Você está na página 1de 8

mm

íáflllIfpP ¦^. ¦" *


SPV* ¦?'•«¦ •* •_""

ANNO XXIV N. 251


_

íPERNA&ylBTJCO Recife-Terça ,f t i—-,


*¦>

5. í
-a-» «*"¦».
O 5 de Novembro-de" 1901
^Vi
M"*~'*~******~^'^'^ —— „=. ^^^ ASSIGNATURA
FORA DA CAPITAL
ASSIGNATURA
Seis mezes. 14áO0O
CAPITAL Um anno.. 21ÔOB» "

Três mezes 66000 PAGAMENTO ADIANTADO


Seis mezes 12£000
PAGAMENTO ADIANTADO Numero atrazado 200 réis
.
Numero do dia 100 réis £m\\****Mw .
— :
^t
'•
Da fabrica de cigarros Caxias... 33.J3
j_________________________________M^^^^^^^^MM^^^BH_______~----~~~~~~^^
Concluído ò trabalho, o.s dous amigos
vie- Empregados do Banco do Recife,
o baralho entre e
tudo nos liberta. Cada dia que passa te enve- deixara jogadores,
sahiram, caminharam ate alli próximo
1131 coupons _'7
CARTAS FLUMINENSES lhece mai» e augmenta as tuas dores... Tu de- ra também matar
Os dous serranos .olharam-se com
o bicho.
ao «roçado» da comadre Lourença, mon-
D. Anna M. de Souza, 90 coupons
ifWO
ÍS de outubro de 1901. verias ter medo ao pensar que «épreciao ri- dous magros
.- em-r--yn
taram e fortes cavallos
ver.» despreso: aquelle antigo costume de um -nvoado t» foram-sese Quantia já publicada....; ______!
tomar o gole d'agúardente e offertar ao 4 e «adeus, amigos do poyoado^»_roram
Assistimos todos os dias ao delicioso François Coppée.» entre invios caminhos e veredas co Total 3.4ÜÍ5900
outro : vira o resto, ãchava-se abolido de por
bater de lingua de duas regateiras pro- - nhecidas somente de anirnaes bravios...
«Em grosso e summamente eu sou do aviso entre elles. Por isto fora um grande de V O que ha de mais moderno em leques
fissiqnaes. deMontaigne : «Quero que «e trate e se alon- sufòro o palavriado do Ignacio, que, de- de gase para senhoras e crianças rece-
São dois jornaes : um matutino, o Cor- gue os officios da vida o mais possível e que a pois de seccár o copo, murmurara para Aquella noite de Natal era anniversa- ben a Briza, Caxias, 69.
ria de bebedeiras memoráveis pelas bri-
cou- o Mane Chico*:
reio da Manhã, outro da tarde, a Cidade morte me encontre plantando as minhas noites de Natal, Na sede do Instituto Vmccinoganico Estadoal,
ve» descuidado delia e ainda mais do meu jar- Se quer, toma que eu pago. gas e mortes que outras oc-
do Rio. Eu cá tenho cobre p'ra mais; se as dos annos passados, costumavam sob a direcção do dr. Octavio de Freitas, ha-
dim imperfeito.» do povoado verá hoje das 10 ás 11 horas da manhã uma
Dou aos leitores d'A Província duas «Desde a infância me habituaram encarar voscê não tem, eu posso oagar... casionar entre os habitantes
sessão de vaccinação animal directa sendo a
do Correio da Ma- esae naturalissimo desligamento como uma O Pitombe-ra olhou-o de banda : e os dos logares visinhos : e os caboclos
pequeninas amostras Isto é cabra besta, exclamou; olhe. brigavam de tal modo que «levantavam lympba retirada de um vitellopréviameata ino-
cousa horrorosa. O pulo não é tão alto nem tão culado para este fim. :*.
nhã: é curta você conheça cinza a poeira !» ¦&£-
factos... Conti- como se imagina. Se a morte seu Chico, é melhor que
«Mas não precipitemos os doloroso
vergonha e violenta, não dispomos de tempo para receial- o seu logar : eu não sou de caçoada. Os mais pacificos e S&çegados diver- Faz annos boje o menor Antônio Gresoría
nuémos com o Chalaça,masnao para seu tiam-se nos sambas e, aos primeiro- cia- de Mello. fi!h do negociante sr. JoSo Ce!e».i-
delle, que a não tem; para meu nojo e a ; se ehega por doença ou velhice, a natureza Você é qne anda cego, pai voltavam somno- no de Mello.
sobretudo, para castigo dos parceiros que lhe se incumbe da nos anesthesiar pouco a pouco, d'água ; eu não me gabo de valentão, mas rões da madrugada, casas. Outros em-
nos roubarn, aca- opas- quem vier p'ra meus lados, topa bróca e lentamente para as
naíram, com o dinheiro que physieaemoralmente e nós franqueamos
IV Pontf» do.» Carvalhos aos escreveram, eaa
brunhando-nos de impostos :-os srs. Murti- so como sa escorrega do sonho ao somno. O fica sem trunfa :; ¦_•' briagavam-se : entre aaugos lcaes, eram data de ante-hontem
do lar; entre
nhoe Campos Salles _
é viver honestamente e ulil- O é isto.gente ! d'sse o Feitos» ; conduzidos ao repouso cLevo ao vosso conhecimento, para fazerdes
Não ha degradação que elle nao conheça , mais importante a hora, devemos partir sem vocês que ' brigar sem quê nem amigos falsos, acabavam gritando uns cons-tar ás autoridades competentes qne esta
não ha infâmia qu? elle não tenha tenha praticado ; mente e. chegada j querem os outros:« apara o pau, cabra localidade se acha em compleio abandono re-
profanado ; barulho como um vi.-janteque sae do albergue mode quê... para lativampnte a recursos médicos -e therapenti-
^;-:' não ha culto que elle não nao tenha arranjan evitar desgraças, ruim 1 olha o ferro, caboclo ! » tomban-
não ha mão bemfeitora que elle agradecendo aos seus hospedeiros e E os separou para cos, de forma que nesta epocha de epidemia
mordido ; não ha pureza, recato d alma, qua a do as suas nial-ss. . pedindo ao Pitombeira que continuasse domudos eensangüentados.--. sete horas da noi- de variolas os doentes morrem á mingua por
sua bocea ulcerosa não tenha conspurcado. André Theuriet.» a no visinho. O caboclo ac- O Mane Chico, pelas nã>» saberem como se hão de curar nem terem
d Mão piedosa e b£a, que tantas vezes eu
beijar dé joelhos, éo vi depois morder,
d» Cloaca
hydro-
o vi
este
phobo, escreveu-lhe á porta ett .mamente a do banquete de vida. (A hospedeira não vende çou um olhar de ironia e exclamou com sença do Ignacio, voltara
jogar
cedeu
«A. morte?-0 quarto de hora de Rabeilais verneiro, mas, antes de retirar-se, lan tinha se achava: mas,
ás
quarto
palavras do pacato e gordo ta te, dirigira se ao samba era que
ao saber da pre-
do
a mula-
terriiro
a quem recon ar.
u 18 doente^ atacados d'aquelle mal já sue-
cumbiram 16!
dístico, que ha d-*, acompanhar a credito). uns certos modos de despreso : com o fim de evitar .
uni encontro peri- Além disto, para maioria de calamidade, os
suamernoriR execranda: no -•? Tallecidcs são enterrados sem aUenção nenbu-
Espero agora que me pergunteis próximo Ora este cabra... . goso. -
«TUA SYMPATHIA. OFTRNOE ; TEUS ULTRAGE» da vida. Andava, pois, a vadiar entre os amigos ma ás mais insignilcantes cai:.ei ias, em cé-
GLORIFieAM. CuinAS ROUBAR AHONRA
DS TUAS carnaval o que eu penso Julis Ora este bebo... retorquiu o M*né de cacha- vas de 3 palmos de profundidade, apenas, de
DINHEIRO Claretie.» velhos; enchera-se fartamente inodo que com a ardencia do sol o terreno ra-
VICTIMAS E NÃO ROUBAS SENÃO O Chico. mui:
DOS QUK TE PAGAM.» * Entreolharam-se. ça ; e mal clareava o dia, foi levado ate cha e os miasmas pestiferos se desprendem
«Isto depende dos dias ! to bebedo e muito fraco das pernas do sub-solo envenenando a ntmospbera!
Chalaça é como o sr. Edmundo
Bit- Pderre Loti.» Aquillo era certo uma chuva de pau ; o de sua casa onde haviam esta- Accresce mais que os porcos e cães iavadem
tencourt chama a Patrocinio ; cloaca
é a Feitosa, porém, coliocado entre ambos, a
do,
poria
horas antes, os dòü- assassinos de IVICO o campo santo e revolvem as covas.
Dumas Filho, Rosa Bonheur, H. Meilhac, Al- dava um conselho de amigo : "* E" uma lastima ; por isso, em nome da bu-
De uma brilhante chronica de Stephane Leu- a Stead:—«Men fardo é tão pesado que eu
Cidade do Rio. Daudet e Arsene Houssaye já desappa- Aqui dentro, não ; alli no terreiro e sua noiva. .^#^
aqui
r
e segu zanne sobr« o imperador Nicolau II da Russm manidade. rogo-vos que soliciteis urgentes
do phonse Cambaleando*.tropeçando
Da Cidade dmRio, logo á tardinha receram na pavorosa e sombria noute d» éter- que é bom... . „ •« apalpou as trevas, ai- traduzimos os períodos seguintes, em que o não o quereria infligir a men peior ini- providencias das autoridades sanitárias e on-
- p.u ia brigo com isso ! fallou orgu rando-se acolá/ trás para que remetiam medicamentos e ir.s-
mesmo Sia : . - na viagem... pas- poderoso monaecha apparece debaixo dos va- migo ! »
fito é demonstrar que o incorrigivel Pertinai Ihosamente o Ignacio, dirigindo-se a cançou a rede e as mão-callosas um cot- rios aspectos da'sua nobreza dejcoração : Aliás, logo ao sahir da infância, elle trucções de tratamento e dêem ordem para que
«O meu seiaram sobr* um vestido. so.bre as iuhumações sejam feitas com mais rigor e
cachaceiro não é pamphletario de uma nobre lhe sortimento de bonecas, recebeu mesa do baralho.
inso corpo de mulher. * • . --
H.r.tres _nnos encontrei Stead (delega- teve sob os olhos
quadros os mais con- os guardas se encarreguem de expellir os ani-
causa, mas um ladrão de reputações, que Lindo O Mane, ao escutar essa phrase _
caminho do ganho inconfessável. a Briza, Caxias, 69. tencionava dar um ensino áo im- Debruçou-se amorosante-itè: os beijos do' da„.Inglaterra junto á convenção de tristadores da miséria humana. Seu pae, mães do cemitério ou se concerte o muro do
obstruem senão lente, começaram a resoar agjfc febios febris Hayaj que acabava de ter a subida hon- -nuitos annos antes de morrer, o incum- mesmo como é dever fazer-se.
. i
Eu mio' sou para o bacharel Cachaça motivos a repar- augo, no que íoi impedido pelo taver moviam-se n'um arrastadj» incompréhten-
abjecto, ulceroso e repellente. .Seja, Não sabemos por que seu
um negro
toda a miséria neiro a segurar lhe o braço: «olhe, ra de ser'recebido pelo czar da Rússia bira. de
presidir á commissão encarrega- nedalhas, registros
Inrscns, terços, coroas, escapularon-
mas ayerdade ó que, apezar demeu ticão da policia não nos envia mais a sua Chico, deixe de cousas e vá p'ra casa que sivel de palavras confasa*^ pela força ei-
'iA-bocça, e santuários, encoo-
moral que elle me attribue, o nome esta *» traordinaria do alcoól^ hume em Livadia e me disse: da de combater a fome na Rússia. O jo-
m ligado a paginas de nossa historia, que astnn- bitten- parte diária. é •> melhor... esfregava-se «—Durante minha longa carreira di •ven tra-se grande coliecção na Cas» Religio-
rasgar, por m-us que o menor essa D'ahi duplicou em intensidade o ódio decida de,bava voluprac^a, príncipe quiz examinar tudo com sa, rua Estreita do Rosário n. 2 B.
chuva não pôde Não nos causa prejuizo suarentas
que e as.procure estraçalhar
com os caninos feroz e carniceiro dos dous em desejos lãscivosnas.carnes piomatic», tenho tido. ehsejo de trat.-r : vin as grandes
falta e nós chamamos falta a isso na ab- entranhado, e marmóreas do cadavtff; os,'beijo- mais cm um certo, numero <Ie reis e de im- os seus próprios olhos A mesa regedora da Irmandade
^Ninguém serranos. Estivesse um-d'elles em sam
furor fantas steppes tristes e desoladas, onde nem Senhora Mãe dos Homens, da Madre dede Nossa
pôde pedir a Bittenchuva senti- soluta carência de um termo próprio.
ba, o outro lá não kia que seria de mor- iatensos e mais fpçtes.-0'nm infUmmada pelas peradores ; mas nãó conheci ainda ne- os pardíeiros •• -.ra o anno compromissal de 1902 ficou assim
Deus, :"
mentos nobres. A sua educação foi feita^como dr. Barbosa Lima e es andavam de banda, ex- tico de serisualidiide uma espiga de trigo crescia;
ai- Nos tempos do te o encontro: bebidas éspiritudsas, estalavam na mu nhum que reunisse^ emtão alto gráo silenciosos, a cuja porta a morte batera organisada na ultima eleição:
uma cunha, pela encho de üm decarpinteiro lucidez, do cargo de chefe de clamavam os do povoado ;.por isto, nao dez Juiz—Custodio José Alves Guimarães. £•
vão, nas horas pro- tando no exercício da sala '^-j,
coolico, queem olhavam de frente.., , - r .,,'" profunda e ^avoris^dora dado aos; cemo o czar Nicolau U'f uma visão'»pro- a fome. as aldeias empobrecidas, Escrivão—João da Cunha Cavalcante.
•curou ^bastrfr-lhe os instmetos de criminoso e depois o dr. se de ho rhem
policia o dr. Júlio de Mello "E,'para
mais lugubre desenlace ü essa os br-íçosvigorosos, Thesoureiro — Antônio Laurentino Gomes -
*
'.A _i_Lto N
No lar, elle não aprendeu a venerar a mu- Nery da S-lva A Província nao publica- intriga amorosa, o Mane. Chico .princi trabalhos de enxada, apertavam o cotpo lunda e exacta das cousas, una senti onde seres humanos morriam á mingua
nobre e'elevado*de seus deveres,- tíe um bocado de Silva.
lhr*r-mãe, a familia, se bem tivesse diante
dos
va actos officiaes. a freqüentar, amiudaüass vé-jes, m frio. inerte e reiesàdo, tornavam a apertai- mento ', pão ; os caminhos se- Procurador-geral—José Afonso Caldeira.
.A piou casa., 'o^n'um,delirio inco_ns_iente df andmal uma bondade doce e natural. y de anirnaes aban- Procuradores— Joaquim Ramos dá Cruz •
utmVmarUyr. •tasq em meados de cadáveres
olhos
N'um cartoria.em que escrevia * rasa, Bit- Nada ha de novo debaixo da sol... da MulaMnhí». pedindo-a
•. furioso; «s pernas procuravam o contacto «Elle é de uma simplicidade rara : logo Tose M. do Nascimento.
mento alguns tempts depqis ; -Pi de outras donados pelos donos á falta de recursos Mesarios—Udefonsc Santos Villaça, Antônio
tenchuva, incipiente, começou emquanto a ver o lado
elle Extranhamos apenas que certas cousas A i_piriga aQi*v- desconfiada do pernas; fe íjs- nãos pesadas, que fui introduzido ém seu gabinete, Mendes Ferrv Ribeiro, Manoel do Couto Me-
dourado da vioa dos felizes, dia faziam rumores de vestçs amar- para sustentai-os.
sucCedam agora. tombeira que lhe dissera desposal-a grossas, deiros. Antônio Carlos Borromeu Santos, Ma-
<?nava alli amargas linhas de autos. rotadas. . jX^-j -•- * veio a meu encontro còm a sem cere E desde essa epoc .a nasceu em su - noel Gonçalves Agra, João Dactivo Bastos, Ma-
lá uma ou outra vez : a verdade; e
Ichouktsimproíector, que selhelê disse
vido, vmais ou menos, o que
cioslicenciososdeno
amparo,
sa imprensa,
Mixurioso
nos annun-
quando
as
ao ou-

moças
Os noivos
a
por
que elle a amava sempre,
roubava lhe as poucas economias,
mas o jogo
deixava-o
tira-
'Cansado agora, de iputeis
• forçosa estaíado ^e ^exliàusto pela febre suas
morna «'aguardente; o llane Chico tom
e ftaldos es- monia de um burgnez,. sendo estas
primeiras palavras:
as -alma a
tnenta
piedade infi_i<_que elle experi- noel Armando Lobo Gomes, Joio Pereira da
pelos pobres e pelos desherdados
Silva e Manoel Moreira de Souza.
Juiza-d. Pbilomena Aurora Almeida.
Hascivia offerece va-lhe os parcos recursos, bou n'um abriftecimemo de insensível, «—Começo.pòrvvos offerecer um cigar- da vida ; foi desde esse dia que lhe crês- Escrivã—d. Elvira A. Falcão.
sem compromisso. , as de e horrorosa: tfssim para nao
Como sempre teve, tino para felino, esconder A epiderme setinosa, côr jambo n'uma pobreza
com- deitado sobre a^Prôggi morta. ro, pois não .posso conversar sem que ceu o desejo ardente e imperioso de não
conse- lyrio, d'esse admirável moreno expiran- ouvir éxprobações á sua palavra fc •
Da livraria do sr. Leopoldo A. da Silveira, á
m/dores torpezas.com «prumo a um grupo de ho- te a claro, oceasionara-lhe o appellido (..«uuv..—, """u"»;.
elle evitava as visitas e es-
<*<- E, lá no patamar dai^rejinha, passava fume.»
de beijai? o despender milhões em destruir vidas hu- rua Ouque de Caxias n. 34. nos foi remettido
K%insp_M compaixão promettida, „n«ivpl realisar rpalisar o íum mn^ ou o^^ outro" crente, Vindo «Tirou do bolso um estojo, deste um nanas, quando tantas destas vidas por h íotem um exemplar do AImanach mustrudo
vir ate o Rio peraya, o mais breve possível,
íie:* S^W-' lhe deram meios para¦ gracioso de Mulatinha. cea- adorm'ecldo no presepio /- Jo Occidente, para o anno de 1903.
„i„VPablo
eírab. '_ aquvviveu b§pharelar-se. Por aquelles arredores de terra seu desejo ^e posse de verdes de carnaúba cigarro que me estendeu, assim como falta de dinheiro estavam ameaçadas pe- O excellente anuanu traz. como de costume,
á,,procura de apego rense não havia outra cunha de sangue N'este ínterim e que o Chico.foi rece palmas
Chegadi? -1 -.; k .'- ü diabi-ete, ldur/a como um mig-
-.._ de mais como noivo em casa da l^ulátinha. Foi nas indecisas e vagas claridades da uma pequena lâmpada de espirito de vi- Io mais atroz e mais abominável dos tia- muitas gravuras e escolhida collaboração litte-
para salário.^ salano^i.P»nT_ bido
_ sabia er.caminhar-se ins labial mais voluptuoso,
non de HenriíV"^ e's_õfbencSS- meios, mas oc- atrevidos em seus requebros de carnes marcando se o casamento para o fim do esposa:
quadris aurora, que o t>ai da mulatinha disse á nho,, que ardia na sua mesa, e convér- gellos...
.
raria, além de in formações úteis. líM:
nao serve, . , Francisco Braga —. u.. avisam aos sens
^fff_S#™ com exitò. rijas, de sorriso mais infantil e, ao mes mez próximo : « o Pitombeira o diabo do Ein, mulher, já e hora de ir buscar samos. <
nm freguezes
ÇU^tMnT!e%ctric<tmente, e uma vez de mo tempo, mais inspirador de sensuali disse um dia o pae d» cunha, #Signifiquei-lhe respeitosamente toda Esse philantropo éao mesmo tempo que continuam a receber o es-
Bacharelou-se •. ^ dá entrada "protetores em toda a par. caboclo só vive a jogar ! » a menina? * diplomata mnito fino e moito perspicaz. n. 43. pecial vinho de Collares, á rua da Praia
limpos", os dades gostosas. - de sua Homem, parece que e; o dia vem a alegria que me causara o seu projecto
Os rapazes do logar eram unanimes E ao saber do procedimento
f^I ^M^d^Be** fel-° *PpMeCer Tem a replica viva e não se deixa snr-
q_e IgSSSÍam *S ffe êrà> Pitombeira, apontando. -.', de desarmamento geral.
em julgal-"a a primeira em formosura e futura mulher, o Ignacio ente O velho, em seguida,-*desceu a estrada Segundo informações qua noa foram min is-
emEÈ°a^coSmo.l3ai&nva, intimamente re. ella, com essa graça faceira de mulata muito sobresaltado e febril, gritou samba. «—Eis emflm lançada, senhor, lhe dis prehender. Iradas, em Maceió boare, a 2 do corrente, um
e lÊvou-_é ate ao logartdo fez uma
satoudida a amores de minutos, deixava- ama roda de amigos '. disse elle ao se eu, a'esperança de uma paz universal Quando era tzarevitch, elle .(rama de sangue que emocionou bastante a
áe adorar por.todos, embora nos reces — Por alma de minha mae como ella "dono Olá, ôbmoadre' João, foi de festas? longa viagem ás índias, sendo-ahi rece- população de Alagoas e que custou a vida a
da casa, .então coníp^e e duradoura ..» \
sos de sua alma rústica houvesse uma não ha de casar! Bèm, meu compa dlFe,..evòce? «—A. esperahça 1 replicou *a czar ijm bido pelo geneçaWord Roberts.»** quatro pessoas.
_taqu?lie di.i. pela manhã, o coronel Manoel
ttlN_Sédpois. que svmpathia mais accentuada peio Mane III j
por Seccão, por^vontadj noute de Natal é festejada n esses, Eu füilSuo assim;, sempre na mes-
bruscamente mas estou farto O futuro generalisfimí énSsdou*gran- Joaf uim de Miranda, em companhia de sua
ei te é torpe."oi Em seu-abono, Clíico. ,. A «ío poUcó ; ç_
abje-gçao daes^a sambas e c%p ma cousa de velho.T;. é amuiatinha; de esperança*.! Ella começa a -fátigar- des esforços para persuadir
áo futuro im- mãe a uma sobrinha, tomou o trem da Ala-
elle, • forçado^* J^i^ao^ ^ v Vem d'ahi o terrível ciúme e o ódio povoados dó-Vorte com de aguar mo sat.iu-se-_lla ?.- - \ goas-Rail-way com destino á sua fazenda An-
mortal do Ignacio-I^itombeira q-ue, mais tigas ao pé da viola ou copasios l»ios. O João olhou-o espantado: me!.. Queria alguma cousa de mais tan- perador de que a Rússia tinha a iaUn- liumas, quando, inopinadamente, entra no va-
tarde, pretendia desposal-a. , : use dente levados de continuo aos o individuo alli conhecido por Yoyú Ca-
^eP^^osVueo^om^ do vai o povoi(fassistir
Ella só esteve aqui antes da missa...
* givel e de mais pratico.» J__ ção irrevogável de se apoderar um dia gon Ibeiros e dispara uma garrucha sobre elle.
a família dps outros, eom A rapariga era'd'essas que gostam pe Ao canto gallo, -. O é est dizendo ! então pa- índias.
Oue tem elle com e tóehn- ser namoradas por vaidade e tibieza d a á missa celebrada n'um altar construído qué que «E, com uma clareza maravilhosa, com das Momentos depois o coronel Miranda, homem
hnnra dos.
a honra. outros,vcom delicadezas sen^
dos outros,vcoj beijos mo- lhe atirasse um o adrio daigre- ra onde se foi a menina, * que ainda não — Não ha uma aldeiola aqui, dizia o muito estimado em Alagoas, onde era ahutado
díS riháS. » ellesnaw teve
não »c.v>—-,¦ —=--.__ limo : qualquef que no relvoso patamar, que uma animação communicativa, desenvol-
üíiíã-is de iàenimís de arrependimento, qo>n- sorriso amoroso receberia em paga um ia não comporta os fieis «menino vindos de.para- chegou em casa ? \ mas por veu todas as suas idéas, expoz-me todos velho soldado, que não conheça a pro- Commercial, fallecia, em conseqüência do tiro.
capitalista e director da companhia Centro
Jesus» Ora.eu não sei.-.çfoái.-adre,
dc"euls saírtínoiae! bemmtojdM^üj^^ expressivos que sao^os ge*ns remotas a beijar o da mis,sa^
a vida.» . . Cesses olhares bi?p£o ,Cftf5-ído exposto i^.pá)S^en«p,*prese-p»o^ -^r^-J S"TJ?1 ruij*i«-guemjJ-;.vui.3«Íiáfc-:iOíy
^vMho
qUeennorar.:-e perfumam ^ ;;,linlew?íi^^cab.or: 'IMeuçar sobre a affiVg)t-sí?r^Ís ^p-jrig&sjfert- uni dia do-tíbrte para gem. .
E váe por áhi.. ; rr >,~-rr-*..-»pafa-
traz e trunfá": trunf a Á Mulatinha achava-se n um santba treolharam-se. O
a^iías** èonfirmaram: firmo, elle é bom, é muito fiom; é de íiíanca deve chegar Dizem-nos que o movei desse cnme crime rol
foi o
tem o queler tronte. em que fora visto o Ignacio Pitombeira ; appareceu n*. daojWl. i. só antes do uma bondade que sensibilisa e commo conquistar a índia... assassinato pèrpretrado ha cerca de dois me-
Como vem, já.a-gerite »loá de milho « não "cantar — Ah ! fez o joven príncipe ; mas en- zes, na pessoa do major José Joaquim Calhei-
-Qual dos dois tem mais razão ? O amor, porém, refinadamente egois- o soltoso e delicadíssimo bem feito de se gallo ». * ve. Por mim, lhe sou devotado até a rus. ex-protegido do coronel Miranda, que se
ta cegara de tal modo o Pitombeira que, era alli uma fartura e
de alvas canu- E, horas passadas, cansado de procu- morte....» tão porque não trabalhae? para espalhar attribue ter sido o mandatário.
Não sei. $j& aa mais leve e fugitiva palavra da cunha, beber a potes ; caboclos á sua morada,
sacudiam olhadelas ral-a, quer dirigindo-se se trata de vós ? Sois Yuyâ Calheiros fugiu, continua o nosso io-
Ha porém, espiritosltão
scepticcfS qne
pronunciada sobre o Mane
Chico, eile sas éngommadas
voltando á do João em busca de no- E nos olhos de Stead brilhava uma pe- o boato de que formànte, em direcçãj á cadeia, sen io eucoo--
de mulatas de epiderme com o quer brancos, sois do- norte. Para que tanto
differente o que sia pensava desvendar um mundo peru- furtivas ás á ca quena chamma,—a pequena chamma que trado pelo empregado do coronel Miranda, de
lêem' de modo tão de viola en- acias, o velho lembrou se de ir até
' dias, um grande horror de falsidades con cheiro de balsas ; o tocador um «baião» sa de seu futuro genro, o caboclo Mane só por si dá grande enthusiasmo- e na esforço afim de fazer acreditar não se nome Luiz, que sahiu a perseguil-o Q disparou mf.
está!.»-v tra a sua amisade de futuro noivo. feitiçava os convidados com sobre elle um tiro, matanao-o Instantânea-
i
me dizia hontem: dous namorados cada macio e machucado de fazer a gente fa- Chico. sna barba grisalha os lábios tremiam um ter ainda realisado a prophecia ? mente.
Um dessess E o ódio entre os VII Por vezes mesmo ha em sua palavra
? da Moita já havia can- com os pouco fallando do louro czar, lá em bai-
Este novo crime deu-se junto á casa, de de-
!j — Pensas que isso é sério mesmo vez tornava-se mais enraizado, embora car molle; e o Zé dengosa e mais Approximou-se da porta, bateu
de humour. tençáo • a orara xrue atava de sentinella pro-
1 São capa- elles nunca o manifestassem com pala- tado a modinha mais le- uma ponti
Mentira! É' uma combinação e magros dedos nos talos de xo, no Oriente, que commandava curou etTecUiar a prisão de Luiz, que se tendo
i
augmen- vríadosedesafios: mas notava-se que, cheia de suspiros, conhecida n aquelles descarnados de homens e não tinha na bocea Gosta de contar que, quando foi co- revoltado contra o soldado, este viu-se na oon.--
combinado para carnaúba. <¦ , gtões
X zes de se ter quando um passava próximo do outro, arredores. . . .;_,
de —• Eh lá, seu Chico, acorde... excla- roado, não tinha servido tempo bastante tingencia de matal-o. I
das folhas... se compnmentarem, sacu- Uma alegria salutar contaminava senão palavras de paz e de fraternidade. Lm outro soldado se approximara, ordena-
tar a tiragem era logar de alto. „ no exercito para chegar a um posto su- ça do intendente e irmão de Luiz, e vendo o
ambas e só diam o chapéo p'ra nuca em certo ar de risadas os rapazes vigorosos e as rapa mou expirou sem resposta e elle
"' ti E o caso é que eu compro t ora. A pnrase muito bom, tem soffrido muito. acabava de sueceder, vingou-se, assassinando que
colerasouescarravam p'ra um lado como risas de amplos e fartos quadris,
de repetiu mais alto .....
Sendo perior ao de coronel. vez
por isso. E isto a excelsa altura lembrava um sua o sentinella.
auem tem nojo d'alguma cousa.
jardim — Abra a porta, homem, que já e dia... Ha soffrido tanto mais quanto elle, o Todos os seus predecessores, em casos porTodo esse horroroso Cacto deu-se
Gonçalves Maia. discutido pelos do povoado : flores luminosas. E, neste momento,
ex- em nAnca* * f
de era muito a cantiga O Mane, porém, continuava a dormir czar todo poderoso, o senhor supremo idênticos, haviam sempre, logo no dia se- deuw hora e, como era natural, alarmo-..
Gü^T pa EPILEPSIA.-A
epilepsina commentarios rolavam da bocea em pirava pelas mudas quebradas sobre o cadáver da noiva: cm suas ves em quem a massa de um povo inteiro vê guinte ao da ascenção ao throno, se pro- em extremo a p-»puNçao daquella cidade. ¥.
vegetal, e o un. único os sempre com a amorosa: t Ht
J Galhardo,
J-.UA^?t „'f,™e
tintura
attestam diver;
diversos
bocej, desfechados quasi
«este barulho, t«s haviam n doas de agus sanguine ami- uma espécie de divindade, a cada passo clamado de improviso generaes. Mas A visfür die Ueus_.chen 8 Sch-
especifico, conforme horrorosa: gen- nada pelas boceas d«s feridas; em seu
cura radicaldt prophecia te, vem dar em tripas no chão...»
« Minha gente, os cajueiros a confessar Nicolau II recusou isto. Coronel era, co- weitzer Westfaelischer Schüiken .
¦\
medic<*s effic ? P Já se carregam de flores bigode, ao beijar a mulalinba, conserva de seu caminho é obrigado ge-
epilepsia, (gotta) JOiopatica! á rua da serra, curió- E as meninas nem se alembram vam-se pedaços de sangue coaguludo ; e sua fraqueza, a proclamar sua impoten- ronel entendeu ficar. O grão-duque Via- rãuchert—feinste. Qn.ilitãt soebea
ünico deposito n- i^n-imacia As casas ficavam ao pé arco De cuidar de seus amores... » listrões avermelhados notavam-si em cia para fazer o bem. dimir, acreditando dever protestar um frisch angekommen bei—Lpweiro
larga do Rosário n. á»- sa em suas áureas nodoas de paus d suas mãos callosas...
floridos, destacadas das tintas
negras Por oceasião da trerivel catastrophe pouco vehementemente contra esta deci- Barbosa dc C.—Rua da Madre Deus
celeste De- De súbito, os gallos do povoado abri Vendo afinal que voz alguma respon-
aboboda dr que teve logar no dia do seu coroamento, são, o novo czar lhe fechou a hoeca di- 24—26.
Achados e curiosidades barrando a azulada
baixo, lançado o olhar ao cume,
delicia- ra os bicos n'um inesperado
chegado a hora da missa.»
aviso dia a seu chamado o velho
frágeis talos de carnaúba
empurrou
e dirigiu-se
os
foi visitar um hospital, para onde uma zendo :

