Você está na página 1de 2

Principais Etapas da Formação e Evolução do Português | Português –

10º

A língua portuguesa, como qualquer outra língua, resultou de


múltiplas influências ao longo de muitos séculos.

Desde a sua formação até ao presente, o


Com a conquista da Península
português passou por diferentes etapas:
Ibérica pelos Romano no séc. II
a.C, iniciou-se um intenso  Português Antigo (séc.XII - meados do
processo de romanização que séc. XIV)
levou à adoção progressiva do
latim vulgar pelos povos da  Português Clássico (séc XV-XVIII):
A língua,
região que lhe conferiram desaparecimento do galego-português e
marcas próprias, chegando-se ao consolidação da língua portuguesa
galego-português. publicam-se gramáticas, dicionários e
várias obras líricas e históricas.

 Português Moderno/ Contemporâneo


(desde o séc. XIX): falado desde meados
do séc. XVIII até ao presente.

Uma língua pode ser comparada às diversas camadas do solo ou a um bolo com múltiplas
camadas. Cada uma delas deu o seu contributo para chegar ao português falado por nós:

 Substrato: designa a língua que desaparece após o contacto com outra língua, imposta por
invasores. Também designa os vestígios linguísticos deixados por essa língua naquela que
se lhe sobrepôs. No caso português, temos as línguas pré-latinas faladas pelos povos que
habitavam a região antes da ocupação romana (Iberos, Fenícios, Celtas, Gregos, Bascos…);

 Superstrato: designa a língua dos povos invasores que progressivamente desaparece no


contacto com a língua do território invadido. Também designa os vestígios linguísticos
deixados por essa língua do território dominado. No caso português, são as línguas
germânicas e a língua árabe.
Principais Etapas da Formação e Evolução do Português | Português –
10º

 Estrato: o estrato é o que fica e que absorve as outras camadas. No caso português, o latim
sobreviveu e enriqueceu-se com o contacto com as outras línguas.