Você está na página 1de 9

ULISSES COLONHEZE

O PREOCESSO DE DESENVOLVIMENTO
HUMANO E A EDUCAÇÃO

SÃO PAULO
2020
ULISSES COLONHEZE

O PREOCESSO DE DESENVOLVIMENTO
HUMANO E A EDUCAÇÃO

Trabalho apresentado em cumprimento às


exigências da disciplina Educação cristã
do Curso Livre de Teologia EAD-FECP,
ministrada pelo facilitador Adilson de
Souza Filho.

SÃO PAULO
2020
SUMARIO

INTRODUÇÃO.................................................................................................... 4

1. DESENVOLVIEMTO DA EDUCAÇÃO 5

2. O DESENVILVIMENTO INTEGRAL DO SER HUMANO.............................. 6

3. A EDUCAÇÃO E A REFORMA PROTESGTANTE....................................... 7

CONSIDERAÇÕES FINAIS........................................................................................ 8

BIBLIOGRAFIA................................................................................................... 8
4

INTRODUÇÃO

A etimologia para a palavra “Educação”, na língua portuguesa vem da raiz


“Educar”, que por remete ao Latim “EDUCARE”, sendo uma derivação de “EX” ou
“fora, exterior” e “DUCERE” ou de “instruir, guiar e conduzir”. Literalmente no latina
Educação é o “guiar para fora ou conduzir ao mundo exterior ou para fora de si
mesmo. (https://www.gramatica.net.br/origem-das-palavras/etimologia-de-
educacao/)

A esta ideia de instruir, guiar, conduzir, também se associa a outras palavras


que dá ideia de desenvolvimento.

Trazendo a discussão e a dúvida em o que ou quem desenvolver? Temos o


indivíduo como peça principal a qual sofre a ação do desenvolvimento, que ao
mesmo tempo é conduzido a um novo estágio de desenvolvimento através de
conhecimento, estímulos e vivencias, e o facilitador-educador como uma das
fermentas que auxiliam neste processo de desenvolvimento.

E pelo aspecto da fé, a educação cristã pode favorecer o desenvolvimento


humano tendo como base na humanidade de Jesus Cristo.
5

1. O DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO

Há varias teorias sobre este desenvolvimento, ou teorias sobre a educação. O


meio que este indivíduo está inserido, cujos fatores sociais, culturais, valores
familiares, ou de grupos influenciam diretamente neste desenvolvimento ou nos
processos educativos, os quais, levam aos desenvolvimentos físicos, intelectuais,
morais através de interações de ordens sociais e todos estes processos do
desenvolvimento se dá por estímulos intuitivos e cognitivos.
Considerando que o indivíduo, durante toda a sua vida passa por estágios
distintos de desenvolvimento, ou seja, por meios do ensino e pela capacidade
mental em captar, transformar os estágios primários em outros estágios mais
evoluídos se dão através da percepção, da atenção a algo, das associações, do
raciocino logico ou abstrato, da formação de juízos, de pensamentos, da livre
imaginação e linguagem.

Nesta jornada do aprender e este aprender ocorre durante todo o tempo de


vida, tem-se para estas fases duas divisões onde para a fase infantil a juvenil a qual
denomina-se pedagogia, que do grego traz a ideia de conduzir a criança ao
desenvolvimento, e o termo andragogia utilizado para o adulto, onde o aprender ou
desenvolver-se está associado mais a experiências e desafios que farão diferença
imediata em sua vida.

A construção da educação, segundo Jacuque Delors (Souza apud, 1998), se


dá em quatro frentes que levará o indivíduo a obter conhecimento através do
aprender, e aprende-se a conhecer pelo interesse para com as coisas, aprende-se a
fazer buscando o executar, o errar e buscar fazer certo, aprende-se a conviver
desenvolvendo respeito no convívio com os pares e aprende-se a ser buscando
explicar o objetivo de viver. Essas quatro frentes caminham juntas levando o
indivíduo ao conhecimento através da relação ensino-aprendizagem.
6

A fé está associada a dimensão espiritual do indivíduo, que se expressa por


meios de símbolos de linguagem falada evoluindo para escrita, e as experiências de
fé é desenvolvida pelo meio da educação cristã onde entende-se que o próprio
Espirito Santo age no interior de cada indivíduo trazendo iluminação e a fonte dessa
luz vem da graça de Deus, então o princípio do desenvolvimento da fé está
inicialmente na graça de Deus que a concede a nós , conforme entendimento de
Santo Agostinho (Souza apud Groome, 1985, p. 96).

