Você está na página 1de 9

COLÉGIO CAMILO TOSCANO

PROJETO DE LEITURA 6º e 7º ano

ANA LÍGIA ESTEVAM DA SILVA LOPES

PROJETO DE LEITURA (1º e 2º Bimestre)


RODA LITERÁRIA: ABRIR OS OLHOS PARA A LEITURA E A ARTE DE
ESCREVER

CURRAIS NOVOS/ RN
2019
ANA LÍGIA ESTEVAM DA SILVA LOPES

PROJETO DE LEITURA
RODA LITERÁRIA: ABRIR OS OLHOS PARA A LEITURA E A ARTE DE
ESCREVER

CURRAIS NOVOS/RN
2019
1 IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO
TÍTULO DO PROJETO: RODA LITERÁRIA: ABRIR OS OLHOS PARA A LEITURA E
A ARTE DE ESCREVER.
RESPONSÁVEL(IS): ANA LÍGIA ESTEVAM DA SILVA LOPES
PÚBLICO ALVO: ALUNOS DO 6º E 7º ANO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS
PERÍODO DE EXECUÇÃO: _________________________________________

2 IDENTIFICAÇÃO DA INSTITUIÇÃO
INSTITUIÇÃO: COLÉGIO CAMILO TOSCANO
ENDEREÇO: RUA BERNADETE XAVIER, 173
TELEFONE: (84) 33431-1385
HOMEPAGE/BLOG/FANPAGE:
https://www.facebook.com/camilotoscanocct/?__tn__=%2CdkCH-R-
R&eid=ARA5rk99Tsoj6mHeSha5mXTtU0Xi9YKLOu3iRLZDH30gVtKPPr0_hz6htr
hZAm2iLCAIc8YETy1Y
EMAIL: secretariacct92@outlook.com
GESTOR(A)/DIRETOR(A): LEONARDO TOSCANO LINS DE MENEZES
COORDENADORES(AS) PEDAGÓGICOS(AS): KALINA KATARINA
MODALIDADES DE ENSINO OFERTADAS: EDUCAÇÃO INFANTIL AO ENSINO
MÉDIO.
1 INTRODUÇÃO
A realidade atual cada vez mais vem separando os alunos do ato de
realizarem leitura. Os computadores, a TV, os videogames, a falta de leitura no seio
familiar e a ausência de estímulo, têm gerado pouco interesse para leitura e isso vem
ocasionando dificuldades marcantes sentidas na escola tais como: vocabulário
precário, dificuldade de compreensão textual, erros ortográficos, poucas produções
significativas, conhecimentos restritos apenas aos conteúdos escolares. Faz-se
indispensável diante deste cenário, a escola resgatar o valor da leitura, como ato de
prazer e condição para emancipação social promovendo cidadania. Incentivando os
aluno para responsabilidade de conservar os livros que serão utilizados por outros
alunos.
Nos bancos escolares nunca houve tanta necessidade de leitura como nos
dias atuais. Percebemos a grande dificuldade de nossos alunos em compreender
questões no ENEM, onde só se alcançam êxito quem tiver por hábito se atualizar
através dos meios de comunicação bem conhecidos, jornais, revistas e livros.
É através da leitura que o ser humano pode se transportar para o
desconhecido, explorá-lo, compreender os sentimentos e emoções que o cercam e
dar sabor a sua existência. Podendo vivenciar experiências que propiciem e
consolidem os conhecimentos significativos em seu processo de aprendizagem.
Neste sentido foi articulado e pensado ser obrigação de nossa instituição de
ensino, juntamente com professores e equipe pedagógica proporcionar aos nossos
educandos, uma proposta de atividade constante para trabalhar rodas de leitura.
De acordo com a BNCC (Base Nacional Comum Curricular) o campo de
atuação destacado nessa atividade é o artístico-literário. O objetivo é promover a
leitura como compartilhamento de ideias, valorizando o sujeito-leitor participativo. Para
isso, os recursos tecnológicos e de acesso público de textos são meios a serem
utilizados: contações compartilhadas, fanpages, fanclipes, podcasts.
O foco para o 6º e 7º ano do Ensino Fundamental é enfatizar o poder que a
leitura tem para provocar mudanças nas pessoas. Despertando nos alunos o gosto
pela leitura, amor ao livro e por fim conscientização da importância de se contrair o
hábito de ler.
O aluno precisa perceber que a leitura é uma ferramenta de suma importância
para obter as competências e habilidades necessárias em sua vida profissional como
também pessoal.
2 JUSTIFICATIVA
Esse projeto contribuirá para ampliação do repertório do sujeito-leitor
participativo, direcionando os alunos a se tornarem mediadores de suas próprias
leituras.
Focando uma nova interação dos alunos com o livro lido, de maneira prazerosa,
interpretando e compreendo os textos como fonte de inúmeras informações e também
de divertimento. O destaque aqui se dará a formação de comunidades leitoras,
compartilhando ideias por meio da leitura e a troca de informações tendo como base
os objetos da Literatura juvenil.

3 OBJETIVOS
3.1 Objetivo Geral
 Promover a leitura como compartilhamento de ideias, valorizando o sujeito-
leitor participativo.

3.2 Objetivos Específicos


 Formar comunidades Leitoras;
 Enfatizar o poder que a leitura tem para provocar mudanças nas pessoas;
 Promover a leitura como compartilhamento de ideias, valorizando o sujeito-
leitor participativo;
 Ampliar o repertório do sujeito-leitor participativo, direcionando os alunos a se
tornarem mediadores de suas próprias leituras;
 Utilizar recursos tecnológicos de acesso ao público (contações compartilhadas,
fanpages, fanclipes, podcasts...)

