Você está na página 1de 11

SAIBA COMO LIDAR COM A

ANSIEDADE
NO PROCESSO DE EMAGRECIMENTO
Ansiedade
A ansiedade passou a ser denominada por muitos como o mal do século, mas o
estresse antes de uma prova, de uma entrevista de emprego ou uma
apresentação é algo normal, mas a ansiedade intensiva pode se tornar uma
doença, digo um distúrbio de ansiedade. Pessoas que passam por essa situação
sentem uma preocupação e medo intensivo em situações comuns do dia a dia,
além de vários sintomas físicos, o que interferem em suas tarefas regulares.

O que é?
A ansiedade é essencialmente um mecanismo de defesa. É um aviso perante
acontecimentos porvires que nos resultam em angústia, medo ou sofrimento. É
um procedimento geral, acontece em todas as pessoas, é comum, aperfeiçoa o
desempenho e o jeito de previsão e resolução. A finalidade da ansiedade é
estimular o organismo mantê-lo ágil e pronto para interceder contra os perigos
e ameaças.

A ansiedade, como um meio defensivo, é significativo e não revela nenhum


problema de saúde. Entretanto, em algumas ocorrências, esse meio funciona
de forma exagerada, isto é, causa alterações físicas e psicológicas e pode se
transformar em um distúrbio desafiador para conviver em seu dia a dia.

Sintomas
Apesar de Ansiedade ser algo comum em muitas pessoas, é essencial
identificarmos quando ela se torna um perigo sendo prejudicial a nossa saúde,
dessa forma é muito importante discernir os sintomas no começo de uma crise
para procurar um especialista adequado.

Sintomas Psicológicos

-Euforia e balanço dos braços e pernas.


-Impaciência
-Dificuldade de Atenção
-Receio
-Apreensão
-Medo incessante
-Desequilíbrio dos pensamentos
-Pensamentos Negativos
-Baixa auto-estima
-Excitabilidade
Outros sintomas psicológicos são:
Preocupação excessiva ou perfeccionismo: indivíduos sempre pressionados
no trabalho ou em campo pessoal que desejam que tudo saia de forma perfeita
e organizada.
Medos irracionais constantes: repulsas excessivas ou medos incabíveis
também está na lista de sintomas. Medo de uma invasão domiciliar, de animais
ou voar pode tornar a pessoa incapaz de agir devido à grande ansiedade.
Lembranças: Relembrar acontecimentos do passado ruins é normal para
aprendizado, entretanto quando essa lembrança nunca acaba e o sentimento
ruim prevalece constantemente, como se tivéssemos revivido a situação
novamente, isso pode sugerir um trauma e suscitar uma crise de ansiedade.

Sintomas físicos:
-Náuseas
-Vertigem ou desmaio
-Falta de ar ou respiração arfante
-Insônia
- Boca seca
-Diarréia
-Roer as unhas
-Tremores
-Tensão Muscular

Embora muitos sintomas psicológicos já serem notáveis, os sintomas físicos


geralmente não são relacionados ao Transtorno. Seja qual for é extremamente
importante permanecer alerta aos sinais que o nosso corpo demonstra.

Tensão muscular: indivíduos ansiosos geralmente apertam a mandíbula,


flexionam o punho, contraem os músculos dos ombros e terminam com muita
tensão muscular.
Dores no corpo: Diarréia e enjôo, dores no peito, falta de ar ou dores de
cabeça são freqüentemente sentidas por quem sofre de preocupação excessiva
e ansiedade.
Fala exageradamente rápida: falar depressa demais sem que haja um motivo
claro para isso pode ser um sintoma de ansiedade. Há raros suspiros entre as
falas, e repetir o que falou varias vezes para a compreensão das pessoas.

CRISE DE ANSIEDADE

Em geral, aos indivíduos que passam por ansiedade excessiva nem sabem ao
certo assinalar os sintomas, ou determinar que esta ocorrendo uma crise, e isso
levam com que não busquem ajuda de um profissional prontamente no começo
da doença.

TIPOS
É considerável entender que existem diversos tipos de ansiedade que podem
acontecer de maneiras distintas de um indivíduo para outros, alguns tipos são
bem conhecidos e mais comuns de serem distinguidos:

SÍNDROME DO PÂNICO
Esta é conceituada pela psiquiatria como uma doença que se descreve por
crises de desespero e medo sem nenhuma razão ou motivo aparente, que
acontecem de um jeito inesperado. O distúrbio implica a qualidade da sua vida,
e o receio de uma nova crise afeta a pessoa e afeta seu cotidiano.

TRANSTORNO DE ANSIEDADE GENERALIZADA


O transtorno de ansiedade generalizada (TAG) se define pela preocupação
excessiva sobre qualquer acontecimento do dia a dia ou com o futuro, sem
qualquer motivo evidente para este receio. As pessoas que tem este transtorno
sempre esperam que as coisas não deem certas e não conseguem deixar de se
preocupar com a sua família, emprego, saúde ou dinheiro.

