Você está na página 1de 6

O MESSIAS QUE LUTA

O Messias – Parte 04/08


09 de maio de 2010
Mt. 4.1-11
Introdução:
⇒ Na semana retrasada nós conversamos sobre o exemplo que Jesus nos dá. Hoje
nós vamos conversar sobre outro tipo de exemplo que Jesus nos oferece: como
permanecer e lutar.
⇒ Em Mt. 4.1-11 vemos claramente que Jesus estava envolvido em uma guerra
espiritual.
⇒ Proposição: Jesus nos mostra como lidar com Satanás: enfrente-o de frente.
⇒ Transição: Jesus teve que enfrentar a...
I. A batalha física (1-4)
⇒ Existem alguns detalhes muito interessantes neste primeiro verso.
⇒ Primeiro, nós vemos que "o Espírito Santo levou Jesus ao deserto...". Foi o
Espírito Santo que levou Jesus a um lugar difícil onde Seu caráter seria
severamente testado. A tentação foi providencialmente planejada por Deus como
um teste do caráter do Messias.
[Dt. 8:2] “Lembrem como o nosso Deus guiou vocês pelo deserto esses quarenta
anos. Durante essa longa caminhada, Deus os humilhou e os pôs à prova para
saber se estavam resolvidos ou não a obedecer aos seus mandamentos.”
⇒ Prestem atenção, irmãos, até Jesus foi testado para provar Seu caráter. Então
quando você for testado não permita que o diabo o convença de que existe algo
errado com você, porque Jesus passou por isso antes de você.
⇒ Prestem atenção, irmãos, Jesus foi testado, então você também pode ser
testado.
⇒ O Espírito Santo nos leva a situações difíceis de forma que nós podemos nos
tornar mais fortes.
⇒ A outra coisa interessante neste verso é a razão pela qual o Espírito o levou ao
deserto, diz o texto: "...para ser tentado pelo Diabo."
⇒ Primeiro, note o que o verso não diz. Não diz que o Espírito levou Jesus ao
deserto e O tentou. Diz que Ele foi levado pelo Espírito para ser tentado pelo
Diabo.
[Tg. 1:13,14] “Quando alguém for tentado, não diga: "Esta tentação vem de Deus."
Pois Deus não pode ser tentado pelo mal e ele mesmo não tenta ninguém. Mas as
pessoas são tentadas quando são atraídas e enganadas pelos seus próprios maus
desejos.”
⇒ Deus não tenta você, são seus próprios desejos pecaminosos, explorados pelo
diabo, que tentam você. Deus permite que você seja tentado de forma que você
aprenda como superar sua fraqueza.
1
⇒ Então como nós superamos nossas fraquezas? Veja como Jesus fez isto.
Mateus nos diz [Mt. 4.2]: "E, depois de passar quarenta dias e quarenta noites
sem comer, Jesus estava com fome."
⇒ Jesus lidou com tentação com jejum e oração. "Espere um minuto, Pastor, só diz
que Jesus jejuou. Onde você vê a oração de palavra?"
⇒ Primeiro, sempre que a Bíblia fala sobre jejum é sempre acompanhado por
oração, e até quando não é explícito, é sempre implícito.
⇒ Segundo, nós estamos falando a respeito de Jesus. Você pode imaginar Jesus
passando quarenta dias sem orar? Você pode imaginar Jesus entrando em uma
batalha espiritual sem oração?
⇒ Se você quiser quebrar a escravidão física, que na realidade é escravidão
espiritual, seria melhor você gastar algum tempo em jejum e oração.
⇒ Agora note como o diabo ataca Jesus. Diz [Mt. 4.3], "Então o Diabo chegou perto
dele e disse: -Se você é o Filho de Deus, mande que estas pedras virem pão.”
⇒ O diabo sabia que Jesus tinha estado sem comida por mais de um mês, e Ele
estava com fome. Ele sabe qual é a nossa fraqueza e ele fará qualquer que
possa fazer para explorar aquela fraqueza.
⇒ No jardim do Éden, ele bate na área de fraqueza de Eva. A fome não era sua
fraqueza; sua fraqueza era o orgulho. Porque ele sempre vai jogar com nossas
fraquezas.
⇒ Veja como Jesus lida com o diabo. Ele apenas diz [Mt. 4.4], “Jesus respondeu:
-As Escrituras Sagradas afirmam: "O ser humano não vive só de pão, mas vive
de tudo o que Deus diz."”
⇒ Ele é direto e objetivo. Ele não tenta debater com o Diabo ou iniciar algum tipo de
diálogo com ele. Ele é direto e objetivo.
⇒ Junto com a abordagem direta, Jesus cita as Escrituras para o Diabo. Ele cita Dt.
8:3. Ele bate no diabo com a Palavra.
⇒ Aqui está outra razão pela qual nós deveríamos ler, estudar e memorizar as
Escrituras.
⇒ O diabo não é estúpido. Ele não vai vir até você durante um tempo de
avivamento; Ele vai bater em você quando você e sua Bíblia estiverem
separados por milhares de quilômetros.
⇒ Mas, se você se comprometer em memorizar a Bíblia você sempre estará
preparado. Armado com a Espada do Espírito, que é a Palavra de Deus.
Prepara-se, Satanás atacará nossa debilidade física.

