Você está na página 1de 17

EXERCÍCIOS DE FÍSICA - Professor Fabio Teixeira

Eletrostática (Eletrização, Força e Campo Elétrico)

1. (Fuvest 2007) Duas barras isolantes, A e B, iguais, Ele, então, observa que, após a transferência de carga,
colocadas sobre uma mesa, têm em suas extremidades, as esferas ficam em equilíbrio, como mostrado na figura
esferas com cargas elétricas de módulos iguais e sinais 2.
opostos. A barra A é fixa, mas a barra B pode girar
livremente em torno de seu centro O, que permanece
fixo. Nas situações I e II, a barra B foi colocada em
equilíbrio, em posições opostas. Para cada uma dessas
duas situações, o equilíbrio da barra B pode ser
considerado como sendo, respectivamente,

Considerando-se essas informações, é CORRETO


afirmar que, após a transferência de carga,
a) em cada montagem, ambas as esferas estão
carregadas.
b) em cada montagem, apenas uma das esferas está
carregada.
(SITUAÇÕES DE EQUILÍBRIO - após o sistema ser c) na montagem I, ambas as esferas estão carregadas e,
levemente deslocado de sua posição inicial na II, apenas uma delas está carregada.
Estável = tende a retornar ao equilíbrio inicial d) na montagem I, apenas uma das esferas está
Instável = tende a afastar-se do equilíbrio inicial carregada e, na II, ambas estão carregadas.
Indiferente = permanece em equilíbrio na nova posição)
4. (Ufjf 2006) Considere um bastão de PVC carregado
com um excesso de cargas positivas e três esferas
a) indiferente e instável. metálicas condutoras neutras e eletricamente isoladas do
b) instável e instável. ambiente. Elas são postas em contato, lado a lado,
alinhadas. O bastão carregado é aproximado de uma das
c) estável e indiferente. esferas das extremidades, de maneira a estar
d) estável e estável. posicionado na mesma linha, mas não a toca, conforme
e) estável e instável. esquematicamente mostrado na Figura A. A seguir, a
esfera do centro é afastada das outras duas e só após o
bastão é afastado, como mostrado na Figura B.
2. (Fgv 2007) Em relação aos principais conceitos da
eletrostática, é correto afirmar que
a) um pêndulo eletrostático neutro é atraído tanto por
um corpo eletrizado negativamente como por um corpo
eletrizado positivamente, devido à indução.
b) no processo de eletrização por atrito de dois corpos
condutores, um fio terra pode ser conectado entre esses
dois corpos, permitindo a obtenção de cargas mais
elevadas.
c) um corpo carregado eletricamente possui diferentes
quantidades de cargas positivas e negativas, de modo
que, aquele que nomeamos como positivamente
carregado, possui elétrons em excesso.
d) os conceitos de campo elétrico e de potencial elétrico
são bastante semelhantes, visto que ambos envolvem o
conhecimento da intensidade, da direção e do sentido de Após afastar o bastão e com as esferas em equilíbrio
aplicação dos vetores de campo e de potencial elétrico. eletrostático:
e) quando dois corpos carregados eletricamente, mesmo a) a esfera 1 ficou com um excesso de cargas positivas,
que de formatos distintos, se encostam, há uma partilha a esfera 2 ficou neutra e a esfera 3 ficou com um
de cargas elétricas de tal modo que ambos fiquem com excesso de cargas negativas.
cargas de mesmo tipo e intensidade.
b) a esfera 1 ficou com um excesso de cargas negativas
e as esferas 2 e 3 ficaram, cada uma, com um excesso de
3. (Ufmg 2007) Em seu laboratório, o Professor Ladeira cargas positivas.
prepara duas montagens - I e II -, distantes uma da c) a esfera 1 ficou com um excesso de cargas positivas e
outra, como mostrado na figura 1. as esferas 2 e 3 ficaram, cada uma, com um excesso de
Em cada montagem, duas pequenas esferas metálicas, cargas negativas.
idênticas, são conectadas por um fio e penduradas em d) a esfera 1 ficou com um excesso de cargas negativas
um suporte isolante. Esse fio pode ser de material e cada uma das esferas 2 e 3 ficou neutra.
isolante ou condutor elétrico.
Em seguida, o professor transfere certa quantidade de e) a esfera 1 ficou com um excesso de cargas negativas,
carga para apenas uma das esferas de cada uma das a esfera 2 ficou neutra e a esfera 3 ficou com um
montagens. excesso de cargas positivas.
8. (Ufpel 2005) A eletrização que ocorre nas gotículas
5. (Pucsp 2006) A mão da garota da figura toca a esfera existentes nas nuvens, pode ser observada em inúmeras
eletrizada de uma máquina eletrostática conhecida como situações diárias, como quando, em tempo seco, os
gerador de Van de Graaf. cabelos são atraídos para o pente, ou quando ouvimos
pequenos estalos, por ocasião da retirada do corpo de
uma peça de lã.
Nesse contexto, considere um bastão de vidro e quatro
esferas condutoras, eletricamente neutras, A, B, C e D.
O bastão de vidro é atritado, em um ambiente seco, com
uma flanela, ficando carregado positivamente. Após
esse processo, ele é posto em contato com a esfera A.
Esta esfera é, então, aproximada das esferas B e C - que
estão alinhadas com ela, mantendo contato entre si, sem
tocar-se. A seguir, as esferas B e C, que estavam
inicialmente em contato entre si, são separadas e a B é
aproximada da D - ligada à terra por um fio condutor,
sem tocá-la. Após alguns segundos, esse fio é cortado.

