Você está na página 1de 15

LISTA DE EXERCÍCIOS #7

Modelos Atômicos e Estrutura Atômica

Level EASY
1. (Ufg 2013) Em um determinado momento histórico, o modelo atômico vigente e que explicava parte da
constituição da matéria considerava que o átomo era composto de um núcleo com carga positiva. Ao redor
deste, haviam partículas negativas uniformemente distribuídas. A experiência investigativa que levou à
proposição desse modelo foi aquela na qual
a) realizou-se uma série de descargas elétricas em tubos de gases rarefeitos.
b) determinou-se as leis ponderais das combinações químicas.
c) analisou-se espectros atômicos com emissão de luz com cores características para cada elemento.
d) caracterizou-se estudos sobre radioatividade e dispersão e reflexão de partículas alfa.
e) providenciou-se a resolução de uma equação para determinação dos níveis de energia da camada eletrônica.

2. (Ime 2013) Os trabalhos de Joseph John Thomson e Ernest Rutherford resultaram em importantes
contribuições na história da evolução dos modelos atômicos e no estudo de fenômenos relacionados à matéria.
Das alternativas abaixo, aquela que apresenta corretamente o autor e uma de suas contribuições é:
a) Thomson – Concluiu que o átomo e suas partículas formam um modelo semelhante ao sistema solar.
b) Thomson – Constatou a indivisibilidade do átomo.
c) Rutherford – Pela primeira vez, constatou a natureza elétrica da matéria.
d) Thomson – A partir de experimentos com raios catódicos, comprovou a existência de partículas subatômicas.
e) Rutherford – Reconheceu a existência das partículas nucleares sem carga elétrica, denominadas nêutrons.

3. (Uern 2013) Durante anos, os cientistas desvendaram os mistérios que envolviam o átomo. Sem desprezar
os conceitos anteriores, cada um foi criando o seu próprio modelo atômico a partir da falha do modelo anterior,
ou simplesmente não explicava. Com o cientista dinamarquês Niels Bohr não foi diferente, pois ele aprimorou o
modelo atômico de Rutherford, utilizando a teoria de Max Planck, e elaborou sua própria teoria nos seguintes
fundamentos, EXCETO:
a) Não é possível calcular a posição e a velocidade de um elétron num mesmo instante.
b) Os elétrons giram ao redor do núcleo em órbitas circulares, com energia fixa e determinada.
c) Os elétrons movimentam-se nas órbitas estacionárias e, nesse movimento, não emitem energia
espontaneamente.
d) Quando o elétron recebe energia suficiente do exterior, ele salta para outra órbita. Após receber essa
energia, o elétron tende a voltar à órbita de origem, devolvendo a energia recebida (na forma de luz ou
calor).

4. (Ufg 2013) No conto “O pirotécnico Zacarias”, de Murilo Rubião, o protagonista descreve eventos
relacionados à sua morte. Nesse momento, a visão de Zacarias, repleta de cores, se assemelha a fogos de
artifício. Esse trecho encontra-se transcrito a seguir.

A princípio foi azul, depois verde, amarelo e negro. Um negro espesso, cheio de listras vermelhas, de um
vermelho compacto semelhante a fitas densas de sangue. Sangue pastoso com pigmentos amarelados, de um
amarelo esverdeado, tênue, quase sem cor.
RUBIÃO, Murilo. Obras completas. São Paulo: Companhia de Bolso, p.14- 15. 2010.

O fenômeno subatômico que pode explicar e se relacionar com a visão da personagem é a


a) premissa de que o elétron pode ser descrito como uma onda, e não como uma partícula. Tal ideia resultou
na proposição de equações matemáticas que são complexas e de difícil solução, conhecidas como funções
de onda.
b) emissão de um feixe de partículas positivamente carregadas direcionado a uma fina folha de ouro,
mostrando que essas partículas ou se chocavam ou se desviavam quando em contato com a folha de ouro.
c) absorção de energia pelo elétron, quando passa de um nível menos energético para um nível mais
energético e, a seguir, a consequente liberação dessa energia, quando o elétron volta ao seu nível original.

