Você está na página 1de 25

Buona

Giornata
O caminho ao Reconhecimento da Cidadania Italiana

NE EU R OPEA
UNIO
IC A ITA LIANA
REPUBBL
L
CO
SU DO
R TIVA
ME

SIL
LIC
A FE
DE
RA

RE

A
B

BR
RT O
PA S S A P O
TE
POR
A
SS
PA

AGOSTO | 2020
Esta publicação é um apoio para quem está
iniciando ou, até mesmo, já inserido no
processo de reconhecimento da Cidadania
Italiana. As informações aqui contidas são
direcionadas aos cidadãos pertencentes
à circunscrição consular do Consulado
Geral da Itália no Rio de Janeiro, ou seja,
os residentes nos estados do Espírito Santo
e Rio de Janeiro.

Assim como temos nos ajudado em nossa


página no Facebook, esperamos que este
material possa lhe auxiliar durante sua
jornada ao reconhecimento.

Desejamos sucesso!

f Cidadania Italiana pelo Consulado Geral do RJ

Importante: Este documento não possui vínculo com nenhum órgão


do governo italiano, ela é totalmente elaborado por participantes da
página Cidadania Italiana pelo Consulado Geral do RJ no Facebook

EDITORIAL
TEXTOS BASEADOS EM DOCUMENTOS, ARTIGOS E MATÉRIAS
EXPOSTAS NO SITE DO CONSULADO GERAL ITALIANO E SITES
QUE ABORDAM O INTERESSE DO GRUPO.

PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO: Marcio Tonoli Soledade


mtsoledade@gmail.com
behance.com/mtsoledade

ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: AGOSTO DE 2020

ESTE PROJETO FOI ATUALIZADO E REFORMULADO, O MESMO


É BASEADO NO ‘FOLHETIM ITALIANO’ DE BRUNO COLLOVINI

Consulado Geral da Itália no Rio de Janeiro


Edif ício “Casa d'Itália”, Avenida Presidente Antônio Carlos, 40
Castelo - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20020-010

Vice Consulado Honorário em Vitória


Rua Padre Antônio Ribeiro Pinto, 195, Salas 509/510,
Ed. Guizzardi Center Praia do Suá - Vitória - ES - CEP: 29052-290
In no Italiano
O Hino Nacional da República Italiana é o Canto degli Italiani, conhecido também como Fratelli d’Italia
ou l’Inno di Mameli. Escrito por Goffredo Mameli em 1847, com música do maestro Michele Novaro, foi
executado pela primeira vez em 10 de dezembro de 1847, em Gênova, foi adotado provisoriamente pelo
Conselho de Ministros em 12 de outubro de 1946, mas se tornou oficialmente Hino da Itália apenas em 4
de dezembro de 2017.

Fratelli d'Italia, Stringiamci a coorte


l'Italia s'è desta, Siam pronti alla morte
Dell'elmo di Scipio Siam pronti alla morte
S'è cinta la testa l'Italia chiamò!
Dov'è la Vittoria? Stringiamoci a coorte
Le porga la chioma, Siam pronti alla morte
Ché schiava di Roma Siam pronti alla morte
Iddio la creò l'Italia chiamò, sì!

Stringiamci a coorte Dall'Alpi a Sicilia


Siam pronti alla morte Dovunque è Legnano,
Siam pronti alla morte Ogn'uom di Ferruccio
l'Italia chiamò! Ha il core, ha la mano,
Stringiamoci a coorte I bimbi d'Italia
Siam pronti alla morte Si chiaman Balilla,
Siam pronti alla morte Il suon d'ogni squilla
l'Italia chiamò, sì! I vespri suonò.

Noi fummo da secoli Son giunchi che piegano


Calpesti, derisi, Le spade vendute:
Perché non siam popolo, Già l'aquila d'Austria
Perché siam divisi. Le penne ha perdute.
Raccolgaci un'unica Il sangue d'Italia,
Bandiera, una speme: Il sangue polacco,
Di fonderci insieme Bevé, col cosacco,
Già l'ora suonò. Ma il cor le bruciò.

Uniamoci, amiamoci, Stringiamci a coorte


l'unione e l'amore Siam pronti alla morte
Rivelano ai popoli Siam pronti alla morte
Le vie del Signore; l'Italia chiamò!
Giuriamo far libero Stringiamoci a coorte
Il suolo natio: Siam pronti alla morte
Uniti, per Dio Siam pronti alla morte
Chi vincer ci può? l'Italia chiamò, sì!
árvore
genealógica
A árvore genealógica é uma representação das pessoas que tiveram participação na existência de uma
pessoa ou família, ou seja, é o histórico que levanta dados sobre os ancestrais dos mesmos de forma que
fiquem conhecidas as conexões estabelecidas entre esses. Normalmente coloca-se o nome do ancestral
mais antigo de que se conseguiu dados e, a partir desse, seus descendentes até chegar ao membro mais
novo da família ou então até na pessoa que se tem interesse. A árvore genealógica é muito importante
para as pessoas, pois através delas pode-se conhecer a origem familiar e ainda descobrir a origem de
problemas, anomalias e até doenças genéticas. Este é um passo importante para você alinhar dados
para o sucesso de seu processo de reconhecimento da cidadania italiana, conheça um exemplo:

23/12/1882 10/05/1885
Polcenigo (PN) S. R. G. (LU)

Osvaldo Bravin Teresa Scarpati Ercole Sarti Giuditta Bonaldi


Polcenigo (PN) Polcenigo (PN) San Romano in Garfagnana (LU) San Romano in Garfagnana (LU)
N: 15/09/1859 N: 03/01/1862 N: 22/11/1865 N: 01/10/1866
M: 22/03/1928 M: 14/07/1933 M: 04/07/1943 M: 19/03/1926
Afonso Cláudio (ES) Afonso Cláudio (ES) Afonso Cláudio (ES) Afonso Cláudio (ES)

21/02/1911
Afonso Cláudio (ES)

Antonio Bravin Filomena Carmela Sarti


Polcenigo (PN) San Romano in Garfagnana (LU)
N: 15/09/1884 N: 15/09/1888
M: 22/03/1960 M: 08/01/1972
Cariacica (ES) Cariacica (ES)

03/05/1958
Cariacica (ES)

Mathilde Bravin Carmela João Tonoli Sobrinho


Afonso Cláudio (ES) Afonso Cláudio (ES)
N: 08/11/1928 N: 06/04/1928
M: 29/08/2009 M: 26/02/2006
Vila Velha (ES) Cariacica (ES)

03/05/1958
Cariacica (ES)

Zelina Bravin Tonoli Emmanoel Soledade


Afonso Cláudio (ES) Viana (ES)
N: 29/09/1952 N: 02/01/1942

Marcio Tonoli Soledade


Cariacica (ES)
N: 01/12/1983
04

ÍNDICE
01. PRIMEIROS PASSOS ..............................................................................................................06
A. Quem tem direito à Cidadania Italiana? .................................................................................06
B. É possível obter a Cidadania Italiana de alguma outra forma? .................................07
C. Como é o conceito da passagem da Cidadania Italiana?...............................................07
D. O Império Austro-Húngaro e a Cidadania Italiana ............................................................08
E. Reconhecimento de Cidadania conforme Constituição Italiana ..............................08
F. Perda da Cidadania Italiana ............................................................................................................09
G. Filho Legítimo x Natural x Ilegítimo ..........................................................................................09

02. DOCUMENTOS ..........................................................................................................................11


A. Quais Documentos são Necessários para a Obtenção da Cidadania Italiana? ...11
B. Registros Italianos do Antenato .....................................................................................................11
C. CNN ou CPN ...............................................................................................................................................11
D. Materialização e Desmaterialização de Documentos .......................................................12
E. Certidões Brasileiras ............................................................................................................................12
F. Apostilamento ..........................................................................................................................................13
G. Tradução Juramentada ......................................................................................................................13
H. Exemplo de Check List Básico ........................................................................................................13
I. Documentos em Caso de Divórcio ................................................................................................14

03. AIRE E O PORTAL FAST.IT ....................................................................................................15


A. O que é o AIRE? .......................................................................................................................................15
B. Como manter o AIRE atualizado? .................................................................................................15
C. O Portal Fast.it ..........................................................................................................................................15
D. Acessando o portal Fast.it .................................................................................................................16

04. PASSAPORTE ITALIANO........................................................................................................18


