Você está na página 1de 5

Mini Contrato Futuro de Dólar Americano na BM&F

O que é Mercado Futuro?

O Mercado Futuro é um ambiente virtual dentro da Bolsa de Valores. Nele, são


negociados contratos de compra ou de venda de ativos para uma data futura, isto é, que
ainda está por vir.

Se você já ouviu falar na Bolsa, provavelmente sabe que boa parte das negociações que
lá acontecem são associadas às ações de empresas. No Mercado Futuro, acontece algo
parecido, só que em vez de ações são negociados contratos futuros.

A dinâmica você já conhece: você pode ganhar dinheiro com sua valorização ou
ter perdas com sua desvalorização.

Mas vale lembrar que também é possível operar vendido neste contrato, em que você
terá ganhos se vender mais caro e comprar mais barato.

Em vez de negociar parte de grandes empresas, você negociará lotes de contratos com
vencimentos previamente combinados. Os ativos envolvidos podem ser
índices, commodities agrícolas — como sacas de café, trigo, soja etc. — ou moedas
estrangeiras, como o dólar. Devido à fama da moeda norte-americana, os contratos
futuros de dólar são uns dos mais negociados nesse mercado.

Como funciona mini dólar? Quanto vale cada ponto?

O mini dólar é um tipo de investimento que tem atraído àqueles que estão começando
na bolsa de valores e não tem um capital muito alto para investir. Mas é importante
conhecer como funciona o mini dólar, a estrutura de pontos e demais elementos desse
ativo para que seu desconhecimento não se transforme em mais um risco para seu
investimento.

Mini dólar: o que é?

Mini dólar na verdade é o nome dado para minicontratos de dólar. Este é um tipo de
investimento do mercado futuro, negociado na Bolsa de Valores brasileira. Cada
minicontrato de dólar tem um valor reduzido em relação ao dólar cheio, tendo o valor,
geralmente, de 20% do dólar cheio. Nesse contexto, o mini dólar é um ativo
especulativo, mas que se torna acessível a pessoas físicas que tem um capital menor
para investir. Essa geralmente é uma operação de day trade (curtíssimo prazo), que
envolve alto risco.

Mini dólar: como funciona?

Um minicontrato de dólar acompanha diretamente as variações no câmbio. Ele é um


derivativo representando contratos de compra e venda da moeda norte americano no
mercado futuro. É possível operar este contrato em operações de (Day trade compra e
venda no mesmo dia ou swing trade, compra e venda no dia seguinte)

O mini dólar é um investimento de day trade com altíssimo risco, que só deve ser usado
na carteira dos investidores mais experientes.

Como é a nomenclatura dos contratos de mini dólar?

Um contrato de mini dólar começa com as letras WDO, seguidas de uma letra
indicando o mês e um número indicando o ano de vencimento do contrato. As letras
para cada mês são:

F: Janeiro

G: Fevereiro

H: Março

J: Abril

K: Maio

M: Junho

N: Julho

Q: Agosto

U: Setembro

V: Outubro

X: Novembro
Z: Dezembro

EXEMPLO: WDOQ19 Contrato referente ao mês de agosto.

Quanto vale cada ponto no mini dólar?

Pontos são associados às variações em um dado tipo de investimento. Pode ser no índice
da Bovespa ou, no nosso caso, o míni dólar. A informação que você precisa saber é que
para cada cinco contratos cheios, operados no mercado de câmbio normal, a variação
no ponto para cima ou para baixo representa um lucro ou prejuízo de R$250. No
minicontrato, a mesma variação resulta em R$10 de lucro ou prejuízo.

Como calcular o lucro do investimento no mini dólar?

Para esse cálculo é melhor usar um exemplo do que explicar a teoria. Suponha que um
indivíduo tenha comprado 10 mini contratos a 3000 pontos e tenha vendido a 3100
pontos. O lucro bruto, sem incluir o IR e a corretagem, se dá pela diferença em pontos
(100), multiplicada pelo número de mini contratos (10), multiplicada pelo valor do
ponto (R$10). Em fórmula:

100 x 10 x R$10 = R$10.000 esse foi o valor do ganho.

Como operar o mini dólar?


A operação com o mini dólar é como operar uma ação. Para trabalhar com esse tipo de
investimento, o investidor tem que utilizar-se da análise gráfica (análise técnica) ou
tape reading (leitura de fluxo) para suportar a decisão de compra ou venda dos mini
contratos. Mas para realizar essa transação é preciso que o investidor também tenha uma
margem de garantia.

A margem de garantia é um valor, em dinheiro, que fica depositado pelo investidor


em um contrato ou mini contrato futuro, garantindo seu cumprimento. Essa é uma
exigência da Bolsa de Valores para a cobertura dos compromissos assumidos pelos
investidores do mercado futuro. Para a negociação do mini dólar, Eu recomendo que
você deposite 1.000,00 para cada um contrato que for negociar na conta da corretora.
São aceitos também títulos públicos (tesouro direto), certificados de depósitos bancários
(CDB), ou ações de empresa para a margem de garantia.

É importante lembrar também que as transações com derivativos de dólar podem ser
realizadas entre as 9:00 h e as 18:00 h dos dias úteis.

Como lucrar com o mini dólar?

Entenda primeiramente que o câmbio é muito instável e sujeito a muitas variáveis. Isso
torna esse investimento de alto risco, mesmo para os investidores mais experientes. Em
segundo lugar, entenda a pergunta básica da especulação nas negociações do mini dólar:
qual será o preço, em reais brasileiros, de US$5.000 em uma determinada data futura? A
partir da análise das variáveis que podem influenciar o dólar no período compreendido
entre a compra e o vencimento do contrato, o investidor pode realizar a alocação dos
investimentos de acordo.

Os fatores de risco que devem ser analisados para investimentos no câmbio incluem:

A disponibilidade de dólares no país

O fluxo de entrada da moeda gerado com a exportação e a importação de bens e


serviços

Os investimentos estrangeiros no país

As remessas de moeda para o exterior

A tendência de negociação dessa moeda no mercado interno (compra ou venda)

Condições econômicas

A ação do Banco Central

Taxas de juros internacionais

Quanto custa negociar Dólar Mini na bolsa de valores?


Além da margem depositada na conta da corretora, o investidor deve arcar com a taxa
de corretagem da corretora de valores, realizado sobre cada operação de compra e venda
de mini contratos de dólar. Também são pagos os serviços prestados pela Bovespa (taxa
de emolumentos) e pela Clearing de derivativos na liquidação do minicontrato na data
de vencimento (taxa de liquidação). Uma Clearing é uma câmara ou prestadoras de
serviços de compensação e liquidação de ordens eletrônicas.

Você também pode gostar