Você está na página 1de 26

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO


Campus Cachoeiro de Itapemirim

Projeto Pedagógico de Curso de Pós-Graduação Lato Sensu emTecnologias de


Produção de Rochas Ornamentais

Cachoeiro de Itapemirim - 2020


MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

Reitor
Jadir José Pela

Pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação/Diretor de Pós-Graduação


André Romero da Silva / Pedro Leite Barbieri

Diretor Geral/Campus Cachoeiro de Itapemirim


Edson Maciel Peixoto

Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação/Campus Cachoeiro de Itapemirim


Antônio Luiz Pinheiro

Comissão de Elaboração do PPC


Evanizis Dias Frizzera Castilho - Ifes
Antônio Luiz Pinheiro – Ifes
Lillian Gabriella B.G. Freitas – Ifes
Gleicon Roberto de Sousa Maior - Ifes

Coordenação do Curso
Evanizis Dias Frizzera Castilho

Assessoramento Pedagógico
Maria Aparecida Silva de Souza
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

SUMÁRIO

ERRO! INDICADOR NÃO DEFINIDO.

2 CARACTERIZAÇÃO DA PROPOSTA .................................................................. 5

2.1 APRESENTAÇÃO CONTEXTUALIZAÇÃO INSTITUCIONAL ....................... 5

2.2 JUSTIFICATIVA ............................................................................................. 5

2.3 OBJETIVO GERAL ........................................................................................ 6

2.4 OBJETIVOS ESPECÍFICOS........................................................................... 6

2.5 PUBLICO ALVO ............................................................................................. 6

2.6 PERFIL DO EGRESSO .................................................................................. 6

2.7 INFRAESTRUTURA ....................................................................................... 7

ERRO! INDICADOR NÃO DEFINIDO.

4 COMPONENTES CURRICULARES .................................................................... 13

4.1 DISCIPLINASERRO! INDICADOR NÃO DEFINIDO.

4.2 EMENTÁRIO ................................................................................................ 14

5 ESTÁGIO.................................................................................................................25
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

1. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO

Nome do Pós-Graduação Lato Sensuem Tecnologias de Produção de Rochas Ornamentais


Curso

Código/Área de 30200008/Engenharia de Minas


Conhecimento

UA Responsável Campus Cachoeiro de Itapemirim

Carga Horária Total 380 Duração (meses) 18 Nº de vagas 20

Modalidade (x) Presencial - ( ) Semipresencial - ( ) A Distância


Polos

Outras Instituições Cetem/NRES - Centro de Tecnologia Mineral/Núcleo Regional do


participantes Espírito Santo

Assessoramento Maria Aparecida Silva de Souza


Pedagógico

Período previsto para realização do curso

( ) Oferta Regular - Início em:

( x ) Oferta única - Início em: segundo semestre 2020

Término em: segundo semestre 2022


Funcionamento

Dias Segunda à sábado Horário 8h às 22h


Coordenadora

Nome Evanizis Dias Frizzera Castilho


E-mail evanizis@ifes.edu.br Telefone (28) 99883-8264

Carga horária Ifes 40 horas DE Carga horária dedicação ao 20 horas


curso

Área de formação Engenharia Civil

Link do Currículo http://lattes.cnpq.br/0946848607875095


Lattes

Resumo do Currículo Lattes

Graduada em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Ouro Preto (2001). Mestre em Educação
em Ciências e Matemática pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo
(2014). Possui Especialização em Tecnologia e Valorização em Rochas Ornamentais pela Universidade
Federal do Rio de Janeiro (2005). Atualmente é professora efetiva do Instituto Federal de Educação,
Ciência e Tecnologia do Espírito Santo no campus Cachoeiro de Itapemirim. Possui experiência na área
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

de Beneficiamento e Caracterização Tecnológica de Rochas Ornamentais.


Secretaria do Curso

Servidor responsável pela Dante Barbosa Matielo


Secretaria

Endereço, telefone, e-mail da secretaria do curso

Endereço: Rodovia ES-482 (Cachoeiro-Alegre) - Fazenda Morro Grande - Caixa Postal 727 - CEP
29311-970 Cachoeiro de Itapemirim-ES - Brasil
Telefone: (28) 3526 - 9008
Email: cra.cachoeiro@gmail.com

Horário/Dia de Funcionamento da Secretaria

09 às 18 horas/segunda a sexta.

