu café
a) adjunto adverbial
nesta manhã de Ipanema
b) agente da passiva
não foi produzido por mim.”
c) adjunto adnominal
b) “Vejo-o puro
d) complemento nominal
e afável ao paladar
como beijo de moça, água 23. (CFC/13) Leia:
na pele, flor.” “ Eu fui, isso sim, um grande caçador de
c) “Este açúcar veio vagalumes, com vidros cheios de lan-
ternas vivas, iscas de tiques, com ti-
da mercearia da esquina e
ções de brasa riscando a escuridão do
tampouco o fez o Oliveira Triângulo...”
dono da mercearia.”
O termo em destaque acima classifica-
d) “Este açúcar veio -se como
de uma usina em Pernambuco
a) objeto indireto.
ou no Estado do Rio
b) adjunto adverbial.
e tampouco o fez o dono da usina.”
c) adjunto adnominal.

20. (EAGS/13 B) Em qual alternativa o termo d) complemento nominal.


destacado é um agente da passiva?
24. (CESD/13) Leia:
a) Para tratar o problema da insônia, mui-
tos optam pela medicação. “Amigo especial é aquele que está sem-
pre presente nos momentos difíceis”
b) Hoje em dia, a ansiedade tem sido mui-
to combatida pelos médicos. Em qual alternativa o termo retirado da
frase acima classifica-se como adjunto
c) Assim como a insônia, a apneia do
adnominal?
sono incomoda muitas pessoas por
muitos anos. a) amigo
d) A opção pela cirurgia, em casos gra- b) presente
ves de apneia, é exclusivamente do pa-
c) especial
ciente.
d) nos momentos
21. (EEAr BCT/13) Em que alternativa o ter-
mo destacado classifica-se como agente 25. (EAGS/12 B) Leia:
da passiva? Durante a aula, a discussão __________
a) Caminhava silencioso pela relva. exigiu a intervenção do professor.
Eu seguirei meus ideais pela vida
b) O termo que completa a frase acima
toda. exercendo a função de complemento no-
c) A empresa foi aplaudida pelos servi- minal é:
ços prestados. a) do assunto
d) Naquela tarde, a paz foi quebrada pe- b) dos alunos
los desordeiros.
c) às pressas
d) com agressões

131
Introdução à Gramática

26. (EAGS/12 B) Assinale a alternativa na 30. (EAGS/11 B) Marque a alternativa cujo


qual o grupo em negrito é classificado termo em destaque desempenha a função
como agente da passiva. sintática de agente da passiva.
a) O muro foi o símbolo da separação en- a) A nova política salarial prejudica os
tre os dois vizinhos. trabalhadores de menor poder aqui-
sitivo.
b) O muro foi pintado de azul e branco
ontem por meu pai. b) Ao sair do estádio, o jogador de futebol
ficou rodeado de torcedores fanáticos.
c) O muro recebeu uma cerca elétrica
em toda sua extensão. c) Sua dedicação aos pobres não passa-
va de demagogia eleitoreira.
d) O muro foi muito resistente durante os
anos de guerra. d) Por mais injusto que pareça, o crimino-
so tem o direito de defesa.
27. (CFC/12) O termo em destaque classifi-
ca-se como complemento nominal em: 31. (EAGS/11 B) Leia:
a) O Brasil vai sediar a Copa do Mundo I- “O tempo cobre o chão de verde man-
em 2014. to, que já coberto foi de neve fria.”
b) Os estádios de futebol precisarão de II- “... e podia-se escolher pelo jornal o
grandes reformas. filme da noite – tudo feito de modo a que
um dia seguisse ao outro.”
c) Muitos jogadores aposentados estarão
felizes nesse dia. III- “O pequeno avião fez um pouso de
emergência (...). Ficaram feridos todos
d) Certamente ninguém irá ficar alheio a
os seus ocupantes.”
essas atividades.
Das expressões destacadas, classifica(m)-
28. (CESD/12) Assinale a alternativa cujo -se como adjunto(s) adnominal(ais) a(s)
termo, retirado da frase abaixo, exerce a seguinte(s):
função de adjunto adnominal.
a) da noite
Os dois helicópteros de salvamento pou-
b) de verde manto
saram em uma pequena praça anteontem.
c) da noite – feridos
a) em uma pequena praça
d) feridos – de neve fria
b) de salvamento
c) helicópteros 32. (EEAr BCT/11) Em qual alternativa o ter-
mo destacado exerce a função de comple-
d) anteontem
mento nominal?

29. (CESD/12) Leia: As garotas foram contratadas pela


a)
empresa para fazerem propagandas
Um país inteiro não pode ser derrotado eleitorais.
por um mosquito.
b) Sempre em época de eleição, nossas
O termo destacado, na oração acima, escolhas necessitam de cuidados es-
tem a função de peciais.
c) Todos os eleitores gostaram das pro-
a) objeto direto.
postas apresentadas pelos candida-
b) objeto indireto. tos em 2010.
c) agente da passiva. d) O presidente Barack Obama mostrou
d) complemento nominal. que a realização de seu projeto será
uma grande conquista para o Planeta.

132
Análise sintática

33. (CFC/11) Observe: 3. APOSTO: Apresenta como núcleo um


substantivo ou pronome sem preposi-
“Certa manhã, um ratinho saiu do buraco
ção que explica, resume, enumera, re-
pela primeira vez.”
toma ou especifica um outro substantivo
Assinale a alternativa em que todas as (pronome) anteriormente citado.
palavras retiradas da frase acima se clas-
sificam como adjunto adnominal. OBS1: Virá caracterizado pela presença
de pontuação (vírgula, dois pontos, traves-
a) ratinho, vez, certa sões). Exceção: aposto especificativo.
b) certa, um, primeira
OBS2: Embora, teoricamente, o aposto
c) manhã, um, buraco seja posto após o substantivo (pronome)
d) primeira, buraco, vez para o qual trabalhe; há situações em que o
aposto virá antecedendo tal termo.

GABARITO APOSTO ESPECIFICATIVO: Apresenta


uma relação de significado direta com o
01. B 12. D 23. D substantivo ao qual se refere (sinonímia).
02. D 13. D 24. C
03. D 14. B 25. A OBS: O aposto especificativo é o único
04. B 15. B 26. B que pode vir regido pela preposição “de”,
05. B 16. A 27. D e não apresenta pontuação. É geralmen-
06. D 17. C 28. B te representado por um substantivo próprio
07. B 18. A 29. C (letra maiúscula).
08. C 19. B 30. B
09. D 20. B 31. A
10. B 21. D 32. D
VOCATIVO: Caracteriza um chamamento
11. C 22. B 33. B
em relação à pessoa ou coisa com quem
se fala.

OBS: O vocativo não vem relacionado a


nenhum outro termo da oração, por isso a
obrigatoriedade de vir separado da oração
pela vírgula. Trata-se de um elemento da
comunicação, pois identifica o receptor da
mensagem.

133
Introdução à Gramática

3. (EEAr BCT/15) Leia:


Uma coisa em especial preocupa muitos
EXERCÍCIOS cientistas: a perda de diversidade bio-
lógica.
APOSTO E VOCATIVO Assinale a alternativa em que o termo des-
tacado não exerce a mesma função sintáti-
1. (EAGS/16 B) Leia: ca do termo em destaque no período acima.
O universo, um conjunto de todas as re- a) O craque argentino Lionel Messi e seu
alidades criadas, é um enigma para a hu- pai Jorge Horácio foram acusados de
manidade. terem fraudado o Fisco catalão em va-
Em qual alternativa o termo em destaque lor equivalente a 11, 5 milhões de reais.
desempenha a mesma função sintática de b) Michael Phelps, o maior nadador de
“um conjunto de todas as realidades”? todos os tempos, quebrou o recorde
a) “Acorda, amor, em todas as provas no Mundial de Mel-
bourne em 2007.
Eu tive um pesadelo agora!”
c) Manoel de Barros, poeta mato-gros-
b) “Vem, moça bonita,
sense, explora, em seus poemas, a
Morena do mar”. grandeza do ínfimo.
c) “Chega mais perto, d) Tenho percebido, jovens estudantes,
meu raio de sol!” certa desesperança em vossas pala-
vras.
d) “Somente a ingratidão – esta pantera –
Foi tua companheira inseparável!” 4. (EAGS/15 B) Leia:

2. (CFT/15) Observe: Venha depressa, minha filha! A médica,


“Ó cavaleiro, quem és? - que mistério, uma mulher muito prestativa, vai atendê-
-la agora.
Quem te força da morte no império pela
noite assombrada a vagar?” Qual termo do texto acima exerce função
Assinale a alternativa cujo termo em des- de vocativo?
taque tem a mesma função sintática de “Ó
cavaleiro”. a) uma mulher muito prestativa
a) Por que está triste, minha filha, se b) minha filha
agora mesmo eu a encontrei sorrindo? c) a médica
b) O aluno, um menino de quinze anos, d) agora
foi premiado com uma bolsa de estudos.
c) Sem ninguém esperar, o tio de Gusta- 5. (EEAr/15 B) Observe:
vo, o senhor Davi, visitou-nos, hoje, I. E, minha senhora, desde aquele dia,
de manhã. as coisas ficaram mal para mim, e vós,
d) Soube da má notícia? Dona Evarista, a filha de Dom Paio Muniz, tendes a im-
mulher mais sensata da família, fale- pressão de que eu possuo roupa luxuosa
ceu hoje pela manhã. para vós.
II. Filha de Dom Paio Muniz, desde
aquele dia, as coisas ficaram mal para
mim. Minha senhora, tendes a impres-
são de que eu possuo roupa luxuosa
para vós.

134
Análise sintática

A respeito dos termos em destaque, assi- 8. (EAGS/14 B) Assinale a alternativa em que


nale a alternativa com a afirmação correta. o termo destacado não é aposto.
a) “No fundo do mato virgem, nasceu Ma-
a) Em I e II, todos os termos são apostos.
cunaíma, herói de nossa gente.”
b) Em I, todos os termos são apostos e,
b) “O velho José Paulino tinha esse gosto: o
em II, todos são vocativos.
de perder a vista dos seus domínios.”
c) Em I, os termos são, respectivamente,
c) “Na penumbra, correu os olhos por
aposto e vocativo. E em II, são vocati-
toda a sala e percebeu, só e muda, a
vo e aposto.
silhueta de uma mulher.”
d) Em I, os termos são, respectivamente,
d) “Olha para si (...), para a casa, para o
vocativo e aposto. E em II, são voca-
jardim, para a enseada, para os mor-
tivos.
ros e para o céu, tudo entra na mesma
sensação de propriedade.”
6. (EEAr/15 A) Relacione as colunas consi-
derando a classificação sintática dos ter-
9. (EEAr/14 A) Considerando os termos des-
mos em destaque e assinale a alternativa
tacados, marque A para aposto e V para
com a sequência correta.
vocativo e assinale a alternativa com a se-
(1) aposto quência correta.
(2) vocativo ( ) Boa-tarde, professor, seja bem-vindo.

( ) “Minha amiga, ( ) Joana, cuida bem de minha filha nes-


te passeio.
deixa de choro,
( ) O taxista, homem responsável, es-
deixa de desespero, perou pelo cliente todo o tempo neces-
deixa de drama.” sário.
( ) A casa, o quintal, as plantas, tudo lhe
( ) “Maravilha sem par,
lembrava a falecida mãe.
A televisão
a) V – A – A – V
Só falta falar.”
b) V – V – A – A
( ) “Velho Chaplin:
c) A – V – A – V
As crianças do mundo te saúdam.”
d) A – A – V – A
( ) “Duas riquezas: Minas e o vocábulo.”
10. (EEAr/14 B) Assinale a alternativa cujo
a) 2 – 1 – 2 – 1 termo destacado não é aposto.
b) 1 – 2 – 2 – 1 a) Apreciava o estilo do poeta Paulo Le-
minski.
c) 2 – 1 – 1 – 2
b) O escritor Paulo Leminski nasceu em
d) 1 – 2 – 1 – 2
Curitiba.
7. (EAGS/14 B) Leia: c) O poema de Paulo Leminski apresen-
ta rico conteúdo.
Deixa-me, fonte! Dizia
d) Paulo Leminski, poeta contemporâ-
A flor, tonta de terror. neo, possui uma obra primorosa.
O termo destacado classifica-se como

a) aposto. b) vocativo.
c) objeto direto. d) objeto indireto.

135
Introdução à Gramática

11. (CFC/14) Leia: 15. (EEAr/13) Assinale a alternativa em que o


termo em destaque é vocativo.
“Para que tanta perna, meu Deus, per-
gunta meu coração.” a) Ah! Quem há de exprimir, alma impo-
tente e escrava,/ O que a boca não diz,
O termo em destaque no verso acima é um o que a mão não escreve? (...)

a) adjunto adnominal. b) E eu, solitário, volto a face, e tremo,/


Vendo o teu vulto que desapareceu (...)
b) adjunto adverbial.
c) Bebido o luar, ébrios de horizontes,/
c) vocativo. Julgamos que viver era abraçar (...)
d) aposto. d) Anjo no nome, Angélica na cara!/ Isso é
ser flor e anjo juntamente (...)
12. (CESD/14) Em qual das alternativas o ter-
mo em destaque é um aposto? 16. (EEAr/13 B) Marque a alternativa que
a) Davi, o dia do teu casamento está che- completa as lacunas com vocativo e aposto.
gando. _________ não permitam a ruína destes
b) Fique tranquilo, Davi, já está tudo pro- jovens,_______.
videnciado.
a) Espero que os pais / pois são o futuro
c) Simone, a noiva de Davi, está muito de nossa pátria
ansiosa e eufór ica.
b) Queridos pais, / já que são o futuro de
d) A noiva de Davi, uma bela jovem, sem- nossa pátria
pre sonhou com esse dia.
c) Que os pais / futuro de nossa pátria
13. (EEAr BCT/13) Assinale a alternativa em d) Pais, / futuro de nossa pátria.
que o termo grifado pode ser classificado
como aposto ou vocativo, dependendo da 17. (CFC/13) Em qual oração o termo em
leitura. destaque é um aposto?
a) Vida, por que não me curas esta ferida? a) “Meu Deus, por que me abandonaste
b) Esta é Holanda, a terra das flores en- se sabias que eu não era Deus
cantadoras.
se sabias que eu era fraco.”
c) Minha melhor amiga, Marta, é benquis-
b) “O homem, bicho da terra tão pequeno,
ta por todos.
Chateia-se na terra,
d) Os dinossauros, seres gigantes e já
extintos, são muito pesquisados. Lugar de miséria e diversão.”
c) “Vem sentar-se comigo, Lídia, à beira
14. (EAGS/13 B) Identifique a frase em que do rio
existe um aposto.
Sossegadamente, fitemos o seu curso.”
a) “Amai, amai, ó doce criatura!”
d) “Meu caro amigo, eu bem queria lhe
b) “A filha de Lia, a Dolores, jurou-me escrever
amor sem fim.”
Mas o correio andou arisco.”
c) “Ei, você aí, me dá um dinheiro aí, me
dá um dinheiro aí!”
d) “Amada, meus olhos, docemente, es-
tão sempre à procura dos teus.”

136
Análise sintática

18. (EEAr BCT/13) Leia os textos abaixo e 20. (EEAr/12 B) Coloque A para a presença
coloque A para aposto e V para vocativo. de aposto e V para a presença de vocativo
Depois assinale a alternativa com a sequên- nas frases abaixo. A seguir, assinale a alter-
cia correta. nativa que apresenta a sequência correta.
( ) “Porque a Beleza, gêmea da Verdade, ( ) “Cobrar o cumprimento das promes-
sas de campanha, eleitores, é compro-
Arte pura, inimiga do artifício,
misso de todos.”
É a força e a graça na simplicidade.”
( ) “A pressa, inimiga da perfeição, propi-
( ) “Ofendi-vos, meu Deus, é bem verdade; cia um trabalho de má qualidade.”

É verdade, Senhor, que hei delinquido; ( ) “O poeta Vinícius de Morais, na sua


época, cantou o amor em versos.”
Delinquido vos tenho, e ofendido.”
( ) “Amo-te, ó rude e doloroso idioma. /
( ) “Não te rias de mim, meu anjo lindo! És, a um tempo, esplendor e sepultura.”
Por ti, as noites eu velei chorando, a) V – A – A – V b) V – A – V – V
Por ti, nos sonhos morrerei sorrindo.” c) A – V – A – A d) A – V – V – A
( ) “Vês?! Ninguém assistiu ao formidável
21. (EEAr/12 A) Assinale a alternativa em que
Enterro de tua última quimera.
há aposto.
Somente a Ingratidão – esta pantera –
a) Sônia, a minha estimada amiga, é a úni-
Foi tua companheira inseparável.” ca a me compreender.

a) A – V – V – A b) Não há mais nada a fazer, minha esti-


mada amiga.
b) A – A – V – V
c) Minha estimada amiga, tu me compre-
c) V – A – A – V endes?
d) V – V – A – A d) Aonde fostes, minha estimada amiga?

19. (EAGS/12 B) Leia: 22. (EEAr BCT/12) Leia:


Minha filha, Adriano sempre foi o orgulho I- Pedro, o meu amor vem almoçar em
dos pais. casa hoje.
Observando a oração acima, pode-se II- Pedro, o meu amor, vem almoçar em
afirmar que casa hoje.

a) Adriano é aposto. Com relação à função sintática dos termos


destacados acima, é correto afirmar que
b) Adriano é vocativo.
c) Minha filha é vocativo. a) não há vocativo em I.
d) Minha filha é aposto. b) o termo “Pedro” exerce a mesma fun-
ção sintática em I e em II.
c) o termo “o meu amor” funciona como
sujeito em I e como aposto em II.
d) em II “Pedro” exerce a função de apos-
to, pois especifica o sentido do termo
“o meu amor”.

137
Introdução à Gramática

23. (EEAr 1/11 B) Observe: GABARITO


O livro apresenta profundos questiona-
01. D
mentos a seus leitores.
02. A
A estrutura sintática do período acima é 03. D
a seguinte: sujeito + verbo + objeto dire- 04. B
to + objeto indireto. Assinale a alternativa 05. D
em que há a mesma sequência sintática 06. A
acrescida de um vocativo e de um aposto. 07. B
08. C
a) Pela manhã, Fábio, o mais antigo fun- 09. B
cionário, anunciou aos seus colegas 10. C
seu desligamento da empresa. 11. C
12. C
b) Candidatos, a apostila, material exclusi-
13. C
vo do nosso curso, traz exercícios para
14. B
todos os concursos.
15. A
c) Justamente para ele, o mais fofoqueiro 16. D
do grupo, você revelou nosso segredo, 17. B
Beatriz! 18. A
d) Filho, contaremos para todas as pesso- 19. C
as os acontecimentos daquele dia. 20. A
21. A
22. C
24. (EEAr BCT/11) Assinale a alternativa na
23. B
qual o trecho em negrito é um aposto.
24. D
a) Um mestre silencioso, de noite, pas- 25. B
sou por minha humilde casa.
b) Um mestre silencioso, sem dúvida,
não gosta de conversas ociosas.
c) Um mestre silencioso, com suavida-
de, ensina através das atitudes.
d) Um mestre silencioso, certamente, o
livro ecoa suas palavras na alma.

25. (EAGS/11 A) Considere os seguintes pe-


ríodos:
I- Motorista, o uso do capacete é obriga-
tório.
II- Você está em Aparecida, a capital da fé.
III- O pão é caro, e a liberdade, pequena.

Há vocativo em

a) I e III. b) I apenas.
c) II apenas. d) I, II e III.

138
Análise sintática

MORFOSSINTAXE: 4. Termo preposicionado ligado a substanti-


vo abstrato: COMPLEMENTO NOMINAL ou
Obs: Todos os termos sintáticos estarão ADJUNTO ADNOMINAL (locução adjetiva).
contidos no sujeito ou predicado, isto é,
Obs1: Só exercerá a função de adjunto ad-
uma oração que apresenta sujeito simples
nominal (locução adjetiva) se praticar ação
ou composto poderá ser dividida nessas
expressa por substantivo derivado de verbo
duas partes, caso a oração apresente su-
(agente); ou der a idéia de posse (prep “de”).
jeito indeterminado, inexistente ou desinen-
cial (oculto), tal oração será composta so- Obs2: O termo preposicionado (pelo(a)(s),
mente de predicado. por, de) que pratica ação expressa por lo-
cução verbal na voz passiva (ser, estar, ficar
1. Artigo, pronome adjetivo e numeral adje- + particípio) exerce a função de AGENTE
tivo: ADJUNTO ADNOMINAL DA PASSIVA.
Obs3: O termo preposicionado ligado a
2. Adjetivo: ADJUNTO ADNOMINAL ou substantivo (concreto ou abstrato) poderá
PREDICATIVO exercer também a função de PREDICATI-
Obs1: Se o adjetivo estiver diretamente li- VO (locução adjetiva), quando contextuali-
gado ao substantivo em qualquer função zado com verbo de ligação.
sintática, com exceção de objeto direto,
exercerá a função de adjunto adnominal. 5. Termo preposicionado ligado a adjetivo
Estar diretamente ligado significa dizer ou advérbio: COMPLEMENTO NOMINAL
que não poderá haver entre o adjetivo
e o substantivo nem verbo, nem artigo, 6. Substantivo (pronome) sem preposição
nem vírgula. ligado a verbo: SUJEITO ou OBJETO DI-
RETO
Obs2: Se o adjetivo estiver diretamente li-
gado ao substantivo na função de obje- Obs1: O sujeito geralmente pratica a ação,
to direto, só exercerá a função de adjunto e o objeto direto sempre sofre.
adnominal se caracterizar um estado per-
manente (é). Obs2: Se o substantivo (pronome) sem
preposição estiver após um verbo que
Obs3: O adjetivo será predicativo do ob- não seja impessoal, tal substantivo será
jeto se estiver contextualizado com os ver- sujeito se o verbo NÃO aceitar o prono-
bos transobjetos (considerar, julgar, no- me “ele(s)”; caso caiba o pronome, o subs-
mear, eleger, achar, deixar, chamar...), tantivo será objeto direto.
ou estiver ligado a um pronome pessoal do
caso oblíquo. Nesse caso, o adjetivo carac- Obs3: O sujeito sofrerá a ação na voz
terizará uma qualidade atribuída ao obje- passiva. Na voz passiva, jamais haverá
to direto pelo sujeito. objeto direto.

Verbos Transobjetos: São verbos transi- 7. Substantivo (pronome) preposicionado li-


tivos diretos que solicitam um predicativo gado a verbo: OBJETO INDIRETO ou AD-
do objeto. JUNTO ADVERBIAL.

3. Termo preposicionado ligado a substan- Obs1: Junto a um verbo transitivo direto será
tivo concreto: ADJUNTO ADNOMINAL (lo- OBJETO DIRETO PREPOSICIONADO.
cução adjetiva) Obs2: O termo preposicionado será adjun-
Obs: Por questões semânticas (sinoní- to adverbial mediante dois aspectos:
mia), poderá exercer função de APOSTO - Quando a preposição não for exigida
ESPECIFICATIVO. Geralmente será repre- pelo verbo.
sentado por um substantivo próprio (letra
maiúscula). - Quando a preposição apresentar algum
significado (lugar, tempo, causa, assunto,
companhia...).

139
Introdução à Gramática

Obs3: A preposição que rege um objeto in-


direto, além de ser exigida pelo verbo, não
apresenta significado.

8. Pronomes pessoais do caso oblíquo:

8.1. ME, TE, LHE, NOS, VOS, LHES: COM-


PLEMENTO NOMINAL, ADJUNTO AD-
NOMINAL, COMPLEMENTO VERBAL
(OBJETOS).
Obs1: Serão adjuntos adnominais quando
derem a idéia de posse (valor de pronome
possessivo); e complemento nominal quan-
do equivalerem a um pronome preposicio-
nado que completa o sentido de um subs-
tantivo abstrato ou adjetivo.
Obs2: LHE(S) = OBJ. INDIRETO; O(A)(S) =
OBJ. DIRETO

8.2. SE (pronome reflexivo ou recíproco):


OBJETO DIRETO ou INDIRETO
Obs: Os pronomes pessoais do caso oblí-
quo exercerão a função de sujeito de ver-
bo no infinitivo quando estiverem junto a
verbos causativos (deixar, mandar, fazer)
ou sensitivos (ver, ouvir, sentir).

140
Capítulo 9

CRASE

Contração da preposição “a” com o arti- OBS 2: Nas locuções adverbiais compostas
go “a(s)” ou pronome demonstrativo a(s), por nomes de lugar (bairros, cidades, esta-
aquele(a)(s), aquilo. dos...), deve ser analisada a presença ou au-
sência do artigo, para tal, basta voltar do lo-
OBS1: A constatação da presença da preposi- cal em análise e aplicar a seguinte regra:
ção será feita mediante substituição por subs-
tantivo masculino antecedido do termo “ao”. “SE VOLTAR “DA”, CRASE HÁ; SE VOL-
TAR “DE”, CRASE NÃO VAI HAVER.”
OBS2: Para verificar se o termo em análise
aceita ou não artigo, basta transformá-lo em Ex: Fui à Bahia. (Voltei da Bahia); Iremos à
objeto indireto de um verbo que peça a pre- Europa. (Voltaremos da Europa) crases há.
posição de (gostar). Se o termo aceitar ser Obs: Junto a determinados nomes de paí-
antecedido pela contração “da”, aceitará ar- ses e continentes (Europa, Ásia, África,
tigo e, consequentemente, a crase, ou seja: França, Itália, Inglaterra, Espanha, Holan-
“GOSTO DA” CRASE HÁ. da...), a crase será facultativa.
“GOSTO DE” CRASE NÃO VAI HAVER. Ex: Iremos a Europa.

TERMOS QUE ACEITAM A CRASE: Vou a Ipanema (Volto de Ipanema); Ia a Be-


lém (Voltou de Belém). crases não vai haver.
1. COMPLEMENTO NOMINAL:
Obs: Quando tais lugares estiverem acom-
Tenho aversão à mentira.
panhados de adjunto adnominal, haverá
crase.
2. OBJETO INDIRETO:
Ex: Vou à Ipanema dos meus sonhos. (Vol-
Obedecia àquele homem sempre. to da Ipanema dos meus sonhos).

3. LOCUÇÕES FEMININAS: Ia à linda Belém. (Voltou da linda Be-


lém.)
3.1 PREPOSITIVAS: à beira de, à procura
de, à semelhança de... OBS 3: As locuções “a terra, a distância
3.2 CONJUNTIVAS: à medida que, à pro- e a casa” só receberão crase se estiverem
porção que. determinadas.
3.3 ADJETIVAS: soldado à paisana, baile à Ex: Os marinheiros desceram a terra.; Os
fantasia, cidade às escuras... marinheiros chegaram à terra natal.
3.4 ADVERBIAIS: à noite, às vezes, à toa, Ficaram a distancia.; Ficaram à distancia
à direita, à beça, às escondidas... de um metro.
Voltarei amanhã a casa.; Voltarei ama-
OBS 1: Será locução adverbial feminina de nhã à casa de meus pais.
tempo quando os numerais estiverem indi-
cando horas: à uma hora, às duas horas, CASOS FACULTATIVOS: Junto a prono-
à meia-noite... . mes possessivos, nomes próprios femininos
Tal regra perdura mesmo se o substantivo e após a preposição “até”.
“horas” estiver subentendido. Ex. Não obedecia a(à) sua mãe.
Ex: Voltarei às três. Fez alusão à(a) Maria.
Irá até as(às) últimas consequências.

141
Introdução à Gramática

NÃO HAVERÁ CRASE DIANTE DE PALA- No entanto:


VRAS QUE NÃO ACEITAM ARTIGO DEFI-
Ex: Sempre se referia a alguma mulher.
NIDO “A(S)”.
PRINCIPAIS CASOS: Não haverá a crase, pois, no ato da verifica-
ção, constatar-se-á que não ocorrerá a con-
1- Quando o “a” estiver no singular e a pa- tração “da”: “Gosta de alguma mulher”.
lavra no plural.
Ex: Não vou a festas.
OBS: É notório que nessa situação have-
rá somente preposição, pois se houvesse EXERCÍCIOS
artigo, esse estaria no plural concordando
com o substantivo.
1. (EAGS/16 B) Em qual alternativa a ausên-
2- Entre palavras repetidas. cia do acento indicador de crase altera o
sentido do período?
Ex: frente a frente, face a face... .
a) Não iremos àquela festa para a qual
3- Antes de verbos. vocês nos convidaram.
Ex: Tinha aversão a estudar aos sábados. b) Àquelas pessoas só puderam enviar
os avisos por meio de telegramas.
4- Antes de conjunções integrantes (ora- c) Refiro-me àquelas mulheres que não
ções subordinadas substantivas objetivas estão neste recinto.
indiretas e completivas nominais).
d) Esta calça é idêntica àquela que ga-
Ex: Somos favoráveis a que todos tenham
direito ao estudo. nhei de minha filha.

5- Antes de palavras masculinas: 2. (CFT/15) Em relação ao emprego do


acento grave indicador de crase, assinale
Ex: Tinha adoração a computador. a alternativa incorreta.
Obs: Haverá crase se antes da palavra a) Ele fez referência àquele candidato
masculina estiver subentendida a locução que foi o mais votado em 2014.
prepositiva “à moda de”. Tal fato ocorre
b) Solicitaram a devolução dos docu-
basicamente junto a substantivos próprios
masculinos. mentos enviados à empresa.
Ex. Fazia poesia à Renato Russo.; Vestia-se c) Operações fraudulentas foram realiza-
à Luís XV. das às ocultas durante o pleito.
d) Quando viram a fumaça, os alunos e
6- Antes dos pronomes interrogativos; os professores começaram à correr.
pessoais; de tratamento(exceção: se-
nhora, senhorita, dona, madame); relati-
vos(exceção: a(s) qual(s)); indefinidos(ex- 3. (EAGS/15 B) Assinale a alternativa corre-
ceção:outra(s)...); demonstrativos(exce- ta quanto à crase.
ção: aquele(a), aquilo, a(s)).
a) À noite todos os gatos são pardos.
OBS: As exceções estão embasadas no b) Organize à sua bagagem para seguir-
fato de determinados pronomes aceitarem mos viagem.
artigo.
c) Tudo foi feito à fim de evitar o falatório
Ex: Sempre se referia à outra mulher. Acei- do povo.
tou a crase, porque, ao transformar o pro-
nome indefinido em objeto indireto do verbo d) A postagem à que você se refere já foi
“gostar”, poderá ocorrer a contração “da”: retirada do ar.
“Gosta da outra.”

