Você está na página 1de 2

SS2107: Triunfo da Vida

A Liturgia dessa noite celebra


o fato mais importante da História da Salvação,
o Mistério mais profundo de nossa fé:
a Ressurreição do Senhor.
É a Liturgia mais solene e rica de todo o Ano Litúrgico.
Por isso, vamos aprofundar os diversos momentos:
1. LITURGIA DA LUZ:
Cristo, simbolizado pelo CÍRIO PASCAL,
é trazido solenemente a um lugar de destaque na celebração.
- Do meio das TREVAS surge uma nova luz,
que se irradia progressivamente para todos os lados.
- Diante desse Círio, proclamamos alegres o HINO PASCAL,
pela vitória de Cristo sobre as trevas da morte e do pecado.
- E as VELAS que carregamos nas mãos, nos lembram
que unidos a esse Cristo... também nós venceremos...
* Na Bíblia: o tema da Luz é muito rico:
- Deus é Luz... (1ª obra na Criação...)
- Jesus se apresenta como a "Luz do Mundo" e nos convida a ser Luz do Mundo.
E nos garante: "Quem me segue não andará nas trevas"
2. LITURGIA DA PALAVRA:
Apresenta uma série de leituras bíblicas (7 do AT e 2 do NT),
que narram etapas importantes desta história maravilhosa,
para depois se concentrar no Mistério de Cristo.
a) A CRIAÇÃO: (Gn 1,1.26-31a)
Deus não quis ser feliz sozinho...
quis que outros seres participassem de sua felicidade.
Por isso: criou o mundo e o homem...
O Homem estraga esse plano... Mas Deus não desiste, toma a iniciativa
para restaurar o estrago feito pelo pecado... e promete um Salvador...
b) A PÁSCOA dos Judeus: (Ex 14,15-15,1)
Deus após ter escolhido um Povo (Abraão...)
demonstra que não se esqueceu de seu povo... escolhe um líder: MOISÉS...:
- para conscientizar o seu povo de sua missão...
- para iniciar a caminhada da Libertação. Deus lhe garante que está a seu lado.
- A refeição do Cordeiro, na despedida do Egito,
é símbolo da verdadeira PÁSCOA, quando Cristo se despede dos apóstolos e
oferece o próprio corpo e sangue, como sinal da nova e eterna ALIANÇA...
* Era o início da PÁSCOA DE CRISTO,
o novo Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo...
- Atravessando milagrosamente as Águas do Mar Vermelho...
tornou-se um Povo livre, a caminho da Terra Prometida...
* Era a PÁSCOA DOS JUDEUS, relembrada e celebrada todos os anos...
- Essa água nos lembra a Água Batismal:
Como os judeus através das águas do Mar Vermelho, tornaram-se livres,
um povo, a caminho da terra Prometida... Assim pelas águas do Batismo,
nós nos tornamos livres, um povo, a caminho da Terra Prometida...
* Por isso, o Batismo é a PÁSCOA DO CRISTÃO...
c) Os PROFETAS: (Ez 36,16-17a.18-28)
No silêncio do deserto, Deus forma o seu povo:
Purifica de tantas idolatrias e quer um compromisso solene: ALIANÇA.
O Povo aceita... mas muitas vezes é infiel...
Para relembrar a aliança... Envia os profetas:
"Derramarei sobre vós águas puras, dar-vos-ei um novo coração".
d) Paulo dá uma importante Catequese Batismal: (Rm 6,3-11)
* Pelo Batismo participamos da morte e ressurreição de Jesus e
nos comprometemos a viver uma vida nova.
e) No Evangelho, mulheres buscam o Cristo no túmulo
mas ele já não está aí, ele RESSUSCITOU. (Mc 16,1-8)
Elas vão ao cemitério para cuidar de um cadáver.
Caminham "no escuro", chegam ao túmulo no "amanhecer do dia",
a noite terminou, a pedra foi removida, o túmulo está aberto...
O anjo explica: Jesus de Nazaré, crucificado, RESSUSCITOU...
É inútil procurá-lo no lugar da morte, agora ele está no encontro comunitário.
Quando a Comunidade, no dia do Senhor se reúne
para ouvir a palavra e para partir o pão,
ali está presente, ali ele pode ser ouvido e visto com os olhos da fé.
3. LITURGIA DO BATISMO:
A ÁGUA é símbolo da vida nova recebida no BATISMO,
que na Igreja primitiva se realizava nessa noite e hoje SE RENOVA...
* O BATISMO é a PÁSCOA DO CRISTÃO.
4. LITURGIA EUCARÍSTICA:
É o Memorial da Paixão, morte e Ressurreição de Cristo.
Cada domingo é uma pequena Páscoa, em que, relembrando a Páscoa de Cristo,
queremos nos reabastecer pela palavra de Deus e pelo pão dos fortes,
TODO DOMINGO, na celebração da Eucaristia,
deve ser um momento forte da vivência
dessa Páscoa que parece não ter fim... Que assim seja...
FELIZ PÁSCOA a todos...
Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa - 03.04.2021

Você também pode gostar