Você está na página 1de 2

Palavras de vida – Alegria

- A busca pela alegria pode ser analisada por diversas perspectivas:


 Filosofia
- Epicurismo- supressão da dor e busca pelo prazer natural (comida, bebida, ausência de pressão para adquirir
riquezas e isolamento do mundo com boas amizades), resultam na verdadeira felicidade.
"O prazer é o princípio e o fim de uma vida feliz." (Epicuro de Samos)
 Biologia
Existem mecanismos cerebrais que comandam a produção e distribuição de substâncias responsáveis por gerar
sensações de prazer e bem estar. 
 Psicologia
São muitas as fontes que nos fazem felizes (realizações pessoais, conquistas de objetivos profissionais, sistemas
de recompensa e expectativas), assim como são várias as barreiras para isso. Mas nada supera o fato de que
cada pessoa tem uma reação completamente diferente da outra diante de situações muito parecidas.
 Sociedade
Alguns associam a felicidade com o sentimento de utilidade, realizar o trabalho dos sonhos e buscar maneiras
de dar sentido à própria vida. A ideia é conquistar socialmente alguma relevância, achar um meio para
contribuir com o planeta em que vivemos e não passar despercebido por essa existência.

- A alegria é um tema recorrente na Bíblia, sendo citada em torno de 150 vezes.

Ne 8:10 “...Não se entristeçam, porque a alegria do Senhor os fortalecerá”.

- A carta de Paulo aos filipenses fala sobre a alegria no Senhor. “Alegrai-vos no Senhor” é a tônica do
apóstolo, desejando ensinar aquele povo a alegrar-se com o Senhor em qualquer circunstância.

1- A alegria da fraternidade cristã.


Fp. 1:4,5 Em todas as minhas orações em favor de vocês, sempre oro com alegria por causa da cooperação que
vocês têm dado ao evangelho, desde o primeiro dia até agora.
Chara= alegria, satisfação; de pessoas que são o prazer de alguém.
- Oração com alegria não é fruto de cristãos perfeitos, mas que moram no coração. Sempre que oro de verdade,
oro mais tranquilo.
Fp. 2:2 ...completem a minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar, o mesmo amor, um só espírito e uma só
atitude.
- Havia em Filipos uma tendência religiosa perigosa, a da fragmentação da Igreja em partidos.
- A alegria de receber e de honrar um amado servo de Deus
Fp 2:29 E peço que vocês o recebam no Senhor com grande alegria e honrem a homens como este.
- Epafrodito viera a Roma, enviado pelos irmãos filipenses, para servir a Paulo. Isso ele tinha feito com todo
empenho. Adoecera, e tinha estado às portas da morte. Deus, porém, o poupou para alegria sua, alegria de Paulo
e alegria dos irmãos filipenses. O processo contra Paulo estava na véspera de ser resolvido, e, por isso, Paulo
espera em breve dispensar com os serviços de Epafrodito, e mandá-lo de volta para Filipos. Paulo pensa na
alegria com que esse fiel servo de Cristo será recebido pela Igreja, e de como será honrado pelos irmãos. A
alegria de receber e honrar um servo amado de Cristo.
- A alegria de ter ovelhas firmes
Fp 4:1 Portanto, meus irmãos, a quem amo e de quem tenho saudade, vocês que são a minha alegria e a minha
coroa, permaneçam assim firmes no Senhor, ó amados!
- Nenhuma igreja local que Paulo conseguiu fundar dava-lhe maior alegria do que a dos filipenses. Foi a
primícia de Cristo na Europa, e foi fundada em muita tribulação. Era igreja   leal ao seu fundador, uma lealdade
provada através dos tempos, mas que nunca falhava. Não é de admirar que Paulo se alegra na  igreja: “...meus
amados e mui saudosos irmãos, minha alegria e coroa, estai assim firmes no Senhor, amados”!
- A alegria de receber donativos.
Fp 4:10 Alegro-me grandemente no Senhor, porque finalmente vocês renovaram o seu interesse por mim. De
fato, vocês já se interessavam, mas não tinham oportunidade para demonstrá-lo.
- Paulo relembra com gratidão as inúmeras vezes que os irmãos de Filipos o tinham ajudado financeiramente.

2- A alegria no fato de Cristo ser pregado.


Fp 1:18 Mas, que importa? O importante é que de qualquer forma, seja por motivos falsos ou verdadeiros,
Cristo está sendo pregado, e por isso me alegro. De fato, continuarei a alegrar-me.
- Os longos anos de prisão de Paulo, longe ser de atraso para o progresso do Evangelho, antes contribuíram para
o seu progresso.
- Ao menos duas coisas positivas resultaram da prisão de Paulo: a “guarda pretoriana”, a elite do exército
romano, estava sendo evangelizada; e, os irmãos em Roma proclamavam o Evangelho com mais desassombro.

3- A alegria mesmo em face ao sofrimento.


Fp 2:17 Contudo, mesmo que eu esteja sendo derramado como oferta de bebida sobre o serviço que provém da
fé que vocês têm, o sacrifício que oferecem a Deus, estou alegre e me regozijo com todos vocês.
- Nessa carta constantemente Paulo está face a face com a morte; considera o seu martírio como probabilidade.

4- A alegria daquele que está em Cristo.


Fp 3:1 Finalmente, meus irmãos, alegrem-se no Senhor! Escrever-lhes de novo as mesmas coisas não é
cansativo para mim e é uma segurança para vocês.
Fp 4:4 Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente direi: alegrem-se!
- Quando o homem está sem esperança, ele procura sensações em diversas coisas para “acalmar seu interior”.
Porém são as convicções fundamentadas na Bíblia que me dão esperança, e não somente sensações.
- É uma busca por uma vida teocêntrica. Bebida, sexo, comida, namoro pode me trazer prazer, mas não é o que
busco para me contentar.
- Você conseguiria viver feliz sem a casa dos seus sonhos? Sem o carro dos seus sonhos? Há uma grande
diferença entre lutar por algo e ser dominado por aquilo.
- Por que respiramos, por que nossos corações batem se não por ele?
- Nós nunca dizemos com a boca que algo é nossa esperança no lugar de Deus, nós dizemos com as atitudes.
- Quando qualquer coisa preenche nossas mentes mais do que Deus nós estamos desprezando-o.
"Deus é mais glorificado em mim quando estou mais satisfeito nEle” (John Piper)

Lc 2:10 Mas o anjo lhes disse: "Não tenham medo. Estou lhes trazendo boas novas de grande alegria, que são
para todo o povo: 11 Hoje, na cidade de Davi, lhes nasceu o Salvador que é Cristo, o Senhor.
Rm 14:17 Pois o Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, paz e alegria no Espírito Santo.
Gl 5:22 Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, 23 mansidão
e domínio próprio.
Fp 4:4 Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente direi: alegrem-se!

- O evangelho trouxe alegria, o Reino de Deus é alegria, o fruto do Espírito é alegria, e a ordem de Deus é
“alegrai-vos”. A alegria do cristão não é ausência de problemas nem está colocada em coisas; ela procede de
Deus, é sustentada por Deus e consumada por Ele. O evangelho que nos alcançou é a boa-nova de grande
alegria. O Reino de Deus que está dentro) de nós é alegria no Espírito Santo. O fruto do Espírito é alegria. A
ordem de Deus para nós é: “Alegrai- vos”. O mundo não pode dar nem tirar essa alegria. Ela vem do céu, é de
Deus. Essa é a alegria ultra circunstancial.

Você também pode gostar