Você está na página 1de 13

APOSTILA DE REDAÇÃO PROVA DE REDAÇÃO DA UFMS

PROFESSOR HÉRCULES SOUTO INSTAGRAM: @_HERCULESSOUTO WHATSAPP (62) 991131356 1


APOSTILA DE REDAÇÃO PROVA DE REDAÇÃO DA UFMS
OLÁ, GALERA! EU SOU O PROFESSOR HÉRCULES SOUTO.
HÁ ALGUNS DIAS, ALGUNS ALUNOS COMEÇARAM A ME PROCURAR QUERENDO SABER COMO FUNCIONA A PROVA DE REDAÇÃO
DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO DO SUL (UFMS). Sabendo DISSO, RESOLVI CRIAR ESTE E-BOOK PARA ENSINAR COMO
PROCEDER COM ESSA PROVA QUE SE DIFERE, EM ALGUNS PONTOS DA DISSERTAÇÃO DO ENEM. VAMOS LÁ?
A PROPOSTA DE REDAÇÃO
A PROPPOSTA DE REDAÇÃO DA UFMS É COMPOSTA, COMO A MAIORIA DOS VESTIBULARES, POR TRÊS PARTES:
- OS TEXTOS MOTIVADORES;
- O COMANDO DA REDAÇÃO;
- O RESUMO DOS CRITÉRIOS DE CORREÇÃO.
01 – OS TEXTOS MOTIVADORES:
OS TEXTOS MOTIVADORES SÃO, GERALMENTE, BEM CURTOS E APRESENTAM DADOS ESTATÍSTICOS SOBRE A TEMÁTICA DA REDAÇÃO
QUE DEVERÁ SER DESENVOLVIDA PELO ALUNO. ISSO QUER DIZER QUE USAR ESSES DADOS ESTATÍSTICOS NÃO É MUITO INTERESSANTE.
VEJAMOS A SEGUIR OS TEXTOS MOTIVADORES DA PROPOSTA DE REDAÇÃO DE 2020.
PROPOSTA DE REDAÇÃO
Leia, com atenção, os textos a seguir. Eles servem como uma motivação inicial para o desenvolvimento de sua
redação.
TEXTO I
Um dos principais motores do avanço da ciência é a curiosidade humana, descompromissada de resultados
concretos e livre de qualquer tipo de tutela ou orientação. A produção científica movida simplesmente por essa
curiosidade tem sido capaz de abrir novas fronteiras do conhecimento, de nos tornar mais sábios e de, no longo
prazo, gerar valor e mais qualidade de vida para o ser humano. [...]
Portanto, a relação entre ciência, tecnologia e sociedade é muito mais complexa do que a pergunta
simplória sobre qual seria a utilidade prática da produção científica. Ela passa por uma série de questões, tais
como de que forma a ciência e as novas tecnologias afetam a qualidade de vida das pessoas e como fazer com que
seus efeitos sejam os melhores possíveis? Quais são as condições sociais que limitam ou impulsionam a atividade
científica? Como ampliar o acesso da população aos benefícios gerados pelo conhecimento científico e
tecnológico? Em que medida o progresso científico e tecnológico contribui para mitigar ou aprofundar as
desigualdades socioeconômicas? Em face das novas tecnologias, cada vez mais capazes de substituir o ser humano
nas suas atividades repetitivas, como será o trabalho no futuro? Essas são questões cruciais para a ciência e a
tecnologia nos dias de hoje.
(Fonte: www.ipea.gov.br/cts/pt/central-deconteudo/artigos/artigos/116-a-ciencia-e-atecnologia-como-estrategia-de-desenvolvimento.Acesso em: 01 nov. 2019).

PROFESSOR HÉRCULES SOUTO INSTAGRAM: @_HERCULESSOUTO WHATSAPP (62) 991131356 2


APOSTILA DE REDAÇÃO PROVA DE REDAÇÃO DA UFMS
TEXTO II
A ciência e a tecnologia são fundamentais para o avanço da sociedade; no entanto, a população não se
encontra bem informada sobre os avanços dessas áreas científicas. De acordo com Glauco Arbix, vivemos em uma
sociedade extremamente dependente da ciência e da tecnologia, e poucas pessoas conseguem ter uma noção do que
é a atividade científica e tecnológica. “Uma pesquisa mostra que menos de 30% de blogs de ciência e tecnologia
conseguem se comunicar bem com a população mundial”, observa.
(Fonte: jornal.usp.br/atualidades/atualidadescolunista-16-07-ciencia-e-tecnologia-sãofundamentais-para-o-avanco-da-soceidade. Acesso em: 01 nov. 2019).

