Você está na página 1de 5

INVESTIGAÇAO APRECIATIVA

REGINA DRUMOND
Só há duas formas de viver nossas vidas uma é como se nada fosse milagre.
A outra é como se tudo o fosse.
Einstein

.Investigação Apreciativa –IA - é uma filosofia e modelo de gestão positivo e


inovador proposto por David Cooperrider e Diana Withney para realizar mudanças
organizacionais. É um modelo adaptado aos valores, crenças e desafios que os
líderes encontram, e tem como base a crença de que as organizações são centros
de conexões vitais e potencialmente doadoras de vida, que se concretizam nas
relações, parcerias, redes, alianças e ações capazes de reunir o poder desta
combinação de forças.

IA é um método capaz de mobilizar, inspirar e sustentar mudanças no sistema


humano porque segundo os autores abre mentes e corações para as possibilidades
de mudanças positivas e ajuda as organizações a terem melhores resultados,
porque criam um mundo de paz e mais próspero.

IA tem como objetivos :


-Estimular a participação de todos funcionários, fornecedores, parceiros, clientes;
- Buscar constantemente o que deu certo no passado na organização e usar como
força impulsora no presente; - capitalizar as experiências positivas em direção à
visão de futuro para motivar e inspirar a todos;
- Criar a disciplina de resgatar os sucessos alcançados no passado, com a
descoberta das melhores práticas e conquistas para transformar sonhos em
realidade;
- Acreditar, incondicionalmente, no potencial das pessoas através do diálogo aberto,
da participação ativa de todos, e, de criar espaços para sonhar para todos se
sentirem responsáveis.

Na IA a mudança positiva é vista como qualquer forma de mudança na organização


ou planejamento que se inicia com uma investigação compreensiva pela análise e
diálogo dos envolvidos sobre do núcleo positivo da organização e em seguida
vincular este conhecimento com a agenda e as prioridades de mudanças
estratégicas da organização

O que é investigar e valorizar na IA?


Investigar é o ato de exploração e descoberta. É fazer perguntas, é estar aberto a
ver novos potenciais e possibilidades e tem como sinônimos: descobrir, buscar,
explorar sistematicamente, estudar e aplicar ações.
Apreciar é valorizar, é o ato de reconhecer o melhor nas pessoas ou no mundo a
nossa volta, afirmar as forças, os sucessos e potenciais passados e presentes, e
perceber que é a saúde, vitalidade, conhecimento, excelência, que dão vida aos
sistemas vivos.

A IA é, portanto, uma busca cooperativa, co evolucionária pelo que há de melhor


nas pessoas, nas suas organizações e no mundo que as rodeia. Envolve a
descoberta sistemática do que motiva uma organização ou uma comunidade
quando esta é mais eficiente e mais capaz em termos econômicos, ecológicos e
humanos. Como um método assume a construção social da realidade de forma
positiva, enfatizando as formas relacionais de conhecimento, a narrativa, o diálogo
e o potencial humano.

Em IA a intervenção abre caminho para a investigação, motivação, imaginação e


inovação. Em lugar da negação da crítica e diagnóstico redundantes sobre os
problemas existentes, acontece a descoberta, o sonho, o planejamento, o destino.
Envolve a arte e a prática de fazer perguntas positivas que fortalecem a capacidade
do sistema para assimilar, prever e ressaltar o potencial positivo. Pelo método da
Investigação Apreciativa mobilizado em massa, centenas de pessoas podem estar
envolvidas no planejamento conjunto de seu futuro coletivo.

As conversações sobre o núcleo positivo da organização dão significado e


possibilitam que os envolvidos compartilhem as melhores práticas, possibilitando
energia e a flexibilidade para mudar que vem do conhecimento coletivo e da
investigação deste núcleo positivo, tais como: realizações, valores vividos,
inovações inéditas, melhores práticas, emoções positivas, competências, pontos
fortes, capacidade de liderança, fidelidade do cliente, alianças e parcerias,
conhecimento agregado, espírito de bens financeiros, trabalhos em equipes,
vantagens estratégicas dentre outros.