2. CARACTERIZAÇÃO DA PROPOSTA

2.1. APRESENTAÇÃO CONTEXTUALIZAÇÃO INSTITUCIONAL

O segmento brasileiro de rochas ornamentais coloca nosso país no rol dos grandes produtores mundiais
deste produto, ao lado de países como China, Índia, Turquia, Itália, Irã e Espanha. Em 2006, este
segmento comercializava cerca de 600 variedades de rochas produzidas em 1.600 lavras ativas, com cerca
de 12.000 empresas compondo sua cadeia produtiva (ABIROCHAS, 2006). Atualmente, o país possui
aproximadamente 1.200 variedades comerciais,produzidas em 1.500 pedreiras ativas, com uma cadeia
produtiva de cerca de 10 mil empresas, as quais geram cerca de 120 mil empregos diretos (ABIROCHAS,
2016).
Nacionalmente, o destaque se faz ao estado do Espírito Santo, maior produtor de rochas ornamentais do
Brasil. Na região sul do estado, composta pelos municípios de Alegre, Alfredo Chaves, Anchieta, Apiacá,
Atílio Vivácqua, Bom Jesus do Norte, Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Divino de São Lourenço, Dores
do Rio Preto, Guaçuí, Ibatiba, Ibitirama, Iconha, Irupi, Itapemirim, Iúna, Jerônimo Monteiro, Marataízes,
Mimoso do Sul, Muniz Freire, Muqui, Piúma, Presidente Kennedy, Rio Novo do Sul e São José do
Calçado, encontra-se a maior parte das empresas do segmento de rochas ornamentais do Brasil.
Neste contexto, encontra-se o Campus Cachoeiro de Itapemirim do IFES, que vem formando, ao longo
dessa última década, profissionais capacitados para atuar na cadeia produtiva do segmento de rochas
ornamentais, ofertando cursos técnicos nas áreas de Mineração, Eletromecânica e Informática, além de
cursos de graduação de Engenharia de Minas, Engenharia Mecânica, Sistemas de Informação, e
Licenciaturas em Matemática e Informática.
2.2. JUSTIFICATIVA
Diante da demanda crescente de profissionais com conhecimentos específicos no segmento de rochas
ornamentais, aliada com a vocação do Campus Cachoeiro de Itapemirim e do Núcleo Regional do
Espírito Santo (NRES) do Centro de Tecnologia Mineral (Cetem), vê-se como iminente a criação de um
curso em nível de pós-graduação lato sensu voltado aos profissionais graduados nas áreas de engenharia e
geologia, assim como aos tecnólogos em áreas ligadasa esta cadeia produtiva.
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

Desta forma, o curso de Pós-graduação lato sensu em Tecnologias de Produção de Rochas Ornamentais,
uma proposta ousada do Campus Cachoeiro de Itapemirim do Ifes e com o apoio do Cetem NRES,
buscadar subsídios aos profissionais nele formados de atuarem como um elo do setor produtivo e os
setores tecnológicos e de PD&I. Para tanto, o curso abordará assuntos de geologia, mecânica de rochas,
planejamento mineiro, gestão da produção e segurança no trabalho, além dos ligados diretamente a
produção de rochas, tanto da lavra quanto no beneficiamento.
Em complemento aos assuntos abordados nas diversas disciplinas, o curso ofertará 20 horas de seminários
gerais, onde assuntos relevantes do segmento de rochas ornamentais serão abordados por renomados
especialistas.
2.3. OBJETIVO GERAL
Qualificar profissionais com um conhecimento holístico do segmento de rochas ornamentais, de modo
que estes possam atuar no segmento como elo do setor produtivo e os setores de PD&I, aumentando
assim a competitividade das empresas brasileiras de produção de rochas ornamentais.
2.4. OBJETIVOS ESPECÍFICOS
i. Complementar a formação de profissionais de modo a capacitá-los à geração de soluções para os
atuais desafios do setor produtivo de rochas ornamentais;
ii. Proporcionar aos profissionais subsídios técnicos para sua atuação protagonista na atualização
produtiva do segmento de rochas ornamentais;
iii. Formar profissionais com capacidade crítica de análise e percepção dos desafios e oportunidades
do segmento de rochas ornamentais.

2.5. PÚBLICO ALVO

Conforme Resolução CNE/CES Nº 1, Art. 1º e § 1º, de 06 de abril de 2018 os cursos de pós-graduação


lato sensu são oferecidos para matrículas de portadores de diploma de curso superior. Seguindo essa
linha, este curso se destina a profissionais portadores de diploma ou certificado de colação de grau dos
seguintes cursos de graduação: Engenharias, Arquitetura, Geologia, Tecnologia em Rochas Ornamentais
e Administração. Para os candidatos que tenham cursado administração é necessária a comprovação de
experiência comprovada de, no mínimo, 3 anos no setor de rochas ornamentais.

2.6. PERFIL DO EGRESSO

A Pós-graduação lato sensu em Tecnologias de Produção de Rochas Ornamentais é um conjunto de


disciplinas e atividades didáticas que têm como objetivo principal o desenvolvimento e a ampliação da
capacitação neste setor.

O egresso do curso de Pós-graduação lato sensu em Tecnologias de Produção de Rochas Ornamentais terá
uma formação holística desse segmento, obtendo uma visão abrangente da Indústria de Rochas
Ornamentais, permitindo tomadas de decisão mais pertinentes nas diversas etapas, passando pela lavra,
identificando as principais metodologias de extração, com especial atenção às etapas do desenvolvimento
mineiro e sua influência na eficiência do processo produtivo; pelos aspectos técnicos do beneficiamento
desse bem mineral, compreendendo as variáveis intervenientes no processo e seus controles, chegando até
a utilização final, sendo capaz de identificar diferentes tecnologias que podem ser empregadas para usos e
aplicações mais eficientes das rochas ornamentais, segundo critérios de alterabilidade e de conservação.
Deste modo, espera-se que o profissional egresso desse curso seja um elo entre o setor produtivo e as
novas tecnologias minerais, contribuindo assim para a modernização deste importante segmento da
mineração brasileira.
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

2.7. INFRAESTRUTURA

Infraestrutura Quantidade Descrição


Sala de Aula 1 Capacidade para 20 pessoas
Laboratório Mineralogia e
1 Capacidade para 20 pessoas
Petrografia
Laboratório de
Beneficiamento de Rochas 1 Capacidade para 20 pessoas
Ornamentais
Laboratório de Caracterização
Tecnológica de Rochas 1 Capacidade para 20 pessoas
Ornamentais
Auditório 1 Capacidade para 60 pessoas
Biblioteca 1 Campus Cachoeiro de Itapemirim