A. Como requerer o Passaporte Italiano? ......................................................................................18
B. Agendamento ..........................................................................................................................................18
C. Documentos Necessários para Emissão ...................................................................................18
D. Quanto custa a emissão do passaporte? .................................................................................19
E. Validade Passaporte .............................................................................................................................19
F. O que fazer caso meu passaporte italiano seja roubado/perdido? ...........................19

05. FAMÍLIA......................................................................................................................................20
A Visto Familiar ............................................................................................................................................20
05

ÍNDICE
06. FORMULÁRIOS.........................................................................................................................21
A. Requisição de Certidão de Nacimento ao Comune (Estratto per Riassunto dai
. Registri degli Atti di Nascita) ...........................................................................................................21
B. Requisição de Certidão de Casamento ao Comune (Estratto di Matrimonio) ....21
C. Escritura Pública Declaratória .......................................................................................................22
D. Requisição de Certidão de Nascimento ao Comune (após a transcrição) ...........23
E. Requisição de Certidão de Casamento ao Comune (após a transcrição) .............23
06

01. pmeis passos


A. Quem tem direito à cidadania italiana? informações que possuir e busque orientações
Muitos descendentes diretos de italianos por no COM.IT.ES ou em um PATRONATO. Falaremos
descuidos de seus antepassados, dificuldade de mais adiante sobre ambos tipos de instituições.
acesso ou mesmo por desconhecimento de leis, Linha paterna: É quando todos os ascendentes
não foram registrados regularmente nos cadas- diretos do lado italiano do requerente são do
tros consulares. E outros, por exigência de leis, se sexo masculino.
naturalizaram e, quando readquiriram suas Linha materna: Nos casos onde há uma mulher
cidadanias, não fizeram a atualização de direito na linha de transmissão, seja no início ou no
para os seus filhos nascidos antes dessa naturali- meio desta linha de descendência, a mulher só
zação ou posteriores. poderá transmitir a cidadania para os filhos(as)
Com isto o real reconhecimento da cidadania nascidos após 01/01/1948.
por “Jus Sanguinis” gera enorme dificuldade ou No entanto, se esse for seu caso, é possível fazer
entendimento. Este documento não pleiteia o um encaminhamento judicial para tentar uma
intuito de ser um guia universal ou um livro solução. Isso é permitido devido à Sentença n.
propriamente dito, porém iniciou como um 4466, de 25/02/2009, que reconhece o direito de
mero folheto explicativo das nuances que, transmissão da cidadania às mulheres italianas
diariamente, explicamos junto a comunidade do e aos seus filhos nascidos antes da promulgação
ES/RJ e é focado para ser o nosso folhetim de da Constituição Republicana Italiana de 1948.
apoio. Novamente, o COM.IT.ES ou um dos
A cidadania italiana é garantida por ‘‘Jus PATRONATOS podem indicar lista de advogados
Sanguinis’’ (direito de sangue), ou seja, pode ser ou mesmo é possível buscar um em lista reco-
adquirida por descendentes de origem italiana mendado na comunidade e que tem experiên-
(filhos, netos, bisnetos, etc). Sim, a cidadania cia em casos no Tribunal Administrativo
italiana é uma das poucas que não tem limites Regional (TAR) de ROMA.
de geração, o que permite que qualquer um que Existem algumas nuances que é necessário
tenha uma ascendência italiana possa solicitar. observar para confirmar o direito a cidadania,
No entanto, é preciso observar algumas limita- como o cidadão italiano ter nascido em determi-
ções por lei quando a pessoa é proveniente da nada época do surgimento da Itália como
Região de Trento, ou proveniente de outras Estado, não ser de uma região do antigo Império
regiões que pertencia a Itália. E também é Austro-Húngaro, não ter solicitado a naturaliza-
preciso observar as limitações da lei quando a ção e etc e que podemos resumir em sua maioria
transmissão é pela linha materna. Nossa suges- em um único fluxograma a seguir:
tão desde o ínicio é obtenha o máximo de

O italiano faleceu ou se naturalizou


antes de 17/03/1861 você NÃO tem
SIM
(1866 para a região do Veneto) direito à Cidadania Italiana

NÃO

O italiano nasceu FORA do


chamado território do Império O italiano nasceu ou emigrou você NÃO tem
NÃO NÃO
Austro-Hungaro? depois de 16/07/1920? direito à Cidadania Italiana

SIM
SIM

O italiano se naturalizou O filho deste italiano era


brasileiro antes do nascimento menor de idade quando você NÃO tem
SIM NÃO
de seu filho(a)? readquiriu? direito à Cidadania Italiana

NÃO
SIM

Existe somente linha


masculina entre o O filho(a) desta mulher Processo Jurídico
NÃO NÃO
italiano e você? nasceu após 01/01/1948? Via Materna

SIM
SIM

você TEM direito


à Cidadania Italiana
07
B. É possível obter a Cidadania Italiana de
alguma outra forma? C. Como é o conceito da passagem da
Diferente de países como Canadá, EUA ou Cidadania Italiana?
Portugal a obtenção da cidadania Italiana A Cidadania Italiana apesar de ser chamada de
somente pode ser adquirida: “Jus Sanguinis” (direito por sangue) vai muito
1. Se existe uma descendência direta; além deste conceito, pois não passa do genitor
2. Quando a pessoa reside na Itália e seus filhos, ao filho e sim motivado pela existência de uma
nascidos na Itália, ao completar 18 anos após filiação. Assim sendo, quando os pais reconhe-
morar por 10 anos sucessivos na Itália; cem o filho no cartório o mesmo é automatica-
3. Por casamento. mente considerado um cidadão italiano por
Por casamento: Mulheres casadas com italianos nascença.
até 27 de abril de 1983 têm direito ao reconheci- A lei italiana reconhece ambas formas de reco-
mento automático da cidadania quando a nhecimento, quando os pais são casados e
cidadania do marido for reconhecida. O mesmo independe quem registrou ou quando os pais
não vale para o homem que casar com uma não são casados e é registrado por um dos pais,
italiana, desde o início o entendimento é que o fazendo valer o reconhecimento por eleição .
cidadão que casar com uma italiana pode Quando o genitor que transmite a cidadania
solicitar a naturalização. italiana não foi casado e também não foi o
Importante: Caso tenha ocorrido divórcio ou que declarante na certidão de nascimento de seu
o cidadão tenha falecido (posteriormente a 27 de descendente direto, caso muito comum quando
Abril de 1983) a mulher casada com cidadão é a mãe que transmite a cidadania e ela não foi a
italiano (ou com ascendência e não reconheci- declarante da certidão de nascimento e os pais
do) mantém o direito da cidadania italiana. não são casados. Neste caso, o genitor precisa
Deve-se observar que se ocorreu separação ou fazer uma Escritura Pública Declaratória de
óbito do marido antes de 27 de Abril de 1983 e os Paternidade (ou Maternidade) e o termo deve
mesmos residiam fora do Reino da Itália a está averbado na certidão de nascimento desta
mulher perdia o estado de cidadã italiana (Art.1 criança. Esses documentos em conjunto realiza
Legge 555/1912). a legitimação do filho(a), tornando-o cidadão
Após está data 27/04/1983, a cidadania pode ser italiano por eleição. É exatamente pela exigência
obtida pelo conceito de naturalização. A pessoa desses documentos que em muitos países faz
precisa aguardar completar o prazo de três anos com que os falecidos não possam transmitir a
de casamento após o reconhecimento do cidadania italiana para os filhos naturais que
cidadão em questão ou 1 ano e 6 meses caso se o tiveram, pois eles não estão vivos para fazer
casal tenha filhos menores para poder pleitear a essas declarações e, consequentemente, passar
naturalização italiana. o direito aos descendentes. O que não é o caso
no Brasil, pois a lei de registro civil brasileiro em
01. pmeis passos

Casais homoafetivos: Em maio de 2016, o vigor exigia que somente o registro de nasci-
casamento homoafetivo passou a ser permitido mento fosse feito pelo fator paterno, independe
na Itália, o que também dá direito aos casais que do fato do status civil dos pais.
se enquadrem neste caso à cidadania italiana
por naturalização. Para este caso deve providen- Nasceu dentro de um
SIM
Processo realizado
casamento civil? normalmente
c i a r j u n to a o Co m u n e o E ST R AT TO p e r
NÃO
RIASSUNTO del REGISTRO degli ATTI di UNIONE
CIVILE, que difere quando e um casamento Nasceu fora do casamento
Processo realizado
civil e o genitor que transmite SIM
normalmente
hétero onde e necessario providenciar o foi o declarante?