TEXTO III
Em relação à educação, podemos retomar a importância da internet para o acesso ao conhecimento. Quando
se pensa nas salas de aulas, ela pode ser uma boa aliada. Deste modo, educadores estão cada vez mais
desenvolvendo estratégias de ensino com aplicativos ou softwares para atividades extracurriculares, tornando
a aprendizagem mais dinâmica e divertida. Tablets e smartphones são aparelhos que também facilitaram o ensino
a distância por meio do e-Learning, quebrando as antigas barreiras geográficas para o acesso à educação.
(Fonte: inovaparq.com.br/o-impacto-das-novas tecnologias. Acesso em: 01 nov. 2019).

É IMPORTANTE RESSALTAR AQUI QUE OS TEXTOS FORAM RETIRADOS DE FONTES SEGURAS E CONFIÁVEIS RELACIONADAS
AO TEMA:
- UM TRECHO DE UM ARTIGO DO IPEA;
- UM TRECHO DE UM ARTIGO DO JORNAL DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO (USP);
- UM TRECHO DE UM ARTIGO DO SITE “WWW,INOVAPARQ.COM.BR”.
OBSERVAR AS REFERÊNCIAS DO TEXTO PODE AJUDAR O CANDIDATO A COMPREENDER MELHOR O POSICIONAMENTO DA
BANCA FRENTE AO TEMA. ISSO VAI GARANTIR QUE TAL CANDIDATO NÃO FUJA, NEM TANGENCIE O TEMA.
02 – o comando da questão da prova discursiva (redação)
Considerando a abordagem de cada um dos textos motivadores, reflita e elabore um texto dissertativo

argumentativo a respeito de como as contribuições da ciência e da tecnologia se fazem presentes no cotidiano de

todos nós, tomando como eixo para sua discussão um ou mais dos seguintes tópicos: a) desenvolvimento humano,

b) sustentabilidade, c) progresso industrial e econômico ou d) desigualdades sociais.


Uma diferença interessante da prova discursiva da ufms é que ela ajuda o candidato com o projeto de
texto, uma vez que ela já recorta os argumentos a serem discutidos no desenvolvimento.

PROFESSOR HÉRCULES SOUTO INSTAGRAM: @_HERCULESSOUTO WHATSAPP (62) 991131356 3


APOSTILA DE REDAÇÃO PROVA DE REDAÇÃO DA UFMS
Além disso, se o candidato observar bem o comando ele já vai fazer o projeto de texto todo apenas
interpretando bem o comando da questão que é autoexplicativo. Veja a legenda a seguir;

Orientação sobre os textos motivadores;


Modalidade de texto da redação (dissertação argumentativa);
Frase temática (use para fazer a abordagem completa do tema);
Comando de direcionamento da discussão argumentativa;
Recorte 1
Recorte 2
Recorte 3
Recorte 4
Ao se olhar para essa legendo é possível perceber o quão rico é o comando dessa proposta de redação do
vestibular da ufms. Isso mostra que a banca objetiva o fácil entendimento da proposta, por parte do aluno,
dando-lhe todas as informações necessárias para uma excelente produção textual.
03 – Os critérios de avaliação da prova discursiva da ufms
Serão considerados os seguintes aspectos, conforme especificado no item V do anexo único do Edital
Prograd/UFMS N 138/2019, cujo texto segue transcrito:

3.1 - Estrutura e desenvolvimento do texto dissertativo-argumentativo;


3.2 - Organização e progressão textual;
3.3 - Adequação temática;
3.4 - Aspectos de coesão e coerência do texto;
3.5 - Emprego da norma padrão da língua portuguesa.