3. CORPO DOCENTE
Nome Ana Paula Meyer Titulação Doutorado
Máxima

UA (Lotação) Ifes – Campus Cachoeiro de Itapemirim Cargo Professora


ou Instituição
de Origem

Regime de DE Carga 30 horas


Trabalho Horária
dedicação
ao curso

Situação Ativo Link do http://lattes.cnpq.br/769192764263034


Currículo
Lattes

Resumo do Currículo Lattes

Possui graduação em Geologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Unesp
(2000), mestrado em Geologia Regional pela Unesp (2003)e recentemente defendeu tese de doutorado:
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

Geologia e Geoquímica da porção sul do Maciço Castelo – ES pelo programa de Geociências e Meio
Ambiente da Unesp de Rio Claro/SP. Atua como professora nos cursos de graduação em Engenharia de
Minas e Técnico em Mineração do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito
Santo - Ifes/Campus Cachoeiro de Itapemirim.

Nome Thaís Gualandi Faria Titulação Mestrado


Máxima

UA (Lotação) Ifes – Campus Cachoeiro de Itapemirim Cargo Professora


ou Instituição
de Origem

Regime de DE Carga 15 horas


Trabalho Horária
dedicação
ao curso

Situação Ativo Link do http://lattes.cnpq.br/2468372772448101


Currículo
Lattes

Resumo do Currículo Lattes

Geóloga formada pela Universidade Federal do Espírito Santo – Ufes, mestrado em Ciências – Área de
Concentração: Tectônica, Petrologia e Recursos Minerais pelo Programa de Pós-graduação em Geologia
da Universidade Estadual do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)e professora efetiva do Instituto Federal
do Espírito Santo (Ifes) campus Cachoeiro de Itapemirim para os cursos graduação em Engenharia de
Minas e Técnico em Mineração.

Nome Gilberto Freire Rangel Titulação Especialização


Máxima

UA (Lotação) Ifes – Campus Cachoeiro de Itapemirim Cargo Professor


ou Instituição
de Origem

Regime de DE Carga 10 horas


Trabalho Horária
dedicação
ao curso

Situação Ativo Link do http://lattes.cnpq.br/7484713895141105


Currículo
Lattes
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

Resumo do Currículo Lattes

Possui graduação em Engenharia de Minas pela Universidade Federal de Campina Grande (1986).
Possui Pós-graduação em Tecnologia e Valorização de Rochas Ornamentais pela Universidade
Federaldo Rio de Janeiro (2006). Mestrando em Geociências no IGEO da UFRJ (não concluído ainda).
Pós-graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho pela Universidade Cândido Mendes, Rio de
Janeiro (2014). Professor do Instituto Federal de Ciências e Tecnologia do Espírito Santo nos cursos
Técnico em Mineração (Disciplina de Métodos de Lavra) desde setembro de 2008 e Engenharia de
Minas (Disciplinas Introdução à Engenharia de Minas, Lavra a Céu Aberto e Economia Mineral)
iniciado em julho de 2009. Consultor nas áreas de Mineração de Rochas Ornamentais e suas Aplicações
nas Edificações. Perito em Engenharia de Minas e Rochas Ornamentais.

Nome Antônio Luiz Pinheiro Titulação Doutorado


Máxima

UA (Lotação) Ifes – Campus Cachoeiro de Itapemirim Cargo Professor


ou Instituição
de Origem

Regime de DE Carga 25 horas


Trabalho Horária
dedicação
ao curso

Situação Ativo Link do http://lattes.cnpq.br/288623234230359


Currículo
Lattes

Resumo do Currículo Lattes

Possui graduação em Engenharia de Minas pela Universidade Federal de Ouro Preto- Ufop (1993) e
doutorado em Geotecnia pelo NUGEO/Ufop (2014). Atualmente é Diretor de Pesquisa, Pós-graduação e
Extensão e professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo –
Ifes/Campus Cachoeiro de Itapemirim. Atua na área de Geotecnia, mais especificamente em Mecânicas
das Rochas e Estabilidade de Taludes.

Nome Gleicon Roberto de Sousa Maior Titulação Mestrado


Máxima

UA (Lotação) Ifes – Campus Cachoeiro de Itapemirim Cargo Professor


ou Instituição
de Origem

Regime de DE Carga 50 horas


Trabalho Horária
dedicação
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

ao curso

Situação Ativo Link do http://lattes.cnpq.br/7607607015980509


Currículo
Lattes

Resumo do Currículo Lattes

Possui graduação em Engenharia de Minas pela Universidade Federal de Pernambuco (2011) e mestrado
em Engenharia Mineral pela Universidade Federal de Pernambuco (2014). Possui especialização em
Engenharia de Segurança do Trabalho pela Universidade Cândido Mendes (2016). Pós-graduando em
Práticas Pedagógicas para Professores pelo Instituto Federal do Espírito Santo (previsão de conclusão
em 2020). Atualmente é professor do Instituto Federal do Espírito Santo - Campus Cachoeiro de
Itapemirim.

