Você está na página 1de 50

Educação de Jovens e Adultos

TA 3
Processo de ensino e aprendizagem na
Educação de Jovens e Adultos: ênfase no
trabalho docente.
Resumo
Unidade de Ensino: 3

Conhecer e aplicar os fundamentos teóricos


Competência da
e metodológicos da Educação de Jovens e
Unidade de Ensino: Adultos adequados ao contexto de atuação.
Importância e tipos de planejamento,
Resumo: avaliação e especificidades da Educação de
Jovens e Adultos.
Educação de Jovens e Adultos. Docência.
Planejamento. Ensino. Aprendizagem.
Palavras-chave: Avaliação.

Processo de ensino e
Título da teleaula: Aprendizagem na EJA

Teleaula nº: 3
Convite ao estudo
Refletir sobre algumas especificidades ligadas ao
processo de ensino e aprendizagem na EJA;
Compreender a importância do planejamento; plano
de aula, no cotidiano da ação docente;
Refletir sobre a importância da avaliação durante o
processo de ensino e aprendizagem;
VA Caminho de Aprendizagem
Conhecimentos prévios
Identificar especificidades ligadas ao processo de
ensino e aprendizagem na EJA.
Aspectos ligados à alfabetização: objetivos,
conteúdos, recursos metodológicos, instrumentos de
avaliação.
Avaliação tradicional x avaliação contínua,
diagnóstica e qualitativa.
Pensando a aula:
situação geradora de aprendizagem
Público-alvo da EJA: jovens e adultos, mulheres e
homens, com uma vasta experiência de vida. Trazem
consigo as marcas da desigualdade - retratado pelo
contexto social.
Reflexão: Como pensar, em ações pedagógicas e
didáticas que favoreçam a aprendizagem de jovens e
adultos, atendendo as especificidades dos alunos?
Cápsula 1 “Iniciando o estudo”
Situação-Problema 1

Participação da
professora Lúcia Indagações sobre
20 professores
no curso de a necessidade de
cursistas
formação planejar
continuada
Problematizando a Situação-Problema 1
Questionamentos:
Será que o professor considera todos os passos para a
execução de um bom planejamento?
O professor reconhece todos os elementos que
compõem um plano de aula? São, de fato,
importantes para o trabalho do professor?
Por que o planejamento as vezes se torna uma tarefa
burocrática?
Problematizando a Situação-Problema 1
Todas as pessoas de alguma maneira pensam e planejam
o seu cotidiano;
Conceito de Planejar: analisar uma dada realidade,
refletindo sobre as condições existentes. Prever
alternativas de ação para superar dificuldades ou
alcançar os objetivos desejados [...]”. (HAIDT, 2004, p. 94)
Problematizando a Situação-Problema 1
Conceito de Plano de Aula: Culminância do processo
mental de planejamento. O plano, sendo um esboço das
conclusões resultantes do processo mental de planejar,
pode ou não assumir uma forma escrita.” (HAIDT, 2004)
Problematizando a Situação-Problema 1
Planejamento
geral de Planejamento
atividades de curricular
uma escola

Planejamento
Planejamento
de um
didático ou
sistema
de ensino
educacional Tipos de
planejamento

Haidt (2004, p. 95)


Problematizando a Situação-Problema 1

Planejamento
de unidade
didática

Planejamento Planejamento
de curso de aula

Planejamento
didático ou
de ensino
Problematizando a Situação-Problema 1
Existem vários modelos de planos, para cada situação
que envolve o ensino. Cabe ao professor escolher o
modelo que melhor atenda a realidade dos alunos. O
plano de ser funcional e possível de ser desenvolvido em
sala de aula, culminando com bons resultados no que se
refere ao ensino e a aprendizagem. (MENEGOLLA, 2002, p. 46)
Problematizando a Situação-Problema 1
Plano de aula (Haidt, 2004)
Data:
Escola:
Turma:
Nome do(a) Professor(a):
Número de aulas ou horas –
Área(s) ou Disciplina(s):
Objetivos:
- Objetivo(s) Geral(is)
- Objetivo(s) Específico(s)
Problematizando a Situação-Problema 1
Conteúdo(s):
Metodologia:
Recurso(s):
Avaliação:
Bibliografia:

