Você está na página 1de 26

ES663 – Eletrônica para Automação Industrial

06 – Conversor AC-AC I

Eric Fujiwara
Unicamp – FEM – DSI

ES663 - Aula 06A 1


Índice
 Índice:
• 1) Conversor de comutação natural;
• 2) Ciclo-conversor;
• 3) Inversor de frequências;
• Questionário;
• Referências;
• Exercícios.

ES663 - Aula 06A 2


1. Conversor de comutação natural
 1.1. Conversor bidirecional monofásico:
• Converte a tensão de entrada AC monofásica em uma tensão
AC de saída com magnitude modulada e frequência igual à
linha, 𝜔 = 2𝜋𝑓.
𝑇1
Fonte (AC, 1) Carga (AC, 1)

𝑇2
𝑣𝑠 = 𝑉𝑝 sin 𝜔𝑡 𝑖𝑜 𝑅 𝑣𝑜

ES663 - Aula 06A 3


1. Conversor de comutação natural
 1.1. Conversor bidirecional monofásico:
• O par de tiristores em antiparalelo pode ser substituído por um
único componente (Triac);
𝑇
• O Triac é acionado por um pulso 𝐴1 𝐴1
de corrente de gate durante o
semi-ciclo positivo ou negativo da
fonte, mantendo o estado ligado 𝐺
(latching) até que a polarização 𝑣𝑠 𝑅 𝑣𝑜
sobre o componente seja invertida.

ES663 - Aula 06A 4


1. Conversor de comutação natural
 1.1. Conversor bidirecional monofásico:
• Tensão na carga:
• O ângulo de disparo dos tiristores 𝑇1 e 𝑇2 são defasados de 180°
para promover o chaveamento nos semi-ciclos positivo e negativo
da fonte, respectivamente;

ES663 - Aula 06A 5


1. Conversor de comutação natural
 1.1. Conversor bidirecional monofásico:
• Tensão na carga:
• Valor RMS da harmônica fundamental de 𝑣𝑜 :

𝜋 1/2
1/2
1 𝛼 sin 2𝛼 (1)
𝑉𝑜,𝑟𝑚𝑠 = 𝑣𝑠2 𝜔𝑡 𝑑𝜔𝑡 = 𝑉𝑟𝑚𝑠 1− +
𝜋 𝜋 2𝜋
𝛼

• A tensão RMS na carga possui valor máximo 𝑉𝑟𝑚𝑠 = 𝑉𝑝 / 2 quando


𝛼 = 0;
• A frequência de 𝑣𝑜 não pode ser modulada e é sempre igual à
frequência de linha.

ES663 - Aula 06A 6


1. Conversor de comutação natural
 1.1. Conversor bidirecional monofásico:
• Carga indutiva: 𝑣𝑠
• A carga indutiva mantém a
corrente no circuito mesmo
com a inversão no semi-ciclo
da fonte;
𝑣𝑜
• Ao disparar os tiristores, a
comutação ocorre
imediatamente, fazendo com
que os SCRs conduzam no
seu próprio semi-ciclo. 𝑣𝑇

ES663 - Aula 06A 7


1. Conversor de comutação natural
 1.2. Conversor bidirecional trifásico: neutro comum
• Formado por três conversores monofásicos, onde cada um
deles é responsável pela modulação de uma fase;
• Como o neutro da carga é comum à fonte, as tensões de fase
de saída 𝑣𝑎 , 𝑣𝑏 e 𝑣𝑐 podem ser tratadas de forma independente.

𝑣𝐴 𝑣𝑎
𝑣𝑏
𝑣𝐵

𝑣𝑐
𝑣𝐶

ES663 - Aula 06A 8


1. Conversor de comutação natural
 1.2. Conversor bidirecional trifásico: neutro comum
• Tensão na carga:
• Os ângulos de disparo devem ser sincronizados com cada fase.
𝛼= = 30°
0° 𝛼 == 60°
90°
100 100

50 50

va va
v (Hz)

v (Hz)
0 vb 0 vb
vc vc

-50 -50

-100 -100
0 60 120 180 240 300 360 0 60 120 180 240 300 360
 (°)  (°)

ES663 - Aula 06A 9


1. Conversor de comutação natural
 1.2. Conversor bidirecional trifásico: neutro isolado
• Nesta configuração, as correntes positivas ou negativas são
conduzidas entre as fases, por exemplo, de A para B, de A para
B e C, etc;
• O disparo dos tiristores deve ser defasado de 60°, respeitando a
sequência 𝑇1 → 𝑇2 → 𝑇3 → 𝑇4 → 𝑇5 → 𝑇6 → 𝑇1 .

𝑣𝐴 𝑣𝑎
𝑣𝑏
𝑣𝐵

𝑣𝑐
𝑣𝐶

ES663 - Aula 06A 10


1. Conversor de comutação natural
 1.2. Conversor bidirecional trifásico: neutro isolado
• Modos de operação:
• 1) Modo 2/3: 0 ≤ 𝛼 < 60°
– A condução entre as fases ocorre com 2 SCR (1 positivo e 1 negativo)
ou 3 SCR (2 positivos e 1 negativo, ou 1 positivo e 2 negativos),
seguindo a sequência 2>3 >2>...;
• 2) Modo 2/2: 60° ≤ 𝛼 < 90°
– A condução ocorre sempre com 2 SCR (1 positivo e 1 negativo),
enquanto que a fase remanescente possui tensão nula;
• 3) Modo 0/2: 90° ≤ 𝛼 < 150°
– A condução alterna entre 2 SCR (1 positivo e 1 negativo) e 0 SCR
(quando duas fases são simultaneamente nulas).

