Você está na página 1de 2

Quais as consequências da analgesia Em que situações é desaconselhada a

epidural para o parto? realização de analgesia epidural?


Analgesia epidural
As contracções uterinas mantêm-se e  Recusa da grávida
Como é a dor de parto? Uma pergunta
todo o processo do parto se desenvolve  Infecção da pele no local da
normal mas de difícil resposta. A dor
normalmente. A utilização da picada
varia de mulher para mulher e a escolha
cardiotocografia, por rotina, permite a  Alterações da coagulação
de ter um parto sem dor cabe sempre à
vigilância permanente das contracções  Algumas doenças neurológicas
parturiente.
uterinas e da frequência cardíaca do
bebé. A grávida mantém-se activa, mas Quais as complicações possíveis?
ao mesmo tempo calma e colaborante.
As complicações que podem surgir são
raras e geralmente transitórias:

 Diminuição da tensão arterial


(hipotensão)
 Entorpecimento das pernas
 Dor de cabeça (em caso de
punção da dura mater)

Elaborado pelas alunas do 4º CPLEESMO Antónia


Fernandes e Lúcia Fernandes, com a orientação da Enf.ª
Quais as consequências da analgesia
Andreia Martins, Enf.ª Chefe Elisa Araújo e Prof. João
epidural para o bebé?
Castro.

A quantidade de anestésico local que Bibliografia


chega ao bebé através da corrente Bibliografia
ZUGAIB, Marcelo –
sanguínea é mínima e sem consequências ZUGAIB,
Obstetrícia. Marcelo
Barueri:Editora – Centro de saúde de Amarante
para ele. Obstetrícia. Barueri:Editora
Manole, 2008. ISBN 978-85-
Manole, 2008. ISBN 978-85-
204-2544-2 Junho 2010
204-2544-2
LOWDERMILK, Deitra
LOWDERMILK,
Leonard; PERRY, Shannon E.Deitra

Leonard; PERRY,
Enfermagem Shannon E. –
na Maternidade.
7ª Enfermagem
ed.Loures: naLusodidacta,
Maternidade.
7ª ISBN
2008. ed.Loures: Lusodidacta,
978-989-8075-16-
1 2008. ISBN 978-989-8075-16-
1
O que é a analgesia epidural? A analgesia epidural é sempre realizada
por um (a) Anestesista que é um médico
A analgesia epidural proporciona o alívio especializado em dor e no seu
da dor de parto. As técnicas de analgesia tratamento, quando o obstetra dá
mais comuns, que consistem na indicação para tal. Necessita sempre da
administração de analgésicos e/ou assinatura de um termo de
opiáceos por via intravenosa ou responsabilidade, pela parturiente.
intramuscular, não são eficazes como a
analgesia epidural e podem ter efeitos
adversos no bebé. A técnica é eficaz em
mais de 95% dos casos.
Como é aplicada a analgesia epidural?

A execução da técnica não é dolorosa e


unicamente é sentida uma picada muito
ligeira para anestesiar a pele. É colocado
um pequeno tubo (cateter) na coluna
vertebral através do qual o anestésico é
injectado para fazer desaparecer a
sensação dolorosa. Esta desaparece 10-
15min após a 1ª injecção do anestésico; Quando pode ser feita a epidural?
Trata-se de uma analgesia que elimina a
se a dor recomeçar é aplicada nova dose
sensação dolorosa produzida pelas Esta técnica de alívio da dor, regra geral
sempre que necessário.
contracções uterinas, através da injecção não é realizada antes dos 3 cm nem
de um anestésico local na coluna depois dos 5cm de dilatação.
vertebral lombar, na proximidade dos
nervos que transmitem a sensação de Quem faz a analgesia epidural?
dor do útero e do canal de parto.

Você também pode gostar