A partir da situação, é correto afirmar que o sinal da


carga das esferas A, B, C e D é, respectivamente,
a) +, +, +, -. b) -, -, +, +. c) +, +, -, -.
d) -, +, -, +. e) +, -, +, +.
A respeito do descrito são feitas as seguintes
afirmações:
TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 2 QUESTÕES.
I. Os fios de cabelo da garota adquirem cargas elétricas (Ufpel 2005) A ÁGUA NA ATMOSFERA
de mesmo sinal e por isso se repelem.
II. O clima seco facilita a ocorrência do fenômeno O calor proveniente do Sol por irradiação
observado no cabelo da garota. atinge o nosso Planeta e evapora a água que sobe, por
III. A garota conseguiria o mesmo efeito em seu cabelo, ser ela, ao nível do mar, menos densa que o ar. Ao
se na figura sua mão apenas se aproximasse da esfera de encontrar regiões mais frias na atmosfera, o vapor se
metal sem tocá-la. condensa, formando pequenas gotículas de água que
compõem, então, as nuvens, podendo, em parte,
solidificar-se em diferentes tamanhos. Os ventos fortes
Está correto o que se lê em facilitam o transporte do ar próximo ao chão - a
a) I, apenas. temperatura, em dias de verão, chega quase a 40° - para
o topo das nuvens, quando a temperatura alcança 70°C.
b) I e II, apenas. Há um consenso, entre pesquisadores, de que, devido à
c) I e III, apenas. colisão entre partículas de gelo, água e granizo, ocorre a
eletrização da nuvem, sendo possível observar a
d) II e III, apenas. formação de dois centros: um de cargas positivas e
e) I, II e III. outro de cargas negativas. Quando a concentração de
cargas nesses centros cresce muito, acontecem, então,
descargas entre regiões com cargas elétricas opostas.
6. (Fatec 2006) Duas pequenas esferas idênticas A e B Essas descargas elétricas - raios - podem durar até 2s, e
têm cargas respectivamente QÛ = -14 . 10§ e Q½ = 50 . sua voltagem encontra-se entre 100 milhões e 1 bilhão
10§C. de volts, sendo a corrente da ordem de 30 mil amperes,
As duas são colocadas em contato e após atingido o podendo chegar a 300 mil amperes e a 30.000°C de
equilíbrio eletrostático são separadas. Lembrando-se temperatura. A luz produzida pelo raio chega quase
que a carga de um elétron é 1,6 . 10¢ªC, é correto instantaneamente, enquanto que o som, considerada sua
afirmar que, após atingido o equilíbrio, velocidade de 300 m/s, chega num tempo 1 milhão de
vezes maior. Esse trovão, no entanto, dificilmente será
a) 2 . 10¢¥ prótons terão passado de A para B. ouvido, se acontecer a uma distância superior a 35 km,
b) 1,6 . 10¢ª prótons terão passado de A para B. já que tende seguir em direção à camada de ar com
menor temperatura.
c) 2 . 10¢¥ elétrons terão passado de A para B. "Física na Escola", vol. 2, nŽ 1, 2001 [adapt.]
d) 1,6 . 10¢ª elétrons terão passado de A para B.
e) 2 . 10¢¥ elétrons terão passado de B para A. 9. Com base no texto e em seus conhecimentos, analise
as seguintes afirmativas.
7. (Pucmg 2006) Em certos dias do ano, freqüentemente
tomamos pequenos "choques" ao fecharmos a porta do I. Um condutor só pode ser carregado por indução.
carro ou ao cumprimentarmos um colega com um
simples aperto de mãos. Em quais circunstâncias é mais II. O campo elétrico, dentro de um condutor isolado e
provável que ocorram essas descargas elétricas? carregado, é sempre nulo.
a) Em dias muito quentes e úmidos, porque o ar se torna III. As linhas de força do campo elétrico são
condutor. perpendiculares às superfícies eqüipotenciais.
b) Em dias secos, pois o ar seco é bom isolante e os IV. Descargas elétricas ocorrem em conseqüência do
corpos se eletrizam mais facilmente. rompimento da rigidez dielétrica do ar.
c) Em dias frios e chuvosos, pois a água da chuva é
ótima condutora de eletricidade. Estão corretas
d) A umidade do ar não influi nos fenômenos da a) apenas I, II e III. b) apenas I, III e IV.
eletrostática, logo essas descargas poderão ocorrer a
qualquer momento. c) apenas II e IV. d) apenas II, III e IV.
e) todas as afirmativas.
10. Considere dois corpos sólidos envolvidos em
processos de eletrização. Um dos fatores que pode ser I- Se um corpo está eletrizado, então o número de
observado tanto na eletrização por contato quanto na por cargas elétricas negativas e positivas não é o mesmo.
indução é o fato de que, em ambas,
a) torna-se necessário manter um contato direto entre os II- Se um corpo tem cargas elétricas, então está
corpos. eletrizado.
b) deve-se ter um dos corpos ligado temporariamente a III- Um corpo neutro é aquele que não tem cargas
um aterramento. elétricas.
c) ao fim do processo de eletrização, os corpos IV- Ao serem atritados, dois corpos neutros, de
adquirem cargas elétricas de sinais opostos. materiais diferentes, tornam-se eletrizados com cargas
opostas, devido ao princípio de conservação das cargas
d) um dos corpos deve, inicialmente, estar carregado elétricas.
eletricamente. V- Na eletrização por indução, é possível obter-se
e) para ocorrer, os corpos devem ser bons condutores corpos eletrizados com quantidades diferentes de
elétricos. cargas.

11. (Unifesp 2005) Em uma atividade experimental de Sobre as afirmativas acima, assinale a alternativa
eletrostática, um estudante verificou que, ao eletrizar correta.
por atrito um canudo de refresco com um papel toalha, a) Apenas as afirmativas I, II e III são verdadeiras.
foi possível grudar o canudo em uma parede, mas o
papel toalha não. b) Apenas as afirmativas I, IV e V são verdadeiras.
Assinale a alternativa que pode explicar corretamente o c) Apenas as afirmativas I e IV são verdadeiras.
que o estudante observou. d) Apenas as afirmativas II, IV e V são verdadeiras.
a) Só o canudo se eletrizou, o papel toalha não se e) Apenas as afirmativas II, III e V são verdadeiras.
eletriza.
b) Ambos se eletrizam, mas as cargas geradas no papel
toalha escoam para o corpo do estudante. 15. (Ufscar 2000) Na figura, as linhas tracejadas
representam superfícies equipotenciais de um campo
c) Ambos se eletrizam, mas as cargas geradas no canudo elétrico.
escoam para o corpo do estudante.
d) O canudo e o papel toalha se eletrizam positivamente,
e a parede tem carga negativa.
e) O canudo e o papel toalha se eletrizam
negativamente, e a parede tem carga negativa.

12. (Unifesp 2003) Uma estudante observou que, ao


colocar sobre uma mesa horizontal três pêndulos
eletrostáticos idênticos, eqüidistantes entre si, como se
cada um ocupasse o vértice de um triângulo eqüilátero,
as esferas dos pêndulos se atraíram mutuamente. Sendo
as três esferas metálicas, a estudante poderia concluiu
corretamente que
a) as três esferas estavam eletrizadas com cargas de
mesmo sinal.
b) duas esferas estavam eletrizadas com cargas de
mesmo sinal e uma com carga de sinal oposto.
c) duas esferas estavam eletrizadas com cargas de Se colocarmos um condutor isolado na região
mesmo sinal e uma neutra. hachurada, podemos afirmar que esse condutor será
d) duas esferas estavam eletrizadas com cargas de sinais a) percorrido por uma corrente elétrica contínua,
opostos e uma neutra. orientada da esquerda para a direita.
e) uma esfera estava eletrizada e duas neutras. b) percorrido por uma corrente elétrica contínua,
orientada da direita para a esquerda.
13. (Uel 2000) É conhecido que "cargas elétricas de c) percorrido por uma corrente oscilante entre as
mesmo sinal se repelem e cargas elétricas de sinais extremidades.
contrários se atraem." d) polarizado, com a extremidade da direita carregada
Dispõe-se de quatro pequenas esferas metálicas A, B, C negativamente e a da esquerda, positivamente.
e D. Verifica-se que A repele B, que A atrai C, que C e) polarizado, com a extremidade da direita carregada
repele D e que D está carregada positivamente. Pode-se positivamente e a da esquerda, negativamente.
concluir corretamente que
a) C está carregada negativamente.
b) A e C têm cargas de mesmo sinal.
c) A e B estão carregadas positivamente.
d) B tem carga negativa.
e) A e D se repelem.

14. (Uel 2001) Campos eletrizados ocorrem


naturalmente no nosso cotidiano. Um exemplo disso é o
fato de algumas vezes levarmos pequenos choques
elétricos ao encostarmos em automóveis. Tais choques
são devidos ao fato de estarem os automóveis
eletricamente carregados. Sobre a natureza dos corpos
(eletrizados ou neutros), considere as afirmativas a
seguir:
16. (Fuvest 2002) Três esferas metálicas iguais, A, B e
C, estão apoiadas em suportes isolantes, tendo a esfera 20. (Ufc 2007) Uma partícula com carga positiva +q é
A carga elétrica negativa. Próximas a ela, as esferas B e fixada em um ponto, atraindo uma outra partícula com
C estão em contato entre si, sendo que C está ligada à carga negativa -q e massa m, que se move em uma
terra por um fio condutor, como na figura. trajetória circular de raio R, em torno da carga positiva,
com velocidade de módulo constante (veja a figura a
seguir). Considere que não há qualquer forma de
dissipação de energia, de modo que a conservação da
energia mecânica é observada no sistema de cargas.
Despreze qualquer efeito da gravidade. A constante
eletrostática é igual a k.

