Você está na página 1de 6

ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS

Professor(a):
Nota:
Aluno(a):Gabarito__________________________________ Nº__Prof.___
10,0
Ano: 9º ano Turma: A,B,C e D Trimestre:I Disciplina: Visto:

Data: _26__/_ 03__/_2021 Tipo: Estudar Matemática

Observações: Conteúdos:
1. Leia atentamente a avaliação;
2. Respostas de caneta esferográfica azul ou preta;  Juros Composto.
3. Uso moderado de corretivo apenas em questões abertas;
4. Respostas de lápis grafite ou rasuradas não cabem discussão;
5. Questões objetivas e/ou subjetivas rasuradas ou sem justificativa
serão desconsideradas;
6. Não é permitido o porte de aparelhos celulares e/ou eletrônicos no
horário da prova;
7. Proibido o empréstimo de qualquer material durante a prova.

1) Considere o capital de R$ 10.000,00 aplicados na poupança durante 12 meses, com taxa de juros
compostos de 6% ao ano. Calcule o rendimento deste capital no período especificado.

Dados do problema:

Capital: R$ 10.000,00

Tempo: 12 meses

Taxa: 6% = 0,06 ao ano (lembre-se que a taxa de juros e o tempo devem está na mesma unidade de
tempo).

Para converter uma taxa anual para mensal utilizamos a seguinte formula:
1
(
Tacha mensal= [ 1+Taxaanual ] +1 ∙100=¿
12 )
([ 1+0,6 ] 1 −1 ∙ 100= [ 1,06 ] 1 −1 ∙ 100=0,4868 %
) ( )
12 12

Logo, a taxa mensal é de aproximadamente: 0,4868% = 0,004868

Aplicando a fórmula:
t
M=C ∙ ( 1+i )
M =10000 ∙ (1+ 0,004968 )12
M = 10600,06

Para calcular os juros devemos subtrair o montante pelo capital: J = M – C

J = 10600,06 – 10000 = 600,06

1
Tradição que não parou no tempo
Portanto, o rendimento a uma taxa de juros compostos de 6% ao ano durante 12 meses (1 ano), é de,
aproximadamente, R$ 600,06.
2) Um empréstimo de R$ 1000,00 foi pago em 4 parcelas mensais, com incidência de juros compostos. O
montante final foi R$ 1340,00. Qual a taxa de juros mensal foi:

Dados do problema:

Capital: R$ 1.000,00

Tempo: 4 meses

Montante: R$ 1340,00

O problema quer saber a taxa de juros cobrada mensalmente em cada parcela paga. Vamos utilizar a
fórmula para calcular a taxa:
t
M=C ∙ ( 1+i )
t
1340=100∙ ( 1+i )
1340
=( 1+ i ) 4
1000
( 1+i )4=1,34
( 1+i )=√4 1,34
(1 + i) = 1,076
i = 1,076 – 1
i = 0,076

Portanto, a taxa juros mensal de em cada parcela foi de 0,076 ou 7,6%.

3) Um depósito foi realizado no valor de R$ 1.000,00 em um fundo de investimento com taxa de juros
compostos de 5% ao mês. O investidor queria sacar em 2 meses um montante de R$ 1.102,50. Após 24
dias da aplicação, a taxa de juros baixou para 4% ao mês. Quanto tempo o investidor terá que esperar
para obter o montante de R$ 1.102,50?

Considerando que o mês seja de 30 dias, vamos calcular o montante nos 24 dias de aplicação com uma
taxa de 5% ao mês, vamos dividir 24/30 = 0,8

Montante: R$ 1.102,50

Capital: R$ 1.000,00

Taxa: 5% = 0,05 ao mês

Tempo: 0,8 meses

Vamos aplicar a fórmula para sabermos o montante que houve nesse período:

M = 1039,80

2
Tradição que não parou no tempo
Após esse período a taxa foi reduzida para 4% ao mês. Então, temos os seguintes dados:

Montante: 1102,50

Capital: 1039,80

Taxa: 4% = 0,04 ao mês

Podemos achar o valor de t aplicando logaritmo:

t = 1,5

Logo, como 1,5 é o tempo que o investidor terá que esperar para obter R$ 1102,50. Desse tempo, 0,8
corresponde aos 24 dias com taxa de 5%, então faltaria 1,2 para atingir o objetivo. Mas a taxa foi reduzida
para 4% e como falta 1,5, o tempo a mais que o investidor terá de esperar é 0,3.

Como consideramos o mês como 30 dias, então: 30 x 0,3 = 9 dias é o tempo que o investidor terá que
esperar a mais para obter o montante de R$ 1102,50.

