Você está na página 1de 6

Inteligência Artificial

Inteligência artificial (artificial intelligence - A.I., em inglês) é um ramo de pesquisa da


Ciência da Computação que se ocupa em desenvolver mecanismos e dispositivos
tecnológicos que possam simular o raciocínio humano, ou seja, a inteligência que é
característica dos seres humanos.

O objetivo central das pesquisas relacionadas a inteligência artificial baseia-se na ideia


de fazer com que os computadores possam "pensar" exatamente como os humanos,
criando análises, raciocinando, compreendendo e obtendo respostas para diferentes
situações.

Não apenas solucionar problemas de maneira racional, mas o grande "passo" dentro
dos estudos da inteligência artificial é o desenvolvimento de sistemas que consigam
aprender e se autodesenvolver. Outra grande ambição das pesquisas envolvendo
tecnologias de inteligência artificial é a possibilidade de fazer com que a criatividade,
emoções e sentimentos humanos possam também ser reproduzidos pelas máquinas.

Como funciona :

A união de várias tecnologias é necessária para o desenvolvimento da inteligência


artificial, com destaque para três fatores importantes:

 Máquinas com grande potência de processamento;


 Modelos de dados otimizados (capazes de analisar e processar informações de
modo inteligente);
 Constante quantidade de informações para alimentar os modelos.

Também existem algumas leis que os desenvolvedores dos softwares de inteligência


artificial devem seguir para evitar que a tecnologia execute ações inesperadas.

Esses parâmetros foram criados com base nas Leis da Robótica ou "Leis de Asimov"
(em homenagem à Isaac Asimov, um dos escritores de ficção-científica mais
importantes da história). Entre alguns dos princípios, destaque para:

1
- Restrição de conhecimento: impõe um limite ao que a inteligência artificial pode
aprender e executar.

- Proibido se auto replicar: impede que a IA se reproduza, ou seja, que gere cópias de
seu software de modo independente.

- Proibição de interação: impede que a inteligência artificial mantenha contato com


pessoas não autorizadas para se comunicar com elas.

- Ordem: a inteligência artificial deve obedecer todas as ordens que o seu


programador inserir no sistema, mesmo que isso inclua a autodestruição do
dispositivo.

Essas "barreiras" são úteis para limitar a área de atuação e participação da


inteligência artificial, evitando que ela seja capaz de executar ações que foram
aprendidas, mas que não se enquadrem com o seu propósito.

Exemplos de inteligência artificial

A inteligência artificial está presente no cotidiano da maioria das pessoas, mesmo que
elas não percebam. Alguns exemplos básicos são:

 As tecnologias que proporcionam o reconhecimento fácil em fotografias que estão


disponíveis nas principais redes sociais, como o Facebook, por exemplo.
Consistem em formas de inteligência artificial, pois o sistema consegue reconhecer
virtualmente traços da fisionomia da pessoa e associar com o perfil daquele
indivíduo.

 A capacidade de alguns softwares de "aprender" as preferências de seus usuários


através das experiências obtidas também pode ser considerado um exemplo
primário de inteligência artificial.

 Dispositivos que utilizam o processamento de voz para executar tarefas, como o


Siri do iPhone, é outro exemplo de como a I.A está presente no dia a dia das
pessoas.

Como os softwares de inteligência artificial podem ser úteis no ambiente


de gestão:

 1.Produção de linguagem natural: softwares que produzem textos inteligentes a


partir de dados computados. Exemplos de fornecedores desse serviço: Attivio,
Automated Insights, Cambridge Semantics, Digital Reasoning

 2. Reconhecimento de fala: transcrevem automaticamente a fala humana em


textos utilizáveis. Conheça alguns dos fornecedores nessa área: NICE, Nuance
Communications, OpenText, Verint Systems.

 3. Agentes virtuais: vão desde chatbots mais simples até sistemas avançados de
interação com o consumidor, como a Alexa. Fornecedores: Amazon, Apple,

2
Artificial Solutions, Assist AI, Creative Virtual, Google, IBM, IPsoft, Microsoft,
Satisfi.

 4. Plataformas de Aprendizagem de Máquinas: Fornecem algoritmos, APIs,


ferramentas de treinamento e dados, com o poder de projetar, treinar e implantar
modelos em aplicativos, processos e outras máquinas. Fornecedores de amostras:
Amazon, Fractal Analytics, Google, H2O.ai, Microsoft, SAS, Skytree.

 5. Hardware otimizado para AI: componentes de computador e eletrodomésticos


já preparados para a adoção da inteligência artificial (também se aplica ao ramo da
IoT, Internet of Things). Desenvolvedores: Alluviate, Cray, Google, IBM, Intel,
Nvidia.

 6. Gerentes de Decisão: aplicações lógicas que inserem regras em sistemas de


AI e são usados para configuração, treinamento inicial e manutenção contínua.
Desenvolvedores: Advanced Systems Concepts, Informatica, Maana,
Pegasystems, UiPath

 7. Plataformas de aprendizado profundo (Deep Learning): modelo específico de


aprendizado de máquinas consistindo em redes neurais artificiais com múltiplas
camadas de abstração. Desenvolvedores: Deep Instinct, Ersatz Labs, Fluid AI,
MathWorks, Peltarion, Saffron Technology, Sentient Technologies.

 8. Biometria: possibilita interações mais naturais entre humanos e máquinas,


incluindo, entre outras possibilidades, reconhecimento facial, de imagem e toque,
fala e linguagem corporal. Desenvolvedores: 3VR, Affectiva, Agnitio, FaceFirst,
Sensory, Synqera, Tahzoo.

 9. Automação de processos robóticos: usando scripts e outros métodos para


automatizar a ação humana, criam suporte a projetos de negócio eficientes.
Desenvolvedores: Advanced Systems Concepts, Automation Anywhere, Blue
Prism, UiPath, WorkFusion.