ESTRATTO per RIASSUNTO dai REGISTRI di NÃO

MATRIMONIO. A naturalização italiana: O Consta na certidão a


Processo realizado
averbação do genitor SIM
pedido de naturalização italiana por casamento que transmite?
normalmente

não é uma atividade vinculado diretamente ao NÃO


consulado, é uma solicitação exclusiva on-line e
O genitor deve fazer
O genitor que transmite
diretamente ao MINISTERO DELL'INTERNO, ainda está vivo?
SIM uma Escritura Pública
Declaratória
conforme a aprovação pelo Ministério o casal
NÃO
deverá se apresentar no consulado da circuns-
crição para apresentar os documentos e realizar Buscar respaldo
jurídico
o juramento a Itália.
08
* Se o seu caso cai na questão de “Buscar respal- guerra contra a Áustria em troca de Tirol do Sul,
do Jurídico” não significa que realmente não Trento e o Litoral. Com o fim da 1a Guerra
terá direito, o Consulado Italiano do Rio de Mundial a Itália ficou com a província de Tirol do
Janeiro respeita integralmente a Lei de Registro Sul e Trento nomeando como Trentino-Alto
Civil Brasileiro e neste caso, basta apresentar a Adige e a parte do Litoral que fora dividido
certidão de óbito de ambos pais em questão, juntamente com os sérvios, croatas e eslovenos
obviamente ambas deverão constar que eles a parte que coube a Itália chamada de Veneza
eram solteiros ou viúvos de outros relaciona- Júlia foi incorporada a Friuli, criando a região
mentos. Em caso de negativa, o direito pode ser pitoresca de Friuli-Venezia Giulia.
contestado junto ao Tribunal Administrativo de E uma grande parte de emigração italiana desta
Roma. A DPR 396 de 3 Novembro de 2000 em região ocorreu principalmente nesta época que
seu Art 15 deixa claro que os registros no exterior vai de 1870 a 1900, quando esta região ainda era
estão sujeitos às normas civis do ESTADO onde considerada Austro-Húngaro. O que torna o
se encontram. No Brasil, somente em 30 de cidadão ascendente não sendo um italiano.
março 2015 entrou em vigor a lei 13112 que Posteriormente, durante o fim da 2a Guerra
permite a mulher em igualdade de condições, Mundial a Itália perdeu parte do Litoral que
proceder com o registro de nascimento de seu antes era formada por: Gorizia, Trieste, Pola e
filho(a), modificando assim o art 52 da lei Fiume. Restando ao fim somente Gorizia e
6015/73. Consulte o COM.IT.ES ou PATRONATO Trieste.
para auxiliar nesta questão. Também é válido observar que com o fim do
Império Austro-Húngaro, foi extinta também a
D. O Império Austro-Húngaro e a Cidadania cidadania austro-húngara. E a Áustria hoje é um
Italiana novo país. Ou seja, perde-se a cidadania daquele
Na região nordeste da Itália, está localizada uma país.
região chamada de Trentino. É uma província Portanto, a garantia do direito a cidadania
autônoma italiana e, apesar de fazer parte da italiana por ascendente nesta região é que o
Itália, têm sua autonomia administrativa. E isto é italiano tenha nascido após 16 de Julho de 1920
uma parte da história da própria formação da ou que ele tenha emigrado após está data.
Itália como conhecemos hoje. A Itália começou o Em 2000, foi aprovado uma lei com exigência
seu processo de unificação em 1848, com a por 10 anos, ou seja, até 2010 que permitia a
conquista e anexação de territórios que antes cidadãos desta região e que tenham nascido
eram de posse da Igreja Católica e da Áustria, durante a região pertencia ao Império Austro-
como a Lombardia, Toscana, Modena e Parma. Húngaro solicitar a cidadania italiana. Entre 1815
Após a derrubada de monarquias que controla- a 1923, com Tratado de Viena, o Trentino foi
vam a Sicília e Nápoles e a conquista de Roma anexado ao condado do Tirol, com isto os regis-
em 1870. tros de nascimento foram conservados junto às
01. pmeis passos

Porém regiões de Trento, Bolzano e Gorizia Paróquias, as quais também funcionavam como
pertenciam ao estado germânico do Império cartório.
Austro-Húngaro e, anteriormente, pertencia ao
império Austríaco desde 1815. E esta região E. Reconhecimento de Cidadania conforme
somente foi anexada pela Itália após o final da 1a Constituição Italiana
Guerra Mundial com o tratado de Saint- Uma criança é cidadã italiana desde o nasci-
Germain, em 16 de julho de 1920. mento se:
Resumidamente, durante a guerra napoleônica 1. O pai sendo italiano, no momento do nasci-
a região de Tirol do Sul (predominante de etnia mento e que reconheceu a paternidade;
germânica), Trento (predominante de etnia 2. A mãe sendo italiana, no momento do nasci-
italiana) e o Litoral (etnia Italiana e Eslava) foram mento e a criança nasceu após 1 de janeiro de
tomados pelo Império Austríaco. Com o avanço 1948;
da 1a Guerra Mundial e a Itália sendo aliada da 3. A mãe sendo italiana, no momento do nasci-
Áustria desde 1882, queria toda a região trentina mento da criança e o pai sendo desconhecido ou
e tirolesa para se manter neutra, porém os que possuía uma cidadania que não permite
austríacos somente queriam ceder Trento. Para passar para a criança.
o entendimento italiano tudo fazia parte e com 4. A criança menor adotada, após obter a adoção
isto, negociaram com a Inglaterra no Tratado de determinada por um juiz, o mando do juiz
Londres, em 26 de Abril de 1915, que entraria em determinar as providências para as autoridades
09
competentes com a finalidade de emissão do
registro civil. A criança menor de idade adotada F. Perda da Cidadania Italiana
seja de qual procedência for, se adotada por um Ao se naturalizar voluntariamente como adulto
italiano(a) terá direito a cidadania como se (18 anos ou mais após 10 de março de 1975) em
nascido de genitores italianos. um país estrangeiro e antes de 15 de agosto de
5. A criança nasceu na Itália por pais desconheci- 1992.
dos (menores abandonados) ou de pais estran- Ao renunciar à cidadania em um país estrangei-
geiros falecidos, se não houver familiares em seu ro em frente a um diplomata ou funcionário
país de origem ou se o governo daquele país não consular italiano, ou alguém declarando uma
se responsabilizar pelos cuidados do menor, intenção de renúncia da cidadania para um
será considerado apátridas e terá a cidadania funcionário do governo enquanto ainda reside
deferida por um juiz através do juizado de na Itália e depois de se mudar para o exterior no
menores. prazo de 1 ano.
Todo cidadão que era de um dos estados prede- Ao continuar a servir em um governo estrangei-
cessores da Itália e que se encontravam nestes ro ou militar depois de ser condenado pelo
estados na fundação do país, em 17 de março de governo italiano e não fazê-lo dentro de um
1861. Mesmo para estados que fundiram com a período de tempo especificado. Depois de 15 de
Itália mais tarde, como os Estados do papa. agosto de 1992, também pode-se perder a
Antes de 27 de abril de 1983, as mulheres estran- cidadania italiana servindo em um exército
geiras se tornaram cidadãs italianas automati- estrangeiro em guerra com a
camente após o casamento com um homem Itália.
italiano. A mulher italiana, casada e residindo com um
A pessoa que se naturaliza como cidadão italia- estrangeiro, antes de 1 de janeiro de 1948, cuja
no, mas que para isto tenha cumprido as leis de cidadania estrangeira é automaticamente
residência na Itália, poderá solicitar a cidadania transmitida à mulher por casamento.
após completar 04 anos ininterruptos de resi- A mulher italiana pela perda da cidadania
dência legal na Itália. E também os cidadãos do italiana de seu marido, com quem ela reside,
bloco europeu. antes de 1 de janeiro de 1948, se ela também
Cidadãos apátridos devem completar 05 anos possuir outra cidadania (e, portanto, não seria
ininterruptos de residência legal em território tornada apátrida ao perder a cidadania italiana).
italiano. Os demais, devem completar 10 anos Para uma criança italiana menor, antes de 1 de
ininterruptos de residência legal. A cidadania julho de 1912, pela perda da cidadania do pai, se a
por tempo de residência é uma naturalização , criança reside fora da Itália. Ou após 1 de julho de
no caso do Brasil e dê muitos países a constitui- 1912, pela perda da cidadania do pai ou do tutor
ção considera em muito dos casos como uma legal (após 27 de abril de 1983, de ambos os pais),
forma voluntária de participar de outro país . se a criança reside com o pai ou responsável no
01. pmeis passos