142
Crase

4. (EEAr/15 B) Assinale a alternativa em que a) à – a – a – a b) à – a – à – a


o acento grave indicador de crase foi em-
c) a – à – à – à d) a – à – a – à
pregado incorretamente.
a) Refiro-me àquele assunto sobre o qual 8. (EEAr BCT/14) Observe:
conversamos na semana passada.
Não fui ___ jantar porque encontraria al-
b) O gerente estava disposto à colaborar gumas desagradáveis pessoas. Pedi, en-
com os funcionários. tão, desculpas ___ senhora que me con-
c) A maioria dos brasileiros prefere o fu- vidou, pois não vou ___ reuniões em que
tebol à natação. não me sinto ___ vontade. Acabaria me
chateando com cenas iguais ___ que vi
d) Chegamos às nove horas em Porto em outras ocasiões.
Seguro.
Assinale a alternativa que, de acordo
5. (EAGS/14 B) Leia: com a norma culta, completa, correta
e respectivamente, as lacunas do texto
I- Primeiro iremos ao Japão, depois nos
acima.
dirigiremos à Curitiba.
II- Pode me procurar na empresa à partir a) àquele – a – à – à – a
do meio-dia, todos os dias.
b) aquele – à – a – a – às
III- Os motoristas estavam cheirando à
c) àquele – à – a – à – às
álcool quando foram parados.
d) aquele – a – à – a – a
IV- O gato fujão retornou à casa do seu
dono na manhã do dia seguinte.
9. (CFC/14) Em qual das alternativas o
Em qual(ais) período(s) acima está(ão) acento grave, indicador de crase, é obriga-
correto(s) o emprego do acento grave in- tório?
dicador de crase? a) Sou favorável a uma nova proposta de
trabalho.
a) III apenas. b) IV apenas.
b) Com parecer desfavorável a um novo
c) I e II apenas. d) II e IV apenas. recurso, o réu foi preso.
c) “Somos favoráveis a novas propos-
6. (EEAr/14 A) Uma das frases abaixo está
tas”, disse o sindicalista.
incorreta quanto à crase. Assinale-a.
d) Favorável as novas propostas, o novo
a) À noite todos os gatos são pardos.
diretor não entregou o cargo ontem.
b) Ao ouvir isso, eles ficaram às garga-
lhadas. 10. (EEAr/13) Assinale a alternativa em que
c) Sinto-me verdadeiramente jogado às o acento indicador de crase foi empregado
traças. incorretamente.
d) Todos elogiaram à sua capacidade de a) A Rua do Comércio, de um lado a ou-
articulação. tro, fechou às portas.
b) O cantor dedicou a canção àquelas
7. (EEAr/14 B) Assinale a alternativa que mães que prestigiaram o evento.
completa, correta e respectivamente, os
c) Mal a noite chegava, Felício escapulia
espaços da seguinte frase:
pelo portão dos fundos, às escondidas.
Nunca me veio ___ cabeça ___ possibili-
d) Anselmo, que não compareceu às reu-
dade de admitir ___ sua renúncia devido
niões, acabou sendo escolhido para
___ uma questiúncula tão insignificante.
disputar a presidência do partido.

143
Introdução à Gramática

11. (CESD/14) Assinale a alternativa que 15. (CFC/13) Indique a alternativa em que
completa, correta e respectivamente, as deve haver acento grave, indicador de crase.
lacunas do texto abaixo.
a) O suspeito respondeu a tudo que o
____ noite, ficou ____ esperar o marido. delegado lhe perguntou.
Assim que amanheceu, saiu ____ procura
b) Quando cheguei ao estádio, dirigi-me
de notícias e soube que ____ embarcação
para a entrada principal.
em que ele viajava havia naufragado.
c) É uma mulher indiferente a dor das
a) A, à, à, a b) À, a, à, a
pessoas.
c) A, à, a, à d) À, a, a, à
d) Pedimos a ela que não fizesse barulho.

12. (CFT/13) Leia:


16. (CESD/13) Em qual alternativa o empre-
I. Sua inteligência excedia à das criaturas go da crase está correto?
humanas.
a) Quando ele tirou à venda dos olhos, fi-
II. O diretor entregou o prêmio àquele alu- cou emocionado com a surpresa.
no, que obteve a melhor nota no ENEM.
b) Esta casa também é minha, portanto
III. Devido ao forte vendaval, nenhuma cria- não quero que você à venda.
tura se atreveu à saltar da Pedra Bonita.
c) À venda do Sr. Joaquim é uma peque-
na mercearia no final da rua.
Conforme a ocorrência da crase, está in-
correto o emprego do acento grave ape- d) Aquele terreno que fica ao lado da mi-
nas em nha casa está à venda.

a) I e II. b) II e III. c) III. d) II. 17. (EEAr BCT/13) Assinale a alternativa em


que há o emprego incorreto do acento
13. (EAGS/13 B) Em qual alternativa o em- grave indicando a ocorrência da crase.
prego da crase está incorreto?
a) A diretora do MASP (Museu de Arte de
a) Refiro-me àquele homem que foi meu São Paulo) decidiu fechar o lugar à vi-
vizinho. sitas.
b) Não dê importância àquelas palavras b) Devemos àquelas pessoas os inúme-
indelicadas. ros recursos de comunicação que te-
c) As pessoas, àquela hora, não conse- mos hoje.
guiam mais se concentrar na aula. c) Ele ficou extremamente feliz quando
d) Admira-me àquela disposição que ele pôde ir à casa dos avós.
ainda tem para trabalhar todos os dias. d) Economizaram dinheiro para ir à cida-
de de Aparecida.
14. (EEAr/13 B) Em qual alternativa o em-
prego do acento indicador de crase é fa- 18. (EAGS/12 B) Em qual alternativa a au-
cultativo? sência da crase pode alterar a função sin-
a) Diante da situação tão grave, fomos tática do adjunto adverbial?
até às últimas consequências. a) Saiu às escondidas antes do final do
b) Sempre que conversamos, ele se refe- jantar.
re àquele jardim. b) Saiu às onze horas antes do final do
c) Às seis horas, já estávamos prontos jantar.
para o desfile. c) Saiu às pressas antes do final do jantar.
d) Foi entregue à imprensa as listas dos d) Saiu à francesa antes do final do jantar.
aprovados.

144
Crase

19. (EEAr/12 B) Qual das alternativas com- GABARITO


pleta, correta e respectivamente, as lacu-
nas do período abaixo? 01. B
02. D
___ tarde, assistimos ___ apresentação
03. A
da peça teatral e, ___ seguir, dirigimo-
04. B
-nos ___ estação do metrô, onde fica-
05. B
mos ___ espera de nossos pais.
06. D
a) À, à, a, a, a b) A, a, à, à, a 07. A
08. C
c) À, à, a, à, à d) A, a, a, à, à 09. D
10. A
20. (CFC/12) Marque a alternativa em que o 11. B
acento indicador de crase está incorreto. 12. C
a) Escrevia belíssimos textos à Rui Bar- 13. D
bosa. 14. A
15. C
b) Dispensou-me do serviço à partir de 16. D
hoje. 17. A
c) Vou à casa de minha querida avó. 18. D
19. C
d) Irei à França nas férias.
20. B
21. B
21. (CESD/12) Assinale a alternativa em que 22. D
o uso do acento grave (indicativo da ocor-
rência da crase) está correto.
a) Ao anoitecer, fomos ao centro assistir
à um espetáculo de dança.
b) Iremos à festa de formatura, a fim de
comemorar nossa vitória.
c) Haverá, à partir do próximo mês, con-
gelamento do preço dos combustíveis.
d) Os pais ficam orgulhosos quando os
filhos conquistam à independência fi-
nanceira.

22. (EAGS/11 B) Leia o período abaixo e as-


sinale a alternativa que completa correta-
mente as lacunas.
Ela está ____ espera da correção do va-
lor de sua aposentadoria há muito tem-
po. Pediu ____ advogada que ____ aju-
dasse, mas ____ competência dessa
profissional é muito duvidosa.

a) à, a, a, à b) a, à, à, a
c) a, a, à, à d) à, à, a, a

145
Capítulo 10

ORAÇÕES

Classificação das orações no período 5- As orações substantivas poderão vir


composto. sem conjunção integrante “que” ou “se”,
nesse caso, virão introduzidas por um ad-
Período Composto: É caracterizado por vérbio (onde, como, quando, por que) ou
uma frase que apresenta duas ou mais ora- um pronome (qual, quem, quanto).
ções (verbos).
2.2- Subordinativas Adverbiais - Oração su-
OBS1: O número de verbos é igual ao nú- bordinada adverbial: comparativa; confor-
mero de orações. mativa; proporcional; condicional; tempo-
OBS2: O período inicia-se por letra maiús- ral; final; consecutiva; causal; concessiva.
cula e termina em uma pontuação. (!.?...) Conjunções Subordinativas Adverbiais

Conectivos: Ligam as orações, isto é, infor- Ligam uma oração que depende de uma
mam onde termina uma oração e começa outra, isto é, subordinada à outra através
uma nova. São responsáveis pela classifica- da função de adjunto adverbial.
ção das orações. São eles:
1. Comparativas
1- Pronomes Relativos - Oração subordi-
nada adjetiva: restritivas ou explicativas Iniciam uma oração que é o segundo ele-
mento de uma comparação.
OBS: A oração subordinada virá ligada a
uma oração principal. Conjunções: como, qual, que, do que (de-
pois de mais, menos, maior, menor, melhor
e pior), quanto (depois de tão, tanto).
2- Conjunções
Locuções conjuntivas: bem como, assim
2.1- Integrantes (que, se) - Oração subor-
como, que nem, etc.
dinada substantiva: subjetiva; objetiva di-
reta; objetiva indireta; completiva nomi- Obs: Nas comparativas, é comum a omis-
nal; predicativa e apositiva. são do 2º verbo por ser idêntico ao 1º.
OBSs:
2. Conformativas
1- Para ocorrer subjetiva, o verbo da ora-
ção principal virá na 3ª pess. do singular, Iniciam uma oração que indica circunstância
sem sujeito e não aceitará o pronome “ele”. de conformidade ou acordo com o fato ex-
presso pela oração principal.
2- As objetiva indireta e completiva no-
minal virão regidas por preposição, embora Conjunções: conforme, como (= conforme),
algumas gramáticas aceitem a omissão da segundo, consoante etc.
preposição.
3. Proporcionais
3- Para ocorrer predicativa, a oração prin-
cipal terminará em um verbo de ligação (ser, Iniciam uma oração que indica um fato que
estar, ficar). foi realizado ao mesmo tempo que outro ou
vai realizar-se ao mesmo tempo que outro.
4- A apositiva é a única substantiva que não
aceita substituição por pronome demons- Locuções conjuntivas: à medida que, à pro-
trativo, porém virá obrigatoriamente acom- porção que, ao passo que, quanto mais ...
panhada de dois pontos ou vírgula. mais, quanto mais ... menos etc.

147
Introdução à Gramática

4. Condicionais Obs: O fato exposto pela causal ocorrerá


1º que o fato exposto pela oração principal
Iniciam uma oração que indica condição ou
a qual caracterizará uma consequência.
hipótese para que o fato da oração principal
se realize.
9. Concessivas
Conjunções: se, caso, etc.
Iniciam uma oração que indica contradição
Locuções conjuntivas: contanto que, desde a outro fato. Essa contradição, no entan-
que, salvo se, a menos que, dado que, a não to, não impede que o fato se realize; porém
ser que, sem que etc. sim, caracteriza uma dificuldade para que o
Obs: O verbo virá no modo subjuntivo e o fato da oração principal se realize.
da oração principal, geralmente, no futuro Conjunção: embora, conquanto.
ou imperativo.
Locuções conjuntivas: ainda que, mesmo
que, posto que, se bem que, por mais que,
5. Temporais
apesar de que, sem que etc.
Iniciam uma oração que indica circunstân-
Obs: O verbo virá no modo subjuntivo.
cia de tempo em relação ao fato exposto
pela oração principal.
2.3- Coordenativas - Oração coordenada
Conjunções: quando, mal, enquanto, etc. sindética: aditiva; adversativa; alternativa;
Locuções conjuntivas: logo que, assim conclusiva e explicativa.
que, antes que, depois que, até que, desde OBS: As coordenadas sindéticas virão li-
que, cada vez que, sempre que, sem que gadas a uma oração coordenada assin-
etc. dética.

6. Finais
Conjunções Coordenativas
Iniciam uma oração que indica circunstân-
cia de finalidade. Ligam orações independentes e termos se-
Conjunção: porque (= para que), que (= para melhantes de uma mesma oração.
que). OBSs:
Locuções conjuntivas: para que, a fim de 1- As orações coordenadas não exercem
que. função sintática.
Obs: O verbo virá no modo subjuntivo. 2- Todas as coordenadas apresentarão vír-
gula obrigatória. Com exceção das aditi-
7. Consecutivas vas introduzidas pelas conjunções “e, nem”
com o mesmo sujeito da 1ª oração.
Iniciam uma oração que indica uma conse-
quência do fato expresso na oração ante- 3- As orações coordenadas sindéticas não
rior. poderão ser colocadas antes da coordena-
da assindética e virão basicamente com
Conjunção: que (precedido de tal, tanto, tão verbo no modo indicativo.
ou tamanho)
Locuções conjuntivas: de modo que, de 1. Aditivas
forma que, de sorte que etc.
Estabelecem uma relação de soma ou adi-
ção entre dois termos ou duas orações.
8. Causais
Conjunções: e (empregada em orações afir-
Iniciam oração com circunstância de causa mativas), nem (empregada em orações ne-
para que o fato da principal se realize. gativas) etc.
Conjunções: porque, como (= porque), que Locução conjuntiva: mas também, assim
(= porque), porquanto. como, como também (geralmente empre-
Locuções conjuntivas: já que, uma vez que, gadas depois da expressão “não só”).
visto que, haja vista que, desde que etc.

148
Orações

2. Adversativas SUBSTANTIVAS Obs: São representadas


Estabelecem uma relação de oposição en- somente pelos infinitivos.
tre dois termos ou duas orações ou uma Obs: As reduzidas de infinitivo, quando fo-
compensação. rem adverbiais ou adjetivas, vêm sempre
Conjunções: mas, porém, todavia, contudo, regidas por preposição.
entretanto, senão etc.
ADJETIVAS
Locução conjuntiva: no entanto.
Obs: Vêm imediatamente após um subs-
3. Alternativas tantivo, o qual geralmente pratica a ação
expressa pelo verbo.
Estabelecem uma relação de alternância
entre dois termos ou duas orações, pois os ADVERBIAIS
dois fatos não podem acontecer ao mesmo
tempo. Obs1: As reduzidas de gerúndio e particí-
pio podem aceitar mais de uma classifica-
Conjunções: ou (repetida ou não), ora ... ora,
ção adverbial.
quer ... quer, seja ... seja, já ... já etc.
Obs2: As orações adverbiais reduzidas de
Obs: As coordenadas alternativas serão
infinitivo serão caracterizadas pela prepo-
caracterizadas pela repetição de termos na
1ª e 2ª orações. Exceção: conjunção “ou” sição ou locução prepositiva que as rege:
(facultativa). final (para, a fim de...); causal (por, devi-
do a, visto...); temporal (ao, após, depois
de...); concessiva (apesar de, não obstan-
4. Conclusivas te, sem...); ...
Estabelecem uma relação de conclusão,
consequência.
Conjunções: logo, portanto, pois (posposto
ao verbo), assim etc.
Locuções conjuntivas: por isso, por conse- EXERCÍCIO 1
guinte.
ORAÇÕES SUBSTANTIVAS E ADJETIVAS
5. Explicativas
Estabelecem uma relação de explicação. A 1. (EEAr 2/16 B) Marque a alternativa que
segunda oração explica ou justifica a idéia contenha oração subordinada de mesma
expressa na primeira. classificação da oração subordinada pre-
Conjunções: porque, que (= porque), pois sente na frase a seguir: “A solução é que
(anteposto ao verbo) etc. você desista logo.”
Obs: Na diferenciação entre coordenadas a) Que ele volte é bom.
explicativas e subordinadas adverbiais b) A única alternativa era que ele voltasse
causais, sempre que o verbo da 1ª oração
para casa.
estiver no modo imperativo (ordem ou pe-
dido), a 2ª será explicativa. c) Não me esqueço de que fiz muito bem
para você.
ORAÇÕES REDUZIDAS
d) Não imaginava que isso causaria tanto
Apresentam o verbo em uma das formas problema em nossa relação.
nominais:
INFINITIVO (-r); GERÚNDIO (-ndo); PAR-
TICÍPIO (-do)
OBS: As orações reduzidas não apresen-
tam conectivo.

149
Introdução à Gramática

2. (EEAr 1/16 B) Em relação ao período “Em Contêm orações subordinadas substanti-


tudo na vida, é razoável que a verdade pre- vas as frases
valeça.”, marque (V) para verdadeiro e (F)
a) 1, 2, 4. b) 1, 3, 5.
para falso. Em seguida, assinale a alterna-
tiva com a sequência correta. c) 2, 3, 4. d) 3, 4, 5.
( ) O período é composto por coordena-
5. (EEAr BCT/15) Leia:
ção.
O candidato, no final da campanha, tinha ple-
( ) O período é simples, portanto coor-
na convicção de que ganharia as eleições.
denado.
A conjunção destacada na frase acima é
( ) O período é composto, com presença
de oração subordinada adjetiva. a) subordinativa adverbial consecutiva.
( ) O período é composto, com presença b) subordinativa adverbial causal.
de oração subordinada substantiva. c) subordinativa integrante.
a) V – F – F – V d) coordenativa explicativa.
b) F – F – F – V
c) V – F – V – V 6. (EEAr BCT/15) Considere o texto abaixo.

d) F – V – F – V Todos os alunos estavam cientes de que


a aula começaria no horário de sempre.
Os próprios representantes de classe in-
3. (EAGS/16 B) Leia:
sistiram em que todos preferiam assim.
“O que podemos experimentar de mais Dessa forma, o reitor decidiu que puniria
belo é o mistério. É a fonte de toda arte e os alunos retardatários.
ciência verdadeiras. Aquele que for alheio
Assinale a alternativa com a afirmação cor-
a esta emoção, aquele que não se dete-
reta quanto à classificação das orações su-
nha a admirar as coisas, sentindo-se cheio
bordinadas substantivas em destaque.
de surpresas, é como se estivesse morto:
seu espírito e seus olhos são fechados.” a) As três orações são objetivas indiretas.
(A. Einstein) b) As duas primeiras orações são objeti-
Considerando as orações adjetivas, na fra- vas indiretas e a terceira oração é ob-
se acima há jetiva direta.
a) três restritivas. c) A primeira oração é completiva nomi-
nal; a segunda, objetiva indireta; a ter-
b) uma explicativa e uma restritiva. ceira é predicativa.
c) duas restritivas e uma explicativa. d) A primeira oração é completiva nomi-
d) uma restritiva e duas explicativas. nal; a segunda, objetiva indireta; a ter-
ceira é objetiva direta.
4. (EAGS/16 B) Leia:
7. (EAGS/15 B) Leia:
1. “Parece que já nascem sabendo.”
Nessas terras onde andei, o clima é hos-
2. “No nosso tempo de criança é que era til o ano todo. Por um tempo, abriguei-
bom.” -me numa casa cujas paredes eram fei-
3. “Shakespeare dizia que o homem é feito tas de madeira. Essa casa, que já servira
da mesma matéria de seus sonhos.” de abrigo a viajantes em outros tempos,
tinha um quê de mistério no ar.
4. “Quantas vezes deixamos de receber
bênçãos que nos são dadas.” Quantas orações subordinadas adjetivas
há no texto acima?
5. “Penso que o que estamos procurando é
uma experiência de estar vivos.” a) 1 b) 2 c) 3 d) 4

150
Orações

8. (EAGS/15 B) Leia: 11. (EEAr/15 B) Leia:


A verdade é que o rapaz tem medo de Ao chegar à idade de dar acordo da vida,
que as pessoas descubram que ele achou-se em casa de um barbeiro (1) que
não sabe ler. dele cuidava, porém (2) que nunca lhe
disse (3) se era ou não seu pai ou seu pa-
No trecho destacado, há três orações rente, nem tampouco o motivo (4) por que
subordinadas substantivas, que são, tratava da sua pessoa.
respectivamente,
Considerando as orações subordinadas
a) subjetiva, objetiva indireta e apositiva. em destaque no texto acima, assinale a al-
ternativa que traz a correta classificação de
b) objetiva direta, predicativa, completi- uma delas.
va nominal.
a) oração 1: adjetiva explicativa
c) predicativa, completiva nominal, obje-
tiva direta. b) oração 2: substantiva subjetiva

d) completiva nominal, objetiva direta, c) oração 3: adverbial condicional


objetiva indireta. d) oração 4: adjetiva restritiva

9. (EEAr/15 B) Leia: 12. (EAGS/14 B) Em qual alternativa o ter-


Ao chegar à idade de dar acordo da vida, mo em destaque não exerce a função de
achou-se em casa de um barbeiro (1) núcleo do sujeito?
que dele cuidava, porém (2) que nunca a) Ele era um cidadão comum, daqueles
lhe disse (3) se era ou não seu pai ou que se encontram nas ruas.
seu parente, nem tampouco o motivo (4)
b) Construíram-se muros para separar
por que tratava da sua pessoa.
as pessoas em guetos.
Considerando as orações subordinadas c) Cai a tarde, acendo a luz do lampião.
em destaque no texto acima, assinale a
d) É doce morrer no mar.
alternativa que traz a correta classifica-
ção de uma delas.
13. (EAGS/14 B) Assinale a alternativa na
a) oração 1: adjetiva explicativa qual o que introduz oração subordinada
adjetiva.
b) oração 2: substantiva subjetiva
a) “Não, meu coração não é maior que o
c) oração 3: adverbial condicional
mundo.”
d) oração 4: adjetiva restritiva
b) “É claro que te amo/ E tenho tudo para
ser feliz.”
10. (EAGS/14 B) Leia:
c) “Senhor, logo que eu vi a natureza/ As
A verdade é que o rei manteve Shera- lágrimas secaram.”
zade viva e pediu que ela terminasse a
história. d) “sou quase tão triste como um homem
que usa costeletas.”
As orações destacadas no texto aci-
ma são, respectivamente, subordinadas
substantivas
a) predicativa e completiva nominal.
b) apositiva e completiva nominal.
c) predicativa e objetiva direta.
d) objetiva indireta e subjetiva.

151
Introdução à Gramática

14. (EEAr BCT/14) Leia: 17. (CESD/14) Em qual das alternativas a


oração em destaque classifica-se como
“Conheci que Madalena era boa em
subordinada substantiva objetiva direta?
demasia... A culpa foi desta vida que
me deu uma alma agreste. Procuro re- a) Algumas pessoas ainda não se conscien-
cordar o que dizíamos. Terá realmente tizaram de que o desperdício de água
piado a coruja? Será a mesma que piava terá consequências sérias no futuro.
há dois anos?” (Graciliano Ramos, São b) Algumas pessoas ainda não têm cons-
Bernardo) ciência de que o desperdício de água
terá consequências sérias no futuro.
Em relação às orações subordinadas em
c) Algumas pessoas ainda não sabem
destaque no trecho acima, tem-se que
que o desperdício de água terá con-
a) todas são substantivas. sequências sérias no futuro.

b) duas são adverbiais. d) Algumas pessoas não sabem isto: o


desperdício de água terá consequ-
c) todas são adjetivas. ências sérias no futuro.
d) três são adjetivas.
18. (EAGS/13 B) Observe:
15. (CFC/14) Em qual das alternativas a ora- Não há comprovação científica de que a
ção em destaque é subordinada adjetiva cafeína seja prejudicial às gestantes.
explicativa? A oração em destaque no período acima
a) Os valores que são apregoados em é substantiva
muitos programas de televisão in- a) subjetiva.
fluenciam negativamente a formação
b) apositiva.
dos jovens.
c) predicativa.
b) O filho mais velho, que sempre foi o
responsável pelos irmãos, não rece- d) completiva nominal.
beu apoio da família quando ficou do-
ente. 19. (CFC/13) Assinale a alternativa que
apresenta uma oração subordinada subs-
c) Pessoas que se candidatam a car- tantiva completiva nominal.
gos públicos deveriam ter diploma
a) Jamais pensei que fosse feliz.
em nível superior.
b) É bom que partilhemos dores e ale-
d) Todo cidadão de bom caráter quer
grias.
que a justiça sempre prevaleça.
c) A única certeza é que morro de von-
16. (CFC/14) Em qual das alternativas abai- tade de te ver.
xo a conjunção que não é integrante? d) Nutria esperanças de que o filho re-
tornasse em breve.
a) Convém que todos colaborem na
campanha.
20. (EAGS/13 B) A oração em destaque
b) Cumpre teu dever, que serás recom- classifica-se como subordinada adjetiva
pensado. em qual alternativa?
O cliente exigiu que respeitassem
c) a) Alguns sócios eram mais espertos que
seus direitos. raposas.
d) Minha esperança era que tudo aos b) Eles queriam que eu participasse de
poucos melhorasse. negócios escusos.
c) A pressão era tão grande que eu passei
a desenvolver problemas de saúde.
d) Esse foi o principal motivo que contribuiu
para o meu desligamento da empresa.
152
Orações

21. (EEAr/13 B) Leia: 24. (CFC/13) Lei a:


“Em lugares distantes, onde Todos sabem que um país que não in-
não há hospital nem escola veste em educação não se estabelece.
homens que não sabem ler É fundamental que isso se concretize,
e morrem aos 27 anos mas a verdade é que esse investimento
plantaram e colheram a cana.” não é interessante para alguns governan-
tes.
A oração em destaque acima é classificada
como subordinada
A oração em destaque no texto acima
a) substantiva predicativa. classifica-se como
b) substantiva subjetiva.
a) subordinada adjetiva.
c) adjetiva explicativa.
b) coordenada sindética.
d) adjetiva restritiva.
c) subordinada adverbial.

22. (EEAr BCT/12) Assinale a alternativa d) subordinada substantiva.


que contém uma oração subordinada ad-
jetiva explicativa. 25. (CESD/13) Assinale a alternativa que
possui oração subordinada substantiva.
a) Não deixemos, amor, passar o tempo,
que a noite se esvai. a) Sabia que o cercava uma gulosa es-
pionagem.
b) Não o vejo já faz tempo, que nem lem-
bro mais seu rosto. b) O homem que pensa tem o coração
voltado para os outros.
c) Ele perdeu tanto tempo, que os últi-
mos o ultrapassaram. c) Caminhava tão distraída que seus pés
tomavam susto a todo momento.
d) Tudo se subordina ao tempo, que é o
mestre dessa vida. d) Viam-se bandos de pintassilgos taga-
relas, que brincavam com os canários.
23. (EEAr BCT/13) As orações subordina-
das substantivas destacadas estão corre- 26. (CFT/13) Leia:
tamente classificadas, exceto na alterna- I. A população ainda não sabe que a ati-
tiva vidade física mexe com o DNA dos
a) Tenho certeza de que as obras serão músculos.
concluídas até as Olimpíadas em II. A população ainda não sabe se a ati-
2016. (completiva nominal) vidade física mexe com o DNA dos
b) Não pudemos saber quantos aviões músculos.
foram abatidos durante a batalha.
(objetiva direta) As orações subordinadas substantivas,
em destaque, classificam-se, respecti-
c) É possível que Artur Zanetti seja vamente, como
campeão olímpico novamente. (sub-
jetiva) a) completiva nominal e objetiva indireta.
d) O IBAMA proibiu que os turistas visi- b) objetiva direta e completiva nominal.
tassem a reserva marinha. (subjetiva)
c) completiva nominal e subjetiva.
d) objetiva direta e objetiva direta.

153
Introdução à Gramática

27. (EAGS/12 B) Em qual alternativa a ora- 30. (CFC/12) Marque a alternativa em que a
ção em destaque classifica-se como su- oração destacada é adjetiva restritiva.
bordinada substantiva objetiva direta?
a) Eu, que tenho medo, fui até mais co-
a) Só importa uma coisa: que o mosquito rajoso.
da dengue seja exterminado. É impor-
b) Brasília, que é a capital do Brasil, foi
tante que a sociedade se conscientize
fundada em 1960.
de que a água parada é um perigo.
c) Minha enteada que mora em São
b) Toda a população quer que o mosquito
Paulo chegará amanhã.
da dengue seja exterminado. É funda-
mental que todos saibam que locais d) Tio Roberto, que era agricultor, cui-
com água parada são muito perigosos. dava muito bem do jardim.
c) Todos devem ter a conscientização
31. (EAGS/11 B) Em “Ele, coração, vai di-
de que a dengue é um perigo para a
zendo que, uma vez que Maria Piedade
sociedade. Nosso desejo é que so-
tinha de morrer, foi bom que não casas-
ciedade e autoridades façam o que
se...”, as orações destacadas classificam-
precisa ser feito para exterminarmos o
-se como
mosquito.
a)
orações subordinadas substantivas:
d)
É importante que a dengue seja
uma predicativa e outra objetiva direta.
combatida. Não podemos admitir que
um mosquito cause tantos prejuí- b)
orações subordinadas substantivas:
zos à população. Devemos nos cons- uma objetiva direta e uma subjetiva.
cientizar de que todos nós temos que c)
orações subordinadas substantivas
fazer a nossa parte nessa luta. objetivas diretas.

28. (EAGS/12 B) Marque a alternativa em d)


orações subordinadas substantivas
que o termo em destaque não tem a mes- subjetivas.
ma classificação sintática do termo desta-
cado em Marcela amou-me durante quin-
ze meses e onze contos de réis.
GABARITO
a) “Há muito o meu coração está seco” 01. B 12. A 23. D
02. B 13. D 24. A
b) “No espelho do córrego, bailam bor-
03. A 14. D 25. A
boletas bêbadas de sol.”
04. B 15. B 26. D
c) “O circo era um balão aceso, com mú- 05. C 16. B 27. D
sica e pastéis na entrada.” 06. D 17. C 28. A
d) “Minha dor é inútil 07. C 18. D 29. C
08. C 19. D 30. C
Como uma gaiola numa terra onde 09. C 20. D 31. B
não há pássaros.” 10. C 21. D
11. D 22. D
29. (EEAr/12 B) Leia:
“Minha suspeita é que todos ficaram
aliviados com a notícia.”

A oração em destaque no período acima


classifica-se como subordinada subs-
tantiva

a) apositiva. b) subjetiva.
c) predicativa. d) objetiva direta.

154
Orações

3. Leia:
“O ruído de um bonde
EXERCÍCIO 2 Cortava o silêncio

ORAÇÕES ADVERBIAIS, COORDENADAS Como um túnel.”


E REDUZIDAS Em relação ao verso “Como um túnel”,
marque a alternativa que apresenta, em
1. (EEAr 2/16 B) Em relação à classificação destaque, palavra ou expressão de mesmo
das conjunções coordenativas destaca- sentido de “como”.
das, coloque C para certo ou E para erra-
a) Conforme seu coração à nova realida-
do. A seguir, assinale a sequência correta.
de, será mais fácil para todos.
( ) O pai muito chateado disse a filha que
b) Tal qual nas antigas brincadeiras de
não aprovava nem permitiria o casamento
rua, estávamos felizes.
dela. (alternativa)
c) Com despeito à dieta, como um monte
( ) Não brinque com arma de fogo, que
de guloseimas.
pode ser perigoso. (explicativa)
d) Como assim? Esqueceram de mim?
( ) Você já estudou bastante, contudo pre-
cisa se concentrar mais. (adversativa)
4. (EAGS/16 B) Assinale a alternativa em
( ) Ora você chora, ora você ri, a vida sem- que a sequência de conjunções coordena-
pre continua. (aditiva) tivas preenche, correta e respectivamente,
a) E - C - C - E os espaços do texto abaixo.
b) C - E - C - E Na época de minha infância, quase não ha-
via brinquedos eletrônicos, _____ os com-
c) C - C - E - C putadores eram raros. O poder aquisitivo
d) E - C - C - C de nossos pais era pequeno, _____ brincá-
vamos na rua com as outras crianças. Mui-
2. (EAGS/16 B) Assinale a sequência de tas vezes, inventávamos brincadeiras _____
conjunções abaixo que estabelecem, en- conseguíamos nos divertir apenas com uma
tre as orações de cada item, uma correta bola improvisada, feita com uma meia ve-
relação de sentido. lha. Financeiramente, a vida era mais difícil,
_____ éramos mais felizes e mais livres.
I. O time jogou muito bem, _______ a vitó-
ria foi merecida. a) e, contudo, ou, por isso
II. A vitória foi merecida, ______ o time jo- b) contudo, ou, por isso, e
gou muito bem. c) e, por isso, ou, contudo
III. A vitória não foi merecida, ______o time d) por isso, ou, e, contudo
não jogou bem.
IV. O time jogou muito bem, _______não
obteve a vitória.
a) todavia, pois, pois, logo
b) por conseguinte, pois, pois, mas
c) por conseguinte, logo, logo, pois
d) por isso, todavia, portanto, todavia

155
Introdução à Gramática

5. (EAGS/16 B) Leia e reflita: 8. (EAGS/16 A) Assinale a alternativa em


que não há oração subordinada adverbial
“De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto
final.
ver prosperar a desonra, de tanto ver cres-
cer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se a) Verdade é que as pessoas não estão
os poderes nas mãos dos maus, o homem sempre iguais, porque ainda não fo-
chega a desanimar-se da virtude, a rir-se ram terminadas.
da honra, a ter vergonha de ser honesto.”
b) A mulher dos meus sonhos me puxa
(Ruy Barbosa)
do sono eterno, de sorte que vivo para
As orações destacadas constituem, todas que continue a sonhar.
elas, orações reduzidas de infinitivo e clas-
c) Às estrelas foi ordenado resplandecer
sificam-se como
ternas a fim de que ilumine os cami-
a) adverbiais causais. nhos das almas perdidas.
b) substantivas subjetivas. d) E os dois irmãos, um de cada lado
da fronteira, precisavam de um sal-
c) adverbiais consecutivas.
vo-conduto para que um pudesse
d) substantivas objetivas indiretas. abraçar o outro.

