Você está na página 1de 7

AULA 11/03

Capítulo 1- Matéria – classificações da matéria e propriedades da matéria

1- Conceito

-Matéria: tudo aquilo que possui massa e ocupa lugar no espaço.

-Propriedade da matéria: objetiva a caracterização dos comportamentos físicos e


químicos da matéria.

-Corpo: É uma porção limitada da matéria.

-Objeto: É um corpo que se presta a uma finalidade determinada

Exemplo: ferro é matéria, uma barra de ferro é um corpo e um portão de ferro é um objeto.

-Substância: É a qualidade da matéria

-Partículas: São as formadoras das substâncias, podendo ser chamadas de íons,


átomos e moléculas (conjuntos de átomos).

2- Propriedades da matéria

A matéria apresenta várias propriedades que são classificadas em gerais, funcionais e


específicas.

Gerais:

São comuns a toda e qualquer espécie de matéria, independentemente da substância de


que ela é feita.

a)Inércia: A matéria não pode por si só modificar a sua condição de movimento ou


repouso.

b)Impenetrabilidade: Dois corpos não podem ocupar, ao mesmo tempo, o mesmo


lugar no espaço.

c)Divisibilidade: A matéria pode sempre ser dividida em porções cada vez menores.

Exemplo: uma pedra de açúcar se divide em moléculas e estas por sua vez em
elementos até chegarmos aos átomos.

d) Compressibilidade: O volume ocupado por certa porção de substância na fase


gasosa pode diminuir se ela for submetida à ação de forças externas.

Exemplo: se tamparmos um a seringa cheia de ar com o dedo o volume ocupado por


ele será menor.

e) Elasticidade: Se um material na fase sólida for esticado ou comprimido pela ação de


forças externas, sem que suas estruturas sejam rompidas, ele voltará a sua forma
original assim que essa força deixar de agir.
Exemplo; o que ocorre com uma mola de ferro

f)Massa: É a quantidade de matéria existente em um corpo.


g)Volume: É a ocupação espacial da matéria.

OBS: APESAR DE TODAS AS MATÉRIAS POSSUÍREM TODAS AS


PROPRIEDADES GERAIS ELAS SE PARESENTARÃO EM MAIOR OU MENOR
PROPORÇÃO.

Específicas:

São aquelas utilizadas para identificar e diferenciar os diversos materiais. Podem ser:
- físicas
- químicas
- organolépticas
- funcionais

2.1- Propriedades físicas

São aquelas que podem ser especificadas sem referência à qualquer outra
substância
Exemplo: rasgar papel

1) Densidade

Densidade absoluta ou massa específica e uma característica própria de cada


material, definida como razão entre a massa de uma amostra dele e o volume
ocupado por essa massa, portanto

d = m/v

Em geral a densidade dos sólidos é maior do que a dos líquidos e esta por sua vez, é
maior que a dos gases.

Curiosidades: ?????

1- Todo material feito ferro se colocado na água afunda?

Se colocarmos um prego em água, este afundará, mas como um navio feito de ferro, flutua
na água ?

R: Isto ocorre porque a densidade do prego é maior que a da água e que a do navio. O navio
tem grande volume, mas a maior parte deste volume é ocupado pelo ar, cuja massa é muito
pequena, por isso a densidade do navio é menor que a do prego. Se substituirmos o espaço
ocupado pelo ar por água, o navio afundará, porque a massa aumentará e ficara mais denso
que a água.

2- Se colocarmos um ovo cozido e água ele afunda ou bóia?

E se mudarmos para solução de água com sal saturada?

R: Isto ocorre porque a densidade do da água saturada é maior que da água pura e por sua
vez a densidade do ovo cozido passa a ser menor que da água saturada então ele flutua.
Exceções a regra de sólidos mais densos do que líquidos:

1- A água em estado sólido (gelo) é menos densa que no seu estado líquido por isso o gelo
flutua na água.
2- Prata, Ferro e Bismuto, todos diminuem de volume quando fundidos, portanto fase líquida
mais densa.

A massa de um objeto pode ser medida facilmente com uma balança e o volume de
um objeto regular pode ser calculado medindo-se e multiplicando-se largura ( l ) ,
comprimento ( c ) e altura ( h ).

O volume de objetos irregulares pode ser medido colocando-os em um recipiente


graduado cheio de liquido (água?) e medir a variação de volume deste líquido.

Nota: Fatores que influenciam na densidade:

* Temperatura: quanto maior a temperatura, maior será o volume e como


densidade é inversamente proporcional ao volume, MENOR será a densidade.

>T >V <d


* Pressão: quanto maior a temperatura, maior será o volume e como densidade
é inversamente proporcional ao volume, MENOR será a densidade.

>P <V >d

2) Ponto de fusão: é a temperatura na qual uma substância pura passa do estado


sólido para o estado líquido.

3) Ponto de Solidificação: corresponde ao processo inverso quando uma substância


passa do estado líquido para o sólido, embora as temperaturas sejam equivalentes ao
ponto de fusão.

4) Ponto de ebulição: é a temperatura na qual uma substância pura passa do estado


líquido para o estado gasoso.

5) Ponto de liquefação: corresponde ao processo inverso, onde a substância gasosa


passa para o estado líquido, embora as temperaturas sejam equivalentes.

6) Coeficiente de solubilidade: é a quantidade máxima de uma substância que pode


ser dissolvida em outra em determinadas condições de temperatura. Geralmente,
quanto maior a temperatura, maior será a solubilidade.