Nome Evanizis Dias Frizzera Castilho Titulação Mestrado


Máxima

UA (Lotação) Ifes – Campus Cachoeiro de Itapemirim Cargo Professora


ou Instituição
de Origem

Regime de DE Carga 70 horas


Trabalho Horária
dedicação
ao curso

Situação Ativo Link do http://lattes.cnpq.br/0946848607875095


Currículo
Lattes

Resumo do Currículo Lattes

Graduada em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Ouro Preto (2001). Mestre em Educação
em Ciências e Matemática pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo
(2014). Possui Especialização em Tecnologia e Valorização em Rochas Ornamentais pela Universidade
Federal do Rio de Janeiro (2005). Atualmente é professora efetiva do Instituto Federal de Educação,
Ciência e Tecnologia do Espírito Santo no campus Cachoeiro de Itapemirim. Possui experiência na área
de Beneficiamento e Caracterização Tecnológica de Rochas Ornamentais.

Nome Lilian Gabriella B. G. de Freitas Titulação Mestrado


Máxima

UA (Lotação) Ifes – Campus Cachoeiro de Itapemirim Cargo Professora


ou Instituição
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

de Origem

Regime de DE Carga 30 horas


Trabalho Horária
dedicação
ao curso

Situação Ativo Link do http://lattes.cnpq.br/7484713895141105


Currículo
Lattes

Resumo do Currículo Lattes

Possui graduação em Geologia pela Universidade Federal do Espírito Santo. Especialista em Gestão de
Petróleo e Gás e Mestre no programa de Engenharia Civil - Geotecnia pela Universidade Federal de
Viçosa.

Nome Fabiana FlorioDomingues Titulação Mestrado


Máxima

UA (Lotação) Ifes – Campus Cachoeiro de Itapemirim Cargo Professora


ou Instituição
de Origem

Regime de Substituta Carga 20 horas


Trabalho Horária
dedicação
ao curso

Situação Ativo Link do http://lattes.cnpq.br/7319313119448224


Currículo
Lattes

Resumo do Currículo Lattes

Graduada em Administração de Empresas pela Fundação de Estudos Sociais do Paraná-FESP (1999),


com Especialização nas áreas de Finanças pela FAE Centro Universitário (2004) e Engenharia da
Produção pela Pontifícia Universidade Católica-PUC/PR (2008). Mestre em Administração ´pela
Universidade Federal do Espírito Santo-UFES (2016) e doutoranda em Administração pela Universidade
Federal de Minas Gerais-UFMG (previsão de término 12/2020). Atualmente é professorasubstituta no
Instituto Federal do Espírito Santo-IFES, Campus Cachoeiro de Itapemirim.Experiência profissional na
área de Administração, com ênfase em administração financeira, gestão de produção e gestão de
pessoas.
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

Nome Daniel Vale Titulação Mestrado


Máxima

UA (Lotação) Ifes – Campus Cachoeiro de Itapemirim Cargo Professor


ou Instituição
de Origem

Regime de DE Carga 30 horas


Trabalho Horária
dedicação
ao curso

Situação Ativo Link do http://lattes.cnpq.br/6375040438882321


Currículo
Lattes

Resumo do Currículo Lattes

Graduado em 2013 no curso de Geologia, pela Universidade Federal do Espírito Santo - campus Alegre,
e mestrado concluído em 2018 na área de concentração "Tecnologia Mineral" pela Universidade do
Pampa, campus Caçapava do Sul. Atuação em consultoria mineral e ambiental no setor de mineração.
Atualmente, professor "EBTT" no Instituto Federal de Ciências e Tecnologia do Espírito Santo, campus
Cachoeiro de Itapemirim, com atuação no ensino técnico e superior.

Nome Guilherme Augusto Póvoa Titulação Doutorado


Máxima

UA (Lotação) Ifes – Campus Cachoeiro de Itapemirim Cargo Professor


ou Instituição
de Origem

Regime de DE Carga 20 horas


Trabalho Horária
dedicação
ao curso

Situação Ativo Link do http://lattes.cnpq.br/4948760704201866


Currículo
Lattes

Resumo do Currículo Lattes


MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

Doutor em Letras: Estudos Literários, pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Tem experiência na
área de Letras, com ênfase em Língua Inglesa e respectivas literaturas, atuando principalmente nos
seguintes temas: linguagem e poder; tecnologias do texto; estudos culturais e de gênero; diálogos entre
Literatura e História. Atualmente é professor efetivo no Instituto Federal de Educação, Ciência e
Tecnologia do Espírito Santo - Campus Cachoeiro de Itapemirim e ministra disciplinas de português e
inglês para o Ensino Básico, Técnico/Tecnológico, Superior e Pós-Graduação.

4. COMPONENTES CURRICULARES
4.1. DISCIPLINAS

Nome do
Componente Curricular Carga
Obrigatória/Optativa Professor(a)
Horária
Responsável
Código Descrição

Ana Paula
Geologia Geral Obrigatória 30
Meyer/Daniel Vale

Thais
Geologia Aplicada a Rochas
Obrigatória Gualandi/Daniel 30
Ornamentais
Vale

Guilherme Augusto
Metodologia de Pesquisa Obrigatória 20
Póvoa

GleiconRoberto de
Métodos e Processos de Lavra Obrigatória 30
Sousa Maior

Antônio Luiz
Pinheiro / Lilian
Mecânica das Rochas Obrigatória 30
Gabriella B. G. de
Freitas

Gilberto Freire
Desenvolvimento Mineiro Aplicado à
Obrigatória Rangel/ Antônio 20
Lavra de Rochas Ornamentais
Luiz Pinheiro

