Você está na página 1de 48

WBA0517_v1_0

Termodinâmica
Tema 01 – Conceitos básicos
da Termodinâmica
Bloco 1

Maikon Bressani
Termodinâmica

• É a ciência da energia.
• Estuda as diferentes formas de energia
e as transformações entre elas.
• Abordagens:
§ Termodinâmica clássica
(macroscópica).
§ Termodinâmica estatística
(microscópica).
Termodinâmica

• Aplicações:
§ Corpo humano;
§ Sistemas de condicionamento de ar;
§ Aviões;
§ Usinas termoelétricas.
Termodinâmica

• Leis da termodinâmica:
§ Lei zero;
§ Primeira Lei;
§ Segunda Lei;
§ Terceira Lei.
Conceitos básicos da Termodinâmica

• Sistema termodinâmico: representa


uma quantidade de matéria ou uma
região no espaço delimitado para estudo.
• Vizinhança do sistema: é a porção de
matéria que se encontra externamente
ao sistema.
Conceitos básicos da Termodinâmica

• Fronteira do sistema: superfície


imaginária ou real que separa o sistema
da vizinhança. Pode tanto ser uma
superfície fixa ou móvel.
Conceitos básicos da Termodinâmica

Fronteira
Vizinhança

Sistema

Fonte: O autor.
Conceitos básicos da Termodinâmica

• Sistema fechado: tipo de sistema


onde não há entrada ou saída de massa.
• Sistema aberto: também conhecido
como volume de controle, representa
uma região delimitada no espaço que
se deseja estudar.
Conceitos básicos da Termodinâmica

• Propriedades extensivas: são


propriedades que dependem da massa
do sistema e, como consequência, são
somáveis. Ex.: massa e o volume.
• Propriedades intensivas: são
propriedades que não dependem da
massa do sistema e que não são
somáveis, como a temperatura, pressão e
densidade. Ex.: temperatura e pressão.
Conceitos básicos da Termodinâmica

m ½m ½m Propriedades
V ½V ½V extensivas

T T T Propriedades
P P P intensivas

Fonte: Adaptado de Çengel (2007, p.10).


Conceitos básicos da Termodinâmica

• Estado termodinâmico: o estado


termodinâmico pode ser descrito como
um retrato do sistema, ou seja, um
determinado momento do tempo onde
todas as suas propriedades tenham
valores fixos e que não estejam
passando por mudanças.
Conceitos básicos da Termodinâmica

• Equilíbrio termodinâmico: um sistema


é dito estar em equilíbrio termodinâmico
quando todas as suas propriedades
forem uniformes ao longo de todo
extensão do sistema.
Conceitos básicos da Termodinâmica

• Processo termodinâmico: é definido


como o caminho percorrido por um
sistema que passa de um estado
termodinâmico de equilíbrio para outro.
• Ciclo termodinâmico: dizemos que um
sistema percorre um ciclo quando, após
passar por um determinado número de
estados termodinâmicos, retorna ao
estado inicial.
Conceitos básicos da Termodinâmica
T

Estado 1

Estado 2
Processo

v
Fonte: o autor.
Conceitos básicos da Termodinâmica

• Processo quase estático ou de


quase equilíbrio: processo lento onde
há equilíbrio termodinâmico.
• Processo de não equilíbrio: processo
tipicamente rápido, não há equilíbrio
termodinâmico. Representado por uma
curva tracejada, pois não é possível a
determinação do caminho exato
percorrido. Grande maioria dos
processos reais são de não equilíbrio.
Conceitos básicos da Termodinâmica

• Fase: uma quantidade de matéria


pertence a uma dada fase quando se
apresenta totalmente homogênea.
Ex.: sólido, líquido e gasoso.
• Substância compressível: varia o
volume quando submetido a variações
de pressão. Ex.: gás ou vapor.
Conceitos básicos da Termodinâmica

