Você está na página 1de 50

T OLEDO

2095
BALANÇA ELETRÔNICA DIGITAL TOLEDO
MANUAL DE OPERAÇÃO

INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO

MOIM-2095 RE: 01-07-11


TOLEDO 2095

Índice

01. Descrição Geral 07. Roteiro de Análise e Correção de Defeitos


A. Composição Externa ............................... 01-01/02 A. Procedimento Preliminar .......................... 07-01/06
B. Principais Características ........................ 01-02/02 B. Teste da Fonte de Tensão ....................... 07-01/06
C. Teste da Célula / PCI Principal ................ 07-02/06
02. Funcionamento D. Mensagens e Códigos de Erro ................. 07-03/06
A. Princípio de Funcionamento ..................... 02-01/06 E. Substituição da Célula de carga .............. 07-04/06
B. Funções Internas e Intertravamentos ....... 02-03/06 F. Diagrama de Interconexões ...................... 07-05/06

03. Roteiro de Instalação 08. Roteiro de Manutenção Preventiva


A. Inspeção Preliminar ................................. 03-01/06 A. Contato Inicial .......................................... 08-01/04
B. Preparação do Local de Instalação .......... 03-01/06 B. Inspeção Externa ..................................... 08-01/04
C. Nivelamento da Balança ........................... 03-03/06 C. Inspeção Interna ....................................... 08-03/04
D. Ajuste da Tensão de Alimentação ........... 03-03/06 D. Limpeza Externa ...................................... 08-04/04
E. Ligação à Acessórios .............................. 03-04/06 E. Aferição e Calibração ............................... 08-04/04
F. Verificação do Funcionamento ................. 08-04/04
04. Roteiro de Operação G. Lacre ....................................................... 08-04/04
A. Identificação dos Controles ...................... 04-01/04 H. Liberação para Uso .................................. 08-04/04
B. Preparando a Balança .............................. 04-02/04
C. Operação de Pesagem ............................ 04-03/04 09. Especificações ......................... 09-01/04
D. Limpeza de Tara ...................................... 04-03/04
10. Lista de Peças .......................... 10-01/02
05. Roteiro de Programação
A. Jumpers ................................................... 05-01/06
B. Modo Programação .................................. 05-01/06
C. Programação do Usuário. ........................ 05-02/06
D. Programação Restrita. ............................. 05-04/06

06. Roteiro de Calibração


A. Acesso ao Equipamento .......................... 06-01/06
B. Composição Interna ................................. 06-02/06
C. Layout das PCIs ...................................... 06-02/06
D. Testes e Ajustes ...................................... 06-02/06

Revisão 01 - 07 - 11 ( 01 - 01 )
TOLEDO 2095

Introdução

Este Manual consiste de um guia de trabalho para Técnicos treinados no CENTRO DE TREINAMENTO
TÉCNICO - C.T.T., fornecendo informações necessárias para ajudá-los na OPERAÇÃO, INSTALAÇÃO, e MANUTENÇÃO
da BALANÇA ELETRÔNICA DIGITAL 2095.

As informações contidas neste MANUAL são de propriedade exclusiva da TOLEDO DO BRASIL INDÚSTRIA DE
BALANÇAS LTDA., e não devem ser reproduzidas ou transmitidas a terceiros sem autorização prévia por escrito.

Solicitações de informações relativas a Treinamento Técnico, feitas por Clientes e cópias adicionais deste
MANUAL, serão atendidas através do seguinte endereço:

TOLEDO DO BRASIL INDÚSTRIA DE BALANÇAS LTDA.


CENTRO DE TREINAMENTO TÉCNICO
Rua Manoel Cremonesi, 01 - Jd. Belita
CEP. 09851-900 - S. Bernardo do Campo - SP
Telefone: (11) 4356-9178
Fax: (11) 4356-9465
e-mail:ctt@toledobrasil.com.br

ATENÇÃO
DESCONECTAR A BALANÇA DA REDE
ANTES DE EFETUAR QUALQUER TROCA
OU MANUTENÇÃO.

ADVERTÊNCIA
OBSERVAR AS PRECAUÇÕES PARA O
MANUSEIO DE EQUIPAMENTOS SENSÍVEIS
À ELETRICIDADE ESTÁTICA.

CONTROLE DE REVISÕES

SEÇ ÃO 1 SEÇ ÃO 2 SEÇ ÃO 3 SEÇ ÃO 4 SEÇ ÃO 5 SEÇ ÃO 6 SEÇ ÃO 7 SEÇ ÃO 8 SEÇ ÃO 9 S E Ç Ã O 10

00-11-07 00-11-07 01-07-11 00-11-07 00-11-07 00-11-07 00-11-07 00-11-07 00-11-07 00-11-07

Revisão 01 - 07 - 11 ( 01 - 01 )
TOLEDO 2095

01 Descrição Geral

A Balança Toledo Modelo 2095 é uma balança portátil Constituída basicamente por um display indicador de
destinada à aplicações do mercado Comercial / Industrial, peso montado em caixa de Plástico ABS em torre ou
e tem como principal característica os diversos tamanhos base, e uma plataforma de pesagem nas dimensões de
de plataformas e capacidades de pesagem. 275x 225 mm para balanças de 6 kg e 325x275 mm para
balanças de 12 kg ou 30 kg.
Totalmente programável via teclado a balança 2095 pode
ser utilizada isoladamente ou em conjunto com um Disponível nas capacidades 6 kg x 1 g, 12 kg x 2 g e 30 kg
etiquetador / impressora ou um microcomputador. x 5 g.

Possui uma interface de comunicação RS232, para ligação


com as impressoras 351 e LX-300.

A. COMPOSIÇÃO EXTERNA

VS. BASE PARA OPERADOR

Plataforma de
Pesagem

Display do operador
Teclado Pé Regulável

VS. COLUNA PARA OPERADOR

Display do operador

Coluna

Plataforma de
Pesagem

Pé Regulável

Revisão 00 - 11 - 07 01 - ( 01 / 02 )
TOLEDO 2095

B. PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS

Possui as seguintes características principais:

Mostrador de Cristal Líquido composto por 6 dígitos, Baixo consumo de energia.


e 3 sinalizadores triângulares. - VS. Standard: 0,8 a 3,4W.

Teclado de membrana com 3 teclas a prova d'água, Unidade de medida: Quilograma (kg).
identificadas e de fácil utilização, porém sem retorno
sonoro. Possui recurso para correção de linearidade (ajuste de
indicação em três pontos).
Saída de Dados Serial tipo RS-232C para se conectar
as impressoras Toledo Modelo 351 e LX-300 ou à Mi- Visualização do peso máximo atingido em sobrecargas
crocomputadores. e o número total de sobrecargas ocorridas.

Filtro digital com 4 níveis possibilita leitura mais es-


tável na presença de vibrações, tornando-a mais rápi-
da e com a mesma precisão (sem filtro, filtro mínimo,
médio ou máximo).

Manutenção Automática do Zero permite a compensa-


ção de pequenas variações de peso que ocorrem sobre
a plataforma de pesagem, mantendo sempre zerada a
indicação do zero bruto.

Detector de Movimento inibe as funções de tara e co-


mando de impressão até a estabilização da indicação
de peso, assegurando a precisão nas operações de
pesagem e verificações de peso.

Impressão automática selecionável.

Limpeza automática de Tara selecionável.

Fonte de alimentação do tipo adaptador de parede com


saída de 13,5 Vcc, 100 mA, com entrada selecionável
entre 110 V ou 220 V (seleção manual).

Revisão 00 - 11 - 07 01 - ( 02 / 02 )
TOLEDO 2095

02 Funcionamento

A. PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO 1. Mecanismo de Pesagem

O mecanismo de pesagem da balança consiste de uma


A Balança 2095 consiste de oito blocos principais, a saber: célula de carga com capacidade de 6, 12 ou 30 kg,
insensível a momentos, acoplada, através de um suporte,
- Mecanismo de Pesagem - Interface RS-232C a plataforma de pesagem. A célula de carga está fixada
- PCI Principal - Interface USB em uma base de aço carbono resistente e opera segundo
- PCI Display (consumidor) - PCI Display (operador) o princípio de extensômetros de resistência elétrica,
- Teclado - Adaptador de força configurados na forma de ponte de Wheatstone.
Transforma o esforço mecânico exercido sobre a plata-
forma de pesagem em um sinal elétrico proporcional ao
esforço mecânico aplicado sobre a plataforma. O sinal
Diagrama de Blocos Simplificado elétrico de peso é enviado, através de um cabo condutor
especial, para a PCI principal.
A tensão de excitação é de 7,5 à 15 Vcc ± 1%.

2. PCI Principal

PCI DISPLAY A PCI da Lógica é constituída basicamente por um Mi-


DO J2 crocontrolador ROM W78E365 onde fica armazenado o
OPERADOR
CÉLULA DE software da balança, uma memória Flash, um circuito
J6
CARGA controlador da PCI do display e uma fonte regulada para
alimentação dos circuitos.
TECLADO PCI
PRINCIPAL
Sua função básica é a de amplificar, filtrar e converter o
ADAPTADOR sinal elétrico de peso, proveniente da célula de carga, em
J1
DE FORÇA
um sinal digital. Logo após a conversão, a PCI principal
processará a informação digital de peso com as informa-
ções gravadas na memória de programa, informações
PCI DISPLAY SAÍDA
DO J4 J5
RS-232C
introduzidas pelo teclado e, enviará o resultado para o
CONSUMIDOR circuito controlador do display e PCI do display, o qual
decodificará esta informação digital e fornecerá corrente
aos segmentos do elemento display para a indicação do
peso, etc.

3. Teclado

O teclado, eletricamente, é composta por três teclas de


contato momentâneo que trabalham por varredura de
pulsos, onde são lidas quando uma tecla é pressionada.
Sua função é a de permitir o envio de comandos à balan-
ça, tais como: tarar, ligar/desligar e imprimir.

Revisão 00 - 11 - 07 02 - ( 01 / 06 )
TOLEDO 2095

4. PCI do Display - Prt2: Irá enviar o peso no modo demanda ou no modo con-
tínuo.
A PCI do display pode ser montada na base ou em torre, e
possui 6 dígitos com 12 mm de altura por 5,6 mm de largura, - Prt3: Irá enviar o peso mesmo que a indicação de peso não
e dispõe também de 3 indicadores de legenda triangulares esteja estável e positiva.
com 2 mm de altura, dispostos logo abaixo dos dígitos.
Estes indicadores de legenda indicam ao consumidor as A configuração do software para um byte transmitido pelo
condições de operação da balança. Port Serial 232 (Prt1 ou Prt3) é:
- 7 ou 8 bits de dados (LSB primeiro),
O display remoto com torre fica localizado de forma com que - paridade par ou nenhuma,
- 1 stop bits e checksum.
o consumidor possa verificar o valor da pesagem realizada.
- código ASCII.

A configuração do software para um byte transmitido pelo


5. Fonte de Alimentação Port Serial 232 (Prt2) é:
- 8 bits de dados (LSB primeiro),
A balança 2095 está equipada com um adaptador de - paridade nenhuma,
tensão que caracteriza-se por trabalhar diretamente com - 1 stop bits e checksum.
a frequência da rede, 50/60 Hz, e por possuir duas opções - código ASCII.
de tensão de entrada, 110/220 VCA, que podem ser
alteradas pelo usuário através de um seletor de tensão A velocidade de transmissão é de 2400 à 9600 bauds não
disponível no próprio adaptador. contínuos.