1
d) desintegração de partículas, o que tem como consequência a emissão de raios que escureciam o papel
fotográfico mesmo protegido da exposição à luz, sendo que as substâncias que emitiam esses raios ficaram
conhecidas como radioativas.
e) emissão de um feixe de elétron passa através de um campo elétrico e de um campo magnético, havendo
uma deflexão dos dois campos citados em direção oposta, calculando-se a relação carga-massa,
balanceando-se o efeito desses campos.

5. (Ifsp 2013) O número de elétrons da camada de valência do átomo de cálcio  Z  20  , no estado


fundamental, é
a) 1.
b) 2.
c) 6.
d) 8.
e) 10.

6. (Uepb 2013) Xote Ecológico


(Composição: Luiz Gonzaga)

Não posso respirar, não posso mais nadar


A terra está morrendo, não dá mais pra plantar
Se planta não nasce se nasce não dá
Até pinga da boa é difícil de encontrar
Cadê a flor que estava aqui?
Poluição comeu.
E o peixe que é do mar?
Poluição comeu
E o verde onde que está?
Poluição comeu
Nem o Chico Mendes sobreviveu

Do texto, a letra de música composta por Luiz Gonzaga, pode-se observar a preocupação do autor com o meio
ambiente e o efeito da degradação deste na qualidade de um produto tipicamente brasileiro, a cachaça.

Os três elementos químicos mais abundantes da pinga apresentam as seguintes distribuições eletrônicas no
estado fundamental:
a) 1s2; 1s2 2s2 2p6 e 1s2 2s2 2p6 3s2 3d10
b) 1s1; 1s8 1s6
c) 1s2; 1s2 2s2 2p6 e 1s2 2s2 2p6 3s2
d) 1s2; 2s1 e 1s2 2s2 2p1
e) 1s1; 1s2 2s2 2p4 e 1s2 2s2 2p2

7. (Espcex (Aman) 2012) A seguir são apresentadas as configurações eletrônicas, segundo o diagrama de
Linus Pauling, nos seus estados fundamentais, dos átomos representados, respectivamente, pelos algarismos I,
II, III e IV.

I. 1s2 2s2 2p6


II. 1s2 2s2 2p6 3s1
III. 1s2 2s2 2p6 3s2
IV. 1s2 2s2 2p6 3s2 3p5

Com base nessas informações, a alternativa correta é:


a) O ganho de um elétron pelo átomo IV ocorre com absorção de energia.
b) Dentre os átomos apresentados, o átomo I apresenta a menor energia de ionização.
c) O átomo III tem maior raio atômico que o átomo II.
d) O cátion monovalente oriundo do átomo II é isoeletrônico em relação ao átomo III.

2
e) A ligação química entre o átomo II e o átomo IV é iônica.

8. (Ufsj 2012) Considerando o íon C  , é CORRETO afirmar que ele possui


a) a mesma quantidade de prótons e elétrons.
b) número de elétrons igual ao elemento Argônio.
c) raio atômico menor que o do cloro neutro.
d) dezoito prótons em seu núcleo.

9. (Uem 2012) Assinale o que for correto.


01) Um cátion terá raio atômico sempre menor do que seu átomo correspondente.
02) Um ânion terá energia de ionização sempre menor do que seu átomo correspondente.
04) Para os elementos da família 15 (ou 5A), as afinidades eletrônicas são muito baixas, pois a adição de
elétrons deve ser feita em orbitais do tipo p preenchido com 3 elétrons.
08) Um átomo que apresenta baixa eletronegatividade normalmente apresenta alta afinidade eletrônica.
16) Na família 1A, com exceção do H, o ponto de fusão e de ebulição dos metais formados por esses elementos
diminui de cima para baixo.

10. (Uerj 2012) Segundo pesquisas recentes, há uma bactéria que parece ser capaz de substituir o fósforo por
arsênio em seu DNA. Uma semelhança entre as estruturas atômicas desses elementos químicos que possibilita
essa substituição é:
a) número de elétrons
b) soma das partículas nucleares
c) quantidade de níveis eletrônicos
d) configuração da camada de valência

Level MEDIUM

11 (Uea 2014). TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:


Um aluno recebeu, na sua página de rede social, uma foto mostrando fogos de artifícios.
No dia seguinte, na sequência das aulas de modelos atômicos e estrutura atômica, o aluno comentou com o
professor a respeito da imagem recebida, relacionando-a com o assunto que estava sendo trabalhado,
conforme mostra a foto.