6. (EAGS/16 B) Assinale a alternativa em 9. (EEAr BCT/15) Assinale a alternativa com


que a conjunção destacada expressa rela- as conjunções que preenchem, correta e
ção de comparação. respectivamente, as lacunas do texto abaixo.
a) Como ignoram as consequências futu- A garota comprou os ingredientes neces-
ras de seus atos, muitas pessoas jo- sários ___ fez o bolo, ___ nada saiu como
gam lixo nos rios. ela queria. A receita culinária não deu cer-
b)
Fleming descobriu a penicilina por to, ___ ela perdeu todo o dinheiro que gas-
acaso como sempre ouvimos falar. tou. Não contou o ocorrido a sua mãe, ___
não queria ser punida.
c) “Como deveis saber, há, em todas as
coisas, um sentido filosófico.” a) pois, portanto, mas, e

d) “A preguiça gasta a vida como a ferru- b) e, portanto, pois, mas


gem consome o ferro.” c) e, mas, portanto, pois
d) portanto, pois, e, mas
7. (EAGS/16 B) Leia:
“Apesar de ter avançado nas técnicas de 10. (CFT/15) Assinale a alternativa em que a
embelezamento, a medicina estética ainda oração em destaque é subordinada adver-
não criou, para combater a celulite, uma bial comparativa.
fórmula que solucione definitivamente o pro-
a) Como afirmam os mais velhos, bele-
blema. Segundo indicam pesquisas reali-
za não deve ser colocada na mesa.
zadas em alguns países, esse depósito de
gordura no tecido subcutâneo sempre foi um b) Naquele dia, meu pai reagiu ao insulto
dos maiores inimigos das mulheres.” como qualquer outra pessoa reagiria.
As orações subordinadas adverbiais em c) Os fiscais do IBAMA agiram com rigor,
destaque no texto acima são, respectiva- como determinou o presidente.
mente,
d) A inflação deste ano foi maior do que
a) final, causal e conformativa. a do ano passado, como foi previsto
pelos economistas.
b) comparativa, final, concessiva.
c) concessiva, final e conformativa.
d) concessiva, condicional, consecutiva.

156
Orações

11. (CFT/15) Assinale a alternativa com a 14. (EAGS/15 B) Assinale a alternativa em


sequência correta quanto à classificação que há uma oração subordinada adverbial
das conjunções e da locução conjuntiva em consecutiva.
destaque no texto abaixo.
a) O cidadão ficou tão revoltado que de-
“Como eu previa, ainda que tivesse se pas- nunciou a situação precária do hospital.
sado bastante tempo, tudo estava no seu
b) O cidadão denunciou o hospital por-
devido lugar. Embora eu tivesse tentado
que ficou revoltado com a situação
me conter, corri pela casa como uma crian-
precária daquele local.
ça vendo seu novo lar pela primeira vez.”
c) Como ficou revoltado com a situação
a) condicional, causal, temporal
precária do hospital, o cidadão resol-
b) causal, concessiva, condicional veu denunciar aquele local.
c) conformativa, concessiva, concessiva d) O cidadão resolveu denunciar o hos-
pital já que ficou indignado com o que
d) comparativa, conformativa, concessiva
presenciou naquele local.
12. (EAGS/15 B) Em relação à circunstân-
15. (EAGS/15 B) Em qual alternativa as con-
cia expressa pela conjunção subordinativa
junções preenchem, correta e respectiva-
como, coloque C para correto e E para er-
mente, as lacunas dos períodos abaixo?
rado, considerando a classificação feita en-
tre parênteses. Em seguida, assinale a al- I- Não observou a sinalização, ________ foi
ternativa com a sequência correta. multado por estacionar em local proibido.
I- ( ) A audiência será realizada como a II- Ele é um bom motorista, ________
lei determina. (comparação) não respeita os limites de velocidade.
II- ( ) O tsunami no Japão ocorreu como III- Não beba antes de dirigir ________
os cientistas haviam previsto. (causa) não dirija.
III- ( ) Como o aluno havia estudado, ob- IV- Use sempre o cinto de segurança,
teve bom resultado no concurso. (causa) ________ ele é fundamental para a sua
proteção.
IV- ( ) Como a maioria dos alunos não
havia entendido o conteúdo, o professor
a) portanto – no entanto – ou – pois
explicou-o novamente. (conformidade)
b) pois – portanto – no entanto – ou
a) E – E – C – E
c) ou – no entanto – pois – portanto
b) C – E – E – C
d) no entanto – portanto – pois – ou
c) E – C – E – C
d) C – C – C – E 16. (EEAr/15 B) Leia:
O autismo não tem cura, (1)no entanto
13. (EAGS/15 B) Leia: o diagnóstico precoce faz toda a dife-
rença, (2)pois ele colabora com o tra-
Os irlandeses não só admiram a música mas
tamento do autista.
também apreciam a literatura brasileira.
As orações coordenadas sindéticas em
A oração coordenada em destaque clas-
destaque classificam-se, respectiva-
sifica-se como
mente, como
a) sindética conclusiva.
a) explicativa e conclusiva.
b) sindética adversativa.
b) adversativa e conclusiva.
c) sindética aditiva.
c) explicativa e adversativa.
d) assindética.
d) adversativa e explicativa.

157
Introdução à Gramática

17. (EEAr/15 B) Assinale a alternativa em 20. (EAGS/14 B) Em relação à classificação


que a oração em destaque é subordinada das orações coordenadas sindéticas des-
adverbial concessiva. tacadas, relacione as colunas e, em segui-
da, assinale a alternativa com a sequência
a) Por mais que a população pedisse
correta.
novas creches, o Estado não as cons-
truía. (1) Adversativa
b) Os lucros das empresas iam aumen- (2) Explicativa
tando, à proporção que se reduziam
(3) Conclusiva
os custos.
c) O documento foi entregue ao presiden- ( ) Não chore ainda não, que eu tenho
te do júri para que todos comprovas- um violão e nós vamos cantar.
sem a sua autenticidade. ( ) Passamos no concurso; vamos,
d) Muitos membros do clero fazem opção pois, comemorar.
pelos pobres e injustiçados como fez ( ) Sim, foi apenas um instante, mas me
Jesus dois mil anos atrás. feriu os olhos de beleza para sempre.

18. (EAGS/14 B) Observe: a) 1 – 3 – 2 b) 2 – 1 – 3


Saberás que não te amo e que te amo c) 2 – 3 – 1 d) 3 – 2 – 1
Posto que de dois modos é a vida,
21. (EAGS/14 B) Em qual alternativa a pala-
A palavra é uma asa do silêncio, vra em destaque é uma conjunção coorde-
O fogo tem uma metade de frio. nativa conclusiva?
a) Ele não se preocupou com os estudos,
A locução conjuntiva em destaque ex-
logo não conseguiu se estabelecer no
pressa ideia de
mercado de trabalho.
a) consequência. b) proporção. b) Logo que amanheceu, o batalhão ba-
teu em retirada.
c) condição. d) causa.
c) Logo mais, assistirei a um filme na te-
19. (EAGS/14 B) Assinale a alternativa em levisão.
que não há uma oração subordinada ad- d) Venha logo, que eu não vou esperá-lo.
verbial comparativa.
a) Você é mais bonita que um jardim florido 22. (EAGS/14 B) Assinale a alternativa em
que a oração adverbial em destaque expri-
Em frente ao mar de Ipanema.
me ideia de concessão.
b) Pois há menos peixinhos a nadar no mar
a) Conhecendo o soldado, o oficial não
Do que os beijinhos que darei na sua o teria punido.
boca.
b) Mesmo conhecendo o caminho, re-
c) Não basta abrir a janela solvi levar meu GPS.
Para ver os campos e o rio. c) Conhecendo o meu amigo, eu sei
d) Um poema deve ser palpável, silencioso, que ele não tomaria tal atitude.

Como um fruto redondo. d) Conhecendo o novo chefe, os funcio-


nários voltaram às suas atividades.

158
Orações

23. (EAGS/14 A) Leia: 26. (CESD/14) Leia:


Algumas plantas herbáceas são chama- Não se espante
das de anuais, pois crescem, florescem,
Cante, que o teu canto
produzem sementes e morrem no inter-
valo de um ano. É minha força pra cantar.

As orações coordenadas sindéticas des- A conjunção em destaque, no texto aci-


tacadas classificam-se, respectivamen- ma, é coordenativa
te, como
a) adversativa.
a) conclusiva e conclusiva. b) explicativa.
b) explicativa e conclusiva. c) alternativa.
c) explicativa e aditiva. d) aditiva.
d) conclusiva e aditiva.
27. (EEAr BCT/14) Assinale a alternativa em
24. (EEAr/14 B) Leia: que a conjunção subordinada adverbial
destacada exprime ideia de condição.
Silenciei-me, desliguei o rádio e deixei
meu pensamento livre. a) “Quando chegou a hora, tive vontade
de desanimar.”
Sobre o período acima, é incorreto afir-
b) “Para que eu seja um bom escritor é
mar que
preciso que descreva Glória com pre-
cisão.”
a) a primeira e a segunda orações são
classificadas como orações coordena- c) “Mas minha mãe diz que prefere [meu
das assindéticas. casamento], contanto que eu fique
com o nome limpo.”
b) a terceira oração é uma coordenada sin-
dética, introduzida por uma conjunção d) “Há vários dias ansiava por ele, como
que explicita uma relação de adição. um jovem adolescente espera o dia de
ir ao cinema com a namoradinha.”
c) as duas primeiras orações são classi-
ficadas como coordenadas assindéti-
cas e a terceira como subordinada. 28. (EEAr BCT/14) Todas as orações redu-
zidas destacadas são subordinadas adver-
d) há três orações de estrutura sintática in- biais concessivas, exceto uma. Assinale-a.
dependente, ou seja, são orações autôno-
mas, cada uma tem um sentido próprio. a) Não conseguiu realizar uma boa prova,
mesmo sabendo toda a matéria.
25. (CESD/14) No período À medida que se b) Ocupado com tantos afazeres, não te-
aproxima o inverno, as doenças respirató- nho tido muito tempo para o lazer.
rias começam a surgir, a oração em des-
c) Ela chegou rapidamente ao local da
taque classifica-se como subordinada ad-
festa sem conhecer direito o caminho.
verbial
d) Apesar de estar bastante ansiosa, a
a) consecutiva.
professora fez uma louvável apresen-
b) proporcional. tação.
c) temporal.
d) causal.

159
Introdução à Gramática

29. (EAGS/13 B) A conjunção subordinati- 32. (CFC/14) Observe:


va em destaque estabelece que tipo de re-
Conforme ficou combinado, os funcioná-
lação de sentido entre as orações por ela
rios não receberão horas extras caso fique
conectadas?
comprovada a falta de necessidade de
Como as organizações ambientalistas permanência dos empregados no local de
têm denunciado, os países industrializa- trabalho além do horário de expediente.
dos são os que mais poluem o meio am-
As orações adverbiais em destaque, no perí-
biente.
odo acima, são, respectivamente,
a) Conformidade b) Comparação a) temporal, final.
c) Finalidade d) Condição b) causal, consecutiva.
c) comparativa, concessiva
30. (EEAr BCT/14) Observe:
d) conformativa, condicional.
I- Eu posso reclamar, ___ estou na minha razão.
II- Houve avanços na negociação entre traba- 33. (CFC/14) Assinale a alternativa em que a
lhadores e empresários, ___ a situação ainda conjunção destacada exprime a conclusão
não foi resolvida. de um fato.
III- Apiedei-me da borboleta caída no chão, a) O candidato gastou uma fortuna duran-
tomei-a na palma da mão ___ fui depô-la no te a campanha, mas perdeu a eleição.
peitoril da janela.
b) O candidato gastou uma fortuna duran-
IV- Não desista de seus sonhos, ___ eles são te a campanha; venceu, pois, a eleição.
plenamente realizáveis.
c) O candidato gastou uma fortuna du-
Assinale a alternativa com os tipos de conjun- rante a campanha, pois desejava ven-
ções coordenativas que preenchem correta e cer a eleição.
respectivamente as lacunas das frases acima.
d) O candidato gastou uma fortuna du-
a) explicativa, adversativa, aditiva, expli- rante a campanha, entretanto perdeu
cativa a eleição.
b) aditiva, explicativa, adversativa, adver-
sativa 34. (EAGS/13 B) Leia:
c) adversativa, adversativa, aditiva, expli- Quando éramos crianças, os recursos eram
cativa escassos. Para conseguir algum dinheiro,
fazíamos pequenos serviços na vizinhança,
d) explicativa, aditiva, explicativa, adver- vendíamos jornal e engraxávamos sapatos.
sativa Apesar de passarmos por essas dificulda-
des, tivemos uma infância feliz.
31. (CFC/14) Assinale a alternativa em que há
apenas orações coordenadas assindéticas. As orações adverbiais em destaque no texto
classificam-se, respectivamente, como
a) Todos nós dependemos da água para
a nossa sobrevivência; devemos, pois, a) temporal, concessiva e condicional.
economizá-la. b) proporcional, consecutiva e final.
b) Estaria ela falando a verdade ou tudo c) final, causal e conformativa.
aquilo foi apenas uma encenação?
d) temporal, final e concessiva.
c) Não seja cruel em seus comentários,
pois todos nós temos defeitos.
d) A mulher moderna limpa a casa, traba-
lha fora, cuida dos filhos.

160
Orações

35. (EAGS/13 B) Observe os períodos abaixo: A classificação está correta em


I – Venha logo, pois estou ansioso. a) I. b) II. c) III. d) I, II e III.
II – Ele é o homem da casa, logo deve as-
sumir o papel de chefe da família. 38. (CFC/13) Assinale a alternativa em que a
III – Termine logo esse trabalho, pois que- conjunção ou locução conjuntiva destaca-
ro ir embora para casa. da não tem valor concessivo.

IV – Trabalhei muito, logo mereço apro- a) Falava brilhantemente, ainda que não
veitar bastante minhas férias. tivesse estudo.
b) Falava brilhantemente, embora não ti-
Assinale a alternativa incorreta. vesse estudo.
a) Há, em I, uma oração coordenada sin- c) Falava brilhantemente, sem que tives-
dética explicativa. se estudo.
b) Há, em II, uma oração coordenada sin- d) Falava brilhantemente, e não tinha es-
dética conclusiva. tudo.
c) Há, em III, uma oração coordenada
39. (EEAr/12 B) Assinale a alternativa em
sindética conclusiva.
que se encontra uma oração subordinada
d) Há, em IV, uma oração coordenada adverbial.
sindética conclusiva.
a) “Ali se perdem / como se perde a água
derramada.”
36. (EAGS/13 B) A conjunção coordenativa
em destaque está corretamente classifica- b) “Todas as coisas de que fala estão / na
da em cidade entre o céu e a terra.”
a) Não assumiu a responsabilidade nem c) “Nunca me esquecerei que no meio do
pediu desculpas ao chefe. – alternativa caminho / tinha uma pedra.”
b) Ele saiu muito atrasado hoje, portan- d) “Minha terra tem palmeiras / onde can-
to perderá o ônibus para o trabalho. – ta o sabiá.”
conclusiva
c) Ela se indignou com a ofensa, entre- GABARITO
tanto manteve a calma e permaneceu
calada. – explicativa 01. A 14. A 27. C
02. B 15. A 28. B
d) No domingo passado, nós não fomos à 03. B 16. D 29. A
praia, mas também não fomos ao mu- 04. C 17. A 30. A
seu. – adversativa 05. A 18. D 31. D
06. D 19. C 32. D
37. (EEAr/13 B) Observe as conjunções su- 07. C 20. C 33. B
bordinativas em destaque nas frases abai- 08. A 21. A 34. D
xo com a respectiva classificação entre pa- 09. C 22. B 35. C
rênteses. 10. B 23. C 36. B
I. Embora meu pai não estivesse aqui, fiz 11. C 24. C 37. B
o trabalho do mesmo modo. (temporal) 12. A 25. B 38. D
13. C 26. B 39. A
II. Se meu pai estivesse aqui agora, per-
guntaria a ele se o trabalho ficou bem-
-feito. (integrante)
III. Enquanto meu pai estava aqui, fiz o
trabalho do modo como ele me ensinou.
(conformativa)

161
Capítulo 11

PONTUAÇÃO

VÍRGULA 3- EXPRESSÕES EXPLICATIVAS (denota-


tivas): isto é, ou seja, ou melhor, por exem-
É usada no período simples para caracte- plo... .
rizar: Ex. Ela não virá, ou seja, resolveu não sair.
1- TERMO DESLOCADO: Termo que deso-
bedece à ordem direta: sujeito + verbo + 4- ENUMERAÇÃO: Repetição de termos
objeto (complemento verbal) + adjunto ad- que pertençam à mesma classe gramatical
verbial (advérbio ou locução adverbial). ou função sintática (termos semelhantes).
Ex: Aquele desenho, o menino viu no cinema. Ex. Compramos caderno, livros, canetas
No cinema, o menino viu aquele filme. e borracha.

OBS: Não se usa somente uma vírgula en- OBS1: A vírgula só será obrigatória se na
tre os termos que obedecem à ordem direta; enumeração houver a presença de três ou
no entanto poderá haver duas vírgulas ca- mais termos, pois, se houver somente dois,
racterizando termo deslocado, aposto, pre- poderá ser empregada uma conjunção en-
dicativo... Tal regra será aplicada mesmo tre eles (e, ou). Se, entre dois termos seme-
se o sujeito estiver após o verbo, além do lhantes, não houver conjunção, a vírgula
que abrange a relação adjunto adnominal será obrigatória.
com substantivo, complemento nominal
com abstrato, adjetivo ou advérbio... OBS2: Numa enumeração onde haja três
ou mais termos, a vírgula poderá ser em-
Ex. A moça, à noite, saía misteriosamente.
pregada simultaneamente com conjunção
(as vírgulas existem em função do adjunto
“e” (reiteração ou polissíndeto). No entan-
adverbial deslocado)
to, tal regra não poderá ser aplicada entre
dois termos.
2-APOSTO E VOCATIVO:
Ex. Compramos caderno, e livros, e cane-
APOSTO: Apresenta como núcleo um tas, e borracha.
substantivo ou pronome sem preposição
que explica, resume, enumera, retoma ou
Em um período composto, a vírgula é usa-
especifica um outro substantivo (pronome)
da junto às:
anteriormente citado.
1- ORAÇÕES COORDENADAS ASSINDÉ-
OBS: O aposto poderá vir caracterizado
TICAS E SINDÉTICAS:
por travessões ou dois pontos.
Ex. Estudo muito, durmo pouco.
VOCATIVO: Caracteriza um chamamento Estudamos muito, por isso passaremos
em relação à pessoa ou coisa com quem na prova.
(que) se fala.
OBS: O vocativo não é termo sintático, OBS1: Não haverá vírgula, se a oração
pois não vem relacionado a nenhum outro coordenada sindética aditiva apresentar
termo da oração, por isso a obrigatoriedade o mesmo sujeito da oração à qual estiver
de vir separado da oração pela vírgula. Tra- coordenada.
ta-se de um elemento da comunicação, pois Ex. Estudo muito e durmo pouco.
identifica o receptor da mensagem.
No entanto, se os sujeitos forem diferen-
Ex. Menino, chame o Pedro, filho da Ma- tes, haverá vírgula .
ria, por favor.
Ex. Estudo muito, e ela trabalha demais.
163
Introdução à Gramática

OBS2: As conjunções conclusivas e adver- 2- Quando o adjunto adverbial está no final


sativas poderão ser utilizadas após o se- da oração.
gundo verbo (com exceção do mas adver-
sativo), nesse caso, virão entre vírgulas e o 3- Quando a oração subordinada adverbial
ponto e vírgula poderão ser utilizados na li- está após a oração principal.
gação entre as orações.
Ex. Estudou pouco; conseguiu, porém, a 4- Após as conjunções conclusivas e adver-
aprovação. sativas quando estiverem iniciando a ora-
ção coordenada.
2- ORAÇÕES SUBORDINADAS ADJETI- Ex. Está chovendo muito, por isso, não sai-
VAS EXPLICATIVAS (pronome relativo): rei de casa.
Faz referência a todo e qualquer substan-
tivo (termo antecedente), isto é, caracteriza Entrou no curso tarde, contudo, tem
um comentário generalizado. condições de passar na prova.
Ex. Teme a morte o homem, que é um mortal. OBS: Tal fato pode ocorrer, principalmente,
O telefone, que deixou de ser artigo de quando essas conjunções iniciam um pe-
luxo, é fundamental. ríodo.
Ex. Ele sempre estudou muito. Portanto,
3- ORAÇÕES SUBORDINADAS ADVER- nunca teve dificuldades em provas.
BIAIS: A vírgula far-se-á obrigatória quando
tais orações estiverem intercaladas ou ante- 5- Junto a predicativo desde que não este-
cedendo a principal. ja contextualizado com verbo de ligação.
Ex. Se ela vier, faremos uma festa. Ex. A criança dormiu, tranquila.
Iremos, quando ela permitir, à praia. Considero os alunos, inteligentes.
OBS: As orações reduzidas adverbiais obe-
decerão à mesma regra. No entanto
Ex. Havendo alunos, ministrarei aula. A criança é, tranquila. (ERRADO)
São, inteligentes, os alunos. (ERRADO)
4- ORAÇÕES INTERCALADAS EM UM
DISCURSO DIRETO: São orações que in-
formam ao leitor a fala de determinada per- OBS: Se um adjetivo estiver separado por
sonagem. vírgula de um substantivo (principalmente
na função de núcleo do sujeito), tal adjetivo
Ex. -Não sei, disse o policial, se devo exercerá a função de predicativo. Na ausên-
prendê-lo. cia da vírgula, exercerá a função de adjunto
adnominal.
OBS: Tal tipo de oração poderá estar acom- Ex. A criança, tranquila, dormiu. (predicati-
panhada de travessões em substituição às vo do sujeito)
vírgulas.
A criança tranquila dormiu. (adjunto
Ex. -Meu povo, – discursava o deputado – adnominal)
prometo extirpar os vossos problemas.

5- ELIPSE DE VERBO (vírgula vicária): Ca- DOIS PONTOS


racteriza a omissão de um verbo que está,
na maioria das vezes, anteriormente citado. 1- FALA DE PERSONAGEM (discurso di-
reto):
Ex. Um ia à praia,e outro, à faculdade.
Ex. Enraivecido o rapaz esbravejou: - Irei
embora.
VÍRGULA FACULTATIVA
1- Com os advérbios de curta extensão
que iniciam a oração.

164
Pontuação

2- EXPLICAÇÃO, ENUMERAÇÃO (aposto 2. (EEAr 2/16 B) Leia:


enumerativo), APOSTO ou ORAÇÃO APO-
SITIVA: I. Ligou a TV, pegou o jornal, perdeu-se em
lembranças. (As vírgulas separam orações
Ex. A situação é bastante complexa: o tem- coordenadas assindética.)
po é curto.
II. Cícero, fundador da Sociedade dos Ir-
Nosso país apresenta vários problemas:
mãos Altino, era um grande educador. (As
o desemprego, o analfabetismo, a vio-
vírgulas isolam o vocativo.)
lência... .
Possuo um desejo: que todos passem III. Uns diziam que ele estudou para a pro-
na prova. va, outros, que não se importou nenhum
pouco. (A segunda vírgula indica a elipse
de um termo.)
ASPAS
Assinale a alternativa que apresenta
1- TRANSCRIÇÃO TEXTUAL: Citação de justificativa(s) correta(s) em relação ao uso
algo que tenha sido dito ou escrito por al- da vírgula.
guém.
a) I e II b) I e III
Ex. Clarisse Lispector escreveu que “a pala-
vra é o meu domínio sobre o mundo”. c) I, II e III d) Apenas II
A mãe ordenou: “Jamais faça isso”.
(substituem o travessão) 3. (EAGS/16 B) Leia:
Dê-me um cigarro
2- ESTRANGEIRISMO, GÍRIA, LINGUA- Diz a gramática
GEM POPULAR, IRONIA:
Do professor e do aluno
Ex. Idêntico aos “playboys” da cidade
grande, o “coroné” daquela cidade peque- E do mulato sabido
na também gostava de expor o quanto ti- Mas o bom negro e o bom branco
nha dinheiro.
Da nação brasileira
3- TÍTULOS DE OBRAS, REVISTAS OU Dizem todos os dias
JORNAIS: Deixa disso camarada
Ex. “O Globo” publicou esta notícia. Me dá um cigarro.
O texto acima é originalmente escrito sem
os sinais de pontuação, possibilidade auto-
rizada pela liberdade poética. Caso queira-
EXERCÍCIOS mos pontuá-lo, é incorreto colocar
a) vírgula depois de sabido.
1. (EEAr 2/16 B) Assinale a opção correta
em relação à pontuação. b) dois-pontos depois de dias.
a) Tu, minha amiga, diz a lei, estás con- c) vírgula depois de brasileira.
denada. d) vírgulas intercalando a palavra cama-
b) Tu minha amiga, diz a lei, estás con- rada.
denada.
c) Tu, minha amiga diz a lei estás con-
denada.
d) Tu minha amiga diz a lei, estás con-
denada.

165
Introdução à Gramática

4. (CFT/15) Considere as afirmações entre 6. (EAGS/15 A) Assinale a alternativa em


parênteses sobre a pontuação das frases que ocorre erro quanto ao uso da vírgula.
a seguir.
a) Eu levantei cedo, tomei banho, comi
I. Durante o curso, minhas professoras bolo, e fruta e coloquei meu uniforme.
costumavam passar exercícios de redação
b) Curitiba, que é a capital do Paraná, re-
diariamente. (a vírgula separa um adjunto
cebe muitos turistas durante o inverno.
adverbial antecipado)
c) Alunos, assim que os jogadores entra-
II. A ocasião, afirmou Machado de Assis,
rem, recebam-nos com aplausos.
não faz o ladrão. Ele nasce pronto. (as vír-
gulas isolam um adjunto adverbial interca- d) Confesso que, quando entrei e vi seus
lado) trajes, levei um susto.
III. Os alunos chegaram, escutaram as in-
7. (EAGS/15 B) Do texto abaixo, foram re-
formações, depois foram embora. (as vír-
tiradas todas as vírgulas. Assinale a alter-
gulas separam orações coordenadas as-
nativa que indica quantas e onde as vírgu-
sindéticas justapostas)
las consideradas obrigatórias deveriam ser
Está correto apenas o que se afirma em colocadas.
a) I e III. “Na cidade mineira de Contagem uma
b) II e III. mulher tentou abortar na 37ª semana
de gravidez. Ao perceber que a criança
c) II. nasceu viva jogou-a pela janela do seu
d) I. barraco. O bebê caiu num córrego e foi
resgatado com vida mas morreu na noite
5. (EEAr BCT/15) Relacione as colunas seguinte.”
quanto à justificativa da pontuação. Em se-
a) 2 vírgulas: 1 depois do verbo abortar;
guida, assinale a alternativa com a sequên-
1 antes da conjunção “e”.
cia correta.
b) 3 vírgulas: 1 após o termo Contagem;
I. Para digerir o saber, é necessário que ele
1 após o termo viva; 1 antes da con-
seja devorado com apetite.
junção mas.
II. O papel, explicam os cientistas, amarela
c) 4 vírgulas: 1 após o termo mulher; 1
com o tempo por causa de uma substância
depois da forma verbal caiu; 1 após a
chamada lignina.
conjunção mas; 1 após a forma verbal
III. O rio São Francisco permite a agricultu- morreu.
ra em suas margens, irriga terras distantes.
d) 5 vírgulas: 1 antes e 1 depois de uma
A(s) vírgula(s) separa(m) mulher; 1 antes do termo viva; 1 depois
( ) a oração assindética. da conjunção mas; 1 após a forma ver-
bal morreu.
( ) a oração intercalada.
( ) a oração adverbial reduzida.
a) II, I, III
b) I, III, II
c) III, I, II
d) III, II, I

166
Pontuação

8. (EEAr/15 B) Leia: 11. (EEAr/14 B) Assinale a alternativa que


apresenta pontuação correta.
Nas cozinhas modernas é comum ver tecno-
logias como o cooktop um fogão moderno a) No frio, é bom tomar uma xícara de chá
com sistema de indução eletromagnética. antes de ir para a cama. Mas é preciso
cautela: a bebida costuma conter ca-
Sobre o emprego da vírgula no período
feína, que pode espantar o sono.
acima, coloque (C) para a afirmação corre-
ta e (E) para a errada. Em seguida, assinale b) No frio é bom tomar uma xícara de chá,
a alternativa com a sequência correta. antes de ir para a cama. Mas, é preciso
cautela, a bebida costuma conter ca-
( ) Depois do adjetivo modernas, deve feína que pode espantar, o sono.
haver uma vírgula para assinalar a ante-
c) No frio, é bom tomar uma xícara de chá,
posição do adjunto adverbial.
antes de ir para a cama. Mas é preciso
( ) Depois da palavra cooktop, deve ha- cautela: a bebida costuma conter cafe-
ver uma vírgula para isolar o aposto. ína que, pode espantar o sono.
( ) O adjetivo moderno deve ficar entre d) No frio é bom tomar uma xícara de chá,
vírgulas, pois é adjunto adnominal. antes de ir para a cama. Mas é preciso
cautela, a bebida costuma conter, ca-
a) C, E, E b) E, C, C
feína, que pode espantar o sono.
c) C, C, E d) E, E, C
12. (EEAr BCT/14) Assinale a alternativa em
9. (EAGS/14 B) Assinale a alternativa em que a pontuação empregada faz surgir no
que a mudança da ordem dos termos e da texto, de forma incorreta, um termo aces-
pontuação da frase “Mas Padre Anselmo sório.
era amigo dos pobres assim mesmo.” não
altera o seu sentido. a) Olha bem estes sítios queridos,

a) Mas Padre Anselmo, assim mesmo, Vê-os bem neste olhar derradeiro...
era amigo dos pobres. Ai! o negro dos montes erguidos,
b) Mas Padre Anselmo, amigo dos po- Ai! o verde do triste pinheiro!
bres, era assim mesmo.
b) Olha bem estes sítios queridos!
c) Mas Padre Anselmo era assim mesmo:
amigo dos pobres. Vê-os bem neste olhar derradeiro...
d) Amigo dos pobres, mas assim mesmo Ai, o negro dos montes erguidos!
era Padre Anselmo. Ai, o verde do triste pinheiro!
c) Olha bem estes sítios, queridos,
10. (EAGS/14 A) Leia:
Vê-os bem, neste olhar derradeiro!
“Que dizer do poeta,/ numa prova esco-
lar?/ (...) / Que veio de Itabira,/ terra longe Ai! O negro dos montes erguidos,
e ferrosa?” (Carlos D. de Andrade)
Ai! O verde do triste pinheiro!
A vírgula existente após o termo Itabira d) Olha bem estes sítios queridos...
se justifica porque
Vê-os bem neste olhar derradeiro!
a) separa o aposto atribuído à Itabira.
Ai, o negro dos montes erguidos...
b) introduz um vocativo para exaltação
de Itabira. Ai, o negro do triste pinheiro...
c) marca, por obrigatoriedade, a pausa
existente em fim de verso.
d) indica a licença poética para destacar
o predicativo do objeto.