i
«haver O resultado dos exames procedidos hontem
de novembro.... va-nos um panorama d'effeitos grandio- convidados reuniram se, de logo 3__* á 1*C-ÍC» — Crede, meu caro tio, seu bem capaz na Escola Normal foi o seguinte
A nroposito do dia dois
sos encontrados n'nm peso de maravi- apromptaram &e, sahirá.- porta fora,
Os
e espantados de horror, os seus pobre mulher tinha sido tr nsportada, •
êaPrppPu°cos annos u»^^^^ lhas aue nos deixavam amesquinhados Pasmos cheia de mutilações. de me oecupar eu próprio de minha Segundo anno.—Desenho— Judith Cordeiro
o interior da idoso, as faces
celebridades gritando do terreiro para fundos olhos de homem de Medo e Rosa E*_rista Rodrigues M&chaBo,
guntou a algumas em nosssa humilde pequenez de argüla casa: magras e descarnadas tinham revela- Approxim<>n-se do seu catre e a fez in- promoção sem tanto trabaiho de vossa distincção ; VirgilíA Leopoldina Pessoa, Julia
neas 0'que pensavam da morte. _ ai5_ítos, Depois de beijar o presépio, com- cies inenarráveis d'assombros : a boc- terrogar pela enfermeira. Vic.or, Francisca Augusta Temporal, Maria
*_ í
Eis às respostas mais interess.antes vezes na das mon- parte...
a Creio'que se deve pensar muitas
os enormes pincaros
padre... ca fria, sem suugue, pareci.1 uma cova Para que, perguntou esta, vos acha- Amélia de Oliveira e Innocencia .vendes Lopes* /
Alem disto, é um trabalhador encarai- de Mend- nça Júnior, plenamente; Laurind*
se ter a medida quasi í certa de to- t -nhas pareciam columnatas gigantescas E outras raparigas: donde não podia rebenta > ura grito ; e o.s
em as- ? Era para receber o
morte para -^ de sustentaculo ao tecto infinito; A dansa continua quando o seu vi seus alvos cabellos emprestavam-lhe um veis na mnltidão çado. Em Livadia encerra-se dia enou- reza Fcrnaudes Feschçr, Adelia Leal Ferreira. in&-
das as cousas da existência. __^ _uas finas e mais vivas que as de crystal gario acabar... desesperos.. mimo se distribuía a todos como annotando Guilhensina da Silva Miranda, Antonia
cáustica e intensa, ar soberano de que te no seu gabinete, projectos üuval Pa.-«.!ros. Antonia Leopoldina de Mello ii
' ___¦
á luz Passaram-se alguns minutos e elle, im-
'W polido exposto
o Espirito abria-se o rio affagado de sol, debruçado Assim todos voltariam, logo que hou Iembraça do coroamanto ? delei, escrevendo, elle mesmo, relatórios, e Joaquim Manoel de Oliveira a Silva Filho, •--" _i
Eis o que penso : Entendo quenão vessem beijado o menino Jesus e ass s- movei, conservava as pupillas fixas no Oh ! não, respondeu a enferma. Era simplesmente..
pode ser e tombando.de sobre pedras em sobre tido o acto religioso. bebedo sobre a nuiva morta. tomando conhecimento de todos os do-
cr*Ííor dos mundos e do infiuito nedras n'um ronco formidável d uma ba- noivo
um in/erno de para ver o imperador!... cumentos que interessam o estado, cor-
Terceiro anno.—Historia—Clara Umbelin»
con cebido.pela humanidade. E, entre risadas alegres, começaram a Em sua alma pesava da Resurreiçáo e Esther Cordeiro de Me.io.
que nos co- bel a abater-se aos pedaços; escarpas descer sem o cabra e, como Pois bem I... Então porque não o respondendo-se directamente com os ai- distincção : Luiza Lydia de Castro Fonseca c
5 Espirito creador não permittiu
da morte o segredo da vi- rasgadas entre a luxuriosa e pu pela estrada clara e silenciosahavia duvidas : testava bebedo
matou-a...» idea observaes agora? Elle está alli, perto de tos funecionarios ; experimentando a ne- Anna
das Neves Beltrão, plenamente : iaaepha ' *__¦
nhec^ssemos antes segundo
negras
evocavam soturnidades se lembrarem de que a mulatinha ella não se entregasse, Francisca da Silva, simplesmente. *
- -:W*\
iante vegetação esta fixa e dolorosa, revelada claramente
£ ff 4-oa-noa livres para Julpü^. e escancarados desapparecido. vós. cessidade imperiosa—mórbida quasi—dè — Terão logar hoje ás 9 horas da manhã oi
a nossa consciência; nós, porém,
nao podemos frias d'abysmos abertos
«sousa alguma sem orgulbo desmarca- até lã ao seio da terra ou da treva qne,
nas palavras propheticas e terríveis com
elle deu o epílogo á esta scena de Não me conteis mentiras 1 exclamou observar as menores rodas da immensa va oral de arithmetica curso
exames de fr»n:ez do pieparatorio, pro- * '*• • *¦ i
; m- garanto de profandos, o nosso olhar os nao dis- Para um recanto de serra, próximo s que
enamorados : lhe está confiada... sica e chimica do 3..« anno.
do aaesmo curso e phv-.
do ou sem impostoria. _^ BoNHEÜR.» de negro pétreo a lembrar co dois pobres serranos fere, caboclo mise- a pobre creatura quasi em cólera. Como machina coja guarda
tincuia -e bjrancores da cal em casas per- escarpas —
r
ro Quem com ferro se eu ignorasse que os imperadores não é raro o nascer do sol o en-
didas entre escsros d'arvores, somente vil de feras que, dHngremes, jamais o ferro será ferido...
E não que Em regresso de su» viagem de recreio a esta
velhice, a morte seria brancores, ia- ram visitadas por atrevidos caçadores, ravel, com assim! contre adormecido em sua poltrona, o cidade, segue am'.ahã para o viiinao estado
«Senão houv^se váeos e quaai indistinetos Disse e cumpriu. -\ são feitos
. __.. Mtv^l^ ¦ ^ mas ha velnice... entre Ignacio Pitombeira e o Lucas da Matlnl- da Parabyba o nosso illustre Cünterraaeo dr.
uma cousa abomiL wei, ziam pensar em aves agasalhadas a inimigo velho do pai da rapariga, Cunha Meuobs. Quanto ha de admirável em se ouvir lápis azul em cima de um relatório que Maximiaio Ic.«é de Inojosa Varejão, provecte.
R_ Meilhac.b brecha de
rama compacta, com uma só lhe a vida com teve a força da ler 3t3 o lim.
mostral-as quietas eadormecidas,.. Fe- raòtaram-n'a e roubaramfacadas. Objectos para presentes o que ha de semelhantes exclamações e se pensnr em elle não advogado ua capital d'aq..c-lle estado.
Bòa vi»gem.
Que pfinsaes vós.da calma aa três fundas e vigorosas C:-xias 69. tamanho poder, sabendo*-se Nicolau
« Resposta á pergunta sava em tudo essa assombrosa lamina clara d_rm_* vibrada pelo mais chie, recebeu«jjijPr.zj_ que
Stbphajíb Láüzanne.
morte ? ffSS-òbío ab.tida de sua própria A ri II quando as ouve, declara, como fez O agente l_r.no faz leilão hoje, áa 11 boras,-.*->
— Caluda!... ,n.-,nM,., o rio cheio roncava por alli jogador abrio caminho pelas carnes Umas do genéraí^Dsorio de 1. ji^í moveis, no 1.* andar n. 19 á tua do
AlpHOnsK Daudet..)
puiança:e ias do peito, violenta e rápida sumiu-se 0 general tinha oomprehendido o desapon- Osório, depois que os applausos cessaram, imperador.
natureza dotaà, d* gt*nc-ral Osoriu de um tamento
a-i-.
abaixo formidavelmente poderoso... ayida uo coração e, dentro girada, movimen- A da dama e baixinho, a sorrir, ponde- disse : f*
Ko povoado, que fosse domingo, e alegre humor. VãTOs são as anedoctas cias- rou-lhe Senhores, Dor minha vez, bnp.qo. o sr.
do^_^ animação ruidosa tada para um lado e outro, rasgando '- Missas fúnebres.
« Se o túmulo têm amag-estade mãnl&stava-se n'uma tosa? que delle se contam.^ , — E' as.dm na guerra minha senhora, quan- barão de Camaquam. Hoje—ás 8 hora», na matriz da Bôa-Vista,
o nada. *• derreados com cortando nervos em redor, produzindo Estava o general lã mesa" de Émoço quando, do mal
ê porque o túmulo não enosr.ra de cabocioe espadaudos, e esguichos rua, mandou pensamos, sabe-nos o tiro pela culatra. Entenderam os ouv-üie* que se dera nm por alma de d. Maria Amalia de Sampaio ; na
y
te do sepulchro tem a sua •au/or*Vi.mbo sob a os cigarros nos íabjos grossos, cacete
na rubros, tépidos palpitantes alguém bater porta á B
Uma vez, um dos soldados do seu regimen- equivoco pu litulo e o corrigiram, porém, Oso- matriz, de Santo Antônio, por alma de Manoel''|
de, chu"J° de va- de sangue, embebeu-se por minutos ouvindo ver era. . .. a rio, como se nada tivesse ou-ido, repetio :
A morte levanta a coberta mão direita, com um ar soberano quem to, suspeitando o capitão requestava Garrido; na matriz da Graça, por alma de
as azas de Psyche se dobram angustiou «l"
estampado nas feições orgulhosas: nVquella bainna temporária. A rapariga O criado annunciou-lne umaiJ.isita de círe- companheira, foiqueprocural-o á barraca para Sr. barão de Camaquam, viva ! — e tosou José Alves de Farias.
qual íentia andar soltou um fraco e súbito gemido, estra monia. . , -*'. o copo do sr. de Cotegipe. 8, na igreja
mente. •-„
- viajor ÍS oe èborigenes costumavam Qual ceremonia! Maqiie entrar para aqui. queixar-se e pedir alguma providencia. Camaquam! Marquez, não o compre* r. ::. . de d. Joanna Bezeirada Cavalcanti Amanhã—ás Santa Cruz. por
• Sauda-se
a morte, como sauda-t-e ao ao declinar uho e rápido engaste de voz humana e desconhecido Com eíTeito, fez •• sua exposição. O coronel Cam-
'v que parte adiante.
c Mas saptiéGídos
a %oeirq ^Sc^d_as
porque,
serras^vt- liivo barbsròyJogofallecendò, com as li-
forçado que se apresentava
0 criado foi e voltou
de
co»
caáàca,
um
gravata branca Osório, que a tinha ouvido em silencio, er- hendo!
e, tirando a faca da cava do collete. Eu me explico. Camaquam é um rio da pello.
¦&. ARSÈNE HOUS.SAYE.» 3oSsoUl
. -vfaltar --ri nas proximidades nhas da face n-um contorcido frágeis e luvas. 4o velTo assomar, d«sse-lhe: Usorio, gueu-se ao soldado, dizendo: (-Tome, minha província que dá tiuitas voltas.
com os apresentou-a
•'¦ 1&2 — siohaseerara!.
mercado,
ixwa - descarga dp de agonia
^ e Qg (fQS ar. nhoç cerrados n'um forte expressar de
suprema, pu- antes que elle pronunciasse palavra
Chegou á boa hora, amigo |... Aqui tem cape o capitão.»
PUBLICAÇÕES SOLICITADAS
« Desde que vos seja indifferente, eu -darei a do pequeno Cintos de couro, alta novidade, rece-
üüK minha opinião sobre a
pois a morte só nos interessa pelas suas rela—
vida, o que é o i_*4esmo, madeira
redores.
entre os do povoai
ca-
dor inc.-mparavel e o
-«tosado em contracções finaes de hora tire as luvas...
bellissimo corpo ama cadeira... sente-se... perto de mim...
Perdão, marquez, nao almoço...
-
0 queixoso recuou um passo, sobresaltado beu a briza,- Caxias, 69.
por essa inesperada providencia
do-se verdadeiramente confuso, foi tirado efl-
e, mostran- Sem responsabilidade ou solidariedade da
redacção
rua de pobres ir
ções còín a vida. _
Eu não acho a vida longa nem breve e estou sas arruinadas e, distanciadas, feitas de
Havia uma peque.ia
espalha- derraut.. arrancou a faca Que diz?! Oh! Faça economia noutra nal do seu embaraço pelo coronel, que, cppro-
ximando-se, bateu-lhe suavemente ao honnbro
LIGA CONTRA A
Em seguida, o í"n'iCi<3 " "
m certo
«brevidade
de que concordareis
da vida»
sentido. A nossa vida é longa ou breve em re-
é uma
commigo
phrase
: a phrase
vasia de
vam-se
frágeis
Na
palhoças
talos
ruidosa
dc
morada
com portas
carnaúbas.
do Feitosa nota-
de entre as carnes intrò^iu * mais cousa!...
sentir-se de
Perdão,
Então,
ia
deixa
dizer
de
que
comer
almoçava
para comer
.
mais
t
tar-
Não
e disse : «Vá, camarada, vá; é da virtude da coupons
tua
dencia
companheira
que desejas.»
que deves esperar a provi-
Enviaram-nos hontem : um anonymo 260
, as senhjritas Maria E. Schüler 232 ;
Maria da Penha Medeiros Britto 22t5; Julia Sal-,
Mello 200 ; n _i.er.iua Odctio P- Saí»to* perior
E* hoje que
Tribunal
Justiça!
deve
de
ser decidida pelo So-
Justiça deste estado -

outros seres mas relação se uma continua algazarra ae muita a um lado do caia nessa! Coma. O artista dramático Nunes, tendo annuncia- vina de srs. Manoel Joaquim Harreiros 183 João a petição de habeas corpus em favor do
lação á vida de ; em va inerte, crayou-a um drama militar em que 174 ; ;
' era oecupada por uma victima e fel-a vagaroso e calmo... E ^assou-ihe o prato Sorrin-se o desconhe- do beneficio com de Oliveira, cabo do 14." batalhão, coronel Manoel Antunes de Oliveira.
a nós é exactamente adequada á amplitude das alegria: a frente de tudo o podesse ventre girar,
f..gmdo um cidbf; sentou sa; acceitoii o primeiro e depois representava o papel de general, fui pergun- Melchiades
131 Guimarães ic Almeida 117 ; Maximiann B. E* de crer que a infrene perseguição*
ambições e do nosso progresso. O ho- bodega fornida que n'um osso, sempre as ama- tar-Ihe se lhe poderia emprestar a'guma farda ;
nossas
media e, no quar- 1 arma rangei de cabeb os seguintes'pratos, ouvindo não de Andrade 106 ; senhorita GraineUa G. Cruz se tem movido nesta terra contra,
mem" que viveu a vida perdeu, talvez, vender se n'àquellas paragens çriçar liieoera tempo estragada qüe jâ usasse. que
a dS ruid°os ásperos de fà~n m}>*n->9 biliòadès de-Osorio, quenao 5U ; o.s menores João Baptista da Cruz e Adal- tão illnstre cidadão, tenha atinai de con-
- muito tempo ; mas ainda lhe restou tempo para to dc porta falante ao oitáo, açhava-se um ruido secco do declara? quem era e ao que vinha, senão --- Não empresto, não senhor, dou-lh'a, res- berto Lyra B L:a) Filho, alumn".-- do Instituto
faz aqui em bai- mesa do baralho, vendo-se entre jogado- los, Osório, e. dirigindor?3 ao cabide, re- João de" Deus, 50 cada um ; Dalvino Lyra Üor- tas um paradeiro, seja por üm devida-
fazer o que de interessante se O caboclo ti- mOLucas o depois do almoço. simplesmente fora pondeu alii eètava, embrulhou-a mente compensada pelo triumpho da
possível que elle muita
recomeçar ; res o Ignacio Pitombeira. ca Mathilde, para saciar Éra o barão de £-.-'._ que uma nova que ges Liai, d Instituto Ayres Gjma.õO ; Leoncio
xo. E' _. preferisse
... exigência. nha o mau costume de jogar: seguia-se contra o da rapari- cumprimenlal-o cie passagem pela ciaade ds eviroii entregou a ao artista, dizendo: llavid Co&ta, 30. ju-iUça»—a sublime inspirado,-, do bem e
imãs é verdadeiramente inveterado pai
de partido deliberado aos dias ao , jogo ,, a bebedeira . ; e, á vezes, seguia- ódiodesembainhou também o punhal de Pelotas. No -dia seguinte o b-.iao voltou para Leve-a você mesmo ; quem é pobre não da verde de.
Renunciemos
-rtiiteis tomemol-os se vierem ; mas não os pe- se á bebedeira uma trovoada ae pau... ga, de chifre bem trabalhado e era- almoçar 5 depuls para jantar, ja sem trajo csre- tem luxo. As gentis senboriUs Luiza Brazil ç Anna O Supeiior Tribunal de Justiça que
1j_mos*á o recibo de uma Menos viciado e mais era
era o cabo e bellas mòi-ioso.* Nunes agradecendo, despedio-se, mas, ao Camboim remetieram-nos, d» !par«eiros, duas nesta questão tem diante de si os melho-
vida universal orno | "" " pac-.to, das coxas alvas
chegar á porta, ouvio estas palavras de Oso-
dívida. Nascestes, eu supponho,
muito desgostos porque nao
em 186*2. Ten- Mane Chico que se tornar.i tão pontual vou-o n*uma Por ser fina e cumprida, de
nascestes em em embriagar-se aos domingos,como em d., mucama.
claro, a arma yarou a da parte
Ou'ri
Em um baile que lhe fora oifereçido, coü-
servava-se sentado, tendo a sua pern* enferma Cuidado, não me vá deshonrar ?.
collecçõfs de finíssimas prendas, por si traba- res elementos para
lhadas,
"7
do
para a icermèsse a realisar-se no dia por demais convincentes, robustas
corrente : o mesmo fim recebemos
julgar, pois que são
e e_- •' - __i
des
invejaes os dez annos seguir p'ra casa, mal sentia-se pesado aço muito dos lados. um movei próximo, quando,
general,
•de d. Matia E.
p-_ra
ísebuler uma almofodinha de • niagaaora* cs provas apresentadas a sue.
185*? Então, para que demais. E elle acabava.de virar o cõpi- Moedor a um estendida sobre
morte ? a morta dentro ao signal cie uma quadrilha, uma espintuosa farda | em setim, com a inscripção—£i>i favex ..a Liga apreciação em favor dó coronel -.aaoei
depois dé vossa o ta- á ambos collocaram caminharam sem- dama de sua' faraiüaridade dm-ie-se ajeüe e Ho Rio de Janeiro, convidado para jantar
Fstas reflexões me parecem excedentes para nho de cachaça, exclamando para a'aÀ áaccò de estopa, ; casa dè um amigo, encontrou entre os convi- conlra a tuberculose—feita -*
cora
'" alfinetes. Antunes de Oliveira pelo sen erudito ad-
com a morte ou verneiro : do e ale
alcança perguntà-lhe com certa'ironia de Cote-dpe, estadista cuja saga- vogado dr. Clodoaldo Lopes, ha de, es-
os qíe preSdem se resignar Eh, seu compadre, estou mesmo pre distanciados poyoado General, v. exc. não dansa lancetros l vãs o barão Os sra. Ouimará&s & Aimeiòa. estabeleeides peramos, comprovar ainda nma vez a
na consecução de
ao menos com a sua
morte... A sua morte, nem sei como
Mulatinha... .... .,•,_ d<> MaoêChTcp, Entraram. cpdaver Como não, minha senhora, ee eu im com- cidade, finuria e pertinácia conhecidos. O barão en- cocr. o Armarem dos Arci>s, na Casa Amarella, sua hjnrabil d-de, gar--ündo á vi/clirau
th.oria a dar-nos a res.g- pela e óffegüutes.püzerani o delles ! - contes- seus fins, eram bem
não ha Ora si, seu é uma Mudos mandante de um reí-iméhto céus caslúmadop participaram-nos terem adoptad.. coupons ..ra
será porque daquelles que se menina Chico! aquillo
.::* r ue ariu.üí»ia de um
lado ao outro da .'¦ u osóito, I,;va.n.anuu--S!? e oft^recendo-lhe o tretinha a roda com cs gra-
seu estabelecimento, a fa\\,r da Lina. qne se pretende i_.mo.ar o livre exorci-
nação peLmoite dos outros, perigosa... E torno', o profundo si ceios que eram relribiddos pelos circu.T.stan-
um cio d.e__s_us djreiros, a saa li'_ierda.-Í2 «_ro-
ama. Lã isso é mesmo ; e cuan-lo a gen- a escura. ^ssa resgosta- i.>í Àaversario p.,litico de Osório, ft-z ihe
ás vt-zes por A^dárna, nao esperava muno Para a subõcripção d'^l Província enviaram- íi;n jí Wi^á.-í YÇiCes ameaçada.
MARCKL PRE\r0ST.»
te sabe que ella uós quér"bvaí. ú dc *»^ lencio d\-*ila u ul* ' quebrado de em i teve de
que
abandonar o cavalheiro seu par e ena, brinde encomiastieo eigeitoso, que
foi
nos hontem : (,"-•'. amigo.
!on_a-íi>up !) irülho povo

urdizes tremendo:;« E preciso , ficar seia j..i,.u pox* muitos te -.:•,> í. . 1- 1 morado, para corresponder a tal gentileza. applaudido.
«Meu irmão,
é clemente e de I O Pitombeira, óuviüdó cs-.a conversa, resu
h V». morrer » ; no erUanto a morte

¦
:V*i«5_ãS
¦

.» *4'-** * -*^- • - - " * - - - —•¦----=

MUTILADO ¦•'"- » m ¦ T.;'-!í____


ILEGÍVEL
*
¦ J3^g --¦...- £i- } - , '.
"SJ
II
'¦•^s t
¦ ¦ • '. '¦-'' ."* ...