3
Legenda das cores emitidas
Na Ba Cu Sr Ti
amarelo verde azul vermelho branco metálico

O isótopo com número de massa 137 do elemento químico relacionado com a cor verde, indicada na figura,
apresenta número de nêutrons igual a
a) 137.
b) 56.
c) 193.
d) 81.
e) 48.

12. (Udesc 2014) Assinale a alternativa correta em relação ao átomo de cálcio e ao seu íon mais comum.
a) O átomo de cálcio tem o mesmo número de elétrons que o seu íon.
b) A massa molar do átomo de cálcio é a mesma do seu íon.
c) O raio do átomo de cálcio é menor que o íon.
d) O íon cálcio mais comum tem carga +1.
e) O número de nêutrons do íon cálcio é maior que o do átomo de cálcio.

13. (Ufpb 2011) Rutherford idealizou um modelo atômico com duas regiões distintas. Esse modelo pode ser
comparado a um estádio de futebol com a bola no centro: a proporção entre o tamanho do estádio em relação
à bola é comparável ao tamanho do átomo em relação ao núcleo (figura).

Acerca do modelo idealizado por Rutherford e considerando os conhecimentos sobre o átomo, é correto
afirmar:
a) Os prótons e os nêutrons são encontrados na eletrosfera.
b) Os elétrons possuem massa muito grande em relação à massa dos prótons.
c) O núcleo atômico é muito denso e possui partículas de carga positiva.
d) A eletrosfera é uma região onde são encontradas partículas de carga positiva.
e) O núcleo atômico é pouco denso e possui partículas de carga negativa.

14. (Enem PPL 2014) Partículas beta, ao atravessarem a matéria viva, colidem com uma pequena porcentagem
de moléculas e deixam atrás de si um rastro aleatoriamente pontilhado de radicais livres e íons quimicamente
ativos. Essas espécies podem romper ainda outras ligações moleculares, causando danos celulares.

HEWITT, P. G. Física conceitual. Porto Alegre: Bookman, 2002 (adaptado).

A capacidade de gerar os efeitos descritos dá-se porque tal partícula é um


a) elétron e, por possuir massa relativa desprezível, tem elevada energia cinética translacional.
b) nêutron e, por não possuir carga elétrica, tem alta capacidade de produzir reações nucleares.
c) núcleo do átomo de hélio (He) e, por possuir massa elevada, tem grande poder de penetração.
d) fóton e, por não possuir massa, tem grande facilidade de induzir a formação de radicais livres.
e) núcleo do átomo de hidrogênio (H) e, por possuir carga positiva, tem alta reatividade química.

4
15. (Ufpb 2012) As pilhas e baterias estão incorporadas ao cotidiano da vida moderna. Esses materiais
geralmente contêm metais tóxicos, por exemplo, cádmio, cujo descarte de forma incorreta pode contaminar o
meio ambiente. Utilizando a tabela periódica e sabendo que o número de massa do cádmio é 112, é correto
afirmar que esse elemento possui:

Número de Número de Número de


prótons nêutrons elétrons
a) 20 20 20
b) 64 48 64
c) 20 32 20
d) 48 64 48
e) 48 112 64