A partir dessa configuração, o fio é retirado e, em


seguida, a esfera A é levada para muito longe.
Finalmente, as esferas B e C são afastadas uma da outra.
Após esses procedimentos, as cargas das três esferas
satisfazem as relações
a) QÛ < 0 Q½ > 0 QÝ > 0
a) Determine o módulo da velocidade v com que a carga
b) QÛ < 0 Q½ = 0 QÝ = 0 negativa se move em torno da carga positiva.
c) QÛ = 0 Q½ < 0 QÝ < 0 b) Determine o período do movimento circular da carga
d) QÛ > 0 Q½ > 0 QÝ = 0 negativa em torno da carga positiva.
e) QÛ > 0 Q½ < 0 QÝ > 0 c) Determine a energia total do sistema.
d) Considere que o produto da massa da partícula com
17. (Ufscar 2002) Atritando vidro com lã, o vidro se carga negativa pela sua velocidade e pelo raio da
eletriza com carga positiva e a lã com carga negativa. trajetória circular é igual ao produto de um número
Atritando algodão com enxofre, o algodão adquire carga inteiro por uma constante; ou seja, mv R = nh, onde n é
positiva e o enxofre, negativa. Porém, se o algodão for o número inteiro (n = 1, 2, 3, ...) e h, a constante.
atritado com lã, o algodão adquire carga negativa e a lã, Determine a energia total do sistema em termos de n, h,
positiva. Quando atritado com algodão e quando q e k.
atritado com enxofre, o vidro adquire, respectivamente, e) Determine a freqüência do movimento da carga
carga elétrica negativa em torno da carga positiva em termos de n, h, q
a) positiva e positiva. e k.
b) positiva e negativa.
c) negativa e positiva. 21. (Ufpe 2007) Quatro cargas elétricas puntiformes, de
intensidades Q e q, estão fixas nos vértices de um
d) negativa e negativa. quadrado, conforme indicado na figura. Determine a
e) negativa e nula. razão Q/q para que a força sobre cada uma das cargas Q
seja nula.
18. (Ufg 2007) Duas esferas idênticas são suspensas por
fios de comprimento l, com os pontos de suspensão
separados por 2l. Os fios são isolantes, inextensíveis e
de massas desprezíveis. Quando as esferas estão
carregadas com cargas Q de mesmo sinal, os fios fazem
um ângulo de 30° com a vertical. Descarregando as
esferas e carregando-as com cargas q de sinais opostos,
os fios formam novamente um ângulo de 30° com a
vertical. De acordo com as informações apresentadas,
calcule o módulo da razão Q/q.

19. (Fatec 2007) Duas pequenas esferas estão,


inicialmente, neutras eletricamente. De uma das esferas
são retirados 5,0 × 10¢¥ elétrons que são transferidos
para a outra esfera. Após essa operação, as duas esferas a) -Ë2/4 b) -Ë2/2 c) -Ë2
são afastadas de 8,0 cm, no vácuo
d) -2Ë2 e) -4Ë2
Dados:
carga elementar e = 1,6 × 10¢ªC 22. (Puc-rio 2006) Três cargas (+Q,+2Q,-Q) estão
situadas ao longo do eixo x nas posições respectivas
constante eletrostática no vácuo k³ = 9,0 × 10ªN.m£/C£ dadas por x=-2,0 m, x=0 e x=2,0 m. A força
eletrostática total agindo sobre a carga +2Q será (F =
kqq‚ / d£):
A força de interação elétrica entre as esferas será de a) kQ£ b) 0 c) -3kQ£/4
a) atração e intensidade 7,2 ×10¦N. d) -kQ£/4 e) 3kQ£/4
b) atração e intensidade 9,0 × 10¤N.
c) atração e intensidade 6,4 × 10¤N.
d) repulsão e intensidade 7,2 × 10¤N.
e) repulsão e intensidade 9,0 × 10¤N.
23. (Puc-rio 2006) Quatro cargas elétricas de valores 26. (Ufpe 2006) Dois balões idênticos, cheios de hélio e
+2q, +q, -q e -2q estão situadas nas posições - 2 m, - presos a uma massa M = 5,0 g, flutuam em equilíbrio
1m, +1 m e +2m, ao longo do eixo x, respectivamente. como esquematizado na figura. Os fios presos aos
a) Calcule a força eletrostática sobre as cargas +q e -q. balões têm massa desprezível. Devido à carga Q
existente em cada balão eles se mantêm à distância L =
b) Calcule o potencial elétrico no ponto x = 0. 3,0 cm. Calcule o valor de Q, em nC (10ªC).

24. (Ufrs 2006) A figura a seguir representa duas cargas


elétricas puntiformes positivas, +q e +4q, mantidas fixas
em suas posições.

27. (Puc-rio 2006) Inicialmente, a força elétrica atuando


entre dois corpos A e B, separados por uma distância d,
é repulsiva e vale F. Se retirarmos metade da carga do
corpo A, qual deve ser a nova separação entre os corpos
Para que seja nula a força eletrostática resultante sobre para que a força entre eles permaneça igual a F?
uma terceira carga puntiforme, esta carga deve ser a) d. b) d/2. c) d/Ë2 .
colocada no ponto d) d/Ë3 .e) d/3.
a) A. b) B. c) C. d) D. e) E.
28. (Ufmg 2006) Duas pequenas esferas isolantes - I e II
25. (Ufpe 2006) Uma partícula carregada, cuja energia -, eletricamente carregadas com cargas de sinais
cinética no infinito era 3,2 × 10£¢ J, desloca-se, ao contrários, estão fixas nas posições representadas nesta
longo da trajetória tracejada, sujeita à repulsão figura:
coulombiana devida aos dois prótons fixados nas
posições indicadas na figura. Estas forças de repulsão
são as únicas forças relevantes que atuam sobre a
partícula. Ao atingir o ponto M, a velocidade da
partícula anula-se e ela retorna no sentido oposto ao
incidente. Quando a partícula está no ponto M, qual o
aumento, em relação à situação inicial, da energia
potencial armazenada no sistema das três cargas, em
meV (10¤ eV)?

A carga da esfera I é positiva e seu módulo é maior que


o da esfera II.
Guilherme posiciona uma carga pontual positiva, de
peso desprezível, ao longo da linha que une essas duas
esferas, de forma que ela fique em equilíbrio.

Considerando-se essas informações, é CORRETO


afirmar que o ponto que melhor representa a posição de
equilíbrio da carga pontual, na situação descrita, é o
a) R. b) P. c) S. d) Q.
29. (Unifesp 2006) Duas partículas de cargas elétricas 32. (Ufrj 2006) Duas cargas, q e -q, são mantidas fixas a
q = 4,0 × 10¢§ C e q‚ = 6,0 × 10¢§ C uma distância d uma da outra. Uma terceira carga q³ é
colocada no ponto médio entre as duas primeiras, como
estão separadas no vácuo por uma distância de 3,0 × 10- ilustra a figura A. Nessa situação, o módulo da força
ªm. Sendo k = 9,0 × 10ª N.m£/C£, a intensidade da força eletrostática resultante sobre a carga q³ vale FÛ.
de interação entre elas, em newtons, é de A carga q³ é então afastada dessa posição ao longo da
a) 1,2 × 10¦. b) 1,8 × 10¥. c) 2,0 × 10¥. mediatriz entre as duas outras até atingir o ponto P,
d) 2,4 × 10¥. e) 3,0 × 10¤. onde é fixada, como ilustra a figura B. Agora, as três
cargas estão nos vértices de um triângulo equilátero.
Nessa situação, o módulo da força eletrostática
30. (Pucsp 2006) Em cada um dos vértices de uma caixa resultante sobre a carga q³ vale F½.
cúbica de aresta Ø foram fixadas cargas elétricas de
módulo q cujos sinais estão indicados na figura.