• Substância incompressível: não


varia significativamente o volume
quando submetida a variações de
pressão. Ex.: sólidos e líquidos.
• Substância pura: tem composição
química invariável e homogênea,
podendo existir em mais de uma fase.
Ar é considerado uma substância pura,
porém não pode mudar de fase.
Conceitos básicos da Termodinâmica

• Saturação: indica que está mudando ou


vai mudar de fase.
• Temperatura de saturação: é a
temperatura na qual se dá a vaporização
(ebulição) de uma substância pura a uma
dada pressão.
• Pressão de saturação: é a pressão na
qual se dá a vaporização (ebulição) de uma
substância pura a uma dada temperatura.
Conceitos básicos da Termodinâmica

• Equilíbrio de fases: uma substância


pura pode apresentar um conjunto de
estados termodinâmicos, onde duas ou
mais fases coincidem.
• Líquido subresfriado: substância na
fase líquida que está numa temperatura
inferior à temperatura de saturação.
Conceitos básicos da Termodinâmica

• Líquido comprimido: substância na


fase líquida submetida a uma pressão
maior que a de saturação.
• Líquido saturado: substância na fase
líquida que apresenta pressão e
temperatura de saturação.
Conceitos básicos da Termodinâmica

• Vapor saturado: vapor que apresenta


pressão e temperatura de saturação.
• Título: quando existe a presença
simultânea da fase líquida e da fase vapor
na temperatura de saturação, define-se
como título a relação entre a massa de
vapor e a massa total da mistura saturada:
mV
χ=
m
Conceitos básicos da Termodinâmica

• Vapor saturado seco: vapor na


temperatura de saturação. Quando o
título é igual a 1.
• Vapor superaquecido: vapor a uma
temperatura maior que a de saturação a
uma dada pressão.
Conceitos básicos da Termodinâmica

• Escalas de Temperatura:
Baseadas no ponto de gelo e vapor da água.
Celsius: 0°C e 100°C
Fahrenheit: 32°F e 212°F
Kelvin: escala absoluta, independe das
propriedades de qualquer substância. Menor
temperatura é o 0 K (zero absoluto).
Conceitos básicos da Termodinâmica

• Lei Zero da Termodinâmica


A Lei Zero da Termodinâmica, formulada e
batizada por R. H. Fowler em 1931, declara
que: Se dois corpos estão em equilíbrio
térmico com um terceiro corpo, eles também
estão em equilíbrio térmico entre si.
Termodinâmica
Tema 01 – Conceitos básicos
da Termodinâmica
Bloco 2

Maikon Bressani
Formas de energia

A termodinâmica nada afirma sobre o valor


absoluto da energia total, trata apenas da
variação da energia total.
Formas de energia

Formas de energia: potencial, cinética e


energia interna.
Formas de transferência de energia:
calor e trabalho.
Formas de energia

• Energia cinética: relacionada ao


movimento de uma massa (m, V ).
V2
Ec = m
2

Massa em Kg
Energia em J
Velocidade em m/s
Formas de energia

• Energia potencial gravitacional:


relacionada à altura de uma massa relativa
a um ponto referencial e a aceleração da
gravidade local (m, g, z ).
EP = m g z
Massa em Kg
Altura em m Energia em J
Aceleração da gravidade m/s²
Formas de energia

• Energia interna (U): definida como a


soma de todas as formas microscópicas
de energia em um sistema.
Está relacionada à estrutura molecular
e ao grau de atividade molecular.
Formas de energia

§ Energia sensível: associada à energia


cinética das moléculas. ↑ temperatura.
§ Energia latente: associada à fase de um
sistema. Ou seja, grau de ligação das
moléculas. ↑ para gases ↓ para sólidos.
Formas de energia

§ Energia química: associada às ligações


atômicas entre as moléculas.
§ Energia nuclear: associada às fortes
ligações existentes no interior do
núcleo de um átomo.
Formas de energia

• Energia interna (U): resumo

Para gases ideais:


∑E C → temperatura 3
U = nRT
U 2
∑E P → ligações
3
(campos gravitacionais,
elétricos ou magnéticos) U = PV
2
Formas de energia

