Você está na página 1de 5

TEORIA DOS CONJUNTOS

A teoria dos conjuntos é a teoria matemática capaz de agrupar elementos.


Dessa forma, os elementos (que podem ser qualquer coisa: números, pessoas, frutas)
são indicados por letra minúscula e definidos como um dos componentes do conjunto.
Exemplo: o elemento “a” ou a pessoa “x”
Assim, enquanto os elementos do conjunto são indicados pela letra minúscula,
os conjuntos, são representados por letras maiúsculas e, normalmente, dentro de
chaves ({ }).
Além disso, os elementos são separados por vírgula ou ponto e vírgula, por exemplo:
A = {a,e,i,o,u}

Diagrama de Euler-Venn
No modelo de Diagrama de Euler-Venn (Diagrama de Venn), os conjuntos são
representados graficamente:

Relação de Pertinência
A relação de pertinência é um conceito muito importante na "Teoria dos Conjuntos".
Ela indica se o elemento pertence (Є) ou não pertence (ɇ) ao determinado conjunto, por
exemplo:
D = {w,x,y,z}
Logo,
w Є D (w pertence ao conjunto D)
j ɇ D (j não pertence ao conjunto D)

Relação de Inclusão
A relação de inclusão aponta se tal conjunto está contido (C), não está contido (Ȼ) ou se
um conjunto contém o outro (Ɔ), por exemplo:
A = {a,e,i,o,u}
B = {a,e,i,o,u,m,n,o}
C = {p,q,r,s,t}
Logo,
A C B (A está contido em B, ou seja, todos os elementos de A estão em B)
C Ȼ B (C não está contido em B, na medida em que os elementos do conjuntos são
diferentes)
B Ɔ A (B contém A, donde os elementos de A estão em B)

Conjunto Vazio
O conjunto vazio é o conjunto em que não há elementos; é representado por duas
chaves { } ou pelo símbolo Ø. Note que o conjunto vazio está contido (C) em todos os
conjuntos.

Conjunto Unitário
O conjunto unitário é o conjunto que possui apenas um elemento.

Operações com Conjuntos


União, Interseção e Diferença entre Conjuntos

União de Conjuntos: Dados dois conjuntos A e B, a união é o conjunto formado pelos


elementos de A mais os elementos de B. E é indicado por A  B (lê-se: A união B), por
exemplo:
A = {a,e,i,o,u}
B = {1,2,3,4}
Logo,
A  B = {a,e,i,o,u,1,2,3,4}

Exemplo: Dados os conjuntos A = {1, 2, 3, 4, 5, 6, 7} e B = {2, 4, 6, 8, 10}, calcular A  B


A  B = {1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 10}

Observe que os elementos comuns não são repetidos.


Interseção de Conjuntos: Dados dois conjuntos A e B, a interseção é o conjunto formado
pelos elementos que pertencem simultaneamente a A e B. E é indicado por A  B (lê-
se: A interseção B ou, simplesmente, A inter B), por exemplo:
A = {a, b, c, d, e}
B = {b, c, d, f}
Logo,
A  B = {b, c, d}

Exemplo 1: Sendo A = {2, 3, 5, 6, 8} e B = {3, 5, 8, 9}, determinar A  B :

A  B = {3, 5, 8}

Exemplo 2: Calcule M  N onde M = {2, 3, 5} e N = {4, 6}.

M N ={ }

Em alguns casos, a interseção é vazia. Se não há elementos comuns, dizemos que os


conjuntos são disjuntos.

Diferença de Conjuntos: Dados os conjuntos A e B, podemos determinar um conjunto


cujos elementos pertencem ao conjunto A e não pertencem ao conjunto B. Esse
conjunto é chamado diferença entre A e B e indicado por A – B, que se lê “A menos B”,
por exemplo:
A = {a, b, c, d, e} - B={b, c, d}
Logo,
A-B = {a,e}

Exemplo 1: Calcular A – B e B – A, sabendo que A = {3, 4, 6, 8, 9} e B = {2, 4, 5, 6, 7, 10}.

A – B = {3, 8, 9}

B – A = {2, 5, 7, 10}

Percebam que são operações diferentes.


Exemplo 2: Sendo A = {1, 3, 5} e B = {0, 1, 3, 5, 6}, calcule A – B.

A–B={ }

Igualdade dos Conjuntos


Na igualdade dos conjuntos, os elementos de dois conjuntos são idênticos, por exemplo
nos conjuntos A e B:
A = {1,2,3,4,5}
B = {3,5,4,1,2}
Logo,
A = B (A igual a B).

Complementar de um conjunto: Dados dois conjuntos A e B, tal que B está


completamente contido no conjunto A, chamamos complementar de B em relação a A,
a seguinte parte pintada no desenho abaixo:

É representado através do seguinte símbolo:

Perceba que falar de complementar só faz sentido, se um conjunto estiver contido no


outro. Como, sempre que falarmos de complementar, estamos considerando um
conjunto contido no outro, então podemos igualar complementar com a diferença de

conjuntos. Assim:

Veja agora o caso em que o conjunto A está contido no conjunto B:

Veja como fica o símbolo:

E teremos:
Subconjuntos: São as partes de um conjunto. Se um conjunto tiver n elementos, seu
subconjunto terá 2n elementos.

Por exemplo, o conjunto A = {1, 2, 3} tem 3 elementos, então terá 23 = 8 subconjuntos.

São eles: {1}, {2}, {3}, {1,2}, {1,3}, {2,3}, {1, 2, 3} [o próprio conjunto sempre será um dos
subconjuntos] e { } [o vazio é subconjunto de todos os conjuntos]

Você também pode gostar