Evanizis D. F.
Processos de Beneficiamento Obrigatória 30
Castilho
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

Ana Paula Meyer /


Caracterização Tecnológica de Rochas
Obrigatória Lilian Gabriella B. 30
Ornamentais
G. de Freitas

Evanizis D. F.
Seminários Gerais Obrigatória 20
Castilho

Fabiana Florio
Gestão da Produção Obrigatória 20
Domingues

Saúde e Segurança Ocupacional no Gleicon Roberto de


Obrigatória 20
setor de Rochas Ornamentais Sousa Maior

Trabalho de Conclusão de Final (TCF) Obrigatória Orientador do TCF 100

Total da Carga Horária de Disciplinas Obrigatórias 280

Total de Carga Horária de Disciplina(s) Optativa(s) a ser cumprida 0

Total da Carga Horária do Trabalho de Conclusão 100

Carga Horária Total do Curso 380

4.2. EMENTÁRIO

Disciplina: Geologia Geral Código:

Carga Horária: 30 Obrigatória

Ementa

Reconhecimento dos principais minerais e tipos de rochas, principalmente as que são utilizadas para fins
ornamentais; bem como ter uma visão abrangente da importância da Geologia para a Indústria da Pedra
e suas interações com a dinâmica interna e externa da Terra.

Conteúdo

Reconhecer diferentes tipos de rochas e minerais. Ciclo das Rochas. Rochas Ígneas. Intemperismo e
erosão. Rochas Sedimentares. Rochas Metamórficas.
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

Bibliografia Básica

TEIXEIRA, W.; TAIOLI, F.; FAIRCHILD, T. R.; TOLEDO, C. (Org). Decifrando a Terra São Paulo:
Oficina de Textos, 2003.

LEINZ, V; AMARAL, S. E. Geologia Geral, São Paulo: Companhia Editora, 2001.

GROTZINGER, J.; JORDAN, T.Para Entender a Terra. Bookman: Porto Alegre, 2013.

Bibliografia Complementar

VIDAL, F. W. H.; AZEVEDO, H. C. A.; CASTRO, N. F. Tecnologia de Rochas Ornamentais:


Pesquisa, Lavrae Beneficiamento. Rio de Janeiro: CETEM/MCTI, 2014.

POPP, J. Geologia Geral, LTC: Rio de Janeiro, 1998.

Disciplina: Geologia Aplicada a Rochas ornamentais Código:

Carga Horária: 30 Obrigatória

Ementa

Tipos e características dos depósitos minerais com ênfase aos de rochas ornamentais. Noções de
mapeamento geológico e interpretação de mapas. Caracterizar as estruturas deformacionais permanentes
nas rochas. Uso e aplicação de bússola. Noções de legislação mineral.;

Conteúdo

Noções de gênese mineral,tipos e características dos depósitos minerais com ênfase aos de rochas
ornamentais. Caracterizar as estruturas deformacionais permanentes nas rochas. Uso e aplicação de
bússola. Noções de legislação mineral.

Bibliografia Básica

TEIXEIRA, W.; TAIOLI, F.; FAIRCHILD, T. R.; TOLEDO, C. (Org). Decifrando a Terra São Paulo:
Oficina de Textos, 2003.

PEREIRA, R. M. Fundamentos de prospecção mineral. Rio de Janeiro: Interciência, 2012.

NETO, M. T. O. C.; ROCHA, A. M. R.Noções de Prospecção e Pesquisa Mineral para Técnicos de


Geologia e Mineração. Natal/RN: Editora do IFRN-RN, 2010.
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

Bibliografia Complementar

FREIRE, W.Código de mineração anotado5. ed.Mandamentos: Belo Horizonte, 2010.

GROTZINGER, J.; JORDAN, T. Para Entender a Terra. Bookman: Porto Alegre, 2013.

VIDAL, F. W. H.; AZEVEDO, H. C. A.; CASTRO, N. F. Tecnologia de Rochas Ornamentais:


Pesquisa, Lavra e Beneficiamento. Rio de Janeiro: CETEM/MCTI, 2014.

LÓPEZ, J. C. Manual de rocas ornamentales. Madrid: Editora Entorno Gráfico, 1996.

Disciplina: Metodologia de pesquisa Código:

Carga Horária: 20 Obrigatória

Ementa

A identidade cultural e a pós-modernidade. As geografias pós-modernas. O trabalho científico. As


concepções teóricas do conhecimento. A pesquisa científica: natureza teórico-prática. Interpretação de
dados qualitativos. As fases da pesquisa científica. Projetos de pesquisa.

Conteúdo

A pós-modernidade e a desconstrução do saber científico. A des-ordem ambiental planetária. Os usos


públicos e privados de uma pesquisa. O paradigma dominante e sua crise. O paradigma emergente.
Conhecimento científico e senso comum. Fazendo perguntas e encontrando respostas. Interesses,
tópicos, perguntas, problemas. Argumentação. Fontes de informações, citações e referências
bibliográficas.Etnografia eetnometodologia. O estudo de caso.

Bibliografia Básica

SANTOS, Boaventura de Sousa
Um discurso sobre as ciências. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

SILVERMAN, David. dados qualitativos


. 3.ed.Porto Alegre: Artmed; Bookman, 2009. 376p.

YIN, R. K. Case study research: design and methods. Thousand Oaks: SAGE Publications, 2002.

