Você está na página 1de 445

Sistemas IMMULITE 2000

Sistema de Imunoensaios IMMULITE 2500

Guia do Operador

601034-0001, Rev. A, 2009-07


Guia do Operador

© 2009 Siemens Healthcare Diagnostics Inc. Todos os direitos reservados.


Nenhuma parte deste guia do operador ou dos produtos nele descritos pode
ser reproduzida, seja qual for o meio ou a forma, sem o consentimento
prévio por escrito da Siemens.
IMMULITE e VersaCell são marcas comerciais da
Siemens Healthcare Diagnostics.
RealTime Solutions é uma marca de serviço da
Siemens Healthcare Diagnostics.
DRD e Dual Resolution Diluter são marcas comerciais da
DRD Diluter Corporation.
Windows e Microsoft são marcas comerciais da Microsoft Corporation.
Lotus é uma marca comercial da IBM Corporation.
LUMIGEN é uma marca comercial da LUMIGEN.
Tygon é uma marca comercial da Saint-Gobain Corporation.
Westgard QC é uma marca comercial da Westgard QC, Inc.
Origin: US

www.siemens.com/diagnostics
A informação contida neste guia do operador estava correcta na altura da
impressão. No entanto, a Siemens continua a melhorar os seus produtos e
reserva-se o direito de alterar especificações, equipamento e procedimentos
de manutenção a qualquer altura, sem aviso prévio.
Se o sistema for utilizado de forma diferente daquela especificada pela
Siemens, a protecção proporcionada pelo equipamento pode ser afectada.
Consulte as indicações de precaução e advertência.

601034-0001, Rev. A
Utilizar este guia

Este sistema destina-se apenas a utilização profissional num ambiente de


laboratório. As análises realizadas com este sistema são para uso no diagnóstico
in vitro. Como acontece com todas as análises de diagnóstico, um diagnóstico
clínico definitivo não deve basear-se nos resultados de uma única análise,
deve antes ser feito pelo médico só depois de avaliados todos os achados clínicos
e laboratoriais.
Este guia fornece informações para os seguintes profissionais de laboratórios
clínicos que utilizem os sistemas IMMULITE® 2000 e o sistema
IMMULITE® 2500:
• Operadores de sistema que executem tarefas de operação diárias,
tais como preparar o sistema, processar amostras, analisar resultados e
executar a manutenção.
• Operadores principais do sistema que executem tarefas diárias e outras,
tais como analisar os dados de controlo, gerir os ficheiros de dados e
modificar parâmetros do sistema.

Organização
A tabela seguinte descreve a forma como este guia do operador está organizado:
Se quiser... Consulte...
saber sobre as funções do sistema, tais como a Secção 1:
colocação de amostras sem pausa, Funções do sistema
saber sobre os componentes da interface do utilizador, Descrição geral do
sobre como utilizar informação online e rever o hardware,
hardware e a sequência de funcionamento, Descrição geral do software,
Tecnologia.
processar amostras, monitorizar o estado ou gerir os Secção 2:
resultados das amostras, Utilizar o sistema.
analisar os princípios da curva padrão e do ajuste de Secção 3:
dois pontos, Ajustar o sistema.
processar ajustes,
saber sobre como aceder ao CQ e ao CQ Programado, Secção 4:
definir materiais de controlo de qualidade, Controlo de qualidade.
executar actividades de manutenção programadas, Secção 5:
registar actividades de manutenção, Manutenção.
investigar e corrigir problemas do sistema, Secção 6: Resolução de
problemas.

601034-0001, Rev. A
1-2 Guia do Operador: Utilizar este guia

Se quiser... Consulte...
saber como guardar ficheiros de resultados Secção 7:
num arquivo, Gestão dos dados.
saber como fazer cópias de segurança dos ficheiros de
configuração do sistema,
modificar parâmetros de definição dos testes, Secção 8:
modificar parâmetros do sistema, Configuração do sistema.
configurar parâmetros do LIS e do LAS,
rever as precauções relativas a riscos biológicos, Anexo A:
rever as precauções relativas ao laser, Segurança.
consultar a garantia, os requisitos legais e informação Anexo B:
sobre assistência técnica, Garantia e informação sobre
consultar informação de contacto, assistência técnica.
consultar informação sobre os reagentes primários, Anexo C:
reagentes auxiliares e fluidos do sistema, Reagentes e fluidos do
sistema.
consultar informação sobre a encomenda Anexo D: Consumíveis.
de consumíveis,
consultar as especificações do sistema, Anexo E: Especificações.
consultar os símbolos do sistema, Anexo F: Símbolos.
consultar o glossário, Anexo G: Glossário.
consultar as mensagens de erro e possíveis soluções, Anexo H:
Mensagens de erro.
saber sobre os testes de confirmação da hepatite, Anexo I:
Testes de confirmação da
hepatite.

Convenções
O Guia do Operador do IMMULITE 2000 systems and IMMULITE 2500 system
utiliza o seguinte texto e convenções de símbolos:
Convenção Descrição
IMMULITE 2000 systems and Refere-se às instruções para o sistema
IMMULITE 2500 system IMMULITE 2000, sistema IMMULITE 2500 e
sistema IMMULITE 2000 XPi.
Apenas sistemas Refere-se às instruções tanto para o sistema
IMMULITE 2000 IMMULITE 2000 como para o sistema
IMMULITE 2000 XPi.
Apenas sistema Refere-se às instruções para o sistema
IMMULITE 2500 IMMULITE 2500.
Apenas sistema Refere-se às instruções apenas para o sistema
IMMULITE 2000 XPi IMMULITE 2000 XPi.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar este guia 1-3

Convenção Descrição
As indicações de risco biológico alertam-no para
condições de potencial risco biológico.
RISCO BIOLÓGICO
As indicações de advertência de laser alertam-no
para o risco de exposição a lasers.
ADVERTÊNCIA DE
LASER
As indicações de advertência alertam-no para
condições que possam causar lesões pessoais.
ADVERTÊNCIA
As indicações de precaução alertam-no para
condições que poderão causar danos no produto ou
PRECAUÇÃO perda de dados.
No sistema, este símbolo indica que deve consultar
o guia do operador para obter mais informações.
NOTA: As indicações de nota alertam-no para informações
importantes que exigem a sua atenção.
Negrito A letra em negrito indica comandos da interface do
utilizador, teclas ou o texto exacto que o operador
tem de introduzir no sistema.
Por exemplo, se a palavra "guardar" surgir como
Guardar, refere-se ao botão "Guardar" da interface
do utilizador.
Outro exemplo é a introdução de uma entrada
específica numa caixa de texto. Se a palavra
"bem-vindo" surgir como bem-vindo,
significa que deve introduzir essa palavra no
campo especificado.
Itálico O itálico refere-se ao título de um documento
ou ao título de uma secção deste guia do operador.
Por exemplo, Utilizar o sistema, na secção 2
refere-se à Secção 2 deste guia do operador.
O itálico também é utilizado para palavras e frases
em latim.

601034-0001, Rev. A
1-4 Guia do Operador: Utilizar este guia

Terminologia
A tabela seguinte explica alguma da terminologia especial utilizada neste guia
do operador, bem como as acções específicas que tem de tomar quando vir
essa terminologia:
Termo Descrição
Seleccione Para seleccionar um item, utilize o dedo para tocar no item no monitor de
ecrã táctil ou seleccione o item com o dispositivo apontador do sistema.
Introduza Escreva a informação especificada utilizando o teclado e, em seguida,
prima a tecla Enter .
Faça a Desloque o leitor de códigos de barras portátil sobre o código de barras
leitura especificado para introduzir a informação.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Conteúdo

Conteúdo

Utilizar este guia

Descrição geral do sistema

Utilizar o sistema

Ajustar o sistema

Controlo de qualidade

Realizar a manutenção

Identificar problemas do instrumento

Gestão dos dados

Configurar o sistema

Anexo A: Instruções de segurança

Anexo B: Assistência técnica, encomendas e garantia

Anexo C: Reagentes e fluidos do sistema

Anexo D: Consumíveis

Anexo E: Especificações do sistema

Anexo F: Símbolos do instrumento

Anexo G: Instalação e deslocação

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Conteúdo

Anexo H: Mensagens de erro

Anexo I: Teste de confirmação da hepatite

Index

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Descrição geral do sistema

1 Descrição geral do sistema

Sistema IMMULITE 2000 e Sistema IMMULITE 2500. . . . 1-1


Convenções de designação dos controlos . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-1
Descrição dos produtos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-1
Princípios de funcionamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2
Especificações de saída . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-2
Descrição geral do hardware . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3
Sequência de pipetagem . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3
Componentes do sistema . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-3
Componentes do kit . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-11
Cartucho de reagentes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-11
Embalagens de pérolas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-12
Ajustes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-13
Etiquetas de códigos de barras dos Ajustes . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-13
Controlos (CQ). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-13
Anticorpo de ajuste . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-13
Anticorpo de controlo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-13
Código de barras do kit . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-14
Folheto informativo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-14
Avisos importantes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-14
Outros consumíveis para os testes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-14
Módulo do substrato quimioluminescente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-15
Módulo de solução de lavagem de sondas . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-15
Módulo de diluente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-15
Alérgenos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-16
Cartuchos de alérgenos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-16
Utilizar o relatório de consumíveis . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-16
Descrição geral do software . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-16
Ecrã Home do IMMULITE 2000 XPi . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-19
Indicadores de estado dos cartuchos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-19
Indicador de estado dos suportes de amostras . . . . . . . . . . . . . . . .1-19
Botão Procurar. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-19
Barra de ferramentas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-19
Barra de ferramentas horizontal . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-20
Barra de ferramentas vertical . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-21
Barra de menus do instrumento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-21
Ecrã Menu do IMMULITE 2000 XPi . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-24
Ajuda online . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-26
Navegar na ajuda online . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-27
Opções de menu . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-27
Localizar procedimentos de rotina . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1-28

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Descrição geral do sistema

Utilizar a funcionalidade do índice remissivo . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-29


Utilizar a funcionalidade da procura . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-29
Tecnologia. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-30
Redução de dados e a reacção quimioluminescente
Cálculos internos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-30
Reacção quimioluminescente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 1-31

601034-0001, Rev. A
Descrição geral do sistema

Sistema IMMULITE 2000 e Sistema IMMULITE 2500


O Guia do Operador dos Sistemas IMMULITE® 2000 e do
Sistema IMMULITE 2500 descreve o funcionamento dos sistemas
IMMULITE 2000 e do sistema IMMULITE 2500. Este guia inclui descrições
gerais dos sistemas, das instruções de configuração e dos procedimentos de
funcionamento, manutenção e resolução de problemas.

Convenções de designação dos controlos


Para garantir que os dados de controlo são agrupados de forma adequada
para relatórios de pares e alertas de CQ, são utilizadas as seguintes convenções
de designação.
Para os controlos da Bio-Rad, utilize o nome de controlo BIOR, seguido dos
primeiros dois dígitos do número do lote. Os últimos três dígitos do número
do lote são introduzidos no campo do número do lote. Por exemplo, o lote 40130
da Bio-Rad passa a ser BIOR40 lote 130. O nível de controlo é 1, 2 ou 3.
Para os controlos da Siemens Healthcare Diagnostics, utilize o nome do controlo
e o número de lote de três dígitos (precedido por um zero, conforme necessário).
Por exemplo, LRBC lote 0110 passa a ser LRBC lote 110. O nível de controlo
1, 2 ou 3. Do mesmo modo, CON6 lote XX passa a ser CON6 lote 0XX.
O nível de controlo é 4, 5 ou 6.
Para outros controlos, utilize a mesma convenção.

Descrição dos produtos


Os sistemas IMMULITE 2000 são instrumentos de acesso aleatório contínuo que
executam imunoensaios quimioluminescentes.
O sistema IMMULITE 2500 executa testes de imunoensaios quimioluminescentes
recorrendo à incubação de activação lógica com vista a proporcionar uma
atribuição de recursos dinâmica que optimize a utilização das incubadoras,
estações de lavagem e pipetas.
Estes instrumentos utilizam amostras de soro, plasma ou urina para
testes de diagnóstico in vitro e funcionam sem problemas com os sistemas
RealTime SolutionsSM e VersaCell®.
Os instrumentos automatizam todo o procedimento de teste e estão aptos para
testes de grandes volumes gerando até 200 resultados de testes por hora.

601034-0001, Rev. A
1-2 Guia do Operador: Descrição geral do sistema

No instrumento, podem ser colocados directamente tubos primários, secundários e


de microamostras. O IMMULITE 2000 XPi também permite a colocação de
copos de amostras de topo de tubo num suporte condutor. Uma interface do
LIS (Sistema de Informações Laboratoriais) é opcional.

Princípios de funcionamento
O instrumento utiliza pérolas de poliestireno revestidas com anticorpos ou
antígenos específicos de cada ensaio como a fase sólida.
É distribuída uma pérola para um tubo de reacção especialmente concebido,
que funciona como recipiente para processos de incubação, lavagem e
desenvolvimento de sinais.
Depois de a amostra estar a incubar com um reagente marcado com fosfatase
alcalina, a mistura de reacção é separada da pérola rodando o tubo de reacção
a alta velocidade ao longo do seu eixo vertical. O fluido é transferido para
uma câmara de infiltração coaxial, que está inserida na estação de lavagem
de pérolas/tubos. Após alguns segundos, ocorrem quatro lavagens distintas,
permitindo que os tubos de reacção sejam processados sequencialmente,
com temporização uniforme. A pérola permanece no tubo de reacção sem
qualquer marcação residual não ligada.
A marcação ligada é então quantificada utilizando o substrato de dioxetano
para produzir luz. A luz é emitida quando o substrato quimioluminescente reage
com a marcação de fosfatase alcalina ligada à pérola. A quantidade de luz emiti
da é proporcional à quantidade de analito originalmente presente na amostra.
Esta emissão de luz é detectada pelo tubo fotomultiplicador (PMT) e os resultados
são calculados para cada amostra.

Especificações de saída
A tabela abaixo apresenta as especificações de saída para os sistemas
IMMULITE 2000 e IMMULITE 2500. Para uma lista de todas as especificações
dos sistemas, consulte Especificações do sistema‚ página E-1.
Especificação de saída Quantidade
Rendimento Até 200 testes por hora
Tempo para o IMMULITE 2000 e XPi: 35 minutos
primeiro resultado IMMULITE 2500: 15 minutos
Testes por amostra Ilimitada

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Descrição geral do sistema 1-3

Descrição geral do hardware


Sequência de pipetagem
Os tubos de amostras são processados pela seguinte ordem, com base nas
prioridades introduzidas no software.
1. Ajustes
2. Controlos
3. Amostras urgentes
4. Lábeis, por exemplo, PTH intacta
5. Doentes
6. Verificadores

Componentes do sistema
Os componentes do sistema são descritos nesta tabela:
Parte Descrição
Carrossel de pérolas Um carrossel rotativo e desumidificado que pode
conter até 24 embalagens de pérolas.
As pérolas são distribuídas individualmente a partir
destas embalagens específicas dos testes.
Leitor de códigos de barras de Lê códigos de barras nas embalagens de pérolas no
embalagens de pérolas carrossel de pérolas.
NOTA: O leitor de códigos de barras de embalagens
de pérolas não está visível nas figuras.
Estação de lavagem de Lava e centrifuga a pérola após a reacção
pérolas/tubos imunitária (para remover quaisquer resíduos de
reagentes e de amostras não ligados) e adiciona o
substrato luminogénico.
Leitor de imagens ou leitor Lê os códigos de barras dos kits.
2D portátil Os utilizadores de kits de alergia devem ter
um leitor de imagens, de modo a que os cartuchos
de alérgenos que estejam carregados com frascos
de alérgenos possam ser lidos.
NOTA: O leitor não está visível nas figuras.
Tubo fotomultiplicador (PMT) Mede as contagens de fotões.
NOTA: O PMT não está visível nas figuras.
Receptáculo de tubos de reacção Contém os tubos de reacção vazios.
Válvulas de reagentes e O mecanismo que redirecciona o fluxo de líquido
de amostras utilizado pelo DRD (Dual Resolution Dilutor)
de amostras e o DRD de reagentes.

601034-0001, Rev. A
1-4 Guia do Operador: Descrição geral do sistema

Parte Descrição
Carrossel de reagentes Um carrossel rotativo que contém 24 cartuchos de
reagentes ou cartuchos de alérgenos.
NOTA: Para realizar testes de alergias, o cartucho
de alérgenos para o kit de alergia tem de estar no
carrossel de reagentes, o que deixa 23 posições para
outros cartuchos.
Os cartuchos de reagentes estão divididos em dois
ou três compartimentos, comportando até três
reagentes. Os cartuchos estão identificados por
códigos de barras, os quais são lidos pelo leitor de
códigos de barras de amostras/reagentes.
Os cartuchos de alérgenos são as armações em
forma de cunha que suportam os frascos de
alérgenos utilizados nos testes de alergias.
Um cartucho de alérgenos pode conter até seis
frascos de alérgenos. A informação sobre o
cartucho de alérgenos é introduzida na base de
dados através da leitura do código de barras
presente na lateral do cartucho utilizando o leitor de
imagens. Os cartuchos de alérgenos têm ainda um
código de barras na extremidade, semelhante a um
cartucho de reagentes, para que a sua posição no
carrossel de reagentes possa ser identificada pelo
leitor de códigos de barras de amostras/reagentes.
Dado que o carrossel de reagentes é refrigerado a
uma temperatura de 2° a 8°C, os cartuchos de
reagentes podem ser conservados no instrumento.
Embora seja possível conservar frascos de
alérgenos no instrumento, recomenda-se que
os frascos sejam vedados com uma tampa normal
e conservados fora do instrumento, se não
pretender utilizá-los durante um período de
tempo prolongado.
DRD de reagentes Extrai reagentes e água e coloca o líquido na
pipeta dos reagentes.

Pipeta de reagentes Pipeta reagentes para a pérola no tubo de reacção.


Carrossel de amostras Um carrossel rotativo que comporta seis
suportes amovíveis.
Cada suporte pode conter até 15 tubos de
espécimes ou de diluentes de vários tamanhos.
Os códigos de barras nos tubos são lidos à medida
que o carrossel vai rodando.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Descrição geral do sistema 1-5

Parte Descrição
Recipiente de diluição Mistura quantidades definidas de espécime,
de amostras de diluente e de água para compor uma
mistura homogénea.
A sonda de amostras distribui os materiais para
o recipiente para serem misturados. Depois de a
amostra diluída ser pipetada para o tubo de reacção,
o encaixe de recipiente de diluição é centrifugado
a alta velocidade, eliminando a parte não utilizada
da amostra diluída.
DRD de amostras Extrai uma amostra do tubo de amostra e coloca-a
na pipeta de amostras.
Pipeta de amostras Pipeta amostras para a pérola no tubo de reacção.
leitor de códigos de barras de Lê os códigos de barras nos tubos no carrossel de
amostras/reagentes amostras e nos cartuchos de reagentes e de
alérgenos no carrossel de reagentes.
bomba de substrato Distribui 200 µl de substrato do reservatório
de substrato para um tubo de reacção.
incubadoras de Dispositivo onde as reacções imunitárias
processamento de tubos e luminogénicas são incubadas.
Os tubos de reacção são continuamente
agitados à temperatura de 37°C
durante estes processos.
bomba de água Distribui água com exactidão para um tubo de
reacção na estação de lavagem de pérolas/tubos.

601034-0001, Rev. A
1-6 Guia do Operador: Descrição geral do sistema

A imagem que se segue mostra a localização dos vários componentes


do instrumento IMMULITE 2000.

1 Carrossel de amostras 9 Tampa do carrossel de pérolas


2 Carrossel de reagentes (tapado) 10 Bombas de substrato e de água
3 Leitor de códigos de barras 11 Reservatório de substrato
de amostras/reagentes
4 Pipeta de amostras 12 DRD de reagentes
5 Pipeta de reagentes 13 DRD de amostras
6 Estação de lavagem de 14 Válvula de amostras
pérolas/tubos
7 Processador de tubos 15 Válvula de reagentes
8 Carrossel de pérolas 16 Recipiente de diluição de amostras

Figura 1-1 Sistema IMMULITE 2000 (perspectiva de cima)

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Descrição geral do sistema 1-7

A imagem que se segue mostra a localização dos vários componentes


do instrumento IMMULITE 2500.

1 Carrossel de amostras 10 Carrossel de pérolas


2 Carrossel de reagentes (tapado) 11 Tampa do carrossel de pérolas
3 Leitor de códigos de barras 12 A. Bombas de água
de amostras/reagentes B. Bomba de substrato
4 Pipeta de amostras 13 Reservatório de substrato
5 Pipeta de reagentes 14 DRD de reagentes
6 PMT 15 DRD de amostras
7 Incubadora 16 Válvula de amostras
8 Sonda de substrato 17 Válvula de reagentes
9 Sonda de água 18 Recipiente de diluição de amostras

Figura 1-2 IMMULITE 2500 (perspectiva de cima)

601034-0001, Rev. A
1-8 Guia do Operador: Descrição geral do sistema

A imagem que se segue mostra a perspectiva de frente e as localizações dos


componentes dos sistemas IMMULITE 2000 e do sistema IMMULITE 2500,
bem como os artigos nas prateleiras por baixo do instrumento.

1 Porta do carregador de suportes 9 Receptáculo de tubos de reacção


2 Carrossel de reagentes (tapado) 10 Resíduos líquidos
3 Pipetas 11 Solução de lavagem de sondas
4 acessórios de purga do DRD 12 Água destilada
5 Reservatório de substrato 13 Resíduos sólidos
6 Carrossel de pérolas 14 Impressora
7 Unidade de CDs/DVDs 15 Interruptor de corrente
8 Unidade de disquetes

Figura 1-3 Sistema IMMULITE 2000 e Sistema IMMULITE 2500


(perspectiva de frente)

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Descrição geral do sistema 1-9

A imagem que se segue mostra a localização dos vários componentes do


instrumento IMMULITE 2000 XPi.

1 Carrossel de amostras 9 Tampa do carrossel de pérolas


2 Carrossel de reagentes (tapado) 10 Bomba de Água
3 Leitor de códigos de barras 11 Bomba de Substrato
de amostras/reagentes
4 Pipeta de amostras 12 Reservatório de Substrato
5 Pipeta de reagentes 13 DRD de Reagentes
6 Estação de lavagem de 14 DRD de Amostras
pérolas/tubos
7 Processador de tubos 15 Válvula de Reagentes/
Válvula de Amostras
8 Carrossel de pérolas 16 Recipiente de diluição de amostras

Figura 1-4 Sistema IMMULITE 2000 XPi (perspectiva de cima)

601034-0001, Rev. A
1-10 Guia do Operador: Descrição geral do sistema

A imagem que se segue mostra a perspectiva de frente e as localizações dos


componentes do instrumento IMMULITE 2000 XPi, bem como os artigos nas
prateleiras por baixo do instrumento.

1 Interruptor de corrente 8 USB


2 Carregador de suportes para o carrossel 9 Receptáculo de tubos
de amostras de reacção
3 Carrossel de reagentes (tapado) 10 Resíduos líquidos
4 Porta da pipeta de amostras 11 Solução de lavagem de sondas
5 Reservatório de purga / substrato do DRD 12 Resíduos sólidos
6 Carrossel de pérolas 13 Água destilada
7 Unidade de CDs/DVDs

Figura 1-5 Sistema IMMULITE 2000 XPi (perspectiva de frente)

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Descrição geral do sistema 1-11

Componentes do kit
Os kits de testes incluem os materiais necessários para executar os ensaios.
Os componentes de um kit são apresentados e descritos a seguir:
• Anticorpo de ajuste (apenas para kits de alergias)
• Ajustes
• Etiquetas de códigos de barras para tubos de ajustes
• Embalagens de pérolas
• Anticorpo de controlo (apenas para kits de alergias)
• Controlos (para determinados kits, incluindo kits de alergias)
• Diluentes (para ensaios que exijam uma pré-diluição)
• Código de barras do kit
• Folheto informativo
• Cartuchos de reagentes
• Avisos importantes

Cartucho de reagentes
Um cartucho de reagentes identificado por código de barras contém um conjugado
enzimático específico de cada ensaio. O reagente é pipetado para o tubo de
reacção. Os cartuchos de reagentes dos kits de alergias contêm um reagente
anti-imunoglobulina, que é utilizado para testes de alergias com todos os
alérgenos. No software e na documentação, este reagente é referido como
reagente universal, por exemplo, IgE ou SPE. A Figura 1-6 apresenta a etiqueta
do cartucho de reagentes.

Figura 1-6 Etiqueta do cartucho de reagentes

601034-0001, Rev. A
1-12 Guia do Operador: Descrição geral do sistema

A Figura 1-7 apresenta os compartimentos do cartucho de reagentes.

Figura 1-7 Compartimentos do cartucho de reagentes

Embalagens de pérolas
Uma embalagem de pérolas contém pérolas específicas de cada ensaio.
Uma única pérola é colocada num tubo de reacção. A Figura 1-8 apresenta a
etiqueta da embalagem de pérolas.

Figura 1-8 Etiqueta da embalagem de pérolas

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Descrição geral do sistema 1-13

Ajustes
Cada kit contém um ou dois Ajustes. Os kits com dois ajustes têm um ajuste
BAIXO e um ALTO, os quais contêm diferentes concentrações de analito.
O ajuste pode apresentar a forma líquida ou liofilizada.
Para mais informações relativamente aos ajustes, consulte o respectivo
folheto informativo.

Etiquetas de códigos de barras dos Ajustes


Cada kit contém etiquetas de códigos de barras de ajustes a serem colocadas
nos tubos de ensaio. A etiqueta identifica o tubo como ajuste para esse teste
em particular.

Controlos (CQ)
Os controlos são executados para determinar se os ajustes são válidos.
Podem também ser utilizados para verificar se o reagente e as pérolas são viáveis.
Alguns kits, como os de doenças infecciosas ou de alergias, exigem controlos
especializados que estão incluídos nesses kits. Existem controlos à parte para
outros ensaios.

Anticorpo de ajuste
Os kits de alergias incluem um anticorpo de ajuste. O anticorpo de ajuste tem
de ser colocado num cartucho de alérgenos e depois no instrumento quando os
ajustes para um kit de alergia são executados. Um frasco de anticorpo de ajuste
contém 40 testes. Cada frasco de anticorpo de ajuste tem um código de barras 2D
que contém informações específicas de cada lote sobre o anticorpo de ajuste.
O código de barras 2D tem de ser lido antes de o frasco de anticorpo de ajuste
ser colocado num cartucho de alérgenos.

Anticorpo de controlo
Os kits de alergias incluem um anticorpo de controlo. O anticorpo de controlo
tem de ser colocado num cartucho de alérgenos e depois no instrumento quando
executar controlos com testes de alergias. Um frasco de anticorpo de controlo
serve para 40 testes. Cada frasco de anticorpo de controlo tem um código de
barras 2D que contém dados sobre o anticorpo de controlo específicos de cada
lote. O código de barras 2D tem de ser lido antes de o frasco de anticorpo de
controlo ser colocado num cartucho de alérgenos.

601034-0001, Rev. A
1-14 Guia do Operador: Descrição geral do sistema

Código de barras do kit


O código de barras 2D do kit (apresentado abaixo) está localizado na aba da caixa
dentro do kit. Este código de barras inclui dados específicos de cada lote de kits e
tem de ser introduzido quando o lote for utilizado pela primeira vez.

Figura 1-9 Código de barras 2D do kit

Folheto informativo
O folheto informativo contém informações específicas sobre o ensaio.
Assegure-se de que lê o folheto informativo antes de utilizar um novo kit.

Avisos importantes
Os avisos importantes contêm informações sobre a utilização dos componentes
dos kits de ensaio. Um autocolante na parte de fora da embalagem do kit alerta o
utilizador para a existência de um aviso importante no interior.

Outros consumíveis para os testes


NOTA: Estes consumíveis não estão incluídos no kit.

Outros consumíveis de teste necessários para o funcionamento do


instrumento incluem:
• substrato quimioluminescente
• solução de lavagem de sondas
• diluentes
• alérgenos (apenas para testes de alergias)
• cartucho de alérgenos (apenas para testes de alergias)

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Descrição geral do sistema 1-15

Módulo do substrato quimioluminescente

ADVERTÊNCIA
Não encha o reservatório de substrato para além da capacidade máxima
de 1000 testes. Se encher o reservatório de substrato para além da capacidade
máxima, pode forçar o substrato a entrar no depurador de CO2 e causar um
bloqueio. Isto pode resultar em danos no instrumento e eventualmente originar
resultados incorrectos. Cada garrafa de substrato quimioluminescente contém
material suficiente para 1000 testes.

O módulo do substrato quimioluminescente inclui duas garrafas de substrato


quimioluminescente. Conserve o substrato a uma temperatura de 2º a 8°C.
Cada garrafa de substrato quimioluminescente contém material suficiente para
1000 testes.

PRECAUÇÃO
Não deixe derrames de substrato na balança de carga. O substrato derramado
pode emperrar a balança de carga, fazendo aparecer um indicador de estado do
substrato cheio quando o reservatório de substrato está vazio. Isto pode afectar os
resultados. Limpe imediatamente quaisquer derrames de substrato com lenços de
papel humedecidos.

Módulo de solução de lavagem de sondas


O módulo da solução de lavagem de sondas contém duas garrafas de concentrado
de lavagem de sondas, que devem ser armazenadas à temperatura ambiente.
Cada garrafa de 200 ml tem de ser diluída com 1800 ml de água
destilada/desionizada antes de ser utilizada.

Módulo de diluente
Os tubos de diluente podem ter um código de barras para serem identificados
pelo instrumento e podem ser utilizados para a diluição no sistema de amostras
de doentes com concentrações de analito acima do intervalo de calibração.
O diluente é fornecido em garrafas de grande volume e é embalado com etiquetas
de códigos de barras que são utilizadas com tubos de 16 x 100.

601034-0001, Rev. A
1-16 Guia do Operador: Descrição geral do sistema

Alérgenos
Para analisar as amostras dos doentes relativamente a uma alergia, o frasco de
alérgeno adequado tem de ser colocado num cartucho de alérgenos no carrossel de
reagentes. Os frascos que contêm diversos alérgenos são utilizados para analisar
amostras relativamente a uma maior gama de reacções alérgicas. Os frascos de
alérgenos contêm volume para 20 ou 40 testes, dependendo do tipo de alérgeno.
Cada frasco de alérgeno tem um código de barras 2D que tem de ser lido como os
códigos de barras 2D de um kit de ensaio.

Cartuchos de alérgenos
Os cartuchos de alérgenos são as armações em forma de cunha que suportam os
frascos de alérgenos utilizados nos testes de alergias. Um cartucho de alérgenos
pode conter até seis frascos de alérgenos. As informações sobre o conteúdo de um
cartucho de alérgenos são introduzidas na base de dados quando os códigos de
barras do cartucho e do frasco são lidos com o leitor de imagens. Os cartuchos de
alérgenos também têm um código de barras na sua extremidade, tal como os
cartuchos de reagentes, para que a sua posição no carrossel de reagentes possa ser
identificada pelo leitor de códigos de barras de amostras/reagentes.

Utilizar o relatório de consumíveis


Siga estes passos para analisar o relatório de consumíveis:
1. Se o botão no ecrã Lista de Trabalho estiver vermelho,
seleccione Consumíveis.
2. Coloque quaisquer componentes de kits cujos níveis estejam baixos ou que
estejam em falta.
NOTA: Da próxima vez que o botão Consumíveis for seleccionado ou da
próxima vez que os códigos de barras forem lidos, o botão volta à cor original.
3. Seleccione FECHAR para remover o relatório de consumíveis do ecrã.
Inicia-se o processamento dos ensaios.

Descrição geral do software


O software oferece ferramentas para orientar o funcionamento do instrumento e
gerir os dados. O software também informa o operador sobre as condições do
sistema e oferece respostas às questões do operador.
NOTA: O computador fornecido com o instrumento está concebido para executar
o software incluído. A instalação de aplicações de software de terceiros pode
afectar adversamente o correcto funcionamento do software do instrumento e/ou
do sistema.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Descrição geral do sistema 1-17

Determinados ecrãs aparecem automaticamente na altura adequada, ao passo que


outros podem ser acedidos através da barra de ferramentas ou da barra de menus.
A imagem que se segue apresenta as barras de ferramentas horizontal e vertical,
os botões no topo e do lado direito, bem como a barra de menus, os itens listados
no canto superior esquerdo, por cima da barra de ferramentas.
A imagem que se segue apresenta o ecrã Home do sistema IMMULITE 2000 e do
sistema IMMULITE 2500.

1 HOME 14 PURGAR
2 LISTA DE TRABALHO 15 TAMPA
3 REVISÃO 16 ÁGUA
4 KITS 17 SOLUÇÃO DE LAVAGEM
5 LIS 18 SUBSTRATO
6 CQ 19 RESÍDUOS SÓLIDOS
7 RELATÓRIOS 20 RESÍDUOS LÍQUIDOS
8 GUIA 21 TUBOS
9 AJUDA 22 PROCURAR
10 DESLIGAR 23 Reagentes
11 EXECUTAR 24 Amostras
12 PAUSA 25 Pérolas
13 PARAR 26 Barra de menus

Figura 1-10 Ecrã Home para os sistemas IMMULITE 2000


e IMMULITE 2500

601034-0001, Rev. A
1-18 Guia do Operador: Descrição geral do sistema

A imagem que se segue apresenta o ecrã Home do IMMULITE 2000 XPi.

1 HOME 15 TAMPA
2 LISTA DE TRABALHO 16 ÁGUA
3 REVISÃO 17 SOLUÇÃO DE LAVAGEM
4 KITS 18 SUBSTRATO
5 LIS 19 RESÍDUOS SÓLIDOS
6 CQ 20 RESÍDUOS LÍQUIDOS
7 RELATÓRIOS 21 TUBOS
8 MENU 22 INSTRUMENTO
9 AJUDA 23 PROCURAR
10 DESLIGAR 24 EJECTAR
11 EXECUTAR 25 SUPORTE DE AMOSTRAS
12 PAUSA 26 CARROSSEL DE REAGENTES
13 PARAR 27 CARROSSEL DE PÉROLAS
14 PURGAR

Figura 1-11 Ecrã Home do IMMULITE 2000 XPi

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Descrição geral do sistema 1-19

Ecrã Home do IMMULITE 2000 XPi


O ecrã Home do IMMULITE 2000 XPi apresenta uma representação gráfica
dos carrosséis de amostras, de reagentes e de pérolas e é sensível ao toque.
No ecrã Home, pode:
• Libertar manualmente um suporte de amostras seleccionando o símbolo
de ejecção.
NOTA: Os identificadores dos suportes podem ser apresentados em
letras maiúsculas ou minúsculas ou números, se existir um código
de barras danificado.
• Aceder a um suporte de amostras seleccionando o identificador de suporte.
• Aceder ao ecrã do carrossel de reagentes ou de pérolas seleccionando a
embalagem de reagente ou de pérolas.

Indicadores de estado dos cartuchos


As cores apresentadas no cartucho de reagentes e na embalagem de pérolas
indicam o estado:
Cor Estado
Vermelho Erro
Amarelo Advertência
Branco Pode ser executado

Indicador de estado dos suportes de amostras


As cores apresentadas no suporte de amostras indicam o estado:
Cor Estado
Vermelho Erro
Cinzento com identificador Suporte de amostras posicionado e sem erros.
Cinzento sem identificador Ausência de suporte

Botão Procurar
Comando Função
PROCURAR Oferece capacidades de procura de amostras.

Barra de ferramentas
A barra de ferramentas dos sistemas IMMULITE 2000 e do sistema
IMMULITE 2500 proporciona acesso rápido a comandos ou ecrãs utilizados
no funcionamento de rotina dos instrumentos.

601034-0001, Rev. A
1-20 Guia do Operador: Descrição geral do sistema

Os botões de comendo na barra de ferramentas horizontal fornecem ferramentas


para gestão de dados.
Os botões de comando na barra de ferramentas vertical afectam directamente
as operações dos instrumentos. Os indicadores de estado por baixo da barra
de ferramentas horizontal mostram os níveis da água, da solução de lavagem
de sondas, do substrato, do receptáculo de tubos e dos resíduos sólidos e líquidos
do instrumento.
Utilize o rato ou o dedo para seleccionar um botão na barra de ferramentas.
NOTA: O operador pode tocar no ecrã com a mão com ou sem luva ou ainda com
uma borracha. Não utilize as unhas nem qualquer objecto duro como uma caneta.

Barra de ferramentas horizontal


A tabela abaixo apresenta uma descrição dos botões da barra de
ferramenta horizontal:
Comando Função
HOME Regressa ao ecrã Home.
• Seleccione reagentes ou pérolas para visualizar a informação.
• O ecrã Home do IMMULITE 2000 XPi apresenta o estado dos
reagentes, das pérolas e das amostras actualmente
no instrumento.
Consulte Ecrã Home para os sistemas IMMULITE 2000
e IMMULITE 2500‚ página 1-17 ou Ecrã Home do IMMULITE 2000
XPi‚ página 1-18.
LISTA DE Acede ao ecrã Lista de Trabalho, permitindo ao operador criar ou
TRABALHO modificar uma lista de trabalho. A lista de trabalho comanda o
instrumento no que diz respeito aos pedidos de testes a realizar para
cada amostra de doente, ajuste, controlo ou verificador de calibração.
REVISÃO Utilizado para analisar os resultados dos testes.
KITS Utilizado para analisar as informações dos kits.
LIS Utilizado para analisar os dados recebidos do (ou enviados para o)
LIS (Sistema de Informações Laboratoriais).
Quando o sistema estiver configurado para enviar dados
manualmente para o LIS, os resultados são marcados
(para envio) neste ecrã.
CQ Utilizado para introduzir informações de identificação de controlos,
com vista a especificar se os resultados de controlo devem ser
utilizados ou não para o controlo de qualidade e a visualizar os
resultados de controlo em formato gráfico.
RELATÓRIOS Utilizado para imprimir ou configurar relatórios.
MENU Utilizado para aceder a opções de ferramentas e de configuração.
AJUDA Utilizado para aceder à Ajuda online.
DESLIGAR Inicia a cópia de segurança do sistema e encerra a sessão de trabalho.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Descrição geral do sistema 1-21

Barra de ferramentas vertical


A tabela abaixo apresenta uma breve descrição dos botões da barra de
ferramenta vertical:
Comando Função
EXECUTAR Inicia o processamento do instrumento.
PAUSA Impede que as pipetas processem novos testes, mas permite
a continuação do processamento dos testes que já estejam
no instrumento.
PARAR Pára o processamento do instrumento.
Todos os movimentos mecânicos param, os testes concluídos são
guardados e os testes em curso são finalizados.
PURGAR Purga as pipetas para remover todo o ar das linhas de fluidos.
TAMPA Liberta o fecho da tampa principal, de modo a poder ser aberta.

Barra de menus do instrumento


Apenas para o sistema IMMULITE 2000 ou IMMULITE 2500

Consulte Ecrã Menu do IMMULITE 2000 XPi‚ página 1-24 para obter
informações sobre o ecrã Menu do IMMULITE 2000 XPi.
A barra de menus está situada directamente por cima da barra de ferramentas.
A barra de menus proporciona outra forma de aceder aos ecrãs (além dos botões
da barra de ferramentas). Outras funões, por exemplo, exportar dados ou ver as
temperaturas, estão disponíveis na barra de menus.
Para ver o menu pendente e seleccionar um comando, utilize o rato para
seleccionar um menu, percorra o menu pendente com o cursor até chegar ao
comando adequado e clique com o botão do rato.
As tabelas abaixo apresentam uma breve descrição das opções na barra de menus:

Menu Ficheiro

Menu Descrição
Sair Proporciona outra forma de terminar a sessão no sistema.

Menu Écrans (Ecrãs)

Menu Descrição
Home Regressa ao ecrã Home.
Lista de Trabalho Acede ao ecrã Lista de Trabalho, permitindo ao operador criar ou
modificar uma lista de trabalho.
Revisão Acede ao ecrã Revisão.
Kits Acede ao ecrã Kits.

601034-0001, Rev. A
1-22 Guia do Operador: Descrição geral do sistema

Menu Descrição
LIS Acede ao ecrã LIS.
CQ Acede ao ecrã Entrada de CQ ou a um gráfico para analisar os
dados de controlo.
Relatórios Utilizado para imprimir ou configurar relatórios.
Confirmar HBS Acede ao ecrã de entrada do teste HBS de confirmação.

Menu Ferramentas

Menu Descrição
Introdução de Esta função faz com que o sistema imprima todos os dados que
formulários estejam na memória intermédia da impressora.
(Alimentação Para imprimir os resultados de doentes, o sistema espera até ter
de papel) dados suficientes para uma página inteira. Se não houver mais
resultados ao fim de 30 minutos, é impressa uma página parcial
com resultados de doentes.
Quando a opção "Introdução de formulários" aparecer a preto,
isso significa que há resultados prontos para serem impressos.
Seleccione Introdução de formulários para imprimir
esses resultados.
Exportar Dados Utilizado para exportar dados para um ficheiro, para o ecrã ou
para a impressora.
Mostrar tubos de Acede ao ecrã que apresenta os tubos codificados por cores no
amostra nos carrossel de amostras.
suportes
Ver Temperaturas Apresenta o ecrã de temperaturas, o qual é utilizado para ver os
níveis de temperatura e humidade do instrumento.
Ver Registo Diário Apresenta o registo de erros diário.
de Erros
Ver Formulário de Para ser utilizado apenas pelo pessoal da Siemens.
Detecção de Erros
Ver Esferas Apresenta pormenores relativos às pérolas e aos reagentes
(Pérolas)/Reagentes no instrumento.
no Instrumento
Visualizar Apresenta o ecrã Alergénios a Bordo para visualizar informação
alergénios a bordo relativamente aos alérgenos no instrumento.
(no instrumento)
Ver Registo de Apresenta o registo de ajuste, contendo o historial de ajustes.
Ajuste
Encontrar Última Permite que o utilizador determine o suporte e a posição onde um
Posição do Tubo tubo específico estava localizado. Esta função está disponível
apenas para amostras de doentes com código de barras.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Descrição geral do sistema 1-23

Menu Configurações

Menu Descrição
Configurar Acede aos ecrãs utilizados para configurar definições do
instrumento, incluindo os ecrãs Opções, Automatic Dilutions
(Diluições Automáticas), ID do Instrumento, LIS e
"Definições configuração".
Intervalos de Teste Utilizado para especificar limites de referência.
Intervalos A janela Intervalos Alergénicos apresenta os intervalos de
Alergénicos concentrações de imunoglobulina para reacções alérgicas.
Testes Reflexivos Utilizado para especificar o teste a executar quando um resultado
estiver fora de um intervalo especificado.
Painéis Utilizado para criar ou alterar um painel.
Unidades Utilizado para alterar as unidades predefinidas para um
teste específico.

Menu Ocultar Nomes

Menu Descrição
Ocultar Nomes Utilizado para ocultar nomes de doentes nos seguintes ecrãs:
• Exportar Dados (no ecrã, impressos e texto)
• Revisão
• LIS
• Lista de Trabalho

Menu Log off

Menu Descrição
Log off Termina a sessão no sistema.

Menu Ajuda

Menu Descrição
Executar Ajuda Apresenta o menu da ajuda online.
Sobre Apresenta a versão de software, uma declaração geral
relativamente ao software do instrumento e o botão
ENCERRAMENTO DE EMERGÊNCIA.

601034-0001, Rev. A
1-24 Guia do Operador: Descrição geral do sistema

Ecrã Menu do IMMULITE 2000 XPi


O ecrã Menu permite-lhe aceder a ferramentas e definições de configuração.
Seleccione MENU na barra de ferramentas horizontal.

1 Botão MENU

Figura 1-12 Ecrã Menu do IMMULITE 2000 XPi

Painel Ferramentas do ecrã Menu

Ferramentas Descrição
Introdução de Esta função faz com que o sistema imprima todos os dados
formulários que estejam na memória intermédia da impressora.
(Alimentação de papel) Para imprimir os resultados de doentes, o sistema espera até
ter dados suficientes para uma página inteira. Se não houver
mais resultados ao fim de 30 minutos, é impressa uma
página parcial com resultados de doentes.
Quando a opção "Introdução de formulários" aparecer a
preto, isso significa que há resultados prontos para serem
impressos. Seleccione Introdução de formulários para
imprimir esses resultados.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Descrição geral do sistema 1-25

Ferramentas Descrição
Exportar Dados Apresenta o ecrã Exportar Dados, o qual é utilizado
para exportar dados para um ficheiro, para o ecrã ou
para a impressora.
Consulte a secção Exportar dados‚ página 7-1.
Tubos de Amostras Acede ao ecrã que apresenta os tubos codificados por cores
em Suportes no carrossel de amostras.
Consulte a secção Ecrã Home do IMMULITE 2000 XPi‚
página 1-19.
Temperaturas Apresenta o ecrã de temperaturas, o qual é utilizado para ver
os níveis de temperatura e humidade do instrumento.
Registo de Erros Diário Apresenta o registo de erros diário.
Ver Formulário de Para ser utilizado apenas pelo pessoal da Siemens.
Detecção de Erros
Pérolas e Reagentes Apresenta pormenores relativos às pérolas e aos reagentes
no Sistema no instrumento.
Alérgenos no Sistema Utilize este comando para abrir a janela Alérgenos
no Sistema para ver informações sobre os alérgenos
no instrumento.
Registo de Ajustes Apresenta o registo de ajuste, contendo o historial de ajustes.

Encontrar Última Apresenta um ecrã para o utilizador determinar o suporte e a


Posição do Tubo posição onde um determinado tubo esteve localizado pela
última vez.
Esta função está disponível apenas para amostras de doentes
com código de barras.
CQ Programado Permite que o utilizador defina um programa para
executar ensaios de controlo de qualidade durante o
arranque automático.

Painel Configurações do ecrã Menu

Configurações Descrição
Configurar Apresenta ecrãs utilizados para configurar definições do
instrumento, incluindo os ecrãs Opções, Automatic
Dilutions (Diluições Automáticas), ID do Instrumento,
LIS e "Definições configuração".
Intervalos de Teste Especifica intervalos de referência.

Intervalos Alergénicos Apresenta os intervalos de concentrações de imunoglobina


para reacções alérgicas.
Testes Reflexivos Especifica o teste a executar quando um resultado estiver
fora de um intervalo especificado.
Painéis Utilizado para criar ou alterar um painel.

601034-0001, Rev. A
1-26 Guia do Operador: Descrição geral do sistema

Configurações Descrição
Unidades Utilizado para alterar as unidades predefinidas para
um teste específico.
Suporte Automático Utilizado para ver o conteúdo de um suporte automático
quando o instrumento estiver ligado a um sistema VersaCell.
Confirmar HBS Utilizado para pedir testes de confirmação de HBs e
imprimir resultados.
Comunicação Utilizado para configurar o instrumento para comunicar
através de aplicações informáticas, tais como o
RealTime Solutions.
Configuração do Utilizado para configurar o instrumento para processar
Arranque Automático automática ou manualmente as tarefas de manutenção
de rotina.

Barra de tarefas do ecrã Menu

Opções Descrição
Ocultar Nomes Utilizado para ocultar nomes de doentes nos
seguintes ecrãs:
• Exportar Dados (no ecrã, impressos e texto)
• Revisão
• LIS
• Lista de Trabalho
Executar Arranque Automático Inicia as tarefas de manutenção automaticamente.
Consulte a secção Manutenção do Arranque
Automático (sistema IMMULITE 2000 XPi)‚
página 5-32.
O instrumento tem de estar no modo PARAR ou
com a sessão terminada para o processamento
poder começar.
Sobre Apresenta a versão de software, uma declaração
geral relativamente ao software do instrumento e o
botão ENCERRAMENTO DE EMERGÊNCIA.

Ajuda online
Seleccione AJUDA na barra de ferramentas para obter informações sobre
o funcionamento do instrumento e do software. A ajuda online é software
de contexto que inclui uma descrição completa dos procedimentos de
funcionamento, manutenção e resolução de problemas para o ecrã
actualmente visível.
1. Na janela do instrumento, seleccione AJUDA .
2. Na janela Ajuda, seleccione Tópicos de ajuda para apresentar uma lista de
tópicos de ajuda.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Descrição geral do sistema 1-27

Navegar na ajuda online


A Ajuda está organizada de uma forma semelhante aos livros numa biblioteca.
O ícone de um livro representa cada tópico da ajuda, com subtópicos apresentados
como capítulos de um tópico. Os botões das barras de ferramentas podem ser
utilizados para visualizar todos os tópicos da ajuda online e permitem a navegação
nos tópicos.
1. Seleccione Ajuda na barra de ferramentas horizontal para visualizar todos os
tópicos da Ajuda.
2. O ecrã da Ajuda apresenta tópicos no painel da esquerda e informações sobre
o tópico realçado no painel da direita.
3. Para passar de tópico em tópico, seleccione o símbolo mais (+) ao lado do
ícone do livro.
4. Seleccione Anterior para passar para o tópico anteriormente visualizado.
5. Seleccione os botões << ou >> para avançar ou recuar nos subtópicos.

Opções de menu
O operador pode aceder a diferentes vistas e opções de apresentação na Ajuda
utilizando as opções de menu.
Opção de
menu Função
Ficheiro • Abrir
Permite ao utilizador abrir um ficheiro da Ajuda.
• Imprimir tópico
Permite ao utilizador imprimir um tópico da Ajuda.
• Sair
Permite ao utilizador sair do ficheiro da Ajuda.
Editar • Copiar
Copia texto do ficheiro da Ajuda para a área de transferência.
• Anotar
Associa outras informações a um tópico específico.
Quando um tópico estiver anotado, aparece um ícone de clipe ao
lado do tópico. Seleccione o ícone do clipe para visualizar o texto
da anotação.
Marcador Definir
Permite ao utilizador definir um marcador electrónico para poder
voltar a um determinado tópico da Ajuda.

601034-0001, Rev. A
1-28 Guia do Operador: Descrição geral do sistema

Opção de
menu Função
Opções • Manter a ajuda sempre visível
Opções que determinam a posição visual da janela Ajuda
quando outras aplicações estão abertas ao mesmo tempo.
- Predefinição – Define o ficheiro da Ajuda como estando
sempre aberto e visível à frente de todas as aplicações abertas.
- Sempre visível – Define o ficheiro da Ajuda como estando
sempre aberto e visível à frente de todas as aplicações abertas,
mas inactivo. A barra de título no topo da janela do ficheiro
da Ajuda fica cinzenta quando outra aplicação for aberta.
- Não sempre visível – Define que o ficheiro da Ajuda se abre
após iniciativa do utilizador. O ficheiro da Ajuda minimiza-se
quando outra aplicação for aberta.
• Mostrar janela do histórico
Abre uma janela que mostra o histórico dos tópicos de ajuda
anteriormente visualizados. Se fizer duplo clique num tópico
nesta janela, abre esse tópico.
• Tipo de letra
Altera o tamanho do tipo de letra para os tópicos da Ajuda.
• Utilizar cores do sistema
Define as cores utilizadas no ficheiro da Ajuda de modo a
corresponderem às cores utilizadas para o PC.
Ajuda • Versão
Apresenta a versão actual e a declaração de direitos de autor
da Ajuda do Windows.
• Acerca do Windows 2000
Proporciona uma descrição do produto WinHelp.

Localizar procedimentos de rotina


Os procedimentos operacionais do instrumento que são comuns no funcionamento
normal do dia a dia estão listados na janela da Ajuda. O operador pode localizar
procedimentos de manutenção, soluões para mensagens de erro e listas de
verificação para formação secundária do operador.
Para localizar instruções sobre procedimentos de utilização, execute os
seguintes passos:
1. Seleccione AJUDA.
2. Na janela Ajuda, seleccione Tópicos de ajuda para apresentar uma lista de
tópicos de ajuda.
3. Seleccione o tópico de ajuda seleccionando o símbolo de adição à frente do
ícone do livro à esquerda do tópico.
Aparecem os subtópicos desse tópico.
4. Seleccione o subtópico que lhe interessa.
A informação sobre esse subtópico aparece no painel da direita do ecrã Ajuda.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Descrição geral do sistema 1-29

Utilizar a funcionalidade do índice remissivo


A Ajuda está indexada por ordem alfabética para permitir ao operador localizar
informações pertinentes.
Para aceder ao índice remissivo, faça o seguinte:
1. Seleccione AJUDA na barra de ferramentas horizontal.
2. Seleccione Índice remissivo no ecrã Ajuda para visualizar uma lista de
conteúdo do índice remissivo.
3. Seleccione o tópico do índice remissivo clicando no tópico pretendido.
Aparecem os subtópicos (se existirem) desse tópico.
4. Seleccione o tópico que lhe interessa. A informação sobre esse tópico aparece
no painel da direita do ecrã Ajuda.

Utilizar a funcionalidade da procura


A funcionalidade da procura permite ao operador procurar palavras ou expressões
específicas no software da Ajuda. Antes da primeira utilização, tem de ser criada
uma base de dados que liste cada palavra no software da Ajuda.

Inicializar a funcionalidade da procura

Para inicializar a funcionalidade da procura pela primeira vez, faça o seguinte:


1. Seleccione AJUDA na barra de ferramentas horizontal.
2. Seleccione Localizar no ecrã Ajuda.
3. Aceite a opção predefinida de minimizar o tamanho da base de dados e
seleccione Seguinte para continuar.
4. Seleccione Concluir para concluir o assistente de configuração.
A base de dados já está pronta para ser utilizada.

Procurar na base de dados da Ajuda

Para fazer uma procura na base de dados da Ajuda, faça o seguinte:


1. Seleccione AJUDA.
2. Seleccione Procurar.
3. Na janela de procura, escreva uma palavra ou expressão,
por exemplo, colocar.
A segunda janela apresenta os resultados que correspondem a essa palavra.
4. Seleccione uma palavra ou expressão para limitar a procura.

601034-0001, Rev. A
1-30 Guia do Operador: Descrição geral do sistema

5. Aparece a janela dos resultados com todas as entradas de tópicos que contêm
essa palavra ou expressão.
6. Seleccione o tópico a visualizar.
O tópico aparece no painel da direita do ecrã com os resultados da
procura realçados.

Tecnologia
Redução de dados e a reacção quimioluminescente
Cálculos internos
Esta secção descreve detalhadamente os cálculos internos feitos pelo sistema ao
determinar resultados de testes.
1. Dado que os ensaios ultra-sensíveis do instrumento podem produzir até várias
centenas de milhões de contagens por segundo (CPS), o instrumento utiliza
um disco atenuador colocado diante do tubo fotomultiplicador (PMT)
para proporcionar leituras exactas numa gama bastante vasta de sinais de luz.
São três as posições do disco atenuador:
• fechado - bloqueia completamente o PMT
• atenuado - posiciona um filtro de densidade neutra diante do PMT
• aberto - uma posição aberta sem filtro
O filtro de atenuação do instrumento limita a quantidade de luz que atinge o
PMT, garantindo uma contagem exacta, mesmo que a saída de luz efectiva do
tubo ultrapasse o intervalo linear do PMT.
2. Por cada amostra, o instrumento faz duas leituras de um segundo
(contagem sem luz na posição fechada e uma leitura de contagem de
decisão na posição atenuada).
3. Se a leitura da contagem de decisão indicar que o nível de luz está dentro
dos limites de funcionamento do PMT, o disco atenuador desloca-se para a
posição aberta; de outro modo, o disco permanece na posição atenuada
enquanto durante as leituras das amostras.
4. O instrumento faz cinco leituras de um segundo.
5. A média das últimas 10 leituras de contagem sem luz é subtraída de cada uma
das cinco leituras do tubo de amostra, sendo então calculada a média das
cinco leituras.
NOTA: Uma leitura de contagem sem luz é feita a cada 18 segundos quando
houver um Tubo de Reacção na posição de leitura.
6. Se as contagens medidas forem do tipo atenuadas, a média das cinco leituras
individuais é multiplicada pelo factor de atenuação específico do instrumento
para estimar o que a leitura teria sido se tivesse sido possível fazê-la sem
o atenuador.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Descrição geral do sistema 1-31

7. CPS (não atenuadas) = CPS (atenuadas) x factor de atenuação


8. Para determinar as concentrações de analito, o instrumento utiliza as
contagens em conjunto com os dados de ajuste e a curva padrão.

Reacção quimioluminescente
Esta secção proporciona uma breve descrição geral da reacção
quimioluminescente utilizada no instrumento.
Durante a reacção imunitária inicial entre os anticorpos reagentes e o analito
na amostra, esse componente do reagente marcado com fosfatase alcalina
(conhecido como o conjugado) é ligado à pérola no tubo de reacção.
A quantidade de fosfatase alcalina ligada é directamente proporcional
(para um ensaio do tipo sanduíche) ou inversamente proporcional (para um
ensaio competitivo) à concentração do analito na amostra do doente.
Depois de lavado o tubo de reacção, um substrato luminogénico é adicionado ao
tubo de reacção.
Cinco minutos depois, o tubo de reacção chega diante do tubo fotomultiplicador
(PMT), onde a luz gerada pela reacção luminogénica é medida. A reacção
amplificada por enzimas no sistema produz uma saída de luz prolongada que faz
com que o tubo fique incandescente.
Na reacção luminogénica (ilustrada na figura abaixo), o substrato (um fosfato de
dioxetano adamantil) é desfosforilado num intermediário instável pela fosfatase
alcalina ligada à pérola. O intermediário instável decompõe-se rápida e
espontaneamente, emitindo um fotão de luz. A quantidade de luz emitida é
directamente proporcional à quantidade de fosfatase alcalina ligada.
Em comparação com outros meios de detecção, a quimioluminescência
proporciona o mais alto grau de sensibilidade disponível. Em muitos casos,
a sensibilidade atinge magnitudes melhores do que as que são atingidas com
os radioimunoensaios.

601034-0001, Rev. A
1-32 Guia do Operador: Descrição geral do sistema

LUMIGEN PPD:
4-metoxi-4-(3-fosfatofenil)-espiro-(1,2-dioxetano-3,2´-adamantano).

1 Fosfato de dioxetano (estável)


2 Marcação de fosfatase alcalina
3 Dioxetano (instável)
4 Luz (hv)

Figura 1-13 Reacção química do substrato do instrumento

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema

2 Utilizar o sistema

Tarefas do operador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-1


Gerir os suportes de amostras. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-2
Etiquetar e colocar tubos de amostras . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-2
Preparar amostras para serem colocadas no instrumento . . . . . . . .2-3
Colocação de amostras no IMMULITE 2000 XPi . . . . . . . . . . . . . . .2-5
Colocar microamostras. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-6
Copos de amostras de topo de tubo
(sistema IMMULITE 2000 XPi) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-8
Processo de teste automatizado . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-11
Modos de funcionamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-12
Modo EXECUTAR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2-12
Modo PAUSA. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2-12
Modo PARAR . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2-13
Modo Arranque Automático . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2-13
Manter cartuchos de reagentes, cartuchos
de alérgenos e embalagens de pérolas . . . . . . . . . . . . . 2-13
Verificar o estado dos cartuchos de reagentes
e cartuchos de alérgenos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-13
Ecrã Reagent Status (Estado dos Reagentes) . . . . . . . . . . . . . 2-14
Cor de fundo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2-14
Mensagens de erro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2-15
Substituir Cartuchos de Reagentes e Cartuchos de Alérgenos. . . .2-16
Verificar o estado de embalagens de pérolas . . . . . . . . . . . . . . . . .2-20
Utilizar o ecrã Bead Status (Estado das Pérolas) . . . . . . . . . . . 2-20
Cor de fundo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2-21
Mensagens de erro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2-21
Ver detalhes das embalagens de pérolas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2-22
Substituir embalagens de pérolas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2-22
Introduzir um kit . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-25
Ler um código de barras 2D de um kit com um leitor 2D. . . . . . . . .2-25
Ler um código de barras 2D de um kit com um leitor
de imagens . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2-26
Introduzir alérgenos e cartuchos de alérgenos . . . . . . . . . . . . . . . .2-27
Analisar as informações do kit . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2-31
Ajustar um ensaio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-31
Impressão do ajuste . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2-33
Verificar a validade do ajuste. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2-35
Executar ensaios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-36
Verificar o estado das amostras . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .2-36

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema

Verificar o restante tempo de duração dos testes . . . . . . . . . . . . . 2-36


Verificar os testes pedidos e o tempo restante. . . . . . . . . . . . . . . . 2-37
Encontrar a última posição do tubo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-38
Ver o Registo de Ajustes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-38
Ver pérolas e reagentes no instrumento. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-39
Ver alérgenos no instrumento. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-40
Gerir a lista de trabalho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-40
Adicionar doentes a uma lista de trabalho . . . . . . . . . . . . . . . . 2-41
Amostras de doentes com códigos de barras . . . . . . . . . . . . . . . . 2-41
Códigos de barras danificados ou em falta . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-43
Pedir amostras urgentes (STATs) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-44
Adicionar ajustes à lista de trabalho. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-44
Adicionar controlos a uma lista de trabalho . . . . . . . . . . . . . . . 2-45
Controlos com códigos de barras . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-45
Controlos sem códigos de barras . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-47
Adicionar verificadores de calibração
a uma lista de trabalho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-48
Diluir amostras . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-49
Diluir amostras no instrumento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-49
Especificar amostras manualmente diluídas . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-51
Verificar os componentes do kit . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-52
Opções de entradas de testes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-52
Seleccionar testes disponíveis . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-53
Seleccionar um painel . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-54
Atribuir testes a um suporte inteiro . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-55
Atribuir uma posição ao tubo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-56
Opções de gestão e apresentação das listas de trabalho . . . . 2-56
Apresentar uma lista de trabalho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-57
Imprimir uma lista de trabalho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-57
Modificar uma entrada numa lista de trabalho . . . . . . . . . . . . . . . . 2-57
Eliminar uma entrada numa lista de trabalho . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-58
Guardar e importar uma lista de trabalho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-59
Analisar resultados . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-60
Alterar o tempo predefinido . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-61
Procurar um resultado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-62
Analisar resultados do LIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-63
Enviar resultados para o LIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-64
Reenviar dados. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-64
Limpar os dados do LIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 2-65

601034-0001, Rev. A
Utilizar o sistema

Esta secção proporciona informações sobre a utilização do sistema.

Tarefas do operador
Os procedimentos realizados pelo operador ao executar ensaios no instrumento
são descritos a seguir:
1. Execute o procedimento de limpeza diária das sondas.
Consulte a secção Limpar as sondas de amostras e de reagentes‚ página 5-5.
2. Seleccione EXECUTAR IMMULITE 2000 ou EXECUTAR IMMULITE 2500 no
ecrã de arranque.
3. Verifique os indicadores de estado do sistema e encha ou esvazie
os reservatórios.
Consulte a secção Verificar os indicadores de estado‚ página 5-7.
4. Purgue as pipetas de amostras e de reagentes, a sonda de água e a sonda
de substrato.
Consulte a secção Purgar as pipetas de amostras e de reagentes‚ página 5-13.
5. Faça a leitura dos cartuchos de alérgenos que estejam no carrossel de
reagentes utilizando o leitor de imagens.
Consulte a secção Ler um código de barras 2D de um kit com um leitor
de imagens‚ página 2-26.
6. Coloque as amostras de doentes, os controlos, os ajustes e os diluentes
(conforme necessário) no carrossel de amostras.
NOTA: Os materiais necessários para utilizar o instrumento estão incluídos
nos kits de teste dos instrumentos IMMULITE 2000 e IMMULITE 2500.
Os diluentes só estão incluídos nos ensaios pré-diluídos.
Consulte a secção Gerir os suportes de amostras‚ página 2-2.
7. Certifique-se de que há uma quantidade suficiente de cartuchos de reagentes e
correspondentes embalagens de pérolas para processar os testes pedidos.
Consulte a secção Manter cartuchos de reagentes, cartuchos de alérgenos e
embalagens de pérolas‚ página 2-13.
8. Se necessário, associe os números de entrada aos testes pedidos através do
ecrã Lista de Trabalho.
Consulte a secção Gerir a lista de trabalho‚ página 2-40.
9. Seleccione EXEC para dar início ao processo de teste automatizado.

601034-0001, Rev. A
2-2 Guia do Operador: Utilizar o sistema

Gerir os suportes de amostras


Notas sobre procedimentos
• Não se esqueça de ler a secção preliminar Volume das amostras e tamanhos
dos tubos‚ página E-3 antes de dar início ao primeiro passo.
• Manuseie as amostras com cuidado para evitar a agitação que possa
formar bolhas.
• Execute o seguinte procedimento para etiquetar e colocar os tubos de
amostras de doentes.
• Vários tubos de amostras com o mesmo número de entrada não devem estar
no Carrossel de Amostras ao mesmo tempo.
O instrumento vai pipetar todos os testes associados a esse número de entrada.

Etiquetar e colocar tubos de amostras


NOTA: O instrumento só aceita códigos de barras que contenham os seguintes
caracteres válidos: os números 0-9, as letras A-Z, os caracteres (+), (-), (.), (#), (\),
(~) e um espaço em branco ( ). Os códigos de barras que contenham caracteres
inválidos não serão aceites.
O instrumento reconhece cinco simbologias de códigos de barras:
• Code 39
• Code-A-Bar
• UPC
• Code 128
• I-2 of 5 (Interleaved)
O I-2 of 5 inclui diferentes dialectos; portanto, o sistema tem de ser configurado
antes de se processar uma amostra com este código de barras. Para obter
informações sobre esta configuração, contacte o seu distribuidor ou fornecedor de
assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-3

Preparar amostras para serem colocadas no instrumento


NOTA: Antes de colocar os controlos, as amostras e os diluentes, certifique-se de
que todos os códigos de barras dos novos kits foram lidos e verifique se há bolhas
ou humidade no topo dos tubos.
1. Coloque as etiquetas de códigos de barras nos tubos de amostras:
a. Certifique-se de que as etiquetas estão visíveis na janela de leitura da guia
do tubo ou directamente por cima da janela de leitura da guia do tubo.

1 Janela de leitura da guia do tubo

Figura 2-1 Secção de um suporte de amostras

b. Coloque a extremidade inferior da etiqueta a pelo menos 13 mm da parte


inferior do tubo.

Figura 2-2 Posicionamento das etiquetas

601034-0001, Rev. A
2-4 Guia do Operador: Utilizar o sistema

Colocar amostras no sistema IMMULITE 2000 e no sistema IMMULITE 2500


1. No ecrã do instrumento, seleccione um suporte de amostras a colocar no
instrumento seleccionando a letra que corresponde ao suporte de amostras
adequado ou a uma posição de suporte vazia.
O suporte de carrossel de amostras roda de modo a que o operador possa
aceder ao suporte.
2. Para retirar um suporte do sistema, faça o seguinte:
a. Levante a tampa das amostras.
b. Pegue no suporte de carrossel de amostras pelas reentrâncias destinadas
aos dedos e puxe o suporte para a frente até ele sair.