16. (Unesp 2014) Em 2013 comemora-se o centenário do modelo atômico proposto pelo físico dinamarquês
Niels Bohr para o átomo de hidrogênio, o qual incorporou o conceito de quantização da energia, possibilitando
a explicação de algumas propriedades observadas experimentalmente. Embora o modelo atômico atual seja
diferente, em muitos aspectos, daquele proposto por Bohr, a incorporação do conceito de quantização foi
fundamental para o seu desenvolvimento. Com respeito ao modelo atômico para o átomo de hidrogênio
proposto por Bohr em 1913, é correto afirmar que
a) o espectro de emissão do átomo de H é explicado por meio da emissão de energia pelo elétron em seu
movimento dentro de cada órbita estável ao redor do núcleo do átomo.
b) o movimento do elétron ao redor do núcleo do átomo é descrito por meio de níveis e subníveis eletrônicos.
c) o elétron se move com velocidade constante em cada uma das órbitas circulares permitidas ao redor do
núcleo do átomo.
d) a regra do octeto é um dos conceitos fundamentais para ocupação, pelo elétron, das órbitas ao redor do
núcleo do átomo.
e) a velocidade do elétron é variável em seu movimento em uma órbita elíptica ao redor do núcleo do átomo.

17. (Udesc 2013) Assinale a alternativa correta sobre o modelo atômico atual.
a) O número de prótons é sempre igual ao número de nêutrons, em todos os átomos.
b) Os elétrons se comportam como partículas carregadas, girando ao redor do núcleo em órbitas definidas.
c) A descrição probabilística de um elétron em um orbital p gera uma forma esférica em torno do núcleo.
d) Orbital é a região mais provável de se encontrar o elétron a uma certa distância do núcleo.
e) Os átomos são formados pelas partículas elétrons, prótons e nêutrons, cujas massas são semelhantes.

18. (Ufrgs 2013) Considere as seguintes situações químicas.

1. Nanotubos de carbono são organizados na forma de tubos de dimensão nanométrica. No fulereno, a


estrutura assemelha-se a uma “bola de futebol”, e o grafeno apresenta uma estrutura planar. Todos eles são
constituídos exclusivamente por carbono, mas as diferenças nas suas estruturas propiciam aplicações
tecnológicas diferentes.
2. O urânio encontrado na natureza é uma forma combinada, em que a espécie mais abundante é o urânio-
238, o qual não é adequado para ser usado como combustível nas usinas nucleares. Assim, para um melhor
aproveitamento, o urânio é submetido a um processo de enriquecimento, que consiste em aumentar o teor
de urânio-235, o qual possui alto poder de fissão.

As espécies químicas citadas nas situações 1 e 2 são, respectivamente, exemplos de


a) alótropos e isótopos.
b) enantiômeros e isóbaros.
c) isômeros e antípodas.
d) isomorfos e alótropos.
e) isótopos e isômeros.

19. (Ufsj 2013) Se um dado átomo possui 6 elétrons, 6 prótons e 7 nêutrons, é CORRETO afirmar que
a) seu número atômico é 7.

5
b) há 13 partículas no núcleo.
c) ele está positivamente carregado.
d) seu número de massa é 12.

20. (Pucrs 2013) Analise o texto a seguir:

Há um velho ditado que diz que os mortos não contam histórias. Contudo, a colaboração entre
química, física e arqueologia tem conseguido, cada vez mais, fazer com que pessoas mortas há séculos ou milê-
nios nos digam algo de suas histórias. A análise de isótopos em materiais arqueológicos, como ossos, madeira
e carvão, tem revelado muitas informações sobre o período, o ambiente e a dieta de nossos antepassados.
O carbono, por exemplo, existe naturalmente na forma de dois isótopos estáveis ( 12C e 13C), sendo
predominante o mais leve deles. O teor de carbono-13 está associado ao clima que existia no passado em um
dado local. Devido a certas diferenças no metabolismo dos vegetais, os ecossistemas de climas quentes e secos
tendem a ficar enriquecidos em carbono-13, ao passo que os climas úmidos e frios tendem a gerar menores
concentrações desse isótopo nos vestígios arqueológicos.
O carbono apresenta ainda um isótopo radioativo, o 14C, que decai lentamente com uma meia-vida de
aproximadamente 5700 anos. Com a ajuda desse nuclídeo, pode-se determinar há quanto tempo morreu um
organismo.
Outra aplicação arqueológica dos isótopos é a medição do teor de 15N, um isótopo minoritário do
nitrogênio, em ossos encontrados em escavações. Os peixes apresentam um teor relativamente alto de 15N, e as
pessoas que comem muito peixe ficam com um teor acima da média desse isótopo.