167
Introdução à Gramática

13. (CFC/14) Em qual alternativa a justifica- 16. (CFT/13) Leia:


tiva do uso da(s) vírgula(s) entre parênteses
O que significa Direitos Humanos? Quan-
está incorreta?
do assaltam e matam um cidadão, nin-
a) Enquanto os homens exercem seus guém aparece para exigir os direitos do
podres poderes, motos e fuscas avan- morto e de seus familiares. Isso, entre-
çam os sinais vermelhos. (A vírgu- tanto, não acontece quando matam
la separa a oração subordinada da um bandido. São Direitos?! São huma-
oração principal.) nos?! Que Justiça é esta?!
b) Falaram tudo quanto queriam. Ele, que
No período destacado, as vírgulas foram
era sábio, permaneceu calado. (As
utilizadas para separar
vírgulas separam a oração explica-
tiva intercalada.) a) a oração adverbial de tempo da ora-
c) Não tive filhos, não transmiti a nenhu- ção principal.
ma criatura o legado de nossa miséria. b) a conjunção que está posposta.
(A vírgula separa duas orações su-
bordinadas.) c) o adjunto adverbial deslocado.

d) Um dos mistérios do Natal é caberem d) o predicativo do sujeito.


Nele tantas festas: a religiosa, a familial,
a infantil, a popular e mesmo a agnóstica 17. (EEAr/13 B) As vírgulas obrigatórias do
[...]. (As vírgulas separam termos que texto abaixo foram omitidas proposital-
exercem a mesma função sintática.) mente:
(I) O tão esperado verão deverá ser in-
14. (CESD/14) Assinale a alternativa em que tenso nos próximos meses. (II) Estima-se
a pontuação está correta, tendo em vista o que na Região Sudeste as temperaturas
uso (ou o não uso) da(s) vírgula(s) . poderão manter-se acima dos 35 graus.
a) No meio da madrugada enquanto to- (III) Calor e chuva formarão portanto a
dos dormiam, raios rasgaram o céu. combinação perfeita para o Aedes ae-
gypti o mosquito transmissor da dengue.
b) Jogadores de vários países disputa-
ram em junho, a Copa das Confedera- Assinale a alternativa com a afirmação
ções. incorreta sobre o emprego exigido des-
c) O frio, a lua, as estrelas, tudo, contri- sas vírgulas.
buía para o romantismo da noite.
a) Na primeira frase do texto (I), é obri-
d) O amor, uma dádiva divina, tem de gatório o emprego da vírgula para se-
estar em todos os corações, durante parar o adjunto adverbial nos próximos
toda a vida. meses, que aparece deslocado.
b) Na segunda frase, é obrigatório o em-
15. (EEAr/13) Assinale a alternativa em que prego de duas vírgulas para isolar o
há erro no emprego da vírgula. adjunto adverbial na Região Sudeste,
a) O primo de minha mãe, gosta de pes- que aparece intercalado.
car na lagoa. c) Na terceira frase, há o aposto o mos-
b) As dificuldades lhe vieram, mas ele quito transmissor da dengue, que pre-
soube vencê-las. cisa estar separado por uma vírgula
obrigatória.
c) A honestidade deve acompanhar o
homem, e a criança deve aprendê-la d) A conjunção portanto, que aparece na
sempre. terceira frase, deve ser isolada por duas
vírgulas, uma vez que ela é pospositiva.
d) Quando o meu coração se acomodar,
eu o procuro novamente.

168
Pontuação

18. (EAGS/13 B) Leia: 21. (EEAr BCT/13) Em qual alternativa ocor-


re um erro quanto à pontuação?
Ele vivia da política corrupta; sua ex-es-
posa do trabalho honesto. a) A dengue, que é uma doença transmi-
tida pelo mosquito Aedes aegypti, está
Caberia uma vírgula para substituir um presente em quase todos os estados
termo omitido depois de do território brasileiro.

a) vivia. b) política. b) Febre alta, dor de cabeça, dor nos


olhos, dor nas juntas e, às vezes, san-
c) trabalho. d) ex-esposa. gramento no nariz e na gengiva são al-
guns dos sintomas da doença.
19. (CESD/13) Não está correta a pontua-
ção em: c) A pessoa com dengue deve ficar em re-
pouso, beber muito líquido e para aliviar
a) Os retirantes lentos e tristes iam pas- as dores e a febre, tomar medicamento.
sando.
d) As prefeituras precisam combater a pro-
b) Iam passando, os retirantes lentos e liferação do mosquito, mas, com certe-
tristes. za, a população deve fazer a sua parte.
c) Lentos e tristes, os retirantes iam pas-
sando. 22. (EEAr/12 B) Assinale a alternativa que
contém a correta justificativa para a pon-
d) Os retirantes, lentos e tristes, iam pas-
tuação do texto abaixo.
sando.
“Naquela manhã de segunda-feira o ra-
20. (CFC/13) No texto abaixo foram elimina- paz voltou à cidade mas ao fechar negócio
das as vírgulas. Leia-o e, a seguir, assinale percebeu que as contas estavam erradas.”
a alternativa que recoloca a pontuação de
maneira correta. a) No texto devem ser usadas quatro vír-
gulas: para isolar o adjunto adverbial
“De noite quando coloco a cabeça no Naquela manhã de segunda-feira;
Godofredo meu travesseiro me transfor- antes da conjunção adversativa mas e
mo.” (texto “Diário de Carlinhos”) para intercalar a oração adverbial ao
fechar negócio.
a) “De noite quando coloco a cabeça no
Godofredo, meu travesseiro, me trans- b) Com uma vírgula, deve-se isolar o ad-
formo.” junto adverbial Naquela manhã de
segunda-feira e com outra, a oração
b) “De noite quando coloco a cabeça no adjetiva explicativa que as contas es-
Godofredo, meu travesseiro me trans- tavam erradas.
formo.”
c) Faltam apenas duas vírgulas no texto:
c) “De noite, quando coloco a cabeça no depois de o rapaz, para separar o su-
Godofredo, meu travesseiro, me trans- jeito do predicado, e antes da conjun-
formo.” ção adversativa mas.
d) “De noite, quando coloco a cabeça, no d) Devem-se usar duas vírgulas obriga-
Godofredo meu travesseiro, me trans- tórias para separar o adjunto adverbial
formo.” à cidade, que está intercalado, e uma
após a conjunção mas.

169
Introdução à Gramática

23. (EAGS/12 B) Assinale a alternativa em 26. (CFT/11 B) Em qual alternativa a vírgula


que a retirada das vírgulas resulta numa fra- está empregada de modo incorreto?
se de sentido incompatível com a realidade.
a) A manhã estava fria, e a tarde seria
a) A gasolina, que foi usada para acender chuvosa.
a fogueira, acabou.
b) Pratique a meditação, que viverá sem-
b) A gasolina, que é um líquido inflamá- pre feliz.
vel, não é nada barata.
c) Considerava seus familiares amáveis,
c) A gasolina, com a qual abasteci meu sinceros.
carro, não estava boa.
d) Não me falou nada porém, percebi seu
d) A gasolina, que é vendida nos postos, sofrimento.
passou por controle de qualidade.
27. (EEAr/12 A) Assinale a alternativa em
24. (CFC/11) Leia: que o emprego da vírgula está incorreto.
“A minha sorte grande a) Eles viajaram ontem, aliás, anteontem.
Foi você cair do céu b) Todos chegaram muito alegres; eu,
muito triste.
Minha paixão verdadeira.”
c) Embora a economia, do país, esteja me-
Reescrevendo-se os versos acima em lhor o abismo social continua imenso.
prosa, a pontuação fica correta em:
d) Abriu a porta do quarto, sentiu o cheiro
a) A minha sorte grande foi você cair do leve e suave que exalava dos lençóis,
céu, minha paixão verdadeira. foi até sua cama, dormiu em paz.

b) A minha sorte grande foi você, minha


28. (CFC/12) Em qual alternativa há uso in-
paixão verdadeira cair do céu.
correto da(s) vírgula(s)?
c) Você cair do céu foi, a minha sorte
a)
Como prosador, Drummond revela
grande, minha paixão verdadeira.
agudo senso de observação.
d) Foi você, a minha sorte grande cair do
b) Mário de Andrade escreveu sobre, lite-
céu, minha paixão verdadeira.
ratura, folclore, artes plásticas, músi-
ca.
25. (CFC/11) Assinale a alternativa em que
há pontuação incorreta. c) Rachel de Queiroz destacou-se, ainda
bastante jovem, com a publicação do
a) Algumas pessoas, sem o menor cons- romance O Quinze.
trangimento, jogavam papel no chão.
d)
Euclides da Cunha foi influenciado
b) Sem demonstrarem constrangimento, al- pela teoria determinista, na análise
gumas pessoas jogavam papel no chão. que fez da Guerra de Canudos.
c) Algumas pessoas jogavam sem o me-
nor constrangimento, papel no chão. 29. (CESD/12) Leia:
d) Algumas pessoas, sem demonstrarem Não estou doente, minha filha. A palidez
o menor constrangimento, jogavam é minha cor natural.
papel no chão.
A vírgula usada, na oração acima, separa o

a) sujeito.
b) aposto.
c) vocativo.
d) predicativo.

170
Pontuação

30. (EEAr 2/11 B) Leia: 32. (EEAr 1/11 B) Assinale a alternativa em


A caminhada, uma atividade aeróbica que a vírgula foi empregada de maneira in-
saudável, traz grandes benefícios ao cor- correta.
po e à mente. Com a idade avançando, a) O cristalino açúcar de meu café nesta
nós, limitados mortais, uma vez que não manhã de Ipanema, não foi produzido
podemos interromper o tempo, devemos por mim.
caminhar todos os dias.
b) Em dias de céu nublado, prevenido é
Quanto ao emprego das vírgulas no texto quem sai de galochas.
acima, assinale a alternativa com a afir- c) A mãe o fora buscar no colégio, mas
mação incorreta. não o encontrou.

a) A primeira e a segunda vírgulas separam d) Desconfiada, Tereza não entrou no táxi.


elementos de um sujeito composto.
33. (EEAr 2/10 B) Observe:
b) A terceira vírgula separa uma oração
subordinada reduzida de gerúndio an- Carlos e Sandro, meus amigos, sofreram
tecipada. um acidente.
c) O aposto “limitados mortais” está cor- Assinale a alternativa que apresenta a
retamente isolado pelas vírgulas quar- afirmação incorreta em relação à frase
ta e quinta. acima.
d) A oração subordinada adverbial “uma
vez que não podemos interromper o a) Dependendo do contexto em que essa
tempo” está devidamente isolada pe- frase for empregada, o termo em des-
las vírgulas quinta e sexta. taque pode ter duas funções sintáticas
diferentes: vocativo ou aposto.
31. (EAGS/11 B) Em qual alternativa o em- b) Se eliminarmos a segunda vírgula, o
prego da(s) vírgula(s) está incorreto? termo Carlos e Sandro deixará de ser
sujeito e passará a vocativo.
a) Os biólogos supõem que certas espé-
cies de aves, quando sentem o hábitat c) Se eliminarmos a segunda vírgula, o
delas ameaçado, modificam os hábitos termo meus amigos deixará de ser vo-
alimentares. cativo (ou aposto) e passará a sujeito.
b) Os biólogos supõem que, quando sen- d)
Independente do contexto em que
tem o hábitat delas ameaçado, certas essa frase for empregada, o termo
espécies de aves modificam os hábi- destacado só pode ter a função sintáti-
tos alimentares. ca de vocativo.
c) Quando sentem o hábitat delas amea-
çado, os biólogos supõem que certas 34. (EEAr BCT/11) Assinale a alternativa em
espécies de aves modificam os hábi- que o emprego da vírgula se justifica pelo
tos alimentares. mesmo motivo da empregada em “A igreja
era grande e pobre. Os altares, humildes.”
d) Quando sentem o hábitat delas amea-
çado, os biólogos supõem que, certas a) Noite escura, arranca do meu peito
espécies de aves modificam os hábi- essa angústia que me sufoca!
tos alimentares. b) Rei dos astros, o Sol situa-se no centro
do nosso sistema solar.
c) Naquela época, os dias eram mais lon-
gos e ensolarados.
d) Seu cheiro, o aroma da mais tenra fruta
do pomar.

171
Introdução à Gramática

35. (EEAr 1/10 A) Em qual das alternativas 37. (EAGS/08 A) Assinale a alternativa em
a vírgula foi empregada incorretamente? que, ao se omitir a vírgula, haverá mudança
de sentido na frase.
a) Xavier fotografa a natureza; seu irmão,
as modelos. a) Serena, caminhava entre as pessoas
sem enxergá-las.
b) Entusiasmadas, as crianças do bairro
aguardavam o desfile. b) Uma tristeza, a demolição do antigo
casarão.
c) Quando você me deixou, minha vida
perdeu todo seu encanto. c) A ele, emprestam-no o adjetivo feno-
menal.
d)
A família real portuguesa fugiu, em
1808 das tropas de Napoleão para a d) Agora, todos estão em paz.
colônia brasileira.

36. (EEAr 2/10 B) Observe as frases: GABARITO


I- A sindicância feita pela diretoria reve- 01. A 14. D 27. C
lou quantos são, quanto ganham e no que 02. B 15. A 28. B
trabalham os pais que não pagaram as 03. C 16. B 29. C
mensalidades. 04. A 17. A 30. A
II- Entre esses pais, há cinco empresários, 05. D 18. D 31. D
dois empregados do setor privado e um 06. A 19. B 32. A
funcionário público. 07. B 20. C 33. D
08. C 21. C 34. D
III- Muitos pediram, sem merecimento, um 09. A 22. A 35. D
novo prazo, e um deles chegou a agredir fi- 10. A 23. B 36. A
sicamente o diretor. 11. A 24. A 37. A
Assinale (F) falso ou (V) verdadeiro para as 12. C 25. C
afirmações abaixo e, em seguida, marque a 13. C 26. D
alternativa com a sequência correta.
( ) Na frase I, a ausência da vírgula no tre-
cho em destaque confere o exato sentido
da oração.
( ) Na frase II, a vírgula foi empregada para
separar orações coordenadas assindéti-
cas.
( ) Nas frases II e III, a conjunção e introduz
sujeitos diferentes, por isso uma vírgula foi
indevidamente omitida na frase II.
( ) Na frase III, há vírgulas empregadas para
isolar um termo deslocado, o que evidencia
uma quebra na sequência sintática.
a) V- F- F- V
b) V- V- F- F
c) F- F- V- V
d) V- F- V- F

172
Capítulo 12

FIGURAS DE LINGUAGEM

Retratam um sentido conotativo de pala- 2. METÁFORA é a substituição do signifi-


vras ou expressões de acordo com o con- cado natural de uma palavra por outro, em
texto no qual estão inseridas. virtude de uma relação de semelhança, isto
é, uma comparação.
1. METONÍMIA é o emprego de uma pala- Este rapaz, que não gosta de tomar banho,
vra em lugar de outra havendo entre ambas é um porco.
estreita relação, isto é, uma relação lógica e
natural na qual se embasa tal substituição. OBS: A semelhança entre os termos da
Principais relações que ocasionam a ME- comparação pode ocasionar numa substi-
TONÍMIA: tuição de um pelo outro.
As estrelas das novelas frequentam este
• causa e efeito: Sobrevivemos do trabalho. salão.
Fumava muito, acendia constantemente a
sua morte. 3. EUFEMISMO é o emprego de palavras
ou expressões mais suaves, mais nobres ou
• continente e conteúdo: Não tomou nem menos agressivas, para comunicar alguma
coisa áspera, desagradável ou chocante.
um copo com os amigos que bebiam no
bar. Quando faltarem os pais, os filhos bem
educados poderão dirigir-se com segurança.
• lugar e produto: É bom comemorar com
um champanha. (Champanha é uma região 4. ANTÍTESE é a oposição entre duas pala-
da França que produz esse tipo de vinho.) vras ou pensamentos.
Antes do câncer, adorava fumar um hava- “Toda guerra finaliza por onde devia ter
na. (Local onde se produz os charutos mais começado: a paz.”
famosos do mundo.)
5.. HIPÉRBOLE é a expressão exagerada
• matéria e objeto: Os cristais estalaram na de uma ideia.
hora de brindar. “Rios te correrão dos olhos, se chorares!”.

• autor e obra: Lia sempre Machado de As- 6. PROSOPOPEIA ou PERSONIFICAÇÃO


sis. é a atribuição de ações ou qualidades hu-
manas e seres inanimados, irracionais ou
• marca e produto: Comprou gilete para se mesmo abstratos, isto é, personificação de
barbear. coisas.
A natureza chora mediante a devastação
• parte e todo: Farei mais de trinta prima- causada pelo homem.
veras.

• inventor e invento: Graham Bell encurtou


as distâncias.

• concreto e abstrato: Respeitem a velhice.


Para aprender tudo isso, deve-se ter uma
boa cabeça.

173
Introdução à Gramática

3. (EEAr 1/16 B) Relacione as colunas e, em


seguida, assinale a alternativa com a sequ-
EXERCÍCIOS ência correta.
(1) Eufemismo
1. (EEAr 2/16 B) Leia: (2) Prosopopeia
D. Glória (3) Antítese
Minha Mãe era boa criatura. Quando (4) Metáfora
lhe morreu o marido, Pedro de Albuquer-
que Santiago, contava trinta e um anos de ( ) Nem o céu nem o inferno estavam
idade, e podia voltar para Itaguaí. Não quis; preparados para sua chegada.
preferiu ficar perto da igreja em que meu ( ) O sertão castigava com seu ódio sem
pai fora sepultado. Vendeu a fazendola e lágrimas todo o povo.
os escravos [...]
( ) Com cuidado, mas em estado de có-
Ora, pois, naquele ano da graça de lera, seu grito pela funcionária da limpe-
1857, D. Maria da Glória Fernandes Santia- za da casa ecoava nos corredores.
go contava quarenta e dois anos de idade.
( ) Moça, sonhei com você esta noite.
Era ainda bonita e moça, mas teimava em
Seu sorriso é meu travesseiro. Sua de-
esconder os saldos da juventude, por mais
terminação de mulher, minha inspiração.
que a natureza a quisesse preservá-la da
ação do tempo. Vivia metida em um eterno a) 3 – 2 – 1 – 4 b) 3 – 1 – 2 – 4
vestido escuro, sem adornos, com um xale c) 4 – 1 – 2 – 3 d) 2 – 3 – 1 – 4
preto, dobrado em triângulo [...]
(ASSIS, Machado de. Dom Casmurro. São Paulo: 4. (EAGS/16 B) Leia:
Escala Educacional, 2006, p. 19).
“O primeiro efeito da lei antifumo não foi
Tendo como referência o texto acima,
apagar o cigarro, mas acender uma gran-
marque a alternativa correta em relação à
de polêmica.”
exemplificação das figuras de linguagem.
“Na parede da memória, essa lembrança é
a) Metonímia: Era ainda bonita e moça,
o quadro que dói mais.” (Belchior)
mas teimava em esconder os saldos
da juventude. Nas frases acima, temos, respectivamente,
as seguintes figuras de linguagem:
b) Antítese: vestido escuro, sem ador-
nos, com um xale preto. a) antítese e metáfora.
c) Hipérbole: Vivia metida em um eterno b) antítese e metonímia.
vestido escuro. c) metonímia e metáfora.
d) Metáfora: preferiu ficar perto da igreja. d) metáfora e prosopopeia.

2. (EEAr 2/16 B) Assinale a alternativa em 5. (EEAr BCT/15) Leia:


que não há conotação.
I. “Tremia ainda ao contar as suas impres-
a) Construí um muro de pedra entre mim e ti. sões.
b) Senti a seda da pele do bebê em meus Descrevia a Câmara, tribunas, galerias
dedos quando o segurei. cheias
Que não cabia um alfinete.”
c) Diante do caos estabelecido na em-
presa, o gerente nadava em ouro. II. “Lúcio pôs-se a observar a agonia da
lenha verde
d) Mesmo com as orientações sobre a
Que se estorcia, estalava de dor.”
crise nos reservatórios, a empregada
não se importava com a água que pin- III. “Meu pensamento é um rio subterrâneo.
gava da torneira. Para que terras vai e donde vem?”

174
Figuras de linguagem

As figuras de linguagem dos trechos desta- 8. (EAGS/15 B) Leia:


cados acima são, respectivamente,
Nada como a indiferença do tempo, esse
a) metonímia, hipérbole, metáfora. rolo compressor que esmaga todos os
nossos momentos e os transforma em
b) antítese, metáfora, prosopopeia.
lembranças. Ele nos leva o futuro e nos
c) hipérbole, prosopopeia, metáfora. deixa o passado.
d) metáfora, prosopopeia, hipérbole.
No texto acima, há duas figuras de lin-
guagem. São elas
6. (CFT/15) Assinale a alternativa em que
não há prosopopeia. a) metáfora e antítese.
a) O ipê alegrou-se com a chegada da b) eufemismo e antítese.
primavera.
c) metáfora e metonímia.
b) O quarto respirava todo um ar triste de
desmazelo e boemia. d) prosopopeia e metonímia.

c) No cair da tarde, a suntuosa Brasília e


9. (EEAr/14 B) Leia:
a esquálida Ceilândia contemplam-se.
I. Um violão chorava suas canções com
d) O que um pai pode ser para seu filho?
saudade.
Um atalho para a casa, uma canção da
infância. II. Luísa, ó Luísa! Longe dos olhos e perto
do coração!
7. (EEAr/15 B) Assinale a alternativa que cor- Nas frases acima há, respectivamente,
responde à sequência correta de figuras de as seguintes figuras de linguagem:
linguagem presentes nos textos abaixo.
a) eufemismo e antítese.
I- “... só resta ao homem (estará equi-
b) antítese e eufemismo.
pado?)/ a dificílima dangerosíssima via-
gem/ de si a si mesmo:/ pôr o pé no c) prosopopeia e antítese.
chão/ do seu coração...” d) prosopopeia e hipérbole.
II- “... o chiclets ora se contrai/ ora se dila-
ta,/ e consubstante ao tempo, se rompe,/ 10. (EAGS/14 B) Relacione as colunas e,
interrompe, embora logo se remende,/ e em seguida, assinale a alternativa com a
fique a romper-se, a remendar-se...” sequência correta.
III- “ E não importa se os olhos do mun- (1) Eufemismo
do inteiro/ Possam estar por um momen-
(2) Prosopopeia
to voltados para o largo/ Onde escravos
eram castigados...” (3) Antítese
(4) Metáfora
a) metáfora, antítese, metonímia
b) metonímia, hipérbole, metáfora ( ) Um frio inteligente percorria o jardim.
c) prosopopeia, metáfora, eufemismo ( ) Onde queres prazer eu sou o que dói.
d) hipérbole, eufemismo, prosopopeia ( ) Ele vivia de caridade pública.
( ) Teu corpo é brasa do lume.
a) 3 – 2 – 1 – 4
b) 3 – 1 – 2 – 4
c) 2 – 3 – 4 – 1
d) 2 – 3 – 1 – 4

175
Introdução à Gramática

11. (EAGS/14 A) Leia: 14. (CFT/13) Assinale a alternativa em que


ocorre uma prosopopeia (ou personificação).
Já estou cheio de me sentir vazio,
a) “Somos feitos de silêncio e som.”
meu corpo é quente e estou sentindo frio
(...) b) “O sol belisca a pele azul do lago.”
c) “Saiu da faculdade com um mundo de
Que figura de linguagem está presente
ideias na cabeça.”
no trecho destacado?
d) “No fusca, mãozinhas infantis acena-
a) antítese vam animadas rumo ao zoológico.”
b) metáfora
15. (EAGS/13 B) Quanto à classificação das
c) eufemismo
figuras de linguagem, coloque (1) para antí-
d) prosopopeia tese, (2) para hipérbole, (3) para metonímia
e (4) para metáfora. Depois assinale a alter-
12. (EEAr BCT/14) Leia: nativa com a sequência correta.
Criança periférica rejeitada... I. ( ) “Trabalhava arduamente, pois tinha
de alimentar quatro bocas.”
Teu mundo é um submundo.
II. ( ) “Eu, que era branca e linda, eis-me
Mão nenhuma te valeu na derrapada.
medonha e escura.”
Ao acaso das ruas – nosso encontro.
III. ( ) “Um mundo de ideias havia em mi-
És tão pequeno... eu tenho medo. nha cabeça.”
Medo de você crescer, ser homem. IV. ( ) “Meu coração é um campo mi-
Medo da espada de teus olhos... nado.”

(Cora Coralina, Menor abandonado) a) 2, 1, 3, 4 b) 3, 1, 2, 4

Quais são as figuras de linguagem pre- c) 1, 2, 4, 3 d) 3, 4, 1, 2


sentes nos termos destacados?
16. (EAGS/13 A) Leia:
a) eufemismo e metáfora Na rua, o luar embalava carinhosamente
b) metonímia e metáfora os sonhos dos namorados.
c) eufemismo e antítese Qual a figura de linguagem presente na
d) antítese e metonímia frase acima?
a) prosopopeia b) metonímia
13. (EEAr/13) Leia: c) hipérbole d) antítese
Os eleitores perceberam que aquele
candidato não era dado ao trabalho. 17. (EEAr/13 B) Assinale a alternativa em
que não se verifica a presença de me-
Na frase acima, empregou-se a seguinte táfora.
figura de linguagem:
a) “Deus, antes de ser homem, era sol
a) prosopopeia. sem sombra.” (Pe. Vieira)
b) eufemismo. b) “As tuas saudades ficam onde deixas
o coração.” (Camilo Castelo Branco)
c) metonímia.
c) “Tem nas faces o branco das areias
d) hipérbole. que bordam o mar.” (José de Alencar)
d)
“...meu pensamento vadio era uma
borboleta serena que não pousava em
nada.” (Bernardo Elis)
176
Figuras de linguagem

18. (EEAr BCT/13) Leia 21. (EEAr/12 B) Na frase “Alguns políticos


dão um jeito de mudar o mínimo para con-
“Essa que eu hei de amar perdidamente
tinuar mandando o máximo”, ocorre a mes-
um dia,
ma figura de linguagem presente em
Será tão loura, e clara, e vagarosa, e bela
a) “Ele enriqueceu por meios ilícitos.”
Que eu pensarei que é o sol que vem,
b) “Meu coração é um barco de velas içadas.”
pela janela
c) “As margaridas estremecem sobres-
Trazer luz e calor a esta alma escura e fria.”
saltadas.”
Nos versos acima, há, respectivamente, d) “Eu preparo uma canção/ que faça
as seguintes figuras de linguagem: acordar os homens/ e adormecer as
crianças.”
a) hipérbole, antítese, eufemismo.
b) prosopopeia, antítese, antítese. 22. (CFC/12) Leia:
c) hipérbole, metáfora, antítese. 1- “E a poesia/vai à esquina comprar jornal”
d) antítese, metáfora, antítese. 2- “Até o sol já tá suando/torrando a galera”

19. (CFC/13) Leia: Nos dois versos acima, verifica-se a pre-


sença de uma mesma figura de lingua-
“Dormia gem. Assinale-a.
A nossa pátria mãe tão distraída
a) Antítese b) Metáfora
Sem perceber que era subtraída
c) Metonímia d) Prosopopéia
Em tenebrosas transações.”

A figura que ocorre nos versos acima é: 23. (EEAr BCT/12) Em qual dos versos abai-
xo há prosopopeia?
a) antítese a) Ai, a Lua que no céu surgiu
b) metáfora Não é a mesma que te viu
c) hipérbole Nascer dos braços meus...
d) prosopopeia b) O desenho, o projeto, o número;
o engenheiro pensa o mundo justo,
20. (EAGS/12 B) Em qual das alternativas
não há uma hipérbole? mundo que nenhum véu encobre.
a) Sete mil vezes c) Ao redor da vida do homem
Eu tornaria a viver assim há certas caixas de vidro,
b) Há uma nuvem de lágrimas dentro das quais, como em jaula,
Sobre os meus olhos se ouve palpitar um bicho.
c) Paixão cruel, desenfreada d) Mulheres vão e vêm nadando
Te trago mil rosas roubadas em rios invisíveis
d) A cada um cabe alegrias Automóveis como peixes cegos
E a tristeza que vier compõem minhas visões mecânicas.

177
Introdução à Gramática

24. (EEAr 2/11 B) Assinale a alternativa que 27. (EAGS/11 B) Em qual alternativa há eu-
contém uma metonímia. femismo?
a) Você é isto: uma nuvem calma. a) Itabira é apenas uma fotografia na pa-
rede/ Mas como dói!
b) Vejo a lua dizendo pro sol: “Eu sou sua
namorada”. b) Algum sábio já afirmara: agir na paixão
é embarcar durante a tempestade.
c) Durante o tumulto, pezinhos infantis
são levados para um lugar tranquilo. c) Ó mar salgado, quanto do teu sal/ São
lágrimas de Portugal!
d) Seus doces olhos são lindos espe-
lhos d’água brilhando sem parar para d)
Continuou a conversa interrompida
a vida. com a senhora gorda, que tinha mui-
tos brilhantes, mas uma terrível falta
25. (CFC/11) Em qual alternativa a palavra co- de ouvido...
ração encontra-se em sentido denotativo?
28. (EEAr BCT/11) Observe:
a) “Coração, diz pra mim por que é que
eu fico sempre desse jeito.” “Alma minha gentil que te partiste
b) “Meu coração, não sei por quê, bate tão cedo desta vida descontente
feliz quando te vê.”
repousa lá no Céu eternamente,
c) “Meu coração pulsou fortemente com
e viva eu cá na terra sempre triste.” (Ca-
sua chegada.”
mões)
d) “Ah, coração, se apronta pra recome-
çar.” Que figura de linguagem está presente
no verso destacado acima?
26. (EEAr 1/11 B) Leia:
a) antítese
Maliciosas em tentação,
b) hipérbole
Riem amoras orvalhadas.
c) eufemismo
Assinale a alternativa em que não há a d) metonímia
mesma figura de linguagem presente no
texto acima. 29. (CFC/11) Verifica-se linguagem denota-
tiva em apenas uma das alternativas. Mar-
a) O bonde passa cheio de pernas
que-a.
Pernas brancas pretas amarelas
a) “...descrevia a Câmara, tribuna, gale-
b) Em vão me tento explicar, os muros rias cheias que não cabia um alfinete.”
são surdos.
b) “Minha dor é inútil/ Como uma gaiola
c) E o vento brinca nos bigodes do cons- numa terra onde não há pássaros.”
trutor.
c) “...tirou um cigarro, abriu-o, desfiou o
d) O sol consola os doentes e não os re- fumo com os dedos.”
nova.
d) “O céu tapa o rosto/ Chove... chove...
chove.”