Basicamente, para aqueles alunos que já estão acostumados com a redação do Enem (a maioria), foi
retirada e competência 5 (aquela que cobra a proposta de intervenção) e desmembrada a competência 2. Vejamos
a seguir como isso aconteceu:

3.1 - Estrutura e desenvolvimento do texto dissertativo-argumentativo


Nesse “primeiro” critério é possível se fazer um comparativo com parte da competência 02 do enem. Isso
porque esse critério cobra a estrutura dissertativo-argumentativa. Isso quer dizer que o aluno deve permanecer
dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo, sob pena de perder pontos caso fuja do
gênero textual. Vejamos o que diz o edital sobre esse critério:

PROFESSOR HÉRCULES SOUTO INSTAGRAM: @_HERCULESSOUTO WHATSAPP (62) 991131356 4


APOSTILA DE REDAÇÃO PROVA DE REDAÇÃO DA UFMS

Esse critério orienta o candidato a não ficar apenas no caráter expositivo do gênero sob pena de ser
classificado em um nível mais baixo da grade de correção desse critério. Isso quer dizer que é necessário
apresentar uma tese (na introdução) e defendê-la ao longo do desenvolvimento por meio de argumentos válidos
e consistentes. É importante considerar que a banca traz, no edital, uma grade de correção para cada critério.
Vejamos a seguir a grade do critério 1:

3.2 - Organização e progressão textual;


O segundo critério refere-se à competência 03 do enem, uma vez que fala sobre organização e progressão
textual (projeto de texto). Vejamos a seguir a explicação do critério:

ESSE CRITÉRIO FALA A RESPEITO DA HIERARQUIZAÇÃO DA IDEIAS, OU SEJA, BUSCANDO A ORGANIZAÇÃO, O CANDIDATO DEVE
PRIORIZAR, POR EXEMPLO, NUMA RELAÇÃO DE NEXO CAUSAL, PRIMEIRO A CAUSA E SÓ DEPOIS A(S) CONSEQUÊNCIA(S). Vejamos A
GRADE DE CORREÇÃO:

PROFESSOR HÉRCULES SOUTO INSTAGRAM: @_HERCULESSOUTO WHATSAPP (62) 991131356 5


APOSTILA DE REDAÇÃO PROVA DE REDAÇÃO DA UFMS
PARA CONSEGUIR OS 200 PONTOS NESSE NÍVEL É NECESSÁRIO QUE O CANDIDATO APRESENTE, DE MANEIRA EXPLÍCITA, UM
PLANEJAMENTO TEXTUAL, NA INTRODUÇÃO, QUE VAI SE CONFIRMANDO AO LONGO DO TEXTO.

3.3 - Adequação temática;

ESSE CRITÉRIO COBRA A OUTRA PARTE DA COMPETÊNCIA 02 DO ENEM, A PARTE EM QUE O CANDIDATO DEVE PRODUZIR SEUS
TEXTO DENTRO DOS LIMITES TEMÁTICOS PRÉ-ESTABELECIDOS PELA BANCA. VEJAMOS A SEGUIR A DESCRIÇÃO DESSE CRITÉRIO:

ESSA É UMA DAS EXIGÊNCIAS DA BANCA QUE PODE DESCLASSIFICAR O CANDIDATO CASO ELE NÃO A CUMPRA. ISSO PORQUE
SE O CANDIDATO NÃO FALAR SOBRE O TEMA ELE NÃO CONTEMPLOU A QUESTÃO DISCURSIVA DA PROVA. O ATNGENCIAMENTO DO
TEMA TAMBÉM É POSSÍVEL E PASSÍVEL DE PENALIZAÇÃO SEGUNDO A GRADE DE CORREÇÃO DESSE CRITÉRIO QUE VEREMOS A SEGUIR:

IMPORTANTE ASSIM COMO NO ENEM, É NECESSÁRIO DESENVOLVER ARGUMENTOS QUE SEJAM CRÍTICOS PARA
DEMONSTRAR AUTORIA TEXTUAL, BEM COMO REPERTÓRIOS QUE SEJAM LEGITIMADOS (PERTENÇAM A UMA ÁREA DO
CONHECIMENTO), PERTINENTES (TRATEM DA TEMÁTICA DO TEMA DA PROPOSTA) E PRODUTIVOS (COLABOREM PARA A
COMPROVAÇÃO DOS ARGUMENTOS CITADOS NO PARÁGRAFO).
3.4 - Aspectos de coesão e coerência do texto;