ADVERTÊNCIA
Utilize apenas os tamanhos de tubos listados na secção Volume das amostras e
tamanhos dos tubos‚ página E-3 e certifique-se de que os tubos estão devidamente
assentes nos suportes de amostras. Se utilizar um tubo de tamanho errado ou se
não assentar os tubos conforme as instruções, poderão ocorrer problemas de
amostragem ou resultados incorrectos.
3. Coloque os controlos, as amostras de doentes e os diluentes no suporte de
amostras, posicionando os tubos de modo a que os códigos de barras fiquem
virados para fora.
Certifique-se de que a parte inferior da etiqueta de código de barras não
está escondida pelo suporte. Toda a etiqueta de código de barras tem de
estar legível.
4. Quando as amostras estiverem colocadas no suporte de amostras, volte a
deslizá-lo no carrossel, garantindo que o suporte encaixa novamente na
devida posição.
5. Repita os passos 1 a 4 com o próximo suporte de carrossel de amostras até que
todos os controlos, amostras e diluentes estejam colocados no instrumento.
6. Feche a porta do carrossel de amostras.
7. Seleccione EXEC para interrogar o carrossel de amostras.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-5

Colocação de amostras no IMMULITE 2000 XPi

ADVERTÊNCIA
Utilize apenas os tamanhos de tubos listados na secção Volume das amostras e
tamanhos dos tubos‚ página E-3 e certifique-se de que os tubos estão devidamente
assentes nos suportes de amostras. Se utilizar um tubo de tamanho errado ou se
não assentar os tubos conforme as instruções, poderão ocorrer problemas de
amostragem ou resultados incorrectos.
1. Veja as luzes à esquerda da porta do carregador de suportes para determinar se
o instrumento está pronto para um novo suporte.
• Uma luz vermelha constante no carregador de suportes indica que o
instrumento não está pronto para aceitar um suporte.
A luz permanece vermelha quando o carregador de suportes estiver cheio.
• Uma luz vermelha intermitente no carregador de suportes indica que o
instrumento tem um erro ao carregar ou ejectar um suporte.
• Uma luz verde constante no suporte indica que o instrumento está pronto
para aceitar um suporte.
2. Levante a porta do carregador de suportes.
3. Coloque o suporte de amostras na bandeja (suporte) de amostras.

1 Porta do carregador de suportes


2 Suporte de amostras

Figura 2-3 Colocar o suporte de carrossel de amostras


(sistema IMMULITE 2000 XPi)

4. Feche a porta do carregador de suportes.


O instrumento coloca automaticamente o suporte no sistema quando o
carrossel de amostras tiver uma posição de suporte vazia.

601034-0001, Rev. A
2-6 Guia do Operador: Utilizar o sistema

Colocar microamostras
O instrumento pode executar ensaios utilizando amostras cujos volumes sejam
inferiores a 250 µl. O volume de amostra mínimo para um ensaio está indicado
no folheto informativo do respectivo ensaio e, com a função da microamostragem,
o instrumento pode funcionar correctamente utilizando pelo menos outros
50 µl de amostra.

PRECAUÇÃO
Certifique-se de que os tubos para os copos de microamostras estão inseridos
de modo a tocarem no fundo do suporte. Se não tocarem no fundo do suporte,
poderá haver risco de resultados erróneos. Siga sempre na íntegra as instruções de
colocação de amostras.

Coloque a microamostra no instrumento num tubo de amostra de poliestireno


descartável de 10 x 50 mm (refª LSMT). Coloque cada tubo num suporte de tubos
de microamostras reutilizável (refª LMH5 e LMH15), que encaixa no suporte
de amostras.
• Certifique-se de que os suportes de tubos de microamostras estão totalmente
inseridos de modo a tocarem no fundo do suporte.
• Certifique-se de que as etiquetas de códigos de barras não estão riscadas,
danificadas, incorrectamente posicionadas ou ilegíveis devido a marcas
ou derrames.
Depois de ter colocado os suportes no carrossel de amostras e o instrumento
no modo EXEC, as amostras são pedidas da mesma forma que os tubos primários
e secundários.
NOTA: Não pipete mais de cinco testes a partir de um único tubo
de microamostra.
Os suportes de tubos de microamostras têm códigos de barras permanentes.
Pode colocar códigos de barras nos tubos de amostras de 10 x 50 mm para
permitir a identificação das amostras.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-7

Consulte a secção seguinte para obter informações sobre a etiquetagem de tubos


de amostras de doentes.

1 Tubo de microamostra de 10 x 50 com etiqueta de código de barras de doente


2 Suporte de tubos de microamostras
3 Etiqueta de código de barras do suporte de microamostras (não retire a etiqueta)

Figura 2-4 Suporte de tubos de microamostras

Se as etiquetas de códigos de barras forem maiores do que os tubos de


10 x 50 mm, pode executar ensaios com microamostras sem códigos de barras.
Para introduzir dados de doentes manualmente em amostras sem códigos de
barras, consulte a secção Códigos de barras danificados ou em falta‚ página 2-43.

601034-0001, Rev. A
 

Copos de amostras de topo de tubo


(sistema IMMULITE 2000 XPi)
 





















 


 
 
  
  
  


 


 


 
 









 






 
 


2-10 Guia do Operador: Utilizar o sistema

• Os suportes de topos de tubos têm uma letra minúscula no código


de barras.
Suporte de topos de tubos

Suporte normal
Coloque o tubo primário com código de barras que contém o copo de amostra
de topo de tubo no suporte de topos de tubos no instrumento.
a. Coloque apenas tubos de 75 mm na fila da frente do suporte.
b. Coloque apenas tubos de 100 mm na fila de trás do suporte.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-11

c. Como acontece com os tubos normais, certifique-se de que o código de


barras não está escondido.

1 Pilares condutores
2 Tubos de 100 mm com copos de amostra de topo de tubo
3 Tubos de 75 mm com copos de amostra de topo de tubo
4 Código de barras do suporte de topos de tubos apresentando
uma letra minúscula

Figura 2-6 Suporte de topos de tubos do IMMULITE 2000 XPi

O instrumento lê o código de barras e detecta que todas as amostras contidas


no suporte de topos de tubos são copos de amostras de topo de tubo.
Veja o estado e a posição no suporte no ecrã Tubos de Amostras em Suportes.

Processo de teste automatizado


Depois de o operador seleccionar EXEC, o instrumento processa os testes e gera
os resultados. Segue-se uma descrição passo a passo deste processo:
1. Uma única pérola específica do ensaio é largada num tubo de reacção.
2. Uma amostra, um reagente específico do ensaio e água são pipetados
para a pérola.
3. O tubo de reacção é deslocado para a área de incubação, onde o tubo é agitado
a uma temperatura de 37°C.
4. O tubo de reacção é lavado.
5. É adicionado substrato e a reacção quimioluminescente ocorre, gerando luz.
6. A quantidade de luz gerada é medida pelo tubo fotomultiplicador (PMT)
e os resultados do teste são calculados e impressos.

601034-0001, Rev. A
2-12 Guia do Operador: Utilizar o sistema

Modos de funcionamento
Os sistemas IMMULITE 2000 e o sistema IMMULITE 2500 têm os seguintes
três modos de funcionamento:
• EXECUTAR
• PAUSA
• PARAR
O instrumento IMMULITE 2000 XPi tem o seguinte modo de funcionamento,
além dos indicados acima:
• Arranque Automático

Modo EXECUTAR
Há ensaios em curso e o instrumento está a funcionar.

Modo PAUSA
As pipetas param e o processamento de quaisquer novos testes é temporariamente
suspenso; no entanto, os testes que já estejam no instrumento continuam a ser
processados. Existem quatro modos de PAUSA diferentes:
NOTA: Mensagem de pausa melhorada – Os modos de pausa de tudo, pausa de
reagentes e pausa de pérolas apresentam uma mensagem quando estiverem em
execução ensaios sequenciais ou de pré-tratamento. As mensagens aparecem para
lhe indicar quando é que é seguro colocar o instrumento em pausa, de modo a
evitar a perda dos testes sequenciais e de pré-tratamento.
• All Pause (Pausa de Todos)
Pára todas as operações de colocação e de pipetagem, bem como a
distribuição de pérolas e reagentes. Os ensaios em curso continuam a ser
processados. No entanto, não são pipetadas novas amostras.
• Reagent Pause (Pausa de Reagentes)
Pára o carrossel de reagentes, o DRD de reagentes e a pipeta de reagentes,
de modo a que não seja distribuído qualquer novo reagente. Outras partes do
instrumento continuam a processar ensaios.
• Bead Pause (Pausa de Pérolas)
Pára o carrossel de pérolas, de modo a que não sejam distribuídas novas
pérolas. Outras partes do instrumento continuam a processar ensaios.
NOTA: Não tem de colocar o instrumento IMMULITE 2000 XPi no modo
PAUSA quando colocar amostras.
• Sample Pause (Pausa de Amostras)
Pára o carrossel de amostras, o DRD de amostras e a pipeta de amostras,
de modo a que não seja distribuída qualquer nova amostra. Outras partes do
instrumento continuam a processar ensaios. A pausa de amostras pode ser
retardada até 36 segundos, enquanto as amostras actualmente em
processamento acabam de ser processadas.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-13

Modo PARAR
Todos os movimentos mecânicos param e não são processados novos testes.
O modo PARAR é automaticamente iniciado após um período de 20 minutos sem
qualquer processamento de novas amostras, desde que o instrumento não esteja
ligado a um VersaCell.

Modo Arranque Automático

Apenas para o instrumento IMMULITE 2000 XPi

Inicia as tarefas de manutenção de rotina automaticamente.


Para mais informações, consulte a secção Manutenção do Arranque Automático
(sistema IMMULITE 2000 XPi)‚ página 5-32.

Manter cartuchos de reagentes, cartuchos de alérgenos


e embalagens de pérolas
Verifique o estado dos cartuchos de reagentes, dos cartuchos de alérgenos
e das embalagens de pérolas no instrumento e substitua os cartuchos ou
embalagens necessários.

Verificar o estado dos cartuchos de reagentes e


cartuchos de alérgenos
Siga as instruções abaixo para verificar o estado de cartuchos de reagentes e de
cartuchos de alérgenos:
1. Se o ecrã Home não estiver aberto, seleccione HOME para visualizá-lo.
2. Seleccione o círculo REAGENTES.
Aparece o ecrã Reagent Status (Estado dos Reagentes).
3. Determine quais os cartuchos no carrossel de reagentes que têm de
ser substituídos baseando-se nas informações apresentadas no ecrã
Reagent Status (Estado dos Reagentes).
4. Se não for necessário substituir qualquer cartucho, avance para
Verificar o estado de embalagens de pérolas‚ página 2-20.

601034-0001, Rev. A
2-14 Guia do Operador: Utilizar o sistema

Ecrã Reagent Status (Estado dos Reagentes)


O ecrã Reagent Status (Estado dos Reagentes) mostra o estado de todos os
cartuchos de alérgenos e cartuchos de reagentes no carrossel de reagentes.
As informações apresentadas no ecrã Reagent Status
(Estado dos Reagentes) incluem:
• Os códigos de teste de cartuchos de reagentes ou os IDs de cartuchos
de alérgenos
• O estado dos frascos de alérgenos para cada cartucho de alérgenos
• Os números de lote dos cartuchos de reagentes
• Mensagens de erro
• O estado do ajuste
• O número de testes que restam em cada compartimento de um cartucho
de reagentes
• As posições dos cartuchos no carrossel de reagentes
Os cartuchos são apresentados alfanumericamente por código de teste e não pelas
suas posições no carrossel de reagentes. Cada cartucho no carrossel de reagentes é
representado por um quadrado no ecrã de estado dos reagentes. Nos quadrados
referentes aos cartuchos de alérgenos, o estado dos frascos de alérgenos é indicado
nos campos 1 a 6, por forma a representar as posições dos frascos de alérgenos
nos cartuchos de alérgenos.

Cor de fundo
O estado de erro de um cartucho é indicado pela cor do seu quadrado no ecrã
Reagent Status (Estado dos Reagentes). Os quadrados dos cartuchos de alérgenos
têm campos para cada frasco de alérgeno que utilizam o mesmo esquema de cores.
A cor de um quadrado de cartucho de alérgenos reflecte o erro de prioridade mais
elevado desse cartucho.
A tabela que se segue indica as cores de fundo e o estado associado a cada cor:
Cor de fundo Estado
Branco Sem erros.
Cinzento Posição vazia no carrossel de reagentes ou num cartucho
de alérgenos.
Castanho claro Existe uma situação de erro, mas o cartucho ou o alérgeno ainda
pode ser utilizado. Os erros incluem:
• O cartucho de reagentes já tem poucos testes.
• Um frasco de alérgeno expirou.
• Um ajuste está atrasado para este kit.
• O kit expirou.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-15

Cor de fundo Estado


Vermelho Existe uma condição de erro que não permite a execução de testes.
As condições de erro incluem:
• O código de barras do kit não foi introduzido no instrumento.
• O cartucho de reagentes está vazio.
• Um frasco de alérgeno está vazio.
• Um cartucho de alérgenos não foi introduzido no instrumento.
• Não foi possível ler o código de barras do cartucho de reagentes.
• Uma embalagem de pérolas correspondente não está
no instrumento.
• O kit não chegou a ser ajustado, mas vai ser executado.

Mensagens de erro
Se ocorrer um erro com um cartucho de reagentes ou de alérgenos, o erro é
apresentado no quadrado referente ao cartucho em questão, no ecrã de estado
dos reagentes.
• Um sinal mais (+) à direita da mensagem de erro indica que um segundo erro
está associado a esse cartucho.
• Dois sinais mais (++) indicam que há dois ou mais erros para esse cartucho.
Pode ver os detalhes de um cartucho nos ecrãs Reagent Detail (Detalhe dos
Reagentes) e Allergen Wedge Detail (Detalhe do Cartucho de Alérgenos).
Estes ecrãs incluem uma lista de todos os erros que ocorreram relativamente a
esse cartucho. Consulte a secção seguinte para obter informações sobre a
visualização de detalhes dos cartuchos.
A tabela a seguir contém alguns exemplos de erros e da sua apresentação no ecrã
Reagent Status (Estado dos Reagentes):
Mensagem de erro Exemplos
Kit Expirado + O kit expirou e o cartucho de reagentes ou a
embalagem de pérolas expirou ou um ajuste
está previsto.
Kit Expirado + + O kit expirou e tanto o cartucho de reagentes como
a embalagem de pérolas expiraram.
Ajustamento Previsto + Há um ajuste previsto e o número de testes que
restam é baixo.
Esferas Revestidas (Pérolas) A embalagem de pérolas expirou e está previsto
Expiradas + ou Pérolas um ajuste.
Correspondentes Expiradas +
Reagente Expirado + O cartucho de reagentes expirou e está previsto
ou Reagente Expirado um ajuste.
Correspondente +

601034-0001, Rev. A
2-16 Guia do Operador: Utilizar o sistema

Ver detalhes das embalagens

Pode ver todos os detalhes de um cartucho nos ecrãs Reagent Detail


(Detalhe dos Reagentes) ou Allergen Wedge Detail (Detalhe do Cartucho
de Alérgenos). As informações apresentadas nestes ecrãs incluem uma lista
de erros que ocorreram relativamente ao cartucho em causa.
Para visualizar o ecrã de detalhes de um cartucho com o instrumento no modo
EXEC, seleccione o quadrado referente a esse cartucho no ecrã Reagent Status
(Estados dos Reagentes).
Se o instrumento estiver no modo PAUSA ou PARAR, siga estas instruções para
abrir o ecrã Reagent Detail (Detalhe dos Reagentes) ou o ecrã Allergen Wedge
Detail (Detalhe do Cartucho de Alérgenos).
1. Seleccione HOME.
2. Seleccione o círculo REAGENTES.
Aparece o ecrã Reagent Status (Estado dos Reagentes).
3. Seleccione RODAR.
O botão muda para o botão REVISÃO.
4. Seleccione o quadrado que corresponde ao cartucho de reagentes ou ao
cartucho de alérgenos que pretende ver.
• Se seleccionou o quadrado referente a um cartucho de reagentes,
aparece o ecrã de detalhe dos reagentes.
• Se seleccionou o quadrado referente a um cartucho de alérgenos,
aparece o ecrã de detalhe do cartucho de alérgenos.
5. Seleccione o botão Fechar para fechar o ecrã.

Substituir Cartuchos de Reagentes e Cartuchos de Alérgenos


Siga estas instruções para substituir um cartucho de reagentes ou um cartucho
de alérgenos.
NOTA: Quando colocar um cartucho de reagentes ou de alérgenos, manuseie o
cartucho com cuidado para evitar qualquer agitação que possa formar bolhas.
1. Abra a tampa pequena do carrossel de reagentes.
O instrumento entra no modo Reagent PAUSE (PAUSA de Reagentes).
Aparece o ecrã Reagent Status (Estado dos Reagentes).
2. Se houver ensaios em execução, aparece uma mensagem de advertência
exigindo que feche todas as portas e seleccione EXEC.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-17

Dependendo do tipo de ensaio em execução e se o modo PAUSA está


intencionalmente activado, aparece uma das seguintes mensagens:
Análise de pré-tratamento de amostras detectada no
instrumento. Se colocar o instrumento em modo pausa,
deve fechar todas as portas e premir EXEC em x
minutos e xx segundos. Deseja colocar o instrumento
em modo pausa?
[Sim] [Não]
Análise sequencial detectada no instrumento. Se
colocar o instrumento em modo pausa, deve fechar
todas as portas e premir EXEC em x minutos e xx
segundos. Deseja colocar o instrumento em modo
pausa?
[Sim] [Não]
3. Seleccione o quadrado referente ao cartucho de reagentes ou cartucho de
alérgenos que pretende substituir.
O carrossel de reagentes roda de modo a que o cartucho que seleccionou fique
diante da seta prateada.

PRECAUÇÃO
Não retire o cartucho para alterar a posição dos frascos de alérgenos num cartucho
de alérgenos enquanto não ter realizado o seguinte procedimento.
a. Abra a tampa pequena do carrossel de reagentes.
b. Certifique-se de que o instrumento entrou no modo Reagent PAUSE
(PAUSA de Reagentes).
c. Seleccione a posição do cartucho utilizando a janela de estado dos reagentes.
Depois de ter alterado as posições dos frascos de alérgenos no cartucho de
alérgenos, volte a ler o cartucho antes de o colocar no carrossel de reagentes.

4. Retire o cartucho levantando a ponta estreita do cartucho próximo do centro


do carrossel, inclinando o cartucho para trás na ponta oposta.
5. Faça deslizar o cartucho para o centro do carrossel até a ranhura libertar a
patilha no carrossel.
O cartucho deve sair com facilidade.
NOTA: Quando adicionar um cartucho de alérgenos, carregue o cartucho com
frascos de alérgenos, faça a leitura do mesmo com o leitor de imagens e siga
os passos abaixo para o adicionar ao carrossel de reagentes. Consulte a secção
Introduzir alérgenos e cartuchos de alérgenos‚ página 2-27.

601034-0001, Rev. A
2-18 Guia do Operador: Utilizar o sistema

6. Coloque o novo cartucho entre os divisores do carrossel com o código de


barras virado para fora.

Figura 2-7 Colocar um cartucho de reagentes

7. Incline para baixo o lado do cartucho que tem a etiqueta de código de barras,
de modo a que a patilha no carrossel de reagentes encaixe na ranhura do
cartucho por baixo da etiqueta de código de barras.

1 2

1 Cartucho de reagentes, perspectiva lateral


2 Cartucho de alérgenos, perspectiva lateral

Figura 2-8 Cartuchos do sistema IMMULITE

8. Pressione sobre o lado mais estreito do cartucho para fixá-lo no devido lugar.
9. Empurre a corrediça do cartucho para o centro do carrossel, de modo a
garantir que se move livremente.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-19

Verificar bolhas ou humidade no topo do cartucho


1. Se houver bolhas no topo de um cartucho de reagentes:
a. Retire o cartucho.
b. Com cuidado, retire a corrediça.
c. Seque a corrediça e as áreas circundantes onde a sonda entra no cartucho.
d. Reponha a corrediça e volte a colocar o cartucho.
2. Se houver humidade no topo de um cartucho de alérgenos:
a. Retire o cartucho de alérgenos.
b. Abra o cartucho de alérgenos.
c. Seque ou substitua as tampas de septo nos frascos de alérgenos e seque
qualquer líquido no topo do cartucho de alérgenos.
d. Feche o cartucho e volte a colocá-lo no carrossel de reagentes.

Notas sobre procedimentos


• Os componentes do kit podem permanecer no instrumento até ficarem vazios
ou expirarem.
As embalagens de pérolas e os cartuchos de reagentes expiram 90 dias depois
de colocados no instrumento. Os componentes do kit não devem ser utilizados
após a data de validade impressa na etiqueta do kit.
• Os frascos de alérgenos que fiquem no instrumento expiram 90 dias após a
abertura devido à evaporação.
Os alérgenos podem evaporar até 5 µl por dia, se os deixar no instrumento.
• Para prolongar a vida útil de alérgenos utilizados com pouca frequência,
retire os frascos do instrumento após cada utilização, tape-os com uma tampa
normal e refrigere-os para minimizar a evaporação.
• Como alternativa, envolva o cartucho de alérgenos com película aderente,
deixando os frascos com as tampas de septo no devido lugar e refrigere
o cartucho.
Os alérgenos conservados nestas condições (refrigerados e protegidos contra a
exposição ao ar) podem ser utilizados até ao fim do prazo de validade
impresso na etiqueta do frasco.

601034-0001, Rev. A
2-20 Guia do Operador: Utilizar o sistema

Concluir o procedimento
1. Feche a tampa do carrossel de reagentes.
2. Aplique pressão até encaixar no devido lugar.
3. Seleccione EXEC para actualizar o ecrã Reagent Status
(Estado dos Reagentes).
NOTA: Aparece uma mensagem de erro no ecrã de estado dos reagentes, se o
código de barras do kit de um cartucho de reagentes que já tenha colocado no
instrumento não foi introduzido. Se um cartucho de alérgenos colocado no
instrumento não foi lido, aparece uma mensagem.
4. Seleccione o botão FECHAR para fechar o ecrã Reagent Status
(Estado dos Reagentes) e voltar ao ecrã Home.

Verificar o estado de embalagens de pérolas


Siga as instruções abaixo para verificar o estado das embalagens de pérolas:
1. Se o ecrã Home não estiver aberto, seleccione HOME para visualizá-lo.
2. Seleccione o círculo PÉROLAS.
NOTA: Se não for necessário substituir qualquer embalagem de pérolas,
avance para Etiquetar e colocar tubos de amostras‚ página 2-2.
3. Determine quais as embalagens de pérolas no carrossel de pérolas que têm de
ser substituídas baseando-se nas informações apresentadas no ecrã Bead
Status (Estado das Pérolas).

Utilizar o ecrã Bead Status (Estado das Pérolas)


O ecrã Bead Status (Estado das Pérolas) mostra o estado de todas as embalagens
de pérolas no carrossel de pérolas. As informações apresentadas no ecrã Bead
Status (Estado das Pérolas) incluem:
• Nomes das embalagens de pérolas
• Números de lote das embalagens de pérolas
• Mensagens de erro
• O número de testes que restam nas embalagens de pérolas
• As posições das embalagens de pérolas no carrossel de pérolas
As embalagens de pérolas são apresentadas alfanumericamente por código de
teste e não pelas suas posições no carrossel de pérolas. Cada embalagem de
pérolas no carrossel de pérolas é representada por um quadrado no ecrã de estado
das pérolas.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-21

Cor de fundo
O estado de erro de uma embalagem de pérolas é indicado pela cor do respectivo
quadrado no ecrã Bead Status (Estado das Pérolas). A tabela que se segue indica
as cores de fundo e o estado associado a cada cor:
Cor de fundo Estado
Branco Sem erros
Cinzento Posição vazia no carrossel de pérolas
Castanho claro Há uma condição de erro, mas a embalagem de pérolas ainda pode
ser utilizada.
Os erros incluem o seguinte:
• a embalagem de pérolas já tem poucos testes
• um ajuste está atrasado para este kit
Vermelho Existe uma condição de erro que não permite a execução de testes.
As condições de erro incluem:
• o código de barras do kit não foi introduzido no instrumento
• a embalagem de pérolas está vazia
• não foi possível ler o código de barras da embalagem de pérolas
• um cartucho de reagentes correspondente não está no instrumento
• o kit não chegou a ser ajustado, mas vai ser executado

Mensagens de erro
Se ocorrer um erro com uma embalagem de pérolas, o erro aparece no quadrado
relativo à embalagem de pérolas no ecrã Bead Status (Estado das Pérolas).
• Um sinal mais (+) à direita da mensagem de erro indica que um segundo erro
está associado a essa embalagem de pérolas.
• Dois sinais mais (++) indicam que há dois ou mais erros para essa embalagem
de pérolas.
Pode ver detalhes de uma embalagem de pérolas no ecrã Bead Detail
(Detalhe das Pérolas). Este ecrã inclui uma lista de todos os erros que ocorreram
com essa embalagem de pérolas. Consulte a secção seguinte para obter
informações sobre a visualização de detalhes das embalagens de pérolas.
A tabela a seguir contém alguns exemplos de erros e da sua apresentação no ecrã
Bead Status (Estado das Pérolas):
Mensagem de erro Explicação
Kit Expirado + O kit expirou e o cartucho de reagentes ou a embalagem de
pérolas expirou ou um ajuste está previsto.
Kit Expirado + + O kit expirou e tanto o cartucho de reagentes como
a embalagem de pérolas expiraram.
Ajustamento Previsto + Há um ajuste previsto e o número de testes que restam
é baixo.

601034-0001, Rev. A
2-22 Guia do Operador: Utilizar o sistema

Mensagem de erro Explicação


Esferas Revestidas A embalagem de pérolas expirou e está previsto um ajuste.
(Pérolas) Expiradas + ou
Pérolas Correspondentes
Expiradas +
Reagente Expirado + ou O cartucho de reagentes expirou e está previsto um ajuste.
Reagente Expirado
Correspondente +

Ver detalhes das embalagens de pérolas


Pode ver detalhes de uma embalagem de pérolas no ecrã Bead Detail (Detalhe das
Pérolas). As informações apresentadas neste ecrã incluem uma lista de erros que
ocorreram relativamente à embalagem de pérolas em causa.
Para visualizar o ecrã Bead Detail (Detalhe das Pérolas) para uma embalagem de
pérolas com o instrumento no modo EXEC, seleccione o quadrado referente a
essa embalagem de pérolas no ecrã Bead Status (Estados das Pérolas).
Se o instrumento estiver no modo PAUSA ou PARAR, siga estas instruções para
abrir o ecrã Bead Detail (Detalhe das Pérolas):
1. Seleccione HOME.
2. Seleccione o círculo PÉROLAS.
Aparece o ecrã Bead Status (Estado das Pérolas).
3. Seleccione RODAR.
O botão muda para o botão REVISÃO.
4. Seleccione o quadrado que corresponde à embalagem de pérolas que pretende
ver. Aparece o ecrã Bead Detail (Detalhe das Pérolas).
5. Seleccione FECHAR.

Substituir embalagens de pérolas


Siga estas instruções para substituir uma embalagem de pérolas.
1. Afaste o monitor e abra a tampa do carrossel de pérolas.
O instrumento entra no modo BEAD PAUSE (PAUSA de Pérolas).
Se a tampa do carrossel de reagentes não estiver fechada quando abrir a tampa
do carrossel de pérolas, aparece um ecrã a indicar que o instrumento está no
modo de pausa múltipla.
2. Seleccione o botão que corresponde ao ecrã Bead Status (Estado das Pérolas).

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-23

3. Se houver ensaios em execução, aparece uma mensagem de advertência


exigindo que feche todas as portas e seleccione EXEC.
Dependendo do tipo de ensaio em execução e se o modo PAUSA está
intencionalmente activado, aparece uma das seguintes mensagens:
Análise de pré-tratamento de amostras detectada no
instrumento. Se colocar o instrumento em modo pausa,
deve fechar todas as portas e premir EXEC em x
minutos e xx segundos. Deseja colocar o instrumento
em modo pausa?
[Sim] [Não]
Análise sequencial detectada no instrumento. Se
colocar o instrumento em modo pausa, deve fechar
todas as portas e premir EXEC em x minutos e xx
segundos. Deseja colocar o instrumento em modo
pausa?
[Sim] [Não]
4. Seleccione o quadrado relativo à embalagem de pérolas que pretende
substituir. O carrossel de pérolas roda de modo a que a embalagem de pérolas
que seleccionou fique diante da seta preta.
5. Retire a embalagem de pérolas a ser substituída.
a. Levante a parte da embalagem de pérolas que tem o código de barras e
incline-a para o centro do carrossel de pérolas.
b. Afaste a embalagem de pérolas do centro do carrossel deslizando a
embalagem até o êmbolo da mesma sair da abertura no centro do
carrossel. A embalagem de pérolas deve sair com facilidade.
6. Coloque a nova embalagem de pérolas.
a. Coloque a embalagem de pérolas entre os divisores do carrossel com o
código de barras virado para fora.
b. Incline para baixo o lado da embalagem de pérolas oposto ao da etiqueta
de código de barras e insira o êmbolo na abertura no centro do carrossel.

601034-0001, Rev. A
2-24 Guia do Operador: Utilizar o sistema

c. Encaixe o lado da embalagem de pérolas com o código de barras na


devida posição no carrossel. Certifique-se de que está devidamente fixo.

Figura 2-9 Colocar a embalagem de pérolas

7. Feche a tampa do carrossel de pérolas.


8. Seleccione EXEC para actualizar o ecrã Bead Status (Estado das Pérolas).
• Aparece uma mensagem de erro no ecrã Bead Status (Estado das Pérolas),
se o código de barras do kit para uma embalagem de pérolas que já tenha
colocado no instrumento não foi introduzida.
Consulte a secção Introduzir um kit‚ página 2-25.
• Os componentes do kit podem permanecer no instrumento até ficarem
vazios ou expirarem.
• As embalagens de pérolas e os cartuchos de reagentes expiram 90 dias
depois de colocados no instrumento. Os componentes do kit não devem
ser utilizados após a data de validade impressa na etiqueta do kit.
9. Seleccione o botão FECHAR para fechar o ecrã Bead Status
(Estado das Pérolas) e voltar ao ecrã Home.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-25

Introduzir um kit
NOTA: Faça a leitura do código de barras do lote de kits ANTES de colocar
reagentes no sistema.
Antes de utilizar um novo kit, o novo lote de kits tem de ser introduzido no
instrumento utilizando um leitor portátil. Depois de introduzidos os dados do kit,
esses dados podem ser analisados. Analisar as informações do kit‚ página 2-31.
Siga as instruções abaixo para introduzir um novo kit.
NOTA: Antes de utilizar um novo lote de ensaios ou de kits, tem de fazer
determinados ajustes. Consulte a secção Ajustar um ensaio‚ página 2-31 para
obter instruções.

Para kits não de alergias

Faça a leitura do código de barras 2D situado na aba interna da caixa do kit.


Consulte a secção Ler um código de barras 2D de um kit com um leitor 2D‚
página 2-25.

Para kits de alergias

Se utilizar kits de alergias, siga as instruções para fazer a leitura de um código


de barras 2D utilizando um leitor de imagens. Siga as instruções abaixo para o
leitor adequado.
• Se a base de dados tiver três lotes de kits para o mesmo ensaio e se for lido um
quarto lote de kits para esse ensaio, aparece uma mensagem para o operador
seleccionar o lote de kits a eliminar.
• Se um lote de kits que já esteja no sistema for novamente lido, aparece uma
mensagem a perguntar se as informações do kit activo devem ser substituídas
pelas informações do novo kit.
• Se seleccionar Substituir, o declive e a intercepção para o kit a ser
substituído voltam a ser o declive e a intercepção da curva padrão.
• Se o novo kit não for ajustado, os resultados dos doentes ficam
sinalizados com AJUS.
Consulte a secção Sinalizadores associados aos resultados‚ página H-4.

Ler um código de barras 2D de um kit com um leitor 2D


1. Segure o leitor 5 a 7,5 cm afastado do código de barras 2D.
2. Mantenha a face angular do leitor paralela ao código de barras.
3. Prima e mantenha premido o botão de activação no leitor.
Aparece um raio cor de laranja.

601034-0001, Rev. A
2-26 Guia do Operador: Utilizar o sistema

4. Comece a ler na área branca por cima do código de barras 2D.


5. Passe o leitor a uma velocidade uniforme sobre a totalidade do código de barras.
Um clique durante a leitura indica que o código de barras está a ser lido.
Quando a leitura foi bem sucedida, soa um tom agudo. Se a leitura não foi
bem sucedida, poderá soar um tom grave. Volte a ler o código de barras até
ouvir um tom agudo.
O ecrã Kits apresenta informações sobre o kit.

Ler um código de barras 2D de um kit com um leitor de imagens


1. Segure o leitor 12,5 a 17,5 cm afastado do código de barras 2D.
2. Mantenha a face angular do leitor paralela ao código de barras.
3. Prima e mantenha premido o botão de gatilho no leitor e aponte o raio do
leitor para o centro do código de barras.
4. Faça a leitura no centro do código de barras.
NOTA: Não passe o leitor sobre todo o código de barras, como faria com
um leitor 2D.
5. Prima o botão do leitor até ouvir um som a indicar que o código de barras foi
lido com sucesso.
O ecrã Kits apresenta informações sobre o kit. A tabela seguinte descreve
cada campo do ecrã Kits.
Campo Explicação
Botão Procurar Utilizado para introduzir um código de teste e um número de
lote para apresentar informações de um ensaio em particular.
Botões Kit Anterior / Apresenta informações do kit anterior ou seguinte na base
Kit Seguinte de dados.
As informações dos kits na base de dados são apresentadas
para um kit de cada vez, por ordem alfanumérica por código
de teste.
Botão Alérgenos / Kits Apresenta informações sobre alérgenos na base de dados.
O botão muda para o botão Kits.
Seleccione o botão Kits para apresentar informações sobre
os kits de ensaios na base de dados. O botão muda para o
botão Alérgenos.
Código do Teste Código utilizado para indicar um ensaio específico.
Lote do Kit Número de lote do kit.
Lote das esferas O número de lote das pérolas utilizado pelo kit.
(Lote de Pérolas)
Lote do Reagente O número de lote do reagente utilizado pelo kit.
Lote Ajuste Baixo Número de lote do ajuste baixo.
CPS Ajuste Baixo A CPS da curva padrão para o ajuste baixo.
Lote do ajuste do Alg Número de lote do ajuste alto.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-27

Campo Explicação
Control Allergen Lot Número de lote para o anticorpo de controlo do kit.
(Lote de Alérgeno Este campo não está activo para kits de imunoensaios.
de Controlo)
Último ajuste Data do último ajuste.
Próximo ajuste Data para a qual está previsto um novo ajuste.
Estado do ajuste Estado actual de ajuste do kit:
• Atrasado – o ajuste do kit está atrasado.
• Ajustado – o kit está ajustado.
• Não Ajustado – o código de barras do kit foi lido,
mas o kit não foi ajustado.
Estado do Kit Estado actual do kit:
• Expirado – o kit expirou.
• Válido – o kit foi ajustado e não está expirado.
• Novo Kit – o código de barras do kit foi lido, mas o kit
não foi ajustado.
Diluente Nome do diluente utilizado pelo kit.
Validade do Kit Data de validade do kit.
Curva (Declive) O declive calculado para o último ajuste.
Intercepção A intercepção calculada para o último ajuste.
Limites da Curva Intervalos de declive específicos de cada kit utilizados para
(Declive) determinar se um ajuste foi bem sucedido.
Se fizer a leitura de códigos de barras de kits 2D, introduz na
base de dados intervalos de declive específicos de cada kit.
Este campo aparece a cinzento quando o operador estiver a
visualizar informações sobre um kit de imunoglobulina.
Volume da Amostra µl Quantidade de amostra necessária para a execução do teste.
Parâmetro 1 Valores utilizados em conjunto para definir a curva padrão
para este lote de kits.
Parâmetro 2

Introduzir alérgenos e cartuchos de alérgenos


Cada kit contém um cartucho de reagentes que tem de ser colocado no
instrumento antes de se executar ensaios para esse kit. Se for colocado um kit de
alergia, introduza pelo menos um cartucho de alérgenos e coloque-o no carrossel
de reagentes antes de executar testes de alergias.
São necessários alérgenos específicos para testar amostras de doentes quanto
a reacções alérgicas. Os frascos que contêm alérgenos específicos têm de ser
introduzidos no sistema individualmente utilizando-se um código de barras 2D
semelhante aos dos kits de ensaios.
Os frascos de alérgenos devem então ser colocados em cartuchos de alérgenos. Um
cartucho de alérgenos pode conter até seis frascos de alérgenos. Os cartuchos de
alérgenos colocados têm de ser introduzidos no sistema através do leitor de imagens.

601034-0001, Rev. A
2-28 Guia do Operador: Utilizar o sistema

Isto determina as posições dos alérgenos no instrumento quando os cartuchos de


alérgenos são colocados no carrossel de reagentes.
Cada frasco de alérgeno tem uma etiqueta de código de barras aposta e uma
etiqueta de código de barras 2D correspondente. As etiquetas de códigos de barras
que identificam o mesmo frasco de alérgeno têm o mesmo código legível por
pessoas, por exemplo, d1.
NOTA: Não desmonte os cartuchos de alérgenos. Se desmontar os cartuchos de
alérgenos e voltar a montá-los incorrectamente, por exemplo, as peças estão
incorrectamente encaixadas, o instrumento vai fazer a pipetagem a partir do frasco
de alérgeno errado.
Cada cartucho de alérgenos está etiquetado com um código de barras na parte
lateral e outro na parte preta interna. As etiquetas de códigos de barras têm de
coincidir. Se não coincidirem, a localização e o conteúdo do cartucho não serão
correctamente registados e os frascos serão incorrectamente pipetados.
Os frascos de alérgenos são assinalados com a etiqueta de código de barras 2D
antes de serem enviados. O código de barras 2D contém toda a informação que o
sistema requer para utilizar esse frasco para testes de alergias.
Siga as instruções abaixo para introduzir um cartucho de alérgenos:
1. Faça a leitura do código de barras 2D de cada frasco de alérgeno que pretende
colocar no cartucho de alérgenos.
O ecrã dos kits de alérgenos apresenta informações sobre o alérgeno.
Campo Explicação
Botão Alérgenos Seleccione este botão para apresentar informações sobre os kits
de imunoensaios na base de dados.
O botão muda para o botão Kits.
Botão Procurar Seleccione este botão para introduzir um código de alérgeno e um
número de lote para apresentar informações sobre esse alérgeno.
Anterior/Seguinte Seleccione estes botões para apresentar informações sobre o
alérgeno anterior ou seguinte na base de dados.
As informações sobre os alérgenos na base de dados são
apresentadas para um alérgeno de cada vez, por ordem
alfanumérica por código de alérgeno.
Código do Alg Código utilizado para indicar um alérgeno específico.
Lote do Alg Número de lote do alérgeno.
Estado do Alg Estado actual do alérgeno:
• Expirado – a data de validade do alérgeno expirou
• Válido – a data de validade do alérgeno não expirou
Botão Procurar Seleccione este botão para introduzir um código de alérgeno e um
número de lote para apresentar informações sobre
esse alérgeno.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-29

NOTA: Quando executar um ajuste, um dos cartuchos de alérgenos colocados


no carrossel de reagentes tem de conter um anticorpo de ajuste. Certifique-se
de que faz a leitura do código de barras 2D do anticorpo de ajuste da mesma
forma que faria com qualquer outro alérgeno.
2. Retire as etiquetas de códigos de barras 2D dos frascos que leu no passo 1.
Certifique-se de que os códigos de barras normais permanecem apostos em
cada frasco.
3. Substitua a tampa de cada frasco de alérgeno por uma tampa de septo e depois
coloque o frasco no cartucho de alérgenos.
Certifique-se de que o código de barras em cada frasco de alérgeno está virado
para fora, de modo a estar visível quando fechar o cartucho de alérgenos.
NOTA: Quando conservar frascos de alérgenos abertos fora do instrumento,
substitua a tampa de septo por uma nova tampa normal para impedir a
evaporação. Quando voltar a utilizar o frasco de alérgeno, substitua a tampa
normal por uma nova tampa de septo.

Figura 2-10 Tampas de frascos de alérgenos

601034-0001, Rev. A
2-30 Guia do Operador: Utilizar o sistema

A Figura 2-11 mostra como é que os frascos são introduzidos no cartucho.

Figura 2-11 Colocar frascos num cartucho de alérgenos

4. Segure bem o leitor, a cerca de 12,5 cm do cartucho de alérgenos,


certificando-se de que não tapa qualquer dos códigos de barras no cartucho de
alérgenos ou nos frascos de alérgenos.
5. Prima e mantenha premido o botão do leitor.
6. Aponte o raio do leitor para o centro do código de barras do alérgeno.
Os códigos de barras dos alérgenos, o código de barras externo do cartucho de
alérgenos e quaisquer códigos de barras por trás dos espaços vazios
destinados aos frascos devem ser lidos numa única passagem do leitor.
O ecrã Allergen Wedge Detail (Detalhe do Cartucho de Alérgenos)
apresenta detalhes sobre o cartucho de alérgenos lido.
NOTA: Se alguma informação no ecrã Allergen Wedge Detail (Detalhe do
Cartucho de Alérgenos) aparecer a vermelho, ocorreu um erro de leitura no
leitor. Faça novamente a leitura do cartucho de alérgenos.
7. Seleccione o botão Fechar para fechar o ecrã Allergen Wedge Detail
(Detalhe do Cartucho de Alérgenos).
Aparece uma mensagem a informar de que não deve trocar frascos
de alérgenos.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-31

8. Seleccione OK.
NOTA: Se alterar os alérgenos ou reorganizar os frascos de alérgenos num
cartucho de alérgenos que já leu, faça novamente a leitura do cartucho de
alérgenos antes de o colocar no instrumento.
9. Coloque o cartucho de alérgenos no carrossel de reagentes.
NOTA: Seleccione uma posição no carrossel para colocar o cartucho
de alérgenos.

Analisar as informações do kit


Para analisar as informações relativas ao kit, siga as instruções abaixo:
1. Seleccione o botão KITS na barra de ferramentas.
2. Seleccione uma das seguintes opções:
• Seleccione os botões Kit Anterior ou Kit Seguinte para ver informações
dos kits actualmente introduzidos no sistema.
• Seleccione o botão Procurar.
3. Para ver as informações do kit adequado, introduza o código do teste
(localizado na etiqueta de código de barras 2D) e o número de lote do kit e
seleccione o botão Procurar Kit.
NOTA: O kit também pode ser localizado introduzindo apenas o código
de teste.
4. Para alternar entre informações de kits e informações de alérgenos,
seleccione Kits e Alérgenos.

Ajustar um ensaio
Antes de utilizar um novo lote de kits, tem de executar um ajuste. Este ajuste
inicial corrige quaisquer variações de desempenho entre o seu instrumento e o
instrumento do fabricante.
Além disso, os kits têm de ser reajustados periodicamente. O programa de ajustes
para um kit está indicado no folheto informativo do kit. Os ecrãs Reagent Status
(Estado dos Reagentes) e Bead Status (Estado das Pérolas) indicam se um ajuste
está previsto para aquela altura. Consulte Verificar o estado dos cartuchos de
reagentes e cartuchos de alérgenos‚ página 2-13 e Verificar o estado de
embalagens de pérolas‚ página 2-20.
Siga as instruções abaixo para ajustar um ensaio:
1. Retire as etiquetas de código de barras de ajustes do kit.
2. Coloque uma etiqueta para um Ajuste A num tubo e uma etiqueta para um
Ajuste B no outro tubo.
NOTA: Quando um kit tiver apenas um ajuste, utilize a etiqueta do Ajuste A.

601034-0001, Rev. A
2-32 Guia do Operador: Utilizar o sistema

3. Retire as garrafas de ajuste do kit e transfira cada ajuste para o


tubo correspondente.
4. Para ajustar um ensaio de alergia:
• Introduza o anticorpo de ajuste fazendo a leitura do respectivo código de
barras 2D.
• Coloque o anticorpo de ajuste num cartucho de alérgenos.
• Introduza o cartucho de alérgenos utilizando o leitor de imagens.
• Coloque o cartucho de alérgenos no carrossel de reagentes.
Consulte Introduzir alérgenos e cartuchos de alérgenos‚ página 2-27 para
obter mais informações sobre como utilizar anticorpos de ajuste.
5. Seleccione HOME.
6. Seleccione a letra para o suporte de amostras no qual pretende colocar
os ajustes.
O carrossel de amostras roda de modo a que o operador possa aceder
ao suporte.
NOTA: O instrumento tem de estar no modo PAUSA ou PARAR para o
suporte rodar. Se o suporte não rodar, abra a porta do carrossel de amostras
para iniciar o modo PAUSA DE AMOSTRAS.
7. Abra a porta do carrossel de amostras e pegue no suporte pelas reentrâncias
destinadas aos dedos.
8. Puxe o suporte para a frente até se desprender do carrossel de amostras.
NOTA: Certifique-se de que a parte inferior da etiqueta de código de barras
não está escondida pelo suporte. Toda a etiqueta de código de barras tem de
estar legível.
9. Coloque os tubos de ajuste no suporte de amostras de modo a que os códigos
de barras estejam virados para fora.
NOTA: Não pode ajustar um ensaio enquanto o ajuste anterior para esse
ensaio ainda estiver em execução.
10. Dependendo do instrumento, execute os seguintes passos:
Para o sistema IMMULITE 2000 ou o sistema IMMULITE 2500:
a. Reponha o suporte no carrossel.
b. Certifique-se de que encaixa no devido lugar.
c. Feche a porta do carrossel de amostras.
Para o sistema IMMULITE 2000 XPi:
a. Coloque o suporte de amostras na bandeja (suporte) de amostras.
b. Feche a tampa.
11. Seleccione EXEC.
O carrossel de amostras é interrogado.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-33

12. Terminada a interrogação de todo o carrossel de amostras, seleccione o botão


LISTA DE TRABALHO.
Aparece o ecrã Lista de Trabalho.
13. Apresente as informações para o ajuste A no ecrã Lista de Trabalho.
O nível do Ajuste A é 01.
a. Se colocou ajustes com códigos de barras:
Percorra os registos utilizando os botões Anterior e Seguinte. Localize o
registo com o número de lote do ajuste no campo # Lote do Ajuste e 01 no
campo Nível do Ajuste.
b. Se o código de barras do ajuste estiver danificado ou em falta:
c. Seleccione Ajuste.
d. Seleccione Novo.
e. Introduza o número de lote do ajuste e o nível do ajuste.
f. Associe o tubo e respectiva posição ao número de entrada único da amostra.
Consulte a secção Atribuir uma posição ao tubo‚ página 2-56.
14. Introduza o número de lote do kit que está a ajustar no campo # Lote do Kit.
15. Quando ajustar um ensaio de alergia, introduza o número de lote do anticorpo
de ajuste que colocou no passo 4 no campo # Lote Alerg Adj.
16. Seleccione ACEITAR AJUSTE.
Se o sistema estiver no modo EXEC, aparece o próximo registo com código
de barras.
NOTA: O Ajuste A tem de ser aceite primeiro.
17. Se o ensaio a ser ajustado tiver um ajuste B, repita os passos 13 a 16 para
atribuir um número de lote de kit ao ajuste.
O nível do Ajuste B é 02.
18. Seleccione Visualizar/Editar.
19. No ecrã Visualizar Lista de Tarefas (Lista de Trabalho), seleccione o botão
ACTUALIZAR ECRÃ e utilize a coluna Estado para determinar o estado
das amostras.

Impressão do ajuste
A impressão do ajuste apresenta informações interpretativas para ajudar na
avaliação de ajustes. Além disso, a impressão do ajuste indica se o ajuste foi ou não
bem sucedido. A tabela seguinte apresenta informações sobre 2 ensaios de ajuste:
Cálculo Descrição
Intervalo do declive Mais ou menos 20% do declive médio do instrumento.
do instrumento
Intervalo de Mais ou menos 10% do ajuste anterior bem sucedido
declive anterior para um determinado lote de kits.

601034-0001, Rev. A
2-34 Guia do Operador: Utilizar o sistema

Cálculo Descrição
Declive médio Declive médio de todos os ajustes bem sucedidos para
do ensaio um ensaio.
Linha de orientação • Ensaios do tipo sanduíche
da intercepção 30% da CPS do ajuste baixo indicada no código
de barras do kit
• Ensaios competitivos
2% do parâmetro de curva 1

A tabela seguinte apresenta informações sobre um ensaio de ajuste único.


Função Descrição
Índice de ajuste de O índice de ajuste do último ajuste bem sucedido
ensaio anterior

Ajuste completo
• Se o declive para o ajuste não ultrapassar os limites de rejeição, a impressão
de ajuste apresenta esta mensagem na parte inferior da página:
Ajuste completo

• Se os CVs das réplicas dos ajustes baixo e alto se encontrarem dentro


dos limites aceitáveis, o ajuste apresenta esta mensagem:
Ajuste completo

• Para qualquer ajuste marcado como "Ajuste completo", analise as linhas de


orientação de ajuste para determinar se o ajuste é válido.

Ajustamento Não Completado


• Se os CVs das réplicas se encontrarem fora dos limites aceitáveis, o ajuste
apresenta esta mensagem:
O CV dos ajustes Altos (ou Baixos) não se encontra dentro
do limite.

Tanto os ajustes altos como os baixos têm de ser novamente executados antes
da execução de amostras de doentes.
• Se o declive se situar fora dos limites de rejeição, o relatório de ajuste
apresenta esta mensagem:
Limites de rejeição excedidos para a curva.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-35

O limite do declive falhou.


NOTA: O instrumento continua a processar e reportar controlos e amostras de
doentes nos ajustes que excedam os limites de rejeição. Reajuste os ensaios
que excedam os limites de rejeição de ajuste para garantir resultados de
doentes exactos.
NOTA: Se o declive de ajuste falhar, os resultados dos doentes ficam
sinalizados com AJUS e o instrumento utiliza os últimos declive e intercepção
de ajuste válidos para o lote do kit com vista a calcular resultados de doentes.
Se não houver um ajuste válido anterior, o instrumento utiliza a Curva Padrão.
Consulte a secção Ver o Registo de Ajustes‚ página 2-38 para obter mais
informações.

Verificar a validade do ajuste


Quando determinar a validade do ajuste, avalie os resultados de controlos,
o declive e a intercepção de acordo com a tabela abaixo:
Orientação Descrição
Resultados de Uma vez estabelecidos os limites de controlo, tem de executar
controlos controlos para verificar o ajuste do kit antes de processar amostras
de doentes. Se os controlos estiverem fora dos limites:
• Siga os protocolos laboratoriais aceites para investigar uma falha
no CQ; corrija quaisquer problemas detectados e execute os
controlos novamente.
• Se continuarem fora dos limites e não conseguir identificar outro
problema, volte a ajustar o kit.
• Se o problema persistir, contacte o fornecedor da assistência
técnica ou o distribuidor local.
Consulte Curva padrão/ajuste de dois pontos‚ página 3-1 para obter
mais informações sobre a geração de curvas padrão e para obter mais
informações sobre o processo de ajuste de dois pontos.
Declive • Ajuste inicial de um novo lote de kits:
O declive deve situar-se dentro do intervalo do declive do
instrumento, o que significa mais ou menos 20% do declive médio
para esse instrumento.
• Reajuste do mesmo lote de kit:
Num lote de kits, o declive calculado durante o reajuste
deve situar-se a 10% do declive anterior. Consulte a secção
Curva padrão/ajuste de dois pontos‚ página 3-1.
Intercepção Verifique a intercepção de ajuste.
O valor absoluto da intercepção deve ser inferior ou igual à orientação
da intercepção.
Consulte Intercepção de ajuste para um ensaio imunométrico (do tipo
sanduíche)‚ página 3-5 para obter mais informações sobre a avaliação
de intercepções.

601034-0001, Rev. A
2-36 Guia do Operador: Utilizar o sistema

Executar ensaios
Para executar os ensaios, no ecrã do instrumento, seleccione EXEC.
À medida que os testes vão sendo concluídos, os resultados aparecem no ecrã Home.
NOTA: Se não houver suficientes componentes de kits (embalagens de pérolas,
cartuchos de reagentes ou diluentes) no instrumento para executar os testes, ou se
faltar uma etiqueta de código de barras, o botão Consumíveis fica vermelho.

Verificar o estado das amostras


Siga as instruções abaixo para verificar o estado das amostras no instrumento:

Para o sistema IMMULITE 2000 ou o sistema IMMULITE 2500


1. No menu do instrumento, seleccione Ferramentas.
2. Seleccione Mostrar tubos de amostra nos suportes.
3. Avance para o passo 3 na secção seguinte.

Para o sistema IMMULITE 2000 XPi


1. No ecrã do instrumento, seleccione MENU.
2. Seleccione Tubos de Amostras em Suportes.
3. Para aceder ao ecrã Sample Rack Detail (Detalhe do Suporte de Amostras),
seleccione uma letra de suporte.
4. Seleccione uma posição de tubo de amostra específica (1–15) num suporte
para aceder às informações detalhadas da amostra no ecrã Sample Rack Detail
(Detalhe do Suporte de Amostras).
5. Seleccione Actualizar para visualizar as informações mais actuais sobre
as amostras.
6. Seleccione Fechar para sair do ecrã.

Verificar o restante tempo de duração dos testes


Siga as instruções abaixo para ver o restante tempo de duração dos testes para
ensaios que cumpram os critérios de procura. Por exemplo, o restante tempo de
duração de teste para todos os ensaios da TSH.
1. No ecrã Home, seleccione PROCURAR.
Aparece o ecrã Procurar Amostra.
A entrada predefinida nos campos De e A é a data actual.
2. Siga as instruções abaixo para introduzir um intervalo de datas diferente.
a. Clique no campo De.
Aparece a vista de calendário do ecrã Procurar Amostra.
b. Utilize os botões Mês e Ano para visualizar o calendário do primeiro mês
do intervalo de datas.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-37

c. Seleccione o dia com o qual pretende começar o intervalo de datas.


A data muda no campo De.
d. Seleccione o campo A .
e. Utilize os botões Mês e Ano para visualizar o calendário do último mês
do intervalo de datas.
f. Seleccione o dia com o qual pretende terminar o intervalo de datas.
A data muda no campo A.
g. Seleccione o botão OK para aceitar as entradas e fechar a vista de
calendário do ecrã.
3. Faça qualquer selecção nos campos # Entrada, Nome, Tipo de Teste e
Tipo Alg para introduzir outros detalhes da amostra.

NOTA: Introduza uma única letra no campo Nome para procurar amostras
com nomes que comecem por essa letra.
4. Seleccione PROCURAR.
Aparece o ecrã Registos Localizados com informações sobre as amostras que
correspondem aos critérios que introduziu.
5. Para ver resultados históricos de um doente ou amostra:
a. Seleccione um registo no ecrã Registos Localizados.
b. Seleccione REVISÃO.
Aparece o ecrã Revisão para este doente ou amostra.

Verificar os testes pedidos e o tempo restante


Com o instrumento no modo EXECUTAR, siga as instruções abaixo para ver os
testes pedidos e o restante tempo de teste para uma amostra em particular.
1. No ecrã Home, seleccione o suporte adequado.
Aparece o ecrã Sample Rack Detail (Detalhe do Suporte de Amostras)
com as seguintes informações:
• as amostras actualmente no instrumento e o suporte de
amostras seleccionado
• o nome, tipo de amostra e tipo de tubo da amostra seleccionada
• os testes a serem executados para a amostra seleccionada com o
tempo restante
• os testes que deram resultados para a amostra seleccionada
A descrição da amostra ao lado dos números (1–15) indica o tipo de amostra.
Tipo de amostra Descrição da amostra
Paciente É apresentada como o número de entrada ou o nome do doente.
Ajuste Começa por ~A.
Controlo Começa por ~C ou pode ser definida pelo utilizador.

601034-0001, Rev. A
2-38 Guia do Operador: Utilizar o sistema

Tipo de amostra Descrição da amostra


Verificador de Começa por ~V.
Calibração
Diluente Começa por ~D.
2. Para seleccionar uma nova amostra, seleccione o campo à direita do número
da amostra (1–15).
A informação do lado direito do ecrã muda.
3. Seleccione o botão FECHAR para voltar ao ecrã anterior.
NOTA: Seleccione TUBOS DE AMOSTRA para voltar ao ecrã Sample Status
(Estado das Amostras).

Encontrar a última posição do tubo


Siga estas instruções para determinar o suporte e a posição onde um determinado
tubo esteve localizado pela última vez. Esta função está disponível apenas para
amostras de doentes com códigos de barras.
NOTA: No ecrã Configurações – Opções, certifique-se de que a opção Utilizar o
Leitor do Código de Barras do Suporte (Utilizar Identificador de Código de Barras
do Suporte) está activada. A função Encontrar Última Posição do Tubo não
funcionará, se essa opção não estiver activada.

Para o sistema IMMULITE 2000 ou o sistema IMMULITE 2500


1. No menu do instrumento, seleccione Ferramentas.
2. Seleccione Encontrar Última Posição do Tubo.
3. Avance para o passo 3 na secção seguinte.

Para o sistema IMMULITE 2000 XPi


1. No ecrã do instrumento, seleccione MENU.
2. Seleccione Encontrar Última Posição do Tubo.
3. Na janela Encontrar Última Posição do Tubo, introduza o número de entrada
único do tubo a procurar.
4. Seleccione PROCURAR.

Ver o Registo de Ajustes


Siga as instruções abaixo para ver o registo de ajustes, apresentando o histórico
de ajustes.

Para o sistema IMMULITE 2000 ou o sistema IMMULITE 2500


1. No menu do instrumento, seleccione Ferramentas.
2. Seleccione Ver Registo de Ajuste.
3. Avance para o passo 3 na secção seguinte.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-39

Para o sistema IMMULITE 2000 XPi


1. No ecrã do instrumento, seleccione MENU.
2. Seleccione Registo de Ajuste.
3. No registo de ajustes, seleccione as datas DE e A clicando nos campos DE e A
e depois seleccionando datas no calendário.
4. Utilize a seta para baixo à direita do campo TIPO DE TESTE e depois
seleccione o teste.
5. Seleccione PROCURAR.
O ecrã Registo do Ajuste apresenta uma lista de ajustes, a começar pelo ajuste
mais recente.
6. Para analisar os dados dos ajustes, seleccione um ajuste e seleccione REVISÃO.
7. No ecrã Adjustment Review (Revisão do Ajuste), seleccione IMPRIMIR para
imprimir o ecrã.
8. Seleccione FECHAR no ecrã Adjustment Review (Revisão do Ajuste).
Aparece o ecrã Registo do Ajuste.
9. Seleccione FECHAR.

Ver pérolas e reagentes no instrumento


Siga as instruções abaixo para ver as pérolas e reagentes actualmente no instrumento.
NOTA: Se estiver programado um ajuste para as próximas 24 horas, a data de
previsão do ajuste aparece a amarelo.

Para o sistema IMMULITE 2000 ou o sistema IMMULITE 2500


1. No menu do instrumento, seleccione Ferramentas.
2. Seleccione Ver Esferas (Pérolas)/Reagentes no Instrumento.
3. Avance para o passo 3 na secção seguinte.

Para o sistema IMMULITE 2000 XPi


1. No ecrã do instrumento, seleccione MENU.
2. Seleccione Pérolas e Reagentes no Sistema.
NOTA: Se o ecrã estiver em branco, seleccione o botão
ESFERAS (PÉROLAS) NO INSTRUMENTO ou o botão
REAGENTES NO INSTRUMENTO.
3. Seleccione FECHAR.

601034-0001, Rev. A
2-40 Guia do Operador: Utilizar o sistema

Ver alérgenos no instrumento


Para ver informações sobre os alérgenos actualmente no instrumento, seleccione
Visualizar alergénios a bordo (no instrumento).

Para o sistema IMMULITE 2000 ou o sistema IMMULITE 2500


1. No menu do instrumento, seleccione Ferramentas.
2. Seleccione View Allergens On Board (Ver Alérgenos no Instrumento).

Para o sistema IMMULITE 2000 XPi


1. No ecrã do instrumento, seleccione MENU.
2. Seleccione Alérgenos no Sistema.

Gerir a lista de trabalho


Uma lista de trabalho especifica quais os testes a executar para cada amostra.
Se o instrumento estiver ligado a um LIS, as listas de trabalho para as amostras de
doentes são introduzidas automaticamente.
O operador utiliza o ecrã Lista de Trabalho para executar estas tarefas:
• Adicionar doentes a uma lista de trabalho, se necessário:
• Quando o sistema não estiver ligado a um LIS.
• Se os códigos de barras estiverem danificados ou em falta.
• Especificar testes para amostras de controlo e de verificadores de calibração.
• Ajustar ensaios.
• Pedir amostras de diluição (no instrumento e manualmente).
• Especificar amostras urgentes (STAT).
• Verificar componentes do kit.
As opções de entradas de testes incluem a possibilidade de seleccionar testes
numa lista de testes ou painéis disponíveis, atribuir testes a um suporte de
amostras inteiro ou atribuir uma posição de tubo, se necessário, por exemplo,
se o código de barras estiver danificado ou em falta.
As opções de gestão e apresentação das listas de trabalho permitem ao operador:
• apresentar uma lista de trabalho
• imprimir uma lista de trabalho
• modificar uma lista de tarefas
• eliminar entradas de uma lista de trabalho
• guardar uma lista de trabalho
• importar uma lista de trabalho previamente guardada

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-41

Adicionar doentes a uma lista de trabalho


NOTA: Os códigos de barras de lotes de kits têm de ser lidos antes de adicionar ou
transferir doentes para a lista de trabalho.
Se o código de barras de uma amostra estiver danificado ou em falta, ou se o
instrumento não estiver ligado a um LIS, os doentes têm de ser adicionados à lista
de trabalho manualmente. As instruções variam em função da razão pela qual o
operador adiciona os doentes manualmente. Quando não existe uma ligação ao
LIS e as amostras têm códigos de barras, siga as instruções abaixo. Se o código de
barras da amostra estiver danificado ou em falta, consulte Códigos de barras
danificados ou em falta‚ página 2-43.
NOTA: Não coloque vários tubos de amostras com o mesmo número de entrada no
carrossel de amostras ao mesmo tempo. Se o fizer, o instrumento vai pipetar todos
os testes associados a esse número de entrada a partir do tubo de amostra que esteja
na posição mais baixa no suporte de amostras. Mantenha os tubos de amostras com
os mesmos números de entrada em diferentes carrosséis de amostras.

Amostras de doentes com códigos de barras


Siga estas instruções para adicionar doentes à lista de trabalho quando o
instrumento não estiver ligado a um LIS.
NOTA: Antes de avançar com os passos seguintes, as amostras têm de ser
colocadas e o botão EXEC seleccionado.
1. Seleccione LISTA DE TRABALHO.
NOTA: Se o instrumento for colocado em pausa ao visualizar o ecrã
Worklist Entry (Entrada da Lista de Trabalho), o ecrã é limpo.
2. Seleccione Anterior/Seguinte para localizar os dados da amostra de doente a
adicionar à lista de trabalho.
NOTA: Se o tubo tiver um código de barras danificado, consulte Códigos de
barras danificados ou em falta‚ página 2-43.
3. Se aplicável, introduza o nome, número de identificação e data de nascimento
do doente, bem como o nome do médico, nos devidos campos.
4. Introduza os testes a executar com a amostra de doente.
• Seleccione TESTES para abrir o ecrã Testes Disponíveis e seleccionar os
testes que pretende executar.
Consulte a secção Seleccionar testes disponíveis‚ página 2-53.
• Peça os testes um de cada vez no ecrã Lista de Trabalho.
Para introduzir um teste, introduza o código no campo TESTES e depois
prima Enter.
Continue este processo até que todos os testes estejam pedidos.

601034-0001, Rev. A
2-42 Guia do Operador: Utilizar o sistema

Cada teste que introduzir aparece no campo Testes Pedidos. O campo


TESTES fica limpo para a próxima entrada.

NOTA: Para remover um teste do campo Testes Pedidos, seleccione o nome


do teste. O nome do teste fica cinzento. Para activar o teste novamente,
seleccione o nome do teste. O nome do teste fica preto.
5. Para pedir um teste urgente (STAT), seleccione Urgência e depois seleccione
o nome do teste no campo Testes Pedidos.
O nome do teste fica vermelho.
6. Seleccione ACEITAR PACIENTE.
No ecrã Lista de Trabalho, aparecem informações sobre a próxima amostra
com código de barras no carrossel de amostras. Se as outras amostras no
carrossel de amostras não tiverem códigos de barras, os campos no ecrã Lista
de Trabalho ficam limpos.
7. Repita os passos 4 a 6 até haver testes atribuídos a cada amostra de doente.
NOTA: Para especificar outro teste para um doente que já tenha adicionado à
lista de trabalho, execute uma das seguintes acções:
• Seleccione Novo e depois introduza o número de entrada único e o
novo teste.
• Seleccione Anterior e Seguinte para localizar o número de entrada da
entrada anterior e depois introduza o novo teste.
8. Certifique-se de que todas as amostras de doentes foram adicionadas à lista
de trabalho.
9. Seleccione Visualizar/Editar.
Aparece o ecrã Visualizar Lista de Tarefas (Lista de Trabalho).
• No campo Ord. Lista por, seleccione Pacientes para ver amostras de
doentes na lista de trabalho.
• Seleccione ACTUALIZAR ECRÃ para ver as informações mais recentes.
• Certifique-se de que os testes que adicionou aparecem na lista de trabalho.
Estado do LIS Descrição
Tempo O tempo que falta para o teste terminar.
Resultado Teste concluído; a resposta não foi enviada para o LIS.
Em espera A amostra está no instrumento, mas o teste não foi iniciado.
Nenhuma Amostra A amostra não está no instrumento.
Enviado Este registo já foi enviado para o LIS.
Em Lista de Espera O teste está próximo de ser processado.
Erro do Kit Há um problema com a Pérola, o Reagente ou o Diluente.
Erro de Amostra Há um problema com o tubo de amostra, por exemplo,
amostra insuficiente ou coágulo detectado.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-43

Códigos de barras danificados ou em falta


Depois de o instrumento ter interrogado o carrossel de amostras, o Relatório
de Consumíveis indica as amostras que têm códigos de barras danificados ou
ausentes como Sem Código de Barras. Consulte a secção Verificar os
componentes do kit‚ página 2-52.
NOTA: Antes de avançar com os passos seguintes, as amostras têm de ser
colocadas e o botão EXEC seleccionado.
Siga as instruções abaixo para adicionar um doente à lista de trabalho quando o
código de barras estiver ausente ou danificado.
NOTA: Os tubos que sejam atribuídos manualmente têm de ser identificados
sempre que o carrossel de amostras for colocado em pausa ou for
novamente interrogado.
1. Seleccione LISTA DE TRABALHO.
NOTA: Para seleccionar o tipo de amostra, utilize as Opções Entrada Manual
para seleccionar PACIENTE, AJUSTE, CONTROLO ou VERIFICADOR
(verificador de calibração). A última opção escolhida está automaticamente
seleccionada da próxima vez que o operador aceder ao ecrã Lista de Trabalho.
2. Seleccione PACIENTE.
3. Seleccione Novo para limpar o ecrã.
4. Se for necessário, seleccione a opção IGNORAR NOME ou
IGNORAR DEMOGRAFIA.

Seleccione... Para...
IGNORAR NOME ignorar o campo Nome.
IGNORAR DEMOGRAFIA ignorar os campos dos dados demográficos
(ID do Paciente, Data Nascimento e Médico).
5. Introduza o número de entrada no campo # Entrada.
6. Seleccione Atribuir Posição ao Tubo.
7. Em Seleccione Sup., seleccione a letra que corresponde ao suporte de
amostras onde a amostra está colocada.
8. Em Seleccione Posição, aparece uma representação gráfica das posições no
suporte de amostras.
As amostras normais são apresentadas como círculos e as microamostras são
apresentadas como quadrados. O estado da amostra é indicado pela cor do
círculo ou quadrado numerado. Consulte o código de cores para determinar
o estado associado a cada cor.

601034-0001, Rev. A
2-44 Guia do Operador: Utilizar o sistema

9. Em Seleccione Posição, seleccione a posição fazendo clique num círculo


ou quadrado branco.
A posição fica vermelha e o suporte e a posição aparecem na parte inferior
do ecrã.
10. Seleccione OK.
Aparece o ecrã Lista de Trabalho. A posição do tubo (suporte e número)
aparece à direita do botão Atribuir Posição ao Tubo relativo a esta amostra.
11. Se aplicável, introduza o nome, número de identificação e data de nascimento
do doente, bem como o nome do médico, nos devidos campos.
12. No campo TESTES, escreva o nome do teste e prima Enter.
NOTA: Pode ser mais fácil fazer uma selecção a partir de uma lista de testes
disponíveis seleccionando TESTES. Consulte a secção Seleccionar testes
disponíveis‚ página 2-53.
O nome do teste é adicionado ao ecrã Testes Pedidos e o campo TESTES é
limpo para introduzir a próxima entrada.
13. Para anular a selecção de um teste, seleccione o nome do teste no ecrã
Testes Pedidos.
O nome do teste fica cinzento. Para seleccionar de novo o teste, seleccione o
nome do teste no ecrã Testes Pedidos.