178
Figuras de linguagem

30. (EAGS 2/10 B) Leia: 32. (EEAr 2/10 B) Assinale a alternativa em


que a linguagem, mesmo poética, pode
I- ... esta saudade fina de Pasárgada é
não caracterizar conotação.
um veneno gostoso dentro do meu peito.
a) “Não tinha havido pássaros, nem flo-
II- A noite chora de frio, e o mendigo na
res o ano inteiro.
calçada clama por um abrigo.
Nem guerras, nem aulas, nem missas,
III- ... o essencial é achar-se as palavras
nem viagens
que o violão pede e deseja.
E nem barca e nem marinheiro.”
Há prosopopeia em
b) “... dezenas de pálpebras sobre pál-
a) I apenas. pebras

b) I e III. tentando fazer das minhas trevas

c) II e III. alguma coisa a mais

d) II apenas. que lágrimas.”


c) “Quem faz um poema abre uma janela
31. (CFT/11 B) Assinale a alternativa em que
(...)
não há conotação.
para que possas, enfim, profundamen-
a) “O amor é um pássaro que põe ovos
te respirar.
de ferro.” (Guimarães Rosa)
Quem faz um poema salva um afogado.”
b) “Você é meu caminho, / meu vinho, /
meu vício” (Caetano Veloso) d) “A muié do Lampião
c) “A tua mão é dura como casca de ár- quase morre de uma dor
vore. / Ríspida e grossa como um cac- porque não fez um vestido
to.” (Cassiano Ricardo)
da fumaça do vapor.”
d) “Vivem na capital pelo menos 233 es-
pécies, entre pássaros, mamíferos, an- GABARITO
fíbios e répteis.” (Revista Veja São Paulo)
01. C 12. B 23. A
33. (CFT/09) Assinale a alternativa em que 02. D 13. B 24. C
o trecho apresenta a figura de linguagem 03. A 14. B 25. C
colocada entre parênteses. 04. A 15. B 26. A
a) “(...) Melancolias, mercadorias esprei- 05. C 16. A 27. D
tam-me.” (metáfora) 06. D 17. B 28. C
07. A 18. C 29. C
b) “Um lencinho não dá pra enxugar o rio 08. A 19. D 30. C
de lágrimas que eu tenho pra chorar” 09. C 20. D 31. D
(hipérbole) 10. D 21. D 32. B
c) “Você é meu caminho, / Meu vinho, 11. A 22. D 33. A
meu vício” (metonímia)
d) “O amor é um pássaro que põe ovos
de ferro.” (prosopopéia)

179
Capítulo 13

DISCURSOS

É caracterizado através da presença de per- 3. INDIRETO-LIVRE: A fala da personagem


sonagem se manifestando por intermédio ocorre sem informação ao leitor, com isso,
da fala ou pensamento. Há três modos de a confunde-se com a narrativa.
personagem se manifestar por intermédio da
Ex: O experiente professor era um profun-
fala o que irá acarretar os Tipos de Discurso. do conhecedor do concurso. A prova virá
1. DIRETO: A personagem se manifesta fácil. Não há motivos para preocupações!
com as suas próprias palavras, com total Adentrou a sala de aula confiante.
liberdade, sem intromissão do narrador.
OBS: Nos discursos direto e indireto, há
Ex: O professor afirmou: presença de elementos gramaticais que
–A prova virá fácil, não há motivos para pre- evidenciam a fala de personagem. Os ele-
ocupações. mentos são a pontuação (travessões, dois
pontos ou aspas) e os verbos que eviden-
2. INDIRETO: O narrador informa ao leitor ciam fala de personagem (falar, afirmar, res-
aquilo que a personagem falou ou pensou. ponder, perguntar...). Porém, no discurso
indireto-livre, não haverá tais elementos
Ex: O professor afirmou que a prova viria
gramaticais.
fácil e não havia motivos para preocupa-
ções.

TRANSPOSIÇÃO DE DISCURSO DIRETO EXERCÍCIOS


PARA INDIRETO.
1. (EEAr 1/16 A) Leia os enunciados I e II,
1- Pronomes (pessoal, possessivo, de-
assinale (V) para verdadeiro e (F) para falso.
monstrativo) de 1ª ou 2ª pessoa _ 3ª pessoa Em seguida, assinale a alternativa correta
quanto à Transposição de Discursos.
2- Advérbios “aqui, aí” _ “ali, lá, acolá”
I. Nem comida ingeri, ela dizia.
3- Presente _ Pretérito Imperfeito
II. Ela dizia que nem comida tinha inge-
4- Pretérito Perfeito _ Pretérito Mais-que- rido.
-perfeito
( ) II apresenta a transposição de I para
5- Futuro do Presente _ Futuro do Pretérito Discurso Indireto Livre.

6- Modo Imperativo _ Modo Subjuntivo ( ) II apresenta a transposição de I para


Discurso Direto.
OBS: As transposições descritas acima po- ( ) II apresenta a transposição de I para
dem ser observadas através dos verbos su- Discurso Indireto.
blinhados nos exemplos dos discursos. a) F – V – F b) V – F – V
c) F – F – V d) F – V – V

181
Introdução à Gramática

2. (EEAr/14 B) Leia: 4. (EAGS/12 A) Observe:


O alfinete disse à agulha: “Não acredito ainda”, declara Fernanda.
Ela insistia dizendo que ainda não acre-
Faça como eu, que não abro caminho
ditava. Parecia que outra pessoa estava
para ninguém.
passando por aquilo, não ela. Essa foi a
Passando para o discurso indireto o reação da atriz brasileira Fernanda Mon-
fragmento acima, de acordo com a nor- tenegro ao saber de sua indicação ao
ma gramatical, tem: Oscar de melhor atriz pela sua interpre-
a) O alfinete disse à agulha que fizesse tação em “Central do Brasil”.
como ele, que não abria caminho para
O texto acima apresenta discurso
ninguém.
a) direto, indireto e indireto livre.
b) O alfinete dissera à agulha que faria
como ele, que não abria caminho para b) indireto e indireto livre.
ninguém. c) direto e indireto livre.
c) O alfinete disse à agulha que fizesse d) direto e indireto.
como ele, que não abrirá caminho para
ninguém.
5. (EEAr BCT/12) O discurso direto está
d) O alfinete tinha dito à agulha que faça presente em:
como ele, que não abre caminho para
a) “Fala-se aqui da ‘oposição cívica’,
ninguém.
aquela que vota sem considerar ga-
nhos imediatos, políticos ou partidá-
3. (EAGS/12 B) Observe: rios, quando a questão em pauta ultra-
O rosto do menino resplandeceu. Mas passa tais interesses, sendo conside-
então era isso!?... Dona Zulu pedindo o rada de alta relevância nacional.” (Veja,
nº. 1815 - Editorial - adaptação)
Biruta emprestado, precisando do Biru-
ta!... Abriu a boca para dizer-lhe que sim, b) “Você que tem ritmo de vida acelera-
que o Biruta estava limpinho, ficaria con- do, precisa de um carro confortável,
tente de emprestá-lo para o menino do- espaçoso e tão bonito que, na verda-
de, todos vão olhar. Mas não vão con-
ente. Mas sem dar-lhe tempo de respon-
seguir acompanhar por muito tempo.”
der, a mulher saiu da cozinha. (texto publicitário)
Das três possibilidades de discurso, c) “Ao contrário do que tem sido dito
I- Direto por muita gente de boa-fé, por si só,
o crescimento da economia não reduz
II- Indireto a criminalidade.” (Veja, nº.1815, artigo)
III- Indireto Livre, d) “Desci da van literária (...). Um dia me
levantei da cadeira e jurei que nunca
o texto acima apresenta
mais escreveria um romance.” (Diogo
a) I e II. Mainardi, artigo)
b) I e III.
c) II e III.
d) I, II e III.

182
Discursos

6. (CFC/12) Observe: 8. (EAGS/11 B) Leia:


“Os elefantes, segundo alguns infor-
A mãe perguntou:
mantes, foram seguindo para a praia. Os
elefantes, presume-se, não nadam. As – Filho, onde estão os livros novos que
pessoas davam palpites e um mais bem comprei?
informado disse que sim, na África na- Transformando o discurso direto em in-
davam, mas não no mar porque nas- direto, temos:
ceram no circo e a única água que co- a) A mãe perguntou ao filho onde esta-
nheciam era a do balde.” vam os livros novos que ela comprara.
No trecho destacado acima, há o empre- b) A mãe perguntou ao filho onde esta-
go do discurso vam os livros novos que ela comprou.
a) direto. c) A mãe perguntava sobre os livros no-
b) indireto. vos que ela comprara para o filho.

c) indireto livre. d) A mãe perguntara ao filho sobre o pa-


radeiro dos livros novos que ela havia
d) direto e indireto. comprado.

7. (EEAr 2/11 B) Assinale a alternativa em 9. (EEAr BCT/11) Leia:


que aparecem dois tipos de discurso.
Lúcia pediu: “Está em suas mãos arranjar
a) “Não venda seu voto, eleitor!” – pede o
isso para mim.” O vereador quase caiu
Tribunal Superior Eleitoral. “Ele é que
da cadeira. Ficou transtornado. Como
vai decidir o futuro do seu país.”
poderia fazer aquilo? Não poderia arris-
b) O candidato da oposição garantiu,
car o cargo! Então a mulher, espantada
durante seu discurso naquela agitada
com a atitude do vereador, completou,
manhã, que a educação, a saúde e a
segurança seriam prioridades no seu em tom ameaçador, que ele não teria
governo. mais o seu voto. E deu-lhe as costas.
c) O candidato da situação pediu que No texto acima, há
não considerassem as acusações de a) apenas discurso direto.
irregularidade na campanha. Como
poderiam blasfemar daquele jeito? b) apenas discurso direto e discurso indi-
Quanta injustiça! reto.
d) O alto índice de analfabetismo no país c) apenas discurso direto e discurso indi-
– fato preocupante para qualquer go- reto livre.
verno – é uma das bandeiras de políti- d) discurso direto, discurso indireto e dis-
cos de máfé, os quais pedem que lhes curso indireto livre.
demos nosso voto.

183
Introdução à Gramática

10. (CFC/11) Observe o discurso indireto 13. (EAGS 2/10 B) Leia:


destacado no texto abaixo:
Ao se ver sozinho, o pequenino Pedro
Leandra a princípio disse que não acre- gemeu para si:
ditava em seu amado. [...] Então, Carlos,
— Qual o problema com o escuro? Acho
para dar força às afirmações, disse que
até melhor! Podem ir embora!
jurava, pelo amor que sentia pela sua
mãe, que não seria padre. Assinale a alternativa que apresenta a
coerente adaptação do trecho acima
Em que alternativa há, segundo a norma
para o discurso indireto livre.
culta, correta transposição desse discur-
so indireto para o discurso direto? a) Sozinho, o pequenino Pedro gemeu que
não temia o escuro. Achava que aquilo
a) “Pelo amor que senti pela minha mãe, seria melhor. “Que fossem!”, gritou.
juro que não seria padre.”
b) O pequenino Pedro então se viu só. E
b) “Pelo amor que sinto pela minha mãe, havia algum problema em se ficar no
juro que não serei padre.” escuro? Tanto melhor! Que fossem!
c) “Pelo amor que sinto pela minha mãe, c) “Não há problema com escuro! Eu
jurei que não serei padre.” gostei até... Mas vocês podem ir em-
d) “Pelo amor que senti pela minha mãe, bora!”.
jurei que não seria padre.” d) “Havia algum problema com o escu-
ro?”, perguntava para si Pedro. E de-
11. (CFC/11) Observe: pois gritou: “Eu gosto! Podem ir!”.
“No fim de cinco anos de prisão, acabou
convencido de que era mesmo culpa- 14. (EEAr 2/10 B) Assinale a alternativa que
apresenta a correta relação entre a frase
do. Pediu que o julgassem novamente,
destacada e sua classificação quanto ao
para agravamento de pena. Em vez dis- tipo de discurso.
so, soltaram-no porque findara a pena.”
a) Foi nesse local que Afonso me con-
No trecho destacado, encontramos o fessou ter sentido talvez a maior, a
emprego do discurso mais pura das sensações. (discurso
indireto livre)
a) direto.
b) Movendo lentamente sua cadeira,
b) indireto.
meu pai lhe dava um cigarro de palha,
c) indireto livre. e perguntava: “Então, Quinca, como
d) direto e do indireto. vão as coisas?” (discurso indireto li-
vre)
12. (EAGS 2/10 A) Leia: c) Isaura abriu os olhos assustada. A irmã
tinha saído. Aquela ingrata! Aonde
Você sabe que eu só penso em você.
teria ido? Não era a primeira vez que
Você diz que vive pensando em mim (...) isso acontecia. (discurso indireto)
Sobre elementos que caracterizam o dis- d) Surgira o repentino, exato e grande
curso indireto nos versos lidos, é correto amor da vida dele. Ela sorria... linda!
A moça veio em sua direção. “Você
afirmar que
é aquela com quem desejo viver” .
a) não existem nesses versos. O rapaz disse isso e enrubesceu. (dis-
b) existem em ambos os versos. curso direto)

c) existem apenas no segundo verso.


d) existem apenas no primeiro verso.

184
Discursos

15. (EAGS 1/10 B) Assinale a alternativa que 17. (CFC/10) Assinale a alternativa em que
apresenta somente discurso direto. há a presença de discurso direto.
a) “ – Lanche? a) “Era extremamente feia, grossa, tris-
te, com olhos desvairados (...). Chama-
A aeromoça, com bandejas.”
vam-lhe ‘Bruxa’ ”.
b) “Tudo perdido.
b) “Já devia estar em Mangaritiba, em fé-
Seria preciso recomeçar – mas terá ele rias; mas fiquei até o Natal para ver ‘a
forças? Terá tempo?” missa do galo na Corte’ ”.
c) “– O que pretende? – indagou rispida- c) “Tinha-me lembrado da definição que
mente. José Dias dera deles, ‘olhos de cigana
oblíqua e dissimulada’ ”.
Ela balbuciou que não queria nada.”
d) “... uma preta velha, vergada por imen-
d) “Não pareceu de urgências. Disse (no- so tabuleiro de madeira (...) apregoava
vidade!) que a pressa era inimiga da em tom arrastado e melancólico: ‘Fí-
perfeição.” gado, rins e coração.’ ”

16. (EEAr BCT/10) Assinale a alternativa em 18. (CFT/10) Em todas as alternativas, há


que há discurso indireto. discurso direto, exceto em:
a) “O papel de Helena não estava aca- a) Ele estava com medo. Mas disse, bem
bado; diminuía contudo, e Estácio in- alto, que a amava muito.
terveio para que a irmã tivesse, enfim,
b) – Posso me sentar aqui? – indagou a
alguns dias de absoluto repouso. Ela
moça, ainda meio envergonhada.
recusou, dizendo que o repouso perdi-
do seria aos poucos recuperado.” c) Letícia pôs os pratos sobre a mesa e
exclamou:
b) “Esses homens que entram diariamen-
te no edifício têm em geral o ar grave e – É tão bom ver toda a família reunida!
angustiado. Será tão importante assim d) “Desculpem-me, mas não conseguirei
o que os preocupa? E por mais sério ir ao trabalho hoje”, para os pais, logo
que seja o motivo, não estará em des- de manhãzinha, sussurrou André.
proporção com a cara fechada com
que se apresentam?” 19. (EAGS/09 B) Há presença de discurso
c) “A mulher agradeceu e ficou olhando indireto livre em:
as fitas enquanto esperava. Era me- a) “Olhou-o com ansiedade e espanto. O
lhor que a outra não aparecesse, mes- Fonseca não teria mais a dizer senão aqui-
mo. Tinham se separado. Nunca mais lo? O Fonseca deveria ter pensado que ele
tinham se visto. Que tipo de conversa estava distraído.” (Fernando Namora)
poderiam ter?” b) “É Jesus que volta, pensou, a alegria
d) “– Não conte a ninguém sobre isso – deixou-a, no primeiro momento, para-
concluiu ele. – Caso contrário, minha lisada e confusa.” (José Saramago)
vida correrá perigo.” c) “Eu, na rua, com pressa, e o menino
me segurou pelo braço, falou qualquer
coisa (...) Fui logo dizendo que não ti-
nha, certa de que estava pedindo es-
mola.” (Marina Colassanti)
d) “Por mais que a mulher lhe pedisse para
ir a Goiana ouvir dr. Belarmino, não foi.
(...) E por isto mais longe de todos foi fi-
cando. Pensava em Deus e se recolhia
ainda mais.” (José Lins do Rego)
185
Introdução à Gramática

20. (EEAr 2/09 B) Leia o seguinte trecho: 22. (CFC/09) Leia:


“Fechei o livro; ela foi sentar-se na cadei-
“Quando citei Thomas Carlyle, ele me
ra que ficava defronte de mim, perto do
perguntou, da forma mais ingênua, de
canapé. Como eu lhe perguntasse se a
quem se tratava e o que havia feito.”
havia acordado, sem querer, fazendo ba-
Marque a alternativa em que o discurso in- rulho, respondeu com presteza:
direto presente no trecho acima foi corre-
Não! qual! Acordei por acordar.”
tamente transposto para o discurso direto.
Quanto aos tipos de discurso, há no tre-
a) Quando citei Thomas Carlyle, ele me
cho
perguntou, da forma mais ingênua:
a) indireto livre. b) apenas direto.
– De quem se tratava e o que faz?
c) apenas indireto. d) direto e indireto.
b) Quando citei Thomas Carlyle, ele me
perguntou, da forma mais ingênua:
23. (CFC/08) Em qual das alternativas foi
– De quem se trata e o que fez? empregado o discurso indireto-livre?
c) Quando citei Thomas Carlyle, ele me a) “A ignorância de Holmes era tão no-
perguntou, da forma mais ingênua: tável quanto seu conhecimento. O que
– De quem se tratava e o que fizera? sabia de literatura, filosofia e políti-
ca contemporâneas era quase nada.
d) Quando citei Thomas Carlyle, ele me
Quando citei Thomas Carlyle, ele me
perguntou, da forma mais ingênua:
perguntou, da forma mais ingênua, de
– De quem se tratou e o que fizera? quem se tratava e o que havia feito.”
(A. C. Doyle)
21. (BCT/09) Leia:
b) “Pegou das pontas do cinto e bateu
“O zelador pediu: com elas sobre os joelhos, isto é, o jo-
- Madame, foge pelo amor de Deus! elho direito, porque acabava de cruzar
Foge, madame, que o prédio cairá.” as pernas. Depois referiu uma história
de sonhos, e afirmou-me que só me ti-
Passando-se o discurso direto para o vera um pesadelo, em criança.” (M. de
discurso indireto, a alternativa correta é: Assis)
a) O zelador pediu à madame que ela fu- c) “Quem deu a idéia de trazer prima Bie-
gisse, que o prédio cairia. la para a cidade foi Constança. Deixa,
b) O zelador pediu à madame que ela Conrado, traz ela cá para casa, disse.
fuja, que o prédio cairá. Biela fica morando com a gente, pode
até me ajudar com as meninas, fazer
c) O zelador pediu à madame que fuja,
companhia.” (Autran Dourado)
que o prédio iria cair.
d) “Enfim, apanhar do governo não é
d) O zelador pedira à madame que fugis-
desfeita, e Fabiano até sentia orgu-
se, que o prédio cairá.
lho ao recordar-se da aventura. Mas
aquilo... Soltou uns grunhidos. Por que
motivo o governo aproveitava da gente
assim?” (G. Ramos)

186
Discursos

24. (EEAr 2/08 B) Assinale a alternativa em 26. (EEAr 1/08 B) Assinale a alternativa que
que há discurso indireto livre. apresenta discurso indireto livre.
a) “Minha mãe ficava sentada cosendo a) Então o rapaz pergunta a seu amigo
olhando para mim se não haveria uma pessoa doente lá
– Psiu ... Não acorde o menino.” em cima.

b) “À noite, encontrando-se com sua ex- b) O delegado estava indeciso quanto à


-esposa numa rua erma e escura, parou, autoria do ato criminoso. A quem inte-
olhou para os lados. Aquele seria um mo- ressaria o crime?
mento para um acerto de contas? Sim!” c) Ela comentou que uma vez foi lá um
c) “Daniela, visivelmente emocionada, fa- homem do governo e exigiu a desmon-
lou que havia algum tempo ela tinha en- tagem das barracas.
contrado seu maior tesouro: Marcelo.” d) “Nada será retirado daqui!” – esbrave-
d)
“Vais encontrar o mundo, disse-me jou a mulher, muito nervosa.
meu pai, à porta do Ateneu.”
27. (EAGS/08 B) Observe os períodos:
25. (EEAr BCT/08) Coloque 1 (discurso in- I. “Escobar refletiu um instante e acabou
direto), 2 (discurso indireto livre) e assinale
dizendo que o correspondente do pai es-
a seqüência correta.
perava por ele.”
( ) O jornalista começou a atravessar a II. “Enlameado até a cintura, Tiãozinho
rua. Estava esburacada, as pessoas po- cresce de ódio. Se pudesse matar o car-
deriam tropeçar em alguns cacos de ci- reiro... Deixa eu crescer!... Deixa eu ficar
mento meio presos ao chão, ou enfiar o grande!”
pé em pequenos vãos. Ora, que se ma- III. “- Cuidado, Levindo - disse Nando. -
chucassem ... quem sabe, a mulher do Violência é coisa que quem procura en-
prefeito ... contra sempre.
( ) As estrelas, quando viam subir, atra- IV. “Depois referiu uma história de so-
vés da noite, muitos vaga-lumes cor de nhos e afirmou-me que só tivera um pe-
leite, costumavam dizer que eram os sadelo, em criança.”
suspiros do rei Sião, que se divertia com Há discurso indireto em
as suas trezentas concubinas.
a) I e IV.
( ) Ao ser desmascarado, o candidato
b) II e III.
a deputado estadual parou de falar, es-
fregou as mãos nervosamente e acabou c) II e IV.
confessando que se enganara. d) II apenas.
( ) Os estudantes festejavam a forma-
tura. Cantavam, sorriam, gritavam, pula-
vam na fonte do jardim principal, diziam
gracinhas às garotas que passavam. Que
se danassem as boas-maneiras! E conti-
nuavam a comemoração avenida acima.
a) 1 – 2 – 2 – 1
b) 1 – 1 – 2 – 2
c) 2 – 1 – 1 – 2
d) 2 – 2 – 1 – 1

187
Introdução à Gramática

28. (EAGS/08 B) Assinale a alternativa em 30. (EAGS/07 B) Observe o texto:


que não ocorre discurso indireto livre.
“Além dos dizeres recomendou ao pin-
a) “Sinhá Vitória tentou sossegá-lo dizen- tor que bolasse uma figura, qualquer
do que ele poderia entregar-se a outras alegoria referente ao ramo. E perguntou
ocupações.”
quanto era. O pintor disse que ficaria em
b) “Baleia assustou-se. Que faziam aque- 50.000 cruzeiros.” (Millôr Fernandes)
les animais soltos de noite? A obriga-
ção dela era levantar-se, conduzi-los Assinale a alternativa correta quanto
ao bebedouro.” ao(s) tipo(s) de discurso presente(s) no
c) “... todos na casa dormiam, menos Ma- texto acima.
ria que cismava em como e onde esta- a) discurso direto
ria àquela hora o filho (...) se acoberto
b) discurso indireto
duma árvore (...) se em poder dos ro-
manos (...), que o Senhor não o permi- c) discurso direto e discurso indireto
ta (...) e o coração deu-lhe um salto à d) discurso indireto livre
boca...”
d) “Bobagem aquilo que pensou da pri-
meira vez, quando chegou na cidade. A GABARITO
gente tem cisma, superstição. Vê uma
01. C 11. B 21. A
brasa alumiando no escuro, pensa que
02. A 12. C 22. D
é assombração, vai ver é o pai da gen-
03. C 13. B 23. D
te pitando. Tudo parecia um aviso para
04. D 14. D 24. B
ele [...]”
05. D 15. A 25. C
06. B 16. A 26. B
29. (CFT/07) Assinale a alternativa em que
07. C 17. D 27. A
há discurso indireto-livre.
08. A 18. A 28. A
a) A moça, não podendo suportar a mira- 09. D 19. A 29. D
da da alemã, abaixara os olhos e, com 10. B 20. B 30. B
voz sumida, explicou que ia dar-lhe a
quantia pedida.
b) O rei, um sujeito muito orgulhoso,
olhou o herói de alto a baixo e caiu na
risada depois que Hércules disse que
seria capaz de prender o minotauro.
c) — Ela esperará por mim — respondi.
— E agora vamos dormir. Amanhã te-
nho que chegar cedo no emprego.
d) Ela era casta e pura. Jamais alguém
ouviu qualquer comentário depreciati-
vo a seu respeito. Mas daquela vez ela
se irritou. Como podiam ser tão incon-
venientes aqueles jornalistas?

188
Apêndice

ORTOGRAFIA e SEMÂNTICA

USO DE LETRAS chada, fantoche, fechar, flecha, linchar,


mochila, pechincha, piche, pichar, salsi-
LETRA “X”/dígrafo “CH” cha, tchau.
Há vários casos de palavras homófonas
1. após um ditongo: cuja grafia se distingue pelo contraste entre
ameixa, caixa, peixe, eixo, frouxo, trouxa, o x e o ch. Eis algumas delas:
baixo, encaixar, paixão, rebaixar. ◆◆brocha (pequeno prego) e broxa (pincel
Exceção: recauchutar e seus derivados. para caiação de paredes);
2. após a sílaba inicial “en”: ◆◆cartucho canudo de papel ou papelão e
cartuxo Frade da ordem cartuxa
enxada, enxaqueca, enxerido, enxame,
◆◆chá (planta para preparo de bebida)
enxovalho, enxugar, enxurrada.
e xá (título do antigo soberano do Irã);
Cuidado com encher e seus derivados ◆◆chácara (propriedade rural) e xácara
(lembre-se de cheio) e palavras iniciadas (narrativa popular em versos);
por ch que recebem o prefixo en-: ◆◆cheque (ordem de pagamento) e xeque
encharcar (de charco), enchapelar (de (jogada do xadrez);
chapéu), enchumaçar (chumaço), enchi- ◆◆cocho (vasilha para alimentar animais) e
queirar (de chiqueiro). coxo (capenga, imperfeito);
◆◆tacha (mancha; pequeno prego) taxa
3. após a sílaba inicial “me”:
(imposto, tributo);
mexer, mexerica, mexerico, mexilhão, ◆◆tachar (censurar, pôr defeito) taxar esti-
mexicano. pular; qualificar, seja positiva ou nega-
Exceção: mecha. tivamente

4. nas palavras de origem indígena ou


LETRA “G”:
africana e nas palavras inglesas apor-
tuguesadas: 1.
nos substantivos terminados em
xavante, xingar, xique-xique, xará, xerife, -agem, -igem, -ugem:
xampu. agiotagem, aragem, barragem, conta-
gem, coragem, garagem, malandragem,
Atente para a grafia das seguintes palavras:
miragem, viagem; fuligem, impigem (ou
capixaba, bruxa, caxumba, faxina, graxa, la-
impingem), origem, vertigem; ferrugem.
xante, lixo, puxar, relaxar, rixa, roxo, xale,
xaxim, xenofobia, xícara. Exceções: pajem e lambujem.
Atente para o uso do dígrafo ch nas seguin- 2.
nas palavras terminadas em -ágio,
tes palavras: -égio, -ígio, -ógio, -úgio:
arrocho, apetrecho, bochecha, brecha, adágio, contágio, estágio, pedágio; colé-
broche, chalé, chicória, cachimbo, co- gio, egrégio; litígio, prestígio; necrológio,
michão, chuchu, chute, debochar, fa- relógio; refúgio, subterfúgio.

189
Introdução à Gramática

Preste atenção ainda às seguintes palavras 2. nos sufixos:


grafadas com “g”: aborígine, agilidade, al-
gema, apogeu, argila, auge, bege, bugi- -ês, -esa (para indicação de nacionali-
ganga, cogitar, drágea, faringe, fugir, gea- dade, título, origem):
da, gengiva, gengibre, gesto, gibi, herege, chinês, chinesa; marquês, marquesa;
higiene, impingir, monge, rabugice, tange- burguês; burguesa; calabrês; calabresa;
rina, tigela, vagem. duquesa; baronesa;

LETRA “J”: -ense, -oso, -osa (formadores de adjeti-


vos):
1. nas formas dos verbos terminados em
paraense, caldense, catarinense, por-
-jar:
tense; amoroso; deleitoso; gasoso; es-
arranjar (arranjo, arranje, arranjem, por palhafatoso... .
exemplo); despejar (despejo, despeje,
despejem); enferrujar (enferruje, enferru- -isa (indicador de ocupação feminina):
jem), viajar (viajo, viaje, viajem). poetisa, profetisa, papisa, sacerdotisa,
2. nas palavras de origem tupi, africana pitonisa.
ou árabe:
Usa-se a letra “z”
jibóia, pajé, jirau, alfanje, canjica, jerico,
manjericão, Moji. 1. nos sufixos:
3. nas palavras derivadas de outras que -ez, -eza (formadores de substantivos
já apresentam “j”: abstratos a partir de adjetivos):
gorjear, gorjeio, gorjeta (derivadas de rijo, rijeza; rígido, rigidez; nobre, nobreza;
gorja); cerejeira (derivada de cereja); la- surdo, surdez; inválido, invalidez; intrépido,
ranjeira (de laranja); lisonjear, lisonjeiro intrepidez; sisudo, sisudez; avaro, avareza;
(de lisonja); lojinha, lojista (de loja); sar- macio, maciez; singelo, singeleza.
jeta (de sarja); rijeza, enrijecer (de rijo);
varejista (de varejo). -izar (formador de verbos) e -ização
Preste atenção ainda às seguintes palavras (formador de substantivos):
que se escrevem com j: berinjela, cafajes- civilizar, civilização; humanizar, humani-
te, granja, hoje, intrujice, jeito, jejum, jeri- zação; colonizar, colonização; realizar,
mum, jérsei, jiló, laje, majestade, objeção,
realização; hospitalizar, hospitalização.
objeto, ojeriza, projétil (ou projetil), rejei-
ção, traje, trejeito. OBS: Não confunda com os casos em que
se acrescenta o sufixo -ar a palavras que já
LETRAS “S” / “Z” (fonema /z/) apresentam “s”: analisar, pesquisar, avisar.

OBS: A letra “s” representa o fonema /z/ Observe o uso da letra z nas seguintes pa-
quando é intervocálica: asa, mesa, riso. lavras: assaz, batizar (mas batismo), bisse-
triz, buzina, catequizar (mas catequese), ci-
Usa-se a letra “s”: zânia, coalizão, cuscuz, giz, gozo, praze-
roso, regozijo, talvez, vazar, vazio, verniz.
1. nas palavras que derivam de outra em
que já existe “s”: OBS: Há palavras homófonas em que se
estabelece distinção escrita por meio do
◆◆casa - casinha, casebre, casinhola, ca- contraste s/z:
sarão;
◆◆cozer (cozinhar) e coser (costurar);
◆◆liso - lisinho, alisar, alisador;
◆◆prezar (ter em consideração) e presar
◆◆análise - analisar, analisador, analisante. (prender, apreender);

190
Ortografia e semântica

◆◆traz (forma do verbo trazer) e trás (parte Cuidado com sucinto, em que não se
posterior). usa “sc”.