ES663 - Aula 06A 11


1. Conversor de comutação natural
 1.2. Conversor bidirecional trifásico: neutro isolado
• 1) Modo 2/3:  = 0°
100
𝛼 = 30°

50

vvaA
v (Hz)
0 vvbB
vc
vC
-50

-100
0 60 120 180 240 300 360
 (°)

ES663 - Aula 06A 12


1. Conversor de comutação natural
 1.2. Conversor bidirecional trifásico: neutro isolado
• 1) Modo 2/3:  = 0°
100
𝛼 = 30°

50

vvaA
v (Hz)
0 vvbB
vc
vC
-50

-100
0 60 120 180 240 300 360
 (°)

ES663 - Aula 06A 13


1. Conversor de comutação natural
 1.2. Conversor bidirecional trifásico: neutro isolado
• 1) Modo 2/3:  = 0°
100
𝛼 = 30°

50

vvaA
v (Hz)
0 vvbB
vc
vC
-50

-100
0 60 120 180 240 300 360
 (°)

ES663 - Aula 06A 14


1. Conversor de comutação natural
 1.2. Conversor bidirecional trifásico: neutro isolado
• 1) Modo 2/3: Tensão de fase de saída
• Note que o neutro da carga é diferente do neutro da fonte.

ES663 - Aula 06A 15


1. Conversor de comutação natural
 1.2. Conversor bidirecional trifásico: neutro isolado
• 2) Modo 2/2:  = 30°
100
𝛼 = 60°

50

vv
a
A
v (Hz)

0 vv
bB
vc
vC
-50

-100
0 60 120 180 240 300 360
 (°)

ES663 - Aula 06A 16


1. Conversor de comutação natural
 1.2. Conversor bidirecional trifásico: neutro isolado
• 2) Modo 2/2:  = 30°
100
𝛼 = 60°

50

vv
a
A
v (Hz)

0 vv
bB
vc
vC
-50

-100
0 60 120 180 240 300 360
 (°)

ES663 - Aula 06A 17


1. Conversor de comutação natural
 1.2. Conversor bidirecional trifásico: neutro isolado
• 2) Modo 2/2:  = 30°
100
𝛼 = 60°

50

vv
a
A
v (Hz)

0 vv
bB
vc
vC
-50

-100
0 60 120 180 240 300 360
 (°)

ES663 - Aula 06A 18


1. Conversor de comutação natural
 1.2. Conversor bidirecional trifásico: neutro isolado
• 2) Modo 2/2: Tensão de fase de saída

ES663 - Aula 06A 19


1. Conversor de comutação natural
 1.2. Conversor bidirecional trifásico: neutro isolado
• 3) Modo 0/2:  = 60°
100
𝛼 = 90°

50

vv
a
A
v (Hz)

0 vv
bB
vc
vC
-50

-100
0 60 120 180 240 300 360
 (°)

ES663 - Aula 06A 20


1. Conversor de comutação natural
 1.2. Conversor bidirecional trifásico: neutro isolado
• 3) Modo 0/2:  = 60°
100
𝛼 = 90°

50

vv
a
A
v (Hz)

0 vv
bB
vc
vC
-50

-100
0 60 120 180 240 300 360
 (°)

ES663 - Aula 06A 21


1. Conversor de comutação natural
 1.2. Conversor bidirecional trifásico: neutro isolado
• 3) Modo 0/2:  = 60°
100
𝛼 = 90°

50

vv
a
A
v (Hz)

0 vv
bB
vc
vC
-50

-100
0 60 120 180 240 300 360
 (°)

ES663 - Aula 06A 22


1. Conversor de comutação natural
 1.2. Conversor bidirecional trifásico: neutro isolado
• 3) Modo 0/2: Tensão de fase de saída

ES663 - Aula 06A 23


1. Conversor de comutação natural
 1.3. Outras topologias de conversores:
• Neutro comum ou isolado;
• Conexão Y ou .

ES663 - Aula 06A 24


Questionário
 Questionário:
• 1) Explique o funcionamento do conversor AC-AC monofásico
de triac e deduza a expressão para a tensão RMS na carga;
• 2) Esboce a forma de onda de saída dos conversores trifásicos
de triac com neutro comum e isolado, considerando cada modo
de operação. Utilize os gráficos dos slides como guias para
calcular a tensão em cada intervalo;
• 3) Quais são as possíveis aplicações e limitações destes
conversores AC-AC? Lembre-se que eles comutam à frequência
de linha.

ES663 - Aula 06A 25


Referências
 Referências:
• B. K. Bose, Proc. IEEE 70 (2), 116-135, 1982.
• R. Krishnan, Electric Motor Drives – Modeling, Analysis, and Control,
Prentice Hall, 2001.
• M. H. Rashid (Ed.), Power Electronics Handbook, Academic Press,
2001.
• G. N. Ravenkar, M. J. D. Kala, IETE J. Res. 18 (8), 382-386, 1972.
• P. C. Sen, Principles of Electric Machines and Power Electronics, Willey,
1997.
• B. Wu et al., IEEE T. Ind. Electron. 55 (7), 2786-2797, 2008.

ES663 - Aula 06A 26

Você também pode gostar