Pedir amostras urgentes (STATs)


1. Para indicar uma amostra urgente (STAT), seleccione Urgência e depois
seleccione o nome do teste no ecrã Testes Pedidos.
O nome do teste fica vermelho, indicando que o teste tem agora uma
prioridade STAT, sendo executado primeiro.
2. Seleccione ACEITAR PACIENTE.

Adicionar ajustes à lista de trabalho


Siga as instruções abaixo para adicionar ajustes à lista de trabalho:
NOTA: Antes de avançar com os passos seguintes, os ajustes têm de ser
colocados com códigos de barras e o botão EXEC seleccionado.
1. Seleccione LISTA DE TRABALHO.
2. Se o botão AJUSTE não estiver realçado, seleccione AJUSTE.
3. Seleccione Anterior e Seguinte para localizar os dados do ajuste a adicionar
à lista de trabalho.
NOTA: O nível A (ou 01) do ajuste tem de ser introduzido primeiro.
4. Introduza o número de lote do kit no campo Lote do Kit.
5. Para ajustar um ensaio de alergia, introduza o número de lote do anticorpo de
ajuste no campo # Lote Alerg Adj.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-45

6. Seleccione ACEITAR AJUSTE.


7. Repita os passos 2 a 6 para o nível de ajuste seguinte.
8. Seleccione Visualizar/Editar.
Aparece o ecrã Visualizar Lista de Tarefas (Lista de Trabalho).
9. No campo Ord. Lista por, seleccione os Ajustes.
Os ajustes aparecem no topo da lista de trabalho.
Os dados das etiquetas de códigos de barras dos ajustes aparecem na coluna #
DE ENTRADA da Lista de Trabalho.
• Os primeiros dois caracteres (~A) identificam o tubo como um ajuste.
• Os três caracteres seguintes identificam o tipo de teste.
• Os cinco caracteres seguintes identificam o lote e o nível do ajuste
(os três primeiros identificam o lote do ajuste e os dois últimos
identificam o nível: 01 para baixo e 02 para alto).
10. Se o código de barras estiver danificado ou em falta, faça os seguintes passos:
a. Introduza o # Lote do Ajuste e o Nível do Ajuste.
b. Associe o tubo e respectiva posição ao número de entrada da amostra.
Consulte a secção Atribuir uma posição ao tubo‚ página 2-56 para obter
mais informações.

Adicionar controlos a uma lista de trabalho


Siga as instruções abaixo para adicionar testes de controlo à lista de trabalho.
• Controlos com códigos de barras‚ página 2-45.
• Controlos sem códigos de barras‚ página 2-47.

Controlos com códigos de barras


Siga as instruções abaixo para adicionar testes de controlo à lista de trabalho.
NOTA: Coloque amostras de controlo com códigos de barras e seleccione EXEC
antes de continuar com os passos abaixo. Os testes para amostras de controlo não
são automaticamente adicionados à lista de trabalho através do LIS.
1. Seleccione o botão LISTA DE TRABALHO na barra de ferramentas.
Aparece o ecrã Lista de Trabalho.
Se o instrumento for colocado em pausa ao visualizar o ecrã Worklist Entry
(Entrada da Lista de Trabalho), o ecrã é limpo.
2. Seleccione os botões Anterior e Seguinte para localizar o registo de controlo
a analisar.
Se o código de barras estiver danificado ou em falta, consulte Controlos sem
códigos de barras‚ página 2-47.

601034-0001, Rev. A
2-46 Guia do Operador: Utilizar o sistema

3. Introduza os testes a executar com a amostra de controlo.


a. Seleccione TESTES para abrir o ecrã Testes Disponíveis e seleccionar os
testes que pretende executar.
Consulte a secção Seleccionar testes disponíveis‚ página 2-53.
b. Introduza o código no campo TESTES e, em seguida, pirma Enter.
c. Continue este processo até que todos os testes estejam pedidos.
Pode introduzir testes um de cada vez no ecrã Lista de Trabalho.
4. Para executar um controlo de kit de alergia, introduza o anticorpo de controlo
no campo TESTES.
Quando executar um controlo de kit de alergia, não introduza outros testes.
Cada teste que adicionar aparece no campo Testes Pedidos no ecrã
Lista de Trabalho.
5. Para remover um teste do campo Testes Pedidos, seleccione o nome
do teste.
O nome do teste fica cinzento. Para activar o teste, seleccione o nome do teste.
O nome do teste fica preto.
6. Se houver mais de um lote de kit para um determinado ensaio no instrumento,
introduza o número de lote do kit no campo # Lote do Kit para executar o
controlo para esse lote de ensaio em particular.
7. Se introduziu um anticorpo de controlo no passo 3, introduza o número de lote
do anticorpo de controlo no campo # Lote Alergénio.
NOTA: Tem de seleccionar ACEITAR CONTROLO para que a entrada
na lista de trabalho seja aceite. Se não o fizer, a entrada na lista de trabalho
é eliminada.
8. Seleccione ACEITAR CONTROLO.
No ecrã Lista de Trabalho, aparecem informações sobre a próxima amostra
com código de barras no carrossel de amostras. Se as outras amostras no
carrossel de amostras não tiverem códigos de barras, os campos no ecrã
Lista de Trabalho ficam limpos.
9. Seleccione Visualizar/Editar.
Aparece o ecrã Visualizar Lista de Tarefas (Lista de Trabalho).
10. Seleccione ACTUALIZAR ECRÃ e verifique se os controlos que adicionou
aparecem na Lista de Trabalho.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-47

Controlos sem códigos de barras


NOTA: Antes de avançar com os passos seguintes, as amostras têm de ser
colocadas e o botão EXEC seleccionado.
Siga as instruções abaixo para adicionar um controlo à lista de trabalho quando o
código de barras estiver ausente ou danificado.
1. Seleccione LISTA DE TRABALHO.
Aparece um ecrã Lista de Trabalho em branco.
2. Se Controlo ainda não estiver realçado, seleccione CONTROLO.
3. Introduza o número de entrada para o nível de controlo em questão
no campo # Entrada.
Este número de entrada é o mesmo número que foi atribuído a um
determinado nível de controlo quando os dados de controlo foram
introduzidos no sistema.
Para obter este número, faça o seguinte:
a. Seleccione CQ, seguido de Introdução de Dados.
b. Utilize Controlo Anterior ou Controlo Seguinte para localizar o
material de controlo.
c. Copie o número de entrada que corresponde ao nível de controlo
em causa e cole-o no campo # Entrada do ecrã Lista de Trabalho.
Como alternativa, tome nota do número de entrada e introduza-o
no ecrã Lista de Trabalho.
4. No teclado, seleccione a tecla Enter.
O nome do controlo, o número de lote e o nível aparecem no ecrã.
5. Seleccione TESTES e depois peça os testes adequados.
6. Seleccione Atribuir Posição ao Tubo.
7. Em Seleccione Sup., seleccione a letra que corresponde ao suporte de
amostras onde a amostra está colocada.
8. Em Seleccione Posição, aparece uma representação gráfica das posições no
suporte de amostras.
As amostras normais são apresentadas como círculos e as microamostras são
apresentadas como quadrados. O estado da amostra é indicado pela cor do
círculo ou quadrado numerado. Consulte o código de cores para determinar o
estado associado a cada cor.
9. Em Seleccione Posição, seleccione a posição fazendo clique num círculo ou
quadrado branco.
A posição fica vermelha e o suporte e a posição aparecem na parte inferior
do ecrã.
10. Seleccione OK.

601034-0001, Rev. A
2-48 Guia do Operador: Utilizar o sistema

11. Aparece o ecrã Lista de Trabalho.


A posição do tubo (suporte e número) aparece à direita do botão
Atribuir Posição ao Tubo relativo a esta amostra.
12. Seleccione ACEITAR CONTROLO.
13. Para adicionar outro nível de controlo, seleccione Novo e repita os passos
3 a 12 para cada nível de controlo.

Adicionar verificadores de calibração


a uma lista de trabalho
Siga as instruções abaixo para adicionar verificadores de calibração a uma lista
de trabalho:
1. Seleccione LISTA DE TRABALHO.
Aparece um ecrã Lista de Trabalho em branco.
2. Seleccione VERIFICADOR
Aparece o ecrã Calibration Verifier Worklist (Lista de Trabalho de
Verificadores de Calibração).
3. Introduza o número de lote do kit, o número de lote do verificador e o nível
de verificador nos campos adequados.
4. Se houver, introduza o Limite Alto e o Limite Baixo.
5. Peça mais réplicas.
a. Seleccione TESTES.
b. Seleccione o teste no ecrã Testes Disponíveis.
c. Seleccione RÉPLICAS e depois peça o número de réplicas apropriado.
d. Seleccione OK para fechar o ecrã Réplicas.
e. Seleccione OK no ecrã Testes Disponíveis.
NOTA: Para anular a selecção de um teste, seleccione o nome do teste no
ecrã Testes Pedidos. O nome do teste fica cinzento. Para seleccionar o
teste novamente, seleccione o nome do teste.
6. Seleccione Atribuir Posição ao Tubo.
Aparece o ecrã Atribuir Posição ao Tubo.
a. Em Seleccione Sup., seleccione a letra que corresponde ao suporte de
amostras onde a amostra está colocada.
b. Em Seleccione Posição, aparece uma representação gráfica das
posições no suporte de amostras.
O estado da amostra é indicado pela cor do círculo ou quadrado
numerado. Consulte o código de cores para determinar o estado associado
a cada cor.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-49

c. Em Seleccione Posição, seleccione a posição fazendo clique num


círculo ou quadrado branco.
A posição fica vermelha e o suporte e a posição aparecem na parte
inferior do ecrã.
d. Seleccione OK.
Aparece o ecrã Lista de Trabalho. A posição do tubo (suporte e número)
aparece à direita do botão Atribuir Posição ao Tubo relativo a
esta amostra.
7. Seleccione ACEITAR VERIF.
8. Repita os passos 2 a 7 até haver testes atribuídos a cada amostra de verificador
de calibração.
NOTA: Os relatórios dos verificadores de calibração (bem como outros
relatórios) são impressos automaticamente se estas opções estiverem
seleccionadas no ecrã Definições Configuração.

Diluir amostras
Execute este procedimento para diluir amostras online ou pode executar diluições
manuais offline e depois colocar as amostras no instrumento.
Não ultrapasse um factor de diluição no instrumento e manual combinado
superior a 99.999. Consulte Diluir amostras no instrumento‚ página 2-49 ou
Especificar amostras manualmente diluídas‚ página 2-51.
NOTA: Se uma diluição manual foi previamente atribuída, este factor de
diluição será incluído no factor de diluição automática. Consulte a secção
Especificar amostras manualmente diluídas‚ página 2-51.

Diluir amostras no instrumento


Siga as instruções abaixo para diluir uma amostra no instrumento:

PRECAUÇÃO
Não utilize diluente IMMULITE para diluições no instrumento. Utilize apenas
diluente IMMULITE 2000 ou diluente IMMULITE 2500, conforme seja
apropriado. Utilize todos os diluentes antes da data de validade impressa
na embalagem.

As pré-diluições são feitas automaticamente para ensaios que exijam a execução


de amostras de doentes pré-diluídas. O factor de diluição é 1 no ecrã Visualizar
Lista de Tarefas (Lista de Trabalho). Se for necessária mais uma diluição, tem de
ser feita manualmente. Consulte a secção Especificar amostras manualmente
diluídas‚ página 2-51 para obter mais informações.

601034-0001, Rev. A
2-50 Guia do Operador: Utilizar o sistema

1. Para localizar o registo de um doente:


a. No ecrã Lista de Trabalho, seleccione o botão Visualizar/Editar.
b. Clique no registo do doente e depois seleccione o botão EDITAR REGISTO.
Aparece o ecrã Lista de Trabalho relativo a esse doente.
2. Seleccione Diluição.
3. Seleccione o ensaio a diluir no ecrã Testes Pedidos.
O ecrã Factor de Diluição aparece no ecrã Lista de Trabalho.
NOTA: O tubo de diluente com código de barras tem de estar no carrossel
de amostras.
4. Seleccione um dos factores de diluição listados:
Factor de diluição Diluição
X3 1 para 3
X5 1 para 5
X10 1 para 10
X20 1 para 20
X40 1 para 40
X100 1 para 100
Depois de seleccionada a diluição, o ecrã Factor de Diluição fecha-se e o
factor de diluição aparece no ecrã Lista de Trabalho.
Consulte a secção Especificações de volumes de diluição‚ página E-2.
5. Seleccione ACEITAR PACIENTE.
NOTA: Se não for possível ler o código de barras do diluente, o diluente pode
ser introduzido no ecrã Lista de Trabalho (para uma amostra de doente)
atribuindo um nome de diluente no campo # Entrada.
Seleccione Atribuir Posição ao Tubo para definir a posição da amostra.
Os diluentes são identificados pelo prefixo ~D, seguido do respectivo nome
de diluente, por exemplo, ~DHCG. O nome do diluente pode ser encontrado
no ecrã Kits. Não atribua testes a um tubo de diluente.

Cancelar uma diluição no instrumento

Siga estas instruções para cancelar uma diluição:


1. Para localizar um registo de doente, faça o seguinte:
a. Seleccione Visualizar/Editar no ecrã Lista de Trabalho.
b. Clique no registo do doente e depois seleccione EDITAR REGISTO.
Aparece o ecrã Lista de Trabalho relativo a esse doente.
2. No ecrã Lista de Trabalho, seleccione Diluição.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-51

3. Seleccione o ensaio a diluir no ecrã Testes Pedidos.


O ecrã Factor de Diluição aparece no ecrã Lista de Trabalho.
4. Seleccione X1 para alterar o factor de diluição para um.
A amostra não será diluída.

Especificar amostras manualmente diluídas


Se a diluição foi preparada manualmente e depois colocada no instrumento,
siga as instruções abaixo para especificar uma diluição.

PRECAUÇÃO
Não utilize diluente IMMULITE para diluições no instrumento. Utilize apenas
diluente IMMULITE 2000 ou diluente IMMULITE 2500, conforme seja
apropriado. Utilize todos os diluentes antes da data de validade impressa
na embalagem.

Utilize diluente IMMULITE 2000 ou diluente IMMULITE 2500 para preparar


diluições manuais. Os diluentes IMMULITE 2000 e IMMULITE 2500 são
concentrados. Antes de ser utilizado como diluente manual, o diluente
IMMULITE 2000 e o diluente IMMULITE 2500 tem de ser diluído na
proporção de 1 parte de diluente para 1,5 partes de água.
NOTA: Não realize testes reflexivos com uma amostra diluída manualmente.

As amostras que necessitem de um factor de diluição diferente dos programados


para diluições no instrumento poderão receber um factor de diluição manual.
Quando for aplicado um factor de diluição manual a uma amostra, todos os testes
pedidos para essa amostra são multiplicados por esse factor de diluição.

Notas sobre procedimentos


• Se uma diluição manual for especificada num painel que tenha uma diluição
automática, os factores de diluição são combinados.
• Não ultrapasse um factor de diluição no instrumento e manual combinado
superior a 99.999.
• Quando uma amostra de doente for diluída manualmente ou no instrumento,
o instrumento calcula automaticamente a concentração efectiva da amostra
de doente multiplicando o resultado da amostra de doente diluída pelo factor
de diluição.
1. Para localizar o registo de um doente:
a. Seleccione Visualizar/Editar no ecrã Lista de Trabalho.
b. Clique no registo do doente e depois seleccione EDITAR REGISTO.
Aparece o ecrã Lista de Trabalho relativo a esse doente.
2. No ecrã Testes Pedidos, seleccione o ensaio que foi diluído offline.

601034-0001, Rev. A
2-52 Guia do Operador: Utilizar o sistema

3. Seleccione Diluição Manual.


Aparece o ecrã Diluição Manual.
4. Introduza o factor de diluição manual e depois seleccione OK.
Para todos os testes pedidos com esta amostra, o factor de diluição manual
aparece no ecrã Lista de Trabalho em Factor de Diluição.
5. Seleccione ACEITAR PACIENTE.

PRECAUÇÃO
Não tente introduzir factores de diluição manual para amostras que estejam em
fila de espera ou em curso. O factor de diluição é ignorado e o resultado não será
corrigido para a diluição manual.

Verificar os componentes do kit


Siga estas instruções para verificar o estado dos componentes do kit no
instrumento, incluindo as embalagens de pérolas, os cartuchos de reagentes
e os diluentes.
NOTA: Se o instrumento detectar que são necessários componentes do kit
ou consumíveis para executar a lista de trabalho actual, o botão Consumíveis
fica vermelho.
1. Quando o instrumento estiver no modo EXECUTAR,
seleccione Consumíveis no ecrã Lista de Trabalho.
2. Se for apropriado, imprima o relatório seleccionando Imprimir Relatório.
3. Coloque os componentes do kit que sejam necessários.
4. Feche todas as tampas do instrumento.
5. Seleccione EXEC para dar início ao processamento.
NOTA: Da próxima vez que o botão Consumíveis for seleccionado ou da
próxima vez que os códigos de barras das amostras forem lidos, o botão volta
à cor original.
6. Para fechar o ecrã Relatório de Consumíveis, seleccione FECHAR .

Opções de entradas de testes


Quando especificar testes manualmente, o ecrã Lista de Trabalho permite
ao operador:
• seleccionar testes numa lista de testes disponíveis
• seleccionar um painel numa lista de painéis disponíveis
• atribuir testes a um suporte de amostras inteiro

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-53

Seleccionar testes disponíveis


Quando seleccionar os testes a executar com uma determinada amostra, pode ser
mais fácil fazer a selecção numa lista de testes disponíveis. Siga as instruções
abaixo para seleccionar numa lista de testes disponíveis.
NOTA: Se o instrumento estiver ligado a um LIS, os testes a executar para cada
amostra são automaticamente introduzidos na lista de trabalho.
1. No ecrã Lista de Trabalho, seleccione TESTES.
O ecrã Testes Disponíveis apresenta uma lista de testes disponíveis.
NOTA: Seleccione os botões KITS ACTIVOS para ver todos os kits
introduzidos na base de dados.
2. Adicione imunoensaios à lista de trabalho:
Para excluir imunoensaios na lista de trabalho, avance para o passo 3.
a. Seleccione o botão NO INTERIOR dos imunoensaios.
Aparece um botão para cada imunoensaio disponível no centro do ecrã.
b. Seleccione o botão para cada imunoensaio que pretende adicionar à
lista de trabalho.
O código para o ensaio seleccionado aparece no campo Teste Seleccionado.
3. Adicione testes de alergia à lista de trabalho:
Para excluir testes de alergia na lista de trabalho, avance para o passo 4.
a. Seleccione o botão NO INTERIOR dos alérgenos.
Aparece um botão para cada teste de alergia disponível no centro do ecrã.
Aparecem selecções para reagentes de alergia universais abaixo do campo
Categorias de Teste.
b. Seleccione o reagente universal, por exemplo, SPE, a utilizar para o teste
de alergia adicionado à lista de trabalho.
c. Seleccione o botão para o teste de alergia que pretende adicionar à
lista de trabalho.
O código para o teste seleccionado aparece no campo Teste Seleccionado.
d. Continue a seleccionar reagentes universais e testes para cada teste de
alergia a adicionar à lista de trabalho.
NOTA: Para remover um teste seleccionado no ecrã Testes Disponíveis,
seleccione o botão desse teste. Para remover um teste de alergia, seleccione
o reagente universal e depois seleccione o botão para o teste de alergia que
pretende remover.

601034-0001, Rev. A
2-54 Guia do Operador: Utilizar o sistema

4. Especifique réplicas dos testes adicionados à lista de trabalho.


Avance para o passo 5, se não forem necessárias réplicas.
a. Seleccione um teste no campo Teste Seleccionado e depois
seleccione RÉPLICAS.
Aparece o ecrã Réplicas.
b. Apresente o número de réplicas que pretende realizar utilizando os botões
de seta.
Pode também alterar o número utilizando o teclado.
c. Seleccione OK para introduzir este número e depois feche o ecrã Réplicas.
d. Repita este processo para todos os testes que requerem réplicas.
5. Quando tiver terminado a selecção dos testes, seleccione OK no ecrã
Testes Disponíveis para guardar as entradas e fechar o ecrã.
Os testes que seleccionou aparecem no campo Testes Pedidos no ecrã
Lista de Trabalho.

Seleccionar um painel
Siga as instruções abaixo para seleccionar um painel de testes a serem executados
para uma determinada amostra.
NOTA: Os painéis são configurados no ecrã Configuração do Painel. Consulte a
secção Configuração do painel‚ página 8-19.
1. No ecrã Lista de Trabalho, seleccione PAINÉIS.
O ecrã Painéis Disponíveis apresenta uma lista de painéis disponíveis.
2. Seleccione o botão PAINEL apropriado.
Os testes incluídos neste painel aparecem no ecrã Testes Pedidos.
NOTA: A cor do nome do teste no ecrã Testes Pedidos corresponde ao
nome do painel.
3. Seleccione outros botões PAINEL, se aplicável.
Para anular a selecção de um painel, seleccione o botão PAINEL novamente.
4. Seleccione OK.
Aparece o ecrã Lista de Trabalho.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-55

Atribuir testes a um suporte inteiro


Poderá ser mais prático atribuir testes a um suporte de amostras inteiro, em vez de
especificar testes um de cada vez. Siga as instruções abaixo para atribuir testes a
um suporte inteiro de amostras com códigos de barras. Para amostras sem códigos
de barras, consulte Códigos de barras danificados ou em falta‚ página 2-43.
NOTA: Se o sistema estiver ligado a um LIS, os testes a executar para cada
amostra são automaticamente introduzidos na lista de trabalho.

PRECAUÇÃO
Não adicione mais testes a um suporte de amostras enquanto este estiver entre a
pipetagem e a incubação.
1. Coloque as amostras no suporte de amostras, coloque o suporte no
instrumento e seleccione EXEC.
2. No ecrã Lista de Trabalho, seleccione Lote dos testes por suporte .
Aparece o respectivo ecrã com os suportes disponíveis realçados.
3. Seleccione um ou mais dos suportes de amostras disponíveis.
NOTA: Para anular a selecção de um suporte de amostras, seleccione o
suporte novamente.
4. Execute uma das seguintes opções para seleccionar os testes a executar:
• Introduza o nome do teste no campo ao lado do botão TESTES
e prima Enter.
Continue este processo até que todos os testes estejam pedidos.
• Seleccione TESTES para seleccionar numa lista de testes disponíveis.
Consulte a secção Seleccionar testes disponíveis‚ página 2-53 para obter
mais informações.
• Seleccione PAINÉIS para seleccionar numa lista de painéis disponíveis.
Os testes aparecem no ecrã Teste Seleccionado.
NOTA: Utilize o botão APAGAR para limpar as entradas no ecrã
Teste Seleccionado.
5. Seleccione uma diluição a ser aplicada ao suporte:
• Para diluições no instrumento, seleccione Diluição.
Aparece o ecrã Factor de Diluição. Seleccione a diluição no
instrumento adequada.
NOTA: Quando um factor de diluição manual for introduzido para um
suporte de amostras, o factor de diluição introduzido será aplicado a todas
as amostras nesse suporte.

601034-0001, Rev. A
2-56 Guia do Operador: Utilizar o sistema

• Para diluições manuais, seleccione Diluição Manual.


Aparece o ecrã Factor de Diluição Manual. Introduza o factor de diluição
e seleccione OK. A amostra tem de ser diluída pelo operador antes de ser
colocada no sistema.
NOTA: Não ultrapasse um factor de diluição no instrumento e manual
combinado superior a 99.999.
• Para uma diluição no instrumento e manual combinada, o instrumento
combina os factores de diluição.
6. Seleccione ACEITAR quando tiver terminado.

Atribuir uma posição ao tubo


Se o código de barras estiver danificado ou em falta, associe o tubo e respectiva
posição ao número de entrada da amostra seguindo os passos abaixo.
NOTA: Os tubos que sejam atribuídos manualmente têm de ser identificados
sempre que o carrossel de amostras for colocado em pausa ou for
novamente interrogado.
1. Introduza as informações da amostra no ecrã Lista de Trabalho.
2. No ecrã Lista de Trabalho, seleccione Atribuir Posição ao Tubo.
3. Em Seleccione Sup., seleccione a letra que corresponde ao suporte de
amostras onde a amostra foi colocada.
4. Em Seleccione Posição, aparece uma representação gráfica das posições no
suporte de amostras.
As amostras normais são apresentadas como círculos e as microamostras são
apresentadas como quadrados. O estado da amostra é indicado pela cor do
círculo ou quadrado numerado. Seleccione a posição clicando num círculo ou
quadrado branco.
A posição fica vermelha.
5. Seleccione OK.
Aparece o ecrã Lista de Trabalho. A posição do tubo (suporte e número)
aparece à direita do botão Atribuir Posição ao Tubo relativo a esta amostra.

Opções de gestão e apresentação


das listas de trabalho
As opções de gestão e apresentação das listas de trabalho permitem ao operador:
• apresentar uma lista de trabalho
• imprimir uma lista de trabalho
• modificar uma entrada numa lista de trabalho
• eliminar uma entrada numa lista de trabalho
• guardar e importar uma lista de trabalho

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-57

Apresentar uma lista de trabalho


No ecrã Lista de Trabalho, veja todos os registos actuais seguindo as
instruções abaixo.
1. Seleccione VISUALIZAR/EDITAR.
Aparece o ecrã Visualizar Lista de Tarefas (Lista de Trabalho).
2. Ordene a lista de trabalho seleccionando uma das opções ao lado de
Ord. Lista por.
O ecrã Visualizar Lista de Tarefas (Lista de Trabalho) pode ser ordenado por:
• Número de Entrada
• Ordem entrada
• Nome do Teste por ordem alfabética
• Nome do Paciente por ordem alfabética
• Ordem Sup.
• Ajustes (para apresentar primeiro os Ajustes)
• Controlos (para apresentar primeiro os Controlos)
• Pacientes (para apresentar primeiro os Pacientes)
• Verificadores de Calibração (para apresentar primeiro os Verificadores
de Calibração)
• Estado (para apresentar as amostras pelo estado actual)
NOTA: A coluna Tipo Amostra indica A para ajuste, C para controlo,
P para paciente ou V para verificador de calibração.
3. Para percorrer a lista de trabalho, seleccione os botões CIMA ou BAIXO.

Imprimir uma lista de trabalho


Pode imprimir um registo individual ou toda a lista de trabalho no ecrã
Lista de Trabalho.
1. No ecrã Lista de Trabalho, seleccione IMPRIMIR TODOS.
2. Se necessário, seleccione uma das opções Ord. Impr.
3. Seleccione o tipo de registo a imprimir seleccionando uma
das opções Imprimir.
4. Seleccione IMPRIMIR.

Modificar uma entrada numa lista de trabalho


As entradas nas listas de trabalho podem ser modificadas no ecrã Lista de
Trabalho ou no ecrã Visualizar Lista de Tarefas (Lista de Trabalho).

601034-0001, Rev. A
2-58 Guia do Operador: Utilizar o sistema

Modificar uma entrada numa lista de trabalho no ecrã lista de trabalho

NOTA: Um registo só pode ser modificado se a amostra estiver no instrumento e


se esse teste em particular não estiver em curso.
1. Seleccione Anterior e Seguinte para localizar o registo.
2. Faça as alterações necessárias e seleccione ACEITAR PACIENTE.

Modificar uma entrada numa lista de trabalho no ecrã Visualizar


Lista de Tarefas (Lista de Trabalho)

NOTA: É possível fazer modificações em todos os registos que


não estejam em curso.
1. No ecrã Lista de Trabalho, seleccione Visualizar/Editar.
2. Seleccione Actualizar Ecrã para actualizar a lista de trabalho.
3. Seleccione o registo.
4. Seleccione EDITAR REGISTO.
Aparece o ecrã Lista de Trabalho com o registo seleccionado.
5. Faça as alterações necessárias e seleccione ACEITAR PACIENTE.
Aparece o ecrã Visualizar Lista de Tarefas (Lista de Trabalho).

Eliminar uma entrada numa lista de trabalho


Uma entrada numa lista de trabalho pode ser eliminada no ecrã Lista de Trabalho
ou no ecrã Visualizar Lista de Tarefas (Lista de Trabalho.

Eliminar uma entrada numa lista de trabalho no ecrã Visualizar


Lista de Tarefas (Lista de Trabalho)

NOTA: Um registo só pode ser eliminado se a amostra estiver no instrumento.


1. Seleccione Anterior e Seguinte para localizar o registo.
2. Seleccione APAGAR PACIENTE.
O registo é eliminado.

Eliminar uma entrada numa lista de trabalho no ecrã Visualizar


Lista de Tarefas (Lista de Trabalho)
1. No ecrã Lista de Trabalho, seleccione Visualizar/Editar.
2. Seleccione o(s) registo(s).
NOTA: Seleccione mais de um registo para eliminar vários registos
de cada vez.
3. Seleccione APAGAR REGISTO.
Os registos seleccionados são eliminados.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-59

Guardar e importar uma lista de trabalho


As funções Guardar e Importar são utilizadas para guardar uma lista de trabalho
comum para futura utilização.
Siga estas instruções para guardar uma lista de trabalho.
1. Depois de concluir uma lista de trabalho, seleccione VISUALIZAR/EDITAR
para ver toda a lista de trabalho.
Aparece o ecrã Visualizar Lista de Tarefas (Lista de Trabalho).
2. Seleccione GUARDAR LISTA.
Aparece o ecrã Exportar Lista de Trabalho:
3. Seleccione Ficheiro Binário (um ficheiro codificado) ou Ficheiro ASCII
(um ficheiro de texto).
NOTA: Utilize o Ficheiro ASCII quando o ficheiro for importado para outra
aplicação, por exemplo, o Lotus ou o Microsoft Excel.
4. Seleccione OK.
Aparece o ecrã Guardar Como.
5. Faça duplo clique no directório onde o ficheiro da lista de trabalho deve
ser guardado.
NOTA: A barra de deslocamento pode ser necessária para poder ver todos
os directórios.
6. Introduza um nome no campo Nome do Ficheiro e depois seleccione Guardar.
O ecrã Guardar Como fecha-se e a lista de trabalho é guardada.

Importar uma lista de trabalho

Siga as instruções abaixo para importar uma lista de trabalho previamente guardada.
1. No ecrã Lista de Trabalho, seleccione VISUALIZAR/EDITAR.
Aparece o ecrã Visualizar Lista de Tarefas (Lista de Trabalho).
2. Seleccione IMPORTAR LISTA.
Aparece o respectivo ecrã.
3. Seleccione o formato de ficheiro utilizado quando o ficheiro foi guardado:
Ficheiro Binário ou Ficheiro ASCII.
4. Seleccione OK.
5. Faça duplo clique no directório onde o ficheiro está guardado.
NOTA: A barra de deslocamento pode ser necessária para poder ver todos os
directórios e ficheiros.
6. Faça duplo clique no nome do ficheiro.

601034-0001, Rev. A
2-60 Guia do Operador: Utilizar o sistema

7. O nome aparece no campo Nome do Ficheiro.


8. Seleccione Abrir.
O ecrã é removido do ecrã Visualizar Lista de Tarefas (Lista de Trabalho)
e a lista de trabalho importada é apresentada.

Analisar resultados
A função de análise dos resultados é utilizada para analisar os resultados de
uma amostra já executada. Siga as instruções abaixo para analisar resultados.
1. Seleccione REVISÃO.
Aparece um ecrã Revisão em branco.
NOTA: A opção de tempo predefinida é Apenas Hoje . Para alterar o tempo
predefinido, consulte Alterar o tempo predefinido‚ página 2-61.
2. Seleccione um dos botões de opção descritos abaixo, indicando o tipo de resultado:
• Todos
• Paciente
• Ajuste
• Controlo
• Verificador (para verificadores de calibração)
NOTA: O tipo de dados apresentado no ecrã Revisão varia consoante o
resultado seja de um doente, controlo, ajuste ou verificador de calibração.
NOTA: Se o operador introduziu intervalos de referência, eles aparecem
realçados para o primeiro resultado de teste. Consulte Definir intervalos de
teste‚ página 8-12 para obter informações sobre como introduzir intervalos.
3. Utilize os botões para ver os resultados ou para imprimir os resultados de um
determinado doente.
Os botões no ecrã Revisão são explicados na tabela abaixo:
Botão Descrição
Topo ou Fundo Apresenta os resultados da página anterior ou seguinte
deste doente.
Cima e Baixo Percorre os resultados de um determinado doente, um por um.
Anterior e Seguinte Apresenta os resultados do doente anterior ou seguinte.
Imprimir Paciente, Ajuste, Imprime todos os resultados do doente com este número
Controlo ou Verificador de entrada.
Procurar Permite ao operador procurar um resultado específico.
Consulte a secção Procurar um resultado‚ página 2-62
para obter mais informações. A opção de procura não está
disponível se a opção Todos estiver seleccionada.
4. Seleccione o resultado apropriado para ver os intervalos de referência para
este teste.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-61

Alterar o tempo predefinido


Para alterar o período de tempo predefinido para os registos apresentados, siga as
instruções abaixo.
1. No ecrã Revisão, seleccione Tempo.
2. Seleccione o botão adequado de acordo com as informações na tabela abaixo:
Botão Função
DE/A Apresenta os resultados desde uma determinada data e hora.
NOTA: O operador tem de introduzir as horas e as datas nos
campos De e A (utilizando o calendário e o relógio) e depois
seleccionar o botão OK.
APENAS HOJE Apresenta os resultados para a data actual.
TODOS Apresenta todos os resultados de doentes, controlos, ajustes ou
verificadores de calibração (dependendo do botão seleccionado
no passo 2). Se seleccionou TODOS no passo 2, todos os registos
na base de dados são apresentados.
3. Se seleccionou o botão APENAS HOJE ou TODOS no passo 2, seleccione OK.
4. No ecrã Revisão, aparece a nova especificação do tempo predefinido à direita
do botão Tempo.
5. Se o botão DE/A foi seleccionado no passo 2, clique no campo mm/dd/aaaa
em De.
6. O ecrã Seleccione Método de Data apresenta um calendário.
7. Para alterar:
• o mês – seleccione as setas à esquerda e à direita do mês para
o mês anterior ou seguinte.
• o ano – seleccione as setas à esquerda e à direita do ano para
o ano anterior ou seguinte.
• o dia – seleccione a data.
8. Clique no campo hh:mm:ss em De.
Aparece um relógio digital.
NOTA: A hora predefinida é 12:00:00.
9. Seleccione as setas para cima e para baixo para alterar a hora (horas, minutos
ou segundos) e depois seleccione o botão OK debaixo do relógio.
10. Repita os passos 1 a 4 para os campos A da data e da hora.
NOTA: A hora predefinida é 23:59:59.
11. Seleccione o botão OK .
No ecrã Revisão, aparece a nova especificação do tempo predefinido à direita
do botão Tempo.

601034-0001, Rev. A
2-62 Guia do Operador: Utilizar o sistema

Procurar um resultado
Siga as instruções abaixo para procurar um registo.
1. Seleccione REVISÃO.
Aparece um ecrã Revisão em branco.
2. No ecrã Revisão, seleccione um dos botões de opção listados abaixo,
indicando o tipo de resultado a analisar:
• Paciente
• Ajuste
• Controlo
• Verificador (para verificadores de calibração)
NOTA: Não é possível fazer uma procura se a opção
TODOS estiver seleccionada.
3. Seleccione Procurar.
NOTA: O ecrã Procurar varia consoante o tipo de registo: paciente, controlo,
ajuste ou verificador de calibração.
O ecrã Procurar procura resultados de doentes. As opções de procura para
resultados de ajustes, controlos ou verificadores de calibração estão listadas
na tabela abaixo:
Tipo de Resultado As opções de procura disponíveis são:
Controlo • Nome do Controlo
• Lote do Controlo
• Tipo de Teste
• Tipo Alg
Ajuste • Tipo de Teste
• Lote do Kit
Verificador • Nº Lote Verif.
• Tipo de Teste
• Lote do Kit
• Nível Verif.

4. Seleccione Tempo para definir o período de tempo no qual a procura


deve incidir.
A predefinição é a data actual.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-63

5. Introduza os dados da procura e depois seleccione OK.


O ecrã Search Results (Resultados da Procura) apresenta os resultados que
cumprem os critérios da procura.
NOTA: Seleccione a opção Exacta para ver os resultados que cumprem
exactamente os critérios da procura. Se a caixa de verificação Exacta não
for seleccionada, os resultados apresentam quaisquer dados semelhantes aos
dados introduzidos.
6. Seleccione um resultado e depois seleccione OK.
Aparece o ecrã Revisão relativo a esse resultado.

Analisar resultados do LIS


O botão LIS é utilizado para analisar informações recebidas do LIS e os resultados
a serem enviados para o LIS.
Siga as instruções abaixo para visualizar e ordenar os dados recebidos do LIS e os
resultados a serem enviados para o LIS.
1. Na janela do instrumento, seleccione LIS.
O ecrã LIS apresenta os dados.
As opções de visualização seleccionadas da última vez que o operador acedeu
ao ecrã LIS determinam as informações apresentadas quando o botão LIS
for seleccionado.
NOTA: Para o estado dos dados, consulte o código de cores na parte inferior
do ecrã.
Estado do LIS Descrição
Tempo O tempo que falta para o teste terminar.
Resultado Teste concluído; a resposta não foi enviada para o LIS.
Em espera A amostra está no instrumento, mas o teste não foi iniciado.
Nenhuma Amostra A amostra não está no instrumento.
Enviado Este registo já foi enviado para o LIS.
Em Lista de Espera O teste está próximo de ser processado.
Erro do Kit Há um problema com a pérola, o reagente ou o diluente.
Erro de Amostra Há um problema com o tubo de amostra, por exemplo, amostra
insuficiente ou coágulo detectado.
Se aplicável, seleccione Mostrar env. para mostrar resultados que já foram
enviados para o LIS.
NOTA: O botão muda para Ocultar Enviado.
2. Ordene os dados do LIS seleccionando o botão Ordenar por....

601034-0001, Rev. A
2-64 Guia do Operador: Utilizar o sistema

3. Se aplicável, especifique um período de tempo que não seja 24h. Antes


seleccionando Definir Limite:
• Clique no campo MM/DD/AAAA para aceder ao calendário e seleccionar
uma data.
• Clique no campo HH:MM:SS para aceder ao relógio e seleccionar
uma hora.
4. Para ordenar os resultados, seleccione um dos botões de ordenação:
• Número de Entrada
• Ordem definida (Pedido Criado)
• Nome
• Tipo de Teste
5. Seleccione Imprimir Lista para imprimir a lista.
6. Para limpar os dados do LIS, consulte Limpar os dados do LIS‚ página 2-65.

Enviar resultados para o LIS


O sistema pode ser configurado para enviar dados para o LIS automaticamente.
Se o sistema não estiver configurado para enviar resultados automaticamente,
siga as instruções abaixo para enviar resultados para o LIS manualmente.
NOTA: Os resultados dos testes de hepatite ficam retidos até à conclusão de
dois testes reflexivos. Terminados os três testes, o instrumento envia
automaticamente o resultado de teste apropriado para o LIS e marca os três
resultados como enviados. Contudo, pode enviar os três resultados de teste
para o LIS manualmente.
1. No ecrã LIS, seleccione Ocultar Enviado para ocultar os resultados
que já foram enviados para o LIS.
2. Seleccione os resultados a serem enviados clicando nos mesmos ou
seleccione Sel. Todos para marcar todos os resultados a serem transmitidos
para o LIS.
3. Seleccione Enviar para transmitir os resultados marcados para o LIS.
Os resultados N/D não podem ser manualmente nem automaticamente
enviados para o LIS.

Reenviar dados
Os resultados anteriormente enviados para o LIS podem ser novamente enviados
seguindo estas instruções:
1. No ecrã LIS, seleccione Mostrar Env.
Aparecem os resultados do LIS anteriormente enviados.
2. Seleccione os resultados a serem enviados clicando nos mesmos.
3. Seleccione Reenviar para transmitir os resultados para o LIS.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Utilizar o sistema 2-65

Limpar os dados do LIS


Para eliminar dados do ecrã LIS, siga estas instruções:
1. No ecrã LIS, execute uma das seguintes acções para seleccionar os registos a
serem limpos:
• Seleccione os registos.
• Seleccione Sel. Todos.
2. Seleccione Limpar.
Aparece uma mensagem a perguntar se todos os registos seleccionados devem
ser removidos de forma permanente.
3. Execute uma das seguintes acções:
• Seleccione Limpar para eliminar os registos de forma permanente.
NOTA: Se seleccionar Limpar, todos os registos marcados são
eliminados para sempre da base de dados. Os registos de doentes não
podem ser recuperados.
• Seleccione Cancelar para sair sem limpar os registos.

601034-0001, Rev. A
2-66 Guia do Operador: Utilizar o sistema

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Ajustar o sistema

3 Ajustar o sistema

Curva padrão/ajuste de dois pontos . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1


Descrição geral dos ajustes . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1
Geração da curva padrão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-1
Logística de quatro parâmetros . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .3-1
Ponto a ponto . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .3-2
Ajuste de dois pontos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-2
Avaliar a validade do ajuste . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-3
Resumo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .3-6
Reajuste. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .3-6
Geração de cutoffs padrão para ensaios qualitativos . . . 3-6
Medir o cutoff para um ensaio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 3-7
Cálculo de rácios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .3-8

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Ajustar o sistema

601034-0001, Rev. A
Ajustar o sistema

Curva padrão/ajuste de dois pontos


A calibração do instrumento utiliza uma curva padrão armazenada em conjunto
com um procedimento de ajuste de dois pontos. Esta secção proporciona
uma descrição geral deste método de calibração.

Descrição geral dos ajustes


A concentração dos analitos é determinada por uma curva padrão armazenada.
Esta curva é gerada pelo fabricante para cada lote de reagentes e é fornecida no
código de barras do kit. Os ajustes são então utilizados para correlacionar as
contagens por segundo (CPS) do instrumento do cliente com o valor das
contagens do instrumento utilizado pelo fabricante para gerar a curva padrão.

Geração da curva padrão


As curvas padrão para cada lote de reagentes são geradas num único instrumento
executando réplicas de um conjunto de padrões que abrangem o intervalo
reportável do ensaio.
O número de padrões varia com os diferentes analitos, desde seis, para T4 Total
(intervalo de 1 a 24 µg/dl), até 15, para a TSH (intervalo de 0,002 a 75 µIU/ml).
Os padrões são analisados vários vezes em várias corridas, por ordem aleatória.
Em cada corrida, são incluídas réplicas de Ajuste alto e baixo.
Em geral, a curva padrão é ajustada através da utilização de um modelo de
logística de quatro parâmetros. Para determinados reagentes, como o reagente
universal para ensaios de alergia específicos, é utilizado o modelo de curva ponto
a ponto.

Logística de quatro parâmetros


Para o método da logística de quatro parâmetros, a curva padrão gerada é a
equação da linha que melhor se adequa aos dados da curva padrão.
NOTA: Os valores numéricos dos quatro parâmetros da equação variam de lote de
reagente para lote de reagente. Estes valores estão codificados na etiqueta de
código de barras do kit. As CPS médias dos ajustes baixo e alto, que foram
analisados na mesma altura em que foram analisados os padrões utilizados para a
curva padrão, também estão codificadas na etiqueta de código de barras do kit.

601034-0001, Rev. A
3-2 Guia do Operador: Ajustar o sistema

O instrumento utiliza duas formas diferentes da equação geral da logística de


quatro parâmetros:
• Forma para os ensaios competitivos:
CPS= P1+ P2
1+EXP(-(P3+P4xLn(Dose)))
em que: P1 = máxima CPS (Bo)
• P2 = mínima-máxima CPS (NSB - Bo)
• P3 = intercepção de um gráfico logit-log
• P4 = - declive do gráfico logit-log
• Forma para os ensaios imunométricos (do tipo sanduíche):
CPS= P2+ P1 - P2
1 + (Dose/P3)P4
em que: P1 = máxima CPS
• P2 = mínima CPS (NSB)
• P3 = dose com metade da CPS máxima
• P4 = - declive do gráfico logit-log

Ponto a ponto
No modelo de curva de ponto a ponto, a curva de calibração é gerada quando cada
padrão é ligado ponto a ponto por uma linha direita.

Ajuste de dois pontos


Dado que os dados de calibração utilizados para gerar a curva padrão se baseiam
num único instrumento, o sinal (CPS) para qualquer outro instrumento de
laboratório tem de corresponder ao sinal do instrumento da Curva Padrão para
utilizar directamente a curva padrão para calcular resultados.
Dado que dois tubos fotomultiplicadores (PMT) nunca dão exactamente o mesmo
valor da CPS medida para a mesma quantidade de luz, o sinal de cada instrumento
de laboratório tem de ser ajustado para igualar o do instrumento da Curva Padrão
para a curva padrão ser utilizada em todos os instrumentos. Isto é feito através do
processo de ajuste de dois pontos.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Ajustar o sistema 3-3

Se uma curva padrão completa for executada tanto no instrumento da Curva


Padrão como no instrumento do cliente, a relação entre a CPS medida nos
dois instrumentos (Instrumento da Curva Padrão vs. Instrumento do Cliente)
é consistentemente linear. Por exemplo, a tabela abaixo apresenta os eventuais
dados para um ensaio com seis padrões.
CPS do Instrumento da CPS do Instrumento
Padrão Curva Padrão do Cliente
Pad A 85.176 75.112
Pad B 329.714 293.703
Pad C 1.079.469 961.223
Pad D 5.112.318 4.568.847
Pad E 10.125.798 9.050.371
Pad F 25.087.126 22.424.222

Esta relação pode ser utilizada para modificar, ou ajustar, a CPS obtida com
o instrumento de laboratório de modo a ser o que teria sido para as mesmas
amostras executadas no instrumento da curva padrão. Dado que a relação entre o
instrumento de laboratório e os valores de CPS da curva padrão é uma linha recta,
são apenas necessários dois pontos para caracterizar a linha.
Esses dois pontos são definidos pelos dois Ajustes. Comparando a CPS média
dos ajustes executados no instrumento da Curva Padrão (da etiqueta de código de
barras do kit) com a CPS executada no instrumento do Cliente durante um ajuste,
o declive e a intercepção da relação linear são calculados. Utilizando a equação
abaixo, o declive e a intercepção são então utilizados para ajustar a CPS de
qualquer amostra à CPS que teria sido observada se a amostra tivesse sido
executada no instrumento da Curva Padrão.
CPS da Curva Padrão = CPSdesconhecida x Declive + Intercepção
A CPS ajustada pode agora ser utilizada para calcular o resultado directamente a
partir da curva padrão.
A finalidade do ajuste inicial de um novo lote de kits é correlacionar a CPS do
instrumento de laboratório com a do instrumento da Curva Padrão. Os reajustes
posteriores actualizam a correlaço para alterações na actividade enzimática dos
reagentes com o tempo.

Avaliar a validade do ajuste


As directrizes apresentadas a seguir podem ser utilizadas para estabelecer se um
determinado ajuste foi bem sucedido. São apresentadas por ordem de importância:
1. Valores de controlos executados imediatamente após um ajuste.
2. O declive de um ajuste.

601034-0001, Rev. A
3-4 Guia do Operador: Ajustar o sistema

3. A intercepção de um ajuste.
Se um ajuste não for apresentado como válido (utilizando estas directrizes),
poderá ser necessário fazer um reajuste.
NOTA: A impressão do ajuste terá um declive, uma intercepção e uma
mensagem a indicar se o ajuste foi ou não concluído.

Controlos executados imediatamente após um ajuste

Os resultados de amostras de controlo da qualidade que sejam executados


imediatamente após um ajuste constituem o principal meio de validar um ajuste e
devem estar dentro dos limites estabelecidos para um desempenho aceitável.
Deve ter-se especial atenção para tomar nota de situações em que todos os
resultados do controlo de qualidade estão no mesmo limite (alto ou baixo)
de aceitação, visto que isso pode indicar um desvio tendencioso no ajuste.

O declive de ajuste de um ajuste inicial

O declive de um ajuste inicial refere-se ao primeiro declive gerado com um novo


lote de kits. O declive do ajuste inicial costuma situar-se a ± 20% do declive
médio do instrumento.
O declive médio corresponde à média de pelo menos dez declives de ajuste
iniciais num único instrumento, utilizando um dos seguintes ajustes:
• Ajustes iniciais de mais de um tipo de ensaio, excluindo ensaios com
ajustes únicos.
• Ajustes iniciais de mais de um lote de reagente, se apenas se utilizar
um ensaio.
NOTA: Se forem executados menos de dez ajustes, ainda se pode calcular
uma média. Contudo, essa média deve ser encarada como preliminar e tem de
ser recalculada quando dez ajustes forem concluídos.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Ajustar o sistema 3-5

Por exemplo, perante os seguintes dados:


Kit Lote Declive
COR 109 0,687
E2 107 0,986
E2 109 0,894
E2 110 0,983
TSH 110 1,009
TSH 125 0,993
TSH 127 0,989
T4 127 1,053
T4 117 1,008
TU 113 Nenhum declive calculado para TU
T3 115 0,998
1. O declive médio é calculado do seguinte modo:
Média = Soma dos declives / 10 = 0,96
2. O desvio aceitável de 20% em relação à média é calculado do seguinte modo:
Desvio = Média x 0,20 = 0,96 x 0,20 = 0,19
3. O intervalo para um desvio aceitável é calculado do seguinte modo:
Limite Superior = Média + 20% = 0,96 + 0,19 = 1,15
Limite Inferior = Média - 20% = 0,96 - 0,19 = 0,77
Intervalo = Média +/- 20% = 0,77 a 1,15

Intercepção de ajuste para um ensaio imunométrico (do tipo sanduíche)

Uma intercepção grande afecta o cálculo dos resultados, mas apenas com
concentrações muito baixas. Se não houver controlos a serem executados
com estas concentrações, uma intercepção aceitável pode ser interpretada do
seguinte modo:
valor absoluto da intercepção = CPS de Ajuste Baixo
do instrumento da curva padrão x 30%
A CPS do ajuste baixo refere-se aos dados de CPS do ajuste indicados no ecrã Kit
ou na impressão do ajuste e não à CPS medida durante o ajuste.
CPS de Ajuste Baixo = 83.000
Intercepção aceitável: 83.000 x 0,30 = 24.900
A máxima intercepção de orientação é 24.900.

601034-0001, Rev. A
3-6 Guia do Operador: Ajustar o sistema

Intercepção de ajuste para um ensaio competitivo

Uma intercepção grande pode afectar os valores em toda a curva, sobretudo os


que incidem no intervalo muito elevado do ensaio.
Para ensaios competitivos, uma intercepção aceitável deve ser 2% do parâmetro
de curva P1 indicado no ecrã Kit.
P1 = 61.500.000
Intercepção aceitável: 61.500.000 x 0,02 = 1.230.000

Resumo
• Os controlos executados imediatamente após um ajuste devem estar dentro de
limites aceitáveis.
• O declive de um ajuste deve situar-se a ± 20% do declive médio para
esse instrumento.
• A intercepção de um ajuste situa-se, normalmente, abaixo de um limite de
intercepção máximo calculado.
• Com base nestas directrizes, se um ajuste não for apresentado como válido,
poderá ser necessário fazer um reajuste.

Reajuste
Cada ensaio tem de ser periodicamente reajustado, conforme indicado no folheto
informativo do kit, com vista a corrigir a perda de actividade normal do reagente.

Declives de reajuste

Os declives de reajuste devem situar-se a 10% do ajuste anterior.


NOTA: A variação nos declives é causada pela variação estatística normal do ensaio
e por uma perda de 10-15% na actividade enzimática durante a validade do kit.

Intercepções de reajuste
As intercepções de reajuste devem ser avaliadas de acordo com os critérios
acima indicados.

Geração de cutoffs padrão para ensaios qualitativos


Nos ensaios qualitativos, os resultados são classificados como não reactivos ou
reactivos ou eventualmente como indeterminados. Os resultados nestes ensaios
são calculados por comparação do sinal obtido para uma amostra de doente com
um sinal de cutoff.

Ensaios imunométricos (do tipo sanduíche)


Se a CPS do doente > cutoff, o resultado é reactivo.
Se a CPS do doente < cutoff, o resultado
é não reactivo.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Ajustar o sistema 3-7

Ensaios competitivos
Se a CPS do doente < cutoff, o resultado é reactivo.
Se a CPS do doente > cutoff, o resultado
é não reactivo.
No caso de ser definida uma região indeterminada, esta é normalmente uma
percentagem acima e abaixo do cutoff.

Ensaios indeterminados
Se a percentagem = 10% do cutoff, então...
0,9 x cutoff < Indeterminada < 1,1 x cutoff

Medir o cutoff para um ensaio


O cutoff para um ensaio é normalmente estabelecido de uma de duas formas:
• Um cutoff é determinado estatisticamente.
Um cutoff é calculado e atinge a sensibilidade e especificidade óptimas.
Várias centenas de doentes, tanto reactivos como não reactivos, cujo estado
clínico foi estabelecido por outro método, são analisados no instrumento.
• Um método alternativo para seleccionar o cutoff, utilizado sobretudo nos
ensaios de alergias, baseia-se na variabilidade da resposta de sinal observada
com um vasto número de amostras de doentes não reactivas.
Os ensaios qualitativos têm um único ajuste (ou calibrador) utilizado para
estabelecer a relação do cutoff padrão com um instrumento individual. Por
exemplo, se o cutoff para um ensaio for determinado como sendo 100.000 CPS
e um ajuste (ou calibrador) executado ao mesmo tempo tiver uma leitura de
80.000 CPS, é utilizado um rácio de 1,25 (100.000/80.000) com o ajuste para
estabelecer correctamente o cutoff para um instrumento específico.
O ajuste único é fornecido com o kit e o rácio da CPS do ajuste com o valor do
cutoff é proporcionado na etiqueta de código de barras do kit como Parâmetro 1
(P1). Na altura do ajuste, a CPS média do ajuste obtida pelo instrumento é
multiplicada pelo P1 para determinar o cutoff específico para esse instrumento.
O Parâmetro 2 (P2) e o Parâmetro 3 (P3) são factores utilizados conforme seja
adequado para definir o limite superior (P2) e o limite inferior (P3) da região
indeterminada. Se for definida uma região indeterminada, então P2 x a CPS
do ajuste e P3 x a CPS do ajuste resultarão no sinal acima e abaixo
do cutoff que define a região indeterminada. A percentagem acima e abaixo do
cutoff é definida por P2/P1*100 e P3/P1*100. Se nenhuma região
indeterminada for definida para um ensaio, P2 e P3 correspondem a 0.

601034-0001, Rev. A
3-8 Guia do Operador: Ajustar o sistema

Nos ensaios com um único ajuste, um índice de ajuste é calculado no momento


do ajuste. Isto é o rácio da CPS obtida durante o ajuste com a CPS do ajuste no
instrumento da Curva Padrão na Siemens, que está indicado no código de barras
do kit.
Índice de Ajuste = CPS do Ajuste
CPS do Ajuste no Código
de Barras do Kit

NOTA: O índice de ajuste não é utilizado no cálculo. Em vez disso, é calculado


como directriz para a validade do ajuste. Os resultados obtidos com amostras de
controlo da qualidade continuam a ser a principal forma de avaliar um ajuste.

Cálculo de rácios
O instrumento também pode reportar ensaios qualitativos através de um rácio.
O instrumento pode reportar o rácio numérico, seguido de uma indicação de R,
NR ou I, representando reactivo, no reactivo e indeterminado, respectivamente.
Os rácios são determinados pelos seguintes cálculos:

Ensaios imunométricos (do tipo sanduíche) de doenças infecciosas


Rácio = CPS da Amostra
Cutoff
Cutoff = P1 x CPS do Ajuste

Ensaios competitivos de doenças infecciosas


Rácio = Cutoff
CPS da Amostra
Cutoff = P1 x CPS do Ajuste

Os sinalizadores qualitativos são determinados pelas seguintes equações:

Se o Rácio for superior ou igual a (1+P2/P1), o resultado é marcado


como Reactivo (R).
Rácio (1+P2/P1)
Se o Rácio for inferior a (1-P3/P1), o resultado é marcado como
Não Reactivo (NR).
Rácio < (1-P3/P1)
Se o Rácio for superior ou igual a (1-P3/P1), mas inferior a (1+P2/P1),
o resultado é marcado como Indeterminado (I).
(1-P3/P1) Rácio ‹(1+P2/P1)

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Controlo de qualidade

4 Controlo de qualidade

Introduzir informações de novo controlo . . . . . . . . . . . . 4-1


Critérios de aceitação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4-2
Utilizar controlos que não sejam para CQ online. . . . . . . . . . . . . . . .4-3
Utilizar o CQ da Regra Única . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4-3
Utilizar o CQ MultiRegras . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4-3
Concluir o procedimento de CQ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4-3
Procedimentos de controlo adicional . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-3
Controlos qualitativos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-4
Controlos reportados como rácios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-4
Adicionar um nível . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-5
Alterar um nível. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-6
Editar informações de controlo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-7
Analisar dados do controlo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-7
Adicionar comentários . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-10
Criar comentários . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-10
Retirar pontos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-11
Eliminar testes para um controlo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-11
Gestão de controlo de qualidade . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-12
Contr. não para CQ On-line . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4-12
Regra Única . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4-12
MultiRegras . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4-13
Programar ensaios de CQ. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-15
Programar uma lista de trabalho de CQ . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-15
Adicionar uma lista de trabalho de CQ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4-16
Editar uma lista de trabalho de CQ . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .4-16
Adicionar um controlo a uma lista de trabalho de CQ . . . . . . . . . . .4-17
Editar um controlo numa lista de trabalho de CQ . . . . . . . . . . . . . .4-17
Copiar uma lista de trabalho. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-17
Eliminar uma lista de trabalho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 4-18

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Controlo de qualidade

601034-0001, Rev. A
Controlo de qualidade

Introduzir informações de novo controlo


Para introduzir informações de identificação de controlos, siga as
instruções abaixo:
NOTA: Estas informações são necessárias para o instrumento calcular e reportar
dados de controlo.
1. Seleccione CQ.
2. Seleccione INTRODUÇÃO DE DADOS.
3. Seleccione Novo Controlo.
4. Introduza um nome para o controlo.
O nome não pode ter mais de seis caracteres no campo Nome.
5. Introduza a origem e o número de lote do controlo.
6. Seleccione Data de Validade.
NOTA: O calendário apresenta as predefinições do mês e ano actuais.
7. Seleccione a data de validade para o controlo no calendário:
NOTA: A Data de Validade tem de ser seleccionada no calendário pela
seguinte ordem: mês, ano e dia.
a. Utilize as setas de mês para seleccionar um mês.
b. Utilize as setas de ano para seleccionar um ano.
c. Seleccione um dia.
d. Seleccione OK.
8. Seleccione Novo Teste.
9. Seleccione KITS ACTIVOS ou NO INTERIOR:
• Se o botão KITS ACTIVOS for seleccionado, aparece, no centro da janela,
um botão para cada imunoensaio ou teste de alergia introduzido
no instrumento.
• Se o botão NO INTERIOR for seleccionado, aparece, no centro da janela,
um botão para cada imunoensaio ou teste de alergia que resida
fisicamente no instrumento.
10. Para imunoensaios, seleccione o botão de imunoensaio adequado.
O código para o ensaio seleccionado aparece no campo Teste Seleccionado.

601034-0001, Rev. A
4-2 Guia do Operador: Controlo de qualidade

11. Para alérgenos, execute os seguintes passos:


a. Seleccione o reagente universal, como SPE, que pretende utilizar para o
teste de alergia.
b. Seleccione o botão de teste de alergia adequado.
O código para o alérgeno seleccionado aparece no campo
Teste Seleccionado.
Pode executar dois tipos diferentes de controlos de alergia:
• Controlos de kits de alergia
Este tipo de controlo testa o desempenho do kit de alergia universal.
Estes controlos são fornecidos com kits de alergia. Para executar estes
controlos, tem de ter introduzido e colocado o Anticorpo IgE Específico
de Controlo fornecido com esse kit.
Consulte Introduzir alérgenos e cartuchos de alérgenos‚ página 2-27.
• Controlos de alérgenos específicos
Estes controlos testam o desempenho de um alérgeno em particular.
Existem controlos de alérgenos específicos para as alergias mais comuns.
Para executar estes controlos, o alérgeno cujo desempenho deve ser
testado tem de ser introduzido no sistema e colocado no instrumento.
12. Seleccione OK.
13. Introduza o nível de controlo e, em seguida, seleccione OK.
O instrumento atribui automaticamente um número de entrada ao nível de
controlo. Para um controlo sem código de barras, este número de entrada tem
de ser introduzido no ecrã Lista de Trabalho para concluir o pedido.
Consulte a secção Controlos sem códigos de barras‚ página 2-47.
14. Se necessário, substitua o número de entrada gerado pelo instrumento,
por exemplo, quando um número de entrada de controlo do LIS estiver a
ser utilizado.
NOTA: Se o número de entrada no software não coincidir com o número de
entrada de controlo do LIS, os dados de CQ não serão transferidos para o LIS
nem para o gráfico de CQ Levey-Jennings.

Critérios de aceitação
No canto superior direito da janela Entrada de CQ, seleccione um dos critérios
de aceitação:
• Contr. não para CQ On-line
• Regra Única
• MultiRegras (não disponível para controlos de alergia)
Consulte a secção Gestão de controlo de qualidade‚ página 4-12.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Controlo de qualidade 4-3

Utilizar controlos que não sejam para CQ online


Se o controlo não se destinar ao CQ online, execute estes passos:
1. Introduza a Média, o D. Padrão e o Multip. DP.
2. Seleccione o botão Calcular Limite para calcular os Limites Baixo e Alto.
O Multiplicador de DP reflecte o intervalo para o desvio padrão.
O valor predefinido é 2.

Utilizar o CQ da Regra Única


Se utilizar o CQ da Regra Única, execute estes passos:
1. Introduza a Média, o D. Padrão e o Multip. DP.
2. Seleccione o botão Calcular Limite para calcular os Limites Baixo e Alto.
O Multiplicador de DP reflecte o intervalo para o desvio padrão.
O valor predefinido é 2.

Utilizar o CQ MultiRegras
Se utilizar o CQ MultiRegras, execute estes passos:
1. Introduza a Média e o D. Padrão.
2. Seleccione as opções de regras adequadas.
A predefinição é Regra 1(2s).

Concluir o procedimento de CQ
1. Seleccione Guardar.
Aparece uma mensagem de confirmação se o número de entrada para este
nível de controlo foi alterado.
2. Seleccione Sim para confirmar a alteração ou Não para cancelá-la.
3. Seleccione OK.

Procedimentos de controlo adicional


• Para adicionar outro nível para o mesmo teste, consulte Adicionar um nível‚
página 4-5.
• Para adicionar outro teste para o mesmo controlo, execute os passos 8 a 16.
• Para adicionar um novo controlo, seleccione Novo Controlo e execute os
passos 3 a 16.
• Para ver testes e limites para outros controlos, seleccione os botões
Controlo Anterior e Controlo Seguinte.

601034-0001, Rev. A
4-4 Guia do Operador: Controlo de qualidade

Controlos qualitativos
Para introduzir informações sobre um controlo qualitativo, execute os passos das
secções Introduzir informações de novo controlo‚ página 4-1 e Critérios de
aceitação‚ página 4-2 e depois siga as instruções abaixo.
NOTA: Cada nível de controlo qualitativo tem de ser introduzido como um
registo de controlo individual na janela Entrada de CQ.
1. Introduza o nível para o registo de controlo no ecrã Novo Nível de Controlo
com base nas informações nas tabelas seguintes:
Para controlos qualitativos com três níveis:
Para este
nível Introduza
não-reactivo 1
Pouco 2
Reactivo
Reactivo 3

Para controlos qualitativos com dois níveis:


Para este
nível Introduza
não-reactivo 1
Reactivo 2
2. No canto superior direito do ecrã Entrada de CQ, seleccione Contr. não para
CQ On-line.
3. No campo Média, introduza 1.
4. No campo D. Padrão, introduza 1.
5. No campo Multip. DP, introduza 1.
6. No campo Limite Baixo, introduza 0,0.
7. No campo Limite Alto, introduza 1.
8. Seleccione Guardar.
9. Seleccione OK.

Controlos reportados como rácios


Os controlos de ensaios que reportem rácios requerem a introdução de limites de
controlo para a Média e o Desvio Padrão. Os valores preliminares para a Média e
o Desvio Padrão podem ser encontrados no folheto informativo do controlo
fornecido com os controlos.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Controlo de qualidade 4-5

Tal como acontece com a introdução de controlos qualitativos, cada nível de


controlo tem de ser introduzido como um nome de controlo individual na janela
ID do Controlo. O nome do controlo tem de ser idêntico ao nome impresso na
etiqueta de código de barras do controlo. Execute os passos para Introduzir
informações de novo controlo‚ página 4-1 e introduza os limites de controlo
indicados no folheto informativo.

Adicionar um nível
Siga as instruções abaixo para adicionar um nível a um controlo existente no ecrã
Entrada de CQ. Para abrir a janela Entrada de CQ, execute os passos 1 e 2 da
secção Introduzir informações de novo controlo‚ página 4-1.
1. Na lista de nomes, seleccione o controlo ao qual pretende adicionar um nível.
2. Na lista Tipo de Teste, seleccione o ensaio ao qual pretende adicionar um
nível de controlo.
3. Seleccione Novo Nível.
Aparece a janela Novo Nível de Controlo.
4. Introduza o novo nível e, em seguida, seleccione OK.
5. No canto superior direito da janela Entrada de CQ, seleccione um dos critérios
de aceitação:
• Contr. não para CQ On-line
• Regra Única
• MultiRegras (não disponível para controlos de alergia)
Consulte Gestão de controlo de qualidade‚ página 4-12 para obter mais
informações sobre os critérios de aceitação.
Em função da opção seleccionada no passo 5, execute os passos 6 a 10:
6. Se seleccionou Contr. não para CQ On-line, execute os seguintes passos:
a. Introduza a Média, o D. Padrão e o Multip. DP.
b. Seleccione Calcular Limite para calcular os Limites Baixo e Alto.
O Multiplicador de DP reflecte o intervalo para o desvio padrão.
A predefinição é 2.
7. Se seleccionou Regra Única, execute os seguintes passos:
a. Introduza a Média, o D. Padrão e o Multip. DP.
b. Seleccione Calcular Limite para calcular os Limites Baixo e Alto.
O Multiplicador de DP reflecte o intervalo para o desvio padrão.
A predefinição é 2.
8. Se seleccionou MultiRegras, execute os seguintes passos:
a. Introduza a Média e o D. Padrão.
b. Seleccione as opções de regras adequadas.
A Regra 1(2s) é a predefinição.