2. O DESENVOLVIMENTO INTEGRAL DO SER HUMANO

Embora podemos identificar e dividir o ser humano em idades biológicas e


cognitivas no processo de desenvolvimento, porém temos que ter em mente que
este mesmo ser humano é um ser indivisível, o mesmo corpo que se existe
emocionalmente, é o mesmo que existe espiritualmente, moralmente e
culturalmente, além da combinação genética de nossos ancestrais. Então o ser
humano para existir necessariamente necessita de outro ser humano, e nesta
interação, embora em seu processo de desenvolvimento adquiria seu individualismo
e personalidade ao qual ao interagir com outro ser humano forma a relação Eu-Tu
no mundo em que se vive, então estas relações podemos denominar de elemento
para o desenvolvimento integral do ser humano.

Neste contexto temos os binômios fé-razão e ensino-aprendizagem,


associado ao processo de desenvolvimento tendo a educação como agente de
transformação do indivíduo e temos na educação cristã um braço de
desenvolvimento e de transformação, que através do convívio de indivíduos levados
desde a infância até a fase adulta o desenvolvimento deste todo que chamamos de
homem, criado segundo a imagem e semelhança de Deus (Gn. 1.27), que nasce
aprendendo e desenvolvendo-se fisicamente, psicologicamente, moralmente,
socialmente, emocionalmente e espiritualmente.

A educação, como foi definido anteriormente como sendo o processo de guiar


para fora de si mesmo, e esse guiar leva a visualizar uma segunda figura, ao qual
7

denomina-se “guia”, e aqui tratando de educação cristã passemos a entender o


papel do educador cristão, se o aprender de modo geral é baseado em interações e
trocas de experiências em um meio social a educação cristã também segue essas
bases com uma centralidade a mais, a pessoa de Jesus Cristo.

Hoje as diversas ferramentas, artigos, teses que auxiliam no entendimento do


processo de desenvolvimento do ser humano em todas as fases da vida dando ao
educador maneiras de proporcionar o desenvolvimento humano. A cada idade
biológico associado ao comportamento a criança ou o adulto irão receber o
conhecimento e transformá-los de modos diferentes, assim os periféricos, os
recursos e os ambientes didáticos auxiliarão no processo de aprendizagem.

As igrejas que dá ao educador cristão, seja ele o pastor ou o líder, as


ferramentas para desenvolver o trabalho de ensino cristão levam com mais
eficiência o desenvolvimento de crianças e adultos no ensino religioso.

3. A EDUCAÇÃO E A REFORMA PROTESTANTE

A história mostra que através da educação houveram grandes avanços para a


humanidade, ela é tida como agente de transformação social. E a reforma
protestante é um desses pontos que marcaram a história da humanidade, e nomes
de Jonh Calvino e Martin Lutero são conhecidos com os principais nomes da
reforma protestante, os quais enfatizaram e buscaram construir através do ensino da
palavra de Deus o desenvolvimento do ser humano, que tendo como base a bíblia,
que por hora passou a ser disponível na língua materna dos países que aderiram a
essa reforma, levando assim a criação de escola junto as paroquias promovendo a
alfabetização de crianças jovens e adultos.

A educação traz, segundo Lutero, a importância de capacitar e


promover a cidadania uma sociedade mais justa. Que os pais ao
enviarem seus filhos para a escola estavam colaborando com o
próprio Deus, visto que através da igreja e da educação Deus rege o
mundo. O plano de educação proposto por Lutero passa uma escola
8

baseada em ideias humanistas, sem o uso de castigos, insultos e


deboches usuais na educação antiga, o aprender deveria ser um
processo lúdico “brincando se aprende”. (PROENÇA 2019).

CONSIDERAÇÕES FINAIS

O processo de desenvolvimento humano passa pela base da educação, do


convício com seus pares e da espiritualidade levando assim a formação do caráter,
de valores proporcionando uma sociedade mais justa e fraterna e o educador cristão
tem papel fundamento neste desenvolvimento, sendo ele um facilitador, um
provocador do desequilíbrio da condição de conhecimento atual para uma busca de
novos patamares que elevam a condição humana a níveis mais próximos ao que
consideramos como padrão de humanidade o nosso Senhor Jesus Cristo.

BIBLIOGRAFIA

BIBLIA. Português. ALMEIDA, João Ferreira de. Bíblia Almeida Século 21. São
Paulo: Edições Vida Nova, 2º ed. 2012.

DELOR, Jaques. Educação um Tesouro a Descobrir – Relatório para a UNESCO da


comissão internacional sobre a educação para o século XXI. Paris, UNESCO, 1996.
Disponível em < https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000109590_por?
posInSet=3&queryId=N-EXPLORE-47b8cd03-7cf2-4835-a1e1-e85cd1033171>
Acesso em: 07 fev. 2020.

Etimologia das palavras. Disponível em:


<https://mundoeducacao.bol.uol.com.br/filosofia/existencialismo.htm>. Acesso em:
07 fev. 2020.

PROENÇA, Wander de Lara. História do Cristianismo II – Londrina: FTSA , 2019.


9

SOUZA, Adilson de, Filho. Educação Cristã - Guia de Estudos - São Paulo: A2
Editorial, 2016.

Você também pode gostar