ESSE CRITÉRIO TRATA DA COMPETÊNCIA 04 DO ENEM, AQUELA QUE VERIFICA A COESÃO, A COERÊNCIA E O CORRETO USO DOS
CONECTIVOS E OPERADORES ARGUMENTATIVOS. Vejamos A SEGUIR A DESCRIÇÃO DESSE CRITÉRIO:

ESSA DESCRIÇÃO QUER DIZER QUE O ALUNO DEVE USAR CONECTIVOS. MAS NÃO APENAS USÁ-LOS À ESMO, ESSE USO DEVE
SER CONSCIENTE, CADA CONECTIVO TRAZ CONSIGO UMA IDEIA E ELA DEVE CONDIZER COM A LIGAÇÃO QUE ESTÁ FAZENDO, SEJA ESSA
LIGAÇÃO INTRA-PARAGRAFAL (CONECTIVOS) OU INTER-PARAGRAFAL (OPERADORES ARGUMENTATIVOS). OU SEJA, O CANDIDATO DEVE

PROFESSOR HÉRCULES SOUTO INSTAGRAM: @_HERCULESSOUTO WHATSAPP (62) 991131356 6


APOSTILA DE REDAÇÃO PROVA DE REDAÇÃO DA UFMS
PRESTAR MUITA ATENÇÃO, PRIMEIRO PARA NÃO DEIXAR DE USAR OS CONECTIVOS E OPERADORES ARGUMENTATIVOS, E, SEGUNDO,
PARA USÁ-LOS DE MANEIRA CORRETA. VEJAMOS A GRADE DE CORREÇÃO:

PARA GARANTIR 200 PONTOS NESSA COMPETÊNCIA O CANDIDATO, APENAS PRECISA LIGAR SEU TEXTO DE MANEIRA COESA
E COERENTE, POR MEIO DE CONECTIVOS, DE MODO A TONAR A SUA PRODUÇÃO UMA UNIDADE TEXTUAL.

3.5 - Emprego da norma padrão da língua portuguesa.

ESSE CRITÉRIO REFERE-SE À COMPETÊNCIA 01 DO ENEM. OU SEJA, ELA COBRA O USO CORRETO DA NORMA PADRÃO DA LÍNGUA
PORTUGUESA. VEJAMOS A DESCRIÇÃO DESSE CRITÉRIO:

BASICAMENTE, NÃO COMETA DESVIOS COM RELAÇÃO À NORMA CULTA DA LÍNGUA PORTUGUESA E ESCOLHA BEM AS
PALAVRAS A SERREM USADAS PARA NÃO GERAR AMBIGUIDADES OU TROCADILHOS. VEJAMOS A GRADE DE CORREÇÃO DESSE CRITÉRIO:

PARA CONSEGUIR OS 200 PONTOS NESSE COMPETÊNCIA, O ALUNO NÃO PODE COMETER DESVIOS ( A GRADE MENCIONAS
“EQUÍVOCOS MÍNIMOS”, PORÉM NÃO EXPLICA O QUE SEJA ISSO). ENTÃO, É MELHOR NÃO LOS COMETER. Provavelmente, NO MÁXIMO
DOIS DESVIOS. A JUSTIFICATIVA É PORQUE SE ELA FALA DE “EQUÍVOCOS MÍNIMOS” QUER DIZER QUE ELA ACEITA, E SE O TERMOS ESTÁ
NO PLURAL QUE DIZER QUE É MAIS DE UM, OU SEJA, NO MÁXIMO DOIS PARA NÃO CORRER RISCOS.

IMPORTANTE (ESSA ÚLTIMA PARTE É UMA INTERPRETAÇÃO DO QUE ESTÁ ESCRITO NA GRADE DE CPRREÇÃO E NÃO UMA
REGRA.)