601034-0001, Rev. A
4-6 Guia do Operador: Controlo de qualidade

9. Seleccione Guardar.
10. Seleccione OK.

Alterar um nível
Siga as instruções abaixo para alterar um nível para um controlo existente no ecrã
Entrada de CQ. Para abrir a janela Entrada de CQ, execute os passos 1 e 2 da
secção Introduzir informações de novo controlo‚ página 4-1.
1. Na lista de nomes, seleccione o nível de controlo a alterar.
2. Na lista Tipo de Teste, seleccione o ensaio para o qual pretende alterar o nível
de controlo.
3. Seleccione o nome e o nível do teste no campo Current Test (Teste Actual).
NOTA: Um nível de controlo não pode ser alterado para um nível que já
exista. Por exemplo, se introduziu um controlo para os níveis 4, 5 e 6, não
pode alterar o nível 6 para nível 5.
4. Seleccione ALT. Nível.
5. Introduza o novo nível de controlo e, em seguida, seleccione OK.
O nome do teste que aparece na mensagem de alerta de alteração no nível de
controlo é determinado pelo teste seleccionado no passo 3.
6. Seleccione Sim.
7. No canto superior direito da janela Entrada de CQ, seleccione um dos critérios
de aceitação:
• Contr. não para CQ On-line
• Regra Única
• MultiRegras (não disponível para controlos de alergia)
Consulte Gestão de controlo de qualidade‚ página 4-12 para obter mais
informações sobre os critérios de aceitação.
Em função da opção seleccionada no passo 7, execute estes passos:
8. Se seleccionou Contr. não para CQ On-line, execute os seguintes passos:
a. Introduza a Média, o D. Padrão e o Multip. DP.
b. Seleccione Calcular Limite para calcular os Limites Baixo e Alto.
O Multiplicador de DP reflecte o intervalo para o desvio padrão.
A predefinição é 2.
9. Se seleccionou Regra Única, execute os seguintes passos:
a. Introduza a Média, o D. Padrão e o Multip. DP.
b. Seleccione Calcular Limite para calcular os Limites Baixo e Alto.
O Multiplicador de DP reflecte o intervalo para o desvio padrão.
A predefinição é 2.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Controlo de qualidade 4-7

10. Se seleccionou MultiRegras, execute os seguintes passos:


a. Introduza a Média e o D. Padrão.
b. Seleccione as opções de regras adequadas.
A Regra 1(2s) é a predefinição.
11. Seleccione Guardar.
Aparece a janela Registo Guardado.
12. Seleccione OK.
13. Para ver testes e limites para outros controlos, seleccione os botões
Controlo Anterior ou Controlo Seguinte.

Editar informações de controlo


Siga as instruções abaixo para editar informações de controlo existentes.
1. Seleccione CQ na barra de ferramentas.
2. Seleccione INTRODUÇÃO DE DADOS.
Aparece o ecrã Entrada de CQ.
NOTA: Se a opção MultiRegras estiver seleccionada, aparecem os últimos
quatro resultados na secção Controlo de utilização para CQ.
3. Seleccione a seta para baixo no campo Nome e seleccione o controlo.
4. Seleccione a seta para baixo no campo Tipo de Teste e seleccione o
ensaio adequado.
5. Seleccione o teste e o nível.
6. Introduza as novas informações de identificação do controlo.
7. Seleccione Guardar.
Dependendo das alterações feitas nos dados de identificação do controlo,
pode surgir uma janela a confirmar essa alteração. Todos os tipos de testes
definidos para esse controlo são actualizados automaticamente.
8. Para ver outros testes e limites, seleccione o botão Controlo Anterior ou
Controlo seguinte.

Analisar dados do controlo


Os dados do controlo podem ser analisados acedendo ao gráfico que representa os
dados de diferentes datas.

601034-0001, Rev. A
4-8 Guia do Operador: Controlo de qualidade

NOTA: Na secção de apresentação de datas, se o intervalo de datas seleccionado


abranger dois anos, cada ponto de dados no segundo ano estará datado como o dia
seguinte. Por exemplo, para um intervalo de datas de 2001 a 2002, uma amostra
de CQ processada a 2 de Janeiro de 2002 aparece com a data 3 de Janeiro de 2002
no gráfico de CQ. Esta questão só ocorre na secção da apresentação de datas no
gráfico de CQ e não afecta a tabela de dados nem os relatórios impressos.
Para analisar os dados do controlo, siga as instruções abaixo:
1. Seleccione CQ.
2. Seleccione GRÁFICOS.
Aparece o ecrã Controls Graph Selection (Selecção de Gráficos
de Controlos).
NOTA: Quando o intervalo for 25 dias ou menos, cada data é apresentada no
gráfico; doutro modo, algumas datas são representadas por pontos.
3. Seleccione o campo De:
NOTA: A data De tem de ser seleccionada no calendário pela seguinte ordem:
mês, ano e dia.
a. Utilize as teclas de seta para seleccionar o mês e o ano adequados.
b. Seleccione a data adequada.
c. Seleccione OK.
NOTA: O valor predefinido da data A é o dia de hoje. Este campo pode ser
alterado se for adequado.
4. Seleccione a seta para baixo à direita do primeiro campo de selecção (à direita
do campo A) e seleccione o teste.
5. Seleccione a seta para baixo à direita do próximo campo de selecção e
seleccione o nome do controlo.
6. Seleccione a seta para baixo à direita do próximo campo de selecção e
seleccione o nível do controlo.
7. Seleccione a seta para baixo à direita do último campo de selecção e
seleccione o número de lote.
A janela Controls Graph (Gráfico de Controlos) apresenta os pontos de dados
calculados e os resultados utilizados para calcular os valores do gráfico.
A lista que se segue descreve o conteúdo da parte do ecrã com o
gráfico representado:
• Os pontos de dados podem ser um quadrado, um círculo ou um triângulo.
• Os pontos de dados da mesma cor são do mesmo lote de kits.
• Diferentes cores indicam novos números de lote de kits.
• Os pontos de dados da mesma cor e forma indicam que os controlos
foram executados com o mesmo lote de kits com o mesmo ajuste.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Controlo de qualidade 4-9

• Os pontos de dados da mesma cor e com uma forma diferente indicam


que os controlos foram executados com o mesmo lote de kits com um
ajuste diferente.
A lista que se segue descreve o conteúdo da parte do ecrã com os resultados:
• Os resultados realçados a cor de rosa estão fora dos limites de 4DP e não
são incluídos no gráfico.
• O desvio padrão baseia-se na média alvo introduzida no ecrã Entrada
de CQ.
8. Ordene os dados seleccionando uma coluna.
Por exemplo, para ordenar os dados pela pontuação Z, seleccione a coluna Z.
9. Para uma explicação do ecrã Controls Graph (Gráfico de Controlos),
seleccione o botão Como ler este gráfico?
10. Para analisar os detalhes relativos a um único ponto de dados:
a. Desloque o ponteiro sobre o ponto de dados (utilizando o rato) e clique
com o botão direito.
Os dados correspondentes a este ponto de dados são apresentados a verde
na secção Resultados do ecrã.
b. Seleccione Sim para remover este ponto do gráfico.
Consulte a secção Retirar pontos‚ página 4-11.
O ecrã Point Info (Informações de Pontos) fecha-se.
• Na secção Resultados do ecrã, os dados correspondentes a este
ponto são apresentados a vermelho e o sinal mais (+) muda para um
sinal menos (–).
• Na impressão, aparece uma linha a riscar o resultado correspondente
ao ponto de dados retirado.
11. Para copiar, imprimir ou ampliar uma parte do gráfico, para eliminar as
linhas de grelha do gráfico ou para alterar o título do gráfico, consulte a
seguinte tabela:
Para... Seleccione...
copiar o gráfico, o botão da máquina.
NOTA: O gráfico pode ser colado na aplicação
Microsoft Paint e guardado como ficheiro bitmap.
Para aceder ao Microsoft Paint, faça o seguinte:
1. Na barra de tarefas do Microsoft Windows,
seleccione Iniciar.
2. Seleccione Programas e depois Acessórios.
3. Seleccione Paint.
copiar os dados, o botão da tesoura.
NOTA: Os dados podem ser colados e guardados noutra
aplicação (MS Word ou MS Excel).

601034-0001, Rev. A
4-10 Guia do Operador: Controlo de qualidade

Para... Seleccione...
imprimir o gráfico, o botão da impressora.
NOTA: Recomenda-se que os operadores evitem imprimir
gráficos enquanto o instrumento estiver no modo
EXECUTAR. Poderão ocorrer erros em tempo de execução
se o operador tentar imprimir gráficos de CQ com o
instrumento e realizar testes.
ampliar uma parte o botão da lupa.
do ecrã, Seleccione e arraste o cursor sobre a área a ampliar.
NOTA: Para restaurar o tamanho original do ecrã,
seleccione novamente o botão da lupa.
ver o ecrã com as linhas o botão das linhas verticais.
de grelha verticais, NOTA: Para remover as linhas de grelha,
seleccione novamente o botão das linhas verticais.
ver o ecrã com as linhas o botão das linhas horizontais.
de grelha horizontais, NOTA: Nota: Para remover as linhas de grelha,
seleccione novamente o botão das linhas horizontais.
alterar os títulos do o botão de edição do gráfico.
gráfico, Na janela Titles (Títulos), introduza os títulos a apresentar do
seguinte modo:
• no topo do gráfico
• à esquerda do gráfico
• à direita do gráfico
• na parte inferior do gráfico
12. Para sair do ecrã Controls Graph (Gráfico de Controlos),
seleccione outro ecrã.

Adicionar comentários
Para adicionar um comentário a um resultado no ecrã Controls Graph
(Gráfico de Controlos), execute estes passos:
1. No ecrã Controls Graph (Gráfico de Controlos), seleccione uma linha de
dados em particular no campo Comentário.
Aparece uma janela de selecção de comentário.
2. Seleccione um comentário.
O comentário aparece no campo Comentário.

Criar comentários
Quando nenhum dos comentários disponíveis for apropriado, crie um comentário:
1. No ecrã Controls Graph (Gráfico de Controlos), seleccione Edit Comments
List (Editar Lista de Comentários).

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Controlo de qualidade 4-11

2. Clique na janela Edit Comments List (Editar Lista de Comentários)


onde o comentário será apresentado.
Por exemplo, clique por baixo do último comentário para adicionar o
comentário ao fim da lista.
3. Seleccione Add New to List (Adicionar Novo à Lista).
Aparece New Comment (Novo Comentário) no ecrã, à esquerda do
botão FECHAR.
4. Introduza o novo comentário e, em seguida, prima Enter.
• Introduza apenas caracteres alfanuméricos.
• Se introduzir um carácter não alfanumérico, como um apóstrofe, pode
editá-lo na janela Edit Comments List (Editar Lista de Comentários).
5. O novo comentário aparece no ecrã Edit Comments List (Editar Lista de
Comentários), por cima do comentário original realçado, e a linha superior da
janela New Comment (Novo Comentário) fica vazia.
NOTA: Para retirar um comentário da lista, realce o comentário e seleccione
Remove from List (Retirar da Lista).
6. Seleccione FECHAR para fechar o ecrã Edit Comments List
(Editar Lista de Comentários).

Retirar pontos
Um resultado inválido pode ser retirado de modo a não ser incluído no gráfico.
No ecrã Controls Graph (Gráfico de Controlos), seleccione o sinal + à esquerda do
resultado de controlo a ser retirado.
Os dados que correspondem a este resultado mudam de cor e o sinal mais (+)
passa a ser um sinal menos (-), indicando que este resultado não está incluído no
gráfico de controlos.
O gráfico é alterado para reflectir a alteração nos dados, o valor n é actualizado
e os valores da média real, do DP e do CV (%) são novamente calculados.
Veja o gráfico de controlos a mostrar resultados que não estão no gráfico.
NOTA: Para incluir dados que tenham sido previamente retirados, seleccione o
sinal - à esquerda do resultado. O sinal - passa a ser um sinal +, os cálculos reais
são actualizados e o gráfico é actualizado para reflectir os novos dados.

Eliminar testes para um controlo


Siga os passos abaixo para eliminar os testes de um controlo:
1. Seleccione CQ na barra de ferramentas.
2. Seleccione INTRODUÇÃO DE DADOS.
3. Seleccione a seta para baixo no campo Nome e seleccione o controlo.

601034-0001, Rev. A
4-12 Guia do Operador: Controlo de qualidade

4. Seleccione a seta para baixo no campo Tipo de Teste e seleccione o


ensaio adequado.
5. Seleccione Apagar Controlo.
6. Conclua o procedimento:
• Para eliminar todos os testes para esse controlo, seleccione Sim .
• Para eliminar o teste realçado, seleccione Não e depois seleccione Sim
para o eliminar.

Gestão de controlo de qualidade


O software do instrumento proporciona várias opções de controlo estatístico
que permitem ao operador personalizar o sistema em função das necessidades
específicas do laboratório no que respeita ao controlo de qualidade online.
O operador pode seleccionar a abordagem da regra única ou multiregras ao
controlo de qualidade estatístico para determinar se um controlo é aceitável.
O sistema também pode ser configurado para não utilizar resultados de controlo
para o controlo de qualidade online.
NOTA: As especificações de controlo são configuradas no ecrã Entrada de CQ.

O sistema pode ser configurado para proibir que resultados inaceitáveis sejam
automaticamente enviados para o LIS. Estas opções de envio automático estão
incluídas no ecrã de configuração do LIS. Consulte a secção Configurar o
sistema‚ página 8-1.

Contr. não para CQ On-line


Esta opção é seleccionada no ecrã Entrada de CQ quando o resultado do controlo
não deve ser utilizado para o controlo de qualidade online. Se o sistema estiver
configurado para enviar automaticamente os resultados para o LIS, os resultados
dos doentes serão transmitidos, independentemente do estado do Controlo
de Qualidade.
O operador introduz a média, o desvio padrão (DP) e o multiplicador de desvio
padrão (Multiplicador DP) e o sistema calcula os limites superior e inferior.

Regra Única
O método da Regra Única utiliza uma medição única para determinar se o
resultado do controlo é aceitável. São introduzidos os valores da média, do desvio
padrão (DP) e do multiplicador de desvio padrão (Multip. DP). É utilizada a
seguinte fórmula para determinar o intervalo de valores aceitável.
Intervalo = Média Alvo ± (Desvio Padrão x Multiplicador
de Desvio Padrão)

Depois de concluído o teste, o instrumento avalia o resultado do controlo. Se um


resultado de controlo estiver dentro dos limites, a impressão de controlo indica:

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Controlo de qualidade 4-13

Control passed all selected rules. (O controlo passou


todas as regras seleccionadas.)

Se o sistema estiver configurado para enviar automaticamente os resultados para o


LIS, os resultados dos doentes serão enviados.
Se um resultado de controlo estiver fora dos limites, a impressão de controlo
indica o seguinte:
Control failed rules. (O controlo falhou as regras.)

A impressão indica a regra que foi violada. Se o sistema estiver configurado para
enviar automaticamente os resultados para o LIS, os resultados dos doentes não
serão enviados.

MultiRegras
NOTA: Quando as opções multiregras forem utilizadas, o intervalo do controlo
nos relatórios do CQ fica indicado como N/D.
As opções multiregras disponíveis no instrumento baseiam-se no Sistema de CQ
Multiregras Westgard para melhorar o desempenho do procedimento de controlo.
O Sistema de CQ Multiregras Westgard utiliza até cinco regras de controlo
simultaneamente para reduzir as probabilidades de rejeições falsas, ao mesmo
tempo que aumenta as probabilidades de detectar erros tanto aleatórios como
sistemáticos. Estas regras funcionam com mais eficácia quando se analisam
três materiais (ou níveis) de controlo.
Para utilizar as regras, a média alvo e o desvio padrão (DP) são introduzidos no
ecrã Entrada de CQ. Pode avaliar-se até cinco regras para cada resultado de
controlo. O número de regras avaliadas depende do número de regras
seleccionadas no ecrã Entrada de CQ.
É importante notar que as mesmas regras de controlo não são automaticamente
aplicadas a todos os analitos. O instrumento suporta a utilização de diferentes
regras de controlo para cada analito, por exemplo, as regras utilizadas para a TSH
podem ser diferentes das regras utilizadas para o Estradiol.

601034-0001, Rev. A
4-14 Guia do Operador: Controlo de qualidade

As regras são as seguintes:


Regra Descrição
1 (2s) Esta é a regra de entrada ou inicial, que compara o valor do CQ com um
intervalo de controlo de 2 DP.
Esta regra é utilizada como aviso para iniciar a avaliação do resultado de
controlo utilizando regras posteriores, se seleccionadas. Se esta regra for
violada, as restantes regras de controlo seleccionadas são avaliadas e
reportadas ao operador.
1 (3s) Quando um valor de CQ exceder a regra 1 (2s), o sistema compara-o com
um intervalo de controlo de 3 DP, se seleccionado. O não cumprimento da
regra de 3 DP marca o ensaio como estando fora dos limites de controlo.
Se esta regra for cumprida, por exemplo, com o resultado dentro do
intervalo de 3 DP, as regras posteriormente seleccionadas são verificadas.
2 (2s) A regra 2(2s) verifica se existe um valor de controlo consecutivo anterior
que exceda +/- o mesmo intervalo de controlo de 2 DP. O não
cumprimento desta regra marca o ensaio como estando fora dos limites
de controlo. Se esta regra for cumprida, as regras posteriormente
seleccionadas são verificadas. Esta regra é avaliada através do resultado
mais recente obtido do mesmo material de controlo, no mesmo material
de controlo.
R (4s) Se o intervalo ou amplitude do valor de controlo consecutivo anterior
mais recente exceder 4 DP em comparação com o valor de CQ actual,
o ensaio será marcado como estando fora dos limites de controlo.
Se esta regra for cumprida, a regra final, se seleccionada, é verificada.
4 (1s) Esta regra é violada quando 4 valores de controlo consecutivos excedem
1 DP do mesmo lado (+/-) da média alvo. O ensaio será marcado como
estando fora dos limites de controlo. Como acontece com a regra 2 (2s),
esta regra é avaliada historicamente com vários controlos e com o mesmo
material de controlo.

Depois de concluído o teste para a amostra de controlo, o sistema


IMMULITE 2000 avalia o resultado. Se um resultado de controlo estiver
dentro dos limites para todas as regras seleccionadas, a impressão de controlo
indica o seguinte:
Control passed all selected rules. (O controlo passou
todas as regras seleccionadas.)

Se um resultado de controlo estiver fora dos limites para qualquer das regras
seleccionadas, a impressão de controlo indica o seguinte:
Control failed rules. (O controlo falhou as regras.)

A impressão indica a regra que foi violada. O operador segue então os


procedimentos do laboratório para um controlo fora dos limites. As informações
relativas à regra violada podem ajudar a determinar a causa do problema.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Controlo de qualidade 4-15

Programar ensaios de CQ
NOTA: Esta secção refere-se apenas ao sistema IMMULITE 2000 XPi.

A funcionalidade Arranque Automático do IMMULITE 2000 XPi permite-lhe


programar o instrumento para realizar ensaios de controlo de qualidade quando
seleccionar Executar Arranque Automático ou quando ocorrer um Arranque
Automático. Também pode definir ensaios de CQ seleccionados para
determinados dias da semana.
Esta secção descreve os seguintes procedimentos:
• Programar uma lista de trabalho de CQ
• Adicionar ou editar uma lista de trabalho de CQ no programa
• Adicionar ou editar um controlo numa lista de trabalho de CQ
• Copiar uma lista de trabalho de CQ
• Eliminar uma lista de trabalho

Programar uma lista de trabalho de CQ


Para programar uma lista de trabalho de CQ a ser executada no
Arranque Automático, execute os seguintes passos:
1. Na janela do instrumento, seleccione MENU .
2. No painel Ferramentas, seleccione Programar CQ.
A lista pendente Nome da Lista de Trabalho está em branco enquanto não
adicionar uma lista de trabalho de CQ. A lista de trabalho aparece na tabela de
listas de trabalho.
• Seleccione o separador Amostras para ver a lista de trabalho pelos nomes
dos controlos.
• Seleccione o separador Pedidos para ver a lista de trabalho por pedido
de teste.
3. Seleccione PROGRAMAR.
O ecrã CQ Programado apresenta listas de trabalho que estão actualmente
programadas. Pode utilizar a lista pendente do dia da semana para visualizar
programas para cada dia ou pode seleccionar TODOS para visualizar a
semana inteira.
4. Seleccione Adicionar.
5. No ecrã Programar Lista de Trabalho de CQ, seleccione o Nome da Lista de
Trabalho de CQ que pretende programar.
6. Na lista pendente Tipo de Programa, seleccione Arranque Automático.
Neste momento, a opção Arranque Automático é a única selecção.
7. Seleccione um ou mais dias para programar a lista de trabalho seleccionada.

601034-0001, Rev. A
4-16 Guia do Operador: Controlo de qualidade

8. Seleccione OK.
O ecrã CQ Programado apresenta o programa de lista de trabalho adicionado.
9. Seleccione Fechar.

Adicionar uma lista de trabalho de CQ


NOTA: Os controlos têm de estar definidos no sistema para poder criar uma lista
de trabalho.
Para adicionar uma nova lista de trabalho de CQ, faça o seguinte:
1. No ecrã Apresentação da Lista de Trabalho de CQ, seleccione ADICIONAR.
2. No ecrã Entrada da Lista de Trabalho de CQ, introduza um nome para a nova
lista de trabalho na caixa de texto Nome da Lista de Trabalho de CQ.
3. Seleccione Adicionar Controlo.
4. No ecrã Entrada de CQ, seleccione um controlo na lista pendente
Nome do Controlo.
5. Certifique-se de que o nível de controlo e o lote de controlo adequados
são seleccionados.
6. Seleccione TEST SELECTION (SELECÇÃO DE TESTES).
7. No ecrã TESTES DISPONÍVEIS, seleccione os testes a incluir com o
controlo nesta lista de trabalho.
8. Seleccione OK.
9. No ecrã Entrada de CQ, defina as diluições conforme necessário e depois
seleccione Aceitar.
Os novos pedidos de CQ aparecem no ecrã Entrada da Lista de Trabalho
de CQ.
10. Repita os passos 3 a 9 para cada controlo que adicionar ao ecrã de CQ.
11. Para guardar a lista de trabalho, seleccione Guardar.

Editar uma lista de trabalho de CQ


Para editar uma lista de trabalho de CQ ou alterar o nome de uma lista de trabalho,
faça o seguinte:
1. No ecrã Apresentação da Lista de Trabalho de CQ, seleccione a lista de
trabalho que pretende editar.
2. Seleccione EDITAR.
3. Para adicionar ou editar um controlo na sua lista de trabalho, consulte a
secção seguinte Adicionar um controlo a uma lista de trabalho de CQ‚
página 4-17 ou Editar um controlo numa lista de trabalho de CQ‚
página 4-17.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Controlo de qualidade 4-17

Adicionar um controlo a uma lista de trabalho de CQ


Para adicionar um controlo, faça o seguinte:
1. No ecrã Apresentação da Lista de Trabalho de CQ, seleccione a lista de
trabalho adequada.
2. Seleccione EDITAR.
3. No ecrã Entrada da Lista de Trabalho de CQ, seleccione Adicionar Controlo.
4. No ecrã Entrada de CQ, seleccione um controlo na lista pendente
Nome do Controlo.
5. Utilize as listas pendentes adequadas para seleccionar o nível de controlo e o
lote de controlo.
6. Seleccione TEST SELECTION (SELECÇÃO DE TESTES).
7. No ecrã TESTES DISPONÍVEIS, seleccione o teste a adicionar.
8. Seleccione OK.
9. No ecrã Entrada de CQ, seleccione Aceitar.
O novo controlo aparece na lista de trabalho de CQ.
10. Para guardar as alterações, seleccione Guardar.

Editar um controlo numa lista de trabalho de CQ


Para editar um controlo, faça o seguinte:
1. No ecrã Apresentação da Lista de Trabalho de CQ, seleccione a lista de
trabalho adequada.
2. Seleccione EDITAR.
3. No ecrã Entrada da Lista de Trabalho de CQ, seleccione o controlo a editar.
4. Seleccione Editar Controlo.
5. No ecrã Entrada de CQ, faça as alterações necessárias no
controlo apresentado.
6. No ecrã Entrada de CQ, seleccione Aceitar.
O controlo editado aparece na lista de trabalho de CQ.
7. Para guardar as alterações, seleccione Guardar.

Copiar uma lista de trabalho


Se quiser criar uma lista de trabalho semelhante a outra, pode copiar essa outra
lista de trabalho e modificá-la conforme necessário.
Para copiar uma lista de trabalho, execute os seguintes passos:
1. Na janela do instrumento, seleccione MENU .

601034-0001, Rev. A
4-18 Guia do Operador: Controlo de qualidade

2. No painel Ferramentas, seleccione Programar CQ.


3. No ecrã Apresentação da Lista de Trabalho de CQ, seleccione a lista de
trabalho que pretende copiar.
4. Seleccione Copiar.
5. No ecrã Novo Nome da Lista de Trabalho de CQ, introduza o nome para a
nova lista de trabalho.
6. Seleccione Guardar.
O ecrã Apresentação da Lista de Trabalho de CQ apresenta o novo nome para
a lista de trabalho seleccionada. Agora, pode personalizar a nova lista de
trabalho.

Eliminar uma lista de trabalho


Se quiser eliminar uma lista de trabalho, primeiro, tem de eliminar todas as
ocorrências da lista de trabalho no ecrã CQ Programado.
Para eliminar uma lista de trabalho, execute os seguintes passos:
1. Na janela do instrumento, seleccione MENU .
2. Seleccione CQ Programado.
3. Seleccione Programar.
4. Elimine cada ocorrência da lista de trabalho:
a. Seleccione uma ocorrência.
b. Seleccione Eliminar.
c. Repita estes passos até que todas as ocorrências da lista de trabalho
estejam eliminadas.
5. Seleccione Fechar.
6. No ecrã Apresentação da Lista de Trabalho de CQ, utilize a seta para baixo
de Nome da Lista de Trabalho para seleccionar a lista de trabalho que
pretende eliminar.
7. Seleccione Eliminar.
O instrumento apresenta uma mensagem a perguntar se o operador pretende
eliminar a lista de trabalho.
8. Seleccione Sim.
9. Para sair do ecrã Apresentação da Lista de Trabalho de CQ,
seleccione Fechar.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Realizar a manutenção

5 Realizar a manutenção

Manutenção diária . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-1


Preparar o sistema para a manutenção diária . . . . . . . . . . . . . . 5-2
Executar tarefas de manutenção . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-2
Terminar a sessão no sistema . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-3
Inicializar o Diagnósticos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-4
Limpar as sondas de amostras e de reagentes . . . . . . . . . . . . . 5-5
Reiniciar o computador . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-6
Verificar os indicadores de estado . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-7
Encher o receptáculo de tubos de reacção . . . . . . . . . . . . . . . . 5-7
Verificar e encher a garrafa de água . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-8
Desligar e voltar a ligar as garrafas de água e
de solução de lavagem de sondas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .5-8
Verificar e encher a garrafa de solução
de lavagem de sondas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-10
Verificar e encher o reservatório de substrato . . . . . . . . . . . . . 5-10
Verificar os recipientes de resíduos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-12
Resíduos sólidos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .5-12
Resíduos líquidos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .5-12
Purgar as pipetas de amostras e de reagentes . . . . . . . . . . . . 5-13
Purgar a sonda de água (sistemas IMMULITE 2000) . . . . . . . 5-15
Purgar a sonda de substrato . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-16
Manutenção semanal. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-17
Limpar o tubo de resíduos (sistemas IMMULITE 2000) . . . . . . 5-17
Limpar o tubo de resíduos (sistema IMMULITE 2500) . . . . . . . 5-17
Realizar o diagnóstico Probe Angle
(Ângulo da Sonda) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-19
Manutenção mensal. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-20
Verificar o ângulo de distribuição da sonda de reagentes . . . . 5-20
Limpar o filtro da ventoinha . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-20
Descontaminar o transdutor de detecção de coágulos . . . . . . 5-23
Descontaminar garrafas e linhas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-24
Descontaminar as garrafas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .5-24
Descontaminar as linhas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .5-24
Manutenção trimestral. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-26
Substituir o depurador de CO2 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-26
Manutenção sempre que for necessário . . . . . . . . . . . . 5-27
Limpar o monitor . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-27
Limpar a roda do rato . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-27

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Realizar a manutenção

Manter os suportes de amostras . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-28


Substituir etiquetas de suportes de amostras. . . . . . . . . . . . . . . . . 5-28
Manutenção de rotina do sistema de água . . . . . . . . . . . . . . . 5-28
Procedimento de irrigação . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-28
Procedimento do teste da água (sistema IMMULITE 2000). . . 5-29
Procedimento do teste da água (IMMULITE 2500) . . . . . . . . . 5-30
Avaliar os resultados do programa WATERTEST
(TESTE DA ÁGUA). . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-31
Manutenção do Arranque Automático
(sistema IMMULITE 2000 XPi) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-32
Configuração do Arranque Automático . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-33
Arranque Automático manual . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-33
Contagem decrescente para o Arranque Automático . . . . . . . 5-33
Monitor do Arranque Automático . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-33
Folhas de trabalho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-34
Registo de Ajustes dos sistemas IMMULITE 2000
e do sistema IMMULITE 2500 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5-35

601034-0001, Rev. A
Realizar a manutenção

• Manutenção diária
• Manutenção mensal
• Manutenção trimestral
• Manutenção sempre que for necessário
• Manutenção do Arranque Automático
(apenas sistema IMMULITE 2000 XPi)
• Folhas de trabalho

Manutenção diária
Execute os procedimentos de manutenção obrigatórios diariamente.

Para o sistema IMMULITE 2000 e o sistema IMMULITE 2500

Execute todas as tarefas de manutenção diárias conforme listadas nas


secções seguintes:
• Preparar o sistema para a manutenção diária‚ página 5-2.
• Executar tarefas de manutenção‚ página 5-2.
Para imagens dos sistemas IMMULITE 2000 e IMMULITE 2500, consulte as
seguintes figuras:
• Sistema IMMULITE 2000 (perspectiva de cima)‚ página 1-6.
• IMMULITE 2500 (perspectiva de cima)‚ página 1-7.
• Sistema IMMULITE 2000 e Sistema IMMULITE 2500 (perspectiva de frente)‚
página 1-8.

Para o sistema IMMULITE 2000 XPi

Pode executar as tarefas de manutenção diárias conforme listadas na secção


referente aos sistemas IMMULITE 2000 ou aos sistemas IMMULITE 2500 ou
pode utilizar a manutenção do Arranque Automático.
Se utilizar o Arranque Automático para a manutenção diária, pode programar
uma Manutenção do Arranque Automático, consultar a secção Manutenção do
Arranque Automático (sistema IMMULITE 2000 XPi)‚ página 5-32 ou seleccionar
EXECUTAR ARRANQUE AUTOMÁTICO.

Para imagens do instrumento IMMULITE 2000 XPi, consulte as


seguintes figuras:
• Sistema IMMULITE 2000 XPi (perspectiva de cima)‚ página 1-9.
• Sistema IMMULITE 2000 XPi (perspectiva de frente)‚ página 1-10.

601034-0001, Rev. A
5-2 Guia do Operador: Realizar a manutenção

Preparar o sistema para a manutenção diária


Alguns dos procedimentos envolvem verificar o indicador de estado do
instrumento. O indicador de estado está situado na parte inferior da barra de
ferramentas vertical na janela do instrumento. O indicador apresenta o estado de
níveis vazios e cheios.
1. Seleccione EXECUTAR IMMULITE 2000 ou EXECUTAR IMMULITE 2500.
2. Seleccione OK quando a inicialização do sistema estiver concluída.
Aparece o ecrã Home e a barra de ferramentas.
3. Faça a leitura de qualquer cartucho de alérgenos que tenha alterado
no instrumento.
Quando fizer a leitura de um cartucho de alérgenos, aparece a janela Allergen
Wedge Detail (Detalhe do Cartucho de Alérgenos).
4. Confirme que as informações estão correctas e depois seleccione OK.
Consulte a secção Substituir Cartuchos de Reagentes e Cartuchos de
Alérgenos‚ página 2-16.
5. Verifique os indicadores de estado do sistema.
Consulte a secção Verificar os indicadores de estado‚ página 5-7.
6. Se necessário, encha os recipientes dos consumíveis ou esvazie os recipientes
dos resíduos.
7. Coloque mais papel na impressora, se necessário.
8. Purgue as pipetas de amostras e de reagentes.
Consulte a secção Purgar as pipetas de amostras e de reagentes‚ página 5-13.
9. Purgue a sonda de água.
Consulte Purgar a sonda de água (sistemas IMMULITE 2000)‚ página 5-15.
10. Purgue a sonda de substrato.
Consulte a secção Purgar a sonda de substrato‚ página 5-16.
11. Feche a tampa principal.

Executar tarefas de manutenção


1. Termine a sessão no sistema, se o sistema não foi desligado nas últimas 24 horas.
Consulte a secção Terminar a sessão no sistema‚ página 5-3.
2. Inicialize o software Diagnósticos.
Consulte a secção Inicializar o Diagnósticos‚ página 5-4.
3. Limpe as sondas de amostras e de reagentes.
Consulte a secção Limpar as sondas de amostras e de reagentes‚ página 5-5.
4. Reinicie o computador do instrumento.
Consulte a secção Reiniciar o computador‚ página 5-6.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Realizar a manutenção 5-3

Terminar a sessão no sistema


NOTA: No instrumento IMMULITE 2000 XPi, se utilizar o procedimento do
Arranque Automático, este procedimento é feito automaticamente. Se não utilizar
o Arranque Automático, siga estas instruções.
Se, todos os dias, terminar a sessão no sistema automaticamente, inicia uma cópia
de segurança do sistema, que armazena os dados actuais. Este processo optimiza o
desempenho do software e permite o restauro de dados recentes na eventualidade
da ocorrência de um erro de sistema grave. Termine a sessão diariamente, de
modo a que, se ocorrer um erro de sistema grave, os dados mais recentes estarão
disponíveis quando o sistema for restaurado.
NOTA: Se não colocar o instrumento no modo PARAR antes de terminar a
sessão, as contagens finais dos testes com reagentes e pérolas podem ser
guardadas com erros.
1. Seleccione PARAR.
NOTA: Se houver tubos activos ainda em processamento, aparece uma
mensagem a indicar o tempo até à conclusão. Seleccione o botão apropriado
para cancelar ou para continuar o processo de fim de sesso.
2. Se terminar a sessão durante um período prolongado, execute estes passos:
a. Retire as amostras de doentes, os controlos, os diluentes e os ajustes do
carrossel de amostras.
b. Retire quaisquer cartuchos de alérgenos do carrossel de reagentes e tape
os frascos de alérgenos com tampas normais antes de os guardar.
3. Seleccione DESLIGAR.
Aparece a seguinte mensagem:
Deseja fazer o LogOFF do software IMMULITE 2000 e
voltar ao menu de arranque?
4. Seleccione OK.
Aparece a seguinte mensagem:
Preparing to Back up Files...Please Wait (A preparar
a cópia de segurança dos ficheiros... Aguarde)
You are about to delete all patient records over 62
days and control, verifier and adjustor records over
366 days. (Está prestes a eliminar todos os registos
de doentes com mais de 62 dias e registos de controlos,
verificadores e ajustes com mais de 366 dias.)
5. Se aumentar o número de dias em que os dados estarão armazenados,
seleccionando o botão CHANGE DAYS (ALTERAR DIAS), pode aumentar o
tempo de resposta do instrumento.
6. Seleccione CONTINUAR.
O sistema termina a sessão.

601034-0001, Rev. A
5-4 Guia do Operador: Realizar a manutenção

Inicializar o Diagnósticos
NOTA: No instrumento IMMULITE 2000 XPi, se utilizar o procedimento do
Arranque Automático, este procedimento é feito automaticamente. Se não utilizar
o Arranque Automático, siga estas instruções.
Para inicializar o software de diagnóstico, execute o seguinte procedimento:
NOTA: O software Diagnósticos não pode ser executado se o software do
instrumento estiver em execução. Se necessário, termine a sessão no software do
instrumento antes de avançar.
1. No ambiente de trabalho do Windows, faça duplo clique no
ícone Diagnósticos.
2. Uma vez inicializado o instrumento, seleccione Condensed Run Program
(Programa de Corrida Condensado).
Aparece o ecrã Load Program (Carregar Programa). Consulte a secção
Descrições de programas de diagnóstico‚ página 6-5.
3. Seleccione a opção apropriada:
• Home All Motors – 2000 (Colocar Todos os Motores na
Posição Inicial - 2000) (sistema IMMULITE 2000)
• IMM 2500 Home All Motors (Colocar Todos os Motores na
Posição Inicial - IMM 2500) (sistema IMMULITE 2500)
• Home All Motors – XPi (Colocar Todos os Motores na
Posição Inicial - XPi) (sistema IMMULITE 2000 XPi)
4. Seleccione EXEC.
5. Quando o procedimento Home All Motors (Colocar Todos os Motores
na Posição Inicial) estiver concluído, seleccione Load Program
(Carregar Programa).
6. Seleccione uma das seguintes opções:
• Cover Unlock – 2000 (Destrancar Tampa - 2000)
(sistemas IMMULITE 2000)
• IMM 2500 Cover Unlock (Destrancar Tampa - IMM 2500)
(sistema IMMULITE 2500)
7. Seleccione RUN (EXECUTAR).
A tampa destranca-se automaticamente durante o diagnóstico da limpeza
diária das sondas.
8. Levante a tampa.
9. Seleccione Load Program (Carregar Programa) para carregar a
lista de diagnósticos.
10. Execute o diagnóstico adequado.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Realizar a manutenção 5-5

Sair do programa de diagnóstico


1. Se necessário, seleccione Parar.
2. Seleccione Exit (Sair).
Aparece o menu principal de Diagnósticos.
3. Seleccione QUIT (SAIR).

Limpar as sondas de amostras e de reagentes


NOTA: No instrumento IMMULITE 2000 XPi, se utilizar o procedimento do
Arranque Automático, este procedimento é feito automaticamente. Se não utilizar
o Arranque Automático, siga estas instruções.
Siga as instruções abaixo para limpar as sondas de amostras e de reagentes.
É necessário um kit de limpeza de sondas (refª L2KPM) para concluir estas
instruções. Este procedimento mantém o melhor desempenho das sondas e
impede a mistura de resíduos.

PRECAUÇÃO
Não introduza qualquer objecto na sonda. Podem ocorrer danos permanentes.

1. Se necessário, inicialize o Diagnósticos.


Consulte a secção Inicializar o Diagnósticos‚ página 5-4.
2. Seleccione uma das seguintes opções:
• Daily Probe Cleaning – 2000 (Limpeza Diária das Sondas - 2000)
• IMM 2500 Daily Probe Cleaning (Limpeza Diária das Sondas - IMM 2500)
3. Seleccione EXEC.
Esta acção coloca todos os motores na posição inicial, destranca a tampa e
inicializa o diagnóstico.
4. Levante a tampa depois de destrancada.
5. Coloque um tubo de amostra de 12 x 75 contendo 1,5 ml de solução de
limpeza de sondas no suporte de amostras (posição 1-1).
NOTA: Siga as instruções contidas no folheto informativo para pipetar a
solução de limpeza de sondas para o tubo de amostra.
6. Coloque um tubo de reacção vazio no shuttle (vaivém).
Depois de o instrumento ter limpo e purgado as sondas, a tampa destranca-se
automaticamente. Se necessário, levante a tampa.
7. Seleccione Lift Cover, Place an Empty Reaction Tube on the Shuttle
(Levante a Tampa, Coloque um Tubo de Reacção Vazio no Shuttle)
para continuar.

601034-0001, Rev. A
5-6 Guia do Operador: Realizar a manutenção

8. Seleccione Lift the Cover and Press to Observe Dispense Angle


(Levantar a Tampa e Premir para Observar o Ângulo de Distribuição)
e verifique o ângulo de distribuição do líquido da sonda de amostras.
9. Observe o líquido que é distribuído pela sonda de amostras.
Deve ser um fluxo constante e direito para dentro de um orifício com fundo.
Se não for, poderá ser necessário substituir a sonda de amostras.
10. Seleccione PRESS TO STOP DISPENSE (PREMIR PARA PARAR
A DISTRIBUIÇÃO) para terminar o diagnóstico.
11. Quando aparecer a mensagem Program Complete (Programa Concluído)
no ecrã, certifique-se de que a sonda de amostras não toca na parede interna
do orifício com fundo.
12. Retire o tubo de amostra do instrumento e deite fora a solução de limpeza
de sondas.
NOTA: O tubo de reacção será automaticamente retirado pelo sistema.
13. Para continuar a executar diagnósticos, seleccione Load Program
(Carregar Programa) e carregue o diagnóstico adequado.
14. Para deixar de executar diagnósticos, seleccione EXIT (SAIR), seguido de
QUIT (SAIR).

Reiniciar o computador
NOTA: No instrumento IMMULITE 2000 XPi, se utilizar o procedimento do
Arranque Automático, este procedimento é feito automaticamente. Se não utilizar
o Arranque Automático, siga estas instruções.
Siga estes passos para reiniciar o computador. Os passos são ligeiramente
diferentes, dependendo do sistema operativo do computador (Windows NT ou
Windows XP).
1. Seleccione o botão Iniciar no canto inferior esquerdo do ecrã.
2. Seleccione Encerrar ou Desligar o Computador.
3. Seleccione Reiniciar o computador? e depois seleccione Sim ou Reiniciar,
dependendo da mensagem que aparecer.
NOTA: Prima as teclas CTRL, Alt e Delete ao mesmo tempo, se o software
lho pedir depois de reiniciado o computador.
4. Prima a tecla Enter na janela de início de sessão.
Não é necessário utilizar uma palavra-passe.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Realizar a manutenção 5-7

Verificar os indicadores de estado


Na janela do instrumento, verifique o indicador de estado na barra de ferramentas
vertical e depois encha ou esvazie os reservatórios, conforme necessário.
Consulte as secções seguintes para manter os reservatórios do sistema:
• Encher o receptáculo de tubos de reacção‚ página 5-7.
• Verificar e encher a garrafa de água‚ página 5-8.
• Verificar e encher a garrafa de solução de lavagem de sondas‚ página 5-10.
• Verificar e encher o reservatório de substrato‚ página 5-10.
• Verificar os recipientes de resíduos‚ página 5-12.

Encher o receptáculo de tubos de reacção


Quando o receptáculo de tubos de reacção estiver vazio, o instrumento coloca-se
em modo PAUSA automaticamente. Para encher o receptáculo de tubos de
reacção, siga as instruções abaixo:
1. Abra as portas da frente do armário.
2. Pegue no manípulo do receptáculo de tubos de reacção e rode-o para si.
3. Encha o receptáculo de tubos de reacção.
NOTA: Os tubos de reacção são de utilização única. Elimine-os depois
de cada utilização. Não encha o receptáculo de tubos acima da marcação
de nível máximo.

Figura 5-1 Encher o receptáculo de tubos de reacção

4. Volte a rodar o receptáculo para o devido lugar até ouvir um estalido.


5. Feche as portas da frente do armário ou continue a realizar a manutenção.

601034-0001, Rev. A
5-8 Guia do Operador: Realizar a manutenção

Verificar e encher a garrafa de água


Verifique o indicador de estado. Se tiver de encher a garrafa de água, siga as
instruções abaixo:
1. Abra as portas da frente do armário.
2. Localize a garrafa de água.
3. Puxe a garrafa de água para a frente até a tampa de rosca, na parte da frente da
garrafa, estar acessível.
A garrafa permanece assente na balança de carga, que se mantém fixa pelo
entalhe incorporado na parte inferior da garrafa que encaixa na extremidade
da frente da plataforma da balança de carga.
NOTA: Não desligue a tubagem da válvula na parte de trás da garrafa de água
enquanto o instrumento estiver no modo EXECUTAR. Para instruções
detalhadas sobre como desligar a garrafa de água, consulte Desligar e voltar a
ligar as garrafas de água e de solução de lavagem de sondas‚ página 5-8.
4. Desaperte a tampa e encha a garrafa com água destilada/desionizada de um
recipiente limpo.
5. Volte a colocar a tampa e, com cuidado, deslize a garrafa de água de volta ao
respectivo lugar, até ficar devidamente assente na balança de carga.
6. Certifique-se de que a tubagem não está presa ou obstruída, de modo a que a
água possa fluir livremente.
7. Feche as portas da frente do armário ou continue a realizar a manutenção.

Desligar e voltar a ligar as garrafas de água e de solução de


lavagem de sondas
Para desligar (e voltar a ligar) as garrafas de água ou de solução de lavagem de
sondas do instrumento, siga as instruções abaixo:
NOTA: Não desligue a tubagem enquanto o instrumento estiver no
modo EXECUTAR.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Realizar a manutenção 5-9

1. Pressione o botão prateado para libertar a válvula e retirar a tubagem.


2. Retire a garrafa do instrumento.

Figura 5-2 Desligar a garrafa de água

3. Volte e ligar a garrafa introduzindo a válvula que está na ponta da tubagem até
ficar encaixada no devido lugar.

Figura 5-3 Desligar a garrafa de solução de lavagem de sondas

4. Purgue pelo menos dez vezes para remover o ar do sistema.

601034-0001, Rev. A
5-10 Guia do Operador: Realizar a manutenção

Verificar e encher a garrafa de solução de lavagem


de sondas
Verifique o indicador de estado. Se tiver de encher a garrafa de solução de
lavagem de sodas, siga as instruções abaixo.
1. Abra as portas da frente do armário.
2. Localize a garrafa de solução de lavagem de sondas.
NOTA: Não desligue a tubagem da válvula na parte de trás da garrafa de
solução de lavagem de sondas enquanto o instrumento estiver no modo
EXECUTAR. Para instruções detalhadas sobre como desligar a garrafa de
solução de lavagem de sondas, consulte Desligar e voltar a ligar as garrafas
de água e de solução de lavagem de sondas‚ página 5-8.
3. Desaperte a tampa e encha a garrafa com solução de lavagem de sondas.
4. Volte a colocar a tampa e, com cuidado, deslize a garrafa de solução de
lavagem de sondas de volta ao respectivo lugar, até ficar devidamente assente
na balança de carga.
5. Certifique-se de que a tubagem não está presa ou obstruída, de modo a que a
solução de lavagem de sondas possa fluir livremente.
6. Feche as portas da frente do armário ou continue a realizar a manutenção.

Verificar e encher o reservatório de substrato


Verifique o indicador de estado. Se tiver de encher o reservatório de substrato,
siga as instruções abaixo.

PRECAUÇÃO
Não deixe substrato no instrumento por mais de 30 dias. Se deixar o substrato no
instrumento por mais de 30 dias, pode afectar os resultados.

NOTA: Não encha demasiado a garrafa de substrato. A faixa indicadora na


garrafa de substrato indica o nível de substrato.
1. Permita que o substrato atinja a temperatura ambiente.
Retire o substrato do frigorífico 20 minutos antes da sua utilização. Para mais
informações, consulte o folheto informativo.
2. Abra a tampa dos acessórios de purga dos DRDs e localize o reservatório
de substrato.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Realizar a manutenção 5-11

3. Levante a patilha no reservatório de substrato.

ADVERTÊNCIA
Não encha o reservatório de substrato para além da capacidade máxima
de 1000 testes. Se encher o reservatório de substrato para além da capacidade
máxima, pode forçar o substrato a entrar no depurador de CO2 e causar um
bloqueio. Isto pode resultar em danos no instrumento e eventualmente originar
resultados incorrectos. Cada garrafa de substrato quimioluminescente contém
material suficiente para 1000 testes.
4. Pipete a quantidade adequada de substrato da garrafa de abastecimento
para o reservatório de substrato.
Não ultrapasse a marca dos 1000 testes.

Figura 5-4 Encher o Reservatório de Substrato

5. Feche a patilha na garrafa de substrato e feche a tampa.

PRECAUÇÃO
Não deixe derrames de substrato na balança de carga. O substrato derramado
pode emperrar a balança de carga, fazendo aparecer um indicador de estado do
substrato cheio quando o reservatório de substrato está vazio. Isto pode afectar os
resultados. Limpe imediatamente quaisquer derrames de substrato com lenços de
papel humedecidos.

601034-0001, Rev. A
5-12 Guia do Operador: Realizar a manutenção

Verificar os recipientes de resíduos


O instrumento tem um recipiente de resíduos sólidos e outro de resíduos líquidos.
Verifique o indicador de estado. Se o recipiente de resíduos sólidos ou líquidos
tiver de ser esvaziado, siga as instruções abaixo:

RISCO BIOLÓGICO
Utilize equipamento de protecção pessoal. Observe as precauções universais.
Consulte a secção Instruções de segurança‚ página A-1 para conhecer as
precauções recomendadas para a utilização de materiais que constituam
risco biológico.

Resíduos sólidos
1. Abra as portas da frente do armário.
2. Localize o recipiente de resíduos sólidos.
3. Retire o recipiente de resíduos sólidos e incline o deflector de tubos para trás.
4. Retire o saco de material de risco biológico com os tubos de reacção usados e
coloque-o num recipiente de material de risco biológico.
5. Coloque um novo saco de material de risco biológico (referência 10-901807)
no recipiente de resíduos sólidos, abrindo o saco, de modo a que fique
encostado aos lados do recipiente.
6. Assegure-se de que o saco está completamente aberto de modo a que os tubos
de reacção usados possam cair para o fundo do recipiente.
7. Incline o deflector de tubos para a frente e volte a colocar o recipiente no
sistema, com o deflector na parte de trás.
8. Feche as portas da frente do armário ou continue a realizar a manutenção.

Resíduos líquidos

RISCO BIOLÓGICO
Utilize equipamento de protecção pessoal. Observe as precauções universais.
Consulte a secção Instruções de segurança‚ página A-1 para conhecer as
precauções recomendadas para a utilização de materiais que constituam
risco biológico.

1. Abra as portas da frente do armário.


2. Localize a garrafa de resíduos líquidos.
3. Pressione o botão cinzento escuro com uma mão para libertar a válvula,
enquanto puxa o tubo para fora com a outra mão.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Realizar a manutenção 5-13

4. Retire a garrafa de resíduos líquidos.

Figura 5-5 Retirar a Garrafa de Resíduos Líquidos

5. Esvazie a garrafa de resíduos líquidos e coloque-a no instrumento.


NOTA: Não esvazie os resíduos através da ligação cinzenta. Abra a tampa
branca para esvaziar os resíduos.
6. Volte e fazer a ligação introduzindo a válvula que está na ponta da tubagem da
linha de resíduos até ficar encaixada no devido lugar.

ADVERTÊNCIA
Não largue a válvula enquanto não encaixar no devido lugar. Se não encaixar no
devido lugar, os resíduos líquidos podem voltar atrás na tubagem de resíduos e
extravasar para o chão.

7. Feche as portas da frente do armário ou continue a realizar a manutenção.

Purgar as pipetas de amostras e de reagentes


NOTA: A purga das pipetas de amostras e de reagentes faz parte dos
procedimentos da manutenção do Arranque Automático para o instrumento
IMMULITE 2000 XPi.
NOTA: O instrumento deve estar no modo PARAR para abrir a tampa.
Se necessário, seleccione o botão PARAR antes de continuar com as instruções
apresentadas a seguir.

601034-0001, Rev. A
5-14 Guia do Operador: Realizar a manutenção

O seguinte procedimento purga as pipetas de amostras e de reagentes, bem como a


sonda de água no sistema IMMULITE 2500. A sonda de água nos sistemas
IMMULITE 2000 tem de ser purgada separadamente.
Para purgar as pipetas de amostras e de reagentes, siga estas instruções:
1. Seleccione TAMPA para libertar o fecho.
2. Afaste o monitor e levante a tampa principal.
3. Prima o botão verde PURGAR até começar a purga.
Como alternativa, o botão PURGAR no monitor pode ser utilizado em vez do
botão verde PURGAR.
4. Continue a purga até não haver bolhas nos DRDs (Dual Resolution Dilutors)
ou na tubagem.

Figura 5-6 Purgar as pipetas de amostras e de reagentes

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Realizar a manutenção 5-15

Purgar a sonda de água (sistemas IMMULITE 2000)


Execute estes passos para purgar a sonda de água nos sistemas IMMULITE 2000.
NOTA: A sonda de água no IMMULITE 2500 é automaticamente purgada
durante a purga das pipetas de amostras e de reagentes. Consulte a secção
Purgar as pipetas de amostras e de reagentes‚ página 5-13.
1. Retire a sonda de água da estação de lavagem de pérolas/tubos.

ADVERTÊNCIA
Não levante a sonda de água, a menos que esteja afastado do dreno da pipeta de
reagentes. A pipeta de reagentes afasta-se automaticamente do dreno da pipeta de
reagentes quando a sonda de água se levanta.

2. Segure a sonda de água sobre o dreno da pipeta de reagentes.

Figura 5-7 Purgar a Sonda de Água

3. Prima e liberte o botão verde PURGAR .


A bomba é purgada quatro vezes.
4. Continue a purgar até constatar um fluxo contínuo de água e não haver ar
na tubagem.
5. Deixe terminar a sequência de purga e depois volte a colocar a sonda de água
na estação de lavagem de pérolas/tubos.
6. Certifique-se de que a sonda está devidamente encaixada.
A pipeta de reagentes volta à sua posição original.

601034-0001, Rev. A
5-16 Guia do Operador: Realizar a manutenção

Purgar a sonda de substrato


Para purgar a sonda de substrato, siga as instruções abaixo:

PRECAUÇÃO
Não introduza qualquer objecto na sonda. Podem ocorrer danos permanentes.
1. Retire a sonda de substrato do respectivo suporte ao lado da estação de
lavagem de pérolas/tubos.

ADVERTÊNCIA
Não levante a sonda de substrato, a menos que esteja afastado da pipeta
de reagentes. A pipeta de reagentes afasta-se automaticamente do dreno
da pipeta de reagentes quando a sonda de substrato se levanta.

2. Verifique se há precipitado branco no fim do bocal de substrato.


Se necessário, limpe o bocal com suavidade com uma zaragatoa limpa ou
lenço de papel sem fibra de algodão seco.
3. Segure a sonda de substrato sobre uma proveta limpa ou outro
recipiente externo.
NOTA: Não purgue a sonda de substrato para o dreno da pipeta de reagentes.
4. Prima e liberte o botão verde PURGAR .
A bomba é purgada quatro vezes.
5. Continue a purgar até constatar um fluxo contínuo de substrato e não haver
ar na tubagem.
6. Reponha a sonda de substrato no respectivo suporte.
NOTA: A pipeta de reagentes volta à sua posição original.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Realizar a manutenção 5-17

Manutenção semanal
Os procedimentos de manutenção descritos abaixo devem ser realizados
semanalmente. Consulte Folhas de trabalho‚ página 5-34 para os registos
de manutenção, que podem ser copiados e utilizados para controlar os itens
de manutenção.

Limpar o tubo de resíduos (sistemas IMMULITE 2000)


Siga estas instruções para limpar o tubo de resíduos líquidos nos sistemas
IMMULITE 2000. Consulte a secção Limpar o tubo de resíduos (sistema
IMMULITE 2500)‚ página 5-17 para o procedimento no IMMULITE 2500.
1. Se necessário, inicialize o Diagnósticos.
Consulte a secção Inicializar o Diagnósticos‚ página 5-4.
2. Seleccione Waste Tube Cleaning - 2000
(Limpeza do Tubo de Resíduos - 2000).
3. Seleccione RUN (EXECUTAR).
4. Terminada a inicialização do programa, coloque um tubo de amostra com
3 ml de solução de limpeza de sondas na posição 1 do suporte de amostras.
5. Adicione 3 ml de solução de limpeza de sondas no compartimento A do
cartucho de limpeza de sondas e coloque o cartucho na posição 1 do carrossel
de reagentes.
6. Seleccione Press When Sample Tube and Reagent Wedge are Loaded
(Premir Quando o Tubo de Amostra e o Cartucho de Reagentes
Estiverem Colocados).
7. Deixe o programa terminar o seu ciclo de funcionamento.
O tempo aproximado para o fazer é de 20 minutos. Aparece a indicação
Program Complete (Programa Concluído) no ecrã.
8. Para continuar a executar diagnósticos, seleccione Load Program
(Carregar Programa) e carregue o diagnóstico adequado.
9. Para deixar de executar diagnósticos, seleccione EXIT (SAIR), seguido de
QUIT (SAIR).

Limpar o tubo de resíduos (sistema IMMULITE 2500)


Siga as instruções abaixo para limpar o tubo de resíduos líquidos no sistema
IMMULITE 2500.
1. Se necessário, inicialize o Diagnósticos.
Consulte a secção Inicializar o Diagnósticos‚ página 5-4.
2. Seleccione IMM 2500 Waste Tube Cleaning
(Limpeza do Tubo de Resíduos - IMM 2500).

601034-0001, Rev. A
5-18 Guia do Operador: Realizar a manutenção

3. Execute o programa seleccionando EXEC no topo da janela.


4. Terminada a inicialização do programa, coloque um cartucho de limpeza de
sondas com pelo menos 10 ml da solução de limpeza de sondas na posição
1 do carrossel de reagentes.
5. Seleccione Press to Continue (Premir para Continuar).
Retire dois tubos de reacção do Receptáculo de Tubos.
6. Seleccione Press to Continue (Premir para Continuar).
7. Coloque 1 tubo de reacção no shuttle (vaivém).

Figura 5-8 Tubo de Reacção na posição do Shuttle

8. Seleccione Load tube in Shuttle (Colocar Tubo no Shuttle).


O tubo de reacção é empurrado para dentro do shuttle.
9. Repita os passos 7 e 8 para o segundo tubo.
10. Deixe o programa terminar o seu ciclo de funcionamento.
O tempo aproximado para o fazer é de 20 minutos. Aparece a indicação
Program Complete (Programa Concluído) no ecrã.
11. Para continuar a executar diagnósticos, seleccione Load Program
(Carregar Programa) e carregue o diagnóstico adequado.
12. Para deixar de executar diagnósticos, seleccione EXIT (SAIR), seguido de
QUIT (SAIR).

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Realizar a manutenção 5-19

Realizar o diagnóstico Probe Angle


(Ângulo da Sonda)
NOTA: Execute este procedimento semanalmente, se estiver a utilizar o Arranque
Automático no seu instrumento IMMULITE 2000 XPi.
Para verificar os ângulos da sonda de amostras, siga estas instruções:
1. Termine a sessão no sistema.
Consulte a secção Terminar a sessão no sistema‚ página 5-3.
2. Dependendo do instrumento, execute uma destas opções:
• Nos instrumentos IMMULITE 2000 e IMMULITE 2500, inicialize o
Diagnósticos e continue com o passo 3.
Consulte a secção Inicializar o Diagnósticos‚ página 5-4.
• Nos instrumentos IMMULITE 2000 XPi, avance para o passo 8.
3. No ambiente de trabalho do Windows, faça duplo clique no
ícone Diagnósticos.
4. Uma vez inicializado o instrumento, seleccione Condensed Run Program
(Programa de Corrida Condensado).
5. Seleccione Home All Motors (Colocar Todos os Motores na
Posição Inicial) e depois seleccione EXEC .
6. Seleccione Cover Unlock (Destrancar Tampa) e levante a tampa
do instrumento.
7. No monitor, seleccione Load Program (Carregar Programa) .
8. Seleccione Sample Probe Angle (Ângulo da Sonda de Amostras) e,
em seguida, seleccione EXEC .
9. Para começar, no monitor, seleccione Press to Dispense Water
(Premir para Distribuir Água).
10. Verifique visualmente o líquido que a sonda de amostras está a distribuir.
Deve ser um fluxo constante e direito. Se não for, consulte Programas de
diagnóstico‚ página 6-4.
11. Para terminar o teste, no monitor, seleccione Press to Stop
(Premir para Parar).
12. Para fechar o programa de diagnóstico do ângulo da sonda de amostras,
seleccione EXIT (SAIR).
13. Para sair do Diagnósticos, seleccione Quit (Sair) .

601034-0001, Rev. A
5-20 Guia do Operador: Realizar a manutenção

Manutenção mensal
Os procedimentos de manutenção a realizar mensalmente estão descritos abaixo.
Consulte Folhas de trabalho‚ página 5-34 para os registos de manutenção,
que podem ser copiados e utilizados para controlar os itens de manutenção.

Verificar o ângulo de distribuição da sonda


de reagentes
Siga as instruções abaixo para verificar o ângulo de distribuição da sondas
de reagentes.
1. Se necessário, inicialize o Diagnósticos.
Consulte a secção Inicializar o Diagnósticos‚ página 5-4.
2. Seleccione uma das seguintes opções:
• Reagent Probe Dispense Angle – 2000 (Ângulo de Distribuição
da Sonda de Reagentes - 2000)
• IMM 2500 Reagent Probe Dispense Angle (Ângulo de Distribuição
da Sonda de Reagentes - IMM 2500)
• Reagent Probe Dispense Angle – XPi (Ângulo de Distribuição
da Sonda de Reagentes - XPi)
3. Seleccione RUN (EXECUTAR).
4. Seleccione Press to Dispense Water (Premir para Distribuir Água)
para começar.
5. Observe o líquido que é distribuído pela sonda de reagentes.
Deve ser um fluxo constante e direito.
6. Seleccione o botão Press to End Program (Premir para Terminar
o Programa).
7. Para continuar a executar diagnósticos, seleccione Load Program
(Carregar Programa) e carregue o diagnóstico adequado.
8. Para deixar de executar diagnósticos, seleccione EXIT (SAIR), seguido
de QUIT (SAIR).

Limpar o filtro da ventoinha


Siga as instruções abaixo para limpar o Filtro da Ventoinha:
1. Afaste o monitor do caminho.
2. Abra a tampa.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Realizar a manutenção 5-21

3. Faça pressão sobre o parafuso, ao mesmo tempo que o roda para o desapertar.

Figura 5-9 Limpar o Filtro da Ventoinha

4. Puxe o painel da porta lateral para o abrir.


A porta tem um fecho magnético e abre-se com facilidade.

Figura 5-10 Puxar para abrir o painel da porta lateral

601034-0001, Rev. A
5-22 Guia do Operador: Realizar a manutenção

5. Retire a protecção do filtro da ventoinha desapertando os parafusos superior


e inferior.

Figura 5-11 Retirar a protecção do filtro da ventoinha

6. Retire o filtro da ventoinha do instrumento.


NOTA: Se necessário, mexa com cuidado a armação prateada do filtro da
ventoinha para o libertar.

Figura 5-12 Retirar o filtro da ventoinha

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Realizar a manutenção 5-23

7. Limpe o filtro da ventoinha, segurando-o debaixo de água corrente e


esfregando suavemente para remover o pó.
NOTA: O filtro da ventoinha pode ser aspirado, em vez de ser lavado com
água corrente.
8. Seque o filtro da ventoinha e coloque-o de novo no instrumento.
9. Volte a colocar a protecção do filtro da ventoinha utilizando os parafusos
superior e inferior.
10. Aperte manualmente os parafusos que seguram o painel da porta lateral.

Descontaminar o transdutor de detecção de coágulos


Descontamine o transdutor de detecção de coágulos seguindo estas instruções:
1. Se necessário, inicialize o Diagnósticos.
Consulte a secção Inicializar o Diagnósticos‚ página 5-4.
2. Seleccione Transducer Decon - 2000 (Descontaminação de
Transdutor - 2000) ou IMM 2500 Transducer Decon (Descontaminação
de Transdutor - IMM 2500) e seleccione EXEC.
Siga as indicações no ecrã. Aparece uma mensagem a instruir o utilizador a
colocar um tubo de ensaio com 2,5 ml de hidróxido de sódio 0,1M (NaOH) no
Suporte 1, Posição 1.
• Utilize apenas NaOH para este procedimento.
• Quando solicitar este diagnóstico, o instrumento coloca o suporte correcto
para facilitar o acesso.
3. Coloque o tubo na posição 1.

RISCO BIOLÓGICO
Utilize equipamento de protecção pessoal. Observe as precauções universais.
Consulte a secção Instruções de segurança‚ página A-1 para conhecer as
precauções recomendadas para a utilização de materiais que constituam
risco biológico.
4. Seleccione Press to Continue (Premir para Continuar) depois de colocado
o tubo.
Esteja atento às mensagens com indicações. A indicação Program Complete
(Programa Concluído) informa que o programa terminou.
5. Para continuar a executar diagnósticos, seleccione Load Program
(Carregar Programa) e carregue o diagnóstico adequado.
6. Para deixar de executar diagnósticos, seleccione EXIT (SAIR), seguido de
QUIT (SAIR).

601034-0001, Rev. A
5-24 Guia do Operador: Realizar a manutenção

Descontaminar garrafas e linhas


Limpe a garrafa de solução de lavagem de sondas, a garrafa de água e as linhas de
acordo com os procedimentos descritos a seguir.
Para testar a contaminação da água, consulte um destes tópicos:
• Procedimento do teste da água (sistema IMMULITE 2000)‚ página 5-29.
• Procedimento do teste da água (IMMULITE 2500)‚ página 5-30.
Obtenha os materiais necessários para o processo de descontaminação das
garrafas e das linhas:
• Proveta vazia
• Garrafas de descontaminação (fornecidas com o instrumento)
• 350 ml de solução de lavagem de sondas (preparada com uma diluição
de 10X) ou NaOH 0,1M
• Água destilada/desionizada

Descontaminar as garrafas
1. Lave bem o interior das garrafas de solução de lavagem de sondas e de água
com álcool isopropílico a 70% para as descontaminar.
2. Enxagúe bem com água destilada/desionizada.
3. Deixe secar até estarem prontas a serem utilizadas.
4. Encha novamente a garrafa de água com água limpa e destilada/desionizada.
5. Encha novamente a garrafa de solução de lavagem de sondas com uma nova
quantidade de solução.

Descontaminar as linhas
NOTA: Não utilize álcool para descontaminar linhas de água e de solução de
lavagem de sondas. Utilize álcool apenas para limpar garrafas.
1. Se necessário, inicialize o Diagnósticos.
Consulte a secção Inicializar o Diagnósticos‚ página 5-4.
2. Seleccione Decontamination - 2000 (Descontaminação - 2000)
ou IMM 2500 Decontamination (Descontaminação - IMM 2500)
e depois seleccione EXEC.
Aparece uma mensagem a instruir o utilizador a Home All Motors
(Colocar Todos os Motores na Posição Inicial) antes de continuar.
3. Seleccione Read Alert Message (Ler Mensagem de Alerta).
Click to Continue (Clique para Continuar).
Aparece a mensagem:
Place the water probe into the reagent pipettor
drain. (Coloque a sonda de água no dreno da pipeta
de reagentes.)

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Realizar a manutenção 5-25

4. Dependendo do instrumento, faça uma das seguintes acções:

ADVERTÊNCIA
Não levante a sonda de água, a menos que esteja afastado do dreno da pipeta de
reagentes. A pipeta de reagentes afasta-se automaticamente do dreno da pipeta de
reagentes quando a sonda de água se levanta.

a. Para os sistemas IMMULITE 2000, retire a sonda de água.


b. Para o sistema IMMULITE 2500, retire dois tubos de reacção do
receptáculo de tubos e coloque-os diante do shuttle (vaivém).
5. Quando a sonda de água for removida da estação de lavagem de
pérolas/tubos, aparece a seguinte mensagem:
Disconnect water and probe wash lines. (Desligue as
linhas da água e da solução de lavagem de sondas.)
Place them into an empty beaker. (Coloque-as numa
proveta vazia.) Press button when ready. (Ligue as
linhas da água e da solução de lavagem de sondas às
garrafas. Prima o botão quando estiver pronto.)
NOTA: Para instruções detalhadas sobre como desligar as garrafas de solução
de lavagem de sondas e de água, consulte Desligar e voltar a ligar as garrafas
de água e de solução de lavagem de sondas‚ página 5-8.
6. Termine as instruções da mensagem e seleccione o botão Press to Continue
(Premir para Continuar).
As bombas serão esvaziadas.
7. Quando solicitado, ligue as linhas da água e da solução de lavagem de sondas
à garrafa de descontaminação contendo 350 ml de solução de lavagem de
sondas preparada.
NOTA: Deve apenas utilizar NaOH 0,1M.
8. Seleccione Press to Continue (Premir para Continuar).
A solução de lavagem de sondas será bombeada através das linhas.
Aparece a seguinte mensagem:
Disconnect water and probe wash lines. (Desligue as
linhas da água e da solução de lavagem de sondas.)
Place them into an empty beaker. (Coloque-as numa
proveta vazia.) Press button when ready. (Ligue as
linhas da água e da solução de lavagem de sondas às
garrafas. Prima o botão quando estiver pronto.)