Com base no texto acima, é correto afirmar:


a) O átomo de carbono-14, que é radioativo, tem o mesmo número de nêutrons que o isótopo mais abundante
do nitrogênio.
b) O carbono-12, o carbono-13 e o carbono-14 são diferentes elementos químicos, mas todos têm seis prótons
no núcleo.
c) No decaimento radioativo do carbono-14, há produção de uma partícula beta e de um átomo de nitrogênio-
15.
d) Se uma amostra arqueológica de osso é especialmente rica em átomos com 6 prótons e 7 nêutrons, ela é
compatível com um povo de pescadores que viveu em regiões frias e úmidas.
e) Os átomos de nitrogênio-15 e de carbono-14 têm o mesmo número de nêutrons, porém massas diferentes.

21. (Uerj 2013) A descoberta dos isótopos foi de grande importância para o conhecimento da estrutura
atômica da matéria.
Sabe-se, hoje, que os isótopos 54 Fe e 56 Fe têm, respectivamente, 28 e 30 nêutrons.
A razão entre as cargas elétricas dos núcleos dos isótopos 54 Fe e 56 Fe é igual a:
a) 0,5
b) 1,0
c) 1,5
d) 2,0

22. (Ifsul 2011) Existe uma espécie de água formada por um isótopo do H de número de massa igual a 2 que é
denominada de “água pesada”. Quando comparada a água comum, onde o H possui A = 1, conclui-se que a
molécula dessa água apresenta maior número de
a) nêutrons.
b) prótons.
c) elétrons.
d) átomos.

23. (Udesc 2011) O número de elétrons no estrôncio na forma de cátion (Sr2+) é:


a) 40 elétrons.
b) 36 prótons.
c) 40 nêutrons.
d) 07 elétrons na camada de valência.
e) 36 elétrons.

6
24. (Ufrgs 2011) Usando-se a técnica de espectrometria de massas, é possível determinar a razão
13
C / 12 C no vinho espumante e em suas bolhas de gás carbônico. Dependendo do valor dessa razão, é
possível afirmar se o açúcar e o gás carbônico foram formados somente pelo processo natural de fermentação
ou se houve adição desses compostos durante o processo de produção do vinho espumante.

Considere as seguintes afirmações, em relação às espécies 12


C e 13 C.

I. As espécies 12
C e 13 C ocupam a mesma posição na tabela periódica.
13 12
II. A espécie C é mais densa que a espécie C , porque ela apresenta um próton a mais.
13 12
III. A espécie C é mais eletronegativa que a espécie C, porque ela apresenta um elétron a mais.

Qual(is) está(ao) correta(s)?


a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas I e II.
e) Apenas II e III.

25. (Fatec 2009) Se 57Fe26 e 57Co27 são espécies de elementos diferentes que possuem o mesmo número de
massa, uma característica que os distingue sempre é o número de:
a) elétrons na eletrosfera.
b) elétrons no núcleo.
c) nêutrons na eletrosfera.
d) prótons no núcleo.
e) nêutrons no núcleo.

Level HARD
26. (Udesc 2009) A química orgânica pode ser considerada como a química dos compostos de carbono, pois
este é o elemento fundamental dos compostos orgânicos. Sabendo-se que A = Z + n, o número atômico de
um átomo de Carbono é 6 e seu número de massa é 12.

Em relação ao carbono responda:


a) O número de prótons;
b) O número de nêutrons;
c) O número de elétrons;
d) Por que ele é considerado tetravalente?
Observação: Utilize a tabela periódica, se necessário.

27. (Fgv 2009) Na figura, é representado o espectro de massa dos isótopos naturais do elemento gálio.

7
A abundância isotópica, em percentual inteiro, do isótopo do Ga-69, é:
Dado: Ga = 69,7
a) 50 %.
b) 55 %.
c) 60 %.
d) 65 %.
e) 70 %.

28. (Enem 2009) Os núcleos dos átomos são constituídos de prótons e nêutrons, sendo ambos os principais
responsáveis pela sua massa. Nota-se que, na maioria dos núcleos, essas partículas não estão presentes na
mesma proporção. O gráfico mostra a quantidade de nêutrons ( N) em função da quantidade de prótons (Z) para
os núcleos estáveis conhecidos.

