Você está na página 1de 6

E.

CIVIL - 01

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA


DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA
PROF.: SERGIO TRANZILLO FRANÇA

MECÂNICA - RESUMOS E EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES

CURSO: ENGENHARIA CIVIL

04. PROPRIEDADES GEOMÉTRICAS DAS SEÇÕES – PARTE I. Momento de


primeira ordem; centróide de áreas simples e compostas (plano); centróide de
curvas; teorema de Pappus-Guldinus.

Resitência Distribuição de Tensões

Tensões = Solicitações
P. G. S.

Propriedade Geométrica da Seção Solicitações


Área Esforço Normal e Cortante
Momento estático Corte e Flexão
Baricentro Todas as solicitações
Momento Axial de Inércia Corte e Flexão
Produto de Inércia Flexo-Tração
Momento Polar de Inércia Torção

Determinação do ponto de aplicação do peso de um corpo: (sistema de forças paralelas)


P
∆P
y y


x
x x
y

P=Σ∆ P ; ∆ P → Mx = y∆ P ; My = x∆ P
M x = Σ y∆ P ; MRy = Σ x∆ P
R

x P = MRy = Σ x∆ P x ; y → baricêntro do corpo


y P = MRx = Σ y∆ P ( ou centro de gravidade)

SERGIO TRANZILLO FRANÇA


E. CIVIL - 02

Para uma placa homogênea, de espessura constante: P = γ e A ; ∆ P = γ e ∆ A

Eliminando γ e e, e fazendo ∆ A → dA:

x = ∫ xdA / ∫ dA ∫ xdA – momento estático ou de 1a ordem em relação a y


y = ∫ ydA/ ∫ dA ∫ ydA - momento estático ou de 1a ordem em relação a x

x ; y → centróide da área (centro geométrico)


(superfície do corpo)

Para um arame: x = ∫ xdL / ∫ dL ; y = ∫ ydL/ ∫ dL

Simetria:
Um eixo de simetria centróide sobre o eixo
Dois eixos de simetria centróide no encontro dos eixos
Centro de simetria centróide neste ponto

Figuras compostas (placas e arames): Divide-se em figuras simples, com x e y de cada figura
conhecidos (tabela anexa)

Calcula-se x e y da figura composta:


Para cada figura: Ai ; xi ; yi
Mix = Aiyi ; Miy = Aixi

x = Σ xiAi / Σ Ai ; y = Σ yiAi/ Σ Ai

Figura Ai xi yi xiAi yiAi

Valores da tabela

ΣA Σ xiAi Σ yiAi

Cuidado!!! Sinal (posição relativa dos eixos)


Área Vazada
Posição da figura na tabela

Superfície de revolução: gerada pela rotação de uma curva;


Corpo de revolução: gerado pela rotação de uma área;

Teorema de Pappus-Guldinus: I – Área de uma Superfície de revolução: A = 2π YL


II - Volume de um Corpo de revolução: V = 2π YA

SERGIO TRANZILLO FRANÇA


E. CIVIL - 03

CENTRÓIDE DE FORMAS COMUNS

Forma da Superfície Área x y


Triângulo
bh b h
Retângulo
Base = b 2 3 3
Altura = h y
x

Quarto de Círculo π r 4r 4r
2
y 3 3
Raio = r 4 π π
x
π r
2 4r
Semi-círculo 0 3
2
Raio = r y π

4a 4b
Quarto de elipse π ab
b y 3 3
4
π π
x
a

π ab 4b
Semi-elipse b
y 2 0 3
π
a

Dois segmentos
de reta e um arco n+1
de parábola de h
4n +2
grau n

ah n+1
Setor Circular a
αnr+1
2
2rsenα
n +2
Y=kxn 0
Raio = r h 3α
Ângulo total 2α y
(em radianos) x
x
a
Forma da Curva Comprimento x y
Quarto de π r 2r 2r
Circunferência
2 π π
Raio = r y

x
Semi-
circunferência 2r
Raio = r π r 0 π
y

Arco de
circunferência 2α r rsenα
Raio = r α 0
Ângulo total 2α
(em radianos)
x
SERGIO TRANZILLO FRANÇA
E. CIVIL - 04

EXERCÍCIOS

1. Determine, por integração, o


centróide da área limitada pelas
curvas ilustradas: 7.

4
y2 = 4x
y

Y=x3 / 3
Para as questões 2 e 3, determine o y = ¼ x2
centróide dos arames ilustrados. x 8.
30 4
mm R=30 R=3
2. 60º x
3
60º
80

50
100
mm 9.
15 15

3. m

R=15

3
R=30 60 30
m

3 3
10.
Para as questões de 4 a 11, determine o Y=4√x
centróide das áreas indicadas: (distâncias
em mm)
4.
100

60 r
120
6 3
5.
100 11.
1200

100

100 150
3000
6.
y
2m
400
600 2400 600
4m

x
2m 4m
E. CIVIL - 05

12. Determinar o centróide da área


indicada, e o volume do sólido gerado 15. Determine, utilizando o teorema de
por sua rotação em torno do eixo a Pappus, o volume do reservatório
(distâncias em centímetros). SERGIO TRANZILLO FRANÇA ilustrado, e a área de sua superfície
lateral.
∅=6m

y 6m

a
3
y=x /6

4m
x
13. A área indicada gira ao redor do eixo
a, formando um sólido de volume 51,2π
cm2. 2 1
Determine a coordenada Y do centróide
6
da área.

a
RESPOSTAS:

1. X = 1,8; 4Y = 1,8
y= x2/k2.X = 24,41 mm; Y = 40,64 mm
3. X = 2,43 m ; Y = 1,31 m
4. X = 55,38 mm; Y = 93,85 mm
5. X = 5,26 mm; Y = 0
6
14. Determine o volume do sólido gerado 6. X = 0,22 mm; Y = 2,92
pela rotação da área indicada, em torno do 7. X = 3,91 mm; Y = 4,87 mm
eixo x e do eixo b, bem como a área da 8. X = 59,26 mm; Y = 14,97 mm
superfície de cada sólido: 9. X = 27,92 mm; Y = 14,16 mm
10.X = 4,96 mm ; Y = 3,22 mm
b 11.X = 2,22 m ; Y = 1,41 m
12. X = 3,55 cm ; Y = 1,61 cm; V = 131,62 cm3
13. 2,4
14. Eixo x: V = 210,08 m3 ; A = 250 m2
Eixo b: V = 1292,83 m3 ; A = 1487,86
4,0m 2
m
15. V = 207,35 m3; A = 160,22 m2

2,0m
4,0m 4,0m 4,0m

SERGIO TRANZILLO FRANÇA