à
•"¦" V

"í-fe . jAl Prõvincia—Terça-feira» 5 de Novembro isr; P54


Jurisprudência
HABEAS CORPOS PREVENTIVO
Egrégio Tribunal!
mm mm oe seguros cim in pharmàcia pelo que pedem aos mteres-
sados que continuem a honrar-lhes com
as transàcções que tinham com a firma
extineta.
Novo systema de vendas
AO ALCANCE DE TiDOS
Com 3-5000 compra-se fazendas, teci-
dos de fantasia ou qualquer outra mer-
Dt. Martins Gosta Banco das»lasses
São convidados os srs. accionistas a
Consultório medico á rua Larga do realisarem até o dia 20 de novembro pro-
Rosário n. 38 ximo, a 4.» entrada de 10 % do capital
Manoel Antunes de Oliveira, cidadão Outrosim avisam a seus freguezes de- cadoria como machinas de costura etc, ESPECIALIDADE—Moléstias do esto- subscripto.
braziieiro, casado e morador n'esta ei- vedores em geral que a na grande liquidação da Rosa de Ouro.
Autorisada por Ordenança Real de 5 de outubro de 1828, estabelecida em referida e ao publico mago, da pelle e syphilis. Recife, 31 de outubro de 1901
dade onde é estabelecido no primeiro an- PARIS, em prédio próprio, na Place Vendôme n. 9. pharmàcia acha-se provida de à ru-i Nova n. 34-Porta larga—em Per- Encarrega-se de analyses chimicas e Joaquim Pereira da Silva,
todos os medicamentos nacionaes e ex- nasubuco. raLcrGjjrsphicfiS.
dar do prédio n. 15 da rua do Barão da trangeiros e pessoal habilitado psra des- Director-secretario.
Victoria vem nos termos do § 1.° do art. Carteira da Companhia em 1901: Frs. 84 milhões 885.663,00.
Capitães garantidos : Frs. 18 bilhões 913 milhões. pachar qualquer receita com pontuáli- Dr. Ártliur Cavalcante Clinica cirúrgica Faculdade de Direito do Rerife
18 da lei n. 2033 de 20 de setembro de Receitas brutas em 1900 : Frs. 20 milhões 911.077,00. dade. WCEDICO OPSSAnOB B O dr. Arnobio Marques, cirurgião do
-1871, impetrar uma ordem de habeas-cor- Ribeirão, 1 de novembro de 1901. hospital Pedro De ordem do sr. dr. director faço pu-
Impostos pagos ao
governo de França, de sellos e proporcionaes sobre a Bandeira de Andrade & C. Participa a seus clientes «.' antigos qoe Larg-"1. do Br.sarioII,n. dá
36.
consultas á rua blico «que a contar de hoje 31 do corren-
pus, uma vez que, constrangido em sua quantia acima: Frs. 1 milhão 888.373,81 e pagos de 1850 a 1900: Frs. 39 mi- mudou sua residência paro a rua B»irão Beiíic á run da Santa Cruzn. 6. te mez a 14 do mez próximo vindouro
fhões 311.174,09. es-arão abertps na secretaria desta fa-
liberdade, se acha sob a ameaça de pri- Sinistros
pagos pela Companhia desde a sua fundação : Duzentos e qua-
O proprietário do JAR- «ia Victoria u. 55, 1." andar, onde dà
!.,-.-:
cons ult::>.s úe 12 ós 2 ho t:.rdí,'' Ch imadcs por escripto.
culdade as inscripçõc* para os exames
tfao illegal, como jura ser verdade e ex- renta e seis milhões de francos, dos quaes em 1900 pagou frs. 9 milhões 074.358,75 DIM DAS NOIVAS á rua pôde ser procurado áqüslq ier hora. da 1.« epocha dos cursos desta faculda-
poe;
Conselho de administração e directoria Duque de Caxias n. 68,
Telephoni- n. 43 :. EtiÉciMtíi hjâroffifiKpo
SOP» í GERENCIA DE
tle, aos quaes só se poderão submetter
os alumnos matriculados, de c± nf»»rmi-
O impetrante é estabelecido com es- MM. MM. tendo feito acquisição do Dr. Theophilo" üS~íiOiian d-de com o art. 15<» do novo código de
ciríptório ifaquelle prédio, sob a firma C. MAL.LET (#), de la Maison Mauüet frè- A. FAURE, ancien directeur de 1'Union- :ivr ezíio o Argemiro Augusto da Silva ensino secundário approvado pelo dec.
Antunes & C, para a compra de apólices
res, banquiers, président honoraire de la Vie. armazém de Lyra Consultório—Rua Duq:«. c n. 3&90 úe 1 de janeiro do corrente anno.
Compagnie des Chemins de fer de Paris a grande 55, 1.9 andar. Consultas ans RÜ B.MVFuÍZDvBjà-VISTAÍIÍí Os candidatos a exime deverão dirigir
do estado, empréstimo de dinheiros a Lyon et á la Méditerranée, Président de la EUG. GTJÉT, Ide la Maison Guet & C, ban- Gondim & G., na mesma ras da tarde. um requerimento ao director acompa-
descontos dè vencimentos de em- Banque ottomane, Président. cniiers. ir» «o c ¦ FuiiccionatOilososdiiiS nhado do conhecimento do pagtímenlo
juros,
pregados e outras transàcções, vendendo A. VERNES 0&), de la Maison Vernes et C, C. JAMESON, ancien -associe de la Mais rua n. 77, existindo um Caiçudo econômico paia me;;-
Tem grande variedade o Pé Uhinez. de 6 e meia ás Ifl noras da taxa respectiva.
a pessoas, que o procuram algumas ye- banquiers, régent de la Banque de France,
administrateur du Chemin deferduNord.
Hottinguer et C, banquiers.
grande stock de merca - Cabugá, 1, A Ia manha.
O pagimcnto d ; t^Xíi p.^ra ir.snipção
de exame só di direito .-. este n- epocha s
zes, o jogo denominado dos bichos, des- Vice-Président. JB. MARCUARD, de la Maison Marcuard dorias em seu antigo es- Empregío do hyppsol- cm que tiver sido cffectu^do (-«t-159 do
de que esse jogo não constitue crime ou Krauss et C, banquiers. Duchas sob todas as código).
S. DERVILLE' (O. #), ancien président du
contravenção em disposição alguma do i Tribunal de Commerce de la Seme, adminis- A. MÍRABAUD, de la Maison MtráBAüd,
tabelecimenío e desejan )hitO de cal marca B. B. formas (frias, quentes, Secretaria da FccuMade- de Direito do
M.
Recife, 31 de otimor- de 19vl.
direito penal consolidado no respectivo
dos arts. 3 e 4 da
trateur du la Compagnie des Chemins de
fer de Paris à Lyon et á là Méditerranée,
Poerari et C., banquiers. do liquidar iodas as fa em Bangüê. escossezas e faradiéas.) O secretario^
código, e nem diante Censeur dela Banque dà France, directeur A. THTJRNEYSSEN, administrate.ur de la zeadaspara mudar de ne Henrique Martins.
lei n. 628 de 28 de outubro de 1899, am- general adjoint de 1'Exploitation (section Compagnie deá Chemins de ier dosLan-
Alvura e áügménto de Banhos hygienicos,me-
trancais) à d'Exposition tiniverselle de 1900. des convida ao res- porcentagem em assucar Banco do Re* ife
pilando o disposto no art. 367 do alludi-
do código, como sabia e juridicamente
decidiram, entre outros os áccordãos de
B;0tt GERISE (¦$), ancien inspecteur des Finances,
ÂJLBY, chevalier de la couronne dltalie, DiRECTEim-ÀDJOEsrr.
Directeup gocio,
peitavei publico e ás exms. 8 iai. ,í UO.
"ClXANÕff-
dieathehtosos e de vapor. SEGUNDO DIVIDENDO
São convidados cs srs. acc-.onistas a
-

virem receber, na sede d'es*e Bíoco, á


10 e 20 de outubro do anno findo da Ca- Todos os negócios devem ser tratados e concluídos UNICAMENTE famílias a virem vêt* e a d- Amostras acham-s£ cx- rm: do B .m Jesns n 32. o segundo divi-
mara Criminal do Tribunal Civil e Cri- com o director particular para os estados de Pernambuco, Alagoas e Para- mirar os preços e bôa postas na redacção á'A dendo de 4-5CO0 por acção, relativo ao se-
Elisa Jõrgensen ^visaso respeitavcipu- mestre fin-J-j em 31 de ag«slo ultimo. í»i9ff
minai da Capital Federal. hiba doNorte. blicq qí«e reabrio sna casa lie saúde aes-
Tf?pm fi rs qualidade «ias mesmas. Prõvincia e bo escripto- te arrabalde.
Recife, 23 de outubro^«ic 1901.
José Maria de. Andrade,
Buscando, porém, extinguir aquelle iii Srfe %\ r\ Si Uma peque aa lista ; rio do ageiHeCoíistüntino Ah:g:t quorlos com ou sem comida.
A tratar com a mesma.
Director secretario.
unicamen-
jogo e suppondo o impetrante
te banqueiro do mesmo jogo, tem o dr. N. 16. RUA DO COMMERCIO N. ±6, i.°
ANDAR Madapolões de 10^000, Barza. Ilha de Caxangó. l.o de setembro de Companhia inuusiriai Fiação e :
1901.
delegado do I.° districto da capital posto IC< US000 e 16g000 a peça. Rua Marquez de Olin- [Tecidos de Goyanna
em pratica verdadeiras violências, cre- a autoridade competente podendo o sup-
ando para o impetrante um regimen de
excepção ao seu direito individual de li-
posto criminoso livrar-se solto.
Sem reparo, porém, a lei e creando dias,
Cura se
Uleera das pernas
as ulceras oas extremidades
Briná?- de linho e algo- da n, 2K l.°_andar.
por mais antigas que sejam, em 30 a 40 dão a 700 réis o covado. Dr. Octavio de Freitas
mobílias Islffli São convidados cs srs. iceiorsistss
ta companhia « virem receber, d^sla dita
em di:»n*.e, o 4." divideu-io de suas ac-
ções. na vazão úi- 20 f on 2l;^u00 por cada
des- *
»

CAMAS DÊ FEÜRG
berdade, ameaçado agora do constrangi- crime, onde não ha crime, o dr. delega- dos sens negócios.
mento illegal pela prisão, não bastando do, além das violências e despropósitos
o estado de sitio permanente, ainda não praticados, ameaça prender o knpôtran- de 1 ás 3 horas da tsrde.
podendo os doentes andar e tratar
Cretones
A tratar na rua do Capitão Lima n. 1, 500 réis o covaao.
unos a 400 e
Mudou
MEDICO
seu consultório c residência
:-cção, correspondente so ann«: findo em
Corrjpieto sortiménto de moveis aus- 31 de dezembro de 13 0, no esciiptorio
íri icos para todas .-sdfpendimciasdeum;* di» companhia, á rua ds Baixinha desta
1
Camhraias para a rua do Hospício n. S,onde dú con- «•.^sa, eainttS de ferro com lastros de ara cidade.
ponderado pelos poderes públicos com- te, como ultimamente ha feito, com va- Giment Geramique japonezasa sultas de 1 ás 3 horas da tarde e recebe me especiaes; Cidade de Goyanna, I de outubro de
petentes, apenas creado pelas medidas rias pessoas, como consta das noticias faiança,
rara collar objectos cm crystal, vidro, 400 réis o covado. chamados por escripto a qualquer hora. ESPECIALIDADES :• 19:ü.
porcelana, madeira, couro etc. especialidades : Molésuas do pnlrr:ão Manoel Antônio Pcrt-ira Borba, TE
originaes do dr. delegado! nos jornaes juntos, declarando-se os no Vendem : Júlio Novaes & C, rua 1.» de a 400 e Espelh s, tapetes, capachos, hrváio
E' assim que em dia do mez de setem- mes das pessoas presas em massa por Março n. 13.
Ditas bordadas e do coração. Encarrega-se de analyses
rios, toücttes, pias, ;>pp:i eihos dr.vna
Oirc-1- r-Sr'.-rct:-."ío.
chimicas e microscópicas de urina e de
•bro findo, como se lê nos depoimento-
venderem jogo de bichos : i 500 réis o rovado. outros liqnidos orgânicos. ge, carrinhos para'menmos. cadeira-car
constantes das certidões ns. 1, 2 e3, e se ro para paralylicos rtc
E por isso o impetrante, quando em Vendas em qualquer condição s«»b gs
conclue da informação na certidão n. 4, dia do mez findo começou a soffrer algu- CIMENTO Revolta
Tendo o proprietário do Grande Hott; rantia
mandou o dr. delegado pelas 9 horas da
manhã postar praças de policia na esça-
da do mencionado prédio até ás 4ei» ho-
mas das violências referidas, requereu
no juizo do 2.o districto criminal uma or-
dem de habeas-corpus a qual não foi cod-
Todo o Barricàs, meias e ter-
Commercial resolvido do 1* de oututm
em diante fazer grande reducção nos pre-
ços, quer assignaturas, quer avulsos
Â. D. Carneiro Vianna LEILÃO
De Dons moveis, ei ystaes, quadros,
ras da tarde, ordenando-lhes a prohibi- cedida por affirmar o dr. delegado, em
ços. Veüdem Gastro Maia chama attenção do publico para nmayi-
sita ao grande hotef.o primeiro no norte 56-RUÁ MARÜÜEZ DE ÜLIM-56 espelhos e mais objectos de casa
Sr *
çãade entrar o impetrante em seu escri-
:.ptoriò ou de sahir deste, sendo ainda a
ordem extensiva ã qualquer pessoa, que
officio, constante da certidão n. 5, anão
cogitar prender o impetrante e seu caixei-
ro e sim providenciar para conter p jogo
pé direito RÜA PEDRO AFFONSO ,9
do Brazil," garantindo fa^er menor pre-
ço do que outra qualquer casa do mes-
mo gênero.
1BMÂZEH DE FEBSÃGENS E HüiOEZiS
de familia.
Constando
De 1 piano forte, 1 mobiü.» austríaca

'
quizesse entrar ou sáhir do prédio, que,
além de ter mais" de um inquilino e mais
de bichos, impedindo a entrada e sahida
dos jogadores nas casas em que se prati-
Era UMA SO' CHAGA que re-
siatio aos medicamentos pres-
Em liquidação, calçado de verniz pura
homens de 10-5 a 20£000 o par, vende o
ap «d q ni Assim como dispõe de um pes-wl apto
para bem servir aquelles que ihe
preferencia.
der » ê LTÀS M!B« tornca.ln e com encosto de palhinha de
nogueira, 2 cadeiras tíe baianço, 1 can-
Odilon Duarte & Irmão em seu est&be dieiro de suspensão, 1 mes;: de centro,
de um pavimento dá entrada para o pie- criptos por oito médicos «alguns Pé Chinez. C?bug», 1, A. Passar bem e barato é só no Commer leeimento
cam taes jogos»: acerescentando o mes- curiosos e curandeiros, assim de- ciai. á rua «ia Imperatriz n. 60, par- 1 tapeie e esteira par-, sais, 2 escarra-
dio n. 17, por ser commum a escada. clara o sr. Dionysio Manhães
Ficaram sob;3Ítio e: privados de com-
municação, o «que ainda continua, os in-
mo dr. delegado que «será forçado a lan-
çar mão-de meios extremos se fòr desobe-
decido por qualquer dos indivíduos que
Barretto, sobrinho do almiranU
do mesmo nome. Já sem espe-
rança de curar-se, o sr. Dionysio
CÜIO ijp Recife, 29 dé setembro de 1901.
ROA LARGA N 29-31 33
licipam
que
aos
acabam
seus numerosos freguezia, deiras, 1 porta-bívngalas.
de receber um grande sorti- Uma mobilia de quarto madeira bran-
•nento de chapéos para senhoras e ou- ca cora 1 cama, 1 mes:» de cabeceira, 1
quilinos dos dous prédios, o impetrante- exercitarem a profissão de vender ou
recorreu, como ultimo recurso,
ao poderoso Dr. Antônio0 de Gastro Clinica dentaria tros artigos tle moda como sejam lindos cris;l.} mudo, 2 lavatorios, 2 csbídes, 2
bordados de linho, fa/.en J« de a!Li nbyi toilettes. 1 machina de costura, 1 relcgio
prohibido de entrar em seu escriptorio, comprar bichos, estando os impetrantes LIG0R DE TAYUYA' •ladc, objecto para presentes, ronpaí- de pêndula.
feitas para crianças, lindas tcu«-as dr Uma-mesa elástica, 1 gusrds-louças, 1
ou de sahir do mesmo, e qualquer pes
soa de penetrar nos prédios !
(o actual impetrante e seu caixeiro) com-
prehendidos nesta ultima espécie, o pri-
de S. João da Barra, de üli-
reira & Baptista e em curto pra-
(da escada)
Residência : Rua Imperial, 15. J. D^Nm SEVE seda, enxovaes par3 baptisados, leque?, aparador, i sparador guarda comida, 1
icitilhos de seda e gazia, boleros de ren- candieiro de suspe- são, 1 mesa de 9 pai-
. Não satisfeito com esse sitio, e suppon- so achou-se completamente res- Consultório: Rua do Bom Jesus n. 6, CIRURGIÃO DENTISTA
meiro como banqueiro e o segundo como 1.» andar. da e bordada e outros artigos de mos, 1 «parador, 4 bancos de jardim e
tabelecido. PELA FACULDADE DE MEDICINA DO RU- aUn gazia
do que o impetrante penetrasse em seu. caixeiro.» (Do Republica, de São João da Especialidade : partos e moléstias de DE JANEIRO phantasia, que enfadonho seriiv enu- outros objectos.
escriptorio pelo primeiro becco da rua "
Quaes são, porém, esses meios extre-
Barra.)
Deposito
senhoras. "P
9t>* Consultório— Rua Barão da Victoria meral-os.
Neste estabelecimento haverá em suas
t>uarta-feira,6 de novembro
Paulino Câmara, ainda mandou o dr. Lindos sapatiaüos de setim branco, n. 46. 1. andar. A'S 11 HORAS
imos que serão usados pelo dr. delega- nas terças, quintas e suidiadcs
delegado postar praças no mesmo bec- Araújo Freitas «4 C. azui e cor de rosa. Sandálias de setim Consultas— Das 8 da manhã ás 5 da vitrinas
uma exposição üe lO'U>s os artigos e s-eus AGENTE PINTO
do ?
co!
;. Ainda não satisfeito, constando dias
Depois das violências originaes, esta- . OURIVES N. U4
rosa.
O Pé Chinez. Cabugá, 1, A.
tarde.
Operações—Extra .ções dentárias ab-
"DENTISTA
competentes preços fixos. «Va casa n. 8 da rua do Bem fica,
Magdalena
belecendo para o impetrante a posição H« «i.

