Você está na página 1de 5

Aula nº 3 – Aula Introdutória

Escola Secundária de …………..


Disciplina: Matemática
Data: 26 de Abril de 2021
Classe: 10ª classe
Sumario: Experiência de Oersted e eletroíman.
Duração aula: 45 minutos

Tempo Função Conteúdos Estratégia e Metodologia Métodos Obs.


Didáctica Actividades do Actividades do
Professor Aluno
10 Orientação 1. Ate ao fim da aula os alunos devem ser capazes de: Faz a introdução da Presta atenção a Expositivo e  
minutos aos aula; demarca os intervenção do Elaboração
- Compreender ideias e conceitos relacionados ao  
Objectivos objectivos; orienta a professor; faz o conjunta
  campo magnético produzido por uma corrente
apresentação correção do TPC. registro dos
eléctrica;
dos objectivos da aula;
objectivos- - Aplicar a regra da mão direita para obter o sentido da contribui na
sumário; corrente; correção do TPC.
Segurança do
nível inicial- - Eletroíman;
SNI; - Aplicação do electroíman.
Motivação
2. Correção do TPC.
20 Trabalho na - Campo magnético produzido por uma corrente Explica os Presta atenção a Expositivo e
minutos eléctrica; conteúdos da aula; explicação do Elaboração
Matéria Nova
dita as notas da aula. conteúdos da aula e conjunta
(Mediação) - Regra da mão direita;
coloca duvidas se
- Eletroíman; necessário; passam
as notas da aula.
- Aplicação do eletroíman.
10 Consolidação Exercício: resumo das notas de aula. Orienta a resolução Presta atenção a Trabalho
minutos do exercício resumo orientação dada Independente
da aula; anda de pelo professor e
carteira em carteira executa a tarefa
para melhor solicitada;
observação do
percurso das
actividades.
5 Controle e 1. Resolução do exercício – resumo da aula. Solicita a leitura e Faz a apresentação Elaboração
minutos Avaliação interpretação do da resolução do conjunta
exercício (resumo exercício (resumo
das notas da aual). das notas da aula),
em função da
solicitação do
professor;

Notas da aula 3
Campos Magnéticos Criados por Correntes Eléctricas (experiência de Oersted)
Na antiguidade não se distinguiam bem os fenómenos eléctricos dos fenómenos magnéticos, pois não se suspeitava que pudesse haver qualquer
relação entre eles. Foi no ínicio do século XIX (em 1820) que o físico dinamarquês Hans Christian Oersted (1777-1851) descobriu, através de um
experimento que realizou, Experiência de Oersted, que um fio retilíneo conduzindo corrente eléctrica gera ao seu redor um campo de indução
magnética. A sua experiência foi feita da seguinte maneira: primeiramente coloca-se um fio condutor retilíneo ligado a uma bateria, inicialmente
com a chave aberta para que não haja fluxo de corrente elétrica, e uma bússola com a agulha paralelamente abaixo do fio. Fechando-se a chave
veremos que a agulha da bússola irá girar, e invertendo o sentido da corrente, a agulha irá girar para o sentido oposto.
Desta maneira Oersted provou que um fio condutor percorrido por corrente eléctrica gera ao seu redor um campo magnético, cujo sentido
depende do sentido da corrente.
Analogamente ao caso de campo magnético criado por um íman, quando o campo magnético é criado por corrente eléctrica podemos determinar
a direcção e o sentido do vector campo magnético, num ponto. Para tal, podemos recorrer a uma regra conhecida como regra da mão direita.
Regra de mão direita
Coloca-se a mão, quase fechada, com a curvatura dos dedos a indicar as linhas do campo magnético: a posição do polegar indica o sentido da
corrente no condutor.
Esta regra dá a configuração das linhas de Campo Magnético e permite determinar a sua direcção e o sentido em cada ponto.
Ilustração:

Electroíman
Um condutor percorrido por corrente eléctrica funciona como um íman. Foi a descoberta de Oerested que tornou possível a magnetização dos
corpos de ferro por acção de corrente eléctrica. Estes podem ser magnetizados ou dismagnetizados consoante se estabelecem ou interrompa o
circuito.
Sabemos que aumentando a intensidade da corrente, aumenta o campo magnético criadopor uma bobinae se lhe aumentarmos o número de
espiras, o Campo Magnético criado será ainda mais forte. Porém se colocarmos uma barra de ferro macio, no interior da bobina, o Campo
Magnético criando torna-se ainda mais intenso. O conjunto constituído por uma ou mais bobinas com núcleo de ferro macio comporta-se como
um íman extremamente forte, quando na bobina passa corrente eléctrica, recebendo por isso, a designação de electroíman.
Ilustrcao:

Aplicações de electroíman
O estudo de Electromagnetismo tem uma aplicação técnica e científica variável e importante no desenvolvimento da humanidade. Tomemos em
consideração os seguintes exemplos:
 Campainha elétrica é um electroíman que usamos em casa, escola, serviços diversos para alerta, isto é, comunicar ou informar a presença
de alguém junto do portão ou porta da nossa casa, término da aula ou outro.
 Os guindastes de transporte de peças de ferro ou aço, viaturas, ou outro.
 Galvanómetro, que é um amperímetro que serve para tornar claro para que serve para medir correntes fracas, funciona baseando-se no
efeito de rotação que os campos magnéticos provocam nas espiras conduzindo corrente eléctrica;
 Motores da corrente contínua, nomeadamente, os ˝motores de arranque˝ de automóveis, motores a pilha usada em carrinhos de ferro,
helicópteros e aviões de brinquedo.

Referencias bibliograficas
Modulo de Fisica 10ª classe, programa do ensino Secundario a distancia.

Você também pode gostar