A cidadania italiana pode ser readquirida por um exterior, se a criança não for emancipada, se a
adulto que anteriormente a perdeu por naturali- criança possui uma nacionalidade estrangeira, e
zação a outro estado ou por motivo de casamen- se a criança não adquiriu essa nacionalidade
to, retornando para a Itália e residindo lá por 2 estrangeira em virtude de nascer em um país
anos, ou renunciando a qualquer cidadania estrangeiro. Uma exceção a esta regra também
estrangeira e retornando para residir na Itália foi feita se a mãe fosse o responsável e se ela
dentro de 1 ano da renúncia. perdeu cidadania em virtude de um novo
Um filho menor não emancipado de um homem casamento após a morte do pai da criança.
que adquiriu ou readquiriu a cidadania italiana
também adquire a cidadania italiana, desde que G. Filho Legítimo x Natural x Ilegítimo
a criança não estivesse vivendo no exterior e Nas certidões em inteiro teor brasileira é muito
possuísse uma cidadania estrangeira. comum observar o termo como Filho legítimo
Se a criança nascer no território italiano, de pais quando se refere a uma criança que nasceu
estrangeiros, poderá solicitar a cidadania dentro de um casamento, o filho natural e
automaticamente, quando atingir a maioridade, quando os pais alegam que são solteiros tornan-
se assim desejar, desde que consiga demonstrar do-os legítimos se posteriormente os pais se
por via documental a residência ininterrupta na casarem e declarar a existência desse filho em
Itália, desde o dia do nascimento até completar sua certidão de casamento, que poderá vir a ter
seus 18 anos. ou nao averbação deste fato na certidão de
10
nascimento da criança e por fim o filho ilegítimo
quando vem de uma relação onde um dos pais
nao pode ser casado (adultério, já ter sido sepa-
rado etc). Existe muito casos que o escrevente
registrava o filho natural como filho ilegítimo. E
diante deste fato alguns cartórios vem pedindo
autorização de um juiz para expedir a certidão
de inteiro teor. Não importando a questão o
direito a cidadania italiana é transmitida não
pelo fato de legitimidade e sim pelo fato de ser
filho(a) de um italiano(a). Cabendo somente os
casos onde os pais não serem casado a apresen-
tação das certidões de nascimento e óbito de
ambos.
01. pmeis passos
11

02. CUMENTOS
A. Quais documentos são necessários para a di battesimo), emitida pela paróquia italiana,
obtenção da Cidadania Italiana? contendo o reconhecimento da cúria diocesana
Em linhas gerais, você precisa obter todas as competente é permitida usar no processo. No
certidões de nascimento, casamento e óbitos site em questão explica com clareza com a
em inteiro teor para dar consistência a sua época que o registro civil passou a ser usado. Se
solicitação. O consulado pode solicitar outros o italiano casou na Itália é necessário apresentar
documentos comprobatórios. Atualmente, a o Estratto dell'Atto di Matrimonio.
principal solicitado é a certidão de não naturali-
zação (CNN) do italiano e para os casos perti- C. CNN ou CPN: Parte do processo de documen-
nentes como: quando ocorre uma separação ou tos que devemos apresentar na solicitação de
é continuação de uma ascendência por segun- cidadania é o comprovante que o italiano não se
do casamento é requerido o óbito da primeira(o) naturalizou ou de fato houve a naturalização.
companheira(o) ou o documento de desquite ou Este comprovante no Brasil é emitido pelo
em casos extremos como os provenientes do Ministério da Justiça com o nome de Certidão
Império Austro-Húngaro pode ser requerido o de Não Naturalização (CNN) ou Certidão
histórico de imigração obtido pelo livro de Positiva de Naturalização (CPN). Para o cidadão
chegada nos navio da época. italiano que ainda está vivo e não realizou a
Primeiramente, deve iniciar pela obtenção da naturalização o consulado permite apresentar o
sua certidão de nascimento em Inteiro Teor, ela Registro Geral de Estrangeiro. (RGE).
irá dar informações dos nomes de seus pais e de A CNN é gratuita e obtida de forma eletrônica
seus avós e assim sendo você poderá ir em busca através do site do MJ em: http://www.justica.
das mesmas. Algumas certidões de nascimento gov.br/central-de-atendimento/estrangeiros
fazem referência a certidão de casamento dos Uma vez que você tenha obtido a certidão emite
pais. também autenticidade, através do mesmo site
As certidões de casamento, permitem ter digitando o código de controle existente a
algumas informações pertinentes. Como se os certidão. Com ambos documentos leve em um
noivos são filhos de italianos, data de nascimen- Cartório de Notas para solicitar a sua materializa-
to e demais dados que pode conseguir até a ção e solicite o apostilamento HAIA.
pasta do casamento referenciando às suas Caso na emissão da CNN seja indicado que
certidões de nascimento. Algumas certidões de consta que o italiano se naturalizou deve seguir
casamento podem vir transcrita também o procedimento oferecido ou um dos abaixo:
informações de filhos que o casal possa ter vindo Opção 1:
a ter em outra regiões ou países. No caso do 1. Imprimir o formulário existente no site do
Brasil, os casamentos religiosos brasileiros Ministério da Justiça: http://portal.mj.gov.br/
poderão ser aceitos como válidos somente se Estrangeiros/nat_certidaopos.htm;
02. CUMENTOS

realizados até 14/06/1890. A relativa certidão 2. Cópia da Cédula de identidade do requerente;


deverá ser emitida pela mitra diocesana. Fora 3. Cópia da certidão de nascimento do italiano;
isto é necessário obrigatoriamente apresentar a 4. Cópia da certidão de casamento do italiano;
certidão de casamento. 5. Cópia da certidão de óbito do italiano;
6. Enviar via Sedex para Ministério da Justiça e
B. Registros italianos do antenato: Deve ser Segurança Pública.
solicitado o Registro de Nascimento em original
(Estratto dell'atto di nascita) do italiana que veio Opção 2:
da Itália e que dá origem ao conceito da sua 1. Acesse o site de protocolo eletrônico, acessan-
cidadania a mesma deve constar a filiação do o site http://protocoloeletronico.mj.gov.br;
(solicite sempre “estratto di nascita con genera- 2. Faça o seu cadastro com cópia de sua carteira
lità”). Este documento deverá ser solicitado ao de identidade e endereço de residência;
Comune (prefeitura) onde o italiano nasceu, 3. Após receber aprovação do seu cadastro entre
caso na época de nascimento não tenha ainda o no site para solicitar a CPN e anexe às certidões
registro civil, a certidão de batismo (certificato do italiano (nascimento, casamento e óbito);
12
A CPN demora uma média de 03 (três) meses Notarial de Serviços Eletrônicos Compartilhados
para ser emitido pelo MJ e pode ser consultado o (CENSEC), regulamentada pelo Conselho
seu processo através do site http://justica.gov.br/ Nacional de Justiça (CNJ). A emissão do apostila-
Acesso/sistema-eletronico-de-informacoes-se mento HAIA requer um conceito parecido onde
clicar na opção "Acessar Sistema de Consulta". notário faz uma desmaterialização para o site do
Após o recebimento da CPN, leve em um cartó- CNJ antes de emitir o selo do apostilamento.
rio de notas para realizar a materialização e o
apostilamento HAIA. E. Certidões Brasileiras: Primeiramente, deve
Importante: Tanto para emitir a CNN como a iniciar pela obtenção da sua certidão de nasci-
CPN deve conter todas as variações de nomes e mento em Inteiro Teor, ela irá dar informações
sobrenomes que aparecem nos documentos dos nomes de seus pais e de seus avós e assim
seja da Itália, Brasil ou outro país, enquanto o sendo você poderá ir em busca das mesmas.
mesmo estava vivo. Algumas certidões de nascimento fazem
Exemplo: A Certidão de nascimento do italiano: referência a certidão de casamento dos pais.
Giovanni Angelo Tagliatelli , na certidão de As certidões de casamento, permitem ter
casamento no Brasil João Angelo Taliateli , na algumas informações pertinentes. Como se os
certidão de nascimento do Filho na Argentina noivos são filhos de italianos, data de nascimen-
Angelo Taliatele, na certidão de casamento do to e demais dados que pode conseguir até a
Filho no Brasil João Angelo Taliatelle e na certi- pasta do casamento referenciando às suas
dão de óbito João Ângelo Tagliatelle . certidões de nascimento. Algumas certidões de
No Apostilamento Haia referente a emissão da casamento pode vir transcrita também informa-
CNN/CPN no campo Nome do Titular deve ções de filhos que o casal possa ter vindo a ter
constar as variações do italiano e não o nome em outra regiões ou países. No caso do Brasil, os
da pessoa que solicitou a CNN/CPN. casamentos religiosos brasileiros poderão ser
aceitos como válidos somente se realizados até
D. Materialização e Desmaterialização de 14/06/1890. A relativa certidão deverá ser emiti-
Documentos: Um documento para ter uma da pela mitra diocesana. Fora isto é necessário
validade jurídica deve ser emitido por um órgão obrigatoriamente apresentar a certidão de
e ou por um cartório (seja de registro ou de casamento.
notas), mas como fazer quando o documento é Importante ressaltar que:
totalmente eletrônico? Para que um documento - A Lei do Registro Civil Brasileira permitia o
possa transcender o conceito eletrônico e que registro por terceiros e que era comum estes
tenha alguma validade jurídica deve ser feito a fatos, onde o declarante do registro não são os
materialização do mesmo, ou seja, um órgão pais e sim terceiros em nome dos mesmos. E não
emitir o famoso “dou fé” ao que foi apresentado existe nenhum impedimento sobre estes
como provas. É disso que se trata a materializa- registros;
ção, ou seja, materializar nada mais é que gerar - Muitas crianças eram registradas juntamente
um documento, com autenticação, a partir de ao registro civil de casamento de seus pais e não
documentos eletrônicos, públicos ou particula- existe registro em livro de nascimento destas,
res, que apresentem assinatura digital ou outra tornando o registro civil de casamento dos pais a
02. CUMENTOS

