Você está na página 1de 4

Tecido sanguíneo

e hematopoiético
Autor:
Leiny Paula de Oliveira

Revisão:
Lucas José Santos Mascarenhas

2015
SUMÁRIO
INTRODUÇÃO gue contendo componentes de baixo e alto peso
molecular, que correspondem a 10% do seu vo-
lume. Tem-se 7 % de proteínas plasmática, 0,9%
INTRODUÇÃO................................................................3 O tecido sanguíneo é considerado um tipo
de sais inorgânicos e o restante de compostos
SANGUE..........................................................................3 especial de tecido conjuntivo em que células en-
orgânicos diversos , como aminoácidos, vitami-
PLASMA..........................................................................3 contram-se separadas por grande quantidade de
nas, hormônios e glicose. As principais proteínas
matriz extracelular (plasma). O plasma correspon-
ELEMENTOS CELULARES DO SANGUE.........................3 são as albuminas, as alfa, beta, gamaglobulinas,
de a 10% do volume sanguíneo, sendo composto
Hemácias........................................................................3 lipoproteínas, protrombina e fibrinogênio, sen-
de componentes de baixo e alto peso molecular.
do as duas ultimas participantes da coagulação
Leucócitos.......................................................................4
O processo de regular a produção conti- do sangue. A albumina tem grande importância,
GRANULÓCITOS............................................................4 nua de células do sangue é chamado de hemo- pois são fundamentais na manutenção da pres-
Neutrófilos.................................................................4 citopoese. O tecido hematopoiético atua na pro- são osmótica do sangue e as gamaglobulinas são
Eosinófilo .......................................................................4 dução dos elementos figurados do sangue. Estão anticorpos , sendo assim chamadas também de
envolvidos os processos de renovação, prolifera- imunoglobulinas.
Basófilo...........................................................................4
ção, diferenciação e maturação células.
Mastócitos......................................................................4
AGRANULÓCITOS..........................................................5 ELEMENTOS CELULARES DO SANGUE
SANGUE
Linfócitos........................................................................5
Monócitos.......................................................................5 Hemácias (eritrócitos)
PLAQUETAS....................................................................5 O sangue é um tipo especial de tecido
conjuntivo sendo constituído de glóbulos san-
HEMOCITOPOESE..........................................................5
guíneos e plasma. Os glóbulos sanguíneos são as As hemácias são especificas ao sistema
Células-tronco.................................................................6 hemácias, plaquetas e vários tipos de leucócitos. circulatório, transportam oxigênio e dióxido de
Medula óssea...................................................................6 A função principal do sangue é o transporte de carbono, são anucleadas com formato bicônca-
oxigênio, nutrientes, remoção do dióxido de car- vo e não possuem organelas. São compostas por
MATURAÇÃO DOS ERITRÓCITOS, LINFÓCITOS E
bono e remoção dos produtos de excreção dos membrana plasmática, citoesqueleto, hemoglobi-
MONÓCITOS..................................................................6
tecidos. Também as funções de defesa são inter- na e enzimas glicolíticas . Quando ficam velhas,
Linfócitos........................................................................7 as hemácias são removidas por fagocitose ou
mediadas pelo sangue através dos leucócitos.
Monócitos.......................................................................7 destruídas por hemólise no baço. Os reticulocitos

ORIGEM DAS PLAQUETAS...........................................7 substituem as hemácias na circulação, sendo esse


PLASMA processo necessário para completar a síntese da
Megacarioblastos e Megacariócito...............................7
hemoglobina e as sua maturação.

O plasma é o componente liquido do san-

Laboratório de Anatomia Animal


Universidade Federal de Goiás - Regional Jataí Acesse https://laan.jatai.ufg.br/ para mais aulas
Visite nossa página no https://www.facebook.com/laanufg
Cordenador Geral do Projeto: Design e Diagramação:
Valcinir Aloisio Scalla Vulcani Guilherme Pinheiro Santos Fique por dentro e receba o que há de novo no LAAN UFG

3
Leucócitos Neutrófilos são as primeiras células que As celulas que estão dentro do grupo dos Plaquetas evitam a perda de sangue, pelo
defendem o organismo de microrganismos, agranulócitos são: Linfócitos e Monócitos. auxilio da coagulação do mesmo. Também pro-
Leucócitos são incolores de for- como por exemplo, bactérias. Eles atuam fa-
movem a reparação da parede dos vasos sanguí-
ma esférica e tem função de proteger o or- gocitando esses microorganismos estranhos e
Linfócitos neos.
ganismo contra infecções. São formados ao mesmo tempo liberando enzimas hidrolíti-

na medula óssea ou em tecidos linfóides e cas na matriz extracelular. Após o inicio desse

permanecem temporariamente no sangue. processo de fagocitose os neutrófilos morrem,


