Você está na página 1de 2

CALDO TODD HEWITT

Indicações:
O Caldo Todd Hewitt é um meio líquido seletivo para o isolamento de Streptococcus 
hemolítico de amostras clínicas contendo flora mista. O Streptococcus do Grupo B é um dos
principais causadores de infecções neonatais graves e o risco de infecção por este agente em
recém-nascidos aumenta nos nascidos de mulheres que são colonizadas com este microrganismo
nas áreas genital e retal. O uso do Caldo Todd Hewitt pode aumentar em até 50% o isolamento.

Características dos componentes:


O Caldo Todd Hewitt tem em sua formulação a adição de gentamicina e ácido nalidíxico e estes
agentes antimicrobianos tornam o caldo seletivo para o isolamento de Streptococcus do Grupo B.

Procedimento:

1) Coleta:
A cultura de triagem deve ser realizada entre a 35ª e a 37ª semanas de gestação de todas as
gestantes, através da coleta de dois swabs, vaginal e retal (culturas cervicais, não são aceitáveis
e a amostra não deve ser colhida com espéculo). Os swabs devem ser colocados em meio de
transporte (Amies ou Stuart sem carvão).

2) Inoculação:
- A inoculação da amostra no caldo deve ser feita diretamente, inoculando os dois swabs juntos
em um mesmo caldo;
- Opcionalmente antes da inoculação pode-se adicionar 5% de sangue de carneiro,
aproximadamente 0.25 ml. Esta adição reduz o efeito negativo da gentamicina no crescimento do
Streptococcus Grupo B.

3) Incubação:
- Incubar aerobicamente, á 35ºC, por 18-24 horas;
- Subcultive em meio apropriado e realize provas bioquímicas de identificação.

Observação: Quando o caldo for utilizado juntamente com o Kit para Streptococcus agalactiae a
incubação é de apenas 4 horas para posterior subcultivo e leitura do resultado, portanto o uso
deste kit, concomitantemente ao Caldo Todd Hewitt, otimiza esta análise, reduzindo o tempo de
liberação do resultado.

Interpretação do resultado após subcultivo:


A formação de setas, ou seja, prova de CAMP Test (+) indica pesquisa positiva para
Streptococcus agalactiae. A confirmação pode ser realizada em poucos minutos através do PYR
Test onde o Streptococcus do Grupo B ou Streptococcus agalactiae é PYR (-).

Apresentação: Caixa com 12 ou 48 tubos contendo 5 ml de meio cada.

Conservação: Manter em geladeira (2-8ºC).


Validade: 3 meses.

SOMENTE PARA USO DIAGNÓSTICO “IN VITRO” Rev.: 01


PROBAC DO BRASIL Produtos Bacteriológicos Ltda.
Rua Jaguaribe, 35 – Sta.Cecília - São Paulo - SP.
CEP: 01224-001 - Fone: 55 11 3222-4777 - Fax: 55 11 3223-8368
C.N.P.J. 45.597.176/0001-00 - Insc. Est. 110.485.842.111
Site: www.probac.com.br E-mail: probac@probac.com.br
Precauções: Após o uso, o produto deverá ser descartado conforme as recomendações vigentes
para resíduos de serviços de saúde.

Referências Bibliográficas:
-MacFaddin, J. F. - Media for Isolation-Cultivation-Identification-Maintenance of Medical
Bacteria,Williams & Wilkins, Baltimore, 1985.
- Lennette, E. H.; Balows, A.; Hausler, W. J.; Shadomy, H. J. - Manual of Clinical Microbiology.
American Society for Microbiology, Washington, D.C., 1985.
- Murray, P.R. et al. – Manual of Clinical Microbiology, 8 th ed., ASM Press, Washington, DC, 2003.
- Koneman, E. W.; Allen, S. D. et al: Color Atlas and Textbook of Diagnostic Microbiology, 6th
Edition. J. B. Linpcott Company, Philadelphia, 2006.
- Center for Disease Control and Prevention. Prevention of perinatal group B streptococcal
disease: a public health perspective. MMWR 1996; 45 (Nº. RR-7)
- Center for Disease Control and Prevention. Prevention of Perinatal Group B Streptococcal
Disease: MMWR 2002; 51 (Nº. RR-11).

SOMENTE PARA USO DIAGNÓSTICO “IN VITRO” Rev.: 01


PROBAC DO BRASIL Produtos Bacteriológicos Ltda.
Rua Jaguaribe, 35 – Sta.Cecília - São Paulo - SP.
CEP: 01224-001 - Fone: 55 11 3222-4777 - Fax: 55 11 3223-8368
C.N.P.J. 45.597.176/0001-00 - Insc. Est. 110.485.842.111
Site: www.probac.com.br E-mail: probac@probac.com.br