forma de confirmação de integridade e autenti- própria referência para a certidão de nascimen-


cidade que o mesmo existe dê alguma forma. O to destes;
tabelião, por meio de impressão integral do - Aos filhos que foram reconhecidos a paternida-
documento, apontamento de data e hora de de posterior ao registro civil, suas certidões terão
autenticação e indicação do site confirmação da averbação informando ocorrência por fato de
validade do mesmo aplica o selo de autenticida- processo (administrativo ou judicial) para ambos
de de documento eletrônico. casos, além da apresentação da certidão de
Da mesma forma que existe a materialização nascimento deve apresentar o processo da
existe a desmaterialização que é a geração de mesma forma em inteiro teor digitada com
documentos eletrônicos, com aplicação de apostilamento e com a tradução juramentada
certificado digital, a partir de documento em apostilada.
papel que com dos meios técnico do próprio - As certidões de óbito podem trazer informa-
cartório, inclusive com assinatura digital e por ções como se a pessoa é viúva, se deixou filhos e
meio da “Central Notarial de Autenticação demais informações. Diferente da certidão de
Digital” (CENAD), módulo de serviço da Central nascimento e casamento elas são mais “frágeis”
13
já que por muito tempo era informada por é obrigatória para o processo de reconhecimen-
qualquer um interessado. to da cidadania italiana e AIRE.
As traduções deverão ser feitas exclusivamente
F. Apostilamento: A convenção da Haia (mais por Tradutor Juramentado Italiano inscrito em
conhecida como Apostila de Haia) é, dentre as uma Junta Comercial. Não existe jurisdição para
inúmeras convenções que existem entre países, as traduções, ou seja, Tradução Juramentada é
aquela que facilita e torna menos burocrático o válida em todo o território nacional. Portanto
processo de reconhecimento de documentos você pode utilizar um tradutor do estado de
no exterior. Por isso, é o considerada um dos Minas Gerais para apresentar ao Consulado
acordos mais importantes existentes hoje em Italiano do Rio de Janeiro, por exemplo.
dia. É um certificado que garante a originalida- Os tradutores juramentados italianos normal-
de do documento público e legitima a sua mente traduzem do português para o italiano e
validade e o seu uso fora do país. A Apostila da do italiano para o português.
convenção da Haia tornou mais simples o Desde agosto de 2016 o Brasil é um país signatá-
processo de autenticação de documentos, uma rio da Convenção de Haia. Desta forma, todos os
vez que, agora, quem precisa fazer uso da documentos brasileiros, inclusive as traduções,
documentação pessoal fora do país de origem, para serem válidos na Itália precisam receber a
basta recorrer a um único procedimento: a Apostila de Haia. As traduções devem ter a
emissão da apostila. firma do tradutor juramentado reconhecida
A Apostila de Haia deve ser solicitada sempre em cartório antes do apostilamento.
que houver a necessidade de usar os documen- As traduções devem ser feitas somente por
tos pessoais em outro país que não seja o Tradutor Juramentado depois que todos os
mesmo em que foram emitidos. documentos forem reunidos e analisados.
Para que os seus documentos ganhem o selo da Analise com cuidado todos os dados das certi-
Apostila de Haia, é só levá-los até um cartório dões, pois será uma perda financeira se você
próximo (certifique, antes, de que esse local faz o traduzir e depois encontrar erros que necessi-
apostilamento). Você sairá com duas vias: uma tam de retificações. Sempre Faça uma análise
física e outra eletrônica. A física é emitida junto minuciosa das certidões para verificar se os
com o documento (colada ou inserida junto dados estão corretos e que não exigem retifica-
dele) e a eletrônica fica em um sistema próprio e ções.
só é usada pelas autoridades brasileiras para
consultas necessárias. H. Exemplo de Check List Básico:
Para fazer o apostilamento de Haia, basta Bisavô (italiano)
procurar por cartórios e tabelionatos – órgãos - Nascita ou Battesimo (na Itália);
que são habilitados para apostilar os docu- -Casamento ou Matrimonio (Brasil ou Itália);
mentos emitidos no Brasil. Caso não conheça - Óbito;
um local próximo para realizar o processo, basta - CNN (positiva ou negativa).
acessar o site da CNJ e procurar por um cartório
habilitado da sua cidade ou do seu estado. Avô
Entretanto, em outubro de 2019, ocorreu o 11º - Nascimento;
02. CUMENTOS

Fórum Internacional do Programa de Apostila - Casamento;


Eletrônico (e-App) pela primeira vez no Brasil, - Óbito (caso seja falecido).
marcando o lançamento da nova plataforma de
apostilamento no país. Pai
O E-apostila, como é chamado o aplicativo, é um - Nascimento;
sistema que promete trazer mais facilidade e - Casamento;
agilidade para os brasileiros, que poderão fazer a - Óbito (caso seja falecido).
Apostila de Haia pelos dispositivos móveis
evitando, também, o uso de papéis. Porém, o Filho (requerente - você)
projeto-piloto só existe ainda no cartório civil de - Nascimento;
Brasília, onde está sendo testado para, depois, - Casamento (caso seja casado).
ser disponibilizado em todo o país.
Lembrando que as certidões brasileiras devem
G. Tradução Juramentada: A tradução das ser emitidas em Inteiro Teor.
certidões brasileiras (nascimento e casamento)
14
I. Documentos em Caso de Divórcio
Quando o requerente é divorciado é necessário
realizar a apresentação dos documentos de
divórcio. Em alguns casos, quando o mesmo
vem dê uma “linhagem” em que ocorreu um
divórcio pode ser também solicitado, procure-se
informar a respeito. O formato aceito pelo
consulado são ambas formatos existentes pelas
leis brasileiras, ou seja, Decretado por sentença
em tribunal ou Lavrado por Escritura pública:
- Por Sentença em Tribunal: Requerer junto à
Vara de Família do Tribunal onde estão arquiva-
dos os autos da ação uma Certidão Inteiro Teor
das seguintes partes do processo: Petição
Inicial;
- Ata de audiência, instrução e Julgamento ou
Assentada (se houver);
- Sentença;
- Declaração da data em que a Sentença transi-
tou em julgado;
- Carta de Sentença.
Não é necessário apresentar a documentação
relativa à Separação quando a mesma já tiver
sido convertida em Divórcio.