depois que o impetrante fora no primei-


ro andar do prédio n. 19 da mesma rua
do cidadão sem garantias, e posto fora BIO X>3B JANEIRO
Tacfaygraphia solutamente sem dôr, com applicação do
chlorydrato de cocaína em injecções sub-
R. B Brander f.-z le.lão. por interven-
ção do agente Pinto, dos moveis e mais
onde reside madame Sophia, o dr. dele-
gado a mandou chamar, e, depois de a
da protecção dás leis da republica, um
dos meios extremos a que allude o dr.
(VIDRO 5S000)
Methodo mouerniásimo para apren-
der-se em poucas lições e sem mestre,
gengivaes,' segundo
fessor Viau, de Paris.
o methodo do pro
fiatamento das diversas moléstias d*-
Lourencó Salazar «jbjectos acima mencionados, existentes
na casa de sua residência á rua üo Bem-
delegado será o constrangimento illegal Amaro de Albuquerque. A' venda na CIRURGIÃO DENTISTA iica n. 8, junto ao estabelecimento do
interrogar sobre a ida do impetrante em mncosa boccal, especialmente da «pyor- PELA FACULDADE DE MEDICINA DO sr. Loureiro, depois da ponte grande.
sua residência, postou também praças pela prisão, bastando para esta verifi- Ao publico e ao commercio ivraria Júlio Novaes & C, á rua Pri-
{>or rhea alveolar» (supurarão constante das RIO DE JANEIRO .Os pretendentes, que tomarem o bend
oar-se pretender o impetrante entrar em O abaixo assignado, sendo credor de meiro de Março n. 13.
na escada do mesmo prédio, sendo tam- Manoel de Barros Pimentel, estabelecido 4 „_n>>ic ii gengivas) pelo methodo do dr. Cruet. Obtura a ouro, platina, (côr inclters- das 10 horas e 40 minutos, terão passa-
seu escriptorio, desde que o dr. delega com mercearia na rua Lomas Valentinas / Dinheiro Correcção de anomalias dentárias froá vei) prata, cobre, granito, cimento, por- gem grátis.
bem prohibida de entrar no prédio ou posição dos dentes) conforme ss valio- celüua, massa, etc. Colloca ácnl--."u«íf,
do prohibe de ofazerje se considera des- n 15, protesta contra a venda feita pelo Empresta ^e sobre moveis usados ou
de sahir do mesmo qualquer pessoa, sas instrucções do df. Hdward H. Ar lentes a pivot; coroas àe ouro, bridge-
como tudo claramente seylê na certidão
n. 3, que é o depoimento da testemunha
obedecido se oin}petran,te tentar/azel^o I
E' que o impetrante se acha sob a
ameaça de prisão, se verifica com as pri-
mesmo :enhor da mercearia, sem ter outros objeiiWsç? do use de uma casa ou
pago aos seus credores.
Recife, 31 de outubro de 1901.
compra-se o^ratesmos convindo.
Para inforniaçoes nu rua da Imperatriz
gle, de New'York'. works, etc. Faz extracções sem dôr em-
Oblurações a ouro, estanho. amsalga- pregando anesthesicosinoffensivos. Tra-
ma de prata e ouro, e oxydo-phosphat» ta de todos as moléstias da bocci e des
LÜLIÔ
De jóias, curo e brilhantes f
dr.Mameliaho. Esta testemunha é un José Martins de Almeida. u. 67. C _______ de zinco.
soes ultimamente realisadas pelo dr. de- «mi ¦ *9 m l<*ntes. Só emprega material de primei A' rua Quinze de Novembro n. 12
dos inquilinos do segundo andar do men Aos industriaes Coroas de ouro ou alumínio, sem sol- ra qualidade e garante todos os trabalhos.
cionado prédio n. 19 e refere que vindo
legado, que as provoca, mandando indi- Âluga-se o armazém n. 55 á raa do Pa- Dr. Ber«ird@ da (systema Morrisson). O.-, preços sao uiouicOi e ao r;li>.nce de
Quarta-feira, 6 de novembro
O agente Martins, legalmente autorisa-
viduos disfarçados comprar jogo, para dre Muniz com grande quintal até ao Occulista do hospital Pedro II.—Mu- Pivot e Bridge-works (dentadura sen :»jdes.
de aulas na Faculdade de Direito, foi pri-
realisar as prisões - em flagrante deüc- do sr. Luiz Vernet, fará leilão,
vado de entrar em sua residência, e ben;
to sobre o que não constitue delicto, co-
cáes e guindaste, apropriado para f-bri- dou o seu consultório para o n. 23 dà
cação de bebidas ou enchimento, madei- mesma rua do Bom-Jesus, 1.» andar.
chapa). ;iua Barào da Victoria n. 25 contapeloe risco de quem pertencer, por de
assim de; sabir d'esta os companheiros, ra etc, e bem assim os andares su- Consulta de 2 ás 5 horas da tarde. N. B. PRIMEIRO ANDAR grande quantidade de jóias, onro e pe-
mo é a. compra e venda do mencionado periores em completo estado de limpeza Roga-se aos srs. clientes o obséquio POR CIMA DO REGULADOR DA MARINHA «Iras preciosas, para liquidações úe con-
que là se achavam não permittindo o dr. Residência—rua Real da Torre—Mag- tas.
jogo. com ac ommodações para familia. dálena. de conetratarem os seus trabalhos, antts
delegado, apesar do cartão do illustre Além das prisões em outros ha a for Trata-se á rua Nova n. 6. de encetai os. AO CORRER DO MARTELLO
dr. chefe de policia, aqueilas entrada e
sahida, e ficando até privada a entrada
•tal declaração do dr. delegado de que
lançará mãos de meios extremos contra
Recife, 31 de outubro de 1801.
Affonso D. Teixeira.
Liquidação de chapéus de cabeça no
Pé Chinez. C«bug.T. l.A.
Dr. Epiphanio Sampaio EDITA A SABER:
Um grande Go com perolss e uma cruz
MEDICO E PARTEIRO com brilhantes, 1 alfinete para grava-
do conduetor do jantar da mesma teste- o impetrante e seu caixeiro, o que revela Bom negocio especialidades — Febres syphilis e Edital
munha e de seus companheiros até ás 4 Ven !e se uma arru-içào e mais utenci O doutor Joaquim Alcemades Tavares de ta com uma grande pérola, 1 annel com
KjKfe
aneaça franca do constrangimento peta moléstia de crianças. safira circulada com brilhantes, 1 cor-
horas da tarde, quando foi conhecida a lios de uma loja de fazendas, a tratar no Residência—Fernandes Vieira n. 34. Koiianda, juiz de direito de orphãos rente
prisão illegal, desde que o dr. delegado Largo do Corpo S*nto n 19, 1.° andar. Aluga-se, reformada, pintada e caiada
Consultório—Rua Marquez de Olinda do município do Recife, em virtude da de oure e platina, 1 meia lua com
noticia do bicho, não obstante reclama- tinsidere o impetrante banqueiro de bi de novo a casa confronte á igreja da Sau- brilhnntes, 1 relcgio de ouro remontoir
R-speitavel publ co de, tendo grande terraço ao lado, gsz en- n. 40. lei, etc.
F; ç j saber aos que o presente edital com 2 brilhantes,curta,
com 1 corrente 1 par de rosetas m
ções • ordem de prisão dada a uma pra- cho, sem direito de possuir escriptorio O abaixo assignado, desejando tornar- C2nsdo, banheiro de zuleijo, cochèíra
ça pelo coronel dr. Bernardo 1
Aih.ta não satisfeito com tantas violen-
*nra suas transàcções, e de entrar, sahir
ou demorar-se em qualquer prédio, seja
se útil a seus amigos,vem por meio deste e sitio murado e zrborisado. Trata-se
communicar lhes que resolveu abrir do no Collegio Pi ytaneu ou com o sr Bianor
dia 2 du corrente em diante uma peque- de Oliveira, rua da Soledade n. 27.
0 PE' CHINEZ" virem ou delle tiverem conhecimento 1 alfinete
do dia õ de novembro do correntt
para
l annel
gravata
que depois ide finda a audiência deste circulado com diamantes, 1 chantelrine
com brilhante,
com 1 brilhante l
cias a liberdade pessoal do impetrante, este residência particular de alguém ou na hospedaria onde poderão encontrar
RUA DO CABUGÁ' N. 1 A juizo -mno, irá á praça pela primeira vez os e medalha com brilhante, 1 dito de fan-
attingindo até a diffe entes pessoas, o tasia, diversos botões para punhos, 1 re-
ístabelecimento commercial ! agradáveis refeições a qualquer hora do Dr. Leopoldo de Araújo GR NOR ESTABKLECIMENTl- DE CALÇADOS prédios seguintes : Uma meiugua dentro k gio de ouro Patee Felipp, 1 corrente
dr. delegado, sabendo que o impetrante, dia ou da noite. NACIONAES E EXTRANGEIROS Ayres, le um quadro á rua de Bispo Cardoso curta e med&Uia com brilhante, 1 de 4
costumava freqüentar á mercearia de Egrégio Tribunal I Obrigando-se mais a acceitar assigna- Especialista em partos, moléstias de com uma porta e uma janella de rosetas com 2 brilhantes, 1 annelparcom
senhoras e creanças. Em vista do grande deposito que tem frente, dous quartos e cosinha interna,
Joaquim Christovão, e onde se suppi e ü impetrante quando mesmo se o quei- turas.
Participa á seus amigos e clientes que resolve seu proprietário vender a dinhei- medindo de frente quatro metros e de brilhante em forma de cobra, 1 relógio
ra considerar banqueiro daquelle jogo, Agrado, sinceridade e modicidade nos ro suas mercadorias com grandes abati- fundo quatro metros e dez centímetros, de ouro remontoir para senhora crave-
de gêneros de estiva, mandou intimar ao continua a residir e dar consultas, da 1
preços. Rua da Roda n. 39, primeiro ás 3 tarde, na 1 annel com 2 bri-
mesmo Christovão sobre a ida do impe- nõo está sujeito ao constrangimento ille andar. mentos, para o que chama attenção dé avaliada trezentos mil réis. Uma dita jado de brilhantes,
Rua do Cabugá, 16, 1,° andar aeus freguezes e do respeitável publico. com portapore janella de frente, uma sala, lhantes, 1 escrivania de preta, 1 corren-
trante em seu estabelecimento, como se gal da prisão, porquanto, além de não Musica nas quintas, sabbados e do- de ouro e platina e niedaiha com bri-
haver crime, a prisão do indivíduo por miogos. .v* um quarto e cosinha interna, mede fren- te lhante, diversos anneis com brilhantes,
¦ fe
lê no depoimento constante da certidão
n.2!
E, (malmente, não satisfeito, o dr. de-
crime opera-se no caso de flagrante de-
íicto e depois da formação da culpa, ex-
Guilherme Freitas éc C
Ao culto
Calçado barato, vende o Pé Chinez.
Cabugá, 1, A. liHICÂ CIRURGíCO-DENTáRlá
CuniiirLiRunyibu-ucniAfíi^
CIDADE DE TIMBAÚBA
te quatro metros e quarenta eenlimelros
e de fundo quatro metros e dez centi- ceira
metros, avaliada por duzentos e cincoen- tes, diversos
volta e medalha com turquezas, 1 pul-
com pérolas, 1 broche com brilhan-
relógios de ouro para bo-
legado sabendo que o impetrante havia ceptuado o caso do crime inafiançável, Dourador e prateador de metaes, espe- O dr. Cavalcanti Ramalho, cirurgião- ta mil réis. Cinco ditas em tudo igual, e mens e senhoras, 1 importante cordão
alugado em dia do corrente mez o* pri- como dispõe o § 2.° do artigo 12 da cita- cialmente ambulas, cálices e sacrarios,
DRA. AMÉLIA CAVALCANTI dentista, pela faculdade de medicina do no mesmo logar, avaliadas cada uma por leque, diversos broches com bri-
da lei n. 2033:
rua du Imperatriz n. 63.
Residência: rua. do Rosário da Bôa- Rio de Janeiro, participa as illustres fa- duzentos e cincoenta mil réis, as quaes fiara bantes, diversas pulceiras com brilhan-
meiro andar do prédio n. 30 na mencio- milias residentes n'esta cidade e nas ei- vao á praça a reqaerimonto de José da diversas correntes para
nada rua, mandou também no dia 18 pra- Ora não havendo crime a punir e nem Fumo da terra velho muito bom em Vista n. 30, entrada pela rua da Inten- tes e simples,
dades visinhas que n'esta data abriu seu Silva Pacheco inventariante dos bens relógios, 1 dita de ouro e platina, 1 vol-
rolos, vende-se barato á rua do Bom Je- dencia. Telephone n. 580.
:«» ças para a respectiva escada, ordenan- motivo legal para a prisão, ainda mesmo sus n. 40, 1 o andar. Consultas de 1 ás 3 horas da tarde na consultório n'esta cidade á rua Direita deixados por fallecimento de João Fer-
ta e 1 cruz com 6 brilhantes, l grande
do-lhes igualmente que não fosse permit- qae quizesse o impetrante continuar a rna Marquei de Olinda n. 59. n. 54, onde pode ser procurado para os íeira Bi-aga e sua mulher d. Saturnina cordão para pescoço e 1 par de brincos,
misteres «le sua profissão. Maria Braga para pagamento das despe-
tida entrada no prédio ou sahida do im- bancar jogo licito, é manifesta a violen- Moveis baratos Dispondo de todos os apparelhos mo- zas judiciaes.
anneis com brilhantes, 1 par de rose-
tas com 2 brilhantes e 1 medalha com
petrante, ou de outra qualquer pessoa, cia feita ao seu direito de liberdade, já Tudo pòr 90^000 dernos e seguindo de perto os progres- E, para constar mandei passar o presen- alGnetes para gravatas, chate-
como consta do depoimento na certidão vivendo o |impetrante sob regimen de
excepção, attentas as medidas extraor-
8 cadeiras de amarello, 1 par de con-
solos de amarellu e 1 marquezão — ou Dr. Eübtâchio de Carvalho trabalho. sa e afhxado no logar do costume.
brilhante,
sos da sua arte, acceita todo e qualquer te edilul que será publicado pela impren- lainesparasenhorasemnitas t utr&sjóias
brilhantes e simples, que serão ven-
n. 1, prestado por Cleodon de Aquino, cada peça de per si, vende-se na Casa Dá consultas e recebe chamados Acceita chamados para os lugares pro- Dado e passado nesta cidade do Reci- com didas
que residindo com sua familia no se- dinarias usadas pelo dr. delegado, e já Sui generis — Cáes da Regeneração n. o exercício da clinica medico- limos mediante ajuste. fe, capitai do estado de Pernambuco, aos
>8, (junto ao bilhar. para AO CORRER DO MARTELLO it _ J
gundo andar do prédio, conseguio cem s .b a ameaça de prisão illegal. cirúrgica, á rua Duque de Caxias n. vinte e nove de outubro de mil novecen- liquidação de contas.
difficuldade penetrar em sua residen- D'ahi esperar o impetrante da sabedo- Declaração 57, de 1 ás 3 horas da tarde, ou em CAXANGÁ' NA PONTA tos e um. Subscrevo eassigno. O escri- para
As estarão em exposição 3 dias
cia ! ria e critério da justiça do Egrégio Tri- O abaixo assignado previne aos deve- sua residência, á O abaixo assignado avisa ao aprecia- vão Bartholomeu SophoclesWallace Coa- antes jóias do leilão no mesmo estabelecimen-
banal a ordem impetrada, segurando-lhe dores da firma Paula Sobrinho á rua Vis- do publico desta capital, e muito princi- lho Meira ae Vasconcellos. to até 4 horas da tarde.
Todas essas violências, verdadeiras conde de Inhaúma n. 18, que em caso palmente á lajeunesse que no aprasivel Joaquim Alcebiades T. Hollanda. 6 de novembro
medidas originaes de excepção, expostas o exercício do direito de liberdade e fa- nenhum satisfaçam seus oebidos se não RUÍDA HORA N. 21 arrabalde acima acaba de abrir um es- Quarta-feira,
A*S 11 HORAS EM PONTO
zendo cessar o constrangimento da pri- dentro do mesmo estabelecimento sob tabelecimento com 2 optimos bilhares e
pelo impetrante, e que ainda continuam, ESPINHEIRO um variado sortiménto de charutos, ei- O dr. Antônio de Olinda Almeida Cavai-
são illegal, que o ameaça como é de jus- pena de pagarem novamente ao mesmo canti, juiz seccional do estado de Per-
como o sitio em seu estabelecimento, sob
pretexto de jogo de bichos, se acham
cumpridamente provadas com as certi-
tiça.
Recite, 31 de outubro de 1901.
abaixo assignado único representante
hoje da dita firma.
Recife, 28 de outubro de 1901. Medico
Dr. Américo Vespucio
operador e parteiro, de passa-
garros e bebidas dos melhores fabrican-
tes; aluga-se quartos com explendido
banho nas margens do Capibaribe, na
nambuco, etc.
Faço saber aos que o presente edital
Leilão «

does ns. 1, 2 e 3 de depoimentos ouvidos O advogado, Severino Lucena de Paula. gem pelo município de Pesqueira, onde rua de S Francisco de Paula n. 62, jun- virem ou delle noticia tiverem que no AGENTE BRITTO
Dr. João Clodoado Monteiro Lopes- Cumprimento ao respeitável publico hamados
espera demorar-se algum tempo, acceita to á linha férrea da estação de Caxangá. dio 9 de novembro próximo, a 1 hora De 1 espelho oval, bons e moder-
em justificação requerida com citação e para-qualquer iogar. Caxangá, 4 de setembro de 1901. da tarde dèpoi' da amlieo ia destejuizi
assistência do mesmo dr. delegado e do Encontra-se, muitíssimas vezes, no Tendome mudado do buffet do Derby José dos Reis Gomes, irá a praça publica a casa de taipa cc- nos moveis, quadros ele. etc.
commercio, a essência de Sandalo pura, para o bilhar da_ Encruzilhada, alli DR. ALFHEDO GASPAR Gerente. berta com zinco, sita no logar Xamego O agente acima, autorisado pela sra.
dr. l.o promotor publico, comparecendo de preço elevado, misturada com essen- acho-me á disposição dos meus bons fre- na freguezia da Boa-Vista sob n. 1 com d. Maria Menezes Coita, que retira-se
MEDICO OPERADOR E PARTEIRO
aquelle até ser ouvido o depoimento de cias baratas de copabiba e cedro, que guezes com boas refeições. 2 portus de frente, 2 janellas no oitão, deste estado, fura leilão dos objectos
Aquino e este até o dr. Mameliano.
Qualquer porém que seja o pretexto,
provocam dores de estômago ou de rias.
O Sandalo Midg, pelo contrario, proce-
dendo unicamente da distillação do páo
Manoel Telles.
0 CIRURGIÃO DENTISTA
Trata especialmente de moléstias de
senhoras e creanças.
CONSULTÓRIO È RESIDÊNCIA—rua da
Imperatriz n. 71—l.c andar.
flyJII IíiéIL. 2 saltas, 2 quartos, 1 compartimento <>e abaixo:
madeira, cosinhn interna e pequeno
O dr. Bastos de Oliveira tem lym- equintal,
Uma mobilia de junco completa, 1 dita
a casa mede de frente 4 metros de páu Ct.rga, 1 divan e 1 poltrona eitu-
I
taes despropositose excessos de violen- de sandalo de Mysore, cura em 4S horas lEPsut-Dicio Ik^Eoreira, CONSULTAS—de S ás 10 da manhã. 60 centímetros e de fundo 10 metros e fada, 1 cama france.za, 1 cupr-la, 1 bidet !
e sem dôr alguma, as doenças juvenis. Avisa aos seus clientes e amigos que Os chamados devem ser feitos por es-
pha animal pura e acceita chama- 20 centímetros, solo próprio, avaliada com pedra, 1 toilette cem pedra e espe- 1
cias do dr. delegado não se justificam
Ao commercio mudou o seu consultório para a cripto.
dos para vaccinação. por 150,5000, penhorada a Aníonio Lopes lho, 1 commoda, 1 santuário, 1 berçu e
a Ti 1 cama
ante a lei, que assegurando a todos o go- Residência—Rua das Pernamhu- da Silva Campos prsra pagamento para criança, 1 meza elástica, 2
O abaixo assignado declara que a con Rua Barão da Victoria n. 19
so de seus direitos, manda punir o indi- tar da data presente dissolveu a socie- PKIMEIRO ANDAR Ao commercio canas n. 20, Catuinga, íelephone zenda mielonsl e custas. Eóte scr> pu apara riores, 1 gu&rda-louç^s, 1 guarda-
viduo, quando este commelte crime, mas dade que nesta praça girava sob a firma —O O «S Um rapaz com longa pratica de escri- b:ica;io pela imprensa e sfnxado no l-_^- comidas, 1 relógio de purede. 1 mar qne-
Frederico Velloso da Silveira continua pturação mercantil, dando optimas re- n. 365. gar do coslume. zã;». bancas, 1 machinu de c- slura.quar-
não ordena actos de inqualificável pre- de Moraes & Freitas, estabelecida ao pa-
teo da Santa Cruz n. 2, retirando-se o so- a encarregar-se da compra e venda de íerencias, offèrece-se ao commercio des- Consultório—Rua do Vigário n. 1 Recife, 28 de outubro de 1901. Eu, tiiiheiras e cabides, tapetes, capachos,
potência. Entretanto os exercita, de mo- cio Miguel Paulo de Freitas, pago e satis- prédios, de disconto de letras sob firmas ta praça para um logar effectivo, encar- a rn ei
João B.pti-ta <ia S.b.a Mangainho, es- candieiros, 1 mosqUi L:irc novo, louças,
do assombroso, o dr. delegado no in-
tuito de por termo a esse jogo, que não
feito de seu capital e lucros, ficando res-
ponsavel pelo aclivo e passivo da mes-
garantidoras, da venda e caução de titu- regando-se também de escriptas avulsas.
los e de hj^potheca de prédios nesta ei-
dade e seus subúrbios e tem para vender n. Quem
desejar diriju-se á rua do Apollo Br. Ah'*» Pontual crivão o esc: evi.
Antônio de Olinda A. Cavalcanti.
vidros, quadros, jarros e outros objectos,
que serão vendidos
constitue crime, pois o art. l.o do código ma o sócio Arthur de Moraes Soares.
Recife, 1 de novembro de 1901. diversos prédios, engenhos e usinas.
8, l.o andar.
OOULISTA Ao correr do marfello
penal não permitte a qualificação de cri- Arthur de Moraes Soares. Compra apólices federaes. SUBSTITUTO DA CLIXICA DE OLHOS DO A'S 11 HORAS
me para a imposição de penas por força
Ao commercio Lyra, Gondim & G. HOSPITAL PEDRO II
Consultório e icside.icia: rua Earão
Terça-feira, 5 do corrente
de interpretação externava ou analógica ;
além de ter o governo do estado con-
A. de Souza & Nogueira avisam que
mudaram o seu escriptorio commercial
Modisia Previnem aos seus numerosos da Victoria n. 18--i." amlar.
freguezes e amigos que mudaram Consultas : de 1 ás 4 da tarde.
Banco de Pernambuco
ASSEMBLÉA GERAL EXTRAORDINÁRIA
Rua do Imperador n. 19. 1.* andar
tractado a exploração de jogo idêntico
com a firma Armando, Corsino & Pajua-
para a rua do Bom Jesus n. 11.
Attenção
Charutos finos dos fabricantes Danas-
Carolina Costa, tendo mudado sua re-
sidencia para a rua da Penha n. 7—1.«
andar participa a suas amigas e fregue-
o seu estabelecimento commerciui Chama-Jos, por escripto.
para a rua do Cabugá n. 2, onde
TC»-*-»—i
São convidados os srs. accionistas a
comparecerem ns 12 horas do dia 5 de
novembro próximo, no palscete da As-
JU euao
¦ "8 ->-

ba e de, em municípios do interior, ser zas que continua a exercer os misteres continuam a receber as suas esli- Agente Britto
mann & C. da Bahia e Poock & C, do sociação Commercial Beneficente, para,
taxado em lei orçamentaria o quantum do de sua profissão. madas ordens. em assembléa geral extraordinária, to'
Rio Gramle. Cigarros fabricados com fu- a a en ¦ Especialista de inol istica do estômago De 1 casa terrea n. G, á rua da Victo-
imposto pelo exercício da industria de mos escolhidos, bolças par»$ fumo, e fu- Os abaixo as^ignaüos Bandeira de An- Recife, 8 de outubro de 1901. e intestinos, syphilis c- r.na.s manifesta- marem conhecimento da situação do ria, freguezia de S. José, com 1 porta e
bancar e vender o jogo alludido. mos das melhores procedências e todos dràde & C, actuaes proprietários da çoes, reor è"ernptivas; tratamento do b:mco e resolverem a respeito. 2 janellas de frente, 2 salas, 2 quartos,
E quando por hypothese, fosse crime os artigos deste ramo de commercio só pharmàcia do povoado Ribeirão do mu- O dr. Theophilo de Hollanda, dará con- estreitamento ás uretlira pei; düátação Ficam suspensas as transferencias ds cosinha externa, e 1 quartinho do appa-
se encontra por preços módicos na Tu uicipip «íg Gamelleira, em virtude de surtas diariamente das 7 às 9 horas da graduril, dã consultas das 3 ; 5 hor.is acções. relho, quintal, raedin 10 de frente 6 rue-
tal jogo, a punição seria a determinada bãèaria Luzitana á ru;> do Marquez de compra feita a Almeida Andrade Sobri- manhã na Pharmr«ci:: Popular, de Selva úz tardc,no seu escripiA>rio á ha Largs Recife, 29 de outubro de 1901. tros e de tundo 7 metros e 10 centime-
por lei, que por ventura existisse,gme- Olinda n. 1 de M. A. Ramos & C. Tele- nhos declaram que são os únicos res- Sobrinho, na Capunga. do Rosário n 38,1.° ar.dür. O secretario, tros.
diante processo regular, e subordinado phone n. 622. ponsaveis pelo activo e passivo de dita Grátis aos pobres. Residência-Rua da Imperatriz n A. F. Pereira de Carvalho. O agente acima, a mandado do illm.

¦m

.* "*


U ..-:V-' -fc%1f«--^'-;-'H
MUTILADO
'iÇ-fSÈISÊÈMffiinfíii"''T" •
i i^fe^^H^jgroj '" "r ' **¦'.._-_ nj
v
imã.".,,.
'
••
#

-.- -. ^ ..--...-•—. - - -*~ ;.¦_.*¦¦' ;,,;,-.-¦—*—¦«¦»


.-n»-,.....».
3 ¦
mp
Yt .

r


?5>>
T^-ca-feirá* 5 úé Novembro i — i ¦ ——I
MM

THEATRO SA^TÂ SS^


__¦
kilos de louro cerejo, 24 ditos com 1023 küos «** *<) a Ipi ^ .rara carga commc] \<i"X* *?t
sr. dr. juiz de direito da provedoria e a de emulsão. ¦¦-;„.,.,
k&
com os agentes
requerimento do inventanante dos bem .,
do finado Victorino do Rego Cavalcanti,
T. A. Comber 2 volumes com 202íkilosgde ca-
rimbose obras de Flandres. .;.•?..$ CAPITAL DO BANCO.
_j_'Eé:%-A* »
Rs.
Amorim Fernandes â G. C09PMHI4
"_
DE DRAMAS, COMÉDIAS E 0PERETAS
Direcção
venderá em leilão a casa acima. R. Carvalho & C. 1 volume com 179 kilos ;de 2.000.0004000
ÍITÍÜ o amorim a. B6 do artista _;_ 2_t-ft."FlI_<r "3s
7 do corrente CAPITAL REALISADO .
lOJE^Ter^eirC 3 de Bovembrõ^HOJ
fei Quinta-feira, tecidos de algodão. » 1.000.0004000
A'S
12 HORAS A. D. C. Vianna 1 volume com 9 kilos de lan- FUNDO DE RESERVA. 50.000^000 3AW
No armazém á rua da Imperatriz
ceiros, etc, 2 ditos com 389 kilos de louça.
A. C. Campos 1 volume com 102 kilos de te- Balancete, em 31 de outubro de 1901. THfiSk M
VAPOR INGLEZ __GRANDE ESTRÉâ
=:__«„ n. 67 cidos. magnífico e finamente-escolhido espectaculo
ACTIVO
s_«is
4.° Leilão EXPORTAÇÃO
29 DE OUTUBRO DE 1901
Accionistas
Empréstimos e contas caucionadas
1:000:0004000
491:2374300
*.-.- -.-. . ._„_&
|
.-:¦ -