601034-0001, Rev. A
5-26 Guia do Operador: Realizar a manutenção

9. Termine as instruções da mensagem e seleccione Press to Continue


(Premir para Continuar).
As bombas serão esvaziadas e aparece a seguinte mensagem:
Please connect the Water and Probe Wash lines to the
bottles. Press button when ready. (Ligue as linhas
da água e da solução de lavagem de sondas às
garrafas. Prima o botão quando estiver pronto.)
10. Siga as instruções e seleccione Press to Continue (Premir para Continuar).
O sistema purga a água e a solução de lavagem de sondas para as linhas.
11. Seleccione Replace Water Probe (Repor a Sonda de Água)
quando solicitado.
12. Para continuar a executar diagnósticos, seleccione Load Program
(Carregar Programa) e carregue o diagnóstico adequado.
13. Para deixar de executar diagnósticos, seleccione EXIT (SAIR), seguido de
QUIT (SAIR).
14. Feche as portas da frente do armário.

Manutenção trimestral
Substituir o depurador de CO2
Substitua o depurador de CO2 trimestralmente, seguindo as instruções abaixo.
Um bloqueio no depurador de CO2 pode afectar a distribuição de substrato a partir
do reservatório. A localização do depurador pode variar daquela apresentada na
figura abaixo.
Consulte Folhas de trabalho‚ página 5-34 para os registos de manutenção,
que podem ser copiados e utilizados para controlar os itens de manutenção.
1. Retire o depurador de CO2 antigo puxando o tubo e afastando-o
das braçadeiras de fixação.
2. Escreva a data no novo depurador de CO2.
3. Retire a ponta plástica transparente do novo depurador de CO2, ligue-a
à tubagem e introduza o tubo nas braçadeiras de fixação.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Realizar a manutenção 5-27

NOTA: Para manter um fluxo de ar adequado e para reduzir as hipóteses de


formação de uma obstrução, a ponta inferior do tubo do depurador de CO2 não
pode tocar na placa da balança de carga.

Figura 5-13 Reservatório de substrato e depurador de CO 2

Manutenção sempre que for necessário


Limpar o monitor
Limpe o monitor conforme seja necessário:
1. Desligue o monitor.
2. Limpe o monitor com um pano húmido.

Limpar a roda do rato


Siga as instruções abaixo para limpar a roda do rato:
1. Retire a roda do rato segurando-a e puxando-a para cima.
2. Limpe a roda com solução de álcool isopropílico a 70%.
3. Seque a roda do rato com um pano sem fibra de algodão e reponha-a no
respectivo suporte.

601034-0001, Rev. A
5-28 Guia do Operador: Realizar a manutenção

Manter os suportes de amostras


Siga estas instruções para limpar os suportes de amostras:
1. Limpe os suportes de amostras com água tépida com sabão.
2. Enxagúe bem os suportes de amostras antes de os utilizar.
3. Certifique-se de que as etiquetas de códigos de barras não estão fendidas
nem a descolar.

Substituir etiquetas de suportes de amostras


Quando tiver de substituir a etiqueta de código de barras de um suporte
de amostras, certifique-se de que utiliza o tipo de etiqueta correcto para o suporte
de amostras.
• Os suportes de amostras normais utilizam etiquetas de códigos de barras
que apresentam letras maiúsculas.
• Os suportes de amostras de topos de tubos utilizam etiquetas de códigos
de barras que apresentam letras minúsculas.

Manutenção de rotina do sistema de água


A manutenção de rotina necessária para o sistema de água do instrumento consiste
na sua irrigação. O sistema de água é autónomo e não tem peças que possam ser
substituídas ou reparadas pelo operador.
Uma utilização diária mínima dos sistemas IMMULITE 2000 e do sistema
IMMULITE 2500, executando 300 testes por dia ou mais, contribuirá para
prevenir a contaminação do sistema com organismos produtores de fosfatase
alcalina. A irrigação do sistema de água eliminará a maior parte da contaminação.
O sistema de água tem de ser irrigado se:
• o instrumento não é utilizado há 48 horas ou mais;
• foram realizados menos de 300 testes por dia.

Procedimento de irrigação
1. Abra a porta da frente da esquerda e retire a garrafa de água da respectiva
célula de carga.
2. Desligue as tubagens de entrada e de saída nos encaixes de desencaixe rápido.
3. Desligue os fios de sensor que vão até ao interruptor de bóia no encaixe de
desencaixe rápido.
4. Desaperte a tampa branca grande da garrafa de água.
5. Deite a água contida na garrafa de água num lavatório ou dreno.
6. Reponha a garrafa vazia na célula de carga da água e deixe a garrafa
encher automaticamente.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Realizar a manutenção 5-29

7. Repita os passos 5 e 6 duas vezes.


8. Volte a ligar a garrafa de água limpa às tubagens e aos fios de sensor.
NOTA: Certifique-se de que o conector eléctrico está seco antes de o voltar
a ligar.
9. Reponha a garrafa no instrumento e deixe o sistema de água encher-se
com água.

Procedimento do teste da água


(sistema IMMULITE 2000)
Siga as instruções abaixo para testar a contaminação da água com
fosfatase alcalina.
1. Se necessário, inicialize o Diagnósticos.
Consulte a secção Inicializar o Diagnósticos‚ página 5-4.
2. Seleccione SUBSTRATE PRIME - 2000 (PURGA DE SUBSTRATO - 2000).
3. Seleccione RUN (EXECUTAR).
4. Retire a sonda quando lhe for solicitado.
5. Segure a sonda sobre uma proveta limpa ou outro recipiente externo e
seleccione Press to Prime (Premir para Purgar).
O substrato começa a ser purgado.
6. Quando aparecer um fluxo limpo e direito, seleccione Press to stop priming
(Premir para parar a purga).
7. Reponha a sonda quando lhe for solicitado.
8. Seleccione Load Program (Carregar Programa) para voltar ao ecrã
Diagnostic Program (Programa de Diagnóstico).
9. Seleccione WATERTEST - 2000 (TESTE DA ÁGUA - 2000).
10. Seleccione RUN (EXECUTAR).
11. Seleccione Press to Start Initialization (Premir para Começar
a Inicialização).
12. Na mensagem seguinte, pipete 10 µl de água para o primeiro de dois tubos
de reacção.
NOTA: O procedimento exige a pipetagem manual de 10 µl de água
(da fonte de água) para um tubo de reacção e a colocação do tubo no shuttle
do processador de tubos. Não é necessário colocar uma pérola neste tubo.
13. Coloque o tubo no shuttle (vaivém).
14. Seleccione Load tube in Shuttle (Colocar Tubo no Shuttle).

601034-0001, Rev. A
5-30 Guia do Operador: Realizar a manutenção

15. Coloque um tubo de reacção vazio no shuttle e seleccione Load tube into
shuttle (Colocar Tubo no Shuttle).
Aparecem as seguintes mensagens:
Loading tube in luminometer (A colocar o tubo no
luminómetro...)
Adding Substrate (A adicionar substrato...)
Starting a 5 minute substrate incubation (A iniciar
uma incubação de substrato de 5 minutos...)
Reading tubes at PMT (A ler os tubos no PMT...)
16. Após 5 minutos, quando lhe for solicitado, seleccione o botão Test complete
press to stop (Teste concluído, prima para parar) para parar o diagnóstico
e gerar uma impressão.
O exemplo abaixo mostra os resultados gerados para o teste da água. Cada três
linhas são específicas dos dois tubos de reacção. O tubo de reacção 1 contém água
e substrato e o tubo de reacção 2 contém substrato (vazio).
Os resultados de cada tubo de reacção estão decompostos em três categorias,
incluindo Dark CPS (CPS Sem Luz), Open CPS (CPS Aberto) e Attenuated CPS
(CPS Atenuado). A medição Open CPS (CPS Aberto) é utilizada para avaliar os
resultados do Teste da Água. Consulte a secção Avaliar os resultados do
programa WATERTEST (TESTE DA ÁGUA)‚ página 5-31.

Procedimento do teste da água (IMMULITE 2500)


Siga as instruções abaixo para testar a contaminação da água com
fosfatase alcalina.
1. Se necessário, inicialize o Diagnósticos.
Consulte a secção Inicializar o Diagnósticos‚ página 5-4.
2. Seleccione IMM 2500 SUBSTRATE PRIME (PURGA DE SUBSTRATO -
IMM 2500).
3. Seleccione RUN (EXECUTAR).
4. Retire a sonda quando lhe for solicitado.
5. Segure a sonda sobre uma proveta limpa ou outro recipiente externo e
seleccione Press to Start Priming (Premir para Começar a Purga).
O substrato começa a ser purgado.
6. Quando aparecer um fluxo limpo e direito, seleccione Press to Stop Priming
(Premir para Parar a Purga).
7. Reponha a sonda quando lhe for solicitado.
8. Seleccione Load Program (Carregar Programa) para voltar ao ecrã
Diagnostic Program (Programa de Diagnóstico).
9. Seleccione IMM 2500 WATERTEST (TESTE DA ÁGUA - IMM 2500).

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Realizar a manutenção 5-31

10. Seleccione RUN (EXECUTAR).


11. Na mensagem seguinte, pipete 10 µl de água para o primeiro de dois tubos
de reacção.
NOTA: O procedimento exige a pipetagem manual de 10 µl de água (da fonte
de água) para um tubo de reacção e a colocação do tubo no shuttle do
processador de tubos. Não é necessário colocar uma pérola neste tubo.
12. Coloque o tubo no shuttle (vaivém).
13. Seleccione Load tube in Shuttle (Colocar Tubo no Shuttle).
14. Coloque um tubo de reacção vazio no shuttle e seleccione o botão Load Tube
(Colocar Tubo).
Aparecem as seguintes mensagens:
Transferring to Luminometer (A transferir para
o luminómetro...)
Dispensing Substrate (A distribuir substrato...)
Program Running (Programa em Execução)
15. Terminado o processo, é gerada uma impressão.
Cada três linhas são específicas dos dois tubos de reacção. O tubo de reacção
1 contém água e substrato e o tubo de reacção 2 contém substrato (vazio).
Os resultados de cada tubo de reacção estão decompostos em três categorias,
incluindo Dark CPS (CPS Sem Luz), Open CPS (CPS Aberto) e Attenuated
CPS (CPS Atenuado). A medição Open CPS (CPS Aberto) é utilizada para
avaliar os resultados do Teste da Água.

Avaliar os resultados do programa WATERTEST


(TESTE DA ÁGUA)
Execute os passos abaixo para avaliar os resultados do programa WATERTEST
(TESTE DA ÁGUA):
1. Certifique-se de que a medição Open CPS (CPS Aberto) de cada tubo de
reacção é inferior a 1250 CPS.
• Se a medição Open CPS (CPS Aberto) for superior a 1250 CPS, contacte
a assistência técnica ou distribuidor local para obter o factor PMT do seu
instrumento para realizar uma avaliação mais detalhada.
• Se a medição Open CPS (CPS Aberto) do tubo de reacção 1 for superior a
1250 CPS, e os valores do tubo de reacção 2 forem inferiores a 1250 CPS,
a fonte de água pode estar contaminada com fosfatase alcalina.
• Se necessário, repita o teste da água com uma nova fonte de água.

601034-0001, Rev. A
5-32 Guia do Operador: Realizar a manutenção

2. Subtraia a medição Open CPS (CPS Aberto) média do tubo de reacção


2 da medição Open CPS (CPS Aberto) do tubo de reacção 1 utilizando a
fórmula abaixo.
Tubo de Reacção 1 (medição Open CPS (CPS Aberto)) -
Tubo de Reacção 2 (medição Open CPS (CPS Aberto)) =
XXX CPS
A diferença entre a medição Open CPS (CPS Aberto) do tubo de reacção 1 e a
medição Open CPS (CPS Aberto) do tubo de reacção 2 deve ser inferior ou
igual a 200 CPS.
• Se o critério acima for satisfeito, o programa Water Test passou o teste.
• Se a diferença entre a medição Open CPS (CPS Aberto) do tubo de
reacção 1 e a medição Open CPS (CPS Aberto) do tubo de reacção 2 for
superior a 200 CPS, a fonte de água pode estar contaminada.

Manutenção do Arranque Automático


(sistema IMMULITE 2000 XPi)
Inicia automaticamente as seguintes tarefas de manutenção de rotina:
• Reinicia o computador.
Isto aplica-se apenas quando o instrumento estiver a funcionar há mais de
24 horas.
• Executa a rotina de limpeza das sondas.
• Purga a água do instrumento e as estações de lavagem.
Se se verificar qualquer das seguintes condições, o instrumento continua com
os procedimentos de manutenção:
• A rotina da Distribuição Automática de Substrato é bem-sucedida.
• O instrumento tem estado a funcionar continuamente.
• O operador distribuiu substrato manualmente nas 2 últimas horas.
Desde que o procedimento de Distribuição de Substrato seja realizado num
período de 2 horas antes da manutenção do Arranque Automático.
• Inicia e inicializa o instrumento.
• Executa amostras de controlo programadas (opcional).
O instrumento tem de estar no modo PARAR ou com a sessão terminada para
o processamento poder começar.
NOTA: Para executar a lista de trabalho de CQ, o substrato tem de ser
manualmente purgado ou estar programado para distribuição automática.
Para ter acesso a informações sobre a programação de controlos, consulte a secção
Programar uma lista de trabalho de CQ‚ página 4-15.

601034-0001, Rev. A
Configuração do Arranque Automático
O ecrã Configuração do Arranque Automático permite-lhe programar
procedimentos de manutenção automatizados por data e hora e activar
ou desactivar a distribuição automática de substrato. Consulte a secção
Ecrã Configuração do Arranque Automático‚ página 8-24.

Arranque Automático manual


Utilize a funcionalidade do Arranque Automático manual para começar a
processar as tarefas de rotina quando o instrumento estiver no modo PARAR ou
tiver terminado a sessão.
Pode utilizar o botão Arranque Automático no ecrã de arranque ou no ecrã Menu:
1. Coloque a solução de limpeza de sondas no instrumento e assegure-se de que
os recipientes de consumíveis estão cheios.
2. Coloque materiais de controlo (opcional) no instrumento.
3. Purgue a sonda de substrato.
4. No ecrã de arranque ou no ecrã Menu,
seleccione Executar Arranque Automático.

Contagem decrescente para o Arranque Automático


Cinco minutos antes da hora para a qual o Arranque Automático está programado,
aparece a janela Contagem Decrescente para o Arranque Automático a indicar o
tempo que falta até o instrumento iniciar o processamento automaticamente.
Quando aparecer o ecrã Contagem Decrescente para o Arranque Automático,
pode deixar continuar a contagem decrescente ou pode seleccionar uma das
seguintes opções:
• Para começar o processamento imediatamente, seleccione Iniciar Agora.
• Para impedir que o instrumento comece o processamento automaticamente,
seleccione Cancelar.

Monitor do Arranque Automático


Aparece a janela Monitor do Arranque Automático quando o instrumento
começar o processamento automaticamente. Uma barra de progresso permite-lhe
ver o estado e a tarefa actualmente em processamento.
NOTA: A selecção da opção Abortar pode não parar o procedimento.
O procedimento do Arranque Automático pode estar num ponto em que tenha
obrigatoriamente de continuar até ao fim.
Seleccione Abortar para descontinuar o processamento automático.
5-34 Guia do Operador: Realizar a manutenção

Folhas de trabalho
Esta secção inclui as seguintes folhas de trabalho:
• Registo de Ajustes dos sistemas IMMULITE 2000 e do sistema
IMMULITE 2500
• Registo de Manutenção Diária e Semanal dos sistemas IMMULITE 2000 e do
sistema IMMULITE 2500
• Registo de Manutenção Mensal e Trimestral dos sistemas IMMULITE 2000 e
do sistema IMMULITE 2500
Estes artigos podem ser copiados e utilizados conforme necessário.

601034-0001, Rev. A
Registo de Ajustes dos sistemas IMMULITE 2000 e do
sistema IMMULITE 2500
5-36 Guia do Operador: Realizar a manutenção

601034-0001, Rev. A
5-38 Guia do Operador: Realizar a manutenção

601034-0001, Rev. A
5-40 Guia do Operador: Realizar a manutenção

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Realizar a manutenção 5-41

601034-0001, Rev. A
5-42 Guia do Operador: Realizar a manutenção

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Identificar problemas do instrumento

6 Identificar problemas do instrumento

Visualizar o ecrã Relatório de Erros . . . . . . . . . . . . . . . . 6-1


Ver os Registos de Erros/Eventos . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2
Ver o Registo de Eventos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-2
Registo de Erros Diário. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-3
Ver as temperaturas do instrumento. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-4
Programas de diagnóstico . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-4
Descrições de programas de diagnóstico. . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-5
Falha de corrente . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-6
Substituição da sonda . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-7
Ferramenta de limpeza da calha de resíduos . . . . . . . . . . . . . . 6-9
Detectar e corrigir coágulos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-10
Detecção de coágulos do sistema . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-10
Coágulos nas amostras . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .6-10
Coágulos aderentes. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .6-11
Tratar coágulos no sistema IMMULITE 2000 e no sistema
IMMULITE 2500 . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-11
Coágulos de gel. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .6-11
Coágulos suspensos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .6-12
Ar no transdutor de detecção de coágulos . . . . . . . . . . . . . . . . . . .6-12
Tratar coágulos no sistema IMMULITE 2000 XPi . . . . . . . . . . . 6-13
Coágulos de gel. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .6-13
Coágulos suspensos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .6-13
Ar no transdutor de detecção de coágulos . . . . . . . . . . . . . . . . . . .6-14
Guia de Resolução de Problemas de Ensaios de Consulta
Rápida . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6-14
Resolução de problemas no pós-ajuste dos controlos . . . . . . . . . .6-15

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Identificar problemas do instrumento

601034-0001, Rev. A
Identificar problemas do instrumento

A funcionalidade da resolução de problemas do instrumento utiliza os


seguintes ecrãs:
• ecrã Relatório de Erros
• ecrã View Event Log (Ver Registo de Eventos)
• ecrã Registo de Erros Diário
• ecrã Temperatura
Esta secção também inclui a lista de programas de diagnóstico. Consulte Ver o
Registo de Ajustes‚ página 2-38 para os procedimentos de visualização do registo
de ajustes, das pérolas e reagentes no instrumento e dos alérgenos no instrumento.
Para obter informações sobre a exportação de dados, consulte Gestão dos dados‚
página 7-1.
NOTA: Quando o instrumento detectar um encravamento, o programa de software
do instrumento pode ser minimizado. Se isso ocorrer, seleccione o botão de fechar
(x) para sair do software do instrumento. Reinicie o programa fazendo duplo
clique no ícone do IMMULITE 2000 ou do IMMULITE 2500 no ambiente de
trabalho do Windows. Seleccione View Event Log (Ver Registo de Eventos)
para determinar a causa do encravamento.

Visualizar o ecrã Relatório de Erros


O ecrã Relatório de Erros lista os erros de sistema actuais. Aparece
automaticamente quando o instrumento detectar um erro.
NOTA: Pode deslocar a barra de deslocamento para a direita para ver o fim de
uma longa mensagem de erro.
Os botões no ecrã Relatório de Erros são explicados na tabela abaixo:
Botão Função
Ajuda Disponibiliza ajuda para corrigir o problema que
causou o erro.
Som Ligado Quando seleccionar Som Ligado, o sistema
Som Desligado emite um sinal sonoro quando aparecer o ecrã Erro.
O botão muda para Som Desligado.
Quando seleccionar Som Desligado, o sistema não
emite um sinal sonoro quando aparecer o ecrã Erro.
O botão muda para Som Ligado.
Fechar Fecha o ecrã Erro.
Imprimir Erros Imprime os erros actuais.

601034-0001, Rev. A
6-2 Guia do Operador: Identificar problemas do instrumento

Ver os Registos de Erros/Eventos


Há dois ecrãs de Registo de Erros:
• View Event Log (Ver Registo de Eventos)
• Registo de Erros Diário

Ver o Registo de Eventos


O ecrã View Event Log (Ver Registo de Eventos) proporciona um histórico de
eventos e erros, registando as mensagens de erro dos últimos 90 dias. Siga as
instruções abaixo para ver o registo de eventos. Para obter mais informações sobre
a leitura do registo de erros e das mensagens de erro que aparecem no ecrã,
consulte o Anexo E.
NOTA: Se houver testes em curso, eles ficam sem efeito quando o operador
seleccionar PARAR.
1. Seleccione PARAR.
Aparece uma mensagem de aviso para confirmar a paragem do instrumento.
2. Seleccione Desligar.
3. Seleccione OK.
4. Seleccione CONTINUAR.
5. O sistema termina a sessão e aparece o ecrã de arranque.
6. Seleccione View Event Log (Ver Registo de Eventos).
7. Em TIME RANGE (INTERVALO DE TEMPO), seleccione Whole Event
Log (Registo de Eventos Inteiro) para ver todo o histórico de erros ou
seleccione Selected Time Range (Intervalo de Tempo Seleccionado)
para especificar uma data e uma hora.
NOTA: As mensagens de erro ficam guardadas durante 90 dias.
Se seleccionar Selected Time Range (Intervalo de Tempo Seleccionado),
faça o seguinte:
a. Clique no campo Start Date (Data de Início) e depois seleccione uma
data no calendário.
b. Clique no campo Início e depois seleccione a hora no relógio.
c. Clique no campo End Date (Data de Fim) e depois seleccione uma data
no calendário.
d. Clique no campo Fim e depois seleccione uma hora no relógio.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Identificar problemas do instrumento 6-3

8. Em ERROS, seleccione All Error Types (Todos os Tipos de Erro) para ver
todos os erros ou Selected Range (Intervalo Seleccionado) para ver erros
específicos, por exemplo, apenas erros de encravamento da ponta da pipeta.
Se seleccionar Selected Range (Intervalo Seleccionado), introduza os
números de eventos apresentados para os erros nas janelas De e A.
9. Em SEVERITY (GRAVIDADE), seleccione All Severity Levels
(Todos os Níveis de Gravidade) para ver todos os erros ou Selected Levels
(Níveis Seleccionados) para ver apenas um determinado nível de erro.
Se seleccionar Selected Levels (Níveis Seleccionados), seleccione o botão
AVISOS, ERROS ou SEVERE ERRORS (ERROS GRAVES).

NOTA: Pode seleccionar mais de um botão. Os erros graves são erros


que afectam os resultados dos testes ou que interrompem o funcionamento
do instrumento.
10. Ordene os erros por Date And Time (Data e Hora ou por Número clicando na
opção adequada em Sort Order (Ordem de Ordenação).
11. Seleccione PROCURAR.
O ecrã View Event Log (Ver Registo de Eventos) apresenta os erros que
cumprem os critérios seleccionados no ecrã View Event Log Specification
(Ver Especificações do Registo de Eventos).
12. Seleccione os botões Página Anterior, Página Seguinte, Home e Fim para
percorrer as mensagens de eventos.
NOTA: Este registo pode ter centenas de páginas; se seleccionar o botão
Imprimir, vai imprimir todas as páginas. Antes de imprimir, refine a procura e
imprima apenas os eventos relevantes.
13. Seleccione Imprimir para imprimir o Registo de Eventos.
14. Seleccione FECHAR.

Registo de Erros Diário


O ecrã Registo de Erros Diário mostra as mensagens de erro apenas para o dia
actual. Siga estas instruções para ver o Registo de Erros Diário.

Para o sistema IMMULITE 2000 ou o sistema IMMULITE 2500


1. No menu pendente do instrumento, seleccione Ferramentas.
2. Seleccione View Day Error Log (Ver Registo de Erros Diário) e avance para
o passo 2 na secção seguinte.

601034-0001, Rev. A
6-4 Guia do Operador: Identificar problemas do instrumento

Para o sistema IMMULITE 2000 XPi


1. Na janela do instrumento, seleccione MENU e Registo de Erros Diário.
2. Utilize os botões Página Anterior e Página Seguinte para percorrer os erros.
NOTA: Seleccione os botões Home e Fim para passar para o início e fim da
lista de erros, respectivamente.
3. Seleccione FECHAR.

Ver as temperaturas do instrumento


Siga as instruções abaixo para ver as temperaturas actuais do instrumento e o nível
de humidade.

Para o sistema IMMULITE 2000 ou o sistema IMMULITE 2500


1. No menu pendente do instrumento, seleccione Ferramentas.
2. Seleccione View Temperature (Ver Temperatura) e avance para o passo 2 na
secção seguinte.

Para o sistema IMMULITE 2000 XPi


1. Na janela do instrumento, seleccione MENU e Temperaturas.
Aparece o ecrã Temperaturas e Humidade.
2. Seleccione IMPRIMIR ou CANCELAR.

Programas de diagnóstico
Os programas de diagnóstico são utilizados para diagnosticar ou corrigir
problemas do sistema. Depois de ter carregado um programa, aparecem instruções
específicas desse programa.
Para obter informações sobre como inicializar o software de diagnóstico, consulte
Inicializar o Diagnósticos‚ página 5-4.
NOTA: O software Diagnósticos não pode ser executado se o software do
instrumento estiver em execução. Se necessário, termine a sessão no software do
instrumento antes de avançar. Consulte a secão Terminar a sessão no sistema‚
página 5-3.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Identificar problemas do instrumento 6-5

Descrições de programas de diagnóstico


Os programas de diagnóstico estão listados e descritos na tabela abaixo.
NOTA: Os programas de diagnóstico têm diferentes nomes nos sistemas
IMMULITE 2000 e no sistema IMMULITE 2500.
• Nos sistemas IMMULITE 2000, cada nome de diagnóstico termina
com – 2000.
• No sistema IMMULITE 2500, cada nome de diagnóstico começa
por IMM2500.
Nome do
Programa Descrição
Substrate & Water Purga as sondas de substrato e de água.
Prime NOTA: O programa inclui indicações para remover as sondas
de substrato e de água da estação de lavagem de pérolas/tubos
antes de cada uma ser purgada.
SUBSTRATE PRIME Purga a sonda de substrato.
NOTA: A sonda de substrato tem de ser removida da estação
de lavagem de pérolas/tubos antes de ser purgada.
Transducer Decon

RISCO BIOLÓGICO:
Utilize equipamento de protecção pessoal. Observe as
precauções universais. Consulte a secção Instruções de
segurança‚ página A-1 para conhecer as precauções
recomendadas para a utilização de materiais que constituam
risco biológico.
Na sua forma sólida, o hidróxido de sódio é cáustico.
Quando utilizar uma solução de hidróxido de sódio,
evite o contacto com a pele ou a roupa. Tome as
precauções laboratoriais necessrias ao utilizar a forma
sólida ou em solução.
Descontamine o mecanismo de detecção de coágulos
utilizando NaOH 0,1M num tubo de amostra de 12 x 75 mm.
Depois de carregado o programa Transducer Decon, siga as
instruções no ecrã.
NOTA: Aparece uma mensagem a indicar que deve encher um
tubo de amostra com 2,5 ml de hidróxido de sódio 0,1M.
Este tubo tem de ser colocado na posição 1.
Tube Chute Test Testa os sensores na calha de saída de tubos.
Waste Tube Cleaning Tira solução de limpeza de sondas do carrossel de
amostras e do cartucho de reagentes e limpa o tubo de resíduos
da estação de lavagem/centrifugação. Faz parte
da manutenção semanal.
Consulte a secção Manutenção semanal‚ página 5-17.

601034-0001, Rev. A
6-6 Guia do Operador: Identificar problemas do instrumento

Nome do
Programa Descrição
Water Probe Prime Purga a sonda de água.
NOTA: A sonda de água tem de ser removida da estação
de lavagem de pérolas/tubos antes de ser purgada.
WATERTEST NOTA: O programa WATERTEST utiliza dois tubos
de reacção.
Utilizado para testar a contaminação da água com fosfatase
alcalina. Depois de ter carregado o programa WATERTEST,
siga as instruções que aparecem no ecrã. Para instruções
detalhadas (incluindo como avaliar resultados),
consulte Procedimento do teste da água
(sistema IMMULITE 2000)‚ página 5-29 ou Procedimento do
teste da água (IMMULITE 2500)‚ página 5-30.

Falha de corrente
NOTA: A unidade da bateria de reserva UPS é opcional para os clientes fora
dos Estados Unidos.
O instrumento está equipado com uma bateria UPS, pelo que continuará a
funcionar durante um período limitado após uma falha de corrente. A duração da
bateria de reserva de uma UPS totalmente carregada é de cerca de 30 minutos.
Recomenda-se que o operador pare a corrida assim que for possível e depois
desligue o instrumento. Deste modo, pode encerrar o sistema em segurança e evita
eventuais danos na base de dados que podem ocorrer se deixar que a bateria de
reserva fique sem carga. Se desligar a corrente, também evita uma eventual
sobretensão quando voltar a corrente eléctrica.
NOTA: Embora o instrumento continue a funcionar com corrente da bateria
durante um período limitado de tempo após a falha de corrente, não deve colocar
novos testes no instrumento.
Na eventualidade de uma perda inesperada de corrente eléctrica, execute os
seguintes passos assim que for possível:
1. Reinicie o computador.
Consulte a secção Reiniciar o computador‚ página 5-6.
2. Dependendo do tempo até a corrente ser reposta, tome nota do seguinte:
• Até uma hora de perda de energia, o instrumento precisará de cerca de
uma hora para voltar a estabilizar todas as temperaturas.
• Para 6 a 12 horas de perda de energia, o instrumento precisará de duas ou
mais horas para estabilizar as temperaturas e os níveis de humidade.
• Se a previsão for de 12 a 24 horas de perda de energia, retire e refrigere
todos os cartuchos de reagentes.
• Para 24 horas ou mais de perda de energia, retire as embalagens de
pérolas e proteja-as contra níveis de humidade adversos.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Identificar problemas do instrumento 6-7

Substituição da sonda

RISCO BIOLÓGICO
Utilize equipamento de protecção pessoal. Observe as precauções universais.
Consulte a secção Instruções de segurança‚ página A-1 para conhecer as
precauções recomendadas para a utilização de materiais que constituam
risco biológico.

Se uma sonda falhar o teste de ângulo, substitua a sonda seguindo as


instruções abaixo.
1. Retire a braçadeira de fixação do tubo da sonda da coluna do braço de
reagentes/amostras.
2. Desaperte a sonda do suporte do braço e retire a sonda do braço.
3. Desaperte a extensão preta da sonda do bloco do colector rodando a sonda e a
peça de extensão como um todo.
4. Desaperte e separe a extensão da sonda.
A peça de extensão será reutilizada para montar a nova sonda.
5. Deite fora a sonda antiga de acordo com os procedimentos regulamentares.
6. Fixe a extensão da sonda no encaixe da nova sonda.
a. Segure bem o encaixe da sonda com uma chave de 5/16”, ao mesmo
tempo que roda apenas a extensão.
b. Certifique-se de que a fixação está bem feita.
7. Fixe a extensão da sonda no bloco do colector rodando a sonda e a peça de
extensão como um todo.
NOTA: Tenha cuidado para evitar torções ou dobras na tubagem da sonda.
8. Introduza a sonda no suporte do braço e aperte bem.
9. Verifique se a tubagem está do lado esquerdo do braço de amostras/reagentes.

601034-0001, Rev. A
6-8 Guia do Operador: Identificar problemas do instrumento

10. Fixe a tubagem da sonda no interior da braçadeira de fixação no braço de


reagentes/amostras.

1 Extensão da sonda
2 Encaixe da sonda
3 Braçadeira de fixação
4 Suporte do braço
5 Braço da sonda
6 Sonda

Figura 6-1 Sonda no suporte do braço

11. Fixe a tubagem da sonda com a braçadeira de fixação.


12. Purgue bem todo o ar da nova sonda.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Identificar problemas do instrumento 6-9

Ferramenta de limpeza da calha de resíduos


Siga as instruções abaixo para desencravar em segurança uma calha de resíduos
sólidos. Este procedimento requer a ferramenta de limpeza da calha de resíduos
(Refª 400918).

RISCO BIOLÓGICO
Utilize equipamento de protecção pessoal. Observe as precauções universais.
Consulte a secção Instruções de segurança‚ página A-1 para conhecer as
precauções recomendadas para a utilização de materiais que constituam
risco biológico.
1. Coloque o instrumento no modo PARAR e depois abra a tampa superior do
instrumento e as portas do painel da frente.

PRECAUÇÃO
Não introduza a ferramenta de limpeza da calha de resíduos na parte superior da
calha de resíduos. Se introduzir a ferramenta de limpeza da calha de resíduos na
parte superior da calha de resduos, pode danificar o instrumento.

2. Retire o recipiente de resíduos sólidos e verifique se está cheio.

ADVERTÊNCIA
Não reponha o saco vermelho de material de risco biológico incorrectamente nem
coloque o recipiente de resíduos sólidos ao contrário. A reposição incorrecta do
saco vermelho de material de risco biológico ou a colocação do recipiente de
resíduos sólidos ao contrário pode fazer com que os resíduos sólidos recuem na
calha de resíduos. Tenha cuidado ao repor o saco de material de risco biológico e
o recipiente de resíduos sólidos.

3. Coloque um recipiente pouco fundo ou um pano absorvente sobre a balança


de carga de resíduos sólidos, contra a parede traseira.
Deste modo, protege a balança de carga e apanha qualquer tubo de reacção
que caia. Também impede que as pérolas que caiam rolem para baixo da
balança de carga.
4. Localize a abertura da calha de resíduos no canto superior esquerdo da área do
recipiente de resíduos sólidos.
5. Introduza a ferramenta de limpeza da calha de resíduos ou uma tubagem
flexível como a tubagem Tygon (com cerca de 38,10 cm de comprimento
e 1,91 cm de diâmetro) na abertura da calha de resíduos a partir de baixo.

601034-0001, Rev. A
6-10 Guia do Operador: Identificar problemas do instrumento

6. Elimine o encravamento com movimentos curtos repetidos para cima e


para baixo.
7. Retire a ferramenta.
Os tubos de reacção e pérolas encravados caem para o recipiente vazio pouco
fundo ou para o pano absorvente.
Situada no topo do instrumento, por trás da estação de lavagem/centrifugação,
está a tampa da calha de resíduos.
8. Retire a tampa da calha de resíduos.
9. Utilizando uma lanterna, espreite pela abertura e verifique se existem tubos
de reacção.
Não deve haver nenhum.
10. Se houver algum tubo presente, retire-o manualmente.
11. Para ter a certeza de que a obstrução foi eliminada, deixe cair um tubo de
reacção vazio marcado com um x na calha de resíduos sólidos.
O tubo de reacção marcado deve percorrer a calha livremente até à bandeja ou
pano na área do recipiente de resíduos sólidos.
12. Se o tubo de reacção marcado não cair, repita os passos conforme necessário.

Detectar e corrigir coágulos


Detecção de coágulos do sistema
O sistema distingue entre dois tipos de coágulos: coágulos nas amostras e
coágulos aderentes.

Coágulos nas amostras


Os coágulos de amostras ocorrem quando o coágulo permanece na amostra. O
sistema extrai um volume de ar com sucesso depois de detectado o coágulo,
indicando que a pipeta não está obstruída.
1. Seleccione LISTA DE TRABALHO.
2. Seleccione Visualizar/Editar.
A janela Visualizar Lista de Tarefas (Lista de Trabalho) indica erros
de amostras.
3. Localize a amostra com o coágulo na lista de trabalho.
Aparece a indicação Erro de Amostra na coluna de estado.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Identificar problemas do instrumento 6-11

4. Retire o suporte de amostras do instrumento:


No sistema IMMULITE 2000 ou no sistema IMMULITE 2500, execute os
seguintes passos:
a. Abra a porta de acesso às amostras.
O sistema entra no modo PAUSA DE AMOSTRAS.
b. Seleccione a letra do suporte onde se encontra a amostra com o coágulo.
O suporte desloca-se para a frente.
c. Retire o suporte.
No sistema IMMULITE 2000 XPi, ejecte o suporte utilizando o carregador
de suportes.
5. Retire o suporte de amostras do instrumento.
6. Retire a amostra com o coágulo e reponha o suporte de amostras.

No instrumento IMMULITE 2000 ou no instrumento IMMULITE 2500


1. Feche a porta de acesso às amostras.
2. Seleccione o botão EXEC para retomar o funcionamento do instrumento.

Coágulos aderentes
Um coágulo aderente ocorre quando o coágulo está preso à pipeta de amostras.
O sistema falha quando extrai um volume de ar, indicando que a pipeta está
obstruída. A pipetagem de amostras pára até o coágulo ser eliminado.
Há três possibilidades que podem ser observadas:
• Coágulo de gel
A pipeta entrou no gel num tubo com gel separador.
• Coágulo suspenso
Há um coágulo suspenso no fim da pipeta.
• Ar no sistema
Há ar no módulo de detecção de coágulos.

Tratar coágulos no sistema IMMULITE 2000 e


no sistema IMMULITE 2500
Coágulos de gel
1. Seleccione PAUSA.
O sistema entra no modo PAUSA.
2. Seleccione TAMPA para abrir a tampa do instrumento.
3. Inspeccione a sonda visualmente.

601034-0001, Rev. A
6-12 Guia do Operador: Identificar problemas do instrumento

4. Substitua a sonda se ela entrou na barreira de gel de um tubo.


Consulte a secção Substituição da sonda‚ página 6-7 para obter
mais informações.
5. Seleccione PURGAR para purgar os DRDs.
6. Localize e retire a amostra com coágulo.
7. Feche a tampa.
8. Seleccione EXEC.

Coágulos suspensos
Execute estes passos para eliminar um coágulo suspenso.

PRECAUÇÃO
Não introduza qualquer objecto na sonda. Podem ocorrer danos permanentes.

1. Seleccione FECHAR na caixa de mensagem de erro vermelha.


2. Seleccione PAUSA.
O sistema entra no modo PAUSA.
3. Seleccione TAMPA para abrir a tampa do instrumento.
4. Inspeccione a sonda visualmente.
5. Utilize um lenço de papel sem fibra de algodão para remover o coágulo com
um movimento para baixo.
6. Seleccione PURGAR para purgar os DRDs.
7. Localize e retire a amostra.
8. Feche a tampa do instrumento.
9. Seleccione EXEC para retomar o funcionamento do instrumento.

Ar no transdutor de detecção de coágulos


Execute estes passos para retirar o ar do módulo de detecção de coágulos.
1. Seleccione PAUSA.
O sistema entra no modo PAUSA.
2. Seleccione TAMPA para abrir a tampa do instrumento.
3. Inspeccione a sonda visualmente.
4. Deixe terminar o processamento das amostras em curso.
5. Seleccione PARAR.
6. Seleccione PURGAR para purgar os DRDs.
7. Termine a sessão no instrumento.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Identificar problemas do instrumento 6-13

8. Inicialize o Diagnósticos.
Consulte a secção Inicializar o Diagnósticos‚ página 5-4.
9. Seleccione o diagnóstico Clot Prime (Purga de Coágulos) .
10. Permita a execução do diagnóstico durante vários minutos para garantir que
todo o ar é eliminado.

Tratar coágulos no sistema IMMULITE 2000 XPi

Coágulos de gel
1. Abra a tampa da pipeta.
O instrumento entra no modo PAUSA DE AMOSTRAS.
2. Inspeccione a sonda visualmente.
3. Substitua a sonda se ela entrou na barreira de gel de um tubo.
Consulte a secção Substituição da sonda‚ página 6-7 para obter
mais informações.
4. Feche a tampa da pipeta.
5. Seleccione PURGAR para purgar os DRDs.
6. Localize e retire a amostra com coágulo.
7. Seleccione EXEC.

Coágulos suspensos
Execute estes passos para eliminar um coágulo suspenso.

PRECAUÇÃO
Não introduza qualquer objecto na sonda. Podem ocorrer danos permanentes.

1. Seleccione FECHAR na caixa de mensagem de erro vermelha.


2. Abra a tampa da pipeta.
O instrumento entra no modo PAUSA DE AMOSTRAS.
3. Inspeccione a sonda visualmente.
4. Utilize um lenço de papel sem fibra de algodão para remover o coágulo com
um movimento para baixo.
5. Feche a tampa da pipeta.
6. Seleccione PURGAR para purgar os DRDs.
7. Localize e retire a amostra.
8. Feche a tampa da pipeta.
9. Seleccione EXEC para retomar o funcionamento do instrumento.

601034-0001, Rev. A
6-14 Guia do Operador: Identificar problemas do instrumento

Ar no transdutor de detecção de coágulos


Execute estes passos para retirar o ar do módulo de detecção de coágulos.
1. Abra a tampa da pipeta.
O instrumento entra no modo PAUSA DE AMOSTRAS.
2. Inspeccione a sonda visualmente.
3. Deixe terminar o processamento das amostras em curso.
4. Seleccione PARAR.
5. Seleccione PURGAR para purgar os DRDs.
6. Termine a sessão no instrumento.
7. Inicialize o Diagnósticos.
Consulte a secção Inicializar o Diagnósticos‚ página 5-4.
8. Seleccione o diagnóstico Clot Prime (Purga de Coágulos) .
9. Permita a execução do diagnóstico durante vários minutos para garantir que
todo o ar é eliminado.

Guia de Resolução de Problemas de Ensaios de


Consulta Rápida
Estas tabelas podem ser utilizadas como guia útil ao investigar resultados
pouco habituais.
NOTA: Factores como a manutenção do instrumento e os consumíveis no
instrumento afectarão os resultados, se o sistema não for correctamente mantido.

Ensaios do tipo sanduíche

Condição Resultado esperado


Sem esfera Erro ou < limite inferior do ensaio
Nenhuma Amostra < limite inferior do ensaio
Sem reagente Erro; < limite do ensaio; resultados extremamente baixos
Sem Substrato Erro e a CPS será < 100 CPS

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Identificar problemas do instrumento 6-15

Ensaios competitivos

Condição Resultado esperado


Sem esfera Erro
Nenhuma < limite inferior do ensaio
Amostra
Sem reagente Erro; > limite superior do ensaio
Sem Substrato Erro; a CPS será < 100 CPS

Ensaios com pré-tratamento

Condição Resultado esperado


Sem esfera Erro
Nenhuma Amostra < limite inferior do ensaio
Sem Reagente (1) de Pré-Tratamento < limite inferior do ensaio
Sem reagente (2) Erro; > limite superior do ensaio
No Substrate (Sem Substrato) Erro; a CPS será < 100 CPS

Resolução de problemas no pós-ajuste dos controlos


Resolução
Controlos Declive Intercepção recomendada
Excede os limites > 10% do ajuste Excede o Ajustes
aceitáveis anterior ou fora dos limite
limites do declive
Dentro dos limites > 10% do ajuste Excede o Cartucho de
aceitáveis anterior ou fora dos limite reagentes
limites do declive
Excede os limites Dentro dos 10% do Dentro dos Controlos
aceitáveis ou apresenta ajuste anterior ou limites
um desvio tendencioso dentro dos limites
em comparação com o do declive
desempenho passado

601034-0001, Rev. A
6-16 Guia do Operador: Identificar problemas do instrumento

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Gestão dos dados

7 Gestão dos dados

Exportar dados. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-1


Guardar ficheiros num CD ou DVD . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-2
Guardar ficheiros num dispositivo de armazenamento USB . . . 7-4
Ver resultados e enviar dados para o LIS. . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-5
Reiniciar o sistema . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7-6

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Gestão dos dados

601034-0001, Rev. A
Gestão dos dados

Exportar dados
Exporte dados ao resolver um problema:
• os dados determinados durante um período de tempo específico
• um tipo particular de dados, por exemplo, doente ou ajuste
• dados relativos a um determinado teste
Siga as instruções abaixo para exportar dados.

Para o sistema IMMULITE 2000 ou o sistema IMMULITE 2500


1. No menu pendente do instrumento, seleccione Ferramentas.
2. Seleccione Exportar Dados e avance para o passo 2 na secção seguinte.

Para o sistema IMMULITE 2000 XPi


1. Na janela do instrumento, seleccione MENU e Exportar Dados.
2. No painel INICIAR:
a. Clique no campo Data e seleccione a data de início no calendário.
b. Clique no campo Hora e seleccione a hora de início no relógio.
3. No painel TERMINAR:
a. Clique no campo Data e seleccione a data de fim no calendário.
b. Clique no campo Hora e seleccione a hora de fim no relógio.
4. No painel Dados, seleccione um tipo de dados, Paciente, Ajuste, Controlo,
ou Verificador ou seleccione Todos para exportar todos os tipos de dados.
5. Em Tipo de Teste, seleccione o tipo de teste ou seleccione TODOS para
exportar todos os tipos de testes.
6. Em Exportar para, seleccione uma das seguintes opções:
• Écran para ver os dados seleccionados no ecrã.
• Ficheiro para exportar os dados seleccionados para um ficheiro.
• Impressora para imprimir os dados seleccionados.
7. Se seleccionar Ficheiro como método de exportação, aparece a janela
Guardar Como.
a. Seleccione o menu pendente Save in: (Guardar em:) para visualizar
todos os directórios disponíveis.
Também pode seleccionar Desktop (Ambiente de Trabalho)
se pretender guardar um ficheiro num CD ou DVD.

601034-0001, Rev. A
7-2 Guia do Operador: Gestão dos dados

b. Seleccione o directório onde pretende guardar o ficheiro.


NOTA: A barra de deslocamento pode ser necessária para poder ver todos
os directórios e ficheiros.
c. Introduza um nome no campo Nome do Ficheiro e depois seleccione o
botão Guardar.
A janela Guardar Como fecha-se e o nome do ficheiro é apresentado em
Informação do Ficheiro.
d. Em Limite de Campo, seleccione um delimitador:
• Seleccione Tab para separar os dados por tabulações.
• Seleccione Vírgula para separar os dados por vírgulas.
NOTA: Se formatar uma disquete, apaga todas as informações armazenadas
nessa disquete.
8. Seleccione o botão EXPORTAR para exportar os dados.
NOTA: A mensagem de erro: “Erro na exportação dos ficheiros, disquete
cheia. Por favor consulte manual do utilizador” pode ocorrer durante a
exportação. Isto indica que a disquete não tem espao suficiente para concluir a
operação. Experimente exportar novamente com outra disquete nova ou volte
a formatar a disquete actual.

Guardar ficheiros num CD ou DVD


Execute estes passos para guardar ficheiros de dados num CD ou DVD utilizando
o gravador de CDs/DVDs.
NOTA: O gravador de CDs/DVDs não está disponível em todos os instrumentos.
1. Exporte os dados necessários para o ambiente de trabalho.
Consulte a secção Exportar dados‚ página 7-1.
NOTA: Tem de terminar a sessão no instrumento para poder utilizar este
software.
2. Termine a sessão no instrumento.
3. Faça duplo clique no ícone do Nero StartSmart, no ambiente de trabalho do
Windows.
Aparece a janela do programa Nero.
4. Dependendo do formato do disco utilizado, seleccione CD ou DVD no canto
superior direito.
5. Seleccione Data (Dados) e depois Make Data Disc (Criar Disco de Dados).
Aparece a janela Disc Content (Conteúdo do Disco).
6. Seleccione o botão Add (Adicionar) para seleccionar os ficheiros a gravar
no disco.
7. Seleccione o(s) ficheiro(s) que pretende adicionar ao disco.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Gestão dos dados 7-3

8. Seleccione Add (Adicionar).


9. Continue a seleccionar e adicionar ficheiros, conforme seja necessário.
10. Seleccione o botão Finished (Concluído) depois de adicionar os ficheiros.
Aparece a janela Disc Content (Conteúdo do Disco) com a lista dos ficheiros
a gravar no disco.
11. Confirme que todos os ficheiros pretendidos estão na lista.
12. Seleccione Next (Seguinte).
Aparece a janela Final Burn Settings (Definições Finais da Gravação).
13. Introduza o nome do disco no campo do nome do disco.
14. Defina a velocidade de gravação como 48x (7.200 KB/s).
15. Seleccione o número de cópias a gravar.
16. Seleccione More (Mais).
A janela Final Burn Settings (Definições Finais da Gravação) expande-se para
mostrar mais opções.
NOTA: Não seleccione o campo Allow files to be added later (multisession
disc) (Permitir a adição de ficheiros mais tarde (disco multisessão)).
17. Seleccione a caixa de verificação Finalize Disc (Finalizar Disco).
Uma vez finalizado o disco, não pode gravar mais dados nesse disco.
18. Introduza um CD/DVD vazio no gravador.
19. Na janela Final Burn Settings (Definições Finais da Gravação), seleccione o
botão Burn (Gravar).
Iniciado o processo de gravação, aparece uma janela de estado.
20. Na janela de estado, execute estes passos:
a. Seleccione Burn new CD using Nero StartSmart (Gravar novo CD
com o Nero StartSmart).
b. Seleccione a caixa Always do the selected action (Fazer sempre a
acção seleccionada).
c. Seleccione o botão OK.
21. Na janela Burn Process (Processo de Gravação), seleccione Next (Seguinte).
22. Retire o CD/DVD do gravador.
23. Seleccione Exit (Sair).
24. Se aparecer uma mensagem a perguntar se quer guardar o projecto, seleccione
No (Não).
25. Na janela do Nero, seleccione o botão para sair do software.

601034-0001, Rev. A
7-4 Guia do Operador: Gestão dos dados

Guardar ficheiros num dispositivo de


armazenamento USB
Os dispositivos de armazenamento USB também são conhecidos como mini
unidades ou unidades flash. São dispositivos que pode introduzir numa porta USB
para efeitos de transferência de dados.
Execute estes passos para guardar ficheiros de dados num dispositivo de
armazenamento.
NOTA: Nem todos os instrumentos dispõem de portas USB.
1. Na janela do instrumento, seleccione MENU .
2. Introduza o dispositivo de armazenamento USB na porta USB no teclado.
3. Seleccione Exportar Dados.
4. No painel INICIAR:
a. Clique no campo Data e seleccione a data de início no calendário.
b. Clique no campo Hora e seleccione a hora de início no relógio.
5. No painel TERMINAR:
a. Clique no campo Data e seleccione a data de fim no calendário.
b. Clique no campo Hora e seleccione a hora de fim no relógio.
6. No painel Exportar Dados, seleccione Ficheiro.
Aparece a janela Guardar Como:
a. Seleccione o menu pendente Save in: (Guardar em:) para visualizar
todos os directórios disponíveis.
O directório USB é normalmente a unidade E:. Pode demorar alguns
momentos a aparecer.
b. Seleccione o directório USB.
c. Introduza um nome no campo Nome do Ficheiro e depois seleccione o
botão Guardar.
A janela Guardar Como fecha-se e o nome do ficheiro é apresentado em
Informação do Ficheiro.
d. Em Limite de Campo, seleccione um delimitador:
• Seleccione Tab para separar os dados por tabulações.
• Seleccione Vírgula para separar os dados por vírgulas.
7. Seleccione o botão EXPORTAR para exportar os dados.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Gestão dos dados 7-5

8. Terminada a exportação, utilize o ponteiro para localizar o ícone do novo


hardware na barra de tarefas do Windows.
O ícone costuma apresentar uma seta verde a apontar para baixo.
Quando passar o ponteiro sobre essa seta, o ícone apresenta a seguinte
mensagem de contexto:
Safely Remove Hardware (Retire o Hardware em Segurança)

9. Seleccione o ícone e depois retire o dispositivo USB.

Ver resultados e enviar dados para o LIS


Siga as instruções abaixo para ver resultados e enviar dados para o LIS.
1. Seleccione LIS na barra de ferramentas.
O ecrã LIS apresenta os dados. As opções de visualização seleccionadas da
última vez - Ocultar Enviado, Mostrar Env. ou Ordenar por - determinam as
informações apresentadas quando o botão LIS for seleccionado.
a. Para ocultar dados enviados para o LIS, seleccione o botão Ocultar
Enviado.
O botão muda para Mostrar Env.
b. Para mostrar todos os dados, seleccione o botão Mostrar Env.
O botão muda para Ocultar Enviado.
2. Ordene os dados do LIS seleccionando o botão Ordenar por....
Aparece o ecrã Ordenar por.
3. Se for apropriado, especifique um período de tempo que não seja 24h.
Antes seleccionando Definir Limite.
a. Clique no campo Início MM/DD/AAAA para seleccionar uma data
num calendário.
b. Clique no campo Início HH:MM:SS para seleccionar uma hora
num relógio.
c. Repita este processo com a opção Fim.
4. Para ordenar os dados, seleccione um dos botões de ordenação
indicados abaixo:
• Número de Entrada
• Ordem definida (Pedido Criado)
• Nome
• Tipo de Teste
NOTA: Seleccione o botão Imprimir Lista para imprimir a lista.

601034-0001, Rev. A
7-6 Guia do Operador: Gestão dos dados

5. Se o sistema não estiver configurado para enviar dados automaticamente:


• No ecrã LIS, seleccione o botão Ocultar Enviado para ocultar dados que
já foram enviados para o LIS.
O botão muda para Mostrar Env.
• Seleccione os registos a serem enviados clicando neles ou seleccione o
botão Sel. Todos para marcar todos os resultados a serem transmitidos
para o LIS.
Se a opção Sel. Todos for seleccionada, o botão muda para Desm. Tod.
• Seleccione o botão Enviar para transmitir os resultados marcados para
o LIS.
Se seleccionar Limpar, retire para sempre da base de dados todos os
dados seleccionados.

Reiniciar o sistema
Se, todos os dias, terminar a sessão no sistema automaticamente, inicia uma cópia
de segurança do sistema, que armazena os dados actuais. Este processo optimiza o
desempenho do software e permite o restauro de dados recentes na eventualidade
da ocorrência de um erro de sistema grave. Termine a sessão diariamente, de
modo a que, se ocorrer um erro de sistema grave, os dados mais recentes estarão
disponíveis quando o sistema for restaurado.
NOTA: Se não colocar o instrumento no modo PARAR antes de terminar a
sessão, as contagens finais dos testes com reagentes e pérolas podem ser
guardadas com erros.
1. Seleccione PARAR.
Se houver tubos activos ainda em processamento, aparece uma mensagem a
indicar o tempo até à conclusão.
2. Seleccione Continuar.
3. Retire os espécimes de doentes, os controlos, os diluentes e os ajustes do
carrossel de amostras.
4. Retire quaisquer cartuchos de alérgenos do carrossel de reagentes e tape os
frascos de alérgenos com tampas normais antes de os guardar.
5. Seleccione DESLIGAR.
Aparece a seguinte mensagem:
Deseja fazer o LogOFF do software IMMULITE 2000 e
voltar ao menu de arranque?

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Gestão dos dados 7-7

6. Seleccione OK.
Aparecem as seguintes mensagens:
Preparing to Back up Files...Please Wait (A preparar
a cópia de segurança dos ficheiros... Aguarde)
You are about to delete all patient records over
62 days and control, verifier and adjustor records
over 366 days. (Está prestes a eliminar todos os
registos de doentes com mais de 62 dias e registos
de controlos, verificadores e ajustes com mais de
366 dias.)
NOTA: Se seleccionar CHANGE DAYS (ALTERAR DIAS) e aumentar o
número de dias em que os dados estarão armazenados, pode aumentar o
tempo de resposta do sistema.
7. Seleccione CONTINUAR.
O sistema termina a sessão.
8. Seleccione Iniciar no canto inferior esquerdo do ecrã.
9. Seleccione Encerrar ou Desligar o Computador.
10. Seleccione Reiniciar o computador? e depois seleccione Sim ou Reiniciar,
dependendo da mensagem que aparecer.

601034-0001, Rev. A
7-8 Guia do Operador: Gestão dos dados

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Configurar o sistema

8 Configurar o sistema

Configurar o sistema . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-1


Seleccionar opções de apresentação. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-1
Configurar diluições automáticas . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-2
Configurar a informação de identificação . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-4
Utilizar o ecrã Definições configuração . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-4
LIS . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-7
Configuração FSE . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-11
Modos de processamento . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-11
Modos protegidos por palavra-passe . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-11
Configurar funções do sistema . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-11
Reiniciar a balança de carga . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-12
Definir intervalos de teste . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-12
Definir intervalos de alérgenos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-14
Testes reflexivos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-15
Activar testes reflexivos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-15
Configurar testes reflexivos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-15
Editar configurações de testes reflexivos . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-17
Utilizar testes reflexivos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-18
Pedir mais testes reflexivos para um intervalo . . . . . . . . . . . . . . . .8-18
Adicionar ou editar um factor de diluição. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .8-18
Remover um teste reflexivo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .8-18
Eliminar um intervalo de testes reflexivos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .8-18
Configuração do painel . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-19
Criar um novo painel. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-19
Imunoensaio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .8-20
Alérgeno . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .8-20
Definir controlos de alérgenos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-20
Controlos de kits de alergia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .8-20
Controlos de alérgenos específicos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .8-20
Editar um painel . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-21
Para adicionar um teste ao painel . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .8-21
Para remover um teste do painel. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .8-22
Para alterar o factor de diluição para um imunoensaio . . . . . . . . . .8-22
Eliminar um painel . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .8-22
Configuração das unidades . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-23

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Configurar o sistema

Ecrã Configuração do Arranque Automático. . . . . . . . . 8-24


Distribuição automática de substrato . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-24
Comunicações . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-25
Relatórios . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-25
Editar relatórios de doentes para gráficos . . . . . . . . . . . . . . . . 8-25
Configurar o nome do laboratório. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-26
Activar ou desactivar campos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-26
Mover campos . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-27
Imprimir manualmente o relatório de doente para gráficos . . . 8-28
Restaurar o modelo . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-28
Alterar as definições do Windows . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-28
Redefinir a data e a hora . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-28
Definir o fuso horário . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-29
Alterar o som . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-29
Calibrar o ecrã táctil . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-30
Actualizar o sistema . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 8-30

601034-0001, Rev. A
Configurar o sistema

O sistema tem de ser configurado quando o instrumento chegar às instalações de


destino. Também se utilizam os ecrãs de configuração para actualizar as funções
do sistema.

Configurar o sistema
Esta secção descreve os ecrãs e opções disponíveis para configurar o sistema.

Seleccionar opções de apresentação


O ecrã Opções (Opções de Apresentação) permite que o operador defina como são
apresentados o texto, os números, as horas e as datas. Siga as instruções abaixo
para configurar este ecrã.
NOTA: Para fazer qualquer alteração neste ecrã, o instrumento tem de estar no
modo PARAR. Tem de terminar a sessão e voltar a iniciar a sessão para tornar
efectivas as alterações feitas no ecrã Opções (de Apresentação).

Para o sistema IMMULITE 2000 ou o sistema IMMULITE 2500


1. Na barra de menus da janela do instrumento, seleccione Configurações.
2. Seleccione Configurar.
3. Avance para o passo 3 na secção seguinte.

Para o sistema IMMULITE 2000 XPi


1. Na janela do instrumento, seleccione MENU .
2. No ecrã Menu, seleccione Configurar.
3. Seleccione Opções (de Apresentação).
4. Na caixa Formato da Hora, seleccione um formato:
• Seleccione 12 Horas para apresentar as horas com am e pm.
• Seleccione 24 Horas para apresentar as horas no formato de 24 horas.
5. Na caixa Formato da Data, seleccione o formato de apresentação da data.
• MM/DD/AAAA
• DD/MM/AAAA
• AAAA/MM/DD

601034-0001, Rev. A
8-2 Guia do Operador: Configurar o sistema

6. Na caixa Formato do Número, seleccione um formato de número:


• Seleccione 1,234.56 para apresentar mil duzentos e trinta e quatro e
cinquenta e seis décimas como 1,234.56
• Seleccione 1.234,56 para apresentar mil duzentos e trinta e quatro e
cinquenta e seis décimas como 1.234,56
7. Seleccione um idioma.
8. Seleccione a opção Utilizar o leitor do código de barras do suporte
(Utilizar Identificador de Código de Barras do Suporte) para apresentar a
localização da amostra no instrumento pela letra do suporte.
NOTA: Seleccione a opção Utilizar o Leitor do Código de Barras do Suporte
(Utilizar Identificador de Código de Barras do Suporte) para utilizar a função
Encontrar Última Posição do Tubo.
Deixe esta opção em branco para apresentar a localização da amostra por
posição. A posição 1 no carrossel apresenta-se como posição A no suporte.
9. Seleccione a opção Ocultar Nomes para ocultar os nomes dos doentes nos
ecrãs de análise de dados.
Deixe esta opção em branco para apresentar os nomes dos doentes nos ecrãs
de análise de dados.
NOTA: Quando o instrumento estiver ligado a um LIS, uma letra (ou letras)
que identifique o laboratório pode fazer parte do número de entrada.
10. Para remover esta letra (ou letras):
a. Seleccione Número de caracteres a omitir à esquerda (ou à direita)
do número de entrada.
b. Seleccione todas as opções de omissão apropriadas.
NOTA: Se estiverem planeadas mais alterações para os dados de
identificação, as definições de configuração ou para os ecrãs LIS, quando
todas as alterações tiverem sido feitas, seleccione Guardar. Aceda a outro
ecrã seleccionando o botão apropriado no ecrã Opções (de Apresentação).
11. Seleccione Guardar.

Configurar diluições automáticas


O ecrã Auto Diluições é utilizado para especificar o factor de diluição automática
para amostras que estejam fora dos limites do ensaio. Especifique os factores de
diluição para cada teste de acordo com as instruções abaixo.
NOTA: A secção Especificações de volumes de diluição‚ página E-2
indica a quantidade de amostra, água e diluente utilizados para as diluições
no instrumento.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Configurar o sistema 8-3

Para o sistema IMMULITE 2000 ou o sistema IMMULITE 2500


1. Na barra de menus da janela do instrumento, seleccione Configurações.
2. Seleccione Configurar e avance para o passo 3 na secção seguinte.

Para o sistema IMMULITE 2000 XPi


1. Na janela do instrumento, seleccione MENU .
2. No ecrã Menu, seleccione Configurar.
3. Seleccione Auto Diluições.
4. Seleccione o campo Nome do Teste.
Aparece uma lista dos códigos de todos os testes no sistema.
5. Seleccione um teste.
NOTA: Os testes só são apresentados se o novo kit foi introduzido utilizando
o leitor 2D ou o leitor de imagens.
O teste aparece no campo Nome do Teste e os factores de diluição
são apresentados.
NOTA: As amostras que necessitem de um factor de diluição diferente
dos programados para diluições no instrumento poderão receber um factor
de diluição manual. Quando for aplicado um factor de diluição manual a
uma amostra, todos os testes pedidos para essa amostra são multiplicados por
esse factor de diluição.

PRECAUÇÃO
Não introduza um valor no campo Factor de Diluição. Se introduzir um valor que
não é suportado, o ensaio será realizado sem qualquer diluição e será apresentado
como > limite do ensaio. Só são suportados os factores de diluição indicados.

6. Seleccione um dos factores de diluição listados:


Factor de diluição Diluição
X3 1 para 3
X5 1 para 5
X10 1 para 10
X20 1 para 20
X40 1 para 40
X100 1 para 100
Depois de seleccionada a diluição, o ecrã Factor de Diluição fecha-se e o
factor de diluição aparece no ecrã Lista de Trabalho.
Consulte a secção Especificações de volumes de diluição‚ página E-2.
7. Seleccione Guardar.

601034-0001, Rev. A
8-4 Guia do Operador: Configurar o sistema

Configurar a informação de identificação


O ecrã Informação ID é utilizando para introduzir os dados do cliente. O nome do
hospital ou do laboratório é apresentado nos relatórios de doentes e de ajustes.
Siga as instruções abaixo para introduzir essas informações.

Para o sistema IMMULITE 2000 ou o sistema IMMULITE 2500


1. Na barra de menus, seleccione Configurações.
2. Seleccione Configurar.
3. Avance para o passo 3.

Para o sistema IMMULITE 2000 XPi


1. Na janela do instrumento, seleccione MENU .
2. No ecrã Menu, seleccione Configurar.
3. Seleccione Informação ID.
4. No campo Nome do cliente, introduza o nome do hospital ou do laboratório.
Este nome aparece nos Relatórios de Ajustes e de Doentes.
5. Introduza o número de série do Instrumento no campo ID do Instrumento.
6. Seleccione Guardar.

Utilizar o ecrã Definições configuração


O ecrã Definições Configuração é utilizado para especificar as definições do
sistema que afectam o funcionamento do instrumento em relação aos testes e
relatórios. Siga as instruções abaixo para configurar este ecrã.

Para o sistema IMMULITE 2000 e o sistema IMMULITE 2500


1. Na janela do instrumento, seleccione Configurações.
2. Avance para o passo 2 na secção seguinte.

Para os instrumentos IMMULITE 2000 XPi


1. Na janela do instrumento, seleccione MENU .
2. Seleccione Configurar.
3. Seleccione Definições configuração.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Configurar o sistema 8-5

4. Seleccione as opções de acordo com a tabela abaixo:


Opção Descrição
Tipo de Tubo Permite seleccionar o tipo de tubo normalmente utilizado.
• Tubo primário
Tubo de colheita de sangue onde o soro é separado das
células sanguíneas por uma barreira de gel. A selecção desta
configuração interrompe o movimento da sonda antes de
penetrar na barreira de gel.
Para mais informações, consulte o Guia de Tubos de
Amostras Primários (Refª 901835) fornecido com
o instrumento.
• Tubo secundário
Um tubo de amostra onde o soro é aliquotado para
um tubo diferente. A selecção desta configuração faz com
que a sonda entre mais no tubo antes de aspirar
a amostra.
NOTA: Tem de fazer alterações na definição Tipo de Tubo antes
de colocar amostras no sistema. Se não o fizer, é necessário
terminar a sessão no software e eliminar
a lista de trabalho depois de alterar o tipo de tubo de
amostra predefinido.
Imprimir os Seleccione o(s) tipo(s) de relatório a imprimir automaticamente
seguintes relatórios quando os resultados
estiverem concluídos.
Seleccione a caixa de verificação para seleccionar o(s)
relatório(s) a imprimir. Poderá seleccionar todos os relatórios,
relatórios individuais ou nenhum relatório.
NOTA: Tem de seleccionar controlos. Se não seleccionar
controlos, os resultados do CQ não serão avaliados
relativamente aos limites e regras de CQ seleccionados.
Além disso, os resultados dos doentes podem não ser enviados
para o LIS.
Estatística do • Média
resultado Apresenta a média das réplicas no ecrã Revisão e
na impressão do relatório.
• CV
Apresenta a % de CV das réplicas no ecrã análise de dados
e na impressão do relatório.
Opções de Ejecção Configura a ejecção automática para ejectar suportes
Automática automaticamente. Seleccione se pretende ejectar os suportes
quando as amostras no suporte forem:
• Pipetado
• Resultado
• Para desactivar a ejecção automática,
seleccione Nenhum.