Disponível em: https://www.google.com.br/search?client=firefox-b&dcr=0&biw=


1276&bih=685&tbm=isch&sa=1&ei=sVMhWsrBEcGCwgT90ob4AQ&q
=imagem+plano+de+aula&oq=imagem+plano+de+aula&gs_l=psy-ab.3...4396.6309.
0.6485.12.8.0.0.0.0.404.743.3-1j1.2.0....0...1c.1.64.psy-ab..11.1.338...0j0i67k1.0.02
oGOQ3TLXc#imgrc=w-ItEhFw-8YFRM:
Resolvendo a Situação-Problema 1
Resistência: Muitos professores entendem o
planejamento apenas como atividade burocrática da
escola.
Cabe ao professor planejar suas aulas de forma a
integrar conteúdo, ensino e aprendizagem. Os
conteúdos precisam dialogar com a história de vida
dos alunos, além de auxiliar na construção do
conhecimento.
Cápsula 2 “Participando da aula”
Situação-Problema 2
Curso de formação continuada para professores;
Importante refletir sobre avaliação e trabalho docente;
Será que o professor avalia de forma adequada o
trabalho pedagógico? Como avaliar os alunos diante
da diversidade cultural existente em sala de aula?
Como avaliar o aluno da EJA considerando suas
características singulares?
Situação-Problema 2
Por que avaliar? Quais são os desafios que envolvem a
tarefa de avaliar?
Será que, as práticas avaliativas, contribuem para a
aprendizagem dos alunos?
Considerando a diversidade do público-alvo atendido
pela EJA, quais caminhos podem ser utilizados pelo
professor para realização de uma avaliação
significativa?
Problematizando a Situação-Problema 2

Avaliações externas:
realizadas em âmbitos
nacionais, estaduais e
municipais.

Avaliações internas:
avaliações realizadas
diretamente pelo professor
junto a seus alunos.
Problematizando a Situação-Problema 2
Sant’anna (2002) afirma que, centenas de professores e
alunos, quando questionados sobre a importância da
avaliação - todos são unânimes em concordar sobre a
necessidade de realização de atividades avaliativas,
contudo, comentam também sobre seu caráter
complexo.
Problematizando a Situação-Problema 2
Para Hoffmann (2001b):
O fenômeno avalição é indefinido, porque professores e
alunos usam o termo de forma arbitrária. Atribuem-lhe
significados diversos, vinculados principalmente à
prática avaliativa tradicional: prova, nota, recuperação e
aprovação.
Problematizando a Situação-Problema 2

De acordo com Hoffmann (2001b, p. 16): “[...] um


professor que não avalia constantemente a ação
educativa, no sentido investigativo, instala sua
docência em verdades absolutas, pré-moldadas e
terminais”.
Problematizando a Situação-Problema 2
A prática da avaliação da aprendizagem somente será
possível na medida em que se estiver, de fato,
interessado na aprendizagem do aluno. Nesse sentido,
cabe ao professor refletir continuamente sobre quais são
os reais objetivos das práticas avaliativas realizadas
pelos mesmos junto aos estudantes. (LUCKESI, 1998)
Problematizando a Situação-Problema 2

De acordo com Hoffmann (2002, p. 74)


“Mediação é aproximação, diálogo, acompanhamento
do jeito de ser e aprender de cada educando, dando-
lhe a mão, com rigor e afeto, o professor ajuda o
aluno a prosseguir, tendo ele a opção de escolha de
rumos em sua trajetória de conhecimento.
Problematizando a Situação-Problema 2
A avaliação deve ser assumida pelos educadores e
educandos, visando práticas dialógicas e que possam
contribuir para a humanização.

Disponível em: https://www.google.com.br/search?q=


figura+di%C3%A1logo&client=firefox-b&dcr=0&tbm=isch&tbo=
u&source=univ&sa=X&ved=0ahUKEwj-va77--bXAhXEi5AKHeodDj0QsAQIJ
w&biw=1276&bih=685#imgrc=l-jKnU0DQJxR6M:
Problematizando a Situação-Problema 2
O professor que atua na EJA deve reflitir sobre as
práticas avaliativas que podem contribuir para a
aprendizagem dos alunos;
Participar de avaliação contínua, utilizando-se de
diferentes instrumentos de avaliação, possibilita reflexão
sobre a construção e a aquisição do conhecimento e da
consciência crítica. (RIBEIRO,1997)
Problematizando a Situação-Problema 2

Segundo Platzer (2017), precisamos refletir sobre


educação e avaliação em uma perspectiva
ampla, pautada em aspectos históricos, sociais,
políticos, culturais e econômicos, entre outros.
Resolvendo a Situação-Problema 2
Lembrete importante ao professor:
É fundamental ao professor, utilizar-se de práticas
educativas e avaliativas que, de fato, inclua os
educandos no processo ligado ao ensino e à
aprendizagem, valorizando seus conhecimentos e
buscando maneiras de amplia-los, a partir do trabalho
em sala de aula.
Cápsula 3 “Participando da aula”
Situação-Problema 3
Por que muitos professores sentem dificuldade para
trabalhar com alunos da EJA?
Quais conhecimentos são necessários aos educadores
que se dedicam a esse público? Cabe ao professor
elaborar atividades que realmente instiguem os
alunos a participarem com entusiasmo das aulas;
Situação-Problema 3
Porque muitos educandos não se sentem acolhidos
pela escola e motivados para a aprendizagem dos
conteúdos ensinados nesse espaço? Quem são os
alunos que frequentam essa modalidade de ensino?