4) A quantia de R$ 15.000,00 é emprestada a uma taxa de juros de 10% ao mês. Aplicando-se juros
compostos, o valor que deverá ser pago para a quitação da dívida, três meses depois, é:

a) R$ 20.000,00 Montante: ?

b) R$ 19.965,00 Capital: R$ 15.000,00

c) R$ 18.510,00 Taxa: 10% = 0,1 ao mês

Tempo: 3
d) R$ 17.320,00

e) R$ 16.666,00

M = 19.965,00

Letra B.

3
Tradição que não parou no tempo
5) Qual o capital deve ser aplicado a um taxa de juros compostos de 6% ao mês, de forma que o
montante seja de R$ 9.941,20 em 36 meses?

Montante: R$ 9.941,20

Capital: ?

Taxa: 6% = 0,06

Tempo: 36 meses

9941,20 = C x 8,147252

C = 1220,20

Deve-se aplicar o valor de R$ 1.220,20.

6) Considere que uma viatura policial adquirida por R$ 80.000,00 se desvalorize à taxa composta de 5% ao
ano. Nesse caso, considerando-se 0,6 como valor aproximado para 0,9510, é correto afirmar que, 10 anos
após a compra, a viatura valerá menos de R$ 45.000,00.

Certo ou errado?

Quando falamos que se desvaloriza 5% ao ano, estamos dizendo que a cada ano ela vale 95% do ano
anterior. Veja:

Após 1 ano: 80000.0,95

Após 2 anos: 80000.0,95²

Após 10 anos:

Resposta: ERRADO

2
Tradição que não parou no tempo
7) Saulo aplicou R$ 45 000,00 em um fundo de investimento que rende 20% ao ano. Seu objetivo é usar o
montante dessa aplicação para comprar uma casa que, na data da aplicação, custava R$ 135 000,00 e se
valoriza à taxa anual de 8%. Nessas condições, a partir da data da aplicação, quantos anos serão
decorridos até que Saulo consiga comprar tal casa?
Sendo t o tempo (em anos) onde o valor aplicado por Saulo é igual ao valor da casa, temos a seguinte
(A) 15.
equação:
(B) 12.

(C) 10.

(D) 9.

(E) 6.

Utilizando a definição e as propriedades dos logaritmos:

Resposta: B

8) No sistema de juros compostos um capital PV aplicado durante um ano à taxa de 10 % ao ano com
capitalização semestral resulta no valor final FV. Por outro lado, o mesmo capital PV, aplicado durante um
trimestre à taxa de it % ao trimestre resultará no mesmo valor final FV, se a taxa de aplicação trimestral
for igual a:
Primeiro Caso: FV = PV. (1+5%)²
a) 26,25 % Segundo Caso: FV = PV. (1+it%)

b) 40 % Igualando:

PV. (1+5%)² = PV. (1+it%)


c) 13,12 %
1,1025 = 1+it
d) 10,25 %
it = 0,1025
e) 20 % it = 10,25%

Resposta: D

3
Tradição que não parou no tempo
9) Um valor inicial C0 foi capitalizado por meio da incidência de juros compostos mensais constantes
iguais a 6,09%. Ao final de 6 meses, isto é, após 6 incidências dos juros, gerou-se o montante M.

A partir do valor inicial C0, seria alcançado o mesmo montante M ao final de 12 meses (12 incidências), se
os juros compostos mensais constantes tivessem sido iguais a
Utilizando a fórmula de juros compostos para n = 6 meses e i = 0,0609 (6,09% ao mês), temos:
(A) 1,045%
M = C . (1 + i)n
(B) 1,450%
M = C0 . (1 + 0,0609)6
(C) 3,045% M = C0 . 1,06096

(D) 3,450% Utilizando a mesma fórmula, agora para n = 12 meses, e taxa igual a j (ao mês).

M = C0 . (1 + j)12
(E) 3,000%
Igualando as expressões:

C0 . 1,06096 = C0 . (1 + j)12

1,06096 =(1 + j)12

Tirando a raiz sexta em ambos os lados:

1,0609 = (1+j)²

1,03 = 1 + j

j = 1,03 – 1

j = 0,03 = 3% a.m.

Resposta: E

10) O valor da fatura de um cartão de crédito era de R$ 1.200,00. Tendo sido paga com dois meses de
atraso, o cartão de crédito cobrou juros compostos de 17% ao mês. Quanto foi o montante pago?
Temos:
A) R$ 1.241,14
C = 1200
B) R$ 1.505,28
i = 0,17
C) R$ 1.642,68 n = 2 meses

D) R$ 1.452,00 Utilizando a fórmula do montante para juros compostos:


M = C.(1 + i)²
E) R$ 1.228,97
M = 1200.(1 + 0,17)²

M = 1200.1,17²
2
M = 1200.1,3689 Tradição que não parou no tempo

Você também pode gostar