8
O antimônio é um elemento químico que possui 50 prótons e possui vários isótopos ― átomos que só se
diferem pelo número de nêutrons. De acordo com o gráfico, os isótopos estáveis do antimônio possuem
a) entre 12 e 24 nêutrons a menos que o número de prótons.
b) exatamente o mesmo número de prótons e nêutrons.
c) entre 0 e 12 nêutrons a mais que o número de prótons.
d) entre 12 e 24 nêutrons a mais que o número de prótons.
e) entre 0 e 12 nêutrons a menos que o número de prótons.

29. (Uerj 2014) Uma forma de identificar a estabilidade de um átomo de qualquer elemento químico consiste
em relacionar seu número de prótons com seu número de nêutrons em um gráfico denominado diagrama de
estabilidade, mostrado a seguir.

São considerados estáveis os átomos cuja interseção entre o número de prótons e o de nêutrons se encontra
dentro da zona de estabilidade mostrada no gráfico.
Verifica-se, com base no diagrama, que o menor número de massa de um isótopo estável de um metal é igual
a:
a) 2
b) 3
c) 6
d) 9

30. (Ime 2015) Um isótopo radioativo X transforma-se em um elemento estável Y após reações de
desintegração radioativa com emissão de radiação α, radiação β negativa e radiação γ. Assinale a
alternativa correta.
a) A diferença entre os números de massa de X e de Y será igual à diferença entre o dobro do número de
partículas α emitidas e o número de partículas β emitidas.
b) A emissão da radiação γ altera o número atômico de X.
c) A diferença entre os números atômicos de X e de Y será igual ao quádruplo do número de partículas α
emitidas.
d) X e Y são isótonos.
e) A diferença entre os números de nêutrons de X e de Y será igual à soma do dobro do número de
partículas α emitidas com o número de partículas β emitidas.

Gabarito:

Resposta da questão 1:
[D]

O enunciado faz referência ao modelo proposto por E. Rutherford, o qual apresenta a caracterização do núcleo
como sendo maciço e a eletrosfera como uma região quase vazia. Esse experimento foi realizado com o

9
bombardeamento de núcleos de átomos de ouro por partículas alfa. A partir dos resultados coletados do
experimento, foi construído então o modelo nuclear do átomo.

Resposta da questão 2:
[D]

Em 1897, Joseph John Thomson, que recebeu o prêmio Nobel em 1906 pelos seus trabalhos sobre o estudo
dos elétrons, fez experimentos utilizando o tubo de descargas.

Resposta da questão 3:
[A]

A afirmação “Não é possível calcular a posição e a velocidade de um elétron num mesmo instante” foi feita por
Heisenberg.

Observação teórica:
A partir das suas descobertas científicas, Niels Böhr propôs cinco postulados:
1º) Um átomo é formado por um núcleo e por elétrons extranucleares, cujas interações elétricas seguem a lei de
Coulomb.
2º) Os elétrons se movem ao redor do núcleo em órbitas circulares.
3º) Quando um elétron está em uma órbita ele não ganha e nem perde energia, dizemos que ele está em uma
órbita discreta ou estacionária ou num estado estacionário.
4º) Os elétrons só podem apresentar variações de energia quando saltam de uma órbita para outra.
5º) Um átomo só pode ganhar ou perder energia em quantidades equivalentes a um múltiplo inteiro (quanta).

Resposta da questão 4:
[C]

O fenômeno subatômico que pode explicar e se relacionar com a visão da personagem é a absorção de energia
por um elétron que atinge um nível mais elevado de energia e a liberação desta quanto o elétron retorna ao
nível inicial de energia.

Resposta da questão 5:
[B]

No estado fundamental, os elétrons ocupam os subníveis de menor energia possível, de acordo com a ordem
energética.
Assim, a distribuição dos 20 elétrons do cálcio será: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 .
A camada de valência (mais externa) apresenta então 2 elétrons.