601034-0001, Rev. A
8-6 Guia do Operador: Configurar o sistema

Opção Descrição
Opções de teste • Teste Reflexivo
O sistema realiza automaticamente outro teste se o resultado
do primeiro teste se situar fora ou dentro de um intervalo
especificado. Esta opção tem de ser seleccionada para
activar os testes reflexivos.
• Auto Diluição
Dilui automaticamente as amostras que estejam fora dos
limites do ensaio. Esta opção tem de ser seleccionada para
activar a diluição automática.
NOTA: As instruções de diluição são introduzidas na janela
Auto Diluições.
Sinalizador de Indica quando uma mensagem de aviso aparece nos ecrãs Bead
Teste Baixo Status (Estado das Pérolas) ou Reagent Status (Estado dos
Reagentes) em função do número de testes que faltam numa
embalagem de pérolas ou num cartucho de reagentes.
Por exemplo, se introduzir o valor 10 neste campo, aparece uma
mensagem de aviso quando uma embalagem de pérolas ou
cartucho de reagentes tiver volume suficiente apenas para mais
nove testes. Aplica-se a todas as embalagens de pérolas e
cartuchos de reagentes no instrumento.
Indicador Indica quando uma mensagem de aviso aparece no ecrã Reagent
intermédio de testes Status (Estado dos Reagentes) em função do número de testes
Alg que faltam num frasco de alérgenos de 40 testes.
Por exemplo, se introduzir o valor 10 neste campo, aparece uma
mensagem de aviso quando um frasco de alérgenos tiver volume
suficiente para apenas mais nove testes.
Sinalizador de Teste Indica quando uma mensagem de aviso aparece no ecrã Reagent
Baixo de Frasco de Status (Estado dos Reagentes) em função do número de testes
Alérgenos Pequeno que faltam num frasco de alérgenos de 20 testes.
Por exemplo, se introduzir o valor 2 neste campo, aparece uma
mensagem de aviso quando um frasco de alérgenos tiver volume
suficiente para apenas mais um teste.
Reagente(s) de Apresenta os kits de alergia lidos. Podem ser seleccionados
alergénios em uso: diversos kits.
NOTA: Os reagentes seleccionados são apresentados por
predefinição na janela Testes Disponíveis.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Configurar o sistema 8-7

Opção Descrição
Resultado e Tipo de As selecções feitas neste campo determinam como é que os
Classe do Alergénio resultados dos testes de alergia são reportados quando são
apresentados no ecrã e impressos.
• Concentração
Se esta opção for seleccionada, a concentração de anticorpo
nas amostras de doentes será incluída nos resultados para
testes de alergia.
• Classe padrão
Se esta opção for seleccionada, os resultados dos testes de
alergia serão baseados nos critérios de pontuação
Classe padrão.
• Classe extensível (alargada)
Se esta opção for seleccionada, os resultados dos testes de
alergia serão baseados nos critérios de pontuação Classe
extensível (alargada).
Relatório dos • Só qualitativo
Resultados do Os resultados do ensaio de Doenças Infecciosas
Ensaio Qualitativo serão reportados como sendo Reactivos,
de Doenças Não Reactivos ou Indeterminados.
Infecciosas • Qualitativo e Rácio
Os resultados do ensaio de Doenças Infecciosas serão
reportados como sendo um rácio e como Reactivos,
Não Reactivos ou Indeterminados.
5. Seleccione Guardar.

LIS
A janela de configuração do LIS é utilizada para configurar o sistema para
comunicar com o LIS. Siga estas instruções para introduzir informações do LIS
no software.

Para o sistema IMMULITE 2000 ou o sistema IMMULITE 2500


1. Na barra de menus da janela do instrumento, seleccione Configurações.
2. Seleccione Configurar.
3. Avance para o passo 3 na secção seguinte.

Para o sistema IMMULITE 2000 XPi


1. Na janela do instrumento, seleccione MENU .
2. Seleccione Configurar.
3. No ecrã Opções (de Apresentação), seleccione LIS.

601034-0001, Rev. A
8-8 Guia do Operador: Configurar o sistema

4. Na caixa Modo Host Query do LIS, seleccione o tipo de interface utilizado


para comunicação entre o instrumento e o LIS.
• Nenhum
• Uni-Direccional
• Bi-Direccional
NOTA: Se seleccionar a opção Inter. Bi-Direccional, os campos
Query Controlos e Re-Query Pacientes ficam activados.
• Inter. Bi-Direccional
NOTA: Se seleccionar a opção Inter. Bi-Direccional, os campos
Query Controlos e Re-Query Pacientes ficam activados.
5. Na caixa LIS - Resultados do Alergénio e Tipo de Classe, seleccione as
informações de resultados do teste de alergia a serem transmitidas para LIS.
Pode optar por transmitir a concentração de anticorpo, bem como a pontuação
da classe padrão e da classe alargada.
NOTA: Nos testes de alergia, as informações da concentração são sempre
enviadas para o LIS.
6. Introduza as informações adequadas nos campos do lado esquerdo da janela
com base nas explicações da tabela abaixo.
Campo Descrição
Palavra-Passe A palavra-passe do LIS.
NOTA: Consulte o fornecedor do seu LIS para
esta informação.
Receptor Um nome de identificação para o LIS.
NOTA: Consulte o fornecedor do seu LIS para
esta informação.
Emissor Um nome que identifique o instrumento.
NOTA: Consulte o fornecedor do seu LIS para
esta informação.
Velocidade A velocidade (velocidade de transmissão de linha)
proporcionada pelo LIS.
NOTA: As entradas aceitáveis incluem 1200, 2400, 4800 ou
9600 ou 115200 quando ligado ao sistema VersaCell.
Parâmetros COM Um carácter alfanumérico que identifica a paridade, os bits e
os bits de paragem.
Nº porta O número de porta série para a ligação do LIS.
Diagnósticos O valor deve permanecer a 0.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Configurar o sistema 8-9

7. Faça as selecções adequadas na janela com base nas explicações na


tabela seguinte:
Campo Descrição
Ocultar Enviado Oculta os resultados anteriormente enviados para o LIS.
Envio Autom. Envia os resultados dos doentes automaticamente para
Resultados Paciente o LIS.
Os resultados associados a um ajuste atrasado, controlo
falhado, falha no intervalo de análise, erro e resultados N/D
não são enviados. Quando esta opção for seleccionada, o
botão Enviar no ecrã LIS muda para o botão Envio Aut.
Envio autom. Permite que os resultados associados a um ajuste de kit
ajuste inválido atrasado sejam enviados para o LIS.
Envio autom. Permite que os resultados associados a um controlo fora
controlo inválido dos limites sejam automaticamente enviados para o LIS.
Os resultados de controlos são avaliados com base no
tipo de regra de CQ seleccionada, por exemplo,
Regra Única, MultiRegras.
Envio autom. limite Permite que os resultados que estejam fora dos limites de
inválido análise sejam automaticamente enviados para o LIS.
Envio Autom. Envia os resultados de controlos automaticamente para
Resultados Controlo o LIS.
Mostrar controlos no Apresenta resultados de controlos no ecrã Gestão dos Dados
ecrã LIS do LIS. Os resultados de controlos só aparecem no ecrã
Gestão dos Dados do LIS se estiverem configurados para tal.
Query controlos Proporciona outro método de enviar pedidos de CQ do LIS
para o instrumento.
NOTA: Se a caixa de verificação Query controlos estiver
seleccionada, o campo Re-Query Controlos está activado.
Re-Query pacientes NOTA: A opção Inter. Bi-Direccional tem de
estar seleccionada.
Permite que o LIS volte a ser consultado quando os códigos
de barras dos tubos de doentes voltam a ser lidos no
carrossel de amostras, permitindo que sejam reenviados os
pedidos de teste.
Uma lista pendente permite a execução de uma das seguintes
funções no LIS:
• Não Re-query
• Todos os Pedidos
• Só Pedidos Novos
NOTA: O sistema do LIS deve poder suportar a função de
nova consulta. Verifique com o seu fornecedor do LIS.

601034-0001, Rev. A
8-10 Guia do Operador: Configurar o sistema

Campo Descrição
Re-Query controlos A opção Inter. Bi-Direccional tem de estar seleccionada.
Permite que o LIS volte a ser consultado quando os
controlos voltam a ser lidos no carrossel de amostras,
permitindo que sejam reenviados os pedidos de teste.
Uma lista pendente permite a execução de uma das seguintes
funções no LIS:
• Não Re-query
• Todos os Pedidos
• Só Pedidos Novos
NOTA: O sistema do LIS deve poder suportar a função de
nova consulta. Verifique com o seu fornecedor do LIS.
Reportar Resultados do Seleccione como é que os resultados de doenças infecciosas
Ensaio Qualitativo devem ser enviados para o LIS. Podem ser enviados como:
• Só qualitativo
• Só Rácio
Para o campo "Aparece no ecrã LIS como", seleccione
como é que os resultados serão apresentados no ecrã LIS
do instrumento.
Podem ser apresentados como:
• Só qualitativo
• Qualitativo e Rácio
Para o campo "Enviar aHB e BcM para o LIS como",
seleccione como é que pretende que os resultados de aHB e
BcM sejam enviados para o LIS. Podem ser enviados como:
• Só qualitativo
• Só concentração
Para o campo "Visualizar aHB e BcM no ecra LIS como",
seleccione como é que pretende que os resultados de aHB e
BcM sejam apresentados no ecrã LIS do instrumento.
Podem ser apresentados como:
• Só qualitativo
• Qualitativo e concentração

8. Seleccione Guardar.
NOTA: Para tornar efectivas as alterações que introduziu na janela de
configuração, seleccione o botão Log Off e saia do software. Em seguida,
reinicie o software.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Configurar o sistema 8-11

Configuração FSE
O ecrã Configuração FSE é um ecrã protegido por palavra-passe utilizado pelos
técnicos autorizados para alterar o modo predefinido de processamento de
amostras. Para solicitar uma alteração no modo de processamento, contacte o
fornecedor de assistência técnica ou o distribuidor local.
É atribuída uma prioridade aos ensaios relativamente à estabilidade do analito na
amostra do doente. O número da prioridade está contido no código de barras do
kit e é transferido para a base de dados quando o kit for lido.

Modos de processamento
NOTA: A ordem pela qual as amostras são processadas varia consoante o
modo seleccionado.
• Random Access (Acesso Aleatório) (predefinição)
O instrumento pipeta amostras de doentes pela ordem mais eficiente.
• Batch (Lote)
O instrumento pipeta amostras de doentes por ordem alfabética por código de
teste, passando de amostra em amostra.
• User Entered Order (Ordem de Entrada pelo Utilizador)
Os testes são processados pela ordem em que foram introduzidos na lista
de trabalho.

Modos protegidos por palavra-passe


• Escala de carreg. (Balança de Carga)
O ecrã Escala de Carreg. (Balança de Carga) é um ecrã protegido por
palavra-passe utilizado pelos técnicos autorizados. Contacte o seu fornecedor
de assistência técnica ou distribuidor.
• Modo do instrumento
O ecrã Modo de Instrumento é um ecrã protegido por palavra-passe utilizado
pelos técnicos da Siemens. Contacte o seu fornecedor de assistência técnica
ou distribuidor.

Configurar funções do sistema


Esta secção permite-lhe executar as seguintes configurações:
• Reiniciar a balança de carga
• Definir intervalos de teste
• Definir intervalos de alérgenos

601034-0001, Rev. A
8-12 Guia do Operador: Configurar o sistema

Reiniciar a balança de carga


Utilize esta secção para reiniciar a balança de carga que monitoriza os níveis de
resíduos líquidos e sólidos, de água, de solução de lavagem de sondas e de
substrato. Se existir alguma discrepância entre o indicador de consumíveis no ecrã
HOME e o volume real disponível, as balanças de carga podem ser reiniciadas.
NOTA: Se o instrumento não estiver no modo PARAR, aparece uma mensagem
de aviso.

Para o sistema IMMULITE 2000 e o sistema IMMULITE 2500


1. Coloque o instrumento no modo PARAR.
2. Na barra de menus da janela do instrumento, seleccione Configurações.
3. Seleccione Configurar.
4. Avance para o passo 3 na secção seguinte.

Para os sistemas IMMULITE 2000 XPi


1. Coloque o instrumento no modo PARAR.
2. Na janela do instrumento, seleccione MENU e, em seguida,
seleccione Configurar.
3. Seleccione Reiniciar escala de carregamento (balança de carga).
4. Seleccione a balança de carga a ser reiniciada utilizando as setas anterior
ou seguinte.
O campo do nome altera-se de acordo com todos os dados associados.
5. Depois de seleccionada a balança de carga adequada, seleccione o botão
Reiniciar escala (balança).
6. Retire o recipiente da balança de carga seleccionada.
7. Seleccione OK.
Aparece a mensagem "Reiniciar escala de carregamento (balança de carga)".
8. Reponha o recipiente na balança de carga e seleccione OK.
Para reiniciar um recipiente diferente, repita os passos 5 a 8 ou seleccione
Cancelar para voltar ao ecrã HOME.

Definir intervalos de teste


O ecrã Intervalos de Teste é utilizado para especificar os intervalos de referência
para os resultados de testes que aparecem na janela de análise de amostras de
doentes e impressos no relatório de doentes para gráficos. Siga as instruções
abaixo para especificar intervalos de referência.
NOTA: Os intervalos de teste não se aplicam a alérgenos. Os intervalos de
alérgenos podem ser configurados na janela Intervalos Alergénicos.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Configurar o sistema 8-13

Para o sistema IMMULITE 2000 e o sistema IMMULITE 2500


1. Na janela do instrumento, seleccione Configurações.
2. Seleccione Intervalos de Teste.
3. Avance para o passo 2 na secção seguinte.

Instrumentos IMMULITE 2000 XPi


1. Na janela do instrumento, seleccione MENU .
2. Seleccione Intervalos de Teste.
3. Seleccione um teste na lista Nome do Teste.
Os intervalos para o teste seleccionado são apresentados nos campos de
limites. As unidades dos valores dos limites são apresentadas do lado direito
da janela.
4. Para o intervalo normal, introduza os limites superior e inferior nos
campos adequados.
5. Nos campos Limite 2 a 7, introduza os limites adicionais que pretende
visualizar na janela de análise de amostras de doentes.
6. Se o sistema estiver configurado para enviar resultados para o LIS
automaticamente, pode introduzir os valores superior e inferior nos campos
Rever Limite (Intervalo de Análise).
Se o resultado estiver fora do intervalo de análise, não será enviado para
o LIS.
Se os valores superior e inferior do Limite 1 (Normal) estiverem dentro
dos valores superior e inferior do intervalo de análise, os resultados de
amostras de doentes que estejam fora do Limite 1 (Normal) não serão
sinalizados. Consulte o exemplo abaixo:
• Limite Normal = 0,4 a 4,0
• Rever Limite (Intervalo de Análise) = 0,2 a 6,0
• Resultado 5,0
Uma vez que o resultado está dentro do intervalo de análise, ele não seria
sinalizado, apesar de ser superior ao limite normal.
7. Seleccione Guardar.

601034-0001, Rev. A
8-14 Guia do Operador: Configurar o sistema

Definir intervalos de alérgenos


A janela Intervalos Alergénicos apresenta os intervalos de concentrações de
imunoglobulina para reacções alérgicas. Pode utilizar esta janela para especificar
a concentração para uma reacão de classe 0/I. Pode introduzir a concentração
tanto para a pontuação padrão como para a pontuação alargada.
Os outros limites apresentados nesta janela não podem ser alterados. São
introduzidos quando o operador faz a leitura do código de barras 2D no kit.
Os limites nesta janela são apresentados para testes de alergia no ecrã de análise
de amostras de doentes e em relatórios. Siga as instruções abaixo para especificar
os intervalos de referência da Classe 0/I para testes de alergia.

Para o sistema IMMULITE 2000 e o sistema IMMULITE 2500


1. Na janela do instrumento, seleccione Configurações.
2. Seleccione Intervalos Alergénicos.
3. Avance para o passo 3 na secção seguinte.

Para instrumentos IMMULITE 2000 XPi


1. Na janela do instrumento, seleccione MENU .
2. Seleccione Intervalos Alergénicos.
3. Na lista Nome do Teste, seleccione o kit de alergia para o qual pretende
introduzir o intervalo de referência da Classe 0/I.
Os intervalos de referência predefinidos para o kit seleccionado aparecem nos
campos Classe. As unidades dos valores dos limites são apresentadas do lado
direito da janela.
As classes de reacções alérgicas estão listadas do lado esquerdo da janela.
Os nomes das classes estão alinhados entre os campos que contêm os
respectivos valores dos intervalos.
Por exemplo, o primeiro campo na coluna Padrão contém um 0. O campo
abaixo deste poderia conter 0,20. A classe 0 é o nome que aparece ao lado
destes dois campos. Portanto, na janela de análise de amostras de doentes e
nos relatórios, seria apresentado um resultado de Classe padrão 0 para
concentrações de anticorpos de 0 a 0,20 IU/ml.
4. Introduza os valores do intervalo de referência nos campos Classe 0/I Cutoff.
Pode introduzir valores para as pontuações normais e alargadas.
5. Seleccione Guardar.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Configurar o sistema 8-15

Testes reflexivos
Siga as instruções nesta secção para especificar os testes a executar
automaticamente se um resultado estiver abaixo, acima ou dentro
dos limites especificados.
NOTA: Os testes reflexivos não podem ser realizados com uma amostra
diluída manualmente.

Activar testes reflexivos


Siga estas instruções para activar testes reflexivos.

Para o sistema IMMULITE 2000 e o sistema IMMULITE 2500


1. Na barra de menus pendentes, seleccione Configurações e depois
Configurar e continue com o passo 2.

Para os instrumentos IMMULITE 2000 XPi


1. No ecrã Menu, seleccione Configurar.
2. Seleccione Definições configuração.
3. Seleccione a opção Teste Reflexivo na caixa Opções de Teste.
4. Seleccione Guardar.

Configurar testes reflexivos


Siga estas instruções para configurar testes reflexivos para ensaios ou alérgenos.

Para o sistema IMMULITE 2000 e o sistema IMMULITE 2500


1. Se necessário, active a função de testes reflexivos.
2. Na barra de menus, seleccione Configurações.
3. No menu Configurações, seleccione Testes Reflexivos.
4. Avance para o passo 3 na secção seguinte.

Para os instrumentos IMMULITE 2000 XPi


1. Na janela do instrumento, seleccione Menu.
2. No ecrã Menu, seleccione Testes Reflexivos.

601034-0001, Rev. A
8-16 Guia do Operador: Configurar o sistema

3. Seleccione uma Selecção do teste inicial (principal).


Esta selecção determina os testes que aparecem no campo Teste Principal.
Selecção do teste
inicial (principal) Descrição
Imunoensaios - Todos os ensaios lidos e introduzidos no sistema.
Todos disponíveis
Imunoensaios - Configurados Ensaios configurados para testes reflexivos.
para Reflexivos
Alergias - Todos Disponíveis Todos os alérgenos e reagentes universais lidos
e introduzidos no sistema.
Alergias - Configurados Combinações de alérgenos/reagentes universais
para Reflexivos configuradas para testes reflexivos.
4. Seleccione um Teste Principal e um Reagente Universal, se aplicável.
5. Seleccione um tipo de Nova Gama (Novo Intervalo):
• Só pode configurar um limite abaixo e um limite acima por ensaio ou
combinação de alérgeno e reagente universal.
Os limites abaixo e acima não se podem sobrepor.
• Pode configurar limites dentro do intervalo ilimitados, se os valores não
se sobrepuserem aos limites acima e abaixo.
• As opções de Nova Gama (Novo Intervalo) para ensaios qualitativos são
Não Reactivo, Indeterminado Reactivo.
Só uma de cada pode ser adicionada.
6. Seleccione Adicionar Gama (Intervalo).
7. Introduza o(s) valor(es) de Gama reflexivos (Intervalo Reflexivo) com base
no tipo de intervalo seleccionado no passo 5.
O campo Gama reflexivos (Intervalo Reflexivo) não está disponível para
ensaios qualitativos. Avance para o passo 8.
8. Seleccione o botão IMUNOENSAIO ou ALERGIA na caixa
CATEGORIA DE TESTES.
Se seleccionar ALERGIA, seleccione os reagentes universais adequados.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Configurar o sistema 8-17

9. Seleccione os botões que correspondem aos testes reflexivos individuais para


este intervalo (até 15 testes por intervalo reflexivo).
Se necessário, utilize os botões Página Seguinte and Página Anterior para
localizar outros testes.
NOTA: A opção Não Enviar Automaticamente fica activada se for
seleccionado um teste reflexivo que corresponda ao teste principal.
Seleccione a opção Não Enviar Automaticamente para evitar que os
resultados do teste principal e do correspondente teste reflexivo sejam
enviados para o LIS. Por exemplo, se a HCG reflectir-se em HCG e TSH e a
opção Não Enviar Automaticamente estiver seleccionada, apenas o resultado
da TSH será enviado para o LIS.
10. Para adicionar uma diluição para um teste reflexivo:
a. Seleccione um teste em Teste Seleccionado.
b. Seleccione o botão DILUIÇÃO.
Aparece a janela Factor de Diluição.
c. Seleccione o factor de diluição.
11. Seleccione Guardar depois de ter seleccionado todos os testes
reflexivos necessários.
12. Repita os passos 5 a 11 para configurar outros intervalos para um teste
principal, ou os passos 2 a 11 para pedir testes reflexivos para um ensaio ou
alérgeno diferente.
13. Para imprimir o conteúdo da caixa Gama (Intervalo) Actual,
seleccione Imprimir.
14. Seleccione Fechar para fechar o ecrã Configuração Testes Reflexivos.

Editar configurações de testes reflexivos


Siga estas instruções para editar configurações de testes reflexivos existentes.

Para o sistema IMMULITE 2000 e o sistema IMMULITE 2500


1. Na barra de menus da janela do instrumento, seleccione Configurações.
2. Seleccione Testes Reflexivos e avance para o passo 2 na secção seguinte.

Para os instrumentos IMMULITE 2000 XPi


1. No ecrã Menu, seleccione MENU e depois Testes Reflexivos.
2. Seleccione uma das seguintes opções:
• Imunoensaios - Configurados para Reflexivos
• Alergias - Configurados para Reflexivos.
3. Seleccione um Teste Principal e um Reagente Universal, se aplicável.

601034-0001, Rev. A
8-18 Guia do Operador: Configurar o sistema

4. Seleccione o intervalo a editar na caixa Gama (Intervalo) Actual do lado


direito do ecrã.
Actualize o intervalo reflexivo em função da selecção.
5. Seleccione Editar.

Utilizar testes reflexivos


Execute estes procedimentos para pedir mais testes reflexivos, adicionar
um factor de diluição ou remover um teste reflexivo:

Pedir mais testes reflexivos para um intervalo


Seleccione os botões que correspondem aos testes reflexivos individuais para este
intervalo. Para alternar entre ensaios e alérgenos, seleccione o botão
IMUNOENSAIO ou ALERGIA na caixa CATEGORIA DE TESTES.

Adicionar ou editar um factor de diluição


Seleccione o teste em Teste Seleccionado e seleccione o botão DILUIÇÃO e
depois o factor de diluição.

Remover um teste reflexivo


Seleccione o teste em Teste Seleccionado e seleccione o botão REMOVER .
1. Terminadas as edições neste intervalo, seleccione o botão GUARDAR.
2. Repita os passos 2 a 7 para editar configurações de outros testes reflexivos.
3. Para imprimir o conteúdo da caixa Gama (Intervalo) Actual, seleccione o
botão Imprimir.
4. Seleccione o botão Fechar para fechar o ecrã
Configuração Testes Reflexivos.

Eliminar um intervalo de testes reflexivos


Siga estas instruções para editar configurações de testes reflexivos existentes.

Para o sistema IMMULITE 2000 e o sistema IMMULITE 2500


1. Na barra de menus da janela do instrumento, seleccione Configurações.
2. Seleccione Testes Reflexivos.
3. Avance para o passo 3 na secção seguinte.

Para os instrumentos IMMULITE 2000 XPi


1. Na janela do instrumento, seleccione MENU .
2. Seleccione Testes Reflexivos.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Configurar o sistema 8-19

3. Seleccione uma das seguintes opções:


• Imunoensaios - Configurados para Reflexivos
• Alergias - Configurados para Reflexivos.
4. Seleccione um Teste Principal e um Reagente Universal, se aplicável.
5. Seleccione o intervalo a editar na caixa Gama (Intervalo) Actual do lado
direito do ecrã.
6. Seleccione o botão Eliminar.
7. Seleccione o botão Sim.
8. Repita os passos 3 a 7 para eliminar outros intervalos.
9. Para imprimir o conteúdo da caixa Gama (Intervalo) Actual, seleccione o
botão Imprimir.
10. Seleccione Fechar para fechar o ecrã Configuração Testes Reflexivos.

Configuração do painel
Um painel pode ser utilizado para agrupar testes que sejam rotineiramente pedidos
em conjunto. O ecrã Configuração do Painel é utilizado para criar um painel ou
editar um painel já existente. O operador atribui um nome ao painel e os testes a
incluir no mesmo. Pode atribuir até cem testes a um painel.

Criar um novo painel


Siga as instruções abaixo para criar um novo painel.

Para o sistema IMMULITE 2000 e o sistema IMMULITE 2500


1. Na barra de menus da janela do instrumento, seleccione Configurações.
2. Seleccione Paniéis.
3. Avance para o passo 3 na secção seguinte.

Para os instrumentos IMMULITE 2000 XPi


1. Na janela do instrumento, seleccione MENU .
2. Seleccione Paniéis.
3. Seleccione ADICIONAR NOVO PAINEL.
4. Introduza um nome para o painel no campo Painel.
O nome do painel não pode ser constituído por mais de 10 caracteres.
5. Seleccione um dos botões de cor do painel, de 1 a 15.
A cor que seleccionar distingue os testes pertencentes a este painel na janela
Painéis Disponíveis.
6. Seleccione o Nome do Teste.

601034-0001, Rev. A
8-20 Guia do Operador: Configurar o sistema

7. Seleccione KITS ACTIVOS ou NO INTERIOR.


• Se KITS ACTIVOS for seleccionado, cada imunoensaio ou teste de alergia
lido e introduzido no instrumento aparece no centro da janela.
• Se NO INTERIOR for seleccionado, cada imunoensaio ou teste de alergia
que resida fisicamente no instrumento aparece no centro da janela.

Imunoensaio
Seleccione o imunoensaio adequado.
O código para o ensaio seleccionado aparece no campo Teste Seleccionado.

Alérgeno
1. Seleccione o reagente universal, como SPE, que pretende utilizar para o teste
de alergia.
2. Seleccione o teste de alergia.
O código para o alérgeno seleccionado aparece no campo Teste Seleccionado.

Definir controlos de alérgenos


Pode executar dois tipos diferentes de controlos de alergia:
• Controlos de kits de alergia
• Controlos de alérgenos específicos

Controlos de kits de alergia


Este tipo de controlo testa o desempenho do kit de alergia universal.
Estes controlos são fornecidos com kits de alergia. Para executar estes
controlos, tem de ter introduzido e colocado o Anticorpo IgE Específico
de Controlo fornecido com esse kit.

Controlos de alérgenos específicos


Estes controlos testam o desempenho de um alérgeno em particular.
Existem controlos de alérgenos específicos para as alergias mais comuns.
Para executar estes controlos, o alérgeno cujo desempenho deve ser testado
tem de ser introduzido no sistema e colocado no instrumento.
1. Especifique réplicas dos testes no painel.
Se não pretender pedir réplicas, avance para o passo 8.
2. Seleccione o teste no campo Teste Seleccionado e depois
seleccione RÉPLICAS.
3. Altere o número de réplicas que pretende realizar utilizando os botões de seta.
Pode também introduzir o número utilizando o teclado.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Configurar o sistema 8-21

4. Seleccione OK para introduzir o número apresentado e depois feche a


janela Réplicas.
5. Repita este processo para todos os testes que requerem réplicas.
6. Seleccione OK na janela Testes Disponíveis para guardar as suas entradas e
fechar a janela.
7. Na janela Configuração do Painel, especifique quaisquer factores de diluição
necessários a aplicar aos imunoensaios no painel que está a criar.
8. Seleccione Factor de Diluição.
9. Seleccione o imunoensaio no campo Teste Seleccionado para aplicar a esse
teste a diluição que seleccionou.
10. Repita estes passos para cada diluição no instrumento necessária.
NOTA: A secção Especificações de volumes de diluição‚ página E-2 indica
a quantidade de amostra, água e diluente utilizados para as diluições
no instrumento.
11. Seleccione GUARDAR PAINEL.

Editar um painel
Siga as instruções abaixo para editar um painel existente.

Para o sistema IMMULITE 2000 e o sistema IMMULITE 2500


1. Na barra de menus da janela do instrumento, seleccione Configurações.
2. Seleccione Paniéis.
3. Avance para o passo 3 na secção seguinte.

Para os instrumentos IMMULITE 2000 XPi


1. Na janela do instrumento, seleccione MENU .
2. Seleccione Paniéis.
3. Seleccione PAINÉIS EXISTENTES.
4. Seleccione o painel na lista de nomes de painéis e, em seguida,
seleccione ACEITAR.
O painel que seleccionou aparece na janela Configuração do Painel.
Siga as instruções abaixo adequadas para as alterações que pretende fazer.

Para adicionar um teste ao painel


1. Seleccione Nome do Teste.
2. Execute o passo 7 na secção Criar um novo painel‚ página 8-19.

601034-0001, Rev. A
8-22 Guia do Operador: Configurar o sistema

Para remover um teste do painel


Na janela Configuração do Painel, seleccione o teste que pretende remover no
campo Teste Seleccionado.

Para alterar o factor de diluição para um imunoensaio


1. Na janela Configuração do Painel, seleccione o factor de diluição necessário.
2. Seleccione o teste no campo Teste Seleccionado ao qual pretende aplicar
a diluição.
A secção Especificações de volumes de diluição‚ página E-2 indica a
quantidade de amostra, água e diluente utilizados para as diluições no
instrumento.
3. Seleccione GUARDAR PAINEL na janela Configuração do Painel para
guardar as alterações que introduziu.

Eliminar um painel
Siga as instruções abaixo para eliminar um painel existente.

Para o sistema IMMULITE 2000 e o sistema IMMULITE 2500


1. Na barra de menus da janela do instrumento, seleccione Configurações.
2. Seleccione Paniéis.
3. Avance para o passo 3 na secção seguinte.

Para os instrumentos IMMULITE 2000 XPi


1. Na janela do instrumento, seleccione MENU .
2. Seleccione Paniéis.
3. Seleccione PAINÉIS EXISTENTES.
4. Seleccione o painel que pretende eliminar na lista de nomes de painéis.
5. Seleccione ACEITAR.
A informação sobre o painel que seleccionou é apresentada na janela
Configuração do Painel.
6. Seleccione APAGAR PAINEL.
7. Seleccione Sim.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Configurar o sistema 8-23

Configuração das unidades


O ecrã Configuração das Unidades permite ao operador alterar as unidades de
reporte para um determinado teste. Para alterar as unidades predefinidas, siga as
instruções abaixo.
NOTA: Se alterar as unidades de reporte de um determinado ensaio, o software
recalcula automaticamente todos os resultados desse ensaio que estejam na base
de dados, incluindo os resultados do Controlo de Qualidade e os intervalos de
referência. Quaisquer impressões posteriores de resultados de Controlo de
Qualidade, dados exportados ou novas impressões de resultados de doentes serão
apresentadas com resultados recalculados e as unidades actualizadas.

Para o sistema IMMULITE 2000 e o sistema IMMULITE 2500


1. Na barra de menus da janela do instrumento, seleccione Configurações.
2. Seleccione Unidades.
3. Avance para o passo 3 na secção seguinte.

Para os instrumentos IMMULITE 2000 XPi


1. Na janela do instrumento, seleccione MENU .
2. Seleccione Unidades.
3. Seleccione a seta à direita da janela Nome do Teste.
A janela pendente apresenta os testes disponíveis.
4. Seleccione o teste.
Aparecem as opções de unidades para este teste em particular, com a unidade
de reporte actual seleccionada.
Podem ser apresentadas até quatro unidades diferentes.
5. Seleccione as unidades.
6. Seleccione Guardar.
7. Seleccione Completo (Concluído).

601034-0001, Rev. A
8-24 Guia do Operador: Configurar o sistema

Ecrã Configuração do Arranque Automático


NOTA: Esta funcionalidade só está disponível no sistema IMMULITE 2000 XPi.

O ecrã Configuração do Arranque Automático permite-lhe programar


procedimentos de manutenção automatizados por data e hora e activar ou
desactivar a distribuição automática de substrato.
Utilize o ecrã Configuração do Arranque Automático para definir os
procedimentos automáticos:
• Seleccione os dias da semana nos quais o Arranque Automático deve
ser executado.
• Visualize as listas de trabalho de controlo a executar durante o procedimento
do Arranque Automático programado.
Para configurar o instrumento para o Arranque Automático:
1. Na janela do instrumento, seleccione MENU .
2. Seleccione Configuração do Arranque Automático.
Aparece o ecrã Configuração do Arranque Automático.
3. Seleccione o(s) dias(s) da semana para programar o Arranque Automático.
4. Para cada dia da semana que seleccionou, introduza a hora para programar o
Arranque Automático.
5. Para ver as listas de trabalho do CQ Programado atribuídas a um determinado
dia, seleccione Ver Listas de Trabalho ao lado do dia da semana adequado.
Consulte a secção Programar ensaios de CQ‚ página 4-15.
6. Seleccione Distribuição de Substrato Activada ou Distribuição de
Substrato Desactivada.
Consulte a secção abaixo, Distribuição automática de substrato.
7. Seleccione Guardar.

Distribuição automática de substrato


NOTA: Quando a sonda estiver inactiva durante mais de 2 horas, o operador tem
de fazer a purga manualmente da primeira vez para esta rotina poder continuar.
A cada 2 horas, a selecção de Distribuição de Substrato Activada desloca
automaticamente um tubo de reacção para a estação de substrato e distribui
material de substrato para o tubo. Depois, retira o tubo do instrumento para
assegurar que a sonda está limpa.
A selecção de Distribuição de Substrato Desactivada não permite que o substrato
seja automaticamente distribuído. Esta opção é apenas recomendada se o operador
realizar tarefas de manutenção automatizadas e não pretender executar a lista de
trabalho de CQ automatizada. Além disso, se o instrumento estiver a executar
testes até ao Arranque Automático, o substrato terá sido distribuído recentemente
durante o processamento dos testes; portanto, a sonda estará pronta.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Configurar o sistema 8-25

Comunicações
O ecrã Comunicações é utilizado para configurar o instrumento para comunicar
através de aplicações informáticas, tais como o RealTime Solutions.

Relatórios
Siga estas instruções para configurar relatórios.
1. Assegure-se de que o instrumento está no modo PARAR.
2. Na janela do instrumento, seleccione RELATÓRIOS.
3. Seleccione CONFIGURAR RELATÓRIO.
4. Para imprimir este relatório automaticamente:
• Em formato resumido, seleccione a opção Formato Curto.
• Em formato para gráficos, seleccione a opção Formato para Gráfico.
5. Seleccione GUARDAR para guardar esta alteração.
6. Seleccione FECHAR.

Editar relatórios de doentes para gráficos


Siga estas instruções para editar o relatório de doente para gráficos.

Para o sistema IMMULITE 2000 ou o sistema IMMULITE 2500


1. Assegure-se de que o instrumento está no modo PARAR.
2. Na janela do instrumento, seleccione RELATÓRIOS.
3. Seleccione o botão CONFIGURAR RELATÓRIO.
4. Seleccione Formato para Gráfico.
5. Seleccione o botão Editar Modelo.
6. Seleccione um dos quatro cantos da caixa para redimensionar a
Property Toolbox (Caixa de Ferramentas de Propriedades).
7. Quando aparecer a seta dupla preta, arraste a caixa para aumentar ou diminuir
o seu tamanho.
Não feche a caixa de ferramentas de propriedades. Para visualizá-la, prima a
tecla F4 no teclado.
8. Clique no nome de um campo para editá-lo.
Uma caixa de texto rodeia o nome do campo.

601034-0001, Rev. A
8-26 Guia do Operador: Configurar o sistema

Configurar o nome do laboratório


O nome do laboratório está guardado na base de dados e tem de ser configurado
separadamente, do seguinte modo.
NOTA: Não modifique os títulos de secção, o cabeçalho de página, o cabeçalho
de grupo, o detalhe, o rodapé de página ou o rodapé de grupo 1.
1. Seleccione a propriedade adequada, por exemplo, Caption (Legenda), na
Property Toolbox (Caixa de Ferramentas de Propriedades).
2. Edite o campo.
Se um campo ultrapassar a margem de impressão, aparece uma linha
vermelha a indicar que cada página será impressa em duas folhas de papel.
Ajuste os campos, de modo a evitar este problema.
3. Prima Enter.
4. Seleccione a secção Font (Tipo de Letra) na Property Toolbox (Caixa de
Ferramentas de Propriedades) para editar o tipo de letra e respectivo tamanho.
5. Seleccione PRÉ-VISUALIZAR para ver as alterações.
6. Seleccione o ícone Imprimir ao pré-visualizar o modelo para imprimir um
relatório de amostras.
7. Seleccione GUARDAR para guardar as alterações feitas.

Activar ou desactivar campos


Siga as instruções abaixo para activar ou desactivar campos e nomes de campos
no relatório de doente para gráficos.
1. Assegure-se de que o instrumento está no modo PARAR.
2. Na janela do instrumento, seleccione RELATÓRIOS.
3. Seleccione CONFIGURAR RELATÓRIO.
4. Seleccione Formato para Gráfico.
5. Seleccione Editar Modelo.
Aparece o ecrã Concepção.
6. Seleccione o campo ou nome de campo adequado.
Uma caixa de texto rodeia o nome.
7. Seleccione o campo Visible (Visível) na Property Toolbox
(Caixa de Ferramentas de Propriedades).
Aparece uma seta pendente.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Configurar o sistema 8-27

8. Seleccione a seta pendente e seleccione uma opção:


Embora escondido no relatório, o nome do campo aparece no modelo.
• True (Verdadeiro) - para activar o campo.
• False (Falso) - para ocultar o campo.
9. Seleccione PRÉ-VISUALIZAR para ver as alterações.
10. Seleccione o ícone Imprimir ao pré-visualizar o modelo para imprimir um
relatório de amostras.
11. Seleccione o botão GUARDAR para guardar as alterações feitas.
12. Repita os passos 1 - 6, conforme necessário, para todos os campos e nomes
de campos.

Mover campos
Siga as instruções abaixo para dispor os nomes de campos e os campos.
1. Assegure-se de que o instrumento está no modo PARAR.
2. Na janela do instrumento, seleccione RELATÓRIOS.
3. Seleccione CONFIGURAR RELATÓRIO.
4. Seleccione Formato para Gráfico.
5. Seleccione Editar Modelo.
Aparece o ecrã Concepção.
6. Seleccione o campo ou nome de campo adequado.
7. Seleccione um campo ou nome de campo para movê-lo para a posição adequada.
Para seleccionar vários campos, prima e mantenha premida a tecla CTRL ao
mesmo tempo que clica em campos/nomes de campos ou seleccione e arraste
uma caixa de selecção à volta dos campos/nomes de campos.
8. Ao mesmo tempo que prime o botão do rato, arraste o campo ou nome do
campo para a nova localização.
9. Liberte o botão do rato.
O nome do campo aparece na nova localização.
10. Para alterar o tamanho de um campo ou nome de campo, seleccione o campo
e clique e arraste os quadrados pretos para redimensionar o campo.
11. Seleccione PRÉ-VISUALIZAR para ver as alterações.
12. Seleccione o ícone Imprimir ao pré-visualizar o modelo para imprimir um
relatório de amostras.
13. Seleccione GUARDAR para guardar as alterações feitas.
NOTA: O texto e os dados contidos nos campos moldam-se às caixas dos
campos no relatório. Evite sobrepor campos no modelo. A sobreposição de
campos pode resultar na sobreposição de texto e dados no relatório de doente
para gráficos.

601034-0001, Rev. A
8-28 Guia do Operador: Configurar o sistema

Imprimir manualmente o relatório de doente


para gráficos
Siga estas instruções para imprimir manualmente o relatório de doente para
gráficos. Esta função permite ao operador testar a impressão do relatório de
doente para gráficos sem ter de esperar que ele seja impresso automaticamente.
1. Assegure-se de que o instrumento está no modo PARAR.
2. Na janela do instrumento, seleccione RELATÓRIOS.
3. Seleccione IMPRIMIR RELATÓRIO.
4. Introduza o número de entrada.
5. Seleccione o nome do doente na lista pendente.
Não é possível imprimir o relatório se nem todos os testes tiverem resultados
para o número de entrada e doente seleccionados.
6. Introduza outras informações a apresentar no relatório no campo Comentário.
7. Seleccione IMPRIMIR.

Restaurar o modelo
Siga as instruções abaixo para eliminar o modelo personalizado e substituí-lo pelo
modelo fornecido pela Siemens.
1. Na janela do instrumento, seleccione RELATÓRIOS.
2. Seleccione CONFIGURAR RELATÓRIO.
3. Seleccione Restaurar Modelo.
4. Seleccione SIM para restaurar o modelo da Siemens ou seleccione NÃO
para cancelar.

Alterar as definições do Windows


As definições do Windows são configuradas por técnicos da Siemens quando o
sistema for instalado. Consulte Redefinir a data e a hora‚ página 8-28 e Alterar o
som‚ página 8-29 para ajustar estas definições.

Redefinir a data e a hora


Siga as instruções abaixo para redefinir a data e a hora do computador.
NOTA: Não siga estas instruções quando for necessária uma mudança para a Hora
de Verão. Aparece uma mensagem para alterar a hora na data adequada.
1. Seleccione Iniciar no canto inferior esquerdo do ecrã.
NOTA: Não altere as Definições Regionais no Painel de Controlo.
2. Utilize a roda do rato para realçar Definições e depois seleccione
Painel de Controlo.
O ecrã Painel de Controlo apresenta os ícones do painel de controlo.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Configurar o sistema 8-29

3. Se necessário, seleccione o separador Data e Hora.


4. Faça duplo clique no ícone Data e Hora.
5. Na janela Propriedades de Data e Hora, seleccione o separador Fuso Horário.
6. Seleccione a seta à direita do campo do mês e realce o mês actual.
7. Se o ano estiver incorrecto, utilize os botões de seta para cima e para baixo à
direita do campo do ano para apresentar o ano actual.
8. No calendário, seleccione a data actual.
9. Introduza a hora actual no campo da hora.
• Se o fuso horário na indicação Fuso Horário Actual estiver incorrecto,
continue com as instruções abaixo para definir o fuso horário.
• Se o fuso horário na indicação Fuso Horário Actual estiver correcto,
seleccione o botão OK para fechar o ecrã Propriedades de Data e Hora.
10. Seleccione o botão de fechar (x) no canto superior direito do ecrã
Painel de Controlo.

Definir o fuso horário


1. Seleccione Iniciar no canto inferior esquerdo do ecrã.
NOTA: Não altere as Definições Regionais no Painel de Controlo.
2. Utilize a roda do rato para realçar Definições e depois seleccione
Painel de Controlo.
Aparece o ecrã Painel de Controlo com os ícones do painel de controlo.
3. No ecrã Propriedades de Data e Hora, seleccione o separador Fuso Horário.
4. Seleccione a seta para baixo à direita do fuso horário.
5. Aparece uma lista de fusos horários.
6. Seleccione o fuso horário.
7. Seleccione OK para fechar o ecrã Propriedades de Data e Hora.
8. Seleccione o botão de fechar (x) no canto superior direito do ecrã
Painel de Controlo. O ecrã Painel de Controlo fecha-se.

Alterar o som

PRECAUÇÃO
Não utilize o controlo de volume do Windows NT situado na barra de tarefas do
ambiente de trabalho. Um problema conhecido do Windows pode afectar o
sistema operativo negativamente.
Os sons são utilizados para chamar a atenção para o instrumento. Utilize os
controlos de volume situados no monitor para subir ou baixar o volume do som ou
para desligar o som.

601034-0001, Rev. A
8-30 Guia do Operador: Configurar o sistema

Calibrar o ecrã táctil


Siga as instruções abaixo para calibrar o ecrã táctil.
1. Seleccione o botão Iniciar no canto inferior esquerdo do ecrã.
2. Utilize a roda do rato para realçar Definições e seleccione
Painel de Controlo.
Aparece o ecrã Painel de Controlo com os ícones do painel de controlo.
3. Faça duplo clique no ícone Ecrã Táctil.
Aparece o ecrã de selecção de toque.
4. Seleccione o botão Calibrar.
Aparece o ecrã de calibração do toque.
5. Siga as instruções no ecrã seleccionando o alvo.
Aparece a seguinte mensagem:
Toque em diferentes áreas no ecrã.

O cursor salta para a ponta do seu dedo?

6. Seleccione o botão Sim.


O ecrã de calibração do toque fecha-se e aparece novamente o ecrã de
selecção do toque.
7. Seleccione o botão OK .
O ecrã de selecção do toque fecha-se.
8. Seleccione o botão Fechar (x) no canto superior direito do ecrã Painel de
Controlo para fechar este ecrã.

Actualizar o sistema
O sistema é entregue ao cliente com a versão mais recente do software do
instrumento instalada. Periodicamente, são enviados CDs com actualizações do
software ou novas edições do mesmo. Para instalar novo software, siga as
instruções que acompanham o CD.

601034-0001, Rev. A
Anexo A: Instruções de segurança

Estas informações resumem as directrizes estabelecidas para o manuseamento


dos materiais que apresentam riscos biológicos no laboratório. Este resumo
baseia-se nas directrizes desenvolvidas pelos centros de controlo de doenças
(Centers for Disease Control), no Documento M29-A3 Protection of Laboratory
Workers from Occupationally Acquired Infections do Clinical and Laboratory
Standards Institute e na norma relativa a agentes patogénicos transmitidos pelo
sangue da Occupational Safety and Health Administration.1 - 3

Proteger-se contra riscos biológicos


Utilize este resumo exclusivamente para informações gerais. Este resumo não
pretende substituir nem complementar os procedimentos de controlo de riscos
biológicos em vigor no seu laboratório ou hospital.
Por definição, uma situação de risco biológico envolve agentes infecciosos
biológicos por natureza, tais como o vírus da hepatite B, o vírus da
imunodeficiência humana e a bactéria da tuberculose. Estes agentes infecciosos
podem estar presentes no sangue humano e nos produtos derivados do sangue,
bem como noutros fluidos corporais.
As principais fontes de contaminação quando se manuseia agentes potencialmente
infecciosos são as seguintes:
• agulhas
• contacto das mãos com a boca
• contacto das mãos com os olhos
• contacto directo com cortes superficiais, feridas abertas e outras condições
cutâneas que possam permitir a absorção em camadas subcutâneas
• contacto de aerossol ou salpicos com a pele e os olhos

601034-0001, Rev. A
A-2 Guia do Operador: Instruções de segurança

Para evitar a contaminação acidental num laboratório clínico, respeite


rigorosamente os seguintes procedimentos:
• Utilize luvas enquanto proceder à manutenção de partes do instrumento
que entrem em contacto com fluidos corporais, tais como soro, plasma,
urina ou sangue total.
• Lave as mãos antes de passar de uma área contaminada para uma área não
contaminada ou quando retirar ou trocar as luvas.
• Execute os procedimentos com cuidado para minimizar a formação
de aerossol.
• Utilize protecção facial quando for possível a formação de salpicos ou
aerossol.
• Utilize equipamento de protecção pessoal, como óculos de protecção, luvas,
bata de laboratório ou avental, quando manusear contaminantes susceptíveis
de constituir risco biológico.
• Mantenha as mãos afastadas do rosto.
• Cubra todos os cortes e feridas superficiais antes de iniciar qualquer tarefa.
• Elimine os materiais contaminados em conformidade com os procedimentos
de controlo de riscos biológicos do laboratório.
• Mantenha a sua área de trabalho desinfectada.
• Desinfecte todas as ferramentas e objectos que tenham estado junto de
qualquer parte do percurso da amostra ou da área de resíduos do instrumento
com lixívia a 10% v/v.
• Não coma, não beba, não fume nem aplique cosméticos ou lentes de contacto
no laboratório.
• Não pipete qualquer líquido com a boca, incluindo água.
• Não coloque ferramentas ou qualquer outro objecto na boca.
• Não utilize o lavatório próprio para resíduos que constituam risco biológico
para limpezas pessoais, como por exemplo, para lavar as mãos ou chávenas
de café.
Para evitar lesões causadas por agulhas, deve evitar-se qualquer tipo
de manuseamento das agulhas com as mãos, como por exemplo, voltar a
colocar a respectiva tampa, dobrá-las, cortá-las, parti-las ou retirá-las das
seringas descartáveis.

Referências
1. Centers for Disease Control. 1988. Update: Universal precautions for
prevention of transmission of human immunodeficiency virus, hepatitis B
virus and other bloodborne pathogens in healthcare settings. MMWR, 37:377
– 382, 387, 388.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Instruções de segurança A-3

2. Clinical and Laboratory Standards Institute (formerly NCCLS). Protection of


Laboratory Workers from Occupationally Acquired Infections; Approved
Guideline - Third Edition. CLSI Document M29-A3.[ISBN 1-56238-567-4].
Clinical and Laboratory Standards Institute, 940 West Valley Road, Suite
1400, Wayne, Pennsylvania 19087-1898 USA, 2005).
3. Federal Occupational Safety and Health Administration. Bloodborne
Pathogens Standard. 29 CFR 1910. 1030.

Tabela de precauções
Ao longo deste manual, estão incluídas precauções operacionais. A tabela abaixo
apresenta uma lista exaustiva de todas as precauções a ter para o melhor
funcionamento do instrumento.
Categoria Precaução
Tubos de amostras As etiquetas de códigos de barras nos tubos de amostras têm de
estar viradas para fora no suporte de amostras.
Não utilize tubos de amostras que tenham mais de 100 mm de
altura ou menos de 12 mm de diâmetro.
Embalagens de Não utilize uma embalagem de pérolas se a etiqueta de código de
pérolas barras foi danificada ou removida.
Reagentes Utilize apenas reagentes do sistema IMMULITE 2000
com sistemas IMMULITE 2000 e reagentes do sistema
IMMULITE 2500 com o IMMULITE 2500.
Não reutilize cartuchos de reagentes do IMMULITE 2000 ou do
IMMULITE 2500.
Não utilize um cartucho de reagentes se a etiqueta de código de
barras foi danificada ou removida.
Kits Leia e siga atentamente as instruções no folheto informativo
fornecido com cada kit antes de o utilizar.
Água A água utilizada na garrafa de água tem de estar livre de
fosfatase alcalina.
O substrato quimioluminescente utilizado no instrumento é
muito sensível à fosfatase alcalina.
Tubos de reacção Utilize apenas os tubos de reacção especificamente concebidos
para os sistemas IMMULITE 2000 e sistema IMMULITE 2500.
Os tubos de reacção têm de ser eliminados após uma
única utilização.
Diluições Os diluentes não devem ser utilizados para além do prazo de
validade indicado.
Para evitar danos no recipiente de diluição, o encaixe do
recipiente de diluição de polipropileno tem de estar colocado no
devido lugar para poder realizar diluições.
Ventilação Não bloqueie as aberturas da ventoinha, nas partes laterais e no
painel posterior do instrumento.

601034-0001, Rev. A
A-4 Guia do Operador: Instruções de segurança

Categoria Precaução
Electricidade O instrumento tem de estar ligado a um serviço de energia de
220V dedicado.
Purga As sondas de água e de substrato têm de ser retiradas das
respectivas estações antes de realizar a purga.
Microamostragem Não utilize um suporte de tubo de microamostra com uma
etiqueta de código de barras danificada ou suja.
Resíduos sólidos e Os resíduos sólidos e líquidos podem conter material que
líquidos constitua risco biológico. Observe as precauções universais
aquando do seu manuseamento.

601034-0001, Rev. A
Anexo B: Assistência técnica, encomendas
e garantia

Esta secção contém as seguintes informações:


• o endereço do representante autorizado da Siemens, que é o contacto da
Siemens na Comunidade Europeia
• os endereços para a obtenção de informações sobre serviços de assistência
técnica e para encomenda de consumíveis
• informações sobre a garantia do sistema e sobre a política de prestação
de assistência

Siemens Representante Autorizado


Siemens Healthcare Diagnostics
Flanders, NJ 07836-9657 USA

Garantia limitada
GARANTIA LIMITADA. A Siemens garante que o software estará
substancialmente em conformidade com as especificações e a documentação,
desde que seja utilizado no hardware do computador e com o sistema operativo
para o qual foi concebido. A Siemens também garante que os discos nos quais
o software está gravado não têm defeitos de material nem de mão-de-obra,
numa utilização normal, por um período de noventa (90) dias a contar da data
de compra.
A Siemens garante que os artigos entregues no âmbito desta garantia têm bom
material e boa mão-de-obra e não têm defeitos de concepção nem de fabrico.
A responsabilidade da Siemens está limitada à reparação ou substituição de
qualquer artigo ou peça por um período de 6 meses para equipamentos novos
e 3 meses para equipamentos recondicionados, após a entrega e instalação.
Os defeitos causados por condições de funcionamento inadequadas, má utilização,
negligência ou alteração do produto anulam esta garantia. A Siemens não será
responsável por quaisquer danos directos, indirectos, incidentais ou consequentes
resultantes da posse ou utilização dos artigos. Os consumíveis, conforme definido
na lista de preços da Siemens para peças relacionadas com o instrumento, suportes
e consumíveis, não estão abrangidos por esta Garantia.
SOLUÇÕES PARA O CLIENTE. A responsabilidade total da Siemens e a
única solução para o cliente será a substituição do software que não esteja
em conformidade com a Garantia Limitada da Siemens e que seja devolvido
à Siemens. A Garantia Limitada fica sem efeito se a falha do software resultou
de acidente, abuso ou aplicação incorrecta.

601034-0001, Rev. A
B-2 Guia do Operador: Assistência técnica, encomendas e garantia

NENHUMA OUTRA GARANTIA. Dado que o software é inerentemente


complexo e pode não estar completamente isento de erros, o cliente é aconselhado
a verificar o seu trabalho. O software e respectiva documentação são fornecidos
“tal como estão”. A Siemens renuncia a todas as outras garantias, sejam expressas
ou implícitas, incluindo, entre outros, garantias implícitas de comerciabilidade
e adequação a um determinado fim, no que respeita ao software e material
escrito que o acompanha. A Siemens não será responsável por quaisquer danos
directos, indirectos, incidentais ou consequentes resultantes da posse ou utilização
deste produto.

Contactos
Esta secção contém as seguintes informações:
• o endereço do representante autorizado da Siemens, que é o contacto da
Siemens na Comunidade Europeia
• os endereços da Siemens para a obtenção de informações sobre serviços de
assistência técnica e para encomenda de consumíveis

Endereços
Para obter assistência técnica, contacte o serviço de assistência técnica local.
Para obter serviços de apoio ao cliente ou outras informações, contacte o seu
distribuidor ou fornecedor de assistência técnica.
www.siemens.com/diagnostics

601034-0001, Rev. A
Anexo C: Reagentes e fluidos do sistema

O sistema de água dos sistemas IMMULITE 2000 e do sistema IMMULITE 2500


é um aparelho de enchimento automatizado para a garrafa de água destilada
no instrumento. Consiste numa válvula que liga o sistema de água purificada
do laboratório ao instrumento. A garrafa de água interna do instrumento
é automaticamente enchida à medida que a água vai sendo utilizada
pelo instrumento.
O laboratório é responsável por fornecer a água purificada às válvulas à pressão
correcta (não superior a 20 psi). Recomenda-se a utilização de uma válvula
de segurança na linha de fornecimento próximo do instrumento. Esta válvula
proporcionará uma forma de interromper o fornecimento de água durante a
assistência técnica.

Sistema de água do instrumento


O sistema de água dos sistemas IMMULITE 2000 e do sistema IMMULITE 2500
é uma unidade autónoma e requer o mínimo de manutenção por parte do operador.
Recomenda-se o processamento de pelo menos 300 testes por dia num
instrumento utilizando o sistema de água automatizado.

Funcionamento do sistema de água do instrumento


O sistema de água dos sistemas IMMULITE 2000 e do sistema IMMULITE 2500
funciona através da detecção do nível de água na garrafa de água e do seu
enchimento através da activação de um conjunto de válvulas. Estas válvulas
controlam o fluxo de água desde o sistema de água do laboratório até à garrafa
de água.
O nível de água na garrafa é medido pela célula de carga do instrumento. A célula
de carga está debaixo da garrafa de água e mede o seu peso. À medida que a água
vai sendo utilizada pelo instrumento, a garrafa de água fica mais leve. Isto resulta
na emissão de sinais para as válvulas de controlo no colector do sistema de água
para se abrirem, enchendo a garrafa de água até o peso voltar ao valor máximo.
Também há um interruptor de bóia no interior da garrafa de água que impede o
extravasamento. A água será impedida de entrar na garrafa de água, a menos que o
interruptor de bóia esteja abaixo da posição aberta predefinida. Isto é importante
em situações em que a garrafa de água é retirada da célula de carga durante um
período de tempo ou a célula de carga está danificada ou avariada.

601034-0001, Rev. A
C-2 Guia do Operador: Reagentes e fluidos do sistema

Para mais informações sobre como manter o sistema de água, consulte as


seguintes secções:
• Descontaminar garrafas e linhas‚ página 5-24
• Manutenção de rotina do sistema de água‚ página 5-28

Contornar o sistema de água do IMMULITE 2000


O sistema de água pode ser contornado se falhar ou se for necessário voltar a
colocar a garrafa de água normal no instrumento. Contacte a assistência técnica
antes de contornar o Sistema de gua.
Para encher a garrafa de água, consulte Verificar e encher a garrafa de água‚
página 5-8.
Desligue o interruptor de corrente do fornecimento de água directo situado atrás
do carrossel de amostras. Procure a etiqueta com a designação de fornecimento
de água.

Resolução de problemas e perguntas frequentes


Seguem-se alguns cenários comuns de resolução de problemas e
perguntas frequentes.
Situação Causa possível Solução
A garrafa de água O fornecimento de água Ligue o fornecimento
não enche. está desligado. de água.
As ligações à garrafa de água Fixe a tubagem ou
não estão fixas, por exemplo, fio correctamente.
tubagens e fios de sensor.
A célula de carga não está a Verifique o gráfico de
funcionar correctamente. consumíveis no ecrã Home
do instrumento. Se o gráfico
indicar que a garrafa
está cheia e a garrafa
estiver vazia, contacte a
assistência técnica.
A garrafa de A pressão do fornecimento de Regule a pressão de
água transborda. água está demasiado alta. fornecimento para menos de
20 PSI.
A válvula de bóia não está Verifique e volte a instalar a
devidamente assente. válvula de bóia.
A garrafa de água não está Certifique-se de que a garrafa
devidamente assente na está totalmente assente na
célula de carga. célula de carga e que as
tubagens e os fios não
estão pisados.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Reagentes e fluidos do sistema C-3

Situação Causa possível Solução


A fonte de água está Contacte o fornecedor de
contaminada. água para corrigir a situação.
Por dia, são executados Esvazie a garrafa de água e
menos de 300 testes. depois deixe-a encher antes
de a utilizar.
O instrumento está inactivo Esvazie a garrafa de água e
há mais de 48 horas. depois deixe-a encher antes
de a utilizar.
A válvula do sistema de água Contacte a assistência técnica
está contaminada. para pedir ajuda. Contorne o
sistema de água para
continuar a funcionar.
Consulte a secção Contornar
o sistema de água do
IMMULITE 2000‚
página C-2.

601034-0001, Rev. A
C-4 Guia do Operador: Reagentes e fluidos do sistema

601034-0001, Rev. A
Anexo D: Consumíveis

Consumíveis e acessórios
Os consumíveis e acessórios dos sistemas IMMULITE 2000 e do sistema 2500
estão listados na tabela seguinte. Para fazer uma encomenda, contacte a Siemens
ou um distribuidor local.
NOTA: Os clientes que estejam fora dos Estados Unidos devem contactar um
Distribuidor Nacional para fazer uma encomenda.
Código de
produto
(Refª) Descrição Quantidade
L2ATC Tampas de Tubos de Alérgenos* 1000
L2ATS2 Septos de Tubos de Alérgenos* 250
L2AW1 Conjunto de Cartuchos 33
de Alérgenos
400920 Guia de Formação do Leitor 1
de Imagens de Alergias
901863 Rolo de Impressora 1
de Etiquetas de Códigos
de Barras
901864 Papel de Etiquetas de 1
Códigos de Barras
400790 Kit da Impressora de Códigos 1
de Barras
400925-01 Leitor de Códigos de Barras 1
(Normal)
400925-02 Leitor de Códigos de Barras 1
(Ensaio de Alergia com
Cartucho)
10-901807 Sacos de Material 20
de Risco Biológico*
422023 Kit do Depurador de CO2 1
CON6 Módulo de Controlo 2
Multivalente Con6
400763 Garrafa de Descontaminação 1
500912 Encaixe do Recipiente de 2
Diluição (2)
501705 Garrafa de Água Destilada 1
(6 litros)

601034-0001, Rev. A
D-2 Guia do Operador: Consumíveis

Código de
produto
(Refª) Descrição Quantidade
901689 Extensão Eléctrica para 1
o Monitor
901801 Filtro da Ventoinha 1
902666 Tambor de Imagens 1
(OKI 14E) Não disponível para o
IMMULITE 2000 XPi.
902934 Tambor de Imagens 1
(OKI B4200) Não disponível para o
IMMULITE 2000 XPi.

901824 Tinteiro - tinta preta 1


(impressora 710C) Não disponível para o
IMMULITE 2000 XPi.

902058 Tinteiro - tinta preta 1


(impressora 810C) Não disponível para o
IMMULITE 2000 XPi.
902058-02 Tinteiro - tinta preta 1
(impressora 970C) Não disponível para o
IMMULITE 2000 XPi.
902057-02 Tinteiro - tinta a cores 1
(impressora 970C) Não disponível para o
IMMULITE 2000 XPi.
901825 Tinteiro - tinta a cores 1
(impressora 710C) Não disponível para o
IMMULITE 2000 XPi.
902057 Tinteiro - tinta a cores 1
(impressora 810C) Não disponível para o
IMMULITE 2000 XPi.
901205 Filtros Em Linha* 6
400753-54 Teclado (Inglês do RU) 1
400753-53 Teclado (Inglês dos EUA) 1
400753-58 Teclado (Francês) 1
400753-55 Teclado (Alemão) 1
400753-57 Teclado (Italiano) 1
400753-56 Teclado (Espanhol) 1
400753-59 Teclado (Sueco) 1
901728 Cobertura do Teclado 1
400271 Especificações ASTM do LIS 1

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Consumíveis D-3

Código de
produto
(Refª) Descrição Quantidade
422013 Programa de Comunicações 1
do LIS
501706 Garrafa de Resíduos Líquidos 1
(6 litros)
LMH5 Encaixes para Microamostras 5
- conjunto de 5
LMH15 Encaixes para Microamostras 15
- conjunto de 15
LSMC Tampas de Tubos de 1000
Microamostras*
LMST Tubos de Microamostras* 1000
400755 Cabo de Alimentação do 1
Monitor
901729 Papel (1 resma) 1
400767 Cabo de Alimentação (EUA) 1
901836-01 Cabo de Alimentação 1
(Argentina, Áustria, Brasil,
Finlândia, França, Alemanha,
Holanda, Noruega, Suécia)
901836-02 Cabo de Alimentação 1
(Hong Kong, Singapura,
Reino Unido)
901836-03 Cabo de Alimentação 1
(Austrália, Nova Zelândia)
901836-04 Cabo de Alimentação 1
(Dinamarca)
901836-05 Cabo de Alimentação (Suíça) 1
901836-06 Cabo de Alimentação 1
(Chile, Itália)
901836-07 Cabo de Alimentação (Israel) 1
901836-08 Cabo de Alimentação 1
(África do Sul)
901835 Guia de Tubos de 1
Amostras Primários
400537 Unidade da Sonda 2
L2KPM Kit de Limpeza de Sondas 1
L2PWSM Solução de Lavagem de 1
Sondas (2 Garrafas)

601034-0001, Rev. A
D-4 Guia do Operador: Consumíveis

Código de
produto
(Refª) Descrição Quantidade
400706 Garrafa de Solução de 1000
Lavagem de Sondas (2 litros)
422223 Impressora: Okidata 4250 1
Não disponível para o
IMMULITE 2000 XPi.
LRXT Tubos de reacção 26 (A-Z)
400726-01 Unidade da Garrafa de 1
Reagentes (Substrato)
650104 Letras dos Suportes 1
de Amostras
400756 Suportes de Amostras 1
901519 Cabo do Leitor 1
400749 Bandeja Lateral 1
472021 Impressora de Software 20
de Etiquetas de Códigos
de Barras
400634 Recipiente de Resíduos Sólidos 2
10-901807 Sacos de Material de Risco 1
Biológico para o Recipiente
de Resíduos Sólidos
400794 Substrato (2 Garrafas) 1
400726-01 Reservatório de Substrato 1
(250 ml)
901865 Kit de Limpeza Térmica 1
902665 Cartucho de Toner (OKI 14E) 1
Não disponível para o
IMMULITE 2000 XPi.
902933 Cartucho de Toner 1
(OKI B4200) Não disponível para o
IMMULITE 2000 XPi.
901427 Monitor de ecrã táctil 1
400754 Roda do Rato 1
403034 Suporte de Amostras de Topo 2
de Tubo Apenas disponível para o
IMMULITE 2000 XPi.
901720 UPS 1400 VA de Saída 1
(aprox. 20 minutos)
901721 UPS 1800 VA de Saída 1
(aprox. 25 minutos)

601034-0001, Rev. A
 



  
  

  

  

  
  
 
  
 



D-6 Guia do Operador: Consumíveis

601034-0001, Rev. A
Anexo E: Especificações do sistema

Tabelas de especificações
Esta secção inclui as seguintes tabelas de especificações dos sistemas
IMMULITE 2000 e do sistema IMMULITE 2500.
• Especificações de saída
• Especificações do consumo de fluidos
• Especificações do sistema informático
• Volumes de diluição

Especificações de saída
A Tabela de Especificações de Saída abaixo apresenta as saídas esperadas para os
sistemas IMMULITE 2000 e o sistema IMMULITE 2500.
Especificação de saída Quantidade
Rendimento Até 200 testes por hora
Tempo até ao primeiro resultado Sistemas IMMULITE 2000: 35 minutos
Sistema IMMULITE 2500: 15 minutos
Testes por amostra Ilimitada

Especificações do consumo de fluidos


As especificações dos fluidos estão indicadas na tabela abaixo:
Volume utilizado Volume do N.º aprox. de testes
Fluido por teste recipiente cheio por recipiente†
Água 7,5 ml 6000 ml 800
Solução de 2,0 ml 2000 ml 1000
Lavagem de
Sondas
Substrato 0,2 ml 205 ml 1025
†O número de testes por recipiente cheio pode variar, dependendo da quantidade de
purga realizada.
‡O volume utilizado por teste baseia-se num ensaio não diluído de um ciclo. Adicione 3 ml para
um ensaio (sequencial) de dois ciclos. Se um ensaio for diluído no instrumento, adicione
mais 1 ml.

601034-0001, Rev. A
E-2 Guia do Operador: Especificações do sistema

Especificações do computador
As especificações para o computador fornecido com os sistemas
IMMULITE 2000 e o sistema IMMULITE 2500 são apresentadas na tabela a
seguir. Estas especificações estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
O computador fornecido com o instrumento foi concebido para executar o
software incluído. A instalação de programas de software de terceiros pode
afectar adversamente o correcto funcionamento do software do instrumento
ou do analisador. Consulte a secção Garantia limitada‚ página B-1 para obter
mais informações.

Para os sistemas IMMULITE 2000 e IMMULITE 2500

Especificação Descrição
Processador Pentium II com pelo menos 800 Mhz
RAM 256 megabytes
Discos rígidos (3) • utilizador 40 gigabytes
• cópia de segurança 40 gigabytes
• controlo 40 gigabytes
Monitor Monitor de ecrã plano de 19 polegadas com ecrã
táctil Surface Acoustic Wave

Para os sistemas IMMULITE 2000 XPi

Especificação Descrição
Processador Integrate Core 2 Duo, 2,13 GHz
RAM 2 GB
Discos rígidos (3) • utilizador disco rígido SATA
• cópia de segurança unidade de DVD-RW
Porta Externa USB
Monitor Monitor de ecrã plano de 19 polegadas com ecrã
táctil Surface Acoustic Wave

Especificações de volumes de diluição


A Tabela de Especificações de Volumes de Diluição indica a quantidade de
amostra, água e diluente utilizados para as diluições no instrumento.
Volume de Volume de
Diluição amostra ( l) Volume de água ( l) diluente ( l)
3X 67 80 53
5X 40 96 64
10X 20 108 72
20X 10 114 76

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Especificações do sistema E-3

Volume de Volume de
Diluição amostra ( l) Volume de água ( l) diluente ( l)
40X 5 117 78
100X 5 297 198

Volume das amostras e tamanhos dos tubos

ADVERTÊNCIA
Os copos de amostras colocados nos topos de tubos de colheita primários
não estão aprovados para serem utilizados nos sistemas IMMULITE 2000
e IMMULITE 2500. Se colocar copos de amostras ou de nidificação num tubo
primário, pode dar origem a que o sistema utilize um volume de amostra não
exacto durante os testes. O maior risco é uma amostragem curta não detectada
a partir do copo, dando origem ao risco de resultados erróneos.

