Você está na página 1de 64

Aula 09

Noções de Medicina Legal p/ ITEP-RN (Nível Médio e Superior) - Com videoaulas

Professor: Alexandre Herculano


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Aula 09: Regiões anatômicas do corpo humano: nomenclatura.


(parte II)

SUMÁRIO PÁGINA
1. Apresentação 1
2. Sistema cardiovascular 2
3. Sistema geniturinário 11
4. Sistema digestório 17
5. Sistema nervoso 26
6. Sistema respiratório 40
7. Questões propostas 45
8. Questões comentadas 51
9. Gabarito 63

Olá, meus amigos!

Hoje eu os seguintes tópicos:

✓ Sistema cardiovascular;

✓ Sistema geniturinário;

✓ Sistema digestório;

✓ Sistema nervoso;

✓ Sistema respiratório;

Vamos Lá!

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 1 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Sistema cardiovascular

Os principais componentes do sistema circulatório são: coração,

vasos sanguíneos, sangue, vasos linfáticos e linfa.

As cavidades cardíacas são quatro: dois átrios (cavidades

superiores) e dois ventrículos (cavidades inferiores):

✓ Átrio direito: recebe o fluxo oriundo das veias cavas

superior e inferior. Comunica-se com o ventrículo direito

através da valva tricúspide;

✓ Ventrículo direito: admite sangue rico em CO2 proveniente

do átrio direito, que, posteriormente, é expulso para a

artéria pulmonar;

✓ Átrio esquerdo: as veias pulmonares direita e esquerda

desembocam nele. Comunica-se com o ventrículo esquerdo

através da valva bicúspide ou mitral;

✓ Ventrículo esquerdo: acolhe sangue oxigenado proveniente

do átrio esquerdo, que posteriormente é expulso para todo

o corpo, penetrando na artéria aorta e, portanto, em todos

os vasos arteriais destinados à nutrição do organismo.

O coração é um órgão muscular oco que se localiza no meio do

peito, sob o osso esterno, ligeiramente deslocado para a esquerda. Em

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 2 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

uma pessoa adulta, tem o tamanho aproximado de um punho fechado e

pesa cerca de 400 gramas.

O coração humano, como o dos demais mamíferos, apresenta

quatro cavidades: duas superiores, denominadas átrios (ou aurículas) e

duas inferiores, denominadas ventrículos. O átrio direito comunica-se com

o ventrículo direito através da válvula tricúspide. O átrio esquerdo, por

sua vez, comunica-se com o ventrículo esquerdo através da válvula

mitral. A função das válvulas cardíacas é garantir que o sangue siga uma

única direção, sempre dos átrios para os ventrículos.

Principais funções do sistema cardiovascular:

✓ Fornecimento aos tecidos de oxigênio, substâncias nutritivas

e hormônios;

✓ Transporte de produtos finais do metabolismo, com o CO2 e

uréia até os órgãos responsáveis por sua eliminação;

✓ termoregulação do organismo.

Os vasos sanguíneos constituem uma ampla rede de tubos por

onde circula o sangue, distribuídos por todo o corpo. Existem três tipos de

vasos sanguíneos: as artérias, as veias e os vasos capilares.

As artérias são vasos do sistema cardiovascular, por onde passa

o sangue que sai do coração sendo transportado para as outras partes do

corpo. A musculatura das artérias é espessa, formada de tecido muscular

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 3 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

bastante elástico, permitindo, dessa maneira, que as paredes se

contraiam e relaxem a cada batimento cardíaco. As artérias se ramificam

pelo corpo e vão se tornando mais finas, constituindo as arteríolas, que

por sua vez se ramificam ainda mais formando os capilares.

Já as veias são vasos do sistema cardiovascular que transportam

o sangue das diversas partes do corpo de volta para o coração. Sua

parede é mais fina que a das artérias e, portanto, o transporte do sangue

é mais lento. Assim, a pressão do sangue no interior das veias é baixa, o

que dificulta o seu retorno ao coração. A existência de válvulas nesses

vasos faz com que o sangue se desloque sempre em direção ao coração.

Importante destacar que a maior parte das veias (jugular, safena,

cerebral e diversas outras) transporta o sangue venoso, ou seja, rico em

gás carbônico enquanto as veias pulmonares transportam o sangue

arterial, oxigenado, dos pulmões para o coração.

Quanto aos vasos capilares são ramificações microscópicas de

artérias e veias que integram o sistema cardiovascular formando uma

rede de comunicação entre as artérias e as veias. Suas paredes são

constituídas por uma camada finíssima de células, o que permite a troca

de substâncias (nutrientes, oxigênio, gás carbônico, etc.) do sangue para

as células e das células para o sangue.

Meus caros, as câmaras cardíacas contraem-se e dilatam-se

alternadamente 70 vezes por minuto, em média. O processo de contração

de cada câmara do miocárdio (músculo cardíaco) denomina-se sístole. O

relaxamento, que acontece entre uma sístole e a seguinte, é a diástole.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 4 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Movimentos cardíacos

Para o coração realizar sua função de bombeamento de sangue,

efetua movimentos de contração e relaxamento de sua musculatura,

denominados sístole e diástole. Vejamos os conceitos:

✓ Sístole: é o período de contração dos ventrículos, para

expulsar o sangue proveniente dos átrios para as artérias

pulmonares e aorta;

✓ Diástole: é o período de relaxamento dos ventrículos,

simultâneos ao de contração dos átrios, permitindo a

passagem de sangue dos átrios, para os ventrículos.

Vejamos, abaixo, uma imagem do coração!

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 5 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

As paredes do coração são formadas por três camadas

musculares, são elas:

✓ Miocárdio: camada média que determina a sístole e a

diástole cardíaca;

✓ Endocárdio: camada de revestimento interno;

✓ Epicárdio: camada de revestimento externo.

Pessoal, embora o coração possua seus próprios sistemas

intrínsecos de controle e possa continuar a operar, sem quaisquer

influências nervosas, a eficácia da ação cardíaca pode ser muito

modificada pelos impulsos reguladores do sistema nervoso central. O

sistema nervoso é conectado com o coração através de dois grupos

diferentes de nervos, os sistemas parassimpático e simpático. A

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 6 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

estimulação dos nervos parassimpáticos causa os seguintes efeitos

sobre o coração:

✓ diminuição da freqüência dos batimentos cardíacos;

✓ diminuição da força de contração do músculo atrial;

✓ diminuição na velocidade de condução dos impulsos através

do nódulo AV (átrio-ventricular) , aumentando o período de

retardo entre a contração atrial e a ventricular; e

✓ diminuição do fluxo sangüíneo através dos vasos coronários

que mantêm a nutrição do próprio músculo cardíaco.

Todos esses efeitos podem ser resumidos, dizendo-se que a

estimulação parassimpática diminui todas as atividades do coração.

Usualmente, a função cardíaca é reduzida pelo parassimpático durante o

período de repouso, juntamente com o restante do corpo. Isso talvez

ajude a preservar os recursos do coração; pois, durante os períodos de

repouso, indubitavelmente há um menor desgaste do órgão.

A estimulação dos nervos simpáticos apresenta efeitos

exatamente opostos sobre o coração:

✓ aumento da frequência cardíaca;

✓ aumento da força de contração, e

✓ aumento do fluxo sanguíneo através dos vasos coronários

visando a suprir o aumento da nutrição do músculo

cardíaco.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 7 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Esses efeitos podem ser resumidos, dizendo-se que a estimulação

simpática aumenta a atividade cardíaca como bomba, algumas vezes

aumentando a capacidade de bombear sangue em até 100 por cento.

Esse efeito é necessário quando um indivíduo é submetido a situações de

estresse, tais como exercício, doença, calor excessivo, ou outras

condições que exigem um rápido fluxo sanguíneo através do sistema

circulatório. Por conseguinte, os efeitos simpáticos sobre o coração

constituem o mecanismo de auxílio utilizado numa emergência, tornando

mais forte o batimento cardíaco quando necessário.

Os neurônios pós-ganglionares do sistema nervoso simpático

secretam principalmente noradrenalina, razão pela qual são denominados

neurônios adrenérgicos. A estimulação simpática do cérebro também

promove a secreção de adrenalina pelas glândulas adrenais ou supra-

renais. A adrenalina é responsável pela taquicardia (batimento cardíaco

acelerado), aumento da pressão arterial e da freqüência respiratória,

aumento da secreção do suor, da glicose sangüínea e da atividade

mental, além da constrição dos vasos sangüíneos da pele.

