Você está na página 1de 3

Exercício de fixação

1) (Cespe – Juiz de Direito Substituto – PI/2012) A respeito do Sistema Tributário Nacional,


assinale a opção correta com base no ordenamento jurídico pátrio.

a) A relação jurídica regulada pelo direito tributário não é considerada obrigacional, ainda que
vincule o Estado e o contribuinte.

b) O direito tributário desfruta de autonomia perante os demais ramos do direito e, dada sua
complexidade, não pode ser objeto de resoluções do Senado Federal.

c)A natureza jurídica do tributo é determinada pela destinação legal do produto da sua
arrecadação.

d)Conforme o CTN, o preço público também é considerado tributo, em razão de sua finalidade
e características determinadas por lei.

e) A atividade administrativa de cobrança de tributo deve ser plenamente vinculada, ou


seja, não cabe à administração aplicar, na cobrança de tributo, critérios de
conveniência e oportunidade.

2) (FGV – Juiz de Direito Substituto – PA/2009) A taxa e o preço público se caracterizam por:

a) O preço público ser receita derivada do Estado e a taxa ser receita originária.

b) A cobrança da taxa obedecer ao princípio da proporcionalidade do uso e a do preço


público não.

c) O preço público pode ser cobrado pela utilização potencial do serviço, enquanto a taxa
não pode.

d) A taxa ter como sujeito ativo pessoa jurídica de direito público e o preço público ser
exigido por pessoa jurídica de direito privado.

3) (Vunesp – Juiz de Direito – TJ – SP/2018) Com relação às contribuições sociais, pode-se


afirmar:

a) Constituem espécie de tributo e diferem dos impostos pela destinação do produto da


arrecadação.

b) De acordo com o entendimento do STF, a lei pode instituir contribuição social com a
vinculação apenas de parte do produto da arrecadação.

c) Têm natureza jurídica parafiscal e a elas não se aplicam as normas gerais de direito
tributário.

d) Em decorrência da mitigação do princípio da legalidade pela própria constituição, a elas


não se aplica a reserva de lei.
4) (TJ-RS – Juiz Substituto – RS – 2009) À luz das disposições em vigor da Constituição
Federal, assinale a assertiva correta.

a) Qualquer tributo só pode ter suas alíquotas aumentadas por lei.

b) As contribuições sociais de seguridade social não se sujeitam à exigência de


anterioridade de exercício.

c) Os Estados podem instituir contribuição para o custeio do serviço de iluminação pública.

d) O empréstimo compulsório criado para custear investimento público de caráter urgente e


de relevante interesse nacional pode, face à urgência, ser exigido no mesmo exercício
financeiro em que haja sido publicada a lei que o instituiu.

5) Assinale Verdadeiro ou falso nas alternativas abaixo.

a) As contribuições de melhoria são tributos que têm como fato gerador a realização de uma
obra pública. VERDADEIRO

b) Os empréstimos compulsórios são tributos de competência da União e devem ser


instituídos mediante lei complementar. VERDADEIRO

c) A concessão de alvará de construção pode ser remunerada por taxa de polícia, pois se
trata de exercício regular do poder de polícia. VERDADEIRO

d) Nas contribuições corporativas ocorre a delegação da competência tributária, ocasião em


que os conselhos de fiscalização profissional poderão criar o tributo. FALSO

e) De acordo com a CF/88, as alíquotas das Contribuições de Intervenção no Domínio


Econômico – CIDE poderão ter suas alíquotas reduzidas e restabelecidas por ato do
poder executivo. VERDADEIRO

6) Complete as frases, de acordo com a CF e a jurisprudência.

As _Contribuições Especiais_ estão previstas no art. 149, da CF/88. Em regra, são de


competência exclusiva da _União_, uma exceção à essa regra é o caso da
Contribuições Especiais de Custeio do Serviço de Iluminação Pública, que será de
competência dos municípios/DF.

De acordo com o ordenamento jurídico pátrio, as Contribuições Especiais classificam-se


em:

_Contribuições Especiais Sociais_;

_Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico_;

_Interesse de categoria profissional ou econômica_;


_Contribuição para Custeio de Iluminação Pública_;