7)Dureza: propriedade de alguns materiais de oferecer resistência ao risco (desgaste).


OBS: Escala de dureza de Mohs
Friedrich Mohs, um mineralogista alemão, criou uma tabela de dez minerais, com
dureza relativa. Quanto mais alto o número, mais duro o mineral. Os minerais de
valores numéricos altos (6, 7, 8) riscam os de valores relativos mais baixos (1, 2, 3, 4)
8) Tenacidade: é a resistência que a matéria apresenta ao choque mecânico, isto é, ao
impacto, a uma ruptura. Dizemos que um material é tenaz quando ele resiste a um
forte impacto sem se quebrar.

OBS: Observe que o fato de um material ser duro não garante que ele seja tenaz; são
duas propriedades distintas. Por exemplo: o diamante, considerado o material mais
duro que existe, ao sofrer um forte impacto quebra-se totalmente. Um exemplo de
matéria tenaz é o ferro que pode sofrer grande impacto.

9) Maleabilidade: a matéria que pode ser facilmente transformada em lâminas é


considerada maleável. Exemplos: ferro, alumínio, prata, ouro e chumbo.

10) Ductibilidade: é a propriedade que permite a matéria ser transformada em fio. É o


que acontece com os metais: os fios de cobre, por exemplo, são usados para conduzir
a eletricidade que chega a nossa casa.

2.2 – Propriedades Químicas

Denotam alguma iteração entre substâncias químicas.

1) Combustão: Toda combustão é um fenômeno químico exotérmico, e a matéria


produzida numa combustão é mais estável do que a matéria que sofreu combustão
para formá-la.

Exemplo: Queima de uma folha de papel

2) Oxidação/ Redução: reação química envolvendo transferência de elétrons onde o


elemento oxigênio está presente

Exemplo: Ferrugem em uma barra de ferro. Teste do bafômetro que mede a oxidação
do álcool (etanol)

3) Fermentação: reação bioquímica de oxirredução onde o aceptor final de elétrons é


uma molécula orgânica e não há presença do elemento oxigênio
Exemplo: Preparação de bebidas alcoólicas.

2.3 – Propriedades Organolépticas

São aquelas propriedades perceptíveis pelos nossos sentidos

1) Visão: Cor, brilho, transparência, opacidade, etc.

2) Olfato: Cheiro ou odor.

3) Tato/textura: Estado físico, quente e frio, etc.

4) Paladar: Sabor

5) Audição: música, ruído, murmúrio, etc.

Funcionais

São propriedades observadas somente em determinados grupos de matéria. Esses grupos


são chamados funções químicas.

Hidrocarbonetos são inflamáveis.

Os ácidos têm sabor azedo.

 As bases têm sabor amargo são semelhantes ao sabão que tocamos..

 Os sais fundidos conduzem corrente elétrica e têm sabor salgado.

Éteres: possuem caráter básico e são altamente inflamáveis e voláteis

Capítulo 2 – Unidades de medida da matéria e regras de arredondamento

1- Unidade de massa

T Kg g mg
I I I I
X 103 X 103 X 103

2- Unidade de medida de volume

KL L mL µL
m3 dm3 cm3 m3
mm3
I I I I
X 103 X 103 X 103

3- Número de mols
Átomos e moléculas são muitíssimo pequenos. Ao beber100 mL de água, estamos
ingerindo um número enorme de moléculas de H2O. Não é possível calcular. Para isso
utiliza-se uma grandeza: quantidade de matéria, cuja unidade é o mol.

Mol é definido como a quantidade de matéria de um sistema que contém


tantas entidades elementares quantos são os átomos contidos em 0,012 Kg
de carbono 12. Quando se utiliza o mol deve-se especificaras entidades
elementares: átomos, moléculas, íons, elétrons, ou outras partículas.

1 mol corresponde a um conjunto com 6,02 X 1023 unidades

Exemplo:

Qual a quantidade de matéria, em mol, de moléculas de água presentes em um copo


com 12,04 X 1023 moléculas de água?

1 mol ----------- 6,02 X 1023


X ----------- 12,04 X 1023

X= 12,04 X 1023 x 1

6,02 X 1023

X= 2 mol de molécula de água

4- Massa Molar

Massa molar, M, é a massa de mol de uma espécie química. Ou seja, se temos 1 mol
de água, sabemos que existem 6,02 X 1023 moléculas e a massa total, em gramas
desse número de moléculas é a massa molar da água, M(H2O).

Se a massa molecular da água é 18 u a massa de 1 mol de moléculas de água é de


18 g.
M(H2O) = 18g/mol
EXERCÍCIOS DE CONVERSÃO DE UNIDADE E DENSIDADE

1- Você recebe uma garrafa que contem 4,59 cm3 de um sólido metálico. A
massa total da garrafa com o sólido é 35,66 g. A garrafa vazia possui massa
igual a 14,23 g. qual a densidade do sólido?

2- O mercúrio é comercializado por frascos , uma unidade que tem 34,5 kg de


massa. Qual é o volume de um frasco de mercúrio, sabendo-se que a
densidade do mercúrio é 13,6 g/mL?

3- Um estudante de graduação tem a idéia de remover uma esfera de pedra


decorativa, cujo raio é 0,28 m, da frente de um prédio do campus. Se a
densidade da pedra é 0,00352 g/L, qual é a massa da esfera? (o volume de
uma esfera é V=(4/3) r3.) é provável que ele suma com a pedra sem a ajuda de
alguém?

4-