O neurotransmissor secretado pelos neurônios pós-ganglionares

do sistema nervoso parassimpático é a acetilcolina, razão pela qual são

denominados colinérgicos, geralmente com efeitos antagônicos aos

neurônios adrenérgicos. Dessa forma, a estimulação parassimpática do

cérebro promove bradicardia (redução dos batimentos cardíacos),

diminuição da pressão arterial e da freqüência respiratória, relaxamento

muscular e outros efeitos antagônicos aos da adrenalina.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 8 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Em geral, a estimulação do hipotálamo (região do encéfalo)

posterior aumenta a pressão arterial e a freqüência cardíaca, enquanto

que a estimulação da área pré-óptica, na porção anterior do hipotálamo,

acarreta efeitos opostos, determinando notável diminuição da frequência

cardíaca e da pressão arterial. Esses efeitos são transmitidos através dos

centros de controle cardiovascular da porção inferior do tronco cerebral, e

daí passam a ser transmitidos através do sistema nervoso autônomo.

Sangue

O sangue é um tecido líquido que circula no organismo, composto

por plasma (parte líquida) e por elementos figurados (hemácias,

leucócitos e plaquetas).

Composição do sangue:

✓ Plasma: constitui-se em 90% de água e transporta os

glóbulos e nutrientes para todos os tecidos. Também leva os

produtos de degradação para os órgãos excretores;

✓ Glóbulos vermelhos: fornecem a cor vermelha ao sangue e

carreiam oxigênio;

✓ Glóbulos brancos: atuam na defesa do organismo contra as

infecções;

✓ Plaquetas: são essenciais para a formação de coágulos

sanguíneos, auxiliando no controle de hemorragias.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 9 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

O pulso é o reflexo do batimento cardíaco palpável nos locais

onde as artérias calibrosas estão posicionadas próximas da pele e sobre

uma estrutura óssea. Os pulsos mais palpáveis são:

✓ carotídeo;

✓ braquial;

✓ radial;

✓ femoral;e

✓ dorsal do pé ou tibial posterior.

Para fecharmos esta parte da aula, é preciso saber como circula o

sangue. O sangue arterial (rico em O2) deixa o ventrículo esquerdo

através da artéria aorta (circulação sistêmica). As artérias tornam-se

gradualmente mais finas (arteríolas), até que o sangue circule através de

delgados capilares. Os capilares são vasos de calibre diminuto, como fios

de cabelo, onde as hemácias podem entrar em íntimo contato com as

células do organismo (ocorrendo o metabolismo celular: troca de

nutrientes e O2 por produtos de degradação e CO2 ).

O sangue (rico em CO2) passa dos capilares para pequenos vasos

(vênulas) que se unem e tornam-se maiores (veias), à medida que se

aproximam do coração. Elas levam o sangue através das veias cavas

(inferior e superior) para o átrio direito, impulsionando-o para o ventrículo

direito, que o bombeia através da artéria pulmonar para os pulmões

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 10 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

ocorrendo a hematose nos alvéolos pumonares, retornando ao coração

através das veias pulmonares, que desembocam no átrio esquerdo, que,

por sua vez, é impulsionado para o ventrículo esquerdo, sendo conduzido

para todos os tecidos do organismo através da aorta, completando o

circuito.

Sistema geniturinário

O sistema geniturinário é composto por todos os órgãos envolvidos

na formação e excreção da urina e reprodução: rins, ureteres, bexiga,

uretra, ovários, útero, tubas uterinas, vagina, clitóris (mulheres),

testículos, vesículas seminais, próstata, ductos seminais e pênis

(homens). Assim, aquele é formado por um conjunto de órgãos que

filtram o sangue, produzem e excretam a urina - o principal líquido de

excreção do organismo. É constituído por um par de rins, um par de

ureteres, pela bexiga urinária e pela uretra.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 11 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Conceitos importantes:

Rim é um órgão par, localiza-se sobre a parede muscular

posterior do abdome, atrás do peritônio, situados à direita e à esquerda

da coluna vertebral. O direito ocupa uma posição inferior em relação ao

esquerdo, em virtude da presença do fígado, à direita. Retiram os

produtos tóxicos do sangue e controlam seu equilíbrio de água e sais.

Praticamente 1,5 litros de sangue circula por dia através dos rins,

onde os resíduos e a água são constantemente filtrados para formar a

urina.

Ureter é definido como um tubo muscular oco de pequeno

diâmetro (0,5 cm), que une o rim à bexiga. É capaz de contrair-se e

realizar movimentos peristálticos, que impele a urina para a bexiga.

Bexiga é uma bolsa situada posteriormente à sínfise púbica e que

funciona como reservatório da urina. O fluxo contínuo de urina que chega

pelos ureteres é transformado em emissão periódica (micção), estando

sob o controle do músculo esfíncter da bexiga.

Uretra constitui o último segmento da via urinária; é importante

lembrar que ela difere nos dois sexos, mas em ambos é um tubo

mediano que conduz a urina da bexiga urinária ao meio exterior. No

homem, é uma via comum para a micção e ejaculação, enquanto na

mulher, serve para excreção da urina.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 12 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Sistema genital masculino Sistema genital feminino

Testículos - são os órgãos Órgãos genitais internos

produtores dos espermatozóides,

sendo que a partir da puberdade Ovários - produzem os gametas

produzem também hormônios, que femininos ou óvulos ao final da

são responsáveis pelo puberdade; produzem também

aparecimento dos caracteres hormônios, os quais controlam o

sexuais secundários. desenvolvimento dos caracteres

Epidídimo - é uma estrutura em sexuais secundários e atuam sobre

forma de C, situada contra a o útero nos mecanismos de

margem posterior do testículo, implantação do óvulo fecundado,

onde pode ser sentida pela dando início ao desenvolvimento do

palpação. Os espermatozóides são embrião.

aí armazenados até o momento da Tubas uterinas - transportam os

ejaculação. óvulos que romperam a superfície

Ducto deferente - é a continuação do ovário para a cavidade do útero.

da cauda do epidídimo e conduz os Por elas passam, em direção

espermatozoides até o ducto oposta, os espermatozóides, e a

ejaculatório. fecundação ocorre habitualmente

Ducto ejaculatório - é formado dentro da tuba.

pela junção do ducto deferente com Útero - estrutura muscular na qual

o ducto da vesícula seminal. As vias o feto se desenvolve.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 13 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

condutoras dos espermatozóides é Colo do útero - extremidade inferior

a porção de menor dimensão e de do útero que se comunica com a

calibre mais reduzido. vagina, constituindo com esta, o

Uretra - a uretra masculina é um canal de parto.

canal comum para a micção e para Vagina é o órgão de cópula

a ejaculação, com cerca de 20 cm feminino, iniciando-se na vulva,

de comprimento. terminando no colo do útero.

Pênis - órgão da cópula.

Glândulas anexas - são glândulas Órgãos genitais externos

que produzem secreções que

facilitam a progressão dos Monte púbico é uma elevação

espermatozóides nas vias genitais: mediana, constituída

vesículas seminais, próstata e principalmente de tecido adiposo.

glândulas bulbo- uretrais. Apresenta pêlos espessos após a

puberdade, com distribuição

característica.

Lábios maiores - são duas pregas

cutâneas, alongadas, que delimitam

entre si uma fenda.

Lábios menores - são duas

pequenas pregas cutâneas,

localizadas medialmente aos lábios

maiores.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 14 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Clitóris - pequeno órgão erógeno e

erétil da mulher, situado na parte

superior da vulva, entre os lábios

maiores e lábios menores.

É importante destacarmos, que os rins situam-se na parte dorsal

do abdome, logo abaixo do diafragma, um de cada lado da coluna

vertebral, nessa posição estão protegidos pelas últimas costelas e

também por uma camada de gordura. Têm a forma de um grão de feijão

enorme e possuem uma cápsula fibrosa, que protege o córtex - mais

externo, e a medula - mais interna. Cada rim é formado de tecido

conjuntivo, que sustenta e dá forma ao órgão, e por milhares ou milhões

de unidades filtradoras, os néfrons, localizados na região renal.

Professor como funcionam os rins? O sangue chega ao rim através

da artéria renal, que se ramifica muito no interior do órgão, originando

grande número de arteríolas aferentes, onde cada uma ramifica-se no

interior da cápsula de Bowman do néfron, formando um enovelado de

capilares denominado glomérulo de Malpighi.

O sangue arterial é conduzido sob alta pressão nos capilares do

glomérulo. Essa pressão, que normalmente é de 70 a 80 mmHg, tem

intensidade suficiente para que parte do plasma passe para a cápsula de

Bowman, processo denominado filtração. Essas substâncias extravasadas

para a cápsula de Bowman constituem o filtrado glomerular, que é

semelhante, em composição química, ao plasma sanguíneo, com a

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 15 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

diferença de que não possui proteínas, incapazes de atravessar os

capilares glomerulares.

A regulação da função renal relaciona-se basicamente com a

regulação da quantidade de líquidos do corpo. Havendo necessidade de

reter água no interior do corpo, a urina fica mais concentrada, em função

da maior reabsorção de água; havendo excesso de água no corpo, a urina

fica menos concentrada, em função da menor reabsorção de água.