Sendo k a constante eletrostática do meio, o módulo da


força elétrica que atua sobre uma carga, pontual de Calcule a razão FÛ/F½.
módulo 2q, colocada no ponto de encontro das
diagonais da caixa cúbica é
a) 4kq£/3Ø£ b) 8kq£/3Ø£ 33. (Fgv 2005) Já havia tocado o sinal quando o
c) 16kq£/3Ø£ d) 8kq£/Ø£ professor dera o ultimato. - "Meninos, estou indo
e) 4kq£/Ø£ embora!...". Desesperadamente, um aluno, que
terminara naquele momento a resolução do último
problema onde se pedia o cálculo da constante
31. (Fatec 2006) A força de interação entre duas cargas eletrostática em um determinado meio, arranca a folha
puntiformes Q e Q‚ afastadas de uma distância d entre que ainda estava presa em seu caderno e a entrega ao
si, no vácuo, é dada pela Lei de Coulomb: professor.
F = k³(QQ‚/d£) Durante a correção da segunda questão, o professor não
pôde considerar cem por cento de acerto, devido à falta
da unidade correspondente à grandeza física solicitada.
na qual k³ é uma constante de valor 9×10ªNm£/C£ . As O pedaço faltante que daria a totalidade do acerto para a
cargas Q = 2Q e Q‚= 3Q se repelem no vácuo com força segunda questão, dentre os apresentados, seria
de 0,6N quando afastadas de 3m.
O valor de Q , em C, é
a) 12×10§ b) 10×10§ c) 8×10§
d) 6×10§ e) 4×10§

34. (Unesp 2003) Duas partículas com cargas q e q‚,


separadas a uma distância d, se atraem com força de
intensidade F= 0,18 N. Qual será a intensidade da força
de atração entre essas partículas se
a) a distância entre elas for triplicada?

b) o valor da carga de cada partícula, bem como a


distância inicial entre elas, forem reduzidos à metade?
35. (Unesp 2003) Duas partículas com carga 5 x 10§ C 39. (Fuvest 2001) Duas pequenas esferas, com cargas
cada uma estão separadas por uma distância de 1 m. elétricas iguais, ligadas por uma barra isolante, são
Dado K = 9 x 10ª Nm£/C£, determine inicialmente colocadas como descrito na situação I. Em
seguida, aproxima-se uma das esferas de P, reduzindo-
a) a intensidade da força elétrica entre as partículas; se à metade sua distância até esse ponto, ao mesmo
tempo em que se duplica a distância entre a outra esfera
e P, como na situação II.
b) o campo elétrico no ponto médio entre as partículas.

36. (Unesp 2003) Considere duas pequenas esferas


condutoras iguais, separadas pela distância d=0,3m.
Uma delas possui carga Q • = 1×10ªC e a outra Q‚=-
5×10¢¡C. Utilizando 1/(4™”³)=9×10ªN.m£/C£,

a) calcule a força elétrica F de uma esfera sobre a outra,


declarando se a força é atrativa ou repulsiva.
b) A seguir, as esferas são colocadas em contato uma
com a outra e recolocadas em suas posições originais.
Para esta nova situação, calcule a força elétrica F de
uma esfera sobre a outra, declarando se a força é
atrativa ou repulsiva.

37. (Unesp 2002) Uma pequena esfera, P, carregada


positivamente, está fixa e isolada, numa região onde o
valor da aceleração da gravidade é g. Uma outra O campo elétrico em P, no plano que contém o centro
pequena esfera, Q, também eletricamente carregada, é das duas esferas, possui, nas duas situações indicadas,
levada para as proximidades de P. Há duas posições, a
certa distância d de P, onde pode haver equilíbrio entre a) mesma direção e intensidade.
a força peso atuando em Q e a força elétrica exercida b) direções diferentes e mesma intensidade.
por P sobre Q. O equilíbrio ocorre numa ou noutra c) mesma direção e maior intensidade em I.
posição, dependendo do sinal da carga de Q. Despreze a
força gravitacional entre as esferas. d) direções diferentes e maior intensidade em I.
e) direções diferentes e maior intensidade em II.
a) Desenhe um esquema mostrando a esfera P, a direção
e o sentido de e as duas posições possíveis definidas 40. (Ufpe 2007) Três cargas pontuais de valor Q = 10§
pela distância d para equilíbrio entre as forças sobre Q, C foram posicionadas sobre uma circunferência de raio
indicando, em cada caso, o sinal da carga de Q. igual a 1 cm formando um triângulo equilátero,
conforme indica a figura. Determine o módulo do
b) Suponha que a esfera Q seja trazida, a partir de campo elétrico no centro da circunferência, em N/C.
qualquer uma das duas posições de equilíbrio, para mais
perto de P, até ficar à distância d/2 desta, e então
abandonada nesta nova posição. Determine,
exclusivamente em termos de g, o módulo da aceleração
da esfera Q no instante em que ela é abandonada.

38. (Unifesp 2002) Na figura, estão representadas duas


pequenas esferas de mesma massa, m = 0,0048kg,
eletrizadas com cargas de mesmo sinal, repelindo-se, no
ar. Elas estão penduradas por fios isolantes muito leves,
inextensíveis, de mesmo comprimento, Ø = 0,090m.
Observa-se que, com o tempo, essas esferas se
aproximam e os fios tendem a tornar-se verticais.

41. (Puc-rio 2007) Três cargas elétricas idênticas (Q =


1,0 x 10ª C) se encontram sobre os vértices de um
triângulo eqüilátero de lado L = 1,0 m. Considere k =
1/4™”³ = 9,0 x 10ª Nm£/C£.
a) Calcule o campo elétrico e o potencial no baricentro
(centro) do triângulo.
b) Suponha que a carga de dois dos vértices é dobrada
(2Q) e a carga sobre o terceiro vértice permanece
constante igual a Q. FAÇA UM DESENHO do campo
elétrico no baricentro do triângulo e calcule seu módulo.