⇒ Ilustração: Ouça o depoimento escrito de um marido sobre a tentação: Enquanto


minha esposa e eu estávamos fazendo compras em um centro comercial, uma
mulher jovem, bonita e bem vestida num vestido curto e esvoaçante passeava
pela loja. Meus olhos a seguiram. Sem tirar os olhos do objeto que ela estava

2
examinando, minha esposa me perguntou: "A encrenca em que você está se
metendo vale mesmo à pena?"
[IJo. 2:16] “Nada que é deste mundo vem do Pai. Os maus desejos da natureza
humana, a vontade de ter o que agrada aos olhos e o orgulho pelas coisas da vida,
tudo isso não vem do Pai, mas do mundo.”
⇒ O diabo atacará nossa fraqueza física. Ele nos atacará com o que nós podemos
ver, sentir e tocar. Ele nos atacará com comida. Ele nos atacará com sexo. Ele
nos atacará com drogas e álcool. Ele nos atacará com materialismo.
⇒ O diabo conhece nossos pontos fracos. Ele sabe com que nós lutamos
diariamente. Ele nos bombardeará com a tentação até que nós apenas não
podemos mais suportar isso. Ele é persistente e continuará a lutar contra você
até que ele pense que ganhou.
⇒ Nós precisamos permanecer alertas a toda hora.
[IPe. 5:8] “Estejam alertas e fiquem vigiando porque o inimigo de vocês, o Diabo,
anda por aí como um leão que ruge, procurando alguém para devorar.”
⇒ Ele não descansará, e nem você pode descansar. Nós precisamos estar
preparados em contínua oração. Nós precisamos estar preparados na Palavra.
Nós precisamos estar preparados orando no Espírito.
⇒ Deus já venceu a guerra, mas nós temos que lutar nossas batalhas.
⇒ Jesus enfrentou uma batalha física, mas também...
II. A batalha mental (5-7)
⇒ Mateus nos diz [Mt. 4.5], "Em seguida o Diabo levou Jesus até Jerusalém, a
Cidade Santa, e o colocou no lugar mais alto do Templo."
⇒ A palavra traduzida como "lugar mais alto" quer dizer "ponta," ou "cume." Alguns
estudiosos acreditam que o diabo levou Jesus para o topo do Templo de onde
podia se ver o Vale de Sidom, de onde uma queda seria morte certa.
⇒ Mostrando sua arrogância, o diabo diz [Mt. 4.6] “Se você é o Filho de Deus,
jogue-se daqui, pois as Escrituras Sagradas afirmam: "Deus mandará que os
seus anjos cuidem de você. Eles vão segurá-lo com as suas mãos, para que
nem mesmo os seus pés sejam feridos nas pedras."”
⇒ Existem várias coisas aqui. Primeiro, ele tenta questionar a divindade de Jesus.
[IJo. 2:21,22] “Portanto, eu escrevo a vocês, mas não é porque não conhecem a
verdade. Pelo contrário, é porque a conhecem e sabem que nunca nenhuma
mentira vem da verdade. Então quem é mentiroso? É aquele que diz que Jesus
não é o Messias. Quem diz isso é o Inimigo de Cristo; ele rejeita tanto o Pai como o
Filho.”
⇒ Isso não apenas mostra a sua arrogância, mas o fato que ele é o pai da mentira.