E' esperado de Liverpool no dia 8 de


¦- -¦ " "vrri
A primeira rt presenteção d;» primorosa peça comico-lyriça, de
cess o, originai do actor E. MARIN, .ntitulada:
grande sue-

seguindo depois da demora

íájN h.í\tíll_!
Letras descontadas , 954:938.5010 novembro
R 1 AGENTE BRITTOf Exterior Agentes 1.845:01 V74970 necessária para o mesmo porto.
H—P <_ fe H itU k
f^De de amarello, toda' envi-
1 armação No vapor francez Medoc, para Leixões car- Moveis e utensílios 23:773,5540
draçada, com todos os pertences e uten- regaram : J. Baltar & C„ 1 saccos comiSO ki- Edifício do banco 54:9734550 Para carga, encouirnendas, valores e
los de sementes de msniçnba. trala-sc com os agentes
cilios, existentes no estabelecimento^ No vapor inglez Dunston, para E. Unidos,
Letras a receber 1.050:144,5390 passagem., i_sr_r___R,_v_:__ dio
Pérola, á rua dr Imperatriz ti. 61.r W8jp® p-arregaram : H. Forster & C, 4000 saccos com Caução da directoria 50:000^000 Julius von SõhsíeD
fe O agente acima, a mandado do íhus- íKXXK) kilos de assucar demerario. Valores Depositados :
tre cidadão dr. juiz substituto parcial
do No vapor incçlez Beüanoch, para Ne--York, Em penhor mercantil e por conta de terceiros... 1:921.938^090
i3-Ruá do Gômmercio-13
commercio e a requerimento de Be/ntt carregaram : íona & Kraii e, 50 fardes com PRIMEIRO ANDAR duetto genérico, quf? thntos i ppiausos tem alcançado em tedos os theatros, pela
fardos cora Diversas contas 628:377^000
& C, na acção ue execução de penhor, 0210 kilos de pelles de cabras. 22 gcntilissima OXI AiILLER e o : cíor CASTRO.
Fernandes, 4057 kilos de pelles cabras e 13 ditos com 2511 Caixa :
que move contra Domingos "a
venderá os objectos acima.
Quinta-feira, 7 do correnteü
¦ kilos de pelles d<«. cabra. '-í3*I5*3
No vapor inglez Europa. paraE. Unidos car-
regaram : C. F. Csscão, 340 saccos com 25500
Em moeda corrente. 3:479.9544980 MIBMG AM1RÍM-LI! A primeira representação ds dcliea comedia em u~t acto, original italiano,
traducção do ranteado homen? deitttn-s tí. PIXíTUIRO CHAGAS.
A'S 11 HORAS kilos de assucar mascavado. '
Rs. 11:500:3444740 O VAPOR
UM INFANTICI DIO
DAGIA
Para os E. Unidos : J. J. Mello & C, 1430 PASSIVO
m LEILÃO
paccos com 107250 kilos de assucar masca-
vado. 9Ü
No vapor allemão Maxemburg, para Bremen Fundo de reserva,
Capital
50.0003000
2.000:000^000 na qual tomam parte a 1.» actriz D. MATHILDE AKTERO
tineto setor G. SE^ULVEDA.
e D. SOPHIA e o dis-
' -1
fp.rregaram : Neesen & C, 1U00 saccos com Lucros suspensos 40.365^720 90.365.V720 E' esperado da Europa até o «.'.ia 7 de i
AGENTE BRITTO 75000 küos de caroços de algodão Depósitos : novembro e seguirá depois da demora A finíssima comedia em 1 acto
"\7"ZT_J^^_f__
De boas prédios etc.
Para o Porto : Neesen & C, 203 fardos com
31691 kilos deagodão. Contas correntes de movimento 2:6SÍ.Í5VÍ$37Ò
aecc-í"raria nnr.i <3 _V-_:_^-^lX__DC3 TZ>^
O agente acima, a mandado do illustre VICTORIA, RIO DE JANEIRO E SANTOS
dr. juiz de direito ds provedoria e a re-
querimento do invéníariãntè
do espolto
Iríier.iaf
No vapor riscional Belém, para o Pará car-
regaram : A. Irmãos & C, 100 caixas com 1100
Contas correntes de aviso
Letras a prêmio
1 185.6u2SB00
1:86'/.891M"Ó 5:727;648j|440
16^8033910
Entrará do porto.
N. D.—Não se attenderá mais a nenha- soberbo
T
e originalíssimo bailado peia formosa OKI MIlLER.
de Custudio José Pereira, levara a leilão í.ilos de sabão e 453 saccos com 27000 kilos de Diversas contas 1 530:0483580 ma reclamação por faltai: que não forem
M os prédios 3bsixo:
Uma casa n. 24, á rua ao Palma; ser-
milho. Diversas garantias.
Pura Manaus : Loyo & C 25/2 barricas com Depósitos voluntários
1.173:4633090 communicadas por escripto á agencia ate
3 dias lepois Sa entrada dos gêneros ua tsção da
Terminará este attrahenle e rovissimo espect-.ca!o com a primeira represen-
798:4753000 popular e universalmente eonhecida 7arzue!a cm 1 -:cto
vindo de base a offerta de l:8o05pQQ; ds 1500 kilos de assucar refins.do. Dividendos ns. 1 e 2 saldos a pagar...,.. }5:5403000 :>?f;indegã.
^s 2 casas térreas ns. 3 e 5, á rua Para o Pará : J. P. Lapa, 4 pipaa com 2775 No caso em que os volumes sejam des-
*
Amiznde, servindo de base as offertas ütros tíe álcool e 6 barris com lCSO litros de O. Rs. 11:5 0,3443740 carregados com termo de avaria, éneces-
J t f9_,_Lv_r_ra_P
_,i_s<Ü~ _j
mel. de novembro de sario a presença da arrcuçia no acto da
de 1:8504000 por cada uma. Para o Maranhão : Borel Sc C, 12 volumes
Pernambuco, 2 1901. A acção passa-se em Madrid, aclunlidade.
Quarta-feira, 6 do corrente com 850 kilos de fumo. Francisco Augusto Pacheco,
Director gerente.
abertura, paiapoder verificar o prejuizo
e faltas se as houver.
Preços e horas do costunie.
A*S 11 HORAS Para Manaus : P. Alves & C, 51/2 e íoU de espectaculo haverá bonds e trens para Olinda, linha principal
barricas e 105 saccos com 16461 kilos de 5.a-.;u- H. A. Lcdcbour, Para passageiros, carga, frete, etc, No Cm do
No armazém á rua da Imperatriz car branco. 4/„ e 20/s de ditas com n90 kiios de Contador. trata-se com os consignatarios voltando pelo Arrayal.
n.67 assucar refinado, 40 barris com 3400 litros de
aguardente e 50 saccos com 30000 kilos de fa- Borstdmaau & íl. Em ensaios, a <r^ndio5a revista local
AGENTE SILVEIRA rei lo de algodão.
Para o Pará : A. Jovino Fonseca /o/s e 2o/4
ti '*bzJ? Ü__iT" \T. 5—lüm do Bom J^sus—N. 5 PERFSAfVIBUOO POR UM ÓCULO
de barricüb com 7750 kilas de assucar branco e CAPITAL 1.500.0003000
PRIMEIRO AKDAB
10tr/z ditas com 141».'0 kilos de assucar branco.
--.¦f_ti_í"

!De prédios
Sexta-feira, 8 do corrente
Paia o Pará : M. Dreschér, 2C0 saccos ct-m
12000 küos de. feijão.
No vapor nacional Beberibe para Araraty.
carregaram : M. Suuzaòt C, 6 barris com Kí*
CAPITAL REALISADO
FUNDO DE RESERVA
750.0003000
900.000$000
Balanceie, ein 31 de outubro de 1901
;:oibii1ií de iipiõ a Vapor fufciatwo 5to ZJ?
litros de álcool, 1 atado com vassouras. 5 du-
A'S 11 HORAS
zias e 2 caixas com 16 kilos de vellas. AOTIVO PASSIVO C0NFE1T0 VEGETAL, LiXATI¥0 E REFRIGERANTE!
Na agencia á rw~ da Imperatriz n. 32 Par-: a Bahia: A. Menezes te. C, 4far;íos com
750.0003000 Capital
1.500.0005000 SEDE NO MARANHÃO contra FSsiSÃO BS VENTRE
H O agente acima,.por mandado do illm. saccos vazias. Accionistas
O VAPOR
sr. dr. juiz de direito dos feitos da fo- ?ara Pftneáo : C. Drogas, 1 atado com 8Ü Letras descontadas 1.190.ÍU7A990
DEPÓSITOS:
zenda, a requerimento do* invèntariançe liiros áe álcool. „¦",;''-¦¦«,
Rodrigues & C, 50 caixajs
Empréstimos e cauções. 3.035.;íí!Oá910 Approvado pela Junta central de Hygiene pcblica do Brazil
Para Penedo : F.
da finada d. Francelina Duarte Menezes com 1100 küos de sabão, 4 latí-.s com SÜ kilos Fundos Públicos
Diversas agencias i:212i39234Ò0 Conta corrente de mo-
Farias, levará a leilão a chácara n. 10, cie phosphoros, 5 caixas com 160 liiros de oer- 195.5-18A000
vimento 1.461.0025630 E' esperado do norte alé o dia 5 de g~5»stb laxante, exclusivamente vegetal, é admirarei contra affecções do^
sita atravessa da Jaqueira, freguezia do veja, 8 caixas com 64 litros de gaze-àa e 5 bar- Mobilia 41.1873650
Contas corn aviso 934.4865450 novembro e seguir.; depois da necessária „j_ estômago e do fígado, ictericia, bile. Sua acráo é rápida e benéficas
=-n- 8S8.788.t3l0
Poço da PaneUa, com jardim na frente, fie e 13 âncoras com 920 litros de fruetas 3 Diversas contas Letras a prenuo 4.117.4315380 dt mora pára nas enxaquecas, nas inckações do ventre, provenientes de tn#?jmmação a
todo murado, portão de madeira, tendo coras com 200 litros de vinsgre, l caix.% com 10 Caução da directoria — 30.0005000 Diversas agej c as— ... 55.(07-5 40 Ceara, Camocim, Tutoyá, Mara- intestinal, porque não irrita os orgàos abdominaes. O Purgative ^ulien gj
a casal porta e 4 janellas de frente e 1 litros de cognac. 1 dita com 10 litros de gene- Valores depositados . 5v334;6483930 Fundo de reserva 900.0005000 resolveu o difficil problema de purgar as creanças que não acceitam purgativo [?J
2 salas e 5 bra e 10 meias com 600 litros de assucar reli- Letras a receber 1.6«6.914354O Lucros suspensos nhão, Pará,
/i porta e 2 janellas no oitão, nado. 170.5.^8*100
I ariatins, Itacoâtiara e Manáos algun.
¦ ii
externa e mais 1 quarto Edifício do banco 159.800^950 Diversas contas
quartos, cosinha Para Aracaju: F. Irmãos & C, 50 caixas 1.673.1405360
externo, diversas frueteiras, cacimba com 1100 kiíos de sabão. . Depósitos \ oluntarios.. 780.9275690 stevaporéilluminado aluzelectricae ea PARIS, 8, m Viviease, e nss principaes Fbireseiss e Drcfíria.
com boa água potável, perto da estação Para a Bahia : 1 caixa com 1440 kilos de ba- CALXA: Diversas garantias 4.583.7213240 offVreee optimas accommodações aos se- LDepoàte
da Jaqueira. ralhos- ¦ nhores passageiros.
Para Panedo : Moreira Sc C, 1 caixa com /ü
- ~ T,
Os srs. pretendentes podem examinar. Em moeda corrente e em
Em continuação
O mesmo agente lcvarA a leilão diver-
kilos de fumo. .
Para Maroim : Moreira „ C, 1 caixa com /O
kilos de rótulos da cigarres.
conta corrente em ou-
tros bancos
DIVIDENDOS:
1.759.659^600 Saldo apagar... t. ....
Para carga, passageiros e valores tra-
8.0713500 ta-se com os agentes IHHU1HÍ È
Pr e» rT«l f Jíí %js ti f*
p^

3 A '-(-¦?i
sos moveis, louças, vidros, jarros, can- Para Aracaju: Á. Meneses & C, vO fardos
com saccos vazios. Lemos &, C, 1 barrica com Rs. 16.204.3495390 16.204.3495390
Amorim Silva & G. E5 l__o_!ü _a_i
4 dieiros e mais moveis patentes no acto 150 kilos de carvão annimal e 2 caixas com 16
Rs.
N. 18--Rna do Bom Jesus—N. 48
do leilão. kilos de massas. •
Para Aracaju : A. Cruz & C. 4 barricas com
168 htros de álcool e 20 barris com 80 litros de
S. E. & O. Pernambuco, 4 de novembro de 1901.
1.» ANDAR
productos EXTaA-rraos
?*:<
vinho de canna. Assignados Wan°el Leal, gerente.
(F. Iimm.£ contador. UNBL4 LAMPORT a íiOLT Esta perfumaria não sendo fabricada com pr«-íductos ordinários reccmmend-
IWB aWB fssaa lt » <*«!? fe No vapor nacional Planeta, para Manaus VAPOR INGLEZ aos sens numerosos consumidores de sempre verificar o sello de garantia reprea
carregaram : P. Pinto & C. 200 barris com Joaona Bezerra G Campeilo sentando um colibri cora uma aza aberta sobre um fundo de orchtdeas.
PIA 4 •16400 litros de aguardente. 45 ditos com 3o90
MERCADO DE CAMBIO
litros de aguardente e 1 pipa com 520 litros de
álcool. . «ru-.
iàffl&wm&.vSr. SÉTIMO DIA
João Vicente d;- Silv» Costa, Au- PENRITH GASTLE AGJÃ DE COLÔNIA GOL!331
O mercado abrio a 41 "/ig- elevando-se mais Para o Ceará : C. Barza, 1 caixa com *9 Jitros a» tt E "KÍ !»i_ li-tí "'SI I*a_-Vç*. •™^.v—.gasto Carlos dà Silva Costa (ausen- E' esperado dos portos do sul no dia 7
A rainha das egu?<s dc Colônia juntando-se ao mais delicado perfume e as
tarde pára 11 3/4, com exoepção do River Plate de perfumariss. _ 53SS te), Leovigíldp' Samuel ái\ Silva de novembro, seguind:. depois da de-
ver ladeiras qualidades d'ügna dc Colcaic- para cuidado da toüVtte. preservativo
que manteve durante todo o dia sua taxa pri- Para Manaus : J. Jl. Lins, 15 meias barricas, fiiaria A.mãIIã de Sampaio p Co.it*>, l:'£ria Aurora da Silva Cos- mora necessária para
New York.
mitiva, e os demais oscillando entre a primei- com 1290 kilos de assucar branco. contra epidemias, e medicamento coníra dores de c-beça, caimr.n!e dos ataques
Umbeiiaa de Sampaio âlcofora- | ta. Amaro Bezerra da Silva Costa,
ra e a segunda, fechando a 11»/« em todos os Para o Maranhão : Antônio Campos & C, 1 do, suas irmãs e filhes agradecem a José Bezerra da Silva Costa, Nila Bezer- Para cargas, encommendas, trata-se nervosos e .-igumas gottaa ern um copo com água purifica c sangue, faz se um re-
bancos. . pipa com 510 litros de alcooi. todos aquelles que se dignaram as- ra «ia Silva Cost;i e Cíotilde Bezerra da .•om os agentes fresco delicioso e acalma instantaneamente a sede.
Constou pequenos negócios em lettras a.... Para Manaus : A. Reis & C, 2 caixas com Importante é exigir o sello de g ;rantia p-ara evitar grosseiras imitações.
1113/is.
BOLSA DE PERHAMBDGO
calçados.
Para o Pará : O. Maia & C, 1 caixa com cal-
, | sistir ;;o ériterrarnentq de sua pre
g sa.-ia irmã e tia Maria Ama lia da
Silva Cosi::, irmãos do faüecida Joanna
Bezerra G Campeilo, convidam os ou- Julius von Sôhsten Coíibri cil azede de flores para perfnmar os cabeüos.
Idealina Pó de arroz extra fino, tiauco c cor dt rosa, e com Ioda classe de
çados. ' _ , Sampaio, e de novo os convidam', bem tros seus parentes «pessoas oíaigas.bem N.43—Raa do Goramsrcis—íí 13
COTAÇÕES DA JUNTA DOS COMUSTOtUCS fará Manaus : O. Maia Sc C, 1 caixa com como cs demais parentes e srmgo's pia» »:.:-mo as da quella sua sempre chorada PRIMEIRO ANDÀB
perfumes.
Dia 4 calçados.
Cambio sobre Londres a 90 d/v a 11 3/4 d. por Para o Maranhão : Borel & C, ' 2 ' caixas' com ouvirem ás missas que, e;a süffrãgip de
su'almn, mandam ctíebrar no dia 5 do
ir:v.ã, a assistirem ás missas que man-
dam celebrar do dia 6 do corrente, seti- QÜADRUPLE EXTRÃCTOS PARA O LENÇO
1J000 do banco. 102 Kilos de rape. '¦ • *
Para o Pará : G. Ferreira & C. o5 barricas corrente, ás 8 horas £r> manha, ua matriz mo 'Md de siju priss-imento. EO¥AJ_ MIL Esics extractos muito concentrados de perfumes delicadíssimos firmam-se por
Cambi¦•• sobre Lo»dres a vista a 11 9/18 d. por com 5290 kilos de assucar branco. da Bôa-Vista, confessajjdo se snmmamen
StèáBa Páèkeí Coiapaaj terem sido udoptndos na sua apparição pelas famílias.
— *Wd^l|_*^7~ir~'T T~~t*Tl~t

1^(000 do banco. Para o Csará : B. Sá & C, 2 caixas com cal- te gratos a todos que comparecerem a Principaes perfumes: Ylang & Ylang, Heliotrope branco, Feno novo,
Presidente—Pedro Soares.
Secretario—Antônio Leonardo Rodrigues Filho. esdos. essp acto. _W_s_«Bs O PAQUETE Rosa branca, üssencia Bouquet, Violeta etc. etc.
rV MERCADO DE GEKEROS
Assucar—Para o agricultor por 15 kilos: dos*
Para Manaus : B. Sá & C, 2 caixas com cal-
cs. dos
Pa,k o Pará : B. Sá & C, 3 caixas com cal-
g_B3___a^^__^____g__a__i__3_--a
Joaana Beaerra Gy.valeante Gana-
pello slui MAGDALENA Ultima Creação, Brisa do Amapá : perfume de flores de orchideas.
Os productos d* perfumaria COLIBRI encontram-se em tedas as casas de
negocio d'estc estado. sx
*. 2ÇSO0 a 3(?300 .- L^arindo Rodrigues Cpavpello e O VAPOR
Usinas Para o Maranhão : Azevedo & C, 1 caixa Commandante J. Popp __^c_KE3:_NrT__: o-_=___2_£__i_ m
Crystalisados 3 a * com 25 kilos de papel de cigarros; ¦¦Im i'""' ti lhos agradecem a todos os E' esperado dn Earopa no dia 7 -e no-
Demeráras... (96 gr.) a a S No vapor nacional Manaus para o Ceará, 17 qüe acompanharam os restos mor-
Brancos
Somenos.
Mascavados
3^200 a 3^800
2S200 a 2s300
1Í80O a 16900
carregaram : J. A. Fonseca, 330 caixas com
3630 kilos de satião, A. Fernandes & C, íOO
saccGS com 50C0 kilos de milno.
| ttes de sua extremosa esposa e
1 mãe Jòanna Bezerrs Cavalcanti
Gampell:-, e ne novo convidam •:-. seus
vembro e seguirá para Bahia, Rio de Jí—
neiro, Montevidéo e Buenos-Ayres depois
Commandante 1.° tenente Salgad~ Menezes da indispensável demora.
«* TANTINO BARZA
a 15700
Brutos seccos
Brutos melados.
6
láõOO a 1^600 Para o Pará : P. Alves & C, 300 barricas
com 19800 kilos de assucar branco. parentes e amigos pára assistirem á mis
L' t speraõò d;js portos do norte no
>\h, 7 de nòvémoró. Passagens para Hamburgo, Bremen,
RUA MARQÜET DE OLINDA N. 2
a 15100 sa que rnsiidâm celebrar na igvejaria S,.n-
Retam.es.. % No vapor nacional Espirito-Santo, para Rio ta Cruz. ás 8 horas <a manhã, do dia 6 do Seguirá pura os portos do sui no mes- Antuérpia, Rotherdam e outras cidade Para carga, passagt Ds,encommcn(_s e
Algodão—Houve transaecão a 9$800 proce carregaram: L. Alheiro & C, 250 saccos com mo fiiíi. continentaes, são emitíidas nos mesmos valores trata-se com o agente
dencia do sertão. 15000 kilos de milho e SCO ditos com 12000 ki- corrente mez, confessando a todos o seu O TAZLEOZ. TGMCO AU-
Álcool—De 38 graus a £400 e de 40 graus
a #450.
los de feijão.
No vapor nacional Gráo-Pará, para o San-
reconhecimento.
_áa___B____SB_g_—E__g~--^B_gB-S O VAPOR
termos que os de Southampton.
Preço das passagens para o Rio tis Ja- Dom de Sampaio Ferraz IvIErmCTO E NüTRSíJsTE.
Aguardente—Cota-se para o agricultor de tos carregaram : à. J, Fonseca, ii saccos co n Manoel G-arriao neiro por todos os vapores da compa- Ia. . :—tingüe m—N. 16 ÜIÃ A.UXILLVR c:c-^nTv*o
£220 a 3240 a canada conforme o grau.
Borracha—De mangabeira 2^000 & 2JJ400, o
660 kilos de assucar mascavado, 106 saccos TRIGESIMO DIA íFliii iÜToAfa i U nhia: Vtfí ;Mr>'l PRiMEino andaf (íreule) VALIOSO PARA OS DY3-
com 6350 küos de assucar mascavado, 2 ditos L Maria Garrido Pussini e seus fi- Corninandante J. P. Azevedo T—jx.s^saro^crEj i<r. i a
kilo. 120 kilos de assucar branco, 82 ditos com 4820 PFPTKTnSL
r Bagas de mamona—2^00 por 15 kilos. kilos de assucar mascavado e 15 ditos com 904 «_|^_lnos; Manoel Garrido .lunioç- e sují
mulher convidam a todas as. pessoas E' esperado dos portos do norte no dia
ÍDA E VOLTA •. 30Q$Q(*)
Para fretes, passagens, valores e en-
t i - - _ - — • • • •

Caroços de algodão—A $600 sem negocio.


Couros espichados—1^1030 nominal.
kilos de assucar branco.
. Na barcaça Nuben para Camaragibe, carrega- de soa amísade para assistirem ás 8 do corrente.
Seguirá para os portos do sul uo
commendas, traia-se com os agentes Norddeutscher Lloyd
Couros salgados—Vendas a lá030.
Couros verdes—Cota-se a 3540 o küo.
ram : F. R. Silva & C, 1 caixa com calçèdosi
Mendes Irmãos, 2 fardos com saccos vazios.
missas que, pelo eterno repouso de
seu presado pae, avô e sogro, serão ceie mesmo dia. Amorim Irmãos & C. O VAPOR
•".f^A
Milho—80 réis o kilo. bradas na matriz de Santo Ántcnio, no
Às passugens pagas a bordo custam Tf. 3—Rua
ào Bom Jesus—N 3 &* ?f a? f$\ ?Ks f&? l%illf_)
\-
Mel—A 20#000 a pipa.
Pelles de cabra—Primeira sorte 260^000, ARRECADAÇÕES dia 5 do corrente, ás 8 horas d» manhã,
trigesime dia de seu passamento. Desde
1*5.ÍS ÍÕ «/n.
' COB LEMZ ilfHffl
refugo a 70#Q00 e cabrito a 20£iü00 o cento- FEDERAES, ESTADÜÁES E MUNICIPAER
Pelles de carneiro—Primeira sorte a......
120^000, refugo a 40g000 e cordeirinbos a..
ALFÂNDEGA ja se confessam agradecidos a todos qua
comparecerem a esse acto de religião c
As encoinrneudas serão recebidas ntó
t hòri ;da tarde do dia da sabida, no tra- MONTEVIDÉO E' esperado da Europa até o dia 11 do
corrente e seguirá depois da demora ne-
«^
1Q£000 o cento. Dia 25 477,s7e0 piche Bsrboss, no Cáes da Companhia cessaria para Rio de Janeiro e Santos.
Sola—7#00G e 9A0Q0 conforme a emalidads.'
COSSÜMO
Üia
Total
lii0.6i7iv57S
146.125,5333
g_a_B_-_B__âB-ga-BB---gaag_«-_i
^«.ntonio Uai tlu lomeu. ae Jiraujo
jLima
í*ernanibncaaà. ¦
Aos art;. carregadores pedimos a sua
Attenção para a cláusula Ia dos conheci-
0 pataciio S. Rosário
Este vapor é illuminado a luz electrica,
entrará no porto e recebe passageiros.
MERCADORIAS OESPACHAÜAS.S- 24 DS RKCEBEDORIA. DO ESTADO mentos qae eis seguinte: Acceita carga para Montevidéo a 'J tra-
PRIMEIRO AIsNIVERSAMO 1 an- N. B.—Não se attenderá mais a ne-
OUTUBRO DS 1901 Henda geral A f milia de Antônio 3art_olo- No caso de haver alguma reclamação tar na rua do Commercio n. 26,
i bontra a Companhia por avaria ou per- dar. nhuma reclamação por faltas que não fo- O Eslâclo _>"íS_i_
- L. Guimarães & C. 1 volume com 225 kilos Dia 4: de Araújo Liima, convida
de eixo8 de ferro. Direitos de importação... 5.680^3H
(ajá^meti
da, deve ser feita por escripto ao agente rem communicadas por escripto á agencia __2_x' í o E—ihcr
aos seus parentes e ümigos para as
/ ff- J. D. Moreira & C. 2 volumes com 293 kilos
de obras de vidio, 2 ditos com 135 kilos de
nireitos de exportação... 5.5b3^673
Total 11.2*3^984
^
| sistirem
lebrar
ã missa que, manda ce-
seu eterno repouso ás*8
no respectivo porto de descargf.,_ dentro
de 3 dias depois de reelisada. Não pre-
C01FÁMI1 IAüIÕM Wm-
até
na
3 dias
Alfândega.
depois da entrada dos gêneros
O/J prccir_?o tis ccv__.
obras de Flandres e louça. ? pelo No caso em que os volumes sejam des- gr-;í__ p^£s. T-ot c_çs
J. S. Lima 4 volumes com
de vidro, 1 dito com 64 kilo» de obras de co-
385 kilos de obras
Dia 4..
Recife Draynage
357p25
noras da manhã do dia 6 do corrente,
primeho anniversario do seu passamen-
cedendo esta formalidade a Companhia
•Soa isenta de ioda a responsabilidade. &AGÃQ GGSTBÍ1Á
carregados
cessaria a
com termo de avaria, é ne-
presença da agencia-no acto
de izãígp&ia, i's_aaâc
bre. to, na matriz de Santo Antônio, desde já Para cargas, passagens e valores, tra- VAPOR NACIONAL dííícliv-a. cT—1~i in-
L. Albeiro & C. 5 volumes com 226 kilos de Totai.... ta-se com os aceníes da abertura, para poder verificar o pre- Ov?
rolhas de cortiça.
Fonseca Nunes & C. 4 volumes com 253 ki-
PaEFEITÜRA _ONICI»AL
61.989.-537
se confessa agradecida a todos que
comparecerem a esse acto de religião e
caridade.
Pereira Carneiro & C.
juizo c faltas se as honver.
AN
Para passagens, carga, frete etc, tra-
t-..
"•* . -- J

3
Dia 1 a 30.... Amk *"¦' ^ ,c—
los de meias de algodão (tecido). •••••««•i o_i ta-se com os consignatarios 'fc~3."sCç
3.67i/;727_ __S_____fg£_________2£~S-~&^3^3 S—B.ua do CooiHiarcio—6 reniinij" 2
J. A. Couto 1 volume com 33 kilos de capsu-
Ias e xaropes.
J. Leite 2 ditos com 351 kilos de cadeiras
Dia 31
de
Toíaí... 65.'66Í"^0S4 Bernardino Gomes de £ íçpieireco
José
TRIGESIMO DIA
Francisco de Figueiredo e
PRIMEIRO ANDAR Presentemente neste porto seguirá
demora para Porto Alegre e escalas.
sem
KEmã k c, dz^axLo, a_: ízituxe '¦ ^
r""-rr;i-r-»--. *>r'.' c_ -"ígiíir-
madeira. O VAPOR N. 4-Caes do Ramos-N. 4
J. Novaes & C. 1 Tolume.com 80kiloide
gomma, tinta, lacre, etc.
A. da Silva Ramos 5 volumes com 271 kilos
de torcidas, obras de ferro, vidro e cobre.
SOTAS MARÍTIMAS
VAPORES ESPERADOS
Mez de novembro
sua familia, tendo recebido a noti-
cia do fallecimento
irmão e comp dre Bernardino Go-
de seu presndo
. NAVEGAÇÃO 'ip m ai?? *5gS5' fiaia
_f& Tjsz^rÂc o pzú^do dc
C2CV3
"c".*i
<"j, ICte- CCS O

Viuva d« F. A. Pereira Pinto 1 volame com mes de Figueiredo, em Juiz de _3 ESS= ffg£1£& ^&&
Continenli, do noríe, a 5. a todas Portos do sul
428 küos de pelles^prep-radas. Espirito Santo, do norte, a 6.
Fora, Minas Geraes, convidam
Dirccto a Santos E' esperado do su!, até o dia 8 do m í*"
sssisíi-
A. Amorim
tecidos de algodão.
& C. 2 volumes com 342 kilos de Magdaiena, da Europa, a 7.
Scholar, da Europa, a 8.
as pessoas de sua amisade
rem ss missas que pelo repouso eterno
para
O PAQUETE
corrente e seguirá depois da demora,
para Porto Alegre c escalas.
I
| í\ I
11 fl íí 1 \2fiT ÍJÜ.BC3

A. O. Bastos 1 volume com 110 kilos de len-


ços, boi racha em tecidos, etc.
J. C. Maia & C. 1 volume com 147 kilos de
Penrith Castle, do sul, a 7.
Bacia, da Europa, a 7.
Orissa. do sul, a 9.
de su'alma mandam celebrar na matriz
da Bôa-Vista, pelas 8 horas da manhã,
sexta feirai 8 do corrente, trigesimo dia
¦ *s0 N. B.—As reclamações de faltas só
serão attendidas ate 4 dias depois das
B
Lu íí 1/ ii 1 i II 111
II á I ll U U
Z.Z^^JZ±~

chapéos de palha e de feltro. â tfés ?¦ • sz.i-z: C Flterxzdzs.