Sua aplicação é indicada em locais onde os limites de O Port Serial operará como saída Modo Demanda ou Mo-
flutuação da tensão da rede elétrica sejam conhecidos do Contínuo.
e limitados dentro da faixa de -15% a +10% da tensão
nominal. Este adaptador caracteriza-se por possuir um - O Modo Demanda consiste em uma transmissão soli-
nível de tensão de saída igual a 13,5 VCC não regulado e
corrente de 100 mA, responsável pela alimentação total citada pela tecla da balança (Prt2).
da balança. - No Modo Contínuo, o peso será transmitido continua-
mente (Prt2 com C27 L).
6. Interface RS-232C
b. Protocolo de Comunicação (Prt1 ou Prt3)
Opcionalmente, permite transmitir dados no padrão RS-
232C, para ligação a impressoras, microcomputadores O protocolo de comunicação será como no exemplo abaixo:
ou qualquer outro dispositivo que utilize o mesmo padrão
de comunicação. Microcomputador---------------->[ENQ]--------------->Balança
No caso de acoplar a balança a um microcomputador este
Microcomputador<--------[STX] [PESO] [ETX]<------Balança
deverá ter um software específico para a leitura e proces-
samento das informações provenientes da balança. O de-
Onde:
senvolvimento deste software será de inteira responsabi-
lidade do usuário. ENQ : Caracter ASCII 05H - Enviará os dados de pe-
so uma vez a cada ENQ recebido.
a. Configuração do Software
STX : 1 byte - ASCII 02H
A balança deverá estar programada para o protocolo Prt1, ETX : 1 byte - ASCII 03H
Prt2 ou Prt3, configuráveis no parâmetro C14, sendo que:
PESO : 5 Caracteres ASCII representando o peso lí-
quido, sendo que os dois primeiros caracteres
- Prt1: Irá enviar o peso apenas quando a indicação de peso são relativos à parte inteira, e os outros 3 a par-
estiver estável, positiva ou igual a zero. te decimal.

Revisão 00 - 11 - 07 02 - ( 02 / 06 )
TOLEDO 2095

c. Protocolo de Comunicação (Prt2) - Apagar todos os dígitos do display.

O protocolo de comunicação será como no exemplo abaixo:

Microcomputador<--------[STX] [PESO] [CR]<-------Balança

Onde:
STX : 1 byte - ASCII 02H
CR : 1 byte - ASCII 0DH - Aguardar estabilização da plataforma de pesagem.
PESO : 5 Caracteres ASCII representando o peso lí-
quido, sendo que os dois primeiros caracteres
são relativos à parte inteira, e os outros 3 a par-
te decimal.

B. FUNÇÕES INTERNAS E INTERTRAVAMENTOS

- Em seguida a indicação de peso do display será zerada.


1. Ao ligar à rede elétrica

Ao ser ligada a rede elétrica a balança 2095 dará início à


uma rotina de inicialização que testa o funcionamento de
todos os dígitos do display. Essa rotina é mostrada a .,
seguir, onde a balança deve:

- Acender todos os dígitos do display.


Recomenda-se ligar a balança, pelo menos 3 minutos
antes de iniciar qualquer operação de pesagem, para

,. ,. ,. ,. ,.
permitir uma perfeita estabilidade térmica dos circuitos
eletrônicos internos.

As mensagens [ PE Ab ] e [ PE AC ], referentes á
indicação de peso abaixo ou acima da faixa de captura do
zero, serão exibidas até que a indicação de zero seja
- Dar início à uma contagem progressiva de 0 a 9. capturada automaticamente pela balança (se estiver
dentro da faixa de +/- 10%).

Caso a balança 2095 seja ligada pela tecla não

ocorrerá essa rotina de inicialização. Serão apenas acesos


todos os digítos e logo depois a indicação de peso será
zerada.

Revisão 00 - 11 - 07 02 - ( 03 / 06 )
TOLEDO 2095

2. Unidades de medida 7. Dispositivo de manutenção de zero

A balança 2095 poderá operar somente em kg. Opera somente quando a indicação estiver em zero, o
equilíbrio for estável e as correções não forem superiores
a 50% da menor divisão por segundo, com atuação
3. Capacidades de pesagem máxima de 4% (+/- 2%)da capacidade máxima.

Selecionáveis através de programação, a balança 2095


oferece as seguintes capacidades de pesagem: 8. Tara

TAMANHO DO NÚMERO DE A balança deverá estar operando no modo peso bruto e


CAPACIDADES
INCREMENTO INCREMENTOS com a indicação estável, na condição de "não movimen-
6,000 kg 1g 6000 to", para a ativação da tara.
12,000 kg 2g 6000
Quando uma tara é computada, o recipiente colocado
30,000 kg 5g 6000 sobre o prato de pesagem é pesado com resolução in-
terna de 0,1 incremento, sendo o peso do recipiente ar-
4. Ponto decimal mazenado e o peso líquido indicado.

Também selecionáveis através de programação, a balança A tecla aceitará como tara o peso indicado.
2095 trabalha com a seguinte configuração de ponto
decimal em todas as capacidades de pesagem: A capacidade de tara está limitada a capacidade máxima
de pesagem da balança.
X,xxx

9. Limpeza de tara
5. Célula de carga
Se C01 estiver ligado, [ C01 L ], a limpeza da tara será feita
Célula de Carga modelo Penguin 15 kg para balanças de automaticamente sempre que a balança retornar a zero
6 kg versão 275 x 225 mm, Penguin 25 kg para balanças depois de indicar um peso líquido igual ou maior que 5
de 12 kg versão 325 x 275 mm e Penguin 33 kg para incrementos.
balanças de 30 kg versão 325 x 275 mm.
Se C01 estiver desligado, [ C01 d ], a limpeza da tara só
MODELO DA CAPACIDADE DIMENSÕES DA
C É LU LA DA BALANÇA PLATAFORMA
será feita manualmente através da tecla .
Penguin 15 kg 6,000 KG 275 x 225 mm
Penguin 25 kg 12,000 KG 325 x 275 mm
Penguin 33 kg 30,000 KG 325 x 275 mm
10. Tolerância de Movimentos
6. Captura automática de zero
A tolerância a movimentos é um recurso que permite
Ao ligar a 2095, esta após a rotina de inicialização colo- ajustar um nível de movimento aceitável para a indicação
cará automaticamente a indicação de peso em zero para de estabilidade do peso na plataforma, ou seja, irá indicar
qualquer peso que esteja dentro da faixa de +/- 10% da instabilidade a um nível maior ou menor de movimentos.
capacidade de pesagem da balança.
A faixa de sensibilidade de movimento pode ser programa-
Caso esta faixa seja excedida, o display de peso exibirá da em 3 níveis de tolerância: tol1, tol2 ou tol3.
as mensagens [ PE Ab ] ou [ PE AC ] para pesos abaixo
ou acima, até que a indicação de peso seja colocada
dentro da faixa de captura de zero.

Revisão 00 - 11 - 07 02 - ( 04 / 06 )
TOLEDO 2095

11. Filtro Digital Estes parâmetros são software switches, chaves progra-
máveis do tipo liga-desliga, que podem habilitar ou desa-
Possibilita a filtragem de vibrações e permite uma indicação bilitar um determinado parâmetro dentro de um conjunto
de peso mais estável ( sem flutuações ). Quanto maior for limitado de parâmetros.
a atuação do filtro, mais lenta será a estabilização na
balança. Este conjunto de parâmetros determina as condições
básicas de operação, funcionamento e, inclusive a calibra-
O Filtro Digital possui níveis: F0 até F3. ção.

12. Velocidade de Transmissão 17. Parâmetros Default

Esta função permite que todos os estados dos parâmetros


As velocidades de transmissão podem variar entre: 2400,
sejam trocados pelos estados ajustados inicialmente em
4800 e 9600, conforme programação.
fábrica. Para maiores detalhes sobre todos os parâmetros
e suas respectivas funções, consulte a seção 5 deste
mesmo MOIM.
13. Bit de Paridade
GRUPO DO USUÁRIO
Um bit de paridade pode ser selecionado para detectar PARÂMETRO FUNÇÃO DEFAULT
erros quando associado à transmissão de dados ASCII. C 01 Limpeza automática de tara L
Normalmente os produtos Toledo usam paridade par. A C 02 Impressão automática d
2095 pode transmitir dados com paridade par ou sem C 05 Tara sucessiva d
paridade. C11 Filtro digital F1
C 14 Protocolo de comunicação Pr351
C 15 Velocidade de comunicação 4800

14. Número de Bits de Dados e Stop Bits Impressão de peso bruto ou


C 16 d
líquido
C 17 Impressão em linha única d
Quando utilizados os protocolos Prt1 ou Prt3 o número C 27 Transmissão contínua de dados d
de bits de dados enviados pode ser selecionado entre 7 C 54 Visualização de sobrecargas d
ou 8 e o número de stop bits é sempre 1.
GRUPO RESTRITO
PARÂMETRO FUNÇÃO DEFAULT
15. Checksum e STX
C 91 Tolerância a movimentos tol1
C 92 Exibição do Raw Count d
O Checksum é definido como sendo o complemento de
C 93 Escala Expandida d
2 da soma dos 7 bits menos significativos de todos os
caracteres transmitidos, iniciando pelo caracter STX até C 94 Ponto decimal 0,001
o último caracter antes do Checksum, inclusive CR. C 95 Tamanho do incremento 1
C 96 Número de incrementos 6000
C 99 Estado inicial d
16. Recursos de configuração
C AL Ajuste de indicação d

A balança 2095 dispõe de recursos de configuração


programáveis que somente podem ser acessados através
da chave "CAL" localizada na PCI Principal ou pelo
teclado, e que são armazenados em memória não-volátil,
ou seja, permanecem gravados mesmo que venha a ser
desligada.

Revisão 00 - 11 - 07 02 - ( 05 / 06 )
TOLEDO 2095

PARA SUAS ANOTAÇÕES

Revisão 00 - 11 - 07 02 - ( 06 / 06 )
TOLEDO 2095

03 Roteiro de Instalação

A Balança Eletrônica 2095, é fabricada como uma unidade - A tomada que alimentará a balança 2095 deve ser do tipo
integral, não tendo peças que necessitem de montagem Bipolar Universal, possuir fase, neutro ou duas fases,
especial. Por este motivo, a sua instalação é bastante obedecendo as seguintes configurações abaixo:
simples, sendo na maior parte das vezes feita pelo próprio
cliente. Você poderá colocar a balança em funcionamento
seguindo os procedimentos desta seção.

A. INSPEÇÃO PRELIMINAR

Verifique, ao desembalar, se a Balança 2095 está em


perfeitas condições, certificando-se de que não houve ne- Deverá estar de acordo com as tensões indicadas nas
nhuma avaria gerada pelo transporte. configurações do quadro abaixo:

Caso seja constatada qualquer irregularidade, comuni- VARIAÇÃO ADMISSÍVEL DE TENSÃO


que imediatamente o cliente para que este contate a
transportadora. NOMINAL MÍNIMA MÁXIMA

110 VCA 94 V C A 121 V C A


B. PREPARAÇÃO DO LOCAL DE INSTALAÇÃO
220 V C A 187 V C A 242 V C A

Condições Elétricas - Nunca permita a utilização de extensões ou conectores


tipo T ( benjamins ). Isso pode ocasionar sobrecarga na
Antes de instalar a balança, é obrigatório verificar se a instalação elétrica do Cliente.
tensão elétrica disponível e a configuração dos terminais
e tomadas estão compatíveis com as instruções abaixo:

- A linha de alimentação da balança deve ser estável e


em circuito separado da linha de energia destinada a
alimentar máquinas elétricas, tais como: motores, es-
teiras transportadoras, máquinas de soldar, etc.