FOBIA SOCIAL
A fobia social é um medo exagerado e irracional para situações de convívio
social. Por exemplo, a pessoa que tem a fobia social sente receio de ser
analisado por outras pessoas, ser criticado por outros, serem o centro das
atenções, até mesmo, ao falar por telefone.

Os fóbicos sociais têm consciência de que não devem sentir-se tão mal com as
ocorrências desencadeantes, mas não conseguem controlar seu medo ou
desespero nessas ocasiões. Além disso, procuram evitar as situações que
causam os sintomas do transtorno, pois não sabe lidar com as crises do
transtorno.
Causas da Ansiedade
A ansiedade pode ser causada por qualquer razão, pois é resultado da
relevância que a pessoa atribui a cada problema que ela possui e isso pode
acontecer tanto em adultos e crianças.

Entretanto, o estresse e principalmente a ansiedade aguda são normais em


acontecimentos de rotina, como o primeiro dia do trabalho, problemas
financeiros, problemas familiares e casamento, dessa forma é importante
observar a causa para diagnosticar e não se tornar uma ansiedade crônica.

Portanto, se três ou mais dos sintomas físicos ou emocionais existirem no seu


dia a dia nos últimos seis meses é de extrema importância consultar um
psiquiatra e psicólogo para classificar e indicar o tratamento mais adequado,
pois o indivíduo pode estar sofrendo de transtorno de ansiedade generalizado.

Como saber quando é necessário buscar ajuda


para a minha ansiedade?
O objetivo é sempre recorrer à ajuda médica no momento em que o distúrbio
de ansiedade passa a produzir algum tipo de descontentamento ou angústia,
intervindo desfavoravelmente no bem-estar da pessoa. Muitos têm duvida
sobre a que profissional buscar, o qual pode ser um psicólogo ou psiquiatra. É
importante lembrar que se forem fatores como traumas, crises ou
desenvolvimento da personalidade é necessária buscar uma psicoterapia. Mas
se os fatores são biológicos é necessário buscar um psiquiatra.

A preocupação exagerada com problemas pequenos, irritação, humor explosivo


e comportamento evitativo (indivíduo evita lugares com muitas pessoas, como
shopping, cinema, shows;) são pontos significativos para pessoas com
transtorno de ansiedade.

A impressão de que o cérebro não para e mudanças de hábito na rotina pode


ser causa de grande desconforto.

Sentir ansiedade é comum, entretanto quando ela passa a ser insistente e fora
de seu controle, é necessário marcar uma consulta médica com um psiquiatra.
Principalmente se há:

 Preocupação exagerada, a ponto de prejudicar no trabalho, família,


relacionamentos e outras partes da vida.
 Sintomas de depressão, de alcoolismo ou dependência química a drogas.
 Comportamentos e pensamentos suicidas.

Preocupações provenientes da ansiedade e seus transtornos não encerram sem


esforços, pelo contrário, elas só venham a piorar. Por isso, tratamento e
suporte médicos são indispensáveis. Portanto procurara ajuda médica antes da
ansiedade se tornar uma doença é importantíssima para evitar demais
complicações

O que fazer durante uma crise de ansiedade?


É muito sério não tentar lutar contra o pânico, pois este não é um meio
consciente, ele é conseqüente de mecanismos automáticos cerebrais que estão
localizados em regiões automáticas e não conscientes, Faz parte de um
complexo sistema de defesa do nosso organismo.

A Ansiedade tem cura?

A Crise de ansiedade não tem cura, entretanto com tratamento e medicação


correta, é possível obter um domínio. Além do tratamento ajustado, é possível
realizar pequenas tarefas do dia a dia que podem ajudar a conviver de uma
forma tranqüila com a ansiedade.

Como controlar a Ansiedade?

 Aprender sobre seu problema.

É necessário pesquisar e estudar o que está ao seu alcance sobre o seu


problema, além de descobrir que tratamentos são necessários no seu
caso e assim que decisões e caminho seguirem.

 Seguir as orientações do seu medico.

Siga cuidadosamente os cuidados e orientações do seu psicólogo ou


psiquiatra e tome a medicação regularmente da forma prescrita pelo
medico. Isso vai manter a ansiedade controlada.

 Conhecimento de si próprio
Compreenda o que provoca sua ansiedade e pratique atividades de
confrontação para que você saiba lidar da melhor foram com as crises de
ansiedade quando elas ocorrerem.

 Anote seus sentimentos

Ter um diário para escrever seus sentimentos e experiências pode ajudar você a
sempre relembrar o que ocorreu durante a semana, dessa forma vai melhorar
seu diálogo com seu analista dos motivos que desencadeia as suas crises de
ansiedade.

 Seja sociável

A maior parte dos indivíduos com problemas psicológicos tem como inclinação
se afastar do convívio social. Então faça ao contrário: saia com amigos,
familiares, passe a obter o apoio das pessoas que você mais gosta. Se fizer isso,
vai ser mais fácil lidar com as crises de ansiedade.

 Cuide do seu tempo

Administrar seu tempo com cuidado e inteligência pode fazer com que passe
menos tempo desocupado, amenizando as preocupações exageradas e, assim
sendo, as crises de ansiedade.