O principal agente regulador do equilíbrio hídrico no corpo humano

é o hormônio ADH (antidiurético), produzido no hipotálamo e armazenado

na hipófise. A concentração do plasma sangüíneo é detectada por

receptores osmóticos localizados no hipotálamo. Havendo aumento na

concentração do plasma (pouca água), esses osmorreguladores

estimulam a produção de ADH. Esse hormônio passa para o sangue, indo

atuar sobre os túbulos distais e sobre os túbulos coletores do néfron,

tornando as células desses tubos mais permeáveis à água. Dessa forma,

ocorre maior reabsorção de água e a urina fica mais concentrada. Quando

a concentração do plasma é baixa (muita água), há inibição da produção

do ADH e, conseqüentemente, menor absorção de água nos túbulos

distais e coletores, possibilitando a excreção do excesso de água, o que

torna a urina mais diluída.

Algumas substâncias, como é o caso do álcool, inibem a secreção

de ADH, aumentando a produção de urina. Além do ADH, há outro

hormônio participante do equilíbrio hidroiônico do organismo: a

aldosterona, produzida nas glândulas supra-renais. Ela aumenta a

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 16 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

reabsorção ativa de sódio nos túbulos renais, possibilitando maior

retenção de água no organismo. A produção de aldosterona é regulada da

seguinte maneira: quando a concentração de sódio dentro do túbulo renal

diminui, o rim produz uma proteína chamada renina, que age sobre uma

proteína produzida no fígado e encontrada no sangue denominada

angiotensinogênio (inativo), convertendo-a em angiotensina (ativa).

Os néfrons desembocam em dutos coletores, que se unem para

formar canais cada vez mais grossos. A fusão dos dutos origina um canal

único, denominado ureter, que deixa o rim em direção à bexiga

urinária.

A bexiga urinária é uma bolsa de parede elástica, dotada de

musculatura lisa, cuja função é acumular a urina produzida nos rins.

Quando cheia, a bexiga pode conter mais de ¼ de litro de urina, que é

eliminada periodicamente através da uretra.

A uretra é um tubo que parte da bexiga e termina, na mulher, na

região vulvar e, no homem, na extremidade do pênis. Sua comunicação

com a bexiga mantém-se fechada por anéis musculares - chamados

esfíncteres. Quando a musculatura desses anéis relaxa-se e a

musculatura da parede da bexiga contrai-se, urinamos.

Sistema digestório

O sistema digestório humano é formado por um longo tubo

musculoso, ao qual estão associados órgãos e glândulas que participam

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 17 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

da digestão. Apresenta as seguintes regiões; boca, faringe,

esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso e ânus.

A parede do tubo digestivo, do esôfago ao intestino, é formada por

quatro camadas: mucosa, submucosa, muscular e adventícia.

A boca é a abertura pela qual o alimento entra no tubo digestivo é

a boca. Aí encontram-se os dentes e a língua, que preparam o alimento

para a digestão, por meio da mastigação. Os dentes reduzem os

alimentos em pequenos pedaços, misturando-os à saliva, o que irá

facilitar a futura ação das enzimas.

Os dentes são estruturas duras, calcificadas, presas ao maxilar

superior e mandíbula, cuja atividade principal é a mastigação. Estão

implicados, de forma direta, na articulação das linguagens. Os nervos

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 18 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

sensitivos e os vasos sanguíneos do centro de qualquer dente estão

protegidos por várias camadas de tecido.

A língua movimenta o alimento empurrando-o em direção a

garganta, para que seja engolido. Na superfície da língua existem dezenas

de papilas gustativas, cujas células sensoriais percebem os quatro

sabores primários: amargo, azedo ou ácido, salgado e doce. De sua

combinação resultam centenas de sabores distintos. A distribuição dos

quatro tipos de receptores gustativos, na superfície da língua, não é


b
homogênea.

A faringe, situada no final da cavidade bucal, é um canal comum

aos sistemas digestório e respiratório: por ela passam o alimento, que se

dirige ao esôfago, e o ar, que se dirige à laringe.

O esôfago, canal que liga a faringe ao estômago, localiza-se entre

os pulmões, atrás do coração, e atravessa o músculo diafragma, que

separa o tórax do abdômen. O bolo alimentar leva de 5 a 10 segundos

para percorrê-lo.

O estômago é uma bolsa de parede musculosa, localizada no lado

esquerdo abaixo do abdome, logo abaixo das últimas costelas. É um

órgão muscular que liga o esôfago ao intestino delgado. Sua função

principal é a digestão de alimentos protéicos. Um músculo circular, que

existe na parte inferior, permite ao estômago guardar quase um litro e

meio de comida, possibilitando que não se tenha que ingerir alimento de

pouco em pouco tempo. Quando está vazio, tem a forma de uma letra "J"

maiúscula, cujas duas partes se unem por ângulos agudos.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 19 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Pessoal, o estômago compõe-se de quatro túnicas; serosa (o

peritônio), muscular (muito desenvolvida), submucosa (tecido conjuntivo)

e mucosa (que secreta o suco gástrico). Quando está cheio de alimento, o

estômago torna-se ovóide ou arredondado. O estômago tem movimentos

peristálticos que asseguram sua homogeneização.

O estômago produz o suco gástrico, um líquido claro, transparente,

altamente ácido, que contêm ácido clorídrico, muco, enzimas e sais. O

ácido clorídrico mantém o pH do interior do estômago entre 0,9 e 2,0.


7
Também dissolve o cimento intercelular dos tecidos dos alimentos,

auxiliando a fragmentação mecânica iniciada pela mastigação.

A pepsina, enzima mais potente do suco gástrico, é secretada na

forma de pepsinogênio. Como este é inativo, não digere as células que o

produzem. Por ação do ácido cloródrico, o pepsinogênio, ao ser lançado

na luz do estômago, transforma-se em pepsina, enzima que catalisa a

digestão de proteínas. A pepsina, ao catalizar a hidrólise de proteínas,

promove o rompimento das ligações peptídicas que unem os aminoácidos.

Como nem todas as ligações peptídicas são acessíveis à pepsina, muitas

permanecem intactas. Portanto, o resultado do trabalho dessa enzima são

oligopeptídeos e aminoácidos livres.

A renina, enzima que age sobre a caseína, uma das proteínas do

leite, é produzida pela mucosa gástrica durante os primeiros meses de

vida. Seu papel é o de flocular a caseína, facilitando a ação de outras

enzimas proteolíticas.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 20 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

A mucosa gástrica é recoberta por uma camada de muco, que a

protege da agressão do suco gástrico, bastante corrosivo. Apesar de

estarem protegidas por essa densa camada de muco, as células da

mucosa estomacal são continuamente lesadas e mortas pela ação do suco

gástrico. Por isso, a mucosa está sempre sendo regenerada. Estima-se

que nossa superfície estomacal seja totalmente reconstituída a cada três

dias. Eventualmente ocorre desequilíbrio entre o ataque e a proteção, o

que resulta em inflamação difusa da mucosa (gastrite) ou mesmo no


3
aparecimento de feridas dolorosas que sangram (úlceras gástricas). A

mucosa gástrica produz também o fator intrínseco, necessário à absorção

da vitamina B12.

O bolo alimentar pode permanecer no estômago por até quatro

horas ou mais e, ao se misturar ao suco gástrico, auxiliado pelas

contrações da musculatura estomacal, transforma-se em uma massa

cremosa acidificada e semilíquida, o quimo. Passando por um esfíncter

muscular (o piloro), o quimo vai sendo, aos poucos, liberado no intestino

delgado, onde ocorre a maior parte da digestão.

O intestino delgado é um tubo com pouco mais de 6 m de

comprimento por 4cm de diâmetro e pode ser dividido em três regiões:

duodeno (cerca de 25 cm), jejuno (cerca de 5 m) e íleo (cerca de 1,5

cm). A porção superior ou duodeno tem a forma de ferradura e

compreende o piloro, esfíncter muscular da parte inferior do estômago

pela qual este esvazia seu conteúdo no intestino.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 21 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

A digestão do quimo ocorre predominantemente no duodeno e nas

primeiras porções do jejuno. No duodeno atua também o suco

pancreático, produzido pelo pâncreas, que contêm diversas enzimas

digestivas. Outra secreção que atua no duodeno é a bile, produzida no

fígado e armazenada na vesícula biliar. O pH da bile oscila entre 8,0 e

8,5. Os sais biliares têm ação detergente, emulsificando ou emulsionando

as gorduras (fragmentando suas gotas em milhares de microgotículas).

O suco pancreático, produzido pelo pâncreas, contém água,


9
enzimas e grandes quantidades de bicarbonato de sódio. O pH do suco

pancreático oscila entre 8,5 e 9. Sua secreção digestiva é responsável

pela hidrólise da maioria das moléculas de alimento, como carboidratos,

proteínas, gorduras e ácidos nucléicos.

O intestino grosso é o local de absorção de água, tanto a ingerida

quanto a das secreções digestivas. Uma pessoa bebe cerca de 1,5 litros

de líquidos por dia, que se une a 8 ou 9 litros de água das secreções.