Resposta da questão 6:
[E]

Os elementos químicos mais abundantes na pinga são o hidrogênio, o carbono e oxigênio:


1H: 1s1

6 C: 1s2 2s2 2p4

8 O: 1s2 2s2 2p2

Resposta da questão 7:
[E]

Teremos:

I. 1s2 2s2 2p6  VIIIA

10
II. 1s2 2s2 2p6 3s1  IA
III. 1s2 2s2 2p6 3s2  IIA
IV. 1s2 2s2 2p6 3s2 3p5  VIIA

A ligação química entre o átomo II e o átomo IV é iônica, pois um metal alcalino pode se ligar a um halogênio
do seguinte modo: (II)1 (IV)1 .

Resposta da questão 8:
[B]

17 C  1s2 2s2 2p6 3s2 3p5



17 C  1s2 2s2 2p6 3s2 3p6

18 Ar  1s2 2s2 2p6 3s2 3p6

Resposta da questão 9:
01 + 02 + 04 + 16 = 23.

Análise das afirmações:

01) Correta. Um cátion terá raio atômico sempre menor do que seu átomo correspondente.
02) Correta. Um ânion terá energia de ionização sempre menor do que seu átomo correspondente.
04) Correta. Para os elementos da família 15 (ou 5A), as afinidades eletrônicas são muito baixas, pois a adição
de elétrons deve ser feita em orbitais do tipo p, preenchido com 3 elétrons.
08) Incorreta. Um átomo que apresenta baixa eletronegatividade normalmente apresenta baixa afinidade
eletrônica.
16) Correta. Na família 1A, com exceção do H, o ponto de fusão e de ebulição dos metais formados por esses
elementos diminui de cima para baixo.

Resposta da questão 10:


[D]

Uma semelhança entre as estruturas atômicas desses elementos químicos que possibilita essa substituição é o
fato de pertencerem à mesma família ou grupo da tabela periódica (VA ou 15) e apresentarem a mesma
configuração na camada de valência: ns2 np3 .

Resposta da questão 11:


[D]

Teremos:
137
56 Ba
n  137  56  81
81 nêutrons

Resposta da questão 12:


[B]

Com a perda de elétrons não ocorre alteração na massa molar do átomo.

Resposta da questão 13:


[C]

11
A pedido do Professor Ernest Rutherford, seus alunos avançados, Geiger e Marsden, realizaram experimentos
mais detalhados sobre o espalhamento de partículas alfa ( ) por uma fina lâmina de ouro de 0,01 mm. Nesta
altura acredita-se que o átomo seja composto por duas regiões:

Um pequeno núcleo no qual se concentra toda a carga positiva e praticamente toda a massa do
átomo;
Uma região extranuclear (todo o resto), conhecida como eletrosfera, na qual se situam os elétrons.

Resposta da questão 14:


[A]

A partícula beta equivale ao elétron.

Resposta da questão 15:


[D]

De acordo com a tabela periódica, o número atômico do cádmio é 48, ou seja, apresenta 48 prótons.
Sabe-se que o número de massa é a soma da quantidade de prótons e nêutrons.
Assim:
112  n  48
n  112  48
n  64
Em que n = nêutrons.
Num átomo em estado neutro, o número de cargas negativas (elétrons) deve ser igual ao número de cargas
positivas (prótons).
Assim, podemos afirmar que o átomo de cádmio apresenta 48 prótons e 48 elétrons.

Resposta da questão 16:


[C]

A partir das suas descobertas científicas, Niels Böhr propôs cinco postulados:

1º) Um átomo é formado por um núcleo e por elétrons extranucleares, cujas interações elétricas seguem a lei de
Coulomb.

2º) Os elétrons se movem ao redor do núcleo em órbitas circulares.

3º) Quando um elétron está em uma órbita ele não ganha e nem perde energia, dizemos que ele está em uma
órbita discreta ou estacionária ou num estado estacionário.

4º) Os elétrons só podem apresentar variações de energia quando saltam de uma órbita para outra.

5º) Um átomo só pode ganhar ou perder energia em quantidades equivalentes a um múltiplo inteiro (quanta).