42. (Puc-rio 2007) Duas esferas metálicas contendo as


cargas Q e 2Q estão separadas pela distância de 1,0 m.
a) O que causa a aproximação dessas esferas? Durante Podemos dizer que, a meia distância entre as esferas, o
essa aproximação, os ângulos que os fios formam com a campo elétrico gerado por:
vertical são sempre iguais ou podem tornar-se diferentes a) ambas as esferas é igual.
um do outro? Justifique. b) uma esfera é 1/2 do campo gerado pela outra esfera.
b) Suponha que, na situação da figura, o ângulo ‘ é tal c) uma esfera é 1/3 do campo gerado pela outra esfera.
que sen ‘=0,60; cos ‘=0,80; tg ‘=0,75 e as esferas têm
cargas iguais. Qual é, nesse caso, a carga elétrica de d) uma esfera é 1/4 do campo gerado pela outra esfera.
cada esfera? (Admitir g=10m/s£ e k = 9,0 × e) ambas as esferas é igual a zero.
10ªN.m£/C£.)
43. (Puc-rio 2006) Uma carga Q = +q está posicionada Acerca das situações físicas apresentadas, assinale a
na origem do eixo horizontal, denominado aqui de x. alternativa correta.
Uma segunda carga Q‚ = +2q é colocada sobre o eixo na a) |q| > |q‚|, q e q‚ têm mesmo sinal; a energia potencial
posição x = + 2,0 m. Determine: do elétron aumenta.
a) o módulo, a direção e o sentido da força que a carga b) |q| > |q‚|, q e q‚ têm sinais opostos; a energia
Q faz sobre a carga Q‚; potencial do elétron diminui.
b) o módulo, a direção e o sentido do campo elétrico na c) |q| < |q‚|, q e q‚ têm sinais opostos; a energia potencial
origem do eixo horizontal (x=0); do elétron aumenta.
c) em que ponto do eixo x, entre as cargas Q e Q‚, o d) |q| < |q‚|, q e q‚ têm sinais opostos; a energia
campo elétrico é nulo. potencial do elétron diminui.
e) |q| > |q‚|, |q| e |q‚| têm mesmo sinal; a energia
44. (Fgv 2006) Em um centro universitário, uma potencial do elétron diminui.
experiência está sendo realizada: íons positivos são
abandonados, inicialmente em repouso, nas
proximidades de um fio condutor vertical. Faz-se, então, 47. (Fuvest 2005) Três grandes placas P, P‚ e Pƒ, com,
que pelo fio passe uma corrente elétrica. Nesse instante, respectivamente, cargas +Q, -Q e +2Q, geram campos
pode-se dizer que esses íons ficam sujeitos à ação de elétricos uniformes em certas regiões do espaço. A
a) apenas um campo: o elétrico. figura 1 abaixo mostra intensidade, direção e sentido
dos campos criados pelas respectivas placas P, P‚ e Pƒ,
b) apenas dois campos: o gravitacional e o magnético. quando vistas de perfil. Colocando-se as placas
c) apenas dois campos: o elétrico e o magnético. próximas, separadas pela distância D indicada, o campo
elétrico resultante, gerado pelas três placas em conjunto,
d) apenas dois campos: o elétrico e o gravitacional. é representado por
e) apenas três campos: o elétrico, o gravitacional e o
magnético.

45. (Fuvest 2006) Um pequeno objeto, com carga


elétrica positiva, é largado da parte superior de um
plano inclinado, no ponto A, e desliza, sem ser
desviado, até atingir o ponto P. Sobre o plano, estão
fixados 4 pequenos discos com cargas elétricas de
mesmo módulo. As figuras representam os discos e os
sinais das cargas, vendo-se o plano de cima. Das
configurações a seguir, a única compatível com a
trajetória retilínea do objeto é

Nota: onde não há indicação, o campo elétrico é nulo

48. (Fuvest 2004) Pequenas esferas, carregadas com


cargas elétricas negativas de mesmo módulo Q, estão
dispostas sobre um anel isolante e circular, como
indicado na figura I. Nessa configuração, a intensidade
da força elétrica que age sobre uma carga de prova
negativa, colocada no centro do anel (ponto P), é F. Se
forem acrescentadas sobre o anel três outras cargas de
mesmo módulo Q, mas positivas, como na figura II, a
intensidade da força elétrica no ponto P passará a ser
46. (Ufc 2006) Considere os sistemas físicos I e II, a
seguir apresentados.
I. Duas cargas puntiformes q, q‚ e um ponto P estão
localizados sobre uma mesma reta, como mostra a
figura.

a) zero b) (1/2)F c) (3/4)F


d) F e) 2 F

49. (Ufscar 2001) Na figura está representada uma linha


de força de um campo elétrico, um ponto P e os vetores
A, B, C, D e E.

O campo elétrico no ponto P é igual a zero.


II. Um elétron desloca-se em sentido oposto ao campo
elétrico entre duas placas planas paralelas de um
capacitor.
52. (Ufpe 2006) Pode-se carregar um condutor no ar até
que o campo elétrico na superfície atinja 3,0 × 10§ V/m.
Valores mais altos do campo ionizam o ar na sua
vizinhança, liberando o excesso de carga do condutor.
Qual a carga máxima, em ˜C (10§C), que uma esfera de
raio a = 0,3 m pode manter?

53. (Ufsc 2006) Uma placa de vidro eletrizada com


carga positiva é mantida próxima a uma barra metálica
isolada e carregada com carga +q, conforme mostra a
figura a seguir.

Se uma partícula de carga elétrica positiva,


suficientemente pequena para não alterar a configuração
desse campo elétrico, for colocada nesse ponto P, ela
sofre a ação de uma força F, melhor representada pelo
vetor:
a) A. b) B. c) C. d) D. e) E.

50. (Unicamp 2005) A durabilidade dos alimentos é


aumentada por meio de tratamentos térmicos, como no
caso do leite longa vida. Esses processos térmicos
matam os microorganismos, mas provocam efeitos
colaterais indesejáveis. Um dos métodos alternativos é o
que utiliza campos elétricos pulsados, provocando a
variação de potencial através da célula, como ilustrado É CORRETO afirmar que:
na figura a seguir. A membrana da célula de um (01) se a barra for conectada ao solo por um fio
microorganismo é destruída se uma diferença de condutor, a placa de vidro for afastada e, a seguir, a
potencial de ÐVm = 1 V é estabelecida no interior da ligação com o solo for desfeita, a barra ficará carregada
membrana, conforme a figura a seguir. negativamente.
(02) se a barra for conectada ao solo por um fio
condutor e, a seguir, for desconectada novamente, com
a placa de vidro mantida próxima, a placa de vidro
ficará neutra.
(04) se a placa de vidro atrair um pequeno pedaço de
cortiça suspenso por um fio isolante, pode-se concluir
que a carga da cortiça é necessariamente negativa.
(08) se a placa de vidro repelir um pequeno pedaço de
cortiça suspenso por um fio isolante, pode-se concluir
que a carga da cortiça é necessariamente positiva.
(16) nas condições expressas na figura, a carga +q da
barra metálica distribui-se uniformemente sobre toda a
superfície externa da barra.

54. (Unesp 2007) Um dispositivo para medir a carga


elétrica de uma gota de óleo é constituído de um
a) Sabendo-se que o diâmetro de uma célula é de 1˜m, capacitor polarizado no interior de um recipiente
qual é a intensidade do campo elétrico que precisa ser convenientemente vedado, como ilustrado na figura.
aplicado para destruir a membrana?
b) Qual é o ganho de energia em eV de um elétron que
atravessa a célula sob a tensão aplicada?

51. (Ufsc 2007) Assinale a(s) proposição(ões)


CORRETA(S).

(01) Para a maioria dos metais a resistividade diminui


quando há um aumento na temperatura.
(02) A dissipação de energia por efeito Joule num
resistor depende do sentido da corrente e independe da
tensão aplicada sobre ele.
(04) Para dois condutores de mesmo material e mesmo
comprimento, sendo que um tem o dobro da área de
seção do outro, teremos uma mesma intensidade de A gota de óleo, com massa m, é abandonada a partir do
corrente se aplicarmos a mesma tensão sobre ambos. repouso no interior do capacitor, onde existe um campo
elétrico uniforme E. Sob ação da gravidade e do campo
(08) Para um condutor ôhmico um aumento de tensão elétrico, a gota inicia um movimento de queda com
corresponde a um aumento proporcional de corrente aceleração 0,2 g, onde g é a aceleração da gravidade. O
elétrica. valor absoluto (módulo) da carga pode ser calculado
(16) Ao se estabelecer uma corrente elétrica num fio através da expressão
metálico submetido a uma certa tensão contínua, a) Q = 0,8 mg/E. b) Q = 1,2 E/mg.
teremos prótons se movendo do pólo positivo ao
negativo. c) Q = 1,2 m/gE. d) Q = 1,2 mg/E.
(32) Os metais geralmente são bons condutores de e) Q = 0,8 E/mg.
eletricidade e de calor.
55. (Ufrj 2007) A figura mostra, num certo instante,
algumas linhas do campo elétrico (indicadas por linhas
contínuas) e algumas superfícies eqüipotenciais
(indicadas por linhas tracejadas) geradas pelo peixe
elétrico 'eigenmannia virescens'. A diferença de
potencial entre os pontos A e B é VÛ - V½ = 4,0 x 10-
¦V.