Disponível em: https://www.google.com.br/search?q=figura+ponto+


interroga%C3%A7%C3%A3o&client=firefox-b&dcr=0&tbm=
isch&source=iu&ictx=1&fir=lRUHXu7wpePYWM%253A%252CsjcyeG6YRCmr_
M%252C_&usg=__Fw_LkaSTIG4gec6xiiUXu3iec7E%3
D&sa=X&ved=0ahUKEwjBzd-s8ujXAhXGGJAKHYbYC0cQ9QEILzAB#imgrc=
JeKcAsPX2hehIM:
Problematizando a Situação-Problema 3
É preciso respeitar as condições culturais do aluno
que frequenta a EJA. É importante que o
professor, realize o diagnóstico histórico e
econômico da comunidade onde trabalha,
visando estabelecer um canal de comunicação
entre o saber erudito e o saber popular.
Problematizando a Situação-Problema 3

Questionar

Valorizar a
Desmistificar linguagem e
a cultura

Educador
engajado
(Mizukami,
1986)
Problematizando a Situação-Problema 3
Qualidade fundamental ao docente que atua na EJA:
1- capacidade de solidarizar-se com os educandos,
2- disposição de enfrentar as dificuldades por meio de
desafios estimulantes,
3- confiança na capacidade de que todos podem
aprender.
Problematizando a Situação-Problema 3
É fundamental, que o educador tenha conhecimento de
que:
- Ele também é parte da diversidade,
- Possui e manifesta suas experiências e vivências,
assim como os educandos,
- Deve valorizar a postura dialógica.
- É preciso ir além da leitura superficial de sua
realidade.
Problematizando a Situação-Problema 3

Dasafios
estimulantes

Qualidades do
docente que
atua na
Educação de
Jovens e
Adultos

Confiança na
Capacidade
capacidade de
de solidarizar-
todos de
se com os
aprender e de
educandos
ensinar.
Problematizando a Situação-Problema 3
O professor deve promover aos educandos o acesso a
diversos materiais educativos, entre eles, jornais,
revistas, cartazes, vídeos;
Os materiais didáticos são instrumentos de trabalho
do professor e do aluno, sendo suportes
fundamentais na mediação entre o ensino e a
aprendizagem (BITTENCOURT, 2011).
Problematizando a Situação-Problema 3
Os professores devem estar atentos ao fato de que o
processo educativo não se finda no espaço e no período
de aula, uma vez que a convivência em uma escola ou em
outro tipo de centro educativo poderá ser, para além das
aulas, uma relevante fonte de desenvolvimento social e
cultural.
Problematizando a Situação-Problema 3
As exigências educativas ditadas pela sociedade
contemporânea, se relacionam a diferentes dimensões
da vida, ao trabalho, à participação social e política, à
vida familiar e comunitária, às oportunidades de lazer e
desenvolvimento cultural.
Problematizando a Situação-Problema 3

Carvalho Polícia e
(2005) sugere bandido.
alguns temas Medo. Mãe e
em comum abandono.

Televisão,
Pai, sonhos, computadores,
esperança, carros,
vida, morte. celulares.
Problematizando a Situação-Problema 3
Trabalhar com projetos é um suporte interessante
para uma ação interdisciplinar com aluno da EJA;
De acordo com Platzer (2017), a realização de um
projeto é uma atividade coletiva e social que favorece
a participação dos alunos por meio da valorização de
várias habilidades.
Resolvendo a Situação-Problema 3
O educador precisa conhecer e compreender as
manifestações culturais dos estudantes.
Deve dialogar, trabalhar a autonomia, despertar o
interesse;
É preciso compreender a história da EJA, a partir de
questões políticas, econômicas, culturais e
educacionais, pois essas revelam a história de
desigualdade social vivenciada por esse público.
Resolvendo a Situação-Problema 3
Torna-se necessário o desenvolvimento de atividades
que sejam significativas e instiguem o interesse do
aluno pela aprendizagem;
O educador deve proporcionar aos seus alunos o
contato com diversos materiais didáticos, tornando as
aulas mais interessantes e envolventes.
Cápsula 4 “Participando da aula”
Provocando novas situações
O professor ao atuar na Educação de Jovens e Adultos
e perceber que seus alunos se desenvolvem de modo
diferente, deve se utilizar de diferentes estratégias de
avaliação dentro de uma única turma ou é necessário
padronizar um mesmo instrumento de avaliação para
todos?
Diálogo do professor com alunos

Contribuição dos acadêmicos....


VE Caminho de Aprendizagem