 Agite as coisas

Nunca deixe a ansiedade assumir o controle da sua vida. Se se sentir triste,


refaça a sua rotina fazendo uma caminhada ou andando de bicicleta, pois isso
vai fazer a sua mente se concentrar em outras coisas e manter os problemas e
preocupações distantes.

 Pratique Exercícios Físicos regularmente.

Criar uma rotina de atividade física para ser seguida, regularmente, pode ajudar
a reduzir a ansiedade e estresse do dia a dia.

 Evite o uso de álcool, cigarro e outras drogas.

É de extrema importância não consumir esses produtos, pois eles aumentam a


sensação de ansiedade.
 Consuma menos cafeína

A cafeína é o motivo para deixar as pessoas sempre em estado de alerta,


ligadas, e isso pode acabar piorando os sintomas da ansiedade.

 Durma o suficiente

Não dormir o suficiente pode aumentar os sentimentos de ansiedade e


inquietação, é necessário dormir no mínimo 8 horas por dia.

 Tenha uma alimentação saudável

Comer frutas e verduras diariamente manter-se hidratado e comer proteínas


magras que estão presentes no peixe e no frango, diminui a ansiedade.

Alimentos que reduzem a ansiedade


Frutas cítricas: A vitamina C, é muito importante para diminuição da secreção
de cortisol, este hormônio é liberado pela glândula em resposta ao estresse, e a
vitamina C está presente nas frutas cítricas.

Leite, ovos e derivados magros: excelentes fontes de um tipo do


aminoácido, o triptofano, que vai aliviar os vários sintomas da ansiedade.

Carboidratos: Esse nutriente eleva o nível de açúcar no sangue, o que


proporciona energia, bem-estar e disposição.

Carnes e peixes: É uma excelente fonte natural de triptofano, esse


aminoácido em conjunto com a vitamina B3 e o magnésio produzem
serotonina.

Chocolate: é rico em flavonóides, é um tipo de antioxidante que favorece a


produção de serotonina.

Espinafre: contém folato (ácido fólico), que é uma excelente e potente


vitamina antidepressiva natural, pois caso esteja em baixas concentrações no
organismo também ira reduzir os níveis cerebrais de serotonina.

15 Dicas práticas para controlar a ansiedade


 Pratique atividades físicas.
 Reduza seu estresse diário
 Experimente controlar a respiração
 Evite pensamentos negativos
 Invista em alimentos com triptofano
 Tome um chá
 Mantenha sua atenção e objetivo no presente
 Seja mais organizado
 Esteja com quem você ama
 Dedique tempo para cuidar de si mesmo.
 Cuide dos seus pensamentos para sorrir mais
 Confie mais em si mesmo
 Desenvolva congruência
 Fortaleça o autoconhecimento
 Cuide bem do seu momento antes de dormir.

1. Mude sua atitude em relação ao problema. Procure entender o que


está causando a sua ansiedade.

2. Respeite suas limitações e, se necessário peça ajuda.

3. Respire fundo e calmamente. Sempre que necessário feche os olhos, e


se imagine em um lugar calmo e respire profundamente e expire.

4. Mantenha pensamentos positivos, tenha uma atitude metal positiva


diante de situações problemáticas.

5. Valorize e viva o presente. Se conscientize de que nada mudara o


passado e, se for relacionada ao futuro, não deixe o medo do futuro te
impedir de viver o presente.

6. Identifique o que está causando ansiedade ou tristeza e


mantenha-os longe.

7. Dedique-se a alguma atividade agora e mantenha sua mente nesse


objetivo, não deixe nada te distrair, principalmente as situações que
causam a sua ansiedade.

Alimentos ricos em triptofano

Os alimentos ricos em triptofano são ótimos para melhorar o humor e proporcionar


sensação de bem-estar porque ajuda na formação de serotonina, regulando o
humor, a sensação de fome e o sono, por exemplo.

Consumir esses alimentos na parte da manha é melhor, para que o seu efeito seja
sentido durante todo o dia.
LISTA DE ALIMENTOS RICOS EM
TRIPTOFANO
Queijo-7mg de triptofano

Amendoim-5,5mg de triptofano

Castanha de caju-4,9 mg de triptofano

Carne de frango-4,9 mg de triptofano

Ovo-3,8 MG de triptofano

Ervilha-3,7 mg de triptofano

Pescada-3,6 mg de triptofano

Amêndoa-3,5 mg de triptofano

Abacate-1,1 mg de triptofano

Couve-flor-0,9 mg de triptofano

Batata 0,6 mg de triptofano

Banana 0,3 mg de triptofano

Os principais objetivos do aminoácido triptofano, além de ajudar na formação do


hormônio serotonina, são simplificar também a libertação dos componentes
energéticos, para manter a energia do organismo no combate aos agentes
estressantes dos distúrbios do sono.

Com Muita Gratidão e Carinho

Espero que de alguma forma tenha contribuído para você se torne uma pessoa
menos ansiosa e tenha sucesso na sua vida!

Um super beijo,

Natalie Santos

Você também pode gostar