⇒ A segunda coisa que ele tenta fazer é conseguir que Jesus duvide do amor do
Pai por Ele. Ele está tentando coagir Jesus a provar a verdade literal da Palavra
de Deus.
3
⇒ Se Jesus cedesse ao diabo, ele estaria fazendo o que a Bíblia claramente diz
para não fazermos – pôr Deus a prova – exceto no caso do dízimo, onde Deus
nos dá permissão para prová-Lo.
⇒ Mas, Jesus enxerga os truques do diabo e diz [Mt. 4.7], “Jesus respondeu: -Mas
as Escrituras Sagradas também dizem: "Não ponha à prova o Senhor, o seu
Deus."”
⇒ Calculando o apelo do diabo às Escrituras, Jesus invocou o princípio bíblico mais
profundo de honrar Deus, que o diabo ignorava. O diabo estava tentando torcer
as Escrituras para seu próprio benefício, mas Jesus mostra que nós precisamos
considerar todo o conselho da Palavra de Deus.
⇒ Em essência, o diabo estava tentando convencer Jesus a fazer o que ele queria
tomando uma decisão precipitada. Mas, Jesus conhecia isso muito bem.
⇒ Ilustração:Alguém afirmou muito apropriadamente: "A batalha espiritual
acontece em nossas mentes, mas o lugar que nós damos a Cristo em nossos
corações determina nossa vitória".
[IPe. 1:13] “Portanto, estejam prontos para agir. Continuem alertas e ponham toda
a sua esperança na bênção que será dada a vocês quando Jesus Cristo for
revelado.”
⇒ O ataque favorito do diabo é em nossas mentes. Ele entra em nossas mentes e
tenta fazer com que pequemos. Ele entra em nossas mentes para fazer com que
duvidemos. Ele entra em nossas mentes para fazer com que tenhamos medo.
Ele entra em nossas mentes para que pensemos que somos os únicos a
enfrentar tudo isso.
⇒ E uma vez que ele consegue fazer com que pequemos, ele continua a atacar
nossas mentes com acusação. Ele tenta fazer com que pensemos que não
somos perdoados. Ele tenta fazer com que acreditemos que nós não somos
realmente salvos. Ele tenta fazer com que nós desistamos.
⇒ Mas graças a Deus que nos dá a vitória por Cristo Jesus. Nós recebemos a
mente de Cristo. Nós fomos transformados pela renovação de nossas mentes.
Não existe, então, nenhuma condenação para aqueles que estão em Cristo
Jesus. Existe vitória em Jesus!
⇒Transição: Acima de tudo nós devemos perceber que isto é A...
III. A batalha espiritual (8-11)
⇒ O diabo, assim como algumas pessoas, não sabe quando desistir. Embora ele
tivesse sido derrotado em duas tentativas diferentes, ele ainda faz uma terceira
tentativa para enganar Jesus.
⇒ Ele guarda seu melhor truque para o final. De acordo com Mateus [Mt. 4.8],
"Depois o Diabo levou Jesus para um monte muito alto, mostrou-lhe todos os
reinos do mundo e as suas grandezas."
⇒ Esta tentativa foi diferente das primeiras duas tentativas de várias maneiras.

