Você está na página 1de 44

Sessão nº 6 (2ª parte)

Teresa França 14/03/2011


Avaliação é …

 apreciação da competência ou progresso de um aluno ou de


um profissional.

Dicionário Porto Editora online


Avaliação é …
“(…) uma componente essencial do processo de ensino, e o seu
objectivo primeiro é o de fornecer ao professor informações
que fundamentem decisões pedagógicas no sentido de
ajudar os alunos a progredir.”

Fernanda Leopoldina Viana


In “O Ensino da leitura: a avaliação”

“(…) partimos do princípio de que só podemos avaliar o que tiver


sido ensinado.”
Fernanda Leopoldina Viana
In “O Ensino da leitura: a avaliação”
Avaliação é …

“…um elemento integrante e regulador das práticas


pedagógicas”
( Abrantes,2001,p.9)
 Na reorganização Curricular do Ensino Básico é
explícito o entendimento de que o currículo e a
avaliação são “componentes integradas de um mesmo sistema e
não sistemas separados”.
Princípios orientadores:

 Procedimentos de avaliação devem ser adequados aos


objectivos
 A Avaliação no 1º ciclo é de carácter formativo
 A Avaliação formativa deve ser complementada com a
avaliação sumativa
 Na prática pedagógica, os professores devem:
1 - Conhecer as competências ( ) que os alunos deverão ter
desenvolvido ao nível da leitura, no fim do 1º Ciclo de E.B.

2 - Saber proceder a uma avaliação que permita construir um


“retrato” de cada aluno nas diferentes competências
envolvidas no acto de ler. ( )

3 - Saber em que posição se situam os alunos e a turma, em relação


ao que é esperado ( ) que todos os
alunos do mesmo ano de escolaridade atinjam e introduzam
mudanças nas práticas em função desta avaliação.
 Objectivos da avaliação

O que podemos avaliar…


1- O produto da leitura, isto é, as mudanças de
conhecimentos que se operam depois de o aluno
ter lido .
Ex: Provas de Aferição, Provas globais, Avaliações do P.I.S.A.
2- O processo da leitura, ou seja, o conjunto de
competências que o aluno mobiliza (ou não) ao
longo da leitura para que se produzam as
modificações no conhecimento.
Ex. avaliação diagnóstico e avaliação formativa

Destinam-se à observação e à analise das diferentes


competências específicas que os alunos mobilizam
durante a leitura.
 Este tipo de avaliação pretende responder a
questões do tipo:
1-O que está a impedir um leitor de ler bem, ou de
atingir um nível superior de leitura?

2-Em qual das habilidades está a falhar um leitor?

3-Como posso organizar o ensino visando colmatar


determinada falha?
 Estes dois tipos de avaliação não são mutuamente exclusivos
mas são complementares. Numa mesma tarefa podem ser
avaliados produtos e processos, dependendo da análise que
dela for feita.

 Para além de um resultado expresso em pontos, percentagens e


valores, a competência/capacidade/processo que o aluno tem
de mobilizar para responder de forma correcta a uma
questão também é analisada.
 Exemplo
No quintal do Francisco crescia uma frondosa laranjeira. Fora ele que a plantara, com a
ajuda do pai, quando tinha 4 anos. Durante os 6 anos da sua vida, nunca tinha dado
laranjas doces. Esta era a opinião do Francisco, porque a irmã adorava as laranjas daquela
árvore.
Uma grande percentagem de crianças, (3º. ano), respondeu do seguinte modo à
questão:

Quantos anos tem o Francisco?


 4 anos
 6 anos
 10 anos
 2 anos
 Avaliação de produto:
1 ponto
1 valor

 Avaliação de processo:
Que raciocínio a criança fez para seleccionar aquela opção?
Que processo falhou?
Quais os factores que influenciaram a resposta?
 A ambiguidade do texto?

 A pergunta ?
 Vamos confirmar…

“Mas, durante os 6 anos da sua vida, nunca


tinha dado laranjas doces”.

 Vida do Francisco
 Vida da Laranjeira
 Vida da irmã do Francisco
 Dimensões da Avaliação da Leitura
“Ler é compreender”
A compreensão da Leitor Texto
-Estruturas -Estrutura
leitura é resultante da cognitivas -Conteúdo
-processos -Intenção do autor
interacção entre, pelo
menos, três grupos de
factores:
Contexto
-Social
-Psicológico
-Físico
 A avaliação é, no entanto, dificultada pela quantidade e
complexidade dos factores intervenientes.
 Assim, centrar-nos-emos essencialmente na avaliação dos
processos linguísticos (ao nível da sílaba, da palavra, das frases e
dos textos) agrupados em duas grandes dimensões:

1. O reconhecimento de palavras (decifração)

2. Construção de significação (compreensão)


(dentro da frase, entre sequências de frases e no texto como um todo)
 1. O reconhecimento de palavras(decifração)
Escrita alfabética - as palavras são compostas
por sons e as letras codificam esses sons
Ler = descodificar o código
Competências da decifração Reconhecimento de palavras