Se a tensão do estabelecimento apresentar oscilações


em desacordo com a variação permitida, sugira ao Cli-
ente recorrer a concessionária de energia para regulariza-
ção, ou no caso de impossibilidade, instalar um estabili-
zador automático de acordo com a potência nominal da - Internamente à tomada, o terminal neutro não pode es-
balança 2095. tar ligado à um terminal terra.

Veja Especificações Técnicas, seção 9, deste Manual.

Revisão 01 - 07 - 11 03 - ( 01 / 06 )
TOLEDO 2095
- Constatando-se qualquer irregularidade com relação Condições do Local
as condições expostas, não se deve proceder, em
NENHUMA HIPÓTESE, qualquer atividade que envolva É muito importante escolher adequadamente o local certo
a energização da balança, até que se tenha a instalação para a instalação da balança, a fim de propiciar condições
elétrica regularizada. fundamentais ao seu perfeito funcionamento ao longo do
tempo.

ADVERTÊNCIA . Evitar lugares já congestionados com equipamentos ou


produtos;

Não cabe à TOLEDO a regularização das instalações . Posicionar a balança de tal forma que facilite o manuseio
elétricas dos seus Clientes e tampouco a responsabili- pelo operador;
dade por danos causados ao equipamento, em decor-
rência da desobediência a estas instruções. Fica ainda o . Apoiar a balança em superfície nivelada e firme, que não
equipamento sujeito a perda de garantia. gere trepidações ou vibrações;

. Evitar lugares sujeitos a incidência direta de raios sola-


Antes de ligar a balança na tomada, certifique-se de que res, umidade excessiva e corrente de ar forte;
a chave comutadora de alimentação, localizada na parte
frontal do adaptador de tensão de parede da balança, está . Possíveis fontes de interferência eletromagnética tais
compatível com o valor de tensão da rede local. Caso seja como, motores elétricos, reatores de iluminação, rádio-
necessário algum ajuste, faça-o conforme item D, desta comunicadores e outros, devem ser afastados da balança.
seção.
. Considerar as limitações de temperatura e umidade re-
A tensão da balança está especificada na Etiqueta de lativa do ar na escolha do local de instalação:
Advertência localizada junto ao plugue do adaptador de
tensão. Temperatura de Operação : de -10° C a +40° C
Umidade Relativa do Ar : 0% a 95% sem condensa-
ção.
Este aparelho
vem de
Fábrica
ATENÇÃO

chaveado Caso estas recomendações não sejam obedecidas, pode-


em 220 V rá existir erro metrológico significativo e problemas no fun-
cionamento da balança.

Revisão 01 - 07 - 11 03 - ( 02 / 06 )
TOLEDO 2095

C. NIVELAMENTO DA BALANÇA D. AJUSTE DA TENSÃO DE ALIMENTAÇÃO

Posicione-a em superfície firme e nivelada. O nivelamento A balança possui um adaptador com 2 opções de tensão
deverá ser feito através do nível bolha localizado na base de entrada que podem ser alteradas através de um seletor
da balança, como mostrado nas figuras abaixo. de tensão.

Se existir algum desnivelamento da base de apoio, este Caso haja necessidade de alterar a tensão de alimentação,
poderá ser compensado através do ajuste da altura dos localize a chave comutadora de alimentação na parte
pés da balança. superior do adaptador e efetue o ajuste conforme a figura
a seguir:
Para ajustar os pés da balança, afrouxe as contra-porcas
que os travam na base da balança e, em seguida, gire-os
no sentido horário ou anti-horário até conseguir o nivelamen-
to. Após o ajuste, trave os pés através do aperto de suas
contra-porcas.

Pé Nivelador

Nível Bolha

Contra Porca
Nível Bolha

Pé Nivelador

BALANÇA DESNIVELADA BALANÇA NIVELADA

ADVERTÊNCIA

O nivelamento da balança deverá ser realizado periodica-


mente pelo cliente. Caso esta recomendação não seja
obedecida, pode existir erro metrológico significativo,
cabendo ao usuário a total responsabilidade pelo erro
incidente.

Revisão 01 - 07 - 11 03 - ( 03 / 06 )
TOLEDO 2095

E. LIGAÇÃO À ACESSÓRIOS Configuração Elétrica do Cabo de Interligação

1. Ligação a Impressora 351

a. Preparando a Balança

Para a operação com a impressora 351, a balança irá


transmitir os dados na velocidade de 4800 baud, sendo
que deverá ser programado conforme tabela a seguir: c. Programação
PARÂMETRO ESTADO Para comunicação da Impressora 351 na balança 2095,
C 14 Pr351 devem ser configurados as dip-switches localizadas na
PCI principal do 351. Observe:
Essa seleção garante a seguinte configuração:
VELOCIDADE DSW1-1 DSW1-2 DSW1-3 DSW1-4
DESCRIÇÃO ESTADO
4800 BAUD ON OFF OFF OFF
Velocidade de comunicação 4800 bauds
Paridade P ar
Número de Stop Bits 2 stop bits
Número de bits de dados 7 bits

A interligação entre a balança 2095 e a impressora 351 é


feita através do cabo RS-232C proveniente da própria im-
pressora.

b. Conexão a impressora 351

ATENÇÃO

Para interligar a impressora 351 à balança 2095, esta


necessita de um Kit RS-232C, código 3510900, pois a
transmissão de dados da balança à impressora é feita
através do padrão RS-232C.

A impressora poderá receber os dados na velocidade de


4800 baud, sendo que deverá ser programada conforme
descrição no item C.

As conexões da impressora à balança é feita através do


cabo da própria impressora.

Revisão 01 - 07 - 11 03 - ( 04 / 06 )
TOLEDO 2095

2. Ligação a Impressora LX-300 b. Conexão à Impressora LX-300

Para operação da impressora LX-300 com a balança,


a. Preparando a Balança esta deverá ser configurada conforme tabela a seguir:
Para a operação com a impressora LX-300, a balança PAR ÂME T R O ESTADO
2095 poderá transmitir nas velocidades de 2400 a 9600 Character spacing 1 2 cp i
bauds, sendo que deverá ser programada conforme ta- Shape of zero 0
bela a seguir: Skip over perforation on
Character table Italic - U.S.A.
PARÂMETROS ESTADO
Auto line feed Off
C 02 d Page length 11 inches
C 14 Prt1 Auto tear off On
Bits de dados 7 bi t
Tractor Single
Paridade PAr
Interface Serial
C 15 4800
Bit rate 4800 bps
C 27 d
Parity Even
Data length 7 bi t
A balança necessita, adicionalmente, de um cabo código ETX/ ACK On
6071853, para conexão com a impressora LX-300. Software ESC/P
Auto CR Off
A configuração elétrica do cabo de interligação da PCI
Principal à Impressora LX-300 é mostrada a seguir:
Estas software switches deverão obrigatoriamente obe-
decer esta configuração. As demais software switches
SAÍDA RS-232 IMPRESSORA LX-300
DB9-FÊMEA DB25 MACHO
deverão ser programadas de acordo com o funcionamento
desejado para a impressora. Após programar a impres-
sora, basta conectar o cabo de interligação da balança no
conector DB-25 Fêmea da impressora LX-300.

DB-2 RxD VO TxD 02


DB-3 TxD PO RxD 03
DB-5 GND VE GND 07

Revisão 01 - 07 - 11 03 - ( 05 / 06 )
TOLEDO 2095

3. Ligação à Microcomputadores Além da programação acima, a balança necessita,


adicionalmente, de um cabo código 6072591 para ligação
A Balança utiliza, na ligação com Microcomputatores ou ao dispositivo externo.
qualquer outro dispositivo que opere no padrão de
comunicação RS-232C, o protocolo de comunicação SAÍDA RS-232 SAÍDA RS-232
mostrado abaixo: DB9-FÊMEA DB9-FÊMEA

- Velocidade : Programável entre 2400 e 9600 bauds


- Paridade : Par ou Nenhuma
- Código : ASCII
- Stop Bits : 1 DB-2 RxD VO TxD 02
- Bits de Dados : 7 ou 8 ( LSB primeiro ) DB-3 TxD PO RxD 03
- Protocolo : Prt3 DB-5 GND VE GND 05

O protocolo de comunicação será como no exemplo abaixo:

[ ENQ ]
Balança Microcomputador

[ STX ] [ PESO ] [ ETX ]

onde:

ENQ : Caracter ASCII ( 05 H ) O indicador enviará os


dados de peso uma vez a cada ENQ recebido.
STX : Caracter ASCII ( 02 H ).
ETX : Caracter ASCII ( 03 H ).
PESO : 5 caracteres ASCII representando o peso, sendo
que os 2 primeiros caracteres são relativos à
parte inteira, e os outros 3 a parte decimal.

Para operar com Microcomputadores ou dispositivos


externos, a balança deve ser programada como segue:

PARÂMETROS ESTADO
C 14 Prt1 ou Prt3**
Bits de Dados 7 ou 8 Bits*
Paridade PAr ou nEn*
C 15 2400 a 9600 bauds*
* Estes parâmetros devem ser configurados de acordo
com o dispositivo externo interligado na balança.
** Prt1 - A balança irá enviar o peso apenas quando o
dispositivo receptor de carga estiver estável e com
indicação positiva ou igual a zero.
** Prt3 - A balança irá enviar o peso mesmo que a
indicação de peso não esteja estável e positiva, conforme
segue:
-PPPPP : Peso Estável
-NNNNN : Peso Negativo
-SSSSS : Peso em Sobrecarga
IIIII : Peso Instável

Revisão 01 - 07 - 11 03 - ( 06 / 06 )
TOLEDO 2095

04 Roteiro de Operação

A. IDENTIFICAÇÃO DOS CONTROLES 2. Detalhe do Teclado

1. Mostrador Digital

., ., ., ., .,
Liga e desliga o display. Esta tecla também é uti-
lizada no modo programação para alterar o esta-
do de um parâmetro.
a. Display de Peso kg
Tara ou destara um determinado peso, desde que
Indica os dados referentes à pesagem, peso bruto ou lí- diferente de zero, positivo e estável. Esta tecla tam-
quido. Exibe mensagens de erro e guia o usuário duran- bém é utilizada para acesso ao modo programação,
te a programação da balança. Constituído de 6 dígitos. quando o indicador é ligado, e também como retor-
no ao passo anterior no modo programação.
b. Indicador de Zero
Envia dados para impressoras , microcom-
A Flag acima da legenda "Zero", ilumina-se para indicar putador e equipamentos externos ligados
que a balança está em Zero.
à balança através da interface RS-232.
c. Indicador de Peso Líquido Esta tecla é utilizada também para avançar
ao próximo passo do modo programação.
Ilumina-se para indicar que uma tara foi memorizada. A
balança estará operando no Modo Líquido.

d. Indicador de Kg

Ilumina-se para indicar que a unidade de medida é o


Quilograma e indicar que o peso está estável.

Revisão 00 - 11 - 07 04 - ( 01 / 04 )
TOLEDO 2095

B. PREPARANDO A BALANÇA - Aguardar estabilização da plataforma de pesagem.

Antes de qualquer operação com balança, siga todas as


instruções de instalação e as recomendações contidas
na seção 3 deste manual. Com todas as recomendações
atendidas, conecte a balança na rede elétrica.
Ao ser ligada, a balança dará inicio à uma rotina de
inicialização onde o display deve:
- Em seguida a indicação de peso do display será zerada.
- Acender todos os dígitos do display.

