Você está na página 1de 4

J OJ GO OG OD A

D SA SP A
P AL LA AV VR RAAS S I INNTTEERRDDIITTAA SS
Antes de destacar os cartões dobre pelo picotado várias vezes.

8.o ano
1. A turma pode ser organizada em equipas constituídas, por exemplo, pelos alunos
de cada fila, formando-se tantas equipas quantas as filas existentes.

n
Com Todas as Letras
Fernanda Costa e Luísa Mendonça
2. O(a) professor(a) apresenta as regras do jogo, exemplificando.
3. É entregue uma carta a um aluno de uma das equipas, que dá a adivinhar a toda a
turma (incluindo os colegas da sua fila) a palavra destacada, sem utilizar:
– qualquer das cinco palavras interditas;
– palavras da mesma família das palavras escritas na carta.
4. O professor, ou outro aluno, certifica-se de que esta regra é cumprida.
5. Ganha a equipa que primeiro acertar na palavra.
6. Repete-se o jogo com alunos de cada uma das outras equipas.

BONÉ PILOTO CARINHO RESSONAR SECO

cabeça avião afecto barulho água


chapéu comandar amizade dormir árido
pala condutor amor nariz beber
Sol dirigir querido noite deserto
tapar guiar ternura respirar molhado

TEATRO MISÉRIA RICO MAPA VALIOSO

actores desgraça abastado atlas belo


cenário dinheiro dinheiro cidade caro
cortina fome milionário estradas dinheiro
espectáculo pobreza pobre geografia precioso
palco riqueza poder superfície preço

PROTESTAR CORAR AUMENTAR REPRESENTAR ONDA

desacordo bochechas ampliar actuar água


direito cara crescer fingir mar
greve timidez diminuir interpretar oceano
manifestar vergonha encolher papel surf
reclamar vermelho tamanho símbolo vaga

INOCENTE SEMÁFOROS VIAGEM TROVÃO POUCO

culpado automóveis aventura barulho insuficiente


honesto cruzamento avião chuva muito
ingénuo luzes deslocação raio nada
puro sinal férias relâmpago quantidade
veredicto trânsito passear tempestade tudo
www.portoeditora.pt/manuais
CLIENTE DIVISÃO PRISÃO TARDE CANTINA

comprar matemática cadeia cedo bar


loja multiplicar cela chegar comida
pagar parede fechar fim mesas
razão quarto grades manhã refeição
vender separação liberdade noite refeitório

LIXO GIRASSOL CAMISOLA BURACO PIRATA

caixote amarelo cabeça abertura corsário


contentor flor interior agulha mar
porcaria óleo lã estrada navio
restos planta roupa fechadura salteador
varrer sementes vestir furo tesouro

CHEIRO DISPUTA GÉMEOS IMPRENSA MANHÃ

nariz competição dois informação acordar


olfacto desacordo iguais jornal cedo
perfume desafio nascer máquina dia
pivete polémica semelhantes revista levantar
sentido querer siameses tipografia tarde

TOALHA PIANO VULGAR POLVO VIZINHO

banho cauda banal lula casa


limpar dedos comum mar lado
mesa música corriqueiro tentáculos morar
secar teclado ordinário tinta próximo
turco tocar raro ventosas vive
www.portoeditora.pt/manuais
SIRENE COLMEIA DENTISTA FACA CIENTISTA

alarme abelha boca afiar descoberta


ambulância apicultor brocar colher estudo
apito casa cáries cortar laboratório
barulho mel dentes garfo pesquisa
bombeiros urso médico talheres sábio

BIGODE DISFARCE ZEBRA PINGUE-PONGUE CARROSSEL

barba Carnaval África bola cavalos


cara conhecer animal jogo crianças
homem esconder cavalo mesa diversão
lábios fingir riscas raqueta feira
pêlos máscara selvagem ténis roda

AZEITONAS SAPATO FÉRIAS CAVALO FOGÃO

caroço calçado descansar animal comida


comer graxa praia égua cozinha
oliveira pés trabalhar equitação forno
pretas salto Verão hipismo gás
verdes sola viajar montar lume

BALÃO TELEFONE AVENIDA TRICICLO BATATAS

ar Bell caminho criança cozidas


criança cabina carros mota doce
encher comunicar estrada rodas fritas
viagem conta larga três puré
voar falar rua veículo tubérculo

REVISTA PRENDA TENDA DEDO URSO

capa aniversário acampamento apontar animal


cómica comprar campo mão carnívoro
inspecção embrulho circo mindinho mascote
ler Natal dormir pé mel
teatro oferecer escuteiros polegar peluche
www.portoeditora.pt/manuais
BOTÕES TELESCÓPIO VELA TRANÇA OMELETA

agulha astrónomo acender cabelo bater


camisa aumentar cera entrelaçar comida
casa estrelas luz fita fritos
coser observar pavio mão mexidos
linha planeta promessa mulher ovos

SEGREDO COMETA CAPOEIRA FUTEBOL ANO NOVO

cofre astro aves bola badaladas


estado cauda casa campo champanhe
guardar céu galinhas desporto meia-noite
mistério Halley ovos jogo passagem
pacto luz poleiro mundial passas

DICIONÁRIO PERGUNTAR AREIA PINTOR GALHETEIRO

grosso dúvidas camioneta artista estudar


línguas inquirir deserto desenho leitura
livro interrogar grão paleta livros
palavras questionar praia quadros prateleiras
significado responder terra tinta silêncio

TESOURO GRAMÁTICA VASSOURA PAPEL TARTARUGA

cofre ensinar bruxa árvore cágado


enterrado funcionamento chão desenhar carapaça
ilha língua limpar embrulho lebre
mapa livro varrer escrever lenta
piratas regras voar jornal ovos

MARÉ UVAS RÉS-DO-CHÃO VELHO HELICÓPTERO

baixa cacho andar anos aéreo


cheia fruta entrada antigo avião
mar videira nível avós hélice
oceano vindima prédio idoso transporte
ondas vinho rua rugas voar
www.portoeditora.pt/manuais

Interesses relacionados