Considere que a distância entre as placas seja d = 1,0


mm e que o campo elétrico entre elas seja uniforme. A
diferença de potencial entre as placas, fornecida pela
fonte de tensão, é em volts:
a) 100 b) 220
c) 12 d) 9
Suponha que a distância entre os pontos C e D seja 5,0 x
10¤ m e que o campo elétrico seja uniforme ao longo da TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 2 QUESTÕES.
linha que liga esses pontos. (Pucmg 2006) No início do século XX (1910), o
Calcule o módulo do campo elétrico entre os pontos C e cientista norte-americano ROBERT MILLIKAN
D. conseguiu determinar o valor da carga elétrica do
ELÉTRON como q = -1,6 × 10¢ªC. Para isso colocou
gotículas de óleo eletrizadas dentro de um campo
56. (Ufjf 2006) A diferença de potencial elétrico elétrico vertical, formado por duas placas eletricamente
existente entre o líquido no interior de uma célula e o carregadas, semelhantes a um capacitor de placas planas
fluido extracelular é denominado potencial de e paralelas, ligadas a uma fonte de tensão conforme
membrana (espessura da membrana d = 80 x 10¢¡m). ilustração a seguir.
Quando este potencial permanece inalterado, desde que g = 10 m/s£
não haja influências externas, recebe o nome de
potencial de repouso de uma célula. Supondo que o
potencial de repouso de uma célula seja dado pelo 58.
gráfico abaixo, calcule o que se pede:

Admitindo que cada gotícula tenha uma massa de 1,6 ×


10¢¦ kg, assinale o valor do campo elétrico necessário
para equilibrar cada gota, considerando que ela tenha a
a) A intensidade do campo elétrico no meio externo, na sobra de um único ELÉTRON (carga elementar).
membrana e no interior da célula. a) 1,6 × 10¥ N/C b) 1,0 × 10¦ N/C
b) A força elétrica que uma carga elétrica positiva de c) 2,0 × 10¦ N/C d) 2,6 × 10¥ N/C
carga q = 1,6x10¢ªC sofre nas três regiões.
c) Somente considerando a existência desse potencial, a
célula estaria mais protegida contra a entrada de qual
tipo de vírus: de um com carga elétrica negativa ou de
um com carga elétrica positiva? Justifique.

57. (Pucmg 2006)


59. Entre 1909 e 1916, o físico norte-americano Robert
Milikan (1868-1953) realizou inúmeras repetições de
seu famoso experimento da "gota de óleo", a fim de
determinar o valor da carga do elétron. O experimento,
levado a efeito no interior de uma câmara a vácuo,
consiste em contrabalançar o peso de uma gotícula
eletrizada de óleo pela aplicação de um campo elétrico
uniforme, de modo que a gotícula se movimente com
velocidade constante.
O valor obtido por Milikan para a carga eletrônica foi de
aproximadamente 1, 6 × 10¢ª C.
Suponha que, numa repetição desse experimento, uma
determinada gotícula de óleo tenha um excesso de cinco
elétrons, e que seu peso seja de 4, 0 × 10 ¢¦ N. Nessas
circunstâncias, para que a referida gotícula se
movimente com velocidade constante, a intensidade do
campo elétrico aplicado deve ser de aproximadamente
a) 5, 0 × 10£ V/m. b) 2, 5 × 10¤ V/m.
c) 5, 0 × 10¤ V/m. d) 2, 5 × 10¥ V/m. 62. (Unesp 2005) Duas pequenas esferas de material
e) 5, 0 × 10¥ V/m. plástico, com massas m e 3 m, estão conectadas por um
fio de seda inextensível de comprimento a. As esferas
estão eletrizadas com cargas iguais a +Q, desconhecidas
60. (Ufg 2006) Uma gotícula de óleo, de massa m e inicialmente. Elas encontram-se no vácuo, em equilíbrio
carga elétrica +q, encontra-se na região entre duas estático, em uma região com campo elétrico uniforme E,
placas paralelas horizontais, com separação d, vertical, e aceleração da gravidade g, conforme ilustrado
submetida a uma diferença de potencial V, que produz na figura.
entre elas um campo elétrico uniforme, conforme a
figura.

Partindo do repouso, a gotícula desloca-se verticalmente Considerando que, no Sistema Internacional (SI) de
para cima, sem atrito, de uma distância h. Calcule: unidades, a força elétrica entre duas cargas q e q‚,
separadas por uma distância d, é dada por k (qq‚/d£),
a) o trabalho da força resultante nesse deslocamento; calcule
b) a velocidade da gota ao final do percurso. a) a carga Q, em termos de g, m e E.
b) a tração no fio, em termos de m, g, a, E e k.
61. (Unesp 2006) Um feixe de partículas eletricamente
carregadas precisa ser desviado utilizando-se um 63. (Unesp 2005) Uma gotícula de óleo com massa m e
capacitor como o mostrado na figura 1. Cada partícula carga elétrica q atravessa, sem sofrer qualquer deflexão,
deve entrar na região do capacitor com energia cinética toda a região entre as placas paralelas e horizontais de
K, em uma direção cuja inclinação š, em relação à um capacitor polarizado, como mostra a figura.
direção x, é desconhecida inicialmente, e passar pelo
ponto de saída P com velocidade paralela à direção x.
Um campo elétrico uniforme e perpendicular às placas
do capacitor deve controlar a trajetória das partículas.
Se a energia cinética de cada partícula no ponto P for
K/4, a sua carga for Q e desprezando o efeito da
gravidade, calcule
a) o ângulo š.
b) o campo elétrico que deve ser aplicado para desviar o
feixe conforme requerido, em termos de Q, h e K.
Dados (fig. 2)

Se a distância entre as placas é L, a diferença de


potencial entre as placas é V e a aceleração da gravidade
é g, é necessário que q/m seja dada por
a) (gV)/L b) (VL)/g c) (gL)/V
d) V/(gL) e) L/(gV)
64. (Ufsc 2005) Para entender como funciona a a) 3W/(4QL) e aponta no sentido do eixo x.
eletroforese do DNA, um estudante de Biologia colocou b) 3W/(4QL) e aponta no sentido contrário a x.
íons de diferentes massas e cargas em um gel que está
dentro de uma cuba na qual há eletrodos em duas das c) W/(2QL) e aponta no sentido do eixo x.
extremidades opostas. Os eletrodos podem ser d) W/(2QL) e aponta no sentido contrário a x.
considerados como grandes placas paralelas separadas
por 0,2 m. Após posicionar os íons, o estudante aplicou e) W/(4QL) e aponta no sentido do eixo x.
entre as placas uma diferença de potencial de 50J/C que
foi posteriormente desligada. O meio onde os íons se 66. (Unesp 2004) Uma partícula de massa m, carregada
encontram é viscoso e a força resistiva precisa ser com carga elétrica q e presa a um fio leve e isolante de 5
considerada. Os íons deslocam-se no sentido da placa cm de comprimento, encontra-se em equilíbrio, como
negativamente carregada para a placa positivamente mostra a figura, numa região onde existe um campo
carregada e íons maiores tendem a deslocar-se menos. elétrico uniforme de intensidade E, cuja direção, no
(Desconsidere o efeito do gel no campo elétrico). plano da figura, é perpendicular à do campo
gravitacional de intensidade g.
As figuras mostram esquemas do experimento e do
resultado. Observe-as e assinale a(s) proposição(ões)
CORRETA(S).

