Você está na página 1de 3

Recrutamento e Seleção: Recrutamento Interno e Externo

Carolina Hellen de Campos Oliveira¹


Pedro Israel de Abreu Lima²
Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI
Gestão de Recursos Humanos (RHU1300) Metodologia Científica 10/12/20203

1. INTRODUÇÃO

O recrutamento e seleção teve origem no século XVII com o surgimento da revolução industrial e com o
crescimento desenfreado das indústrias e com certo aglomerado de pessoas sendo geridas apenas pelos
donos ou pelo seus capatazes, assim sentiu a necessidade de criar o Departamento de recursos humanos
que naquela época só via os colaboradores como uma forma de gerar lucro.

Hoje em dia o recrutamento e seleção é uma peça fundamental nas organizações, pois é o recursos
humanos (RH) que planeja, busca atrair e selecionar os melhores candidatos, treina, cuida da cultura
organizacional e muito mais pois é muito amplo as atividades de um profissional de recursos humanos (RH).

Com isso o propósito do estudo é analisar as tipos de recrutamento, discutir sobre as vantagens e
desvantagens do recrutamento interno e externo e expor as principais técnicas de um recrutamento
eficiente e eficaz.

2. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

De acordo com Migliolli (2018, p. 29):

O conceito de recrutamento tem sua origem na área militar, onde o indivíduo é


recrutado e convocado a se apresentar quando atinge determinada idade. Na vida
empresarial, não se trata de uma convocação obrigatória, mas um convite para
participar dos processos seletivos. É um processo de localização e atração de candidatos
para trabalharem na organização.

Segundo Chiavenato (2009, p. 68):

Recrutamento é um conjunto de técnicas e procedimentos que visa atrair candidatos


potencialmente qualificados e capazes de ocupar cargos e oferecer competências
para a organização. É basicamente um sistema de informação por meio do qual a
organização divulga e oferece ao mercado de RH as oportunidades de emprego
que pretende preencher.

“A rigor, o recrutamento interno gera nas pessoas expectativas de subir na carreira profissional, de
valorização e de geração de oportunidades; e isso tende a estimular o desempenho dos profissionais”
(DALMAU, 2015, p. 61).

“O recrutamento externo é o processo de divulgação das vagas fora da empresa para captar pessoas
com o perfil desejado” (BONOV, 2012, p 40).

Bonov (2012) O recrutamento externo tem a intenção de atrair novos colaboradores para
organização, com novos talentos, habilidades e expectativas. Muitos já treinados por outras
empresas.
Figura 1 - Taxa de desemprego por nivel de escolaridade

Fonte: Juliane Souza/G1 (2018)

A figura 1 mostra a taxa de desemprego por nível de escolaridade no brasil, onde os mais afetados
são as pessoas que tem o ensino médio incompleto chegando à 20,4%, contra 6,2% com ensino
superior completo, com isso podemos analisar que o mercado de trabalho é mais favorável para
quem tem ensino superior, as empresas busca como um diferencial algum curso ou ensino
superior na hora do recrutamento, tanto no externo quanto no interno.

3. RESULTADOS E DISCUSSÕES

De maneira geral o recrutamento externo é o mais comum entre as empresas onde elas retém o capital
humano e dá oportunidade a novos colaboradores de fazer parte da organização. Os colaboradores quando
entra em alguma empresa tem a intenção seguir uma carreira, de crescer dentro da organização. Entretanto
conheço empresas que quando surge uma oportunidade de um cargo melhor buscam sangue novo para
organização utilizando recrutamento externo sem antes verificar se na própria organização tem um
colaborador que preencha os requisitos para essa determinada vaga, sendo assim desvalorizando a “Prata
da Casa” fazendo com que os colaboradores se desmotivem presumindo que a empresa não dá
oportunidade para crescer, com isso futuramente pode até ocorrer a perda de capital humano dentro da
organização.
4. REFERÊNCIAS

BANOV, Márcia R. Psicologia no Gerenciamento de Pessoas. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2011, 118
p. 9788522461417.

______. Psicologia no Gerenciamento de Pessoas. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2011, 118
p. 9788522461417.

CHIAVENATO, Idalberto. Planejamento, recrutamento e seleção de pessoal: como agregar talentos


à empresa. 7ª ed. rev. e atual. São Paulo, Manole, 2009, p. 30, 68, 106.

MIGLIOLLI, Daiane. Recrutamento e seleção. Indaial: UNIASSELVI, 2018. 195 p. ISBN 97885-
515-0170-2.

DALMAU, Marcos Baptista Lopez Administração de recursos humanos II / Marcos Baptista


Lopez Dalmau, Dante Marciano Girardi – 3. ed. – Florianópolis: Departamento de Ciências da
Administração/UFSC, 2015. 178p. Inclui bibliografia Curso de Graduação em Administração,
modalidade a Distância ISBN: 978-85-7988-173-2.

SOUZA, Juliana et al. Desemprego é maior entre jovens, mulheres e trabalhadores sem ensino
superior. G1, 2018. Disponível em: https://g1.globo.com/economia/concursos-e-
emprego/noticia/desemprego-e-maior-entre-jovens-mulheres-e-trabalhadores-sem-ensino-
superior.ghtml. Acesso em: 23/02/2018.

1 Carolina Hellen de Campos Oliveira


2 Pedro Israel de Abreu Lima
3 Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI Gestão de Recursos Humanos
(RHU1300) Metodologia Científica 10/12/2020