.,
,. ,. ,. ,. ,.
Recomenda-se ligar a balança, pelo menos 3 minutos
- Iniciar contagem progressiva de 0 a 9. antes de iniciar qualquer operação de pesagem, para
permitir uma perfeita estabilidade térmica dos circuitos
eletrônicos internos.

As mensagens [ PE Ab ] e [ PE AC ], referentes à
indicação de peso abaixo ou acima da faixa de captura do
zero, serão exibidas até que a indicação de zero seja
capturada automaticamente pela balança (se estiver
dentro da faixa de +/- 10%).

Caso a balança 2095 seja ligada pela tecla não

ocorrerá essa rotina de inicialização. Serão apenas acesos


todos os dígitos e logo depois a indicação de peso será
zerada.

Após o zeramento automático da indicação do peso, a


- Apagar todos os dígitos do display. balança estará pronta para ser utilizada.

Revisão 00 - 11 - 07 04 - ( 02 / 04 )
TOLEDO 2095

C. OPERAÇÃO DE PESAGEM d. Retire o produto e consulte o item D para a limpeza de


tara memorizada.

1. Pesagem sem o uso de Tara


2.2. Entrada de Tara Sucessiva
a. Coloque o produto sobre plataforma de pesagem.
O peso será indicado no display. a. Para entrar com um valor de tara sucessiva, basta pres-

b. Anote o peso ou tecle , caso a balança


sionar a tecla com o recepiente sobre a plata-
opere com uma impressora opcional.
forma de pesagem, sem que seja necessária a limpeza
c. Retire o produto da plataforma de pesagem. de uma tara já existente.
Automaticamente a indicação do display será zerada,
ficando a balança pronta para uma nova operação. b. O display será zerado e o indicador de legenda [Líquido]
acenderá. Com isso siga os passos "b", "c" e "d" do
IMPORTANTE iten anterior para realizar a pesagem do produto.

Mediante programação, pode-se ativar a Impressão


Automática. Neste caso, após a estabilização da indicação D. LIMPEZA DE TARA
do peso, a balança emitirá automaticamente um comando
de impressão, substituindo o acionamento da tecla
e agilizando as operações de pesagem.
1. Limpeza de Tara

A destara pode ser feita automaticamente ou via teclado,


2. Pesagem com o uso de Tara
simplesmente pressionando a tecla , que também
As operações com tara podem ser feitas nos modos de executa a operação de tara sucessiva.
entrada de tara, semi-automática e sucessiva. Portanto para limpar um valor de Tara memorizado manual-
A tara está limitada à capacidade de pesagem programada.
mente, basta pressionar a tecla .
Entretanto, o valor da tara deverá ser subtraído da capacidade
de pesagem e, o resultado será a capacidade útil da balança.
2. Limpeza Automática de Tara

2.1. Entrada Semi-automática de Tara


ADVERTÊNCIA
a. Coloque o recipiente vazio sobre a plataforma de pesa-
Para operação da Limpeza Automática da tara, o parâmetro
gem e tecle . C01, que ativa a Limpeza Automática da tara, DEVE estar
ativado, [ C01 L ].
O display será zerado e o indicador de legenda
[Líquido] acenderá.
Para limpar automaticamente uma tara memorizada,
b. Coloque o produto dentro do recipiente. basta retirar o recipiente, juntamente com o produto, da
O peso líquido do produto será indicado. plataforma de pesagem.
c. Anote o valor do peso ou tecle , caso a
2095 esteja conectada à uma impressora opcional.

Revisão 00 - 11 - 07 04 - ( 03 / 04 )
TOLEDO 2095

Veja os possíveis intertravamentos na limpeza da tara na


nota a seguir.

IMPORTANTE

Caso o peso do produto, colocado dentro do recipiente, seja


inferior a 9 incrementos, ao se retirar o recipiente e o produto
da plataforma, o valor da tara permanecerá armazenado e,
neste caso, para limpar a tara memorizada é necessário
utilizar o procedimento manual de limpeza de tara.

Revisão 00 - 11 - 07 04 - ( 04 / 04 )
TOLEDO 2095

05 Roteiro de Programação

B. MODO PROGRAMAÇÃO
ATENÇÃO
DESCONECTAR A BALANÇA DA REDE A balança dispõe de recursos de configuração programá-
ANTES DE EFETUAR QUALQUER TROCA veis que podem ser acessados e reprogramados via te-
OU MANUTENÇÃO clado, e que são armazenados em memória não-volátil, ou
seja, permanecem gravados mesmo que a balança venha
a ser desligada. Estes recursos são software-switches,
chaves programáveis do tipo liga-desliga, que podem
A D V E R T Ê N C I A! habilitar ou desabilitar um determinado parâmetro dentro
de um conjunto limitado de parâmetros.
OBSERVAR AS PRECAUÇÕES PARA O
MANUSEIO DE EQUIPAMENTOS SENSÍVEIS Este conjunto de parâmetros determina as condições bá-
À ELETRICIDADE ESTÁTICA.
sicas de operação e ajuste da balança, inclusive a
calibração. Para evitar a ocorrência de fraudes, este
conjunto de parâmetros foi dividido em dois grupos, um
acessível ao usuário e o outro de acesso restrito aos
Técnicos da Toledo.
A. JUMPERS

. Identificação dos Parâmetros


. PCI Principal
Os parâmetros são identificados por um código formado
JUMPER POSIÇÃO FUNÇÃO
pela letra C maiúscula ( de Chave ), seguida de dois dígi-
tos numéricos.
Aberto Operação Normal.
C A L1 Habilita o modo programação e Os parâmetros estão divididos em dois grupos:
Fechado
calibração.
JP 1 --- Reservado.
1. Parâmetros do Usuário
Seleção da interface de
1-2
JP 2 comunicação RS-232.
Este grupo contém os parâmetros que podem ser aces-
2-3 Reservado. sados pelo usuário. Os parâmetros acessíveis são C01,
Aberto Para células de carga de 6 fios. C02, C05, C11, C14, C15, C16, C17, C27 e C54.
JP 3 e JP 4
Fechado Para células de carga de 4 fios.
2. Parâmetros de Acesso Restrito

Este grupo contém os parâmetros que interferem direta-


mente na calibração da balança. Os parâmetros de
acesso restrito são C91, C92, C93, C94, C95, C96, C99
e CAL. O acesso a esse grupo deverá ser feito somente
pelo técnico especializado Toledo.

Revisão 00 - 11 - 07 05 - ( 01 / 06 )
TOLEDO 2095

Os parâmetros devem ser relacionados com uma função


específica e com um estado de programação (ligado ou Se o usuário pressionar após alterar o estado, a
desligado). O estado de um parâmetro é identificado por
um ou mais caracteres entre parênteses. nova escolha não será gravada, retrocedendo assim ao
parâmetro anterior.
O código, a função, e o estado inicial (de fábrica) de um
parâmetro serão relacionados conforme o exemplo abaixo: Caso não deseje gravar as últimas alterações, basta

EXEMPLO:
pressionar a tecla até o display mostrar a versão
O código, o estado e a função de um parâmetro serão de software, assim, os estados dos parâmetros retornarão
relacionados neste Manual, conforme o exemplo a seguir:
às posições em que se encontravam antes da entrada no
modo programação.
C27 Transmissão Contínua: d

Estado Inicial ATENÇÃO


Função
Parâmetro
Ao sair da Programação, todas as modificações feitas nos
parâmetros serão automaticamente gravadas na memória
O estado de programação considerado aqui, refere-se à não-volátil.
programação feita em Fábrica. Nesse caso, mediante
senha, poderão ser acessados todos os parâmetros do
grupo do usuário.
C. PROGRAMAÇÃO DO USUÁRIO

. Função das Teclas na Programação


Entrando no Grupo do Usuário

Esta tecla é utilizada para alterar o estado do


parâmetro.
a. Mantenha pressionada a tecla quando a balança

Esta tecla é utilizada para avançar ao parâ-


metro seguinte. for energizada ou ligada através da tecla .

O display exibirá a versão de software [ --1,07 ].


Esta tecla é utilizada para retornar ao parâmetro
anterior.
b. Com isso, para acessar os parâmetros do usuário,
Com o display indicando a versão de software, com o display indicando a versão de software tecle
exemplo [ --1,07 ], acionando esta tecla, a balança
sairá do modo programação. . O display exibirá o primeiro parâmetro
Não tem efeito sobre o parâmetro C99.
do grupo do usuário, [ C01 L ].

Para a alteração do parâmetro tornar-se válida, deve-se

pressionar a tecla após alterar o estado do

parâmetro com a tecla .

Revisão 00 - 11 - 07 05 - ( 02 / 06 )
TOLEDO 2095

Seleção dos Parâmetros do Usuário C11 Filtro digital: F1

C01 Limpeza automática de tara: L Seleciona o nível do filtro digital de pesagem. Pode ser
configurado da seguinte maneira:
Esse parâmetro quando habilitado, a destara ocorrerá
automaticamente após a retirada da carga aplicada sobre ESTADO SELEÇÃO
o prato de pesagem. Quando desabilitado, faz com que a F0 Filtro desligado.
F1 Filtro mínimo.
tara permaneça até que a tecla seja pressionada. F2 Flitro médio.
F3 Filtro máximo.
ESTADO SELEÇÃO
d Desabilita a Limpeza automática de tara.
L Habilita a Limpeza automática de tara.
C14 Seleção do protocolo: Pr351

Permite a seleção do tipo de pacote de dados que o indi-


C02 Impressão Automática: d cador enviará.

ESTADO SELEÇÃO
Quando habilitado faz com que a balança envie dados de
impressão à impressora automaticamente desde que não Pr351 Impressora 351.
haja movimento no prato de pesagem. Protocolo de comunicação para micro-
Prt1
computadores.
ESTADO SELEÇÃO
Protocolo de comunicação para micro-
d Desabilita Impressão automática. Prt2
computadores.
L Habilita a Impressão automática. Protocolo de comunicação para micro-
Prt3
computadores.
Quando habilitado permite a seleção de impressão auto-
mática a partir de: O protocolo Prt2 é fixo em 8 bits de dados, sem paridade
e 1 stop bit.
ESTADO SELEÇÃO
AP 0 Permite a impressão a partir de 0 kg. Ao selecionar os protocolos Prt1 ou Prt3, poderá ser
configurado o tipo de paridade e o envio de 7 ou 8 bits de
A P 20 Permite a impressão a partir de 20e.
dados no canal serial (Stop bit é sempre 1).

A impressão Automática não terá efeito se a Transmissão Número de Bits de Dados


contínua estiver ativada, (C27 L).
ESTADO SELEÇÃO

C05 Tara Sucessiva: d 8 bi t 8 bits de Dados


7 bi t 7 bits de Dados
Quando habilitado, possibilita a inserção de tara sobre
tara, sem a necessidade de limpar a tara anterior.
Paridade
ESTADO SELEÇÃO
ESTADO SELEÇÃO
d Desabilita a tara sucessiva.
P ar Paridade Par
L Habilita a tara sucessiva.
nEn Nenhuma

Quando selecionado 7 bits de dados, a paridade é sempre


Par.

Revisão 00 - 11 - 07 05 - ( 03 / 06 )
TOLEDO 2095

C15 Velocidade de comunicação: 4800 C54 Visualização das sobrecargas: d

Seleção da velocidade de comunicação com os microcom- Quando habilitado, ao avançar permite mostrar o peso
putadores: máximo atingido em sobrecargas e o número total de
sobrecargas ocorridas.
ESTADO SELEÇÃO
2400 2400 baud. Somente as sobrecargas acima de 30% da capacidade
máxima serão registradas.
4800 4800 baud.
9600 9600 baud. O registro das sobrecargas somente poderá ser inicializado
através do C99. Este parâmetro não se manterá habilita-
O protocolo Prt2 não tem a opção 2400 baud. do, sendo automaticamente desabilitado após a
visualização das sobrecargas.

