Você está na página 1de 5

Eletricidade I - CT

Alunos (as): Alexsander Bedaque Data: 01/03 / 2021

Avaliação de Pesquisa NOTA:

INSTRUÇÕES:
 Esta Avaliação contém 08 questões, totalizando 10 (dez) pontos.
 Você deve preencher dos dados no Cabeçalho para sua identificação
o Nome / Data de entrega
 As respostas devem ser respondidas abaixo de cada pergunta.
 As questões que possuem cálculo só serão avaliadas mediante os mesmos.

01) No circuito abaixo, determine a corrente que cada amperímetro lerá e preencha a tabela.

Equipamento Leitura
Amperímetro 1 (A1) 0,218 mA
Amperímetro 2 (A2) 0,055 mA
Amperímetro 3 (A3) 0,027 mA
Amperímetro 4 (A4) 0,218 mA
A1=A4=At=0,218A
Pelo rearranjo serie e paralelo de resistência, temos que a Req=275Ω
Pela lei de Ohm, temos que a corrente total (At) é de 0,218A
Por divisor de corrente, temos que A2=0,055A e A3=0,027A

02) Calcule o valor da tensão E para o circuito da figura abaixo. Considerar que a corrente que circula
por R6 é 100mA (apresentar cálculos).

Professor: Eng. Wisley Álex Costa


IR4=IR6 * (R5+R6)/R5 = 183,33mA

Req1=R5//R6+R4+R2=(120*100/220)+15+470= 539,54Ω

IReq1=183,33mA

IR1= IReq1*(R3+Req1)/R3= 4,68A

Req2 = Req1//R3 = 21,14Ω

E = R1*IR1 + Req2*IR1 = 1129,8V aproximadamente (erros devido a arredondamentos)

03) Com base na equação da Lei de Ohm pode-se afirmar que:


Escolha a única alternativa correta.

a) “A intensidade da corrente elétrica em um circuito é inversamente proporcional à tensão aplicada e


inversamente proporcional à sua resistência.”
b) “A intensidade da corrente elétrica em um circuito é proporcional à tensão aplicada e diretamente
proporcional à sua resistência.”
c) “A intensidade da corrente elétrica em um circuito é diretamente proporcional à tensão aplicada e
inversamente proporcional à sua resistência.”
d) “A intensidade da corrente elétrica em um circuito é diretamente proporcional à tensão aplicada e
diretamente proporcional à sua resistência.”

04) Calcule a resistência equivalente do circuito abaixo e a corrente total sabendo que a ddp entre os
pontos A e B é de 220v.

Req1 = R1+R2+R3+R4 = 1810Ω


Req2 = Req1//R5 = (1,8kΩ * 1kΩ)/2,8kΩ = 642,86Ω
Req3 = Req2+R6+R7= 11,64kΩ
Reqt= Req3//R8 = 6,55kΩ
Itotal = 220/Reqt = 33,59mA

05) Calcule os seguintes valores no circuito abaixo:


I1; I2; I3; I4; I5; V; V1; V2; V3; V4 e V5

Professor: Eng. Wisley Álex Costa


V2 = R2*I2 = 120V
Como R3 e R4 possuem a mesma resistência (10Ω) a corrente se divide igualmente para ambos os
ramos, assim
IR3=IR4=3A
Logo,
V3=V4=R*I=30V
Como esse ramo se encontra em paralelo com R5, ambos tem a mesma tensão aplicada sobre, que
é igual a soma das tensões em R2 e R3, portanto:
V5=V2+V3=150V
Dessa maneira calcula-se I5
I5=V5/R5 = 6A
Por lei de kirchoff para correntes,
I1=I5+I2=12A
Logo,
V1=I1*R1=450V
E por fim, por kirchoff para tensao,
V = V1+V5 = 600V

06) Determine o tempo de carga para os circuitos abaixo:

Para o da esquerda:
Req = 5k//10k = 3,33kΩ e Ceq = 5m + 5m = 10mF

Professor: Eng. Wisley Álex Costa


Assim temos que:
Τ = R*C = 3,33k*10m = 33,3s
Tempo de carga = 5*T (considerando que são 5 constantes de tempos para o carregamento)
Tempo de carga = 166,5s

Para o da direita:

Req= 5k + 10k = 15kΩ e Ceq = 10m//5m = 3,33mF

Assim temo que:


Τ = R*C = 15k*3,33m = 49,95s
Tempo de carga = 5*T
Tempo de carga = 249,75s

07) O circuito abaixo simula um circuito de um flash de câmera fotográfica.


Quando a chave está na posição A o capacitor se carrega, e quando está na posição B o capacitor se
descarrega rapidamente fazendo o flash ascender.

a) Sabendo que a resistência do filamento do flash é de 50000µΩ e que o flash deve ter uma duração de 300 ms,
determine o valor da capacitância do capacitor C.

R = 50000 µΩ = 5*104*10-6 = 0,05Ω


Tempo de descarga = 300 ms = 0,3s
E considerando o tempo de descarga sendo 5 constantes de tempo, temos:
C = Tempo de descarga/(5*R)
C = 0,3/(5*0,05) = 1,2F

b) Determine o valor de R para que o circuito leve 1,5 segundos para carregar o capacitor
R = Tempo de carga/(5*C)
R = 1,5/(5*1,2) = 0,25Ω

08) Calcule o valor da tensão e corrente para as duas situações apresentadas abaixo:

R2= 100mΩ

Professor: Eng. Wisley Álex Costa


Para o circuito da esquerda:
Como se trata de um circuito em série, ambos resistores possuem a mesma corrente
I = V/Req = 10/5000,1 = 1,99mA
E por divisor de tensão, encontramos:
VR2 = V * R2/Req = 0,199mV
VR1 = V * R1/Req = 9,9998V

Para o circuito da direita:


Como se trata de um circuito em paralelo, ambos resistores possuem a mesma tensão
U = Req * I = 0,99998 mV
Req = (5k//100m)Ω = 0,099998Ω
E por divisor de corrente, encontramos:
IR2 = I * R1/Req = 9,9998 mA
IR1 = I * R2/Req = 0,0002 mA

Professor: Eng. Wisley Álex Costa

Você também pode gostar