 10. Análise de texto e NLP: o processamento de linguagem natural (NLP) usa e


suporta análise de texto, facilitando a compreensão de estruturas e dando sentido
às sentenças, aos sentimentos e intenções através de métodos estatísticos e de
aprendizagem de máquina. Desenvolvedores: Basis Technology, Coveo, Expert
System, Indico, Knime, Lexalytics, Linguamatics.

Softwares de inteligência artificial já no mercado:


Confira, na lista abaixo, uma variedade de softwares de inteligência artificial que
podem beneficiar a gestão da sua empresa.

Software de inteligência artificial relacionado a trabalhos com áudio:


1. Capio – transcrição e reconhecimento de fala.
2. Deepgram – transcreve ligações telefônicas e áudio de vídeos.
3. TalkIQ – gera relatórios críticos sobre conversas gravadas.

3
Software de inteligência artificial relacionado a gestão e negócios:
4. Arago/HIRO – otimiza e automatiza operações de TI e negócios.
5. Ayasdi – ferramenta inteligente de aplicações para sua empresa.
6. Dataminr – aplicativo que descobre tendências e informações novas.
7. Electra by Lore – ajuda você a planejar argumentos sobre sua empresa.
8. Fuzzy AI – incorpora decisões inteligentes a seus aplicativos web e mobile.
9. LegalRobot – Automatiza a revisão de documentos legais para torná-los mais
compreensíveis e úteis aos seus funcionários.
10. Sundown – automatiza tarefas repetitivas do seu negócio.
11. UBIX – gera relatórios de dados complexos com maior praticidade para sua
empresa.

Software de inteligência artificial relacionado a interfaces de conversação e chatbots:


12. API.ai – ferramentas avançadas para construir interfaces de comunicação com o
usuário.
13. Chatfuel – crie um chatbot pelo Facebook sem a necessidade de codar.
14. MobileMonkey – construa um chatbot para o Facebook Messenger sem precisar
de codificação.
15. Conversica – interface de conversação que ajuda a aumentar as vendas.
16. Kasisto – plataformas inteligentes de conversação para indústrias financeiras.
17. Massively – crie chatbots para o seu negócio.
18. Unify – chatbot para lojas virtuais.
19. Wit.ai – crie textos escritos ou falados por agentes virtuais para a sua plataforma.

Software de inteligência artificial relacionado a relacionamento com o consumidor:


20. Dynamic Yield – Plataforma all-in-one para personalização da sua loja virtual.
21. Jetlore – mapeia o comportamento do consumidor para criar dados estruturais.
22. Takt – ajuda você a entender melhor as preferências dos seus consumidores.
23. Stilingue – usa inteligência artificial para analisar o comportamento online de
consumidores e influenciadores digitais.

Software de inteligência artificial relacionado a suporte ao cliente:


24. Aaron – chatbot de serviço ao cliente.
25. Brain – um aplicativo de gerenciamento de chatbots.
26. DigitalGenius – incorpora aplicações de inteligência artificial à sua central de
contato.

Software de inteligência artificial relacionado a segurança digital:


27. Cybel Angel – prevenção e captura em tempo real de incidências de risco.
28. Delphi – segurança contra malwares e atividades maliciosas na internet.
29. Graphistry – ajuda sua equipe a investigar e identificar facilmente as ameaças em
seu ambiente virtual.
30. SentinelOne – prevê eventos, detecta e remove ameaças.
31. Cylance – evita ataques cibernéticos.

Software de inteligência artificial relacionado a ciência de dados


32. BigML – plataforma simples para uso geral de geração de dados.

4
33. DataScience – plataforma científica de dados corporativos para R&D e produção.
34. RapidMiner – aumenta a produtividade da sua equipe responsável por gerar
conteúdo.
35. Yseop – automatiza a criação de relatórios, conteúdo web, e-mails, artigos e mais.

Pontos positivos da AI

Com o uso da inteligência artificial as máquinas podem ajudar os seres humanos a


solucionarem problemas e potencializar pesquisas de modo mais rápido e com poucos
erros.

A IA pode tornar a vida cotidiana mais prática, visto que esta estaria programada a
interpretar diferentes situações e adaptar respostas ou soluções de acordo com cada
particularidade, por exemplo.

Dispositivos com inteligência artificial também seriam úteis para substituir a presença
humana em locais de difícil acesso, como explorações nas profundezas do oceano ou
no espaço.

O perigo da A.I

“A inteligência artificial ameaça a existência da nossa civilização”


                              — Elon Musk.

Mesmo ainda faltando muito para que as máquinas atinjam o conceito mais próximo
possível do que seria a inteligência humana, os cientistas já consideram a hipótese de
que, em um futuro distante, a inteligência artificial venha a ser uma ameaça para a
humanidade.

De acordo com pesquisadores e personalidades de renome dentro da ciência, como


Stephen Hawking e Elon Musk, o surgimento de uma tecnologia com a habilidade de
agir e "pensar" de forma autônoma, poderia significar a superação e dominação das
pessoas, colocando em risco a existência de uma civilização governada por seres
humanos.

Além desse temor, a inteligência artificial ainda pode apresentar outras desvantagens
no futuro, como a substituição de profissionais de algumas áreas por máquinas.

Questões éticas também podem ser um problema, caso a tecnologia de inteligência


artificial se torne muito similar ao processo mental dos seres humanos no futuro.

“[As máquinas] poderiam começar uma guerra publicando notícias falsas, roubando
contas de e-mail e enviando comunicados de imprensa falsos, apenas manipulando a
informação”, disse Musk. “A caneta é mais poderosa do que a espada”.

5
6

Você também pode gostar