Fr. von Landy 1 volume com 43 kilos de co- 7APOF.F.S A SAHIS do seu infausto passamento. Antecipam Cammandànte Sá Pereira descargas dos vapores ^=0 mais effieaz produet-
bertores, jarros e guardanapos. Mez de novemoro desde/já sinceros egradecimenios a todos Segue nestes dias. Para'carga, vaiort-s e cncoro.mentías
Éerapenticoda medicina moderna rnbricaio tii:"_nvJt__we por
J. Gonçalves ák C. 2 volumes com 540 kilos Santos e esc., Ville deS. Nicolas, a 5, ás 4 ho. os que se dignarem comparecer. K-ícebo carga, encommendas, passa- Iraia-se com o agente
de tecidos de algodão. R. de Janeiro eese., EsviritoSanle, a 6, áf= 4 b. SM^_^2S3:Síe^i^__£3^32S^?í®3^gSi
Silva Marques Sc C. 25 volumes com 675 ki- Buenos-Ayres e esc. Magdalena.s. 7, ás i2 ho. Francisco Jbibanio Alves Guimarães gens e dinheiro a frete,jité ás i2 horas
manhã co dia da
da José Ignacio Guedes ?&air* Cura freqüente de i Bürrôü^s Walícomè <_ C2.,
los de cognac. „'1„X« NeTV-York, Penrith Castle, a 7, ás 4 horas. PRIMEIRO ANNIVERSARIO partida. N. 16—Rua do Gorairercio—-£. ii>
P. Carneiro & C. 380 380 volumes com.3935c0 Liverpool e esc, Orissa. a 9, ás 12 horas. Maria da Silva Campos Guima prihbnu> •
31/. <?.
e«i 2í horas
qualquer toss*-PELA !.J . JrELS e ÍÍQVA YOg_.
Chama-se a attençíto dos srs. carrega- EXMA.
APPUOVADA
kilos de xarque. „^ ,-, J . ¦ ^JL^rães, seus filhos, gear.-, noras e ne- dores 10.» dos conheci- INSPECTOR5A GKRAL DE SAÚDE PU3LICA
Muller & C. 3 volumes com 765 kilos de teci- PORTO 00 REGIFE! i tos, convidam aos parentes e air.i- ajcp.tospura a é acláusula seguinte : ¦*¦ -. ~.t- .- - Eis um Agente therapeulict
dos de algodão. aoviUEjrro do dia 4 de novembro | gos par;> íissistirem ãs missas quí- qv;e COMPAGKIE ^. T : • ;-i 5*|C:', ¦ cb!id;> nor orecesso e#p^-i*«
Fernando Silva & C. 1 volume com 241 kilos mandam celebrar alma de i u Nc- ccsm> de haver üi^uaia recL-irnsção ríli-W. J.Í1.U ' d:t deslillacão do carvão de
de tecidos de algodão. Entradas | por avarie ou pe*--
contra a companhia,
F. Monteiro & C. 4 volumes com 56 kilos de Havre e escala—23 diss. vapor francez Ville nanes esquecido filho, irmão, cunhado e da, deve ser feitr. -:or por yâOíT Pinho Canadense liolsamiro e que é irifiüJiveJ-
lápis, pennas, goiaema, etc.
Krause & C. 2 volumes cora 176 kilos de áe S. Nicolas, o'e 1184 toneladas, comoasiri- tio Francisco Iiibanio Alves Guima-
dante A. FãntÔsíne, eqúipagéín 35, cariava- rães, ás 7 é meia horas da manhã do dia respectivo do porto
escripto
da descarga,
ao ageule
dentro B
¦ 7 sfj - bit f\V Eis
l.l.
SÜUtó * _4" S I Kü ¦>
ü
esu^cirico •ab;ü>lu!í
,,-i3 fco esoeauco
das moléstias do appnre-
C RBOS FÚNEBRES
obras de. cobre. rios gêneros; a José Baliar & C. 6 d" corrente, na matriz da Bòa Vista. de três dias depois de Analisada. Não
Paquebots— F5oste Fráiiçãis piralo; . i. E' pre-
ihü respiratório,
E. R. PAULA MAFRA
F. Lauria 2 volumes com 116 kilos dé livros Poffo-Alègr< e escslfi—-22 dias, vapor nacional a todos comparecerem a precedendo est?. formalidade, a compa- parado em xarupes e pastilhas. Cure prooigio-
impressos e cobertores de algodão. Agiadccem
Jtapoan, de 46!-! toneladas, commsmdante H. esse aefe de reli^iã1 e caridade.
que nhia fica isenta dc toda responsabilidade. Liribas do Allantica lamente: bronclnte, asthma. coquetueho,
tísica
tn-
Rua da Paz n. 1
Companhia de Drogas 1 volume com 48 kilos esperado da Enròpá no dia 14 do escarro* sangüíneos, pulnwnar.
de bicos de borracha, etc, etc. C.
ros;
.Miies,
a Jo«é
eqoip^geir»
Ignacio
30. carga vários gene- ^BBBS_B_gg_8___jg__l_aa______gB
Guedes Pereira. Manoel òreírjâ Küaeiro kcíipíorto—Cáes «ia Cíüiípaíihiu. corrente o pr.quete E'
francez
fluenza,
Não é um niyste.-íoso especiiwí
H. Fuestemberg l volume com 2 kilos de li- II PlTBlti Pf.ra enganar a b&a fe do povo,
vros de leitura. S&hida SEX^VGi SI.'5 0 DIA Pernambucana a. Í2 BI bfl I íF'çi! aoreçoar.d»-lheiininerecidase_i-
J. C. Osório 1 volume com 15 kilos de ima- Manáos e escala — Vapor nacional Manaus, J;;CJniho Boudhc de. Aa^orim e f% m«& P&3 v&& i u cac;-s como &egtiebíemenlâ sna hoje acontece ¦v.
gens. con-imandanle F. Almeida, carga vários ge- Francisco da Nãtiyidãde Saldanha,
, M— ü entre productos snnUR.es. A
bèrana sobre qutlq:er outra preparac-J
acs«.«. e
'«- nBBfielSfC^ÈilillSini
lUUUI.GAll- j.j<J _t»***iw*í *§
A. Campos & Irmãos-12 volumes com 794 ki- neros. compungidos peus infausta noticia HipiB i SpppO írrilhfâfí
I1I
los de linha de algodão. BM
Observação do fallecimento em Portjtfgal, do te';te. .
£,c «jotestacíM CGHTEHSO o UGTO-FK0SPKJ110 ÜsCÂL
A. de Britto & C. 1 volume com 234 kilos de Procedente de La Plata e escala, fundeou no seu nunca esquecido amigo Ma- feénr. Câpitâd Le Troadec 1 T n m fi fk T SeE1 ftz™0
tecidos. r< ii í 1 eis o çerdsdeiri-i e aoico v>
Al 11 '* 1I: Hul-l i_?pro-iiío« p«J* JUínCA a'RYGI~N£|
Fernandes & C. 7 volumes Lamarão, onde deixou e recebeu malas, èm noel l^lorejra Ribeiro, convidam os pu- e scguir . depois ciu demora necessária fiLíü-i ,-.„;}£., contra.as _«ilesti»í do KiÕ-I>E-J_rjr_RO
Amorim com 1046 seguindo depois para Soutbamp- i entes e amigos do pranteado exlincto e Bahia, Rio de Janeiro, Montevidéu
Salos de chá. quarentena, O VAPOR psra unidas ou chronicas dv> pvito. adopta.io p^.ír-- iKLccio-Pi!:'iiiGtz> ds scl contido
ton e escalas o vspor inglez Nile.
A. de Britto & C. 1 volume com 239 kilos de pessoas de suas arüisades pan. assitti- e Baenos-Ayres. summidades médicas e ceroadn dot m.-;s »;«- 1^ no ZAKir£ e no Vl^iO de
tecidos.
A. Fernandes Sc C. 3 volumes com 449 kilos
rem a missa que mandam resar no d»^ 6 Â iliantes suci-essos curativos.WUAS
nfei appucaeõ_í *. U DüSA.F.7 é o oíeíí pcJ i3o Jos
do corrente, pelas 8 horas da rcu-.nhã, no E' esperado do sul no dia 24 ao cor- ir niirnAl medicamentos ríccnsi"-inie».
/< d© ctisi.
E. Monteiro 1 volume com 17 kilos de livres
ÇosiaaMà àe mím larfflEQg e immit convento do Carmo, d'esta cidade, sexa-
desde-ja
Commandante Boaventura Oliveira rente o paquete francez TrlTll.ll
I lilíl I IIII 11 dente,sedativo
de acção rápida e ev.-
porta Elie fortifica c endireita os ossos doa
- dia do seu fallecimento, seguirá creançaí Rachiticcs, torna vigoroíoe
.) gesimo Presentementexieste porto sem
v- s^ ~i' Ís\ tiliil iMV2J cellencia estanca q^.-
imprsssos.
M. J. Pereira 2 volumes com 31/ kilos de
ouça- ,-£,-,
"• :

J. Novaes & C. 1 volume com 54 kuos de va- ESTABELECIDA


j
IMDEmmíBikDORh
Rua do Bom Jesusin.|33
confessam snmmamente gratos per esse demora
tfeto de relifnão e caridaoe. _„__^ Montevidéo. para Santos, l-.io de Janeiro e
O VAPOR ^
&
1
&&* í5 -ií S: ti&FSi ir í immediatainente a íw«; é baisav.ico am-
TíriEPTico. CACTERiSANTE e na 5»ne manai
d"5 seus effcJtos aHivia o cura com prcd:5(iot-s
e activoa os adoiesecnies mcUes e
lyinphaücos e os que moa«ü-2o-se
fáligados pelo cresczrrwziG rápido.
Xetas e obras de massa. NA GiDAJÚE ÜU íãiZíír}£ SS '.SÕÍí José da Silva Ue rUiiii^iacS
Caniiâo Lartigue 'vínía A3 mJJurres grendos laicr^o oüo s
A. Silva 8c C. 55 volumes com 9oo2 kilos de
enxadas de aço 3 ditos com 358com kilos de obras Estado iüaânceirõ
SÉTIMO DIA
Latira Elvíra de Mello Guimarães,
ft'U:à W~~P âR 5et>xir; depois da demora necessária â' £1 iodas ss p&argM e fcpms doVIIvülíoa doú_àr'.C?Ee-D3S_RT g'"
789 kilos de em 31 do da;-a_i>i-a de LSG0 OXICOS FABRICANTES eupportlú i/;rn o ÊCJ es-.odo, seta
d3 cobre e de vidro, 3 ditos Capital de responsabüi- _| ümbciiíTO L de Lemos Guimarães e !• par.. Dakar, Lisboa e icrdeaux. n'. i ç=. , tem voraitos, e dac» a
*uz a
a niantho e balanças, 2 ditos com 520 kilos de dade ,., t Xt fiihci(a'Js=:nies;,A!u zioCavalcanteE Comrnandanle Costa BB nm i IRMÃO
DR. Y. A, r>_: íí-tiçC,
e vigcrc«_s. u LGC&-
obras de ferro galvanizado. ..„.., ¦, Capital realisado.......
% Li;>seMelioe seus filhos agradecem !; 1 'esperado do sui até 6 rio corrente, jí. _.—Não serão attendidas as recla- j-AJxnsx-Fio
creanças fortes
Soares Irmãos 2 volumes com 112 kilos de 30G:0G0^0tX)
a todas as que seguirá se:n demora para Ce:;rá e Pará. ei:.. 1 cs de 'kdts'; que não forem coramu
rio PllàspkaiB d3 cal terna rico o iene «Ia
< olkas de louro. . I s
since amènte pessoas até CAIXA POSTAL—-5GS Eliâ MSÍ.KÍCOBDTA—*2 da* 4 -38 e preserva a-- creança*
G. Vianna Sc Azevedo 2 volumes com ld3 ei- Prêmios obtidos. õ.29S:;;ot)p«9 assistirarn ao enterro
do seupresado.es- O VAPOR r.icaoas por escripto a esta agencia e das raoleytias ^ra-
das si- Üiarrãéa verde
Ios de obras de cobre e de ferro.
A. P. da Silva & C. 4 volumes com 6o0 kjIcs Divmenüos distribuidos
de talheres. __ .
Sinistros pago-, 2.í?54:íí67$Íè6 ooso, fiiho, irmão, genro
1.14í;00ÓíSÍÍ8G da Silva LencsGnimr.rsesassistirem ;=s
sos parentes é amigos
ecünbado

pan;
e convidam
oese

j
SALINAS 6(seis) dias depois tias descargas
varcn^uspMrna aifendega ou outros pou-
tos por X.ir. desjíínttdos. Quando
íoren« 1IJULLÜÒ I Tí mm pnas da época ão cresí.mento.i iaeil
sa* icfluí-Ticia. e
s cperõ-fie &_a coavu;--^cs.
Di"iiu^Ls
P<-.i

G. Vianna _ Azevedo 2 volumes com 73 ki- A- DIRECTORIA, missas que mandam resar em suífragio Commandanie Lestro descarre;.'a<:os volumes com termí» dc
los de torcidas e obras de cobre, 2 ditos com
E7 esperado do norte íté o dia 10 do avaria, a presença da .agencio é necessa Dc b;;rro (iocee fabrico perfeiçoad , CepccUc «r> Pí.ftJS. R, ••«» Sfcrlcsaa
58 kilos de obras de ferro e de cobre, 1 dito
Francisco Augusto Pacheco. da :-.lma do finado ás 8 horas d^ m: nhã a pre-ço- liínitadissimos.
etc. xJcrmenegilào da Siiva Lcuo. de 7 do coarénle, na igiejtx dc ^. Fran L-correntc .>e8^ir'! s\m demora p^ra Sun- ria paro a verificação de íaitas, si as hou- e at» ptiadptM Si—r—iaaa_
eom 73 kilos de agulhas, ferragens, fxtos e e Rio de Janeiro. AilOSTPiAS au ruu Iiuperatriz n. 10. ¦-———___ i i «i irTiii— ¦ i
Guimarães Braga & C. 25 volumes com 62o Alfredo Flaúiar.o áe Iíuíi^í.. cisco. VÜi".

8HHBIBI_H_H___|__ss__^

;'v ¦ ;-.V
?x%X: ILEGÍVEL ~r^-"y— "**-»-«á!ía«i -; .
h" v,- .
¦

.. .
,
¦ -¦¦.; ¦
L \

«m^S •-
^
•.
»¦>

•*:•

•—Terça-feira 5 **•» Novembro tst: 251 i

NGOMMADEIRÀ—precisa se de uma
LUGx\-SE—as casasi E para cas de familia em Caxangá;
SE QUIZEROES Et/.TAR a acssas crises totaae de modo seguido
ÂTTENGAOI
^mwmM -í •¦•¦ -; \ tf ;"
W&m H
jds. 2 e 4 á rua da Ma-
tr ta-se n» rua Nova n. 69. 4,
f- GUIMARÃES VALENTE tem sem
lhada em Caxangá; a tra- ENGOMMADEIRÀ—precisa-se
que trate de duas
de uma
pessoas na
mmm^Mmm
InoSènsiva, 8 vezes mais aosiva uo que a JLithina,
pre grande deposito dos artigos abaixo
mencionados, garantindo a boa qualida-
pratica
tar á rua Quinze de No- rua do Hospício n. 34, l.o andar. o iuaior dissoluriv.^ cozüiecido do ácido urioo.
«IDY, 113, Faub«St-Honoró, PARIZ. Em todas as Pharmacias o Drogarias de e preços sem competência:
Cal de Lisboa.
vembro n. 77,82.° andar. — Empréstimos sobre
FORIIM BRMMDUJ
A L.UGA-SE—o3.o andar
X^rua Larga do Rosário
it. 28. Tem grande sotão,
da
canção de títulos e hypothecas, diri-
MYPOTHECAS
am-se ao corretor Pedro Soares.
uma pequena casa
com terreno murado sita á Praia dos
OLINDA—aluga-se
Fumos saborosos
Charutos finos e cigarros espe-
ciaes na Tabacaria Luzitana á
A £^p 238L*** fOaak
• ¦¦-'*»*> Í&Sl
Cimento Portland.
Formicida Capanema.
Dita Pestana.
Graxa em bexigas.
Azeite de coco.
água e banheiro e é muito Ires- Milagres n. 53; a tratar á rua do Bom
Jesus n. 18.
rua Marquez de Olinda n. 1 LOJA DE FAZENDAS FINAS E MODAS Privilegiado pelos gover- Dito de peixe.
Dito de carrapato.
co ; a fratar na rua Nova nos brasileiro, argen - Óleo de mocotó.
n. 38. . boa cosinheira a tratar, na rua da
PRECISA-SE-de
GRAPHOPHONES
uma ama que seja
Todos os systeraas de graphophones
87-Rna Dnqoe de Caxias—37 tino, chileno, hespa-
Dito de linhaça.
Pixe em latas.
LUGA-Sii—uma magnífica sala á rua Praia n. 12.
i do Imperador n. 63,2 andar.
o A tra-
SE-de um creado, e que dê Especialidade
por preços sem igual, importante sorti-
mento de cylindros impressos e virgens. £=* x i\t e isnr IE X-. nhol, francez, italiano, Potassa da Rnssii.
Óleos americanos e outros muitos arti*
Ó proprietário deste novo e bem tnont ío estabelecimento de fazendas pre- gos próprios para engenhos e usinas*
tar na mesma.
PRECISAinformações de seu procedimento, no nacional.
em cylindros de impressão
vine aos seus freguezes e ás exmas. f milias que, tendo um grande deposito do mexicano, norte-ame~ Vinhos especiaes da Figneira. em pipas,
A.—precisa-se de uma ama para co- pateo do Paraizo n. 30, loja. Agrado e sinceridade no mercadorias, resolveu vcndel-as com um abatimento superior a 50 l ,. menos do ricano, pòrtuguez, pa- barris e ancoretas.
AM sinhar e mais serviços de casa; a copeiro servindo PREÇO que em outra qualquer casa. D;to Collares o que ha de mais superior
um FÍXO
trat r na estrada do Arrayal n. 1, defron- serviço 21—Rua Barão raguago e uruguayo. em barris e ancoretas
te do açougue, estação da Tamanneira.p PRECISA-SE—de também para outro
e de uma ama para serviços domésticos;
qualquer
HAMJEL & C.
da Victoria—21 NOMENCLATURA Ditos engarrafados próprios pai a mesa,
LUGA-SE—o l.°e2. andares do so- a tratar na rua do Príncipe n. 24. PBRKTAIvIBTJCO
Cambraias bordadas de 500 por 400 réis o covado. MO EEXPL0SIY0 das melhores marcas que têrn vindo
ao mercado como sejam: Serradayres,
i brado sito á rua da Camboa do Car- Ditas arrendadas de listra de 600 por 500 réis o covado.
RSNSA—para espremer camma ou Garante-se que extin- Alvaralhão, etc.
mo n. 28 com bastante commodoecom
água
n. 12.
encanada; tratar á rua Pda Praia
na
caju,
rua
venãe-se
Barão da Victoria n. 49.
Água de Vichy
nina com 3 cylindros,
VERCINGETORIX
Ditas arrendadas escossezf.s brancas de 7 0 por 600 réis o covado.
Ditas de côr bordadas de 800 por 700 réis o covndo.
Ditus de còr bordadas de-900 por 800 réis o covaoo. gue todos os formigueiros
Ditos do Porto finos dos mais conheci-
dos fabricantes,—Adriano, CorCa, Im-
e caixas de Infallivel na cura das moléstias do fi-
Ditas de côr matizadas de 500 por 400 réis o cevado. e ovas com pequenas des- peiial, etc,
« M\—precisa se de uma para arrumar iELLES—para bombos Ditas bordadas m ito firuis de t£200 por 1^000 o covado. Dito Madeira o melhor que se pod.2 de-
em ca- gado, intestino, baço e empregada com
|%e engommar; á rua Duque
de Caxias guerra ou musica e couros êxito Ditas ramiue com seda de 1A500 por 15100 o covado. pezas. sejar, indispensável para doentes, con-
bello para tapetes, prepara-se na fabrica grande no beri-beri. DitrfS ramine escossesas com seda de 1 SüO por 1,$UG0= valescentes, etc.
n. 88,1.°¦-ándãr.
"^ do Dias na rua da Palma 97. Encontra se á venda em meias garra- Morim branco de 125 por 10 000 a peça. Chegaram apparelhos Únicos agentes do formicida Gu_bba, ím»
saiba co- fas nas seguintes : America-
MÍ—precisa se ce uma, que brancas e pr;tas nae Martins, a rua Duque de Caxias;
pharmacias Dito fino americano 115, 125. 13£, 145\ 15& 16^, 175, 18,5 e 20p)0 a peça. completos. portante invento, ultima palavi a soore
r bem; a tratar á rua do Livra- Brim de cores 500, 700. 800, 900, 1£. 1520/, 1A400 e 15500 o covado. o extermínio das formigas. \
#4sinh> as mais superiores, e Vieira, Ribeiro e Ferreira, na praça Ma-
mento n. 20, 2.° andar. para arreios,
SOLLAS-amarellas,
o Dias na rna Casernira ingleza de 125 pni? 55 e 4 000 o covado. Grande redacção no Prata ^o Corpo Santo n. 6
tintas garantidas vende ciei Pinheiro. Fichús fantasiados desde 25 a 125000 um. .'
— vende se uma armação da Palma n. 97. DEPOSITO
ARMAÇÃO nova^envernisada e envidraçada.pro- ua do Commercio n. 34 Cortinados de crochel de 50^ e 60£ por 30$ e 35AO0O o par.
Zephiros de quadros e lisos de 500 por 400 réis o covado.
preço.
ramo de negocio, ga- a bem afregueza- Únicos agentes n'este es-
cria para qualquer
rantindo-se a chave do prédio
acha á rua Larga do Rosário n.
em
50;
que
a tra-
se
de
da taverna
TAVERNA—vende-se
Caxangá ;
no
faz
Cordeiro,
se todo
estrada
negocio com o
Nova NOGUEIRA & PINTO Reps para cobertas de i550í) por 15ÜOO o-covado.
Cortes para cobertas 2 larguras por 3$! 00. tado LOPES k ARAÚJO
livre de débitos ; Toalhas para banho e p?ira rosto.
tar á rua Duque de Caxias n. 70.
"STtTENÇAO—vende-se
comprador da armação
trata-se na mesma ou na rua da Palma Cambraia branca de cordão de 400 por 300 réis o eovado. LIVRAMENTO 38
: ou aluga-se um n. 71. Punninho lavado 25 25400 e 350.00 a peça. B IllifilOlrl Constante deposito dos seguin-
§&-bom
commcfios para grande
chalet em Tigipió
família,
com bons
sito
o sr.
a ENDE-SE—uma armação envidraça- A CARVOARIA
da : a tratar na rua dos Ossos n. 41 SERTANEJA
Colch s de cores finíssimas 9$ e IO5OOO.
Ditas brancas bordadas 12£ e 10# 00
Cretones francezes 400, 50¦>, 600,'700 e 8;W réis o covado.
nlllfflUiine.i É IlUllt
«<3 -J5 i 11 = iQ. c I r-2 á=U
tes artigos:
Oieos americanos para
rua f?p Victoria n. 19. A tratar com está queimando por pi eçò bastante redu- íl.*.l (ío do Corpo Sa ito
Antônio Mímiz (Peres) venda. ENDE-SE—vaquetas brancas, pretas, zido todo o carvão que tem em depo-
Sedas brancas e de cores 15500, 2-3500, 35000 e 3-5500 o covado.
C2cheruiras de cores e pretas o que ha oe mais moderno.
lubrificação de machinas e
raspas em bruto, carneiros curtidos, sito. cylindros.
B MA—precisa-se
J*| Mercado n. 19.
de uma no pateo do
; cordavão, sollas de primeira qualidades,
n.
a preços sem competência na rua Direita
3=j' para liq_-a.Id.a,r
Saccas grandes contendo quasi uma e
Brim branco de linho h. 6$ aõíOOO a vara.
Algodão
Alpatão
crú 7,$200 a peça. -
preto e azul marinho 3£ e 45000 o covado.
PRODÍGIO3 Óleos de mocotó.;
LUGAM-SE-a casa á rua Augusta a n. 4. Afora outros artigos que se torna enfadonho mencionar.
â" 191 e a loja á rua do Rangel
n. 48 ;
andar. - uma balança força de 3 li-
meia barrica por
em
lpOO,
outra
mais barato do Mais uma victoria da verdadeira Salsa
caroba ecaõacinlio preparada na Phar-
Dito de ricino.
tratar na ma Bom Jesus n. 24, l.o
bras. A tratar na rua de Hortas n. 1.
que qualquer APROVEITEM!
parte. APROVEITEM! macia dos Pobres pelo pharmaceutic> Azeite de peixe.
MA—precisa-se de uma cosinheira pa-
VENDE-SE VER PARA CRFR J. Arlhur de Carvalho, suecessor de i
A ra casa de pequena familia^que^aur- um telbeiro com 400 telhas, A. Maia e Silva. Dito de carrapato.
ma em casa dos patrões ; a tratar
á rna nove
VENDE-SE telhas CARVOARÍA SEBTANEJA
de zinco novas e 250 tijo- Chama-se attenção dos que soffseren Dito de coco/
e 1 dúzia de taboas de
*. ¦¦«.¦

41 Rna Estreita do Rosario-41


í-

los alvenaria batida -»-u_r&.

