Você está na página 1de 2

Benefícios da arte no contexto escolar

A arte pode fazer toda a diferença na vida de muitas pessoas, sobretudo na


infância e adolescência. Segundo a especialista Ana Mae Barbosa,
"é absolutamente importante o contato com a arte por crianças e adolescentes.
Primeiro, porque no processo de conhecimento da arte são envolvidos, além da
inteligência e do raciocínio, o afetivo e o emocional, que estão sempre fora do
currículo escolar. Além disso, grande parte da produção artística é feita no
coletivo. Isso desenvolve o trabalho em grupo e a criatividade".

Nesta via, um dos papéis do educador é proporcionar a estes jovens um curso de


artes amplo e que valorize a capacidade de cada um. É tendo contato com as
variadas vertentes que eles poderão se beneficiar com tudo o que elas podem
oferecer. No Curso Online Arte na Educação é explicado para os participantes
como essa prática atua no desenvolvimento de bebês, crianças e adolescentes.
Para introduzir essa temática a você, elencaremos as seis principais vantagens,
veja só:

1. Ensina a lidar com os sentimentos: A arte amplia a forma que as


crianças têm de se expressar. De acordo com a psicóloga Lucilene
Zavadzki, "por meio do criar em arte e do refletir sobre os trabalhos
artísticos, pessoas podem ampliar o conhecimento de si e dos outros, lidar
melhor com a raiva, tristeza, estresse, experiências traumáticas  e
desenvolver recursos físicos, cognitivos e emocionais. A exploração do
conteúdo artístico pode ser um recurso valioso para qualquer profissional
da saúde".
2. Eleva a autoestima: estar em contato com as artes é estar sujeito às
falhas. São elas que ajudarão as crianças, jovens ou adultos a
aperfeiçoarem suas técnicas, ou seja, se superar. Com isso, elas ganharão
uma boa dose de coragem para poder melhorar cada vez mais,
desenvolvendo a autoconfiança e autoestima, essenciais para o bem estar
de qualquer pessoa.
3. Incentiva a criatividade: os professores de artes, de quaisquer que
sejam as modalidades, devem incentivar seus alunos a pensar e criar seus
próprios objetos artísticos. Pode ser uma pintura, desenho livre ou
composição de uma música, por exemplo.
4. Impulsiona a coletividade: qualquer arte trabalha a introspectividade,
mas há algumas que impulsionam bastante as atividades em grupo, como
teatro, música e cinema. Portanto, elas são uma ótima forma de combater
o bullying, a solidão, a depressão e timidez. 
5. Transmite consciência corporal: bebês e crianças ganham muito com
o aprendizado de artes, como a coordenação motora e a noção de espaço.
Através do tato, do contato com tintas, pincéis, sons, eles interpretam o
mundo que os rodeia e aguçam a curiosidade. Muitos cursos EAD podem
ajudar a entender esse fundamento, como o Psicomotricidade na
Educação Infantil, que aborda a integração das funções motoras e
psíquicas durante o desenvolvimento da primeira infância.
6. Ajuda em outras disciplinas: para Marcos Méier, educador e
psicólogo, o papel da escola é flexibilizar a mente das crianças por meio da
arte. Isto é, aprendendo música, dança, artes plásticas, entre outros, elas
poderão melhorar seu desempenho em outras disciplinas também, pois
desenvolve a cognição. Experiências com artes ajudarão na resolução de
problemas, na construção de textos e a enxergar questões diversas com
um olhar crítico.

É muito importante entender que as técnicas artísticas são versáteis e


democráticas. Atualmente, elas são tão valorizadas para melhorar a qualidade de
vida que fazem parte de um método eficiente para terapia. Por aqui você
encontra cursos online sobre o assunto, como de Arterapia, que evidencia todos
os fatores relacionados a esse tipo de aplicação. É um conteúdo
interessantíssimo e que certamente ajuda no ensino de artes nas escolas.