Compreensão do que é lido


 Processo: Reconhecimento de Palavras
processos
Perceptivos Léxicos
Identificar e Pág Reconhecer com rapidez e precisão as palavras Pág
discriminar letras e . escritas, de modo, a libertar recursos implicados na .
palavras extracção de sentido

Apresentação 15  Via directa Via indirecta 19


aleatória de letras -1 (reconhecimento (conversão
Apresentação de 15 imediato de palavras) fonema/grafema)
textos impressos-2
Apresentação de 18 Apresentação de listas de palavras controladas. 20
pares de palavras a
graficamente Inclusão de listas de pseudopalavras. 21
semelhantes-3
Processos Perceptivos

Exemplo 1 Exemplo 2 Exemplo 3


Processos Léxicos
 Ao avaliar podemos analisar as estruturas silábicas
que apresentam dificuldades para o leitor
registando em tabelas ou registo aúdio.

Exemplo
 VI-DRO /VI-DE-RO
 SU-PER-MER-CA-DO/SU-PER- MRE-CA-DO
 CASCA/CA-SSE-CA
 2. Construção de significação (compreensão)
No processo de construção do significado vamos considerar:
1. Os microprocessos

2. Os processos integrativos

3. Os macroprocessos
1. Os microprocessos
- A identificação e compreensão de unidades
de significado(palavras)
O carro do meu tio é azul.

 A leitura por unidades de significado está dependente:


 da automaticidade da decifração

 deficiente marcação das unidades na escrita (na oralidade há

as pausas e entoação)
Tarefa: registo de leitura oral
 - A compreensão das diferentes funções das
unidades de significado

ex. O João foi empurrado pelo Pedro e caiu desamparado.


Resultado: duas costelas partidas

 Quem é que ficou com duas costelas partidas?


 Factores sintácticos que influenciam a compreensão…
 a alteração da ordem dos constituintes na frase

 sintagmas proposicionais na frase

 não coincidência da ordem sintáctica com a ordem natural


dos acontecimentos
2. Os processos de Integração
2.1 Compreensão de expressões referenciais anafóricas
Uma anáfora é uma expressão que se refere
a uma outra que ocorre na mesma frase ou
texto.
ex.
1-O Pedro é jogador de futebol. Ele já me deu um autógrafo.
2- A Ana tem dois irmãos. Ambos são gordos.
3- A Sílvia e o Pedro foram pescar. As crianças nunca tal
tinham experimentado.

Exerc. Págs 27 a 31
2.2 Os conectores
 Os mais conhecidos são “porque”, “e” e “mas”, pelo

que a sua compreensão está mais facilitada.


ensino explícito dos conectores

É necessário que o leitor entenda o sentido do conector


para poder compreender o sentido da frase.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Conector_(gram%C3%A1tica)
2.3 Realização de inferências

“As inferências são interpretações que não são


acessíveis literalmente, são o estabelecimento de
relações que não estão explícitas” .
(Fayol, 2000).
 2.3 Os macroprocessos

2.3.1 - Identificação do assunto e da ideia principal do texto


2.3.2 - Identificação da estrutura do texto
2.3.3 – Realização do resumo de um texto
Anexos
Registo de avaliação da leitura oral

Data da Leitura: ___/___/___ ___º ano de Escolaridade


Tipo de Texto: __________________

Aluno Parâmetros a Observar Observações


Ritmo Correcção Pontuação Entoação
Decifração
Parâmetro Critérios Pontuação

Ritmo - manteve um ritmo rápido e adequado; 5


- teve oscilações no ritmo em palavras maiores e/ou com casos de leitura; 4
- teve oscilações no ritmo em palavras simples; 3
- manteve um ritmo muito lento/muito rápido; 2
- manteve uma leitura silabada. 1

Correcção/ - leu com correcção todas as palavras do texto; 5


Decifração - leu com correcção a maioria das palavras do texto; 4
- teve dificuldade em ler algumas palavras mais complicadas e/ou maiores; 3
- teve muita dificuldade em decifrar o texto; (*) 2
- não conseguiu concluir a leitura do texto.(*) 1
(*) - indicar onde demonstrou dificuldade

Pontuação - respeitou sempre as pausas indicadas pelos sinais de pontuação; 5


- respeitou quase sempre as pausas indicadas pelos sinais de pontuação; 4
- respeitou, na maioria das vezes, as pausas indicadas pelos sinais de pontuação; 3
- Poucas vezes respeitou as pausas indicadas pelos sinais de pontuação; 2
- não respeitou as pausas indicadas pelos sinais de pontuação. 1

Entoação - leu com expressividade, de forma audível, e respeitou as indicações dos sinais de 5
pontuação; 4
- leu de forma audível e com expressividade parte do texto; 3
- experimentou, pontualmente, a entoação; 2
- leu, de forma audível, com entoação apenas na presença dos sinais de pontuação 1
“!” e “?”;
- não leu com entoação, apresentando uma leitura monocórdica e/ou pouco audível.
Decifração
Parâmetros Indicadores Observações

Decifração * Utiliza a via lexical


(de palavras) - lê correctamente todas as palavras do texto;
- tem um conjunto considerável de palavras que reconhece
automaticamente;
- lê com hesitação palavras menos frequentes nos enunciados;
- lê com hesitação apenas palavras mais complicadas.
* Utiliza a via sub-lexical
- reconhece automaticamente poucas palavras de uso frequente da
língua;
- teve dificuldade em decifrar um número significativo de palavras no
enunciado;
- não conseguiu concluir a leitura.