de^erysipela, rbeumatismo,
do Rangel n. 19. cancros

ALUGA-SE União, com accommodaçoes, agna, na esquina dos Afflictos.


louio e os restos pertencentes ao mesmo
—o sobrado n. 21 árua da telheiro ; a tratar na rna Amélia, venda SOUZA FILHO & G. buoüe nm CAXIAS
iiL
nlceras de mão caracter. darthro= prr-
pigens e todas as moiestias de pelle para
o attestado abaixo, do illm. sr. ur. Anlo-
Graxa americana.
Dita do Rio Grande em
sr.
ecocbeira; a entender se com o Pince-nez e óculos nio de Olinda A. Cavalcanti, juiz seccio-
nal desta capital, e que acima de toda e bexiga.
I e Silva á rua do um piano de 3 cordas, ba-

11 '
faz[anoel Joaquim Ramos
¦- rato, a tratar á rua Nova n. 58, 1.° an- Grande e vmado sortimento de lune-
Marquez de Olinda n. 21. VENDE-SE
dar. taria de toda a qualidade e preços, espe- 811 Ifilil fD ilí-lil qualquer suspeita confirmara o alio vü-
ior deite
Pixe em latas.
LUGA-SE-o 2° andar do pre- cialidade de óculos e pince-nez america- preparado, tão conhecido e

,dio n. 69 da rua
sotão,
do Rangel,
água e cimento de molhado
VENDE-SE—um -
importante estabele- nos de
em grosso e a reta- primeira qualidade. iiISiilPilílIlli
Avia-se receita médica para qualquer
lll lll II acreditado e que devido ao grande con-
ceito de que goza, tem provocado a ga
i
pintado de novo, tem Nova
lho em uma da melhores ruas da fregue- erro de refracção, trabalho garantido. inscripção encerrar-se-á hoje, terça-feira, 5 do corrente na rua do nancia dos especuladores que desejandi
MUITARIA MODERA
banheiro. A tratar na rua zia de Santo Antônio; a tratar com Can- Concerta-se ê colloca-se vidros em explorar o credito de tão precioso pre-
dido Neves no escriptorio de Amorim pince-nez e óculos. Apollo 11. 35, andar térreo. parado, tem lançado no mercado pre- O proprieiario deste bem montado es-
n. 38. Fernandes & C. MANUEL & C- parações grosseiras com o mesmo nome, belêeimento tem a honra de particí-
de uma para cosinhar taverna á rua dos Gua- PB.«í'>JBCTO
ÓPTICOS X>EJ l^ííCRIPÇA^ porém que estão louge de ter a mesrca par ao publico e a todos os seus amigos,
virtude.
e outros serviços fo-caw_de peí^ena pae tendo recebido um grande sortimen-

í
AMA—precisa-se rarapes que foi do finado Constantino, 21—Rua Barão da Victoria—21
familia a tratar na rna Dr. Gomes
de VENDE-SE—a Para a corrida extraordinária em beneíicio das obras da confraria E' pois para tão valioso attestado qu ío tíe casemiras inglezas e francezas e
casa da esquina, bem localisada e afre- PREÇO FIXO se chama a attenção do publico que de
Mattos n. 39.
guezada no retalho, commodos para
mo- de S. José d'Agonia, do Carmo, a realisar-se no domingo verá se prevenir contra as falsificações,
em vista da alta do cambio, resolveu re-
fundos, 10 do corrente luzir todos os preços antigos: assim é
¦

LUGA-SE—o 1.° andar


,n. 30 dá má Nova de
do
Santa
sobradmho
Rita, mo-
radia,
própria
aluguel
para
commodo,
principiante:
Feijão para vàçèa
poucos
a tratar árua
tendo em vista que a verdadeira sásÀâ
caroba e cabacinho é a da PHARMA- que com 1005 a 1
-103» ninguém deixará de
t
de Vidal de Negreiros n. 129 com Velloso ou a 8#00G o sacco fazer um terno de palitot sacco.
demo e muito limpo, pelo aluguel As propostas que nao vieram acompanhadas da ins ripção não serão lidas. CIA DOS POBRES. X

í 'aJa^Ba^Elí»''''
'"''/
•"" H 35S000 mensaes, próprio
familia ou para auxiliares do commercio;
para pequena á rna do Pilar n. 45, aonde estão as cha-
ves.
Vende-se na rua do Livramenio n. 16 l.o Pareô—Dr. Almeida Cunha—1800 metros—Handcap—Animaes de Pernam
buco. Prêmios : um objecto de ai te no valor de 1805000 ao 1. e um dito de
Attesto que soflrendo. a mais de 3 an-
nos.de constantes accessos de erysipel;'
Sérgio Gomes de Souza .£.?-•

n
a tratar na rua Duque de Caxias
^__
n. 54, Relojoeiros e ourives
terreno próprio para 25#000 ao 2.o. depois de ter usado de quasi todos os
medicamentos aconselhados pela scien-
39—RUA DUQdE DE CAXIAS—39
ANTIGA DAS CRUZES
loja. edificar, assim como uma porção de Completo sortimento de peças para Art. 5.° Banqueiro, Abrigo e Moscardo.
' VENDE-SE—um cia e pelos curandeiros, fui afinal acon- PERU A TwrRtrco
•'.; e telhas de zinco na rua do Cu- concerto de relógios e ferramentas Peso : Porto-Principe e Tenebroso 52 e os demais 50. t
.
te VISO—precisa-se de uma criada para estivas n.
para
2.0 Pareô—Herm negildo Lioyo 1609 metros—Handcap —Animaes de Pernam- selhado por um amigo a experimentar <¦
de uma casa de pim naffGráça ; a tratar na rua Direita relojoeiros e ourives, tudo de primeira
A" o serviço doméstico da Magda- 101. buco. Prêmios : ua: objecto de arte no valor de 1505 ao 1 e um de 205 ao 2.». salsa caroba E cabacimho do pharma-
familia ; a tratar na passagem qualidade.
lena, rna Bemfica n. 18.
¦. ¦¦¦} Só coin uma visita ao nosso
armação própria pa- cimento poderão melhor certificar-se
ra armszem de molhados, garantindo-
estabele- Art. 5
e Volante.
os do pareô Dr. Almeida Cunha e Porto-Principe, Tenebroso, Esperto

Peso : Caruaru, Sultão, Cupido, Lubim e Atroz 56, Plutão 50 e os dem is 48.
ceutico J. Arthur de Carvalho, sueces-
sor de J. Maia e Silva, e em tão bòa hora
o fiz que não mais soffri de tão terrível
L0PES&ARAÜ30
de uma para cosinhar VENDE-SE—nma
arrendamento do em boa col; AO P»EÇO FEXO Pareô—Carlos Adour—1500 metros—Handcap — Animaes de Pernambuc.u mal e me julgo mesmo radicalmeute cu- LIVRAMENTO 38
andar. se o
á rua da Praia
AMA—precisa-se n. 33,1.°
locação ; assim como Rua Barão da Victoria n. 21
prédio
aluga-se o 2.° andar Prêmios : um objecto de arte ao 1." no valor de 1505 ao 1.° e um dito de 205 rado, por já haver desapparecido o ede-
Constante deposito dos s^gninUa ar»
...
armazéns n. 69, cães do prédio n. 48, á rua Quinze de Novem- Ik/drsLir-L-ULeI <5s O. ao 2.". ma do órgão affectado.
igos .
do Apollo entre duas pontes; a tra- bro. Informações na Papelaria Ameri- PERNAMBUCO Art. 5.o os do pareô H. Logo e Caruaru, Sultão Cupido. Lubim e Atroz. Recife, em 28 de maio de 1901.
ALUGA-SE—os
tar na rua do Commercio n. 26. :' cana. Fesps: Piutã • 52, Tudo é e Biondelto 50 e os demais 48.
4.0 Paréo—Victor Beirão-2000 metros—ttandean—Animaes de Pernambuco.
Antônio de Olinda A. Cavalcanti Cal de Lisboa. '
¦¦

J4
Sk LUGA-SE-Hima bôa casa á rua Vis-
conde de Goyanna
gaz, bom sitio e viveiro ; a
n. 183; tem água e VENDE-SE foi
tratar no En- na rna Duque de Caxias n. 103
de Manoel 3P°
uma grande lancha que
dos Campos ; a tratar Madame Gerard avisa aos seus amigos
e freguezes que recebeu uma nova re-
Prêmios : um objecto de arte no valor de 2005 ao 1.° e um dito de 25^ ao 2.»
Art. 5. > os do pareô Carlos Adour e Plutão, Biondetto, Tudo é, Porto-Rico, A9 PREÇO RIO Dita de Jaguaribe.
J
3
¦
troncamento n. 44. messa de corail bijou todos de bom gos-
2 cofres prova de fogo ; to, tem também um sortimento de espar-
Kruger e Birouck.
Pesos : Portugal, Ociola e Cordilheira 54. Realengo 50 e os demais 48. Rua Barão da Victoria n. 21 Cimento Portland.,
Pareô—Antônio Mello—1550 metros — Handcap Animaes o)e Pernambuco.
í.
**»Vvi ¦
LUGA-SE—para passar afesta ou pa- VENDE-SE—
J!>âra hioradiâ uma casa em Bôa-Viagero
a tratar na rua de Santa Cecil:a n. 11, tilhos bons e baratos da ultima moda,
das 6 ás 8 horas da manhã e das 3 ás 6 rua Barão da Victoria n. 63, fabrica de
Prêmios : um objecto de a;te no valor de 1505 ao 1.° e um dito de 20# ao 2.r.
Art. 5. os do f^areo T7cíor Beirão e Portugal, OcíoIj, Realengo e Fiibusteiro.
Grande officina de concerto* para
cycletas, afia-se todos os objectos de ca- Potess? da Rússia.
tiiarias, concerta-se armas de logo <
na rua da Aurora n. 2, com 2 salas, 4 horas da tarde. ^^ luvas* Pesos : Expresso 52 e Good-Night 50. Sebo em barricas.
quartos, cosinha, estribaria e Augusta terreno
6.0 Parea- Seca Loyo—lll 0 metros—Animaes de Pernambuco. Prêmios : um qualquer objecto.
á rua ACCAS—No sitio do carro^si.o . la- Jvickela-se.
para hortaliças ; a tratar
U. 254. • viano á rua
cemitério, vende-se vaccas paridas su-
Aos srs. piopretarios coüsífü
Treze de Maio pettj do objecto de arle no valor de 1505 ao l.° e um dito de 20# ao 2.°.
Art. õ.° os do pareô Anionio Mello.
&JColloca-se vidros em lunetas e fas-se
qualquer concerto nos mesmos.
Gsxeta de linho.
Pesos : Expresso e Good-Night 54 e os demais 48.
SE—por preços rasoaveis as periores. MANUEL Sí í3. PREÇOS RESUMIDOS
ALUGAM casas n. 48 á rua
rua do Jasmm, freguezia da Bôa-Vista,
dos Prazeres e 26 á
'ENDE-SE — qualquer quantidade de ctores e mestres de obras Pareô—João I«oyo—1000 metros—Animaes de Pernambuco que não tenham
ganho mais de um prêmio contando ou não victoria. Prêmios : um objecto
V:V
ambas com água potayel, tendo a pri-
meira grandes accommodaçoes, excellen- na
te sotão comjanellas paraos oitões ebom
caldo de canna a 140 o litro; a tratar
rua Imperial n. 126—A. Na Serraria de Soares
& Gosta vende-se madei-
de arte no valor de 150$ ao 1.» e um dito de 205 ao 2.°
Püreo—Consolação
ganho prêmios.
8ü0 metros—Animaes de Pernambuco que não tenham
Prêmios: um objecto de arte no valor de 1505 ao 1.» e um
.iíiSLil BRANDÃO MERCADORUS
tíe ferro ao lado a ENDE-SE—um pequeno sitio arbori- dito de 20# ao 2.<>. DE OI.EO DE FIGA.EO DE BACALHAU, COJJ
com ;
quintal portão
tratar na rua Nova n. 69 (armazém)^
sado no logar Sete Mucambos, distri-
ras a preços resumidos
cto de Beberibe; a tratar na rua da Con-
HYPOPHOSPHITOS DE CAI. E SODA
Chama-se a attenção í*

lj LUGA-SE—a casa e sitio n. 1 á rua cordia n. 142. e encarrega-se de obra? O pareô Victor Beirão só será conciderado realisado correndo pelo menos seis
Tito Jorge de Carvalho Malta, do respeitável publico pa-
J%do Cajueiro, entrada
tuguez, com accommodaçoes para gran-
do hospital Por-
de carpina.
e brancas, sollas
aniui-es, e os demais cinco.
Secretaria do Hippodromo do Campo Grande. 4 de novembro de 1301.
formado em medicina e cirurgia pela
ESCOLA DQ PORTO, ETC ra os clubs da VIOLETA i
de familia. A tratar na rna Bom Jesus ¥AQUETAS—pretas para calçados, raspas em bruto e á rua Duque de Caxias n.
preparadas, couros de carneiro Rua Nova de Santa
corti dos, O SECRETARIO,
n. 62. e cordavão nacional, vende a preço sem Affonso Leal. 4 í tí*Çf ft—em como tendo sido dos pri-
1 boi e 1 competência o Dias na rua da Palma Ritans. 49 eõl nil*ua**lUmejros dinjeos desta cidade 65, nos quaes o valor con-
E CARROÇA—troca-se que empregaram a Emnlsáo de óleo de 'í-
BOI carroça nova de duas rodas por ou- n. 97 gado de bacalhau, de Brandão, no trr.ta- tracíado e pago integral- "í
tra para cavallo e seus
se com Joaquim Almeida no Atrayal, es-
trada do Brejo.
pertences
z ; trata-

.
INiCO VELHO—compra se na Com Maáina para fabricar cidra
panhia Pernambucana de Navegação
Vende-se uma machina para fabrica-
águas em
C©00000©00000€XSOOOOOOOQ
mento de escrofulismo, tenho d'cll;j tira-
do os melhores «esultadus em numeres
casos em que achei indicação para o ss.-u
empregu; e outrosim que me parece
mente em mercadorias de
superior qualquer e por
de cidra e perfeito
OM NEGOCIO—vende-se
birra bem afreguezada na rua Direi- Bandeiras Mectaicas Rotativas
uma gengi- ção gazozas
estado de trabalbar; por preço muito em
conta, para informações
entre os medicamentos seus congêneres
um dos melhores, mais suave e (o que
preços sem competenci a.
ta n. 1; o motivo se dirá ao comprador;
Privilegiadas pelo governo geral Rua do Apollo ii. 42 também tem sna importância) mais ba - Os pretendentes pod^m
a tratar na mesma. DE rato, sendo por isso de granue proveito
inscrever-se nos das se-
¦

melhor systema até hoje-usado, o REúIFE no tratamento das doenças que prendem
CASA—aluga-se ura » excellente mais elegante, mais attrahente, mais lido Misse dos Carmelitas
BOA . asa com sitio, na Cruz de Almas n. e portanto o mais barato e preferível Novo armazém de moveis
como vicio de nutrição, nas crianças das
•lasses nes I. J, e K, de 3, 4 e 6$
2; a tratar na praça da Independência ns. para annuncios. pobres
22 a 30. A primeira destas bandeiras está col- E PIA3MOS Porto, 25 de junho de 1886. semanaes»
PREGOS SEM COMPET3NG1A Tito Jorge de Carvalho Malta.
>ALCOES-Veno se 2, na rua Barão M rinha.
locada na conhecida casa Regulador da
Rua Nova n. 65 de la "*"
'
Preço dó vidro 2£500
Barbosa Lima £ 0.
)da Victoria n. 29 |£S| JEAN CRCIxIaí £XSAINTE THERESeJ
Para informações. jvxiuzy üdíco Scccessor do3 Carmelitas
GABINETE DE LSITÜM DEPÓSITOS GERAES — Pharmacia e
cosinheira casa de
S-ulsi <3.o Torres
de uma boa
pequena fa-
_=S DA PARIS—14, Rua de 1'Abbáye, 14 -PARIS § Dro<ínria Americana, de Campos & C,
TRANSVAAL E
COSINHEIRA—precisa-se para rna Dnqne de Caxias n. 57 e Pharmacia e
milia. Paga-se bem. A tratar na rua PRIMEIRO ANDAR *•* DESCONFIAR
do Imperador n. 10, officina. LIVRARIA POPULiÜ Preservativo e Reactivo absoluto contra os das
ô
v-
Drogaria Oriental de M. J. Campos, rua
Estreita do Rosário n. 3. INGLATfERRA
c OSINHEIRA—Na rna, das Flores n.
_»10, sobrado, precisa-se de uma Vende-se
boa
AVELINO &0MIGÜES DE PM VA
DE

y
Ataques nervosos,Apoplesia,Paralysia, FA LS í Fí CAÇÕES x
Desmaios; contra as Vertigens, Svncopes,
Desiailecimentos.Indigestões.Em tempos Exigir a Assignatura
PERNAMBUCO
Sendo possivel estahei ecer-:>e a paz
e dre estas duas naçõc, tão distinetas
de iberamos modificar Qs preços em nos-
^S****í^*

cosinheira.

CHALET
— aluga-se um chalet com muito bem acondicionado em barris de
quatro quartos, duas salas, regular
10540 - kilos de ácido sulphurico a 66°
cosinha e ; ço de 300 litros cada um ;
E' na rua Estreita do Rosorio n. 8, >.
centro litterario de Pernam-
uco. Acceitani-se assignaturas para le
Erincipal
^ de Epidemia,Dysenteria.Giiolera,Febres
malignas, etc.
^2d^ê&£0
Ler o prospecio no qual vae envolvido cada vidro.
do
LU DO DR. EDÜálO FRANÇA
ADOPTADA XA EUROPA|
Remédio sem gordura
sas mercadorias, conyj sejam:
Assucar especial kUt?
Dito de 1.»
Dito de 2.»
,
360
300
500 réis
>| I
mais um quarto externo, sitio no 2300 kilos de ácido sulphurico a 66.° que o assignante desejar d'esta livra (£J Em todas as Pharmacias do Universo. Cura cfBcaz das *-afé moído küo 1,5200, meio
»|
ponto de parada, linha do Arrayal; a tra- em caixas com potes de louça de 100 ki- ria. moiestias da pelle, r-.^V^1^-
los cada um; AscoDdições sao- por demaisvanta- kilo bOO, 2^0 grammas 300.
tar no mesmo. feridas empingens,
Também temes á disposição do pablÇ
6550 kilos de enxofre refinado em cy Josas frieiras, suor dos co especialidr.ães
de um menino lindros marca KR, em barricas de 200 a ~ em milho de 1.», 2.»,
para casa de familia ; a tratar na rua 350 kilos;
CRIADO-precisa-se
Duque de Caxias n. 97. 6 apparelhos completos para fabricar
AOS GABELLEIRE1A0S
NO BRAZIL
Araújo Freitas & C. LI pés, assadu- á-*'. 4.»e 5.»
ras, manhas, pelo diminnto preço de 30ü
reis o kilo, arroba 4^000. 3-5o00 e 3»f000, e

GAFE BEIRÃO
RCADOSOCRIYESS. 114 tinha,sarnas
bisullito de cal (vulgo hyposulíito) ; Avisamos que temos o melhor sorti- E brotoejas, etc. em chá pérola a 10^000 o kilo, 100 gram-
de uma boa e leves te-
2 fornos systema Vonhoff para ácido mento de navalhas finíssimas de S. PEDRO N 90 "as 1^000, pt-eto (ponta branca) a 8,j0C0

quena
cosinheira em Parnameirim (estrada sulloroso;
COSINHEIRA-precisa-se
do Encanamento n 1) para casa de pe
familia. Paga-se bem. bomba de ar a vapor de 160x160;
caldeira veítical a vapor de 4 cavai-
souras para barba e cabello.
tes tamanhos,
bellos, afiadores
machinas
diversos,
para
bigode
pincéis
e
differen-
cortar ca-
para
cabellos
IJCOE
um
it.
Na Europa: Carlos Erba
MILÃO NA
Vende-se na Drogaria Braga
*> kdo, 100 grrimmas
réis o kilo.
AGRADO
800 réis, arroz a

E SINCERIDADL
"J60

los com seus pertences, trabalhando a 6 barba, frizadores para O CAFE' EEIRAO não é remédio novo. Ha mais de QUINZE ANNOS
ÍXASA EM OLINDA—aluga-se o chalet e fogareiros para àqúeçer os mesmos, que existe e durante to '^o esse tempo ainda não desmereceu do bom conceito em APROVüITEM A PECHINCHA 111
á kilos; Praça da Republica n. ?.
*n 2, á rua dos Milagres ; a tratar para limpar nava- que o publico o tem. Pelo contrario: cada anno que pr.ssa, mais se avigora o
rua Marquez de Olinda n. 39, Recife. 150 quintos novos; pratos"." de {Borracha
lha.
•-¦-"."¦
seu merecimento ; cadi iiicí que dessppan.ee, m^is adeptos conquista ; cada
GU-MARAESBRAGA&C
cubas de páo carga, de 12 hectolitres Rua Marquez de Olinda, 60 CAPE' 3. ,XO.i?^0
ÃXANG.V—aluga-se oa vende-se uma com tampas; Tudo dos melhores fabricantes garan- dia que decorre, mais augmeiita seu consamo ; pelo que podemos g-araixfcir-
árua de S. 2 arrades de A. Bajac. Brabant double tidos. ser um dos preparados nacionaes que mais sahida tèm " PERNAMBUCO
^casa de pedra e cal sita

£'
Francisco de Paula n. 12, com conluio-
ba-
dos p^rn grsnde familia e excellente
et Biiíoaneur com peças de sobrecellen-
nho no rio ; a trator na mesma rua n. 10
ou no Recife rui do Imperador 59 e na
te, novas ;
Macbina a vapor, bombas, tanques de
ferro, reservatórios, caldeira, guinchos
. . .
MANUEL & O.
PREÇO FIXO prova que
de 30 000 vidros.
Rua Barão da Victoria n. 24 vendemos mais BEIRÃO tem a sua O GAFE'
Para do avançamos basta dizer
que
reputação firmada na opinião de grande nu-
mero de pessoas que d*elle tè;n feito uso e a quem o CAFÉ' BEIRÃO salvou a vida
só em dois
mezes deste anno,

Vende-se pregos de di-


mu ttUTiio
ILEO DE FÍGADO DE BACALHA C COM HYPO-
da Akgrix n. 36 (Soa-Vista.) etc; ¦ e restituiu a saúde, o melhor dos bens que se pôde desejar. PHOSPHITOS UE CAL K SOD» B EXTRA»
~&.jnJMBO
VELHO — compra se qual-
Para preços e informações dirigir-se a CIITELAiUA FMSSIMA E' por isso que const uitemente recebemos attestados e cartas de agradeci- versas grossuras e di- CTO DE MALT QUTS_ADO^
Emüe Dole, Barra, Ipojuca, ou cuixa do Deposito permanente de tesouras paru mentos espontâneos, de milhares rie pessoas residentes, tanto nas capitães dos
afqu^r quantidade atravessa da Madre correio n. 231, Recife e também no escri- alfaiate, costura, unhss, bordado, etc. estados do" Pará, Amazonas e Maranhão, co;,i-, no interior dos mesmos estados, mensões, em pacotes, en- Dr. Álvaro Augu^oTar neirò Leão
de Deus n. 15, paga-se melhor de que ptorio dos srs. Souza Pinheiro
& C,. 7
Navalhas de diversos fabricantes, canive manifestando a sua gratjdão pelos excellentes resultados obtidos com o GAFE'
em outra parte. rua Bom Jesus. tes para unhas, caça, etc, e de differen- BEIRÃO.
caixotados ou a granel a FORMADO jí MEDICIXA PELAJ

if^AIXEIRO—quem precisar de um pa
les cabos e tamanhos.
Bonitos estojos para toilletes barbas e
O GíV.FE'BBI£*.AO é sem contestação o grande salvador da humanidade sof- vontade do comprador. dCHiaaflBüaBâliia
refinação fredora. pois tetn arrancado das garras da morte mais de um milhão de preciosas
V?ra mercearia, padaria, ou presentes. vidas!!! Preços sem competen- ;e
k2~5£F-
'de0—que o Vinho de óleo paro
inf^rma-se na rua aa Palma n. 97, é por- /igoo*'j
Especialmente, grande sortimento de O GA.FE' BSIRAOcuraadmiravelmente: sezões ou maleitas, febres groves bacainaa com hgpophosphztos
tu"usTí é com 20 annos de idade. Encarrega-se de cutelaria diversa <ios afamados fabrican- agudas ou chronicas, febres intermittentes, palustres e biliosas, tvphos febjé cia. No armazém á rui le °**
t e soda e exlracto de mail quma- do.
Jcdio
DOURAR les Rodgers e Sons.
fapM^HASE -2 taxos grande para re-
n. PRATEAR Grande officina de amollaçao.
celebrai, endêmicas e contagiosas, lebre depois do parto, etc. etc. ' »la Madre de Deus n. H2 £erparado pelo sr. pharmacentico
.nto d^Âlmeida Brandão, me tem d ado
a^fináção í 9- tratar na rua Imperial NICKELAR Rua Barão da Victoria, 21 esultado muito satisfactono em m.nha
12ò—A.