Linfócitos tem núcleo redondo, citoplasma HEMOCITOPOESE
São classificados como granulócitos ou agranuló- dando origem ao pus que nada mais é que a
basófilo corando-se de azul-claro. Os linfócitos
citos. Granulocitos tem núcleo de forma irregular junção dos materiais estranhos com os neutró-
podem ser divididos em 2 tipos principais : linfó-
filos mortos.
e possuem grânulos específicos e quanto os agra- citos T, produzidos na medula óssea e maturados O processo de regular a produção conti-
nulocitos tem o núcleo de forma mais regular e não no timo e linfócitos B , produzidos e amadureci-
nua de células do sangue é chamado de hemo-
contem granulações especificas. Agranulocitos dos na medula óssea.
Eosinófilo citopoese. Estão envolvidos os processos de re-
são divididos em dois tipos: monócitos e linfócitos. Essas células identificam moléculas estra-
Quando sofrem um estimulo, os leucócitos po- novação, proliferação, diferenciação e maturação
nhas contidas em diferentes agente infecciosos,
dem sair da corrente sanguinea ( diapedese ) e Segundo leucócito mais observado circu- células. Na hemocitopoese é dividida em fases,
agindo e combatendo-as por resposta humoral e
entrar no tecido conjuntivo por um mecanismo lando no sangue periférico. O eosinófilo é uma cé- sendo a primeira a mesoblastica, onde as primei-
citotóxica. Sendo assim, os linfócitos tem a fun-
de direcionamento , local onde muitos morrem lula que está intimamente envolvido no combate
ção de defender imunologicamente do organis- ras células sanguíneas surgem no mesoderma do
por apoptose. de infecções parasitárias, processos inflamatórios
mo. saco vitelino. Em seguida tem-se a fase hepática,
e alérgicos.Produz energia através da respiração
anaeróbica. Seu núcleo é polimórfico, bilobulado, onde acontece o desenvolvimento de eritroblas-
GRANULÓCITOS sendo menos heterocromático e segmentado que Monócitos tos, granulocitos e monócitos. Sendo esta fase é
do neutrófilo. Os grânulos são lisossomos e inci- muito importante durante a vida fetal. Depois,
dem de dois tipos: grânulos específicos e azurófi- já no segundo mês de intrauterina tem-se a fase
Granulocitos podem ser divididos em 3 ti-
los.
pos : neutrófilos , eosinofilos e basófilos. medular, onde a medula óssea hematógena co-
Monócitos possuem núcleo oval, ou cha-
meça a se forma. Já na vida pós-natal as células-
mado também de forma de rim ou ferradura. Seu
Basófilo citoplasma contem grânulos pequenos e azurófi- -tronco da medula óssea hematógena começa a
los. Os monócitos circulam no sangue por algu- formar glóbulos, que dependendo do seu tipo
Neutrófilos
mas horas ou dias e em seguida vão para o tecido são denominados de : eritropoese, granulocito-
Basófilos possuem núcleo irregular e volu-
conjuntivo, onde se diferenciam em macrófagos.
moso, com forma retorcida. O citoplasma contem poese, linfocitopoese, monocitopoese e megaca-
Neutrófilos é o tipo mais comum de Já nos ossos, eles se diferenciam em osteoclastos.
muitos grânulos, sendo esses maiores do que dos riocitopoese. Essas células devem passar para o
leucócito e utilizam o metabolismo anaeróbi- outros granulócitos. Na membrana plasmática
sangue, mas antes disso, elas passam pelos pro-
co para produzir energia. Em esfregaço san- dos basófilos são encontrados receptores para
PLAQUETAS cessos de diferenciação e maturação na medula
guíneo, o núcleo é heterocromático e muito imunoglobulina E. Basófilos constituem uma pe-
segmentado, com lobulações distintas que se quena parte dos leucócitos, sendo o seu aumento óssea.
unem através de filamentos de cromatina e chamado de basofilia. Eles secretam citocinas e Plaquetas são anucleadas, com forma de Inicialmente todas as células são origina-
nucleoplasma. O citoplasma possui vários grâ- leucotrienos, sendo estes mediadores químicos. disco. No esfregaço sanguíneo as plaquetas apa-
rias da medula óssea, sendo a medula e o timo
nulos intercalados com polissomos, complexo recem em grumos (aglutinação). Elas são frações
órgãos primários onde o desenvolvimento linfoi-
golgiense, glicogênio e às vezes mitocôndrias. pequenas do citoplasma derivadas do megacari-
Seus grânulos são lisossomos e consistem de AGRANULÓCITOS ócitos, sendo estes células gigantes e poliplóides de ocorre. Já o baço, linfonodos e agregados lin-
grânulos específicos e azurofílos. da medula óssea. fóides são órgãos linfóides secundários.