PROFESSOR HÉRCULES SOUTO INSTAGRAM: @_HERCULESSOUTO WHATSAPP (62) 991131356 7


APOSTILA DE REDAÇÃO PROVA DE REDAÇÃO DA UFMS

EXEMPLOS DE REDAÇÕES 900+ UFMS

AS REDAÇOES QUE SERÃO APRESENTADAS AQUI SÃO REDAÇÕES DE CANDIDATOS QUE FIZERAM A PRODUÇÃO TEXTUAL DESSA PROPOSTA
DE 2020 E OBTVERAM NOTAS ACIMA DE 900 PONTOS. É IMPLRTANTE INFORMAR QUE ESSE E-BOOK NÃO TEM FINALIDADE
LUCRATIUVA, MAS APENAS A INTENÇÃO DE AJUDAR ALUNOS A COMPREENDEREM A PROVA DE REDAÇÃO DA UFMS. DEIXO CLARO,
TAMBÉM QUE AS PRODUÇÕES FORAM RETIRADAS DE UM MATERIAL EM PDF DO vii WORKSHOP DE MEDICINA 2020 DA UFMS.

01 – KHAUANNA NOTA - 970

A imagem acima é meramente ilustrativa (apesar de ser a foto da redação real do candidato) e será
transcrita na próxima página para uma análise mais aprofundada.
PROFESSOR HÉRCULES SOUTO INSTAGRAM: @_HERCULESSOUTO WHATSAPP (62) 991131356 8
APOSTILA DE REDAÇÃO PROVA DE REDAÇÃO DA UFMS
O Renascimento científico, ocorrido no início da Idade Moderna europeia, formulou as bases do método científico atual,
através do abandono progressivo do teocentrismo e da valorização do racionalismo do Humanismo. A partir disso, pode se notar
cada vez mais as contribuições da ciência e da tecnologia no cotidiano da população, por meio do progresso econômico e do
incentivo ao desenvolvimento humano.
C Com base no materialismo histórico, a infraestrutura de uma sociedade é sua economia, de forma que, no capitalismo,
a superestrutura se desenvolve com foco no lucro. Nesse sentido, a ciência é utilizada como meio para a acumulação de capital.
Um exemplo disso são as enormes corporações cosméticas, como a Shiseido, que investe muito em pesquisas para fomentar o
mercado e atrair consumidores. Esse fator, aliado com o surgimento das blogueiras de beleza, fez com que o segmento dos
cuidados com a pele se expandisse recentemente. Entretanto, as indústrias não foram as únicas beneficiadas, pois isso
popularizou perfis acadêmicos que tornam a linguagem e o método científico mais acessível às consumidoras, que poderão
escolher melhor os produtos. Ou seja, o progresso econômico, com a internet, estimula a democratização do conhecimento
científico e potencializa o aproveitamento de seus efeitos.
C Embora o mercado, muitas vezes, torne a ciência mais próxima dos indivíduos, ele não é suficiente para que o avanço
tecnológico beneficie a sociedade. Isso porque, de acordo com o artigo “ A ciência e a tecnologia como estratégia para o
desenvolvimento”, a curiosidade humana independente de interesses secundários é a maior promotora do conhecimento. Então,
é importante que haja subsídios financeiros para as pesquisas, os quais devem ser sobretudo do Estado para que não haja
interesse exclusivamente comercial sobre os resultados, mas é indispensável que se produza capital humano para que as
contribuições científicas sejam auto sustentáveis. Assim, a educação é a melhor aliada, já que ela pode se apropriar das
contribuições tecnológicas, como aplicativos e softwares, enquanto prepara estudantes para serem os próximos cientistas.
Desse modo, o desenvolvimento humano é essencial para que a ciência melhore a qualidade de vida da sociedade sem visar o
lucro a qualquer custo.
c As consequências da ciência e da tecnologia no cotidiano da coletividade são, portanto, promovidas pelo progresso
econômico, mas não devem se restringir a ele, pois elas devem ser humanizadas, de forma a trazer melhorias concretas às
populações através da educação como fim em si mesma.

Legenda da correção
Critério 1 200
Critério 2 200
Critério 3 200
Critério 4 170
Critério 5 200
Total 970

Essa redação perdeu 30 pontos no critério 04 por causa do uso incorreto ou da falta de uso dos conectivos. Veja os
pontos que foram marcados no texto acima que os conectivos do tipo operadores argumentativos não foram apresentados.