Bibliografia Complementar
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

CARVALHO, M. C. M. (org.) Construindo o saber: metodologia científica: fundamentos e técnicas. 4.


ed. Campinas: Papirus, 1994.

GALLIANO, A. G. O método científico: teoria e prática. São Paulo: Harbra, 1998.

, C. W. P. A nova des-ordem mundial : Editora UNESP,


2006.

HALL, Stuart. -modernidade. 7.ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

HUHNE, Leda M. M. Metodologia científica. 5.ed. Rio de Janeiro: Agir, 1992.

Disciplina: Métodos e Processos de Lavra Código:

Carga Horária: 30 Obrigatória

Ementa

Aspectos históricos; métodos de lavra; tecnologias de lavra; técnicas de tombamento e movimentação de


blocos.

Conteúdo

Métodos de lavra de rochas ornamentais aplicados em matacões e maciços rochosos; Tecnologias de


corte não contínuo (cíclicas) e contínuo; Planejamento de Lavra de Rochas Ornamentais;Meio Ambiente
e Recursos Hídricos na extração de rochas ornamentais; Equipamentos utilizados nas minerações de
rochas ornamentais.

Bibliografia Básica

VIDAL, F. W. H.; AZEVEDO, H. C. A.; CASTRO, N. F. Tecnologia de Rochas Ornamentais:


Pesquisa, Lavra e Beneficiamento. Rio de Janeiro: CETEM/MCTIC, 2014.

CURI, A. Minas à Céu Aberto: Planejamento de Lavra, São Paulo: Oficina de Textos, 2014.

CURI, A. Lavras de Minas, São Paulo: Oficina de Textos, 2017.

VIDAL, F. W. H., SALES, F. A. C. B., SOUSA, J. F. D., & MATTOS, I. C. Rochas e Minerais
Industriais do Estado do Ceará. Fortaleza: CETEM/UECE/DNPM/FUNCAP/SENAI, 2005.

Bibliografia Complementar
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

CHIODI FILHO, C.Aspectos técnicos e econômicos do setor de rochas ornamentais – Série Estudos e
Documentos, 28.Rio de Janeiro: CETEM/MCTIC, 1995.

SOUZA, J. G.Análise ambiental do processo de extração e beneficiamento de rochas ornamentais com


vistas a uma produção mais limpa: aplicação em Cachoeiro de Itapemirim/ES. 2007.

Disciplina: Mecânica das Rochas Código:

Carga Horária: 40 Obrigatória

Ementa

Resistência de maciços rochosos; deformabilidade de maciços rochosos e rochas intactas;


permeabilidade de maciços rochosos; estabilidade de taludes; tensões in situ; caracterização geotécnica
maciços rochosos; classificações geomecânicas maciços rochosos e escavações subterrâneas.

Conteúdo

Resistência das rochas intactas e das descontinuidades, efeito escala; Meio contínuo, meio descontínuo e
meio equivalente, obtenção de parâmetros de descontinuidades: empiricamente, ensaios de laboratório e
de campo, estimativa dos módulos de deformabilidade; Análise cinemática, métodos de equilíbrio limite,
modelagem numérica; Metodologia de levantamento geotécnico; Sistema RMR, sistema Q.

Bibliografia Básica

HUDSON, J.A. & HARRISON, J.P. Engineering Rock Mechanics. An introduction to the
Principles. Oxford: Pergamon, 1997.

AZEVEDO, I.C.D. & MARQUES, E.A.G. Introdução à Mecânica das Rochas. CadernoDidático 85.
Viçosa: Editora UFV, 2002.

JAEGER, J.C. & COOK, N. G. W. Fundamentals Rock Mechanics. London: Chapman & Hall, 1979.

Bibliografia Complementar

FIORI, A. P. & CARMEGIANI, L. Fundamentos da Mecânica dos Solos e das Rochas – Aplicações
na Estabilidade de Taludes. Oficinas de texto: São Paulo, 2011.

BRADY, B. H. G. & BROWN, E. T.Rock Mechanics for Undergrounding Mining. Springer:


Dordrecht, 2004.

GOODMAN, R. E Introduction to Rock Mechanics John Wiley & Sons: New York, 1984.
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

Disciplina: Desenvolvimento Mineiro Aplicado à Lavra de Rochas Ornamentais Código:

Carga Horária: 30 Obrigatória

Ementa

Importância do desenvolvimento mineiro para o processo produtivo; vias de acesso; abertura de frente e
sequenciamento de operações de desenvolvimento mineiro; movimentação e transporte na lavra; pilha
de estéril; sistemas de drenagem.

Conteúdo

Conceitos gerais: produção e produtividade, ciclo e tempo de ciclo; Estradas de terra: projeto, execução
e manutenção, drenagem; Frente de lavra: corte, movimentação, carregamento e transporte; Projeto,
construção e monitoramento de pilhas de estéril; Importância de um eficiente sistema de drenagem para
as diversas operações da lavra de rochas ornamentais.

Bibliografia Básica

CURI, A. Minas à Céu Aberto: Planejamento de Lavra, São Paulo: Oficina de Textos, 2014.

RICARDO, H.S. & CATALANI, G. Manual Prático de Escavação: Terraplenagem e Escavação de


Rocha. 2 ed. São Paulo: PINI, 2002.

DAS, BRAJA M. SOBHAN, K. Fundamentos de Engenharia Geotécnica. Tradução da 8a Edição


Norte-Americana. São Paulo: Cengage Learning, 2014.