C16 Impressão de Peso Bruto ou Líquido: d ESTADO SELEÇÃO


d Desabilita a visualização das sobrecargas
Permite a impressão do peso bruto ou líquido ou impressão
do peso bruto, tara e peso líquido: L Habilita a visualização das sobrecargas

ESTADO SELEÇÃO
d Impressão apenas do peso bruto ou líquido.
L Impressão do peso bruto, tara e líquido.

C17 Impressão em uma única Linha: d

Permite a impressão em várias ou apenas em uma linha:

ESTADO SELEÇÃO
d Impressão em apenas uma única linha.
L Impressão em linhas múltiplas.

C27 Transmissão Contínua de Dados: d

Permite que os dados sejam transmitidos continuamente


(Modo Contínuo) quando C14 estiver configurado para
Prt2 ou que a transmissão só ocorra através de comando

pela tecla (Modo Demanda).

ESTADO SELEÇÃO
d Desabilita a transmissão contínua
L Habilita a transmissão contínua

Revisão 00 - 11 - 07 05 - ( 04 / 06 )
TOLEDO 2095

D. PROGRAMAÇÃO RESTRITA C91 Tolerância à movimentos: Tol1

Configuração da tolerância à movimentos e vibrações na


Entrando no Grupo Restrito plataforma de pesagem:

ESTADO SELEÇÃO
Como foi descrito, os parâmetros de programação se divi- Tol1 Tolerância baixa.
dem em dois grupos. Um de acesso ao usuário e outro
Tol2 Tolerância média.
restrito para o uso dos Técnicos da TOLEDO.
Tol3 Tolerância alta.
Para entrar no Grupo Restrito e ter acesso a seleção de
funções e a calibração da balança 2095, é necessário
pressionar a chave de contato momentâneo "CAL1" ATENÇÃO
localizada na PCI principal.

Após a exibição da versão de software, a tecla "CAL1" po- A tolerância do sensor de movimentos é um recurso que
de ser solta, não sendo necessário mantê-la pressionada. permite ajustar um nível de movimento aceitável para a
indicação de estabilidade do peso na plataforma, ou seja,
irá indicar instabilidade a um nível maior ou menor de
Seleção dos Parâmetros Restritos movimentos.

CAL Calibração: d
C92 Raw Count no display: d
Habilita o ajuste de indicação da balança.
Este parâmetro habilita a visualização do Raw count no
ESTADO SELEÇÃO display. Parâmetro exclusivo para testes da Engenharia.
d Desabilita o ajuste de indicação.
ESTADO SELEÇÃO
L Habilita o ajuste de indicação.
d Desabilita visualização do Raw count.
Se habilitado, possui recurso de correção de linearidade
L Habilita visualização do Raw Count.
da célula de carga, realizado por meio do ajuste de
indicação em 3 pontos. Este recurso deverá ser utilizado
em plataformas que apresentem erros de linearidade.
C93 Escala Expandida: d
ESTADO SELEÇÃO
Habilita a expansão da escala de peso. Quando habilitado
2 PtoS Ajuste de indicação em dois pontos.
(C93 L) permite que a indicação do campo de peso seja
3 PtoS Ajuste de indicação em três pontos. feita com a graduação de 1 em 1, porém a indicação
mostrada será o número de incrementos com precisão de
NOTA mais uma casa.

Para calibrar a balança, consulte a seção 6, deste MOIM. Por exemplo, em uma balança de 15 x 0,005 kg, quando
submetida a um peso de 10 kg, mostrará em sua indicação
o valor 20000 (10 / 0,005 kg = 2000e x 10 = 20000).
Algumas funções (como tara e impressões) serão
desabilitadas.

Revisão 00 - 11 - 07 05 - ( 05 / 06 )
TOLEDO 2095

C99 Estado Inicial: d


ATENÇÃO
Quando habilitado, "C99 L", permite que todos os parâ-
metros ajustados sejam trocados pelos ajustados inicial-
O Modo Expandido deve ser habilitado somente para teste mente na fábrica (Default).
e ajustes. Em operação normal o Modo Expandido deve
permanecer no estado desligado, [ C93 d ]. ESTADO SELEÇÃO
d Não carrega o estado inicial dos parâmetros

C94 Ponto Decimal: 0,001 L Carrega o estado incial dos parâmetros

Através desse parâmetro é possível selecionar a posição O estado inicial dos parâmetros de programação estão
do ponto decimal no display. relacionados a seguir.

ESTADO SELEÇÃO GRUPO DO USUÁRIO

1 X PARÂMETRO FUNÇÃO DEFAULT


C 01 Limpeza automática de tara L
0,1 X,X C 02 Impressão automática d
0,01 X,XX C 05 Tara sucessiva d
0,001 X,XXX C11 Filtro digital F1
C 14 Protocolo de comunicação Pr351
0,0001 X,XXXX
C 15 Velocidade de comunicação 4800
Impressão de peso bruto ou
C 16 d
líquido
C95 Tamanho do Incremento: 1 C 17 Impressão em linha única d
C 27 Transmissão contínua de dados d
Através desse parâmetro é possível selecionar o tamanho C 54 Visualização de sobrecargas d
do incremento da balança.
GRUPO RESTRITO
ESTADO SELEÇÃO
PARÂMETRO FUNÇÃO DEFAULT
1 Tamanho do incremento igual a 1 C 91 Tolerância a movimentos tol1
2 Tamanho do incremento igual a 2 C 92 Exibição do Raw Count d
C 93 Escala Expandida d
5 Tamanho do incremento igual a 5
C 94 Ponto decimal 0,001
C 95 Tamanho do incremento 1
C 96 Número de incrementos 6000
C96 Número de Incrementos: 6000 C 99 Estado inicial d
C AL Ajuste de indicação d
Permite a seleção dos seguintes números de incrementos
via teclado:
Números de incrementos que podem ser
selecionados
1000 1500 2000 2500 3000
4000 4500 5000 6000 ------

Revisão 00 - 11 - 07 05 - ( 06 / 06 )
TOLEDO 2095

06 Roteiro de Calibração

A. ACESSO AO EQUIPAMENTO b. Depois de remover os dois parafusos de lacre da balan-


ça 2095 que fixam a tampa, retire os outros dois parafu-
sos de fixação da tampa da PCI principal.
ATENÇÃO Após a remoção desses parafusos a tampa ficará livre
DESCONECTAR A BALANÇA DA REDE permitindo total acesso a PCI Principal.
ANTES DE EFETUAR QUALQUER TROCA OU
MANUTENÇÃO

A D V E R T Ê N C I A!
OBSERVAR AS PRECAUÇÕES PARA O
MANUSEIO DE EQUIPAMENTOS SENSÍVEIS À
ELETRICIDADE ESTÁTICA.

Para se ter acesso ao interior da balança 2095 e efetuar


inspeções, testes, ajustes ou troca de peças, proceda
como segue:

a. Corte o arame de lacre e remova os parafusos de lacre.

A balança 2095 possui 4 parafusos de lacre na parte in- Parafusos de


fixação da tampa
ferior da balança e dois parafusos de fixação da tampa.

Parafuso de
acesso a calibração
PCI Principal livre
Parafusos de Lacre da tampa

Revisão 00 - 11 - 07 06 - ( 01 / 06 )
TOLEDO 2095

B.COMPOSIÇÃO INTERNA D. TESTES E AJUSTES

Para conhecer e ter uma visão completa de todas as pe- 1. Ajuste de Zero e Span
ças que constituem a balança internamente, consulte o
seu Catálogo de Peças. Este indicador possui 2 formas diferentes de ajuste de
indicação: Ajuste de indicação em dois pontos e ajuste de
indicação em três pontos.
C. LAYOUT DAS PCI´s
A principal diferença do ajuste de indicação em dois
pontos para o de três pontos, é que o de três pontos
1. Layout PCI Principal possui correção de linearidade da célula de carga, e que
deve ser aplicado em plataformas que apresentarem erros
de linearidade.

J6
1.1. Ajuste de Indicação em 2 pontos

CAL1
a. Para entrar no modo de ajuste de indicação, pressionar
J2 por alguns instantes a tecla “CAL1” na PCI Principal.
Será exibida a versão de software.
J1 J4 J5 J7 Pressionar a tecla . Exibirá a mensagem
[ CAL d ], indicando que o modo de ajuste de indicação
J1. Conexão Fonte J4. Conexão para Display externo está desabilitado.
J5. Conexão Saída RS-232C J7. Conexão USB (Não disponível)
J2. Display / Teclado J6. Célula de carga
CAL1. Chave de Calibração b. Pressionar a tecla para habilitar o modo de

ajuste de indicação. Exibirá a mensagem [ CAL L ].


Para dar início ao processo de ajuste de indicação,
2. Layout da PCI do Display
pressionar a tecla . A mensagem [2 ptos]
ou [3 ptos] será exibida.

J4 c. Pressionar a tecla para selecionar a opção [2

ptos]. Após selecionar esta opção, pressionar a tecla


J3 . A mensagem [ SE PE ] será exibida.

J4. Teclado J3. PCI Principal d. Com o display indicando [ SE PE ] (SEm PEso), esvaziar

o prato de pesagem e pressionar a tecla .


Será exibida no display a mensagem [SE 64], até a
estabilização completa da plataforma de pesagem.
Após a estabilização, será iniciada uma contagem re-
gressiva de 64 a 01. Ao final da contagem, o ajuste de
indicação de zero estará concluído.

Revisão 00 - 11 - 07 06 - ( 02 / 06 )
TOLEDO 2095

e. Após o ajuste de indicação de zero, será exibida a 1.2. Ajuste de Indicação em 3 pontos
mensagem: [CO PE] (COm PEso). Colocar sobre a
plataforma de pesagem o peso-padrão que será utili- a. Para entrar no modo de ajuste de indicação, pressionar
zado no ajuste da indicação. Em seguida, pressionar por alguns instantes a tecla “CAL1” na PCI Principal.
Será exibida a versão de software. Pressionar a tecla
a tecla .
. Exibirá a mensagem [ CAL d ], indicando
f. Será exibido o peso de ajuste de indicação programado. que o modo de ajuste de indicação está desabilitado.

Para alterá-lo, utilizar as teclas para incremen- b. Pressionar a tecla para habilitar o modo de

ajuste de indicação. Exibirá a mensagem [ CAL L ].


tar o dígito que estiver “piscando”, e a tecla Para dar início ao processo de ajuste de indicação,

para selecionar o próximo dígito. Para confirmar a alte- pressionar a tecla .


ração e avançar para o passo seguinte, pressionar a A mensagem [ 2 ptos ] ou [ 3 ptos ] será exibida.
tecla .
c. Pressionar a tecla para selecionar a opção [ 3

g. Em seguida, será exibida a mensagem [CO 64], até a ptos ]. Após selecionar esta opção, pressionar a tecla
estabilização completa da plataforma de pesagem.
Após a estabilização, será iniciada uma contagem re- . A mensagem [ SE PE ] será exibida.
gressiva de 64 a 01. Ao final da contagem, o ajuste de
indicação de span estará concluído. d. Com o display indicando [ SE PE ] (SEm PEso), esva-
ziar a plataforma de pesagem e pressionar a tecla
h. Após esta etapa, volta a exibir a versão de software.
Para retornar ao modo pesagem, pressionar a tecla . Será exibida a mensagem [ SE 64 ], até
a estabilização completa da plataforma de pesagem.
. Após a estabilização, será iniciada uma contagem re-
gressiva de 64 a 01. Ao final da contagem, o ajuste de
indicação de zero estará concluído.