Em muitas palavras, o fonema /z/ é repre- OBS: Em algumas palavras, o fonema /s/ é
sentado pela letra “x”: exagero, exalar, representado pela letra x: auxílio, auxiliar,
exaltar, exame, exato, exasperar, exausto, contexto, expectativa, expectorar, expe-
executar, exemplo, exéquias, exequível, riência, experto (conhecedor, especialista),
exercer, exibir, exílio, exímio, existir, êxi- expiar (pagar), expirar (morrer), expor, ex-
to, exonerar, exorbitar, exorcismo, exótico, poente, extravagante, extroversão, extro-
exuberante, inexistente, inexorável. vertido, sexta, sintaxe, têxtil, textual, trouxe.
Cuidado com esplendor e esplêndido.
LETRAS “S”; “C”; “Ç”; “X” e DÍGRAFOS
“SC”; “SS”; “SÇ”; “XC” (fonema /s/) OBS: Há casos em que se criam oposições
de significado devido ao contraste gráfico
Observe os seguintes procedimentos em re- (homófonos). Observe:
lação à representação gráfica desse fonema:
1. a correlação gráfica entre “nd” e “ns” ◆◆acender (iluminar, pôr fogo) e ascender
na formação de substantivos a partir (subir);
de verbos: ◆◆acento (inflexão de voz ou sinal gráfico)
e assento (lugar para se sentar);
ascender/ascensão; distender/disten-
são; estender/extensão; expandir/ex- ◆◆acerto (ato de acertar) e asserto (afir-
pansão; pretender/pretensão; suspen- mação)
der/suspensão; tender/tensão. ◆◆apreçar (por preço) e apressar (ter
2.
a correlação gráfica entre “ced” e pressa)
“cess”(ss) nomes formados a partir ◆◆caçar (perseguir a caça) e cassar (anu-
de verbos: lar);
ceder/cessão; conceder/concessão; in- ◆◆cegar (tornar cego) e segar (ceifar, cor-
terceder/intercessão; exceder/excesso, tar para colher);
excessivo; aceder/acesso. ◆◆cela (pequeno quarto de dormir) e sela
3.
a correlação gráfica entre “ter” e (arreio);
“tenção” em nomes formados a par- ◆◆censo (recenseamento, contagem) e
tir de verbos: senso (juízo);
abster/abstenção; ater/atenção; con- ◆◆cerração (nevoeiro denso) e serração
ter/contenção; deter/detenção; reter/ (ato de serrar);
retenção. ◆◆cerrar (fechar) e serrar (cortar);
Observe as seguintes palavras em que se ◆◆cervo (veado) e servo (escravo);
usa o dígrafo “sc”: acrescentar, acrésci- ◆◆cessão (ato de ceder), seção ou secção
mo, adolescência, adolescente, ascender (repartição ou departamento; divisão) e
(subir), ascensão, ascensor, ascensorista, sessão (encontro, reunião);
ascetismo, ascético, consciência, crescer,
descender, discente, disciplina, fascículo, ◆◆cesto (balaio) e sexto (ordinal de seis);
fascinante, piscina, piscicultura, imprescin- ◆◆cidra (fruto da cidreira) e sidra (vinho
dível, intumescer, irascível, miscigenação, de maçã)
mis nascer, obsceno, oscilar, plebiscito, re- ◆◆concerto (acordo, arranjo, harmonia
crudescer, reminiscência, rescisão, ressus-
musical) e conserto (remendo, reparo);
citar, seiscentos, suscitar, transcender.
◆◆espectador (o que presencia) e ex-
OBS: Na conjugação dos verbos acima pectador (o que está na expectativa);
apresentados, surge sç: nasço, nasça; ◆◆esperto (ágil, rápido, vivaz) e experto
cresço, cresça. (conhecedor, especialista);

191
Introdução à Gramática

◆◆espiar (olhar, ver, espreitar) e expiar ◆◆despensa (lugar de guardar mantimen-


(pagar uma culpa, sofrer castigo); tos) e dispensa (isenção, licença);
◆◆espirar (respirar) e expirar (morrer); ◆◆destratar (insultar) e distratar (desfazer);
◆◆estático (firme, imóvel) e extático (admi- ◆◆emergir (vir à tona) e imergir (mergu-
rado, pasmado); lhar);
◆◆esterno (osso da parte anterior do tó- ◆◆emigrar (sair do país onde se nasceu) e
rax) e externo (parte de fora) imigrar (entrarem país estrangeiro);
◆◆estrato (tipo de nuvem) e extrato (resu- ◆◆eminente (de condição elevada) e imi-
mo; essência); nente (inevitável, prestes a ocorrer);
◆◆incerto (não certo) e inserto (incluído); ◆◆enfestado (dobrado ao meio) e infesta-
◆◆incipiente (iniciante, principiante) e insi- do (tomado por parasitas)
piente (ignorante); ◆◆peão (aquele que anda a pé, amansa-
◆◆laço (nó) e lasso (frouxo; cansado, fa- dor de cavalo, trabalhador) e pião (brin-
tigado); quedo);
◆◆paço (palácio) e passo (passada); ◆◆pequenez (qualidade de pequeno) e
pequinês (raça de cães; Pequim);
◆◆ruço (grisalho, desbotado) e russo (da
Rússia); ◆◆vadear (passar a vau) e vadiar (andar à
toa).
◆◆sexta (numeral correspondente a seis),
sesta (descanso depois do almoço) e
cesta (utensílio de transporte); LETRAS “O”, “U”
◆◆tenção (propósito, finalidade) e tensão A oposição o/u é responsável pela diferen-
(intensidade, esforço); ça de significado entre várias palavras:
◆◆terço (fracionário correspondente a ◆◆assoar (limpar o nariz) e assuar (vaiar,
três) e terso (puro, limpo) apupar)
◆◆comprimento (extensão) e cumprimen-
Pode ocorrer ainda o dígrafo “xc”: exce-
ção, excedente, exceder, excelente, exces- to (saudação; realização);
so, excêntrico, excepcional, excerto, exce- ◆◆soar (emitir som) e suar (transpirar);
to, excitar. ◆◆sortir (abastecer) e surtir (resultar).
◆◆torvo (terrível, pavoroso) e turvo (agita-
LETRAS “E”, “I” do, confuso)
A oposição e/i é responsável pela diferen-
ciação de várias palavras: LETRA “H”
◆◆ante (antes) e anti (contra) É uma letra que não representa fonema. Seu
◆◆área (superfície) e ária (melodia); uso se limita aos dígrafos ch, Ih e nh, a algu-
mas interjeições (ah, hã, hem, hip, hum, oh)
◆◆arrear (pôr arreios) e arriar (abaixar,
e a palavras em que surge por razões etimo-
descer) lógicas. Observe algumas palavras em que
◆◆deferir (conceder) e diferir (adiar ou di- surge o “h” inicial: hagiografia, hálito, halo,
vergir); hangar, harmonia, harpa, haste, hediondo,
hélice, hemisfério, hemorragia, herbívoro,
◆◆delatar (denunciar); dilatar (alargar, am-
hérnia, herói, hesitar, hífen, hilaridade, hipis-
pliar); mo, hipocondria, hipocrisia, hipótese, histe-
◆◆descrição (ato de descrever) e discrição ria, homenagem, hóquei, horror, horta, horto
(qualidade de quem é discreto); (jardim), hostil, humor, húmus.
◆◆descriminação (absolvição) e discrimi- Em Bahia, o h sobrevive por tradição histó-
nação (separação); rica. Observe que nos derivados ele não é
usado: baiano, baianismo.

192
Ortografia e semântica

Algumas palavras homônimas e parôni- decreto, lei; provém


mas (parecidas): edito do Executivo ou do
Legislativo
PALAVRAS
esbaforido ofegante, cansado
HOMÔNIMAS E SIGNIFICADO
PARÔNIMAS espavorido apavorado, assustado
absolver inocentar, perdoar estada permanência de pessoa
absorver sorver; consumir, esgotar estadia permanência de veículo
acerca de sobre, a respeito de estádio fase, período
cerca de aproximadamente estágio preparação
há cerca de faz estância propriedade
instância insistência
acurado feito com muito cuidado
apurado seleto, fino, refinado um metro cúbico de lenha;
estéreo
som tridimensional
afeito habituado
infecundo; livre de
afoito corajoso estéril
micróbios
aferir conferir, comparar estreme puro, genuíno
auferir colher, obter extremo distante
afim de semelhante a, parente de flagrante evidente
a fim de para
fragrante perfumado
amoral indiferente à moral
fluir correr
contra a moral, libertino,
imoral fruir gozar, desfrutar
devasso
fuzil carabina, espingarda
figura de linguagem;
apóstrofe fusível fio de instalação elétrica
interpelação
apóstrofo sinal gráfico Glosa comentário, interpretação
aprender instruir-se Grosa doze dúzias
apreender assimilar história narrativa de fatos reais
entender-se com, estória narrativa de ficção
avir-se com
conciliar-se com incidente episódio
ajustar contas com, acidente acontecimento casual
haver-se com
defrontar-se com
indefeso desarmado, fraco
aquele que sabe andar a
cavaleiro indefesso incansável, laborioso
cavalo
cavalheiro homem educado inerme sem arma
conjetura suposição, hipótese inerte parado
conjuntura situação, circunstância desvalorização do
inflação
dinheiro; expansão
crucial decisivo
infração violação, transgressão
cruciante aflição, tortura
defeso proibido infligir aplicar pena ou castigo
defesso cansado transgredir, violar, não
infringir
degredado desterrado, exilado respeitar
estragado, rebaixado, que não pode dissolver ou
degradado insolúvel
aviltado resolver
descargo alívio insolvível que não se pode pagar
desobrigação de um insosso sem sal
desencargo insulso sem graça
encargo
despercebido não notado intemerato puro, íntregro, incorrupto
desprovido, destemido, valente,
desapercebido intimorato
desaparelhado corajoso
discente aluno ato de interceder, de
intercessão
docente professor intervir
ordem judicial; provém do intersecção ato de cortar
édito
Judiciário lactante aquela que amamenta

193
Introdução à Gramática

PALAVRAS sustar suspender


HOMÔNIMAS E SIGNIFICADO
PARÔNIMAS suster sustentar
lactente que ainda mama
tráfego movimento, trânsito
lista relação, rol
tráfico comércio ilícito
listra linha, risco
válido sadio, vigoroso
lustre candelabro
lustro período de cinco anos valido protegido
lutulento lamacento viagem substantivo
lutuoso fúnebre, triste
viajem verbo
mal antônimo de bem
vivido experiente
mau antônimo de bom
malgrado apesar de vívido vivaz, ardente
mau grado má vontade vultoso volumoso, de grande vulto
mandado ordem vultuoso vermelho, inchado
mandato período de missão política zumbido sussuro de insetos alados
ótico relativo ao ouvido zunido som agudo do vento
óptico relativo à visão
plaga região, país
praga maldição
pleito disputa
preito homenagem
EXERCÍCIOS
precedente antecedente
procedente proveniente, oriundo
preeminente nobre, distinto Complete as frases com uma das palavras,
entre parênteses.
proeminente saliente
1. O requerimento do aluno ainda não foi
prescrição ordem expressa .................... (deferido, diferido).
proscrição eliminação, expulsão
2. O excesso de carga de energia elétrica
qualidade daquele que
previdência fez com que o .................... (fusil, fusível,
prevê as coisas
medida prévia para fuzil) se interrompesse.
conseguir um fim; a 3. Embora fosse outra a minha
providência
suprema sabedoria .................... (intensão, intenção), não
atribuída a Deus
pude comparecer à festa.
prostrar-se humilhar-se, curvar-se
colocar-se, permanecer 4. Vês aqui a .................... (intercessão,
postar-se
por muito tempo intersecção) destas duas linhas?
ratificar confirmar 5. Aquele que ignora é ....................(inci-
retificar corrigir piente, insipiente); mas aquele que come-
reboco argamassa ça é .................... (incipiente, insipiente).
ato ou efeito de rebocar, 6. Não estou de acordo com a
ou seja, de comboiar; .................... (cessão, sessão, secção, se-
reboque
veículo puxado por outro ção) dos bens àquela instituição.
veículo
sobrescrever ou 7. Maria trabalhava na .................... (ses-
escrever sobre, endereçar são, cessão, secção, seção) de brinque-
sobrescritar
subscrever ou escrever embaixo de, dos.
subscritar assinar

194
Ortografia e semântica

8. Quando vou ao cinema, sempre assis- 24. Você não deve confundir o
to ao filme na .................... (sessão, ces- .................... (acessório, assessório) com
são, seção, secção) da meia-noite. o fundamental.
9. No desastre, o jovem fraturou o 25. .................... (Apressando, Apreçan-
.................... (externo, esterno). do) o passo, alcançou os colegas.
10. Como aluno, pertenço ao corpo 26. O diretor pediu que fôssemos
.................... (discente, docente) do esta- .................... (apreçar, apressar) um pro-
belecimento. jetor de origem japonesa, anunciado pe-
los jornais como excelente.
11. Como professor, pertenço ao corpo
.................... (discente, docente) do esta- 27. O governo .................... (cassou, ca-
belecimento. çou) os direitos políticos daquele cida-
dão.
12. Depois do almoço, .................... (à
sesta, à sexta, à cesta), costumávamos 28. Recolhido em sua .................... (cela,
descansar. sela) humilde, o virtuoso monge passa-
va os dias rezando e estudando.
13. Na visita que fizemos ao Palácio da
Alvorada, os alunos se portaram com 29. De acordo com o último ....................
muita .................... (discrição, descrição). (censo, senso), a população de São Pau-
lo ultrapassou os quinze milhões de ha-
14. Vês o objeto que acaba de
bitantes.,
.................... (emergir, imergir)? Há pouco
eslava no fundo do lago. 30. Por favor, ó Filipe, .................... (serra,
cerra) aquela porta: vem por lá uma cor-
15. O perigo está .................... (iminente,
rente de ar, e eu estou gripado.
eminente). Fujamos.
31. A virgem ................(intemerata, in-
16. A cabana do guarda-florestal estava
timorata) foi defendida pelo guerreiro
na .................... (eminência, iminência)
.................... (intemerato, intimorato).
de uma colina.
32. Nas margens .................... (lutulen-
17. Aquela várzea estava .................... (in-
tas, lutuosas) do rio há répteis, aranhas
festada, enfestada) de pernilongos
e mosquitos, e tudo está encharcado de
portadores de graves doenças.
água parada e suja.
18. Recebe meus .................... (compri-
33. Os ladrões foram apanhados em
mentos, cumprimentos) pela vitória con-
.................... (flagrante, fragrante).
quistada.
34. Rendemos um último ....................
19. O anel da princesa caiu no riacho. As
(pleito, preito) de gratidão aos que tom-
águas não eram caudalosas, mas esta-
baram.
vam .................... (turvas, torvas), e o prín-
cipe não pôde achar a jóia perdida. 35. O distraído motorista .................... (in-
fringiu, infligiu) as leis do tráfego, por isso
20. O rei, ao saber da revolta, dirigiu-
o guarda lhe ..................... (infringiu, infli-
-se aos ministros com o semblante
giu) a pesada multa.
.................... (turvo, torvo), responsabili-
zando-os pelos maus-tratos dados ao 36. O inimigo passou .................... (des-
povo. percebido, desapercebido) e tomou a ci-
dade que estava .................... (des-
21. Houve um roubo .................... (vulto-
percebida, desapercebida).
so, vultuoso) naquele banco.
37. Fomos esbulhados. Nosso advogado
22. De manhã .................... (ascendemos,
vai impetrar .................... ( m a n d a t o ,
acendemos) o fogo e esquentamos a bóia.
mandado) de segurança.
23. Sua voz, ouvida à tarde, parecia-me ter
um .................... (acento, assento) triste.

195
Introdução à Gramática

38. Tomada de dor .................... (crucial, 4. Com S ou com Z


cruciante), a jovem estava desesperada. nobre__a - pobre__a - duque__a - ari-
39. O .................... (tráfego, tráfico) de en- de__ - acide__ - profeti_a - parali__ar
torpecentes deve ser condenado vee- - pesqui__ar - canali__ar - desli__ar -
mentemente. cicatri__ar - profeti__ar - prince__a -
consule__a - pu__esse - pure__a - avi__
40. As crianças .................... (lactantes, ar - anali__ar - mai__ena - atra__ado -
lactentes) devem tomar vacina contra a bati__ar - catali__ar - timide__ - pra__o
paralisia infantil. - ameni__ar - coloni__ar - qui__era - im-
provi__ar – milane__a – corte__ia
41. Chegamos .................... (esbaforidos,
espavoridos) ao cume do monte, depois 5. Com S,C,Ç X ou SS
da longa marcha; tivemos que deitar e _eda - ex__e__ao - con__e__ao - pre__
descansar. upor - a__o__iar - so__obrar - alma__o
- àbe__a - mi__to - a__umir - preten__
ao - descan__o – discu__ao - di__erta-
ção - admi__ao - excur__ao - esca__ez -
compa__o - cansa__o - descal__o – pro-
fi__ao - e__celso - e__tensão - mi__to -
EXERCÍCIOS te__to - pró__imo - e __ plêndido

Complete as lacunas com as letras adequa- 6. Reescreva as palavras abaixo de forma


das. correta
1. Com O ou com U cabelereiro - _______; desinteria -
________; disperdício - _________; im-
anág__a - b__liçoso - cac_ete - cam__ botir - _________; impecilio - ________;
ndongo - ca__s - ch__viscar - ch__ver irriquieto - _________; meretíssimo
- c__tia - eng__lir - jab__ti - jab__ticaba - ________; mendingo - __________;
- mág__a - nód__a - ób__lo - ósc__Io - - previlégio - ________; sombrancelha -
p__leiro - tab__leiro - tab__leta - t__ssi- _________.
mos - trib__

2. Com G ou J
falan__e - __enuflexão - __ibóia - EXERCÍCIOS
mon__e - mon__a - can__ - here __e - __
iló - pa__em - pa__é - tra__e - persona__ 1. (EEAr BCT/12) Em qual das alternativas o
em - via__em (subst.) - via__em (verbo) vocábulo destacado não preenche corre-
- __esto - __irau - __enipapo – berin__ela tamente o período?
3. Com CH ou com X a) Por outro lado, não tive ________ de
fazer de Macunaíma um símbolo bra-
__u__u - __i marrão - mo__ila - apetre_o sileiro. (intenção/intensão)
-coquelu__e - fi__ário - fle_ a - be__iga
- fa__ina - __ingar - me__erico - pra__e b) Na ________ “Dia a Dia” do Jornal da
- engra __ ate - en__ergar - en__ada - Tarde foram publicadas relevantes no-
en__ame - en__erto - en __ urrada - tas sobre o Enem. (seção/sessão)
en__uto - __arco - en__arcar - en__ente c) Na velhice, o coração __________
- preen__er - en __ ova - amei__a - frou muitas vezes o que nossos olhos ten-
__ o - fai__a - ma__ado - bo__e__a - __ tam nos velar durante a juventude. (en-
afariz - __arque - __ocalho - tarra__a - xerga/encherga)
__arada - _odó - __ale - __ale - __aleira
- __ícara - pra__e - gra_a - pi__e d) A avó materna __________ o travesso
neto enquanto a mãe dele dirigia-se ao
saguão do aeroporto. (entreteve/en-
terteve)

196
Ortografia e semântica

2. (EEAr 2/11 B) Em qual alternativa não há a) Cacei, cacei


erro de grafia?
b) Caçei, cassei
a) O adolescente prescisa se concienti-
c) Cassei, cacei
zar de que as drogas podem levá-lo à
desgraça. d) Cacei, cassei
b) Tudo estava quieto naquele momento,
6. (EEAr 1/11 B) Leia:
mas derrepente um estrondo pertubou
a todos da sala. I- A inatividade física acaba se tornando
um __________ vicioso, em que a fra-
c) Alguns trabalhadores daquela siderúr-
queza e a fadiga levam à perda da auto-
gica não entenderam por que deve-
estima e da vitalidade.
riam paralisar a produção ontem.
II- O crime de ____________ racial é ina-
d) O descanço no domingo é fundamen-
fiançável.
tal para revigorarmos as energias, po-
risso não devemos abrir mão dele. III- O advogado entrará com o
___________ de segurança para garantir
3. (ESA/09) Durante o ________, os namo- os direitos dos servidores públicos.
rados admiravam a ________ flautista com
a ________ de ________ a paixão. Agora marque a alternativa que comple-
ta correta e respectivamente as lacunas
A alternativa que melhor completa o pe- acima.
ríodo é:
a) ciclo – discriminação - mandato
a) conserto, insipiente, tensão, ascender.
b) ciclo – descriminação – mandado
b) concerto, incipiente, tensão, ascender.
c) círculo – discriminação – mandado
c) conserto, incipiente, tenção, ascender.
d) círculo – descriminação – mandato
d) concerto, incipiente, tenção, acender.
e) concerto, insipiente, tenção, acender. 7. “É nula toda lei que o povo direta-
mente não ratificar...”. Ratificar e re-
4. (CESD/10) Assinale a alternativa em que tificar são parônimos; em que item a
não há erro de grafia. seguir a frase apresenta erro de seleção
a) atraz, majestoso, quizer vocabular, exatamente pela confusão entre
parônimos?
b) tabuleiro, chuver, através
a) Segundo os deputados, os perigos
c) aliás, umedecer, catequizar eram iminentes.
d) flexa, rapazeada, bugiganga b) As leis pretendem combater a descri-
minação racial.
5. (EEAr 2/10 B) Recoloque os termos retira-
c) Pretendiam que o Governo fizesse a
dos do poema abaixo, observando, pelo sig-
cessão do terreno.
nificado que assumem no contexto em que
se inserem, a correta e respectiva grafia. d)
Os deputados pretendem dilatar o
prazo dos mandatos.
“........... imagens delirantes
Maísa podia não gostar
............ o poema” (Manuel Bandeira)

197
Introdução à Gramática

8. (EAGS/11 A) Assinale a alternativa que apre- 12. (CFT/11 B) Assinale a alternativa em que
senta uma palavra grafada incorretamente. todas as palavras foram grafadas de forma
a) O pai não sabia por que de repente o incorreta.
filho tornara-se tão ansioso e irritado. a) enchugar, suspenção, regreção, plau-
b) A diretora deixou o recinto antes de zível
encerrar o discurso do presidente e b) excessivo, acessório, avareza, lambu-
não o cumprimentou. jem
c) Depois de algumas sessões de fisiotera-
c) enfaixar, expansão, lousa, poetisa
pia, os pais de Luciana acharam impre-
cindível uma nova bateria de exames. d) abstenção, braveza, xingar, rijeza
d) O governo disse que não haverá con-
cessão a nenhum parlamentar que 13. (EAGS/13 A) Assinale a alternativa que
desobedecer aos prazos estipulados preenche, correta e respectivamente, os
pelo Congresso. espaços pontilhados do período abaixo.
..... muito tempo, passamos por um .........
9. (EEAr 1/11 A) Assinale a alternativa em momento, .......... nossos filhos estavam
que todas as palavras devem ser completa- desempregados. Algumas pessoas, en-
das com a letra indicada entre parênteses. tão, nos questionavam o ......... de tanta
alegria; não sabiam da imensa fé que ali-
a) pr-vilégio, pát-o, um-decer, -mpecilho ( i )
mentava nossa família.
b) ma-ã, exce-ão, exce-o, ro-a ( ç )
c) ane-o, e-ílio, en-arcar, me-a (x ) a) Há – mau – porque – porquê
d) sar-eta, la-e, -ibóia, -eito ( j ) b) Há – mau – porquê – porquê
c) A – mal – porque – porque
10. (EEAr BCT/11) Observe:
d) A – mal – porquê – porque
I- É tensão do Governo realizar um cen-
so ainda este ano. 14. (EAGS/13 B) Leia:
II- Para ascender socialmente, não he- I. O Presidente Obama acredita que ha-
sitava em realizar transações espertas. verá gastos vultuosíssimos para o pró-
III- Todos os dias iam cassar animais ximo ano.
selvagens, por isso tinham ouvidos apu- II. Havia na despensa muitos alimentos
rados aos paços das presas. que estavam com o prazo de validade
vencido.
Considerando a frase em que aparecem,
há duas palavras com grafia incorreta III. O eminente Senador declarou-se a
no mesmo período em favor da greve dos militares em Minas
Gerais.
a) I e II. b) III. c) II. d) I e III.
IV. Os deputados, sem exceção, desfru-
tam de muitos previlégios.
11. (EAGS/12 A) Qual alternativa completa
correta e respectivamente as lacunas em: De acordo com o sentido das palavras
Este fato nem _____ é ______ para sua destacadas, nas frases acima, há erro
______ na carreira. de grafia em

a) sequer, impecilho, ascenção a) I e IV. b) I e II. c) I e III. d) IV apenas.


b) sequer, empecilho, ascensão
c) siquer, empecilho, ascensão
d) siquer, impecilho, ascenção

198
Ortografia e semântica

15. (EEAr/13 B) Assinale a alternativa em 17. (ESA/11) Identifique a opção em que


que os termos destacados em cada grupo todas as palavras estão grafadas correta-
de frases são parônimos. mente.
a) 1- Tudo já está preparado para a cida- a) disenteria – privilégio – excêntrico –
de empossar o novo prefeito. superstição – empecilho
2- É preciso cuidar para o piso da va- b) imprescindível – pajem – discussão –
randa não empoçar água. estrupo – mendingo
b) 1- Uma das grandes festas de apreço c) enxarcar – pesquisar – frustração – bu-
popular é a do Círio de Nazaré. giganga – acumpuntura
2- Chegou à hospedaria um homem; d) prazeirosamente – consciência – côn-
dizem que é sírio. juge – salchicha – exceção
c) 1- Nas cidades europeias, após o al- e) fingimento – encapuzar – beneficiente
moço, a sesta põe tudo a dormir com – aterrisagem – compania
as pessoas.
2- A menina, feliz, preparou uma gran- 18. (ESA/11) Assinale a alternativa que
de cesta de Páscoa para sua avó. completa corretamente as lacunas do pa-
rágrafo a seguir.
d) 1- Espera-se que as delegações dos
países viajem nesta semana para a O chefe perguntou-lhe ____ chegara
realização dos jogos olímpicos. atrasado, já antevendo a explicação de
sempre: _____ o trem não cumpriu o ho-
2- Segundo o poeta, a viagem mais rário; _____ o trânsito estava muito len-
difícil é a que fazemos para dentro de to; e os engarrafamentos _____ passara
nós mesmos. eram infindáveis.

16. (EEAr/13 A) Leia: a) por que - porque - porque - por que


Durante a seção de Câmara, dois emi- b) por que - por que - porquê - porque
nentes deputados quiseram discutir so-
c) por que - por que - porque - porquê
bre medidas necessárias para combater
a corrupção. Sugeriram acabar com os d) porquê - porque - por que - por que
privilégios de alguns colegas. Houve ex- e) porque - por que - porque – porque
cessivo burburinho, e os trabalhos foram
paralizados. 19. (ESA/10) Assinale a opção em que to-
dos os vocábulos estão grafados correta-
Marque a alternativa que apresenta as
mente.
duas palavras grafadas incorretamente
de acordo com o contexto acima. a) aspersão, extinção, infração, promo-
ção, retensão
a) eminentes - necessárias
b) descrição, distenção, isenção, reivin-
b) burburinho - quiseram dicação, rescisão
c) excessivo - privilégios c) cessão, exceção, isenção, submersão,
d) seção - paralizados absolvição
d) comoção, resolução, expansão, dis-
torção, absorsão
e)
apreensão, conversão, disperção,
prescrição, abstenção

199
Introdução à Gramática

20. (ESA/10) Identifique a opção em que 23. (CFC/13) Considerando a ortografia, as-
todas as palavras estão grafadas correta- sinale a alternativa que preenche, correta
mente: e respectivamente, as lacunas das frases
abaixo.
a) Marquize – contagio – espontâneo – jiló
– estiagem. 1- No centro do presépio, a _____ perfei-
ta e belamente iluminada.
b) Herege – obsessão – assessor - tra-
pézio – laje. 2- O manto vermelho e aveludado de-
via ter sido _____, mas hoje é uma peça
c) Agiota – lambugem – cocheira – casulo
_____, lembrança de tempos gloriosos.
– congestão.
d) Pesquisar – analizar – sintetizar – po- a) mangedoura - esplêndido - ruça
pularizar - sensibilizar b) manjedoura - esplêndido - ruça
e) Macacheira – alcachofra – chuchu - c) manjedoura - explêndido – russa
berinjela.
d) mangedoura - explêndido - russa
21. (CESD/13) Assinale a alternativa em
que a palavra em destaque está escrita de 24. (CFT/13) Em qual das alternativas ocor-
modo incorreto. re um erro quanto ao emprego das pala-
vras em destaque?
a) A polícia da cidade organizou-se para
a caça aos pichadores, que desres- a) O cumprimento de sua saia não está
peitam patrimônio público e bens dos adequado para o ambiente de trabalho.
cidadãos. b) Começou a suar frio antes de receber a
b) Na fazenda, no meio da madrugada, desagradável notícia de sua demissão.
braços incansáveis preparam os co- c) Minha discrição ao manter segredo foi
chos que vão alimentar os animais. importante para a reunião do condomínio.
c) Foi ao baile feliz, com um lindo broche d) Muitos emigrantes brasileiros deixam
preso ao vestido magnífico. nosso país diariamente rumo ao Japão.
d) Finalmente, não havia jeito: cheque-
-mate! O rei estava morto! 25. (EAGS/14 B) Assinale a sequência que
completa corretamente as lacunas do tex-
22. (EEAr BCT/13) Marque a alternativa em to abaixo.
que a palavra destacada apresenta a grafia Na __________ de progredir na vida e
incorreta. __________ financeiramente, o político
a) Se nosso chefe quiser, seremos dis- usou de meios ilícitos, mas foi __________
pensados hoje à tarde. antes de terminar seu mandato.

b) O chefe conseguiu amenizar os âni- a) ânsia – ascender – cassado


mos dos funcionários demitidos.
b) ância – ascender – cassado
c) Ao improvizar, no discurso de ontem,
c) ância – acender – caçado
o chefe cometeu alguns deslizes gra-
maticais. d) ânsia – acender – caçado
d) Se nosso chefe impuser novas regras
na seção, teremos que reavaliar nossa
conduta.