Sabendo que a partícula está afastada 3 cm da vertical,


(01) Enquanto a diferença de potencial estiver aplicada, podemos dizer que a razão q/m é igual a
a força elétrica que atua em um íon será constante, a) (5/3)g/E. b) (4/3)g/E. c) (5/4)g/E.
independentemente de sua posição entre as placas.
d) (3/4)g/E. e) (3/5)g/E.
(02) Pelo sentido do movimento dos íons, podemos
afirmar que eles têm carga negativa.
(04) Quanto maior for a carga do íon, mais intensa vai 67. (Fuvest 2004) Um certo relógio de pêndulo consiste
ser a força elétrica que atua sobre ele. em uma pequena bola, de massa M = 0,1 kg, que oscila
presa a um fio. O intervalo de tempo que a bolinha leva
(08) Os íons maiores têm mais dificuldade de se para, partindo da posição A, retornar a essa mesma
locomover pelo gel. Por este motivo podemos separar os posição é seu período T³, que é igual a 2s. Neste relógio,
íons maiores dos menores. o ponteiro dos minutos completa uma volta (1 hora) a
(16) Um íon, com carga de módulo 8,0 x 10¢ª C, que se cada 1800 oscilações completas do pêndulo.
deslocou 0,1 m do início ao fim do experimento,
dissipou 2 × 10¢¨J no meio viscoso.

65. (Unifesp 2004) Uma carga positiva Q em


movimento retilíneo uniforme, com energia cinética W,
penetra em uma região entre as placas de um capacitor
de placas paralelas, como ilustrado na figura.

Mantendo o movimento retilíneo, em direção


perpendicular às placas, ela sai por outro orifício na
placa oposta com velocidade constante e energia
cinética reduzida para W/4 devido à ação do campo
elétrico entre as placas. Se as placas estão separadas por
uma distância L, pode-se concluir que o campo elétrico
entre as placas tem módulo
Estando o relógio em uma região em que atua um
campo elétrico E, constante e homogêneo, e a bola
carregada com carga elétrica Q, seu período será
alterado, passando a T(Q). Considere a situação em que
a bolinha esteja carregada com carga Q = 3 x 10¦ C, em
presença de um campo elétrico cujo módulo E = 1 x 10¦
V/m.
Então, determine:
a) A intensidade da força efetiva F(e), em N, que age
sobre a bola carregada.
b) A razão R = T(Q)/T³ entre os períodos do pêndulo,
quando a bola está carregada e quando não tem carga.
c) A hora que o relógio estará indicando, quando forem
de fato três horas da tarde, para a situação em que o
campo elétrico tiver passado a atuar a partir do meio-
dia.
NOTE E ADOTE:
Nas condições do problema, o período T do pêndulo
pode ser expresso por Para as gotas contendo células do tipo K, utilizando em
T = 2™Ëmassa x comprimento do pêndulo/F(e) suas respostas apenas Q, M, E, L³, H e V³Ù, determine:
em que F(e) é a força vertical efetiva que age sobre a
massa, sem considerar a tensão do fio. a) A aceleração horizontal AÖ dessas gotas, quando elas
estão entre as placas.
68. (Unicamp 2003) A fumaça liberada no fogão
durante a preparação de alimentos apresenta gotículas b) A componente horizontal VÖ da velocidade com que
de óleo com diâmetros entre 0,05 ˜m e 1 ˜m. Uma das essas gotas saem, no ponto A, da região entre as placas.
técnicas possíveis para reter estas gotículas de óleo é
utilizar uma coifa eletrostática, cujo funcionamento é
apresentado no esquema a seguir: a fumaça é aspirada c) A distância D, indicada no esquema, que caracteriza a
por uma ventoinha, forçando sua passagem através de posição em que essas gotas devem ser recolhidas.
um estágio de ionização, onde as gotículas de óleo
adquirem carga elétrica. Estas gotículas carregadas são
conduzidas para um conjunto de coletores formados por (Nas condições dadas, os efeitos gravitacionais podem
placas paralelas, com um campo elétrico entre elas, e ser desprezados).
precipitam-se nos coletores.
70. (Unicamp 2002) Eletroforese é um método utilizado
para separação de macromoléculas biológicas, como,
por exemplo, no seqüenciamento do DNA. Numa
medida de eletroforese, apresentada na figura a seguir,
compara-se uma amostra desconhecida de DNA com
um padrão conhecido. O princípio de funcionamento do
método é arrastar os diferentes fragmentos do DNA,
com carga elétrica q, por meio de um campo elétrico E
em um meio viscoso. A força de atrito do meio viscoso
é f = -‘v, sendo v a velocidade do fragmento de DNA ou
de outra macromolécula qualquer. A constante ‘
depende do meio e das dimensões da macromolécula.

a) Qual a massa das maiores gotículas de óleo?


Considere a gota esférica, a densidade do óleo ›(óleo) =
9,0 x 10£ kg/m¤ e ™ = 3.
b) Quanto tempo a gotícula leva para atravessar o
coletor? Considere a velocidade do ar arrastado pela
ventoinha como sendo 0,6 m/s e o comprimento do
coletor igual a 0,30 m.
c) Uma das gotículas de maior diâmetro tem uma carga
de 8 x 10¢ª C (equivalente à carga de apenas 5
elétrons!). Essa gotícula fica retida no coletor para o
caso ilustrado na figura? A diferença de potencial entre
as placas é de 50 V, e a distância entre as placas do
coletor é de 1 cm. Despreze os efeitos do atrito e da
gravidade. a) Qual é a expressão para a velocidade terminal da
macromolécula que atravessa o meio viscoso sob a ação
69. (Fuvest 2002) Um selecionador eletrostático de do campo elétrico?
células biológicas produz, a partir da extremidade de um
funil, um jato de gotas com velocidade V³Ù constante. b) Sob certas condições, a velocidade terminal depende
As gotas, contendo as células que se quer separar, são apenas da massa molecular do fragmento de DNA, que
eletrizadas. As células selecionadas, do tipo K, em gotas pode ser expressa em número de pares de base (pb).
de massa M e eletrizadas com carga -Q, são desviadas Identifique, pelo gráfico à direita, o número de pares de
por um campo elétrico uniforme E, criado por duas base da amostra desconhecida de DNA, presente na
placas paralelas carregadas, de comprimento L³. Essas figura da esquerda.
células são recolhidas no recipiente colocado em P,
como na figura.
71. (Unicamp 2001) Nas impressoras a jato de tinta, os
caracteres são feitos a partir de minúsculas gotas de
tinta que são arremessadas contra a folha de papel. O
ponto no qual as gotas atingem o papel é determinado
eletrostaticamente. As gotas são inicialmente formadas,
e depois carregadas eletricamente. Em seguida, elas são
lançadas com velocidade constante v em uma região
onde existe um campo elétrico uniforme entre duas
pequenas placas metálicas. O campo deflete as gotas
conforme a figura a seguir. O controle da trajetória é
feito escolhendo-se convenientemente a carga de cada
gota. Considere uma gota típica com massa m=1,0×10¢
¡kg, carga elétrica q=-2,0×10¢¤C, velocidade horizontal
v=6,0m/s atravessando uma região de comprimento
L=8,0×10¤m onde há um campo elétrico
E=1,5×10§N/C.

a) Determine a razão Fe/Fp entre os módulos da força


elétrica e da força peso que atuam sobre a gota de tinta.

b) Calcule a componente vertical da velocidade da gota


após atravessar a região com campo elétrico.