A 2095 ESTÁ CALIBRADA E PRONTA PARA O USO. e. Após o ajuste de indicação de zero, será exibida a men-
sagem: [ CO P1 ] (COm Peso 1). Colocar sobre a plata-
forma de pesagem o peso-padrão correspondente ao
segundo ponto de ajuste de indicação. Em seguida,

pressionar a tecla .

f. Será exibido o peso de ajuste de indicação programado


para o segundo ponto. Para alterá-lo, utilizar as teclas

para incrementar o dígito que estiver “piscando”,

e a tecla para selecionar o próximo dígito. Para

confirmar a alteração e avançar para o passo seguinte,

pressionar a tecla .

Revisão 00 - 11 - 07 06 - ( 03 / 06 )
TOLEDO 2095

g. Será exibida a mensagem [ CO 64 ], até a estabilização 2. Ajuste de Sobrecarga


completa da plataforma de pesagem. Após a estabiliza-
ção, será iniciada uma contagem regressiva de 64 a 01. 2.1. Ajuste de Sobrecarga - Bal. de 6 kg
Ao final da contagem, o ajuste de indicação do peso
intermediário estará concluído. O ajuste de sobrecarga deverá ser feito com a balança
operando em Modo Expandido, [ C93 L ].
h. Após o ajuste de indicação do peso intermediário, será
exibida a mensagem: [ CO P2 ] (COm Peso 2). Colocar
a. Com o auxílio de um calibrador de lâminas ajuste os para-
sobre a plataforma de pesagem os pesos-padrão cor-
fusos de sobrecarga dos pontos A, B e C conforme indi-
respondentes ao terceiro ponto de ajuste de indicação.
cam o desenho e a tabela a seguir (sem o peso de 8 kg):
Em seguida, pressionar a tecla .

i. Será exibido o peso de ajuste de indicação programado


para o terceiro ponto. Para alterá-lo, utilizar as teclas

para incrementar o dígito que estiver “piscando”,

e a tecla para selecionar o próximo dígito. Para

confirmar a alteração e avançar para o passo seguinte,

pressionar a tecla .

j. Será exibida a mensagem [ CO 64 ], até a estabilização


completa da plataforma de pesagem. Após a estabili-
zação, será iniciada uma contagem regressiva de 64 a
01. Ao final da contagem, o ajuste de indicação estará
concluído.

k. Após esta etapa, volta a exibir a versão de software.


Para retornar ao modo pesagem, pressionar a tecla PONTO MEDIDA DO AJUSTE
A 2,20 à 2,25mm
. B 0,60 à 0,65mm
C 1,40 à 1,45mm
DeE Ver nota
A 2095 ESTÁ CALIBRADA E PRONTA PARA O USO.

NOTA

Para ajustar o ponto D e o ponto E, deve-se colocar o


peso padrão de 8 kg conforme mostrado na figura acima.
Porém o ajuste deve ser feito um de cada vez. Primeiro
o ponto D, depois o ponto E. Com esse peso sobre o
ponto, ajustar o parafuso de sobrecarga (D ou E, conforme
a ordem) até que a indicação comece a cair, e fique num
valor entre 75000 a 78000e.

Revisão 00 - 11 - 07 06 - ( 04 / 06 )
TOLEDO 2095

b. Após ajustar o parafuso de sobrecarga, desligue o modo


expandido, [ C93 d ] e coloque 6 kg em todos os quadran- NOTA
tes e no centro da plataforma para verificar se a indicação
está correta. Para ajustar o ponto D e o ponto E, deve-se colocar o
peso padrão de 15 kg conforme mostrado na figura
Tendo certeza de que o ajuste está correto, trave o parafu- anterior. Porém o ajuste deve ser feito um de cada vez.
so de sobrecarga na base, usando LOCTITE 271. Primeiro o ponto D, depois o ponto E. Com esse peso
sobre o ponto, ajustar o parafuso de sobrecarga (D ou E,
conforme posição do peso) até que a indicação comece a
2.2. Ajuste de Sobrecarga - Bal. de 12 kg cair, e fique num valor entre 72500 a 74000e.

O ajuste de sobrecarga deverá ser feito com a balança


operando em Modo Expandido, [ C93 L ]. b. Após ajustar o parafuso de sobrecarga, desligue o modo
expandido, [ C93 d ] e coloque 12 kg em todos os qua-
a. Com o auxílio de um calibrador de lâminas ajuste os pa- drantes e no centro da plataforma para verificar se a indi-
rafusos de sobrecarga dos pontos A, B e C conforme indi- cação está correta.
cam o desenho e a tabela a seguir (sem o peso de 15 kg):
Tendo certeza de que o ajuste está correto, trave o parafu-
so de sobrecarga na base, usando LOCTITE 271.

PONTO MEDIDA DO AJUSTE


A 3,80 à 3,85mm
B 0,90 à 0,95mm
C 2,80 à 2,85mm
DeE Ver nota

Revisão 00 - 11 - 07 06 - ( 05 / 06 )
TOLEDO 2095

2.3. Ajuste de Sobrecarga - Bal. de 30 kg


Plataforma de 275 x 325mm NOTA

O ajuste de sobrecarga deverá ser feito com a balança Para ajustar o ponto D e o ponto E, deve-se colocar o
operando em Modo Expandido, [ C93 L ]. peso padrão de 35 kg conforme mostrado na figura
anterior. Porém o ajuste deve ser feito um de cada vez.
a. Com o auxílio de um calibrador de lâminas ajuste os pa- Primeiro o ponto D, depois o ponto E. Com esse peso
rafusos de sobrecarga dos pontos A, B e C conforme indi- sobre o ponto, ajustar o parafuso de sobrecarga (D ou E,
cam o desenho e a tabela a seguir (sem o peso de 35 kg): conforme posição do peso) até que a indicação comece a
cair, e fique num valor entre 68000 a 69000e.
Local do peso para ajuste do ponto D

b. Após ajustar o parafuso de sobrecarga, desligue o modo


expandido, [ C93 d ] e coloque 30 kg em todos os qua-
drantes e no centro da plataforma para verificar se a indi-
cação está correta.

Tendo certeza de que o ajuste está correto, trave o parafu-


so de sobrecarga na base, usando LOCTITE 271.

Local do peso para ajuste do ponto E

PONTO MEDIDA DO AJUSTE


A 5,20 à 5,25mm
B 1,30 à 1,35mm
C 3,30 à 3,35mm
DeE Ver nota

Revisão 00 - 11 - 07 06 - ( 06 / 06 )
TOLEDO 2095

07 Roteiro de Análise e Correção de Defeitos

A. PROCEDIMENTO PRELIMINAR - Após verificar os itens anteriores, desligue a balança da


rede, espere um tempo mínimo de 30 segundos e volte
a ligá-la à rede.
Antes de efetuar qualquer serviço dentro da balança, con-
siga o máximo de informações referentes ao defeito sur- A balança exibirá a rotina de inicialização, contendo as
gido no instrumento. mensagens de Autoteste e a contagem progressiva de
0 a 9. Logo a seguir, a balança será zerada automatica-
Faça uma inspeção prévia observando e certificando-se mente.
de que :
Isto permite verificar se algum segmento do display está
- A tensão de alimentação do Cliente é a especificada. danificado ou se os circuitos que os acionam estão fun-
cionando adequadamente.
110 ou 220 VCA
- 15% a + 10%, 50/60 HZ Se após o Autoteste a balança apresentar um código de
2 Fios ( F + N ) erro, dirija-se ao item D, desta seção, para a identifica-
ção e correção da origem do erro.
- A configuração dos terminais e tomada estão compatí-
veis com as Condições Elétricas, descrita na seção 3,
deste MOIM. B. TESTE DA FONTE DE TENSÃO

- A chave seletora do adaptador que seleciona a tensão


de alimentação está compatível com a tensão da rede Com o voltímetro ajustado na escala de VCC, medir
elétrica. através do conector da fonte as tensões indicadas na
tabela a seguir.
- A superfície onde a balança está apoiada é firme, rígida
e não gera trepidações. FONTE DE ALIMENTAÇÃO
FAIXA DE
- Não exista corrente de ar incidindo diretamente sobre PONTOS
TENSÃO UTILIZAÇÃO TENSÃO
D E TE S TE
a plataforma de pesagem. ACEITÁVEL
Conector do
- O local não seja demasiadamente úmido ou quente. +13,5 VCC Alimentar a +12,8 a
adaptador
+/- 5% PCI Principal +14,1 VCC
de parede

ATENÇÃO

Caso seja constatada alguma anormalidade nas


condições básicas para o perfeito funcionamento da
balança, o Cliente deverá ser informado imediatamente
a fim de providenciar as correções necessárias.
Não cabe a Toledo a regularização e, tão pouco, a respon-
sabilidade por danos causados ao equipamento em
decorrência de irregularidades nas instalações elétricas
do Cliente.

Revisão 00 - 11 - 07 07 - ( 01 / 06 )
TOLEDO 2095

C. TESTE DA CÉLULA / PCI PRINCIPAL 1. Balanças com capacidade de 6 kg

O estágio de entrada foi desenvolvido para apresentar o Utilize para [ CO PE ] um peso padrão de 4 kg, na posição
melhor desempenho quando conectado a uma célula de 1.2 mV/V do simulador de carga.
carga, ao testar o circuito com um simulador de célula de
SIMULADOR CÉLULA DE CARGA
carga, haverá um erro de linearidade devido ao circuito
elétrico do simulador não reproduzir com exatidão o PASSO INDICAÇÃO PESO INDICAÇÃO
circuito elétrico de uma célula de carga. Este erro de mV/V EXPANDIDA kg EXPANDIDA
linearidade é previsível e pode significar que o circuito 0,0 00000 0 00000
analógico está funcionando corretamente.
0,2 06666 0,68 06800
As tabelas a seguir apresentam a correlação de erro exis- 0,4 13336 1,32 13200
tente entre o simulador de carga e uma célula de carga. 0,6 19978 2,00 20000
0,8 26662 2,67 26700
Para efetuar este teste, proceda como segue:
1,0 33349 3,33 33300
a. Conecte o simulador no conector J6. 1,2 40003 4,00 40000
1,4 46661 4,68 46800
b. Pressione a chave CAL1 na PCI Principal.
1,6 53349 5,32 53200
c. Efetue uma calibração com [ SE PE ] = 0,0 mV/V e 1,8 60036 6,00 60000
[ CO PE ] = 1,2 mV/V.
2,0 66708 6,68 66800
d. Verifique se a indicação na escala expandida se apro-
xima aos valores da tabela a seguir. 2. Balanças com capacidade de 12 kg

- Caso a indicação se aproxime dos valores da tabela, Utilize para [ CO PE ] um peso padrão de 8 kg, na posição
significa que a PCI Principal está sem problemas e, 1.2 mV/V do simulador de carga.
provavelmente, o defeito se origina da célula de carga.
SIMULADOR CÉLULA DE CARGA

- Caso a indicação não se aproxime dos valores da ta- PASSO INDICAÇÃO PESO INDICAÇÃO
bela, significa que a PCI Principal está com problemas. mV/V EXPANDIDA kg EXPANDIDA
Neste caso, substitua a PCI Principal e recalibre a 0,0 00000 0 00000
balança.
0,2 06667 1,33 06666
0,4 13336 2,66 13333
0,6 19977 4,00 20000
0,8 26660 5,33 26666
1,0 33347 6,66 33333
1,2 40001 8,00 40000
1,4 46658 9,33 46666
1,6 53345 10,66 53333
1,8 60032 12,00 60000
2,0 66701 13,33 66666

Revisão 00 - 11 - 07 07 - ( 02 / 06 )
TOLEDO 2095

3. Balanças com capacidade de 30 kg D. MENSAGENS E CÓDIGOS DE ERRO

Utilize para [ CO PE ] um peso padrão de 20 kg, na posi- Abaixo são relacionados os códigos de erro que a balan-
ção 1.2 mV/V do simulador de carga. ça apresenta quando com defeito.