- Por Escritura Pública em um Cartório de


Notas:
- Escritura Pública assinada pelos cônjuges.
(Escritura Original ou Traslado da Escritura
Pública) O documento deverá ser obtido junto
ao Tabelionato onde foi assinada a Escritura
Pública de Separação ou de Divórcio
Consensual.
As Certidões de casamento devem constar a
averbação da separação; Todos os documentos
deve ter o apostilamento Haia; Todos os docu-
mentos devem ter a tradução juramentada e
apostilamento Haia.
02. CUMENTOS
15

03. AIRE E O FAST.IT


Após o reconhecimento da cidadania italiana ser circunscrição consular e poder solicitar a renova-
efetivado o novo cidadão deverá cumprir com ção do passaporte e outros serviços.
seus deveres frente às exigências do governo
italiano, e uma delas é manter seus dados B. Como manter o AIRE atualizado?
cadastrais atualizados, como endereço, estado Em um primeiro momento, no processo de
civil, nascimento de filhos, casamento, etc. reconhecimento da cidadania italiana, o
Vamos conhecer agora um pouco sobre isso: Consulado envia seus documentos para trans-
crição geralmente no comune de seu antepas-
A. O que é o AIRE? sado, após a realização da transcrição o comune
O AIRE é a sigla para Anagrafe Italiani Residenti envia as informações ao Consulado junto com a
all’Estero nada mais é do que o cadastro ao qual inscrição inicial do A.I.R.E. do requerente.
todo cidadão italiano que vive no exterior está
obrigado a fazer. Cada comune na Itália tem um
Uficcio Anagrafe, e o Consulado ou Embaixada,
para esses fins, nada mais é do que um grande
comune no exterior.
O que ocorre é a requisição de serviços consula-
res por milhões de pessoas que por gerações
anteriores deixaram de atualizar seu AIRE e
informar ao governo italiano o nascimento de
filhos, casamentos, óbitos, dentre outros, e
agora tudo se concentra em um curto período
de tempo e em grande número de pessoas.
Os cidadãos italianos que transferem a sua
residência por um período superior a 12 meses
p o s s u e m a o b ri g a ç ã o d e co m u n i c a r a o
Consulado ou Embaixada competente territori-
almente, no prazo de 90 dias, bem como devem
informar ao Consulado qualquer alteração no
estado civil, mudança de residência e alteração
do núcleo familiar (matrimônio, filiação e óbito).
Vale destacar, ainda, que o Consulado Italiano
03. AIRE E O FAST.IT

atende somente as pessoas inscritas no seu


Ufficio A.I.R.E., por ser efetivamente um cidadão
Exemplo de Certificado de Inscrição AIRE
sob a sua circunscrição, de forma que se o
cidadão italiano não for inscrito naquele
Desde a data de 05 de Abril de 2018 os cidadãos
Consulado, ele não será atendido em relação a
italianos podem efetivar sua inscrição AIRE e
serviços comuns, como emissão de passaporte,
possíveis atualizações através do portal Fast.it. É
de carteira de identidade, dentre outros.
importante ressaltar que a inscrição no AIRE é
Vamos exemplificar: Imagine que um cidadão
gratuita.
brasileiro reconheceu a cidadania italiana na
Itália e depois voltou ao Brasil, para residir em
C. O Portal Fast.it
Vitória e não fez a inscrição no A.I.R.E., e depois
O FAST-IT é uma plataforma digital para uso
de vários anos necessita renovar o passaporte.
exclusivo de usuários que possuem cidadania
O Consulado Geral da Itália do Rio de Janeiro não
italiana e residem fora da Itália. É um modo
renovará o seu passaporte porque o cidadão não
simples e prático de manter o cadastro no AIRE
está inscrito no seu A.I.R.E. Portanto, primeiro
atualizado. Lembre-se: Somente com o seu
esta pessoa deverá se inscrever no A.I.R.E.,
cadastro atualizado no AIRE você poderá solici-
regularizar sua situação, para somente então se
tar a renovação do seu passaporte e da sua
tornar um cidadão italiano residente daquela
16
carteira de identidade italiana, bem como Esta é a parte mais importante do cadastro.
participar de eleições italianas, estando no Insira seus dados corretamente, tendo atenção
exterior. Está disponível atualmente, o serviço de especial ao seu nome.
R e g i s t r o A I R E , A l te r a ç ã o d e e n d e r e ç o , Nome: deve ser preenchido corretamente com
Associação usuários (para permitir que o usuário seu nome próprio.
visualize a própria posição on-line no registro Cognome: deve ser preenchido corretamente
consular). com seu sobrenome.
Nazione di Nascita: é o país onde você nasceu.
D. Acessando o portal Fast.it Luogo di nascita: preencha com o nome da
Para utilizar o sistema, o cidadão deverá acessar cidade onde você nasceu.
o site: https://serviziconsolarionline.esteri.it/ Nazione residenza Estera: é onde você reside –
Leia as orientações nesta página inicial e após neste caso, será BRASIL.
clique no botão: Registrazione. Città di Residenza estera: Escolha a cidade
onde você reside atualmente.

Preencha o cadastro inicial com um e-mail


válido, preferencialmente particular. Marque as
caixas de aceite dos termos de uso.

Verifique a sua conta de e-mail, vai chegar um


pedido de ativação da sua conta. Se a ativação
não ocorrer em 72 horas, seu cadastro será
expirado, sendo necessário refazer as etapas
anteriores.

Na próxima tela, insira novamente o e-mail


03. AIRE E O FAST.IT

utilizado e cadastre seu nome de usuário e


senha.

NOTA 1: A senha precisa ter entre 8 e 16 caracte-


res, pelo menos 1 letra maiúscula e pelo menos 1
caractere especial. Após a finalização do cadastro e ativação da
conta, o cidadão italiano que foi reconhecido no
NOTA 2: Recomendamos criar um Username de RJ poderá acessar o sistema. Digite seu nome de
fácil memorização, para facilitar o acesso e login. usuário ou e-mail e a senha.
17
Após realizar o login, você deverá selecionar a É possível atualizar o endereço, desde que não
opção: ANAGRAFE CONSOLARE / AIRE / tenha mudado para outra sede consular. Basta
ELETTORARE. acessar o menu “Comunicare la variazione della
propria residenza”; Preencher com seus dados
nos campos de “Residenza nuova”. Após, baixe a
declaração gerada, imprima, assine e, junta-
mente com seu RG, anexe no próprio FAST.IT.
O acompanhamento do pedido é feito pela
página inicial do portal.

Selecione a opção “VISUALIZZARE LA PROPRIA


SCHEDA ANAGRAFICA”.
Na próxima tela deverá marcar a caixa “Não sou
um robô”. Logo em seguida, será solicitado um
documento de identidade com menos de 10
anos de emissão (em formato .jpg ou .pdf). Após
inserir o documento, o sistema informará que
um funcionário do Consulado fará a checagem
da identidade.

Os italianos que estejam fixando residência no


ES ou RJ, podem requerer a inscrição consular e
inscrição AIRE através do FAST.IT. Basta acessar
Após a validação da identidade pelo agente a opção “Richiedere l’iscrizione all’Anagrafe
consular, o cidadão italiano poderá visualizar sua degli Italiani all’Estero”, baixar e preencher o
Scheda Consolare. Verifique os seus dados e, formulário e anexar no próprio sistema, junta-
havendo necessidade de atualização de Stato mente com os demais documentos requeridos.
Civile, deve-se verificar no site do consulado qual
procedimento deve ser adotado.
03. AIRE E O FAST.IT

O portal também permite fazer gestão e até


corrigir dados pessoais. Basta acessar o menu
superior “account”, que abrirá uma tela com as
opções possíveis.
NOTA: Caso você finalize o cadastro e apareça
uma mensagem informando que o usuário
“precisa ser italiano” para acessá-lo, acesse
“Visualizzare Scheda” e revise os seus dados.