O modelo de Böhr serviu de base sólida para o desenvolvimento dos modelos e conceitos atuais sobre a
estrutura do átomo.

Resposta da questão 17:


[D]

Um orbital é uma região do espaço onde a probabilidade de encontrarmos um elétron é máxima, o que condiz
com a alternativa [D].

Resposta da questão 18:


[A]

12
As espécies químicas citadas nas situações [1] e [2] são, respectivamente, exemplos de alótropos (fulereno -
formado pelo elemento carbono) e grafeno (formado pelo elemento carbono) e isótopos do urânio-235 e
urânio-238.

Resposta da questão 19:


[B]

Teremos:
6 prótons + 7 nêutrons = 13 nucleons.

Resposta da questão 20:


[E]

Os átomos de nitrogênio-15 (7 prótons e 8 nêutrons) e de carbono-14 (6 prótons e 8 nêutrons) têm o mesmo


número de nêutrons, porém massas diferentes.

Resposta da questão 21:


[B]

Átomos isótopos possuem o mesmo número de prótons; logo, a razão entre as cargas positivas existentes no
núcleo é 1.

Resposta da questão 22:


[A]

A água pesada ou de água deuterada, possui fórmula 2H2O ou simplesmente D2O. Sua principal diferença em
relação a água normal, é que possui átomos de hidrogênio mais pesados, chamados de deutério, nesse átomo
o núcleo atômico contém um nêutron a mais.

Resposta da questão 23:


[E]

Teremos:

38 Sr  1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s2


2
38 Sr  1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6  36 elétrons.

Resposta da questão 24:


[A]

[I] As espécies 12
C e 13 C ocupam a mesma posição na tabela periódica, pois possuem o mesmo número de
prótons.
13 12
[II] A espécie C é mais densa que a espécie C, porque ela apresenta um nêutron a mais.
13 12
[III] A espécie C tem a mesma eletronegatividade que a espécie C, pois pertencem ao mesmo elemento
químico.

Resposta da questão 25:


[D]

Resposta da questão 26:


a) Seis prótons. O número atômico é 6, portanto, Z = 6.

13
b) Seis nêutrons. A = Z + n => 12 = 6 + n => n = 6.

c) O átomo de carbono tem 6 prótons (+ 6), logo para a soma das cargas dar zero temos 6 elétrons (- 6).

d) O átomo de carbono é considerado tetravalente, pois ele faz quatro ligações covalentes simples para
completar o octeto da camada de valência.

Resposta da questão 27:


[C]

Resolução:
Sabemos que a massa média ponderada das massas dos isótopos é 69,7 (tabela periódica), fazendo x igual a
porcentagem do isótopo do Ga-69, teremos:
68,9 u  x %
70,9 u  y % = (100 – x) %
68, 9.x  (100  x).70, 9
69, 7 
100
x = 60 %

Resposta da questão 28:


[D]

Observe o gráfico:

De acordo com o gráfico, os isótopos estáveis do antimônio possuem entre 12 e 24 nêutrons a mais que o
número de prótons.

14
Resposta da questão 29:
[C]

O menor número de massa de um isótopo estável de um metal é igual a seis:

Resposta da questão 30:


[E]

X transforma-se em um elemento estável Y após reações de desintegração radioativa com emissão de


radiação α, radiação β negativa e radiação γ :
A
ZX  ZA'' Y  w 24α  t 01β  00 γ
Então,
(A '  4w)
(Z '  2w  t) X  ZA'' Y  w 24 α  t 01β  00 γ

 Diferença do número de massa de X e Y  (A ' 4w)  (A ')  4w.


 A emissão γ não altera o número atômico de Y, pois 00 γ.
 Diferença do número atômico de X e Y  (Z ' 2w  t)  (Z ')  2w  t.
 X e Y não são isótonos :
Número de nêutrons de X  (A ' 4w)  (Z ' 2w  t)  A ' Z ' 2w  t
Número de nêutrons de Y  A ' Z '
Número de nêutrons de X  Número de nêutrons de Y.
 Δ(Nêutrons X e Y)  (A ' Z ' 2w  t)  (A ' Z ')  2w  t.

15

Você também pode gostar