• Energia mecânica: forma de energia que


pode ser convertida completa e
diretamente em trabalho mecânico por um
dispositivo ideal como uma turbina ideal.
• Energia cinética e potencial são as formas
conhecidas de energia mecânica.
• Energia térmica não é energia mecânica.
Formas de energia

• Energia total do sistema


E = Ec + EP + U

V2
E = m + m g z +U
2
Formas de energia

• Sistemas estacionários: não sofrem


variação na energia cinética e potencial.
A maioria dos sistemas fechados são
estacionários.
ΔE = ΔU
Formas de transferir energia

• Energia pode ser transferida por calor


ou por trabalho.
• Calor (Q): fluxo de energia espontâneo
provocado pela diferença de temperaturas.
Ex.: refrigerante gelado ou uma batata
quente deixada sobre uma mesa.
Formas de transferir energia

• Calor é energia em trânsito. Um objeto


não pode possuir calor, mas sim energia.
• Processo adiabático: é o processo onde
não há transferência de calor. Não
confundir com processo isotérmico.
• Calor pode ser transferido por meio de
três diferentes mecanismos: condução,
convecção e radiação.
Formas de transferir energia

• Condução: É a energia transferida entre


as moléculas por meio de interações
(colisões) ou intercâmbio de moléculas
mais energéticas (maiores temperaturas)
para moléculas menos energéticas
(menores temperaturas).
Onde k é uma propriedade intrínseca dos materiais
& dT denominada de condutibilidade térmica, A é a
Q = -kA área transversal à propagação de calor e dT/dx,
dx variação da temperatura com a direção de
propagação do calor, no caso “x”.
Formas de transferir energia

• Convecção: É a transferência de calor


entre uma superfície sólida e um fluido
em movimento.
Q&= hA ( Tw - T∞ )
Onde h é o coeficiente de transferência de calor por
convecção (função das propriedades físicas do fluido que escoa,
do próprio escoamento e da geometria);
Tw-T∞ é a diferença entra a temperatura do meio estacionário
para o meio fluido;
A é a área de contato para troca de calor.
Formas de transferir energia

• Radiação: Meio de transferência de calor


ligado à emissão de ondas eletromagnéticas.
Não necessita de um meio material.

Q = εσA ( TW - Tviz )
& 4 4

Sendo ε uma propriedade de superfície da massa que recebe o fluxo


líquido de calor, denominada emissividade;
σ é a constante de Stefan-Boltzmann que tem valor de 5,67x10-8 W/m2K4;
TW é a temperatura da superfície em Kelvin, e Tviz a temperatura do fluido
afastado da superfície em Kelvin.
A é a área de contato para troca de calor.
Formas de transferir energia

• Trabalho (W): qualquer fluxo de


energia que não seja calor.
• Trabalho elétrico. Ex.: aquecimento
de um forno por meio de uma
resistência elétrica.

& = VI=I2R
We
Formas de transferir energia

• Formas mecânicas de trabalho.


§ Força agindo ao longo de uma distância.
§ Deve haver força e deslocamento.
Ex.: deslocamento de um objeto.

W = Fs
Formas de transferir energia

• Formas mecânicas de trabalho.


§ Trabalho de eixo: transmissão de
energia por meio da rotação de um
eixo. Ex.: motor.
& = 2π nT
W &
eixo
Formas de transferir energia

• Formas mecânicas de trabalho.


§ Trabalho de tração: força aplicada
sobre uma mola. Ex.: estiramento de
uma mola.
κ
W =-
2
( x 2
2
2
-x
1 )
Formas de transferir energia

• Convenção de sinais:
§ Transferência de calor para um
sistema e trabalho aplicado por um
sistema (expansão) são positivos.
(Aumento da energia no sistema).
Formas de transferir energia

§ Transferência de calor a partir de


um sistema e trabalho dado sobre
um sistema (compressão) são
negativos. (Redução da energia
no sistema).

Você também pode gostar