4 5
Células-tronco É constituída por vários tecidos e dividida em ritroblastos, eritroblastos basófilos, eritroblastos sófilo . O núcleo contem mais DNA que o normal,
dois compartimentos, sendo o compartimento policromáticos, eritroblastos ortocromáticos, re-
sendo poliplóide . Já o megacariócito tem núcleo
vascular e o hematopoiético. O compartimento ticulócitos e hemácias.
As células- tronco são encontrada na me- vascular é composto pelas artérias, veias e capi- irregular e citoplasma levemente basófilo, rico
dula óssea e tem o pode se diferenciar em qual-
lares do tipo sinusóide, já o compartimento he-
quer tipo de elemento figurado do sangue. Essa
matopoiético é formado pelo estroma de tecido
Linfócitos em reticulo endoplasmático liso e rugoso .
célula possui núcleo indiferenciado com cromati-
reticular, células livres e células adiposas.
na densa e citoplasma basófilo. Quando esta ocorrendo a maturação dos megaca-
Existem dois tipos de medula óssea: me- É a partir do tipo e órgão linfoides peri-
dula óssea amarela, sendo a cor determinada por féricos que surgem os linfócitos circulantes no ríocito aparecem grânulos citoplasmáticos que se
Células-tronco são diferenciadas por ca- ser rica em células adiposas e por não produzir sangue e na linfa. Linfócitos T se diferenciam no
racterísticas como; células sanguíneas, e a medula óssea vermelha timo em plasmócito, e os B na medula óssea. Os distribuem pelo citoplasma e são precursores do

•Capacidade de auto renovação tem a cor determinada pela presença de nume- linfócitos maduros são formados a partir de lin-
hialômero das plaquetas. Com o amadurecimento
rosos eritrócitos em estágios de maturação dife- foblastos e prolifócitos.
•Capacidade de gerar grande variedade
rentes. dos megacaríocitos ocorre também um aumento
de tipos celulares O linfoblasto é a célula mais nova da linhagem e
também é a maior celulas linfocítica. Ela da ori-
•Capacidade de reconstituir o sistema he- na quantidade de membranas lisas que acabam
gem ao prolinfócito e este origina o linfócito cir-
mocitopoético Medula óssea Vermelha
culante. dando origem a membrana das plaquetas.

As células originadas pelas células-tronco Formada por células reticulares e dentre A localização dos megacariócitos junto aos capi-
essas células encontra-se um numero variado
Monócitos
tem dois destinos. Algumas permanecem como
lares sinusóides facilita a liberação das plaquetas
célula-tronco (auto renovação), e outras se dife- de macrófagos, células adiposas e células he-
renciam em tipos celulares com especificidades mopoeticas. A medula óssea, além de produzir para o sangue.
Monócitos dão origem aos macrófagos
características. células do sangue e de destruir eritrócitos en-
dos tecidos. Eles são células já diferenciadas, ou
velhecidos, ela também tem armazenado fer-
As células sanguíneas originam-se de um seja, que não mais se dividem.
ro, sendo que este se apresenta da forma de
único tipo celular da medula óssea, sendo assim, Quem origina os monócitos são os promonócitos,
ferritina e de hemossiderina. REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS
chamadas de células-tronco pluripotentes. Quan- através de duas divisões. Esses monócitos passam
do essas células se multiplicam, elas dão origem para o sangue e depois migram para o tecido con-
às células linfóides que formam linfócitos e tam- MATURAÇÃO DOS ERITRÓCITOS, LINFÓ- juntivo e enfim, de diferenciam em macrófagos.
bém as células mielóides que formam eritrócitos, CITOS E MONÓCITOS
JUNQUEIRA. L.C; CARNEIRO. J. HISTOLO-
granulocitos, monócitos e plaquetas.
ORIGEM DAS PLAQUETAS
Em geral, o crescimento hemocitopoético pode GIA BÁSICA. Ed. Guanabara Koogan 11º
A síntese de hemoglobina e a formação de
ser dividido em fatores multipotentes que atuam A origem das plaquetas se da na medula óssea
corpúsculo pequenos que da a superfície para a edição. Rio de Janeiro. 2007.
cedo e em fatores que atuam mais tarde e mais vermelha através da fragmentação do citoplasma
trocas de oxigênio são processos básicos para a
específicos para cada linhagem. dos megacariócitos que são formados pela dife-
maturação dos eritrócitos. Quando a célula esta
renciação dos megacarioblastos.
madura é porque ela atingiu um estagio de di-
Medula óssea ferenciação o qual lhe permite executar todas as SAMUELSON. D. A; TRATADO DE HISTO-
suas funções especializadas. Megacarioblastos e Megacariócito
LOGIA VETERINÁRIA. ED. SAUNDERS EL-
A medula óssea é um órgão importante Em cada grau de diferenciação as células eritro- O megacarioblastos é uma célula de núcleo gran-
desde os primeiros meses de vida de um animal. cíticas recebem uma denominação, como: proe- de e oval e o seu citoplasma é intensamente ba- SEVIER. RIO DE JANEIRO. 2007.

6 7

Você também pode gostar