Glândulas da mucosa do intestino grosso secretam muco, que lubrifica as

fezes, facilitando seu trânsito e eliminação pelo ânus. Ele mede cerca de

1,5 m de comprimento e divide-se em ceco, cólon ascendente, cólon

transverso, cólon descendente, cólon sigmóide e reto. A saída do reto

chama-se ânus e é fechada por um músculo que o rodeia, o esfíncter

anal.

Intestino grosso - constitui a parte final do canal alimentar,

sendo mais calibroso e mais curto que o intestino delgado. O intestino

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 22 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

grosso é subdividido nos seguintes seguimentos:

✓ Cécum - é o segmento inicial que se continua no cólon

ascendente. Na sua base, implanta-se um prolongamento

cilindróide, o apêndice vermiforme, cuja inflamação produz a

apendicite;

✓ Cólon ascendente - segue-se ao cécum e tem direção superior

ou cranial, está fixado na parede posterior do abdome, se

flete para continuar o cólon transverso;


f
✓ Cólon transverso - segue-se transversalmente ao cólon

ascendente, flete-se para continuar no cólon descendente;

✓ Cólon descendente - segue-se ao cólon transverso, está

fixado na parede posterior do abdome;

✓ Cólon sigmóide - porção de continuação do cólon

descendente, é continuado pelo reto;

✓ Reto - porção de continuação do cólon sigmóide apresenta

sua parte final estreita, denominada canal anal, comunica-se

com o exterior através do ânus.

Vamos falar um pouco sobre as glândulas anexas! O pâncreas é

uma glândula mista, de mais ou menos 15 cm de comprimento e de

formato triangular, localizada transversalmente sobre a parede posterior

do abdome, na alça formada pelo duodeno, sob o estômago. O pâncreas é

formado por uma cabeça que se encaixa no quadro duodenal, de um

corpo e de uma cauda afilada. A secreção externa dele é dirigida para o

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 23 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

duodeno pelos canais de Wirsung e de Santorini. O canal de Wirsung

desemboca ao lado do canal colédoco na ampola de Vater. O pâncreas

comporta dois órgãos estreitamente imbricados: pâncreas exócrino e o

endócrino.

O pâncreas exócrino produz enzimas digestivas, em estruturas

reunidas denominadas ácinos. Os ácinos pancreáticos estão ligados

através de finos condutos, por onde sua secreção é levada até um

condutor maior, que desemboca no duodeno, durante a digestão.

O pâncreas endócrino secreta os hormônios insulina e glucagon, já

trabalhados no sistema endócrino.

Com relação ao Fígado. É o maior órgão interno, e é ainda um dos

mais importantes. É a mais volumosa de todas as vísceras, pesa cerca de

1,5 kg no homem adulto, e na mulher adulta entre 1,2 e 1,4 kg. Tem cor

arroxeada, superfície lisa e recoberta por uma cápsula própria. Está

situado no quadrante superior direito da cavidade abdominal.

O tecido hepático é constituído por formações diminutas que

recebem o nome de lobos, compostos por colunas de células hepáticas ou

hepatócitos, rodeadas por canais diminutos (canalículos), pelos quais

passa a bile, secretada pelos hepatócitos. Estes canais se unem para

formar o ducto hepático que, junto com o ducto procedente da vesícula

biliar, forma o ducto comum da bile, que descarrega seu conteúdo no

duodeno.

As células hepáticas ajudam o sangue a assimilar as substâncias

nutritivas e a excretar os materiais residuais e as toxinas, bem como

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 24 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

esteróides, estrógenos e outros hormônios. O fígado é um órgão muito

versátil. Armazena glicogênio, ferro, cobre e vitaminas. Produz

carboidratos a partir de lipídios ou de proteínas, e lipídios a partir de

carboidratos ou de proteínas. Sintetiza também o colesterol e purifica

muitos fármacos e muitas outras substâncias. O termo hepatite é usado

para definir qualquer inflamação no fígado, como a cirrose.

Vejamos as funções do fígado:

✓ Secretar a bile, líquido que atua no emulsionamento das

gorduras ingeridas, facilitando, assim, a ação da lipase;

✓ Remover moléculas de glicose no sangue, reunindo-as

quimicamente para formar glicogênio, que é armazenado;

nos momentos de necessidade, o glicogênio é reconvertido

em moléculas de glicose, que são relançadas na circulação;

✓ Armazenar ferro e certas vitaminas em suas células;

✓ Metabolizar lipídeos;

✓ Sintetizar diversas proteínas presentes no sangue, de

fatores imunológicos e de coagulação e de substâncias

transportadoras de oxigênio e gorduras;

✓ Degradar álcool e outras substâncias tóxicas, auxiliando na

desintoxicação do organismo;

✓ Destruir hemácias (glóbulos vermelhos) velhas ou

anormais, transformando sua hemoglobina em bilirrubina, o

pigmento castanho-esverdeado presente na bile.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 25 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Sistema nervoso

Função:

✓ Obtenção de informações do meios externo e interno e

transformação dessas em estímulos;

✓ Controle e coordenação das funções de todos os sistemas

do organismo.

O sistema nervoso pode ser subdivido em Sistema Nervoso

Central e Sistema Nervoso Periférico. Basicamente, a diferença entre

um e outro é que o primeiro está protegido por pelo menos uma das duas

estruturas ósseas a seguir: crânio e vértebras. No caso da Medula

Espinhal, as vértebras se unem longitudinalmente e formam o canal

raquiano. Já em relação às estruturas superiores que formam o Sistema

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 26 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Nervoso Central, os ossos do chamado neurocrânio articulam-se

firmemente para alojar as estruturas do Encéfalo. Este, filogeneticamente

mais evoluído entre as estruturas neurológicas dos vertebrados, pode ser

ainda subdividido em três regiões anatomicamente distintas: o Cérebro

propriamente dito, o Tronco Encefálico e o Cerebelo. Vamos agora, ver

detalhes sobre cada um deles!

O Tronco Encefálico, também denominado Tronco Cerebral, está

localizado posteriormente ao clivo do osso occipital, ocupando o espaço

mais anterior da fossa intracraniana posterior. É a conexão nervosa entre

o Diencéfalo e a Medula Espinhal, presente inferiormente aos hemisférios

cerebrais e anteriormente ao Cerebelo. O Tronco Encefálico é subdividido

em três estruturas segmentares e bem distintas anatomicamente: o Bulbo

(ou Medula Oblonga), a Ponte e o Mesencéfalo. Enquanto o primeiro faz o

limite caudal com a Medula Espinhal, o limite superior do Mesencéfalo

com o Diencéfalo é dado pelos tratos ópticos. Representa mais um zona

de transição funcional nervosa, com a localização de alguns centros

nervosos (vários núcleos), do que propriamente uma unidade anatômica

funcionalmente homogênea. Representa menos de 5% do peso total do

Encéfalo, apesar da importância de algumas de suas funções,

imprescindíveis para a vida do organismo. Entre as fibras que percorrem

o Tronco Encefálico longitudinal e transversalmente, existe a chamada

formação reticular, importante para os mecanismos da consciência.

O Bulbo (também conhecido como Medula Oblonga) é a própria

continuação da Medula Espinhal que, ao atravessar o forame magno na

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 27 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

base craniana, passa a ser denominada como tal. Lesões traumáticas,

neoplásicas, vasculares ou inflamatórias que acometam esta região são

caracteristicamente graves, podendo cursar com importantes problemas

respiratórios e cardio-circulatórios, ou até mesmo ocasionar o óbito. Isso

porque no Bulbo estão localizados muitos núcleos de nervos cranianos

baixos e importantes centros reguladores de funções fisiológicas básicas,

como a respiração e o ritmo cardíaco.

A Ponte é uma zona de transição por onde passam inúmeros


==b739f==

feixes de fibras nervosas que se dirigem ao Cérebro ou que saem dele

para alcançar outras regiões do corpo e do próprio Sistema Nervoso

Central. De certa forma, as funções da Ponte são similares às do Bulbo,

envolvendo o controle do ciclo sono-vigília, a coordenação motora em

conjunto com o Cerebelo e o controle de funções viscerais.

Anatomicamente, representa a estrutura que se segue ao Bulbo

superiormente. Sua superfície dorsal constitui o assoalho de uma

importante cavidade encefálica, o quarto ventrículo, cujo teto corresponde

ao Cerebelo. A superfície ventral apresenta o formato de uma ponte

medieval curvada, daí a sua denominação. Alguns nervos cranianos

emergem de sua superfície. A Ponte ainda apresenta um núcleo

destacado envolvido com a audição, entre tantos outros relacionados às

funções dos nervos cranianos.

O Mesencéfalo é subdividido em teto e tegmento pelo aqueduto

cerebral. No teto estão os colículos; os superiores relacionados com a

visão, os inferiores com a audição. O tegmento está relacionado com

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 28 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

núcleos motores que geram respostas reflexas dos olhos, orelhas e

pescoço, além do controle da dor e respostas emocionais. Ventralmente,

sobressaem os pedúnculos cerebrais mesencefálicos, por onde

atravessam todas as fibras que deixam ou chegam aos hemisférios

cerebrais.