PROFESSOR HÉRCULES SOUTO INSTAGRAM: @_HERCULESSOUTO WHATSAPP (62) 991131356 9


APOSTILA DE REDAÇÃO PROVA DE REDAÇÃO DA UFMS
01 – Lana lívia NOTA - 940

A imagem acima é meramente ilustrativa (apesar de ser a foto da redação real do candidato) e será
transcrita na próxima página para uma análise mais aprofundada.
PROFESSOR HÉRCULES SOUTO INSTAGRAM: @_HERCULESSOUTO WHATSAPP (62) 991131356 10
APOSTILA DE REDAÇÃO PROVA DE REDAÇÃO DA UFMS
No livro “Admirável Mundo Novo”, do escritor Aldous Huxley, o autor descreve uma sociedade distópica marcada pela
pós-verdade e pela anestesia social provocadas por um desenvolvimento tecnocientífico que promoveu o excesso de informação
e a banalização da ciência. Semelhante à distopia de Huxely, a presença das tecnologias e seus impactos na sociedade são
crescentes no século XXI, uma vez que, ainda que represente avanços em diversos setores, também intensifica a estratificação
das comunidades. Esse cenário ocorre porque o capitalismo, na figura das classes dominantes utiliza a ciência e a tecnologia
como mecanismo de segregação. Assim, entre os fatores que alicerçam essa problemática pode-se destacar a apropriação do
conhecimento científico pelas classes dominantes por meio de uma indústria cultural e a carência de um sistema educacional
que priorize o progresso tecnológico e o saber da ciência.
Dessa forma, é visível que as monopolizações do conhecer a ciência pela elite aliada aos ideais segregacionistas do
sistema econômico vigente geram dificuldades ao acesso às contribuições da atividade científica e tecnológica de forma plena
e não alienada. Tal panorama é evidentemente advindo de posicionamento da classe dominante de selecionar quais progressos
serão introduzidos na população para garantir a lucratividade e a dominação. A partir desse pensamento pode-se criar um
paralelo com o conceito Indústria Cultural, de Theodore Adorno, para quem as elites se utilizam de mecanismos de poder como
a mídia para promover um modelo de comportamento e consumo. Por isso, a população internaliza e naturaliza, de modo acrítico
e passivo, pensamentos estabelecidos por outros, e banaliza assim, a ciência e conhecimento.
Além disso, observa-se que a falibilidade das escolas em valorizar as tecnologias junto à mentalidade capitalista de
lucro e hierarquização constroem barreiras para maiores contribuições tecnocientíficas. Essa situação é resultado inegável
da consolidação de um sistema educacional mecanicista e conteudista que valoriza somente o conteúdo didático e não as
verdadeiras contribuições cotidianas promovidas pelas descobertas científicas, uma educação acrítica que não incentiva
pesquisas e experimentos. Esse ideal se contrapõe ao dos filósofos empiristas, como David Hume, para quem o ser humano nasce
sem conhecimento, logo, é fundamental a aprendizagem por meio da experiência, assim, é evidente a importância de um sistema
de educação que promova pesquisas e experiências a fim de construir um ser social apto à desenvolver e se adequar aos
progressos tecnológicos.
Assim sendo, compreende-se que o amplo acesso à ciência à tecnologia de modo legítimo, bem como o melhor
aproveitamento de suas contribuições só ocorrerão mediante a desestruturação das ideias de segregação e dominação
capitalistas. É primordial, portanto, que a elite não utilize como formas de controle a mídia e a educação, para que assim, se
desenvolva de forma plena a ciência na sociedade, sem intensificar as desigualdades sociais, mas sim como promotora de
conhecimento e progresso. Que assim, a sociedade, diferente da descrita por Huxley, adquira autonomia de pensamento e de
produção tecnocientífica.
Legenda da correção
Critério 1 200
Critério 2 180
Critério 3 170
Critério 4 190
Critério 5 200
Total 970

Essa redação teve três problemas a serem penalizados: 01 – o uso de um conectivo conclusivo no início do d1. 02 – o
recorte de um aspectos que não ficou muito bem relacionado com o comando da proposta de redação, o que comprometeu o
projeto de texto. 03 – por causa desse recorte mal relacionado houve um pequeno tangenciamento do tema.

