Você está na página 1de 3

TIRA - DÚ VIDAS

TERMOS ESSENCIAIS DA ORAÇÃO

 Sujeito: é o elemento da oraçã o sobre o qual se emite uma informaçã o.


 Predicado: é o elemento da oraçã o que informa algo a respeito do sujeito (verbo faz parte do
predicado).

IMPORTANTE!
Para encontrarmos o sujeito, há um artifício bastante utilizado: basta perguntar “o
que é que?” ou “quem é que?” ao verbo. O elemento que se obtém como resposta a essas
perguntas será, com certeza, o sujeito.

TIPOS DE SUJEITO:
 (determinado) Simples: quando possui um só nú cleo (uma ú nica palavra principal)
 (determinado) Composto: quando tem dois ou mais nú cleos.
 (determinado) Oculto: apesar de nã o ser explicitamente apresentado na oraçã o, pode ser
reconhecido, fica subentendido na desinência do verbo ou pelo contexto (verbo flexionado na
1ª pessoa do singular/1ª plural – pode acontecer de o verbo vir flexionado na 2ª pessoa).
 Indeterminado: quando a informaçã o contida no predicado refere -se a um elemento que nã o
se pode (ou nã o se quer) determinar > verbo flexionado na 3ª pessoa do plural.
 Sujeito inexistente (oraçã o sem sujeito): quando a informaçã o veiculada pelo predicado nã o se
refere a sujeito algum. Alguns verbos nã o admitem sujeito, denominados impessoais – ficam
sempre na 3ª pessoa do singular.
 Verbos impessoais mais comuns: haver (com sentido de existir, acontecer ou quando indica
tempo passado); todos os verbos que indicam fenô menos da natureza [chover, trovejar,
relampejar, amanhecer, entardecer, etc.); fazer, haver e ir, quando indicam tempo decorrido.

ATENÇÃ O!
Se o verbo que exprime fenô meno natural for empregado em sentido figurado, entã o haverá
sujeito: Chovem bênçã os sobre a multidã o / O orador trovejava ameaças.
suj. suj.

O verbo existir nã o é impessoal. Sendo assim, ele possuirá sujeito expresso na oraçã o.

 Havia quatro pessoas interessadas na vaga. (havia= existir) – sujeito inexistente


 Existiam quatro pessoas interessadas na vaga.
 Observe que o verbo existir, por ter sujeito expresso na oraçã o, concorda com ele.

APLICANDO OS CONHECIMENTOS

1) Preencha a segunda coluna conforme o có digo estabelecido na primeira.

1. Sujeito simples ( ) Era um mistério curioso aquela vida.


2. Sujeito indeterminado ( ) No auge do show, houve queima de fogos.
3. Sujeito oculto ( ) Falaram muito mal de você na reuniã o.
4. Sujeito inexistente ( ) Andavam misturados bois, vacas, bezerros.
5. Sujeito composto ( ) Falamos com você ontem à tarde.
( ) Coisas horríveis aconteceram naquele verã o.
( ) Roubaram minha caneta.
( ) Venta muito forte naquela regiã o.
( ) Esclareci as dú vidas existentes.

2) Quando a oraçã o nã o tem sujeito, o verbo fica na terceira pessoa do singular. Esta
afirmaçã o pode ser comprovada em:
a. ( ) Chegou o pacote de livros.
b. ( ) Existe muita gente amedrontada.
c. ( ) Ainda há criança sem escola.
d. ( ) É proibida a entrada.

3) Classifique o sujeito dos verbos destacados nas oraçõ es a seguir. Identifique-o, se possível.

a) Um pouco mais à frente, observei um movimento inusitado de pessoas e me aproximei.


b) ‘A cá rie e os preços dos dentistas destroem a boca do brasileiro’.
c) “Desta vez cercaram a classe média: menos salá rio, mais inflaçã o.”
d) Já faz alguns anos que Bergman vem sendo criticado pelos amantes do cinema novo.
e) “A voz e as saias pertenciam a uma mocinha morena.”
f) “Na reuniã o de pais só havia mã es.”
g) O ribeirã o mudou de tom.
h) “Era um dia abafado e aborrecido.”

4) Leia o trecho de uma letra de mú sica.

Suspenderam os jardins da Babilô nia


E eu pra nã o ficar por baixo
Resolvi botar as asas pra fora.
[...]
Rita Lee. CD Rita Lee acú stico
Manaus, Music Television.
a) Sublinhe os verbos das oraçõ es.
b) Classifique o sujeito das oraçõ es acima.

Leia o trecho da letra de uma mú sica.

Anjo da guarda

E scureceu
O sol baixou
Anjo da guarda
Cantarolou
Nana, neném
[...]
Arnaldo Antunes e outros. CD Tribalistas. Rio de Janeiro

c) Copie o verbo da primeira oraçã o.


d) Alguém pode escurecer?
e) Nesse caso o verbo indica: -------------------------------------------------
Em “Escureceu”, temos uma -----------------------------------------------

5) Leia estes trechos de uma mú sica.

a) “[...] o cara precisa da sua garota [...]”


“Hoje preciso de você [com qualquer humor”
b) Grife os verbos nas oraçõ es e classifique os sujeitos.
c) Classifique, quanto à transitividade, o verbo ‘precisar’ empregado nas oraçõ es.

6) Leia.

“[...] o vento canta macio.”

a) Circule o sujeito dessa oraçã o e classifique-o.


b) Agora escreva a oraçã o de modo que o sujeito se transforme em:

. sujeito composto:
. sujeito indeterminado:

7) Grife os verbos nas oraçõ es e, em seguida, classifique o sujeito de cada uma delas.
a) Geou em Campos do Jordã o esta noite.
b) Asfaltaram a rua da minha casa de praia.
c) Arrombaram a porta da casa aqueles moleques.
d) Saíram a passeio a criança e o cachorro dela.
e) Bateram à porta.
f) Já sã o quatro horas?
g) Concordei com todos os termos do contrato.
h) Aqui, as pessoas jantam tarde.
i) Ah! Faz muitos anos...
j) Nã o sabemos mais nada.

8) Analise os verbos das oraçõ es acima e classifique-os quanto à transitividade (transitivos


direto ou indireto e/ou intransitivos). Lembre-se de verificar se foi utilizada a preposiçã o.
. circule o complemento verbal (objetos), se houver.

9) Faça aná lise sintá tica das oraçõ es (classificar todos os termos de acordo com a funçã o
deles na oraçã o [sujeito, predicado, objeto, adjunto adverbial...]).

a) Há poesia no ar...
b) Seu passaporte chegou logo cedo pelo correio.
c) Nã o sabemos mais nada.

Bons estudos!

Uma Páscoa abençoada!

Você também pode gostar