SIMULADOR CÉLULA DE CARGA [ Err 1 ] Erro de EEPROM


PASSO INDICAÇÃO PESO INDICAÇÃO
mV/V EXPANDIDA kg EXPANDIDA 1. Defeito de hardware, erro no checksum ou ausência de
componente. Substituir a PCI Principal;
0,0 00000 0 00000
0,2 06666 6,66 06666 [ Err 3 ] Erro de ajuste de indicação
0,4 13335 13,33 13333
0,6 19977 20,00 20000
1. Balança fora de ajuste de indicação. Executar o proce-
dimento de ajuste de indicação;
0,8 26658 26,66 26666
1,0 33345 33,33 33333 [ Err 9 ] Erro de conversão de peso
1,2 40000 40,00 40000
1. Entrada do circuito AD abaixo ou acima do limite de
1,4 46656 46,66 46666 conversão, cabo da célula de carga mau conectado,
1,6 53344 53,33 53333 rompido ou em curto circuito ;
1,8 60030 60,00 60000
[ Err 10 ] Erro do ADC
2,0 66699 66,66 66666
1. Defeito de hardware ou falha do componente;

ADVERTÊNCIA

As condições de erro 1,9 e 10 ocasionam o travamento da


operação da balança. Para retornar à operação normal é
necessário seguir os seguintes procedimentos:

- Desligar a balança da rede elétrica.


- Sanar o defeito referente à mensagem de erro.
- Religar a balança na rede elétrica.

A condição de erro 3 ocasiona o travamento da operação da


balança em modo normal, mas não no modo programação.
Portanto, para sanar este erro, basta entrar no modo progra-
mação e executar o procedimento de ajuste de indicação.

Revisão 00 - 11 - 07 07 - ( 03 / 06 )
TOLEDO 2095

E. SUBSTITUIÇÃO DA CÉLULA DE CARGA Após a execução de todos estes procedimentos, a célula


de carga estará livre para ser substituída.
Para substituir a célula de carga da Balança 2095, proce-
da conforme itens a seguir: Ao fixar a nova célula de carga, utilize um torque de 15 N.m
(para células de carga modelo Penguin) nos parafusos de
a. Desconecte o adaptador de tensão da rede elétrica. fixação da célula de carga.

b. Retire a chapa de proteção da PCI Principal.

c. Retire os fios do conector J6 da PCI Principal.

d. Desenrole os fios do núcleo de ferrite.

Estes procedimentos livrarão o cabo da célula de carga da


PCI Principal.

Para ter acesso a célula de carga proceda conforme itens


a seguir:

e. Remova a cobertura da plataforma de pesagem da 2095


obtendo assim acesso aos parafusos superiores de fi-
xação da célula de carga.

f. Retire os parafusos de cabeça cilíndrica Allen, fixados


na parte superior da célula de carga (2 parafusos no ca-
so de célula modelo Penguin).

g. Levante o subconjunto da plataforma.

h. Retire o calço da base da plataforma de cima da célula.

i. Retire os 2 parafusos da proteção da célula de carga e


os parafusos de cabeça cilíndrica para fixação da célu-
la de carga, localizados na parte inferior da plataforma.

Parafusos de fixação da
Célula de carga

Plataforma de
pesagem

Calço da plataforma

Proteção da Célula

Célula de
carga

Parafusos de fixação da
proteção e da Célula

Revisão 00 - 11 - 07 07 - ( 04 / 06 )
TOLEDO 2095

F. DIAGRAMA DE INTERCONEXÕES

J1 J2 J2
ADAPTADOR 5V AL 5V
DE TENSÃO 1 8
2 0V BO 0V 7
PCI DO
(JACK P4) 3 12V VO 12V 6 DISPLAY
4 CS PO CS 5
5 SCK AO SCK 4
J4 6 SD CA SD 3
7 C/D LA C/D 2
8 Tecla VE Tecla 1
DISPLAY /
TECLADO PCI
EXTERNO PRINCIPAL
(DB9 FÊMEA)

CÉLULA DE CARGA
J5 PENGUIN
J6
INTERFACE 2-RxD +EXC. BO
RS-232 3-TxD 1 +SEN AO
5-GND 2
(DB9 MACHO) 3 -SIN.. PO
4 +SIN.. VE
5 -SEN VO
6 -EXC. AL
7 GND
BLINDAGEM

Revisão 00 - 11 - 07 07 - ( 05 / 06 )
TOLEDO 2095

PARA SUAS ANOTAÇÕES

Revisão 00 - 11 - 07 07 - ( 06 / 06 )
TOLEDO 2095

08 Roteiro de Manutenção Preventiva

Para que a Balança 2095 conserve suas características Verificação da Instalação Elétrica
iniciais e seu perfeito funcionamento com o decorrer do
tempo, é fundamental que as instruções e procedimentos A correta instalação elétrica do Cliente é fator primordial
desta seção sejam efetuados periodicamente, de acordo para o bom funcionamento da balança.
com o uso e condições do ambiente de trabalho.
Na verificação da Instalação Elétrica, deverá ser assegu-
rado que:
ATENÇÃO
- A tensão que alimenta a balança é especificada.

Os seviços de manutenção somente poderão ser execu- 110 VCA ou 220 VCA
tados por técnicos devidamente credenciados pelo IPEM + 10% a - 15%, 50/60 Hz
e autorizados pela TOLEDO. 2 Fios ( F + N )
A balança sob conserto ou manutenção deve ser retirada
do local de uso para outro mais apropriado a essa finali- - A configuração dos terminais e tomada estão compatí-
dade. Portanto nunca realize qualquer serviço de manu- veis com as Condições Elétricas, descrita na seção 3,
tenção no balcão ou local de atendimento ao consumidor.
deste manual.

- O cabo de alimentação, os terminais e a tomada estão


A. CONTATO INICIAL livres de umidade e em bom estado físico.

Este item visa obter permissão para desativação da ba-


ATENÇÃO
lança e conhecer sua performance desde a última manu-
tenção.
Caso seja constatada alguma anormalidade na Instalação
Portanto, peça ao Cliente permissão para desativar a Elétrica do Cliente, deverá ser informado imediatamente
balança e iniciar a manutenção. Aproveite e dirija algumas a fim de providenciar as correções necessárias.
perguntas ao Cliente de forma a obter informações sobre
o funcionamento e o estado físico da balança. Este pro- Não cabe a TOLEDO regularizar e, tão pouco, a responsa-
cedimento lhe dará o perfil do estado geral da balança e bilidade por danos causados à balança em decorrência
idéia do serviço que deverá executar, além de mostrar de irregularidades nas Instalações Elétricas do Cliente.
interesse pelo equipamento do Cliente.

Verificação do Funcionamento
B. INSPEÇÃO EXTERNA
Uma parte do funcionamento poderá ser verificada duran-
te a execução do Autoteste, após a conexão da balança
Este item tem por objetivo verificar as condições básicas a rede elétrica.
para o bom funcionamento e o estado de conservação da
balança.

Revisão 00 - 11 - 07 08 - ( 01 / 04 )
TOLEDO 2095

Autoteste - Zerar a indicação do display.

Ao ser ligada executará uma rotina de inicialização com


os seguintes eventos:

- Acender todos os dígitos do display. .,

., ., ., ., ., Recomenda-se ligar a balança, pelo menos 3 minutos


antes de iniciar qualquer operação de pesagem, para
permitir uma perfeita estabilidade térmica dos circuitos
eletrônicos internos.
- Iniciar contagem progressiva de 0 a 9.
As mensagens [ PE Ab ] e [ PE AC ], referentes à
indicação de peso abaixo ou acima da faixa de captura do
zero, serão exibidas até que a indicação de zero seja
capturada automaticamente pela balança (se estiver
dentro da faixa de +/- 10%).

Caso a balança 2095 seja ligada pela tecla não

ocorrerá essa rotina de inicialização. Serão apenas acesos


todos os dígitos e logo depois a indicação de peso será
zerada.

Verificação das Funções

Para verificar as funções da balança, basta acionar todas


as teclas, uma de cada vez, verificando assim o seu fun-
- Apagar todos os dígitos do display. cionamento.

Realize algumas operações de pesagem para assegurar-


se do perfeito funcionamento da balança.

Para operar corretamente a balança, dirija-se a seção 4,


deste manual.

- Aguardar estabilização da plataforma de pesagem.

Revisão 00 - 11 - 07 08 - ( 02 / 04 )
TOLEDO 2095

Verificação da Calibração C. INSPEÇÃO INTERNA

Para verificar a calibração da balança, proceda da seguinte


forma: Este item tem por objetivo avaliar e limpar todas as peças
que compõem a balança internamente.
a. Nivele a balança.
ATENÇÃO
b. Localize e marque 5 pontos no prato de pesagem,
conforme figura a seguir: DESCONECTAR A BALANÇA DA REDE
ANTES DE EFETUAR QUALQUER TROCA OU
MANUTENÇÃO
PLATAFORMA DE PESAGEM

B C
A D V E R T Ê N C I A!
E OBSERVAR AS PRECAUÇÕES PARA O
MANUSEIO DE EQUIPAMENTOS SENSÍVEIS À
A D ELETRICIDADE ESTÁTICA.

d. Faça o Teste de Excentricidade colocando pesos pa- Avaliação das Peças


drão, correspondentes a 25%, 50%, 75% e 100% da ca-
pacidade da balança na seqüência de A à E e verifique a A avaliação deve ser feita de uma forma geral mas, em
sua exatidão. particular, nos contatos dos conectores e na fiação in-
terna.

Verificação da Conservação Física Não é necessário remover as PCIs, exceto em casos


bem particulares.
Neste item deverão ser avaliadas todas as peças que
compõem a balança externamente, quanto a corrosão, Limpeza Interna
pintura, quebra ou desgaste.
Possíveis resíduos poderão ser removidos com auxílio de
Anote as peças danificadas para posterior substituição. um pincel seco.

ADVERTÊNCIA
ATENÇÃO

O Cliente deverá ser informado que não deve permanecer


O pincel utilizado deve ser de material não sintético.
em uso balanças com lacre rompido, ou que apresentem
erro de pesagem, ou ainda com qualquer dos seus Não é necessário remover as peças internas da balança
componentes avariados ou quebrados, tais como: pés de para a limpeza. A remoção só deverá ser efetuada em
nivelamento, painel do display, gabinete, etc. Nesses casos, casos bem particulares, quando o acúmulo de resíduos for
é necessário a manutenção imediata, pois serão passíveis muito grande devido ao ambiente agressivo no qual a
de autuação. balança está submetida.

Revisão 00 - 11 - 07 08 - ( 03 / 04 )
TOLEDO 2095

D. LIMPEZA EXTERNA
ADVERTÊNCIA

Este item tem por objetivo efetuar a limpeza externa e efe-


tuar eventuais troca de peças avaliadas no item B. Nesta fase, é importante verificar se os ajustes de
sobrecarga e contra impactos estão dentro das margens
A limpeza da parte externa da balança poderá ser feita toleráveis. Para verificar e executar estes ajustes,
utilizando um pano levemente umedecido em água e consulte a seção 6, deste Manual.
sabão.