200
Ortografia e semântica

26. (EEAr/14 B) Assinale a frase que apre- 29. (CESD/14) Leia:


senta um erro de ortografia.
I. Eu e minha família fomos a uma lancho-
a) Ele se alimentava mal. nete e pedimos uma porção de calabresa.
b) Assisti ao filme da sessão das dez. Foi II. Os noivos receberão os comprimen-
ótimo! tos na igreja; não haverá recepção.
c) Jamais exitei um instante sequer diante III. Avisamos a Polícia Militar que nossa
dos meus objetivos. passeata pela paz vai paralizar as ruas
do centro da cidade.
d) A condessa compareceu ao encontro,
por isso houve tanta comemoração. IV. Nada é mais acolhedor que um sorriso
espontâneo.
27. (BCT/14) Quanto ao uso dos homôni-
mos conserto/concerto, assinale a alterna- Considerando os termos destacados aci-
tiva incorreta. ma, podemos dizer que há erro de gra-
fia em
a) O rapaz tentou reparar-se por suas pa-
lavras. Os sentimentos que elas gera- a) I e III, apenas.
ram, no entanto, ficaram sem conserto.
b) I e IV, apenas.
b) Das Dores era daquelas costureiras
c) II e III, apenas.
mais perfeccionistas que oficiosas. Por
mais simples que fosse um concerto d) II e IV, apenas.
seu, a roupa ganhava ares de nova.
c) Naquele momento histórico, as nações 30. (EEAr/15 B) Assinale a alternativa em
discordavam quanto aos acordos de que o termo em destaque apresenta erro
paz, mas os olhos do mundo pediam de ortografia.
um urgente e justo concerto entre elas. a) As crianças riam e perdiam-se em meio
d)
Queria muito desfrutar do concerto à espuma que aumentava de tanto en-
magnífico a que assistia, mas a refor- xampuarem as pequenas cabeças.
ma no apartamento vizinho dolorosa- b) A lama acumulada e trazida pelas chu-
mente se sobrepunha aos sublimes vas incessantes transformou a peque-
acordes. na e simpática vila em um enxurreiro.
c) O encerador era um encherido – essa
28. (CFC/14) Assinale a alternativa que era a conclusão de Tia Maristela sobre
apresenta em destaque a grafia correta da aquele senhor simpático, bom de pro-
palavra. sa, que trabalhava mas falava.
a) Até quando ele vai disperdiçar seu d) Achava divertido descobrir os diferen-
precioso tempo? tes significados das palavras: enchou-
b) Os trages dos convidados eram muito riçado era perfeito para o Tico, que
sofisticados. adorava encrespar-se com seus cole-
gas de sala.
c) Em todo início de outubro, a árvore flo-
recia.
d) O vazamento de gás provocou o in-
cêndio.

201
Introdução à Gramática

31. (EAGS/15 B) Assinale a alternativa que 34. (EAGS/16 B) Em qual das alternativas
completa, correta e respectivamente, os a palavra destacada está com a ortografia
espaços da seguinte frase: correta?
A manhã seguia calma naquela loja quan- a) Este ano o Presidente ofereceu con-
do _______ começou um _______ na dições de produtividade às empresas
_______ de roupas. O gerente _______ por que visou elevar o valor do PIB.
em chamar a polícia, para resguardar o
b) O Presidente declarou, no último dis-
nome da loja.
curso, que não sabe por que a econo-
a) derrepente – reboliço – sessão – he- mia brasileira não eleva o valor do PIB.
sitou c) Este ano o PIB não tem alcançado o
b) de repente – rebuliço – seção – hesitou valor almejado pela economia brasilei-
ra, por que? – questionou a repórter.
c) de repente – rebuliço – sessão – exitou
d) Porque a economia brasileira não tem
d) derrepente – reboliço – seção – exitou elevado o valor do PIB? – perguntou o
repórter.
32. (BCT/15) Observe as palavras destaca-
das: 35. (EEAr 1/16 B) Assinale a alternativa em
I. A lanujem, pelo macio e fino que apa- que o termo em destaque apresenta erro de
rece no rosto dos adolescentes, é a ante- ortografia.
cedente da barba. a) Não é bom que vocês viajem à noite.
II. A sisudez também pode ser considera- b)
Os recursos não foram concedidos
da prudência, moderação. para a viagem.
III. O discurso sociológico atual privilegia c) Obrigado pelo elogio, fico lisonjeado
o excêntrico. com a sua atenção.
IV. Aquelas revelações enchovalharam d) Durante a primavera, os pássaros gor-
ainda mais a reputação do réu. geavam anunciando a nova florada.
Há erro de ortografia em
a) I, II.
b) I, IV. GABARITO EXERCÍCIOS 1 E 2:
c) II, III.
EXERCÍCIO 1
d) III, IV.
Complete as frases com uma das palavras,
33. (CFT/15) Assinale a alternativa que com- entre parênteses.
pleta, correta e respectivamente, as lacu-
nas das frases abaixo. 1. O requerimento do aluno ainda não foi
.................... (deferido, diferido).
I. Todos os anos, o Brasil faz uma campa-
nha de vacinação contra a _____ infantil. 2. O excesso de carga de energia elétrica
II. Assim que ele __________ se apresen- fez com que o .................... (fusil, fusível, fu-
tar ao público, foi anunciado o seu nome. zil) se interrompesse.

III. Naquela manhã, seu sorriso 3. Embora fosse outra a minha ....................
__________ encantou toda a plateia. (intensão, intenção), não pude comparecer
a) paralisia – quis – espontâneo à festa.

b) paralizia – quis – espontâneo 4. Vês aqui a .................... (intercessão, in-


c) paralisia – quiz – expontâneo tersecção) destas duas linhas?

d) paralizia – quiz – expontâneo


202
Ortografia e semântica

5. Aquele que ignora é ....................(inci- 20. O rei, ao saber da revolta, dirigiu-se


piente, insipiente); mas aquele que começa aos ministros com o semblante ....................
é .................... (incipiente, insipiente). (turvo, torvo), responsabilizando-os pelos
maus-tratos dados ao povo.
6. Não estou de acordo com a ....................
21. Houve um roubo .................... (vultoso,
(cessão, sessão, secção, seção) dos bens
vultuoso) naquele banco.
àquela instituição.
22. De manhã .................... (ascendemos,
7. Maria trabalhava na .................... (sessão, acendemos) o fogo e esquentamos a bóia.
cessão, secção, seção) de brinquedos.
23. Sua voz, ouvida à tarde, parecia-me ter
8. Quando vou ao cinema, sempre assis- um .................... (acento, assento) triste.
to ao filme na .................... (sessão, cessão,
seção, secção) da meia-noite. 24. Você não deve confundir o ....................
(acessório, assessório) com o fundamental.
9. No desastre, o jovem fraturou o
.................... (externo, esterno). 25. .................... (Apressando, Apreçando) o
passo, alcançou os colegas.
10. Como aluno, pertenço ao corpo 26. O diretor pediu que fôssemos
.................... (discente, docente) do .................... (apreçar, apressar) um projetor
estabelecimento. de origem japonesa, anunciado pelos jor-
nais como excelente.
11. Como professor, pertenço ao corpo
.................... (discente, docente) do 27. O governo .................... (cassou, caçou)
estabelecimento. os direitos políticos daquele cidadão.

12. Depois do almoço, .................... (à sesta, 28. Recolhido em sua .................... (cela,
à sexta, à cesta), costumávamos descansar. sela) humilde, o virtuoso monge passava os
dias rezando e estudando.
13. Na visita que fizemos ao Palácio da Al-
vorada, os alunos se portaram com muita 29. De acordo com o último ....................
(censo, senso), a população de São Paulo ul-
.................... (discrição, descrição).
trapassou os quinze milhões de habitantes.
14. Vês o objeto que acaba de .................... 30. Por favor, ó Filipe, .................... (serra,
(emergir, imergir)? Há pouco eslava no fun- cerra) aquela porta: vem por lá uma corren-
do do lago. te de ar, e eu estou gripado.
15. O perigo está .................... (iminente, 31. A virgem ................(intemerata, intimora-
eminente). Fujamos. ta) foi defendida pelo guerreiro ....................
(intemerato, intimorato).
16. A cabana do guarda-florestal estava na
.................... (eminência, iminência) 32. Nas margens .................... (lutulentas,
de uma colina. lutuosas) do rio há répteis, aranhas e mos-
quitos, e tudo está encharcado de água pa-
17. Aquela várzea estava .................... (infes- rada e suja.
tada, enfestada) de pernilongos portadores
33. Os ladrões foram apanhados em
de graves doenças.
.................... (flagrante, fragrante).
18. Recebe meus ............... (comprimentos, 34. Rendemos um último .................... (plei-
cumprimentos) pela vitória conquistada. to, preito) de gratidão aos que tombaram.
19. O anel da princesa caiu no riacho. As 35. O distraído motorista .................... (in-
águas não eram caudalosas, mas estavam fringiu, infligiu) as leis do tráfego, por isso o
.................... (turvas, torvas), e o príncipe guarda lhe ..................... (infringiu, infligiu) a
não pôde achar a jóia perdida. pesada multa.

203
Introdução à Gramática

36. O inimigo passou .................... (desper- charcar - enchente - preencher - enchova


cebido, desapercebido) e tomou a cidade - ameixa - frouxo - faixa - ma__ado - bo-
que estava .................... (despercebida, checha - chafariz - charque - chocalho -
desapercebida). tarraxa - charada - xodó - xale - chalé -
chaleira - xícara - pra__e - graxa - piche
37. Fomos esbulhados. Nosso advogado
vai impetrar .................... ( m a n d a t o , 4. Com S ou com Z
mandado) de segurança.
nobreza - pobreza - duquesa - aridez - aci-
38. Tomada de dor .................... (crucial, dez - profetisa - paralisar - pesquisar - cana-
cruciante), a jovem estava desesperada. lizar - deslizar - cicatrizar - profetizar - prin-
cesa - consulesa - pusesse - pureza - avisar
39. O .................... (tráfego, tráfico) de en- - analisar - maisena - atrasado - batizar - ca-
torpecentes deve ser condenado veemen- talisar - timidez - prazo - amenizar - colonizar
temente. - quisera - improvisar – milanesa – cortesia

40. As crianças .................... (lactantes, lac- 5. Com S,C,Ç X ou SS


tentes) devem tomar vacina contra a para-
lisia infantil. seda - exceção - concessão - pressupor
– associar – soçobrar – almaço – à beça -
41. Chegamos .................... (esbaforidos, misto - assumir - pretensão - descanso –
espavoridos) ao cume do monte, depois discussão - dissertação - admissão - ex-
da longa marcha; tivemos que deitar e cursão - escassez - compasso - cansaço
descansar. - descalço – profissão - excelso - exten-
são - misto - texto - próximo - esplêndido

6. Reescreva as palavras abaixo de forma


EXERCÍCIO 2 correta
Complete as lacunas com as letras ade- cabelereiro - cabeleireiro; desinteria - di-
quadas. senteria; disperdício - desperdício; im-
botir - embutir; impecilio - empecilho; ir-
1- Com O ou com U riquieto - irrequieto; meretíssimo - meri-
tíssimo; mendingo - mendigo; previlégio
anágua - buliçoso - cacoete - camundon- - privilégio; sombrancelha - sobrancelha.
go - caos - chuviscar - chover - cutia - en-
golir - jabuti - jabuticaba - mágoa - nódoa
- óbolo - ósculo - - poleiro - tabuleiro - ta- EXERCÍCIO 3
buleta - tossimos - tribo
01. A 13. A 25. A
2- Com G ou J 02. C 14. A 26. C
falange - genuflexão - jibóia - mon- 03. D 15. C 27. B
ge - monja - canjica - herege - jiló - pa- 04. C 16. D 28. D
jem - pajé - traje - personagem - viagem 05. D 17. A 29. C
(subst.) - viajem (verbo) - gesto - jirau - je- 06. C 18. A 30. C
nipapo – berinjela 07. B 19. C 31. B
08. C 20. B 32. B
09. D 21. D 33. A
3 -Com CH ou com X
10. B 22. C 34. B
chuchu - chimarrão - mochila - apetrecho 11. B 23. B 35. D
-coqueluche - fichário - flecha - bexiga - 12. A 24. A
faxina - xingar - mexerico - praxe - engra-
xate - enxergar - enxada - enxame - en-
xerto - enxurrada - enxuto - charco - en-

204
Apêndice

SUBSTANTIVO

CLASSIFICAÇÕES: ◆◆baixela: utensílios de mesa, em especial


os de metal nobre
Quanto à formação: ◆◆banca: de examinadores
◆◆banda: de músicos
primitivo/derivado:jornal/jornalista;ferro/
ferreiro; carro/carroça... . ◆◆bando: de aves, de ciganos, de saltea-
dores
simples/composto (presença de um ou
◆◆batalhão: de soldados
mais radicais): pombo, correio/ pombo-
-correio; couve, flor/ couve-flor ◆◆batelada: de gêneros alimentícios, de
coisas em geral

Quanto ao significado: ◆◆bateria: instrumentos de percussão, pe-


ças de guerra, de cozinha
comum/próprio (refere-se a todo e qual- ◆◆biblioteca: de livros
quer ser de uma espécie, genericamente / ◆◆buquê: de flores
a um único ser, especificamente): homem/
◆◆cacho: de bananas, de uvas etc.
José; rio/Amazonas; bairro/Copacabana;
jornal/ O Globo... ◆◆cáfila: de camelos
◆◆Câmara: conjunto de deputados
concreto/abstrato (possui existência pró-
pria / depende de algum ser para existir.). ◆◆cancioneiro: de canções, de poesias
líricas
Obs: os substantivos abstratos caracteri- ◆◆caravana: de viajantes
zam ação (admiração, beijo); estado (vida, ◆◆cardume: de peixes
sono); qualidade (honestidade, bondade);
◆◆chusma: de gente, de pessoas
sentimento (amor, alegria).
◆◆claque: de pessoas pagas para aplaudir
ou vaiar em um espetáculo
Substantivo coletivo: É aquele que, mesmo
no singular, designa um grupo de seres da ◆◆classe: de alunos, de profissionais, de
mesma espécie. pessoas de um mesmo nível
◆◆clero: de sacerdotes
Exemplos:
◆◆Colégio: de eleitores, cardeais
◆◆acervo: de coisas em geral
◆◆coletânea: de textos literários, de mú-
◆◆álbum: de fotografias sicas
◆◆alcateia: de lobos ◆◆colmeia: de abelhas
◆◆antologia: trechos literários ◆◆colônia: de imigrantes, de formigas, de
◆◆armada: de navios de guerra bactérias
◆◆arquipélago: de ilhas ◆◆concílio: de prelados católicos
◆◆assembleia: deputados, professores, ◆◆conclave: de cardeais para a eleição do
pessoas com um mesmo objetivo Papa

205
Introdução à Gramática

◆◆Congresso: assembleia de parlamen- ◆◆plêiade: de poetas, de artistas


tares ◆◆prole: de filhos
◆◆consistório: assembleia de cardeais, ◆◆quadrilha: de salteadores
presidida pelo Papa
◆◆ramalhete: de flores
◆◆constelação: de estrelas
◆◆rebanho: de gado, de ovelhas
◆◆cordilheira: de montanhas
◆◆resma: de folhas de papel (1 resma
◆◆corja: de vadios, de velhacos, de la- equivale a 500 folhas ou a 20 mãos)
drões
◆◆réstia: de cebolas, de alhos
◆◆coro: de anjos, de cantores
◆◆romanceiro: de poesias narrativas
◆◆discoteca: de discos
◆◆Senado: de senadores
◆◆elenco: de atores
◆◆sínodo: assembleia de párocos e outros
◆◆enxame: de abelhas padres, convocada pelo bispo local
◆◆esquadra: de navios de guerra ◆◆súcia: de velhacos, de desordeiros
◆◆esquadrilha: de aviões ◆◆tripulação: de tripulantes
◆◆exército: de soldados ◆◆turma: de estudantes, de trabalhadores
◆◆falange: de bandidos etc.
◆◆fato: de cabras ◆◆vara: de porcos.
◆◆fauna: de animais
◆◆feixe: de lenha, de capim
◆◆flora: de plantas EXERCÍCIOS
◆◆frota: de navios mercantes, de ônibus,
de carros Classifique os substantivos abaixo como
◆◆horda: de desordeiros, de aventureiros, concreto ou abstrato.
de bandidos
1. Deus
◆◆junta: de bois, de médicos, de exami-
nadores 2. miséria
◆◆legião: de soldados, de demônios, de 3. acontecimento
anjos 4. ar
◆◆malta: de desordeiros 5. justiça
◆◆manada: de bois, de búfalos, de elefantes
6. brancura
matilha: de cães de caça
◆◆miríade: de estrelas, de insetos, de 7. abraço
quaisquer coisas em número igual ou 8. sombra
superior a dez mil
9. alma
◆◆molho: de chaves, de verdura
10. casamento
◆◆multidão: de pessoas
11. conquista
◆◆ninhada: de pintos
◆◆nuvem: de gafanhotos, de pequenos 12. purificação
insetos 13. sereia
◆◆orquestra: de músicos 14. esperteza
◆◆pelotão: de soldados 15. sono
◆◆penca: de frutas, de chaves
16. maturidade
◆◆plateia: de espectadores
17. vento

206
Ortografia e Semântica

18. noite 3- Sobrecomuns: Substantivos que se re-


ferem a ambos os sexos sem mudar de for-
19. colheita
ma nem mudar o gênero do elemento de-
20. viagem terminante.
21. limpeza Ex:
22. anjo o algoz o esqueleto uma
o cadáver o ídolo sentinela
23. assombração o carrasco um indivíduo um sósia
24. fantasma o cônjuge um monstro um sujeito
a criança (sent. fig) uma
25. choro a criatura uma ordenança testemunha
o dedo- um pão-duro um traste
duro uma pessoa um verdugo
FLEXÕES o defunto uma vítima

DE GÊNERO: 4- Epicenos: Nomes de animais e insetos


inferiores que não possuem feminino nem
1- Biformes: Quando apresentam uma for- heterônimo; o sexo é indicado mediante o
ma para o masculino e outra para o femi- uso da palavra macho e fêmea..
nino. Ex:a barata macho/a barata fêmea; o tatu
macho/o tatu fêmea; a muriçoca macho/a
OBS: A oposição masculino/feminino se muriçoca fêmea; o jacaré macho/o jacaré
realiza normalmente com o uso de desinên- fêmea... .
cia (sufixo):
-a; -esa; essa... .ex. aluno/aluna; barão/ OBS: Existem substantivos que são femini-
baronesa; conde/condessa... . nos ou masculinos, consoante o significado
que possuem na frase. Ex:
No entanto, a oposição de gênero pode- o águia (esperto, velhaco), a águia (ave)
-se dar por palavras com radicais diferentes
o banana (palerma), a banana (fruto)
(homem/mulher; genro/nora; boi/vaca...).
Tais substantivos são denominados hete- o cabeça (chefe, líder), a cabeça (parte do
rônimos. corpo)
Ex: cavaleiro/amazona (ou cavaleira); cava- o cabra (homem valente), a cabra (animal)
lheiro/dama; cônego/canonisa; cupim/ara- o caixa (empregado da caixa), a caixa (ob-
rá; frade/freira; frei/sóror (sóror); rinoceron- jeto)
te/abada; varão/virago; zangão (zângão)/
abelha... o capital (dinheiro), a Capital (cidade)
o grama (medida de massa), a grama (ca-
2- Comuns-de-dois (com hífen) ou Co- pim)
muns de dois gêneros (sem hífen): Subs-
o guarda (soldado), a guarda (vigilância; cor-
tantivos que não mudam de forma para in-
poração)
dicar mudança de sexo; são masculinos ou
femininos consoante o gênero do elemento o guia (cicerone), a guia (documento)
determinante (geralmente um artigo). o moral (coragem, estado de espírito), a mo-
Ex: ral (ética; conclusão)
o chefe, a chefe o médium, a o rádio (aparelho), a rádio (estação, emissora)
o chofer, a chofer médium
o consorte, a consorte o pierrô, a pierrô
o gerente, a gerente o puxa-saco, a
o jovem, a jovem puxa-saco
o xereta, a xereta

207
Introdução à Gramática

Masculinos que merecem destaque DE NÚMERO


o amálgama o haras São dois os números em português: singu-
o anátema o herpes lar e plural.
o aneurisma o lança-perfume A oposição singular / plural se realiza de for-
o apêndice o laringe (por influ- mas as mais diversas. Não veremos regras,
o champanha ência de faringe tor- mas sim os substantivos que mais oferecem
nou-se também fem.) dúvida quanto à formação do plural.
o clã
o milhar
o cós
o picape (veículo ou Plural de alguns Substantivos
o diabetes toca-discos)
o diadema ◆◆o acórdão, os acórdãos
o plasma
o diagrama o púbis ◆◆o adeus, os adeuses
o dó o sabiá ◆◆o afegão, os afegães
o epigrama o sósia ◆◆o alavão, os alavães
o estigma o suéter ◆◆o alazão, os alazães (ou os alazões)
o estratagema o talismã ◆◆o álcool, os álcoois (óis)
o gambá o telefonema ◆◆o alcorão, os alcorães (ou os alcorões)
o gengibre ◆◆o aldeão, os aldeãos (ou os aldeães, ou
o guarda-marinha os aldeões)
◆◆o alemão, os alemães
Femininos que merecem destaque ◆◆o anão, os anãos (ou os anões)
◆◆o ancião, os anciões (ou os anciães, ou
a acne a libido
os anciões)
a agravante a mascote
◆◆o anfitrião, os anfitriões
a aguardente a matinê
◆◆o arroz, os arrozes
a alcunha a omoplata
◆◆o artesão, os artesãos (operários), os ar-
a alface a ordenança tesões (decorações)
a apendicite a personagem (ou o
◆◆o aval, os avais (Br.)
a atenuante personagem)
◆◆a bênção, as bênçãos
a bacanal a sentinela
a tíbia
◆◆o box, os boxes
a cal
a usucapião (do la- ◆◆o capelão, os capelães
a clarineta
tim usucapione – a ◆◆o capitão, os capitães
a cólera (em qual- terminação –ione só
quer sentido) ◆◆o caramanchão, os caramanchões
nos dá palavras femi-
a comichão ninas; desaconselha- ◆◆o caráter, os caracteres (te)
a derme -se o seu uso como ◆◆o catalão, os catalães
masculino) ◆◆o cateter, os cateteres
a dinamite
a ênfase ◆◆o charlatão, os charlatães (ou os char-
a entorse latões)
a enzima ◆◆o cidadão, os cidadãos
a fênix ◆◆o cirurgião, os cirurgiães (ou os cirurgiões)
a fruta-pão ◆◆o cônsul, os cônsules
a ioga ◆◆o convés, os conveses
◆◆o corcel, os corcéis (animal ou veículo)

208
Ortografia e Semântica

◆◆o corrimão, os corrimãos (ou os corri- ◆◆o reptil, os reptis


mões) ◆◆o revés, os reveses
◆◆o cristão, os cristãos ◆◆o sacristão, os sacristães
◆◆o cuscuz, os cuscuz (ou os cuscuzes) ◆◆a sordidez, as sordidezes
◆◆o ermitão, os ermitãos (ou os ermitães, ◆◆a sóror (ou sóror), as sórores (ô)
ou os ermitões)
◆◆o sótão, os sótãos)
◆◆o escrivão, os escrivães
◆◆o suéter, os suéteres
◆◆a estupidez, as estupidezes
◆◆o sultão, os sultãos (ou os sultões)
◆◆o éter, os éteres
◆◆o tabelião, os tabeliães
◆◆o faisão, os faisães (ou os faisões)
◆◆o transistor, os transistores (ô)
◆◆o fel, os féis (Br.)
◆◆o troféu, os troféus
◆◆o futebol, os futebóis (dois futebóis di-
◆◆o vão, os vãos
ferentes)
◆◆o verão, os verãos (ou os verões)
◆◆o gavião, os gaviães (ou os gaviões)
◆◆o vilão, os vilãos (ou os vilães, ou os vi-
◆◆o giz, os gizes
lões)
◆◆o gol, os gols (consagrado), os gois, os
◆◆o vulcão, os vulcãos (ou os vulcães, ou
goles (desusado)
os vulcões)
◆◆o grão, os grãos
◆◆o zângão, os zângãos
◆◆a gravidez, as gravidezes
◆◆o zangão, os zangões
◆◆o guardião, os guardiães (ou os guar-
◆◆o zíper, os zíperes
diões)
◆◆o hambúrguer, os hambúrgueres OBSs:
◆◆o irmão, os irmãos
1) Em português há inúmeros substanti-
◆◆o júnior, os juniores (ô) vos que só se usam no plural, obrigato-
◆◆o limão, os limões riamente:
◆◆o mamão, os mamões
◆◆a mão, as mãos os afazeres as custas
◆◆o mel, os méis (Br.) as algemas as damas (jogo)
◆◆o melão, os melões os Alpes os Estados Unidos
os anais as exéquias (ceri-
◆◆a mesquinhez, as mesquinhezes
os Andes mônias fúnebres)
◆◆o Nobel, os Nobéis
os arredores as fezes
◆◆o obus, os obuses as finanças
os Bálcãs
◆◆o órfão, os órfãos as hemorróidas
as belas-artes
◆◆o pagão, os pagãos os idos
as boas-vindas
◆◆o pão, os pães as núpcias
as bodas
◆◆a parmesão, os parmesãos os bofes os óculos
◆◆o peão, os peães (ou os peões) as cãs (cabelos as olheiras
◆◆o pôster, os pôsteres brancos) os Países Baixos
◆◆o projétil, os projéteis as ceroulas os parabéns
◆◆o projetil, os projetis as cócegas os pampas
◆◆o refrão, os refrãos (ou os refrães) as condolências os pêsames
◆◆o réptil, os répteis os confins os suspensórios

209
Introdução à Gramática

2) Devem estar sempre no plural os subs- Os substantivos terminados em r fazem o


tantivos que vêm após palavras de ideia plural de duas maneiras:
coletiva. Ex: caixa de fósforos, maço de
florzinha – flor – flores – flore – florezinhas ou
cigarros, par de sapatos, boa parte de
mulheres, grupo de estudantes, porção florzinha – florzinhas
de balas, cacho de cabelos, etc. 5) Existem substantivos que mudam de
3) Existem substantivos que possuem sentido quando mudam de número. Eis
uma só forma para ambos os números. os principais:
São estes os principais: ◆◆a água (líquido inodoro), as águas (chu-
vas)
conta-giros porta-joias
◆◆o amor (afeto), os amores (namoro)
conta-gotas porta-luvas
◆◆a ânsia (aflição), as ânsias (náuseas)
guarda-costas porta-malas
◆◆o ar (vento), os ares (clima; aparência)
guarda-livros porta-retratos
◆◆a arte (ofício), as artes (astúcias)
lápis porta-toalhas
◆◆o bem (benefício), os bens (propriedades)
limpa-trilhos quebra-gelos
◆◆a confiança (esperança), as confianças
ônibus quebra-nozes (ousadias)
para-quedas saca-rolhas ◆◆a costa (litoral, região à beira-mar), as
para-raios tênis costas (dorso)
pires toca-discos ◆◆a féria (renda diária), as férias (repouso,
porta-aviões toca-fitas descanso)
porta-escovas vírus ◆◆o fogo (lume), os fogos (pirotecnia)
◆◆a honra (dignidade), as honras (distin-
ção)
Usam-se facultativamente: o pára-brisa (ou ◆◆a letra (símbolo gráfico), as letras (lite-
pára-brisas), o pára-choque (ou pára-cho- ratura)
ques), o pára-lama (ou pára-lamas).
◆◆o meio (metade), os meios (recursos)
Convém não confundir esse tipo de subs-
◆◆o sapinho (animal), os sapinhos (doen-
tantivos com os que só se usam no plural;
ça)
estes se usam com o determinante no sin-
gular ou no plural, conforme o número de ◆◆o sentimento (sensibilidade), os senti-
seres ( o conta-giros / os conta-giros; o ôni- mentos (condolências)
bus / os ônibus); aqueles não podem ser ◆◆o vencimento (fim), os vencimentos (sa-
empregados com o determinante no singu- lário)
lar, em hipótese nenhuma (os óculos, meus ◆◆a vontade (desejo), as vontades (capri-
óculos, estes óculos, e nunca: o óculos, chos)
meus óculos, este óculos).
4) Para se fazer o plural dos diminutivos em Plural dos substantivos compostos
–zinho ou em –zito, há necessidade de pas-
sarmos primeiramente o substantivo primi- São estas as regras básicas de formação
tivo para o plural; posteriormente, retiramos do plural dos substantivos compostos:
o “s” e acrescentamos zinhos ou zitos.
1 – Variam sempre os substantivos, adje-
Ex: tivos e numerais ordinais
limãozinho – limão – limões – limõe – li- Ex: porcos-espinhos (subst + subst)
mõezinhos
guardas-civis (subst + adj)
papelzinho – papel – papéis – papei – pa-
primeiros-ministros (num + subst)
peizitos

210
Ortografia e Semântica

OBSs: 2- cachorro-quente
A expressão “mor” (forma abreviada de 3- beija-flor
“maior”) é variável.
4- bem-te-vi
Ex: guardas-mores, cronistas-mores...
5- pouca-vergonha

O substantivo só não varia quando vem 6- sem-vergonha


após preposição. 7- abaixo-assinado
Ex: os pés-de-moleque, pores-de-sol 8- fora-da-lei
9- sexta-feira
Quando o composto é constituído de dois
substantivos, e o segundo tem a função de 10- mula-sem-cabeça
limitar a ideia do primeiro (determinar), po- 11- capitão-mor
de-se variar somente o primeiro elemento.
12- longa-metragem
Ex: bananas-maçã; homens-rã; cavalos-
-vapor... 13- papel-moeda
14- leva-e-traz
2 – Não variam nunca os verbos, advér-
15- arranha-céu
bios e preposições
16- alto-relevo
Ex: guarda-chuvas (verbo + subst)
17- auto-escola
os bota-fora (verbo + advérbio)
18- auto-retrato
os contra-ataques (prep + subst)
19- vira-lata
OBS: Se, porém, os verbos forem iguais, o 20- meia-noite
segundo variará.
Ex: os corre-corres; quero-queros; pisca- DE GRAU
-piscas...
São dois os graus do substantivo: aumenta-
3 – Varia o último elemento se o subs- tivo e diminutivo.
tantivo é onomatopaico (reprodução dos Os aumentativos sintéticos podem ser:
sons).
Regulares: Formam-se com o auxílio do
Ex. ping-pongs, tique-taques, reco-re- sufixo –ão (cabeção, gatão, etc.).
cos...
Irregulares: Formam-se com o auxílio dos
mais variados sufixos (cabeçorra, muralha,
OBS: São invariáveis os prefixos e os ele-
mulheraça, homenzarrão, etc.).
mentos grão, grã, bel.
Ex: auto-retratos; recém-nascidos; extra- Os diminutivos sintéticos podem ser:
-oficiais; pseudo-esferas; super-homens;
Regulares: Formam-se com o auxílio do
grão-duques; grã-cruzes... .
sufixo –inho ou da variante (alomorfe) –zi-
nho (gatinho, homenzinho, etc.)
Irregulares: Recebem o acréscimo dos
EXERCÍCIOS mais variados sufixos (cabeçorra, barbicha,
casebre, viela, etc.).
Dê o plural dos substantivos compostos Eruditos: Formam-se com o auxílio dos su-
que se seguem: fixos –ulo e –culo ou dos alomorfes –áculo,
-ículo, -úsculo, -únculo (célula, corpúsculo,
1- couve-flor
fascículo, nódulo, óvulo, partícula, película...)

211
Introdução à Gramática

OBSs: b. Acrescenta-se “a” aos adjetivos termi-


nados em u, ês, or:
1- Determinados diminutivos apresentam
sentido pejorativo, negativo. nu - nua
Ex: bonitinho, jornaleco, livreco, padreco... . francês - francesa
2- Alguns diminutivos adquiriram sentido tentador - tentadora
especial, próprio, isto é, não exprimem mais
a ideia de diminuição. Exceções:
Ex: cartilha, folhinha (calendário), mosquito... . • hindu é invariável:
3- O grau analítico dar-se-á mediante acrés- homem hindu - mulher hindu
cimo de adjetivos que indicam aumento ou
• cortês, descortês, pedrês e montês são
diminuição.
invariáveis:
Ex: nariz pequeno, espaço enorme, casa
homem cortês - mulher cortês
minúscula... .
burrinho pedrês - galinha pedrês

• anterior, superior, interior, multicor, inco-


ADJETIVO lor, melhor e pior são invariáveis:
FLEXÃO dia anterior - noite anterior

O adjetivo pode variar em gênero, número • trabalhador tem a forma feminina traba-
e grau. lhadeira:
menino trabalhador - menina trabalhadeira
1. GÊNERO
• motor tem o feminino motriz:
Quanto ao gênero, os adjetivos podem ser
uniformes ou biformes força motriz.
1. Adjetivos uniformes
c. Adjetivos terminados em “ão” fazem o
São os adjetivos que têm uma só forma feminino em:
para indicar os dois gêneros.
• ã → homem cristão - mulher cristã
sonho constante - ilusão constante
• ona → professor brincalhão - professo-
triste engano - triste lembrança ra brincalhona

2. Adjetivos biformes d. Adjetivos terminados em “eu” fazem o


São os adjetivos que têm duas formas dife- feminino em eia:
rentes: uma para o masculino e outra para governo europeu - força europeia
o feminino.
sonho dourado - ilusão dourada Exceções:
leito solitário - cama solitária ◆◆judeu tem a forma feminina judia;
líquido impuro - matéria impura ◆◆sandeu tem a forma feminina sandia.