O Cerebelo é um órgão central para o controle motor fino, postura

e equilíbrio. Ele processa informações de múltiplos canais sensitivos

(especialmente os vestibulares e proprioceptivos), juntamente com

impulsos motores, e modula a atividade de áreas nucleares motoras do

Cérebro e da Medula Espinhal. Anatomicamente, o Cerebelo é constituído

por dois hemisférios e o verme que se situa entre eles. Está ligado ao

Tronco Encefálico pelos três pares de pedúnculos cerebelares: superior,

médio e inferior.

Ele pode ser funcionalmente (e filogeneticamente) subdividido em

três componentes: o vestibulocerebelo, o espinocerebelo e o

cerebrocerebelo. O vestibulocerebelo é o mais antigo do ponto de vista

filogenético e sua função é regular o equilíbrio. O espinocerebelo processa

impulsos relacionados ao controle da postura e marcha. O componente

mais jovem do Cerebelo, o cerebrocerebelo, tem uma estreita relação

funcional com o córtex motor dos hemisférios cerebrais e é responsável

pela execução uniforme e precisa dos movimentos finos.

O Cérebro é composto simetricamente pelos hemisférios cerebrais

(telencéfalo) e estruturas diencefálicas mais inferiores e profundamente

relacionadas. Em conjunto, representam as regiões encefálicas

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 29 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

filogeneticamente mais recentes, relacionadas com o comportamento

humano especializado. É a região mais desenvolvida do Sistema Nervoso

Central.

O Diencéfalo é composto por quatro sub-regiões: Hipotálamo,

Subtálamo, Tálamo e Epitálamo. Profundamente localizadas, estabelecem

conexões com praticamente todas as outras estruturas do sistema

nervoso, direta ou indiretamente. O Diencéfalo compreende inúmeros

núcleos e importantes feixes de fibras nervosas, como tratos motores

descendentes e sensitivos ascendentes, além de outras estruturas

relacionadas às funções límbicas (ou emocionais). Diversas outras funções

vitais como sede, fome e comportamento sexual estão aqui alocadas.

O Telencéfalo é constituído pelos hemisférios cerebrais, um de

cada lado. Representa o maior volume do Sistema Nervoso Central

localizado dentro do crânio e, funcionalmente, é destaque. Pensamento,

memória, atenção, juízo de raciocínio, cálculo, linguagem, movimentos

complexos, percepções e muito mais. A cognição elaborada e tantos

outros aspectos do comportamento humano estão intimamente

relacionados com as funções do Telencéfalo.

O sistema nervoso, juntamente com o sistema endócrino, capacita

o organismo a perceber as variações do meio (interno e externo), a

difundir as modificações que essas variações produzem e a executar as

respostas adequadas para que seja mantido o equilíbrio interno do corpo

(homeostase). São os sistemas envolvidos na coordenação e regulação

das funções corporais.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 30 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

No sistema nervoso diferenciam-se duas linhagens celulares: os

neurônios e as células da neuróglia. Os neurônios são as células

responsáveis pela recepção e transmissão dos estímulos do meio (interno

e externo), possibilitando ao organismo a execução de respostas

adequadas para a manutenção da homeostase. Para exercerem tais

funções, contam com duas propriedades fundamentais: a irritabilidade

(também denominada excitabilidade ou responsividade) e a

condutibilidade. Irritabilidade é a capacidade que permite a uma célula

responder a estímulos, sejam eles internos ou externos. Portanto,

irritabilidade não é uma resposta, mas a propriedade que torna a célula

apta a responder. Essa propriedade é inerente aos vários tipos celulares

do organismo. No entanto, as respostas emitidas pelos tipos celulares

distintos também diferem umas das outras. A resposta emitida pelos

neurônios assemelha-se a uma corrente elétrica transmitida ao longo de

um fio condutor: uma vez excitados pelos estímulos, os neurônios

transmitem essa onda de excitação - chamada de impulso nervoso - por

toda a sua extensão em grande velocidade e em um curto espaço de

tempo. Esse fenômeno deve-se à propriedade de condutibilidade.

Para compreendermos melhor as funções de coordenação e

regulação exercidas pelo sistema nervoso, precisamos primeiro conhecer

a estrutura básica de um neurônio e como a mensagem nervosa é

transmitida.

Um neurônio é uma célula composta de um corpo celular (onde

está o núcleo, o citoplasma e o citoesqueleto), e de finos prolongamentos

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 31 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

celulares denominados neuritos, que podem ser subdivididos em

dendritos e axônios.

Os dendritos são prolongamentos geralmente muito ramificados e

que atuam como receptores de estímulos, funcionando portanto, como

"antenas" para o neurônio. Os axônios são prolongamentos longos que

atuam como condutores dos impulsos nervosos. Os axônios podem se

ramificar e essas ramificações são chamadas de colaterais. Todos os

axônios têm um início (cone de implantação), um meio (o axônio

propriamente dito) e um fim (terminal axonal ou botão terminal). O

terminal axonal é o local onde o axônio entra em contato com outros

neurônios e/ou outras células e passa a informação (impulso nervoso)

para eles.

A região de passagem do impulso nervoso de um neurônio para a

célula adjacente chama-se sinapse. Às vezes os axônios têm muitas

ramificações em suas regiões terminais e cada ramificação forma uma

sinapse com outros dendritos ou corpos celulares.

Estas ramificações são chamadas coletivamente de arborização

terminal. Os corpos celulares dos neurônios são geralmente encontrados

em áreas restritas do sistema nervoso, que formam o Sistema Nervoso

Central (SNC), ou nos gânglios nervosos, localizados próximo da coluna

vertebral.

Do sistema nervoso central partem os prolongamentos dos

neurônios, formando feixes chamados nervos, que constituem o Sistema

Nervoso Periférico (SNP). O axônio está envolvido por um dos tipos

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 32 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

celulares seguintes: célula de Schwann (encontrada apenas no SNP) ou

oligodendrócito (encontrado apenas no SNC) Em muitos axônios, esses

tipos celulares determinam a formação da bainha de mielina - invólucro

principalmente lipídico (também possui como constituinte a chamada

proteína básica da mielina) que atua como isolante térmico e facilita a

transmissão do impulso nervoso. Em axônios mielinizados existem regiões

de descontinuidade da bainha de mielina, que acarretam a existência de

uma constrição (estrangulamento) denominada nódulo de Ranvier. No

caso dos axônios mielinizados envolvidos pelas células de Schwann, a

parte celular da bainha de mielina, onde estão o citoplasma e o núcleo

desta célula, constitui o chamado neurilema.

Então pessoal, não esqueçam, o sistema nervoso central é aquele

localizado dentro do esqueleto axial (cavidade craniana e canal vertebral);

o sistema nervoso periférico é aquele que se localiza fora deste esqueleto.

O encéfalo é a parte do sistema nervoso central situado dentro do crânio

neural; e a medula é localizada dentro do canal vertebral. O encéfalo e a

medula constituem o neuro-eixo. No encéfalo temos cérebro, cerebelo e

tronco encefálico.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 33 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Simplificando, na anatômica, o sistema nervoso divide-se em

sistema nervoso central (SNC) e sistema nervoso periférico (SNP). Na

funcional, em sistema nervoso visceral (SNV) e sistema nervoso

somático (SNS). O sistema nervoso central é uma porção de recepção

de estímulos, de comando e desencadeadora de respostas. A

porção periférica está constituída pelas vias que conduzem os estímulos

ao sistema nervoso central ou que levam até aos órgãos, as ordens

emanadas da porção central. Pode-se dizer que o SNC está constituído

por estruturas que se localizam no esqueleto axial (coluna vertebral e

crânio): a medula espinhal e o encéfalo. O sistema nervoso periférico

compreende os nervos cranianos e espinhais, os gânglios e as

terminações nervosas. O sistema nervoso somático relaciona o

indivíduo com o meio externo, compreendendo fibras sensitivas

(aferente) exteroceptores e motoras (eferente) músculo estriado

esquelético. O sistema nervoso visceral relaciona o indivíduo com o meio

interno, compreendendo fibras sensitivas (aferente) interoceptores e

motoras (eferente) músculo liso e gânglios. A este último,

estárelacionado o sistema nervoso autônomo (SNA), ou involuntário,

constituído apenas da parte motora do SNV.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 34 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Divisão do sistema nervoso periférico

Em síntese, a divisão anatômica do sistema nervoso

periférico pode ser acompanhada da seguinte chave:

✓ Nervos - São cordões esbranquiçados formados por fibras

nervosas unidas por tecido conjuntivo, tendo como função

conduzir impulsos ao SNC e também conduzi-los do SNC ao

periférico. Distinguem-se dois grupos: os nervos cranianos e

os espinhais;

✓ Nervos cranianos - São 12 pares de nervos que fazem

conexão com o encéfalo. A maioria deles (10) origina-se no

tronco encefálico. Além do seu nome, os nervos cranianos

são também denominados por números em sequência crânio-

caudal;

A relação abaixo apresenta o nome e o número correspondente a

cada um dos pares cranianos:

• olfatório é puramente sensitivo e ligado à olfação como o

nome indica, iniciando-se em terminações nervosas

situadas na mucosa nasal;

• optico, também sensitivo, origina-se na retina e está

relacionado com a percepção visual;

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 35 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

• oculomotor, troclear e abducente enervam músculos que

movimentam o olho, sendo que o terceiro par é também

responsável pela inervação de músculos chamados

intrínsecos do olho, como o músculo esfíncter da íris

(que fecha a pupila) e o músculo ciliar (que controla a

forma da lente);

• trigêmeo é predominantemente sensitivo, sendo

responsável pela sensibilidade somática de quase toda a

cabeça. Um pequeno contingente de fibras é motor,

inervando a musculatura mastigadora, isto é, músculos

que movimentam a mandíbula;

• facial, glossofaríngeo e vago - são altamente complexos

no que se refere aos componentes funcionais, estando

relacionados às vísceras e à sensibilidade gustativa, além

de inervar glândulas, musculatura lisa e esquelética. O

nervo vago é um dos nervos cranianos mais importantes

pois inerva todas as vísceras torácicas e a maioria das

abdominais.