O papel do líder no processo IA é o de promover e catalisar as mudanças positivas,


e participar de forma igual e em razão da oportunidade para escutar e ouvir as
idéias criativas esperanças e sonhos de todos da organização, reconhecer que o seu
principal trabalho é fazer germinar o que há de melhor nas pessoas, plantando
assim as sementes da IA.

A presença do líder ao longo do processo é muito importante, especialmente para


fazer perguntas poderosas positivas e baseadas em valores, acompanhar os sonhos
de todos da organização. Pela liderança relacional enviam mensagem clara de que
a mudança positiva é o caminho do sucesso. A abertura para novas aprendizagens
é sempre resultado motivador e incentivador no processo de implantação e
manutenção da Investigação Apreciativa.

Princípios da IA:
• Princípio Construcionista
• Princípio da Simultaneidade
• Livro Aberto: “Princípio Poético”
• Princípio da Atencipação
• Princípio Positivo
• Princípio da Narrativa
-- Mundos Criam Mundos
-- Questões são Decisivas
-- Podemos estudar qualquer coisa em qualquer sistema
-- Mudar; mude o Futuro
-- Imagem Positiva gera Mudança Positiva

Ciclo 4 - D da Investigação Apreciativa


IA se desenvolve por um ciclo de atividades que se inicia com a participação de
todos da organização com atividades de entrevistas e diálogos sobre as forças,
recursos e capacidades da organização.
Esta etapa se chama Descoberta, porque mobiliza o sistema para envolver todos na
articulação dos pontos fortes e melhores práticas identificando – o melhor do que
tem sido e aquilo que é.
Em seguida mobiliza pessoas por meio de uma série de atividades concentradas,
visualizando possibilidades audaciosas e vitalizando os sonhos centrados no
amanhã. É a etapa do Sonho, para se criar uma visão clara voltada para os
resultados em relação ao potencial descoberto e a perguntas com alto propósito, ou
perguntas sobre o que o mundo esta convidando a nos tornar. É um convite para as
pessoas exercitarem a imaginação, e discutir como seria a aparência de sua
organização caso esteja integralmente alinhada em torno de seus pontos fortes e
aspirações: como ela será.

Após este foco estratégico ou Sonho a atenção se volta para criar a organização
ideal, a arquitetura social ou atual Planejamento do sistema em relação a seu
mundo. Nesta etapa Planejar significa criar possíveis proposições para a
organização ideal, estabelecendo um delineamento da organização em que as
pessoas se sintam capazes de participar e ampliar o núcleo positivo para
concretizar o sonho recentemente expressado.

E, finalmente envolve a formação de equipes para realizar o trabalho necessário


para concretizar o novo sonho e criações para o futuro. O Destino visa fortalecer a
capacidade afirmativa do sistema inteiro, possibilitando construir esperança e
sustentar a iniciativa por mudanças positivas contínuas e pelo alto desempenho.

Na Fig 4 – ilustração da pg 18 do livro citado na bibliografia consultada para este


artigo – observa-se que no centro do circulo aparece um tópico afirmativo, ponto de
partida e aspecto estratégico mais importante de qualquer processo IA.
Selecionar tópicos afirmativos é uma oportunidade para que todos da organização
estabeleçam um caminho estratégico para o futuro. São as sementes para a fase
dos sonhos e bem como áreas de geração das proposições e adoção de ações na
fase destino. O que fazemos bem?

Conclusão

Investigação Apreciativa é uma filosofia e metodologia para a mudança positiva.


Tem como base alguns princípios que ajudam a atender a situações desafiadoras e
a criar práticas inovadoras de mudanças positivas, como:
- Construtivismo – é uma abordagem humana que substitui as relações como o local
do conhecimento para o indivíduo. Valoriza o poder da linguagem, do diálogo e
busca a colaboração para entender e construir opções visando vida melhor. O
construtivismo em razão de sua ênfase na base comum do conhecimento busca
encontrar formas de elevar a capacidade geradora do conhecimento
- Simultaneidade quando afirma que a investigação e a mudança não são
momentos separados, são simultâneos, o que possibilita refletir de outra maneira.
Investigar é intervir nas sementes da mudança - coisas sobre as quais as pessoas
pensam e falam, descobrem e aprendem ,coisas que formam o dialogo e inspiram
imagens do futuro estão implícitas nas perguntas que são formuladas.
- Poético - As organizações são mais parecidas com um livro aberto que com as
máquinas. A história da organização se escreve em co autoria. O passado, presente
e futuro são fontes de aprendizagem inspiração e interpretação, como as infinitas
possibilidades interpretativas de um poema ou texto literário. Pode-se investigar a
natureza da alienação, da alegria, do entusiasmo, do desanimo e eficiência ou
excesso em qualquer organização humana.