NOTA: nem sempre o status “Non Iscritto” reflete


o real status de sua situação consular.
18

04. PASSAPORTE ITALIANO


A. Como requerer o Passaporte Italiano? nenhuma informação, apenas conclua o envio
O passaporte é um documento de viagem e de do email.
reconhecimento que é emitido pelo setor de Depois de ter enviado o formulário, você recebe-
Passaportes do Consulado Geral da Itália no Rio rá um novo email de confirmação com um
de Janeiro para os cidadãos italianos residentes número de protocolo. Portanto aguarde cerca
na sua circunscrição consular (estados do Rio de de 7 dias para receber este email. Os funcionári-
Janeiro e Espírito Santo). Possuir um passaporte os do Consulado Honorário em Vitória se encar-
europeu garante trânsito facilitado por diversos regarão de entrar em contato com uma data de
países, além da possibilidade de morar em um convocação para emissão do documento.
país da União Europeia sem a necessidade de Já os residentes no Rio de Janeiro devem
solicitar visto de residência. acessar o Prenota Online no site do Consulado
Depois de ter a cidadania italiana reconhecida, é Geral do Rio de Janeiro: https://prenotaonline.
hora de requerer o tão sonhado passaporte esteri.it/login.aspx?cidsede=100005&
vermelho. Para isso é preciso agendar online um ReturnUrl=/ e efetuar o login, selecionar o
horário no site do Consulado e se apresentar na serviço de passaporte e escolher uma data
data de convocação com os documentos neces- disponível no calendário apresentado.
sários e a taxa a ser paga para a emissão do
passaporte. Vale ressaltar que para emitir o C. Documentos Necessários para Emissão
passaporte italiano no Brasil, é preciso, em C1. Se você é um cidadão italiano, maior de
primeiro lugar estar com sua inscrição atuali- idade e sem filhos menores de idade, a
zada junto ao Consulado Italiano da sua cir- documentação para emissão do passaporte
cunscrição (A.I.R.E.). italiano será:
- Documento de identidade original (válida e
B. Agendamento emitida não mais de 10 anos), além de uma cópia
Os cidadãos residentes do Espírito Santo simples, frente e verso, do documento;
devem acessar o site: https://consriodejaneiro. - Passaporte Brasileiro (quando houver), origi-
esteri.it/consolato_riodejaneiro/pt/i_servizi/per nal, válido, além de uma cópia simples da página
_i_cittadini/richiesta-di-prenotazione-al- com foto e assinatura;
consolato.html e preencher o formulário pre- - 2 fotografias recentes (iguais, com imagem do
sente no final da página com os dados pessoais e rosto frontal, coloridas, tamanho 35 x 40 mm);
no campo “serviço requerido” escolher a opção - Passaporte italiano anterior (quando houver),
“passaporto”, após isso clique em “enviar pedi- original, além de uma cópia das 5 primeiras
do”. páginas. Caso o passaporte anterior tenha sido
roubado ou perdido, é necessário apresentar o
um boletim de ocorrência de roubo ou perda;
- Comprovante de residência no nome do
04. PASSAPORTE

requerente, original, recente (com menos de 3


meses) e cópia simples;
Pagamento da taxa para emissão.

C2. O cidadão italiano (pai ou mãe) que possui


filhos menores de idade, além da documenta-
ção exposta anteriormente, precisará apresen-
tar o consentimento (atto di assenso) do outro
NOTA: antes de preencher o formulário tenha progenitor à emissão do passaporte.
instalado em seu computado um programa que Essa autorização poderá ser feita no momento
gerencie e-mails (outlook, por exemplo), pois da emissão do passaporte, se o outro genitor
quando concluir o envio o site irá abrir automati- estiver junto no consulado. Se o outro genitor
camente o gerenciador para efetuar o envio, não puder comparecer ao Consulado, basta
quando o gerenciador for aberto não modifique apresentar a autorização, assinada, com firma
19
reconhecida em cartório.

D. Quanto custa a emissão do passaporte?


O consulado italiano, no dia da entrevista de
emissão agendada, cobrará uma taxa de emis-
são de 116 euros (convertido para 567 reais no
segundo trimestre de 2020). A taxa é baseada
em um valor do câmbio que os consulados fixam
por trimestre, ou seja, o valor da taxa varia 4
vezes ao ano.
O pagamento pode ser feito em espécie ou em
cheque (no caso do Vice Consulado Honorário
de Vitória) ou cartão de débito (neste caso será
cobrado um acréscimo de 2% relativo à taxa
cobrada pelo banco prestador do serviço).
Aconselhasse que leve sempre uma quantia um
pouco superior para evitar problemas ocasiona-
dos por mudanças nas regras de cobrança
(sobre as quais o consulado não comunica com
antecedência) e troca repentina do câmbio
trimestral.

E. Validade Passaporte
A validade do passaporte italiano depende da
idade do requerente.
· Menores de 3 anos: validade de 3 anos;
· Menores de 18 anos: validade de 5 anos;
· Maiores de 18 anos: validade de 10 anos.

F. O que fazer caso meu passaporte italiano


seja roubado/perdido?
Em caso de perda ou roubo do seu passaporte
italiano, é necessário abrir imediatamente um
B.O. (Boletim de Ocorrência) junto à autoridade
local de onde ocorreu o fato, no Brasil ou em
qualquer outro país. Esta ocorrência deverá ser
informada com urgência e apresentada ao
Consulado Italiano para que o passaporte seja
anulado.
A denúncia de um passaporte italiano perdido
ou roubado não significa o automático agenda-
04. PASSAPORTE

mento para emissão de um novo passaporte. Se


o requerente desejar emitir um novo passapor-
te, deverá seguir as instruções publicadas em
nosso site e proceder ao agendamento padrão.
20

05. família
A. Visto Familiar amarela) para fazer a carta di soggiorno (cartão
Como explicamos anteriormente, é comum a de residência). A este kit deve juntar cópia do
um cidadão de um determinado ESTADO passaporte com a cópia do carimbo de entrada
constituir família e que estes indivíduos sejam na Itália, certidão de parentesco (seja o de
pertencente a outros ESTADOS. Para que estes casamento no caso do cônjuge, seja certidão de
membros do que chamamos de núcleo familiar nascimento de filhos e assim por diante)
não fiquem sem permissão do convívio familiar apostilado com tradução juramentada e aposti-
os estados têm o que chamamos de VISTO lada (documentos traduzidos diretamente na
FAMILIAR, que permite ao não cidadão destes Itália não precisa ser tradução juramentada e
estados o acesso a trabalho, saúde, estudo e o apostilada, procure um tradutor local), certifica-
direito de ir e vir, alguns exemplos dos mais do de inscrição no anagrafe (do italiano/a) e fotos
conhecidos são o: Green-Card (EUA), Permit (formato tessera).
Resident (Canadá), Visto de reagrupamento
familiar (Europa) e ILR (Britânico). E todo o kit deve ser entregue a Questura, a
determinação interna permite autorização
Cada país tem suas leis próprias e exigências temporária de 01 ano a 02 anos, com renovação
para este tipo de vistos e processos distintos. O ou diretamente uma autorização de 05 anos ou
cidadão europeu pode morar em qualquer país de tempo indeterminado, o importante é que
do bloco europeu, no entanto em cada país durante esses 05 anos iniciais o mesmo não
precisa verificar às leis internas para exigências pode se ausentar por mais de 06 meses por ano
que podem ser diferentes para a deliberação do do seu endereço para não ter perda do visto,
visto. passado o tempo de 05 anos este cidadão pode
solicitar a permanência fixa o que desobriga de
O RICONGIUNGIMENTO FAMILIARE (REUNI- está residindo na mesma residência, mas não
FICAÇÃO DA FAMÍLIA) permite ao cidadão sendo um cidadão europeu não pode fixar
italiano reunir na Itália os seus parentes não- residência em outro país do bloco europeu ou
italianos de primeiro grau, isto inclui, cônjuge, residência em outro país. Somente terá livre
filhos, pais, filhos do cônjuge e irmãos do italiano acesso a todo o bloco europeu.
e seus sogros. Existe uma linha muito tênue no
entendimento dos filhos do cônjuge e também
em relação a presença de irmãos do italiano, já
que sendo maiores de idade não são considera-
dos parte do núcleo familiar em questão, poden-
do ser o entendimento muito diferenciado entre
comune. Parentes que não são de primeiro grau,
como doentes ou que depende diretamente de
você, também podem ser solicitados. O impor-
tante frisar é que todos os membros devem
morar na mesma residência e a residência em
questão deve ser capaz de comportar os mem-
bros em questão. Todo o processo pode levar de
05. família

semanas ao máximo de tempo que são 06 (seis)


meses, vai depender do Ufficio Stranieri
responsável por esta análise. O que durante este
prazo de análise o cidadão pode residir normal-
mente enquanto aguarda, sem permissão de
trabalho e demais situações como sair do país.

O procedimento consiste em ir ao Poste e


solicitar o kit con banda gialla (KIT com banda
21

06. fORMULÁOS
A. Requisição de Certidão de Nacimento ao B. Requisição de Certidão de Casamento ao
Comune (Estratto per Riassunto dai Registri Comune (Estratto di Matrimonio)
degli Atti di Nascita)
Al Signor Sindaco del Comune di
Al Signor Sindaco del Comune di (Comune de origem do ascendente)
(Comune de origem do ascendente) ITALIA
ITALIA
Io sottoscritto/a (nome completo do requerente
Sono discendente di (nome do ascendente), como consta na certidão de nascimento), nato/a
nato in codesto Comune il (data de nascimento a (cidade e país de nascimento) il (data de
ou apenas o ano), figlio di (nome do pai) e di nascimento) chiedo cortesemente l'invio, in
(nome da mãe) emigrato in Brasile. carta semplice, del mio estratto per riassunto
La prego di voler cortesemente inviarmi una dell'atto di matrimonio in originale, celebrato il
copia dell'estratto dell'atto di nascita del prede- ( data do casamento e nome completo do
tto nonché informarmi delle sue complete cônjuge como consta na certidão de nascimen-
generalità e di ogni altro elemento di identifica- to).
zione.