72. (Unesp 2001) Quando a atmosfera está em


condições de estabilidade - não se avizinham
tempestades, por exemplo - existe um campo elétrico
uniforme nas proximidades da superfície terrestre de
intensidade 130V/m, aproximadamente, tendo a Terra
carga negativa e a atmosfera carga positiva.

a) Faça uma linha horizontal para representar a


superfície da Terra, atribuindo a essa linha o potencial
0,0V. Represente as linhas eqüipotenciais acima dessa
linha, correspondentes às alturas 1,0m, 2,0m, 3,0m,
4,0m e 5,0m, assinalando, de um lado de cada linha, a
altura, e do outro, o respectivo potencial elétrico.

b) Qual deveria ser a carga elétrica de um corpo de


massa 1,3kg para que ele ficasse levitando graças a esse
campo elétrico? (Adote g=10m/s£.)
Isso seria possível na prática? Considere que uma
nuvem de tempestade tem algumas dezenas de
coulombs e justifique sua resposta.
73. (Ufg 2007) Para explicar as raias espectrais do
átomo de hidrogênio, Niels Bohr formulou a hipótese de
que para o elétron de massa m e carga e, descrevendo
uma órbita circular de raio r e velocidade v em torno do
núcleo, a quantidade mvr = (h/2™)n era quantizada,
onde n = 1, 2, 3,... e h é a constante de Planck. De
acordo com o exposto, determine a expressão do raio
das órbitas do elétron em função somente de e, h, m, n,
™ e ”³.
GABARITO 24. [B]

1. [E] 25. 20 × 10¤ eV = 20 meV

2. [A] 26. 50 nC

3. [C] 27. [C]

4. [E] 28. [C]

5. [B] 29. [D]

6. [C] 30. [C]

7. [B] 31. [B]

8. [E] 32. Na situação inicial, o módulo da força elétrica


resultante é:
9. [D] FÛ = 2[|qq³|/(d/2)£] = (8|qq³|)/d£.

10. [D] Na situação final, o módulo da força elétrica resultante


é:
F½ = 2(|qq³|/d£)cos 60° = |qq³|/d£.
11. [B]
Portanto, a razão entre os módulos das duas forças é
12. [D] FÛ/F½ = 8(|qq³|/d£)/(|qq³|/d£) = 8.

13. [D] 33. [D]

14. [B] 34. a) 2,0 . 10£N


b) 1,8 . 10¢N
15. [E]
35. a) 2,25 . 10¢N
16. [A] b) zero

17. [A] 36. a) 5 × 10©N; atrativa


b) 6,25 × 10ªN; repulsiva
18. |Q/q| = 3
37. a) Observe a figura a seguir:
19. [B]

20. a) v = Ë[(kq£)/(mR)]
b) T = 2™ Ë[(mR¤)/(kq£)]
c) E = -1/2 [(kq£)/R]
d) E = -1/2 . [(mk£q¥)/h£] . 1/n£
e) f = 1/2™ . [(mk£q¥)/n¤h¤]

21. [D]

22. [A]

23. a) O valor da força na carga +q será a soma das


forças (respectivamente: repulsiva, atrativa e atrativa):

k{+2q£/(-2+1)£ - q(-q)/(-1-1)£ -q(-2q)/(-1-2)£} =


kq£{2 + 1/4 + 2/9} = kq£(72 + 9 + 8)/36 = b) | a | = 3g.
89/36 kq£ = 2,47 kq£.
A força agindo na carga -q será -89/36 kq£, por 38. a) As esferas acabam se descarregando, devido ao
simetria. contato com o ar (o ar não é um isolante perfeito).
As esferas têm o mesmo peso; em cada instante as
b) As contribuições para o potencial elétrico em x=0 das forças elétricas têm intensidades iguais, pelo princípio
cargas +2q e -2q se anulam, assim como a das cargas +q da ação e reação, (mesmo que elas tenham se
e -q. Portanto, o potencial em x=0 é NULO. descarregado de maneiras diferentes).
b) 2,16 . 10¨ C
53. 08
39. [B]
54. [A]
40. As componentes ao longo da direção perpendicular
se cancelam, pois os campos formam o mesmo ângulo 55. Como A e C estão em uma mesma eqüipotencial,
com a linha tracejada. Portanto o campo resultante é VC = VA; pelo mesmo motivo, VD = VB.
NULO Conseqüentemente, VC - VD = VA - VB = 4,0 x 10¦
volts. O módulo do campo elétrico entre os pontos
41. a) Por simetria, o campo é nulo. O potencial será V separados pela distância |CD| = 5,0 x 10¤ m vale E =
= 3 x 9 x 10ª Q/d, onde d = L Ë3/3 = 0,58 m. (VC - VD)/ |CD| = 4,0 x 10¦ volts/5,0 x 10¤ m, ou seja,
E = 8,0 x 10¤ V/m.
Assim, V = 27 / 0,58 = 47 V.
56. a) O campo elétrico E pode ser obtido como E = -
b) Neste caso, o campo total corresponda à soma do ÐV/ÐX. Assim temos para as 3 regiões:
campo gerado por 3 cargas +2Q (gerando campo nulo E = 0, para o meio interno; 0, para o meio externo; -1 x
no centro) onde superpomos uma carga -Q sobre um dos 10¨ V/m, para a membrana
vértices.
O módulo deste arranjo será E = 9 × 10ª Q/d£ = 27 × b) como F = qE, temos
10ª Q = 27 N/C. Um dos três possíveis arranjos é F = 0, no meio interno; 0, no meio externo; -1,6 x 10¢
mostrado na figura a seguir. £N, na membrana
c) de um vírus com carga negativa, pois a força que atua
sobre um vírus com esta carga orienta-se do meio
interno para o externo

57. [A]

58. [B]

59. [C]

60. a) = h[(qV/d) - mg]

b) v = Ë{2h[(qV/md) - g]}

61. a) š = 60°
b) E = 0,75K/(Qh)

42. [B] 62. a) Q = 2mg/E


b) T = [(4K m£ g£)/(E£a£)] + mg
43. a) horizontal, no sentido positivo de x, com módulo
kq£/2. 63. [C]

b) kq/2 ; na direção horizontal no sentido negativo do 64. 01 + 02 + 04 + 08 + 16 = 31


eixo x.
65. [B]
c) 0,8285m
66. [D]
44. [D]
67. a) 4N
45. [E] b) 1/2
c) 6 h da tarde
46. [B]
68. a) m = 4,5 . 10¢§kg
47. [E] b) Ðt = 0,5s
c) A gotícula fica retida no coletor, pois t < Ðt.
48. [E]
69. a) AÖ = QE/M
49. [A]
b) vÖ = (QE/M) . (L/v³Ù)
50. a) 2 × 10§ V/m
c) D = (QE/M) . LH/(v³Ù)£
b) 2eV
70. a) | q | E/‘
51. 08 + 32 = 40
b) Na figura da esquerda obtemos que o comprimento
52. 30˜C de migração da amostra desconhecida de DNA é 2,4cm.
Pelo gráfico à direita concluímos que o número de bases
é, aproximadamente, 1800.

71. a) Fe/Fp = 3 . 10£

b) vÙ = 4 m/s

72. a) Observe o esquema a seguir:

b) q = - 10 C
Na prática, isso não seria possível pois um pequeno
corpo não poderia ser eletrizado com uma carga elétrica
desta ordem. Note que uma nuvem de tempestade, cujas
dimensões são enormes, só consegue armazenar cargas
elétricas de algumas dezenas de coulombs.

73. r = (”³h£/™me£)n£