Você está na página 1de 1

ORAÇÃO E PROVAÇÃO

e
PRECE DA GRATIDÃO
Emmanuel

A oração não suprime, de imediato, os quadros da provação, mas renova-nos o espírito, a fim de que
venhamos a sublimá-los ou removê-los.
Repara o caminho que a névoa amortalha, quando a noite escura te distancia do Sol. Em cima, nuvens
extensas furtam-te aos olhos o painel das estrelas, e embaixo, espinheiros e precipícios ameaçam-te os
pés. Se avanças, é possível te arrojes na lama de covas escancaradas; se paras, é provável padeças o
assalto de traiçoeiros animais...
Faze, porém, pequenina luz, e tudo se modifica. O charco não perde a feição de pântano e a pedra
mantém-se por desafio que te adverte na estrada; entretanto, podendo ver, surgirás, transformado e
seguro, para seguir à frente, vencendo as armadilhas da sombra e as aperturas da marcha.
Assim, também, é a oração nos trilhos da experiência. Quando a dor te entenebrece os horizontes do
espírito, subtraindo-te a serenidade e a alegria, tudo parece escuridão envolvente e derrota irremediável,
induzindo-te ao desânimo e insuflando-te o desespero; todavia se acendes no coração leve flama da
prece, fios imponderáveis de confiança ligam-te o ser à Providência Divina.

Prece de Gratidão

SENHOR JESUS - Com a nossa jubilosa gratidão pela assistência de todos os minutos – humildes servos
daqueles servidores que Te sabem realmente servir – aqui Te ofertamos o nosso louvor singelo, a que se
aliam as nossas súplicas incessante.
No campo de atividade em que nos situas por acréscimo de confiança é misericórdia, faze-nos sentir que
todos os patrimônios da vida Te pertencem, a fim de que a ilusão não nos escureça o roteiro.
Mostra-nos, Senhor, que nada possuímos além das nossas necessidades de regeneração, para que
aprendamos a cooperar contigo, em nosso próprio favor.
E, na ação a que nos convocas, ilumina-nos o passo para que não estejamos distraídos. Que a nossa
humildade não seja orgulho. Que o nosso amor não seja egoísmo.
Que a nossa fé não seja discórdia.
Que a nossa justiça não seja violência.
Que a nossa coragem não seja temeridade.
Que a nossa segurança não seja preguiça.
Que a nossa simplicidade não seja aparência.
Que a nossa caridade não seja interesse.
Que a nossa paz ao seja frio enregelante.
Que a nossa verdade não seja fogo destruidor.
Em torno de nós, Mestre, alonga-se, infinito, o campo do bem, a Tua gloriosa vinha de luz, em que Te
consagras com os humanos, pelos humanos e para os humanos à construção do reino de Deus. Dá-nos o
privilégio de lutar e sofrer em Tua causa e ensina-nos a conquistar, pelo suor de cada dia, o dom da
fidelidade, com a qual estejamos em comunhão contigo em todos os momentos de nossa vida.
Que assim seja
__________________________________________________

Se crês em Deus, em lugar nenhum experimentarás solidão ou tristeza, nunca te perderás no labirinto da
revolta ou da desesperação, jamais te faltarão confiança e trabalho, e caminharás sem aflição e sem medo, nas
trilhas do mundo, por maiores que sejam perigos e riscos, porquanto, se crês em Deus ainda mesmo à frente
da morte, reconhecerás que permaneces com Deus, tanto quanto Deus está sempre contigo, em plenitude de
vida eterna.

Você também pode gostar