PROFESSOR HÉRCULES SOUTO INSTAGRAM: @_HERCULESSOUTO WHATSAPP (62) 991131356 11


APOSTILA DE REDAÇÃO PROVA DE REDAÇÃO DA UFMS
05 – Giovana NOTA - 920

A imagem acima é meramente ilustrativa (apesar de ser a foto da redação real do candidato) e será transcrita na
próxima página para uma análise mais aprofundada.
PROFESSOR HÉRCULES SOUTO INSTAGRAM: @_HERCULESSOUTO WHATSAPP (62) 991131356 12
APOSTILA DE REDAÇÃO PROVA DE REDAÇÃO DA UFMS
De acordo com o filósofo Francis Bacon: "Conhecimento é poder". No cotidiano isso pode ser observado por meio das
contribuições da ciência e da tecnologia. Ambas são produto da curiosidade e capacidade criativa do ser humano e foram
responsáveis pelo avanço da sociedade ao longo da história. Todavia, a falta de informação, que é um dos reflexos da
desigualdade social no Brasil, faz com que muitos fiquem à margem desse desenvolvimento. Nesse contexto, é mister
compreender o papel da ciência na sociedade hodierna.
C De maneira mais expressiva a partir da Revolução Industrial no século XVII, as inovações tecnológicas propiciaram
o progresso industrial e econômico. Isso ocorreu pois foram criados novos meios de transporte e comunicação, cada vez mais
dinâmicos, encurtando as barreiras de espaço e tempo e possibilitando a cooperação global na produção de conhecimento.
Ademais, pesquisas na área da medicina contribuíram para o aumento da qualidade e da expectativa de vida e durante a
Revolução Verde, a ciência atuou no crescimento da produtividade no setor de alimentos. Mostra-se, assim, que o conhecimento
tem o poder de realizar transformações positivas na sociedade - o que a torna dependente da ciência e da tecnologia, e
portanto, da sua difusão.
C Contudo, tais benefícios não são desfrutados por toda a população em virtude das desigualdades sociais. Em primeiro
plano, há a precariedade do sistema educacional brasileiro, problemática que dificulta a difusão do conhecimento, pois, devido
a falta de investimentos, muitas escolas precisam utilizar materiais desatualizados e não possuem acesso à ferramentas para
tornar o aprendizado mais dinâmico. Com isso, poucos jovens desenvolverão interesse pela ciência ou terão a oportunidade de,
no futuro, contribuir para a sociedade por meio de pesquisas acadêmicas. Além disso, o acesso a internet - atualmente, o meio
mais utilizado na propagação de informações – ainda não é democrático, haja vista que longe dos grandes centros urbanos e da
concentração de riqueza dificilmente existem redes de transmissão, situação que é inconcebível.
Conclui-se que as contribuições da ciência e da tecnologia ainda não se fazem plenamente presentes no cotidiano de
todos os brasileiros. Para reverter esse quadro, o governo deve atuar no sentido de mitigar as desigualdades sociais, sobretudo
no que tange o acesso à produção científica, por meio de investimentos em educação. Desse modo, as novas tecnologias poderão
contribuir de maneira mais efetiva para o avanço da sociedade e o conhecimento exercerá seu poder de transformação, em
conformidade com Francis Bacon.
Legenda da correção
Critério 1 200
Critério 2 200
Critério 3 180
Critério 4 160
Critério 5 160
Total 920

Essa redação teve alguns problemas na competência 04 por falta de conectivos, uso de conectivos errados e a
argumentação do d2 menos crítica. Na competência 03 perdeu 20 pontos por não garantir a manutenção temática ao longo do
texto e na competência 05 foram cometidos alguns desvios de ordem sintática tais como o que está marcado no início do primeiro
parágrafo (uma citação em discurso direto mal articulada).

PROFESSOR HÉRCULES SOUTO INSTAGRAM: @_HERCULESSOUTO WHATSAPP (62) 991131356 13

Você também pode gostar