Apenas o instrumento IMMULITE 2000 XPi suporta este tipo de teste no


suporte de topos de tubos com os copos de amostras de topo de tubo / copos
de nidificação aprovados.

Para determinar o volume de amostra correcto para o tubo primário, consulte o


Guia de Tubos de Amostras (Refª 901835). Pode utilizar os seguintes tamanhos de
tubos primários e secundários de fundo redondo.
Tamanhos de Tubos Aprovados
12 x 75 mm 12 x 100 mm
13 x 75 mm 13 x 100 mm
16 x 75 mm 16 x 100 mm

Para processar volumes de amostras pequenas, utilize apenas os tubos e suportes


de tubos de microamostras disponíveis com os instrumentos IMMULITE 2000 e
IMMULITE 2500. Consulte a secção Colocar microamostras‚ página 2-6.

Notas sobre procedimentos


• Manuseie as amostras com cuidado para evitar a agitação que possa
formar bolhas.
• Utilize apenas estes tamanhos de tubos e certifique-se de que os tubos
estão devidamente assentes nos Suportes de Amostras. Doutro modo,
poderão ocorrer problemas de amostragem ou resultados incorrectos.
• Os Suportes de Amostras são etiquetados por ordem alfabética: A, B, C, D, E,
F. Não utilize dois ou mais Suportes de Amostras com a mesma letra – o
instrumento não fará o processamento.
• É obrigatório o uso de tubos de 16 x 100 mm para os diluentes. Se utilizar
tubos mais estreitos ou mais curtos, pode dar origem a uma amostragem curta
do diluente em determinadas condições.

601034-0001, Rev. A
E-4 Guia do Operador: Especificações do sistema

O volume de amostra necessário varia de acordo com o ensaio a ser executado e o


número de réplicas solicitado para essa amostra.
O volume de amostra exacto necessário para cada teste está indicado no
respectivo folheto informativo. Para o correcto funcionamento do instrumento,
são necessários outros 250 µl de amostra.
Se o volume não for suficiente, aparece uma mensagem de erro e aparece
"Erro de Amostra" no ecrã Visualizar Lista de Tarefas (Lista de Trabalho).

601034-0001, Rev. A
Anexo F: Símbolos do instrumento

Glossário de ícones
Os símbolos de diagnóstico in vitro (IVD) são representações internacionais
de informações e/ou instruções nas etiquetas do instrumento. A tabela seguinte
mostra os símbolos internacionais que aparecem nas etiquetas do instrumento
e respectivas definições.
Símbolo Descrição
Consulte as instruções de utilização

Não reutilizar

Frágil, manuseie com cuidado.

Atenção, consulte a documentação fornecida

Código de lote

Refª
Número de série
Data de validade

Esterilizado

Esterilizado por técnicas de


processamento assépticas
Esterilizado por radiação

Esterilizado por óxido de etileno

Esterilizado por vapor ou calor seco

Risco biológico

Não esterilizado

601034-0001, Rev. A
F-2 Guia do Operador: Símbolos do instrumento

Símbolo Descrição
Não reesterilizar

Manter afastado do calor

Manter seco

Proteger do calor e de fontes radioactivas

Limite mínimo da temperatura

Limite de temperatura

Limite máximo da temperatura

Controlo

Controlo negativo

Controlo positivo

Data de fabrico

Não utilizar a embalagem se estiver danificada

Dispositivo médico para diagnóstico in vitro

Fabricado por

Contém volume suficiente para <X> testes

Apenas para avaliações do desempenho

Representante na Comunidade Europeia

601034-0001, Rev. A
Anexo G: Instalação e deslocação

Descrição geral - preparação para a instalação


Os sistemas IMMULITE 2000 e o sistema IMMULITE 2500 têm de ser instalados
por um representante de assistência técnica autorizado da Siemens Diagnostics.
Antes da chegada do Representante de Assistência Técnica, faça algumas
preparações simples para acelerar o processo de instalação.
À chegada do instrumento e do computador, inspeccione as embalagens de
transporte. Se houver danos exteriores nas embalagens, notifique o departamento
de transporte e contacte a assistência técnica.
Em seguida, seleccione um local adequado para o sistema com base nos requisitos
de energia, espaço e temperatura descritos nesta secção.

Escolher um local
Seleccione um local adequado para o instrumento no laboratório com base nos
requisitos de energia, espaço e temperatura.

Requisitos de energia
Tenha em mente os seguintes requisitos quando escolher um local para o sistema.
Utilize um dos seguintes serviços de alimentação de tensão dedicado.
• 200
• 208
• 220
• 230
• 240

PRECAUÇÃO
Não coloque o sistema próximo de centrifugadoras, aparelhos ecográficos ou
radiográficos, aparelhos de RMN ou outras fontes de campos magnéticos.

601034-0001, Rev. A
G-2 Guia do Operador: Instalação e deslocação

Requisitos de espaço
Tenha em mente os seguintes requisitos de espaço quando escolher um local para
o sistema:
• O instrumento tem de estar num chão nivelado.
• Para permitir um fluxo de ar adequado, deixe pelo menos 10 cm de espaço nas
partes laterais e de trás do instrumento.
• As dimensões do sistema IMMULITE 2000 e do sistema IMMULITE 2500
são 151,64 cm de largura, 75,44 cm de profundidade e 200,66 cm de altura.
• As dimensões do sistema IMMULITE 2000 XPi são 160,02 cm de largura,
91,44 cm de profundidade e 182,88 cm de altura.

Requisitos de temperatura
Tenha em mente os seguintes requisitos de temperatura quando escolher um local
para o sistema:
• A temperatura deve situar-se entre os 18° e 32° Celsius.
• A humidade relativa deve ser inferior a 80% para uma temperatura até
32° Celsius.
• Os sistemas IMMULITE 2000 e o sistema IMMULITE 2500 geram
3.413 BTU/h.

Requisitos de água
É necessária água destilada ou desionizada de qualidade consistente. A água
utilizada deve cumprir os padrões de água reagente Tipo 1 da NCCLS na altura da
preparação. Antes de utilizar qualquer água, ela deve ser testada para verificar se
está contaminada com fosfatase alcalina.
Para instruções detalhadas, incluindo como avaliar resultados, consulte
Procedimento do teste da água (sistema IMMULITE 2000)‚ página 5-29 ou
Procedimento do teste da água (IMMULITE 2500)‚ página 5-30.
Os sistemas IMMULITE são sensíveis à presença de fosfatase alcalina resultante
de contaminação microbiana da água ou dos recipientes utilizados.
Os sistemas comerciais de tratamento de água vulgarmente utilizados nos
laboratórios que estejam devidamente mantidos costumam produzir água reagente
que cumpre os requisitos dos padrões da água Tipo 1 no momento da preparação.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Instalação e deslocação G-3

Muitas vezes, a água reagente de alta qualidade fica contaminada durante o


armazenamento e o transporte. Para garantir a qualidade da água no sistema:
• Mantenha os sistemas de água comerciais devidamente mantidos.
• Não utilize água de um sistema de água comercial enquanto se realizarem
trabalhos de manutenção. Após a manutenção, verifique a limpeza do sistema
de água e teste a contaminação da água com fosfatase alcalina.
• Mantenha limpos os recipientes de armazenamento, os recipientes de
transferência, as torneiras, as mangueiras ou outras canalizações utilizadas
para transferir água da sua fonte para o instrumento.
• Limite a extensão da canalização entre a fonte e o instrumento. As linhas
de canalização compridas aumentam as probabilidades de introdução
de contaminação.
NOTA: Em ocasiões raras, contaminantes de água de fosfatase não alcalina
podem interferir em ensaios individuais. O procedimento de teste da água
utilizado para detectar fosfatase alcalina não vai detectar estes contaminantes.
Para pedir assistência, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
G-4 Guia do Operador: Instalação e deslocação

601034-0001, Rev. A
Anexo H: Mensagens de erro

Quando o instrumento detectar um erro, são normalmente geradas duas


mensagens: uma do computador do Lado do Controlo e outra do computador
do Lado do Utilizador.
• Computador do Lado do Controlo
Controla o movimento de todos os motores do instrumento. As mensagens
deste computador incluem dados em bruto de eventos, por exemplo,
embalagem de pérolas deficiente. Estas mensagens indicam o que está errado,
mas não são específicas.
• Computador do Lado do Utilizador
• Apresenta ecrãs do instrumento e executa funções de gestão dos resultados.
Este computador recebe mensagens do computador do lado do controlo e
fornece informações mais específicas, por exemplo, nova execução do teste
HCG marcada como inválida pelo erro de embalagem de pérolas.
A leitura de ambas as mensagens permite ao operador compreender melhor o
evento ocorrido e a sua razão. Esta secção trata da gravidade e prioridade das
mensagens de erro, explica alguns dos erros mais comuns e respectivas soluções,
abrange os sinalizadores associados aos resultados e lista erros comuns e
respectivas soluções.

Gravidade e prioridade das mensagens de erro


As mensagens de erro aparecem no ecrã em caixas brancas ou vermelhas ou
são escritas no registo de erros diário sem aparecerem no ecrã. Relativamente
às mensagens de erro que aparecem no ecr, a cor da caixa indica a gravidade
da mensagem – as caixas brancas contêm mensagens informativas e o estado
do instrumento, ao passo que as caixas vermelhas contêm advertências e
erros importantes.
• ADVERTÊNCIA – Indica que o instrumento requer atenção rapidamente.
Não afecta os resultados dos doentes nem o funcionamento do instrumento.
• ERRO – Requer a atenção do operador, mas não pára o instrumento por
completo. Normalmente, apenas pára um compartimento.
• GRAVE – Pode parar o instrumento e requer a atenção imediata do operador.

601034-0001, Rev. A
H-2 Guia do Operador: Mensagens de erro

Dentro de cada nível de gravidade (caixa branca ou vermelha) há vários níveis


de prioridade. Quanto mais alta a prioridade, maior a importância da mensagem
de erro. Além disso, as prioridades num determinado nível de gravidade
são diferenciadas pelo texto a cores utilizado ou pelo ícone que acompanha a
mensagem. Por exemplo, uma mensagem de baixa temperatura do luminómetro
aparece numa caixa branca com texto preto e tem uma prioridade baixa (1),
ao passo que uma mensagem sobre o estado de um instrumento que precisa
de atenção aparece numa caixa branca com texto vermelho e tem uma
prioridade alta (3).
A tabela seguinte descreve os tipos de mensagem que aparecem:
Prioridade Gravidade Descrição
0 Registo de Erros Mensagens informativas que aparecem em
Diário impressões de resultados e ecrãs apropriados,
por exemplo, não há reagente no instrumento.
1 Caixa branca com Mensagens informativas a indicar que o
texto preto instrumento realizou uma acção automática, por
exemplo, novo pedido de um teste.
2 Caixa branca com Mensagens a indicar que o estado do
texto azul instrumento resultará num problema se não for
resolvido, por exemplo, baixo nível de substrato.
3 Caixa branca com Mensagens a indicar que o estado do
texto vermelho instrumento precisa de atenção e que está prestes
a resultar num problema, por exemplo, garrafa
de substrato vazia.
11 Caixa vermelha com Circunstâncias não abrangidas pelas prioridades
ícone de aviso 12 e 13 que requerem atenção imediata.
12 Caixa vermelha com O instrumento entrou no modo Pausa e deixou
ícone de erro de processar novas amostras.
13 Caixa vermelha com O instrumento desligou-se; apenas o
ícone de gravidade luminómetro está activo.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-3

Erros comuns e respectivas soluções


Segue-se uma lista de alguns dos erros mais comuns e da forma como podem ser
resolvidos. Para obter informações mais detalhadas sobre mensagens de erro,
causas e soluções, consulte Lista de mensagens de erro‚ página H-5.
• (237) O pipetador (pipeta) de amostras não identificou o nível.
Isto costuma indicar uma quantidade de amostra insuficiente (i.e., pouca).
Adicione mais amostra e repita.
• (287, 302, 392) O Carrocel (Carrossel) das Amostras/Reagentes/Pérolas
bloqueou durante a inicialização (colocação na posição inicial)
Volte a instalar o suporte de amostras, cartucho de reagentes ou embalagem de
pérolas, conforme necessário.
• (380) Erros interromperam a rotina MCP
Verifique se há encravamentos no carrossel de amostras, pérolas ou reagentes
e volte a executar o programa do IMMULITE 2000.
• (524) A Porta das Amostras ou Cobertura Principal está aberta
Feche as portas ou tampas apropriadas; o IMMULITE 2000 continuará
a inicializar-se.
• (534) Bloqueio da sonda do Pipetador de Reagentes
Esta mensagem indica que a sonda de pipetagem entrou em contacto com
algo sólido. Verifique se o cartucho de reagentes está devidamente assente
e se a corrediça do cartucho de reagentes está correctamente fixa e se
move livremente.
• (547) A sonda do reagente fez uma falsa detecção no topo ou acima
da embalagem.
Retire o cartucho de reagentes e abra a corrediça (tampa). Seque o topo do
cartucho de reagentes com um pano limpo sem fibra de algodão e volte a
instalar a corrediça.
• (555) O tubo de reacção não foi detectado. Activação do modo pausa das
esferas (pérolas)
Volte a encher o receptáculo de tubos conforme necessário e verifique se há
encravamentos na calha de orientação.
• (594) Marcação do tubo de amostras como deficiente
Isto costuma indicar uma quantidade de amostra insuficiente (i.e., pouca).
Adicione mais amostra e repita.
• (595) Marcação da embalagem de reagentes como deficiente
• Verifique a mensagem de erro associada, por exemplo, falsa detecção do nível
de reagente, para corrigir a situação.
• (12400) Nível do Substrato Baixo (ou Substrato Vazio)
Volte a encher o reservatório de substrato.

601034-0001, Rev. A
H-4 Guia do Operador: Mensagens de erro

• (12406) Nível Baixo da Solução de Lavagem (de Sondas) (ou Solução de


Lavagem (de Sondas) Vazia)
Volte a encher a garrafa de solução de lavagem de sondas.
• (12408) Nível Baixo do Reservatório da Água (ou Reservatório da
Água Vazio)
• Volte a encher a garrafa de água destilada/desionizada.
• (12506) Temperatura do Substrato Baixa
• Se esta mensagem persistir durante mais de 10 minutos, pode indicar uma
falha no aquecedor da sonda de substrato. Nesta situação, contacte o
fornecedor da assistência técnica ou o distribuidor local.

Sinalizadores associados aos resultados


Os seguintes sinalizadores podem aparecer com os resultados. Para obter
informações mais detalhadas sobre mensagens de erro, causas e soluções,
consulte Lista de mensagens de erro‚ página H-5.
Sinalizador Descrição
CQ Um ou mais controlos falharam para este ensaio.
ALTO O resultado é superior ao intervalo normal especificado pelo
operador (i.e., acima da primeira linha do intervalo de teste).
Consulte Definir intervalos de teste‚ página 8-12 para mais
informações sobre a definição de intervalos de teste.
BAIXO O resultado é inferior ao intervalo normal especificado pelo
operador (i.e., abaixo da primeira linha do intervalo de teste).
Consulte Definir intervalos de teste‚ página 8-12 para mais
informações sobre a definição de intervalos de teste.
AJUS • O ajuste para este ensaio falhou devido aos limites do declive.
• O ajuste para este ensaio está atrasado para reajuste em mais de
24 horas.
• O ensaio não chegou a ser ajustado.
• O kit foi substituído.
ERRO Impossível calcular o resultado. O resultado deve ser verificado.
EXP O prazo de validade do kit expirou.
TMP A temperatura do Substrato, Luminómetro e/ou Incubadora estava
fora dos limites quando este resultado foi calculado.
Abaixo do O resultado é inferior ao intervalo de análise especificado
Intervalo de pelo operador.
Análise Consulte Definir intervalos de teste‚ página 8-12 para mais
informações sobre a definição de intervalos de teste.
Acima do O resultado é superior ao intervalo de análise especificado
Intervalo de pelo operador.
Análise Consulte Definir intervalos de teste‚ página 8-12 para mais
informações sobre a definição de intervalos de teste.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-5

Lista de mensagens de erro


As mensagens de erro do IMMULITE 2000/2500 estão listadas por
ordem numérica:

0-100
Erros de programação
Ocorrem quando se verificam erros de hardware subjacentes que geram
problemas de comunicação com o software.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

101
O Z8 e o MCP não estão a comunicar
Erro de comunicação entre o PC de controlo e a placa serva.
§Contacte a assistência técnica.

102
Erro de Programação
Erro de comunicação entre o PC de controlo e a placa serva.
§Contacte a assistência técnica.

103
Não foi possível detectar o ficheiro POSITION.IML
O ficheiro em falta foi eliminado ou movido para outro directório.
§Contacte a assistência técnica.

104
Não foi possível detectar a actual versão do ficheiro
POSITION.IML
O ficheiro está corrompido e contém informações inválidas.
§Contacte a assistência técnica.

105
O ficheiro POSITION.IML está corrompido
O ficheiro está corrompido e contém informações inválidas.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-6 Guia do Operador: Mensagens de erro

106
LmiMoveMotor excedeu o período de 18 segundos.
Um movimento MoveMotor para uma posição configurada demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

108
LmiMoveSensor excedeu o período de 18 segundos.
Um movimento MoveMotor para uma posição de sensor demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

111
LmiMoveHome excedeu o período de 18 segundos.
Um movimento de motor para uma posição de sensor inicial demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

114
LmiReadPMT excedeu o período de 18 segundos.
A leitura do PMT excedeu o período de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

115
LmiMoveEnc não se pode mover mais de 65535 fases
(passos de motor).
O MoveEncoder calculou que tem de dar mais de 65.535 passos para chegar a
uma posição de codificador configurada.
§Contacte a assistência técnica.

116
LmiDrawDilutor excedeu o período de 18 segundos.
Um movimento de DRD/Aspiração para uma posição configurada demorou mais
de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-7

118
LmiDispenseDilutor excedeu o período de 18 segundos.
Um movimento de DRD/Distribuição para uma posição configurada demorou
mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

120
LmiDrawBiphasic excedeu o período de 18 segundos.
Um movimento de DRD/Aspiração (solução de lavagem de sondas) para uma
posição configurada demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

122
LmiDispenseBiPhasic excedeu o período de 18 segundos.
Um movimento de DRD/Distribuição (solução de lavagem de sondas) para uma
posição configurada demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

124
LmiMoveDilutorEnc não se pode mover mais de 65535 fases
(passos de motor).
O MoveEncoder do DRD calculou que tem de dar mais de 65.535 passos para
chegar a uma posição de codificador configurada.
§Contacte a assistência técnica.

125
LmiMoveBiPhasic não se pode mover mais de 65535 fases
(passos de motor).
Um movimento do Centrifugador de Tubos Cronometrado demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

126
O dispositivo rotativo (centrifugador) dos tubos
excedeu 18 segundos
Um movimento do Centrifugador de Tubos Cronometrado demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-8 Guia do Operador: Mensagens de erro

127
LMITIMEDDILUTIONWELL DEMOROU MAIS DE 18 SEGUNDOS.
Um movimento do Recipiente de Diluição Cronometrado demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

128
O Pipetador de Amostras bloqueou na direcção X
A pipeta de amostras encravou enquanto se deslocava na direcção horizontal.
§Verifique se o tubo de amostra ou o tubo de diluente está devidamente colocado.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução que impeça o movimento normal
da Pipeta.
§Verifique se existe algum tipo de topo de tubo não autorizado
(copos de amostras no topo dos tubos).
§Certifique-se de que a Sonda de Amostras não está dobrada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

129
O pipetador de Amostras excedeu o período de
18 segundos na direcção X
Um movimento horizontal da pipeta de amostras para uma posição configurada
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

130
O movimento do Pipetador de Amostras excedeu 65535
fases (passos) na direcção X
A pipeta de amostras calculou que tem de dar mais de 65535 passos para chegar
a uma posição de codificador configurada.
§Contacte a assistência técnica.

132
O Pipetador de Amostras bloqueou na direcção Z
A pipeta de amostras encravou enquanto se deslocava na direcção vertical.
§Verifique se o tubo de amostra ou o tubo de diluente está devidamente colocado.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução que impeça o movimento normal
da Pipeta.
§Verifique se existem tampas nos tubos de amostras.
§Verifique se existe algum tipo de topo de tubo não autorizado
(copos de amostras no topo dos tubos).
§Certifique-se de que a Sonda de Amostras não está dobrada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-9

133
O pipetador de Amostras excedeu o período de
18 segundos na direcção Z
Um movimento vertical da pipeta de amostras para uma posição configurada
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

134
O movimento do Pipetador de Amostras excedeu 65535
fases (passos) na direcção Z
A pipeta de amostras calculou que tem de dar mais de 65535 passos para chegar
a uma posição de codificador configurada.
§Contacte a assistência técnica.

136
O Pipetador de Amostras bloqueou na direcção Z
A pipeta de amostras encravou enquanto se deslocava na direcção vertical ou Z.
§Verifique se o tubo de amostra ou o tubo de diluente está
devidamente colocado.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução que impeça o movimento normal
da Pipeta.
§Verifique se existem tampas nos tubos de amostras.
§Verifique se existe algum tipo de topo de tubo não autorizado
(copos de amostras no topo dos tubos).
§Certifique-se de que a Sonda de Amostras não está dobrada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

137
O pipetador de Amostras excedeu o período de
18 segundos na direcção Z
Um movimento único na direcção Z da pipeta de amostras para uma posição
configurada demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

139
A válvula das amostras bloqueou
A Válvula de Amostras encravou.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-10 Guia do Operador: Mensagens de erro

140
A válvula das amostras excedeu 18 segundos
Um movimento único da válvula de amostras para uma posição configurada
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

141
O movimento da válvula das amostras excedeu 65535 fases
(passos)
A válvula de amostras calculou que tem de dar mais de 65535 passos para
chegar a uma posição de codificador configurada.
§Contacte a assistência técnica.

143
O Pipetador de Reagentes bloqueou na direcção X
A pipeta de reagentes encravou enquanto se deslocava na direcção horizontal.
§Verifique se o Cartucho de Reagentes está devidamente colocado.
§O movimento normal da pipeta está obstruído.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

144
O Pipetador de Reagentes excedeu 18 segundos
na direcção X
Um movimento único da pipeta de reagentes para uma posição configurada na
direcção X (horizontal) demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

145
O movimento do Pipetador de Reagentes excedeu
65535 fases (passos) na direcção X
A pipeta de reagentes calculou que tem de dar mais de 65535 passos para
chegar a uma posição de codificador configurada na direcção X (horizontal).
§Contacte a assistência técnica.

147
O Pipetador de Reagentes bloqueou na direcção Z
A pipeta de reagentes encravou enquanto se deslocava na direcção vertical.
§Verifique se a corrediça está correctamente colocada.
§Verifique se o cartucho está devidamente colocado.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-11

148
O Pipetador de Reagentes excedeu 18 segundos
na direcção Z
Um movimento único da pipeta de reagentes para uma posição configurada na
direcção Z (vertical) demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

149
O movimento do Pipetador de Reagentes excedeu
65535 fases (passos) na direcção Z
A pipeta de reagentes calculou que tem de dar mais de 65535 passos para
chegar a uma posição de codificador configurada na direcção Z (vertical).
§Contacte a assistência técnica.

151
O Pipetador de Reagentes bloqueou na direcção Z
A pipeta de reagentes encravou enquanto se deslocava na direcção vertical ou Z.
§Verifique se a corrediça está correctamente colocada.
§O cartucho não está devidamente colocado.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

152
O Pipetador de Reagentes excedeu 18 segundos
na direcção Z
Um movimento único da válvula de reagentes para uma posição configurada
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

154
A válvula do Reagente bloqueou
A válvula de reagentes encravou.
§Contacte a assistência técnica.

155
A válvula do Reagente excedeu 18 segundos
Um movimento único da válvula de reagentes para uma posição configurada
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-12 Guia do Operador: Mensagens de erro

156
O movimento da válvula do Reagente excedeu
65535 fases (passos)
A válvula de reagentes calculou que tem de dar mais de 65535 passos para
chegar a uma posição de codificador configurada.
§Contacte a assistência técnica.

158
O Dispositivo de Indexação de Tubos bloqueou
O indexador de tubos encravou.
§Verifique se está a utilizar o Tubo de Reacção adequado.
§Verifique se existe algum tubo com defeito.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

159
O dispositivo de indexação de tubos excedeu 18 segundos
Um movimento único do Indexador de Tubos para uma posição configurada
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

160
O movimento do dispositivo de indexação de tubos
excedeu 65535 fases (passos)
O Indexador de Tubos calculou que tem de dar mais de 65535 passos para
chegar a uma posição de codificador configurada.
§Contacte a assistência técnica.

162
A Correia de Transporte de Tubos ficou encravada.
A Correia de Transporte de Tubos ficou encravada.
§Verifique se está a utilizar os tubos adequados.
§Verifique se existe algum tubo com defeito.
§Inspeccione a correia visualmente para verificar se existe algum tipo
de interferência.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-13

163
A correia de transporte dos tubos excedeu o período
de 18 segundos
Um movimento único da correia de transporte de tubos para uma posição
configurada demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

164
O movimento do transporte dos tubos excedeu
65535 fases (passos)
A Correia de Transporte de Tubos calculou que tem de dar mais de 65535 passos
para chegar a uma posição de codificador configurada.
§Contacte a assistência técnica.

166
A CORREIA DE TRANSPORTE DOS TUBOS NÃO DETECTOU O
INDICADOR DE POSIÇÃO.
A correia de transporte de tubos não detectou o indicador da posição inicial.
§Contacte a assistência técnica.

167
O vaivém do Processador bloqueou
O shuttle (vaivém) do processador encravou uma segunda vez ao tentar realizar
um determinado número fixo de passos.
§Retire o Tubo de Reacção que está mal posicionado.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

168
O movimento do vaivém do processador excedeu o período
de 18 segundos
Um movimento único do shuttle (vaivém) do processador para uma posição
configurada demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

169
O movimento do vaivém do processador excedeu
65535 fases (passos)
O shuttle (vaivém) do processador calculou que tem de dar mais de
65535 passos para chegar a uma posição de codificador configurada.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-14 Guia do Operador: Mensagens de erro

171
A correia da incubadora encravou.
A correia da incubadora encravou.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução na área de pipetagem.
Retire o tubo.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

172
A correia da incubadora excedeu o período de
18 segundos
Um movimento único da Correia da Incubadora para uma posição configurada
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

173
O sensor de posição não detectou o indicador de correia
da Incubadora.
A correia da incubadora não detectou a posição inicial.
§Contacte a assistência técnica.

175
O vaivém do Luminómetro bloqueou
O shuttle (vaivém) do luminómetro encravou.
§Verifique se o recipiente de resíduos sólidos está demasiado cheio ou em
posição incorrecta.
§Verifique se existem Sacos de Material de Risco Biológico adequados.
§Desobstrua a calha de saída com a ferramenta de limpeza da calha de resíduos
e verifique se há tubos de reacção a obstruir a calha.
§Verifique se os tubos de reacção no receptáculo de tubos apresentam
algum defeito.
§Verifique se há algum plástico transparente a sair pela abertura superior do
captador e se há peças plásticas no recipiente de resíduos sólidos.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

176
O vaivém do luminómetro excedeu o período de
18 segundos
Um movimento único do shuttle (vaivém) do luminómetro para uma posição
configurada demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-15

178
O Dispositivo de transporte (elevador)
dos tubos bloqueou
O elevador de tubos encravou.
§Contacte a assistência técnica.

179
O dispositivo de transporte (elevador) dos tubos
excedeu o período de 18 segundos
Um movimento único do Elevador de Tubos para uma posição configurada
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

180
O movimento do dispositivo de transporte (elevador)
dos tubos excedeu 65535 fases (passos)
Um movimento único do Elevador de Tubos para uma posição configurada
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

182
A correia do luminómetro bloqueou
A correia do luminómetro encravou.
§Verifique se o recipiente de resíduos sólidos está demasiado cheio ou em
posição incorrecta.
§Verifique se existem Sacos de Material de Risco Biológico adequados.
§Desobstrua a calha de saída e verifique se há tubos de reacção a obstruir
a calha.
§Verifique se os tubos de reacção no receptáculo de tubos apresentam
algum defeito.
§Contacte a assistência técnica.

183
A correia do luminómetro excedeu o período de
18 segundos
Um movimento único da correia do luminómetro para uma posição configurada
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-16 Guia do Operador: Mensagens de erro

185
O obturador (grelha de cobertura) do PMT bloqueou
Foi detectado um erro no movimento vertical da grelha de cobertura do PMT.
O instrumento tenta corrigir-se e continuar o processamento de ensaios.
Se não for possível corrigir o erro, o instrumento pára o processamento de tubos
e aparece outra mensagem de erro. O sistema perde os resultados dos tubos a
seguir a esta segunda mensagem de erro.
§Contacte a assistência técnica.

186
O obturador (grelha de cobertura) do PMT excedeu
o período de 18 segundos.
Um movimento único da grelha de cobertura do PMT para uma posição
configurada demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

187
O movimento do obturador (grelha de cobertura)
do PMT excedeu 65535 fases (passos)
A grelha de cobertura do PMT calculou que tem de dar mais de 65535 passos
para chegar a uma posição de codificador configurada.
§Contacte a assistência técnica.

189
O disco do atenuador bloqueou
O disco atenuador encravou.
§Contacte a assistência técnica.

190
O disco do atenuador excedeu o período de 18 segundos
Um movimento único do disco atenuador para uma posição configurada demorou
mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

191
O movimento do disco do atenuador excedeu
65535 fases (passos)
O disco atenuador calculou que tem de dar mais de 65535 passos para chegar a
uma posição de codificador configurada.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-17

193
O poço (recipiente) de diluição excedeu o período de
18 segundos
O recipiente de diluição demorou mais de 18 segundos a processar um comando.
§Contacte a assistência técnica.

194
O diluidor de amostras bloqueou durante a aspiração
das amostras
O DRD de amostras encravou durante o processo de aspiração.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução física que impeça o movimento
normal do DRD.
§Verifique se há algum tipo de obstrução na sonda de amostras
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

195
O diluidor de amostras excedeu período de 18 segundos
Um movimento único de extracção do DRD de amostras a uma velocidade,
por exemplo, extracção de um volume de ar, demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

197
O diluidor de amostras bloqueou durante a aspiração
da solução de lavagem
O DRD de amostras encravou uma segunda vez durante o processo de
aspiração da solução de lavagem de sondas.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução física que impeça o movimento
normal do DRD.
§Verifique se há algum tipo de obstrução na sonda de amostras
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

198
O diluidor de amostras excedeu período de 18 segundos
Um movimento único de extracção do DRD de amostras a duas velocidades
(p. ex., extracção de solução de lavagem de sondas) demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-18 Guia do Operador: Mensagens de erro

200
O diluidor de amostras bloqueou durante a dispensa
de amostras
O DRD de amostras encravou uma segunda vez durante o processo
de distribuição.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução física que impeça o movimento
normal do DRD.
§Verifique se há algum tipo de obstrução na sonda de amostras
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

201
O diluidor de amostras excedeu período de 18 segundos
Um movimento único de extracção do DRD de amostras a duas velocidades (p. ex.,
extracção de solução de lavagem de sondas) demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

203
O diluidor de amostras bloqueou durante a
dispensa bifásica
O DRD de amostras encravou uma segunda vez durante o processo
de distribuição.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução física que impeça o movimento
normal do DRD.
§Verifique se há algum tipo de obstrução na sonda de amostras
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

204
O diluidor de amostras excedeu período de 18 segundos
Um movimento único de distribuição do DRD de amostras a duas velocidades
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

206
O diluidor de amostras bloqueou ao dispensar para
orifício cego (com fundo)
O DRD de amostras encravou.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução física que impeça o movimento
normal do DRD.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução física que impeça a movimentação
da pipeta.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-19

207
O diluidor de amostras excedeu período de 18 segundos
Um movimento do DRD de amostras para uma posição configurada demorou
mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

208
O movimento do diluidor de amostras excedeu
65535 fases (passos)
O DRD de amostras calculou que tem de dar mais de 65.535 passos para chegar
a uma posição de codificador configurada.
§Contacte a assistência técnica.

210
O diluidor de amostras bloqueou
O DRD de amostras encravou uma segunda vez ao passar para uma posição
configurada executando um movimento a duas velocidades.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução física que impeça o movimento
normal do DRD.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução física que impeça a movimentação
da pipeta.
§Contacte a assistência técnica.

211
O diluidor de amostras excedeu período de 18 segundos
Um movimento do DRD de amostras a duas velocidades para uma posição
configurada demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

212
O movimento do diluidor de amostras excedeu
65535 fases (passos)
O DRD de amostras calculou que tem de dar mais de 65.535 passos para
chegar a uma posição de codificador configurada utilizando um movimento a
duas velocidades.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-20 Guia do Operador: Mensagens de erro

214
O diluidor dos reagentes bloqueou durante a aspiração
do reagente
O DRD de reagentes encravou uma segunda vez ao executar um movimento de
extracção a uma velocidade (p. ex., volume de ar, amostra, etc.).
§Verifique se existe algum tipo de obstrução física que impeça o movimento
normal do DRD.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

215
O diluidor dos reagentes excedeu o período de
18 segundos
Um movimento único de extracção do DRD de reagentes a uma velocidade,
por exemplo, extracção de um volume de ar, demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

217
O diluidor dos reagentes bloqueou durante a aspiração
da solução de lavagem (de sondas)
O DRD de reagentes encravou uma segunda vez ao executar um movimento de
extracção a duas velocidades (aspiração da solução de lavagem de sondas).
§Verifique se existe algum tipo de obstrução física que impeça o movimento
normal do DRD.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

218
O diluidor dos reagentes excedeu o período de
18 segundos
Um movimento único de extracção do DRD de reagentes a duas velocidades
(p. ex., extracção de solução de lavagem de sondas) demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

220
O diluidor dos reagentes bloqueou durante a dispensa
do reagente
O DRD de reagentes encravou.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução física que impeça o movimento
normal do DRD.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-21

221
O diluidor dos reagentes excedeu o período de
18 segundos
Um movimento único de distribuição do DRD de reagentes a uma velocidade
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

223
O diluidor dos reagentes bloqueou durante a
dispensa bifásica
O DRD de reagentes encravou.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução física que impeça o movimento
normal do DRD.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

224
O diluidor dos reagentes excedeu o período de
18 segundos
Um movimento único de distribuição do DRD de reagentes a duas velocidades
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

226
O diluidor de reagentes bloqueou ao dispensar para
orifício cego (com fundo)
O DRD de reagentes encravou.
?Verifique se existe algum tipo de obstrução física que impeça o movimento
normal do DRD.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

227
O diluidor dos reagentes excedeu o período de
18 segundos
Um movimento do DRD de reagentes para uma posição configurada demorou
mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-22 Guia do Operador: Mensagens de erro

228
O movimento do diluidor dos reagentes excedeu
65535 fases (passos)
O DRD de reagentes calculou que tem de dar mais de 65.535 passos para
chegar a uma posição de codificador configurada.
§Contacte a assistência técnica.

230
O diluidor dos reagentes bloqueou
O DRD de reagentes encravou uma segunda vez ao passar para uma posição
configurada executando um movimento a duas velocidades.
§Contacte a assistência técnica.

231
O diluidor dos reagentes excedeu o período de 18 segundos
Um movimento do DRD de reagentes a duas velocidades para uma posição
configurada demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

232
O movimento do diluidor dos reagentes excedeu
65535 fases (passos)
O DRD de reagentes calculou que tem de dar mais de 65.535 passos para
chegar a uma posição de codificador configurada utilizando um movimento a
duas velocidades.
§Contacte a assistência técnica.

234
A direcção Z do pipetador de amostras bloqueou durante
a identificação do nível
Algo interferiu no movimento vertical do braço da pipeta. O instrumento tenta
corrigir-se e continuar o processamento de ensaios. Se não for possível corrigir o
erro, o processo de pipetagem pára. Se o erro foi causado pela pipeta de
amostras, os testes em curso não serão interrompidos.
§Verifique se o tubo de amostra ou o tubo de diluente está devidamente colocado.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução que impeça o movimento normal
da Pipeta.
§Verifique se existem tampas nos tubos de amostras.
§Verifique se existe algum tipo de topo de tubo não autorizado
(copos de amostras no topo dos tubos).
§Certifique-se de que a Sonda de Amostras não está dobrada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-23

236
A direcção Z do pipetador de amostras excedeu o período
de 18 segundos
Um movimento da pipeta de amostras a duas velocidades para uma posição
configurada demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

237
O pipetador de amostras não identificou o nível
A pipeta de amostras chegou à posição do fundo do tubo, do fundo da garrafa de
diluente ou do fundo do recipiente de diluição e não detectou um nível de líquido.
§Verifique se a quantidade de amostra é insuficiente.
§Verifique se existem bolhas na amostra.
§Verifique se existe algum tipo de topo de tubo não autorizado
(copos de amostras no topo dos tubos).
§Verifique se há um tubo na devida posição.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

238
A direcção Z do pipetador de reagentes bloqueou durante
a identificação do nível
Algo interferiu no movimento vertical do braço da pipeta. O instrumento tenta
corrigir-se e continuar o processamento de ensaios. Se não for possível corrigir
o erro, o processo de pipetagem pára. Se o erro foi causado pela pipeta de
reagentes, os testes em curso não serão interrompidos.
§Verifique se o tubo de amostra ou o tubo de diluente está devidamente colocado.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução que impeça o movimento normal
da Pipeta.
§Certifique-se de que a Sonda de Reagentes não está dobrada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

240
A direcção Z do pipetador de reagentes excedeu o
período de 18 segundos
Um movimento da pipeta de reagentes a duas velocidades para uma posição
configurada demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-24 Guia do Operador: Mensagens de erro

241
O pipetador de reagentes não identificou o nível
A pipeta de reagentes atingiu a posição do fundo do recipiente de reagente e não
detectou um nível de líquido.
§Verifique se a corrediça está correctamente colocada.
§Verifique se o cartucho está devidamente colocado.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

275
A direcção X do pipetador de amostras bloqueou
à procura da posição inicial
Algo interferiu no movimento horizontal do braço da pipeta.
O instrumento tenta corrigir-se e continuar o processamento de ensaios.
Se o instrumento não conseguir corrigir o erro, o processo de pipetagem pára.
Se o erro foi causado pela pipeta de amostras, os testes em curso não
serão interrompidos.
§Verifique se o tubo de amostra ou o tubo de diluente está
devidamente colocado.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução que impeça o movimento normal
da Pipeta.
§Verifique se existem tampas nos tubos de amostras.
§Verifique se existe algum tipo de topo de tubo não autorizado
(copos de amostras no topo dos tubos).
§Certifique-se de que a Sonda de Amostras não está dobrada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

276
O direcção X do pipetador de amostras excedeu o período
de 18 segundos
Um movimento na direcção X (horizontal) da pipeta de amostras para a posição
inicial demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

277
O pipetador de amostras não detectou HOME
(posição inicial) na direcção X
Ao tentar regressar à posição inicial, a pipeta de amostras não encontrou o
sensor da posição inicial na direcção X (horizontal).
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-25

278
A direcção Z do pipetador de amostras bloqueou à
procura da posição inicial
A pipeta de amostras encravou uma segunda vez ao tentar regressar à posição
inicial na direcção Z (vertical). Isto também pode acontecer se um dos
dispositivos de amostras tiver encravado e se o instrumento estiver a colocar
todos os dispositivos de amostras na respectiva posição inicial.
§Verifique se o tubo de amostra ou o tubo de diluente está devidamente colocado.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução que impeça o movimento normal
da pipeta.
§Verifique se existem tampas nos tubos da amostra.
§Certifique-se de que a Sonda de Amostras não está dobrada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

279
A direcção Z do pipetador de amostras excedeu o período
de 18 segundos
Um movimento na direcção Z (vertical) da pipeta de amostras para a posição
inicial demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

280
O pipetador de amostras não detectou HOME
(posição inicial) na direcção Z
Ao tentar regressar à posição inicial, a pipeta de amostras não encontrou o
sensor da posição inicial na direcção vertical.
§Verifique se o tubo de amostra ou o tubo de diluente está devidamente colocado.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução que impeça o movimento normal
da Pipeta.
§Verifique se existem tampas nos tubos de amostras.
§Verifique se existe algum tipo de topo de tubo não autorizado
(copos de amostras no topo dos tubos).
§Certifique-se de que a Sonda de Amostras não está dobrada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

281
A válvula das amostras bloqueou durante a inicialização
A válvula de amostras encravou.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-26 Guia do Operador: Mensagens de erro

282
A Válvula das Amostras excedeu o período de 18 segundos
Um movimento da válvula de amostras para a posição inicial demorou mais de
18 segundos. Este erro nunca deveria ocorrer durante o funcionamento normal.
§Contacte a assistência técnica.

283
A válvula das amostras não detectou HOME
(posição inicial)
Ao tentar regressar à posição inicial, a válvula de amostras não encontrou o
sensor da posição inicial.
§Contacte a assistência técnica.

284
O diluidor de amostras bloqueou durante a inicialização
O Diluidor de Amostras encravou.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução física que impeça o movimento
normal do DRD.
§Verifique se a sonda tem coágulos.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

285
O diluidor de amostras excedeu o período de 18 segundos
Um movimento do diluidor de amostras para a posição inicial demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

286
O diluidor de amostras não detectou HOME
(posição inicial)
Ao tentar regressar à posição inicial, o diluidor de amostras não encontrou o
sensor da posição inicial.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução física que impeça o movimento
normal do DRD.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-27

287
O Carrocel (Carrossel) das Amostras bloqueou durante
a inicialização
O carrossel de amostras encravou.
§Verifique a colocação dos Suportes de Amostras, certificando-se de que estão
devidamente encaixados no instrumento.
§Certifique-se de que os tubos estão devidamente posicionados nos suportes de
amostras e que não existem tubos demasiado altos.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

288
O Carrocel (Carrossel) das Amostras excedeu o período
de 18 segundos
Um movimento do carrossel de amostras para a posição inicial demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

289
O Carrocel (Carrossel) das Amostras não detectou
HOME (posição inicial)
Ao tentar regressar à posição inicial, o carrossel de amostras não encontrou o
sensor da posição inicial.
§Verifique a colocação dos Suportes de Amostras, certificando-se de que estão
devidamente encaixados no instrumento.
§Certifique-se de que os tubos estão devidamente posicionados nos suportes de
amostras e que não existem tubos demasiado altos.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

290
A direcção X do Pipetador de Reagentes bloqueou.
Algo interferiu no movimento horizontal do braço da pipeta.
O instrumento tenta corrigir-se e continuar o processamento de ensaios.
Se o instrumento não conseguir corrigir o erro, o processo de pipetagem pára.
§O cartucho de reagentes pode não estar devidamente colocado.
§O movimento normal da pipeta está obstruído.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-28 Guia do Operador: Mensagens de erro

291
O Pipetador de Reagentes excedeu o período de
18 segundos na direcção X
Um movimento na direcção X da pipeta de reagentes para a posição inicial
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

292
O pipetador de reagentes não detectou HOME
(posição inicial) na direcção X
Ao tentar regressar à posição inicial, a pipeta de reagentes não encontrou o
sensor da posição inicial.
§O cartucho de reagentes pode não estar devidamente colocado.
§O movimento normal da pipeta está obstruído.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

293
A direcção Z do pipetador de reagentes bloqueou
Algo interferiu no movimento vertical do braço da pipeta. O instrumento tenta
corrigir-se e continuar o processamento de ensaios. Se não for possível corrigir o
erro, o processo de pipetagem pára.
§Verifique se a corrediça está correctamente colocada.
§Verifique se o cartucho está devidamente colocado.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

294
O Pipetador de Reagentes excedeu o período de
18 segundos na direcção Z
Um movimento da pipeta de reagentes para a posição inicial demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

295
O pipetador de reagentes não detectou HOME
(posição inicial) na direcção Z
Ao tentar regressar à posição inicial, a pipeta de reagentes não encontrou o
sensor da posição inicial.
§Verifique se há obstruções à volta da pipeta de reagentes.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-29

296
A válvula do Reagente bloqueou
A válvula de reagentes encravou.
§Contacte a assistência técnica.

297
A válvula do Reagente excedeu o período de 18 segundos
Um movimento da válvula de reagentes para a posição inicial demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

298
A válvula do Reagente não detectou HOME
(posição inicial)
Ao tentar regressar à posição inicial, a válvula de reagentes não encontrou o
sensor da posição inicial.
§Contacte a assistência técnica.

299
O diluidor dos reagentes bloqueou
O diluidor de reagentes encravou.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução física que impeça o movimento
normal do DRD.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

300
O diluidor dos reagentes excedeu o período de
18 segundos
Um movimento do diluidor de reagentes para a posição inicial demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

301
O diluidor dos reagentes não detectou HOME
(posição inicial)
Ao tentar regressar à posição inicial, o diluidor de reagentes não encontrou o
sensor da posição inicial.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução física que impeça o movimento
normal do DRD.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-30 Guia do Operador: Mensagens de erro

302
O carrocel (carrossel) dos reagentes bloqueou
O carrossel de reagentes encravou.
§Coloque novamente o cartucho ou a bandeja do carrossel.
§Verifique se a Corrediça do Cartucho está devidamente instalada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

303
O Carrocel (Carrossel) dos Reagentes excedeu o período
de 18 segundos
Um movimento do carrossel de reagentes para a posição inicial demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

304
O carrocel (carrossel) dos reagentes não detectou HOME
(posição inicial)
Ao tentar regressar à posição inicial, o carrossel de reagentes não encontrou o
sensor da posição inicial.
§Coloque novamente o cartucho ou a bandeja do carrossel.
§Verifique se a Corrediça do Cartucho está devidamente instalada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

305
O Dispositivo de Indexação de Tubos bloqueou
No momento da inicialização e ao regressar ao estado de execução a partir do
modo de pausa de tudo, de pausa das pérolas ou de paragem, o indexador de
tubos encravou uma segunda vez ao tentar regressar à posição inicial.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução.
§Verifique se está a utilizar o tubo de reacção adequado.
§Verifique se existe algum tubo de reacção com defeito.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

306
O Dispositivo de Indexação de Tubos excedeu o período
de 18 segundos
Um movimento do indexador de tubos para a posição inicial demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-31

307
O Dispositivo de Indexação de Tubos não detectou
HOME (posição inicial)
Ao tentar regressar à posição inicial, o indexador de tubos não encontrou o
sensor da posição inicial.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

308
A correia de transporte dos tubos bloqueou
A correia de transporte de tubos encravou.
§Verifique se está a utilizar o Tubo de Reacção adequado.
§Verifique se existe algum tubo com defeito.
§Inspeccione a correia visualmente para verificar se existe algum tipo
de interferência.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

309
A correia de transporte dos tubos excedeu o período de
18 segundos
Um movimento da correia de transporte de tubos para a posição inicial demorou
mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

310
A correia de transporte dos Tubos não detectou
HOME (posição inicial)
Ao tentar regressar à posição inicial, a correia de transporte de tubos não
encontrou o sensor da posição inicial.
§Verifique se está a utilizar o Tubo de Reacção adequado.
§Verifique se existe algum tubo com defeito.
§Inspeccione a correia visualmente para verificar se existe algum tipo
de interferência.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

311
O vaivém do Processador bloqueou
O shuttle (vaivém) do processador encravou.
§Verifique se o Tubo de Reacção está devidamente colocado.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-32 Guia do Operador: Mensagens de erro

312
O vaivém do Processador excedeu o período de
18 segundos
Um movimento do shuttle (vaivém) do processador para a posição inicial
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

313
O vaivém do processador não encontrou HOME
(posição inicial)
Ao tentar regressar à posição inicial, o shuttle (vaivém) do processador não
encontrou o sensor da posição inicial.
§Verifique se o Tubo de Reacção está devidamente colocado.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

314
O obturador (grelha de cobertura) do PMT bloqueou
(à procura da posição inicial)
Foi detectado um erro no movimento vertical da grelha de cobertura do PMT.
O instrumento tenta corrigir-se e continuar o processamento de ensaios.
Se não for possível corrigir o erro, o instrumento pára o processamento de tubos
e aparece outra mensagem de erro. O sistema perde os resultados dos tubos a
seguir a esta segunda mensagem de erro.
§Contacte a assistência técnica.

315
O obturador (grelha de cobertura) do PMT excedeu o
período de 18 segundos
Um movimento da grelha de cobertura do PMT para a posição inicial demorou
mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

316
O obturador (grelha de cobertura) do PMT não detectou
HOME (posição inicial).
Ao tentar regressar à posição inicial, a grelha de cobertura do PMT não
encontrou o sensor da posição inicial.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-33

317
A correia do Luminómetro bloqueou
A correia do luminómetro encravou.
§Verifique se o recipiente de resíduos sólidos está demasiado cheio ou em
posição incorrecta.
§Verifique se existem Sacos de Material de Risco Biológico adequados.
§Verifique se existem Tubos de Reacção na Calha de Saída e proceda
à sua desobstrução.
§Verifique se os tubos de reacção no receptáculo de tubos apresentam
algum defeito.
§Contacte a assistência técnica.

318
A correia do Luminómetro excedeu o período de
18 segundos
Um movimento da correia do luminómetro para a posição inicial demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

319
A correia do Luminómetro não detectou POS.INIC.
Ao tentar regressar à posição inicial, a correia do luminómetro não encontrou o
sensor da posição inicial.
§Verifique se o recipiente de resíduos sólidos está demasiado cheio ou em
posição incorrecta.
§Verifique se existem Sacos de Material de Risco Biológico adequados.
§Verifique se existem Tubos de Reacção na Calha de Saída e proceda à sua
desobstrução.
§Verifique se os tubos de reacção no receptáculo de tubos apresentam algum
defeito.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

320
O vaivém do Luminómetro bloqueou
O shuttle (vaivém) do luminómetro encravou.
§Verifique se o recipiente de resíduos sólidos está demasiado cheio ou em
posição incorrecta.
§Verifique se existem Sacos de Material de Risco Biológico adequados.
§Corrija e desobstrua a Calha de Saída.
§Verifique se os tubos de reacção no receptáculo de tubos apresentam
algum defeito.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-34 Guia do Operador: Mensagens de erro

321
O vaivém do Luminómetro excedeu o período de
18 segundos
Um movimento do shuttle (vaivém) do luminómetro para a posição inicial
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

322
O vaivém do Luminómetro não detectou POS.INIC.
Ao tentar regressar à posição inicial, o shuttle (vaivém) do luminómetro não
encontrou o sensor da posição inicial.
§Verifique se o recipiente de resíduos sólidos está demasiado cheio ou em
posição incorrecta.
§Verifique se existem Sacos de Material de Risco Biológico adequados.
§Corrija e desobstrua a Calha de Saída.
§Verifique se os tubos de reacção no receptáculo de tubos apresentam
algum defeito.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

323
O Dispositivo de transporte (elevador)
dos tubos bloqueou
No momento da inicialização e ao regressar ao estado de execução a partir do
modo de paragem, o elevador de tubos encravou uma segunda vez ao tentar
regressar à posição inicial.
§Contacte a assistência técnica.

324
O Dispositivo de transporte (elevador) dos tubos
excedeu o período de 18 segundos
Um movimento do elevador de tubos para a posição inicial demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

325
O Dispositivo de transporte (elevador) dos Tubos não
detectou HOME (posição inicial)
Ao tentar regressar à posição inicial, o elevador de tubos não encontrou o sensor
da posição inicial.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-35

326
A correia da Incubadora bloqueou
A correia da incubadora encravou.
§Contacte a assistência técnica.

327
A correia da Incubadora excedeu o período de
18 segundos
Um movimento da correia da incubadora para a posição inicial demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

328
A correia da Incubadora não detectou HOME
(posição inicial)
Ao tentar regressar à posição inicial, a correia da incubadora não encontrou o
sensor da posição inicial.
§Contacte a assistência técnica.

329
O disco do atenuador bloqueou
O atenuador do PMT não conseguiu chegar à posição correcta.
§Contacte a assistência técnica.

330
O Disco do Atenuador excedeu o período de 18 segundos
Um movimento do disco atenuador para a posição inicial demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

331
O disco do atenuador não detectou HOME
(posição inicial)
Ao tentar regressar à posição inicial, o disco atenuador não encontrou o sensor
da posição inicial.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-36 Guia do Operador: Mensagens de erro

375
A posição do Código de Barras e do Codificador
não corresponde
O instrumento não conseguiu ler um código de barras de reagente.
§Contacte a assistência técnica.

376
Leitura parcial do código de barras do reagente.
O instrumento não conseguiu ler um código de barras de reagente.
§Verifique a integridade da etiqueta do cartucho.
§Limpe a etiqueta e volte a interrogar.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

377-379
Erros de programação
Ocorrem quando se verificam erros de hardware subjacentes que geram
problemas de comunicação com o software.
§Verifique se existem erros ao nível do hardware no registo de erros e,
caso se confirmem, corrija-os.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

380
Erros interromperam a rotina MCP
A ocorrência de erros no arranque levou à interrupção do funcionamento
normal do MCP. Como consequência, serão geradas outras mensagens de erro
mais específicas.
§Para mais informações sobre encravamentos mecânicos associados,
consulte o Registo de Eventos. Corrija o erro e volte a iniciar o programa.
§Se não for bem sucedido, contacte a assistência técnica.

381
Porta Grande dos Reagentes aberta durante o arranque.
Feche a porta para prosseguir.
A porta grande do compartimento dos reagentes está aberta.
§Antes do arranque, certifique-se de que a porta dos reagentes está
totalmente fechada.
§Se o erro persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-37

392
O carrossel de pérolas encravou.
O Carrossel de Pérolas encravou uma segunda vez ao tentar passar para uma
posição configurada.
§Certifique-se de que as Embalagens de Pérolas estão devidamente colocadas
no Carrossel de Pérolas.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

393
O Carrocel das Esferas (Carrossel de Pérolas) excedeu o
ciclo de 18 segundos encerrando o instrumento
Um movimento do carrossel de pérolas para a posição inicial demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

394
O Carrocel das Esferas (Carrossel de Pérolas) não
detectou posição inicial.
Ao tentar regressar à posição inicial, o carrossel de pérolas não encontrou o
sensor da posição inicial.
§Contacte a assistência técnica.

401
Alergénio não encontrado/Novo Teste
O Alérgeno necessário não foi encontrado no Carrossel de Reagentes, pelo que
o(s) ensaio(s) não pode(m) ser processado(s).
§Verifique o inventário e certifique-se de que o alérgeno está no cartucho
de alérgenos.
§Se o problema persistir, contacte a assistência técnica.

402
O tubo de reacção não foi detectado no dispositivo de
indexação de tubos.
O sensor não detecta um tubo no indexador de tubos.
§Verifique se existem Tubos de Reacção no Receptáculo de Tubos.
§Encha o receptáculo.
§Verifique se está a utilizar o Tubo de Reacção adequado.
§Verifique se existe algum tubo com defeito.
§Verifique se existe algum tipo de encravamento na Calha de Orientação.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-38 Guia do Operador: Mensagens de erro

403
A esfera (pérola) não foi dispensada,
executar novo teste
Não foi detectada qualquer pérola no tubo após a distribuição.
§Verifique se a embalagem de pérolas está devidamente instalada e certifique-se
de que as pérolas se movimentam livremente.
§Se o erro persistir, contacte a assistência técnica.

405
O vaivém do Luminómetro empurrou o tubo de novo
O shuttle (vaivém) do luminómetro tentou empurrar o tubo da Estação de
Lavagem para o luminómetro uma segunda vez e falhou. O sensor detectou que
o tubo ainda estava na Estação de Lavagem após o empurrão.
§Contacte a assistência técnica.

406
O Dispositivo de transporte (elevador) dos Tubos não se
encontra na posição correcta para executar novo teste
No início do ciclo de lavagem, o elevador de tubos detectou que o tubo não
estava na posição para cima.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

407
Esfera (pérola) extra detectada, executar novo teste
O instrumento detecta uma pérola antes da distribuição da pérola.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

408
Duas esferas (pérolas) detectadas, executar novo teste
O instrumento detecta duas pérolas no tubo depois da distribuição da pérola.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

409
Tempo excedido para Detecção de Coágulo. Contacte a
assistência técnica.
A placa de detecção de coágulos não respondeu no tempo permitido. O software
de controlo está bloqueado e todos os testes no instrumento ficam sem efeito.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-39

410
O Pipetador de Amostras bloqueou na direcção X
A pipeta de amostras encravou uma segunda vez ao tentar avançar um
determinado número de passos na direcção X (horizontal).
§Verifique se o tubo de amostra ou o tubo de diluente está devidamente colocado.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução que impeça o movimento normal
da pipeta.
§Verifique se existem tampas nos tubos de amostras.
§Verifique se existem topos de tubo não autorizados (i.e., copos de amostras
colocados no topo dos tubos).
§Certifique-se de que a Sonda de Amostras não está dobrada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

412
O Pipetador de Amostras excedeu o período de
18 segundos na direcção X
A pipeta de amostras demorou mais de 18 segundos a passar para uma posição
configurada na direcção X (horizontal).
§Contacte a assistência técnica.

413
O Pipetador de Amostras bloqueou na direcção Z
A pipeta de amostras encravou uma segunda vez ao tentar avançar um
determinado número de passos na direcção Z (vertical).
§Verifique se o tubo de amostra ou o tubo de diluente está devidamente colocado.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução que impeça o movimento normal
da pipeta.
§Verifique se existem tampas nos tubos de amostras.
§Verifique se existem topos de tubo não autorizados (i.e., copos de amostras
colocados no topo dos tubos).
§Certifique-se de que a Sonda de Amostras não está dobrada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

415
O Pipetador de Amostras excedeu o período de
18 segundos na direcção Z
A pipeta de amostras demorou mais de 18 segundos a passar para uma posição
configurada na direcção Z (vertical).
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-40 Guia do Operador: Mensagens de erro

416
A Válvula das Amostras bloqueou
A válvula de amostras encravou uma segunda vez ao tentar avançar um
determinado número de passos.
§Contacte a assistência técnica.

418
A Válvula das Amostras excedeu o período de 18 segundos
A válvula de amostras demorou mais de 18 segundos a avançar um determinado
número de passos.
§Contacte a assistência técnica.

419
O Carrocel (Carrossel) das Amostras bloqueou
O carrossel de amostras encravou uma segunda vez ao tentar avançar um
determinado número de passos.
§Verifique a colocação dos Suportes de Amostras, certificando-se de que estão
devidamente encaixados no instrumento.
§Certifique-se de que os tubos estão devidamente posicionados nos suportes de
amostras e que não existem tubos demasiado altos.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

421
O Carrocel (Carrossel) das Amostras excedeu o período
de 18 segundos
Um movimento do carrossel de amostras para uma posição configurada demorou
mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

422
O Pipetador de Reagentes bloqueou na direcção X
A pipeta de reagentes encravou uma segunda vez na direcção X (horizontal)
ao tentar avançar um determinado número de passos.
§Verifique se o cartucho de reagentes está devidamente colocado.
§Verifique se o movimento da pipeta está obstruído.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-41

424
O Pipetador de Reagentes excedeu o período de
18 segundos na direcção X
A pipeta de reagentes demorou mais de 18 segundos a passar para uma posição
configurada na direcção X (horizontal).
§Contacte a assistência técnica.

425
O Pipetador de Reagentes bloqueou na direcção Z
A pipeta de reagentes encravou uma segunda vez ao tentar avançar um
determinado número de passos na direcção Z (vertical).
§Verifique se a corrediça está correctamente colocada.
§Verifique se o cartucho está devidamente posicionado.

427
O Pipetador de Reagentes excedeu o período de
18 segundos na direcção Z
Um movimento da pipeta de reagentes para uma posição configurada demorou
mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

428
A Válvula do Reagente bloqueou
A válvula de reagentes encravou uma segunda vez ao tentar avançar um
determinado número de passos.
§Contacte a assistência técnica.

430
A válvula do Reagente excedeu o período de 18 segundos
Um movimento da válvula de reagentes para uma posição configurada demorou
mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

431
O Carrocel (Carrossel) dos Reagentes bloqueou
O carrossel de reagentes encravou uma segunda vez ao tentar avançar um
determinado número de passos.
§Verifique se o cartucho e a bandeja do carrossel estão devidamente colocados.
§Verifique se a Corrediça do Cartucho está devidamente instalada.

601034-0001, Rev. A
H-42 Guia do Operador: Mensagens de erro

433
O Carrocel (Carrossel) dos Reagentes excedeu o período
de 18 segundos
Um movimento do carrossel de reagentes para uma posição configurada
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

434
O Carrocel das Esferas (Carrossel de Pérolas) bloqueou
O Carrossel de Pérolas encravou uma segunda vez ao tentar passar para uma
posição configurada.
§Certifique-se de que as Embalagens de Pérolas estão devidamente colocadas
no Carrossel de Pérolas.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

436
O carrocel das esferas (carrossel de pérolas) excedeu o
período de 18 segundos
Um movimento do carrossel de pérolas para uma posição configurada demorou
mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

437
A correia de transporte dos tubos bloqueou
A correia de transporte de tubos encravou uma segunda vez ao tentar avançar
um determinado número de passos.
§Verifique se está a utilizar o Tubo de Reacção adequado.
§Verifique se existe algum tubo com defeito.
§Inspeccione a correia visualmente para verificar se existe algum tipo
de interferência.

439
A correia de transporte dos tubos excedeu o período de
18 segundos
Um movimento da correia de transporte de tubos para uma posição configurada
demorou mais de 18 segundos.
§Contactar os Serviços de Assistência Técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-43

440
A correia da Incubadora bloqueou
A correia da incubadora encravou uma segunda vez ao tentar avançar um
determinado número de passos.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução na área de Pipetagem de
Reagentes. Retire o tubo.
§Contacte a assistência técnica.

442
A correia da Incubadora excedeu o período de
18 segundos
Um movimento da correia da incubadora para uma posição configurada demorou
mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

443
O vaivém do Luminómetro bloqueou
O shuttle (vaivém) do luminómetro encravou uma segunda vez ao tentar avançar
um determinado número de passos.
§Verifique se o recipiente de resíduos sólidos está demasiado cheio ou em
posição incorrecta.
§Verifique se existem Sacos de Material de Risco Biológico adequados.
§Corrija e desobstrua a Calha de Saída.
§Verifique os Tubos de Reacção no Receptáculo de Tubos para ver se
apresentam algum defeito, brilho extra, etc.
§Contacte a assistência técnica.

445
O vaivém do Luminómetro excedeu o período de
18 segundos
Um movimento do shuttle (vaivém) do luminómetro para uma posição
configurada demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

446
O Dispositivo de transporte (elevador)
dos tubos bloqueou
O elevador de tubos encravou uma segunda vez ao tentar avançar um
determinado número de passos.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-44 Guia do Operador: Mensagens de erro

448
O Dispositivo de transporte (elevador) dos tubos
excedeu o período de 18 segundos
Um movimento do elevador de tubos para uma posição configurada demorou
mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

449
A correia do Luminómetro bloqueou
A correia do luminómetro encravou.
§Verifique se o recipiente de resíduos sólidos está demasiado cheio ou em
posição incorrecta.
§Verifique se existem Sacos de Material de Risco Biológico adequados.
§Corrija e desobstrua a Calha de Saída.
§Verifique os Tubos de Reacção no Receptáculo de Tubos para ver se
apresentam algum defeito, brilho extra, etc.
§Contacte a assistência técnica.

451
A correia do Luminómetro excedeu o período de
18 segundos
Um movimento da correia do luminómetro para uma posição configurada
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

452
O obturador (grelha de cobertura)
do Luminómetro bloqueou
Foi detectado um erro no movimento vertical da grelha de cobertura do PMT.
O instrumento tenta corrigir-se e continuar o processamento de ensaios.
Se não for possível corrigir o erro, o instrumento pára o processamento de tubos
e aparece outra mensagem de erro. O sistema perde os resultados dos tubos a
seguir a esta segunda mensagem de erro.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-45

454
O obturador (grelha de cobertura) do Luminómetro
excedeu o período de 18 segundos
Um movimento da grelha de cobertura do luminómetro para uma posição
configurada demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

455
O disco do atenuador bloqueou
O disco atenuador encravou uma segunda vez ao tentar avançar um determinado
número de passos.
§Contacte a assistência técnica.

457
O Disco do Atenuador excedeu o período de 18 segundos
Um movimento do disco atenuador para uma posição configurada demorou mais
de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

458
O vaivém do Processador bloqueou
O shuttle (vaivém) do processador encravou uma segunda vez ao tentar realizar
um determinado número fixo de passos.
§Retire o Tubo de Reacção que está mal posicionado.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

460
O vaivém do Processador excedeu o período de 18 segundos
Um movimento do shuttle (vaivém) do processador para uma posição
configurada demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

461
O Carrocel (Carrossel) das Amostras bloqueou
O carrossel de amostras encravou.
§Verifique a colocação dos Suportes de Amostras, certificando-se de que estão
devidamente encaixados no instrumento.
§Certifique-se de que os tubos estão devidamente posicionados nos suportes de
amostras e que não existem tubos demasiado altos.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-46 Guia do Operador: Mensagens de erro

462
O Carrocel (Carrossel) das Amostras excedeu o período
de 18 segundos
Um movimento único do carrossel de amostras para uma posição configurada
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

463
O Carrocel (Carrossel) das Amostras excedeu
65535 fases (passos)
O carrossel de amostras calculou que tem de dar mais de 65535 passos para
chegar a uma posição de codificador configurada.
§Contacte a assistência técnica.

465
O Carrocel (Carrossel) dos Reagentes bloqueou
O carrossel de reagentes encravou uma segunda vez ao tentar passar para uma
posição configurada.
§Coloque novamente o cartucho ou o carrossel.
§Verifique se a Corrediça do Cartucho está devidamente instalada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

466
O Carrocel (Carrossel) dos Reagentes excedeu o período
de 18 segundos
Um movimento único do carrossel de reagentes para uma posição configurada
demorou mais de 18 segundos. Este erro nunca deveria ocorrer durante o
funcionamento normal.
§Contacte a assistência técnica.

467
O Carrocel (Carrossel) dos Reagentes excedeu
65535 fases (passos)
O carrossel de reagentes calculou que tem de dar mais de 65535 passos para
chegar a uma posição de codificador configurada.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-47

469
O Carrocel das Esferas (Carrossel de Pérolas) bloqueou
O carrossel de pérolas encravou.
§Certifique-se de que as Embalagens de Pérolas estão devidamente colocadas
no Carrossel de Pérolas.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

470
O Carrocel das Esferas (Carrossel de Pérolas) excedeu o
período de 18 segundos
Um movimento único do carrossel de pérolas para uma posição configurada
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

471
O Carrocel das Esferas (Carrossel de Pérolas) excedeu
65535 fases (passos)
O carrossel de pérolas calculou que tem de dar mais de 65535 passos para
chegar a uma posição de codificador configurada.
§Contacte a assistência técnica.