-Antecipatório - Nossas imagens positivas do futuro conduzem a ações positivas,


base que energiza este método para gerar uma mudança organizacional construtiva
aliada a imaginação coletiva e o discurso sobre o futuro. A imagem do futuro
orienta o atual comportamento porque cria imagens positivas reunidas pode ser o
aspecto mais importante de qualquer processo de mudança.

- Positivo - A construção da mudança demanda efeitos positivos e vínculo social


como a esperança, o estímulo, cuidado, inspiração, coleguismo, sentimento de
propósito urgente, a alegria em criar algo significativo juntos. Descobre-se que
quanto mais positiva for a pergunta mais duradouro e bem sucedido será o esforço
de mudança.

A Investigação Apreciativa afirma que as organizações são o centro das relações


humanas e que as mesmas somente prosperam quando há um olhar apreciativo,
isto é, quando as pessoas reconhecem o que há de melhor nas outras pessoas,
compartilham seus sonhos e principais apreensões de modo afirmativo, e estão
conectadas em uma só voz para criar não somente palavras, mas mundos melhores
para se viver.

Investigação Apreciativa é uma mudança “Nenhum problema pode ser resolvido no


mesmo nível de
consciência que o criou. Nós devemos aprender a ver o mundo de outra forma”.
“Existe apenas duas maneiras de viver sua vida. Uma é acreditar que nada é um
milagre. A outra é acreditar que tudo é um milagre”. Albert Einsten

Apreciar.
1. Valorizar- O ato de reconhecer o melhor das pessoas e do mundo ao nosso redor;
A afirmação de forças do passado e presente, sucessos e potenciais; Perceber
aquelas coisas que dão vida ( saúde, vitalidade e excelência) a sistemas vivos.
2. Aumentar em valor, exemplo, a economia valorizou-se . Sinônimos: valorização,
consideração, estima e reverência.
Investigar
O ato de exploração e descoberta. Fazer perguntas; estar aberto a enxergar novos
potenciais e possibilidades. Sinônimos: descoberta, busca, estudo e exploração
sistemática.
Como você chamaria isto? (todas estas coisas juntas)
• Realizações • Oportunidades estratégicas
• Atributos técnicos • Inovações
• Pensamentos nobres • Melhores práticas
• Emoções Positivas • Ativos
• Valor Criado • Investimentos Econômicos e Sociais
• Senso Comum • Competências centrais
• Visões de Possibilidade • Reputação e marca
• Tradições vitais • Macrotendências positivas
• Capital Social
• Força: ecossistemas empresariais, exemplo,fortalecer fornecedores, parceiros,
clientes.

O “Núcleo Positivo”
A Investigação Apreciativa cria, de maneira sistemática e colaborativa, uma
conexão de conhecimento entre todo o empreendimento e o núcleo gerador de vida
das capacidades e oportunidades do passado, presente e do futuro ... isto gera
mudança.
Peter Drucker .... em seu livro, “A próxima sociedade”: “A tarefa de liderança é criar
um alinhamento das forças, para que nossas fraquezas sejam irrelevantes”. Drucker
também falou....“ Hoje todo problema global ou social é uma oportunidade de
negócio”

OBS – No Brasil a empresa Nutrimetal em São José dos Pinhais aplicou esta
metodologia com sucesso.

FONTE para consulta e aprofundamentos


INVESTIGACAO APRECIATIVA
DAVID L COOPERRIDER E DIANA WHITNEY
QUALITY MARK, 2006, RJ