Bibliografia Complementar

Disciplina: Processos de Beneficiamento Código:

Carga Horária: 30 Obrigatória

Ementa

Aspectos relacionados aos equipamentos e insumos para o beneficiamento primário (serragem);


Aspectos relacionados aos equipamentos e insumo para o beneficiamento secundário (polimento); Corte
e acabamento; Procedimentos de controle de qualidade ao longo das etapas industriais.
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

Conteúdo

Desdobramento de Rochas Ornamentais em Teares Multilâminas; Desdobramento de Rochas


Ornamentais em Teares Diamantados e Talha Blocos; Polimento de Rochas Ornamentais; Resinagem e
Telagem; Acabamentos Superficiais: Flameado, Apicoado, Jateado e Escovado; Técnicas de Corte e
Acabamento de Rochas Ornamentais.

Bibliografia Básica

VIDAL, F. W. H.; AZEVEDO, H. C. A.; CASTRO, N. F. Tecnologia de Rochas Ornamentais:


Pesquisa, Lavra e Beneficiamento. Rio de Janeiro: CETEM/MCTIC, 2014.

SARDOU FILHO, R., MATOS, G. M. M. D., MENDES, V. A., & IZA, E. R. H. D. F. Atlas de Rochas
Ornamentais do Estado do Espírito Santo, Brasília: CPRM, 2013.

SILVEIRA, L. L. L. Polimento de Rochas Ornamentais: Um Enfoque Tribológico ao Processo. Curitiba:


Pós-Escrito, 2008.

Bibliografia Complementar

RECKELBERG, O. Entendendo uma serraria de granitos. São Paulo: Scortecci, 2009.

MACHADO, M. Processos de Beneficiamento – Parte 1 – Apostila do Curso de Especialização em


Valorização das Rochas Ornamentais. UFRJ/CETEM/CPRM,2003

CETEMAG (2000a). Curso de encarregado de serraria. CETEMAG-Centro tecnológico do


Mármore e Granito. Cachoeiro de Itapemirim, E.S. 67 p. 84

CETEMAG (2000b). Curso de polidor. CETEMAG – Centro tecnológico do mármore e Granito.


Cachoeiro de Itapemirim, E.S. 22p.

COIMBRA FILHO, C. G. – Relação entre processo de corte e qualidade de superfícies serradas de


granitos ornamentais. Dissertação de Mestrado, EESC-USP, 168p. 2006.

PARAGUASSÚ, A. B.; RODRIGUES, J. E.; RIBEIRO, R. P.; SILVEIRA, L. L. L. Considerações


sobre o desgaste abrasivo no beneficiamento de rochas ornamentais. In: XLII Congresso Brasileiro
de Geologia, Araxá – MG. 2004a.

Disciplina: Caracterização Tecnológica de Rochas Ornamentais Código:


MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

Carga Horária: 30 Obrigatória

Ementa

Caracterização tecnológica de rochas. Interpretação das características petrográficas, químicas,


estruturais e tecnológicas de rochas ornamentais; Ensaios específicos para a caracterização tecnológica
de rochas segundo as normas da ABNT.

Conteúdo

Caracterização tecnológica de rochas; Interpretação das características petrográficas, químicas,


estruturais e tecnológicas de rochas ornamentais; Propriedade e Características Tecnológicas dos
Minerais e Rochas; Importância da Normatização; Ensaios tecnológicos (normas, equipamentos,
materiais); Patologias de rochas ornamentais.

Bibliografia Básica

SARDOU FILHO, R., MATOS, G. M. M. D., MENDES, V. A., & IZA, E. R. H. D. F. Atlas de Rochas
Ornamentais do Estado do Espírito Santo, Brasília: CPRM, 2013.

CASTILHO, E. D. F. Caracterização tecnológica de rochas ornamentais: práticas laboratoriais.


Vitória, ES: Edifes, 2018.

Associação Brasileira de Normas Técnicas 2015. Rochas para Revestimento – Métodos de Ensaio. NBR
15845. Rio de Janeiro, 2015.

Bibliografia Complementar

ALENCAR, C. R. Manual de caracterização, aplicação, uso e manutenção das principais rochas


comerciais no Espírito Santo: rochas ornamentais. Instituto EuvaldoLodi - Regional do Espírito
Santo. Cachoeiro de Itapemirim/ES, 2013, 242 p.

Associação Brasileira de Normas Técnicas 2010. Placas cerâmicas para revestimento – Especificação
e métodos de ensaio: Determinação da resistência ao manchamento, NBR 13818. Rio de Janeiro,
1997. Anexo G.

Associação Brasileira de Normas Técnicas. Placas cerâmicas para revestimento – Especificação e


métodos de ensaio: Determinação da resistência ao ataque químico, NBR 13818. Rio de Janeiro,
1997. Anexo H.

Associação Brasileira de Normas Técnicas 2010. Rochas para Revestimento – Requisitos para
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

Granitos. NBR 15844. Rio de Janeiro, 2010.

FRASCÁ, M. H. B. O.; RODRIGUES, E. P.;Caracterização tecnológica de rochas para revestimento.


Brasília: ABIROCHAS, 2019.