• vestíbulo-coclear é puramente sensitivo, constituído de

duas porções: a porção coclear está relacionada com os

fenômenos da audição, e a porção vestibular com o

equilíbrio;

• acessório inerva músculos esqueléticos, porém, parte de

suas fibras unem-se ao vago e com ele é distribuída;

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 36 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

• hipoglosso inerva os músculos que movimentam a

língua, sendo, por isso, considerado como o nervo motor

da língua.

✓ Nervos espinhais - os 31 pares de nervos espinhais

mantêm conexão com a medula e abandonam a coluna

vertebral através de forames intervertebrais. A coluna pode

ser dividida em porções cervical, torácica, lombar, sacral e

coccígea; da mesma maneira, reconhecemos nervos

espinhais que são cervicais, torácicos, lombares, sacrais e

coccígeos;

✓ Gânglios nervosos - acúmulos de corpos celulares de

neurônios dentro do SNC são denominados núcleos. Quando

esses acúmulos ocorrem fora do SNC eles são chamados

gânglios e apresentam-se, geralmente, como uma dilatação;

✓ Terminações nervosas - estão na extremidade de fibras

sensitivas e motoras. As fibras sensitivas são estruturas

especializadas para receber estímulos físicos ou químicos na

superfície ou no interior do corpo. As motoras são

responsáveis pela reação arco reflexa do organismo ao

receberem tais estímulos.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 37 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Divisão do sistema nervoso visceral

O Sistema Nervoso Visceral relaciona-se com a inervação das

estruturas viscerais e é muito importante para a integração da atividade

das vísceras no sentido da manutenção da constância do meio interno.

Distingue-se no SNV uma parte aferente e outra eferente. O componente

aferente conduz os impulsos nervosos originados em receptores das

vísceras (visceroceptores) a áreas específicas no SNC.

O componente eferente traz impulsos de certos centros nervosos

até as estruturas viscerais terminando pois em glândulas, músculo liso ou

músculo cardíaco. Por definição, denomina-se Sistema Nervoso Autônomo

apenas o componente eferente do SNV. O SNA divide-se em simpático e

parassimpático de tal modo que temos a seguinte divisão:

sistema nervoso visceral:

Aferente (fibras sensitivas) – interoceptores

Eferente (fibras motoras) - glândulas, músculo liso ou cardíaco=SN

Autônomo

sistema nervoso autônomo:

Simpático e parassimpático.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 38 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Divisão do sistema nervoso somático

O Sistema Nervoso Somático é aquele que relaciona o organismo

com o meio. Para isso, a parte aferente do SNS conduz aos centros

nervosos impulsos originados em receptores periféricos, informando a

esses centros sobre o que se passa no meio ambiente. Por outro lado, a

parte eferente leva aos músculos estriados esqueléticos o comando dos

centros nervosos, resultando movimentos que levam a um maior

relacionamento ou integração com o meio externo. De tal modo temos a

seguinte divisão:

sistema nervoso somático:

Aferentes (fibras sensitivas) - exteroceptores.

Eferente (fibras motoras) - músculo estriado esquelético.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 39 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Sistema respiratório

Segundo especialistas, o sistema respiratório é o conjunto de

órgãos que permite a captação de oxigênio e a eliminação de dióxido de

carbono. Tem como função a condução do ar do meio ambiente para os

pulmões e vice-versa, promovendo a troca gasosa, como, também, a

filtragem, o pré-aquecimento e umedecimento do ar inspirado.

O sistema respiratório é composto pelos seguintes órgãos:

✓ Nariz;

✓ Faringe;

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 40 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

✓ Laringe;

✓ Traqueia;

✓ brônquios e bronquíolos;

✓ pulmões;

✓ pleura, e

✓ músculos da respiração.

Vejamos cada um:

Nariz - no interior do nariz (narinas) existem pêlos, denominados

vibrissas ou cílios, que recolhem a maior parte das partículas e do pó

existentes no ar, realizando assim, uma filtragem grosseira dessas

impurezas e estão em constante movimento a fim de eliminar esses

resíduos através das narinas.

É guarnecido de uma camada de líquido (muco), que retém outras

partículas de pó em sua porção superior. Ainda existem as conchas

nasais, superior, média e inferior, que servem para aumentar a superfície

mucosa da cavidade nasal, pois é essa superfície mucosa que umedece e

aquece o ar inspirado, "condicionando-o" para que seja melhor

aproveitado na hematose que se dá no nível dos pulmões.

Faringe - é um tubo muscular membranoso associado a dois

sistemas: respi-ratório e digestório, situado, posteriormente, às cavidades

nasal e bucal.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 41 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Laringe - é um órgão tubular, localizado no plano mediano e

anterior do pescoço que, além de via aerífera, é órgão da fonação. Situa-

se abaixo da faringe, com a qual se comunica por meio da glote, junto a

esta, está a epiglote, que tem a função de fechá-la durante a passagem

do bolo alimentar.

Esqueleto da laringe - a laringe é continuada diretamente pela

traquéia e apresenta um esqueleto cartilaginoso. A maior cartilagem é a

tireóide, constituída de duas lâminas que se unem anteriormente em V; a

cartilagem cricóide é ímpar, situando-se inferiormente à cartilagem

tireóide. Entre as duas cartilagens, situa-se a membrana ou ligamento

cricotireóideo.

Traquéia - é um canal situado entre a laringe e a origem dos

brônquios. Possui de 12 a 15 cm de comprimento e é constituída por 16 a

20 anéis cartilaginosos incompletos, em forma de C, sobrepostos e

ligados entre si.

Brônquios - são os canais resultantes da bifurcação da traquéia.

Os brônquios vão se ramificando em direção aos lobos pulmonares em

diâmetros cada vez menores, denominando-se bronquíolos.

Pulmões - principais órgãos da respiração, um direito e outro

esquerdo, são órgãos moles, esponjosos e dilatáveis. Estão contidos na

cavidade torácica e entre eles há uma região denominada mediastino.

Os pulmões se dividem em lobos, três no direito e dois no

esquerdo. As vias aéreas terminam nos alvéolos, cada um dos quais está

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 42 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

em contato com os capilares sanguíneos, nos quais se dá a função

essencial dos pulmões, a hematose (oxigenação do sangue venoso).

Pleuras - são membranas serosas que cobrem as paredes

internas da cavidade torácica (pleura parietal) e a superfície externa dos

pulmões (pleura visceral).

Músculos da respiração - os principais músculos da respiração

são o diafragma que separa a cavidade torácica da abdominal; e os

músculos intercostais, que estão situados entre as costelas.

Durante a inspiração (inalação), o diafragma e os músculos

intercostais se contraem. Quando o diafragma se contrai, move-se para

baixo, aumentando a cavidade torácica longitudinalmente. Quando os

músculos intercostais se contraem, elevam as costelas. Essas ações se

combinam para aumentar a cavidade torácica (fole) em todas as

dimensões; os pulmões são puxados com ela e se expandem pela sucção

exercida através das superfícies pleurais unidas. A pressão aérea interna,

menor que a externa, permite a entrada de ar pela traquéia enchendo os

pulmões. O ar se moverá de uma área de maior pressão para uma de

menor pressão, até tornarem-se equivalentes.

Durante a expiração, o diafragma e os músculos intercostais se

relaxam. A medida que esses músculos se relaxam, a cavidade torácica

diminui de tamanho em todas as dimensões. À medida que a cavidade

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 43 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

torácica diminui, o ar nos pulmões é pressionado em um espaço menor,

a pressão interna aumenta e o ar é empurrado através da traquéia.

Meus amigos (as), hoje, ficaremos por aqui.

Vamos, agora, fazer algumas questões!