Não utilize qualquer tipo de material que possa gerar ris-


cos na superfície externa da balança. Em casos extre- F. VERIFICAÇÃO DO FUNCIONAMENTO
mos, poderá ser utilizado detergente ou qualquer produto
de limpeza conhecido para a remoção de possíveis
manchas.Nunca utilize solventes no teclado ou painel do O objetivo deste item é verificar se a balança está reali-
display. zando todas as suas funções.

NUNCA utilize solventes fortes tais como a gasolina, Para isto, confira todos os parâmetros de programação,
thinner, querozene e outros na limpeza externa da balança. baseando-se na seção 5 e, logo após, realize as opera-
ções contidas na seção 4, deste Manual.
Em casos extremos, onde os produtos de limpeza con-
vencionais não consigam remover as manchas, é reco-
mendável a substituição da peça. G. LACRE

Após a limpeza externa ou em conjunto com ela, a ba-


lança deverá ser fechada. Após verificados todos os itens anteriores, a balança de-
verá ser lacrada.

ADVERTÊNCIA O lacre é obrigatório após qualquer serviço de manutenção


e o seu rompimento por pessoas não qualificadas ou não
autorizadas pela Toledo, implicará na perda da garantia;
O Cliente deverá ser informado que balanças utilizadas além de se constituir em infração da Legislação Metro-
para pesar produtos que deixam resíduos, como é o caso lógica, podendo resultar em multa e interdição da balança.
de farináceos, cereais, carnes salgadas, etc, devem ser
limpas constantemente. Os resíduos poderão provocar
erros e sujeitam o infrator à autuação.
H. LIBERAÇÃO PARA USO

E. AFERIÇÃO E CALIBRAÇÃO
Este item tem por objetivo liberar a balança para o uso.

Chame o Cliente e comunique-o que a balança está pron-


Após a realização de todos os itens anteriores, é neces-
ta para ser utilizada, informando-o, também, sobre o ser-
sário assegurar que a balança está calibrada e pesando
viço executado.
corretamente.
É aconselhável acompanhar as primeiras operações de
Para tanto, basta aferir a balança conforme procedimento
pesagem, a fim de garantir o perfeito funcionamento da
descrito nesta seção.
balança e aproveitar para sugerir ou fazer recomendações
quanto ao seu correto manuseio.
Caso seja constatado qualquer erro na pesagem, proceda
a calibração da balança conforme o procedimento da se-
ção 6, deste Manual.

Revisão 00 - 11 - 07 08 - ( 04 / 04 )
TOLEDO 2095

09 Especificações

. Gabinete . Proteção da PCI Principal

- Material: Plástico ABS. - Material: Aço carbono.


- Cor: Cinza. - Acabamento: Zincado.
- Grau de proteção: Nenhum. - Dimensões: 160 x 72 x 26 mm.
- Dimensões:
Vs. Torre:
. Prato de Pesagem

- Material: Aço Inoxidável AISI 304.


- Acabamento: Escovado.
- Dimensões:
Cap. 6 kg: 275 x 225 x 61 mm.
Cap. 12 e 30 kg: 325 x 275 x 64 mm.

Vs. Base:
. Plataforma

- Material: Aço Carbono SAE 1020.


- Acabamento: Pintura primer poliuretano preto liso.
- Dimensões:
Cap. 6 kg: 265 x 215 x 2,7 mm.
Cap. 12 e 30 kg: 315 x 265 x 3,2 mm.
. Coluna
. Painel / Teclado
- Material: Tubo de Plástico ABS.
- Cor: Cinza.
- Tipo de teclado: Tecla de contato momentâneo.
- Dimensões:
- Material do painel: Filme de Policarbonato.
- Indicadores de flag: Zero, Líquido e kg.
- Números de teclas: 3.
- Função das teclas: Tarar, Liga/Desliga e Imprimir.
- Retorno sonoro: Não.

Revisão 00 - 11 - 07 09 - ( 01 / 04 )
TOLEDO 2095

. Display . Capacidade de Tara

- Tipo: Cristal Líquido (LCD). - Capacidade máxima da balança.


- Tipo de indicação: Numérico.
- Número de display: 1 (operador) ou 2 (operador e consu-
midor). . Resolução de Conversão A/D
- Número de dígitos: 6.
- Número de sinalizadores: 3 triangulares. - Até 6000 Incrementos
- Cor do display: Cristal transparente com dígitos pretos.
- Dimensões:
Área de visualização: (A x L): 65 X 21mm. . Alimentação Elétrica
Dimensão dos dígitos (alt./larg.): 12 X 6mm.
- Tensão de alimentação: 110 / 220VCA.
- Freqüência: 50/60Hz.
. Célula de Carga - Tipo de fonte: Adaptador de parede.
Versão 6 kg e 325 x 275 mm (12 e 30 kg) - Seleção da tensão: Manual.

- Modelo: Penguin.
- Capacidade da célula: . Potência Consumida
15 kg (para balanças de 6 kg);
25 kg (para balanças de 12 kg); - Vs. Standard: 0,8 a 3,4 W.
33 kg (para balanças de 30 kg);
- Tensão de excitação:
7,5V à 15V (recomendável); . Portaria
20V (máxima).
- Sensibilidade: 2mV/V +/- 10%.
- Número de portaria aprovada:
- Impedância de entrada: 420 ± 20 ohms.
- Capacidades aprovadas:
- Impedância de saída: 350 ohms ± 1%.
- Grau de proteção: IP 60.
- Número de incrementos: Até 6000e.
- Sobrecarga admissível: 150%.
- Classe de exatidão: III.
- Sobrecarga de ruptura: 200%.
- Temperatura de operação: -10 à 40ºC.
- Material do corpo: Alumínio.
- Umidade: 10% à 95%, sem condensação.
- Torque dos parafusos de fixação: 15 Nm.
- Norma aprovada: Portaria INMETRO 236/94.

. Capacidade de Pesagem . Climático


MODELO 2095 2095 2095
Max. (kg) 6 12 30
Aprovado conforme Portaria INMETRO 236/94.
- Temperatura de operação: -10ºC à 40ºC.
Min. (kg) 0,02 0,04 0,1
- Umidade relativa: 10% à 95% (sem condensação).
e=d= (kg) 0,001 0,002 0,005
n (nº incrementos) 6.000 6.000 6.000
Tara Máxima . Metrológico
Dimensões da
27,5 x 22,5 32,5 x 27,5
Plataforma (cm)
Aprovado conforme Portaria INMETRO 236/94.
Classe de Exatidão III
Finalidade de Uso Para Pesagens Diversas

Revisão 00 - 11 - 07 09 - ( 02 / 04 )
TOLEDO 2095

. Embalagem

- Aprovado de acordo com as normas:


NBR 9460/86 (empilhamento);
ISTA - Projeto 1A e 1B (vibração e queda).

. Padrões de Comunicação

- Interface RS-232C

Número de interfaces: 1.
Velocidade: até 9600 bauds.
Distância máxima: 15m.
Item: Standard.

Revisão 00 - 11 - 07 09 - ( 03 / 04 )
TOLEDO 2095

PARA SUAS ANOTAÇÕES

Revisão 00 - 11 - 07 09 - ( 04 / 04 )
TOLEDO 2095

10 Lista de Peças

Recomenda-se a aquisição das peças abaixo relacionadas, para garantir um atendimento imediato e minimizar as
horas paradas da Balança 2095, em caso de defeito.

Além dos itens abaixo relacionados, recomenda-se também a utilização do Catálogo de Peças, para a correta iden-
tificação das peças aqui não relacionadas, permitindo um fornecimento rápido e correto.

ITEM QTDE. DESCRIÇÃO CÓDIGO


1 1 PCI Principal Standard 6202573
2 1 PCI do Teclado e PCI do Display 6202575
3 1 Calço do painel do teclado 6203514
4 1 Painel do teclado 6203515
5 1 Painel de Policarbonato - Vs. 6 kg 6202603
6 1 Painel de Policarbonato - Vs. 12 kg 6202627
7 1 Painel de Policarbonato - Vs. 30 kg 6202629
8 1 Pé nivelador p/ plat. 225 x 275mm ou 275 x 325mm 3480261
9 1 Pé nivelador p/ plat. 375 x 425mm 6053084
10 1 Célula de carga Penguin 15kg (Bal. 6 kg) 6072163
11 1 Célula de carga Penguin 25kg (Bal. 12 kg) 6090350
12 1 Célula de carga Penguin 33kg (Bal. 30 kg) 6090297

Revisão 00 - 11 - 07 10 - ( 01 / 02 )
TOLEDO 2095

PARA SUAS ANOTAÇÕES

Revisão 00 - 11 - 07 10 - ( 02 / 02 )
TOLEDO DO BRASIL
BELÉM, PA ....................... TEL. (91) 3233-4891 MANAUS, AM .................. TEL. (92) 3635-0441
......................................... FAX (91) 3244-0871 ......................................... FAX (92) 3233-0787
BELO HORIZONTE, MG .... TEL. (31) 3448-5500 MARINGÁ, PR .................. TEL. (44) 3225-1991
......................................... FAX (31) 3491-5776 ......................................... FAX (44) 3225-1991
CAMPINAS, SP ................. TEL. (19) 3765-8100 RECIFE, PE............. ........... TEL. (81) 3339-4774
......................................... FAX (19) 3765-8107 ......................................... FAX (81) 3339-6200
CAMPO GRANDE, MS ...... TEL. (67) 3341-1300 RIBEIRÃO PRETO, SP ....... TEL. (16) 3968-4800
......................................... FAX (67) 3341-1302 ......................................... FAX (16) 3968-4812
CANOAS, RS ................... TEL. (51) 3427-4822 RIO DE JANEIRO, RJ ....... TEL. (21) 3867-1399
......................................... FAX (51) 3427-4818 ......................................... FAX (21) 3867-1399
CHAPECÓ, SC .................. TEL. (49) 3324-0331 SANTOS, SP .................... TEL. (13) 3222-2365
......................................... FAX (49) 3324-0331 ......................................... FAX (13) 3222-3854
CUIABÁ, MT ..................... TEL. (65) 3648-7300 S. B. DO CAMPO, SP ........ TEL. (11) 4356-9000
......................................... FAX (65) 3648-7312 ......................................... FAX (11) 4356-9282
CURITIBA, PR........ ............ TEL. (41) 3332-1010 S. J. DOS CAMPOS, SP ... TEL. (12) 3934-9211
......................................... FAX (41) 3332-1010 ......................................... FAX (12) 3934-9278
FORTALEZA, CE .............. TEL. (85) 3283-4050 UBERLÂNDIA ................... TEL. (34) 3215-0990
......................................... FAX (85) 3283-3183 ......................................... FAX. (34) 3215-0990
GOIÂNIA, GO ................... TEL. (62) 3202-0344 VITÓRIA, ES ..................... TEL. (27) 3228-8957
......................................... FAX (62) 3202-0355 ......................................... FAX. (27) 3228-8957
LAURO DE FREITAS, BA . TEL. (71) 3289-9000
......................................... FAX (71) 3289-9000

TOLEDO é uma marca registrada da Mettler-Toledo, Inc., de Columbus, Ohio, USA.

R. MANOEL CREMONESI, 01, JD. BELITA - TEL (11) 4356-9000 - CEP 09851-900 - S. BERNARDO DO CAMPO - SP - BRASIL
site: www.toledobrasil.com.br e-mail: com@toledobrasil.com.br