ASA NO MON'xJíIB.0—Alaga-se por
Ppreço razoável uma casa no tíonleiro OURO
BRONZEAR
Grava se por electricidadc em PSECO FI^O
MANUEL &C.
SABONETE RIFG Ei OBRAS BE CARNEIRO VÍLELL>
Noemia.. • >*••>•••• *•*••• t •* Í\r
linica, nos casos de escrophalose, rc chi-
ismo, anemia, Igmphatismo, etc., etc.}
u «eral e em todos os casos de fraqueza
jiume irqanica sendo o referido vinho de em-
Btraíar a r ia Primeiro de Março n. 2-j A. PRATA FHHNICO-GLYCERINAD) Innah i
»
OUTROS METAES. Xoivados originaes. ,re«o, muito mais fácil que o propno
ÈÀIXEIRO— precisa se de um de 10 a
OFFICINA ELECTRICA
LOJA DO POVO àpprovado pría Inspectoria
Este prodigioso sabonete, -• ¦ eral de Hviene faz
desapparecer em poucos aia? . aa uwuuaasao rosto, espinhas, pannos, sardas
Tres chronicas...., leo puro, por ser de gosto mau-s agrada-
3 annos com praÜca, rua do Caldei-
<.V,0ll
Grandes saldos de fantasias e brins •rnpçoes cutâneas, O esqueleto ri p mnito tolerável pelos e-itomagos
neiro n. 60. 46 A— Rua do Apollo— 46 i . caspa, émpigens, darthros, t sign.jes ae bexigas, etc, tornando S£ra maldita los doentes. ,. ' ._-
para liquidar ! 1 de brins, a pelle ãgràdavélmente fresca iuada, fazendo a espargir o mais suave aroma
RECIFE Grandes saldos fustoes, ma- Monólogos „¦„ O reieiiuo, attesto em fe de men gráo,
tf*-_ASAS EM OLINDA-aluga-se a tratar dando-lhe bellcza, áttractiyos e encantos, sendo também seguro preservativo dé Recife, 22 de março de 1901.
Jesus n. 24,1.° andar, dapolões e algodões, preços sem com- todas as moléstias contagiosas e epidêmicas, devendo, portanto, ser usado de escríP*orio desta folha e
^Jna rua Bom e muitos outros artigos que se naALiVvrarfa ^ Dr. Carneiro Leão.
preferencia a qualquer outro sabonete. Mais de 20.000 atestados de abalisados Março! FraD c*«a-rna Primeiro de
_-^ASÂS—O corrector Pedro
Cíearrega-se
Soares en
*— «*-=
de vender casas, sitios,
FMICI DE SACCOS petencia,
liquidam com
timento.
30 e 50 por cento de aba-
. l,n clínicose pessoas insuspeitasaffirmam sua fíicacia. Verifiquem que cada sabonete
tenha est?.mpa;!a uma águia cavaigada por um* moça e no rotulo externo a firm?
?reco da garrafa 3§000
Tero «smpre chalets
sítios e casas está se acabando. depósitos geraes—Pharmacia e Dro-
Aproveitem, de A. Rif^e- Nunes em lettras vermelhas. Moend^s para engenho
etc
venda, hai~«d:íssi;:no.s J. Ferreira & G. Rua Primeiro de' Março,19 Vende-se nas principaes casas. vende-se em
«ria Americana, de Campos & O., rna
>uque de Caxias n. 57 e Pharu ia cia e

d: "BSíHéÍRO— Empresta se pequenas e



,^-andes quantias, sob. -uçaO de ti-
tulos o eorrecior Pedro Soares.
RUÀ DÀ RESTÀÜRACÍO, 8 LOJA Representante n'e3te estado—4[ 8»1 lt. V- ' í 4 conservação, a tratarperfeito
üe Caxias n. »5, .Loja
esl-dodc
na rua Duque
^o CaUoclo. I
>rogaria Oriental de M. J. Campas, rua
.streita do Rosário n. 3.
PERNAMBUCO

¦.
-,,
..
1

'¦ ".
¦ £v: '--¦.¦--:- . , •-.-.

¦ .i _Y >
/ <"-;.-'-" :

" • ?r Y ' g;.

Y§: PERNAMBUCO Recife—Terea-feira, S de Novembro de 19ÔÍ áMO IlfT


IÜMER0 DO DIA SCmO ATR1UDI
f§g§ ICO réis, com a folha 200 réis, eom a folks
respectiva respectiva
f prchioida a venda B' prohibida a v»n«j
am separado /\ •m separado

; , 5.
SUPPL&HA&NXO AO N. 22 si
Um violento incêndio, desenvolvido com ra-
¦ TELEGRAMMAS CARTA DE LISBOA pidez prodigiosa, destruiu completamente a
Com sua digna familia chegou hontem
do sul o illustre sr. dr. Martins Júnior,
ficio dos actores Cypriano Miranda e^A**
fredo Pimenta, dedicado ao club Destror
Aos 14 de outubro de 1901. importante fabrica do moagens, situada em lente da escola de direito d'esta cidade,
Rio* 4.
Seíxas, perto de Vianna do Castello, e acredi- çadores da Epocha.
Pessoas reaes em viagem.—Recom- ha tempos exercendo, licenciado, o car- O programma é attrahente, sendo de
55 Falleceu hontem o conselheiro Pauli- fipsicão ministerial.— Guerra Sul-Afri-
cana.—TreS frades perseguidos.— At-
tada sob a firma Portella & Costa. Os prejui-
zos são quasi totaes, visto que só estava se-
go de secretario do interior no estado do
Rio de Janeiro.
esperar que o festival artístico tenha
uo José Soares de Souza, senador e um grande animação.
•»v dos chefes do partido conservador ao tentado contra Campos Sallts ?—Incen- gura uma verba insignificante. Foi recebido por grande numero de
dio violento.—O grande torneio do Lawn Remei tidos pelo sr. Agostinho Bezerra da
TénipOTUlHúípÇí'-9* - *xi i„,;a O grande torneio de Lawntennis, realisado seus amigos. agencia jornalística recebemos os ns. 346 d'0
Esse triste acontecimento 2°* noje, leimís.—Tropas para Macau.—O gov&r Saudámos a s. exc. Rio Ki', 42 d'Ü Coiô, 90 d'A Parodia e 297 da
nadordo Limoeiro.—Eleições camarias honlem em Cascaes, e no qual tomaram parte
aqui, o grande assumpto do dia. os dístinetos jogadores d'ambos ossexoâ, che- A's 7 horas da manhã de ante-hontem, na Mala da Europa.
Todos os jornaes, da manhã e da tar- rrMQ?tfa fal?a<—. A tracção electrica • gados antes dehoniemno vapor London, us- rua do Brum, em frente á estação da Ferro Car-
de, encheram columnas co 'i sentidos desastre. — Accordo Anglo-Lusitano.— gO sr. Joaquim Telephone, estabelecido no
í( sumiu as proporções dum verdadeiro aconte- ril, os cocheiros dessa companhia Jacintho Caminho Novo, participou-nos que pretende
necrológios do eminente estadista. A questão religiosa.—A doença do som. cimento, entre a sociedade que cultiva o alto Prudente de Britto Rangel, n. 70, e Feliciano inaugurar no dia 14 do corrente um pequeno
Seu enterro teve extraordinária con- no.—Sct-viços qiiarenlena< ios.—Embai- Amando, n. 47, por causa de uma divida de
sport. A's vastas courlcs da formosa bahia que, 500 réis luetaram, sahindo o primeiro ferido e bem montado botequim com a denominação
I rs currencia. . asada... á China.—Novidades lilterari- de—Café Telephone—, onde espera servir a
deputados, logo depois as : A <nElectray>.—A reforma theatral. por sua elegância e vastidão, se consideram com uma facada na clavicula; foi curar-se em contento os freguezes.
tf A câmara dos muito superiores ás de Cannes e de Mônaco, casa de sua familia, no prédio n. 12 á rua de
de proferir o sr. Nilo Peçanha um bri- — O Quo Vadis ? — Finanças e com-
affluiu tudo o que Lisboa tem de mais requin- Santa Cecília. Sob a presidência do capitão Francis-
lhante discurso de elogio do venerando mercio. tado no mundo da haute-gomme. Abrilhanta- O offensor evadio-se e o subdelegado da fre-
morto, suspendeu a sessão em sigual de co de Assis Ferreira Magalhães teve In-
De regresso de sua viagem pelo norte do paiz» ram também a festa os sócios do Velo-Club» guezia tomou conhecimento do facto. gar na quinta-feira ultima a 9.» sessão da
pezar, ' chegou hontem á corte, em comboio especial' montando as sua? mais perfeitas e velozes bí- directoria da Legião de Soccorros Mu-
Também brilhantemente, os srs. Go- o joven príncipe d. Luiz Felippe. Sua alteza» cycleles. El-rei, que era utn dós jogadores, café Joaquim Garibaldi, vendedor ambulante de
moido, foi roubado sabbado ultimo pelo tuos dos Officiaes da Guarda Nacional,
mes de Castro e Barata Ribeiro fizeram acompanhado do seu aio e preceptor, o bravo manteve a sua raquete á altura das mais dex. creado Manoel Joaquim de Araújo, que desap- com assistência de numero legal de asso-
a apologia do conselheiro Paulino ae major Mousinho d'Albuquerque, depois d'U'ma trás, ianto nossas como inglezas. Findo o tor- pareceu de casa levando-lhe a importância ae ciados.
Souza no senado, que approvou, por demorada visita * cidade invicta, percorreu to- neio, realisou-se a corrida velocipédica, e em 5)#000. Aberta a sessão procedeu o major José
na da a
unanimidade de votos, a inserção pittoresca província do Minho, sendo en- seguida a tourada á antiga portugueza, promo- Procedendo a pesquizas no outro dia encon- Miguel dos Santos (2.» secretario) à lei-
acta de um voto de sentimento. thusiasticamente acclamado nas localidades vida pelo Sporting-Club, e também com a as" trou o gatuno no Recife e prendeu-o, chegando
a quantia de 52,5000, encontrada no tura das actas das 7.» e 8.» sessões, as
w% Hoje, no morro do Castello,
cidade, quatorze indivíduos
d'esta que
hourou com a sua presença e até mesmo
-forçaram, nos simples trsjectos d'umas para outras po-
voações. O nobre lourisie demorou-se princi-
a rehaver
sistencia de rua magestade. Emfim, foi um bolço de Joaquim Araújo.
verdadeiro cerlamen gymnastico, que muito y^Este pretendia embarcar para Timbaúba e
quaes depois de algumas emendas foram
approvadas.
honra a educação pbysica nacional. confessou o crime. O expediente foi lido pelo capitão Ame-
uma pobre mulher, que se achava em palmente em Braga, Vianna, Monsão, Valehça O Século, o jornal de maior circulação entre rico Jacques de Oliveira (adjuneto do l.o
adiantado estado de gravidez. e Guimarães, analys&ndo detidamente os mo- nÓ3, consagra hoje a sua primeira pagina á Quem não deseja ficar bom de um secretario) e constou de um convite do
Esse repellente crime foi presenciado numentos históricos que abundam na formosa brilhante festa que tão gratas recordações dei- rheumatismo? usai o LICOR DEPU- Monte-Pio Popular Pernambucano para
e duas mulhe- Suissa Portugueza, por certo a região da nossa
por tres outros homens xcu no espirito de todos os que tiveram a hon- RANTE E ANTI-RHEUMATICO de H. sua festa anniversaria, ficando adiado
res» pátria mais de gc-ito a fortalecer convicções ra de a presenciar. de Moraes c íicareiscurado.
para quinta-feira próximo a designação
A victima abortou e acha-se em perigo patrióticas, nao só pelo encanto suggestivo da Rua Marquez de Olinda n. 61. da commissão, em seguida tratou-se de
de vida. sua característica paysagem, como pelas glo- Parte no próximo dia 18 para Macau o novo as
Como é fácil de comprehender, a mons- riosas tradições que se lhe prendem. Em ai- contingente d« tropas que vai alli reforçar a Ha tempos noticiamos o furto de uns copos e vários assumptos, e, chamando-se
truosa infâmia causou a todos grande in- guns pontos, talvez nnnca distinguidos por vi- talheres no hotel de Londres, por um bilheteiro. commissões de beneficência, foram en-
gusrnição. Commauda em ch^fe e>tap forças homem velho, alto, que usa croisc e não foi cerrados os trabalhos.
dignação. sitas de tal ordem, as mulheres e as creanças o inteíligente cábilSq Frõès, d'artilharia nreso por condescendência do dono do estube-
ajoelhavam á passagem de Luiz Felippe, ati- lecimento. As enxaquecas e ncvralgias são CU-
O dr. Prudente de Moraes desmentio a rando-1 lie beijos e flores. Emfim, o enthusias- Depois dos acontecimentos que sobresalta- U mesmo gatuno filou hontem alguns copes RADAS com a nevroninade Alpheu Ra-
noticia que affirmava ter eile declarado mo foi tal que o príncipe, tfum momento de ram a cadeia do Limoeiro e que noticiámos na do Csfé Petropclis, á praça da Republica, tf n poso e só soíTrerá quem não fizer uso
votar, com seus amigos, no dr. Rodri- infantil commoção—dil-o, talvez por blague, nossa ulüma correspondência, o ministro da do dias antes feito o mesmo no Quinze de Na- deste
vembro. precioso remédio.
gues Alves, para o cargo de presidente uma das gazetas de Lisboa,—exclamou con- justiça houve por bem nomear para governp- Desta vez foi preso pelo subdelegado da fre- Rua Marquez de Olinda n. 61.
da Republica. • victo : «o Minho é o mais lindo torrão da Eu- dor d7aquelle estabelecimento o major Garcia
ropa.i) Ora, o sympathico herdeiro do throno, Gomes, official inteíligente e disciplinador, que guezia de Santo Antônio. Consorciam-se hoje no municipio de
Affirma-se que a vaga aberta na Aca- posto já disponha d'uma illustração pouco
Wm*mmm%mmmwm.

por certo ha de corresponder á confiança dos Mais um... Timbaúba, o sr. capitão José Francisco
demia Brazileira de Lettras com a morte vulgar em creanças da sua edade, da Euro- poderes públicos. Racebemos a seguinte carta : de Moraes Vasconcellos e a exma. sra. d.
do dr. Eduardo Prado será preenchida fi-
mais conhece do que o Minho. « Sr. redactor d'A Província. Não pre- Auta Adelia de Moraes Vasconcellos,
dr. Assis pa... pouco Estão marcadas para novembro próximo as Xavier de
pelo dr. Martins Júnior ou pelo tendo resuscitar uma questão morta; lha do sr. coronel Francisco
Brazil. Sua majestade a rainha Maria Pia acaba de eleições municipaes que, no dizer dos órgãos mas não quero, também, que a pobresi- Moraes Vasconcellos.
Entre os outros candidatos, todos os chegar a Vienna d'Austria, onde, no seu hotel, officiosos dos diflerentes partidos políticos, da- nha purgue os peccados alheios sem a O acto civil terá lugir ás 4 horas da
quaes reúnem muito poucas probabili- teve uma demorada coDfcrencia com o Impe- rão logar ás mais profiadas luetas. Vedere- misericórdia do meu descança cm paz... tarde no engenho Bôa-Vista, residência
dades, o mais sympathisado é o dr. Af- rador Francisco José. Da capital austríaca a mo... No Porto, para a eleição camararia, diz- as 5
N'umbellissimo estudo de Henry Char- do pai da contrahente e o religioso en- -¦

fonso Arinos. nobre sei:hora regressará directamente a Lis- se que haverá accordo entre os regeneradores riant sobre Emílio Castellar encontrei o horas da tarde na capella do mesmo
e o partido republicano. -
••i : 'Aqui chegou hontem a commissão do boa, findando assim a. sua pralongada
tura. ¦'._1__-— ~—_^_
villegia- .seguinte: -*-
Nulla dies sine linea. Retire dans Ia Yie pri-
genho.
Instituto Pastejjr^-de Paris, que vem
Toda a imprensa'do paiz reclama do governo vée, Castelar travaillait avec une sorte d'achar- A's 10 e 40 minutos de amanhã deve
estudar & lebfé~»rja'arella. Volta a fallar-se com alguma insistência na immediatas previdências que ponham cobro á nementsupe^be. Leve à cinq heures, jusqu'à partir um bond da linha da Magdalena,
possível necessidade d'uma recomposição mi- circulação criminosa de moeda falsa, que. co- 1'heure du déjeuncr il écrivait ou dictait sans que dará passagem grátis aos concurren-
N> senado, o sr. Antônio Azeredo ana- nisterial, mas que de forma alguma attingirá mèçando por prejudicar seriamente o Banco rei ache. tes ao leilão de'bons moveis na casa n. 8
lysoa as informações do governo a o titular da guerra, conselheiro Pimentel Pin- de Portugal e a Casa da Moeda, acabará por E' mais um que erra com A Província e da rua do Bemfica, residência tío sr. R.
respeito dos acontecimentos de Matto to. Por este lado ficam, pois, cabalmente con- collocar o povo h'umá situação âffliçtiva e que, tantos erros, sr. redactor, devem consu- B. Brander.
b
*¦:¦';

Grosso. firmadas as informações da nossa ultima cor- por demorada, se tornará irremediável. lal-a dos acertos ão Diário...»
— Fei adiada a discussão do projècto respondencia. A recomposição reclama-a, se Em vista de tão momentoso assumpto, o sr. No Gj-ranasio Pernambucano, hoje ás
ministro da fazenda parece que vae pôr de Visitando a casa de detenção desta ei- 10 horas do dia continuam os exames
que altera a lei das fallencias. gundo affirmam os trombeteiros políticos, o dade, os sr.s. coronel Pedro Nerj-, tenen- pela prova escripta de portuguez.
próprio triumpho eleitoral do sr. presidente de parte todas as questões que n'esta occasião o te coronel Alcântara Fonseca e alferes
S. Paulo, 4. conselho, que lhe impõe novas e mais impe- assoberbam, para estudar as medidas de mol-

I V riosas
A secca prosegue aqui em sua obra de ze, dizem elles,-tendo-se
devastação.
obrigações para com o paiz. O sr. Hint-
retemperado na urna,
de a suspenderem efficazmente este estado de
cousas. Diz-se que da circulação fiduciaria se-
rão substituídas todas as pequenas notas até
Raphael Fonseca, escreveram estes jui-
zos :
A familia do indíloso Anlonio Barlho-
Iomcu dc Araújo Lima fsz celebrar mis-
« Agradavclmente impressionado com a vi- sas no dia 6 do corrente ás 8 heras da
precisa também de retemperar o governo a 5|C00; e da moeda metallica, os cunhos do ni-
sita que fiz a este importante estabelecimento, manhã na matriz de Santo Antônio pelo
que preside. E, sendo assim, a pasta do reino que tem comoproverto administrador o sr. co- 1.° anniversario da morte daquelie moço.
Y' :W Paris, 4.
parece que ficará a cargo do sr. Teixeira de
ckel e do bronze. ronelManoel Gonçalves Pereira Lims, não pos-
so deixar de felicitar o mesmo sr. coronel pela
O sr. Dclcassé, ministro das relações Souza, passando o chefe de gabinete {para a da . A tracção electrica, a que já nos referimos Foram recolhidos á Casa de Detenção,
orde-m que sabe tão bem manter, revelando in- no decurso tía semana
a de próximo finda,
exteriores, enviou á Sublime Porta uma fazenda, e ficando definitivamente com com tão boas palavras, pregou-nos a mais so- comparável actiridade e tino administrativo.
nas
noti. cheia de energia, exigindo o paga- extrangeiros o illustre dr. Mattoso dos Santos, lemne das partidas. Ingrata : nós a tratal-a Detenção, Recife, 1 dc novembro de 19011—Pe- presos correcionalmente quatro fre-
mento immediato da indemnisação re- sem duvida uma das garantias da actual
situa-
com tanto amor... e ella a fazer das suas ! dro Anlonino Nery, coronel. » guezias desta capital, setento e cinco in-
clamada pelo nosso governo. ção. E a propósito, vem a pèllo registrar-se Hontem, nada mais nada menos do que dois « Ágradavelmsnte impressionado com a vi- dividuos, a saber:
ia$í^^ Na câmara dos deputados houve nma aqui o facto da Rcvue Diplomatique lhe ter pu- desastres, em que ficaram molestados uma sita que hoje fiz a este estabelecimento, dou no Recife 1; em Santo Antônio 5S ; no
interpeliação sobre o assumpto, que foi blicado o retrato, no seu ultimo numero, com parabéns ao estado de Pernambuco, pela feliz l.o districto de S. Jo^é 3; no 2." 2 ; l.o
pobre mulher e ama creança de collo. E' tal s» escolha do sr. coronel Manoel Gonçalves Pe- districto da Dòa Vista 11.
calorosamente discutido. um brilhante artigo em que, pela penna de Mr. série de accidenles que estão provocando os reira Lima, que, com tanta proficiência o de-
A esquadra franceza mandada á Tur- Meulemans, são postas em relevo as altas qua" differentes sistemas de viaçâo, entre nós, que nge. Detenção, Recife. 1 de novembro de 1901. A Primavera acauã de receber fazen-
deve ter chegado hoje a Mitelina. lidades do inteliigente estadista. a imprensa já implora do estado a creação Pedro de Alsantara Fonseca, tenente-coronel das e miudezas o que ha de mais chie e
quia
d'uma lei protectora da segurança individual e commandante do 27.«>> vende baratissimo, rua Nova, 60,
A população de Malta repelle com in- São gravíssimas as ultimas noticias chega- « A ordem, e principalmente as magníficas
das a Lisboa acerca da desastrosa guerra sul- do futuro das famílias prejudicadas por desas- condições hygienicas mantidas neste estaLe-
v.dígp, ção o idioma inglez. tres. Pessoa digna de toda fé nos informa
O governador da mesma ilha devolveu africana. A mais ponderável é a que annuncia, lecirnento moatram aos Tisitantes a capacida- na recébédoria de Maragotjy, no vi-
telegramma datado de 9, a proclamação que
de administrativa do sr. coronel Manoel Gon- sintiü estado de Al-gòas,acaba de verifi-
a pebeão que, por intermédio d'aquelle por na cidade do Cabo e em todo
O Daily Mail, de 6 do corrente, diz que come- çslTes Pereira Lima.—Detenção, Recife, t de car-s-^uiu desfalque de 3t:410;503S,sendo
o maltez en- do estado de sitio
funecionarioí desejava povo
o seu districto. Tal medida jà despertou sérios çaram as negociações de um accordo anglo- novembro de 1901.—Raphael A róhatijo da Fon-
dèreçar ao rei Eduaido VII. luzitano, para o estabelecimento de uma união seca. alferes secretario do 2.» bat«dí;ão de in- o responsável o administrador sr. coro-
Esse procedimento exasperou ainda protestos, e julga-se que será causa das mais aduaneira entre o Cabo, Natal e Lourenco Mar- fan teria.» nel Lourenco Cândido das Neves Lyra.
mais o espirito publico. graves perturbações. quês. O governador daquelie estado já de-
A opposição e os jacobinos pretendem des- Com 5£000 recebemos ha dias esta terminou a prisão preventiva do admi-
Apezar da inacção e da pouca energia das vendar n'esta noticia qualquer cousa de grave carta : nistrador, ea tem sido viva-
A batalha dada pelo general Botha âs decantadas commissões liberaes, a questão « Srs. redactores d'A Província.-^ P«çc-vos mente discutida questão
tronas britannicas perto de Betbel durou religiosa continua latente no animo do povo e para o nosso paiz. Nós, por emquanto, esta- nos jornaes de Maceió
o obsrqnio dê dsstribuirdes a quantia que Àccioly Júnior.
3G horas.
poder afiançar que a mais leve fau-
mos áver em que param as modss. acompanha esta carta, por 10 riu?as pobres", pelo dr. Joãu Baptista
Os inglezés perderam mais de 1200 ho- julgamos lha a.fará explodir de novo. E senão, julgue-se cabendo o cair. uma 500 rei», j»ara rezarem por Affirmoa-nos o dr. Accioly Júnior que
mens e os bocrs approximadamente 400. Ainda a propósito da questão religiosa, espe- alma de Joaquim.— L'm leitor.» o governador do estado—o exm. dr. üu-
pala corrida, um tanto ou quanto selvagem, ram-se manifestações anti-reaccionarias, prin- Repartimos os 5^000 corn as srss. d.»I. çlides Muita—tem cora toda calma pro-
mas altamente symptomatica, que soIVreiam cipalmente em Lisboa e uo Poito, se o governo Franceiiua Silva d'Albuquerquc, Maria curado a verdade sobre tr,l desfalque
Madrid, 4. tres frades allemães, de passagem para"ò Se- não cumprir a letti-a do decreto de 18 de abril
na quinta-feira ultima cahiram na Antonia da Conceição, Urs>ula Maria .Toa- pars sobre o responsável fazer cahir áfc
ne;?ftl, do corrente acuo, para cuja total execução
G senado votou por grande maioria a asneira que de desembarcar em Lnxões, seguindo quina, Maria Custodia da Conceição, penas d" lei.
resposta que enviará ao Congresso Pan- se estabelecera o prazo de G mezes. Simplicia Francisca de Mello, Alexan-
o Porto n'um carro electrico. Esse prazo finda justamente agora, e porcon-
Americano agradecendo suas saudações. para S-í.a policia os não protege immediatamente
drína Maria das Dores, Floriana Bran- Dizem-nos que n>. Feitosa os ladrões
seguinte os poderes públicos terão de fechar dulina d'Azevedo, Corina Maria da Con- lêem estas ultimas nodesbidido n*s por-
Nova York, 4. e cs não faz reccndu?.ir a bordo, os pobres de as portas de te dos os estabelecimentos religio- ceição, Fruncisca Maria da Conceição c tas de algumas cas?s c procuram aggre-
Chsistosujeitar-se-iam á mais perigosa das li- sos que não apresentarem estr.tutos da sua or- Simplicia Maria de Mello, a todss írans- d;r de preferencia os negociantes.
O coronel Páge Bryàn continua a fazer des porquanto a aripi*. miúda já se dispunha a ganisação qua os pcnhaàí ao abrigo da lai. millindo o pedido ds oração conslante ua
applicãr-lhes os mandamentos du luziiia arte Os rricrsdorcs úo logar queixam-se da
ácliva propaganda em favor do Brazil. Foi coroada do melhor êxito a missão scien- carta. faltü de policiamento c ê caso para as
de Montes. E' cruel, bem sabemos, este pro-
li Isto lem dado logar a que commercian- cesso de manifestar opiniões... mas o povo
tes poderosos solicitem do governo um não encontra melhor meio de as tornar evi-
tifica ida a Angola paia estudar a doença do
somno. Esse exi'o ê ts:ilo mais para asf-ign*-
lar quanto é certo que entre taut«s missões
Só soffre dos pulmões e morre tísico autoridades competentes tomarem pro-
qnem uão faz usojda—Solução de chio- videncias.
rydrophosphatad.-' de cal creosota-
tratado de commercio com os brazilei- dentes. Pedem-nos para chamar a attenção da
extrangeiras que foram estudar também, i» (formula do dr. Simões Barbosa).
ros. Y^.
A' ultima hora somos aíllictamente surpre- loco, a terrível enfermidade, só a nossa chegou policia sobro o procedimento incorreeto
de um preto que vende pão n'uma das
O melhor tônico reconstituinte é o Rio de Janeiro,
hendidos por um telegramma transmittido do