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 44 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Questões propostas

1) (2015 – COSEAC – UFF - Técnico de Laboratório/Área e

Necropsia) O vaso arterial no qual se encontra transporte de

sangue rico em gás carbônico é a artéria:

a) pulmonar.

b) jugular.

c) cava.

d) ilíaca.

e) mesentérica.

2) (2015 – COSEAC – UFF - Técnico de Laboratório/Área e

Necropsia) É característica de uma artéria:

a) levar sangue aos órgãos.

b) esticar.

c) trazer sangue ao coração.

d) deprimir.

e) enrolar.

3) (2015 – COSEAC – UFF - Técnico de Laboratório/Área e

Necropsia) A artéria femoral é encontrada na seguinte região:

a) braço.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 45 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

b) pescoço.

c) coxa.

d) perna.

e) coração.

4) (2016 - INÉDITA) Com base no Sistema Nervoso do ser

humano, julgue os itens.

O sistema nervoso central é aquele localizado dentro do esqueleto

axial, já o sistema nervoso periférico é aquele que se localiza fora

deste esqueleto.

5) (2016 - INÉDITA) Com base no Sistema Nervoso do ser

humano, julgue os itens.

O Tronco Encefálico é subdividido em três estruturas segmentares

e bem distintas anatomicamente: o Bulbo, a Ponte e o

Mesencéfalo.

6) (2015 - INSTITUTO AOCP - Técnico em Radiologia) Preencha a

lacuna e assinale a alternativa correta.

O sistema urinário é responsável por produzir, transportar e

eliminar a urina. _________________________ fazem parte

desse sistema.

a) Ureteres, bexiga e baço

b) Esôfago, rins e bexiga

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 46 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

c) Rins, ureteres e bexiga

d) Bexiga, ureteres e útero

e) Ureteres, rins e pâncreas

7) O Sistema Digestivo é formado por um canal alimentar e órgãos

anexos, tais como as glândulas salivares, fígado e pâncreas. O

caminho que o alimento percorre no canal alimentar é

a) boca, esôfago, estômago, intestinos, reto, ânus.

b) boca, esôfago, estômago, intestinos, ânus.

c) boca, estômago, intestinos, reto, ânus.

d) boca, estômago, fígado, intestinos, reto, ânus.

e) boca, esôfago, intestinos, reto, ânus.

8) (2015 - FUNIVERSA - SEGPLAN-GO) O órgão do tubo digestório

que une a cavidade oral ao estômago é o(a)

a) faringe.

b) nasofaringe.

c) laringe.

d) traqueia.

e) esôfago.

9) (CBMDF - Oficial Combatente e Soldado - Inédita - 2016) O

sangue é um tecido líquido que circula no organismo, composto

por

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 47 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

A) plasma e por elementos figurados.

B) melanina e substâncias rígidas.

C) hemácias e melanina.

D) leucócitos e hematos.

10) (CBMDF - Oficial Combatente e Soldado - Inédita - 2016) As

paredes do coração são formadas por três camadas musculares,

as quais estão elencadas abaixo, com exceção de uma:

A) Miocárdio

B) Bromocádio

C) Endocárdio

D) Epicárdio

11) (CBMDF - Oficial Combatente e Soldado - Inédita - 2016)

Trata-se de um órgão par, localiza-se sobre a parede muscular

posterior do abdome, atrás do peritônio, situados à direita e à

esquerda da coluna vertebral. O direito ocupa uma posição inferior

em relação ao esquerdo, em virtude da presença do fígado, à

direita. Retiram os produtos tóxicos do sangue e controlam seu

equilíbrio de água e sais. Assim, estamos nos referindo à (ao):

A) Uretra

B) Ureter

C) Rim

D) Bexiga

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 48 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

12) (CBMDF - Oficial Combatente e Soldado - Inédita - 2016) O

pulso é o reflexo do batimento cardíaco palpável. Os pulsos mais

palpáveis são, EXCETO:

A) tíbia inferior

B) carotídeo

C) braquial

D) femoral

13) (CBMDF - Oficial Combatente e Soldado - Inédita - 2016) Com

relação ao Fígado. É o maior órgão interno, e é ainda um dos mais

importantes. É a mais volumosa de todas as vísceras, pesa cerca

de

A) 1,7 kg no homem adulto, e na mulher adulta entre 1,3 e 1,5 kg.

B) 1,6 kg no homem adulto, e na mulher adulta entre 1,2 e 1,4 kg.

C) 1,5 kg no homem adulto, e na mulher adulta entre 1,2 e 1,4 kg.

D) 1,8 kg no homem adulto, e na mulher adulta entre 1,3 e 1,5 kg.

14) (CBMDF - Oficial Combatente e Soldado - Inédita - 2016) O

sistema nervoso autônomo é dividido em:

A) anômalo e estrutural.

B) simpático e parassimpático.

C) esquerdo e direito.

D) simples e composto.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 49 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

15) (CBMDF - Oficial Combatente e Soldado - Inédita - 2016)

Localizado posteriormente ao clivo do osso occipital, ocupando o

espaço mais anterior da fossa intracraniana posterior. Esatamos

nos referindo ao

A) Cerebelo

B) Tronco Encefálico

C) Cérebro

D) Diencéfalo

16) (CBMDF - Oficial Combatente e Soldado - Inédita - 2016) O

sistema respiratório é composto pelos seguintes órgãos, EXCETO:

A) pleureia.

B) músculos da respiração.

C) brônquios e bronquíolos.

D) traqueia.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 50 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Questões comentadas

1) (2015 – COSEAC – UFF - Técnico de Laboratório/Área e

Necropsia) O vaso arterial no qual se encontra transporte de

sangue rico em gás carbônico é a artéria:

a) pulmonar.

b) jugular.

c) cava.

d) ilíaca.

e) mesentérica.

Comentários:

As artérias pulmonares levam sangue do coração para os pulmões. Elas

são as únicas artérias (além das artérias umbilicais) que transportam

sangue pobre em oxigênio (sangue venoso).

Gabarito: A.

2) (2015 – COSEAC – UFF - Técnico de Laboratório/Área e

Necropsia) É característica de uma artéria:

a) levar sangue aos órgãos.

b) esticar.

c) trazer sangue ao coração.

d) deprimir.

e) enrolar.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 51 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Comentários:

As artérias são vasos do sistema cardiovascular, por onde passa o sangue

que sai do coração sendo transportado para as outras partes do corpo. A

musculatura das artérias é espessa, formada de tecido muscular bastante

elástico, permitindo, dessa maneira, que as paredes se contraiam e

relaxem a cada batimento cardíaco. As artérias se ramificam pelo corpo e

vão se tornando mais finas, constituindo as arteríolas, que por sua vez se

ramificam ainda mais formando os capilares.

Gabarito: A.

3) (2015 – COSEAC – UFF - Técnico de Laboratório/Área e

Necropsia) A artéria femoral é encontrada na seguinte região:

a) braço.

b) pescoço.

c) coxa.

d) perna.

e) coração.

Comentários:

No corpo humano, a veia femoral é um vaso sanguíneo que acompanha a

artéria femoral. Ela inicia no canal adutor (também conhecido como canal

de Hunter) e é uma continuação da veia poplítea. Ela termina na margem

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 52 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

inferior do ligamento inguinal (fica na coxa), onde muda de nome e se

torna a veia ilíaca externa.

Gabarito: C.

4) (2016 - INÉDITA) Com base no Sistema Nervoso do ser

humano, julgue os itens.

O sistema nervoso central é aquele localizado dentro do esqueleto axial,

já o sistema nervoso periférico é aquele que se localiza fora deste

esqueleto.

Comentários:

O sistema nervoso central é aquele localizado dentro do esqueleto axial

(cavidade craniana e canal vertebral); o sistema nervoso periférico é

aquele que se localiza fora deste esqueleto. O encéfalo é a parte do

sistema nervoso central situado dentro do crânio neural; e a medula é

localizada dentro do canal vertebral. O encéfalo e a medula constituem o

neuro-eixo. No encéfalo temos cérebro, cerebelo e tronco encefálico.

Gabarito: C.

5) (2016 - INÉDITA) Com base no Sistema Nervoso do ser

humano, julgue os itens.

O Tronco Encefálico é subdividido em três estruturas segmentares e bem

distintas anatomicamente: o Bulbo, a Ponte e o Mesencéfalo.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 53 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Comentários:

O Tronco Encefálico, também denominado Tronco Cerebral, está

localizado posteriormente ao clivo do osso occipital, ocupando o espaço

mais anterior da fossa intracraniana posterior. É a conexão nervosa entre

o Diencéfalo e a Medula Espinhal, presente inferiormente aos hemisférios

cerebrais e anteriormente ao Cerebelo. O Tronco Encefálico é subdividido

em três estruturas segmentares e bem distintas anatomicamente: o Bulbo

(ou Medula Oblonga), a Ponte e o Mesencéfalo.

Gabarito: C.