Disciplina: Seminários Gerais Código:

Carga Horária: 20 Obrigatória

Ementa

Palestras, seminários e workshops abordando temas relevantes para a mineração e, em especial, para o
segmento de rochas ornamentais, tais como: Legislação mineral; Legislação ambiental; Gerenciamento
de projetos na mineração; Tratamento e disposição de resíduos, etc.

Conteúdo

Palestras, seminários e workshops abordando temas relevantes para o segmento de rochas ornamentais.

Bibliografia Básica

Bibliografia Complementar

Disciplina: Gestão da Produção Código:

Carga Horária: 20 Obrigatória

Ementa

ó c z f “ ”( ) f c g z
industrial com foco em seu desempenho estratégico.

Conteúdo
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

Serão abordados os seguintes temas: Produção enxuta; Arranjo físico; Planejamento e Controle da
Produção (PCP); Planejamento estratégico; Modelos para medição de desempenho; Balanced Scorecard
(BSC).

Bibliografia Básica

CHASE, RICHARD B.; JACOBS, F. ROBERT.; AQUILANO, NICHOLAS J.Administração


da produção e operações. São Paulo: McGraw Hill, 2006.
KRAJEWSKI, Lee. RITZMAN, Larry. MALHORTRA, Manoj.Administração de produção e
operações. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2008.
CORRÊA, Henrique L.; CORRÊA, Carlos A.Administração de produção e operações. São
Paulo: Atlas, 2006.

Bibliografia Complementar

ITIRO, Ilda.Ergonomia, projeto e produção. São Paulo: Edgard Blucher, 2005.


MOREIRA, Daniel Augusto.Administração da produção e operações. São Paulo: Cengage
Learning, 2008.
PIRES, Silvio R. I.Gestão da cadeia de suprimentos (Supplychain management: conceitos,
estratégias, práticas e casos). São Paulo: Atlas, 2009.

Disciplina: Saúde e Segurança Ocupacional no setor de Rochas Ornamentais Código:

Carga Horária: 20 Obrigatória

Ementa

Introdução à segurança e saúde no trabalho; técnicas de prevenção e combate a sinistros; abordagem


geral das normas regulamentadoras; sistema de gestão integrada de qualidade, saúde, segurança e meio
ambiente; responsabilidade civil e criminal pelos acidentes do trabalho.

Conteúdo

Introdução a segurança e saúde no trabalho; Técnicas de prevenção e combate a sinistros; abordagem


geral das normas regulamentadoras - NR's

Bibliografia Básica

EQUIPE ATLAS. Segurança e Medicina do Trabalho. 80ª Edição. Editora Atlas. São
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

Paulo, 2018.
CARDELLA, B. Segurança No Trabalho e Prevenção de Acidentes. 2ª Edição. Editora
Atlas. São Paulo, 2016.
MORAIS JR, C. P. Manual de segurança e saúde no trabalho: Normas
regulamentadoras: NRs. 8ª Edição. Editora Senac. Rio de Janeiro, 2012.

Bibliografia Complementar

ZOCCHIO, A., Política de segurança e saúde no trabalho: Elaboração, implantação,


administração. Editora LTR. São Paulo, 2000.
SPINELI, R; POSSEBON, J; BREVIGLIERO, E. Higiene Ocupacional: Agentes
biológicos, químicos e físicos. 6ª edição. Editora Senac. São Paulo, 2011.
NETO, NMW. Cipa – NR5: Implementando e mantendo. 2ª edição. Editora Viena. São
José do Rio Pardo, 2017.
MARINHO, R; BEGNON, W. NR 35 - Segurança no Trabalho em Altura -
Procedimentos e Práticas. 1º Edição. Editora Viena. São Paulo, 2016.
DE ANTONI, A. A.; ESTEVES, A. Doenças Ocupacionais - Agindo Preventivamente. 1º
Edição. Editora Viena. São Paulo, 2014.

Disciplina: Trabalho de Conclusão Final (TCF) Código:

Carga Horária: 100 Obrigatória

Ementa

Realização de trabalho de pesquisa, sob a orientação de um professor orientador, visando elaboração de


monografia sobre o tema abordado e apresentação perante banca examinadora.

Conteúdo

Realização de trabalho de pesquisa, sob a orientação de um professor orientador, visando elaboração de


monografia sobre o tema abordado e apresentação perante banca examinadora.
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
Campus Cachoeiro de Itapemirim

Bibliografia Básica

DEMO, P. Metodologia do conhecimento científico, São Paulo: Editora Atlas, 2000.

ECO, U. Como se faz uma tese. São Paulo: Perspectiva, 1983.

VERGARA, S. C. Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Cortez, 1997.

Bibliografia Complementar

5. ESTÁGIOS

Não haverá estágio neste curso.


MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
SISTEMA INTEGRADO DE PATRIMÔNIO, ADMINISTRAÇÃO E
FOLHA DE ASSINATURAS
CONTRATOS

Emitido em 17/06/2020

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO Nº 4/2020 - REI-PRPPG (11.02.37.15)

(Nº do Protocolo: NÃO PROTOCOLADO)

(Assinado digitalmente em 17/06/2020 16:52 )


RENATA VENTURIM BERNARDINO
ASSISTENTE EM ADMINISTRACAO
REI-SPP (11.02.37.15.01)
Matrícula: 1808670

Para verificar a autenticidade deste documento entre em https://sipac.ifes.edu.br/documentos/ informando seu


número: 4, ano: 2020, tipo: PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO, data de emissão: 17/06/2020 e o código de
verificação: 0fcb14b545

Você também pode gostar