473
O Tubo de Reacção não se encontra na posição
de pipetagem
O instrumento não detecta um tubo na posição de pipetagem.
§Verifique se o Tubo de Reacção está devidamente colocado.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

494
A correia do Luminómetro excedeu 65535 fases (passos)
A correia do luminómetro calculou que tem de dar mais de 65535 passos para
chegar à posição inicial.
§Contacte a assistência técnica.

495
O vaivém do Luminómetro excedeu 65535 fases (passos)
O shuttle (vaivém) do luminómetro calculou que tem de dar mais de 65535
passos para chegar à posição inicial.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-48 Guia do Operador: Mensagens de erro

496
O Pipetador de Amostras bloqueou na direcção Z
O motor Z da Pipeta de Amostras encravou.
§Verifique se o tubo de amostra ou o tubo de diluente está devidamente colocado.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução que impeça o movimento normal
da Pipeta.
§Verifique se existem tampas nos tubos de amostras.
§Verifique se existe algum tipo de topo de tubo não autorizado
(copos de amostras no topo dos tubos).
§Certifique-se de que a Sonda de Amostras não está dobrada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

498
O Pipetador de Amostras excedeu o período de
18 segundos na direcção Z
Um movimento do motor Z da pipeta de amostras para uma posição configurada
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

499
O Pipetador de Amostras excedeu 65535 fases (passos)
O motor Z da pipeta de amostras calculou que tem de dar mais de 65535 passos
para chegar a uma posição de codificador configurada.
§Contactar os Serviços de Assistência Técnica.

500
O Pipetador de Reagentes bloqueou na direcção Z
O motor Z da pipeta de reagentes encravou uma segunda vez ao tentar passar
para uma posição configurada.
§Verifique se a corrediça está correctamente colocada.
§Verifique se o cartucho está devidamente colocado.

502
O Pipetador de Reagentes excedeu o período de
18 segundos
Um movimento do motor Z da pipeta de reagentes para uma posição configurada
demorou mais de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-49

503
O Pipetador de Reagentes excedeu 65535 fases (passos)
O motor Z da pipeta de reagentes calculou que tem de dar mais de 65535 passos
para chegar a uma posição de codificador configurada.
§Contacte a assistência técnica.

504
Nova execução do teste identificada como incorrecta
por Modo de Execução de Inicialização
Um dos ensaios sequenciais não foi capaz de receber o segundo reagente,
dado que o instrumento estava a inicializar o Modo de Execução a partir do Modo
de Pausa.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

505
Nova execução do teste identificada como incorrecta
por Modo Pausa
Um dos ensaios sequenciais não foi capaz de receber o segundo reagente,
dado que o instrumento estava no Modo de Pausa.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

506
Nova execução do teste identificada como incorrecta por
Modo Primário do Ciclo (Modo de Purga Durante o Ciclo)
Um dos ensaios sequenciais não foi capaz de receber o segundo reagente,
dado que o instrumento estava a executar uma purga durante o ciclo.
§Contacte a assistência técnica.

507
Nova execução do teste identificada como incorrecta
por Tubo de Amostra
Foi detectado um problema num dos tubos de amostras durante o processo de
pipetagem da amostra.
§Verifique a amostra.

601034-0001, Rev. A
H-50 Guia do Operador: Mensagens de erro

508
Nova execução do teste identificada como incorrecta
por Embalagem de Reagentes
Foi detectado um problema numa das embalagens de reagentes durante o
processo de pipetagem do reagente.
§Verifique a embalagem do reagente.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

509
Nova execução do teste identificada como incorrecta
por Embalagem das Esferas (Pérolas)
Foi detectado um problema numa das embalagens de pérolas ao tentar distribuir
uma pérola.
§Verifique se a Embalagem de Pérolas tem estática. Dê-lhe umas pancadinhas
suaves e volte a colocá-la no Carrossel de Pérolas.
§Verifique se a embalagem está vazia.
§Proceda à distribuição da pérola manualmente.
§Execute novamente o teste.

510
Nova execução do teste identificada como incorrecta
por Erro de Execução
Ocorreu um encravamento num dispositivo de amostras ou de reagentes que
impede a pipetagem de um reagente para um ensaio sequencial ou para um
processamento posterior de vitamina B12 e folato.
§Verifique se existem erros associados no Registo de Erros.
§Se possível, corrija os erros detectados.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

511
Nova execução do teste identificada como incorrecta
por Amostra 1 não encontrada
A Amostra 1 necessária não foi localizada no Carrossel de Amostras. Não é
possível processar ensaios.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-51

512
Nova execução do teste identificada como incorrecta
por Amostra 2 não encontrada
A Amostra 2 necessária não foi localizada no Carrossel de Amostras. Não é
possível processar ensaios.
§Contacte a assistência técnica.

513
Nova execução do teste identificada como incorrecta
por Sem Diluente
O diluente adequado e necessário no instrumento não foi localizado após a
solicitação de uma diluição no instrumento.
§Coloque diluente no instrumento.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

514
Nova execução do teste identificada como incorrecta
por Reagente 1 não encontrado
O Reagente 1 necessário não foi localizado no Carrossel de Reagentes. Não é
possível processar ensaios.
§Contacte a assistência técnica.

515
Nova execução do teste identificada como incorrecta
por Reagente 2 não encontrado
O Reagente 2 necessário não foi localizado no Carrossel de Reagentes. Não é
possível processar ensaios.
§Contacte a assistência técnica.

516
Nova execução do teste identificada como incorrecta
por Sem Esfera (Pérola)
A Embalagem de Pérolas necessária não foi localizada no Carrossel de Pérolas.
Não é possível processar ensaios.
§Verifique se há algum tipo de obstrução na Embalagem de Pérolas que impeça
a distribuição.
§Proceda à distribuição da pérola manualmente.
§Instale novamente a Embalagem de Pérolas e tente novamente.
§Execute novamente o teste.

601034-0001, Rev. A
H-52 Guia do Operador: Mensagens de erro

517
Nova execução do teste identificada como incorrecta
por Bloqueio do Motor
Ocorreu um erro de bloqueio do motor que impede a amostragem e/ou o
processamento contínuo de um ou mais ensaios.
§Contacte a assistência técnica.

518
Nova execução do teste identificada como incorrecta
Ocorreu um erro desconhecido que impediu a pipetagem de uma amostra
ou de um reagente. Esta situação nunca deveria ocorrer durante o
funcionamento normal.
§Contacte a assistência técnica.

519
As portas do IMMULITE 2000 devem ser fechadas durante
o funcionamento
Uma ou mais portas não está devidamente fechada ou há uma falha no(s)
sensor(es) da(s) porta(s).
§Feche a porta.

520
O vaivém do Processador bloqueou
O shuttle (vaivém) do processador encravou uma segunda vez ao regressar
para a posição inicial.
§Retire o Tubo de Reacção que está mal posicionado.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

521
O vaivém do Processador excedeu o período de
18 segundos
Um movimento do shuttle (vaivém) do processador demorou mais de
18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

522
O vaivém do Processador excedeu 65535 fases (passos)
O shuttle (vaivém) do processador calculou que tem de dar mais de
65535 passos para chegar a uma posição de codificador configurada.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-53

524
A Porta das Amostras ou Cobertura Principal está aberta
A porta de acesso às amostras ou a tampa do instrumento não foi devidamente
fechada antes da selecção do modo EXECUÇÃO.
§Feche a porta ou a tampa.

525
A Porta do Reagente está aberta
A porta de acesso aos reagentes ou a tampa dos reagentes está aberta.
§Feche a porta.

526
A Porta das Esferas (Pérolas) está aberta
A porta da câmara de pérolas está aberta.
§Feche a porta.

530
Bloqueio da sonda
A sonda não encontrou líquido.
§Verifique se o tubo de amostra ou o tubo de diluente está devidamente colocado.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução que impeça o movimento normal
da Pipeta.
§Verifique se existem tampas nos tubos de amostras.
§Verifique se existe algum tipo de topo de tubo não autorizado
(copos de amostras no topo dos tubos).
§Certifique-se de que a Sonda de Amostras não está dobrada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

531
Bloqueio da sonda do Pipetador de Amostras
A Pipeta de Amostras não encontrou líquido.
§Verifique se o tubo de amostra ou o tubo de diluente está devidamente colocado.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução que impeça o movimento normal
da Pipeta.
§Verifique se existem tampas nos tubos de amostras.
§Verifique se existe algum tipo de topo de tubo não autorizado
(copos de amostras no topo dos tubos).
§Certifique-se de que a Sonda de Amostras não está dobrada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-54 Guia do Operador: Mensagens de erro

532
Bloqueio da sonda do Pipetador de Amostras
A Pipeta de Amostras não encontrou líquido.
§Verifique se o tubo de amostra ou o tubo de diluente está devidamente colocado.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução que impeça o movimento normal
da Pipeta.
§Verifique se existem tampas nos tubos de amostras.
§Verifique se existe algum tipo de topo de tubo não autorizado
(copos de amostras no topo dos tubos).
§Certifique-se de que a Sonda de Amostras não está dobrada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

533
Bloqueio da sonda do Pipetador de Amostras
A Pipeta de Amostras não encontrou líquido.
§Verifique se o tubo de amostra ou o tubo de diluente está devidamente colocado.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução que impeça o movimento normal
da Pipeta.
§Verifique se existem tampas nos tubos de amostras.
§Verifique se existe algum tipo de topo de tubo não autorizado
(copos de amostras no topo dos tubos).
§Certifique-se de que a Sonda de Amostras não está dobrada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

534
Bloqueio da sonda do Pipetador de Reagentes
A Pipeta de Reagentes não encontrou líquido.
§Certifique-se de que a Corrediça está correctamente instalada no
Cartucho de Reagentes.
§Certifique-se de que o Cartucho de Reagentes está devidamente instalado.
§Certifique-se de que o dispositivo de abertura da tampa da embalagem
está recolhido.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

535
Bloqueio da sonda do Pipetador de Reagentes
Um movimento Z da pipeta de reagentes durante um determinado número de
passos detectou o encravamento de uma ponta.
§Certifique-se de que a Corrediça está correctamente instalada no
Cartucho de Reagentes.
§Certifique-se de que o Cartucho de Reagentes está devidamente instalado.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-55

§Certifique-se de que o dispositivo de abertura da tampa da embalagem


está recolhido.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

536
Bloqueio da sonda do Pipetador de Reagentes
Um movimento Z da pipeta de reagentes para uma posição configurada detectou
o encravamento de uma ponta.
§Certifique-se de que a Corrediça está correctamente instalada no
Cartucho de Reagentes.
§Certifique-se de que o Cartucho de Reagentes está devidamente instalado.
§Certifique-se de que o dispositivo de abertura da tampa da embalagem
está recolhido.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

537
Bloqueio da sonda do Pipetador de Reagentes
Um movimento Z de detecção do nível de reagente detectou o encravamento
de uma ponta. Esta situação só pode ocorrer quando o movimento é feito
na direcção do cartucho de reagentes.
§Certifique-se de que a Corrediça está correctamente instalada no
Cartucho de Reagentes.
§Certifique-se de que o Cartucho de Reagentes está devidamente instalado.
§Certifique-se de que o dispositivo de abertura da tampa da embalagem
está recolhido.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

538
O dispensador de Esferas (Pérolas) bloqueou - o motor
não se move
O Distribuidor de Pérolas não foi capaz de distribuir uma pérola.
§Certifique-se de que a Embalagem de Pérolas está devidamente instalada.
§Retire a Embalagem de Pérolas, vire-a ao contrário e volte a instalá-la.
§Proceda à distribuição da pérola manualmente.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

539
O dispensador de Esferas (Pérolas) bloqueou - incapaz
de detectar o sensor
O Distribuidor de Pérolas não foi capaz de distribuir uma pérola.
§Certifique-se de que a Embalagem de Pérolas está devidamente instalada.
§Retire a Embalagem de Pérolas, vire-a ao contrário e volte a instalá-la.

601034-0001, Rev. A
H-56 Guia do Operador: Mensagens de erro

§Proceda à distribuição da pérola manualmente.


§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

540
O dispensador de Esferas (Pérolas) bloqueou - em
posição de dispensa
O Distribuidor de Pérolas não foi capaz de distribuir uma pérola.
§Certifique-se de que a Embalagem de Pérolas está devidamente instalada.
§Retire a Embalagem de Pérolas, vire-a ao contrário e volte a instalá-la.
§Proceda à distribuição da pérola manualmente.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

541
O dispensador de Esferas (Pérolas) bloqueou - incapaz
de encontrar posição inicial
O Distribuidor de Pérolas não foi capaz de distribuir uma pérola.
§Certifique-se de que a Embalagem de Pérolas está devidamente instalada.
§Retire a Embalagem de Pérolas, vire-a ao contrário e volte a instalá-la.
§Proceda à distribuição da pérola manualmente.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

542
Abertura da Tampa dos Reagentes bloqueada - dispositivo
de abertura não se estende
O dispositivo de abertura da tampa do reagente tentou abrir um Cartucho
sem sucesso.
§Contacte a assistência técnica.

543
Abertura da Tampa dos Reagentes bloqueada - não
consegue detectar reagente aberto
O dispositivo de abertura da tampa do reagente tentou abrir um Cartucho
sem sucesso.
§Contacte a assistência técnica.

544
Abertura da Tampa dos Reagentes bloqueada - não
consegue detectar posição inicial
O dispositivo de abertura da tampa do reagente tentou recolher-se sem sucesso.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-57

546
Erro na detecção da amostra
Um movimento Z de detecção do nível da amostra na pipeta detectou um nível
mais elevado do que o esperado.
§Verifique a posição do tubo no Suporte de Amostras.
§Certifique-se de que a quantidade de amostra no tubo é suficiente.
§Verifique se existem bolhas no tubo e elimine-as.
§Verifique se ocorrem salpicos próximo da pipeta.
§Verifique se foi utilizado o tamanho de tubo adequado.
§Confirme que não foi utilizado um encaixe de tubo não aprovado.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

547
A sonda do reagente fez uma falsa detecção no topo ou
acima da embalagem.
Um movimento Z de detecção do nível do reagente na pipeta detectou um nível
mais elevado do que o esperado.
§Verifique a posição do Cartucho de Reagentes no Carrossel de Reagentes.
§Certifique-se de que a tampa do Cartucho de Reagentes está devidamente
posicionada e que se movimenta livremente.
§Certifique-se de que não existem bolhas no reagente.
§Verifique se existe uma película de fluido reagente debaixo da
Corrediça do Cartucho.
§Verifique se ocorrem salpicos na ou próximo da sonda.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

548
Embalagem de esferas (pérolas) deficiente
Uma embalagem de pérolas não conseguiu distribuir três pérolas de seguida.
§Retire a embalagem de pérolas do carrossel e vire-a ao contrário.
§Volte a instalar a embalagem de pérolas.

549
O dispositivo rotativo (centrifugador) da Estação de
Lavagem excedeu o período de 18 segundos
O motor da Estação de Lavagem demorou mais de 18 segundos a concluir
uma rotação.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-58 Guia do Operador: Mensagens de erro

550
Rotação deficiente da Estação de Lavagem
O motor da Estação de Lavagem rodou a uma velocidade incorrecta.
§Contactar os Serviços de Assistência Técnica.

551
O Poço (Recipiente) de Diluição excedeu o período de
18 segundos
O motor do Recipiente de Diluição demorou mais de 18 segundos a concluir
uma rotação.
§Contacte a assistência técnica.

552
Rotação deficiente do Poço (Recipiente) de Diluição
O motor do Recipiente de Diluição rodou a uma velocidade incorrecta.
§Contactar os Serviços de Assistência Técnica.

553
O agitador da incubadora parou
O motor do Agitador da Incubadora não se está a mexer.
§Contactar os Serviços de Assistência Técnica.

554
O elevador dos tubos bloqueou ou o reservatório
está aberto
O sensor indica que a correia do Elevador de Tubos não se está a mexer.
Esta situação pode surgir devido a um encravamento ou ao facto de o
Receptáculo ter ficado aberto.
§Feche o receptáculo.
§Desobstrua a calha de orientação.
§Verifique se existe uma obstrução no Receptáculo ou no Elevador de Tubos.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução que impeça o fecho do Receptáculo.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

555
O tubo de reacção não foi detectado. Activação do modo
pausa das esferas (pérolas)
Não foi detectado um tubo de reacção no Indexador de Tubos.
§Verifique se existem Tubos de Reacção no Receptáculo de Tubos.
§Encha o receptáculo.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-59

§Verifique se existe algum tipo de encravamento na Calha de Orientação.


§Verifique se está a utilizar o Tubo de Reacção adequado.
§Verifique se existe algum tubo com defeito.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

556
Ausência da Sonda do Substrato - A sonda está
bem colocada?
O erro ocorre durante o processo de arranque ou inicialização, se a Sonda de
Substrato não for detectada.
§Certifique-se de que a Sonda de Substrato está devidamente instalada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

557
Ausência da Sonda da Água - A sonda está bem colocada?
O erro ocorre durante o processo de arranque ou inicialização, se a Sonda de
Água não for detectada.
§Certifique-se de que a Sonda de Água está devidamente instalada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

558
Ausência da Sonda do Disparador - A sonda está
bem colocada?
O erro ocorre durante o processo de arranque ou inicialização, se o Sinalizador
de Accionador não for detectado.
§Contacte a assistência técnica.

559
Marcado como incorrecto, executar novamente o
teste — erro de dispensa da água
É necessário rodar um tubo durante o ciclo actual e a sonda de água não
foi detectada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

560
Marcado como incorrecto, executar novamente o
teste - erro de dispensa do substrato
Um tubo tem de receber substrato durante o ciclo actual e a sonda de substrato
não foi detectada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-60 Guia do Operador: Mensagens de erro

561
Marcado como incorrecto, executar novamente o
teste - erro de activação da dispensa de reagente
Um tubo tem de receber os reagentes de accionamento durante o ciclo actual e o
sinalizador de accionador não foi detectado.
§Contacte a assistência técnica.

562
Foi detectado um coágulo no interior do tubo de amostra
— a amostra não será executada.
O instrumento detectou a presença de um coágulo no tubo de amostra que,
no entanto, não está aderente à parte de fora da sonda.
§Verifique a amostra. Rode o tubo para baixo para remover o coágulo.
§Execute novamente a amostra.

563
Fibrina detectada no tubo de amostra - limpar o
exterior da sonda antes de reiniciar a operação.
O instrumento detectou a presença de um coágulo no tubo da amostra que está
aderente ao exterior da sonda.
§Retire o Coágulo Aderente.
§Verifique se existem bolhas de ar olhando para o espelho ao lado da sonda de
amostras. Se detectar ar, execute o programa de diagnóstico Clot Prime
(Purga de Coágulos).
§Se a sonda de amostras tiver entrado na barreira de gel, substitua-a.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

564-568
Erro de programação
§Contacte a assistência técnica.

569
O Código de Barras foi lido, mas o sensor de tubos não
detectou o tubo.
O Código de Barras foi lido, mas o sensor de tubos não detectou o tubo.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-61

570
Erro de programação
A posição de leitura do carrossel de pérolas está fora dos limites válidos.
§Contacte a assistência técnica.

571
Porta desconhecida
O instrumento não reconhece a porta para o leitor de códigos de barras de
amostras/reagentes.
§Contacte a assistência técnica.

572
Porta desconhecida
O instrumento não reconhece a porta para o leitor de códigos de barras de
embalagens de pérolas.
§Contacte a assistência técnica.

573
Instrumento bloqueado.
Reinicie o Sistema
O instrumento reconheceu um erro no sistema, mas não consegue identificar o
erro. Este erro não deveria ocorrer durante o funcionamento normal.
§Contacte a assistência técnica.

575
O Pipetador de Amostras bloqueou no interior da
incubadora. Apenas o luminómetro está a funcionar
A pipeta de amostras está encravada no interior da incubadora. Todas as
tentativas de desobstrução falharam. Apenas o luminómetro está activo.
§Certifique-se de que nada esteja a obstruir a pipeta de amostras na área de
pipetagem de reagentes/amostras.
§Verifique se a sonda de amostras está mal alinhada na área de pipetagem.
§Certifique-se de que a Sonda de Amostras não está dobrada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-62 Guia do Operador: Mensagens de erro

576
O Pipetador de Amostras bloqueou acima da posição de
pipetagem - erro fatal
A pipeta de amostras ficou encravada acima do tubo de reacção.
Todas as tentativas de desobstrução falharam.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução que impeça o movimento normal
da Pipeta.

578
O Pipetador de Amostras está entupido devido a fibrina
A pipeta de amostras ou o DRD de amostras ficou encravado durante o teste de
coágulos aderentes.
§Retire o Coágulo Aderente.
§Verifique se existem bolhas de ar olhando para o espelho ao lado da sonda de
amostras. Se detectar ar, execute o programa de diagnóstico Clot Prime
(Purga de Coágulos).
§Se a sonda de amostras tiver entrado na barreira de gel, substitua-a.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

579
As Acções de correcção do bloqueio bloquearam em
Modo Pausa.
O sistema tentou, sem êxito, desencravar um dispositivo de amostras.
§Leia a mensagem de erro associada, por forma a determinar a causa
do encravamento.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

580
O Carrocel (Carrossel) das Amostras bloqueou durante a
leitura do código de barras em Modo Pausa
O carrossel de amostras encravou.
§Verifique se o tubo de amostra ou o tubo de diluente está
devidamente colocado.
§Certifique-se de que os suportes de amostras estão devidamente instalados.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-63

581
Posicionamento dos dispositivos de amostras causou
bloqueio ao regressar ao modo pausa
As rotinas de regresso à posição inicial têm falhado durante a reinicialização,
na sequência do Erro 579.
§Verifique se existem mensagens de erro relacionadas corrija os erros.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

582
O Pipetador de Reagentes bloqueou. Apenas o luminómetro
se encontra activo
A pipeta de reagentes está encravada no interior da incubadora. Todas as
tentativas de desobstrução falharam. Apenas o luminómetro está activo.
§Certifique-se de que não há nada a obstruir a pipeta de reagentes na área de
pipetagem de reagentes/amostras.
§Verifique se a sonda de reagentes está mal alinhada na área de pipetagem.
§Certifique-se de que a Sonda de Reagentes não está dobrada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

583
O Pipetador de Reagentes bloqueou durante o
encerramento dos pipetadores de amostras e de reagentes
A pipeta de reagentes ficou encravada acima do tubo de reacção. Todas as
tentativas de desobstrução falharam.
§Certifique-se de que não há nada a obstruir a pipeta de reagentes na área de
pipetagem de reagentes/amostras.
§Verifique se a sonda de reagentes está mal alinhada na área de pipetagem.
§Certifique-se de que a Sonda de Reagentes não está dobrada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

585
Posicionamento dos dispositivos de reagentes bloqueou
em modo pausa
Para desencravar um dispositivo de reagentes (Erro 584), o instrumento tentou
colocar todos os dispositivos de reagentes na posição inicial. Porém, a rotina de
colocação na posição inicial detectou um erro.
§Leia a mensagem de erro associada, por forma a determinar a causa
do encravamento.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-64 Guia do Operador: Mensagens de erro

586
Posicionamento dos dispositivos de reagentes bloqueou
ao regressar ao modo pausa
As rotinas de regresso à posição inicial têm falhado durante a reinicialização após
o Erro 585.
§Verifique se existem mensagens de erro relacionadas e corrija os erros.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

587
O Carrocel (Carrossel) dos reagentes bloqueou durante a
leitura do código de barras em Modo Pausa
O Carrossel de Reagentes ficou encravado durante a leitura do código de barras.
§Coloque novamente o cartucho ou a bandeja do carrossel.
§Verifique se a Corrediça do Cartucho está devidamente instalada.

589
Posicionamento dos dispositivos de tubos de amostras
bloqueou em modo pausa
O sistema tentou, sem êxito, desencravar um dispositivo de tubos/pérolas.
§Leia a mensagem de erro associada, por forma a determinar a causa do
encravamento.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

590
A colocação dos dispositivos de carregamento de tubos
na posição inicial resultou num encravamento. A voltar
ao Modo de Pausa.
As rotinas de regresso à posição inicial têm falhado durante a reinicialização após
o Erro 589.
§Verifique se existem mensagens de erro relacionadas e corrija os erros.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

591
O Carrocel das Esferas (Carrossel de Pérolas) bloqueou
durante a leitura do código de barras em modo pausa
O carrossel de pérolas encravou.
§Verifique se a Embalagem de Pérolas está mal posicionada.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-65

592
INSTRUMENTO ENTROU EM ENCERRAMENTO INICIAL
(DO FRONT-END).
O dispositivo na incubadora encravou.
§Leia a mensagem de erro associada, por forma a determinar a causa
do encravamento.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

593
INSTRUMENTO ENTROU EM modo STOP.
O dispositivo no luminómetro encravou ou erros de semáforo encerraram
o instrumento.
§Leia a mensagem de erro associada, por forma a determinar a causa
do encravamento.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

594
Marcação do tubo de amostras como deficiente
Resultado de um erro físico no tubo de amostra (p. ex., detecção de um coágulo,
tubo vazio).
§Consulte a mensagem de erro associada.
§Verifique o volume da amostra.
§Verifique se existem coágulos na amostra.
§Certifique-se de que a Sonda de Amostras não está dobrada.

595
Marcação da embalagem de reagentes como deficiente
Resultado de um erro físico na embalagem de reagente
(p. ex., embalagem vazia).
§Verifique a posição do Cartucho de Reagentes.
§Verifique se a corrediça está correctamente colocada.
§Verifique se a quantidade de reagente é suficiente.
§Verifique se há bolhas no cartucho.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

596
Marcação da embalagem de esferas (pérolas)
como deficiente
Resultado de um erro físico na embalagem de pérolas
(p. ex., falha na distribuição de três pérolas).
§Verifique se a Embalagem de Pérolas está vazia.

601034-0001, Rev. A
H-66 Guia do Operador: Mensagens de erro

§Vire a embalagem de pérolas ao contrário, volte a colocá-la no carrossel de


pérolas e tente novamente.
§Inspeccione o êmbolo para verificar se existe algum tipo de obstrução.
§Proceda à distribuição da pérola manualmente.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

597
Marcação do tubo de amostras como vazio
Amostra insuficiente
§Verifique o volume da amostra.

598
Marcação da embalagem de reagentes como vazia
A quantidade de reagente não é suficiente.
§Verifique o volume de reagente.

599
Tentativa para utilizar uma NULL RAMP TABLE. A alterar
para velocidade padrão
Dados não reconhecíveis foram passados para o lado do controlo.
§Contacte a assistência técnica.

600
Bloqueio durante a lavagem do poço (recipiente) de
diluição. Regresso ao modo pausa
Ao limpar o recipiente de diluição, um dispositivo ficou encravado.
§Contacte a assistência técnica.

603
Impossível executar RUN devido ao bloqueio do poço
(calha) de saída
O(s) sensor(es) indica(m) que a calha de resíduos sólidos está bloqueada.
§Verifique se o recipiente de resíduos sólidos está demasiado cheio ou em
posição incorrecta.
§Verifique se existem Sacos de Material de Risco Biológico adequados.
§Verifique se existe algum bloqueio na calha de resíduos.
§Verifique se há algum plástico transparente a sair pela abertura superior do
captador e se há peças plásticas no recipiente de resíduos sólidos.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-67

604
O Poço (Calha) de Saída está bloqueado. Activação do
modo pausa
O(s) sensor(es) indica(m) que a calha de resíduos sólidos está bloqueada.
§Verifique se o recipiente de resíduos sólidos está demasiado cheio ou em
posição incorrecta.
§Verifique se existem Sacos de Material de Risco Biológico adequados.
§Desobstrua a calha de saída.
§Verifique se há algum plástico transparente a sair pela abertura superior do
captador e se há peças plásticas no recipiente de resíduos sólidos.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

605
A correia de transporte dos Tubos não se encontra em
posição. O tubo pode estar na plataforma de componentes
Este erro ocorre depois de o instrumento entrar num modo de paragem pouco
habitual e um dos tubos pode ter ficado na correia de transporte. O tubo acabará
por cair na plataforma de componentes durante o processo de inicialização.
§Leia a mensagem de erro associada, por forma a determinar a causa.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

606
O vaivém do Processador bloqueou
O shuttle (vaivém) do processador encravou.
§Retire o tubo de reacção mal posicionado.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

611
O posicionamento do carrocel (carrossel) das amostras
bloqueou. Actualmente em modo pausa.
O carrossel de pérolas encravou pela terceira vez ao tentar
resolver encravamentos.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

612
Posicionamento do dispensador de esferas (pérolas)
bloqueou. Actualmente em modo pausa.
O distribuidor de pérolas encravou pela terceira vez ao tentar
resolver encravamentos.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-68 Guia do Operador: Mensagens de erro

613
Posicionamento do dispositivo de indexação de tubos
bloqueou. Actualmente em modo pausa.
O indexador de tubos encravou pela terceira vez ao tentar
resolver encravamentos.
§Verifique se está a utilizar o Tubo de Reacção adequado.
§Verifique se os tubos apresentam algum tipo de defeito.
§Inspeccione a correia para ver se existe algum tipo de defeito nos tubos.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

614
Posicionamento da correia de transporte dos tubos
bloqueou. Actualmente em modo pausa.
A correia de transporte de tubos encravou pela terceira vez ao tentar
resolver encravamentos.
§Verifique se está a utilizar o Tubo de Reacção adequado.
§Verifique se os tubos apresentam algum tipo de defeito.
§Inspeccione a correia para ver se existe algum tipo de defeito nos tubos.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

615
In pause now. Remove reaction tube in front of
the processor shuttle (Actualmente em pausa. Retire o
tubo de reacção diante do shuttle do processador)
O shuttle (vaivém) do processador encravou e não recuperou.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução próximo da área de pipetagem
de reagentes/amostras.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

618
Erro na sonda da amostra no poço (recipiente)
de diluição. A entrar em modo pausa.
O instrumento não detectou o nível no recipiente de diluição.
§Verifique se há alguma sonda dobrada.
§Verifique o ângulo da sonda.
§Certifique-se de que o encaixe do recipiente de diluição está
devidamente instalado.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-69

619
Terceira embalagem de esferas (pérolas) identificada
como deficiente. Activação do Modo Pausa das
Esferas (Pérolas)
Terceira embalagem de pérolas consecutiva marcada como inválida.
O instrumento vai entrar no modo de pausa das pérolas.
§Volte a colocar a embalagem de pérolas no carrossel de pérolas e
tente novamente.
§Inspeccione o êmbolo para verificar se existe algum tipo de obstrução.
§Proceda à distribuição manual de uma pérola, no caso de os dois primeiros
passos não corrigirem o problema.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

620
ucMode desconhecido detectado. Activação do modo STOP.
O lado do utilizador enviou um modo de estado do instrumento irreconhecível.
§Contacte a assistência técnica.

621
A lista de espera de códigos de barras
está sobrecarregada.
Durante a leitura do carrossel de amostras, foram detectados mais de 99 códigos
de barras.
§O instrumento vai voltar a interrogar o carrossel de amostras.
§Se não for bem sucedido, aparece a mensagem do erro 646.

622
A lista de espera do codificador está sobrecarregada.
Durante a leitura do carrossel de amostras, foram detectadas mais de
255 posições de codificador.
§O instrumento vai voltar a interrogar o carrossel de amostras.
§Se não for bem sucedido, aparece a mensagem do erro 646.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

623
A lista de espera dos tubos está sobrecarregada.
A lista de espera do codificador está sobrecarregada.
§O instrumento vai voltar a interrogar o carrossel de amostras.
§Se não for bem sucedido, aparece a mensagem do erro 646.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-70 Guia do Operador: Mensagens de erro

624
Atenção!! - a sonda da água encontra-se no exterior.
O sensor da Sonda de Água não está a detectar a sonda.
§Instale novamente a Sonda de Água.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

625
Atenção!! - a sonda do substrato encontra-se
no exterior.
O sensor da Sonda de Substrato não está a detectar a sonda.
§Instale novamente a Sonda de Substrato.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

626
Atenção!! - a sonda do disparador encontra-se
no exterior.
A bucha utilizada no lugar da sonda de accionador não é detectada pelo sensor.
§Contacte a assistência técnica.

627
O Tubo de Reacção não se encontra na posição de
dispensa das esferas (pérolas). Nova execução do teste.
O sensor localizado na posição de libertação de pérolas não está a detectar
um tubo.
§Verifique se existem Tubos de Reacção no Receptáculo de Tubos.
§Verifique se existe algum tipo de obstrução na Calha de Orientação.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

628
Tube at indexer disk sensor is struck high.
(O tubo no sensor do disco de indexação está preso
na posição elevada.)
O sensor no fim da calha de tubos continua a detectar a existência de um tubo,
embora tal não seja possível.
§Verifique se existe algum tubo mal posicionado à frente do sensor.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-71

629
O sensor do agitador de tubos atingiu o nível máximo.
O sensor localizado no agitador de tubos continua a detectar a existência de um
tubo, embora tal seja impossível.
§Contacte a assistência técnica.

630
O sensor do elevador dos tubos atingiu o nível máximo.
O sensor localizado no elevador continua a detectar a existência de um tubo,
embora tal seja impossível.
§Certifique-se de que as portas dos painéis da frente e laterais estão fechadas.
§Seleccione o ícone Diagnósticos no ambiente de trabalho.
§Seleccione o teste do elevador do receptáculo (Hopper Elevator Test).
§Manualmente, afaste os copos de reacção do elevador.
§Assim que o elevador do receptáculo avançar, pare o diagnóstico.
§Saia do Diagnósticos e seleccione EXECUTAR IMMULITE.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

631
O sensor do Tubo de reacção na posição de pipetagem
atingiu o nível máximo
O sensor na posição da pipeta continua a detectar a existência de um tubo,
embora tal seja impossível.
§Contacte a assistência técnica.

632
O Poço (Calha) de Saída está bloqueado. Activação do
modo STOP.
A calha de resíduos sólidos está bloqueada.
§Verifique se o recipiente de resíduos sólidos está demasiado cheio ou em
posição incorrecta.
§Verifique se existem Sacos de Material de Risco Biológico adequados.
§Verifique se existe algum bloqueio na calha de resíduos.
§Verifique se há algum plástico transparente a sair pela abertura superior do
captador e se há peças plásticas no recipiente de resíduos sólidos.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-72 Guia do Operador: Mensagens de erro

633
Activação da Segurança da Limpeza do Poço (Recipiente)
de Diluição.
Um erro de amostra resultou na necessidade de limpar o recipiente de diluição ou
o encaixe do recipiente de diluição não está totalmente colocado.
§Verifique se existem erros de pérolas, reagentes ou amostras associados.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

637
Semáforo do DPRAM bloqueado durante mais de
18 segundos. Activação do modo STOP.
A comunicação entre os lados do Utilizador e do Controlo foi interrompida.
§Contacte a assistência técnica.

640
O dispositivo rotativo (centrifugador) de lavagem não
está a funcionar correctamente. Executar novo teste.
O centrifugador de lavagem não conseguiu atingir a velocidade adequada ao
processar o teste.
§Contactar os Serviços de Assistência Técnica.

641
Impossível executar RUN devido ao funcionamento
incorrecto do dispositivo rotativo (centrifugador)
de lavagem.
O centrifugador de lavagem não conseguiu atingir a velocidade adequada
durante a inicialização do modo de paragem para o modo de execução.
§Contacte a assistência técnica.

646
A posição fatal do Carrocel (Carrossel) de Amostras
não corresponde. A leitura do carrocel (carrossel)
foi interrompida. Contacte a Assistência Técnica.
A nova leitura do carrossel de amostras desencadeada pelo Erro 642, 643, 644,
645 ou 655 resultou em mais um erro de leitura do carrossel.
§Verifique a integridade das etiquetas de códigos de barras.
§Atribua a identificação das amostras manualmente.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-73

650
Posição fatal do Carrocel (Carrossel) dos Reagentes não
corresponde. A leitura do carrocel (carrossel) foi
interrompida. Contacte a Assistência Técnica.
A nova leitura do carrossel de reagentes desencadeada pelo Erro 647, 648, 649
ou 656 resultou em mais um erro de leitura do carrossel.
§Verifique a integridade da etiqueta.
§Verifique a posição do cartucho de reagentes.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

658
Leitura deficiente do Código de Barras das amostras
durante a leitura do carrocel (carrossel).
§O leitor de códigos de barras devolveu duas cadeias de caracteres diferentes
para o mesmo número de entrada num tubo de amostra.
§Verifique a integridade das etiquetas de códigos de barras.
§Atribua a identificação das amostras manualmente.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

659
A primeira e segunda leitura do número de entrada
não corresponde.
Após a segunda leitura do carrossel, verifica-se uma discrepância entre os
números de entrada de um tubo de amostra.
§Verifique a integridade das etiquetas de códigos de barras.
§Atribua a identificação das amostras manualmente.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

660
A primeira e segunda leitura da identificação do
suporte não corresponde.
Após a segunda leitura do carrossel, verifica-se uma discrepância entre os
identificadores do suporte para o carrossel de amostras.
§Verifique a integridade da etiqueta de código de barras.
§Certifique-se de que o suporte está devidamente colocado.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-74 Guia do Operador: Mensagens de erro

661
A primeira e segunda leitura do código de barras da
Embalagem dos Reagentes não corresponde.
Após a segunda leitura do carrossel, verifica-se uma discrepância entre os
códigos de barras da embalagem de reagente.
§Verifique a integridade da etiqueta de código de barras.
§Certifique-se de que os cartuchos estão devidamente instalados.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

662
A primeira e segunda leitura do código de barras da
Embalagem das Esferas (Pérolas) não corresponde.
Após a segunda leitura do carrossel, verifica-se uma discrepância entre os
códigos de barras da embalagem de pérolas.
§Verifique a integridade da etiqueta de código de barras.
§Certifique-se de que as Embalagens de Pérolas estão devidamente instaladas.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

670
O ficheiro RGT_BKLS.IML não existe.
Não foi possível localizar o ficheiro.
§Contacte a assistência técnica.

671
O ficheiro DilWelLS.IML está em falta
Não foi possível localizar o ficheiro.
§Contacte a assistência técnica.

672
O ficheiro PRIMECNT.IML está em falta
Não foi possível localizar o ficheiro.
§Contacte a assistência técnica.

673
Mistura incorrecta no poço (recipiente) de diluição
A amostra e o diluente não foram correctamente misturados no recipiente de
diluição de amostras.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-75

676
O ficheiro ReagFLS.IML não existe.
Não foi possível localizar o ficheiro.
§Contacte a assistência técnica.

677
A sonda do reagente fez uma falsa detecção fora
da tolerância.
Um movimento Z de detecção do nível do reagente na pipeta detectou um nível
mais elevado do que o esperado.
§ Verifique a posição do Cartucho de Reagentes no Carrossel de Reagentes.
§Certifique-se de que a tampa do Cartucho de Reagentes está devidamente
posicionada e que se movimenta livremente.
§Certifique-se de que não existem bolhas no reagente.
§Verifique se existe uma película de fluido reagente debaixo da Corrediça
do Cartucho.
§Verifique se ocorrem salpicos na ou próximo da sonda de reagentes.
§Substitua o cartucho de reagentes por um cartucho novo e tente novamente.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

679
Clot detection mechanism failure entering front
end shutdown. Contact Technical Service. (Falha no
mecanismo de detecção de coágulos ao entrar
no encerramento do front-end. Contacte a
assistência técnica.)
A resposta de coágulo de pico é inferior ao mínimo.
§Contacte a assistência técnica.

680
Discrepância no tamanho do tubo detectada durante a
leitura do Suporte 1; nova leitura de todos os suportes
de amostras.
O instrumento detectou uma alteração no suporte de amostras que não estava a
ser novamente lido.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-76 Guia do Operador: Mensagens de erro

735
Mensagem Estado de Transferência da Amostra recebida
antes de REINIT1.
O analisador não conseguiu comunicar correctamente com o SMS.
§No SMS, seleccione o botão STOP (PARAR).
§Seleccione o botão LOGOFF (TERMINAR A SESSÃO) e termine a sessão
no SMS.
§Reinicie o SMS.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

736
Mensagem Consultar Estado do Analisador com
extensão incorrecta.
A mensagem de consulta do SMS tem o comprimento errado.
§Contacte a assistência técnica.

737
Erro de número sequencial na mensagem Consultar Estado
do Analisador.
Erro de número sequencial na mensagem Consultar Estado do Analisador.
§Contacte a assistência técnica.

738
Mensagem Consultar Estado do Analisador recebida antes
de REINIT1.
O analisador não conseguiu comunicar correctamente com o SMS.
§No SMS, seleccione o botão STOP (PARAR).
§Seleccione o botão LOGOFF (TERMINAR A SESSÃO) e termine a sessão
no SMS.
§Reinicie o SMS.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

739
Mensagem Reinicializar Comunicações com Tipo de
Recuperação desconhecido.
O SMS utilizou um protocolo desconhecido.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-77

740
Mensagem Reinicializar Comunicações com
extensão incorrecta.
A mensagem do SMS tem o comprimento errado.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

741
ID de mensagem desconhecido.
O SMS enviou uma mensagem desconhecida.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

742
ACK com extensão incorrecta.
A mensagem de ACK (reconhecimento) do SMS tem um comprimento que não
obedece ao protocolo.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

743
O número sequencial ACK não corresponde à última
mensagem enviada.
O número sequencial no ACK (reconhecimento entre o SMS e o analisador)
não corresponde ao número sequencial de qualquer mensagem enviada,
pelo que não foi reconhecido pelo computador de controlo.
§Contacte a assistência técnica.

744
ACK não previsto.
Todas as mensagens enviadas pelo computador de controlo foram reconhecidas;
este ACK (reconhecimento entre o SMS e o analisador) é inválido.
§Contacte a assistência técnica.

745
Não é possível corresponder ACK com uma
mensagem enviada.
Não foi possível fazer a correspondência entre um ACK (reconhecimento entre o
SMS e o analisador) e a mensagem enviada entre o analisador e o SMS.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-78 Guia do Operador: Mensagens de erro

746
NAK com extensão incorrecta.
O SMS envia um NAK que não obedece ao protocolo de comprimento.
§Contacte a assistência técnica.

747
O número sequencial NAK não corresponde à última
mensagem enviada.
O SMS envia um NAK em resposta à mensagem errada.
§Contacte a assistência técnica.

748
Não é possível corresponder NAK com uma
mensagem enviada
O SMS envia um NAK em resposta à mensagem que nunca foi enviada.
§Contacte a assistência técnica.

749
Mensagem com tipo de mensagem inválido.
O SMS envia uma mensagem que não é um ACK, NAK nem dados.
§Contacte a assistência técnica.

750
AutoSendQueue em sobrecarga.
A comunicação série foi quebrada.
§Contacte a assistência técnica.

751
O número de acesso (entrada) a enviar tem mais de
20 caracteres.
Erro de programação.
§Contacte a assistência técnica.

752
Não é possível passar para o modo INTEGRADO se não
estiver no modo PARADO.
O computador de controlo recebeu um comando para mudar para o modo de
integração enquanto o analisador estava em execução ou em pausa.
§No analisador, seleccione o botão PARAR.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-79

§No ecrã Home do IMMULITE 2000, seleccione Configurar no


menu Configurações.
§Seleccione o botão Modo de Instrumento.
§Seleccione a opção Integrado e depois seleccione o botão Guardar.
§Seleccione o botão Guardar.
§Seleccione o botão EXEC para começar a processar amostras.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

753
Não é possível passar para o modo AUTÓNOMO se não
estiver no modo PARADO.
O computador de controlo recebeu um comando para mudar para o modo não
integrado enquanto o analisador estava em execução ou em pausa.
§No analisador, seleccione o botão PARAR.
§No ecrã Home do IMMULITE 2000, seleccione Configurar no
menu Configurações.
§Seleccione o botão Modo de Instrumento.
§Seleccione a opção Não Integrado e depois seleccione o botão Guardar.
§Seleccione o botão Guardar.
§Seleccione o botão EXEC para começar a processar amostras.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

754
A passar para PAUSA devido a excesso de tempo.
Automação pode estar activa!!!
Foi feita uma tentativa de mudar para o modo Pausa terminado o tempo limite de
comunicação com o SMS.
§Prima EXEC para continuar a processar amostras.

755
A passar para PARADO devido a excesso de tempo.
Automação pode estar activa!!!
Foi feita uma tentativa de mudar para o modo de paragem terminado o tempo
limite de comunicação com o SMS.
§Prima EXEC para continuar a processar amostras.

756
Teste falhou devido ao comando Reinicializar 1
A mensagem de reinicialização foi recebida enquanto uma amostra aguardava
a pipetagem.
§Esta mensagem é apenas informativa. Não é necessária qualquer medida.

601034-0001, Rev. A
H-80 Guia do Operador: Mensagens de erro

757
Retire os tubos de automatização do IMMULITE 2000.
Foi detectada uma falha quando o carrossel de amostras foi interrogado
no arranque.
§Abra a tampa superior no analisador e retire os tubos de amostras do suporte de
automatização do carrossel de amostras.
§No analisador, seleccione o botão EXEC.
§Se os tubos de amostras não foram executados, coloque-os no SMS e volte
a executá-los.

759
Reinicializar 1 recebido.
O SMS está a tentar reiniciar as comunicações.
§Esta mensagem é apenas informativa. Não é necessária qualquer medida.

760
Um tubo de automação parece ter sido colocado
incorrectamente. Passagem ao modo de pausa do ensaio.
Um tubo de amostra foi incorrectamente colocado no analisador.
§Abra a tampa superior no analisador e retire os tubos de amostras do suporte de
automatização do carrossel de amostras.
§Seleccione o botão EXEC.
§Se os tubos de amostras não foram executados, coloque-os no SMS e volte
a executá-los.

762
O IMMULITE excedeu o tempo à espera de colocar —
Resposta na transferência da amostra do SMS Passagem
ao modo de pausa do ensaio.
O tubo de amostra não foi colocado dentro do tempo permitido. Terminou o
tempo limite do analisador ao aguardar uma resposta do SMS.
§Abra a tampa superior no analisador e retire os tubos de amostras do suporte de
automatização do carrossel de amostras.
§No analisador, seleccione o botão EXEC.
§Se os tubos de amostras não foram executados, coloque-os no SMS e volte a
executá-los.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-81

763
O IMMULITE excedeu o tempo à espera de retirar
(recolher) — Resposta na transferência da amostra
A entrar em pausa de amostras.
O tubo de amostra não foi recolhido pelo SMS dentro do tempo permitido.
Terminou o tempo limite do analisador ao aguardar uma resposta do SMS.
§Abra a tampa superior no analisador e retire os tubos de amostras do suporte de
automatização do carrossel de amostras.
§No analisador, seleccione o botão EXEC.
§Se os tubos de amostras não foram executados, coloque-os no SMS e volte a
executá-los.

764
Retire os tubos de automatização do IMMULITE 2000.
A entrar em pausa de amostras.
Foi detectada uma falha quando o carrossel de amostras foi interrogado.
§Abra a tampa superior no analisador e retire os tubos de amostras do suporte de
automatização do carrossel de amostras.
§No analisador, seleccione o botão EXEC.
§Se os tubos de amostras não foram executados, coloque-os no SMS e volte a
executá-los.

765
Retire os tubos de automatização do IMMULITE 2000.
A entrar em pausa de amostras.
Foi detectada uma falha quando o carrossel de amostras foi interrogado.
§Abra a tampa superior no analisador e retire os tubos de amostras do suporte de
automatização do carrossel de amostras.
§No analisador, seleccione o botão EXEC.
§Se os tubos de amostras não foram executados, coloque-os no SMS e volte a
executá-los.

766
Retire os tubos de automatização do IMMULITE 2000.
A entrar em pausa de amostras.
Foi detectada uma falha quando o carrossel de amostras foi interrogado.
§Abra a tampa superior no analisador e retire os tubos de amostras do suporte de
automatização do carrossel de amostras.
§No analisador, seleccione o botão EXEC.
§Se os tubos de amostras não foram executados, coloque-os no SMS e volte
a executá-los.

601034-0001, Rev. A
H-82 Guia do Operador: Mensagens de erro

767
Retire os tubos de automatização do IMMULITE 2000.
A entrar em pausa de amostras.
Foi detectada uma falha quando o carrossel de amostras foi interrogado.
§Abra a tampa superior no analisador e retire os tubos de amostras do suporte de
automatização do carrossel de amostras.
§No analisador, seleccione o botão EXEC.
§Se os tubos de amostras não foram executados, coloque-os no SMS e volte a
executá-los.

768
Retire os tubos de automatização do IMMULITE 2000.
A entrar em pausa de amostras.
Foi detectada uma falha quando o carrossel de amostras foi interrogado.
§Abra a tampa superior no analisador e retire os tubos de amostras do suporte de
automatização do carrossel de amostras.
§No analisador, seleccione o botão EXEC.
§Se os tubos de amostras não foram executados, coloque-os no SMS e volte
a executá-los.

769
Retire os tubos de automatização do IMMULITE 2000.
A entrar em pausa de amostras.
Foi detectada uma falha quando o carrossel de amostras foi interrogado.
§Abra a tampa superior no analisador e retire os tubos de amostras do suporte de
automatização do carrossel de amostras.
§No analisador, seleccione o botão EXEC.
§Se os tubos de amostras não foram executados, coloque-os no SMS e volte
a executá-los.

770
Retire os tubos de automatização do IMMULITE 2000.
A entrar em pausa de amostras.
Foi detectada uma falha quando o carrossel de amostras foi interrogado.
§Abra a tampa superior no analisador e retire os tubos de amostras do suporte de
automatização do carrossel de amostras.
§No analisador, seleccione o botão EXEC.
§Se os tubos de amostras não foram executados, coloque-os no SMS e volte
a executá-los.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-83

771
Mensagem Estado do Robot com extensão incorrecta.
A mensagem de estado do SMS não obedece ao protocolo de comprimento.
§Esta mensagem é apenas informativa. Não é necessária qualquer medida.

772
Erro de número sequencial na mensagem Estado do Robot.
A mensagem de estado do SMS não corresponde a qualquer
mensagem enviada.
§Esta mensagem é apenas informativa. Não é necessária qualquer medida.

773
Mensagem Estado do Robot recebida antes de REINIT1.
O analisador não conseguiu comunicar correctamente com o SMS.
§No SMS, seleccione o botão STOP (PARAR).
§Seleccione o botão LOGOFF (TERMINAR A SESSÃO) e termine a sessão
no SMS.
§Reinicie o SMS.
§Se a mensagem persistir, contacte a assistência técnica.

774
Mensagem de Loggoff com extensão incorrecta.
A mensagem de fim de sessão não obedece ao protocolo de comprimento.
§Esta mensagem é apenas informativa. Não é necessária qualquer medida.

775
Erro de Dados no UART3.
Problema de hardware na placa série.
§Contacte a assistência técnica.

1002
Excepção fatal de dispensador de gotas (pérolas)
O distribuidor de pérolas não conseguiu responder a um comando dentro do
tempo permitido. O instrumento foi encerrado. Todos os testes no instrumento
ficam sem efeito.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-84 Guia do Operador: Mensagens de erro

1003
Teste classificado como incorrecto - Erro na
programação da transferência do pré-tratamento -
Novo Teste.
Não foi possível transferir o tubo de pré-tratamento. O teste será
novamente pedido.
§Não é necessária qualquer medida. Se o problema persistir, contacte a
assistência técnica.

1004
O erro forçou o Modo de Pausa de Erro. O Botão Executar
está desactivado até entrar no Modo de Paragem.
A Incubadora 1, a Incubadora 2, a Estação de Lavagem 1 ou a Estação de
Lavagem 2 foi encerrada. O instrumento está no modo de Pausa de Erro e não
entra no modo EXECUTAR.
§Aguarde até que todos os testes no sistema estejam concluídos e depois entre
no modo PARAR.

1005
As portas do IMMULITE 2500 devem ser fechadas durante
o funcionamento.
Uma ou mais portas não estão devidamente fechadas.
§Certifique-se de que a porta do Carrossel de Pérolas, a porta Grande dos
Reagente, a porta Pequena dos Reagentes, a Tampa Principal e porta
de Colocação de Amostras estão fechadas. Se todas as portas estiverem
totalmente fechadas, poderá haver um sensor avariado.
§Contacte a assistência técnica.

1006
Retire os tubos de automatização do $IM2K$.
Quando o SMS enviar mensagens ao IMMULITE com um erro suficientemente
grave na recolha ou colocação de um Tubo de Amostra, o operador tem de
resolver o erro.
§Abra a tampa superior e retire os tubos de amostras do suporte de
automatização do carrossel de amostras.
§Seleccione o botão EXEC. Se os tubos de amostras não foram executados,
coloque-os no SMS e volte a executá-los.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-85

1007
Retire os tubos de automatização do $IM2K$. A entrar em
pausa de amostras.
Erro SCAS - tubo no instrumento.
§Abra a tampa superior e retire os tubos de amostras do suporte de
automatização do carrossel de amostras.
§Seleccione o botão EXEC. Se os tubos de amostras não foram executados,
coloque-os no SMS e volte a executá-los.

1008
Retire os tubos de automatização do $IM2K$. A entrar em
pausa de amostras.
Três tubos no AR.
§Abra a tampa superior e retire os tubos de amostras do suporte de
automatização do carrossel de amostras.
§Seleccione o botão EXEC. Se os tubos de amostras não foram executados,
coloque-os no SMS e volte a executá-los.

1009
Retire os tubos de automatização do $IM2K$. A entrar em
pausa de amostras.
Auto A - Não Correspondência de DPR N.º 1
§Abra a tampa superior e retire os tubos de amostras do suporte de
automatização do carrossel de amostras.
§Seleccione o botão EXEC. Se os tubos de amostras não foram executados,
coloque-os no SMS e volte a executá-los.

1010
Retire os tubos de automatização do $IM2K$. A entrar em
pausa de amostras.
Auto B - Não Correspondência de DPR N.º 1
§Abra a tampa superior e retire os tubos de amostras do suporte de
automatização do carrossel de amostras.
§Seleccione o botão EXEC. Se os tubos de amostras não foram executados,
coloque-os no SMS e volte a executá-los.

601034-0001, Rev. A
H-86 Guia do Operador: Mensagens de erro

1011
Retire os tubos de automatização do $IM2K$. A entrar em
pausa de amostras.
Auto C - Não Correspondência de DPR N.º 1
§Abra a tampa superior e retire os tubos de amostras do suporte de
automatização do carrossel de amostras.
§Seleccione o botão EXEC. Se os tubos de amostras não foram executados,
coloque-os no SMS e volte a executá-los.

1025
Excepção fatal do evento 1.
Um erro anterior deu origem a um tempo limite numa parte do instrumento.
Essa parte será encerrada.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1026
Excepção fatal do evento 2.
Um erro anterior deu origem a um tempo limite numa parte do instrumento.
Essa parte será encerrada.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1027
Excepção fatal do evento 3.
Um erro anterior deu origem a um tempo limite numa parte do instrumento.
Essa parte será encerrada.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1031
O Tapete (Correia) do Luminómetro calculou um tempo
excessivo para uma movimentação.
Erro inesperado. Um erro de temporização interno para a Correia do
Luminómetro levou ao encerramento do instrumento. Todos os testes no
instrumento ficam sem efeito.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-87

1032
O Tapete (Correia) do Luminómetro calculou uma
distância excessiva para uma movimentação.
Erro inesperado. Um erro de temporização interno para a Correia do
Luminómetro levou ao encerramento do instrumento. Todos os testes no
instrumento ficam sem efeito.
§Contacte a assistência técnica.

1033
O Tapete (Correia) da Incubadora 1 calculou um tempo
excessivo para uma movimentação.
Erro inesperado. Um erro de temporização interno para a Incubadora 1 levou ao
encerramento do instrumento. Não serão colocados novos testes.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1034
O Tapete (Correia) da Incubadora 1 calculou uma
distância excessiva para uma movimentação.
Erro inesperado. Um erro de temporização interno para a Correia da Incubadora
1 levou ao encerramento da Incubadora 1. Não serão colocados novos testes.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1035
O Tapete (Correia) da Incubadora 2 calculou um tempo
excessivo para uma movimentação.
Erro inesperado. Um erro de temporização interno para a Correia da Incubadora
2 levou ao encerramento de ambas as Incubadoras. O instrumento vai tentar
concluir os testes no luminómetro. Não serão colocados novos testes.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1036
O Tapete (Correia) da Incubadora 2 calculou uma
distância excessiva para uma movimentação.
Erro inesperado. Um erro de temporização interno para a Correia da Incubadora
2 levou ao encerramento de ambas as Incubadoras. O instrumento vai tentar
concluir os testes no luminómetro. Não serão colocados novos testes.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-88 Guia do Operador: Mensagens de erro

1037
Tempo excedido para a movimentação do Tapete (Correia)
da Incubadora 1. A Incubadora 1 vai parar.
Erro inesperado. Um erro de temporização interno para a Correia da Incubadora
2 levou ao encerramento da Incubadora 1. O instrumento vai tentar concluir os
testes no luminómetro. Não serão colocados novos testes.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1038
Tempo excedido para a movimentação do Tapete (Correia)
da Incubadora 2. A Incubadora 2 vai parar.
Erro inesperado. Um erro de temporização interno para a Correia da Incubadora
2 levou ao encerramento de ambas as Incubadoras. O instrumento vai tentar
concluir os testes no luminómetro. Não serão colocados novos testes.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1039
Tempo excedido para movimentação do Tapete (Correia) do
Luminómetro. O Luminómetro vai parar.
Erro inesperado. A Correia do Luminómetro foi instruída a mexer-se por
um período mais longo do que o permitido. O instrumento será encerrado.
Todos os testes no instrumento ficam sem efeito.
§Contacte a assistência técnica.

1040
Um único motor tentou duas movimentações de
motor simultâneas.
Erro inesperado. O motor X do Braço de Amostras tentou duas movimentações
em simultâneo. O instrumento vai tentar entrar no modo de pausa de amostras.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1041
Um único motor tentou duas movimentações de
motor simultâneas.
Erro inesperado. O motor Z do Braço de Amostras tentou duas movimentações
em simultâneo. O instrumento vai tentar entrar no modo de pausa de amostras.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-89

1042
Um único motor tentou duas movimentações de
motor simultâneas.
Erro inesperado. O motor da Válvula de Amostras tentou duas movimentações
em simultâneo. O instrumento vai tentar entrar no modo de pausa de amostras.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1043
Um único motor tentou duas movimentações de
motor simultâneas.
Erro inesperado. O motor do Diluidor de Amostras tentou duas movimentações
em simultâneo. O instrumento vai tentar entrar no modo de pausa de amostras.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1044
Um único motor tentou duas movimentações de motor
simultâneas.
Erro inesperado. O motor do Carrossel de Amostras tentou duas movimentações
em simultâneo. O instrumento vai tentar entrar no modo de pausa de amostras.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1045
Um único motor tentou duas movimentações de
motor simultâneas.
Erro inesperado. O motor Z do Braço de Reagentes tentou duas movimentações
em simultâneo. O instrumento vai tentar entrar no modo de pausa de reagentes.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1046
Um único motor tentou duas movimentações de
motor simultâneas.
Erro inesperado. O motor X do Braço de Reagentes tentou duas movimentações
em simultâneo. O instrumento vai tentar entrar no modo de pausa de reagentes.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-90 Guia do Operador: Mensagens de erro

1047
Um único motor tentou duas movimentações de
motor simultâneas.
Erro inesperado. O motor da Válvula de Reagentes tentou duas movimentações
em simultâneo. O instrumento vai tentar entrar no modo de pausa de reagentes.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1048
Um único motor tentou duas movimentações de
motor simultâneas.
Erro inesperado. O motor do Diluidor de Reagentes tentou duas movimentações
em simultâneo. O instrumento vai tentar entrar no modo de pausa de reagentes.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1049
Um único motor tentou duas movimentações de
motor simultâneas.
Erro inesperado. O motor do Carrossel de Reagentes ou do Dispositivo de
Abertura da Tampa da Embalagem tentou duas movimentações em simultâneo.
O instrumento vai tentar entrar no modo de pausa de reagentes.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1050
Um único motor tentou duas movimentações de
motor simultâneas.
Erro inesperado. O motor do Carrossel de Pérolas ou do Distribuidor de Pérolas
tentou duas movimentações em simultâneo. O instrumento vai tentar entrar no
modo de pausa de pérolas.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1051
Um único motor tentou duas movimentações de
motor simultâneas.
Erro inesperado. O motor do Indexador de Tubos tentou duas movimentações em
simultâneo. O instrumento vai tentar entrar no modo de pausa de pérolas.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-91

1052
Um único motor tentou duas movimentações de
motor simultâneas.
Erro inesperado. O motor da Correia de Transporte de Tubos tentou duas
movimentações em simultâneo. O instrumento vai tentar entrar no modo de
pausa de pérolas.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1053
Um único motor tentou duas movimentações de
motor simultâneas.
Erro inesperado. O motor da Correia da Incubadora 1 tentou duas
movimentações em simultâneo. O instrumento vai tentar encerrar a
Incubadora 1.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1054
Um único motor tentou duas movimentações de
motor simultâneas.
Erro inesperado. O motor da Correia da Incubadora 2 tentou duas
movimentações em simultâneo. O instrumento vai tentar encerrar as
Incubadoras 1 e 2.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1055
Um único motor tentou duas movimentações de
motor simultâneas.
Erro inesperado. O motor da Correia do Luminómetro tentou duas
movimentações em simultâneo. O instrumento vai tentar encerrar-se.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1069
Sonda de Substrato não está bem apoiada.
A sonda de substrato não está totalmente instalada.
§Certifique-se de que a sonda de substrato está no devido lugar e
totalmente instalada.
§Se o erro persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-92 Guia do Operador: Mensagens de erro

1070
Um tubo com pérola foi marcado como inválido devido a
um problema com um tubo de pré-tratamento.
Um tubo com pérola foi marcado como inválido devido a um problema com um
tubo de pré-tratamento.
§Se o erro persistir, contacte a assistência técnica.

1073
Teste dado como Inválido - tempo excedido para as
movimentações da amostra inter-ciclos - Execução de
Novo Teste
O Diluidor de Amostras não concluiu a movimentação dentro de um determinado
período de tempo.
§Se o erro persistir, contacte a assistência técnica.

1074
Teste dado como Inválido - tempo excedido para as
movimentações do reagente inter-ciclos - Execução de
Novo Teste
O Diluidor de Reagentes não concluiu a movimentação dentro de um
determinado período de tempo.
§Se o erro persistir, contacte a assistência técnica.

1077
Pré-tratamento cancelado devido ao modo de pausa ou a
uma situação de erro.
Um tubo de pré-tratamento foi marcado como inválido porque o instrumento está
no modo de pausa devido a uma condição de erro anterior.
§O teste será novamente executado.
§Se o erro persistir, contacte a assistência técnica.

1078
Diluição cancelada devido ao modo de pausa ou a uma
situação de erro.
A primeira réplica de diluição foi marcada como inválida porque o instrumento
está no modo de pausa devido a uma condição de erro anterior.
§O teste será novamente executado.
§Se o erro persistir, contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-93

1079
Erro do Programador.
Foi programada uma Lavagem enquanto o teste estava na Incubadora 1.
§Se o erro persistir, contacte a assistência técnica.

1086
Ficheiro SAMPSCAN.IML em falta. A monitorização do
acesso às amostras será desactivada..
O programa não consegue localizar o ficheiro Sampscan.iml, pelo que a função
será desactivada.
§Contacte a assistência técnica.

1087
O ficheiro LAUNCHSP.IML está em falta. A função de
espaçamento da abertura está desactivada.
O ficheiro .iml do espaçamento da abertura está em falta.
§Contacte a assistência técnica.

1088
A movimentação da Amostra Z para uma posição
fixa falhou. Teste dado como inválido e solicitado
novo teste.
A pipeta de amostras não conseguiu aspirar um teste de pré-tratamento.
§O teste será novamente executado. Se o erro persistir, contacte a
assistência técnica.

1175
Transferência de Lavagem 1 congestionada durante
a recuperação.
Encravamento durante a Transferência da Solução de Lavagem 1. Os testes
na Incubadora 1 ficam sem efeito. Não serão colocados novos testes.
O instrumento vai tentar concluir os testes na Incubadora 2 e no Luminómetro. Se
o encravamento bloquear a Incubadora 2, todos os testes na Incubadora 2
também ficam sem efeito.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-94 Guia do Operador: Mensagens de erro

1176
Tempo excedido para Transferência de Lavagem 1.
A Transferência da Solução de Lavagem 1 não respondeu a um comando de
movimentação num período de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

1178
Dispositivo de Elevação de Tubo (Elevador de Tubos) 1
congestionado durante a recuperação.
O Elevador de Tubos 1 encravou. Os testes na Incubadora 1 ficam sem efeito.
Não serão colocados novos testes. O instrumento vai tentar concluir os testes na
Incubadora 2 e no Luminómetro.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1179
Excepção falta de Dispositivo de Elevação de Tubo
(Elevador de Tubos) 1.
O Elevador de Tubos 1 não respondeu a um comando de movimentação num
período de 18 segundos.
§Contacte a assistência técnica.

1180
Dispositivo de Elevação de Tubo (Elevador de Tubos) 1
excedeu os passos máximos.
O Elevador de Tubos excedeu o número máximo de passos.
§Contacte a assistência técnica.

1185
Transferência do Tapete (Correia) da Incubadora
congestionada durante a recuperação.
A Transferência da Correia encravou ao tentar recuperar de um encravamento.
Não serão colocados novos testes. O instrumento vai tentar concluir os testes
no luminómetro.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
Guia do Operador: Mensagens de erro H-95

1186
Excepção fatal da Transferência do Tapete (Correia)
da Incubadora.
A Transferência da Correia não respondeu a um comando de movimentação
dentro do período permitido.
§Contacte a assistência técnica.

1187
Transferência do Tapete (Correia) da Incubadora excedeu
os passos máximos.
Erro inesperado. A Transferência da Correia foi instruída a mexer-se um número
de passos superior ao permitido.
§Contacte a assistência técnica.

1244
Disco de Luminómetro congestionado durante
a recuperação.
O Disco do Luminómetro ficou encravado. O instrumento foi encerrado. Todos os
testes no instrumento ficam sem efeito.
§Contacte a assistência técnica.

1246
Transferência fotomecânica (PMT) congestionada durante
a recuperação.
A Transferência do PMT ficou encravada. O instrumento foi encerrado. Todos os
testes no instrumento ficam sem efeito.
§Contacte a assistência técnica.

1248
Excepção fatal de Transferência fotomecânica (PMT).
A Transferência do PMT não respondeu a um comando dentro do período
permitido. O instrumento foi encerrado. Todos os testes no instrumento ficam
sem efeito.
§Contacte a assistência técnica.

601034-0001, Rev. A
H-96 Guia do Operador: Mensagens de erro

1249
Transferência fotomecânica (PMT) excedeu os
passos máximos.
Erro inesperado. A Transferência do PMT foi instruída a mexer-se um número de
passos superior ao permitido.
§Contacte a assistência técnica.

1250
Posição inicial de Transferência fotomecânica (PMT)
não encontrada.
A Transferência do PMT ficou encravada ao procurar a posição inicial.
§Contacte a assistência técnica.

1252
Ciclo de lavagem 1 excedeu o tempo limite.
O thread de lavagem para a Estação de Lavagem 1 foi executado durante
um período superior ao permitido. Os testes na Correia da Incubadora 1 e na
Correia da Incubadora 2 ficam sem efeito. Não serão colocados novos testes.
O instrumento vai tentar concluir os testes no luminómetro.
§Deixe o instrumento terminar os testes em curso.
§Contacte a assistência técnica.

1253
Tempo excedido para movimentação do Transportador
(Shuttle) do Processador.
A Incubadora 1 estava à espera ou o Shuttle (Vaivém) do Processador não
conseguiu mexer-se dentro do tempo permitido. Os testes na Incubadora 1 ficam
sem efeito. Não serão colocados novos testes. O instrumento vai tentar concluir
os testes na Incubadora 2 e no Luminómetro.
§Deixe o instrumento terminar os