4
⇒ Primeiro, ele não ataca a divindade de Jesus porque essa tentação não envolvia
nenhum tipo de abuso de Seu privilégio messiânico.
⇒ Segundo, o diabo deliberadamente pede a Jesus para quebrar o segundo
mandamento. Ele diz a Jesus [Mt. 4.9] “Eu lhe darei tudo isso se você se ajoelhar
e me adorar.”
[Êx. 20:5] “Não se ajoelhe diante de ídolos, nem os adore, pois eu, o Eterno, sou o
seu Deus e não tolero outros deuses. Eu castigo aqueles que me odeiam, até os
seus bisnetos e trinetos.”
⇒ O que o diabo está fazendo é oferecer a Jesus o reino sem a cruz. Ele está
oferecendo a Jesus a saída fácil. Mas, Jesus novamente enxerga seus truques.
Ele diz para o diabo [Mt. 4.10], “Vá embora, Satanás! As Escrituras Sagradas
afirmam: "Adore o Senhor, o seu Deus, e sirva somente a ele."”
⇒ Só o Pai é merecedor de adoração. A oferta de Satanás para que Jesus o adore
indica seu objetivo global o que é realmente a essência de pecado. O pecado
deseja rejeitar a vontade de Deus e ter seu próprio caminho, fazer de si mesmo o
seu próprio deus.
⇒ Jesus deixa claro que Ele adoraria somente o Pai. Ele reafirma Sua posição, Se
submete ao Pai, resiste ao diabo, e o diabo foge.
⇒Ilustração: Dr. Martyn Lloyd-Jones escreveu sobre nossa batalha espiritual: “Um
homem que não entende a natureza do problema que ele está enfrentando é um
homem que já está condenado ao fracasso. Os cristãos são como calouros do
primeiro ano da faculdade – eles pensam a princípio que todo assunto é muito
simples, não existe nenhum dificuldade. Bem, nós sabemos o que provavelmente
pode acontecer quando eles enfrentarem um exame! A primeira coisa que você
tem que fazer é entender a natureza e o caráter do seu problema. Então nós
temos que perceber que nós somos chamados, na vida cristã, para uma batalha,
não para uma vida de facilidade; para uma batalha, para uma guerra, para lutar.”
[IICo. 10:3-5] “É claro que somos humanos, mas não lutamos por motivos
humanos. As armas que usamos na nossa luta não são do mundo; são armas
poderosas de Deus, capazes de destruir fortalezas. E assim destruímos idéias
falsas e também todo orgulho humano que não deixa que as pessoas conheçam a
Deus. Dominamos todo pensamento humano e fazemos com que ele obedeça a
Cristo.”
⇒ Nós devemos perceber que a essência de nossa batalha é espiritual. Nós não
estamos lutando contra pessoas. Nós não estamos lutando contra circunstâncias.
Nós estamos lutando contra o diabo.
⇒ Esta batalha acontece em um reino espiritual. Ele é um reino que nós não
podemos tocar com nossas mãos ou ver com nossos olhos. Mas, é muito real, e
todos nós lidamos com isto todos os dias.
⇒ Se nós desejamos ser vitoriosos nesta batalha, nós temos que lutar com armas
espirituais. O escudo da fé; a espada do Espírito; o peitoral da justiça e orando o
tempo todo no Espírito.
5
[Tg. 4:7] “Portanto, obedeçam a Deus e enfrentem o Diabo, que ele fugirá de
vocês.”
Conclusão:
⇒ Jesus mostra como lutar uma batalha espiritual. Jesus nos mostra como lidar
com um inimigo espiritual. Jesus nos mostra como se preparar para uma batalha
espiritual. Você está pronto para a batalha?

Interesses relacionados