Ritmo de Leitura - tem um ritmo fluente (rápido e eficaz);


(ao longo de frases e - tem um abrandamento de ritmo apenas em palavras menos frequentes
texto) na língua;
- tem uma leitura demasiado rápida;
- tem uma leitura silabada;
- tem uma leitura demasiado lenta.

Pontuação/Entoação - lê expressivamente o texto, identificando unidades de sentido com


(expressividade da ausência de sinais de pontuação;
leitura) - lê com alguma expressividade, utilizando apenas as indicações dos
sinais de pontuação;
- adapta a leitura ao tipo de texto;
- faz a entoação apenas na presença dos sinais de pontuação “!” e “?”;
- lê sem entoação, fazendo apenas pausa na presença de ponto;
- não respeita pausas indicadas pelos sinais de pontuação;
- lê sem entoação e utiliza um tom monocórdico.

Tom de Voz - leu de forma audível e adequada ao espaço/situação;


- leu de forma pouco audível.
Decifração
Indicadores Observações
- articula correctamente todos os sons da língua?
- possui vocabulário activo adequado à faixa etária/ano de riqueza lexical
escolaridade?
- tem boa descriminação visual?
- tem boa memória visual?
- tem boa memória auditiva para material verbal?
- tem um bom conhecimento fonológico? conhecimento intuitivo, implícito,
da língua
- possui capacidade de reflexão sobre a língua? conhecimento morfo-sintáctico;
- tem boa consciência fonológica? capacidade de reflectir e
manipular sons
- utiliza o processo de descodificação lexical identificação global e rápida da
ou sub-lexical? palavra
é perceptiva; faz a
correspondência som - letra
- tem uma leitura fluente? rápida e eficaz
- reconhece automaticamente grande número de palavras?
- o enunciado tem em conta os gostos pessoais e apetências
do leitor?
- o leitor assume diferentes posições consoante o tipo de
assunto?
- o leitor assume diferentes posições consoante o tipo de texto?
Compreensão Leitora
Parâmetro Sim Não Observações

Apreendeu o sentido global do texto?

Identifica as ideias principais?

Distingue as ideias principais das acessórias?

Distingue o real da ficção?

Identifica o tipo de texto e a sua função?

Emite opiniões sobre acções/sentimentos/opiniões das


personagens?
Compreensão Leitora
Parâmetro Sim Não Observações
Compreende expressões referenciais anafóricas? (1)
Compreende expressões catafóricas? (2)
Identifica e compreende função de conectores que
ligam um enunciado a outro enunciado? (3)
Identifica e compreende função de conectores entre
cadeias de enunciados? (4)
Faz inferências (5) com informação dispersa no
texto?
Faz inferências com informação localizada num
parágrafo?
Faz inferências com informação centrada numa
frase ou frases seguidas?
Apreende o sentido figurado de expressões ou
frases?
Compreensão Leitora
Parâmetro Sim Não Observações

Compreende unidades de sentido na ausência de sinais de


pontuação?

Compreende unidades de sentido na presença de sinais de


pontuação?

Compreende a ordem natural dos acontecimentos com:


- alteração da posição do sujeito na frase?
- alterações na ordem sintáctica da ordem cronológica?

Compreende a articulação dos constituintes da frase:


- com complementos?
- com frases compostas?
Parâmetros Indicadores Observações

Decifração * Utiliza a via lexical


(de palavras) - lê correctamente todas as palavras do texto;
- tem um conjunto considerável de palavras que reconhece
automaticamente;
- lê com hesitação palavras menos frequentes nos enunciados;
- lê com hesitação apenas palavras mais complicadas.
* Utiliza a via sub-lexical
- reconhece automaticamente poucas palavras de uso frequente da
língua;
- teve dificuldade em decifrar um número significativo de palavras no
enunciado;
- não conseguiu concluir a leitura.

Ritmo de Leitura - tem um ritmo fluente (rápido e eficaz);


(ao longo de frases e - tem um abrandamento de ritmo apenas em palavras menos frequentes
texto) na língua;
- tem uma leitura demasiado rápida;
- tem uma leitura silabada;
- tem uma leitura demasiado lenta.

Pontuação/Entoação - lê expressivamente o texto, identificando unidades de sentido com


(expressividade da ausência de sinais de pontuação;
leitura) - lê com alguma expressividade, utilizando apenas as indicações dos
sinais de pontuação;
- adapta a leitura ao tipo de texto;
- faz a entoação apenas na presença dos sinais de pontuação “!” e “?”;
- lê sem entoação, fazendo apenas pausa na presença de ponto;
- não respeita pausas indicadas pelos sinais de pontuação;
- lê sem entoação e utiliza um tom monocórdico.

Tom de Voz - leu de forma audível e adequada ao espaço/situação;


- leu de forma pouco audível.
43