4 REVISÃO DA LITERATURA

Ao realizarmos uma leitura estamos atendendo a uma pratica social que


abrange diversos e diferenciados objetivos: Ler por fruição, ler para obter uma
informação, ler para realização de uma pesquisa, ler para ampliar o conhecimento
sobre uma diversidade de assuntos ou ainda sobre um conteúdo específico. A partir
de um acervo literário todo leitor vai construindo uma significação acerca do mundo e
do conhecimento de si como ser capaz de exercer sua cidadania, mesclando o que já
sabe ao que aprende. Avançando o letramento e se destacando proficientemente.
Nesse contexto cabe a escola criar, veicular situações de aprendizagem da
qual o aluno tenha o contato com diversos textos e diferentes gêneros textuais e as
esferas de sua circulação. Como bem nos afirma a professora Kátia Lomba:

Vimos que a finalidade principal da escola hoje é formar alunos


capazes de exercer a sua cidadania, compreendendo criticamente as
realidades sociais e nelas agindo, efetivamente. Para tanto, coloca-se
como fundamental a construção da proficiência leitora desse aluno. Ao
mesmo tempo que a escola necessita criar pautas interacionais que
possibilitem aos alunos apropriarem-se dos diferentes aspectos
envolvidos no processamento dos textos, a própria proficiência leitora
dos alunos é condição para esse processo de apropriação, dado que
a escola é uma instância social de interação verbal que se vale do
conhecimento sobre a linguagem escrita para cumprir a sua função,
que é ensinar. Nessa perspectiva, é fundamental que todos os
educadores — em especial os professores — estejam atentos para
essa questão. Conhecer a natureza do processo de leitura, assim
como o processo pelo qual os sentidos de um texto são construídos,
é condição indispensável para uma aprendizagem efetiva, quando
esta pressupõe a leitura de textos escritos. (Bräkling, 2012 p.8).

De acordo com Antônio Gomes Batista para que o aluno leia fluentemente é
essencial que: possua um extenso domínio das relações entre grafemas e fonemas
na ortografia do Português; automatize o processo de identificação de palavras (...);
seja capaz de realizar uma leitura expressiva, que envolve uma adequada atenção
aos elementos prosódicos, como entonação, ênfase, ritmo, apreensão de unidades
sintáticas.
5 CRONOGRAMA DE ATIVIDADES
Pensando em um bom desenvolvimento do trabalho, propomos o seguinte cronograma
de atividades a ser cumprido em dois semestres letivos.

Atividades desenvolvidas no 1º Bimestre (2020) 2º Bimestre (2020)

6º ano
1.elaboração do projeto X X X X
2. Livros escolhidos A droga da Alice no País das O Diário de Anne Cinco semanas
obediência Maravilhas, Frank e Mirjam em um balão.
(Pedro Bandeira) (Lewis Carroll) Perssler, Júlio

3. Roda Literária Início Início Início Início


___/___/____ ___/_____/_____ __/____/______ ___/_____/___
Término Término Término Término
__/___/_____ __/___/______ __/___/_______ __/___/______

4. Culminância Analise das obras Analise das obras Analise das obras Analise das
obras

Atividades desenvolvidas no 1º Bimestre (2020) 2º Bimestre (2020)

7º ano
1.Elaboração do projeto X X X X
2. Livros escolhidos O grande O menino O Príncipe e o Os miseráveis-
desafio Marrom Mendigo – Autor Victor
Autor: Pedro Autor: Ziraldo Autor: Mark Hugo
bandeira) Alves Pinto Twain Tradução:
Walcyr Carrasco

3. Roda Literária Início Início Início Início


___/___/____ __/___/______ __/____/______ ___/_____/_____
Término Término Término Término
__/__/______ ___/___/_____ __/_____/_______ ___/____/______

4. Culminância Analise das Analise das Analise das obras Analise das obras
obras obras
5 RESULTADOS ESPERADOS
Todos os estudantes consigam avançar na leitura, então será procurado
identificar e anotar enquanto circula pela sala os comentários que surgirem sobre as
leituras dos livros em um diário de leitura.
O que é importante é que, por meio da leitura oral de textos, os alunos
evidenciem um progressivo domínio da fluência, demonstrando cada vez mais:
rapidez na leitura e habilidades de (KUNH e RASINSKI, 2007) ler progressivamente
um número maior de palavras e, depois, de frases; diminuir hesitações, regressões e
repetições; preservar as unidades sintáticas do texto; realizar uma leitura expressiva.

6 AVALIAÇÃO
A avaliação servirá não somente para comparar se a aprendizagem dos alunos
melhoraram ou pioraram. Servirá para fazer a avaliação da aprendizagem dos alunos
como um todo e em cada área de estudo.
Para tanto, é primordial o registro de atividades e produções dos estudantes,
que demonstrem de forma clara o avanço (ou não) de cada um e em cada conteúdo.
A avaliação se dará ao fim da aplicação de cada aula. É o momento para
sistematizar os aprendizados da leitura. Tendo o cuidado de não confrontar um aluno
com outro, pois cada um é um ser único e especial. E a estruturação físicas e teóricas
(livro didático) oferecidas pela escola também serão avaliadas.

REFERÊNCIAS
BATISTA, Antônio Augusto Gomes. Alfabetização, leitura e ensino de Português:
desafios e perspectivas curriculares. Belo Horizonte: Anais do I Seminário Nacional
Currículo em Movimento - Perspectivas Atuais, novembro de 2010.

BRÄKLING, Kátia Lomba. Sobre a leitura e a formação de leitores. São Paulo: SEE:
Fundação Vanzolini, 2004.

FERREIRO, Emília. A representação da linguagem e o processo de alfabetização.


Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 52, p. 7-17, fev. 1985.