Você está na página 1de 5

25 DICAS DE ESCRITA

Atenção: esse post é uma tradução / adaptação. Confira o post original aqui.

Olá, escritor! O post de hoje é um pouquinho diferente. Eu encontrei essa lista com dicas
incríveis de escrita, criada pelo autor Justin McLachlan. E, para te ajudar ainda mais, eu vou
explicar um pouquinho sobre os itens.

Quer saber mais? Confira o resto do post:

1- Escrever e ter escrito não são a mesma coisa — se certifique que você quer ambos, porque
o primeiro requer muito trabalho.

Isso quer dizer que é importante que você aproveite o processo da escrita e não queira apenas
“acabar logo” com seu livro. Uma história, para ser boa, precisa ser bem trabalhada e
desenvolvida.

2- Escrita de verdade requer bastante reescrita.

Ou seja: não tenha medo de recomeçar aquele trecho, capítulo ou história. Isso faz parte da
vida de qualquer escritor!

3- Seus amigos não vão ficar tão impressionados da segunda vez. Não deixe isso te parar.

Às vezes, as outras pessoas não dividem o mesmo entusiasmo que você em relação a sua obra
e isso dói — especialmente quando vem de alguém que você gosta. Mas isso não significa que
sua história seja ruim e muito menos que não vão haver outras pessoas que gostarão dela!

4- Gramática, pontuação, ortografia — está tudo bem se essas coisas virem por último.

Não se preocupe tanto com esses detalhes enquanto você estiver escrevendo, você sempre
pode revisar depois (ou me contratar para isso!)

5- Os primeiros rascunhos são universalmente ruins


6- Evite o conselho daqueles que falam qualquer coisa diferente.

É totalmente normal que o primeiro rascunho da sua história seja ruim e precise de ajustes.
Não cobre perfeição de si mesmo!

7- Parar mais cedo te ajuda a começar mais cedo no dia seguinte.

Por mais que às vezes a nossa vontade seja de escrever sem parar, tente não se extenuar,
assim você evita o desgaste da sua criatividade.

8- Tentar editar enquanto escreve é a mesma coisa que tentar cortar uma árvore enquanto
você está escalando.

Esse item é autoexplicativo. Permita que sua imaginação vá longe e deixe para “cortar” depois!

9- Às vezes é bom dar um tempo.

É isso mesmo: descanse sua mente e deixe sua história “de molho” de vez em quando. Ela não
vai fugir.

10- Não existem regras para como, quando ou onde você escreve, contando que você
escreva.

Cada pessoa tem seu próprio ritmo e necessidade de escrita. Busque o que funciona melhor
para você.

11- Você nunca vai alcançar uma “moda” — escreva sobre o que você quiser

Não tente e nem deixe de escrever algo por causa do que está fazendo sucesso no momento.

12- Escrever pode ser solitário. Muito, muito solitário


É normal se sentir sozinho nessa jornada. Tente encontrar uma comunidade em que você
possa dividir as delícias e as frustrações de escrever.

13- A inspiração nunca irá surgir quanto você precisa. Apenas escreva. Faça o trabalho.

Tente criar o hábito de escrever, mesmo que você não se sinta necessariamente inspirado.
Você pode se surpreender!

14- Uma construção completa não significa uma ideia complexa. Simplifique.

Você não precisa ter uma linguagem extremamente rebuscada e “falar difícil” para ser um bom
escritor. Deixe o enredo falar por si só.

15 - Publicação ≠ Sucesso

Por mais que ter o seu livro publicado por uma editora seja um respaldo e uma meta válida,
essa não é a única maneira de medir seu sucesso. Não deixe que isso te desanime de escrever.

16- Por que você escreveria apenas sobre o que você conhece? Descubra ao novo em vez
disso.

Em outras palavras: saia da sua zona de conforto.

17- Os melhores escritores geralmente são leitores vorazes.

Esse conselho é super repetido e não é sem motivo: ler ajuda com nosso vocabulário e
criatividade.

18- E os melhores dos melhores leem livros fora dos seus gêneros favoritos.

Mas, além de ler, também é importante dar chance para outros gêneros de livro. Mais uma
vez, aqui se trata de sair da zona de conforto.

19- Existem muitas regras e conselhos ruins que você precisa desaprender.
Você com certeza já viu inúmeras regras de escrita e “conselhos” sobre como você DEVE
escrever a sua história. Alguns podem até ser válidos, mas lembre-se: esses conselhos nem
sempre se aplicam à sua história e as regras nem sempre precisam ser seguidas à risca.

20- Praticar vai tornar você melhor.

Ou seja, continue escrevendo!

21- As pessoas que agem como se escrever fosse fácil provavelmente não são realmente
escritores.

22- Não se compare com outros escritores. Você não está em uma competição com ninguém
(a rosa no jardim não se preocupa com a rosa ao lado, ela apenas floresce).

Essas duas possuem mensagens parecidas: escreva no seu próprio ritmo e não deixe que os
outros atrapalhem ou apressem o seu processo.

23- Sim existem ideias por todo lugar — mas isso não as torna menos elusivas

Não basta ter a ideia ou inspiração, você precisa de estrutura e planejamento para transformá-
las em enredos.

24- Você não é o próximo Hemingway ou seja lá quem você admira, então não tente ser.
Seja apenas você. Você é ótimo.

Em vez de tentar recriar o estilo de outro escritor, foque em encontrar o seu próprio. Lembre-
se, ninguém escreve como você!

25- Prazos. Metas. Faça e mantenha eles.

Isso vai te ajudar com a escrita.


Espero que vocês tenham gostado das dicas!

Beijos e até a próxima

Você também pode gostar