6) (2015 - INSTITUTO AOCP - Técnico em Radiologia) Preencha a

lacuna e assinale a alternativa correta.

O sistema urinário é responsável por produzir, transportar e

eliminar a urina. _________________________ fazem parte

desse sistema.

a) Ureteres, bexiga e baço

b) Esôfago, rins e bexiga

c) Rins, ureteres e bexiga

d) Bexiga, ureteres e útero

e) Ureteres, rins e pâncreas

Comentários:

O sistema geniturinário é composto por todos os órgãos envolvidos na

formação e excreção da urina e reprodução: rins, ureteres, bexiga,

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 54 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

uretra, ovários, útero, tubas uterinas, vagina, clitóris (mulheres),

testículos, vesículas seminais, próstata, ductos seminais e pênis

(homens). Assim, aquele é formado por um conjunto de órgãos que

filtram o sangue, produzem e excretam a urina - o principal líquido de

excreção do organismo. É constituído por um par de rins, um par de

ureteres, pela bexiga urinária e pela uretra.

Gabarito: C.

7) O Sistema Digestivo é formado por um canal alimentar e órgãos

anexos, tais como as glândulas salivares, fígado e pâncreas. O

caminho que o alimento percorre no canal alimentar é

a) boca, esôfago, estômago, intestinos, reto, ânus.

b) boca, esôfago, estômago, intestinos, ânus.

c) boca, estômago, intestinos, reto, ânus.

d) boca, estômago, fígado, intestinos, reto, ânus.

e) boca, esôfago, intestinos, reto, ânus.

Comentários:

O sistema digestório humano é formado por um longo tubo musculoso, ao

qual estão associados órgãos e glândulas que participam da digestão.

Apresenta as seguintes regiões; boca, faringe, esôfago, estômago,

intestino delgado, intestino grosso e ânus.

Gabarito: A.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 55 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

8) (2015 - FUNIVERSA - SEGPLAN-GO) O órgão do tubo digestório

que une a cavidade oral ao estômago é o(a)

a) faringe.

b) nasofaringe.

c) laringe.

d) traqueia.

e) esôfago.

Comentários:

O esôfago, canal que liga a faringe ao estômago, localiza-se entre os

pulmões, atrás do coração, e atravessa o músculo diafragma, que separa

o tórax do abdômen. O bolo alimentar leva de 5 a 10 segundos para

percorrê-lo.

Gabarito: E.

9) (CBMDF - Oficial Combatente e Soldado - Inédita - 2016) O

sangue é um tecido líquido que circula no organismo, composto

por

A) plasma e por elementos figurados.

B) melanina e substâncias rígidas.

C) hemácias e melanina.

D) leucócitos e hematos.

Comentários:

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 56 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

O sangue é um tecido líquido que circula no organismo, composto por

plasma (parte líquida) e por elementos figurados (hemácias, leucócitos e

plaquetas).

Gabarito: A.

10) (CBMDF - Oficial Combatente e Soldado - Inédita - 2016) As

paredes do coração são formadas por três camadas musculares,

as quais estão elencadas abaixo, com exceção de uma:

A) Miocárdio

B) Bromocádio

C) Endocárdio

D) Epicárdio

Comentários:

As paredes do coração são formadas por três camadas musculares, são

elas:

✓ Miocárdio: camada média que determina a sístole e a diástole

cardíaca;

✓ Endocárdio: camada de revestimento interno;

✓ Epicárdio: camada de revestimento externo.

Gabarito: B.

11) (CBMDF - Oficial Combatente e Soldado - Inédita - 2016)

Trata-se de um órgão par, localiza-se sobre a parede muscular

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 57 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

posterior do abdome, atrás do peritônio, situados à direita e à

esquerda da coluna vertebral. O direito ocupa uma posição inferior

em relação ao esquerdo, em virtude da presença do fígado, à

direita. Retiram os produtos tóxicos do sangue e controlam seu

equilíbrio de água e sais. Assim, estamos nos referindo à (ao):

A) Uretra

B) Ureter

C) Rim

D) Bexiga

Comentários:

Vejamos novamente uns conceitos importantes:

Rim é um órgão par, localiza-se sobre a parede muscular posterior do

abdome, atrás do peritônio, situados à direita e à esquerda da coluna

vertebral. O direito ocupa uma posição inferior em relação ao esquerdo,

em virtude da presença do fígado, à direita. Retiram os produtos tóxicos

do sangue e controlam seu equilíbrio de água e sais.

Praticamente 1,5 litros de sangue circula por dia através dos rins, onde os

resíduos e a água são constantemente filtrados para formar a urina.

Ureter é definido como um tubo muscular oco de pequeno diâmetro (0,5

cm), que une o rim à bexiga. É capaz de contrair-se e realizar

movimentos peristálticos, que impele a urina para a bexiga.

Bexiga é uma bolsa situada posteriormente à sínfise púbica e que

funciona como reservatório da urina. O fluxo contínuo de urina que chega

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 58 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

pelos ureteres é transformado em emissão periódica (micção), estando

sob o controle do músculo esfíncter da bexiga.

Uretra constitui o último segmento da via urinária; é importante lembrar

que ela difere nos dois sexos, mas em ambos é um tubo mediano que

conduz a urina da bexiga urinária ao meio exterior. No homem, é uma via

comum para a micção e ejaculação, enquanto na mulher, serve para

excreção da urina.

Gabarito: C.

12) (CBMDF - Oficial Combatente e Soldado - Inédita - 2016) O

pulso é o reflexo do batimento cardíaco palpável. Os pulsos mais

palpáveis são, EXCETO:

A) tíbia inferior

B) carotídeo

C) braquial

D) femoral

Comentários:

O pulso é o reflexo do batimento cardíaco palpável nos locais onde as

artérias calibrosas estão posicionadas próximas da pele e sobre uma

estrutura óssea. Os pulsos mais palpáveis são:

✓ carotídeo;

✓ braquial;

✓ radial;

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 59 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

✓ femoral;e

✓ dorsal do pé ou tibial posterior.

Gabarito: A.

13) (CBMDF - Oficial Combatente e Soldado - Inédita - 2016) Com

relação ao Fígado. É o maior órgão interno, e é ainda um dos mais

importantes. É a mais volumosa de todas as vísceras, pesa cerca

de

A) 1,7 kg no homem adulto, e na mulher adulta entre 1,3 e 1,5 kg.

B) 1,6 kg no homem adulto, e na mulher adulta entre 1,2 e 1,4 kg.

C) 1,5 kg no homem adulto, e na mulher adulta entre 1,2 e 1,4 kg.

D) 1,8 kg no homem adulto, e na mulher adulta entre 1,3 e 1,5 kg.

Comentários:

Com relação ao Fígado. É o maior órgão interno, e é ainda um dos mais

importantes. É a mais volumosa de todas as vísceras, pesa cerca de 1,5

kg no homem adulto, e na mulher adulta entre 1,2 e 1,4 kg. Tem cor

arroxeada, superfície lisa e recoberta por uma cápsula própria. Está

situado no quadrante superior direito da cavidade abdominal.

Gabarito: C.

14) (CBMDF - Oficial Combatente e Soldado - Inédita - 2016) O

sistema nervoso autônomo é dividido em:

A) anômalo e estrutural.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 60 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

B) simpático e parassimpático.

C) esquerdo e direito.

D) simples e composto.

Comentários:

O sistema nervoso autônomo é dividido em: simpático e parassimpático.

Gabarito: B.

15) (CBMDF - Oficial Combatente e Soldado - Inédita - 2016)

Localizado posteriormente ao clivo do osso occipital, ocupando o

espaço mais anterior da fossa intracraniana posterior. Esatamos

nos referindo ao

A) Cerebelo

B) Tronco Encefálico

C) Cérebro

D) Diencéfalo

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 61 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

Comentários:

O Tronco Encefálico, também denominado Tronco Cerebral, está

localizado posteriormente ao clivo do osso occipital, ocupando o espaço

mais anterior da fossa intracraniana posterior.

Gabarito: B.

16) (CBMDF - Oficial Combatente e Soldado - Inédita - 2016) O

sistema respiratório é composto pelos seguintes órgãos, EXCETO:

A) pleureia.

B) músculos da respiração.

C) brônquios e bronquíolos.

D) traqueia.

Comentários:

O sistema respiratório é composto pelos seguintes órgãos:

✓ Nariz;

✓ Faringe;

✓ Laringe;

✓ Traqueia;

✓ brônquios e bronquíolos;

✓ pulmões;

✓ pleura, e

✓ músculos da respiração.

Gabarito: A.

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 62 de 63


Noções de Medicina Legal (Nível Superior e Médio) - ITEP - RN - 2017
Teoria e Exercícios
Prof. Alexandre Herculano – Aula 09

1-A 2-A

3-C 4-C

5-C 6-C

7-A 8-E

9-A 10-B

11-C 12-A

13-C 14-B

15-B 16-A

Prof. Alexandre Herculano www.estrategiaconcursos.com.br 63 de 63

Você também pode gostar