Formação do feminino e. Adjetivos terminados em “éu” fazem o


feminino em oa:
1. Adjetivos simples ilhéu – ilhoa
a. Regra geral: troca-se o “o” por “a”: tabaréu – tabaroa
belo - bela

212
Ortografia e Semântica

2. NÚMERO tão ... como → Ele é tão feliz como ela.


... como → Ele é feliz como ela.
Formação do plural
Na língua coloquial ocorre ainda a forma
Ficam no singular ou no plural, concordan- que nem:
do com o substantivo a que se ferem:
Ele é feliz que nem ela.
lágrima amarga - lágrimas amargas
bom propósito - bons propósitos 1.3. Comparativo de inferioridade
menos ... que → Ele é menos feliz que ela.
OBS: Se um substantivo estiver na con- menos ... (do) que → Ele é menos feliz (do)
dição de adjetivo caracterizando cor, tal que ela.
substantivo fica invariável.
2. Grau superlativo:É o grau mais intenso da
Ex: ternos cinza; paredes gelo... .
qualidade expressa por um adjetivo.
2.1. ABSOUTO: A qualidade apresenta-se
Adjetivos compostos no seu mais intenso grau, sem relação com
outros seres. Pode ser expresso basica-
Nos adjetivos compostos, só o último ele- mente de duas formas:
mento varia.
Ex: intervenções médico-cirúrgicas, pro- Sintético: Utiliza-se o sufixo -íssimo para
blemas sócio-econômicos, relações fran- expressar a variação de grau.
co-brasileiras, peles moreno-claras...
Ex: O fato era estranhíssimo.
Exceção: surdo-mudo – variam os dois
elementos: moças surdas-mudas
Analítico: Utilizam-se palavras que intensi-
OBS: São invariáveis os adjetivos referen- ficam a característica expressa pelo adjeti-
tes a cores, quando o segundo elemento da vo (advérbios): muito, extremamente, gran-
composição é um substantivo: demente etc.
Ex: blusas verde-abacate, saias azul-pis- Ex: O fato era muito estranho.
cina, paredes branco-gelo
2.1. RELATIVO: A qualidade apresenta-se
OBS: azul-marinho e azul-celeste são inva- no grau mais intenso (superior ou inferior)
riáveis em relação a outros seres. Poderá ser:
Ex: blusas azul-marinho, camisas azul-ce-
leste De superioridade:
Ex: Foi o fato mais estranho que já vi.
3. GRAU
De inferioridade:
A qualidade de um ser pode variar em inten- Ex: Foi o fato menos estranho que já vi.
sidade. Ao expressar essa variação, o falan-
te pode colocar o adjetivo no grau compa-
rativo ou no grau superlativo dependendo
da circunstância.
1. Grau comparativo: Resulta da comparação:
1.1. Comparativo de superioridade
mais ... (do) que → Ele é mais feliz (do) que ela.

1.2. Comparativo de igualdade


tão ... quanto → Ele é tão feliz quanto ela.

213
Introdução à Gramática

OBS: Existem alguns adjetivos que apresentam formas especiais para o comparativo e o
superlativo. São eles:

bom mau grande pequeno


comparativo de
melhor pior maior menor
superioridade
superlativo absoluto ótimo péssimo máximo mínimo
superlativo relativo o melhor o pior o maior o menor

-O adjetivo pequeno, no grau comparativo de ◆◆de bronze = brônzeo ou êneo


superioridade, admite a forma mais pequeno: ◆◆de cabelo = capilar
Ele é menor que o irmão. OU Ele é mais pe- ◆◆de cabra = caprino
queno que o irmão.
◆◆de campo = campestre ou rural
◆◆de cão = canino
-Para esses adjetivos, pode ser utilizada a
formação regular no caso de se compara- ◆◆de carneiro = arietino
rem duas características do mesmo ser: ◆◆de cavalo = cavalar, equino, equídio ou
João é mais grande que pequeno. hípico
◆◆de chumbo = plúmbeo
Seu comportamento foi mais mau que bom.
◆◆de chuva = pluvial
-Pode-se formar o grau superlativo de ou- ◆◆de cinza = cinéreo
tras formas , tais como: ◆◆de coelho = cunicular
-acréscimo de determinados prefixos (ar- ◆◆de cobre = cúprico
qui-; extra-; hiper-; super-; ultra- ...): extrafi-
◆◆de couro = coriáceo
no, hipersensível, arquimilionário... .
◆◆de criança = pueril
-repetição do adjetivo: Seu vestido é lindo,
◆◆de dedo = digital
lindo!
◆◆de diamante = diamantino ou adaman-
-artigo definido: Ele não é só um professor,
tino
ele é o professor. (o melhor de todos os
professores) ◆◆de elefante = elefantino
◆◆de enxofre = sulfúrico
-determinadas expressões populares: linda
de morrer, feio que dói, podre de rico... . ◆◆de esmeralda = esmeraldino
◆◆de estômago = estomacal ou gástrico
LOCUÇÃO ADJETIVA: ◆◆de falcão = falconídeo
◆◆de farinha = farináceo
◆◆de águia = aquilino
◆◆de fera = ferino
◆◆de aluno = discente
◆◆de ferro = férreo
◆◆de anjo = angelical
◆◆de fígado = figadal ou hepático
◆◆de ano = anual
◆◆de fogo = ígneo
◆◆de aranha = aracnídeo
◆◆de gafanhoto = acrídeo
◆◆de asno = asinino
◆◆de garganta = gutural
◆◆de baço = esplênico
◆◆de gato = felino
◆◆de bispo = episcopal
◆◆de gelo = glacial
◆◆de bode = hircino
◆◆de gesso = gípseo
◆◆de boi = bovino

214
Ortografia e Semântica

◆◆de guerra = bélico ◆◆de velho = senil


◆◆de homem = viril ou humano ◆◆de vento = eólico
◆◆de idade = etária ◆◆de verão = estival
◆◆de ilha = insular ◆◆de vidro = vítreo ou hialino
◆◆de intestino = celíaco ou entérico ◆◆de virilha = inguinal
◆◆de inverno = hibernal ou invernal ◆◆de visão = óptico ou ótico
◆◆de lago = lacustre
◆◆de laringe = laríngeo ADJETIVO PÁTRIO:
◆◆de leão = leonino É o adjetivo que Indica a nacionalidade ou
◆◆de lebre = leporino o lugar de origem do ser. Observe alguns
◆◆de lobo = lupino deles:
◆◆de lua = lunar ou selênico
ESTADOS E CIDADES BRASILEIROS:
◆◆de macaco = simiesco, símio ou macacal
◆◆de madeira = lígneo ◆◆Acre = acreano
◆◆de marfim = ebúrneo ou ebóreo ◆◆Alagoas = alagoano
◆◆de mestre = magistral ◆◆Amapá = amapaense
◆◆de monge = monacal ◆◆Aracaju = aracajuano ou aracajuense
◆◆de neve = níveo ou nival ◆◆Amazonas = amazonense ou baré
◆◆de nuca = occipital ◆◆Belém (PA) = belenense
◆◆de orelha = auricular ◆◆Belo Horizonte = belo-horizontino
◆◆de ouro = áureo ◆◆Boa Vista = boa-vistense
◆◆de ovelha = ovino ◆◆Brasília = brasiliense
◆◆de paixão = passional ◆◆Cabo Frio = cabo-friense
◆◆de pâncreas = pancreático ◆◆Campinas = campineiro ou campinense
◆◆de pato = anserino ◆◆Curitiba = curitibano
◆◆de pedra = pétreo ◆◆Espírito Santo = espírito-santense ou
◆◆de peixe = písceo ou ictíaco capixaba
◆◆de pescoço = cervical ◆◆Fernando de Noronha = noronhense
◆◆de pombo = columbino ◆◆Florianópolis = florianopolitano
◆◆de porco = suíno ou porcino ◆◆Fortaleza = fortalense
◆◆de prata = argênteo ou argírico ◆◆Goiânia = goianiense
◆◆de proteína = proteico ◆◆João Pessoa = pessoense
◆◆dos quadris = ciático ◆◆Macapá = macapaense
◆◆de raposa = vulpino ◆◆Maceió = maceioense
◆◆de rio = fluvial ◆◆Manaus = manauense
◆◆de serpente = viperino ◆◆Maranhão = maranhense
◆◆de sonho = onírico ◆◆Marajó = marajoara
◆◆de terra = telúrico, terrestre ou terreno ◆◆Natal = natalense ou papa-jerimum
◆◆de trigo = tritício ◆◆Porto Alegre = porto-alegrense
◆◆de urso = ursino ◆◆Porto Velho = porto-velhense
◆◆de vaca = vacum ◆◆Ribeirão Preto = ribeiropretense

215
Introdução à Gramática

◆◆Rio de Janeiro (estado) = fluminense ◆◆África = afro- / Cultura afro-americana


◆◆Rio de Janeiro (cidade) = carioca ◆◆Alemanha = germano- ou teuto- / Compe-
◆◆Rio Branco = rio-branquense tições teuto-inglesas
◆◆Rio Grande do Norte = rio-grandense-do- ◆◆América = américo- / Companhia améri-
-norte, norte-rio-grandense ou potiguar co-africana
◆◆Rio Grande do Sul = rio-grandense-do- ◆◆Ásia = ásio- / Encontros ásio-europeus
-sul, sul-rio-grandense ou gaúcho. ◆◆Áustria = austro- / Peças austro-búlgaras
◆◆Rondônia = rondoniano ◆◆Bélgica = belgo- / Acampamentos belgo-
◆◆Roraima = roraimense -franceses
◆◆Salvador (BA) = salvadorense ou sote- ◆◆China = sino- / Acordos sino-japoneses
ropolitano ◆◆Espanha = hispano- / Mercado hispano-
◆◆Santa Catarina = catarinense, catarineta -português
ou barriga-verde ◆◆Europa = euro- / Negociações euro-ame-
◆◆Santarém = santarense ricanas
◆◆São Paulo (estado) = paulista ◆◆França = franco- ou galo- / Reuniões fran-
co-italianas
◆◆São Paulo (cidade) = paulistano
◆◆Grécia = greco- / Filmes greco-romanos
◆◆Sergipe = sergipano
◆◆Índia = indo- / Guerras indo-paquistanesas
◆◆Teresina = teresinense
◆◆Inglaterra = anglo- / Letras anglo-portu-
◆◆Tocantins = tocantinense
guesas

PAÍSES: ◆◆Itália = ítalo- / Sociedade ítalo-portuguesa


◆◆Japão = nipo- / Associações nipo-brasi-
◆◆Croácia = croata leiras
◆◆Costa Rica= costa-riquense ◆◆Portugal = luso- / Acordos luso-brasileiros
◆◆Curdistão = curdo
◆◆Estados Unidos = estadunidense, nor-
te-americano ou ianque.
◆◆El Salvador = salvadorenho
EXERCÍCIOS
◆◆Guatemala = guatemalteco
Dê o grau dos adjetivos nas frases abaixo:
◆◆Índia = indiano ou hindu (os que profes-
sam o hinduísmo) 1- Ela era tão linda que todos a idolatra-
vam.
◆◆Irã = iraniano
◆◆Israel = israelense ou israelita 2- Ela era tão linda quanto a sua irmã
◆◆Moçambique = moçambicano
◆◆Mongólia = mongol ou mongólico 3- Nunca vi mulher tão linda.
◆◆Panamá = panamenho 4- A festa estava paupérrima.
◆◆Porto Rico = porto-riquenho
◆◆Somália = somali 5- O aluno era mais inteligente que es-
tudioso.
ADJETIVOS PÁTRIOS COMPOSTOS:
6- O seu time está pior que o ano passado.
Na formação de adjetivos pátrios compos-
tos, o primeiro elemento aparece na forma 7- Hoje eu estou bem feliz.
reduzida e, normalmente, erudita. Observe
alguns exemplos: 8- Hoje eu sou menos feliz que quando
era uma criança.

216
Ortografia e Semântica

9- Eu era a criança menos triste da turma. a) Quanto à flexão de gênero, doentes, no


texto, classifica-se como substantivo
10- Eles eram amicíssimos! comum de dois gêneros.
b) O substantivo fezes, embora termine
11- Menores são os seus problemas do
em –s, pode ser empregado no singu-
que os meus.
lar ou no plural.
12- Pálida, pálida estava ela após o des- c) São substantivos próprios: flor, mão,
maio. sol e rua.
d) No último verso, todos os substantivos
13- Ele era o menos esforçado dentre os são abstratos.
irmãos.
2. (CFC/11) Leia:
14- Fez o menor esforço possível.
“Meses depois fui para o seminário São
15- Foi o pior dia que já vivi! José. Se eu pudesse contar as lágrimas
que chorei na véspera e na manhã,
16- O teste estava dificílimo. somaria mais que todas as vertidas desde
Adão e Eva. Há nisto alguma exageração
17- Você é o aluno! (...).”

18- Procure ser menos arrogante que seu pai. Quanto à classificação dos substantivos
do texto, é incorreto dizer que há
19- Aquele homem é superestimado por
a) dois substantivos próprios: um simples
todos.
(São José) e outro composto (Adão e
Eva).
20- A sua saia está curta à beça!
b) dois substantivos abstratos (véspera e
exageração) e um primitivo (lágrima).
c) um substantivo, ao mesmo tempo, co-
EXERCÍCIOS mum, simples e derivado: exageração.
d)
predominância de substantivos co-
1. (EEAr 2/11 B) Leia os versos abaixo e, em muns.
seguida, assinale a alternativa com a afir-
mação correta. 3. (CFC/11) Leia:
O tempo é ainda de fezes “Do que dissestes, alma fria,
O tempo pobre (...) Já nada vos acode mais?...
O sol consola os doentes, não os reno- Éramos sós... Lá fora chovia...
va. (...)
Quanta ternura em mim havia!”
Uma flor nasceu na rua!
Passam de longe, bondes, ônibus Os substantivos destacados no texto
classificam-se, respectivamente, como
Sento-me no chão da capital e lentamente
Passo a mão nessa forma insegura (...) a) abstrato e concreto.

É feia, mas é uma flor. b) concreto e concreto.

Furou o asfalto, o tédio, o nojo e o ódio. c) abstrato e abstrato.


d) concreto e abstrato.

217
Introdução à Gramática

4. (CFC/11) Assinale a alternativa em que a 8. (EEAr BCT/08) Assinale a alternativa in-


relação coletivo/conjunto de seres está in- correta quanto à correspondência entre o
correta. adjetivo e a locução.
a) prole/filhos a) pétreo (de pedra); cervical (de pescoço)
b) flora/animais b) hepático (de fígado); pueril (de criança)
c) caravana/viajantes c) fluvial (de chuva); viril (de velho)
d) armada/navios de guerra d) ígneo (de fogo); lunar (de lua)

5. (CESD/10) Assinale a alternativa que 9. (CFC/11) Na frase “O aluno é inteligentís-


completa o trecho abaixo com substanti- simo.”, existe, quanto ao grau do adjetivo,
vos coletivo, sobrecomum e comum-de-
a) superlativo analítico.
-dois, respectivamente.
b) comparativo de igualdade.
Na______, a ______ recebeu o valioso
prêmio das mãos do _______. c) superlativo absoluto sintético.
d) superlativo relativo de superioridade.
a) biblioteca, criança, jornalista
b) praça, estudante, professor 10. (EEAr BCT/12) Nas frases abaixo, o adje-
c) plateia, mulher, artista tivo fácil flexiona-se no mesmo grau obser-
vado no período “Não se preocupem, alu-
d) arena, atleta, oficial nos, a prova será fácil, fácil”, exceto em:

6. (CFC/11) Leia: a) A prova de conhecimentos gerais foi


facílima.
O famoso ídolo foi assassinado por al-
guns traficantes. Testemunhas afirmam b) Esta foi a prova mais fácil que eu já fiz
que o cabeça da quadrilha parecia com este ano.
o gerente da única livraria da cidade. A c) A prova de Português foi mais fácil do
vítima morreu brutalmente sem poder se que a de Matemática.
defender de seus algozes.
d) A prova para a renovação da Carteira
Assinale a alternativa com os quatro Nacional de Habilitação foi extrema-
substantivos sobrecomuns que apare- mente fácil.
cem no texto.
11. (CFT/10 B) Leia o texto:
a) ídolo, traficantes, cabeça, quadrilha “Fritar hambúrguer, trabalhar como cai-
b) testemunhas, cabeça, gerente, algozes xa, reposicionar cerveja na gôndola e
conferir o pedido de caixas de refrige-
c) traficantes, quadrilha, gerente, vítima
rantes e salgadinhos já são tarefas fami-
d) ídolo, testemunhas, vítima, algozes liares para muitos executivos de primeira
linha. Dirigentes de grandes empresas
7. (EEAr BCT/11) Qual afirmativa está incor- [...] estão saindo das mesas de escritó-
reta? rios, tirando as gravatas e arregaçando as
a) Baleia é um substantivo epiceno. mangas ao encontro dos consumidores,
para reforçar as vendas das empresas.”
b) Omoplata é um substantivo masculino.
c) Cônjuge é um substantivo sobreco- Em relação ao gênero dos substantivos
mum. destacados, é incorreto afirmar que

d) Gerente é um substantivo comum-de-


-dois.

218
Ortografia e Semântica

a) dirigentes é comum de dois gêneros. 15. (EEAr/12 A) Assinale a alternativa em


que o plural do substantivo não possui a
b) executivos é o masculino de executivas.
terminação -ões.
c) consumidores não possui a forma do
a) aldeão b) ancião
feminino.
c) vilão d) capelão
d) caixa e caixas possuem gêneros e sig-
nificação diferentes.
16. (CFT/11 B) Assinale a alternativa em que
o plural do substantivo em destaque está
12. (CFT/11 A) Em qual alternativa o plural
incorreto.
do substantivo em destaque está correto?
a) Dentre as iguarias, havia couves-flo-
a) Vimos dois beijas-flores na mangueira.
res à milanesa.
b) Os escrivões assinaram todos os do-
Assentou com habilidade os corri-
b)
cumentos.
mãos da escada.
c) Organizava com capricho seus guar-
c) Muito charmosos aqueles colarzinhos
das-roupas.
de pérolas.
d) Buscavam abdômenes adequados aos
d) Cinco troféus de prata enfeitavam a es-
padrões de estética.
tante.

13. (EAGS/12 B) Em qual alternativa o subs-


17. (EEAr/12 B) Que alternativa contém a
tantivo coletivo não foi empregado corre-
forma plural correta do substantivo desta-
tamente?
cado?
a) Retire uma cabeça de alho daquela
a) Século XXI: estamos na era do culto
réstia.
exagerado ao corpo perfeito e aos ab-
b) Uma nuvem de gafanhotos destruiu a dômenes definidos.
plantação.
b) É papel da escola criar cidadões cons-
c) O arquipélago é formado por dez pe- cientes para que possam lutar por seus
quenas ilhas. direitos.
d) Um dos lobos que pertencia àquela c) Os tenente-coronéis do Batalhão de
manada perdeu-se do grupo. Infantaria do Exército serão homena-
geados amanhã.
14. (EAGS/12 B) Assinale a alternativa em d) Os aviãozinhos da minha coleção já
que o adjetivo interessante está no grau su- estão encaixotados para o transporte.
perlativo absoluto analítico.
a) O filme é muito interessante. 18. (CFC/12) Assinale a alternativa em que
b) Este é o livro mais interessante que eu a mudança de gênero acarreta a mudança
já li. de significado.

c) A banca fez considerações interessan- a) o cliente / a cliente


tíssimas sobre o trabalho apresentado. b) o mártir / a mártir
d) A viagem que fiz ano passado para a c) o capital / a capital
Europa foi mais interessante que can-
d) o intérprete / a intérprete
sativa.

219
Introdução à Gramática

19. (CESD/12) Em qual alternativa o adjetivo 23. (EEAr/13 A) Observe os substantivos em


destacado não corresponde à locução ad- destaque nos versos abaixo e, em seguida,
jetiva entre parênteses? assinale a alternativa com a afirmação in-
correta.
a) Minha mãe tem dores na coluna cervi-
cal. (do pescoço) Dorme, ruazinha... É tudo escuro...
b) A indústria têxtil no Brasil tem lucrado E os meus passos, quem é que pode ou-
muito. (de textos) vi-los?
c) Existem variações cutâneas entre in- Dorme o teu sono sossegado e puro,
divíduos da mesma raça. (da pele)
Com teus lampiões, com teus jardins
d) Com problemas hepáticos, o diretor tranquilos.
não compareceu à empresa esta se-
mana. (de fígado) a) O substantivo sono não apresenta ne-
nhuma forma de flexão.
20. (CESD/12) Em qual alternativa o gênero b) Ruazinha é um substantivo flexionado
do substantivo destacado está incorreto? no grau diminutivo analítico.
a) A mãe tinha muito dó do filho caçula. c) A flexão do plural do substantivo lam-
b) O pedreiro precisou de muito cal para pião dá-se pela mudança da termina-
a obra. ção -ão em -ões.

c) Precisou-se de muita dinamite para d) A regra para flexão do plural do subs-


explodir as rochas. tantivo jardim é a mesma aplicada
para pluralizar o substantivo nuvem.
d) Mamãe come muita alface por causa
da insônia.
24. (CESD/13) Leia:

21. (EAGS/13 B) Em qual alternativa não “Mas atenção, mulheres, a este aviso: a
é possível identificar se o ser ao qual moda exige um grama
o substantivo em destaque se refere é de juízo.” (Carlos D. de Andrade)
masculino ou feminino?
O substantivo destacado é
a) A agente de turismo me garantiu que o
hotel é excelente. a) próprio.
b) A cliente reclamou do péssimo atendi- b) coletivo.
mento ao gerente do banco.
c) masculino.
c) O público aplaudiu muito a intérprete
quando o espetáculo terminou. d) comum de dois gêneros.
d) Depois de várias ameaças anônimas, a
25. (CESD/13) Em qual alternativa a locução
testemunha passou a receber prote-
adjetiva em destaque não corresponde ao
ção policial.
adjetivo entre parênteses?
22. (EEAr/13 B) Complete as lacunas com o a)
A população apresenta equilibrada
ou a e, a seguir, assinale a alternativa com distribuição de idade. (etária)
a sequência de substantivos masculino, fe- b) A navegação dos rios é bastante utili-
minino, masculino. zada no norte do país. (fluvial)
a) __ eclipse, __ dinamite, __ derme c) A caminhada da tarde é um ótimo
b) __ magma, __libido, __ pernoite exercício para as pessoas. (vespertina)
c) __ aneurisma, __fonema, __ clã d) A carne sempre foi considerada um
alimento de elevado teor de proteína.
d) __ pane, __ ênfase, __ dó (bovino)

220
Ortografia e Semântica

26. (EEAr BCT/13) Leia: 28. (CFC/13) Leia a frase:


“Ele chegou, num avião da FAB, manda- A água da chuva alagou todos os bairros
do pelos rapazes da Proteção aos Índios, da cidade.
numa derradeira tentativa de salvação. É
um dos pouquíssimos remanescentes de Qual adjetivo substitui corretamente o
uma tribo que se acaba (...). Mationã, o termo em destaque acima?
índio, tem uns oito anos, parecia um bi-
chinho moribundo (...) de uma magreza a) pluvial b) fluvial
espantosa, o olhar vidrado (...), boca cha- c) lacustre d) plúmbea
gada de febre, a mãozinha seca feito uma
garra de pássaro (...).” 29. (CFC/13) Assinale a alternativa em que
o emprego do substantivo coletivo em des-
Marque F para Falso ou V para Verdadei- taque está incorreto.
ro para as afirmativas abaixo e, em segui-
da, assinale a alternativa com a sequên- a) Na flora brasileira, existem plantas
cia correta. muito raras.
b) Foi uma linda revoada de andorinhas
( ) O substantivo magreza é derivado naquela tarde.
de uma outra palavra da língua, sendo
formado pelo processo de sufixação. c) Os caçadores usaram a alcateia toda,
pois precisaram de bons faros.
( ) Quanto ao gênero, os substantivos
rapazes e índios classificam-se como d) Algumas espécies da fauna do pan-
comum de dois gêneros. tanal brasileiro estão em completa ex-
tinção.
( ) O substantivo mãozinha tem seu
plural formado como no seu grau normal
30. (CFT/13) Assinale a alternativa que
(mão).
preenche, correta e respectivamente, as la-
( ) A palavra olhar no texto aparece cunas abaixo.
substantivada pela anteposição de um
I. Durante a primavera, aumenta o núme-
artigo.
ro de ___________ no Jardim Botânico.
a) V – F – F – V b) F – V – V – F II. As ____________ designam várias
c) V – F – V – V d) F – V – F – V plantas de diferentes gêneros e famílias
com folhas que secam sem murchar, pa-
recendo vivas, geralmente muito cultiva-
27. (EEAr BCT/13) Leia:
das como ornamentais.
“Cavaleiro das armas escuras
III. Os __________ são encontrados no
Onde vais pelas trevas impuras México e nas Américas Central e do Sul.
Com a espada sanguenta na mão?
a) beija-flores, sempre-vivas, tico-ticos
Por que brilham teus olhos ardentes
b) beija-flores, sempre-vivas, ticos-ticos
E gemidos nos lábios frementes
c) beijas-flores, sempre-vivas, ticos-ticos
Vertem fogo do teu coração?”
d) beijas-flores, sempres-vivas, tico-ticos
Considerando o gênero dos adjetivos
destacados nos versos acima, têm-se
a) cinco biformes.
b) quatro uniformes e um biforme.
c) dois biformes e três uniformes.
d) três biformes e dois uniformes.

221
Introdução à Gramática

31. (EAGS/14 B) Leia as alternativas abaixo, 34. (EEAr/14 A) Assinale a frase em que o
observe os substantivos destacados e mar- adjetivo sensível está flexionado no grau
que a sentença que apresenta a classifica- superlativo absoluto analítico.
ção correta do substantivo em destaque.
a) Ana era a mais sensível de toda a família.
a) “Pacientes idosos, cuidados espe-
b) Ana é uma adolescente muito sensível.
ciais.” (abstrato)
c) Ana é uma adolescente sensibilíssima.
b) “Chamada para embarque rumo ao
futuro.” (concreto) d) Ana é mais sensível que sua irmã.
c) “O fundo bancário XX combina renta-
35. (EEAr BCT/14) Considere a seguinte fra-
bilidade com tradição.” (próprio)
se: “Pouco a pouco uma vida nova, ainda
d) “Empresa séria cuida primeiro dos in- confusa, se foi esboçando.” (Graciliano Ra-
teresses de sua clientela.” (comum) mos, Vidas Secas)
Assinale a alternativa em que, reescre-
32. (EAGS/14 B) Assinale a alternativa em
vendo-se a frase, os adjetivos ficam no
que a flexão de número dos substantivos
grau comparativo.
em destaque está correta.
a) Pouco a pouco, a mais nova e confusa
a) A sala de troféis do meu time é de dar
das vidas se foi esboçando.
inveja aos adversários.
b) Pouco a pouco, uma vida tão nova
b) Os abaixos-assinados foram direta-
quanto confusa se foi esboçando.
mente para as mãos do Secretário de
Trânsito. c) Pouco a pouco, uma vida novíssima e
ainda muito confusa se foi esboçando.
c) Os boia-frias vão receber 30% de au-
mento no salário, mas ainda é muito d) Pouco a pouco, uma vida supernova e
pouco. ainda extremamente confusa se foi es-
boçando.
d) Os escrivães da Polícia Civil informa-
ram que entrarão em greve na próxima
36. (CFC/14) Relacione as colunas quanto à
sexta-feira.
classificação dos substantivos. Em segui-
da, assinale a alternativa com a sequência
33. (EEAr/14 B) Assinale a alternativa cujo
correta.
plural do substantivo destacado está in-
correto. (1) caravana
a) Os capelães celebraram com muita (2) cônjuge
alegria a cerimônia. (3) estudante
b) Na praia, guardas-sóis coloridos ale-
gravam o cenário. ( ) sobrecomum

c) Arrematou três obras-primas no even- ( ) comum de dois gêneros


to beneficente. ( ) coletivo
d) Leu o texto premiado em diversos sa-
a) 1, 2, 3 b) 2, 3, 1
raus escolares.
c) 3, 2, 1 d) 1, 3, 2

222
Ortografia e Semântica

37. (CESD/14) Em qual alternativa o coleti- 40. (EAGS/15 A) A forma plural correta dos
vo entre parênteses não corresponde ao substantivos compostos encontra-se em
substantivo destacado. qual alternativa?
a) Os animais da região norte são alvos a) os pontapés – as terças-feira
de estudos pelos biólogos estrangei-
b) os alto-falantes – as aves-marias
ros. (fauna)
c) os abaixo-assinados – os boas-vidas
b) Fui ontem à capital do Estado e visitei
uma exposição de quadros. (gale ria) d) as quedas-d’água – os vices-presidentes
c) Os cães enfurecidos, naquela tar-
41. (EAGS/15 B) Assinale a alternativa na
de, correram em direção ao caçador .
qual a flexão de grau do adjetivo superlati-
(vara)
vo sintético está incorreta.
d) Os espectadores saíram do teatro
a) Amaríssimas foram as lágrimas do
emocionados. (plateia)
poeta apaixonado.
38. (CESD/14) A flexão de gênero do subs- Meus móveis estão antiquíssimos,
b)
tantivo em destaque está correta em pois datam dos anos 40.
a) Tenho tanta dó de cães abandonados! c) Nesta época do ano, o morango e a
melancia estão dulcíssimos.
b) Comprei duzentas gramas de pr esun-
to para o lanche. d) A nova diretora é eficazíssima, resol-
ve todos os problemas em muito pou-
c) Abriremos uma champanha para brin-
co tempo.
darmos a sua vitória.
d) Não se esqueça de trazer a cal para 42. (EAGS/15 B) Em relação ao gênero dos
terminarmos a pintura do quarto. substantivos em destaque, assinale a al-
ternativa incorreta considerando o padrão
39. (EEAr 2/10 B) Leia o texto: culto da língua.
Cidadezinha cheia de graça a) O coma daquele atleta durou três meses.
Tão pequenina que até causa dó! b) Nossa viagem foi adiada devido ao
pane do avião.
Com seus burricos a pastar na praça
c) Apenas alguns gramas de manteiga
Sua igrejinha de uma torre só.
são suficientes para untar as formas.
Em relação aos substantivos que apare- d) Durante a Idade Média, alguns cabe-
cem no texto, assinale a alternativa com ças de rebeliões eram decapitados e
a afirmação correta. outros, queimados em praça pública.

a) Aparecem no texto quatro substanti-