In attesa di un cortese cenno di riscontro, colgo Ringraziando anticipatamente per un cortese e


l'occasione, Signor Sindaco, per porgerLe i sensi sollecito riscontro, colgo l'occasione per porgere
della mia più alta stima. distinti saluti.

_____________________________ _____________________________
(Lugar e data) (Lugar e data)

_____________________________ _____________________________
(Nome e Sobrenome) (Nome e Sobrenome)

(inserir o endereço completo do requerente) (inserir o endereço completo do requerente)

1. No envelope é necessário indicar o nome do 1. No envelope é necessário indicar o nome do


Comune, Província, Itália e o número do Código Comune, Província, Itália e o número do Código
06. fORMULÁOS

Postal do Comune (veja: www.comuni.it ou Postal do Comune (veja: www.comuni.it ou


www.nonsolocap.it) www.nonsolocap.it)

Exemplo: Exemplo:
Al Sindaco del Comune di Al Sindaco del Comune di
00100 Roma (RM) 00100 Roma (RM)
ITALIA ITALIA

2.Anexe também um envelope pré pago para 2.Anexe também um envelope pré pago para
retorno, Cupom Resposta ou Selo Internacional; retorno, Cupom Resposta ou Selo Internacional;
3.Anexe xerox de um documento pessoal de 3.Anexe xerox de um documento pessoal de
identidade válido ou cópia do seu passaporte. identidade válido ou cópia do seu passaporte.
22
C. Escritura Pública Declaratória

Este documento será necessário quando o nome do pai ou mãe (que transmite a cidadania italiana) do
requerente não constar na certidão de nascimento como o declarante. Este documento deve ser
solicitado em Cartório de Tabelionato de Notas e deve ser solicitado pelo próprio genitor, pois é uma
declaração pública que genitor faz como legítimo declarante de seu filho. A seguir um modelo:

ESCRITURA PUBLICA DECLARATÓRIA (modelo)

Saibam quantos a presente Escritura Pública Declaratória virem que, aos [dia] do mês] de [mês corren-
te] do ano de [ano corrente], em Cartório, sito na [endereço do cartório de notas], perante mim [nome
do tabelião], compareceu como Outorgante Declarante [nome do genitor que fará a declaração], de
nacionalidade brasileira, natural de [cidade-UF], nascido aos [data de nascimento do genitor], filho de
[nome dos pais do genitor], portador da Carteira de Identidade nº [000.000-XXX-XX], expedida em [data
de expedição do RG], inscrito no CPF/MF sob o nº [000.000.000-00], [estado civil], [profissão], residente
e domiciliado na [endereço completo], na cidade de [cidade-UF]. O presente identificado e reconheci-
do por mim, tabelião, consoante a documentação pessoal apresentada, juridicamente capaz, de cuja
identidade e capacidade jurídica dou fé. E pelo Outorgante Declarante, assumindo toda e qualquer
responsabilidade civil e criminal, foi DECLARADO sob as penas da Lei e livre de qualquer coação, suges-
tão e induzimento, o seguinte: PRIMEIRO: Que muito embora, ele não tenha constado na Certidão de
Nascimento como Declarante, o ora Outorgante é [pai ou mãe] de [NOME DO REQUERENTE], de
nacionalidade brasileira, natural de [cidade-UF], sendo filho de [nome dos genitores], do sexo [sexo],
tendo como avós maternos [nome dos avós maternos do requerente], e como avós paternos [nome dos
avós paternos do requerente], achando-se o mesmo registrado no [nome do cartório onde aconteceu
o registro de nascimento do requerente], conforme prova a Certidão de Nascimento - matrícula nº
[matrícula da certidão de nascimento], emitida em [data da emissão da certidão de nascimento];
SEGUNDO: Declara, ainda, o Outorgante que o presente instrumento é a expressão da verdade e é
válido para todo e qualquer ato da vida cível; TERCEIRO: Que, espontaneamente, faze as declarações
constantes deste instrumento, nos termos do Art. 219, Parágrafo único, do Código Civil Brasileiro,
valendo esta escritura para que sejam feitas inscrições, habilitações, requerimentos e praticar todos os
demais atos de interesse do seu filho, junto aos órgãos competentes. Selo Digital: [inscrição do selo
digital do cartório]. [informações sobre emolumentos do cartório]. Assim o disse, outorgou e me pediu
que lavrasse o presente instrumento em minhas notas, o que fiz obedecidas as formalidades legais.
Escrita esta e lida em voz alta à parte, achou em tudo conforme aceita e assina comigo Tabelião. Eu, as)
[nome do tabelião] - tabelião, que a fiz digitar, subscrevo em público e raso. DOU FÉ. Em Testº (Sinal
Público) da verdade. as) [nome do tabelião] - tabelião - as) [nome do genitor declarante]. Trasladada a
seguir, como consta do original e que me reporto. Eu, [assinatura do tabelião], tabelião do [nome do
06. fORMULÁOS

cartório], subscrevo e assino em público e raso, DOU FÉ.

Observações:
1. O pai ou mãe do declarante deve estar presente para solicitar este documento, é preciso ter firma
registrada no cartório onde ocorrerá a confecção do documento;

2. A Escritura Pública Declaratória deverá ser apresentada ao Consulado da seguinte forma:


- em original, com apostila;
- traduzida para italiano (por tradutor juramentado), com apostila;
- em ordem após a certidão de nascimento do requerente.

3. Para cada filho deverá ser feita um Escritura Pública Declaratório individual.
23
D. Requisição de Certidão de Nascimento ao E. Requisição de Certidão de Casamento ao
Comune (após a transcrição) Comune (após a transcrição)

Esta requisição você poderá enviar por e-mail do Esta requisição você poderá enviar por e-mail do
comune onde aconteceu a transcrição de seus comune onde aconteceu a transcrição de seus
documentos. documentos.

Assunto: Estratto di Nascita Multilingua - SEU Assunto: Estratto per Riassunto dell´atto di
NOME COMPLETO Matrimonio - SEU NOME COMPLETO

No corpo do e-mail: No corpo do e-mail:

Oggetto: Estratto di Nascita Multilingua - SEU Oggetto: Estratto per Riassunto dell´atto di
NOME COMPLETO Matrimonio - SEU NOME COMPLETO

Gentile Signore (a), Gentile Signore(a),

Vista la legge 5 febbraio 1992, n.91; Nome:


Vista la circolare del Ministero degli Interni n. Cognome:
K.28.1 dell´8 aprile 1991; Nascita:
Visti gli atti di questo Ufficio Consolato Generale AIRE:
d´Italia Rio de Janeiro su Riconoscimento della Coniuge a (CONJUGUE) in data (DATA DO
cittadinanza italiana "Jure Sanguinis" presenta- CASAMENTO) atto di matrimonio costì trascrit-
ta in data di consegna in file allegati (Coloque o to in data (DATA DA TRANSCRIÇÃO).
nome do arquivo que tem o documento que foi
entregue pelo consulado);
Visti gli ulteriori documenti (in portoghese, Chiedo cortesemente il rilascio dell'ESTRATTO
attaccato) esibiti dall'interessato informa il PER RIASSUNTO DELL'ATTO DI MATRIMONIO, in
consolato che è trascritto in questo comune. carta semplice per la domanda di cittadinanza
italiana del coniuge (art. 5 Legge 91/92).
Allegano ti chiediamo di inviare la trascrizione
(per corrispondenza) dello stesso in questo Indirizzo: (rua) - (número e complemento) -
comune (ESCREVA O NOME DO COMUNE). (bairro) - (cidade) - (estado) - BRASILE - CAP:
XXXXX-XXX
Nome: email:
Cognome:
Nascita: Facci sapere la provvidenza sull'invio (per corris-
AIRE: pondenza) e la possibilità di anticipare l'invio da
Data di consegna: parte della PEC.
06. fORMULÁOS

Indirizzo: (rua) - (número e complemento) -


(bairro) - (cidade) - (estado) - BRASILE - CAP: Distinti Saluti,
XXXXX-XXX xxxxxxxxxxxxxx
email:

Facci sapere la provvidenza sull'invio (per corris-


pondenza) e la possibilità di anticipare l'invio da
parte della PEC.

Distinti Saluti,
xxxxxxxxxxxxxx

Você também pode gostar